5, 6 7, 8. 9 e e 12

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "5, 6 7, 8. 9 e 10. 11 e 12"

Transcrição

1 Operadora: UNIMED DO ESTADO DO PARANÁ FEDERAÇÃO ESTADUAL DAS COOP. MÉDICAS CNPJ: / N de Registro na ANS: Nº de Registro do produto: AMBULATORIAL+HOSPITALAR+OBSTETRÍCIA (APARTAMENTO) /12 7 AMBULATORIAL+HOSPITALAR+OBSTETRÍCIA (ENFERMARIA) /12 2 AMBULATORIAL+HOSPITALAR SEM OBSTETRÍCIA (APARTAMENTO) /12 1 AMBULATORIAL+HOSPITALAR SEM OBSTETRÍCIA (ENFERMARIA) /12 9 Site: SAC: SAC (deficiente auditivo): , 6 7, 8 e9 9 e e 12

2 11 3, 4, 5, 19, 20 e , 15 e 16

3 Nome do Beneficiário: Inicio de vigência: Plano Contratado: CONTRATO DE ADESÃO PLANO DE SAÚDE COLETIVO POR ADESÃO 1 OBJETIVO Através do presente contrato V.Sa. e dependentes incluídos estão garantindo a participação em um contrato coletivo por adesão que tem como ESTIPULANTE a EXTRAMED Administração e Serviços Médicos Ltda., registrada na ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar sob o número , na modalidade Administradora de Benefícios, e como SUB-ESTIPULANTE a APP SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO PÚBLICA DO PARANÁ e UNIMED DO ESTADO DO PARANÁ Federação Estadual das Cooperativas Médicas, registrada na ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar sob o número Neste contrato a ESTIPULANTE, EXTRAMED Administração e Serviços Médicos Ltda, caracteriza-se como entidade que subscreve as condições do plano com a OPERADORA UNIMED DO ESTADO DO PARANÁ Federação Estadual das Cooperativas Médicas, cabendo a esta a assunção dos riscos e fornecimento das facilidades de atendimento previstas, restando a EXTRAMED a função de administrador dos serviços de emissão e controle de cobrança, de acordo com o previsto na Resolução Normativa da ANS RN 196/2009; Através da participação no presente plano, V.Sa. estará usufruindo das vantagens de um CONTRATO COLETIVO POR ADESÃO, ficando portanto sujeito às condições dos CONTRATOS COLETIVOS POR ADESÃO, às condições contratuais que regem o presente plano e estão expressas no CONTRATO COLETIVO POR ADESÃO COM CO-PARTICIPAÇÃO, em poder do ESTIPULANTE. OBJETO 1.1 A UNIMED DO ESTADO DO PARANÁ Federação Estadual das Cooperativas Médicas, OPERADORA de Planos Privados de Assistência à Saúde, de acordo com o 1º, do artigo 1º da Lei nº 9.656/98, com a redação dada pela MP de 2001, nos termos do plano escolhido, a cobertura de custos de assistência médico-hospitalar e serviços auxiliares de diagnose e terapia, de todas as doenças da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde, de acordo com o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, vigente à época do evento, instituído pela Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS, através da RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 211, DE 11 DE JANEIRO DE 2010, e suas atualizações, através de profissionais ou serviços de saúde, integrantes da rede própria ou credenciada pela OPERADORA, observada a exclusão expressa de cobertura nos prestadores discriminados no anexo deste contrato. 1.2 O presente contrato é de adesão, bilateral, gerando direitos e obrigações individuais às partes, conforme o disposto nos artigos 458 a 461, do Código Civil, estando também sujeito às disposições do Código de Defesa do Consumidor. 1.3 Fazem parte do presente contrato a Proposta de Adesão que inclui a Declaração de Saúde dos BENEFICIÁRIOS, o Rol de Procedimentos Médicos da ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar e a Rede Credenciada da OPERADORA Este plano não possui reembolso de despesas médicas e/ou hospitalares sendo a utilização dos procedimentos cobertos exclusivamente na rede credenciada da OPERADORA O Rol de Procedimentos Médicos da ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar, pode ser obtido no site da ANS: Este Rol de Procedimentos é atualizado periodicamente pela ANS, e constitui a referência para a cobertura assistencial dos planos de assistência à saúde, contratados a partir de 1º de janeiro de A nomenclatura médica de doenças a que se referem este contrato e seus anexos e aditivos, segue a Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde, décima versão CID 10, da Organização Mundial de Saúde. 1

4 1.4 TIPO DE CONTRATAÇÃO O tipo de contratação deste plano é Coletivo por Adesão, ou seja, aquele que oferece cobertura de atenção prestada a BENEFICIÁRIO que integre uma população que mantenha vínculo com a SUB-ESTIPULANTE, de caráter profissional, classista ou setorial. 1.5 CARACTERÍSTICAS DOS PLANOS, SEGMENTAÇÃO ASSISTÊNCIAL, ABRANGÊNCIA GEOGRÁFICA, AREA DE ATUAÇÃO DO PLANO E PADRÃO DE ACOMODAÇÃO; Garantia ao BENEFICIÁRIO da cobertura dos itens constantes do Rol de Procedimentos Médicos e Eventos, instituído pela Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS de acordo com o plano escolhido pelo BENEFICIÁRIO, sendo opcional ao mesmo escolher no momento da contratação o tipo de acomodação e da Contratação da garantia complementar de Obstetrícia, segue abaixo relação de planos; A área de abrangência de atendimento está em consonância com a classificação estabelecida na RDC nº 4 da ANS, de 18 de fevereiro de 2000, ou outra que vier a sucedê-la, cujo conteúdo pode ser encontrado no site da ANS: A escolha do plano será feita exclusivamente entre os planos oferecidos na Solicitação de Adesão, selecionados entre as seguintes opções: a)plano Coletivo por Adesão com Co-Participação (COLETIVO ADESÃO COP ESPECIAL MATER ADMINISTRADO), segmentação assistencial Ambulatorial + Hospitalar + Obstetrícia. a1) Padrão de Acomodação APARTAMENTO a2) Número Registro ANS /12-7 a3) Área Geográfica de Abrangência do Plano de Saúde - NACIONAL a4) Área de Atuação do Plano de Saúde - NACIONAL a5) Plano com Coparticipação de 25% nos procedimentos ambulatoriais b)plano Coletivo por Adesão com Co-Participação (COLETIVO ADESÃO BÁSICO MATER ADMINISTRADO), segmentação assistencial Ambulatorial + Hospitalar + Obstetrícia. b1) Padrão de Acomodação - ENFERMARIA b2) Número Registro ANS /12-2 b3) Área Geográfica de Abrangência do Plano de Saúde - NACIONAL b4) Área de Atuação do Plano de Saúde - NACIONAL b5) Plano com Coparticipação de 25% nos procedimentos ambulatoriais c)plano Coletivo por Adesão com Co-Participação (COLETIVO ADESÃO COP ESPECIAL ADMINISTRADO), segmentação assistencial Ambulatorial + Hospitalar (Sem Obstetrícia) c1) Padrão de Acomodação - APARTAMENTO c2) Número Registro ANS /12-1 c3) Área Geográfica de Abrangência do Plano de Saúde - NACIONAL c4) Área de Atuação do Plano de Saúde - NACIONAL c5) Plano com Coparticipação de 25% nos procedimentos ambulatoriais d)plano Coletivo por Adesão com Co-Participação (COLETIVO ADESÃO COP ESPECIAL ADMINISTRADO), segmentação assistencial Ambulatorial + Hospitalar (Sem Obstetrícia) d1) Padrão de Acomodação - ENFERMARIA d2) Número Registro ANS /12-9 d3) Área Geográfica de Abrangência do Plano de Saúde - NACIONAL d4) Área de Atuação do Plano de Saúde - NACIONAL d5) Plano com Coparticipação de 25% nos procedimentos ambulatoriais 2 ALTERAÇÃO DO ENDEREÇO DO BENEFICIÁRIO TITULAR 2.1 É de responsabilidade do BENEFICIÁRIO titular comunicar de imediato a ESTIPULANTE qualquer alteração em seu endereço, para que todas as correspondências e documentos cheguem em tempo hábil em seu poder. A inobservância desta condição não impedirá o SUB-ESTIPULANTE, a ESTIPULANTE ou a OPERADORA quanto à automática aplicação de todas as condições que regem o presente contrato. 3 INCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS 3.1 Poderão ser incluídos no plano, proponentes com vínculo sindical com o SUB-ESTIPULANTE, bem como seu(s) dependente(s) legal(ais), conforme previsto descrito abaixo, pagando a mensalidade, correspondente a sua faixa etária mais as co-participações. 2

5 Parágrafo Primeiro. À OPERADORA reserva-se o direito de exigir, sempre que necessário, os comprovantes legais, capazes de atestar a elegibilidade do titular, conforme previsto no caput. 3.2 São considerados BENEFICIÁRIOS dependentes do titular: a) o cônjuge; b) os filhos solteiros até 35 (trinta e cinco) anos incompletos; c) o enteado, a criança ou adolescente, sob a guarda ou tutela do BENEFICIÁRIO titular por força de decisão judicial solteiro até 35 (trinta e cinco) anos incompletos; d) a companheira ou companheiro, havendo união estável, sem eventual concorrência com o cônjuge; e) os filhos incapazes; f) netos solteiros até 21 (vinte e um) anos incompletos, desde que sob guarda do titular ou filhos de dependentes inscritos neste contrato É assegurada a inscrição de filhos adotivos menores de 12 (doze) anos, nas mesmas condições de cobertura do adotante, inclusive com o aproveitamento dos períodos de carências já cumpridos, desde que inscrito até 30 dias após a formalização da adoção e apresentado o respectivo termo A adesão dos dependentes dependerá da participação do BENEFICIÁRIO titular no plano de saúde, devendo ser escolhido o mesmo padrão de acomodação para todos (dependentes e titular). 3.3 Todos os BENEFICIÁRIOS preencherão a Proposta de Adesão, que inclui a Declaração de Saúde. 3.4 Com relação aos BENEFICIÁRIOS vigem ainda as seguintes disposições: a) Os dependentes para serem incluídos no contrato dependerão da participação do BENEFICIÁRIO titular no plano de assistência à saúde. b) Sem prejuízo das declarações feitas pela ESTIPULANTE e/ou SUB-ESTIPULANTE e BENEFICIÁRIO, as quais devem observar a boa-fé objetiva, a OPERADORA poderá solicitar à ESTIPULANTE, a qualquer tempo, os documentos comprobatórios da legitimidade da pessoa jurídica e da condição de elegibilidade do BENEFICIÁRIO, tais como, porém não limitados a somente estes: atos constitutivos, inscrições no órgão competente, documentos que comprovem o grau de parentesco dos dependentes, certidão da sentença de adoção, entre outros. 3.5 O BENEFICIÁRIO incluído no curso do contrato somente terá direito à cobertura, nos termos e limites do plano escolhido, a partir do primeiro dia útil posterior à movimentação cadastral que o tiver incluído, devendo ser observados os prazos de carência estipulados na cláusula das Carências. 3.6 As inclusões ou exclusões cadastrais obedecerão, além do previsto neste contrato e seus termos aditivos, às normas administrativas da OPERADORA. 3.7 Os ônus decorrentes de utilização indevida do sistema por BENEFICIÁRIO excluído do contrato serão de responsabilidade exclusiva do BENEFICIÁRIO, ficando a OPERADORA e/ou a ESTIPULANTE autorizada, desde logo, a efetuar a cobrança à mesma dos custos incorridos. 4 MECANISMOS DE REGULAÇÃO Para realização das coberturas assistenciais contratadas, os BENEFICIÁRIOS devem observar os mecanismos de regulação adotados pela OPERADORA para gerenciar e regular a demanda de utilização de serviços prestados. 4.1 DA CO-PARTICIPAÇÃO: É a participação financeira na despes a assistencial a ser paga pelo BENEFICIÁRIO diretamente à ESTIPULANTE, de acordo com os valores praticados na TABELA UNIMED REFERÊNCIA, após a realização dos procedimentos e nas condições abaixo Na internação psiquiátrica de BENEFICIÁRIOS portadores de transtornos mentais, caso sejam ultrapassados os prazos de internação definidos na cláusula de Coberturas e Procedimentos Garantidos, haverá controle mediante co-participação e não haverá a limitação de valor máximo da referida co-participação, conforme abaixo: a) de um a trinta dias, não há co-participação; b) de trinta e um a sessenta dias, co-participação de 50% (cinquenta por cento); c) acima de sessenta dias, co-participação de 50% (cinquenta por cento) Nas Internações para os BENEFICIÁRIOS portadores de quadros de intoxicação ou abstinência, provocados por alcoolismo ou outras formas de dependência química, que necessitem hospitalização, estão sujeitas à co-participação pecuniária no total das despesas, de acordo com o número de dias de internação, consecutivos ou não, nos últimos doze meses de vigência do contrato, para o respectivo paciente, nos seguintes termos: a) de um a trinta dias, não há co-participação; b) de trinta e um dias a quarenta e cinco dias, co-participação de 50% (cinquenta por cento); c) acima de quarenta e cinco dias, co-participação de 50% (cinquenta por cento). 3

6 único - medicamentos de uso contínuo, ministrados durante o período dos primeiros trinta dias de internação, não terão co-participação FICA ESTABELECIDA A CO-PARTICIPAÇÃO DE 25% (VINTE E CINCO POR CENTO) SOBRE AS DESPESAS DECORRENTES DA UTILIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS AMBULATORIAIS, ABAIXO DESCRITOS, POR PARTE DOS BENEFICIÁRIOS DESTE CONTRATO, ATÉ O LIMITE MÁXIMO INFORMADO NA PROPOSTA DE ADESÃO, A TÍTULO DE CO -PARTICIPAÇÃO, A SER PAGA PELO BENEFICIÁRIO DIRETAMENTE NO BOLETO A ESTIPULANTE: Parágrafo primeiro. HAVERÁ CO-PARTICIPAÇÃO EM CONSULTAS COM MÉDICOS, FONOAUDIÓLOGOS, PSICÓLOGOS, NUTRICIONISTAS E TERAPEUTAS OCUPACIONAIS REALIZADAS EM CONSULTÓRIO E PRONTO SOCORRO, EXAMES E PROCEDIMENTOS DE DIAGNOSE E TERAPIA, REALIZADOS EM CONSULTÓRIOS MÉDICOS, CLÍNICAS, LABORATÓRIOS E HOSPITAIS EM REGIME AMBULATORIAL, INCLUINDO MATERIAIS, MEDICAMENTOS, HONORÁRIOS E TAXAS RELACIONADAS À EXECUÇÃO DO EXAME E FISIOTERAPIAS E ACUPUNTURA REALIZADAS EM REGIME AMBULATORIAL, INCLUINDO MATERIAIS, MEDICAMENTOS, HONORÁRIOS E TAXAS RELACIONADAS À EXECUÇÃO DOS PROCEDIMENTOS. Parágrafo Segundo. A CO-PARTICIPAÇÃO É COBRADA POR PROCEDIMENTO REALIZADO E NÃO POR AMOSTRA, OU SEJA, EM UM EXAME DE SANGUE, POR EXEMPLO, RETIRA-SE UMA AMOSTRA PARA REALIZAÇÃO DE EXAMES, MAS É POSSÍVEL REALIZAR VÁRIOS EXAMES/PROCEDIMENTOS, NESTA HIPÓTESE A CO-PARTICIPAÇÃO INCIDIRÁ SOBRE A QUANTIDADE DE EXAMES/PROCEDIMENTOS REALIZADOS NA AMOSTRA. Parágrafo Terceiro: Fica estabelecido que o teto máximo da co-participação, previsto no caput, será reajustado anualmente no mesmo percentual de reajuste das mensalidades. 4.2 CARTÃO DE IDENTIFICAÇÃO: A OPERADORA fornecerá, aos BENEFICIÁRIOS inscritos no plano, o cartão individual de identificação, com prazo de validade, e cuja apresentação, acompanhada de documento de identidade oficialmente reconhecido, assegura o gozo dos direitos e vantagens deste contrato. Parágrafo Primeiro. Em caso de exclusão do BENEFICIÁRIO, rescisão, resolução ou resilição deste contrato, é obrigação do(a) BENEFICIÁRIO devolver os respectivos cartões individuais de identificação, sob pena de responder pelos prejuízos resultantes de seu uso indevido. Parágrafo Segundo. Ocorrendo a perda ou extravio do cartão individual de identificação, o(a) BENEFICIÁRIO deverá comunicar imediatamente à ESTIPULANTE, por escrito, sob pena de responder pelos prejuízos que advierem de sua indevida utilização. A emissão de Segunda via do cartão de identificação possui custo de emissão, que será cobrado no boleto juntamente com a mensalidade, conforme custo operacional da OPERADORA vigente na época da solicitação de emissão. 4.3 CONDIÇÕES DE ATENDIMENTO E AUTORIZAÇÃO PRÉVIA - Os serviços contratados são prestados da seguinte forma: a) Consultas: Os BENEFICIÁRIOS serão atendidos no consultório dos médicos cooperados, indicados na relação divulgada pela OPERADORA, observado o horário normal de seus consultórios e com agendamento prévio. As consultas em pronto socorro de prestadores credenciados serão prestadas por médico plantonista; b) Atendimentos ambulatoriais, internações clínicas e cirúrgicas: são realizados por médicos cooperados ou profissionais e estabelecimentos de saúde credenciados que integram a rede prestadora de serviços, mediante apresentação da Guia de Solicitação de Serviços da Unimed e com autorização prévia da OPERADORA, a qual será fornecida no prazo de 1 (um) dia útil (salvo nas hipóteses de urgência ou emergência); Parágrafo Primeiro. Nos casos de urgência e emergência, o BENEFICIÁRIO, ou quem responda por ele, terá o prazo de 2 (dois) dias úteis, contados a partir da data de internação, para providenciar a autorização da OPERADORA, sob pena da OPERADORA não se responsabilizar por qualquer despesa. Parágrafo Segundo. Os BENEFICIÁRIOS com mais de 60 (sessenta) anos, gestantes, lactantes, lactentes e crianças até 5 (cinco) anos têm prioridade na marcação de consultas, exames e quaisquer outros procedimentos em relação aos demais BENEFICIÁRIOS. Parágrafo Terceiro. Os serviços ora contratados são prestados exclusivamente pelos profissionais e entidades constantes na relação divulgada no Guia eletrônico através do sítio 4

7 ou na sede da OPERADORA. O plano não inclui quaisquer prestadores não integrantes da lista do "site", sendo expressamente excluídos a cobertura nos prestadores de alto custo discriminados no anexo deste contrato, ainda que credenciados por outras cooperativas Unimed. Parágrafo Quarto. Eventuais alterações na rede hospitalar observarão o disposto no art. 17 da Lei 9646/98, com comunicação prévia ou autorização da ANS. 4.4 CONDIÇÕES DIFERENCIADAS DE ATENDIMENTO: a) A OPERADORA poderá divergir da solicitação do médico assistente, utilizando-se de Junta Médica, conforme prevê o art. 4º da Resolução Consu nº 8/98, tendo como base os protocolos médicos oficiais e medicina baseada em evidências. 5. TRANSFERÊNCIA DE PLANOS 5.1 A OPERADORA aplicará uma carência de 180 dias nos casos de solicitação de alteração de Enfermaria para Apartamento. 5.2 A OPERADORA admitirá a redução no padrão de acomodação ou da exclusão da garantia de Obstetrícia somente após 12 meses da última alta hospitalar. 5.3 A OPERADORA aplicará uma carência de 300 dias nos casos de contratação da garantia Adicional de Obstetrícia. 6 COMPROVAÇÃO DOS VÍNCULOS ENTRE SUB-ESTIPULANTE, BENEFICIÁRIOS E DEPENDENTES FINANCEIROS Para preservar a integridade do resultado do contrato e validação do grupo segurável previsto em contrato, a OPERADORA poderá solicitar a qualquer momento após a implantação do plano, os documentos atualizados que comprovem a relação de vínculo, entre BENEFICIÁRIO e ESTIPULANTE, entre BENEFICIÁRIO e SUB- ESTIPULANTE, e a relação de dependência financeira entre BENEFICIÁRIO Titular e dependentes. 6.1 Na ocorrência de constatação de perda da dependência financeira entre o BENEFICIÁRIO Titular e seus dependentes ou de qualquer um dos vínculos acima descritos bem como do vínculo associativo do BENEFICIÁRIO com o SUB-ESTIPULANTE, que não seja informado para o ESTIPULANTE para providência de cancelamento serão tomadas as providências a seguir: O BENEFICIÁRIO será o responsável pelo pagamento do valor integral de todos os sinistros por atendimento em Rede Referenciada e Autorizações Prévias ocorridas durante o período de vigência sem o vínculo/dependência, acrescidas de Despesas Administrativas e Financeiras A OPERADORA providenciará, imediatamente à constatação de divergências, a exclusão do BENEFICIÁRIO no último dia do mês da ocorrência desta constatação. 7 COMUNICAÇÃO Caso a Lei ou o regulamento não determine uma forma especial de comunicação, a ESTIPULANTE e OPERADORA, na sua comunicação com o cliente, poderão se utilizar de qualquer meio possível, entre os quais, porém não limitados a somente estes: cartas (com ou sem Aviso de Recebimento), s, telefone ou qualquer outro meio eletrônico ou físico. 8 SIGILO MÉDICO Conforme o disposto pela RDC 64, de 10 de abril de 2001, e RN 21, de 12 de dezembro de 2002, ambas da Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS, o envio de informações relativas à assistência médica prestada aos consumidores de planos privados de assistência à saúde, permanecem sob responsabilidade da OPERADORA, através de seu Coordenador Médico de Informações em Saúde, devidamente cadastrado pela OPERADORA junto à Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS, que, resguardadas as prerrogativas e obrigações profissionais desse Coordenador, responde pela omissão ou incorreção dos dados solicitados, sempre objetivando a garantia de sigilo médico das informações do usuário. 9 COBERTURAS E PROCEDIMENTOS GARANTIDOS 9.1 A OPERADORA assegurará, aos BENEFICIÁRIOS conforme padrão de plano contratado, a cobertura das doenças relacionadas na CID-10 (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde), desde que os serviços médicos, hospitalares e auxiliares de diagnóstico e terapia, estejam DEFINIDOS E LISTADOS NO ROL DE PROCEDIMENTOS E EVENTOS EM SAÚDE, VIGENTE À ÉPOCA DO EVENTO, INSTITUÍDO PELA AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR ANS, através da RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº - 211, DE 11 DE JANEIRO DE 2010, e suas atualizações, 5

8 realizados em rede própria ou credenciada da OPERADORA, através de seus médicos cooperados ou profissionais credenciados, observando-se a exclusão expressa de cobertura dos prestadores de alto custo elencados no Anexo deste contrato, bem como, para fins de liberação, as Diretrizes de Utilização para Cobertura de Procedimentos na Saúde Suplementar previstas na legislação vigente, obedecida a segmentação e área de abrangência do plano contratado, assegurada independentemente do local de origem do evento, conforme especificado abaixo: Cobertura de consultas médicas, em número ilimitado, em clínicas básicas e especializadas, inclusive obstétricas para pré-natal, reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina; Cobertura de serviços de apoio diagnóstico, tratamentos e demais procedimentos ambulatoriais, incluindo procedimentos cirúrgicos ambulatoriais solicitados pelo médico ou cirurgião dentista assistente devidamente habilitado, mesmo quando realizados em ambiente hospitalar; Cobertura de consulta e sessões com fonoaudiólogo, limitadas a 24 (vinte e quatro) consultas ou sessões por ano contratual, desde que solicitadas pelo médico assistente e atendidas as DIRETRIZES DE UTILIZAÇÃO PARA COBERTURA DE PROCEDIMENTOS NA SAÚDE SUPLEMENTAR constante no ANEXO I da INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 25, DE 12 DE JANEIRO DE 2010 e suas atualizações. Parágrafo único: Para as patologias não mencionadas na diretriz de utilização da norma supracitada, fica garantida a cobertura até o limite de 6 (seis) consultas ou sessões por ano contratual Cobertura de consulta e sessões com nutricionista para tratamento de diabetes, limitadas a 12 (doze) consultas ou sessões por ano contratual, desde que solicitadas pelo médico assistente e atendidas as DIRETRIZES DE UTILIZAÇÃO PARA COBERTURA DE PROCEDIMENTOS NA SAÚDE SUPLEMENTAR constante no ANEXO I da INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 25, DE 12 DE JANEIRO DE 2010 e suas atualizações. Parágrafo único: Para as demais patologias, fica garantida a cobertura até o limite de 6 (seis) consultas ou sessões por ano contratual Cobertura de consulta e sessões com terapeuta ocupacional, limitadas a 40 (quarenta) consultas ou sessões por ano contratual, desde que solicitadas pelo médico assistente e atendidas as DIRETRIZES DE UTILIZAÇÃO PARA COBERTURA DE PROCEDIMENTOS NA SAÚDE SUPLEMENTAR constante no ANEXO I da INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 25, DE 12 DE JANEIRO DE 2010 e suas atualizações; Cobertura de psicologia, limitadas a 40 (quarenta) sessões por ano contratual, bem como, 12 (doze) sessões por ano contratual de psicoterapia, desde que solicitadas pelo médico assistente e atendidas as DIRETRIZES DE UTILIZAÇÃO PARA COBERTURA DE PROCEDIMENTOS NA SAÚDE SUPLEMENTAR constante no ANEXO I da INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 25, DE 12 DE JANEIRO DE 2010 e suas atualizações; Cobertura dos procedimentos de fisioterapia listados no Rol de Procedimentos da Resolução Normativa nº 211/10 e suas atualizações, em número ilimitado de sessões por ano, que poderão ser realizados tanto por fisiatra como por fisioterapeuta, conforme indicação do médico assistente; Cobertura ambulatorial para os seguintes procedimentos considerados especiais, desde que previstos no Rol de Procedimentos da Resolução Normativa nº 211/10 e suas atualizações: a) hemodiálise e diálise peritonial - CAPD ambulatoriais; b) quimioterapia oncológica ambulatorial: aquela baseada na administração de medicamentos para tratamento do câncer, incluindo medicamentos para o controle de efeitos adversos relacionados ao tratamento e adjuvantes, conforme prescrição do médico assistente, que, independentemente da via de administração e da classe terapêutica, necessitem ser administrados sob intervenção ou supervisão direta de profissionais de saúde dentro do estabelecimento de Unidades de Saúde, tais como, hospitais, clínicas, ou ambulatórios; c) radioterapia ambulatorial: todos os procedimentos descritos no Rol da Resolução Normativa nº 211/10 e suas atualizações, para o segmento ambulatorial; d) procedimentos de hemodinâmica ambulatoriais: aqueles que prescindem de internação e de apoio de estrutura hospitalar por período superior a 12 (doze) horas, unidade de terapia intensiva e unidades similares, que estejam descritos no Rol da Resolução Normativa nº 211/10 e suas atualizações; e) hemoterapia ambulatorial; f) cirurgias oftalmológicas ambulatoriais; g) Nutrição parenteral e enteral; h) embolizações listados no rol de procedimentos médicos;.e 6

9 i) Radiologia intervencionista Cobertura de cirurgia refrativa PRK ou Lasik para pacientes com mais de 18 (dezoito) anos e grau estável há pelo menos 01 (um) ano, com: a) Miopia moderada e grave, de graus entre - 5,0 a 10,0, com ou sem astigmatismo associado com grau até 4,0; ou b) Hipermetropia até grau 6,0, com ou sem astigmatismo associado com grau até 4,0, com a refração medida através de cilindro negativo Cobertura de internações hospitalares, vedada a limitação de prazo, valor máximo e quantidade, em clínicas básicas e especializadas, reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina, bem como o acesso à acomodação em nível superior, sem ônus adicional na indisponibilidade de leito hospitalar nos estabelecimentos próprios ou contratados pelo plano. Parágrafo Único: Na hipótese do BENEFICIÁRIO optar por acomodação hospitalar superior à contratada, ou fizer qualquer outra espécie de acordo que transcenda os limites deste contrato, deverá arcar com a diferença de preço e a complementação dos honorários médicos e hospitalares, de acordo com o sistema de livre negociação, diretamente com o médico e hospital, não remanescendo assim qualquer responsabilidade para a OPERADORA Cobertura de internações hospitalares em prestadores credenciados, em centro de terapia intensiva ou similar, vedada a limitação de prazo, valor máximo e quantidade, a critério do médico assistente; Cobertura de profissional médico anestesiologista nos procedimentos listados no Rol de Procedimentos da Resolução Normativa nº 211/10 e suas atualizações, caso haja indicação clínica; Cobertura de despesas referentes a honorários médicos, serviços gerais de enfermagem e alimentação quando em atendimento coberto; Cobertura de toda e qualquer taxa, incluindo materiais utilizados quando em atendimento coberto; Cobertura de exames complementares indispensáveis para o controle da evolução da doença e elucidação diagnóstica, fornecimento de medicamentos, anestésicos, gases medicinais, transfusões e sessões de quimioterapia e radioterapia, conforme prescrição do médico assistente, realizados ou ministrados durante o período de internação hospitalar coberta por este contrato; Cobertura para a remoção do paciente, solicitada pelo médico assistente, comprovadamente necessária, para outro estabelecimento hospitalar credenciado, dentro dos limites de abrangência geográfica previstos no contrato, quando o paciente estiver internado em uma unidade hospitalar, que não possua o recurso para efetuar determinados exames ou procedimentos, indispensáveis para controle da evolução da doença e elucidação diagnóstica; Cobertura para os seguintes procedimentos considerados especiais, cuja necessidade esteja relacionada à continuidade da assistência prestada como internação hospitalar, desde que previstos no Rol de Procedimentos e suas atualizações: a) hemodiálise e diálise peritonial CAPD ambulatorial ou hospitalar; b) quimioterapia oncológica ambulatorial ou hospitalar: aquela baseada na administração de medicamentos para tratamento do câncer, incluindo medicamentos para o controle de efeitos adversos relacionados ao tratamento e adjuvantes, conforme prescrição do médico assistente, que, independentemente da via de administração e da classe terapêutica, necessitem ser administrados sob intervenção ou supervisão direta de profissionais de saúde dentro do estabelecimento de Unidades de Saúde, tais como, hospitais, clínicas ou ambulatórios; c) radioterapia ambulatorial ou hospitalar: todos os procedimentos descritos no Rol da Resolução Normativa nº 211/10, e suas atualizações, para os segmentos ambulatorial e hospitalar; d) hemoterapia ambulatorial ou hospitalar; e) nutrição parenteral ou enteral,; f) procedimentos diagnósticos e terapêuticos em hemodinâmica descritos no Rol de Procedimentos da Resolução Normativa nº 211/10 e suas atualizações; g) embolizações: aquelas listadas no Rol de Procedimentos da Resolução Normativa nº 211/10 e suas atualizações; h) radiologia intervencionista prevista no Rol de Procedimentos da Resolução Normativa nº 211/10 e suas atualizações: i) exames pré-anestésicos ou pré-cirúrgicos previstos no Rol de Procedimentos da Resolução Normativa nº 211/10 e suas atualizações: j) procedimentos de fisioterapia: aqueles listados no Rol de Procedimentos da Resolução Normativa nº 211/10 e suas atualizações; 7

10 k) acompanhamento clínico no pós-operatório imediato e tardio dos pacientes submetidos a transplante de rim e córnea, exceto fornecimento de medicação de manutenção; Cobertura de cirurgia plástica reconstrutiva de mama, utilizando-se de todos os meios e técnicas necessárias, para o tratamento de mutilação decorrente de utilização de técnica de tratamento de câncer, bem como a cirurgia plástica reparadora de órgãos e funções conforme previsto no Rol de Procedimentos da Resolução Normativa nº 211/10 e suas atualizações; Cobertura de cirurgia de laqueadura tubária, laqueadura tubária laparoscópica e vasectomia somente terá cobertura se preenchidas todas as condições e exigências estabelecidas na legislação vigente que regulamentam esta matéria; Cobertura de consulta de aconselhamento para planejamento familiar e de dispositivo intra-uterino (DIU) hormonal e convencional; Cobertura de cirurgias odontológicas buco-maxilo-faciais que necessitem de ambiente hospitalar, realizadas por profissional credenciado habilitado pelo seu Conselho de Classe, incluindo o fornecimento de medicamentos, anestésicos, gases medicinais, transfusões, assistência de enfermagem e alimentação ministradas durante o período de internação hospitalar; Cobertura em prestador credenciado da estrutura hospitalar necessária à realização dos procedimentos odontológicos passíveis de realização em consultório, mas que por imperativo clínico necessitem de internação hospitalar, excluído os honorários do cirurgião dentista, com cobertura de exames complementares previstos no ROL médico (RN 211/10) solicitados pelo cirurgião dentista assistente habilitado pelo respectivo Conselho de Classe, desde que restritos à finalidade de natureza odontológica e o fornecimento de medicamentos, anestésicos, gases medicinais, transfusões, assistência de enfermagem e alimentação ministradas durante o período de internação hospitalar; Cobertura de transplante de medula autólogo, Rins e Córneas, bem como as despesas com os procedimentos vinculados (aqueles necessários à realização do transplante), incluindo: a) despesas assistenciais com doadores vivos, b) medicamentos utilizados durante a internação, c) acompanhamento clínico no pós-operatório imediato e tardio, sendo admitida a exclusão de medicamentos de manutenção, d) despesas com captação dos órgãos na forma de ressarcimento ao SUS. Os candidatos a transplante de órgãos provenientes de doador cadáver, conforme legislação específica, deverão, obrigatoriamente, estar inscritos em uma das Centrais de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos - CNCDOs e sujeitarse-ão ao critério de fila única de espera e de seleção Cobertura de atendimento psiquiátrico, de acordo com as seguintes diretrizes: Nível Ambulatorial: a) o atendimento às emergências psiquiátricas, assim consideradas as situações que impliquem em risco de vida ou de danos físicos para o próprio ou para terceiros (incluídas as ameaças e tentativas de suicídio e auto-agressão) e/ou em risco de danos morais e patrimoniais importantes; b) a psicoterapia de crise, entendida como o atendimento intensivo prestado por um ou mais profissionais da área da saúde mental, com duração máxima de doze semanas, tendo início imediatamente após o atendimento de emergência sendo limitada a doze sessões por ano de contrato, não cumulativas; c) tratamento básico, aquele prestado por médico, com número ilimitado de consultas, cobertura de serviços de apoio diagnóstico e demais procedimentos ambulatoriais previstos no Rol de Procedimentos da Resolução Normativa nº 211/10 e suas atualizações, solicitados pelo médico assistente; Nível Hospitalar: fica garantido o tratamento de BENEFICIÁRIOS portadores de transtornos mentais que estiverem em situação de crise ou de surto psicótico agudo, e que necessitarem de internação hospitalar em prestadores credenciados, em hospitais psiquiátricos especializados no tratamento de quadros agudos, ou em unidades psiquiátricas de hospitais gerais, conforme condições abaixo. Parágrafo único - As internações de BENEFICIÁRIOS portadores de transtornos mentais, estão sujeitas à co-participação pecuniária no total das despesas, observada a TABELA UNIMED REFERÊNCIA, de acordo com o número de dias de internação, consecutivos ou não, nos últimos doze meses de vigência do contrato, para o respectivo paciente, nos seguintes termos: a) de um a trinta dias, não há co-participação; 8

11 b) de trinta e um a sessenta dias, co-participação de 50% (cinquenta por cento); c) acima de sessenta dias, co-participação de 50% (cinquenta por cento) Internações para os BENEFICIÁRIOS portadores de quadros de intoxicação ou abstinência, provocados por alcoolismo ou outras formas de dependência química, que necessitem hospitalização, estão sujeitas à co-participação pecuniária no total das despesas, observada a TABELA UNIMED REFERÊNCIA, de acordo com o número de dias de internação, consecutivos ou não, nos últimos doze meses de vigência do contrato, para o respectivo paciente, nos seguintes termos: a) de um a trinta dias, não há co-participação; b) de trinta e um dias a quarenta e cinco dias, co-participação de 50% (cinquenta por cento); c) acima de quarenta e cinco dias, co-participação de 50% (cinquenta por cento). único - medicamentos de uso contínuo, ministrados durante o período dos primeiros trinta dias de internação, não terão co-participação Cobertura dos atendimentos clínicos ou cirúrgicos decorrentes de transtornos psiquiátricos, aí incluídos os procedimentos médicos necessários ao atendimento das lesões auto-infringidas; Cobertura de hospital-dia para os portadores de transtornos psiquiátricos em situação de crise, conforme DIRETRIZES DE UTILIZAÇÃO PARA COBERTURA DE PROCEDIMENTOS NA SAÚDE SUPLEMENTAR constante no ANEXO I da INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 25, DE 12 DE JANEIRO DE 2010, e suas atualizações, a critério do médico assistente; Cobertura de despesas de alimentação, fornecida pela entidade hospitalar, para acompanhante, no caso de pacientes menores de 18 (dezoito) anos e com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, bem como para aqueles portadores de necessidades especiais, conforme indicação do médico assistente. 9.2 COBERTURA ADICIONAL DE OBSTETRÍCIA COM CONTRATAÇÃO OPCIONAL PELO BENEFICIÁRIO CONFORME OPÇÃO NA PROPOSTA DE ADESÃO Os procedimentos descritos abaixo serão disponibilizados pela OPERADORA exclusivamente aos BENEFICIÁRIOS que fizerem a opção da contratação adicional da garantia de Obstetrícia na proposta de adesão, respeitando-se os períodos de carência Cobertura dos procedimentos relativos ao pré-natal, da assistência ao parto e puerpério, observadas as seguintes exigências: a) cobertura de um acompanhante indicado pela mulher durante o trabalho de parto, parto e pós-parto imediato; b) cobertura assistencial ao recém-nascido, filho natural ou adotivo do consumidor, titular ou dependente durante os primeiros trinta dias após o parto, sendo vedada qualquer alegação de DLP ou aplicação de CPT. Ultrapassado o prazo estabelecido (30 dias), caso o recém nascido não tenha sido inscrito no plano, conforme previsto na cláusula Condições de Admissão, cessará a responsabilidade da CONTRATADA quanto ao atendimento. 10 EXCLUSÕES DE COBERTURA 10.1 Com vista ao disposto no art. 10 da Lei 9656/98 e Rol de Procedimentos da Resolução Normativa nº 211/10, respeitadas as coberturas mínimas obrigatórias, estão previstas as seguintes exclusões de cobertura do plano ora pactuado, conforme definições legais abaixo transcritas: a) Tratamento clínico ou cirúrgico experimental assim considerados os que empregam medicamentos, produtos para a saúde ou técnicas não registradas ou regularizadas no país; ou os considerados experimentais pelo Conselho Federal de Medicina CFM e/ou Conselho Federal odontológico CFO; ou os tratamentos cujas indicações não constem na bula registrada na ANVISA (uso off-label); b) Procedimentos clínicos e cirúrgicos para fins estéticos, bem como órteses e próteses para o mesmo fim: todo aquele que não visa restaurar função parcial ou total de órgão ou parte do corpo humano lesionada seja por enfermidade, traumatismo ou anomalia congênita; c) Inseminação artificial: técnica de reprodução assistida que inclui a manipulação de oócitos e esperma para alcançar a fertilização, por meio de injeções de esperma intracitoplasmáticas, transferência intrafalopiana de gameta, doação de oócitos, indução da ovulação, concepção póstuma, recuperação espermática ou transferência intratubária do zigoto, entre outras técnicas; d) Tratamento de rejuvenescimento ou de emagrecimento com finalidade estética; e) Tratamentos em clínicas de emagrecimento (exceto para tratamento da obesidade mórbida em prestador credenciado). 9

12 f) Tratamentos em clínicas de repouso, spas, estâncias hidrominerais, clínicas para acolhimento de idosos e internações que não necessitem de cuidados médicos em ambiente hospitalar; g) Fornecimento de medicamentos e produtos para a saúde importados não nacionalizados, entendidos como aqueles produzidos fora do território nacional e sem registro vigente na Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA; h) Fornecimento de medicamentos para tratamento domiciliar: medicamentos para tratamento domiciliar são aqueles que não requerem administração assistida, ou seja, não necessitam de intervenção ou supervisão direta de profissional de saúde habilitado ou cujo uso não é exclusivamente hospitalar, podendo ser adquiridos por pessoas físicas em farmácias de acesso ao público e administrados em ambiente externo ao de unidade de saúde (hospitais, clínicas, ambulatórios); i) Fornecimento de próteses, órteses e seus acessórios não ligados ao ato cirúrgico: prótese como qualquer dispositivo permanente ou transitório que substitua total ou parcialmente um membro, órgão ou tecido, e órtese qualquer dispositivo permanente ou transitório, incluindo materiais de osteossíntese, que auxilie as funções de um membro, órgão ou tecido, sendo não ligados ao ato cirúrgico aqueles dispositivos cuja colocação ou remoção não requeiram a realização de ato cirúrgico; j) Tratamentos ilícitos ou antiéticos, assim definidos sob o aspecto médico, ou não reconhecidos pelas autoridades competentes; k) Casos de cataclismo, guerras e comoções internas, quando declarados pela autoridade competente; l) Transplantes, autotransplantes e implantes e as despesas deles decorrentes, com exceção dos transplantes de córnea, rim e autólogos listados no Rol de Procedimentos da Resolução Normativa nº 211/10 e suas atualizações; m) Consultas e demais atendimentos domiciliares; n) Quaisquer tratamentos odontológicos, exceto as cirurgias buco-maxilo-faciais constantes no rol de procedimentos da Resolução Normativa nº 211/10 (e suas atualizações) e a estrutura hospitalar necessária à realização dos procedimentos odontológicos passíveis de realização em consultório, mas que por imperativo clínico necessitem de internação hospitalar; o) Todos os procedimentos terapêuticos, médicos e hospitalares não listados no Rol de Procedimentos da RN nº 211/10 e suas atualizações; p) Procedimentos realizados fora da área de abrangência geográfica estabelecida neste contrato; q) Aluguel de equipamentos hospitalares e similares, bem como enfermagem em caráter particular seja em regime hospitalar ou domiciliar; r) Serviços telefônicos ou qualquer outra despesa extraordinária, sejam realizados pelo BENEFICIÁRIO internado ou seu acompanhante, como por exemplo, medicamentos não prescritos pelo médico assistente durante os internamentos cobertos; s) Parto a termo (normal ou cesárea), assistência ao trabalho de parto e atendimento integral ao recém-nascido (sala de parto, berçário e UTI); t) Secção de ligamentos útero-sacros e amniorredução ou amnioinfusão; u) Cerclagem do colo uterino e inversão uterina - redução manual ou tratamento cirúrgico; v) Revisão obstétrica de parto ocorrido fora do hospital (inclui exame, dequitação e sutura de lacerações até de 2º grau); w) Tratamento pré-natal das hidrocefalias e cistos cerebrais e transfusão fetal intra-uterina EXCLUSÕES DE COBERTURAS PARA OS PLANOS SEM DIREITO A OBSTETRÍCIA Ficam excluídos os procedimentos descritos abaixo para todos os BENEFICIÁRIOS que não optarem pela contratação da cobertura adicional de Obstetrícia na Proposta de Adesão; Parto a termo (normal ou cesárea), assistência ao trabalho de parto e atendimento integral ao recém-nascido (sala de parto, berçário e UTI); Secção de ligamentos útero-sacros e amniorredução ou amnioinfusão; Cerclagem do colo uterino e inversão uterina - redução manual ou tratamento cirúrgico; Revisão obstétrica de parto ocorrido fora do hospital (inclui exame, dequitação e sutura de lacerações até de 2º grau); Tratamento pré-natal das hidrocefalias e cistos cerebrais e transfusão fetal intrauterina. 10

13 11 PRAZOS DE CARÊNCIAS Carência é o período ininterrupto durante o qual o BENEFICIÁRIO não terá direito a determinadas coberturas previstas no contrato. Os prazos de carência não se confundem com o prazo da Cobertura Parcial Temporária CPT, correndo eles de maneira independente e não podendo ser somados Serão isentos do cumprimento de carência os BENEFICIÁRIOS cuja solicitação de inscrição no plano ocorra até 30 (trinta) dias a contar da data de celebração deste contrato. Parágrafo Primeiro. Os BENEFICIÁRIOS que solicitarem sua inscrição no plano a partir do 31º (trigésimo primeiro) dia da celebração deste contrato cumprirão as carências normais, definidas neste contrato. Parágrafo Segundo. Os novos BENEFICIÁRIOS que vierem a se vincular à SUB- ESTIPULANTE após os 30 (trinta) dias da celebração deste contrato, serão isentos do cumprimento das carências contratuais desde que façam sua adesão ao plano até 30 (trinta) dias a contar da data de cada aniversário do Contrato Principal da ESTIPULANTE. Parágrafo Terceiro. É assegurada a inscrição do recém nascido, filho natural ou adotivo do consumidor, isento do cumprimento dos períodos de carências e alegação de doença ou lesão preexistente, mediante apresentação da Certidão de Nascimento, desde que: a) a inscrição seja feita em até 30 dias após o nascimento ou adoção; b) o BENEFICIÁRIO tenha direito à cobertura do parto pela CONTRATADA e tenha cumprido a carência. Os novos BENEFICIÁRIOS que vierem a se vincular à SUB-ESTIPULANTE após os 30 (trinta) dias da celebração deste contrato, serão isentos do cumprimento das carências contratuais desde que façam sua adesão ao plano até 30 (trinta) dias a contar da data de cada aniversário do Contrato Principal da ESTIPULANTE Excetuando-se os períodos citados nos item anterior, no curso de vigência deste contrato, caberá a todos os novos BENEFICIÁRIOS inclusos o cumprimento de carência Estão previstas neste contrato as seguintes CARÊNCIAS CONTRATUAIS: a) Urgência e Emergência - 24 horas, observadas as limitações de cobertura, equivalente ao módulo ambulatorial, quando em cumprimento de carência contratual ou Cobertura Parcial Temporária, previstas na cláusula específica de urgência e emergência, adiante mencionada. b) Consultas médicas - 30 dias. c) Análises clínicas, exames anatomopatológicos e citológicos (exceto necrópsia), raio - x simples e contrastados, eletrocardiograma, eletroencefalograma, ultra-sonografia - 30 dias. d) Fisioterapias - 90 dias. e) Demais coberturas(exceto parto a termo) dias. f) Parto a Temo 300 dias (Parto a Termo possuí contratação opcional conforme opção do BENEFICIÁRIO na Proposta de Adesão) 12 - DOENÇAS E LESÕES PREEXISTENTES 12.1 O BENEFICIÁRIO ou seu representante legal está obrigado, por ocasião da inscrição, a informar, por si e por seus dependentes, ser conhecedor ou não, da condição de portador ou sofredor de doença ou lesão preexistente Entende-se por doença e lesão preexistente como aquela de que o BENEFICIÁRIO é sabedor no momento da contratação ou adesão ao plano Os BENEFICIÁRIOs têm a opção de serem orientados por um médico no preenchimento da declaração de saúde A informação será prestada, por meio de declaração de saúde, em formulário específico fornecido pela OPERADORA Na declaração de saúde, o BENEFICIÁRIO ou seu representante legal deverá relacionar todas as lesões e doenças preexistentes à contratação, de seu conhecimento, sob pena da sua omissão ser caracterizada como fraude contratual, sujeitando-o à exclusão do contrato, bem como à cobrança pela OPERADORA de eventuais prejuízos É condição prévia para a inclusão de cada BENEFICIÁRIO a apresentação da declaração de saúde acima mencionada, onde conste ser conhecedor ou não da condição de portador ou sofredor de doença ou lesão preexistente Fica facultado, a critério da OPERADORA, durante o período de 24 meses a contar da data da vigência do contrato ou da inscrição do BENEFICIÁRIO, a realização de exame pericial, posteriormente à realização da declaração de saúde, visando identificar a existência de doenças ou lesões preexistentes. 11

14 12.7 A constatação da existência de lesão ou doença preexistente, nos termos da regulamentação específica da matéria, resultará na aplicação da cobertura parcial temporária pelo prazo máximo de 24 (vinte e quatro) meses, período no qual haverá a suspensão da cobertura de Procedimentos de Alta Complexidade (PAC), leitos de alta tecnologia e procedimentos cirúrgicos, relacionados exclusivamente às doenças ou lesões preexistentes declaradas pelo BENEFICIÁRIO ou seu representante legal Cobertura Parcial Temporária (CPT) é aquela que admite, por um período ininterrupto de até 24 meses, a partir da data da contratação ou adesão ao plano privado de assistência à saúde, a suspensão da cobertura de Procedimentos de Alta Complexidade (PAC), leitos de alta tecnologia e procedimentos cirúrgicos, relacionados exclusivamente às doenças ou lesões preexistentes declaradas pelo BENEFICIÁRIO ou seu representante legal A OPERADORA poderá comprovar o conhecimento prévio do BENEFICIÁRIO sobre sua condição de saúde quanto à doença ou lesão preexistente durante o período de 24 meses. A omissão da doença ou lesão preexistente poderá ser caracterizada como comportamento fraudulento do BENEFICIÁRIO A OPERADORA irá notificar o BENEFICIÁRIO da alegação de omissão de doença ou lesão preexistente eventualmente não declarada na ocasião da adesão ao plano. Se o BENEFICIÁRIO não concordar com a alegação, a OPERADORA irá encaminhar a documentação pertinente à ANS, requerendo abertura de processo administrativo para verificação da sua procedência ou não quanto à omissão de informação. Parágrafo primeiro: Após decisão da ANS favorável à OPERADORA, os envolvidos serão excluídos por fraude, nos termos da lei 9656/98 e resoluções pertinentes, bem como, poderá a OPERADORA efetuar a cobrança das despesas com a assistência médico-hospitalar e que tenha relação com a doença ou lesão preexistente, desde a data da efetiva notificação da identificação da omissão de informação. Parágrafo segundo: Não será permitida, sob qualquer alegação, a negativa de cobertura assistencial, assim como a exclusão unilateral de contrato, até a publicação pela ANS do encerramento do processo administrativo com decisão favorável à OPERADORA Eventual realização de perícia médica, quando da inscrição do BENEFICIÁRIO no plano contratado, veda a possibilidade de abertura de processo de alegação de omissão de informação no preenchimento da Declaração de Saúde. 13 ATENDIMENTO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA 13.1 Emergência são os atendimentos definidos como aqueles que implicarem risco imediato de morte ou de lesões irreparáveis para o paciente, caracterizada em declaração do médico assistente Urgência são os atendimentos entendidos como resultantes de acidentes pessoais ou complicações no processo gestacional É assegurada, nos limites abaixo descritos, a cobertura dos procedimentos de urgência e emergência, após 24 (vinte e quatro) horas de vigência do contrato ou da inscrição do BENEFICIÁRIO no plano. Parágrafo Primeiro. Estando o BENEFICIÁRIO em cumprimento de carências contratuais ou Cobertura Parcial Temporária CPT, o atendimento de urgência e emergência referente a complicações no processo gestacional, será garantido, após 24 horas da inclusão do BENEFICIÁRIO no contrato, e terá cobertura igual ao da segmentação ambulatorial, limitada as primeiras 12 (doze) horas de atendimento, não garantindo, portanto, cobertura para internação. Parágrafo segundo: Estando o BENEFICIÁRIO em cumprimento de carência ou CPT, quando necessária, para a continuidade do atendimento de emergência ou de complicações no processo gestacional, a realização de internamentos ou procedimentos exclusivos da cobertura hospitalar, ainda que na mesma unidade prestadora de serviços e em tempo menor que 12 (doze) horas, a cobertura cessará, sendo que a responsabilidade financeira, a partir da necessidade de internação ou realização de cirurgias hospitalares, passará a ser do BENEFICIÁRIO, não cabendo ônus à OPERADORA, ESTIPULANTE ou SUB-ESTIPULANTE. Parágrafo Terceiro: Depois de decorridas 24 horas de vigência do contrato ou adesão ao plano, será garantida a cobertura sem restrições para atendimentos médicos cobertos decorrentes de acidentes pessoais É garantido, no presente contrato, o reembolso das despesas com procedimentos, cobertos neste contrato, caracterizados como de urgência ou emergência realizados por médicos e serviços não contratados ou credenciados, desde que respeitada a área de abrangência geográfica do contrato, e não tenha sido possível a utilização dos serviços cooperados ou credenciados. Parágrafo único: O reembolso será efetuado de acordo com a TABELA UNIMED REFERÊNCIA vigente na data do evento, no que se refere a honorários médicos, diárias e taxas hospitalares e, de 12

15 acordo com os preços médios de mercado, para materiais e medicamentos, considerando, no prazo de até 30 dias da entrega completa dos documentos abaixo relacionados: a) Relatório do médico assistente, atestando a urgência ou emergência, declarando o nome do paciente, descrição do tratamento e respectiva justificação dos procedimentos realizados, data do atendimento, e, quando for o caso, período de permanência no hospital, e data da alta hospitalar; b) Conta hospitalar discriminando materiais e medicamentos consumidos, com preço por unidade, juntamente com notas fiscais, faturas ou recibos do hospital; c) Recibos individualizados de honorários dos médicos assistentes, auxiliares e outros, discriminando funções e o evento a que se referem, e se for o caso, a duração do ato anestésico; d) Comprovantes relativos aos serviços de exames laboratoriais, de radiodiagnósticos, terapias e serviços auxiliares, acompanhados do pedido do médico assistente Só serão reembolsáveis as despesas vinculadas diretamente ao evento que originou o atendimento ao BENEFICIÁRIO, realizadas enquanto perdurar o estado de urgência ou emergência O BENEFICIÁRIO perderá o direito ao reembolso decorridos doze meses da data do evento A OPERADORA garante a cobertura da remoção inter-hospitalar do paciente BENEFICIÁRIO nas seguintes situações: a) Depois de realizar os atendimentos classificados como urgência e emergência, e se caracterizada pelo médico assistente a falta de recursos da unidade para continuidade do atendimento, a OPERADORA garantirá a remoção do BENEFICIÁRIO para uma unidade hospitalar própria ou contratada, mais próxima, que disponha dos recursos necessários para o atendimento, sem ônus. b) Quando envolver acordo de cobertura parcial temporária, por doenças e lesões preexistentes e nos casos de cumprimento de carência para internação ou cirurgias, caberá à OPERADORA o ônus e a responsabilidade da remoção do paciente para uma unidade do SUS mais próxima, que disponha dos recursos necessários para garantir a continuidade do atendimento, cessando sua responsabilidade sobre o paciente quando efetuado o registro na unidade do SUS. Parágrafo Primeiro. A remoção a que se refere o caput realizar-se-á em ambulância com os recursos necessários a fim de garantir a manutenção da vida, para outro hospital dentro dos limites de cobertura geográfica do plano. Parágrafo Segundo. Nos casos de remoção previsto no item "b" do caput, quando não possa haver remoção por risco de morte, o (a) BENEFICIÁRIO, ou seu representante legal, e o prestador do atendimento devem negociar entre si a responsabilidade financeira da continuidade da assistên cia, desobrigando-se, assim, a OPERADORA desse ônus. Parágrafo Terceiro. Quando o paciente ou seus responsáveis optarem, mediante assinatura de termo de responsabilidade, pela continuidade do atendimento em unidade diferente da definida no item "b" do caput, a OPERADORA estará desobrigada da responsabilidade médica e do ônus financeiro da remoção e demais despesas relativas ao internamento em caráter particular. c) Quando o paciente estiver internado em uma unidade hospitalar, que não possua o recurso para efetuar determinados exames ou procedimentos, indispensáveis para controle da evolução da doença e elucidação diagnóstica, a OPERADORA garantirá a sua remoção para outro estabelecimento credenciado, desde que solicitado pelo médico assistente. 14 ACESSO À LIVRE ESCOLHA DE PRESTADORES Nos planos Unimed disponibilizados, o BENEFICIÁRIO não possui o direito a livre escolha de prestadores, sendo a utilização exclusiva de profissionais e estabelecimentos médicos relacionados na rede credenciada da OPERADORA PAGAMENTO DAS MENSALIDADES E INADIMPLÊNCIA 15.1 Os valores a serem pagos pela cobertura assistencial ora contratada, a título de mensalidade, será constituído pela soma dos valores individuais do titular e de seus dependentes, acrescidos dos valores decorrentes da CO-PARTICIPAÇÃO eventualmente devidos, a qual será calculada sobre os valores praticados na TABELA UNIMED REFERÊNCIA vigente na data do evento Se o CONTRATANTE não receber documento que possibilite realizar o pagamento de sua obrigação, deverá imprimi-lo diretamente no site da ESTIPULANTE para que não se sujeite às conseqüências da mora Se houver dúvidas quanto às informações dos valores devidos a título de co-participação (quando devidos), o BENEFICIÁRIO poderá solicitar à ESTIPULANTE os esclarecimentos necessários. 13

16 15.4 Tratando-se de contrato na modalidade de pré-pagamento, ainda que não haja utilização efetiva dos serviços no período de inadimplência, permanecerá o BENEFICIÁRIO responsável pelo pagamento das respectivas parcelas O BENEFICIÁRIO pagará o prêmio mensal mais os encargos previstos na legislação vigente, correspondente à faixa etária do plano contratado (titular+dependentes), na data do vencimento mensal indicado no documento de cobrança, que corresponde ao dia 1º (primeiro) do mês de vigência em cobrança bancária em favor da ESTIPULANTE A mensalidade será paga somente na rede bancária conveniada, ou por débito em conta corrente do BENEFICIÁRIO titular mediante autorização expressa do correntista, nos vencimentos assinalados nos documentos de cobrança As mensalidades e acertos de prêmio decorrentes de inclusões e exclusões de BENEFICIÁRIOS, serão contabilizados no prêmio mensal do mês subseqüente às movimentações, conforme os valores vigentes na data do faturamento As movimentações de BENEFICIÁRIOS ocorridas após o fechamento da fatura serão consideradas como acerto de prêmio no faturamento do prêmio mensal subseqüente O pagamento da fatura perante a OPERADORA é de responsabilidade do ESTIPULANTE e/ou Administradora de acordo com as cláusulas contratuais O pagamento de prêmio mensal pelo BENEFICIÁRIO não quita eventuais débitos anteriores Se o ESTIPULANTE não identificar o pagamento de qualquer mensalidade vencida, poderá solicitar a comprovação do pagamento devidamente validada por estabelecimento bancário Os prêmios não pagos até a data do vencimento serão acrescidos de 2% (dois por cento) de multa e 1%(um por cento) ao mês de juros de mora, além de acréscimos decorrentes da aplicação de índices inflacionários oficiais, nos termos permitidos pela legislação vigente. Vencido o limite de prazo para pagamento consignado no documento de cobrança, o valor do prêmio mensal, acrescido da multa e do juro aqui estabelecidos, será lançado no documento de cobrança do mês subsequente, acumulando-se portanto duas mensalidades que deverão ser quitadas em conjunto e pelo total O contrato poderá ser rescindido pelo ESTIPULANTE, sem devolução dos prêmios pagos, toda vez que o BENEFICIÁRIO tornar-se inadimplente de duas mensalidades, uma vez esgotado o prazo final para quitação bancária fixado no boleto de cobrança. Nesta hipótese o BENEFICIÁRIO ficará obrigado a devolver todas as carteiras do plano (titular e dependentes), documentos que desde logo reconhece serem de propriedade do ESTIPULANTE e a si disponibilizados sob o regime de comodato. Em caso de não devolução dos mesmos, o ESTIPULANTE poderá, quando o caso, proceder a busca e apreensão dos mesmos, sendo devidas ao ESTIPULANTE as parcelas vencidas até o cancelamento Como conseqüência da eventual não devolução dos documentos aludidos no subitem 15.13, o BENEFICIÁRIO ficará responsável pelo ressarcimento ao ESTIPULANTE de todas as despesas e custos judiciais necessários à recuperação dos mesmos, além de continuar obrigado pelo pagamento do prêmio aqui contratado até a data da efetiva entrega dos mencionados documentos Os impostos e demais encargos que venham a incidir sobre a mensalidade serão da responsabilidade do BENEFICIÁRIO. 16. REAJUSTES DA MENSALIDADE DO PLANO 16.1 A mensalidade será reajustada anualmente no aniversário do Contrato Principal Estipulado pela Extramed, informado na proposta de adesão, independente da data de início individual do BENEFICIÁRIO, e independente da data de adesão do SUB-ESTIPULANTE ao Contrato Principal, sem prejuízo da atualização das variações do valor da contraprestação pecuniária em razão de mudança de faixa etária Nos termos da lei, os valores das mensalidades serão reajustados anualmente, no aniversário do contrato informado na proposta de adesão, com base em cálculo atuarial, que poderá ser revisto se houver: utilização comprovada acima da média normal, acréscimo de novos métodos de elucidação diagnóstica e tratamento, ou aumento comprovado dos custos dos serviços contratados. 1º O cálculo dos reajustes obedecerá a seguinte fórmula: REAJUSTE = [VARIAÇÃO NO PERÍODO DOS ÚLTIMOS DOZE MESES DAS: (DESPESAS MÉDICAS E/OU HOSPITALARES X RESPECTIVOS PESOS NO CUSTO) + (DESPESAS COM SERVIÇOS AUXILIARES DE DIAGNÓSTICO E TERAPIA X RESPECTIVOS PESOS NO CUSTO) + (DESPESAS ADMINISTRATIVAS X RESPECTIVOS PESOS NO CUSTO)] + A DIFERENÇA (PONTOS PERCENTUAIS) ENTRE O ÍNDICE DE SINISTRALIDADE APURADO PELA MÉDIA DE UTILIZAÇÃO DA MASSA DE BENEFICIÁRIOS DE PLANOS EQUIVALENTES AO ORA 14

17 CONTRATADO E O ÍNDICE DE SINISTRALIDADE IDEAL, PACTUADO EM 75% (SETENTA E CINCO POR CENTO). 2º Compõem as despesas médicas e/ou hospitalares: a) Honorários, sobre as consultas e outros procedimentos; b) SADT- Serviços Auxiliares de Diagnóstico e Terapia; c) Diárias e taxas hospitalares; d) Materiais e medicamentos. 3º Compõem as despesas administrativas: a) Salários; b) Outras despesas não especificadas Se por qualquer motivo, a OPERADORA não puder praticar o reajustamento, nos termos do item anterior, a mensalidade será reajustada, na periodicidade legal, pela variação do IGP -M (índice geral de preços do Mercado), divulgado pela Fundação Getúlio Vargas, ou, na falta deste por outro índice que reflita a perda do poder aquisitivo da moeda no período Fica estabelecido que o teto máximo da co-participação, previsto no item 4.1.3, será reajustado anualmente no mesmo percentual de reajuste das mensalidades Caso nova legislação venha a autorizar a correção em período inferior a 12 (doze) meses, a mesma terá aplicação imediata A OPERADORA comunicará a ANS todos os reajustes levados a efeito no presente contrato As mensalidades poderão ser recalculadas em função da sinistralidade apurada anualmente, caso a relação custo/receita seja superior a 75% (setenta e cinco por cento), o reajuste, se necessário, será aplicado sempre no aniversário do contrato principal informado na proposta de adesão, independentemente da vigência individual de cada BENEFICIÁRIO A OPERADORA apresentará ao ESTIPULANTE o cálculo através do qual chegou ao valor da mensalidade para o próximo período de vigência, em decorrência da sinistralidade do Contrato Principal, com 30 dias de antecedência da aplicação do novo prêmio. Caberá ao ESTIPULANTE avaliar a exatidão do cálculo, com base no histórico de sinistralidade do período O valor da mensalidade recalculada será devida a partir da mensalidade com vencimento no dia 1º (primeiro) do mês de aniversário do contrato principal, informado na proposta de adesão. 17 ALTERAÇÃO DA MENSALIDADE POR MUDANÇA DE FAIXA ETÁRIA O valor da mensalidade será corrigido pela mudança de faixa etária, aplicando-se o novo valor indicado na(s) Tabela(s) de Prêmio, parte integrante da Proposta de Adesão Os aumentos decorrentes da mudança de faixa etária incidirão sobre o preço da mensalidade vigente na data do aniversário de cada BENEFICIÁRIO, e não se confundem com o reajuste anual As faixas etárias previstas neste contrato são: de 0 (zero) a 18 (dezoito) anos; de 19 (dezenove) a 23 (vinte e três) anos; de 24 (vinte e quatro) a 28 (vinte e oito) anos; de 29 (vinte e nove) a 33 (trinta e três) anos; de 34 (trinta e quatro) a 38 (trinta e oito) anos; de 39 (trinta e nove) a 43 (quarenta e três) anos; de 44 (quarenta e quatro) a 48 (quarenta e oito) anos; de 49 (quarenta e nove) a 53 (cinqüenta e três) anos; de 54 (cinqüenta e quatro) a 58 (cinqüenta e oito) anos; de 59 (cinqüenta e nove) anos ou mais Ocorrendo alterações na idade de qualquer dos BENEFICIÁRIOS que importe deslocamento para outra faixa etária, o valor da mensalidade será corrigido no mês subsequente ao da ocorrência, de acordo com os percentuais da tabela abaixo, que se acrescentarão sobre o valor da última contraprestação pecuniária, observadas as seguintes condições, conforme artigo 3º, incisos I e II da RN 63/03: I. O valor fixado para a última faixa etária não poderá ser superior a seis vezes o valor da primeira faixa etária. II. A variação acumulada entre a sétima e a décima faixa não poderá ser superior à variação acumulada entre a primeira e a sétima faixas São os seguintes os percentuais de reajuste em razão de mudança de faixa etária: 15

18 17.4.1Plano Coletivo por Adesão com Co-Participação (COLETIVO ADESÃO COP ESPECIAL MATER ADMINISTRADO), segmentação assistencial Ambulatorial + Hospitalar + Obstetrícia. Padrão de Acomodação APARTAMENTO a) Ao completar 19 anos, acréscimo de 10,24%; b) Ao completar 24 anos, acréscimo de 18,18%; c) Ao completar 29 anos, acréscimo de 7,39%; d) Ao completar 34 anos, acréscimo de 6,77%; e) Ao completar 39 anos, acréscimo de 12,45%; f) Ao completar 44 anos, acréscimo de 5,38%; g) Ao completar 49 anos, acréscimo de 17,27%; h) Ao completar 54 anos, acréscimo de 30,64%; i) Ao completar 59 anos, acréscimo de 15,54%; Plano Coletivo por Adesão com Co-Participação (COLETIVO ADESÃO BÁSICO MATER ADMINISTRADO), segmentação assistencial Ambulatorial + Hospitalar + Obstetrícia. Padrão de Acomodação ENFERMARIA a) Ao completar 19 anos, acréscimo de 8,47%; b) Ao completar 24 anos, acréscimo de 15,36%; c) Ao completar 29 anos, acréscimo de 6,45%; d) Ao completar 34 anos, acréscimo de 5,98%; e) Ao completar 39 anos, acréscimo de 11,14%; f) Ao completar 44 anos, acréscimo de 4,91%; g) Ao completar 49 anos, acréscimo de 14,76%; h) Ao completar 54 anos, acréscimo de 26,52%; i) Ao completar 59 anos, acréscimo de 13,35%; Plano Coletivo por Adesão com Co-Participação (COLETIVO ADESÃO COP ESPECIAL ADMINISTRADO), segmentação assistencial Ambulatorial + Hospitalar (Sem Obstetrícia). Padrão de Acomodação APARTAMENTO a) Ao completar 19 anos, acréscimo de 12,71%; b) Ao completar 24 anos, acréscimo de 21,82%; c) Ao completar 29 anos, acréscimo de 8,48%; d) Ao completar 34 anos, acréscimo de 7,66%; e) Ao completar 39 anos, acréscimo de 13,90%; f) Ao completar 44 anos, acréscimo de 5,90%; g) Ao completar 49 anos, acréscimo de 20,40%; h) Ao completar 54 anos, acréscimo de 35,74%; i) Ao completar 59 anos, acréscimo de 18,33%; Plano Coletivo por Adesão com Co-Participação (COLETIVO ADESÃO COP ESPECIAL ADMINISTRADO), segmentação assistencial Ambulatorial + Hospitalar (Sem Obstetrícia). Padrão de Acomodação ENFERMARIA a) Ao completar 19 anos, acréscimo de 10,21%; b) Ao completar 24 anos, acréscimo de 18,08%; c) Ao completar 29 anos, acréscimo de 7,37%; d) Ao completar 34 anos, acréscimo de 6,73%; e) Ao completar 39 anos, acréscimo de 12,42%; f) Ao completar 44 anos, acréscimo de 7,51%; g) Ao completar 49 anos, acréscimo de 14,85%; h) Ao completar 54 anos, acréscimo de 30,51%; i) Ao completar 59 anos, acréscimo de 16,82%; 17.5 Os BENEFICIÁRIOS com mais de 59 (cinquenta e nove) anos de idade estarão isentos do aumento decorrente de modificação por faixa etária, permanecendo apenas a aplicação do reajuste financeiro anual na forma prevista neste contrato. 18 TABELA DE VALORES DESCONTO POR GRUPO FAMILIAR 18.1 A OPERADORA concederá descontos progressivos para incentivar a participação do grupo familiar do BENEFICIÁRIO titular, concedendo desconto no valor da mensalidade, até o percentual máximo de 20% (vinte por cento), de acordo com a quantidade de dependentes inscritos no plano, conforme tabela na proposta de adesão. 16

19 Parágrafo primeiro: Os descontos percentuais supracitados não se aplicam aos eventuais valores devidos a título de co-participação. Parágrafo segundo: Havendo inclusão ou exclusão de BENEFICIÁRIOS dependentes, os valores das mensalidades per capita serão readequados automaticamente no mês seguinte a movimentação, concedendo-se ou retirando-se o desconto, alterando-se, consequentemente, os valores praticados por pessoa. Parágrafo terceiro: Independentemente da data de inclusão dos BENEFICIÁRIOS, os valores de suas contraprestações terão o primeiro reajuste integral na data de aniversário de vigência do contrato, entendendo-se esta como data-base única. 19 VIGÊNCIA, RENOVAÇÃO E EXTINÇÃO DO CONTRATO O período de vigência do contrato entre a ESTIPULANTE e o SUB-ESTIPULANTE é de 12 meses, contados, de forma única para todos os segurados vinculados ao SUB-ESTIPULANTE, a partir da data de aniversário informada na Proposta de Adesão e sua renovação é automática, caso não haja expressa desistência do SUB- ESTIPULANTE até 60 dias antes da data do final da vigência, ou o cancelamento do contrato por parte da OPERADORA, com a mesma antecedência No caso de inclusão de novos BENEFICIÁRIOS, em data que não seja coincidente com a data de renovação do contrato entre o ESTIPULANTE e o SUB-ESTIPULANTE, o plano terá, no primeiro ano, vigência inferior a 12 meses Sempre que este plano for renovado, não haverá cobrança de qualquer taxa no ato da renovação. 20 CANCELAMENTO DO PLANO 20.1 Cancelamento do Plano por iniciativa do BENEFICIÁRIO. O contrato poderá ser rescindido por vontade do BENEFICIÁRIO bastando que o mesmo não tenha débitos com o ESTIPULANTE, e envie pedido formal ao ESTIPULANTE até o dia 15 (quinze) do mês anterior ao cancelamento para efeito a partir do dia primeiro do mês subsequente, enviando anexas as Carteiras, sem o que não se concretizará o cancelamento, sendo devidas ao ESTIPULANTE e/ou Administradora as parcelas vencidas até a entrega das mesmas O BENEFICIÁRIO será responsável pelo pagamento de todas as despesas médico-hospitalares efetuadas indevidamente após o cancelamento do plano, corrigidas pelo IGPM acumulado no período Cancelamento do Plano por iniciativa do ESTIPULANTE O contrato poderá ser rescindido pelo ESTIPULANTE, sem devolução dos prêmios pagos, toda vez que o BENEFICIÁRIO tornar-se inadimplente de duas mensalidades, uma vez esgotado o prazo final para quitação bancária fixado no boleto de cobrança. Nesta hipótese o BENEFICIÁRIO ficará obrigado a devolver todas as carteiras do plano (titular e dependentes), documentos que desde logo reconhece serem de propriedade do ESTIPULANTE e a si disponibilizados sob o regime de comodato. Em caso de não devolução dos mesmos, o ESTIPULANTE poderá, quando o caso, proceder a busca e apreensão dos mesmos, sendo devidas ao ESTIPULANTE as parcelas vencidas até o cancelamento O BENEFICIÁRIO será responsável pelo pagamento de todas as despesas médico-hospitalares efetuadas indevidamente após o cancelamento do seguro por inadimplência, corrigidas pelo IGPM acumulado no período Cancelamento do Plano por iniciativa da OPERADORA. O contrato poderá ser rescindido pela OPERADORA, sem devolução dos prêmios pagos ao ESTIPULANTE, nas seguintes situações; Quando o proponente não fizer declarações verdadeiras e completas na proposta de adesão ou no cartão proposta, omitindo circunstâncias que possam influir na aceitação do plano ou no valor do prêmio mensal, conforme estabelecido no Código Civil Brasileiro e normas da ANS Quando o BENEFICIÁRIO permitir o uso indevido do cartão individual de identificação, seu ou de seus dependentes, seja por dolo ou culpa; Quando houver pronunciamento formal da OPERADORA com até 60 dias de antecedência do aniversário do Contrato Principal no sentido da não renovação da mesma nas condições vigentes Extinto o contrato, por qualquer que seja o motivo, a OPERADORA deixará de ser responsável pela cobertura dos custos ou REEMBOLSO das despesas havidas após a extinção, inclusive de BENEFICIÁRIOS internados, passando a responsabilidade para o BENEFICIÁRIO, e ficando a ESTIPULANTE, a SUB-ESTIPULANTE e A OPERADORA autorizada, desde logo, a efetuar a cobrança ao BENEFICIÁRIO, dos custos incorridos. 17

20 21 ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE Nenhuma responsabilidade caberá à OPERADORA, ao ESTIPULANTE, ao SUB-ESTIPULANTE e ao Extramed pelos atendimentos médico-hospitalares previstos neste contrato, concordando expressamente o BENEFICIÁRIO que tal responsabilidade será exclusiva do prestador de serviços que ela deu causa. 22 FORO Fica eleito o Foro da Comarca de Curitiba para dirimir qualquer dúvida advinda do presente contrato de Adesão ao Plano de Saúde. 18

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 167, DE 9 DE JANEIRO DE 2008.

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 167, DE 9 DE JANEIRO DE 2008. RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 167, DE 9 DE JANEIRO DE 2008. Atualiza o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, que constitui a referência básica para cobertura assistencial nos planos privados de assistência

Leia mais

Diário Oficial Imprensa Nacional... Nº 7 DOU de 10/01/08

Diário Oficial Imprensa Nacional... Nº 7 DOU de 10/01/08 Diário Oficial Imprensa Nacional... Nº 7 DOU de 10/01/08 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL BRASÍLIA - DF AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR RESOLUÇÃO NORMATIVA No- 167, DE 9 DE JANEIRO DE

Leia mais

A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS, tendo

A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS, tendo Minuta de Resolução Normativa RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº XXX, DE 0XX DE XXXXXXXXX DE 2007. Atualiza o Rol de Procedimentos que constitui a referência básica para cobertura assistencial nos planos privados

Leia mais

Módulo Ambulatorial+Hospitalar +Obstetrícia PREZADO ASSOCIADO

Módulo Ambulatorial+Hospitalar +Obstetrícia PREZADO ASSOCIADO Tabela Comercial UNIFAMÍLIA EMPRESARIAL POR ADESÃO COPARTICIPATIVO 50% Módulo Ambulatorial+Hospitalar +Obstetrícia Cobertura de consultas médicas de pré-natal, exames complementares bem como atendimentos

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 262, DE 1 DE AGOSTO DE 2011.

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 262, DE 1 DE AGOSTO DE 2011. RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 262, DE 1 DE AGOSTO DE 2011. Atualiza o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde previstos na RN nº 211, de 11 de janeiro de 2010. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de

Leia mais

Cobertura assistencial PLANOS DE SAÚDE CONHEÇA SEUS DIREITOS. Contratos. Tipos de plano. Coberturas obrigatórias. Planos novos e adaptados SÉRIE

Cobertura assistencial PLANOS DE SAÚDE CONHEÇA SEUS DIREITOS. Contratos. Tipos de plano. Coberturas obrigatórias. Planos novos e adaptados SÉRIE Cobertura assistencial Contratos Tipos de plano Coberturas obrigatórias Planos novos e adaptados SÉRIE PLANOS DE SAÚDE CONHEÇA SEUS DIREITOS Cobertura assistencial SÉRIE PLANOS DE SAÚDE CONHEÇA SEUS DIREITOS

Leia mais

Atualizado em JANEIRO/2009 Informações e tabelas de preços cedidas pela UNIMED Guarapuava

Atualizado em JANEIRO/2009 Informações e tabelas de preços cedidas pela UNIMED Guarapuava A Unimed Guarapuava, tem por objetivo, oferecer sempre as melhores opções, com produtos que supram a necessidade de nossos clientes, garantindo-lhes inúmeras vantagens como: cobertura mais ampla, profissionais

Leia mais

COBERTURA ASSISTENCIAL - INFORMAÇÕES INDISPENSÁVEIS AO CONSUMIDOR -

COBERTURA ASSISTENCIAL - INFORMAÇÕES INDISPENSÁVEIS AO CONSUMIDOR - COBERTURA ASSISTENCIAL - INFORMAÇÕES INDISPENSÁVEIS AO CONSUMIDOR - A cobertura assistencial é um conjunto de direitos a que o consumidor faz jus ao contratar um plano de saúde. A extensão da cobertura

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA BÁSICO DE PLANO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE (Anexo da Portaria Normativa SRH/MP nº 01, de 27 de dezembro de 2007)

TERMO DE REFERÊNCIA BÁSICO DE PLANO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE (Anexo da Portaria Normativa SRH/MP nº 01, de 27 de dezembro de 2007) TERMO DE REFERÊNCIA BÁSICO DE PLANO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE (Anexo da Portaria Normativa SRH/MP nº 01, de 27 de dezembro de 2007) 1. OBJETO 1.1. O presente instrumento tem por objeto regular o plano de

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 211, DE 11 DE JANEIRO DE 2010.

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 211, DE 11 DE JANEIRO DE 2010. RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 211, DE 11 DE JANEIRO DE 2010. Atualiza o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, que constitui a referência básica para cobertura assistencial mínima nos planos privados de

Leia mais

COBERTURAS E CARÊNCIAS:

COBERTURAS E CARÊNCIAS: PLANO REGIONAL E LOCAL UNIVERSITARIO PESSOA FÍSICA Lei 9656/98 ANS Beneficiários que residem em Guaratinguetá, Aparecida, Cunha ou Potim Definições: Unimed: Cooperativa de Trabalho Médico, regida pela

Leia mais

MANUAL DO ASSOCIADO CONTRATANTE: SENGE - PR CÓDIGO CONTRATANTE: 54780-0

MANUAL DO ASSOCIADO CONTRATANTE: SENGE - PR CÓDIGO CONTRATANTE: 54780-0 MANUAL DO ASSOCIADO CONTRATANTE: SENGE - PR CÓDIGO CONTRATANTE: 54780-0 Este manual tem o objetivo de levar ao Associado informações sobre o plano de saúde ao qual está propondo sua adesão. Colocamos as

Leia mais

CONTRATO DE COBERTURA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA E HOSPITALAR PESSOA JURÍDICA 112A CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA

CONTRATO DE COBERTURA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA E HOSPITALAR PESSOA JURÍDICA 112A CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA 1 QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA.......................................... 1 2 QUALIFICAÇÃO DA CONTRATANTE......................................... 1 3 NOME COMERCIAL E NÚMERO DE REGISTRO

Leia mais

CONTRATO DE COBERTURA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA E HOSPITALAR PESSOA JURÍDICA 011 L CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA

CONTRATO DE COBERTURA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA E HOSPITALAR PESSOA JURÍDICA 011 L CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA 1 QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA... 1 2 QUALIFICAÇÃO DA CONTRATANTE... 1 3 NOME COMERCIAL E NÚMERO DE REGISTRO DO PLANO NA ANS... 2 4 TIPO DE CONTRATAÇÃO... 3 5 SEGMENTAÇÃO ASSISTENCIAL

Leia mais

CONTRATO INDIVIDUAL / FAMILIAR PRATA

CONTRATO INDIVIDUAL / FAMILIAR PRATA CONTRATO INDIVIDUAL / FAMILIAR PRATA CONTRATO INDIVIDUAL / FAMILIAR PRATA DIFERENÇAS DOS TIPOS DE CONTRATATAÇÃO (Redação dada pela RN nº 379, de 01/06/2015) Planos individuais ou familiares: São aqueles

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPELA DE SANTANA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPELA DE SANTANA ANEXO I CARACTERÍSITCAS DO OBJETO Objeto: Contratação de operadora de plano de assistência médico-hospitalar, compreendendo os serviços clínicos e cirúrgicos, ambulatoriais, internação clínica, cirúrgica

Leia mais

Contrato Particular de Prestação de Serviços Médicos, Hospitalares, Serviços de Diagnóstico e Terapia.

Contrato Particular de Prestação de Serviços Médicos, Hospitalares, Serviços de Diagnóstico e Terapia. ÍNDICE A - QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA... 2 B - QUALIFICAÇÃO DA CONTRATANTE... 2 C - NOME COMERCIAL E NÚMERO DE REGISTRO DO PLANO NA ANS... 2 D - TIPO DE CONTRATAÇÃO DO PLANO DE SAÚDE... 2 E - TIPO DE SEGMENTAÇÃO

Leia mais

http://www.ans.gov.br/portal/site/legislacao/legislacao_integra.asp?id=1974&id_original=0

http://www.ans.gov.br/portal/site/legislacao/legislacao_integra.asp?id=1974&id_original=0 Page 1 of 7 Consultas Pagamentos e Parcelamentos Programas Arquivos A ANS TRANSPARÊNCIA LEGISLAà ÃO Cà MARA DE SAÚDE SUPLEMENTAR EVENTOS ENTENDA O SETOR CONSULTAS Legislação RN/0211 BIBLIOTECA INFORMAÃ

Leia mais

CONTRATO DE COBERTURA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA E HOSPITALAR PESSOA FÍSICA 110A CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA

CONTRATO DE COBERTURA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA E HOSPITALAR PESSOA FÍSICA 110A CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA 1 QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA.......................................... 1 2 QUALIFICAÇÃO DA CONTRATANTE......................................... 1 3 NOME COMERCIAL E NÚMERO DE REGISTRO

Leia mais

CONTRATO DE COBERTURA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA E HOSPITALAR PESSOA JURÍDICA 110A CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA

CONTRATO DE COBERTURA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA E HOSPITALAR PESSOA JURÍDICA 110A CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA 1 QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA.......................................... 1 2 QUALIFICAÇÃO DA CONTRATANTE......................................... 1 3 NOME COMERCIAL E NÚMERO DE REGISTRO

Leia mais

UNIFLEX REGIONAL CO-PARTICIPAÇÃO 50% COLETIVO EMPRESARIAL. www.unimedflorianopolis.com.br SAC: 0800-483500 ÍNDICE

UNIFLEX REGIONAL CO-PARTICIPAÇÃO 50% COLETIVO EMPRESARIAL. www.unimedflorianopolis.com.br SAC: 0800-483500 ÍNDICE ÍNDICE CLÁUSULA 1ª - CARACTERÍSTICAS GERAIS DO CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE. 2 CLÁUSULA 2ª ATRIBUTOS DO CONTRATO... 3 CLÁUSULA 3ª - CONDIÇÕES DE ADMISSÃO... 3 CLÁUSULA 4ª - COBERTURAS E PROCEDIMENTOS GARANTIDOS...

Leia mais

Planos de Saúde e a nova Resolução da ANS

Planos de Saúde e a nova Resolução da ANS Planos de Saúde e a nova Resolução da ANS No final de outubro, a Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS anunciou que, a partir de janeiro de 2014, os beneficiários de planos de saúde individuais e coletivos

Leia mais

CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA

CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA CLÁUSULAS ASSUNTO PÁGINA 1 QUALIFICAÇÃO DA CONTRATADA......................................... 1 2 QUALIFICAÇÃO DA CONTRATANTE......................................... 1 3 NOME COMERCIAL E NÚMERO DE REGISTRO

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 387, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015

AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 387, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015 AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 387, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015 Atualiza o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, que constitui a referência básica

Leia mais

CONVÊNIOS DE SERVIÇOS MÉDICOS 1º - CENTRO HOSPITALAR ATIBAIA S/C LTDA CLIMED SAÚDE

CONVÊNIOS DE SERVIÇOS MÉDICOS 1º - CENTRO HOSPITALAR ATIBAIA S/C LTDA CLIMED SAÚDE CONVÊNIOS DE SERVIÇOS MÉDICOS 1º - CENTRO HOSPITALAR ATIBAIA S/C LTDA CLIMED SAÚDE Empresa operadora de Planos de Assistência à Saúde com sede em Atibaia, à Rua Bahia, nº. 342, Bairro Estoril, inscrita

Leia mais

Plano: CLIMOL PLUS PRATA REGISTRO: 456.893-081

Plano: CLIMOL PLUS PRATA REGISTRO: 456.893-081 Plano: CLIMOL PLUS PRATA REGISTRO: 456.893-081 Razão Social: CLIMOL CLINICA MÉDICA E ODONTOLÓGICA SÃO FRANCISCO DE ASSIS LTDA. Registro CNPJ: 40277-0 32.076.630/0001-36 Nº Registro: 456.893/08-1 Ambulatorial

Leia mais

Proposta de Adesão. Contrato de Plano de Saúde Coletivo por Adesão. RIC. Telefone Comercial RIC RIC RIC RIC

Proposta de Adesão. Contrato de Plano de Saúde Coletivo por Adesão. RIC. Telefone Comercial RIC RIC RIC RIC ANS 417050 ANS 360449 Matrícula: Início da Vigência: / / 1 IDENTIFICAÇÃO ENTIDADE/SUBESTIPULANTE CNPJ: Nome: 2 PROPONENTE TITULAR Data de Nascimento Sexo E C CPF PIS/PASEP Cartão Nacional de Saúde Nome

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº - 262, DE 1º - DE AGOSTO DE 2011

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº - 262, DE 1º - DE AGOSTO DE 2011 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº - 262, DE 1º - DE AGOSTO DE 2011 Atualiza o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde previstos na RN nº 211, de 11 de janeiro de 2010. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional

Leia mais

CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE - Plano Ambulatorial e Hospitalar Com Obstetrícia -

CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE - Plano Ambulatorial e Hospitalar Com Obstetrícia - CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE - Plano Ambulatorial e Hospitalar Com Obstetrícia - Registro da Operadora na ANS nº 36.656-1 SUPER BEM - INDIVIDUAL E/OU FAMILIAR Registro dos

Leia mais

Modelo 5 COBERTURAS E PROCEDIMENTOS GARANTIDOS... 6 7 CARÊNCIAS...10 8 SAÚDE MENTAL...11 9 MENSALIDADES... 12 CLÁUSULA OBJETO PÁGINA

Modelo 5 COBERTURAS E PROCEDIMENTOS GARANTIDOS... 6 7 CARÊNCIAS...10 8 SAÚDE MENTAL...11 9 MENSALIDADES... 12 CLÁUSULA OBJETO PÁGINA CLÁUSULA OBJETO PÁGINA 1 2 PARTES INTEGRANTES / CONTRATAÇÃO...........................................1 OBJETO / ABRANGÊNCIA GEOGRÁFICA E ATUAÇÃO................................. 2 3 DEFINIÇÕES.....................................................................

Leia mais

CONTRATO INDIVIDUAL / FAMILIAR PRATA

CONTRATO INDIVIDUAL / FAMILIAR PRATA CONTRATO INDIVIDUAL / FAMILIAR PRATA CONTRATO INDIVIDUAL / FAMILIAR PRATA Solicite sempre os dados do representante responsável pela venda de seu plano, ele é um importante canal para tirar suas dúvidas

Leia mais

Carência Doenças e Lesões Preexistentes Urgência e Emergência

Carência Doenças e Lesões Preexistentes Urgência e Emergência Carência Doenças e Lesões Preexistentes Urgência e Emergência Prazos de carência Cheque-caução Preenchimento da declaração de saúde SÉRIE PLANOS DE SAÚDE CONHEÇA SEUS DIREITOS Carência Doenças e Lesões

Leia mais

Guia Prático. do seu PLANO DE SAÚDE. Rio

Guia Prático. do seu PLANO DE SAÚDE. Rio Guia Prático do seu PLANO DE SAÚDE Rio Bem -vindo à ALIANÇA ADMINISTRADORA! Sumário Informações Importantes...3 Guia de Leitura Contratual...6 Manual de Orientação para Contratação de Plano de Saúde...8

Leia mais

CONTRATO COLETIVO EMPRESARIAL OURO

CONTRATO COLETIVO EMPRESARIAL OURO CONTRATO COLETIVO EMPRESARIAL OURO CONTRATO COLETIVO EMPRESARIAL OURO DIFERENÇAS DOS TIPOS DE CONTRATATAÇÃO (Redação dada pela RN nº 379, de 01/06/2015) Planos individuais ou familiares: São aqueles contratados

Leia mais

QUALIFICAÇÃO DO(A) CONTRATANTE OU SEU REPRESENTANTE/ASSISTENTE: Razão Social: CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINARIA DO ESTADO DE SANTA CATARINA

QUALIFICAÇÃO DO(A) CONTRATANTE OU SEU REPRESENTANTE/ASSISTENTE: Razão Social: CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINARIA DO ESTADO DE SANTA CATARINA CONTRATO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE CONTRATO N. UNIFLEX NACIONAL APTO CO-PARTICIPAÇÃO 50% COLETIVO POR ADESÃO SEM PATROCINADOR PLANO AMBULATORIAL + HOSPITALAR COM OBSTETRÍCIA ACOMODAÇÃO INDIVIDUAL QUALIFICAÇÃO

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO AMIL

MANUAL DE UTILIZAÇÃO AMIL MANUAL DE UTILIZAÇÃO AMIL Preocupada com a qualidade do benefício mais nobre que uma empresa pode oferecer aos seus funcionários, a CULTURA INGLESA renovou com a AMIL a parceria que dura mais de 17 anos.

Leia mais

ANEXO I. RECLASSIFICAÇÃO PELA RN 195/2009 Vínculo do Beneficiário INFORMAÇÃO DO REGISTRO DE PRODUTO ATÉ A RN 195/2009

ANEXO I. RECLASSIFICAÇÃO PELA RN 195/2009 Vínculo do Beneficiário INFORMAÇÃO DO REGISTRO DE PRODUTO ATÉ A RN 195/2009 ANEXO I INFORMAÇÃO DO REGISTRO DE PRODUTO ATÉ A RN 195/2009 Tipo de Contratação Vínculo do Beneficiário Tipo de Contratação RECLASSIFICAÇÃO PELA RN 195/2009 Vínculo do Beneficiário 1 Coletivo Empresarial

Leia mais

CUIDADOS AO CONTRATAR UM PLANO DE SAÚDE

CUIDADOS AO CONTRATAR UM PLANO DE SAÚDE 1 CUIDADOS AO CONTRATAR UM PLANO DE SAÚDE Ao contratar um Plano ou Seguro Saúde se faz necessário analisar alguns pontos como as questões das carências, das doenças pré-existentes, coberturas de emergências

Leia mais

Carência, Urgência e Emergência, Doenças e Lesões Preexistentes

Carência, Urgência e Emergência, Doenças e Lesões Preexistentes 3 Carência, Urgência e Emergência, Doenças e Lesões Preexistentes CARÊNCIA, URGÊNCIA E EMERGÊNCIA, DOENÇAS E LESÕES PREEXISTENTES Informações Indispensáveis ao Consumidor Ao contratar ou aderir a um plano

Leia mais

Seguro Saúde Coletivo Empresarial

Seguro Saúde Coletivo Empresarial Seguro Saúde Produto Fit Ambulatorial e Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais ANS nº 000043 0073.0001.0397 Índice Condições Gerais do Contrato de Seguro Saúde Produto Fit Modalidade Ambulatorial

Leia mais

CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE - Plano Ambulatorial e Hospitalar Com Obstetrícia Coparticipativo-

CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE - Plano Ambulatorial e Hospitalar Com Obstetrícia Coparticipativo- CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE - Plano Ambulatorial e Hospitalar Com Obstetrícia Coparticipativo- Registro da Operadora na ANS nº 36.656-1 BEM FÁCIL INDIVIDUAL E/OU FAMILIAR

Leia mais

www.santahelenasuade.com.brmecanismos de

www.santahelenasuade.com.brmecanismos de 1 www.santahelenasuade.com.brmecanismos de Regulação 2 A CONTRATADA colocará à disposição dos beneficiários do Plano Privado de Assistência à Saúde, a que alude o Contrato, para a cobertura assistencial

Leia mais

SULAMÉRICA TRT 2ª REGIÃO / SP

SULAMÉRICA TRT 2ª REGIÃO / SP SULAMÉRICA TRT 2ª REGIÃO / SP 1. OBJETO: 1.1. A presente proposta tem por objeto disponibilizar seguros saúde da Sul América Seguros Saúde S.A., operadora registrada na Agência Nacional de Saúde Suplementar

Leia mais

3, 4 5, 6 e 7 7 e 8 9 e 10

3, 4 5, 6 e 7 7 e 8 9 e 10 PLANO REFERÊNCIA - 466057119 PLANO EXATO ENFERMARIA 466429129 PLANO EXATO APARTAMENTO 466433127 PLANO BÁSICO 10 APARTAMENTO 466431121 PLANO CLÁSSICO - 466432129 PLANO ESPECIAL 100 466430122 PLANO EXECUTIVO

Leia mais

Manual do Beneficiário. Plano de Assistência à Saúde, Coletivo por Adesão

Manual do Beneficiário. Plano de Assistência à Saúde, Coletivo por Adesão Manual do Beneficiário Plano de Assistência à Saúde, Coletivo por Adesão Entenda como foi viabilizado o seu plano de saúde COLETIVO POR ADESÃO BENEFICIÁRIO O Beneficiário de plano privado de assistência

Leia mais

4 1 v o N T K M IDEAL I Apartamento

4 1 v o N T K M IDEAL I Apartamento IDEAL I Apartamento MKT Nov 14 Instrumento de Assistência à Saúde IDEAL I - Apartamento MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE Centro Trasmontano de São Paulo CNPJ: 62.638.374/0001-94

Leia mais

CONTRATO DE PR ESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE OFERTA DE PLANO DE

CONTRATO DE PR ESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE OFERTA DE PLANO DE CONTRATO DE PR ESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE OFERTA DE PLANO DE Hospital César Leite Nome Fantasia: PLANCEL CNPJ: 22.263.081/0001-55, Registro da Operadora na ANS: 31.470-6, Classificação da Operadora na ANS:

Leia mais

Caixa de Asssistência dos Servidores Fazendários Estaduais 1

Caixa de Asssistência dos Servidores Fazendários Estaduais 1 Servidores Fazendários Estaduais 1 TEMA I ATRIBUTOS DO CONTRATO TEMA II CONDIÇÕES DE ADMISSÃO Tema III COBERTURAS E PROCEDIMENTOS GARANTIDOS Tema IV EXCLUSÕES DE COBERTURA Tema V DURAÇÃO DO CONTRATO Tema

Leia mais

PLANOS DE SAÚDE. O que é preciso saber?

PLANOS DE SAÚDE. O que é preciso saber? PLANOS DE SAÚDE O que é preciso saber? Queridos amigos, Estamos muito felizes por concluir a nossa segunda cartilha sobre direitos atrelados à saúde. Este trabalho nasceu com o propósito de levar informações

Leia mais

TERMO ADITIVO DE ADAPTAÇÃO DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS E HOSPITALARES

TERMO ADITIVO DE ADAPTAÇÃO DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS E HOSPITALARES TERMO ADITIVO DE ADAPTAÇÃO DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS E HOSPITALARES QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA a. Razão Social: UNIMED JOÃO PESSOA COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO b. CNPJ nº: 08.680.639/0001-77

Leia mais

Tira dúvidas Planos de Saúde

Tira dúvidas Planos de Saúde Tira dúvidas Planos de Saúde TEMAS Saúde Suplementar Embora o direito à saúde seja um dever constitucional, o Estado permite à iniciativa privada a prestação de serviços de assistência à saúde. Os serviços

Leia mais

Manual do Beneficiário. Plano de Assistência à Saúde, Coletivo por Adesão

Manual do Beneficiário. Plano de Assistência à Saúde, Coletivo por Adesão Manual do Beneficiário Plano de Assistência à Saúde, Coletivo por Adesão Entenda como foi viabilizado o seu plano de saúde COLETIVO POR ADESÃO BENEFICIÁRIO O Beneficiário de plano privado de assistência

Leia mais

SulAmérica Saúde Coletivo por Adesão. Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais. Contrato nº 0000.0000.0097

SulAmérica Saúde Coletivo por Adesão. Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais. Contrato nº 0000.0000.0097 SulAmérica Saúde Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais Contrato nº 0000.0000.0097 446 446 Índice SulAmérica Saúde Hospitalar com Obstetrícia 1. Qualificação da Operadora... 1 2. Qualificação do Contratante...

Leia mais

CONTRATO UNIVALE REGIONAL PESSOA JURÍDICA

CONTRATO UNIVALE REGIONAL PESSOA JURÍDICA CONTRATO UNIVALE REGIONAL PESSOA JURÍDICA PLANO REGIONAL DE SAÚDE AMBULATORIAL/HOSPITALAR COM OBSTETRÍCIA Coletivo por Adesão EMPRESA: ASSUNIVASF 1 TÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES SUBTÍTULO I QUALIFICAÇÃO

Leia mais

O BENEFICIÁRIO opta por aderir, juntamente com seus respectivos dependentes, ao Plano de Saúde:

O BENEFICIÁRIO opta por aderir, juntamente com seus respectivos dependentes, ao Plano de Saúde: ESTIPULANTE: VIVA ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS, inscrita no CNPJ nº 12.149.094/0001-44, com sede à Rua Dom Jaime Câmara, 66, salas 603 e 604, Centro, Florianópolis (SC), SUB-ESTIPULANTE: SINDICATO DOS

Leia mais

REGULAMENTO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE APAS Nº 000.

REGULAMENTO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE APAS Nº 000. REGULAMENTO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE APAS Nº 000. A - QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA Associação Policial de Assistência à Saúde de Andradina (APAS/Andradina), Operadora de Planos

Leia mais

Seguro Saúde Coletivo por Adesão

Seguro Saúde Coletivo por Adesão Seguro Saúde Produto 500 Ambulatorial e Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais Registro ANS 000043 0057.8018.0197 Índice Condições Gerais do Contrato de Seguro Saúde Produto 500 Modalidade Ambulatorial

Leia mais

EXCLUSIVO PARA VOCÊ. Após a leitura deste Guia se ainda lhe restar alguma dúvida, crítica ou sugestão, ligue para a DIVICOM.

EXCLUSIVO PARA VOCÊ. Após a leitura deste Guia se ainda lhe restar alguma dúvida, crítica ou sugestão, ligue para a DIVICOM. EXCLUSIVO PARA VOCÊ Com o objetivo de auxiliá-lo a compreender o Plano de Saúde, elaboramos este Guia de Leitura Contratual - GLC, contendo as principais orientações para que você possa usufruir corretamente

Leia mais

CONTRATO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE OPERADORA: ASSOCIAÇÃO CASA DO VIAJANTE PLANO: ASCAVI - AMBULATORIAL CONTRATAÇÃO: INDIVIDUAL FAMILIAR

CONTRATO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE OPERADORA: ASSOCIAÇÃO CASA DO VIAJANTE PLANO: ASCAVI - AMBULATORIAL CONTRATAÇÃO: INDIVIDUAL FAMILIAR CONTRATO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE OPERADORA: ASSOCIAÇÃO CASA DO VIAJANTE PLANO: ASCAVI - AMBULATORIAL CONTRATAÇÃO: INDIVIDUAL FAMILIAR CARACTERÍSTICAS GERAIS DO CONTRATO a)- QUALIFICAÇÃO

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO CONTRATO QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO CONTRATO QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA Dados Gerais do plano de saúde contrato- 3009 Formação do Preço: Pré-Estabelecido Vínculo do Beneficiário: Sem vínculo empregatício Padrão de Acomodação: Privativa Fator Moderador: Sem coparticipação CARACTERÍSTICAS

Leia mais

Associação Policial de Assistência à Saúde. Ministério da Saúde Diretoria de Normas e Habilitação de Produtos Sistema de Registro de Planos de Saúde

Associação Policial de Assistência à Saúde. Ministério da Saúde Diretoria de Normas e Habilitação de Produtos Sistema de Registro de Planos de Saúde A P A S M a r í l i a Associação Policial de Assistência à Saúde Rua. Rio Grande do Sul n.º 121 - Centro - Cep. 17.509.130 - Marília - SP. CNPJ.: 57.272.510/0001-35 Fone/Fax.: (014)3433-1313 e 3413-5040

Leia mais

PLANOS DE SAÚDE: CONHEÇA SEUS DIREITOS CONTRA ABUSOS E ARMADILHAS

PLANOS DE SAÚDE: CONHEÇA SEUS DIREITOS CONTRA ABUSOS E ARMADILHAS PLANOS DE SAÚDE: CONHEÇA SEUS DIREITOS CONTRA ABUSOS E ARMADILHAS PLANOS DE SAÚDE: CONHEÇA SEUS DIREITOS CONTRA ABUSOS E ARMADILHAS Direito de todos e dever do Estado! Como determina a Constituição Federal

Leia mais

CONTRATO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS E HOSPITALARES

CONTRATO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS E HOSPITALARES CONTRATO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS E HOSPITALARES PLANO AMBULATORIAL + HOSPITALAR COM OBSTETRÍCIA COLETIVO POR ADESÃO APARTAMENTO NACIONAL a - QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA UNIMED Maceió

Leia mais

Apresentação...05. Dicas para melhor utilização do seu plano...05. Como funciona seu plano...06

Apresentação...05. Dicas para melhor utilização do seu plano...05. Como funciona seu plano...06 Este manual refere-se exclusivamente ao seu plano de saúde, não contemplando os possíveis produtos acessórios oferecidos pela Unimed Vitória, como: SOS, Planos Odontológicos e PBM (Plano de Benefício de

Leia mais

CONTRATO PARTICULAR DE ASSISTÊNCIA MÉDICA AMBULATORIAL

CONTRATO PARTICULAR DE ASSISTÊNCIA MÉDICA AMBULATORIAL CONTRATO PARTICULAR DE ASSISTÊNCIA MÉDICA AMBULATORIAL I - QUALIFICAÇÃO DA OPERADORA UNILIFE SAÚDE LTDA, empresa inscrita no CNPJ/MF sob nº 00.126.507/0001-96, registrada na ANS sob o Nº 41.340-2, Classificação

Leia mais

Condições. Índice. Pagamento

Condições. Índice. Pagamento Índice Condições Gerais Pré Pagamento CNPJ: 13.223.975/0001-20. O grupo Caixa Seguradora reúne empresas de Seguros, Previdência, Consórcios, Capitalização e Saúde. Apresentação Caro (a) Cliente, Seja bem-vindo

Leia mais

CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE ANIMAL

CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE ANIMAL CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE ANIMAL Contrato nº CONTRATADA NOME SITUADA na Rua, Vl. CEP Sorocaba / SP, Inscrição Estadual n., Inscrição Municipal n., CNPJ n., através de seu representante legal Nome, brasileiro,

Leia mais

Manual do Usuário do Plano CELOS Saúde Agregados PLANO CELOS SAÚDE

Manual do Usuário do Plano CELOS Saúde Agregados PLANO CELOS SAÚDE MANUAL DO USUÁRIO DO PLANO CELOS SAÚDE AGREGADOS Revisado em 04/05/2011 O objetivo deste manual é orientar os usuários sobre a correta utilização do. As informações e instruções aqui contidas devem ser

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO

MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO Rua Mário Prandini, 849 Centro Itapeva/SP Tel: (15) 3521-9505 www.santacasadeitapeva.org.br E-mail : atendimento@santacasadeitapeva.org.br APRESENTAÇÃO Prezado Beneficiário,

Leia mais

Sumário. Cláusula 1ª. Do Objeto. Cláusula 2ª. Das Definições. Cláusula 3ª. Dos Beneficiários. Cláusula 4ª. Da Inclusão e Exclusão dos Beneficiários

Sumário. Cláusula 1ª. Do Objeto. Cláusula 2ª. Das Definições. Cláusula 3ª. Dos Beneficiários. Cláusula 4ª. Da Inclusão e Exclusão dos Beneficiários Sumário Cláusula 1ª. Do Objeto 01 Cláusula 2ª. Das Definições 01 Cláusula 3ª. Dos Beneficiários 03 Cláusula 4ª. Da Inclusão e Exclusão dos Beneficiários 03 Cláusula 5ª. Dos Planos e das Transferências

Leia mais

CONTRATO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE SEGMENTAÇÃO: AMBULATORIAL + HOSPITALAR COM OBSTETRICIA CONTRATAÇÃO: COLETIVA EMPRESARIAL (PME)

CONTRATO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE SEGMENTAÇÃO: AMBULATORIAL + HOSPITALAR COM OBSTETRICIA CONTRATAÇÃO: COLETIVA EMPRESARIAL (PME) CONTRATO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE SEGMENTAÇÃO: AMBULATORIAL + HOSPITALAR COM OBSTETRICIA CONTRATAÇÃO: COLETIVA EMPRESARIAL (PME) NÚMERO DO REGISTRO DA OPERADORA NA AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE

Leia mais

Tema I ATRIBUTOS DO CONTRATO Código da Identificação: 01.02000* Identificação do Texto: AHOb Texto do Dispositivo:

Tema I ATRIBUTOS DO CONTRATO Código da Identificação: 01.02000* Identificação do Texto: AHOb Texto do Dispositivo: Página 1 de 36 Legenda para vinculação dos temas no site AHOb Segmentação Ambulatorial e Hospitalar com Obstetrícia Amb. Segmentação Ambulatorial Copart. Fator Moderador Coparticipação Enf Padrão de Acomodação

Leia mais

DEFINIÇÕES. EMERGÊNCIAS: são os casos que impliquem em risco imediato de vida ou lesões irreparáveis para o associado.

DEFINIÇÕES. EMERGÊNCIAS: são os casos que impliquem em risco imediato de vida ou lesões irreparáveis para o associado. DEFINIÇÕES PARA EFEITO DESTE CONTRATO CONSIDERA-SE: ACIDENTE PESSOAL: é evento exclusivo com data e ocorrência perfeitamente caracterizado, involuntário e violento. Causador de lesão física, excluídos

Leia mais

SulAmérica Saúde PME Hospitalar com Obstetrícia. Condições Gerais 03 a 29 vidas

SulAmérica Saúde PME Hospitalar com Obstetrícia. Condições Gerais 03 a 29 vidas SulAmérica Saúde PME Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais 03 a 29 vidas Versão 05 Vigência Fevereiro/2014 Contrato nº 0058.0044.0597 Cod.553 Cod.553 SulAmérica Saúde PME Índice SulAmérica Saúde

Leia mais

Dados do Titular: Adesão ( ), Inclusão ( ), Alteração ( ), Exclusão ( ). Nome: Mãe: Endereço Bairro: Cidade: UF: CEP:

Dados do Titular: Adesão ( ), Inclusão ( ), Alteração ( ), Exclusão ( ). Nome: Mãe: Endereço Bairro: Cidade: UF: CEP: Requerimento de: Adesão ( ), Inclusão ( ), Alteração ( ), Exclusão ( ). Plano: Padrão ( ) ou Especial ( ) Código MT - SAUDE: Titular ( ), Dependente ( ), Agregados ( ) Dados do Titular: Adesão ( ), Inclusão

Leia mais

3 Há alguma carência na adaptação de contrato, ou seja, quando o beneficiário já possui um plano?

3 Há alguma carência na adaptação de contrato, ou seja, quando o beneficiário já possui um plano? Navegue pelas perguntas mais frequentes respondidas pelo Santa Casa Saúde. Se sua dúvida não estiver nesta página ou as respostas não forem esclarecedoras, procure orientações no site através do link Atendimento,

Leia mais

Apresentação. Prezado beneficiário,

Apresentação. Prezado beneficiário, LANOIII Apresentação Prezado beneficiário, Visando dar continuidade à prestação dos melhores serviços em saúde e promover uma melhor qualidade de vida ao beneficiário, a CompesaPrev apresenta o CompesaSaúde

Leia mais

ABRANGÊNCIA DO PLANO EMPRESARIAL HOSPITALAR COM/SEM OBSTETRÍCIA:

ABRANGÊNCIA DO PLANO EMPRESARIAL HOSPITALAR COM/SEM OBSTETRÍCIA: C o b e r t u r a C o n t r a t u a l ABRANGÊNCIA DO PLANO EMPRESARIAL HOSPITALAR COM/SEM OBSTETRÍCIA: -ATENDIMENTO 24 horas; I - AS CONSULTAS DE URGÊNCIA serão realizadas com médico plantonista no HOSPITAL

Leia mais

Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde

Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde Operadora: Unimed Curitiba Sociedade Cooperativa de Médicos CNPJ: 75.055.772/0001-20 Nº de registro na ANS: 30470-1 Site: http://www.unimedcuritiba.com.br Tel:(41) 3019-2000 Exclusivo para liberações de

Leia mais

Associação Policial de Assistência à Saúde. Ministério da Saúde Diretoria de Normas e Habilitação de Produtos Sistema de Registro de Planos de Saúde

Associação Policial de Assistência à Saúde. Ministério da Saúde Diretoria de Normas e Habilitação de Produtos Sistema de Registro de Planos de Saúde A P A S M a r í l i a Associação Policial de Assistência à Saúde Rua. Rio Grande do Sul n.º 121 - Centro - Cep. 17.509.130 - Marília - SP. CNPJ.: 57.272.510/0001-35 Fone/Fax.: (014)3433-1313 e 3413-5040

Leia mais

SulAmérica Saúde PME Hospitalar com Obstetrícia. Condições Gerais 03 a 29 vidas

SulAmérica Saúde PME Hospitalar com Obstetrícia. Condições Gerais 03 a 29 vidas SulAmérica Saúde PME Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais 03 a 29 vidas Versão 04 Contrato nº 0058.0044.0497 Cod.553 Índice SulAmérica Saúde PME Modalidade Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais...

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO CELOS SAÚDE AGREGADOS. Versão Maio/2013

REGULAMENTO DO PLANO CELOS SAÚDE AGREGADOS. Versão Maio/2013 REGULAMENTO DO PLANO CELOS SAÚDE AGREGADOS Versão Maio/2013 Registro Produto ANS 463.637/10-6 29/12/2010 1 CAPÍTULO I CARACTERÍSTICAS GERAIS Art.1º. A Fundação Celesc de Seguridade Social CELOS, doravante

Leia mais

UNIMED PLENO. Cobertura Ambulatorial, Hospitalar e Obstétrica INDIVIDUAL APARTAMENTO

UNIMED PLENO. Cobertura Ambulatorial, Hospitalar e Obstétrica INDIVIDUAL APARTAMENTO UNIMED PLENO Cobertura Ambulatorial, Hospitalar e Obstétrica APARTAMENTO INDIVIDUAL Guia de Leitura Contratual CONTRATAÇÃO Determina se o plano destina-se à pessoa física ou jurídica. A contratação pode

Leia mais

Associação Policial de Assistência à Saúde

Associação Policial de Assistência à Saúde A P A S M a r í l i a Associação Policial de Assistência à Saúde Rua. Rio Grande do Sul n.º 121 - Centro - Cep. 17.509.130 - Marília - SP. CNPJ.: 57.272.510/0001-35 Fone/Fax.: (014)3433-1313 e 3413-5040

Leia mais

SulAmérica Saúde PME

SulAmérica Saúde PME SulAmérica Saúde PME SulAmérica Saúde PME Ambulatorial e Hospitalar com Obstetrícia Condições Gerais ANS - Nº 000043 0057.8013.0797 Índice Condições Gerais do Contrato de Seguro Saúde PME Modalidade Ambulatorial

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE OFERTA DE PLANO DE SAÚDE

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE OFERTA DE PLANO DE SAÚDE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE OFERTA DE PLANO DE SAÚDE Hospital César Leite Nome Fantasia: PLANCEL CNPJ: 22.263.081/0001-55, Registro da Operadora na ANS: 31.470-6, Classificação da Operadora na

Leia mais

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde Manual de Orientação para contratação de planos de saúde nós somos a casembrapa Funcionamento de um plano de autogestão: Somos uma operadora de saúde de autogestão. Uma entidade sem fins lucrativos, mantida

Leia mais