Ranking das Seguradoras

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ranking das Seguradoras"

Transcrição

1 2013 Ranking das

2 2 Ranking das

3 Mensagem do Presidente Ambiente favorável ao corretor O Sincor-SP tem a satisfação de apresentar mais uma edição do Ranking das, assinado pelo economista Francisco Galiza. O estudo, realizado com base em dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep), comprova a força da indústria nacional de seguros, apontando crescimento de 19% sobre Além do desempenho geral, o trabalho traz análises específicas dos segmentos de Automóvel, Patrimonial, Pessoas, Riscos Financeiros, Transportes, Saúde e Demais Ramos, com estatísticas de faturamento e participação de mercado por companhia. A arrecadação de R$ 1,7 bilhões confirma a relevância do corretor de seguros no contexto das operações das seguradoras, tendo em vista que, em média, mais de 80% da produção total são resultantes do trabalho direto da categoria. O ambiente continua favorável, portanto, para que nós, empreendedores do seguro, possamos trilhar o caminho do desenvolvimento. Há, sem dúvida, grandes desafios, mas também excelentes oportunidades. É assim que, ao lançar o Ranking das, o Sincor-SP fornece um formidável arsenal de informações ao corretor, que pode se guiar com os dados disponíveis para melhor entender a dinâmica atual de mercado e, dessa forma, pautar o foco dos negócios no decorrer do exercício. Forte abraço! Alexandre Camillo Presidente do Sincor-SP Ranking das

4 SUMÁRIO: 1) Critérios 2) Ranking de Seguros 2.1) Total (sem VGBL) 2.2) Automóvel 2.3) Patrimonial 2.4) Pessoas (sem VGBL) 2.) Riscos Financeiros 2.6) Transportes 2.7) Saúde 2.8) Demais Ramos 3) Anexo 3.1) VGBL 3.2) PGBL 4) Resumo ) Comentários Ranking das

5 1) CRITÉRIOS O objetivo deste estudo é fazer um levantamento estatístico (denominado ranking ) que mensure a presença das seguradoras brasileiras em seus principais negócios, havendo, em seguida, comentários econômicos sobre esse comportamento. Na definição do ranking, consideram-se, como indicativos de receita, os seguintes valores: em seguros (com exceção de Saúde), os prêmios de seguros; em Previdência Privada Aberta, as rendas de contribuições; em Saúde, contraprestações efetivas. São feitos os seguintes ajustes adicionais: no segmento de Pessoas, é somada também a receita dos planos de Previdência ligados a risco (valor aproximado pela receita de Previdência, menos PGBL). O valor da receita líquida de DPVAT é destacado, excluído das contas das empresas. Se necessário, as empresas foram inseridas em grupos, usando-se dois critérios. Primeiro, a origem do capital; segundo, companhias sob o mesmo controle técnico (ou seja, supostamente, com produtos de características semelhantes). As fontes dos dados são os números oficiais do setor (extraídos da internet ou das demonstrações financeiras publicadas). Quando não possível, as empresas foram diretamente inquiridas. Os valores são apresentados em R$ mil, salvo quando indicado. Embora tenha sido realizado todo o esforço possível na execução desse trabalho, ressaltamos que, pelo volume dos números envolvidos, não podemos nos responsabilizar pela exatidão plena das informações aqui divulgadas. Ranking das

6 2) RANKING DE SEGUROS 2.1) Total (sem VGBL) ,46% ,88% ,26% ,23% ,94% ,80% ,20% ,19% ,63% ,19% ,77% ,93% ,0% ,09% ,80% 9 MARÍTIMA-YASUDA ,36% ,47% ,32% ,23% 11 HDI ,28% HDI ,17% ,27% MARÍTIMA ,82% 13 UNIMED ,39% UNIMED ,29% 14 CARDIF-LUIZA ,37% CARDIF-LUIZA ,17% 1 HSBC ,02% ICATU ,16% ,93% ,0% 17 METLIFE ,82% HSBC ,04% 18 ICATU ,79% ,93% ,77% METLIFE ,8% ,76% RSA SEGUROS ,9% 21 MONGERAL ,3% BRASILPREV ,7% 22 ASSURANT ,3% MONGERAL ,6% 23 RSA SEGUROS ,48% ASSURANT ,1% 24 NOTREDAME ,4% NOTREDAME ,47% 2 PRUDENTIAL ,43% YASUDA ,46% ,41% ,4% ,33% ,43% 28 CAPEMISA ,31% ,41% 29 J. MALUCELLI ,30% PRUDENTIAL ,41% 6 Ranking das

7 7 Ranking das TEMPO AIG FAIRFAX VIRGINIA SWISS RE CONFIANÇA AUSTRAL PANAMERICANA BERKLEY QBE ARGO ESSOR EXCELSIOR BANESTES PREVIDÊNCIA DO SUL POTTENCIAL FATOR BTG PACTUAL AMERICAN LIFE COF SINAF SABEMI BMG XL EULER-HERMES TEMPO VIRGINIA CAPEMISA CHARTIS J. MALUCELLI FAIRFAX CONFIANÇA SWISS RE PREVIDÊNCIA DO SUL EXCELSIOR BERKLEY BANESTES QBE PANAMERICANA FATOR ARGO AUSTRAL CESCE COF AMERICAN LIFE SABEMI SINAF POTTENCIAL CONAPP FEDERAL ,29% 0,28% 0,28% 0,27% 0,2% 0,22% 0,21% 0,1% 0,14% 0,13% 0,12% 0,12% 0,11% 0,11% 0,11% 0,% 0,% 0,09% 0,09% 0,08% 0,08% 0,08% 0,07% 0,06% 0,06% 0,06% 0,06% 0,04% 0,04% 0,36% 0,3% 0,3% 0,32% 0,27% 0,22% 0,22% 0,21% 0,21% 0,18% 0,18% 0,13% 0,12% 0,11% 0,11% 0,11% 0,% 0,09% 0,08% 0,08% 0,08% 0,07% 0,07% 0,07% 0,07% 0,06% 0,0% 0,04% 0,04%

8 9 FEDERAL ,04% EULER-HERMES ,04% 60 SALUTAR SALUTAR CESCE CRÉDITO À EXPORTAÇÃO CREDITO E CAUCION CREDITO E CAUCION CRÉDITO À EXPORTAÇÃO MBM CENTAURO 17.2 CENTAURO MBM ALIANÇA DA BAHIA ALIANÇA DA BAHIA GENTE USEBENS XL GENTE USEBENS SUHAI COSESP SANCOR KYOEI DO BRASIL COSESP 1.77 ESSOR UNIÃO 1.32 PREVIMAX STARR DAYPREV 8 74 KYOEI DO BRASIL DPVAT DPVAT Ranking das

9 9 Ranking das HDI MARÍTIMA-YASUDA RSA SEGUROS CONFIANÇA BANESTES CARDIF-LUIZA ASSURANT VIRGINIA GENTE SUHAI USEBENS AIG ESSOR DPVAT HDI MARÍTIMA YASUDA CONFIANÇA RSA SEGUROS BANESTES CARDIF-LUIZA ASSURANT VIRGINIA GENTE USEBENS CHARTIS DPVAT ,27% 14,91%,47% 9,% 7,16% 6,74% 6,63% 4,66% 3,37% 3,19% 1,97% 1,29% 0,93% 0,1% 0,49% 0,40% 0,36% 0,30% 0,22% 0,20% 0,13% 0,11% 0,0% 26,08% 14,86% 12,37% 9,24% 7,16% 6,86% 6,74% 4,06% 2,94% 2,26% 1,41% 1,20% 0,93% 0,89% 0,2% 0,48% 0,48% 0,44% 0,37% 0,23% 0,21% 0,08% 0,0% 0,0% 0,04% 2.2) Automóvel

10 2.3) Patrimonial ,93% ,23% ,4% ,04% ,61% ,8% ,% ,68% ,83% ,36% 6 MARÍTIMA-YASUDA ,31% ,88% ,28% MARÍTIMA ,06% 8 CARDIF-LUIZA ,42% CARDIF-LUIZA ,99% ,1% ,% ASSURANT ,82% VIRGINIA ,01% ,48% ,6% 12 VIRGINIA ,19% ASSURANT ,7% ,08% ,9% ,00% ,78% 1 HDI ,9% HDI ,0% ,32% ,49% 17 RSA SEGUROS ,24% RSA SEGUROS ,14% 18 AIG ,12%.397 1,06% 19 FAIRFAX ,92% ,97% ,80% YASUDA ,9% ,79% CHARTIS ,80% ,9% FAIRFAX ,77% ,46% ,46% 24 BERKLEY ,29% ,39% 2 ARGO ,27% ,32% ,26% BERKLEY ,28% 27 QBE ,22% FATOR ,26% 28 SWISS RE ,19% ARGO ,2% 29 FATOR ,1% EXCELSIOR ,18% Ranking das

11 30 EXCELSIOR ,14% QBE ,16% 31 J. MALUCELLI ,13% CONFIANÇA ,08% 32 XL ,% ,07% 33 BTG PACTUAL.00 0,09% SWISS RE ,07% ,08% USEBENS ,04% 3 AUSTRAL ,08% AUSTRAL CONFIANÇA 6. 0,06% HSBC USEBENS.293 0,0% J. MALUCELLI HSBC XL BANESTES SANCOR BANESTES 987 GENTE 43 ESSOR GENTE Ranking das

12 2.4) Pessoas (sem VGBL) ,6% ,06% ,32% ,08% ,3% ,6% ,86% ,64% ,72% ICATU ,11% 6 HSBC ,71% ,90% 7 CARDIF-LUIZA ,14% HSBC ,68% 8 METLIFE ,99% METLIFE ,02% 9 ICATU ,87% CARDIF-LUIZA ,0% MONGERAL ,94% ,09% ,76% BRASILPREV ,02% ,63% MONGERAL ,99% 13 PRUDENTIAL ,7% ,81% 14 UNIMED ,32% PRUDENTIAL ,47% 1 CAPEMISA ,13% UNIMED ,40% ,04% CAPEMISA ,2% ,92% ,04% 18 ASSURANT ,78% ,02% ,72% ,93% ,62% ASSURANT ,77% ,48% ,0% 22 PANAMERICANA ,42% PREVIDÊNCIA DO SUL ,48% 23 MARÍTIMA-YASUDA ,39% ,47% ,37% ,37% 2 QBE ,33% PANAMERICANA ,3% ,33% ,3% 27 PREVIDÊNCIA DO SUL ,32% MARÍTIMA ,34% 28 AMERICAN LIFE ,29% QBE ,31% 29 SINAF ,23% AMERICAN LIFE ,2% 12 Ranking das

13 13 Ranking das SABEMI BMG CONFIANÇA BANESTES FEDERAL RSA SEGUROS AIG FAIRFAX CENTAURO MBM ALIANÇA DA BAHIA VIRGINIA HDI GENTE SANCOR USEBENS COSESP UNIÃO STARR KYOEI DO BRASIL BERKLEY EXCELSIOR SABEMI SINAF RSA SEGUROS CONFIANÇA BANESTES CONAPP FEDERAL MBM CHARTIS CENTAURO ALIANÇA DA BAHIA VIRGINIA YASUDA HDI GENTE COSESP FAIRFAX KYOEI DO BRASIL PREVIMAX EXCELSIOR DAYPREV BERKLEY ,22% 0,20% 0,16% 0,16% 0,14% 0,14% 0,13% 0,13% 0,12% 0,07% 0,07% 0,06% 0,06% 0,0% 0,0% 0,23% 0,23% 0,20% 0,17% 0,16% 0,1% 0,1% 0,1% 0,11% 0,% 0,% 0,08% 0,07% 0,06% 0,0%

14 2.) Riscos Financeiros J. MALUCELLI SWISS RE POTTENCIAL AUSTRAL BTG PACTUAL COF FATOR BERKLEY EULER-HERMES FAIRFAX CESCE CREDITO E CAUCION CRÉDITO À EXPORTAÇÃO AIG ARGO EXCELSIOR XL MARÍTIMA-YASUDA ESSOR ,17% 1,46% 7,79% 6,23%,47% 4,8% 4,33% 3,99% 3,68% 3,67% 2,99% 2,26% 2,2% 2,20% 1,79% 1,6% 1,62% 1,0% 1,37% 1,34% 1,13% 1,01% 0,98% 0,84% 0,78% 0,63% 0,2% 0,46% 0,33% 0,28% 0,26% 0,13% J. MALUCELLI SWISS RE CESCE AUSTRAL COF FATOR POTTENCIAL BERKLEY EULER-HERMES CHARTIS FAIRFAX CRÉDITO À EXPORTAÇÃO CREDITO E CAUCION ARGO MARÍTIMA EXCELSIOR YASUDA ECC ,6% 13,18% 7,66% 6,24%,71% 4,63% 4,46% 4,29% 3,4% 3,16% 2,83% 2,41% 2,38% 2,24% 2,19% 1,98% 1,97% 1,74% 1,69% 1,63% 1,1% 0,93% 0,73% 0,66% 0,43% 0,41% 0,40% 0,24% 0,20% 0,19% - 14 Ranking das

15 1 Ranking das RSA SEGUROS MARÍTIMA-YASUDA HDI ARGO AIG BERKLEY FAIRFAX CONFIANÇA XL SWISS RE USEBENS ESSOR RSA SEGUROS YASUDA MARÍTIMA CHARTIS ARGO HDI BERKLEY CONFIANÇA FAIRFAX XL SWISS RE EXCELSIOR ,6% 9,38% 9,37% 8,34% 8,20% 7,67% 7,14%,03% 4,47% 4,14% 3,39% 2,9% 2,62% 2,47% 2,28% 2,27% 1,87% 1,72% 1,23% 1,02% 0,89% 0,67% 0,1% 0,32% 0,28% 0,18%,62%,2%,19% 9,18% 9,01% 8,12% 6,29% 4,93% 3,92% 3,84% 3,3% 3,27% 3,16% 2,60% 2,07% 1,22% 1,20% 1,12% 1,0% 1,00% 0,91% 0,89% 0,70% 0,44% 0,32% 0,0% 2.6) Transportes

16 2.7) Saúde ,98% ,86% ,22% ,4% 3 UNIMED ,0% ,84% ,12% UNIMED ,00% ,96% ,97% 6 MARÍTIMA-YASUDA ,% MARÍTIMA ,21% 7 NOTREDAME ,98% NOTREDAME ,11% 8 TEMPO ,24% TEMPO ,62% ,0% ,8% ,28% SALUTAR ,14% 11 SALUTAR ,12% ,12% Obs.: Ressaltamos que, nesse ranking, só consideramos as empresas seguradoras, ou seja, outros tipos de companhia (mesmo de grande porte) da área de assistência suplementar de saúde não estão incluídos. Por exemplo, a Amil Assistência Internacional, uma operadora de planos de saúde, com faturamento de R$ 9,9 bilhões em 2013, e que ocuparia a 2ª posição no ranking, caso fosse incluída. 16 Ranking das

17 2.8) Demais ramos ,80% ,04% ,92% ,17% ,89% ,7% ,91% ,% ,47% ,98% ,24% ,0% ,81% ,20% ,1% ,13% 9 MARÍTIMA-YASUDA ,76% ,37% ESSOR ,7%.07 1,89% 11 FAIRFAX ,3% MARÍTIMA ,88% ,49% EXCELSIOR ,62% 13 AIG ,41% CHARTIS ,42% 14 SWISS RE ,29% FAIRFAX ,34% 1 EXCELSIOR ,17% SWISS RE ,19% 16 HDI ,97% HDI ,16% ,7% ,90% ,69% ,62% ,66% ,8% 20 AUSTRAL ,60% ,0% ,% RSA SEGUROS ,33% ,4% BERKLEY ,23% 23 XL ,28%.7 0,18% 24 RSA SEGUROS ,26% YASUDA ,14% 2 ARGO ,26% ARGO 7.2 0,13% 26 BERKLEY ,23% XL.6 0,% ,14% ICATU.339 0,% 28 J. MALUCELLI.326 0,14% J. MALUCELLI ,06% 29 ICATU.49 0,08% ,0% 30 FATOR 3.8 0,04% FATOR ,04% ,04% COF ,04% Ranking das

18 32 PANAMERICANA AMERICAN LIFE MONGERAL QBE 98 EULER-HERMES QBE MONGERAL 788 CESCE SANCOR 133 AUSTRAL UNIMED 19 AMERICAN LIFE CREDITO E CAUCION USEBENS 4 PANAMERICANA COF -64 UNIMED CREDITO E CAUCION CRÉDITO À EXPORTAÇÃO -226 CRÉDITO À EXPORTAÇÃO ,08% 44 CESCE Ranking das

19 3) ANEXO 3.1) VGBL 1 BRASILPREV ,42% ,7% ,46% ,70% ,77% BRASILPREV ,3% ,26% ,80% ,70% ,32% 6 HSBC ,47% HSBC ,06% 7 ICATU ,09% ICATU ,04% ,7% ,7% ,36% ,44% ,30% METLIFE ,43% ,27% ,27% 12 METLIFE ,26% ,19% 13 MONGERAL ,0% MONGERAL UNIMED.269 UNIMED BANESTES 3.4 BANESTES CAPEMISA 278 CAPEMISA Ranking das

20 3.2) PGBL ,07% BRASILPREV ,82% ,98% ,68% ,42% ,94% ,28% HSBC ,43% HSBC ,09% ,88% ,04% ,69% 7 ICATU ,16% ICATU ,9% ,34% ,46% ,69% ,6% METLIFE.76 0,71% ,62% 11 UNIMED ,67% UNIMED ,66% ,21% METLIFE ,4% 13 MONGERAL ,20% ,41% ,1%.980 0,1% 1 CAPEMISA 289 MONGERAL ,11% CAPEMISA Ranking das

21 4) RESUMO (DADOS ANUAIS) Faturamento Seguros e Previdência R$ milhões Var. % AUTOMÓVEL ,7% PATRIMONIAL ,7% PESSOAS ,9% SAÚDE ,2% RISCOS FINANCEIROS ,9% TRANSPORTES ,2% DEMAIS ,3% ,1% DPVAT ,0% ,1% VGBL ,% PGBL ,8% ,9% Ranking das

22 ) COMENTÁRIOS Na análise dos dados acumulados nos primeiros semestres, os seguintes comentários podem ser feitos: 1) No Ranking Total (excluído os produtos VGBL e PGBL, e incluído o Seguro Saúde), o faturamento das seguradoras em 2013 alcançou o montante de R$ 6, bilhões, com variação de 19% em relação ao ano anterior. Se considerarmos o Seguro Obrigatório DPVAT, o montante foi de R$ 1,7 bilhões. Esses números superam as taxas de inflação do período. A liderança coube ao grupo Bradesco (com 21,% do setor), vindo, a seguir, o grupo Banco do Brasil-Mapfre. 2) No ramo Automóvel, o faturamento total (sem o DPVAT) foi de R$ 29,4 bilhões, com variação de 19% em relação ao mesmo período do ano anterior. A liderança coube ao grupo Porto Seguro, com, aproximadamente, 26% do setor. 3) No ramo Patrimonial, a receita total foi de R$ 11,3 bilhões, com variação de 14% em relação ao ano anterior. Os três primeiros grupos seguradores faturaram 44% de todo o setor. 4) No ramo Pessoas, o faturamento foi de R$ 29,3 bilhões, com variação de 17% em relação ao ano anterior. A liderança coube ao grupo Bradesco, com mais de 20% de participação. ) No ramo Riscos Financeiros, a receita foi de R$ 1,9 bilhão, com variação de 31% em relação ao ano anterior. A liderança coube ao grupo Porto Seguro. 22 Ranking das

23 6) No ramo Transportes, a receita foi de R$ 2,9 bilhões, com variação de quase % em relação ao mesmo período do ano anterior. As primeiras empresas faturaram quase 7% do total do setor. 7) No ramo Saúde, a receita foi de R$ 24,4 bilhões, com variação de, aproximadamente, 22% em relação ao ano anterior. Duas companhias Bradesco e SulAmérica concentram a receita do segmento. 8) Nos Demais Ramos, a receita do segmento foi de R$ 7,3 bilhões, com variação de 31% em relação ao ano anterior. 9) No ramo DPVAT, o faturamento líquido total foi de R$ 4,2 bilhões, com variação de 18% em relação ao ano anterior. ) No Anexo, informações sobre os produtos de acumulação (VGBL e PGBL), onde, nesse caso, a presença das seguradoras ligadas a bancos, pelas características dos produtos negociados, é elevada. Ranking das

24 24 Ranking das

Ranking das Seguradoras

Ranking das Seguradoras 2014 Ranking das - 2014 1 2 Ranking das - 2014 Mensagem do Presidente Crescendo em situação econômica desafiadora Costumo dizer que atuamos em um setor que segue crescendo, até mesmo, em momentos desfavoráveis

Leia mais

Ranking das Seguradoras

Ranking das Seguradoras Ranking das Seguradoras º- semestre 202 Mensagem do Presidente O que mudou em 202. O agrupado de informações sobre um determinado grupo é fundamental para que possamos avaliar o comportamento de cada um

Leia mais

Ranking das Seguradoras

Ranking das Seguradoras º Semestre 0 Mensagem do Presidente SUMÁRIO: I) Critérios II) Ranking de Seguros II.) Total (sem VGBL) II.) Automóvel II.) Patrimonial 0 II.) Pessoas (sem VGBL) II.) Riscos Financeiros II.) Transportes

Leia mais

Ranking das Seguradoras

Ranking das Seguradoras Ranking das Seguradoras 2010 Mensagem do Presidente Não há progresso sem mudanças O processo de mudança continua a cada instante que passa. Não vivemos uma época de mudanças, mas uma mudança de época.

Leia mais

Ranking das Seguradoras

Ranking das Seguradoras Ranking das Seguradoras 0 Mensagem do Presidente O mercado e a bússola Mais uma vez, temos a satisfação de publicar o ranking das companhias seguradoras, uma vez que um dos grandes desafios do setor é

Leia mais

RANKING DAS SEGURADORAS BRASIL. 1º Semestre/2010

RANKING DAS SEGURADORAS BRASIL. 1º Semestre/2010 RANKING DAS SEGURADORAS BRASIL 1º Semestre/2010 Este estudo é patrocinado pelo SINCOR-SP (www.sincorsp.org.br) Setembro/2010 Responsável Técnico: Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br 1 SUMÁRIO:

Leia mais

RANKING DAS SEGURADORAS BRASIL. Até Outubro/2004

RANKING DAS SEGURADORAS BRASIL. Até Outubro/2004 RANKING DAS SEGURADORAS BRASIL Até Outubro/2004 Este estudo é patrocinado pelo SINCOR-SP (www.sincorsp.org.br) Janeiro/2005 Responsável Técnico: Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Rating de Seguros

Leia mais

ANÁLISE DOS PRÊMIOS EMITIDOS GRUPOS / UNIDADE DA FEDERAÇÃO I SEMESTRE 2014

ANÁLISE DOS PRÊMIOS EMITIDOS GRUPOS / UNIDADE DA FEDERAÇÃO I SEMESTRE 2014 ANÁLISE DOS PRÊMIOS EMITIDOS GRUPOS / UNIDADE DA FEDERAÇÃO I SEMESTRE 2014 lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 PRÊMIOS EMITIDOS: De acordo com os números divulgados pela SUSEP (07/08/2014)

Leia mais

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Emissão entre JAN/2015 a OUT/2015 [Arquivo Resumo_SUSEP_de_201501_a_201510_BRL-DPVAT.pdf] Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro - Emissão entre JAN/2015

Leia mais

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Emissão entre JAN/2015 a SET/2015 [Arquivo Resumo_SUSEP_de_201501_a_201509_BRL.pdf] Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro - Emissão entre JAN/2015

Leia mais

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Emissão entre JAN/2015 a SET/2015 [Arquivo Resumo_SUSEP_de_201501_a_201509_BRL-DPVAT.pdf] Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro - Emissão entre JAN/2015

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA I TRIMESTRE - 2012

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA I TRIMESTRE - 2012 MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA I TRIMESTRE - 2012 1 INTRODUÇÃO: A SUSEP divulgou os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao I Trimestre de 2011. Esses números são calcados

Leia mais

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Emissão entre JAN/2016 a ABR/2016 [Arquivo Resumo_SUSEP_de_201601_a_201604_BRL-DPVAT.pdf] Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro - Emissão entre JAN/2016

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE 2010 X 2009

MERCADO BRASILEIRO DE 2010 X 2009 MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS 2010 X 2009 1 MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RESULTADOS DE 2010 X 2009 A SUSEP divulgou hoje os números do Mercado de Seguros referente ao Exercício de 2010. Essa divulgação

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA 2015 RANKING DE OPERADORAS COM E SEM VGBL E INDICADORES OPERACIONAIS

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA 2015 RANKING DE OPERADORAS COM E SEM VGBL E INDICADORES OPERACIONAIS E PREVIDÊNCIA 2015 RANKING DE OPERADORAS COM E SEM VGBL E INDICADORES OPERACIONAIS 04/02/2016 1 Esse estudo vem apresentar o ranking brasileiro de seguradoras do Execício de 2015 com e sem o produto financeiro

Leia mais

RESENHA DO RESULTADO DO MERCADO DE SEGUROS. Faturamento e Rentabilidade dos Segmentos de Seguros, Previdência Privada e Capitalização.

RESENHA DO RESULTADO DO MERCADO DE SEGUROS. Faturamento e Rentabilidade dos Segmentos de Seguros, Previdência Privada e Capitalização. RESENHA DO RESULTADO DO MERCADO DE SEGUROS Janeiro a Dezembro de 2008 Faturamento e Rentabilidade dos Segmentos de Seguros, Previdência Privada e Capitalização. Dados Realizados em 2008 e Estimados para

Leia mais

[ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF]

[ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF] [ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF] ESTUDO DE MERCADO REFERENTE AO TOTAL ARRECADADO ENTRE PRÊMIOS E CONTRIBUIÇÕES NO MERCADO Realizado Acumulado - 2009 / 2010 -

Leia mais

O Cenário Atual do Mercado Segurador Brasileiro e suas Perspectivas. www.ratingdeseguros.com.br Francisco Galiza Junho/2010

O Cenário Atual do Mercado Segurador Brasileiro e suas Perspectivas. www.ratingdeseguros.com.br Francisco Galiza Junho/2010 O Cenário Atual do Mercado Segurador Brasileiro e suas Perspectivas www.ratingdeseguros.com.br Francisco Galiza Junho/2010 Sumário 1) Passado: História Econômica do Setor 2) Presente: Situação Atual 3)

Leia mais

VIDA EM GRUPO JAN A AGOSTO 2015 1- MERCADO GLOBAL:

VIDA EM GRUPO JAN A AGOSTO 2015 1- MERCADO GLOBAL: VIDA EM GRUPO JAN A AGOSTO 1- MERCADO GLOBAL: O segmento de Vida em Grupo detém o segundo lugar no ranking de vendas do Mercado, representando 10,92% das vendas totais em contra 10,48% do ano passado.

Leia mais

RANKING DAS SEGURADORAS BRASIL. 1º Semestre/2009

RANKING DAS SEGURADORAS BRASIL. 1º Semestre/2009 RANKING DAS SEGURADORAS BRASIL 1º Semestre/2009 Este estudo é patrocinado pelo SINCOR-SP (www.sincorsp.org.br) Setembro/2009 Responsável Técnico: Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br 1 SUMÁRIO:

Leia mais

Mercado Segurador em 2015 - Uma Visão Executiva

Mercado Segurador em 2015 - Uma Visão Executiva Mercado Segurador em 2015 - Uma Visão Executiva Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Maio/2009 Sumário 1) Situação Atual 2) Mercado Segurador em 2015?? (1ª Pesquisa Dezembro/2008) 3) Mercado Segurador

Leia mais

1- INTRODUÇÃO: 2- RESULTADOS SUSEP JAN A SET 2015:

1- INTRODUÇÃO: 2- RESULTADOS SUSEP JAN A SET 2015: 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 26/10/2015 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao período de jan a setembro de 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco

Leia mais

(MLRV) SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: O Seguro de Acidentes Pessoais garante o pagamento de uma indenização aos beneficiários

Leia mais

De fato a situação poderá se complicar em função da situação econômica do País.

De fato a situação poderá se complicar em função da situação econômica do País. 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 21/09/2015 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao período de jan a julho de 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco de

Leia mais

Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008

Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008 Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008 I) Critérios www.ratingdeseguros.com.br 1) Os dados usados serão os números de 2007 e do 1º Semestre de 2008. 2) Os prêmios serão dados nas

Leia mais

Como Classificar Pequenas e Médias Empresas no Setor de Seguros Princípio da Proporcionalidade. Sumário. Projeto nº 05 Ano 2012 1. APRESENTAÇÃO...

Como Classificar Pequenas e Médias Empresas no Setor de Seguros Princípio da Proporcionalidade. Sumário. Projeto nº 05 Ano 2012 1. APRESENTAÇÃO... Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 1 2. REVISÃO DOS CRITÉRIOS EXISTENTES... 1 2.1. FONTE EUROPEIA... 2 2.2. FONTE BRASILEIRA... 2 2.3. INSURANCE EUROPE... 3 2.4. ERNST&YOUNG... 3 3. DESCRIÇÃO DA ANÁLISE... 4 3.1.

Leia mais

ENDEREÇO: AV. PAULISTA, 1294, - 16º, 17º, 18º E 21º ANDARES - BELA VISTA

ENDEREÇO: AV. PAULISTA, 1294, - 16º, 17º, 18º E 21º ANDARES - BELA VISTA RELAÇÃO DE SEGURADORAS DPVAT ACE SEGURADORA S.A. CNPJ: 03.502.099/0001-18 CÓDIGO FIP: 06513 ENDEREÇO: AV. PAULISTA, 1294, - 16º, 17º, 18º E 21º ANDARES - BELA VISTA CIDADE: SÃO PAULO - SP - CEP: 01310915

Leia mais

PAINEL OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DO MERCADO DE SEGUROS MINEIRO. Seguros de Pessoas

PAINEL OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DO MERCADO DE SEGUROS MINEIRO. Seguros de Pessoas PAINEL OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DO MERCADO DE SEGUROS MINEIRO Seguros de Pessoas SEGUROS DE PESSOAS Brasil por UF SP e RJ detém 60% do mercado; MG se mantém em 3º no Brasil, com 7,6% de participação;

Leia mais

ANÁLISE PRODUTOS 2014 SEGURO GARANTIA I TRIMESTRE DE 2014

ANÁLISE PRODUTOS 2014 SEGURO GARANTIA I TRIMESTRE DE 2014 ANÁLISE PRODUTOS 2014 SEGURO GARANTIA I TRIMESTRE DE 2014 lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Lamentavelmente esse estudo será restrito ao volume de prêmios não tendo, por

Leia mais

Auto. O coração do negócio. O coração do negócio

Auto. O coração do negócio. O coração do negócio Uma das características conhecidas do Grupo Itaú é a preocupação especial com seus clientes. Os funcionários seguem à risca a circular de 1962, que alertava a todos que a instituição vive de sua clientela.

Leia mais

CASTIGLIONE SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A OUTUBRO DE 2015 SUSEP SES

CASTIGLIONE SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A OUTUBRO DE 2015 SUSEP SES SEGURO JAN A OUTUBRO DE 2015 SUSEP SES 1 1- INTRODUÇÃO: O Seguro de Acidentes Pessoais garante o pagamento de uma indenização aos beneficiários em caso de morte acidental, em caso de invalidez permanente

Leia mais

SEGURO PRESTAMISTA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES

SEGURO PRESTAMISTA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES SEGURO PRESTAMISTA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: As características do seguro prestamista fazem com que o período de vigência seja de acordo

Leia mais

Mercado de Seguros de Pessoas Dados Estatísticos Setembro 2014

Mercado de Seguros de Pessoas Dados Estatísticos Setembro 2014 Mercado de Seguros de Pessoas Dados Estatísticos Setembro 2014 Rua Senador Dantas, nº 74 11º andar Cep 20.031-205 Rio de Janeiro RJ Brasil Tel: +55 21 2510-7914 Fax: +55 21 2510-7930 e-mail: fenaprevi@fenaprevi.org.br

Leia mais

CASTIGLIONE SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A SETEMBRO DE 2015 SUSEP SES

CASTIGLIONE SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A SETEMBRO DE 2015 SUSEP SES SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A SETEMBRO DE 2015 SUSEP SES 1 1- INTRODUÇÃO: O Seguro de Acidentes Pessoais garante o pagamento de uma indenização aos beneficiários em caso de morte acidental, em caso de

Leia mais

(MLRV) SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: No seguro de vida podem ser contratadas garantias de morte ou invalidez, ambas por acidente

Leia mais

Uma proposta para o ranking das seguradoras brasileiras Francisco Galiza Mestre em Economia (FGV) Professor do MBA-Gestão Atuarial e Financeira (USP)

Uma proposta para o ranking das seguradoras brasileiras Francisco Galiza Mestre em Economia (FGV) Professor do MBA-Gestão Atuarial e Financeira (USP) Uma proposta para o ranking das seguradoras brasileiras Francisco Galiza Mestre em Economia (FGV) Professor do MBA-Gestão Atuarial e Financeira (USP) I) Introdução O objetivo deste trabalho é apresentar

Leia mais

Sincor-SP mobiliza corretores de seguros para audiência pública sobre o Simples Nacional

Sincor-SP mobiliza corretores de seguros para audiência pública sobre o Simples Nacional UMA PUBLICAÇÃO MENSAL DO SINCOR-SP 388 OUTUBRO 2013 Entrevista José Adalberto Ferrara, presidente da Tokio Marine Seguradora, participa de reunião dos diretores executivos e regionais do Sincor-SP e responde

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS GARANTIAS JAN A DEZ 2014 NÚMEROS SUSEP - SES (02/03/2015)

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS GARANTIAS JAN A DEZ 2014 NÚMEROS SUSEP - SES (02/03/2015) ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS JAN A DEZ 2014 NÚMEROS SUSEP - SES (02/03/2015) lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP PAUTA DE JULGAMENTO DA 206 a SESSÃO Comunicamos que, na forma

Leia mais

CASTIGLIONE SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A SET DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

CASTIGLIONE SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A SET DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A SET DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: No seguro de vida podem ser contratadas garantias de morte ou invalidez, ambas por acidente

Leia mais

1- INTRODUÇÃO: 2- RESULTADOS SUSEP JAN 2015:

1- INTRODUÇÃO: 2- RESULTADOS SUSEP JAN 2015: 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 07/03/2015 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao mês de janeiro 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco de dados SES o

Leia mais

Situação Atual e Perspectivas do Mercado de Distribuição de Seguros no Brasil

Situação Atual e Perspectivas do Mercado de Distribuição de Seguros no Brasil Situação Atual e Perspectivas do Mercado de Distribuição de Seguros no Brasil Janeiro / 2013 kpmg.com/br Realizado em colaboração com Sumário Sumário Executivo...04 Objetivo da Pesquisa...05 Evolução

Leia mais

Situação Atual e Perspectivas do Mercado de Distribuição de Seguros no Brasil

Situação Atual e Perspectivas do Mercado de Distribuição de Seguros no Brasil Situação Atual e Perspectivas do Mercado de Distribuição de Seguros no Brasil Janeiro / 2013 kpmg.com/br Realizado em colaboração com Sumário Sumário Executivo...04 Objetivo da Pesquisa...05 Evolução

Leia mais

FUNENSEG. Uma Discussão Ampliada sobre o Conceito de Solvência nas Seguradoras Brasileiras

FUNENSEG. Uma Discussão Ampliada sobre o Conceito de Solvência nas Seguradoras Brasileiras 25 ESTUDOS FUNENSEG Uma Discussão Ampliada sobre o Conceito de Solvência nas Seguradoras Brasileiras Francisco Galiza 1 Setembro de 2011 1 Economista e Consultor. galiza@ratingdeseguros.com.br. www.ratingdeseguros.com.br

Leia mais

O objetivo deste artigo é fazer uma análise sobre a classificação de riscos. Fenacor desde 1996. Este estudo é feito semestralmente, a partir das

O objetivo deste artigo é fazer uma análise sobre a classificação de riscos. Fenacor desde 1996. Este estudo é feito semestralmente, a partir das Classificação de Riscos no mercado segurador brasileiro Francisco Galiza Mestre em Economia (FGV) Responsável técnico pelo projeto de classificação de risco das empresas de seguros, patrocinado pela Fenacor

Leia mais

Mercado de Seguros no Brasil - Situação Atual e Perspectivas

Mercado de Seguros no Brasil - Situação Atual e Perspectivas Mercado de Seguros no Brasil - Situação Atual e Perspectivas Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Agosto/2005 1 Sumário: I) Introdução II) Cenário Econômico - Brasil II.1) PIB II.2) Taxas de Inflação

Leia mais

Porto Seguro S.A. Conference Call 3T06

Porto Seguro S.A. Conference Call 3T06 Porto Seguro S.A Conference Call 3T06 1 Ranking Brasileiro de Seguros Terceira maior Companhia 19,9% 14,9% 8,4% 7,6% 6,9% 5,4% 3,7% Bradesco Sul América Porto Seguro Unibanco Itaú Mapfre Tokio Marine Obs:

Leia mais

CENÁRIO: NOVA REPRESENTAÇÃO CONFEDERAÇÃO DE SEGUROS E RESPECTIVAS FEDERAÇÕES

CENÁRIO: NOVA REPRESENTAÇÃO CONFEDERAÇÃO DE SEGUROS E RESPECTIVAS FEDERAÇÕES CENÁRIO: NOVA REPRESENTAÇÃO CONFEDERAÇÃO DE SEGUROS E RESPECTIVAS FEDERAÇÕES = 2 DADOS Federação Nacional de Seguros Gerais - Fenseg Fundada em 07 de fevereiro de 2007 Endereço: Rua Senador Dantas, 74

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

AUTOMÓVEIS JAN A JUNHO 2015

AUTOMÓVEIS JAN A JUNHO 2015 AUTOMÓVEIS JAN A JUNHO 2015 Como sabemos a modalidade de Automóveis ainda é o carro-chefe do segmento de seguros. Desde a renúncia fiscal (IPI), aumento de crédito e taxa de juros mais coerentes, que a

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RC GERAL

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RC GERAL MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RC GERAL I BIMESTRE -2013 1 O segmento de RC Geral encerrou o I Bimestre com um volume de produção de R$ 130 milhões contra R$ 124 milhões de 2012, um crescimento nominal

Leia mais

Normas gerais em seguro privado: concorrência e regulação de sinistro (Seminário Nova Lei Geral de Seguros 2012) CADE USP

Normas gerais em seguro privado: concorrência e regulação de sinistro (Seminário Nova Lei Geral de Seguros 2012) CADE USP Normas gerais em seguro privado: concorrência e regulação de sinistro (Seminário Nova Lei Geral de Seguros 2012) A lessandro O c tav iani CADE USP Agenda 1. Análise de voto do CADE BB Mapfre (2012) 2.

Leia mais

AUTOMÓVEIS JAN A ABRIL 2015

AUTOMÓVEIS JAN A ABRIL 2015 AUTOMÓVEIS JAN A ABRIL 2015 Como sabemos a modalidade de Automóveis ainda é o carro-chefe do segmento de seguros. Desde a renúncia fiscal (IPI), aumento de crédito e taxa de juros mais coerentes, que a

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações de

Leia mais

:: SEI / CADE - 0056816 - Parecer ::

:: SEI / CADE - 0056816 - Parecer :: Página 1 de 9 Ministério da Justiça - MJ Conselho Administrativo de Defesa Econômica - CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Taurisano, 2º andar - Bairro Asa Norte, Brasília/DF, CEP 70770-504 Telefone:

Leia mais

REVIEW OF BRAZILIAN INSURANCE MARKET

REVIEW OF BRAZILIAN INSURANCE MARKET REVIEW OF BRAZILIAN INSURANCE MARKET December, 2010 Revenues and Profitability of Insurance, Reinsurance, Private Pensions and Capitalization Segments. Real and Estimated Data for 2011. Information based

Leia mais

A representação institucional do mercado segurador

A representação institucional do mercado segurador A representação institucional do mercado segurador A Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização CNseg é a entidade de representação

Leia mais

Porto Seguro S.A. Receitas Totais

Porto Seguro S.A. Receitas Totais Porto Seguro S.A. Porto Seguro S.A. Receitas Totais R$ m ilhões 2006 2005 Variação Receitas Totais 4.548,1 3.849,9 18,1% (R$ milhões) 4.548,1 3.849,9 2.384,6 2.758,5 3.232,4 2002 2003 2004 2005 2006 CAGR

Leia mais

(MLRV) TRANSPORTES INTERNACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) TRANSPORTES INTERNACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 TRANSPORTES INTERNACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Lamentavelmente a SUSEP alterou a estrutura de resultados não mais detalhando os

Leia mais

CLUB SURVEYS 2015 INDÚSTRIA FINANCEIRA SEGUROS E PREVIDÊNCIA - 19ª EDIÇÃO

CLUB SURVEYS 2015 INDÚSTRIA FINANCEIRA SEGUROS E PREVIDÊNCIA - 19ª EDIÇÃO CLUB SURVEYS 2015 INDÚSTRIA FINANCEIRA SEGUROS E PREVIDÊNCIA - 19ª EDIÇÃO CLUB SURVEYS 2015 INDÚSTRIA FINANCEIRA Informações claras, precisas e completas sobre remuneração e benefícios. O trabalho de maior

Leia mais

Indústria Seguradora do Brasil

Indústria Seguradora do Brasil Indústria Seguradora do Brasil Visão Executiva da Situação Atual e Perspectivas para 2015 2ª Edição 2010 Índice Introdução 3 Cenário Econômico de Seguros no Brasil 4 Pesquisa com Empresas 8 Recomendações

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Evolução numérica do seguro de transportes Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Maio/2007

Evolução numérica do seguro de transportes Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Maio/2007 Evolução numérica do seguro de transportes Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Maio/2007 1) Tendência e Participação O ramo de seguro de transportes é um dos mais tradicionais no mercado brasileiro.

Leia mais

Todos os direitos reservados para Icatu Seguros S/A - 2013. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, arquivada ou transmitida de nenhuma

Todos os direitos reservados para Icatu Seguros S/A - 2013. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, arquivada ou transmitida de nenhuma Todos os direitos reservados para Icatu Seguros S/A - 2013. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, arquivada ou transmitida de nenhuma forma ou por meio nenhum, sem prévia permissão e por

Leia mais

SINCOR-SP 2015 AGOSTO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 AGOSTO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS AGOSTO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 2 SUMÁRIO Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita de

Leia mais

SINCOR-SP 2015 OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

BRASIL PLURAL PREV FIC FIM

BRASIL PLURAL PREV FIC FIM BRASIL PLURAL PREV FIC FIM Agosto / 2013 Todos os direitos reservados para Icatu Seguros S/A - 2013. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, arquivada ou transmitida de nenhuma forma ou por

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS TRANSPORTES INTERNACIONAIS

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS TRANSPORTES INTERNACIONAIS MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS TRANSPORTES INTERNACIONAIS I BIMESTRE -2013 1 O segmento de Transportes Internacionais encerrou o mês de janeiro com um volume de produção de R$ 85 milhões contra R$ 84 milhões

Leia mais

Panorama e Perspectivas 2011/2012. Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização

Panorama e Perspectivas 2011/2012. Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização Panorama e Perspectivas / Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização 1. Sumário Executivo... 2 2. Seguradoras do grupo de seguros gerais... 2 2.1 Ramos do grupo de seguros gerais...

Leia mais

Uma análise do comportamento dos consumidores de seguros na Cidade do Rio de Janeiro

Uma análise do comportamento dos consumidores de seguros na Cidade do Rio de Janeiro Uma análise do comportamento dos consumidores de seguros na Cidade do Rio de Janeiro Instituto de Pesquisa Grifo Research www.griforesearch.com Francisco Galiza e-mail: galiza@gbl.com.br Consultor, Mestre

Leia mais

RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO DE 2012

RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO DE 2012 RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO DE 2012 1 ANÁLISE RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS: Essa análise está calcada nos números divulgados pela SUSEP referente ao período de jan a maio de 2012 através

Leia mais

Clube Vida em Grupo CVG

Clube Vida em Grupo CVG Clube Vida em Grupo CVG Edward Lange Agosto, 2013 Agenda 1 2 3 4 Allianz SE Allianz Brasil Estratégia Vida e Saúde 1 Allianz SE Concorrentes Globais Prêmio Emitido Líquido EUR Bi Allianz 52,3 46,9 99,2

Leia mais

Certificação Digital e Corretoras de Seguros. Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Outubro/2011

Certificação Digital e Corretoras de Seguros. Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Outubro/2011 Certificação Digital e Corretoras de Seguros Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Outubro/2011 Sumário I) Cenários Econômicos do Setor e do País II) Estudos Teóricos sobre Distribuição III) Dois

Leia mais

Potencial Econômico dos Clientes dos Corretores de Seguros Independentes do Estado de São Paulo Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.

Potencial Econômico dos Clientes dos Corretores de Seguros Independentes do Estado de São Paulo Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com. Potencial Econômico dos Clientes dos Corretores de Seguros Independentes do Estado de São Paulo Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Julho/2005 1) Introdução O objetivo deste estudo foi avaliar

Leia mais

De uma forma resumida temos os seguintes indicadores operacionais: MERCADO PREVIDÊNCIA PRIVADA TRADICIONAL RESUMOS %15/14 2014 2015 %15/14

De uma forma resumida temos os seguintes indicadores operacionais: MERCADO PREVIDÊNCIA PRIVADA TRADICIONAL RESUMOS %15/14 2014 2015 %15/14 1- INTRODUÇÃO: Os números aqui analisados foram extraídos do sistema SES da SUSEP referente aos períodos de jan a maio de e 2014. Aqui temos os principais indicadores operacionais do segmento de previdência

Leia mais

Club Surveys 2014 INDÚSTRIA FINANCEIRA

Club Surveys 2014 INDÚSTRIA FINANCEIRA Club Surveys 2014 INDÚSTRIA FINANCEIRA INDÚSTRIA BANCÁRIA - 41ª EDIÇÃO SERVIÇOS FINANCEIROS PARA CONSUMO - 20ª EDIÇÃO SEGUROS E PREVIDÊNCIA - 18ª EDIÇÃO CLUB SURVEYS 2014 INDÚSTRIA FINANCEIRA Informações

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP PAUTA DE JULGAMENTO DA 210 a SESSÃO Pauta de Julgamento de

Leia mais

PRÊMIO BANDEIRANTE 2015. XVI Edição. Onde o seu voto faz toda a diferença. O que é?

PRÊMIO BANDEIRANTE 2015. XVI Edição. Onde o seu voto faz toda a diferença. O que é? PRÊMIO BANDEIRANTE 2015 XVI Edição Onde o seu voto faz toda a diferença. O que é? Idealizado pelo Sindicato dos Corretores e das Empresas Corretoras de Seguros, de Capitalização e de Previdência Privada

Leia mais

Indústria Seguradora do Brasil. Visão Executiva da Situação Atual e Perspectivas para 2015

Indústria Seguradora do Brasil. Visão Executiva da Situação Atual e Perspectivas para 2015 Indústria Seguradora do Brasil Visão Executiva da Situação Atual e Perspectivas para 2015 2009 Sumário Introdução 4 Cenário Econômico de Seguros 6 Pesquisa com Empresas 8 Recomendações 18 Conclusões do

Leia mais

Seguros, Previdência e Capitalização

Seguros, Previdência e Capitalização Seguros, Previdência e Capitalização Análise das contas Patrimoniais e do Resultado Ajustado do Grupo Bradesco de Seguros, Previdência e Capitalização: Balanço Patrimonial Mar10 Dez09 Mar09 Ativo Circulante

Leia mais

MARGEM DE TRANSPORTES 2010 JAN A SET/2012. lcastiglione@uol.com.br - 11-992836616

MARGEM DE TRANSPORTES 2010 JAN A SET/2012. lcastiglione@uol.com.br - 11-992836616 MARGEM DE TRANSPORTES 2010 JAN A SET/2012 1 CONCEITOS E FONTES: Esse estudo tomou por base as informações divulgadas pela SUSEP através do sistema SES de 2010, 2011 e de jan a set/2012. Esses números foram

Leia mais

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Previdência

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Previdência Marco Antonio Rossi Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Previdência 1 Brasil Entre as Maiores Economias do Mundo Mercado Brasileiro de Seguros e Previdência O Mundo do Seguro e Previdência Desafios

Leia mais

Juros e Mercado de Seguros Atualização 1

Juros e Mercado de Seguros Atualização 1 Juros e Mercado de Seguros Atualização 1 Lauro Vieira de Faria Mestre em Economia (EPGE/FGV), assessor da Direção Executiva da Escola Nacional de Seguros e coordenador do site www.tudosobreseguros.org.br

Leia mais

Leilão do IRB: Considerações Econômicas

Leilão do IRB: Considerações Econômicas Leilão do IRB: Considerações Econômicas Francisco Galiza - Mestre em Economia (FGV) Março/2000 SUMÁRIO: I) Introdução II) Parâmetros Usados III) Estimativas IV) Conclusões 1 I) Introdução O objetivo deste

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP PAUTA DE JULGAMENTO DA 202 a SESSÃO Comunicamos que, na forma

Leia mais

Uma análise econômica do seguro-saúde Francisco Galiza Outubro/2005 www.ratingdeseguros.com.br

Uma análise econômica do seguro-saúde Francisco Galiza Outubro/2005 www.ratingdeseguros.com.br Uma análise econômica do seguro-saúde Francisco Galiza Outubro/2005 www.ratingdeseguros.com.br Um dos ramos mais importantes do mercado segurador brasileiro é o de saúde. Surgido sobretudo com uma opção

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP PAUTA DE JULGAMENTO DA 201 a SESSÃO Comunicamos que, na forma

Leia mais

(MLRV) SEGURO RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: As coberturas oferecidas pelo mercado podem ser básicas, especiais e adicionais.

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar

Leia mais

Release de Resultado Janeiro/08

Release de Resultado Janeiro/08 PORTO SEGURO anuncia lucro líquido de R$10,0 milhões ou R$0,13 por ação em janeiro de 2008 São Paulo, 17 de Março de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados de janeiro de 2008. As

Leia mais

(MLRV) TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Lamentavelmente a SUSEP alterou a estrutura de resultados não mais detalhando os prêmios

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP PAUTA DE JULGAMENTO DA 203 a SESSÃO Comunicamos que, na forma

Leia mais

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 POR AÇÃO ATÉ MAIO DE 2008. São Paulo, 02 de julho de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados dos 5M08. As informações

Leia mais

SEGUROS DE RESPONSABILIDADES DADOS SUSEP JAN A AGOSTO - 2012

SEGUROS DE RESPONSABILIDADES DADOS SUSEP JAN A AGOSTO - 2012 SEGUROS DE RESPONSABILIDADES DADOS SUSEP JAN A AGOSTO - 2012 1 INTRODUÇÃO: Esses números foram extraídos do sistema de informações da SUSEP SES o qual é formado através dos FIPES que as seguradoras enviam

Leia mais

Apresentação Institucional 2014

Apresentação Institucional 2014 Apresentação Institucional 2014 Visão Geral Histórico 2013 IPO BB Seguridade Participação acionária no IRB Brasil RE 2012 1981 Início da operação de seguros do BB 1987 Criação da BB Corretora 1992 Criação

Leia mais

Reunião Pública dos Analistas 4T11

Reunião Pública dos Analistas 4T11 Grjrr Reunião Pública dos Analistas 4T11 Porto Seguro Agenda Visão da Indústria de Seguros Cenário Atual Perspectivas Visão Geral da Porto Seguro Estrutura Linhas de Negócio Estratégia e Cultura Resultados

Leia mais

Mercado de Seguros de Pessoas Dados Estatísticos Outubro 2013

Mercado de Seguros de Pessoas Dados Estatísticos Outubro 2013 Mercado de Seguros de Pessoas Dados Estatísticos Outubro 2013 Rua Senador Dantas, nº 74 11º andar Cep 20.031-205 Rio de Janeiro RJ Brasil Tel: +55 21 2510-7914 Fax: +55 21 2510-7930 e-mail: fenaprevi@fenaprevi.org.br

Leia mais