FRETES INTERNACIONAIS ESTADOS UNIDOS/MÉXICO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FRETES INTERNACIONAIS ESTADOS UNIDOS/MÉXICO"

Transcrição

1 FRETES INTERNACIONAIS ESTADOS UNIDOS/MÉXICO

2 1 - Service Contract assinado em parceria com ABIEF até Após esse período estaremos informando as novas condições de fretes podendo permanecer as mesmas ou serem alteradas. 2 - Tarifas Frete incluem todos os portos Brasil a saber: Rio Grande, Itajaí, São Francisco, Paranaguá, Santos, Sepetiba, Salvador, Suape, Pecém. 3 - Freqüência de navios: semanal a partir de todos os portos mencionados item "2", exceto Pecém (saída quinzenal).

3 4 - Os portos de destino nos EUA são:costa Leste e Golfo: - Baltimore-MD - Charleston-SC - Houston-TX - Jacksonville-FL -Miami-FL - NewYork-NY -Norfolk-VA - Philadelphia-PA; Obs.: Para costa Oeste ( Los Angeles) o serviço é realizado via Houston por ferrovia. 5 - Em Santos, o navio atracará na margem esquerda (Tecon), no armazém Santos Brasil e terão 7 dias free-time.

4 6 - Os valores dos fretes e os tipos de containers estão incluídos na tabela abaixo: 7 - Os valores dos fretes (acima) não incluem as demais taxas cobradas no Brasil e nos EUA a saber:

5 - R$ 100 B/L Fee(taxa emissão de conhecimento de embarque na origem). - US$ 60 - chassis (se utilizado equipamento da Hamburg Sud no porto destino) - Porto Miami está isento; - US$ 75 - doc fee ( taxa tramitação de documentação de embarque no destino); - US$ 290 (20 ) e US$ 540 (40 ) - BAF (sobretaxa combustível do navio). - US$ 75 ( 20 ) e US$ 150 ( 40 ) - PSS - Peak Season Surcharge (sobretaxa de alta estação), não cobrada até 30/04/2005; - US$ 415 (20 ) e US$ 550 (40 ) - THC (Terminal Handling Container - taxa manuseio container no destino).

6 - US$ 200 (20 ) e US$ 400 (40 ) - Overweight (taxa de sobrepeso de carga cobrada APENAS quando o bruto de carga ultrapassa os kg. 8 - A Hamburg Sud oferece serviço de entrega "door-to-door" a todos os Zip Codes dos EUA com "inland" (frete interno) incluído por caminhão ou ferrovia desde que o exportador confirme o código postal do cliente no destino. O serviço de "inland" é cobrado em separado conforme o destino final da mercadoria. 9 - Os valores fretes são para os fretes "prepaid" (pré-pagos) ou "collect" (pagos no destino). Quando pagos no Brasil, a Hamburg Sud irá informar taxa do dólar do dia para o referido pagamento ao exportador.

7 10 - O prazo de permanência do container no destino (sem custos) é de 5 dias úteis. Após esse período o exportador ou importador deverá pagar "demurrage" (sobre-estadia de container ao custo/dia de US$ 20,00 (20 ) e US$ 45,00 (40`) - valores aproximados para o período do 6o. dia até o 10o. dia. Após o 11o. dia, os valores se incrementam O despachante do exportador deverá enviar "draft" (esboço) do Conhecimento Embarque até 72 horas antes do dead-line entrega documentos (porto embarque no Brasil) devido solicitação alfândega americana.

8 12 - A Hamburg-Sud efetua embarque modalidade "ship s convenience" o que significa que o exportador poderá embarcar uma carga de pequenas dimensões que a mesma será consolidada com outras cargas e embarcada até o porto de destino nos EUA (esse serviço é oferecido somente para alguns portos americanos). O porto de embarque deverá ser Santos-SP O "stuffing" do container no porto origem ou no local de produção deverá ser realizado pelo exportador(colocação da mercadoria dentro do container), exceto nos casos de "ship s convenience" que será por conta do armador(hamburg-sud).

9 14 - Para ter acesso aos fretes especiais mencionados na tabela anexa o exportador deverá mencionar no Conhecimento de Embarque o Contrato ABIEF no. BRA-CLIW Na reserva de praça (booking), mencionar o Contrato acima A Aduana americana está solicitando a todos os exportadores que detalhem com precisão os dados das mercadorias embarcadas no Conhecimento Embarque, bem como os dados precisos do importador ou consignatário da carga. O "transit time" (tempo trânsito) irá depender do porto origem /destino. Os navios da Hamburg Sud não realizam transbordo em qualquer país até chegar nos EUA o que reduz o tempo de trânsito. Estimar aproximadamente 17 a 22 dias.

10 17 - Os escritórios representação da Hamburg Süd no Brasil (total de 10) estarão sendo enviados a cada empresa por correio dentro de 15 dias (telefone São Paulo ou Tall Free A Hamburg Sud também oferece serviços de fretes para os portos: Vera Cruz e Altamira no México (Atlântico)com saídas de Santos, Rio Grande, Itajaí, Sepetiba e Salvador, para estes destinos as tarifas são de US$ 2.100,00 p/20 + Bunker US$ 290,00 + B/L Fee R$ 100,00 e US$ 3200,00 p/40 + Bunker US$ 540,00 + B/L Fee R$ 100,00 com Transit-Time de 18 dias.

11 19 - A Hamburg Sud também oferece serviços de fretes para os portos:tilbury(inglaterra), Le Have(França) e Bremen e Hamburgo (Alemanha), além de outros locais na Europa, Ásia, América Latina e Caribe Além dos valores acima, os exportadores ainda deverão considerar as seguintes despesas: - Frete interno local produção x porto origem no Brasil; - Despachante aduaneiro (comissão, SDA-Sindicato despachantes Aduaneiros, serviços adicionais); - Capatazias porto origem no Brasil; - Serviços de "stuffing" e peação da carga dentro do container. 21- Recomendamos que os exportadores trabalhem com despachantes aduaneiros devidamente registrados nos Sindicatos dos Despachantes Aduaneiros de cada Estado.

12 HAMBURG SUD & ABIEF/EXPORTPLASTIC SERVICE CONTRACT Nº. BRA-CLIW

13 Obs.: Para ter acesso a tais tarifas, os exportadores deverão preencher/assinar o Contrato de Cessão de Direitos anexo, junto à ABIEF, em 2 (duas) cópias, em papel timbrado, indicando a quantidade de containers que poderão se comprometer a embarcar no período indicado no Contrato.

14 É importante mencionar que o Conhecimento de Embarque é o documento mais importante do comércio internacional pois além de outras características significa a PROVA DE PROPRIEDADE da CARGA. É portanto sempre recomendável que o Conhecimento informe um consignatário no destino (banco, importador, distribuidor etc). É sempre emitido em 3 vias originais e negociáveis + 3 vias (ou mais) cópias não negociáveis que deverão ser enviadas ao importador para que o mesmo efetue o desembaraço da mercadoria.

15 CONTRATO DE CESSÃO DE DIREITOS A ABIEF ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE EMBALAGENS PLÁSTICAS FLEXÍVEIS, estabelecida à Av. Brigadeiro Faria Lima, º andar conjunto 32 São Paulo Capital, neste ato representada por seu Presidente, SERGIO HABERFELD, doravante denominada CEDENTE e, CGC Nº., estabelecida à, neste ato representada por seus representantes legais, Srs. a seguir designada CESSIONÁRIA, têm entre si ajustado e contratado na forma seguinte:

16 CLÁUSULA 1ª. 1 - DO OBJETO A CEDENTE é titular de contrato junto à Cia. Marítima Hamburg Sud, na rota compreendida entre os principais portos do Brasil e os portos norte-americanos localizados na Costa Leste e Golfo e ou México. Em decorrência, faz jus a frete especial, conforme determinado em contrato, para artigos plásticos. Parágrafo Único A CEDENTE transfere, neste ato, os benefícios de exportação que forem obtidos e negociados pela CEDENTE, aos preços aqui mencionados.

17 CLÁUSULA 2ª. 2 - DO NÚMERO N TOTAL DE CONTAINERS A CESSIONÁRIA irá embarcar um total de containers de 20 pés, e containers de 40 pés, com destino à Costa Leste e Golfo e ou México, na forma do contrato descrito na Cláusula 1ª. Parágrafo Único Ficam excetuados desta obrigação os containers não embarcados por motivo de força maior.

18 CLÁUSULA 3ª. 3 - DAS ANOTAÇÕES NOS BL S A CESSIONÁRIA se obriga a anotar nos BL s, CONTRATO ABIEF SC Nº. BRA-CLIW Parágrafo Único A CESSIONÁRIA remeterá à CEDENTE, mensalmente, uma cópia de cada BL enviado.

19 CLÁUSULA 4ª. 4 - DA MORA Constitui-se em mora, independentemente de qualquer notificação, a CESSIONÁRIA na hipótese de não embarcar os containers referidos na Cláusula 2ª., até 10 dias depois do vencimento do 4º. mês da vigência deste contrato, ou seja até o dia 31 de agosto de 2005,. Parágrafo Único Na ocorrência da mora aqui descrita, obriga-se a CESSIONÁRIA a pagar à CEDENTE a importância, em reais, correspondente a US$ 300,00 por unidade não embarcada. Por estarem de acordo com os termos aqui expressos, assinam o presente em duas vias de igual teor na presença das testemunhas abaixo.

Armazenagem Container 20 Pés Container 40 Pés Cadastramento por B/L R$ 210,00 R$ 210,00

Armazenagem Container 20 Pés Container 40 Pés Cadastramento por B/L R$ 210,00 R$ 210,00 TABELA DE PREÇOS SERVIÇOS DE TERMINAL ALFANDEGADO (IMPORTAÇÃO) Transporte Costado Navio Operador Portuário até a Transbrasa Container 20 Pés Container 40 Pés Margem Direita R$ 430,00 R$ 460,00 Margem Esquerda

Leia mais

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS Vigência: 15/03/2014 a 14/03/2015 ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS OPERAÇÃO PORTUÁRIA - Tarifas devidas pelo armador, agente de navegação ou requisitante - A. OPERAÇÃO

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇAO DE SERVIÇOS EM TERMINAL ALFANDEGADO MEDIANTE CONDIÇÕES ABAIXO. SERVIÇOS DE TERMINAL ALFANDEGADO (IMPORTAÇÃO)

CONTRATO DE PRESTAÇAO DE SERVIÇOS EM TERMINAL ALFANDEGADO MEDIANTE CONDIÇÕES ABAIXO. SERVIÇOS DE TERMINAL ALFANDEGADO (IMPORTAÇÃO) CONTRATO DE PRESTAÇAO DE SERVIÇOS EM TERMINAL ALFANDEGADO MEDIANTE CONDIÇÕES ABAIXO. SERVIÇOS DE TERMINAL ALFANDEGADO (IMPORTAÇÃO) Transporte - Remoção Costado Navio Operador Portuário até a Transbrasa

Leia mais

PROCEDIMENTOS, CUSTOS E LOGÍSTICA NOS EMBARQUES DE CAFÉ

PROCEDIMENTOS, CUSTOS E LOGÍSTICA NOS EMBARQUES DE CAFÉ Apresentação PROCEDIMENTOS, CUSTOS E LOGÍSTICA NOS EMBARQUES DE CAFÉ Luiz Otavio Araripe Comitê de logística CeCafé Outubro 2015 loa@valorcafe.com.br INTRODUÇÃO 1. Informações gerais sobre atividade de

Leia mais

PREÇOS ARMAZENAGEM E SERVIÇOS

PREÇOS ARMAZENAGEM E SERVIÇOS 1. IMPORTAÇÃO 1.1. ARMAZENAGEM: A Contêineres (R$/Contêiner) Até o 10º dia (por período) 290,00 355,00 Do 11º ao 15º dia (por período) 275,00 325,00 Do 16º ao 20º dia (por período) 305,00 357,00 Do 21º

Leia mais

GRUPO C Transporte principal pago pelo exportador (riscos do importador)

GRUPO C Transporte principal pago pelo exportador (riscos do importador) Na última aula, estudamos os INCOTERMS dos grupos E e F. Agora, discutiremos os INCOTERMS dos grupos C e D. Claro que nosso objetivo é identificar quais despesas (custos) e quais riscos (responsabilidade

Leia mais

Papel Timbrado da Empresa TERMO DE RESPONSABILIDADE POR PERÍODO ESTENDIDO SOBRE DEVOLUÇÃO DE CONTAINER(S) RETIRADO(S)

Papel Timbrado da Empresa TERMO DE RESPONSABILIDADE POR PERÍODO ESTENDIDO SOBRE DEVOLUÇÃO DE CONTAINER(S) RETIRADO(S) Papel Timbrado da Empresa TERMO DE RESPONSABILIDADE POR PERÍODO ESTENDIDO SOBRE DEVOLUÇÃO DE CONTAINER(S) RETIRADO(S) À MAERSK LINE (ARMADOR) MAERSK BRASIL (BRASMAR) LTDA (AGENTE) Pelo presente TERMO DE

Leia mais

SISTEMÁTICA DAS EXPORTAÇÕES

SISTEMÁTICA DAS EXPORTAÇÕES SISTEMÁTICA DAS EXPORTAÇÕES CURSO: Administração DISCIPLINA: Comércio Exterior FONTES: DIAS, Reinaldo; RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. São Paulo, Atlas, 2004. SILVA, Luiz Augusto

Leia mais

Manual de Exportação e Formação de Preço

Manual de Exportação e Formação de Preço Manual de e Formação de Preço. Sumário FASE 1ª 1 - Planejamento de 2 - Planejamento Estratégico 3 - Canais de Distribuição FASE 2ª 4 - Procedimentos Operacionais de FASE 3ª 5 - Formação de Preço O sumário

Leia mais

AGORA VOCÊ PODE: IMPORTAR FALANDO PORTUGUÊS, E COM A VANTAGEM DE QUEM É ESPECIALISTA NO QUE FAZ!

AGORA VOCÊ PODE: IMPORTAR FALANDO PORTUGUÊS, E COM A VANTAGEM DE QUEM É ESPECIALISTA NO QUE FAZ! AGORA VOCÊ PODE: IMPORTAR FALANDO PORTUGUÊS, E COM A VANTAGEM DE QUEM É ESPECIALISTA NO QUE FAZ! ZM TRADE A ZM pensou nisso para você, e agora pode lhe oferecer os serviços da ZM TRADE. Qualidade, preço

Leia mais

Manual B/L Web GRIEG

Manual B/L Web GRIEG Manual B/L Web GRIEG Introdução Acesse o site www.grieg.com.br e no menu SERVIÇOS escolha a opção B/L VIA WEB ou clique no ícone abaixo para o redirecionamento automático. Em seguida, o cliente preencherá

Leia mais

Passos na Importação Roteiro Básico. Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012

Passos na Importação Roteiro Básico. Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012 Roteiro Básico Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012 1º Passo Efetuar contatos com fornecedor (exportador). 2º Passo Formalizar as negociações com fornecedor (exportador). 3º Passo Negociar a condição de

Leia mais

IMPORTAÇÃO FÁCIL: CÂMBIO PASSO A PASSO SAIBA COMO SER UM IMPORTADOR

IMPORTAÇÃO FÁCIL: CÂMBIO PASSO A PASSO SAIBA COMO SER UM IMPORTADOR IMPORTAÇÃO FÁCIL: CÂMBIO PASSO A PASSO SAIBA COMO SER UM IMPORTADOR 1º Passo: Registro da empresa Atualizar o objeto social da empresa incluindo a atividade de importação e os tipos de produtos que serão

Leia mais

5.564 cidades atendidas. 54 mil pontos de atendimento

5.564 cidades atendidas. 54 mil pontos de atendimento BOM DIA! Quem somos? 5.564 cidades atendidas 54 mil pontos de atendimento Distribuição diária: 50 mil carteiros que atendem 44 milhões de domicílios Maior rede logística intermodal do país: 2,6 milhões

Leia mais

Termos e Condições (Português)

Termos e Condições (Português) Termos e Condições (Português) I BOOKINGS DE EXPORTAÇÃO MARÍTIMA Antes do carregamento do container, por gentileza entrar em contato com o terminal e verificar se o booking encontra-se registrado e o levante

Leia mais

EXERCÍCIOS DE ECONOMIA INTERNACIONAL E COMEX. 1 - Ao se eleger um Incoterm para uma operação comercial, as partes definem

EXERCÍCIOS DE ECONOMIA INTERNACIONAL E COMEX. 1 - Ao se eleger um Incoterm para uma operação comercial, as partes definem EXERCÍCIOS DE ECONOMIA INTERNACIONAL E COMEX 1 - Ao se eleger um Incoterm para uma operação comercial, as partes definem a) a modalidade de transporte e a forma de contratação e liquidação de câmbio b)

Leia mais

R I O G R A N D E S. A.

R I O G R A N D E S. A. ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS A. UTILIZAÇÃO DAS INSTALAÇÕES DE ACOSTAGEM (CAIS/DEFENSAS) A.1. Ocupação do cais de acostagem por embarcação, incluindo serviços de atracação, desatracação e uso de defensas.

Leia mais

Roteiro Básico para Exportação

Roteiro Básico para Exportação Roteiro Básico para Exportação As empresas interessadas em efetuar exportações deverão, em primeiro lugar, inscrever-se no RADAR, que corresponde ao Registro de Exportadores e Importadores da Inspetoria

Leia mais

Formação de Analista em Comércio Exterior

Formação de Analista em Comércio Exterior Formação de Analista em Comércio Exterior com Pós Graduação Objetivo: Habilitar os participantes para exercer a profissão de Analista de Comércio Exterior e trabalhar com a análise das operações, planejamento,

Leia mais

GUIA PRÁTICO DE APOIO ÀS EXPORTAÇÕES

GUIA PRÁTICO DE APOIO ÀS EXPORTAÇÕES GUIA PRÁTICO DE APOIO ÀS EXPORTAÇÕES 1. Aspectos operacionais 1.1 Roteiro para exportação 1º Passo Efetuar o registro de exportador na Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento,

Leia mais

FLUXOGRAMA DE EXPORTAÇÃO

FLUXOGRAMA DE EXPORTAÇÃO FLUXOGRAMA DE EXPORTAÇÃO 1. PLANEJAMENTO Novos mercados; Mais lucros; Mais empregos Separar uma parte da produção para o mercado interno e outra para o mercado externo, pois a exportação é um processo

Leia mais

Quem Somos. A FAST BRAZIL é uma empresa 100% brasileira, especializada em agenciamento de cargas e despacho aduaneiro.

Quem Somos. A FAST BRAZIL é uma empresa 100% brasileira, especializada em agenciamento de cargas e despacho aduaneiro. Quem Somos A FAST BRAZIL é uma empresa 100% brasileira, especializada em agenciamento de cargas e despacho aduaneiro. Contamos com profissionais altamente qualificados no comércio internacional e uma rede

Leia mais

Identificação via informação de código do porto de origem do conhecimento, conforme tabela constante do sistema.

Identificação via informação de código do porto de origem do conhecimento, conforme tabela constante do sistema. ADVERTÊNCIA Informamos que os textos das normas constantes deste material são digitados ou digitalizados, não sendo, portanto, textos oficiais. São reproduções digitais de textos publicados na internet

Leia mais

PAPEL TIMBRADO DO CONSIGNATÁRIO

PAPEL TIMBRADO DO CONSIGNATÁRIO TERMO DE RESPONSABILIDADE POR PERÍODO ESTENDIDO SOBRE DEVOLUÇÃO DE CONTAINER(S) RETIRADO(S) Pelo presente TERMO DE RESPONSABILIDADE POR PERÍODO ESTENDIDO SOBRE DEVOLUÇÃO DE CONTAINER(S) RETIRADO(S), doravante

Leia mais

INCONTERMS 2010. Grupo E (Partida) EXW EX Works A partir do local de produção ( local designado: fábrica, armazém, etc.)

INCONTERMS 2010. Grupo E (Partida) EXW EX Works A partir do local de produção ( local designado: fábrica, armazém, etc.) Numa negociação internacional, é muito importante que o gestor comercial esclareça com o seu cliente quais serão as condições de entrega a praticar para a mercadoria que vai ser transacionada, ou seja,

Leia mais

MÓDULO 5 Termos Internacionais de Comércio (INCOTERMS)

MÓDULO 5 Termos Internacionais de Comércio (INCOTERMS) MÓDULO 5 Termos Internacionais de Comércio (INCOTERMS) Os INCOTERMS são regras criadas pela Câmara de Comércio Internacional (CCI) para administrar conflitos que possam existir através da interpretação

Leia mais

Perguntas e Respostas mais Freqüentes IMPORTA FÁCIL CIÊNCIA

Perguntas e Respostas mais Freqüentes IMPORTA FÁCIL CIÊNCIA Perguntas e Respostas mais Freqüentes IMPORTA FÁCIL CIÊNCIA 1. O Que é? O Importa Fácil Ciência é destinado a pesquisadores/entidades de pesquisa cientifica ou tecnológica, devidamente credenciadas no

Leia mais

E XPORTAÇÃO. Dica: o dossiê com as informações sobre o produto deve ser preparado antes do contato com o importador.

E XPORTAÇÃO. Dica: o dossiê com as informações sobre o produto deve ser preparado antes do contato com o importador. EXPORTAÇÃO E XPORTAÇÃO Antes de fornecer o preço, é importante analisar os preços de produtos similares praticados no mercado onde está o potencial cliente, exigências técnicas, barreiras tarifárias e

Leia mais

Tabela Pública de Serviços

Tabela Pública de Serviços Tabela Pública de Serviços Sumário Serviços para Contêineres de Importação... 3 Serviços para Carga Desunitizada de Importação... 5 Serviços para Contêineres e Cargas Soltas de Exportação... 7 Serviços

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE ORÇAMENTO

SOLICITAÇÃO DE ORÇAMENTO CENTRAL DE PEQUISA DE PREÇO CPP/SEINF SHIS Quadra 01 Conjunto B - Bloco A -Edifício Santos Dumont - Lago Sul, Brasília - DF CEP: 71605-001 Telefone: 61 3211 9222 / Fax - 61 3211-9219 E-mail : melquizedeque.coutinho@cnpq.br

Leia mais

2. COMO IMPORTAR 1 PLANEJAMENTO 2 CONTATOS COM POTENCIAIS FORNECEDORES 3 IDENTIFICAR NCM, TRATAMENTO ADMINISTRATIVO E TRIBUTÁRIO.

2. COMO IMPORTAR 1 PLANEJAMENTO 2 CONTATOS COM POTENCIAIS FORNECEDORES 3 IDENTIFICAR NCM, TRATAMENTO ADMINISTRATIVO E TRIBUTÁRIO. 1 2 2. COMO IMPORTAR 2.1. FLUXOGRAMA DE IMPORTAÇÃO 1 PLANEJAMENTO A fase de planejamento das importações é geralmente parte integrante do planejamento geral da empresa para atender sua necessidade de máquinas,

Leia mais

BOM DIA! Exportação simplificada como estratégia de expansão de negócios

BOM DIA! Exportação simplificada como estratégia de expansão de negócios BOM DIA! Exportação simplificada como estratégia de expansão de negócios Correios Quem somos? Empresa de administração pública. Missão: Fornecer soluções acessíveis e confiáveis para conectar pessoas,

Leia mais

Tabela Pública de Serviços

Tabela Pública de Serviços Tabela Pública de Serviços Sumário Serviços para Contêineres de Importação... 3 Serviços para Carga Desunitizada de Importação... 5 Serviços para Contêineres de Exportação.... 7 Serviços para Contêineres

Leia mais

Booking Confirmation Remarks

Booking Confirmation Remarks Booking Confirmation Remarks ** LIMITE DE PESO ** De acordo com a Legislação Americana de transporte rodoviário, os contêineres deverão obedecer aos seguintes limites de peso, correspondente ao payload

Leia mais

Booking Confirmation Remarks

Booking Confirmation Remarks Booking Confirmation Remarks ** LIMITE DE PESO ** De acordo com a Legislação Americana de transporte rodoviário, os contêineres deverão obedecer aos seguintes limites de peso, correspondente ao payload

Leia mais

O Uso dos Incoterms na Exportação

O Uso dos Incoterms na Exportação O Uso dos Incoterms na Exportação Por JOSÉ ELIAS ASBEG Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil Belém - Pará Nas exportações brasileiras, são aceitas quaisquer condições de venda praticadas no comércio

Leia mais

OBS: o que está grifado em amarelo foi suprimido da resolução na versão do dia 29/02.

OBS: o que está grifado em amarelo foi suprimido da resolução na versão do dia 29/02. NORMA QUE ESTABELECE PARÂMETROS REGULATÓRIOS A SEREM OBSERVADOS NA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS DE MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM DE CONTÊINERES E VOLUMES, EM INSTALAÇÕES DE USO PÚBLICO, NOS PORTOS ORGANIZADOS -

Leia mais

INTERNATIONAL FREIGHT FORWARDERS INLAND SEA AIR SHIPPING AGENCY N.V.O.C.C. DANESI LOGISTICA LTDA.

INTERNATIONAL FREIGHT FORWARDERS INLAND SEA AIR SHIPPING AGENCY N.V.O.C.C. DANESI LOGISTICA LTDA. BOOKING# 241ISZ0320684 DATA OCT 11, 2011 MBL# MSCUVV907406 SHIPPER PEMAGRAN AT. FLÁVIA IMPORTADOR UNIVERSAL MARBLE & GRANITE UGM PO# DET-803305 COMMODITY GRANITE ARMADOR MSC QUANT. CNTRS 01 TIPO 20 DRY

Leia mais

Importação Passo a Passo

Importação Passo a Passo 1º Passo Defina o que quer importar Importação Passo a Passo O mercado internacional, principalmente a China, apresenta uma ampla oportunidade de produtos para se importar. Antes de iniciar sua operação

Leia mais

Serviços em Comércio Exterior

Serviços em Comércio Exterior INCOTERMS Os Incoterms (International Commercial Terms / Termos Internacionais de Comércio) foram instituídos em 1936 pela Câmara Internacional do Comércio com o intuito de fornecer regras internacionais

Leia mais

Agradecemos a oportunidade de apresentar nossa Tabela de Preços - Longo Curso e Cabotagem, conforme abaixo.

Agradecemos a oportunidade de apresentar nossa Tabela de Preços - Longo Curso e Cabotagem, conforme abaixo. CONVICON - CONTEINERES DE VILA DO CONDE S/A CNPJ: 06.013.760/0001-10 I.E: 15.235.534-0 End. Rod. PA. 481 S/N Km21 - Barcarena - Cep.: 68447-000 - Cx. P.: 82 Tel: (091) 3322-7575 Home page: www.santosbrasil.com.br

Leia mais

LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS

LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS TARIFA DE SERVIÇOS Matriz: CNPJ: 58.317.751/0001-16 NIRE: 35.300.117.441; Filial: São Paulo SP Armazém Frigorífico CNPJ: 58.317.751/0007-01 NIRE: 35.902.660.232

Leia mais

EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO INFORMAÇÕES E PROCEDIMENTOS BÁSICOS. CM Claudia Mainardi ccmainardi@cmcomex.com.br ccmainardi@gmail.com

EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO INFORMAÇÕES E PROCEDIMENTOS BÁSICOS. CM Claudia Mainardi ccmainardi@cmcomex.com.br ccmainardi@gmail.com EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO INFORMAÇÕES E PROCEDIMENTOS BÁSICOS Providências básicas para iniciar atividades no comércio exterior Ser registrado no RADAR Registro de Exportadores e importadores na Receita Federal;

Leia mais

Missão Área Internacional

Missão Área Internacional Missão dos Correios Facilitar as relações pessoais e empresariais mediante a oferta de serviços de correios com ética, competitividade, lucratividade e responsabilidade social. Missão Área Internacional

Leia mais

CIRCULAR Nº 3249. Art. 3º Divulgar as folhas anexas, necessárias à atualização da CNC. - Carta-Circular 2.201, de 20 de agosto de 1991;

CIRCULAR Nº 3249. Art. 3º Divulgar as folhas anexas, necessárias à atualização da CNC. - Carta-Circular 2.201, de 20 de agosto de 1991; CIRCULAR Nº 3249 Divulga o Regulamento sobre Frete Internacional, e dá outras providências. A Diretoria Colegiada do Banco Central do Brasil, com base nos artigos 9º e 11 da Lei 4.595, de 31 de dezembro

Leia mais

Concurso Receita Federal

Concurso Receita Federal PAGAMENTOS INTERNACIONAIS Concurso Receita Federal Analista Prof.Nelson Guerra VISÃO GERAL DE UMA OPERAÇÃO DE IM/EXPORTAÇÃO 1) OPORTUNIDADE NEGOCIAL: Contato importador / exportador. 2) REGULAMENTAÇÃO:

Leia mais

O SERVIÇO DE EXPORTAÇÃO SIMPLIFICADA DOS CORREIOS. Prefeitura de Santo André Março/2013

O SERVIÇO DE EXPORTAÇÃO SIMPLIFICADA DOS CORREIOS. Prefeitura de Santo André Março/2013 O SERVIÇO DE EXPORTAÇÃO SIMPLIFICADA DOS CORREIOS Prefeitura de Santo André Março/2013 Exporta Fácil Conceito e Objetivo Conceito: É o serviço de exportação dos Correios, desenvolvido em parceria com a

Leia mais

A UNION MODAL LOGÍSTICA INTEGRADA LTDA. vem apresentar à sua empresa um programa completo de suporte às operações de logística, que atende aos

A UNION MODAL LOGÍSTICA INTEGRADA LTDA. vem apresentar à sua empresa um programa completo de suporte às operações de logística, que atende aos 2012 Apresentação Luiz José de Souza Neto Union Modal Logística Integrada Rua Teixeira de Freitas, 72, cj. 23 Santos / SP - Tel.: 13 30613387 luiz@unionmodal.com.br A UNION MODAL LOGÍSTICA INTEGRADA LTDA.

Leia mais

PROCESSO DE EXPORTAÇÃO DE EXPORTAÇÃO FLUXOGRAMA. Planejamento. Pesquisa de Mercado. Cadastramento REI

PROCESSO DE EXPORTAÇÃO DE EXPORTAÇÃO FLUXOGRAMA. Planejamento. Pesquisa de Mercado. Cadastramento REI PROCESSO DE FLUXOGRAMA DE Planejamento Pesquisa de Mercado Cadastramento REI 1 Cadastramento do REI O registro é feito automaticamente no sistema, quando da primeira importação e exportação (Portaria SECEX

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. Ministério da Tesouraria. Decreto N 21309

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. Ministério da Tesouraria. Decreto N 21309 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Ministério da Tesouraria Decreto N 21309 PELO CUAL SÃO PARCIALMENTE MODIFICADOS OS DECRETOS N s 15.554/96, 19.461/2002, 20.395/2003.- Asunción, 10 de Junho de 2003 VISTO: A Lei

Leia mais

PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTO DE TRANSPORTE DE CONTÊINER

PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTO DE TRANSPORTE DE CONTÊINER PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTO DE TRANSPORTE DE CONTÊINER PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTOS PARA O TRANSPORTE DE CONTÊINER julho-11 Percurso de ida e volta Contêiner até 25 t Contêiner acima de 25 t até 30

Leia mais

SILBRAN Comércio Exterior. 13/1/2009 Silbran Comércio Exterior

SILBRAN Comércio Exterior. 13/1/2009 Silbran Comércio Exterior SILBRAN Comércio Exterior 1 Decisões em Negócios Globalizados Importadores Exportadores 2 SILBRAN Comércio Exterior Desafio Global Distância Documentos Diversidade Demanda Disponibilidade Velocidade Consistência

Leia mais

Para tornar-se representante dos produtos da Insertsoft através de Parceria a empresa devera seguir o seguinte roteiro:

Para tornar-se representante dos produtos da Insertsoft através de Parceria a empresa devera seguir o seguinte roteiro: Termo de Parceria Objetivo Este documento tem como objetivo de orientar empresas que tem interesse em se qualificar como parceiros para representação dos produtos fornecidos pela Insertsoft através do

Leia mais

9. INCOTERMS. CURSO: Administração DISCIPLINA: Comércio FONTES: Exterior. São Paulo: Aduaneiras, 2010.

9. INCOTERMS. CURSO: Administração DISCIPLINA: Comércio FONTES: Exterior. São Paulo: Aduaneiras, 2010. 9. INCOTERMS CURSO: Administração DISCIPLINA: Comércio FONTES: SILVA, Luiz Augusto Tagliacollo. Logística no Comércio Exterior. São Paulo: Aduaneiras, 2010. SOUZA, José Meireles de Sousa. Gestão do Comércio

Leia mais

Aula 11 TERMOS INTERNACIONAIS DE COMÉRCIO - (INTERNATIONAL COMMERCIAL TERMS - INCO- TERMS). MAIA (2007) apresenta a Convenção de Genebra

Aula 11 TERMOS INTERNACIONAIS DE COMÉRCIO - (INTERNATIONAL COMMERCIAL TERMS - INCO- TERMS). MAIA (2007) apresenta a Convenção de Genebra Aula 11 TERMOS INTERNACIONAIS DE COMÉRCIO - (INTERNATIONAL COMMERCIAL TERMS - INCO- TERMS). MAIA (2007) apresenta a Convenção de Genebra Em 1931, os países membros da Liga das Nações (Órgão, naquela época,

Leia mais

Tabela Pública de Serviços

Tabela Pública de Serviços Tabela Pública de Serviços Sumário Serviços para Contêineres de Importação... 3 Serviços para Carga Desunitizada de Importação... 6 Serviços para Contêineres de Exportação.... 9 Serviços para Contêineres

Leia mais

LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS

LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS TARIFA DE SERVIÇOS Matriz: CNPJ: 58.317.751/0001-16 NIRE: 35.300.117.441; Filial: São Paulo SP Armazém Frigorífico CNPJ: 58.317.751/0007-01 NIRE: 35.902.660.232;

Leia mais

GRUPO Serviço Valores Janeiro 2014 20" STD R$ 241,22 40" STD R$ 411,94 20" OOG R$ 360,85 40" OOG R$ 617,93 20" IMO R$ 241,22 40" IMO R$ 411,94

GRUPO Serviço Valores Janeiro 2014 20 STD R$ 241,22 40 STD R$ 411,94 20 OOG R$ 360,85 40 OOG R$ 617,93 20 IMO R$ 241,22 40 IMO R$ 411,94 Tabela de Preços Máximos TCP Válida a partir de 01/01/2014 Esta Tabela de Preços de Serviços será aplicada a todos os usuários, que, na data do faturamento do serviço, não possuírem acordo individual com

Leia mais

INCOTERMS A importância da ferramenta no comércio internacional (revisão de 2010)

INCOTERMS A importância da ferramenta no comércio internacional (revisão de 2010) Universidade Tuiuti do Paraná Artigo de conclusão de curso MBA em Relações internacionais, negociação e comércio exterior INCOTERMS A importância da ferramenta no comércio internacional (revisão de 2010)

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO : COMPETITIVIDADE PERENIDADE SOBREVIVÊNCIA EVOLUÇÃO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO : COMPETITIVIDADE PERENIDADE SOBREVIVÊNCIA EVOLUÇÃO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO : COMPETITIVIDADE PERENIDADE SOBREVIVÊNCIA EVOLUÇÃO orienta na implantação e desenvolvimento do seu negócio de forma estratégica e inovadora O QUE SÃO PALESTRAS

Leia mais

Agenciamento de Cargas Importação Marítima

Agenciamento de Cargas Importação Marítima Agenciamento de Cargas Importação Marítima Jailson de Souza Agenciamento de Cargas Definição Sistemática, como trabalha, intermediários, contratação de serviços Vantagens do Agenciamento de Cargas O que

Leia mais

28/04/2014 12/05/2014

28/04/2014 12/05/2014 A Uniline Agência Marítima através de um projeto de melhoria em seus processos, disponibilizará para o mercado a partir de 28/04/2014 mais uma importante ferramenta de auxilio aos nossos clientes, o sistema

Leia mais

Características Gerais dos Seguros de Transportes Internacionais: I Condições Gerais;

Características Gerais dos Seguros de Transportes Internacionais: I Condições Gerais; Coberturas de Riscos UNIDADE III: Seguros: modalidades, custos e legislação internacional do setor. Cláusulas e condições gerais das apólices de seguros Características Gerais dos Seguros de Transportes

Leia mais

Tabela de preços dos serviços oferecidos e prestados pela Bandeirantes Logística Integrada. Vigência a partir de 02/01/2015

Tabela de preços dos serviços oferecidos e prestados pela Bandeirantes Logística Integrada. Vigência a partir de 02/01/2015 Tabela de preços dos serviços oferecidos e prestados pela Bandeirantes Logística Integrada. Vigência a partir de 02/01/2015 IMPORTAÇÃO CONTAINER LCL/FCL PERÍODO DE 10 DIAS OU FRAÇÃO. 1. Armazenagem FCL

Leia mais

4 Proposta de Solução

4 Proposta de Solução 4 Proposta de Solução Este capítulo tem por objetivo apresentar a fonte e os dados do problema e o modelo matemático elaborado. 4.1 Fonte de Dados Uma parte das informações utilizadas no modelo é proveniente

Leia mais

TÍTULO: SIMULAÇÃO DE SISTEMA LOGÍSTICO DE APOIO PARA EXPORTAÇÃO DE PARA-CHOQUES PARA OS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

TÍTULO: SIMULAÇÃO DE SISTEMA LOGÍSTICO DE APOIO PARA EXPORTAÇÃO DE PARA-CHOQUES PARA OS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: SIMULAÇÃO DE SISTEMA LOGÍSTICO DE APOIO PARA EXPORTAÇÃO DE PARA-CHOQUES PARA OS ESTADOS UNIDOS

Leia mais

Termos Internacionais de Comércio EXW FCA FAS FOB CFR CIF CPT CIP DAP DAT DDP

Termos Internacionais de Comércio EXW FCA FAS FOB CFR CIF CPT CIP DAP DAT DDP Termos Internacionais de Comércio EXW FCA FAS FOB CFR CIF CPT CIP DAP DAT DDP Aspectos Gerais Cada vez mais as empresas recorrem às potencialidades do mercado global. Neste contexto é necessária a perfeita

Leia mais

ANUT ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS USUÁRIOS DO TRANSPORTE DE CARGA

ANUT ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS USUÁRIOS DO TRANSPORTE DE CARGA CAPÍTULO II Das Disposições Preliminares Art. 2º Para os efeitos desta Norma, considerase: VI Box Rate: preço cobrado pelo serviço de movimentação das cargas entre o portão do terminal portuário e o porão

Leia mais

28/12/11 Luiz Roberto Missagia. 28/12/11 Luiz Roberto Missagia. 28/12/11 Luiz Roberto Missagia. 28/12/11 Luiz Roberto Missagia

28/12/11 Luiz Roberto Missagia. 28/12/11 Luiz Roberto Missagia. 28/12/11 Luiz Roberto Missagia. 28/12/11 Luiz Roberto Missagia Formas de Pagamento no Comércio Internacional 1 Pagamentos Internacionais Em geral, a transação se dá em moeda estrangeira (ex: dólar, euro, libra, iene) Importador brasileiro pagará em reais Exportador

Leia mais

REF ACTIVIDADE RESPONSABILIDADE

REF ACTIVIDADE RESPONSABILIDADE REPÚBLICA DE ANGOLA Ministério das Finanças Direcção Nacional das Alfândegas PROCEDIMENTOS À CIRCULAR Nº /DESP/DTA/DNA/07 (Anexo A a que se referem os pontos 13º e 16º da circular) REF ACTIVIDADE RESPONSABILIDADE

Leia mais

VI Congresso Brasileiro do Algodão Uberlândia MG. Panorama: Logística Portuária

VI Congresso Brasileiro do Algodão Uberlândia MG. Panorama: Logística Portuária VI Congresso Brasileiro do Algodão Uberlândia MG Panorama: Logística Portuária Bacharel em Comércio Exterior pela Unicenp (Curitiba/PR) Rodrigo FONSECA rodrigo.fonseca@tcp.com.br +55 41 3420.3334 +55 41

Leia mais

Guia de importação formal. Para clientes.

Guia de importação formal. Para clientes. Guia de importação formal. Para clientes. Um cliente nos EUA recebe um pedido de envio para o Brasil não A remessa deve ser enviada como courier? sim O remetente preenche o AWB e a fatura comercial O remetente

Leia mais

(ECT/2011) Considerando as diferentes modalidades de pagamento previstas na legislação Brasileira, julgue os itens seguintes.

(ECT/2011) Considerando as diferentes modalidades de pagamento previstas na legislação Brasileira, julgue os itens seguintes. FORMAS DE PAGAMENTO E SEGUROS (ECT/2011) Considerando as diferentes modalidades de pagamento previstas na legislação Brasileira, julgue os itens seguintes. 1. Na modalidade denominada carta de crédito,

Leia mais

GUIA DE EMISSÃO DO CERTIFICADO DE ORIGEM. Este guia esclarece os principais procedimentos a serem adotados para a emissão do Certificado de Origem.

GUIA DE EMISSÃO DO CERTIFICADO DE ORIGEM. Este guia esclarece os principais procedimentos a serem adotados para a emissão do Certificado de Origem. 01/2012 CERTIFICADO DE ORIGEM GUIA DE EMISSÃO DO CERTIFICADO DE ORIGEM Este guia esclarece os principais procedimentos a serem adotados para a emissão do Certificado de Origem. APRESENTAÇÃO O Certificado

Leia mais

DOCUMENTOS UTILIZADOS NA EXPORTAÇÃO

DOCUMENTOS UTILIZADOS NA EXPORTAÇÃO 1 DOCUMENTOS UTILIZADOS NA EXPORTAÇÃO Introdução D. Maria de Lourdes tem uma indústria de brindes que se tornou bastante conhecida no Brasil, principalmente pela criatividade com que desenvolve seus produtos.

Leia mais

Tabela de Preços Aplicados pela Santos Brasil no TECON SANTOS

Tabela de Preços Aplicados pela Santos Brasil no TECON SANTOS Tabela de Preços Aplicados pela Santos Brasil no A partir de 01.01.2013 Rev1 Esta tabela de preços será aplicada a todos os usuários que, na data da prestação do serviço, não possuírem acordo individual

Leia mais

MULTIMODALIDADE. Agência Nacional de Transportes Aquaviários SETOR AQUAVIÁRIO EVOLUÇÃO / TENDÊNCIAS

MULTIMODALIDADE. Agência Nacional de Transportes Aquaviários SETOR AQUAVIÁRIO EVOLUÇÃO / TENDÊNCIAS Agência Nacional de Transportes Aquaviários MULTIMODALIDADE EVOLUÇÃO / TENDÊNCIAS SETOR AQUAVIÁRIO SEMINÁRIO: TRANSPORTE / ENERGIA PILARES DE SUSTENTAÇÃO DA NOVA ECONOMIA Palestra do Diretor-Geral da ANTAQ,

Leia mais

LAYOUT DO ARQUIVO EXPORTADO PARA INTERVENIENTES

LAYOUT DO ARQUIVO EXPORTADO PARA INTERVENIENTES LAYOUT DO ARQUIVO EXPORTADO PARA INTERVENIENTES 1 2 INTRODUÇÃO... 3 TIPOS DE REGISTROS... 4 LAY-OUTS... 4 DADOS DA ESCALA.... 5 DADOS DO MANIFESTO.... 5 DADOS DO CONTEINER VAZIO.... 6 DADOS DO CE MERCANTE....

Leia mais

Unidade IV LOGÍSTICA PARA IMPORTAÇÃO. Prof. Márcio Antoni

Unidade IV LOGÍSTICA PARA IMPORTAÇÃO. Prof. Márcio Antoni Unidade IV LOGÍSTICA PARA IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO Prof. Márcio Antoni Seguros O seguro é uma operação comercial na qual o segurado (exportador ou importador) e segurador (companhia de seguro) formalizam

Leia mais

GRUPO Serviço Valores Janeiro 2015

GRUPO Serviço Valores Janeiro 2015 01. Movimentação de Contêineres 20" Std R$ 257,12 40" Std R$ 439,09 20" OOG R$ 384,63 40" OOG R$ 658,65 20" IMO R$ 257,12 40" IMO R$ 439,09 Observações dos serviços do Grupo 01: 01.1 - Os preços acima

Leia mais

SEGUROS E RISCOS EM TRANSPORTE INTERNACIONAL. Profª MSc Cristiana Rennó D Oliveira Andrade

SEGUROS E RISCOS EM TRANSPORTE INTERNACIONAL. Profª MSc Cristiana Rennó D Oliveira Andrade SEGUROS E RISCOS EM TRANSPORTE INTERNACIONAL Profª MSc Cristiana Rennó D Oliveira Andrade TRANSPORTE INTERNACIONAL Transporte Internacional: comercial e global progresso e desenvolvimento troca e circulação

Leia mais

d) Fatores institucionais, tais como: relação de influência entre organizações de representação e usuários, associações de usuários e governo, etc.

d) Fatores institucionais, tais como: relação de influência entre organizações de representação e usuários, associações de usuários e governo, etc. 1 AV Cálculo de Fretes As tarifas são condicionadas a: a) Fatores de preço de mercadoria, tais como: tipo de embalagem, peso, volume, densidade, perecibilidade, periculosidade, facilidade de acomodação,

Leia mais

AVISO CONAB/DIRAB/SULOG/GEMOV Nº 164/2015

AVISO CONAB/DIRAB/SULOG/GEMOV Nº 164/2015 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO - MAPA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB DIRETORIA DE OPERAÇÕES E ABASTECIMENTO - DIRAB SUPERINTENDÊNCIA DE LOGÍSTICA OPERACIONAL - SULOG GERÊNCIA

Leia mais

SEMINÁRIO TEMÁTICO VII: COMÉRCIO EXTERIOR EXEMPLO 1 EXEMPLO 2 AULA 02: OS FLUXOS COMERCIAIS BRASILEIROS

SEMINÁRIO TEMÁTICO VII: COMÉRCIO EXTERIOR EXEMPLO 1 EXEMPLO 2 AULA 02: OS FLUXOS COMERCIAIS BRASILEIROS SEMINÁRIO TEMÁTICO VII: COMÉRCIO EXTERIOR AULA 02: OS FLUXOS COMERCIAIS BRASILEIROS TÓPICO 04: TERMOS INTERNACIONAIS DE COMÉRCIO No tópico anterior você teve a oportunidade de conhecer os órgãos responsáveis

Leia mais

TARIFA DO PORTO DE SUAPE

TARIFA DO PORTO DE SUAPE SUAPE COMPLEXO INDUSTRIAL PORTUÁRIO TARIFA DO PORTO DE SUAPE Homologada pela RESOLUÇÃO Nº 4.091, DE 7 DE MAIO DE 2015 (D.O.U. de 08.05.15) TABELA 1 UTILIZAÇÃO DA INFRAESTRUTURA MARÍTIMA (Taxas devidas

Leia mais

A. UTILIZAÇÃO DAS INSTALAÇÕES DE ACOSTAGEM (CAIS/DEFENSAS) Pág. 1 B. MOVIMENTAÇÃO DE CONTAINERS NAS OPERAÇÕES DE NAVIOS Pág. 2 B.1.

A. UTILIZAÇÃO DAS INSTALAÇÕES DE ACOSTAGEM (CAIS/DEFENSAS) Pág. 1 B. MOVIMENTAÇÃO DE CONTAINERS NAS OPERAÇÕES DE NAVIOS Pág. 2 B.1. A. UTILIZAÇÃO DAS INSTALAÇÕES DE ACOSTAGEM (CAIS/DEFENSAS) Pág. 1 B. MOVIMENTAÇÃO DE CONTAINERS NAS OPERAÇÕES DE NAVIOS Pág. 2 B.1. Operação a bordo Pág. 2 B.2. Operação em terra Pág. 3 B.3. Utilização

Leia mais

L A E R T E J. S I L V A T R A D U T O R J U R A M E N T A D O E I N T E R P R E T E C O M E R C I A L

L A E R T E J. S I L V A T R A D U T O R J U R A M E N T A D O E I N T E R P R E T E C O M E R C I A L SERVIÇOS CONSULARES LEGALIZAÇÃO DE DOCUMENTOS Para que serve a legalização de documentos? Quais documentos podem ser legalizados no Consulado-Geral? Como faço para legalizar documentos no Consulado-Geral?

Leia mais

Escola Secundária de Paços de Ferreira 12º Ano do Curso Técnicas de Secretariado 2009/2010. Formas de Pagamento no comércio Internacional

Escola Secundária de Paços de Ferreira 12º Ano do Curso Técnicas de Secretariado 2009/2010. Formas de Pagamento no comércio Internacional Formas de Pagamento no comércio Internacional Formas de Pagamento Tanto o exportador como o importador devem evitar os riscos de natureza comercial a que estão sujeitas as transacções internacionais. Ao

Leia mais

Vantagens da consolidação de embarque nos processos de importação de cargas fracionadas.

Vantagens da consolidação de embarque nos processos de importação de cargas fracionadas. Logística para aprender Vantagens da consolidação de embarque nos processos de importação de cargas fracionadas. Divulgação Maria Gabriela Frata Rodrigues Liboni Analista de Importação. Especialista em

Leia mais

Navegação de Cabotagem no Brasil. João Guilherme Araujo. Novembro/2013

Navegação de Cabotagem no Brasil. João Guilherme Araujo. Novembro/2013 Navegação de Cabotagem no Brasil João Guilherme Araujo Novembro/2013 Agenda Porque falar de Cabotagem? Cabotagem no Brasil Pontos Favoráveis e Desfavoráveis Números da Cabotagem no Brasil Cabotagem de

Leia mais

Termo de Garantia Limitada

Termo de Garantia Limitada Termo de Garantia Limitada Leia atentamente este Termo de Garantia que, de forma didática, indica como, quando, onde e em que condições você pode exercer o seu direito à Garantia Limitada e, ainda, como

Leia mais

EVOLUÇÃO DO CUSTO PORTUÁRIO BRASILEIRO Janeiro de 2009 a Junho de 2013

EVOLUÇÃO DO CUSTO PORTUÁRIO BRASILEIRO Janeiro de 2009 a Junho de 2013 EVOLUÇÃO DO CUSTO PORTUÁRIO BRASILEIRO Janeiro de 2009 a Junho de 2013 GILBERTO LUIZ DO AMARAL JOÃO ELOI OLENIKE LETÍCIA MARY FERNANDES DO AMARAL 28 de agosto de 2013. 1 EVOLUÇÃO DO CUSTO PORTUÁRIO BRASILEIRO

Leia mais

4) O CLIENTE deverá a fornecer seus dados pessoais de forma completa e real, devendo atualizá-los sempre que necessário e/ou solicitado;

4) O CLIENTE deverá a fornecer seus dados pessoais de forma completa e real, devendo atualizá-los sempre que necessário e/ou solicitado; TERMOS E CONDIÇÕES Estes Termos e Usos (doravante denominados "Termos e Condições") regulamenta a prestação de serviço por parte da TUDO DA GRINGA (doravante denominada EMPRESA ) oferece ao seu CLIENTE.

Leia mais

Tabela de Preços Armazenagem e Serviços Acessórios Versão 19.1 - Válida a partir de 01/05/2015

Tabela de Preços Armazenagem e Serviços Acessórios Versão 19.1 - Válida a partir de 01/05/2015 Tabela de Preços Armazenagem e Serviços Acessórios Versão 19.1 - Válida a partir de 01/05/2015 ARMAZENAGEM 1 - Armazenagem de Importação - Contêiner e Carga Solta Do Valor CIF 1º período de 7 dias ou fração

Leia mais

Tabela Pública de Serviços. (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais)

Tabela Pública de Serviços. (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais) Tabela Pública de Serviços (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais) Sumário Serviços para Contêineres de Importação... 3 Serviços para Carga Desunitizada de Importação... 6 Serviços

Leia mais

- Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC

- Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC FORMAÇÃO Analista de Logística em Comércio Exterior - Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC Objetivo: Habilitar o participante para trabalhar com as rotinas da logística

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA N.º Revisão:00 TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA N.º Revisão:00 TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA N.º 00 1 de 7 TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PELO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇO PARA LOCAÇÃO DE CONTAINERES MARÍTIMO DE 40 PARA USO NO TERMINAL DE LOGÍSTICA DE CARGA

Leia mais

Dúvidas - Perguntas e Respostas - Remessa Expressa Secretaria da... e Respostas. O que é uma Remessa Expressa? Como ocorre a tributação nas Remessas

Dúvidas - Perguntas e Respostas - Remessa Expressa Secretaria da... e Respostas. O que é uma Remessa Expressa? Como ocorre a tributação nas Remessas 1 de 7 13/07/2015 12:00 Menu Dúvidas - Perguntas e Respostas - Remessa Expressa por Subsecretaria de Aduana e Relações Internacionais publicado 22/05/2015 16h36, última modificação 18/06/2015 15h00 Remessas

Leia mais

Por tonelada líquida de registro (TLR) de embarcação destinada ao transporte de passageiros, turismo e recreio, na área do Porto Organizado

Por tonelada líquida de registro (TLR) de embarcação destinada ao transporte de passageiros, turismo e recreio, na área do Porto Organizado Tabela I Utilização da Infraestrutura de Acesso Aquaviário (Taxas devidas pelo armador ou agente) No. Espécie Incidência Valor() 1. Carregamento, descarga ou baldeação, por tonelada ou fração 3,73 2. Carregamento,

Leia mais