Jornal do Sistema OCB/SESCOOP-GO QUALIFICAÇÃO COOPERATIVISTA SESCOOP/GO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Jornal do Sistema OCB/SESCOOP-GO QUALIFICAÇÃO COOPERATIVISTA SESCOOP/GO"

Transcrição

1 CASA NOVA Sistema OCB/SESCOOP-GO inaugura nova sede em abril 3 Jornal do Sistema OCB/SESCOOP-GO ANO V Nº 31 JANEIRO/FEVEREIRO/2011 QUALIFICAÇÃO COOPERATIVISTA SESCOOP/GO Entidade reafirma sua importância no desenvolvimento das cooperativas em Goiás: em 2010 foram pessoas beneficiadas 4 e 5 RAMO SAÚDE Câmara de Goiânia aprova fim da bitributação das cooperativas médicas 6

2 GOIAS COOPERATIVO // JANEIRO/FEVEREIRO/ OCB-GO Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado de Goiás Av. Deputado Jamel Cecílio, 3427 Jardim Goiás CEP: Goiânia-Goiás - Fone: (62) Fax: (62) CNPJ: / CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Presidente: Antonio Chavaglia (Comigo) Vice-presidente: Antonio Carlos Borges (Agrovale) Secretário: Haroldo Max de Sousa (Centroleite) Membro: Fábio Batista Veloso (Coopmego) Membro: Vanderval Lima Ferreira (Sicoob Goiás Central) Membro: Dejan Rodrigues Nonato (Unicred Brasil Central) Membro: Marcos Mariath Rangel (Sicoob Credicor) Membro: José Abel Alcanfor Ximenes (Unimed Cerrado) Membro: Karla Jorama Tavares Brandão (Uniodonto Goiânia) CONSELHO FISCAL CONSELHEIROS EFETIvOS: Membro: Welber DÁssis Macedo e Silva (Copal) Membro: Adilson Ferreira de Moraes (Comiva) Membro: Vanderval José Ribeiro (Sicoob do Vale) CONSELHEIROS SupLENTES: Membro: Ênio Freitas de Sene (Sicredi Quirinópolis) Membro: João Batista Pereira Machado (Federação das Uniodontos) Membro: Rodrigo Penna de Siqueira (Sicoob Coopercred) Superintendente: Valéria Mendes da Silva SESCOOP/GO Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de Goiás Av. Deputado Jamel Cecílio, Jardim Goiás CEP: Goiânia-Goiás - Fone: (62) Fax: (62) CNPJ: / CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Presidente: Antonio Chavaglia CONSELHEIROS EFETIvOS: Membro: Haroldo Max de Sousa (Centroleite) Membro: Sizenando da Silva Campos Jr. (Unimed Goiânia) Membro: Euclécio Dionízio Mendonça (Complem) Membro: Amarildo Moraes de Oliveira (Comigo) CONSELHEIROS SupLENTES: Membro: Antonio Carlos Borges (Agrovale) Membro: João Batista da Paixão Jr. (Cooperbelgo) Membro: Renato Nobile (Sescoop Nacional) Membro: Edmar Queiroz da Silva (Comigo) CONSELHO FISCAL CONSELHEIROS EFETIvOS: Membro: Astrogildo Gonçalves Peixoto (Coapil) Membro: Pedro Jaime de Araújo Caldas (Sicredi Planalto Central GO) Membro: João Gonçalves Vilela (Cagel) CONSELHEIROS SupLENTES: Membro: Carlos Henrique Arruda Duarte (Coacal) Membro: Rubens da Cruz Santana (Coval) Membro: Danúbio Antônio de Oliveira (Unimed Anápolis) Superintendente: Valéria Mendes da Silva REDAÇÃO E EDIÇÃO: Edson Wander (Mtb /SP) DIAGRAMAÇÃO: Flávio Comunicação FOTOGRAFIAS: Arquivo Sistema OCB/SESCOOP-GO e divulgação IMPRESSÃO: Poligráfica / Tiragem: 4 mil exemplares DISTRIBUIÇÃO: Publicação dirigida às cooperativas e entidades ligadas direta ou indiretamente ao cooperativismo no estado de Goiás. Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não correspondendo necessariamente à opinião do Sistema OCB/SESCOOP-GO. Permitida a reprodução total ou parcial dos textos, desde que citada a fonte. Este jornal está disponível em versão eletrônica no site do Sistema OCB/SESCOOPGO: Editorial Novo ano, nova preparação ANTONIO CHAvAgLIA / Presidente do Sistema OCB/SESCOOP-GO A temporada de balanços cooperativistas se avizinha. Como é de conhecimento público, os balanços de cooperativas ocorrem, como determina a legislação, até o final de março. E o que se prevê desses números é um quadro que confirma o cenário de recuperação econômica experimentado pelo país no ano passado, depois do furacão financeiro vivido pelo mundo a partir da quebra de bancos em Wall Street. Nossa esperança é para que essa retomada seja consolidada neste ano, com a geração de mais emprego e renda no campo e na cidade. Geração de mais emprego e renda invariavelmente empurra as sociedades cooperativas um pouco mais para frente, especialmente aquelas que se preparam para os novos tempos. E quando falamos em preparação no cooperativismo, lembramos de imediato de qualificação e, então, nos vem à mente a figura do Sescoop, essa entidade que cresce cada vez mais em importância na vida das cooperativas brasileiras. De nossa parte, em Goiás, o SESCOOP/GO, motivo principal dessas nossas primeiras páginas do ano, vem cumprindo fielmente seu papel de ser a âncora do crescimento sustentado das cooperativas goianas. Com um misto de sensibilidade e competência, regados a muito trabalho, a entidade voltou a experimentar um crescimento promissor em todos os seus índices. Fez isso aproveitando a melhora na renda das cooperativas, mas também por saber incutir nos dirigentes e gestores a importância de capacitar, treinar, reciclar, subsidiar, enfim, o crescimento pessoal e coletivo de todos que tocam o dia a dia dos empreendimentos cooperativos. Ou seja, o SESCOOP/GO não voltou a crescer porque teve mais recursos, voltou a crescer porque tem aprendido a usar bem os seus recursos, orientando as cooperativas a usar melhor aquilo que é delas, foi feito e existe em função delas. Nesse sentido, outra esperança nossa neste ano que se inicia é que esse movimento conscientizador da importância de se preparar para o melhor continue em todos os n íveis da organização cooperativista em nosso estado. Outros assuntos relevantes desta edição nos são igualmente prazerosos de anunciar. Como a tão sonhada ampliação de nossa sede (ver na página ao lado). A vitória política das cooperativas do ramo Saúde na capital também é alvissareira. Uma conquista que muita luta e dedicação envolveu a todo corpo representativo do setor no estado e que deve servir de exemplo para os outros ramos. Oxalá que essa sensibilidade da prefeitura de Goiânia de reconhecer a bitributação do trabalho médico cooperado se espalhe por todos os outros municípios de Goiás onde o cooperativismo se faz presente. Em suma, o ano começa bem, mas é importante que nos preparemos para o que der e vier. Boa leitura e saudações cooperativistas O SESCOOP/GO, motivo principal dessas nossas primeiras páginas do ano, vem cumprindo fielmente seu papel de ser a âncora do crescimento sustentado das cooperativas goianas.

3 GOIAS COOPERATIVO // JANEIRO/FEVEREIRO/ Nova sede do Sistema OCB/SESCOOP-GO Mais e melhor espaço para o cooperativismo de Goiás CASA NOVA Obra vai melhorar serviços prestados às cooperativas, ressalta o presidente Antonio Chavaglia Prédio com mais 2322 m2 de área construída terá salas com divisórias articuláveis para se transformar em auditório para 300 pessoas O cooperativismo goiano ganhará, a partir de maio, uma moderna e espaçosa sede. Com mais de metros quadrados de área construída, será inaugurada a ampliação da sede do Sistema OCB/SESCOOP-GO, em área anexa à atual sede, no Jardim Goiás, em Goiânia. A obra foi erguida em 12 meses e será entregue no dia 29 de abril. Além das salas que abrigarão os departamentos administrativos do Sistema OCB/SESCOOP-GO, a sede terá espaços próprios destinados a atividades de diferentes portes das cooperativas. Três salas de treinamento, com capacidade para 90 pessoas cada e dotadas de sistemas audiovisuais, terão divisórias acústicas articuladas para conversão desses ambientes em auditório ou salão de eventos para até 300 pessoas. O estacionamento do prédio terá vaga para 45 veículos. A obra foi feita pela Mather Construtora, vencedora da licitação. Segundo o presidente do Sistema OCB/SESCOOP-GO, Antonio Chavaglia, a nova sede chega para suprir uma carência da casa em sediar atividades próprias e das cooperativas, principalmente eventos de maior porte. Nosso objetivo com este novo prédio é oferecer às cooperativas um espaço que atenda às necessidades de treinamento e capacitação de pessoal, um espaço que proporcione a elas a realização de seus eventos com todo o conforto e praticidade. E vamos aproveitar as novas dependências para melhorar os serviços que prestamos a elas no dia a dia, comentou Chavaglia.

4 Mais Qualificação SESCOOP/GO beneficiou mais de 37 mil pessoas em 2010 O presidente do Sistema OCB/SESCOOP-GO, Antonio Chavaglia (ao microfone), fala durante o III Fórum de Presidentes e Diretores Cooperativistas, um dos grandes eventos de formação realizado pela entidade em 2010 Número de cooperativas atendidas e ações de promoção social também cresceram OServiço Nacional de Aprendizagem do Cooperativsmo no Estado de Goiás (SESCOOP/GO) voltou a melhorar seus índices de desempenho e aumentou em 12% o número de pessoas beneficiadas com seu plano de atividades em Segundo relatório enviado à unidade nacional, a entidade fechou o exercício do ano passado com cooperativistas atendidos em diversos cursos de capacitação e atividades de promoção social (em 2009 foram 33,4 mil beneficiadas). O número de cooperativas atendidas cresceu ainda mais: foram 151, alta de 49% em relação ao ano anterior (quando foram registradas 102 cooperativas atendidas). A par com o crescimento do número de cooperativas e pessoas atendidas, o SESCOOP/GO fez crescer também o número de atividades realizadas, registrando no ano passado 363 atividades, alta de 9% sobre Se tomarmos um comparativo dos últimos cinco anos, esse crescimento vai a 22% (saiu de 297 para 363). O valor total investido em 2010 foi de R$ 2,5 milhões. Segundo a superintendente do Sistema OCB/SESCOOP-GO, Valéria Mendes da Silva, a volta do crescimento dos indicadores da entidade em 2010, depois de uma retração em 2009, reflete a retomada da própria economia brasileira pós-crise financeira internacional, o que Número de atividades realizadas Número de pessoas beneficiadas Número de cooperativas atendidas Horas de atividades realizadas EM ASCENSÃO Evolução dos números do SESCOOP/GO impulsionou também o setor cooperativista. A OCB-GO experimentou um aumento do número de novas cooperativas registradas em seus quadros, especialmente as dos setores de serviços urbanos. E no geral, os balanços das cooperativas foram melhores do que os de 2009, ainda que a retomada não tenha sido regular em todos os ramos. Isso fez com que o SESCOOP/GO pudesse melhorar seu planejamento ampliando o número de atividades, comentou Valéria

5 GOIAS COOPERATIVO // JANEIRO/FEVEREIRO/2011 4/5 Cooperativas aumentam participação A superintendente Valéria Mendes ressaltou também que a maior participação de cooperativas, cooperados e seus familiares e funcionários das cooperativas nas atividades do SESCOOP/GO deve-se principalmente a uma decisão das direções das cooperativas. Temos procurado aprimorar nosso trabalho com a adoção de novas e melhores ferramentas de gestão dos cursos e treinamentos, como fizemos com adoção do GDH, que é uma ferramenta digital, em linguagem web, que tem facilitado a inscrição e o acompanhamento dos projetos das cooperativas junto ao SESCOOP/GO. Mas acho que nada disso surtiria efeito sem a conscientização dos diretores cooperativistas sobre a importância de aproveitar os recursos disponíveis para qualificar suas equipes e seus quadros de cooperados. E é isso o que temos observado em Goiás. Cada vez mais os dirigentes sabem que não haverá desenvolvimento sustentado no setor se não tivermos gente capaz de tocar com competência o dia a dia das cooperativas, afirma Valéria. Segundo ela, a mensuração dos resultados foi novamente feita a partir de questionários específicos aplicados aos participantes e cooperativas atendidas. Nas mais de três centenas de atividades realizadas, entraram cursos e encontros diversos para os mais diferentes ramos da atividade cooperativista. Outro dado relevante para a compreensão do aumento dos índices do SESCOOP/GO em 2010 foi que o ano marcou novamente uma agenda cheia de grandes eventos do Sistema OCB/SESCOOP-GO. São eventos que atraem os maiores públicos e abarcam também participantes e instituições não necessariamente vinculadas à Casa do Cooperativismo em Goiás. Dentre esse eventos destacaram-se o 3º Fórum Goiano de Presidentes e Diretores Cooperativistas, o 5º Seminário Estadual de Cooperativismo, o 8º Jogos Intercooperativos (Intercoop) e o 5º Encontro Estadual de Mulheres Cooperativistas. Realizar eventos de capacitação e promoção social que vão além do nosso público direto e abarcam também aquelas pessoas que estão no entorno geográficos de nossas cooperativas faz parte de nosso princípio doutrinário, que é o interesse pela comunidade, finalizou Valéria. COOPERJOVEM Programa atende a mais de oito mil pessoas Programa que leva ensinamentos de cidadania e cooperativismo às salas de aula de escolas públicas com apoio das cooperativas, o Cooperjovem já atende a quase oito mil alunos em Goiás. Segundo último relatório do SESCOOP/GO, que coordena o programa no estado, o Cooperjovem está implantado em oito municípios de Goiás com apoio de sete cooperativas e beneficia pessoas, entre alunos e professores em 32 escolas da rede oficial de ensino. O Cooperjovem consiste em aplicar o conteúdo cooperativista de forma interdisciplinar na grade curricular. Coordenado em todo o país pela unidade nacional do Sescoop, o programa provê material didático específico de apoio ao trabalho do professor em sala de aula, para o qual ele conta com a participação direta das cooperativas (no chamado apadrinhamento da scola pela cooperativa). O programa insere-se no espaço da chamada parte diversificada de ensino, criada com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB Lei 9.394/1996). Essa parte diversificada foi concebida para que as escolas pudessem contemplar, em seu currículo escolar, PROJETO SORRISO 6,3 mil beneficiados O Projeto Sorriso, campanha sócioeducacional promovida pela Cooperativa de Trabalho dos Cirurgiões Dentistas de Goiânia (Uniodonto Goiânia) com o apoio do SESCOOP/GO, fechou o ano passado com pessoas beneficiadas (entre crianças e adultos). O número é quase o dobro das beneficiadas em O balanço de 2010 do projeto, repassado ao SESCOOP/GO, contabiliza 30 ações realizadas que levam orientação para saúde bucal a crianças, jovens e adultos em diversos bairros da região metropolitana de Goiânia. Além da doação de kits de escovação (com escova, FUTUROS COOPERATIVISTAS Alunos participantes do Cooperjovem durante desfile cívico em Piracanjuba conteúdos que refletissem a realidade local onde estão inseridas, sem prejuízo da base nacional comum. No Cooperjovem, o professor tem uma importância fundamental, já que é ele quem trabalha o conteúdo em sala de aula e envolver os alunos na cultura da cooperação. O Sescoop reconhece esse esforço e já criou inclusive uma premiação voltada para o professor e outra para o aluno que participam do programa. Os números do Cooperjovem no Brasil, segundo dados de 2010 do Sescoop, são: 15 estados, 153 municípios, 65 cooperativas, 408 escolas, alunos e professores. SORRISO SAUDÁVEL No Projeto Sorriso, as crianças aprendem de forma lúdica a cuidar da higiene bucal creme e fio dental), as atividades contemplam palestras e lições de higiene de forma lúdica com teatro de fantoches e sessões de escovação orientada.

6 Cooperativismo de Saúde Aprovado fim da bitributação Projeto do Executivo de Goiânia aprovado pelos vereadores altera Código Tributário para corrigir distorção na cobrança do ISS das cooperativas médicas O s médicos cooperados de Goiânia comemoram uma conquista histórica para o ramo de Saúde. No dia 17 de janeiro, os vereadores da capital aprovaram o projeto de Lei Complementar 211/2011, de autoria do Executivo, que decreta o fim da duplicidade do pagamento de imposto das cooperativas médicas da cidade. A lei altera o Código Tributário do município para permitir que possa haver uma dedução na base de cálculo do Imposto Sobre Serviço (ISS) pago pelas cooperativas aos seus médicos cooperados e prestadores de serviços (clínicas e hospitais). A alíquota do imposto não foi alterada, seguindo em 5%. A reivindicação era um anseio antigo do cooperativismo médico em todo o país (várias cidades promulgaram leis semelhantes) e em Goiânia contou com apoio da OCB-GO, cujo presidente EM PLENÁRIO Vereadores da capital na abertura da sessão que aprovou adequação da cobrança tributária dos médicos cooperados Antonio Chavaglia participou de audiências em 2008 com o então exprefeito Iris Rezende (PMDB) para tratar do assunto. Rezende renunciou ao posto no ano passado para disputar as eleições para Governo do Estado (vencida por seu oponente Marconi Perillo PSDB), deixando em seu lugar o vice Paulo Garcia (PT), que é medico cooperado e ex-presidente da Unimed Goiânia Agora o imposto será pago, diz presidente da Unimed Goiânia Segundo o presidente da Unimed Goiânia, Sizenando da Silva Campos Jr., a lei atende às cooperativas médicas, mas também aos próprios cofres públicos, já que havia uma disputa judicial em torno da questão que vinha levando as cooperativas a depositar em juízo os valores devidos. Confira a entrevista que Campos Jr. concedeu ao Goiás Cooperativo sobre o assunto: De que forma essa redução tributária pode contribuir para o fortalecimento do trabalho médico cooperado na capital? Finalmente, foi reconhecido que havia uma bitributação e agora, o imposto será pago, o que antes não acontecia por causa dos processos judiciais. E serão adequadamente tributados, respeitando-se a cadeia produtiva da saúde suplementar: cooperados, hospitais, clínicas em geral e laboratórios. Assim, ganham todos, o poder público e as cooperativas. Ao pôr um fim nas demandas judiciais, a lei contribui sobremaneira para o desenvolvimento e o fortalecimento do exercício da medicina, do trabalho do médico cooperado e do próprio cooperativismo com economia de gastos com advogados e de exigências técnico-financeiras por parte da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), além de estimular outras Casas Legislativas e prefeituras a seguirem o mesmo caminho. Os efeitos da nova lei valem só para cooperados ou incluem os prestadores de serviço e parceiros da Unimed Goiânia? O grande efeito da lei é quanto à tributação do ISS das sociedades cooperativas, que passa a permitir a dedução na base de cálculo dos custos assistenciais, ou seja, dos valores pagos aos cooperados e prestadores no cumprimento da assistência aos beneficiários de planos de saúde. A alíquota permaneceu a mesma: 5%. A Unimed Goiânia acompanhará a regulamentação da lei? Há uma previsão de quando ela começa efetivamente a valer? A Lei Complementar 211 de 24/01/11 já foi publicada no Diário Oficial do Município, em 26 de janeiro de 2011, com vigência a partir da publicação. Não há necessidade de regulamentação.

7 GOIAS COOPERATIVO // JANEIRO/FEVEREIRO/ Investimento cooperativista Cooperativas ampliam armazenagem à produção cooperada Maioria do novos armazéns para grãos estarão à disposição dos produtores cooperados já na safra atual C om a armazenagem de grãos no limite da produção em Goiás, conforme avaliação de produtores e analistas de mercado, as cooperativas no estado têm se esforçado para erguer ou ampliar suas capacidades estáticas nos últimos anos. Os investimentos miram a produção cooperada principalmente de milho e soja em diversas regiões do estado. A Cooperativa Mista Agropecuária do Vale do Araguaia (Comiva) inaugura nos próximos dias, já para a safra deste ano (2010/2011), um armazém com capacidade para 15 mil toneladas em Portelândia, cidade a 35 km de sua sede, em Mineiros. Segundo Fernando Oliveira, gerente de novos negócios da cooperativa e coordenador da obra, o armazém atenderá inicialmente à produção cooperada na região dos municípios de Portelândia, Mineiros e Santa Rita do Araguaia, mas uma segunda etapa do empreendimento já está programada. Nessa segunda etapa vamos elevar essa capacidade para 60 mil toneladas, tudo voltado primordiamente para nossos cooperados, informa o executivo da cooperativa que conta com 1170 produtores cooperados. RIO VERDE E CATALÃO A Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano (Comigo), a maior do ramo agropecuário do Centro-Oeste e uma das maiores do país, já investiu R$ 29 milhões desde o início do ano passado em três novos armazéns. O último deles, conta Aguilar Ferreira Mota, vice-presidente de Operações da Comigo, está localizado em SILAGEM Obras do novo armazém da Comiva, em Portelândia: espaço para 15 mil toneladas Montividiu e está praticamente pronto para receber a produção da safra atual. O novo graneleiro foi projetado para guardar 90 mil toneladas de grãos e está equipado para recepcionar 200 toneladas/hora, tudo funcionando de maneira automatizada. As duas outras unidades armazenadoras da Comigo foram inauguradas em 2010 nas cidades de Caiapônia (com capacidade para 450 mil sacas) e Rio Verde (1,5 milhão de sacas). Em Catalão, a Coacal (Cooperativa Agropecuária de Catalão) incluiu um projeto de armazém para recebimento de milho na construção de sua nova sede no Distrito Mínero-industrial da cidade (Dimic). O principal negócio da Coacal é leite, mas a cooperativa quer atender à crescente produção de milho para consumo próprio de seus 584 produtores cooperados, diz o presidente Carlos Henrique Arruda Duarte. O armazém de 12 mil toneladas inclui-se no projeto da nova sede, que prevê a ampliação do laticínio e novas unidades para a fábrica de ração, misturador de sal e sede administrativa da cooperativa. O projeto total está orçado em R$ 8,5 milhões e as obras estão previstas para começar nos próximos dias. O presidente Duarte prevê que o projeto total da transferência da sede esteja concluído em dois anos, mas parte dele já estará operando dentro de seis meses.

8 GOIAS COOPERATIVO // JANEIRO/FEVEREIRO/ GIRO COOPERATIVO Comigo amplia instalações para nova edição da Tecnoshow A Tecnoshow Comigo, grande feira de transferência de tecnologia rural do Centro- Oeste promovida em Rio Verde pela Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano (Comigo), chega aos 10 anos. Para continuar ampliando os bons números da feira, a cooperativa está investindo em melhorias no Centro Tecnológico Comigo (CTC), sede do evento cuja nova edição está marcada para 12 a 16 de abril. A expectativa da diretoria da Comigo é bater novos recordes de público e negócios. Em 2010, a Tecnoshow Comigo recebeu 350 expositores, 61 mil visitantes e movimentou R$ 210 milhões em negócios. A feira chega aos 10 anos bem consolidada e mantendo um bom ritmo de crescimento. O que estamos fazendo é melhorar a infraestrutura para fazer com que as pessoas tenham conforto e praticidade para usufruir de tudo o q ue ela proporciona, principalmente para o nosso produtor, comentou o presidente da Comigo, Antonio Chavaglia (presidente também do Sistema OCB/SESCOOP-GO). Dentre as melhorias que estão sendo implementadas destacamse a construção do Restaurante 2 (com 1.100m²), a loja agropecuária da Comigo, cuja área é de 600m² também está ganhando piso e cobertura definitivos, e construção de mais um conjunto de sanitários feminino e masculino, estruturado para atender a portadores de necessidades especiais. No dia 8 de fevereiro, o presidente da Comigo, Antonio Chavaglia, esteve em Brasília para convidar o ministro da Agricultura Wagner Rossi, para participar da solenidade de abertura da feira. Sicoob Goiás Coapil realizou campanha pelo crédito consignado Em 2010, os aposentados e pensionistas do INSS tomaram R$ 26,8 bilhões em empréstimos consignados, modalidade de crédito pessoal com desconto em folha. Foram 10,1 milhões de contratos, número 18% maior do que o registrado em 2009, segundo informou o Ministério da Previdência. O aumento desse tipo de crédito vem aguçando o interesse das instituições financeiras e a Cooperativa de Crédito Rural de Piracanjuba (Sicoob Goiás Coapil) também enxerga no segmento uma boa oportunidade. A cooperativa, que está prestes a obter autorização do OCB lança blog para divulgar ações no Congresso Banco Central para operar com livre admissão, realizou no final janeiro uma campanha exclusiva voltada para aposentados e pensionistas do INSS. Com material voltado para esse público, a campanha começou com entrevistas do presidente do Sicoob Goiás Coapil (Astrogildo Gonçalves Peixoto) a rádios de Piracanjuba e visita a espaços cativos dos aposentados da cidade. Promotores da cooperativa estiveram na feira de produtores rurais e no Centro de Convivência da Melhor Idade, espaço mantido pela prefeitura. Na divulgação, além dos informativos, os aposentados ganharam uma camiseta e uma sacola ecológica, materiais que a cooperativa adquiriu da Oficina Pró-Egresso, projeto social de reeducandos de presos da Unidade Prisional de Piracanjuba. A Assessoria Parlamentar da OCB (Aspar/OCB) desenvolveu um instrumento de interação com seu público: o blog OCB no Congresso. O blog busca facilitar o acesso às publicações produzidas pela assessoria a respeito do andamento dos trabalhos legislativos. Algumas publicações, como a "Agenda Legislativa do Cooperativismo" e o estudo "Eleições 2010" estarão disponíveis para download. Outros serão publicados de maneira periódica. Publicações como a "Agenda Semanal de Deliberações", o "Relatório Mensa l" e os "Discursos Parlamentares", também enviados por , estarão sempre atualizados. Outra inovação será a publicação diária do "Quadro de Medidas Provisórias", permitindo que os interessados tenham acesso a todas as informações em um só lugar. Para facilitar a compreensão sobre a tramitação das proposições, a Aspar divulgará também a série "Entendendo o Processo Legislativo", que deve aprofundar as explicações já trazidas pela publicação "Noções Básicas sobre Processo Legislativo". A ferramenta será utilizada ainda para a divulgação de notícias em tempo real e análises semanais a respeito de temas em destaque na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. O endereço do blog é: cooperativo.coop.br

Mais SESCOOP/GO RAMO SAÚDE NA LUTA POR REVISÃO DO ROL DA ANS. 7 COOPERMODEL CRESCE A PARTIR DE RIO VERDE. 3 4/5

Mais SESCOOP/GO RAMO SAÚDE NA LUTA POR REVISÃO DO ROL DA ANS. 7 COOPERMODEL CRESCE A PARTIR DE RIO VERDE. 3 4/5 2008 será um ano movimentado na agenda do cooperativismo goiano. Confira PÁGINA 8 Ano 3, nº 13, Janeiro/Fevereiro/2008 Jornal do Sistema OCB/SESCOOP GO Mais SESCOOP/GO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM

Leia mais

COOPERATIVISMO DE BASE TECNOLÓGICA E INTEGRADA

COOPERATIVISMO DE BASE TECNOLÓGICA E INTEGRADA SESCOOP/GO Uma década capacitando o cooperativismo de Goiás PÁGINA 3 Ano 4, nº 21, MAIO/JUNHO - 2009 Jornal do Sistema OCB/SESCOOP-GO A Casa do Cooperativismo COOPERATIVISMO DE BASE TECNOLÓGICA E INTEGRADA

Leia mais

Sistema AG subsidia prestação de contas das cooperativas 7. Investimento das cooperativas foi de R$ 49 milhões 6 GESTÃO COOPERATIVISTA

Sistema AG subsidia prestação de contas das cooperativas 7. Investimento das cooperativas foi de R$ 49 milhões 6 GESTÃO COOPERATIVISTA GESTÃO COOPERATIVISTA Sistema AG subsidia prestação de contas das cooperativas 7 www.ocbgo.org.br Jornal do Sistema OCB/SESCOOP-GO ANO V Nº 32 MARÇO/ABRIL 2011 DIRIGENTES APROVAM CONTAS E ELEGEM NOVO CONSELHO

Leia mais

APROVADO PLANO DE TRABALHO DO COOPERATIVISMO GOIANO PARA 2011

APROVADO PLANO DE TRABALHO DO COOPERATIVISMO GOIANO PARA 2011 Jornal do Sistema OCB/SESCOOP-GO INTERCOOPERAÇÃO 5º Encontro Goiano de Mulheres Cooperativistas incentivou a troca de experiências ANO IV Nº 30 NOVEMBRO/DEZEMBRO/2010 www.ocbgo.org.br PÁGINAS 6 e 7 APROVADO

Leia mais

Professor Fernando Rosa, de Piracanjuba, entre os vencedores 3 PRÊMIO COOPERJOVEM ANO V Nº 36 NOVEMBRO/DEZEMBRO 2011

Professor Fernando Rosa, de Piracanjuba, entre os vencedores 3 PRÊMIO COOPERJOVEM ANO V Nº 36 NOVEMBRO/DEZEMBRO 2011 PRÊMIO COOPERJOVEM Professor Fernando Rosa, de Piracanjuba, entre os vencedores 3 Jornal do Sistema OCB/SESCOOP-GO www.ocbgo.org.br ANO V Nº 36 NOVEMBRO/DEZEMBRO 2011 APROVADO PLANO DE TRABALHO DO COOPERATIVISMO

Leia mais

OCB-GO discutiu com Seagro investimentos do projeto Goiás-China 3. Jornal do Sistema OCB/SESCOOP-GO

OCB-GO discutiu com Seagro investimentos do projeto Goiás-China 3. Jornal do Sistema OCB/SESCOOP-GO ESTRATÉGIA OCB-GO discutiu com Seagro investimentos do projeto Goiás-China 3 www.ocbgo.org.br Jornal do Sistema OCB/SESCOOP-GO ANO V Nº 33 MAIO/JUNHO 2011 INA UG UR AÇÃO E P OSSE CASA NOVA, NOVA DIRETORIA

Leia mais

Presidente: Haroldo Max de Sousa

Presidente: Haroldo Max de Sousa CENTROLEITE: Fone comercial: (62) 3281-4999 Email: presidente@centroleite.com.br OCB-GO: Fone comercial: (62) 3240-2610 Email: presidente@ocbgo.org.br Presidente: Haroldo Max de Sousa FAZENDA TAMBO Município:

Leia mais

CENSO DO COOPERATIVISMO GOIANO. SESCOOP/GO reuniu secretárias de cooperativas em 1º Encontro

CENSO DO COOPERATIVISMO GOIANO. SESCOOP/GO reuniu secretárias de cooperativas em 1º Encontro SESCOOP/GO reuniu secretárias de em 1º Encontro www.ocbgo.org.br CAPACITAÇÃO 8 2012 Ano Internacional das Cooperativas Jornal do Sistema ANO VI Nº 40 JULHO/AGOSTO 2012 CENSO DO COOPERATIVISMO GOIANO Mais

Leia mais

goiás cooperativo Dirigentes aprovam contas e plano de trabalho 2013 PRESTAÇÃO DE CONTAS DE 2012

goiás cooperativo Dirigentes aprovam contas e plano de trabalho 2013 PRESTAÇÃO DE CONTAS DE 2012 Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de Goiás capacite-se SESCOOP/GO lança agenda anual de treinamento e desenvolvimento. 3 goiás Ano VII 44 Março-Abril de 2013 TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Escola de Gestão Pública de Palmas em novas instalações

Escola de Gestão Pública de Palmas em novas instalações Nº 08/2012 Av. Teotônio Segurado, Quadra 401 Sul, ACSU-SO 40, conjunto 1, Lote 17, 1º andar (prédio do antigo Sine) Escola de Gestão Pública de Palmas em novas instalações Diante da crescente procura por

Leia mais

DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA

DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA Lei 5764/71 de 16/12/1971 COOPERATIVA DE 3º GRAU CONFEDERAÇÃO COOPERATIVA DE 2º GRAU FEDERAÇÃO OU CENTRAL COOPERATIVA DE 1º GRAU

Leia mais

SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO

SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO A OCB/TO é formada por cooperativas singulares, federações e centrais de todos os ramos. Pela Lei 5.764/71, ainda em vigor, todas

Leia mais

Mão de obra rural. Procura-se peão capacitado

Mão de obra rural. Procura-se peão capacitado Mão de obra rural Procura-se peão capacitado Escassez de trabalhador rural capacitado já prejudica a produtividade. Maioria foi para a construção Lídia Borges 12 de fevereiro de 2012 (domingo) Falar em

Leia mais

Nova sede Documento de doação do terreno entra para a fase final

Nova sede Documento de doação do terreno entra para a fase final www.aciaanapolis.com.br Nova sede Documento de doação do terreno entra para a fase final De 1º a 07 de Fevereiro de 2014 - Ano 09 - Nº 224 - Diretoria 2013/2015 Diretoria da Associação Comercial e Industrial

Leia mais

2010 BALANÇO SOCIOAMBIENTAL SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS BRASILEIRAS NO ESTADO DE GOIÁS

2010 BALANÇO SOCIOAMBIENTAL SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS BRASILEIRAS NO ESTADO DE GOIÁS SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS BRASILEIRAS NO ESTADO DE GOIÁS SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM DO COOPERATIVISMO NO ESTADO DE GOIÁS 2010 BALANÇO SOCIOAMBIENTAL "Sustentabilidade é o ponto de

Leia mais

Gerência de Comunicacão

Gerência de Comunicacão Gerência de Comunicacão Quem somos? Representação política e institucional Representação sindical Educação cooperativista, promoção social e monitoramento Gecom Marketing Publicidade e propaganda Assessoria

Leia mais

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO 1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO Organização Estadual: Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais - Ocemg Data de realização do seminário: 17 de

Leia mais

DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL

DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL SE É DESENVOLVIMENTO É PRIORIDADE DO SEBRAE LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA REGULAMENTAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA LG REGULAMENTADA LG REGULAMENTADA

Leia mais

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA 2 Caixa, patrimônio dos brasileiros. Caixa 100% pública! O processo de abertura do capital da Caixa Econômica Federal não interessa aos trabalhadores e à população

Leia mais

PROJETO GOIÁS ASSOCIAÇÃO DOS JOVENS EMPREENDEDORES E EMPRESÁRIOS DE GOIÁS

PROJETO GOIÁS ASSOCIAÇÃO DOS JOVENS EMPREENDEDORES E EMPRESÁRIOS DE GOIÁS PROJETO GOIÁS PROJETO AGROJOVEM AJE-GOIÁS CONTEXTO Uma das principais preocupações da agricultura na atualidade é a sucessão nas propriedades rurais, não somente aqui no Brasil, mas como em grandes países

Leia mais

FLAMBOYANT SHOPPING CENTER

FLAMBOYANT SHOPPING CENTER FLAMBOYANT SHOPPING CENTER Nome do Projeto: Stand Flamboyant Social Período e Local de Implementação: Implementado a parir de 28 de Outubro de 2003. O stand está localizado em um dos principais pontos

Leia mais

Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste

Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste O que é FCO? O Fundo de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) é um fundo de crédito criado pela Constituição Federal de 1988 com o objetivo de promover

Leia mais

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA)

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA) Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA) Relatório com as principais notícias divulgadas pela mídia

Leia mais

Caio Henrique Salgado

Caio Henrique Salgado Giro 30/11/2015 06:00 Caio Henrique Salgado Início da gestão por OSs nas escolas pode ficar para segundo semestre Integrantes do governo estadual avaliam que o início da gestão por Organizações Sociais

Leia mais

Maio 2015 CURSOS, PALESTRAS E EVENTOS PARTICIPANTES ATENDIMENTOS POR RAMOS COOPERATIVAS ATENDIDAS

Maio 2015 CURSOS, PALESTRAS E EVENTOS PARTICIPANTES ATENDIMENTOS POR RAMOS COOPERATIVAS ATENDIDAS Maio 2015 CURSOS, PALESTRAS E EVENTOS 23 PARTICIPANTES 450 ATENDIMENTOS POR RAMOS 10 5 1 35 1 1 14 3 1 9 6 COOPERATIVAS ATENDIDAS 81 Curso Excelência no Atendimento ao Cliente 30 de MAIO O setor de Formação

Leia mais

Nossa história. economia local. de expor as potencialidades da. sua origem deveu-se a necessidade

Nossa história. economia local. de expor as potencialidades da. sua origem deveu-se a necessidade PROJETO DE MÍDIA Nossa história sua origem deveu-se a necessidade de expor as potencialidades da economia local Tendo em vista o desenvolvimento do agronegócio nacional, e no intuito de atrair mais investidores

Leia mais

17/11/2015 Governo lança programa Goiás Mais Competitivo

17/11/2015 Governo lança programa Goiás Mais Competitivo Giro 17/11/2015 06:00 Jarbas Rodrigues Jr. Desafios para Goiás estar entre os cinco Estados mais competitivos O governador Marconi Perillo (PSDB) lançou o programa Goiás Mais Competitivo com a meta de

Leia mais

Reunião da Diretoria da OCB/RJ. 30 de SETEMBRO. Sistema OCB/Sescoop-RJ participa do lançamento da Rede Transporte. 26 de SETEMBRO

Reunião da Diretoria da OCB/RJ. 30 de SETEMBRO. Sistema OCB/Sescoop-RJ participa do lançamento da Rede Transporte. 26 de SETEMBRO Reunião da Diretoria da OCB/RJ 30 de SETEMBRO Os diretores da OCB/RJ se reuniram para debater assuntos de interesse da Instituição. Compareceram o presidente Marcos Diaz; o vice, Jorge Meneses; e os diretores

Leia mais

DIRETRIZES APROVADAS PELA SESSÃO PLENÁRIA DO CONGRESSO

DIRETRIZES APROVADAS PELA SESSÃO PLENÁRIA DO CONGRESSO DIRETRIZES APROVADAS PELA SESSÃO PLENÁRIA DO CONGRESSO Brasília, 11 de setembro de 2010 TEMA 1 DIRETRIZES E HORIZONTES DA RELAÇÃO POLÍTICA E INSTITUCIONAL DO SISTEMA COOPERATIVISTA 1.1 - FORTALECER A REPRESENTAÇÃO

Leia mais

Quinta-feira, 24.03.11

Quinta-feira, 24.03.11 Quinta-feira, 24.03.11 Pensamento do dia Não pondero, sonho. Não me sinto inspirado, deliro. Fernando Pessoa A frase é: Espero que não haja obstáculos à realização das provas, daqui HÁ ou A uma semana?

Leia mais

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 03 de outubro de 2011 ESTADO DE MINAS

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 03 de outubro de 2011 ESTADO DE MINAS ESTADO DE MINAS 1 2 ESTADO DE MINAS 3 ESTADO DE MINAS http://www.em.com.br PSD de Kassab mira 'órfãos' do PMDB quercista O PSD obteve registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na terça-feira e corre

Leia mais

Registro OAB-RS nº 1.578

Registro OAB-RS nº 1.578 Responsabilidade de Norte Rebelo Advogados Associados S/S Registro OAB-RS nº 1.578 Elaborado por Nikolai Sosa Rebelo [OAB/RS 76.330] Supervisionado e revisado por Darci Norte Rebelo [OAB/RS 2.437] e Darci

Leia mais

12 MESES DE MUITO TRABALHO E REALIZAÇÕES

12 MESES DE MUITO TRABALHO E REALIZAÇÕES PALAVRA DO PRESIDENTE 12 MESES DE MUITO TRABALHO E REALIZAÇÕES RETROSPECTIVA Apesar de ter sido um ano adverso para a economia brasileira, foi estimulante para o nosso trabalho. Mais uma vez, o cooperativismo

Leia mais

FAZENDO RÁDIO NA ESCOLA: A IMPLANTAÇÃO DA RÁDIO BEATRIZ

FAZENDO RÁDIO NA ESCOLA: A IMPLANTAÇÃO DA RÁDIO BEATRIZ FAZENDO RÁDIO NA ESCOLA: A IMPLANTAÇÃO DA RÁDIO BEATRIZ Giselle Gomes Tiscoski, Marcos Franzoni Acadêmicos do Curso de Jornalismo da UFSC Maria José Baldessar, Ms. Professora do Departamento de Jornalismo

Leia mais

Facebook/Cearpa Sorriso

Facebook/Cearpa Sorriso Facebook/Cearpa Sorriso Facebook/Weider Santana @joelmaqueirozz Facebook/Cila Vilela Facebook/Gorette Rocha @inpev ENGAJAMENTO 29 ENGAJAMENTO G4-26 e DMA @eliandersonzte O inpev articula os elos da cadeia

Leia mais

Segunda-feira, 20.06.11

Segunda-feira, 20.06.11 Segunda-feira, 20.06.11 Veja os destaques de hoje e do fim de semana: 1. Valéria Perillo inaugura Centro de Apoio ao Romeiro de Trindade 2. Valéria Perillo participa do lançamento das obras do Largo do

Leia mais

I CIPPEB - CONGRESSO INTERNACIONAL DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA RELATO DE EXPERIÊNCIA

I CIPPEB - CONGRESSO INTERNACIONAL DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA RELATO DE EXPERIÊNCIA RELATO DE EXPERIÊNCIA SEMANA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UMA PRÁTICA PEDAGÓGICA Mestranda Rita Aparecida Nunes de Souza da Luz PROGEPE UNINOVE Resumo O objetivo desse trabalho é relatar a experiência

Leia mais

TERMO DE ADITAMENTO AO REGULAMENTO DO 1º PRÊMIO COMIGO DE JORNALISMO REGULAMENTO GERAL

TERMO DE ADITAMENTO AO REGULAMENTO DO 1º PRÊMIO COMIGO DE JORNALISMO REGULAMENTO GERAL TERMO DE ADITAMENTO AO REGULAMENTO DO 1º PRÊMIO COMIGO DE JORNALISMO A Promotora do Prêmio Comigo de Jornalismo alterou os itens [1.1 e 1.2], tornando-se necessário ajustar o Regulamento do mesmo, que

Leia mais

INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO

INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO De 14 de janeiro de 2015 Sindaçúcar divulga andamento da moagem de cana em Pernambuco O setor sucroalcooleiro de Pernambuco

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 11 Pronunciamento sobre a questão

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 ANEXO I. Formulário para Solicitação de Patrocínio

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 ANEXO I. Formulário para Solicitação de Patrocínio CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 ANEXO I Formulário para Solicitação de Patrocínio Procedimentos para o envio de projeto ao CAU/GO: 1. Após preencher o Formulário para Solicitação de Patrocínio

Leia mais

Sr (ª). Prefeito (a),

Sr (ª). Prefeito (a), Sr (ª). Prefeito (a), O Banco do Brasil é um dos principais parceiros dos Governos Federal, Estaduais e Municipais na implantação de políticas públicas, projetos e programas impulsionadores do desenvolvimento.

Leia mais

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO 1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO Organização Estadual: OCB/SESCOOP-TO Data de realização do seminário: 23/04/2010 Local: Sede da OCB/SESCOOP-TO Palmas-TO Número de participantes:

Leia mais

:: LINHAS DE AÇÃO. Apoio aos Municípios. Tecnologia e Informação em Resíduos. Promoção e Mobilização Social. Capacitação

:: LINHAS DE AÇÃO. Apoio aos Municípios. Tecnologia e Informação em Resíduos. Promoção e Mobilização Social. Capacitação :: LINHAS DE AÇÃO Apoio aos Municípios Tecnologia e Informação em Resíduos Capacitação Promoção e Mobilização Social :: PRESSUPOSTOS DA COLETA SELETIVA Gestão participativa Projeto de Governo Projeto da

Leia mais

O EVENTO Organizadores e expositores comemoram sucesso da primeira edição da Fenatran Centro-Oeste

O EVENTO Organizadores e expositores comemoram sucesso da primeira edição da Fenatran Centro-Oeste O EVENTO Organizadores e expositores comemoram sucesso da primeira edição da Fenatran Centro-Oeste De 14 a 17 de Outubro de 2014, a cidade de Goiânia (GO) foi sede da Fenatran Centro-Oeste (Salão Internacional

Leia mais

PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS

PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS ON-LINE Alterada dia 13/01/2015-13h00 Venha fazer parte do sucesso de vendas de camisetas que mais cresce na Internet... Já são mais de 100 micro-franqueados e franqueados no Brasil!

Leia mais

DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA

DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA Área de Atuação 1. Formação Profissional Cooperativista São ações voltadas à formação, qualificação e capacitação dos associados,

Leia mais

Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte

Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte Atração de Investimentos, Promoção Comercial e Projeção Internacional Eduardo Bernis Secretaria Municipal de Desenvolvimento Belo Horizonte

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 6.981, DE 2006

PROJETO DE LEI Nº 6.981, DE 2006 PROJETO DE LEI Nº 6.981, DE 2006 (do deputado Zezéu Ribeiro - PT/BA) Assegura às famílias de baixa renda assistência técnica pública e gratuita para o projeto e a construção de habitação de interesse social.

Leia mais

A Sombra do Imposto. Todos pagamos altos tributos, mas não vemos o dinheiro aplicado em serviços públicos de qualidade. www.sombradoimposto.org.

A Sombra do Imposto. Todos pagamos altos tributos, mas não vemos o dinheiro aplicado em serviços públicos de qualidade. www.sombradoimposto.org. A Sombra do Imposto Todos pagamos altos tributos, mas não vemos o dinheiro aplicado em serviços públicos de qualidade. www.sombradoimposto.org.br Expediente A Sombra do Imposto - Cartilha produzida pela

Leia mais

10/2011 750364/2010 SDH/PR

10/2011 750364/2010 SDH/PR Cotação Prévia de Preço n 10/2011 Convênio nº 750364/2010 SDH/PR Projeto: Desenvolver processos de educação popular, visando a garantia dos direitos humanos e fortalecimento da cidadania, na perspectiva

Leia mais

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Atuando com responsabilidade para colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Compromisso com um futuro melhor. Com o nosso trabalho, somos parte da solução para uma agricultura mais sustentável.

Leia mais

ConstruBusiness - Rumo a 2022

ConstruBusiness - Rumo a 2022 ConstruBusiness - Rumo a 2022 EXPRESS ANO 1/12 Nº44 DEZ/12 CONSTRUBUSINESS 2012 10º CONGRESSO BRASILEIRO DA CONSTRUÇÃO Em sua 10ª edição, o Construbusiness elaborou o programa Compete Brasil, com soluções

Leia mais

PREFEITURA DE XINGUARA

PREFEITURA DE XINGUARA 50/000-20 Anexo IV - Programas, Metas e Ações - (PPA Inicial) Página de 5 Programa: 000 AÇÃO LEGISLATIVA Manutenção da CMX através do apoio financeiro às atividades legislativas, custeio de despesas administrativas,

Leia mais

Antonio Bulhões Deputado Federal - PRB/SP

Antonio Bulhões Deputado Federal - PRB/SP Caros amigos e amigas, Comemoramos, no último dia 1º de Outubro, o Dia Internacional da Terceira Idade. Por essa razão, estamos trazendo uma matéria referente ao Estatuto do Idoso, que contém informações

Leia mais

GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO

GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO Dr. Erlanderson de O. Teixeira Planejamento Tributário Teses tributárias Gerenciamento de Passivos Parcelamento www.erlandeson.com.br GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO Carga Tributária Brasileira Porque pagar os

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004 A Fundação Aprender, no ano de 2004, procurou cumprir as etapas previstas no Planejamento 2003, levando a efeito iniciativas no sentido de ampliar

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

Quatorze anos de história

Quatorze anos de história OPINIÃO Quatorze anos de história Sicoob Engecred completa, no final de O setembro, 14 anos de efetivo funcionamento. Uma conquista que começou a ser construída em 17 de novembro de 1997, quando 25 engenheiros

Leia mais

Inclusão digital tem que ser política pública

Inclusão digital tem que ser política pública Inclusão digital tem que ser política pública Transformar a inclusão digital em política pública é fundamental para que os projetos e programas tenham continuidade, independentemente do partido político

Leia mais

Edital Nº 001/2013 COTAÇÃO PRÉVIA TIPO MELHOR TÉCNICA

Edital Nº 001/2013 COTAÇÃO PRÉVIA TIPO MELHOR TÉCNICA Edital Nº 001/2013 COTAÇÃO PRÉVIA TIPO MELHOR TÉCNICA Dispõe sobre o cadastramento e seleção de Consultores para atuar nos projetos desenvolvidos pela entidade, no âmbito do Desenvolvimento Sustentável,

Leia mais

SENADO FEDERAL Comissão de Assuntos Sociais

SENADO FEDERAL Comissão de Assuntos Sociais SENADO FEDERAL Comissão de Assuntos Sociais AUDIÊNCIA PÚBLICA REALIZADA NA COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS EM 28 DE JUNHO DE 2006 PARA INSTRUIR O PROJETO DE LEI DO SENADO Nº25, DE 2002, QUE DISPÕE SOBRE O

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO

TERMO DE COMPROMISSO TERMO DE COMPROMISSO Ao primeiro de outubro de 2010, no salão da Escola Municipal de Aprendizagem Industrial, EMAI, situa na Av. Rio Branco, Santa Maria, as seguintes Instituições: ASSOCIAÇÃO NACIONAL

Leia mais

2009, um ano de grandes realizações e conquistas

2009, um ano de grandes realizações e conquistas 2009, um ano de grandes realizações e conquistas 2009 foi um ano de grandes realizações e conquistas para o Serviço Social da Indústria (SESI), entidade que integra o Sistema Federação das Indústrias no

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 001/2015 ASSESSORIA DE IMPRENSA. Data Evento Horário Forma Local

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 001/2015 ASSESSORIA DE IMPRENSA. Data Evento Horário Forma Local EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 001/2015 ASSESSORIA DE IMPRENSA A CBG Confederação Brasileira de Golfe, de acordo com a Lei 10.264 de 16 de julho de 2001 Lei Agnelo/Piva, regulamentada pelo

Leia mais

CONSELHEIROS EFETIVOS (2016-218)

CONSELHEIROS EFETIVOS (2016-218) Chapa: TRABALHANDO SEMPRE CONSELHEIROS EFETIVOS (2016-218) ANA CLÁUDIA ARRUDA LAPROVÍTERA SEBRAE É doutora em Desenvolvimento Urbano MDU/UFPE e mestre em Economia pela Universidade Federal de Minas Gerais-

Leia mais

INFORMATIVO. num num. Prezado leitor, Nesta edição do Informativo Mensal do Escritório Ribeiro da Luz advogados, trataremos de Direito Tributário.

INFORMATIVO. num num. Prezado leitor, Nesta edição do Informativo Mensal do Escritório Ribeiro da Luz advogados, trataremos de Direito Tributário. BOLETIM INFORMATIVO EDIÇÃO N 2 11 / 2013 INFORMATIVO num Editorial - 5ª Edição num Prezado leitor, Nesta edição do Informativo Mensal do Escritório Ribeiro da Luz advogados, trataremos de Direito Tributário.

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

2016 Edital Fundo Fale Sem Medo. Instituto Avon ELAS Fundo de Investimento Social

2016 Edital Fundo Fale Sem Medo. Instituto Avon ELAS Fundo de Investimento Social 2016 Edital Fundo Fale Sem Medo Instituto Avon ELAS Fundo de Investimento Social Dezembro, 2015 Fundo Fale Sem Medo Resultado da parceria entre o Instituto Avon e o ELAS Fundo de Investimento Social, o

Leia mais

Apresentação Institucional do Sistema OCB

Apresentação Institucional do Sistema OCB Apresentação Institucional do Sistema OCB Programa Internacional de Formação de Executivos e Líderes Cooperativistas Sistema OCB Brasília, julho de 2013 Sistema OCB. Você participa. Todos crescem. Cooperativismo

Leia mais

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO 2014-2015 alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO O Plano Safra da Agricultura Familiar 2014/2015 Alimentos Para o Brasil vem consolidar mais de uma década de políticas públicas que melhoram a vida de quem

Leia mais

Ser voluntário #issomudaomundo. Voluntariado. Cabe na sua vida. NOTÍCIAS. Ciclos fortalecidos em 2014 e novos ciclos que virão

Ser voluntário #issomudaomundo. Voluntariado. Cabe na sua vida. NOTÍCIAS. Ciclos fortalecidos em 2014 e novos ciclos que virão NOTÍCIAS Ciclos fortalecidos em 2014 e novos ciclos que virão Mobilizar e ampliar de forma estruturada. Esse foi o propósito da ação voluntária Estudar Vale a Pena, que em cinco anos de atuação impactou

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO I - Histórico da Instituição Informações integradas em: http://www.unesp.br/apresentacao/historico.php 1 - História da criação da UNESP A UNESP, criada em 1976, resultou da incorporação dos Institutos

Leia mais

POR QUE SER ASSOCIADO ABESE? CONHEÇA TODOS OS BENEFÍCIOS

POR QUE SER ASSOCIADO ABESE? CONHEÇA TODOS OS BENEFÍCIOS POR QUE SER ASSOCIADO ABESE? CONHEÇA TODOS OS BENEFÍCIOS Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança - ABESE Entidade que representa, nacionalmente, as empresas de sistemas

Leia mais

Capitalizar é preciso!

Capitalizar é preciso! ME T A L C R E D Agosto/2009 C R E D Informativo Interno da Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Metalúrgicos da Grande São Paulo Ano 1 Nº 2 Capitalizar é preciso! A capitalização é um processo

Leia mais

Congresso Brasileiro. Regulação da Mineração

Congresso Brasileiro. Regulação da Mineração Congresso Brasileiro sobre a Regulação da Mineração O caminho para a maturação regulatória Avaliação das propostas governamentais e consequências para a cadeia produtiva Aplicabilidade Jurídica da Legislação

Leia mais

III Seminário de Gestão e. Arrecadação Municipal

III Seminário de Gestão e. Arrecadação Municipal III Seminário de Gestão e iza Arrecadação Municipal Modernização dos Instrumentos de Arrecadação Fontes de Financiamento para Fazendas Públicas Municipais. Temas abordados no evento: 1. Alternativas de

Leia mais

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA)

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA) Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA) Relatório com as principais notícias divulgadas pela mídia

Leia mais

BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br

BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br Parabéns! Agora você faz parte de uma cooperativa Sicoob e conta com todos os produtos e serviços de um banco,

Leia mais

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO 2014-2015 APRESENTAÇÃO O Plano Safra da Agricultura Familiar 2014/2015 Alimentos Para o Brasil vem consolidar mais de uma década de políticas públicas que melhoram a vida de quem vive no Brasil Rural.

Leia mais

Relatório Mensal. Maio 2015 - edição nº 5

Relatório Mensal. Maio 2015 - edição nº 5 Relatório Mensal Maio 2015 - edição nº 5 Mensal Maio 2015 - edição nº 5 D e s t a q u e s d e s t a e d i ç ã o II Simpósio Pós- Colheita Evento reuniu mais de 200 produtores em Naviraí Lançamento do Dia

Leia mais

PLANO DE AÇÃO Nº 1 INOVADAY

PLANO DE AÇÃO Nº 1 INOVADAY PLANO DE AÇÃO Nº 1 INOVADAY 1 I. CONTEXTUALIZAÇÃO O presente documento detalha o Plano de Trabalho 2013/2015 do CONVÊNIO SPDR USP FUNDAP SEADE CEPAM, e se enquadra dentre as Ações e Metas previstas no

Leia mais

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br Pequenos Negócios no Brasil Pequenos Negócios no Brasil Clique no título para acessar o conteúdo, ou navegue pela apresentação completa Categorias de pequenos negócios no Brasil Micro e pequenas empresas

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

COOPERATIVISMO FORTALECIMENTO DO. Entrevista Celso Ramos Regis - Presidente da FECOOP CO-TO 1º COOCENSO 2º COOMUNICA

COOPERATIVISMO FORTALECIMENTO DO. Entrevista Celso Ramos Regis - Presidente da FECOOP CO-TO 1º COOCENSO 2º COOMUNICA Entrevista Celso Ramos Regis - Presidente da FECOOP CO-TO Revista do Sistema OCB/SESCOOP-GO Ano 2 - nº 8 agosto/setembro-2015 FORTALECIMENTO DO COOPERATIVISMO 1º COOCENSO Dirigentes e técnicos de cooperativas

Leia mais

projetos com alto grau de geração de emprego e renda projetos voltados para a preservação e a recuperação do meio ambiente

projetos com alto grau de geração de emprego e renda projetos voltados para a preservação e a recuperação do meio ambiente O QUE É O FCO? O Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) foi criado pela Lei n.º 7.827, de 27.09.1989, que regulamentou o art. 159, inciso I, alínea c, da Constituição Federal, com

Leia mais

Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica

Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica Rogério Reis Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica CRESCIMENTO ECONÔMICO DA REGIÃO SUL IMPULSIONA MERCADO PARANAENSE POR ADRIANE DO VALE redacao@cipanet.com.br FOTOS

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 508, DE 2015

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 508, DE 2015 SENADO FEDERAL Gabinete do Senador JOSÉ SERRA PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 508, DE 2015 Altera a Lei nº 11.314, de 3 de julho de 2006, que dispõe sobre o prazo referente ao apoio à transferência definitiva

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho IMPRENSA IT. 36 07 1 / 8 1. OBJETIVO Administrar o fluxo de informações e executar ações de comunicação junto aos públicos interno e externo do Crea GO de forma transparente, ágil, primando pela veracidade

Leia mais

III CONGRESSO BRASILEIRO DO CACAU: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE

III CONGRESSO BRASILEIRO DO CACAU: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE III CONGRESSO BRASILEIRO DO CACAU: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE Painel 8: O papel de Instituições Públicas para Desenvolvimento da Cacauicultura Brasileira O Cacau e a Agricultura Familiar Adriana

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional INTERESSADO: Centro de Estudos e Pesquisas em Eletrônica Profissional e Informática Ltda CEPEP EMENTA: Reconhece o Curso Técnico em Redes de Computadores Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação, ofertado

Leia mais

DILMA ROUSSEFF Presidenta da República. PATRUS ANANIAS Ministro do Desenvolvimento Agrário

DILMA ROUSSEFF Presidenta da República. PATRUS ANANIAS Ministro do Desenvolvimento Agrário DILMA ROUSSEFF Presidenta da República PATRUS ANANIAS Ministro do Desenvolvimento Agrário MARIA FERNANDA RAMOS COELHO Secretária Executiva do Ministério do Desenvolvimento Agrário MARIA LÚCIA DE OLIVEIRA

Leia mais

Que tal investir parte dos impostos da sua empresa em um dos mais importantes trabalhos sociais do Brasil?

Que tal investir parte dos impostos da sua empresa em um dos mais importantes trabalhos sociais do Brasil? Que tal investir parte dos impostos da sua empresa em um dos mais importantes trabalhos sociais do Brasil? Conheça o Instituto Bola Pra Frente O Instituto Bola Pra Frente, iniciativa do tetracampeão mundial

Leia mais

Clipping de notícias. Recife, 29 de setembro de 2015.

Clipping de notícias. Recife, 29 de setembro de 2015. Clipping de notícias Recife, 29 de setembro de 2015. Saindo do papel O deputado Fernando Monteiro, da bancada pernambucana do PP na Câmara federal, regressou ontem de um giro pelos canais da Transposição

Leia mais

feminino goiás COOPERATIvO Universo e cooperativista INTERCOOPERAÇÃO Nasce a Cooperativa Agropecuária Central Rede de Abastecimento.

feminino goiás COOPERATIvO Universo e cooperativista INTERCOOPERAÇÃO Nasce a Cooperativa Agropecuária Central Rede de Abastecimento. goiás Ano VIII 47 Setembro-Dezembro de 2013 COOPERATIvO w w w. g o i a s c o o p e r a t i v o. c o o p. b r Jornal do Sistema OCB/SESCOOP-GO Universo feminino e cooperativista 6º Encontro Goiano de Mulheres

Leia mais

Congresso de Empreendedorismo do Seridó abre inscrições Positiva Em www.fiern.org.br, 17 de Agosto de 2015

Congresso de Empreendedorismo do Seridó abre inscrições Positiva Em www.fiern.org.br, 17 de Agosto de 2015 VEÍCULO: SITE DA FIERN DATA: 17.08.15 EDITORIA: ECONOMIA Congresso de Empreendedorismo do Seridó abre inscrições Positiva Em www.fiern.org.br, 17 de Agosto de 2015 Estão abertas as inscrições para o 3

Leia mais

Formulário para Solicitação de Patrocínio Edital 001/2015

Formulário para Solicitação de Patrocínio Edital 001/2015 ANEXO II Formulário para Solicitação de Patrocínio Edital 001/2015 Procedimentos para o envio de projeto ao CAU/MS: 1. Após preencher o Formulário para Solicitação de Patrocínio ao CAU/MS, confira os itens

Leia mais

Leia ainda nesta edição...

Leia ainda nesta edição... Instituto Órgão Informativo semanal do Sistema de Representação Associativo e Sindical dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde em Goiás Ipasgo recadastra prestador de serviços Os 4.629 prestadores

Leia mais

Janeiro / 2014. Organização das Cooperativas Brasileiras. www.brasilcooperativo.coop.br

Janeiro / 2014. Organização das Cooperativas Brasileiras. www.brasilcooperativo.coop.br Janeiro / 2014 Organização das Cooperativas Brasileiras www.brasilcooperativo.coop.br Números em destaque 900 mil 34 77 É o número de associados ligados a cooperativas do ramo Infraestrutura que serão

Leia mais