GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA: UNIDAS PELO TRÂNSITO DE JATAÍ NO INTUITO DE CONTRIBUIR COM O ENSINO NAS ESCOLAS.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA: UNIDAS PELO TRÂNSITO DE JATAÍ NO INTUITO DE CONTRIBUIR COM O ENSINO NAS ESCOLAS."

Transcrição

1 GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA: UNIDAS PELO TRÂNSITO DE JATAÍ NO INTUITO DE CONTRIBUIR COM O ENSINO NAS ESCOLAS. FREITAS, Vanessa G 1 ; ROCHA, Paulo R 1 ;JESUS, Uerlei 1 ; SILVA, Gecirlei F. 2 PALAVRAS CHAVES: veículos; trânsito e população. Introdução Os acidentes de trânsito representam uma das principais causas de morte no país, só não ultrapassam os homicídios. Conforme o resultado do estudo "Morte no Trânsito: Tragédia Rodoviária", realizado pelo SOS Estradas, programa de redução de acidentes do todos os dias ocorrem, pelo menos, 723 acidentes nas rodovias pavimentadas brasileiras, provocando a morte de 35 pessoas, e deixando 417 feridos, dos quais 30 morrem em decorrência do acidente. Diante destas estimativas, entendemos ser relevante um trabalho, com enfoque lúdico, que possa levar informações acerca do trânsito de jataí, sobretudo, porque a cidade é cortada por 3 rodovias federais e uma estadual. Além disso, utilizar a aplicação para auxiliar os professores das áreas de Geografia, Matemática e Estatística no ensino de alguns de seus conteúdos. Ao levar informações reais do trânsito local para discussão entre os alunos, sem dúvida abriremos uma porta para se trabalhar de forma contextualizada o ensino de diversas disciplinas, conforme relata PRAIA E CACHAPUZ, 1994; BACCHELARD, 1996; VIANNA, Possibilitando, não somente a aprendizagem de conteúdos específicos, mas também, a formação de cidadãos críticos e conhecedores da realidade que os cercam. Além disso, entendemos que o ensino carece de mais dinamismo por parte dos professores para que suas aulas possam ser mais atrativas do ponto de vista da participação do aluno. O ensino tradicional ainda está presente, porém, os alunos estão convencidos que isso precisa mudar. Eles deixam claro que buscam relacionar o teórico com o prático com a velha frase: Onde eu vou usar isto? Desta forma, o contexto abarcado pelo trânsito eleva a diversidade de discussões e conteúdos que podem ser trabalhados em sala de aula, haja vista, que o fato de estarem estudando * Resumo revisado pelo Coordenador da Ação de Extensão: Geografia e Estatística: Unidas pelo Trânsito de Jataí. código: CAJ-586 Nome do coordenador : Gecirlei Francisco da Silva. 1 UFG/CAJ - 2 Docente da UFG/CAJ

2 algo que está em sua volta desperta ainda mais a atenção. Apesar dos livros estarem carregados de aplicações e exemplos, percebemos que isto não é suficiente para que o professor possa chamar a atenção dos alunos para o conteúdo trabalhado, neste sentido, o levantamento realizado sobre o trânsito de Jataí irá disponibilizar dados, tabelas, gráficos e outras interpretações estatísticas para que o mesmo possa utilizar em discussões de determinados conteúdos da sua disciplina. Para isto, objetivamos mediante análise dos dados obtidos sobre o trânsito de Jataí gerar gráficos e tabelas que serão disponibilizados para os professores das escolas públicas, como auxílio no ensino contextualizado de conteúdos de suas disciplinas. Além disto, pretendemos despertar uma consciência crítica tanto nos alunos quanto nos professores sobre a responsabilidade no atendimento das leis de trânsito. Metodologia Após coleta de dados junto aos órgãos públicos como Policia Militar, Corpo de bombeiros, Secretaria Municipal de Trânsito e Polícia Rodoviária Federal tabulamos os mesmos com o auxílio do software Excel 2010, bem como, construímos os gráficos a partir do software estatístico R. A análise estatística descritiva foi feita com base no texto de Bussab e Morettin (2002). A partir dos dados, buscamos interpretações sobre algumas variáveis, tais como: Número de acidentes, Motivos dos acidentes, Número de feridos e mortos, Distribuição dos acidentes ao longo da semana e Principais horários de ocorrências, dentre outras. Em seguida, preparamos apresentações em forma de seminários, para que fossem feitas exposições dos resultados obtidos nas escolas locais. As apresentações são de forma lúdica, no sentido de trabalhar a conscientização dos ouvintes para o cumprimento das leis de trânsito. Além disso, os resultados das análises são disponibilizados para os professores, em especial, aos das áreas do ensino de Geografia, Matemática e Estatística, para que os mesmos possam trabalhar conteúdos específicos de forma contextualizada. Resultados e Discussões Nos últimos anos a cidade de Jataí-GO vem passando por um amplo crescimento populacional e inúmeras transformações derivadas de algumas conjunturas, tais como: o aumento das indústrias, as tecnologias mecanizadas vindas do agronegócio, aglomerações de pessoas dimanadas principalmente do Sul

3 do país, necessidade dos transportes, sobretudo rodoviários, enfim o município acompanha o mundo cada vez mais globalizado. Diante disso, apresentamos no gráfico 1 o crescimento populacional de Jataí/GO a partir de 1980 até o ano de Observamos que o crescimento quase duplicou neste período e dessa forma, não seria diferente com a frota de veículos que circulam pela cidade. Apesar de não apresentarmos um dado que represente este crescimento, entendemos que as facilidades encontradas nos bancos e revenderas, acarretam em um trânsito bem movimentado, e é o que mostra o gráfico 2 ao representar o número de veículos cadastrados no Detran no ano de 2010, que é de aproximadamente veículos, ou seja, quase um veículo por habitante. Gráfico 1. Gráfico 2.

4 O modelo de trânsito da cidade é focado no uso de veículos automotores, também ocorre a circulação de pedestres e animais, com isso as disputas pelo espaço na circulação das vias é constante, Diante disso, as desatenções e violações das leis faz com que aumentem as imprudências no trânsito. Em 2010 foram registrados aproximadamente boletins de ocorrência, todos relacionados ao trânsito de Jataí/GO. A tabela 1 mostra os números e porcentagens dos 7 principais tipos de imprudências mais comuns nos autos de infrações. Nas tabelas 2 e 3 apresentamos uma síntese geral dos acidentes de trânsito por categoria de acidentes e condições das vítimas. Tabela 1: Principais causas dos acidentes de trânsito no decorrer do ano de IMPRUDÊNCIAS DOS CONDUTORES QUANTIDADE PORCENTAGEM Desrespeito ao sinal pare ,42% Manobra incorreta ,76% Mudança súbita de faixa ou direção ,50% Não manteve a distância de segurança na direção ,56% Excesso de velocidade 146 7,64% Conversão incorreta 43 2,25% Ultrapassagem proibida 31 1,62% Outros motivos menos relevantes ,25% Número total dos acidentes % Fonte: SMT (Superintendência Municipal de Trânsito de Jataí), organização Paulo Rodrigues da Rocha. Tabela 2: Categoria dos acidentes de trânsito em Jataí referente ao ano de CATEGORIAS DOS ACIDENTES QUANTIDADE PORCENTAGEM Acidentes com vítimas feridas ,04% Acidentes sem vítimas ,49% Acidentes com vítimas fatais 28 1,47% Acidentes totais % Fonte: SMT (Superintendência Municipal de Trânsito de Jataí), organização Vanessa Gonçalves de Freitas. Tabela 3: Categoria das vítimas dos acidentes. CONDIÇÕES DAS VÍTIMAS QUANTIDADE PORCENTAGEM Vítimas feridas ,82% Vítimas fatais 32 2,18% Vítimas feridas e fatais % Fonte: SMT (Superintendência Municipal de Trânsito de Jataí), organização Vanessa Gonçalves de Freitas. Estes dados, após detalhados, foram utilizados em apresentações de seminário em uma escola pública da cidade de jataí/go, com agenda para mais 5 apresentações. Os alunos das séries iniciais, 5º ao 9º ano, que participam dos seminários se mostram receptíveis ao tema e contribuem com as discussões. Após as apresentações os dados foram disponibilizados aos professores que poderão utilizá-los em suas disciplinas.

5 É eficaz que os órgãos competentes do município de Jataí como: a Polícia Militar, a Superintendência Municipal de Trânsito, a Polícia Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros Militar, fiscalizem e façam campanhas de conscientização no trânsito, para que, os fluxos de pessoas e veículos sejam seguros. Pois, as consequências vindas dos acidentes de trânsito, é uma questão que vem preocupando as autoridades locais, pois, influenciam diretamente no orçamento do município. Os gastos com os acidentados em algumas ocorrências são na verdade, muito além de um simples tratamento, tem casos (processos) que cabem indenizações sobre as vítimas (processos no INSS, o afastamento do trabalho, e etc.), o que de certa forma, onera os cofres públicos. Conclusão Com as apresentações nas escolas, observamos que os alunos se apresentam como cidadãos críticos, capazes de argumentar sobre temas como este do trânsito. Diante disso, acreditamos que a partir dos dados obtidos e analisados, os professores das escolas públicas terão um material rico para trabalhar de modo contextualizado em suas disciplinas. Diante das discussões observadas nos seminários, entendemos que falta exatamente isso para que os alunos possam ter uma participação mais efetiva nas aulas. Agradecimentos Agradecemos a Superintendência Municipal de Trânsito, Corpo de Bombeiros, Policia Militar e Policia Rodoviária Federal. Referências PORTAL DE RODOVIAS DO BRASIL. Disponível em: Acesso em: 15/05/2011. BUSSAB, Wilton de O. & MORETTIN, Pedro a. Estatística Básica, 5ª ed., São Paulo, Editora Saraiva, PRAIA J. e CACHAPUZ, F. Un Análisis de Las Concepciones acerca de la Naturaleza del Conocimiento Cientifico de los Profesores Portugijese de la Enseñanza Secundaria. Enseñanza de las Ciencias, 1994, 12 (3), MORAIS, Paulo Rogério. Estatística Para Psicólogos (que não gostam de números), 1ª ed. Santo André-SP, ESETec Editores Associados, 2007.

SOROCABA - DADOS ESTATÍSTICOS SOBRE ACIDENTES DE TRÂNSITO

SOROCABA - DADOS ESTATÍSTICOS SOBRE ACIDENTES DE TRÂNSITO 1 / 10 APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO Segundo dados apurados através do Censo - IBGE, Sorocaba possuia uma população de 586.311 habitantes no ano de 2010, com uma taxa de crescimento vegetativo de aproximadamente

Leia mais

UMA COMPARAÇÃO ESTATÍSTICA SOBRE O TRÂNSITO: ANTES E DEPOIS DA IMPLANTAÇÃO DAOPERAÇÃO BALADA SEGURA NO RIO GRANDE DO SUL

UMA COMPARAÇÃO ESTATÍSTICA SOBRE O TRÂNSITO: ANTES E DEPOIS DA IMPLANTAÇÃO DAOPERAÇÃO BALADA SEGURA NO RIO GRANDE DO SUL ISSN 2177-9139 UMA COMPARAÇÃO ESTATÍSTICA SOBRE O TRÂNSITO: ANTES E DEPOIS DA IMPLANTAÇÃO DAOPERAÇÃO BALADA SEGURA NO RIO GRANDE DO SUL Daniellen Thaianne de Oliveira Severo - daniii_severo@hotmail.com

Leia mais

ÍNDICE DE ACIDENTES NO PERÍMETRO URBANO DE CÁCERES

ÍNDICE DE ACIDENTES NO PERÍMETRO URBANO DE CÁCERES ÍNDICE DE ACIDENTES NO PERÍMETRO URBANO DE CÁCERES Rodrigo Barretto Vila 1 RESUMO Glaidson de Souza Pezavento Tatiani Nascimento Santos Miriam Nascimento Santos Ashley da Silva Costa 2 Com a finalidade

Leia mais

Ranking nacional mostra PI em 6º com mais pessoas flagradas dirigindo sem CNH

Ranking nacional mostra PI em 6º com mais pessoas flagradas dirigindo sem CNH Levantamento divulgado pela Polícia Rodoviária Federal aponta um novo dado preocupante relacionado ao tráfego de veículos em BRs. De acordo com o Departamento Nacional da PRF, somente nos feriados prolongados

Leia mais

BLOCO DO BAFÔMETRO NAS RODOVIAS

BLOCO DO BAFÔMETRO NAS RODOVIAS BLOCO DO BAFÔMETRO NAS RODOVIAS Brasília, 07 de fevereiro - A Polícia Rodoviária Federal vai intensificar ainda mais a fiscalização de embriaguez ao volante durante a operação Carnaval, que começa à zero

Leia mais

PROGRAMA TÉMATICO: 6215 TRÂNSITO SEGURO

PROGRAMA TÉMATICO: 6215 TRÂNSITO SEGURO PROGRAMA TÉMATICO: 6215 TRÂNSITO SEGURO OBJETIVO GERAL: Reduzir os índices de acidentes com vítimas fatais em todo o Distrito Federal, aperfeiçoando a educação para o trânsito, a fiscalização, a engenharia

Leia mais

Evolução do número de mortes no trânsito em São Paulo

Evolução do número de mortes no trânsito em São Paulo Nota Técnica 232 2014 Evolução do número de mortes no trânsito em São Paulo Max Ernani Borges De Paula Banco de dados de vítimas dos acidentes de trânsito fatais A Companhia de Engenharia de Tráfego realiza

Leia mais

Celso Alves Mariano Diretor de Educação de Trânsito SETRAN Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba

Celso Alves Mariano Diretor de Educação de Trânsito SETRAN Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba Celso Alves Mariano Diretor de Educação de Trânsito SETRAN Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba Ideias que salvam vidas em Curitiba! 9 Regionais: reúnem, de forma organizada, entidades e movimentos

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS E SUBPROJETOS DE PESQUISA

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS E SUBPROJETOS DE PESQUISA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS E SUBPROJETOS DE PESQUISA O projeto deve, OBRIGATORIAMENTE, ser elaborado pelo Coordenador do Projeto (titulação mínima Mestre PBIC/UniEVANGÉLICA; titulação mínima Doutor

Leia mais

NOÇÃO DE ACIDENTE E INCIDENTE

NOÇÃO DE ACIDENTE E INCIDENTE FICHA TÉCNICA NOÇÃO DE ACIDENTE E INCIDENTE Níveis GDE Temas Transversais Síntese informativa Nível 1 Nível Atitudinal Tema 1 - Conhecimento de si próprio como Condutor; Tema 2 - Atitudes e Comportamentos

Leia mais

POR FAVOR, SEMPRE DESLIGUEM CELULARES e computadores!!! 2 o semestre de 2015

POR FAVOR, SEMPRE DESLIGUEM CELULARES e computadores!!! 2 o semestre de 2015 2º semestre de 2015 POR FAVOR, SEMPRE DESLIGUEM CELULARES e computadores!!! Universidade Presbiteriana Mackenzie Escola de Engenharia Depto. de Engenharia Civil 2 0 semestre de 2015 Aula 1 A Engenharia

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO SECRETARIA MUNICIPAL DA DEFESA SOCIAL E DA CIDADANIA EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO EducAção Cidadania em Ação RESUMO DIA ANTERIOR 1 Função do Agente de Trânsito Orientar e prestar informações a qualquer cidadão

Leia mais

Celso Alves Mariano Diretor de Educação de Trânsito SETRAN Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba

Celso Alves Mariano Diretor de Educação de Trânsito SETRAN Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba Celso Alves Mariano Diretor de Educação de Trânsito SETRAN Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba Estratrégia líderes comunitários: reuniões nas 9 Regionais: Ø seduzir e convencer os líderes comunitários

Leia mais

Informação sobre trânsito como ferramenta de planejamento para a segurança viária: a experiência do anuário de indicadores do Detran-AL.

Informação sobre trânsito como ferramenta de planejamento para a segurança viária: a experiência do anuário de indicadores do Detran-AL. Informação sobre trânsito como ferramenta de planejamento para a segurança viária: a experiência do anuário de indicadores do Detran-AL. Renan Durval Aparecido da Silva¹ 1 Gerente de estudos de acidentes

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL LUÍS VAZ DE CAMÕES IPEZAL/ANGÉLICA- MS. Projeto. Trânsito Atenção Pela Vida

ESCOLA ESTADUAL LUÍS VAZ DE CAMÕES IPEZAL/ANGÉLICA- MS. Projeto. Trânsito Atenção Pela Vida ESCOLA ESTADUAL LUÍS VAZ DE CAMÕES IPEZAL/ANGÉLICA- MS Projeto Trânsito Atenção Pela Vida Ipezal/Angélica MS Maio 2015 ESCOLA ESTADUAL LUÍS VAZ DE CAMÕES. IPEZAL/ANGÉLICA-MS. PROFESSORES RESPONSÁVEIS Clarindo

Leia mais

Cartilha É COM VOCÊ. Comportamento no Trânsito. Urbanidade / Série: Trânsito Nº 3

Cartilha É COM VOCÊ. Comportamento no Trânsito. Urbanidade / Série: Trânsito Nº 3 Cartilha É COM VOCÊ Comportamento no Trânsito Urbanidade / Série: Trânsito Nº 3 É notório que o comportamento do motorista no trânsito é fator decisivo à segurança dos próprios, bem como das demais pessoas

Leia mais

TÍTULO: DIAGNÓSTICO DO PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DAS VÍTIMAS DOS ACIDENTES DE TRÂNSITO DO MUNICÍPIO DE MARÍLIA-SP

TÍTULO: DIAGNÓSTICO DO PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DAS VÍTIMAS DOS ACIDENTES DE TRÂNSITO DO MUNICÍPIO DE MARÍLIA-SP Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: DIAGNÓSTICO DO PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DAS VÍTIMAS DOS ACIDENTES DE TRÂNSITO DO MUNICÍPIO DE MARÍLIA-SP

Leia mais

SOLUÇÕES DE TRÂNSITO NO ÂMBITO DA INTELIGÊNCIA

SOLUÇÕES DE TRÂNSITO NO ÂMBITO DA INTELIGÊNCIA ASSOCIAÇÃO DOS DIPLOMADOS DA ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA/ADESG/BA - FACULDADE BATISTA BRASILEIRA - FBB ESTAGIÁRIO: JORGE GERALDO DE JESUS ROSÁRIO CURSO: MBA EM GESTÃO DE INTELIGÊNCIA ESTRATÉGICA / GEIE 2011

Leia mais

SUMÁRIO. Localidades da pesquisa, amostra e entrevistas realizadas por Área de Planejamento AP s 2. Caracterização do entrevistado sem carteira 04

SUMÁRIO. Localidades da pesquisa, amostra e entrevistas realizadas por Área de Planejamento AP s 2. Caracterização do entrevistado sem carteira 04 Pesquisa de Opinião Pública sobre as Campanhas Educativas para o Trânsito & da I m a g e m I n s t i t u c i o n a l da CET- RIO Relatório de Pesquisa 2008 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 03 PRINCIPAIS RESULTADOS

Leia mais

Índice de mortes no Carnaval é o menor em dez anos

Índice de mortes no Carnaval é o menor em dez anos Índice de mortes no Carnaval é o menor em dez anos Brasília, 14 de fevereiro 2013 A Polícia Rodoviária Federal registrou queda nas estatísticas do Carnaval nos 70 mil quilômetros de rodovias federais brasileiras.

Leia mais

Sistema de Informação Geográfica da Ascendi

Sistema de Informação Geográfica da Ascendi Sistema de Informação Geográfica da Ascendi Eliana Carreira Eliana Carreira Direcção de Engenharia Agenda Ascendi Problemas e Metas Evolução do SIG Ascendi Arquitectura Software SIG Ascendi Principais

Leia mais

Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES

Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 1 Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 2 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL 3 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL POUCAS SEGURADORAS OPERANDO POUCOS CORRETORES ESPECIALIZADOS SINISTRALIDADE

Leia mais

A GEOGRAFIA DAS MOTOCICLETAS NO PARANÁ: APONTAMENTOS PRELIMINARES 1

A GEOGRAFIA DAS MOTOCICLETAS NO PARANÁ: APONTAMENTOS PRELIMINARES 1 A GEOGRAFIA DAS MOTOCICLETAS NO PARANÁ: APONTAMENTOS PRELIMINARES 1 Priscila Aparecida Olivette Licencianda do Curso de Geografia pela Unicentro e Bolsista Fundação Araucária (PR) pri_xd93@hotmail.com

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE INFRAÇÃO

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE INFRAÇÃO O veículo estacionado, afastado da guia da calçada (meio fio) a mais de um metro, faz do seu condutor um infrator cuja punição será: 1 retenção do veículo e multa, infração média. 2 apreensão do veículo

Leia mais

CARTILHA DE TRÂNSITO. Dicas para você viver mais e melhor!

CARTILHA DE TRÂNSITO. Dicas para você viver mais e melhor! CARTILHA DE TRÂNSITO Dicas para você viver mais e melhor! Este material foi concebido pela SBOT Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia com o intuito de ser um agente expressivo na prevenção

Leia mais

Número 1 Violência no trânsito: o goianiense e a Lei Seca. Rua 1.145, 56 Setor Marista Goiânia GO Fone: 62 3541.6556 www.institutoverus.com.

Número 1 Violência no trânsito: o goianiense e a Lei Seca. Rua 1.145, 56 Setor Marista Goiânia GO Fone: 62 3541.6556 www.institutoverus.com. Número 1 Violência no trânsito: o goianiense e a Lei Seca Rua 1.145, 56 Setor Marista Goiânia GO Fone: 62 3541.6556 www.institutoverus.com.br 0 Estudos de Opinião Número 1 Violência no trânsito: o goianiense

Leia mais

Fórum Gestão e Eficiência de Frotas. Programa TransFormar. Desenvolvimento Comportamental de motoristas. Essencial na gestão dos negócios!

Fórum Gestão e Eficiência de Frotas. Programa TransFormar. Desenvolvimento Comportamental de motoristas. Essencial na gestão dos negócios! Fórum Gestão e Eficiência de Frotas Programa TransFormar Desenvolvimento Comportamental de motoristas. Essencial na gestão dos negócios! Nereide Tolentino Consultora Programa Volvo de Segurança no Trânsito

Leia mais

Nas Ruas de BH. BIENAL ANTP de MARKETING 2.006 Categoria: Marketing Institucional. Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte - BHTRANS

Nas Ruas de BH. BIENAL ANTP de MARKETING 2.006 Categoria: Marketing Institucional. Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte - BHTRANS BIENAL ANTP de MARKETING 2.006 Categoria: Marketing Institucional Nas Ruas de BH Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte - BHTRANS Responsável pela Experiência: Rodrigo César Magalhães Silva

Leia mais

Companhia de Engenharia de Tráfego MANUAL DE SINALIZAÇÃO URBANA. Rodízio. Critérios de Projeto Revisão 0. Volume 12

Companhia de Engenharia de Tráfego MANUAL DE SINALIZAÇÃO URBANA. Rodízio. Critérios de Projeto Revisão 0. Volume 12 Companhia de Engenharia de Tráfego MANUAL DE SINALIZAÇÃO URBANA Rodízio Critérios de Projeto Revisão 0 Volume 12 Fevereiro - 2014 Introdução Esta norma de projeto faz parte do Manual de Sinalização Urbana,

Leia mais

ESTATÍSTICAS DOS ACIDENTES DE TRÂNSITO NA CIDADE DE CURITIBA NO ANO DE 2008. Rua Avenida Nossa Senhora dos Remédios, 225 Apto 04, Bloco 21

ESTATÍSTICAS DOS ACIDENTES DE TRÂNSITO NA CIDADE DE CURITIBA NO ANO DE 2008. Rua Avenida Nossa Senhora dos Remédios, 225 Apto 04, Bloco 21 ESTATÍSTICAS DOS ACIDENTES DE TRÂNSITO NA CIDADE DE CURITIBA NO ANO DE 2008 Andressa de Fátima Brongel Rua Avenida Nossa Senhora dos Remédios, 225 Apto 04, Bloco 21 Telefone (41) 3031-5843 Email andressakikha@hotmail.com

Leia mais

Í N D I C E PRÓLOGO 5

Í N D I C E PRÓLOGO 5 Í N D I C E PRÓLOGO 5 CAPÍTULO I - EDUCAÇÃO E SEGURANÇA NO TRÂNSITO Trânsito e transporte II) EDUCAÇÃO E SEGURANÇA NO TRÂNSITO Objetivos da educação e segurança para o trânsito A educação para o trânsito

Leia mais

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF)

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) Maio de 2007 Maria Rachel Barbosa Fundação Trompovsky (Apoio ao NEAD CENTRAN) rachel@centran.eb.br Vanessa Maria

Leia mais

LEI Nº 963, de 21 de julho de 2009.

LEI Nº 963, de 21 de julho de 2009. LEI Nº 963, de 21 de julho de 2009. Dispõe sobre a criação da Coordenadoria Municipal de Trânsito - CMT, órgão executivo de trânsito, vinculado à Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito, em conformidade

Leia mais

Sala 14 Ciências Humanas e da Natureza EM Integral. Escola Estadual Alexandre Von Humboldt

Sala 14 Ciências Humanas e da Natureza EM Integral. Escola Estadual Alexandre Von Humboldt O USO DAS CIÊNCIAS FORENSES COMO FERRAMENTA NA CONTEXTUALIZAÇÃO DOS CONTEÚDOS DE QUÍMICA E MATEMÁTICA Sala 14 Ciências Humanas e da Natureza EM Integral Escola Estadual Alexandre Von Humboldt Professoras

Leia mais

Consciência do Comportamento em Grupo

Consciência do Comportamento em Grupo PSICOLOGIA DO TRÂNSITO Consciência do Comportamento em Grupo PROJETO DE EXTENSÃO EDITAL 2014.2 - Grande Área de Conhecimento: Ciências Humanas - Área Temática: Saúde/Educação - Linha de Extensão: Saúde

Leia mais

A Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito organiza o 1º Fórum Municipal de Educação para o Trânsito e Mobilidade.

A Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito organiza o 1º Fórum Municipal de Educação para o Trânsito e Mobilidade. A Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito organiza o 1º Fórum Municipal de Educação para o Trânsito e Mobilidade. A exemplo do que ocorrerá nas principais cidades do mundo, o Fórum Municipal de

Leia mais

TRANSITO CUIDADO. Eliana Cristofolo MOTORISTA TENHA MUITA ATENÇÃO, AO DIRIGIR O SEU CARRÃO. PARE SEMPRE NA ESQUINA PARA VER SE VEM CARRO NÃO.

TRANSITO CUIDADO. Eliana Cristofolo MOTORISTA TENHA MUITA ATENÇÃO, AO DIRIGIR O SEU CARRÃO. PARE SEMPRE NA ESQUINA PARA VER SE VEM CARRO NÃO. CUIDADO NO TRANSITO MOTORISTA TENHA MUITA ATENÇÃO, AO DIRIGIR O SEU CARRÃO. PARE SEMPRE NA ESQUINA PARA VER SE VEM CARRO NÃO. AS CRIANÇAS DEVEM RESPEITAR PARA OS LADOS DEVEM OLHAR. SE NÃO VIER NENHUM AUTOMÓVEL

Leia mais

TAREFA DA SEMANA DE 17 A 21 DE MARÇO

TAREFA DA SEMANA DE 17 A 21 DE MARÇO Transformação de km/h em m/s TAREFA DA SEMANA DE 17 A 21 DE MARÇO FÍSICA 1ª SÉRIE No S.I., a velocidade escalar é medida em metros por segundo (m/s). Na prática a unidade de medida é km/h. Como em muitos

Leia mais

Hai Hora Atividade Interativa: Uso do dicionário nas aulas de Língua Estrangeira Moderna Espanhol, na escola pública do Estado do Paraná.

Hai Hora Atividade Interativa: Uso do dicionário nas aulas de Língua Estrangeira Moderna Espanhol, na escola pública do Estado do Paraná. Hai Hora Atividade Interativa: Uso do dicionário nas aulas de Língua Estrangeira Moderna Espanhol, na escola pública do Estado do Paraná. Jaqueline Inês Koloda Moletta Resumo Este artigo visa apresentar

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec:PAULINO BOTELHO Código: 091.01 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de TÉCNICO

Leia mais

Manual de Assistência 24 horas. Assistência 24 Horas AUTOCONTROLE

Manual de Assistência 24 horas. Assistência 24 Horas AUTOCONTROLE Manual de Assistência 24 horas Assistência 24 Horas AUTOCONTROLE I. Assistência 24 Horas 1. Descrição da Assistência 24 Horas Prestação de atendimento ao cliente/usuário através da administração de rede

Leia mais

Governo Estadual RS 509

Governo Estadual RS 509 1 - RODOVIAS / TRAVESSIA URBANA Governo Federal BR 158, BR 287 e BR 392 Governo Estadual RS 509 Governo Municipal Av. Helvio Basso 2 - MOBILIDADE URBANA Plano Diretor de Mobilidade Urbana TR está pronto.

Leia mais

FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES

FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES 1 FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES Londrina (PR) 2009 Caro cidadão londrinense: 2 Londrina quer um trânsito mais seguro. E convida você para entrar nesta campanha. Esta cartilha traz informações sobre como

Leia mais

Maio Amarelo. Paulo Roberto Guimarães Junior

Maio Amarelo. Paulo Roberto Guimarães Junior Maio Amarelo Paulo Roberto Guimarães Junior Observatório Nacional de Segurança Viária. Rua 9 de Julho, 1953 - Vila Georgina - Cep: 13.333-070 - Indaiatuba SP Telefone: (19) 3801.4500 E-mail: onsv@onsv.org.br

Leia mais

SÃO PAULO GANHA PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO PEDESTRE PARA REDUZIR ATROPELAMENTOS

SÃO PAULO GANHA PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO PEDESTRE PARA REDUZIR ATROPELAMENTOS SÃO PAULO GANHA PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO PEDESTRE PARA REDUZIR ATROPELAMENTOS Em 2010, a cidade de São Paulo registrou 7.007 atropelamentos resultando na morte de 630 pedestres. Apesar de representar uma

Leia mais

3º ECOM.EDU Encontro de Comunicação e Educação de Ponta Grossa O TUTOR NA EAD: QUEM É E O QUE FAZ.

3º ECOM.EDU Encontro de Comunicação e Educação de Ponta Grossa O TUTOR NA EAD: QUEM É E O QUE FAZ. 223 3º ECOM.EDU Encontro de Comunicação e Educação de Ponta Grossa O TUTOR NA EAD: QUEM É E O QUE FAZ. Andréia Bulaty 70 GT2: Mídia e Educação à Distância Modalidade: Pôster Resumo: O presente trabalho

Leia mais

Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES

Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 1 Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 2 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL 3 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL POUCAS SEGURADORAS OPERANDO POUCOS CORRETORES ESPECIALIZADOS SINISTRALIDADE

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DAS DISCIPLINAS DE MATEMÁTICA E FÍSICA NO ENEM: PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DO CURSO PRÉ- UNIVERSITÁRIO DA UFPB LITORAL NORTE

A IMPORTÂNCIA DAS DISCIPLINAS DE MATEMÁTICA E FÍSICA NO ENEM: PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DO CURSO PRÉ- UNIVERSITÁRIO DA UFPB LITORAL NORTE A IMPORTÂNCIA DAS DISCIPLINAS DE MATEMÁTICA E FÍSICA NO ENEM: PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DO CURSO PRÉ- UNIVERSITÁRIO DA UFPB LITORAL NORTE ALMEIDA 1, Leonardo Rodrigues de SOUSA 2, Raniere Lima Menezes de PEREIRA

Leia mais

Pesquisa sobre o transporte escolar oferecido aos alunos do Instituto Federal Farroupilha Câmpus Alegrete

Pesquisa sobre o transporte escolar oferecido aos alunos do Instituto Federal Farroupilha Câmpus Alegrete 0 Pesquisa sobre o transporte escolar oferecido aos alunos do Instituto Federal Farroupilha Câmpus Alegrete Autores: Alunos da Turma 201 da Licenciatura em Matemática Orientador: Professor Mauricio Lutz

Leia mais

SEGURANÇA VIÁRIA NO TRABALHO. Uma responsabilidade de todos

SEGURANÇA VIÁRIA NO TRABALHO. Uma responsabilidade de todos SEGURANÇA VIÁRIA NO TRABALHO Uma responsabilidade de todos QUEM SOMOS A FUNDACIÓN MAPFRE, instituição criada em 1975 pela MAPFRE, desenvolve atividades de interesse geral na Espanha e em outros países

Leia mais

SP 08/95 NT 191/95. Execução e Fiscalização da Sinalização Horizontal. Psicº Mauro Yoshio Ito Psicª Ilana Berezovsky Psicª Susana Nunes Penna

SP 08/95 NT 191/95. Execução e Fiscalização da Sinalização Horizontal. Psicº Mauro Yoshio Ito Psicª Ilana Berezovsky Psicª Susana Nunes Penna SP 08/95 NT 191/95 Execução e Fiscalização da Sinalização Horizontal Psicº Mauro Yoshio Ito Psicª Ilana Berezovsky Psicª Susana Nunes Penna 1. Introdução A realidade do trânsito da cidade de SP, 6 mortes

Leia mais

1. Acidentes de trânsito: estatísticas

1. Acidentes de trânsito: estatísticas 1. Acidentes de trânsito: estatísticas Aula Interdisciplinar Indicação: 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental Mais de 50.000 mortos por ano e de 500.000 feridos. Este é o resultado da violência do trânsito

Leia mais

PROGRAMAS EDUCATIVOS DE TRÂNSITO DESENVOLVIDOS PELO DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM DO ESTADO DE MINAS GERAIS - DER/MG

PROGRAMAS EDUCATIVOS DE TRÂNSITO DESENVOLVIDOS PELO DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM DO ESTADO DE MINAS GERAIS - DER/MG 1 PROGRAMAS EDUCATIVOS DE TRÂNSITO DESENVOLVIDOS PELO DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM DO ESTADO DE MINAS GERAIS - DER/MG Elenice Fernandes de Abreu 1 Orientador Leandro Pinheiro Cintra RESUMO Diante

Leia mais

Trânsito Seguro. SILVIA MARISA ESTIGARRIBIA VELOSO Porto Alegre/RS - 2011

Trânsito Seguro. SILVIA MARISA ESTIGARRIBIA VELOSO Porto Alegre/RS - 2011 Trânsito Seguro SILVIA MARISA ESTIGARRIBIA VELOSO Porto Alegre/RS - 2011 JUSTIFICATIVA Este projeto, foi planejado para atender a conclusão do curso de educação para o trânsito da EPTC, visando a comunidade

Leia mais

COOPERATIVA DE TRABALHO DOS PROFISSIONAIS DE AGRONOMIA LTDA.

COOPERATIVA DE TRABALHO DOS PROFISSIONAIS DE AGRONOMIA LTDA. Manual de Uso de Veículo Respeito a Vida! TERMO DE RECEBIMENTO R ecebi da Cooperativa de Trabalho dos P r o f i s s i o n a i s d e A g r o n o m i a L t d a. UNICAMPO, o MANUAL DE USO DO VEÍCULO e após

Leia mais

Soma. Paulo Roberto Guimarães Junior

Soma. Paulo Roberto Guimarães Junior Soma Paulo Roberto Guimarães Junior Observatório Nacional de Segurança Viária. Rua 9 de Julho, 1953 - Vila Georgina - Cep: 13.333-070 - Indaiatuba SP Telefone: (19) 3801.4500 E-mail: onsv@onsv.org.br SÍNTESE

Leia mais

semana nacional do trânsito educando nossos condutores e pedestres, visto que o trânsito da cidade é precário.

semana nacional do trânsito educando nossos condutores e pedestres, visto que o trânsito da cidade é precário. SEJA VOCÊ A MUDANÇA NO TRÂNSITO PROJETO: Leticia Garroni Felix Martins Justificativa: O projeto está na sua 3 edição e foi criado para apoiar a semana nacional do trânsito educando nossos condutores e

Leia mais

Nome da Prática inovadora: Boletim de Acidente de Trânsito On line. Caracterização da situação anterior:

Nome da Prática inovadora: Boletim de Acidente de Trânsito On line. Caracterização da situação anterior: Nome da Prática inovadora: Boletim de Acidente de Trânsito On line Caracterização da situação anterior: O registro de acidente de trânsito sem vítima atendido diariamente pela CIPTRAN através das viaturas

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO MARIA MAZUR

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO MARIA MAZUR UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO MARIA MAZUR A INFORMÁTICA E A MÍDIA IMPRESSA: COMO ELAS PODEM Prudentópolis 2013 MARIA MAZUR A INFORMÁTICA

Leia mais

Direção Defensiva 1. Plano de Aula Teórica do Curso de Formação de Condutores

Direção Defensiva 1. Plano de Aula Teórica do Curso de Formação de Condutores Direção Defensiva 1 Compreender as principais causas de acidentes de trânsito. Identificar os principais envolvidos em acidentes de trânsito. Introdução Introdução. Estatísticas. Responsabilidade. sobre

Leia mais

Seminário Senado Federal Brasília - 13/09/12

Seminário Senado Federal Brasília - 13/09/12 Seminário Senado Federal Brasília - 13/09/12 BELO HORIZONTE, 31 DE MARÇO DE 2011 José Eduardo Gonçalves Diretor Executivo da Abraciclo Audiência Pública Senado Federal Maio /2012 Aumento do uso da motocicleta:

Leia mais

1 de 5 ESPELHO DE EMENDAS DE INCLUSÃO DE META

1 de 5 ESPELHO DE EMENDAS DE INCLUSÃO DE META COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS E FISCALIZ S AO PLN 0001 / 2008 - LDO Página: 2726 de 2993 1 de 5 ESPELHO DE S DE INCLUSÃO DE META AUTOR DA 71260001 1220 Assistência Ambulatorial e Hospitalar Especializada

Leia mais

PROVA TEÓRICA DE TRÂNSITO

PROVA TEÓRICA DE TRÂNSITO PROVA TEÓRICA DE TRÂNSITO Prova nº 01 1. Qual a idade que uma pessoa deve ter para se habilitar nas categorias (D) e (E)? (a) vinte e um anos (b) dezessete anos (c) dezoito anos (d) dezenove anos 2. Qual

Leia mais

Aprendizagem da Análise Combinatória nas séries iniciais do Ensino Fundamental

Aprendizagem da Análise Combinatória nas séries iniciais do Ensino Fundamental Aprendizagem da Análise Combinatória nas séries iniciais do Ensino Fundamental Ana Lydia Perrone 1 Sergio Minoru Oikawa 2 Fernando Antônio Moala 2 RESUMO Este estudo fez parte do projeto de pesquisa desenvolvido

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 01. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), no que diz respeito às infrações, analise as assertivas a seguir. I. Confiar ou entregar a direção de veículo à pessoa

Leia mais

AVALIAÇÃO DE CONDUTORES

AVALIAÇÃO DE CONDUTORES AVALIAÇÃO DE CONDUTORES Autores FÁBIO MARIO DE OLIVEIRA FÁBIO ROBERTO RAMALHO PEREIRA JOÃO PEDRO CANTARIO DE OLIVEIRA ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇO SA RESUMO O projeto Avaliação de Condutores surgiu diante

Leia mais

Aplicação do dispositivo CAIXA DE SEGURANÇA (Safety Box) para Travessias de Pedestres em vias simples e mão dupla

Aplicação do dispositivo CAIXA DE SEGURANÇA (Safety Box) para Travessias de Pedestres em vias simples e mão dupla NT2162011 AplicaçãododispositivoCAIXADESEGURANÇA(SafetyBox)para TravessiasdePedestresemviassimplesemãodupla LuizAlbertoGonçalvesRebelo MarcosCézarZaccaria MarceloGuidolin MariaMargaridaNunesSobral 1 Apresentação

Leia mais

Inscrições para o II Colóquio no site : www.fenasdetran.com.br. Salvador, 2010

Inscrições para o II Colóquio no site : www.fenasdetran.com.br. Salvador, 2010 Inscrições para o II Colóquio no site : www.fenasdetran.com.br Salvador, 2010 Inscrições gratuitas - para as que pessoas que doarem 2k de alimentos não perecíveis no dia do evento exceto sal, que será

Leia mais

Mobilidade Urbana. Regras de trânsito também se aprendem na escola

Mobilidade Urbana. Regras de trânsito também se aprendem na escola Mobilidade Urbana Regras de trânsito também se aprendem na escola Apresentação da Instituição Educacional O Marista Sant Ana pertence aos Colégios da Rede Marista, que possuem atuação no Rio Grande do

Leia mais

RASTREAMENTO DE FROTAS COMO FORMA DE ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL E TORNAR MAIS SUSTENTÁVEL O TRANSPORTE

RASTREAMENTO DE FROTAS COMO FORMA DE ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL E TORNAR MAIS SUSTENTÁVEL O TRANSPORTE RASTREAMENTO DE FROTAS COMO FORMA DE ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL E TORNAR MAIS SUSTENTÁVEL O TRANSPORTE por Cileneu Nunes Painel 3: Tecnologias para monitoramento de risco e produtividade logística O mercado

Leia mais

Estoque e Logística. Henrique Montserrat Fernandez www.henriquemf.com

Estoque e Logística. Henrique Montserrat Fernandez www.henriquemf.com Estoque é capital investido, com liquidez duvidosa e altos custos de manutenção. Por isso, quanto menor for o investimento em estoque, melhor. Para as empresas, o ideal seria efetuar as aquisições de estoques

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS/SISTEMAS EM CAMPO TESTE EM ESCALA REAL

AVALIAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS/SISTEMAS EM CAMPO TESTE EM ESCALA REAL ANEXO 4 AVALIAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS/SISTEMAS EM CAMPO TESTE EM ESCALA REAL CONCORRÊNCIA Nº 02/2012 ANEXO 4 - FL. 2 DA AVALIAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS A empresa LICITANTE detentora da melhor proposta, deverá

Leia mais

Projeto - Campanha de Trânsito: tenha atitudes solidárias para ir longe

Projeto - Campanha de Trânsito: tenha atitudes solidárias para ir longe Projeto - Campanha de Trânsito: tenha atitudes solidárias para ir longe Tema: Campanha de Trânsito Público alvo: O projeto é destinado a alunos do Ensino Fundamental - Anos Finais (6º ao 9º ano). Justificativa

Leia mais

Plano de fortalecimento do órgão gestor

Plano de fortalecimento do órgão gestor Plano de fortalecimento do órgão gestor Fase 3 Elaboração das propostas Etapa 3.1, 3.2 e 3.4 Concepção, análise e detalhamento das propostas Página 1 de 14 Sumário 2.10. Plano de fortalecimento do órgão

Leia mais

Duplo sentido ciclável. Experiência de Paris.

Duplo sentido ciclável. Experiência de Paris. Duplo sentido ciclável. Experiência de Paris. Thiago Máximo É preciso pensar a mobilidade urbana, como um sistema. Muitas vezes a questão da circulação nas grades cidades é pensada apenas para sanar problemas

Leia mais

Mobilidade Urbana. João Fortini Albano. Eng. Civil, Prof. Dr. Lastran/Ufrgs

Mobilidade Urbana. João Fortini Albano. Eng. Civil, Prof. Dr. Lastran/Ufrgs Mobilidade Urbana João Fortini Albano Eng. Civil, Prof. Dr. Lastran/Ufrgs Aspectos conceituais Questões de mobilidade urbana Encaminhando soluções Aspectos conceituais Mobilidade urbana? É uma atividade

Leia mais

CONCEPÇÕES MATEMÁTICA APRESENTADAS POR PROFESSORES DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA

CONCEPÇÕES MATEMÁTICA APRESENTADAS POR PROFESSORES DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA CONCEPÇÕES MATEMÁTICA APRESENTADAS POR PROFESSORES DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA Jacqueline Oliveira de Melo Gomes Faculdade de Formação de Professores da Mata Sul / FAMASUL-PE jacomgomes@yahoo.com.br

Leia mais

A EDUCAÇÃO COMO DIREITO HUMANO: DESIGUALDADES E DIREITO À EDUCAÇÃO NO BRASIL* Palavras chaves: Educação, Diversidade, Direitos Humanos e Inclusão

A EDUCAÇÃO COMO DIREITO HUMANO: DESIGUALDADES E DIREITO À EDUCAÇÃO NO BRASIL* Palavras chaves: Educação, Diversidade, Direitos Humanos e Inclusão A EDUCAÇÃO COMO DIREITO HUMANO: DESIGUALDADES E DIREITO À EDUCAÇÃO NO BRASIL* ROCHA, Leonor Paniago 1 ; BENETI, Hercília Maria Fayão 2 ; SILVA, Halline Mariana Santos 3 ; ALVES, Joana D'arc Moreira 4 ;

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB ANEXO II EDITAL Nº 001/2011/CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais

Divulgação da importância do transporte para o ensino fundamental

Divulgação da importância do transporte para o ensino fundamental Divulgação da importância do transporte para o ensino fundamental Daniel Rech (DEPROT/UFRGS) João Fortini Albano (DEPROT/UFRGS) Resumo O presente artigo deriva de um projeto direcionado a alunos do ensino

Leia mais

GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES

GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 1 GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 2 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL 3 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL POUCAS SEGURADORAS OPERANDO POUCOS CORRETORES ESPECIALIZADOS SINISTRALIDADE ALTA TAXAS CADA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÃNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE CURSO TÉCNICO EM ANÁLISES CLÍNICAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÃNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE CURSO TÉCNICO EM ANÁLISES CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÃNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE CURSO TÉCNICO EM ANÁLISES CLÍNICAS PROFESSORES: CYNTHIA BARBOSA FIRMINO MÁRIO PAULO AMANTE PENATTI REGINALDO DOS SANTOS PEDROSO SEBASTIÃO MARCOS

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO nº., de 2011

PROJETO DE LEI DO SENADO nº., de 2011 PROJETO DE LEI DO SENADO nº., de 2011 Altera as Leis nº. 9.503, de 23 de setembro de 1997 e 12.009, de 29 de julho de 2009, para disciplinar o exercício das atividades dos profissionais em transporte de

Leia mais

Secretaria Nacional DE SEGURANÇA PÚBLICA

Secretaria Nacional DE SEGURANÇA PÚBLICA Secretaria Nacional DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA Secretaria Nacional DE SEGURANÇA PÚBLICA Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 8 às 20

Leia mais

Ensino da Estatística na Educação Básica: Ferramenta Computacional como proposta para o processo pedagógico

Ensino da Estatística na Educação Básica: Ferramenta Computacional como proposta para o processo pedagógico Ensino da Estatística na Educação Básica: Ferramenta Computacional como proposta para o processo pedagógico José Carlos Coelho Saraiva 1 GD6 Educação Matemática, Tecnologias Informáticas e Educação à Distância

Leia mais

ACIDENTES DE TRÂNSITO: OCORRÊNCIAS E MORTALIDADE

ACIDENTES DE TRÂNSITO: OCORRÊNCIAS E MORTALIDADE ACIDENTES DE TRÂNSITO: OCORRÊNCIAS E MORTALIDADE Monitoramento da mortalidade do município de Campinas BOLETIM DE MORTALIDADE Breve Histórico O projeto de monitoramento da mortalidade de Campinas foi iniciado

Leia mais

ANÁLISE DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL DOS ALUNOS DE 6 AO 9 ANO EM UMA ESCOLA PARTICULAR NO MUNICIPIO DE TERESINA-PI

ANÁLISE DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL DOS ALUNOS DE 6 AO 9 ANO EM UMA ESCOLA PARTICULAR NO MUNICIPIO DE TERESINA-PI Belo Horizonte/MG 24 a 27/11/2014 ANÁLISE DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL DOS ALUNOS DE 6 AO 9 ANO EM UMA ESCOLA PARTICULAR NO MUNICIPIO DE TERESINA-PI Graciane Rodrigues Rocha (*), Juliana Rodrigues Rocha, Caroline

Leia mais

COMUNICAÇÕES ORAIS. DATAS: 21 e 22/06/2001 HORÁRIO: 14h às 17h 30min LOCAL: salas do prédio 17, conj. III UNIFRA

COMUNICAÇÕES ORAIS. DATAS: 21 e 22/06/2001 HORÁRIO: 14h às 17h 30min LOCAL: salas do prédio 17, conj. III UNIFRA DATAS: 21 e 22/06/2001 HORÁRIO: 14h às 17h 30min LOCAL: salas do prédio 17, conj. III UNIFRA OBSERVAÇÕES: O tempo para apresentação dos trabalhos será de 20 minutos e 5 minutos de discussões. Serão disponibilizados

Leia mais

Plano de Promoção de Convivência Multicultural de Aichi

Plano de Promoção de Convivência Multicultural de Aichi Plano de Promoção de Convivência Multicultural de Aichi 2013-2017 Viver, brilhar e criar juntos Período Ano fiscal 2013 a 2017 Contexto histórico da formulação do plano O Plano de Promoção de

Leia mais

Divisão de Formação e Segurança Rodoviária

Divisão de Formação e Segurança Rodoviária Divisão de Formação e Segurança Rodoviária Câmara Municipal de Lisboa Departamento de Segurança Rodoviária e Tráfego. Divisão de Formação e Segurança Rodoviária A Divisão de Formação e Segurança Rodoviária

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º, DE 2007. (Do Sr. Rogerio Lisboa)

PROJETO DE LEI N.º, DE 2007. (Do Sr. Rogerio Lisboa) PROJETO DE LEI N.º, DE 2007. (Do Sr. Rogerio Lisboa) Altera a Lei nº LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997, tornando obrigatória por parte dos fabricantes, importadores e montadores de veículos, a inclusão

Leia mais

Pesquisa sobre municipalização do trânsito e regulamentação do exercício da atividade de moto taxista e de moto boy

Pesquisa sobre municipalização do trânsito e regulamentação do exercício da atividade de moto taxista e de moto boy Pesquisa sobre municipalização do trânsito e regulamentação do exercício da atividade de moto taxista e de moto boy Tabulação dos Resultados da Pesquisa Objetivos: Diagnosticar a situação atual dos municípios

Leia mais

EDITORIAL. Benefícios da tecnologia

EDITORIAL. Benefícios da tecnologia EDITORIAL Benefícios da tecnologia A tecnologia ganha cada vez mais espaço na sociedade e na vida das pessoas. No trânsito, ela tem um papel fundamental quando o assunto é salvar vidas. Graças aos radares,

Leia mais

11º GV - Vereador Floriano Pesaro PROJETO DE LEI Nº 371/2011

11º GV - Vereador Floriano Pesaro PROJETO DE LEI Nº 371/2011 PROJETO DE LEI Nº 371/2011 Acrescenta parágrafos ao art. 2º da Lei nº 13.944, de 30 de dezembro de 2004, e dá outras providências. A Câmara Municipal de São Paulo DECRETA: Art. 1º Acrescenta parágrafos

Leia mais

TRÂNSITO É VIDA: TRANSITANDO NA ESCOLA

TRÂNSITO É VIDA: TRANSITANDO NA ESCOLA 1 TRÂNSITO É VIDA: TRANSITANDO NA ESCOLA Sonner Arfux de Figueiredo Prof. Me. da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Unidade de Nova Andradina sarfux@uems.br Resumo: Constituído através de uma

Leia mais

PROJETO ESTRADA SUSTENTÁVEL

PROJETO ESTRADA SUSTENTÁVEL PROJETO ESTRADA SUSTENTÁVEL PATROCÍNIO CATEGORIA PRATA CATEGORIA OURO CATEGORIA BRONZE PARCEIRO TÉCNICO INSTITUCIONAL APOIO INSTITUCIONAL CONSULTORIA 18/12/2012 Índice Apresentação...05 Dinâmica e Propósito...06

Leia mais

PROJETO ESTRADA SUSTENTÁVEL. A rodovia como vetor de desenvolvimento sustentável do Brasil

PROJETO ESTRADA SUSTENTÁVEL. A rodovia como vetor de desenvolvimento sustentável do Brasil 1 PROJETO ESTRADA SUSTENTÁVEL A rodovia como vetor de desenvolvimento sustentável do Brasil 2 ObjeBvos Criar uma referência de desenvolvimento sustentável para as estradas brasileiras de forma colaborabva

Leia mais

CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS MISSIONÁRIAS DA IMACULADA CONCEIÇÃO COLÉGIO SANTA CLARA PROJETO: POR UM TRÂNSITO DE PAZ E BEM.

CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS MISSIONÁRIAS DA IMACULADA CONCEIÇÃO COLÉGIO SANTA CLARA PROJETO: POR UM TRÂNSITO DE PAZ E BEM. CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS MISSIONÁRIAS DA IMACULADA CONCEIÇÃO COLÉGIO SANTA CLARA PROJETO: POR UM TRÂNSITO DE PAZ E BEM. SANTARÉM 2010 I IDENTIFICAÇÃO COLÉGIO SANTA CLARA DIRETORA: Irmã Gizele Maria Pereira

Leia mais

A APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NA EDUCAÇÃO BIOLÓGICA: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

A APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NA EDUCAÇÃO BIOLÓGICA: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA A APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NA EDUCAÇÃO BIOLÓGICA: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA Maria José Rodrigues de Farias Universidade Estadual da Paraíba lyarodriguesbio@gmail.com Introdução Atualmente os modelos

Leia mais

SEMINÁRIO SOBRE METROLOGIA LEGAL LATU/INMETRO CRONOTACÓGRAFO

SEMINÁRIO SOBRE METROLOGIA LEGAL LATU/INMETRO CRONOTACÓGRAFO SEMINÁRIO SOBRE METROLOGIA LEGAL LATU/INMETRO CRONOTACÓGRAFO 1. Cronotacógrafo 2. Legislação CTB 3. Legislação Metrológica 4. Relação público/privado 5. Discos diagrama 6. Certificado 7. Prazos para verificação

Leia mais