Nuevas Ideas en Informática Educativa TISE 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nuevas Ideas en Informática Educativa TISE 2014"

Transcrição

1 Mensagens SMS e comunicação escolar: automação por meio de plataformas livres Athanio S. Silveira Instituto Federal do Piauí/ IFPI Uece / Mpcomp +55 (86) ABSTRACT The Short Message Service, known as SMS or torpedo, is one of the most used features, for being a quick message service, easy access and connectivity, plus work even with cell switched off or out of coverage area. This article describes how to use SMS, so the shipments to certain group of people can help in participation, economics, communication and efficiency in certain institutions, assisting in the automation of communicative processes. We also propose a tool using free software and hardware platforms, such as the Arduino, python, php and json, to organize, select and send multiple SMS. The idea came about due to communication problems between parents and teachers in the school, since not all people have constant access to computers connected to the Internet constantly. Thus, the SMS is presented as an alternative widely used. RESUMO A Short Message Service, conhecida como SMS ou torpedo, é um dos recursos muito utilizado, por ser um serviço de mensagem rápida, de fácil acesso e conectividade, além de funcionar mesmo com celular desligado ou fora da área de cobertura. Segundo a o Comitê Gestor da Internet no Brasil [16] 85% dos cidadãos brasileiros possuem telefone, onde o SMS é um serviço básico dos aparelhos celulares. Nessa perspectiva, este artigo descreve como o uso de SMS pode auxiliar na participação e comunicação eficiente em determinadas instituições, propiciando a automação de processos comunicativos de maneira bastante econômica no envio de informativos para determinado grupo de pessoas. Também apresentamos uma ferramenta Web, utilizando softwares. e plataformas de hardware livres (arduíno), para organização, seleção e envio de múltiplos SMS. A ferramenta proposta surgiu devido à necessidade de amenização de problemas de comunicação entre pais e professores no âmbito escolar (não ficando limitados aos mesmos), uma vez que nem todas as pessoas possuem acesso a computadores conectados continuamente à internet. Segundo dados da pesquisa Pnad [15], do IBGE, a proporção de pessoas no Brasil que utilizam a internet era de 46,5% em Assim, o serviço de SMS apresenta-se como uma alternativa mais eficaz, devido sua ampla utilização e abrangência de sinal. General Terms Paulo Benicio Universidade Estadual do Ceará- Uece / Mpcomp +55 (85) Sistema, SMS, arduino, SIM900, informação, comunicação, sistema escolar, múltiplos SMS, celular. Leinylson Fontinele Universidade Estadual do Ceará - UECE / MACC +55 (86) Daniel da Silva Instituto Federal do Piauí - IFPI +55 (86) Keywords Arduino, SMS, sistema escolar, SIM900, comunicação. 1. INTRODUÇÃO As Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTIC's) apresentam-se como importante ferramenta nos meios corporativos, na educação e na sociedade de um modo geral. Um dos serviços das NTIC's, a internet, é amplamente utilizado, embora, por vezes, não consiga dispor uma informação em tempo hábil. Da mesma forma, as ligações podem não ter retorno com rapidez, além do tempo e do custo que variam ao longo do dia. Configuram-se, nesse contexto, problemas de comunicação e qualidade nos serviços entre as pessoas, o que compromete as atividades desenvolvidas na escola que requerem a participação dos pais de alunos no meio acadêmico, e com a sociedade (onde estão inseridos os responsáveis pelos discentes). Não é coerente negar que o advento da internet tenha possibilitado a ampliação e agilidade no acesso à informação, conforme Silva [5]. A partir da Internet, a transmissão de informações, que antes dependia de um meio físico e geralmente era preso a um determinado limite territorial, passa para meios eletrônicos de rápido acesso e transmissão de dados com abrangência mundial. Assim, o acesso à informação foi introduzido no cotidiano das pessoas de forma simples e particular, em uma definição de inclusão digital e social. A conexão, além da internet e das redes de computadores, estendeu-se entre as pessoas através do telefone móvel, que, nesse cenário, mostra-se um dispositivo simples, eficaz e que propicia uma comunicação ágil e de grande abrangência. As TIC's e as diferentes tecnologias de comunicação e interação combinam-se, nessa perspectiva, para a formação de comunidades de aprendizagem que privilegiam a construção do conhecimento, seguindo o que nos propõe Almeida [6], permitindo incorporar em vários ambientes um meio concreto de comunicação entre as partes envolvidas. Quanto à telefonia móvel, destacamos que esta se encontra em evolução e parece destinada a constituir-se um novo paradigma, provavelmente das futuras gerações (Myers et AL, MARÇAL, ANDRADE e RIOS) [4]. No Brasil, são mais de 100 milhões de usuários de aparelhos celulares, enquanto que apenas 22 milhões de pessoas que possuem acesso a computadores com conectados à internet. Um dos principais motivos para essa ampla disseminação dos celulares é o baixo custo, em relação aos valores de outros dispositivos eletrônicos, como os computadores e serviços de acesso não-móvel à internet. Nos últimos anos, os celulares 743

2 tiveram uma redução significativa de preço e os computadores não seguiram essa queda na mesma proporção. Com o grande número de celulares devido ao baixo custo e com os novos dispositivos móveis (como por exemplo, Iphone, Ipad) e demais ferramentas de comunicação (redes sociais como Facebook e mensageiros instantâneos como WhatsApp), um serviço de excelente valia tem ficado em segundo plano: o SMS. Entretanto, assim como vários usuários ainda utilizam celulares antigos, de baixo custo, principalmente os pais de alunos, que na maior parte dos casos não se adaptaram às novas tecnologias nem com ao custo relativamente alto de dispositivos móveis com serviços de comunicação mais modernos, iniciou-se a proposta de criação de uma ferramenta para utilização desse serviço. O estudo do uso de dispositivos móveis na comunicação escolar, em especial entre coordenação e pais de alunos, pode justificar-se, em uma primeira análise, pelo número expressivo de usuários de aparelhos celulares, possibilitando a construção de uma ferramenta que ajudaria na comunicação mais efetiva e eficaz entre a escola e a família. Um olhar mais aprofundado na pesquisa nos leva a compreender suas várias possibilidades e limitações. O foco nos dispositivos móveis, em especial no envio de múltiplos SMS, e na comunicação dos ambientes formadores do indivíduo (acadêmico e familiar) está centrado nas possibilidades de um processo mais concreto de notificação por parte da escola e retorno por parte da família em relação aos eventos promovidos pela escola (reuniões, entrega de boletins, e etc). É evidente que o uso de aparelhos celulares é voltado para comunicação entre os usuários (enviar e receber chamadas e mensagens), porém podemos ampliá-lo através de uma tecnologia que está em declínio, o SMS, potencializando suas utilidades e explorá-lo para processo de comunicação. Isso pode se dar por meio do envio multi-sms, flexíveis para tratar de forma dinâmica as comunicações, como as que envolvem o fluxo de informação da escola com o corpo discente, docente e pais de alunos, na proporção em que as informações estejam chegando ao sistema e enviados em uma lista, definida conforme a necessidade da escola. Este trabalho pretende, então, expor o paradigma de envio de múltiplos SMS, analisando o tráfego das redes e visando à eficácia no serviço, permitindo, com base na informação, desenvolver uma solução que possibilite a forma mais dinâmica de envio de mensagens para celulares cadastrados e, assim, tornar o processo de envio de informações mais efetivo. Destaca-se, quanto a isso, que, além de objetivar um melhor processo de envio de informação para escola, também buscamos a economia nos gastos com notificações ou informativos impressos. Alicerçados sobre esses fundamentos, buscamos apresentar uma proposta de uso de SMS na comunicação entre escola e família, introduzindo dispositivos móveis no processo. Para tanto, está em desenvolvimento uma pesquisa exploratória e a implementação de uma ferramenta envolvendo o uso de mensagens SMS como parte da comunicação entre pais, professores e alunos. 2. Problemática O envolvimento da família no acompanhamento escolar dos alunos é considerado uma ferramenta poderosa no exercício do ensino eficaz, além de contribuir como método normativo para o aspecto comportamental do corpo discente. Segundo Epstein [8], as pesquisas realizadas sobre o assunto permitem concluir que deve existir uma colaboração entre as duas instituições (escola e família), para que o processo de aprendizado seja feito de forma mais efetiva e que, ainda, essas duas instituições compartilhem responsabilidades no que diz respeito ao aprendizado. O termo comunicação vem do latim communicare e significa por em comum, conforme Bittes Junior e Mateus [9], podendo ser entendido com o processo de compreender e compartilhar mensagens enviadas e recebidas. Destaca-se, quanto a isso, que as próprias mensagens e o modo como se dá seu intercambio exercem influência no comportamento das pessoas envolvidas em curto, médio e longo prazo, conforme aponta Stefanelli [10]. Por meio da comunicação, o auxílio mútuo entre escola e família pode ser tratado de forma mais adequada. Como existem alguns problemas em relação à comunicação entre a escola e pais de alunos normalmente, verifica-se a necessidade de um meio de envio mais efetivo, que faça com que as informações cheguem em tempo hábil e com rapidez na leitura. Assim, perdas de contato com atividades rotineiras podem ser evitadas. Essa ação é um fator importante para a continuidade dos serviços ofertados pelos informativos. A utilização de SMS é viável [7], pois, de acordo com empresas especializadas, esse serviço possui a maior taxa de leitura de todas as mídias. Aproximadamente 80% das pessoas que recebem o SMS leem a mensagem em seguida. Além disso, podem ser citados os fatos de que [7]: 100% dos celulares no Brasil recebem SMS; 95% das pessoas leem os torpedos recebidos; 75% das pessoas leem no ato do recebimento; Há mais de 260 milhões de celulares no país; Possui um custo de até 90% menos com relação a outras mídias como mala direta, panfleto, rádio, jornal e TV, por exemplo. 3. Automação e Inclusão A automação é, certamente, uma das portas para o futuro, a qual dispõe de possibilidade de realizar várias tarefas simultaneamente e com mais praticidade. Segundo o Minidicionário da Língua Portuguesa [2], a automação consiste em um sistema automático pelo qual os mecanismos controlam seu próprio funcionamento, quase sem a interferência do homem. Com esse sistema, ganha-se tempo, energia, mão de obra e organização, devido a um maior controle que se pode ter das operações em geral e da precisão de todas as tarefas que estejam associadas. Conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística [12], IBGE-Censo 2010, apenas 38,3% da população brasileira têm computador em casa, dentre os quais 30,7 estão conectados à internet; 4,7% têm telefone fixo; 47,1% possuem somente celular; 36,1% possuem telefone fixo e celular. O censo apontou, ainda, que 49% das escolas públicas tinham, à época, recursos de laboratórios de informática [13], enquanto que as privadas totalizavam 90,5%. Acentuamos, entretanto, que possuir um computador ou laboratório de informática não quer dizer, necessariamente, que há inclusão digital. Igualmente, aprender a operar também não garante a inclusão na chamada sociedade da informação. A 744

3 inclusão refere-se a saber utilizar as tecnologias da informação para o exercício pleno da cidadania. Assim, uma forma mais rápida para inclusão, seria considerar as formas mais acessíveis, de baixo custo e de fácil manuseio, como o celular, que assume esse papel atualmente. A acessibilidade na aquisição dos aparelhos móveis populares faz com que quase todas as camadas da sociedade possam obtê-los, tornando-o de amplo acesso e formalizando, assim, a comunicação em várias classes e áreas disponíveis. Ao utilizar um celular, a pessoa encontra-se em uma abrangência de uma antena que está dividida em células. Portanto, a cada momento, a pessoa encontra-se em uma célula e, ao deslocar-se, muda de célula simultaneamente e de forma automática, transferindo sua ligação. Esse processo de mudança automática de célula chama-se Hand Off. Todas as células são ligadas às Centrais de Comutação e Controle (CCC) que, por sua vez, conectam-se à rede telefônica convencional. Os celulares possuem diversos outros serviços, sujeitos à tarifação, como acesso à internet (WAP Wireless Application Protocol), utilização de câmeras para tirar fotos e gravar vídeos, jogos, troca de mensagens, sons e outros. Concentram, então, várias possibilidades e com grande abrangência, mobilidade e comunicação. Destacamos, especialmente, o SMS como uma forma de comunicação simples, por meio da qual todos os aparelhos podem receber e enviar mensagens. O preço de envio caiu bastante, tendo operadoras que possuem envio ilimitado pelo pagamento de uma pequena taxa diária, que gira em torno de R$ 0,30 (trinta centavos). Tem-se, pois, um serviço atraente para comunicação rápida e de baixo custo. Marçal et al [4] apontam alguns objetivos de utilização de dispositivos móveis na educação: Melhorar os recursos para o aprendizado do aluno, como um dispositivo para execução de tarefas, buscas e registro através de câmera digital, gravação de sons e outras ações; Prover acesso aos conteúdos didáticos, de acordo com a conectividade do dispositivo; Aumentar as possibilidades de acesso ao conteúdo; Expandir o corpo de professores e as estratégias de aprendizado disponíveis; Desenvolvimento de métodos inovadores de ensino utilizando os novos recursos de computação e mobilidade. Apontam ainda, vários objetivos para o uso de dispositivos móveis na educação. Convém reiterar o que foi proposto inicialmente, a saber, fortalecer a comunicação entre pais e escola, tornando as mensagens mais eficazes, satisfatórias e abrangentes. Assim, com o uso de SMS, as informações chegarão ao seu destino mais rápido, de forma eficaz, fazendo com que a participação de professores, pais e alunos seja mais ativa e constante no contexto pedagógico. Este trabalho tem por objetivo propor a implementação de um sistema de gestão de encaminhamento de SMS no ambiente escola, denominado Sistema de Notificação em/sob Demanda por SMS: SiND-SMS. 4. O Sistema SiND-SMS Abordamos aqui um projeto de automação na área de comunicação in loco, cujo objetivo consiste no envio de múltiplos SMS s para determinado grupo de pessoas, utilizando tecnologia e inovação para automação de serviços gerais, através das plataformas de hardware Arduíno e das linguagens de programação php e python, por meio das quais serão desenvolvidas ferramentas que controlem e racionalizem o envio sequencial de mensagens de texto a vários destinatários com aparelhos de celular, centrando o foco na comunicação por mensagens de texto, sendo esta uma alternativa que pode ser amplamente utilizada. O Arduíno [11] é uma plataforma open-source de computação física e prototipagem eletrônica, de baixa-curva de aprendizagem e que possibilita a construção de objetos e/ou ambientes interativos. Essa plataforma pode, ainda, ser utilizada por artistas, professores e qualquer outra pessoa com conhecimentos básicos em eletrônica e programação. A placa do Arduíno (MCROBERTS) [11] é composta por um microprocessador Atmel AVR, um oscilador (componente que envia pulsos de tempo em uma frequência especificada, para permitir sua operação na velocidade correta) e um regulador linear de 5 volts. Dependendo do tipo de placa com padrão Arduino utilizada, pode haver uma saída USB (Barramento Serial Universal), que permite conectá-lo a um PC ou Mac para upload ou backup de dados. Para permitir o gerenciamento do envio de SMS entre os componentes eletrônicos, foi utilizado o Arduino DUEMILANOVE, uma placa de microcontrolador baseado no ATmega328, cuja escolha se deu pela boa adaptabilidade com o modulo SIM 900. O modulo SIM900 [14] é um Módulo GSM/GPRS quadband com pilha TCP/IP embutida de fácil soldagem e integração, até mesmo para prototipagem (board-to-board) e pode ser usado em aplicações nas quais a transmissão via tecnologia GSM/GPRS é necessária, seja por transmissão de voz, SMS, e possui consumo reduzido de energia. É ideal para aplicações industriais, como M2M (Manager to Manager), telemetria, e etc. As principais características do SIM900 são: Quad-Band 850/ 900/ 1800/ 1900 MHz GPRS multi-slot class 10/8 GPRS mobile station class B Compliant to GSM phase 2/2+Class 4 Class1 (1 1800/1900MHz) Controle via AT 19resence19 (GSM 0 Commands) Baixo consumo de energia: 1.5mA Temperatura de operação: -40 C to + Suporte de ativação via Software Por ser um padrão de transmissão de maior abrangência, optou-se pelo módulo GPRS versão SIM900, a fim de se obter um dispositivo móvel independente da sua localização, por meio do qual os dados são mandados via SMS através do chip alocado no 745

4 módulo. Além disso, tem-se também a organização e o envio das mensagens no microcontrolador. O projeto inicial focou na criação de uma base de dados e no envio de vários SMS para comunicação mais rápida e instantânea, através de uma rede local (Intranet), na qual foi utilizada um servidor apache e a linguagem para Web PHP (Hipertext PreProcessor). A linguagem python foi utilizada para controlar a comunicação serial com os hardwares e o json para comunicação entre as linguagens. Destacamos que todas as ferramentas são softwares livres, viabilizando a implantação do projeto, que possui esquema conforme mostrado a seguir: sobre tarefas, reuniões e fatos importantes e necessários para a comunicação escolar. Também é gerado um histórico com todos os SMS s enviados para facilitar a consulta de informações enviadas entre a instituição que adotar a ferramenta e os responsáveis pelos alunos, para auxiliar no estudo de efetividade nos recados enviados. Com isso, podemos utilizar o conhecimento adquirido para o desenvolvimento de processos mais complexos e completos em várias áreas de automação, com as ferramentas (Arduíno e módulo SIM900), que ajudarão em uma variedade extensa de possibilidades. Figura 1. Funcionamento do Sistema SiND-SMS A disponibilidade do sistema via web será alcançada uma vez que o mesmo tenha sido implantado, possibilitando a inserção e o registro de mensagens de texto. A partir dessas mensagens, decorrerá uma seleção das pessoas que as receberão, entre elas pais, alunos e outros interessados no conteúdo do informativo. Essas informações serão enviadas para as diversas operadoras de celulares e também serão avaliadas questões como eficácia e consistência dos lembretes enviados, fazendo levantamento da frequência com que se obtêm retorno por parte dos responsáveis de alunos a cada mensagem enviada. O Sistema de Notificação em/sob Demanda por SMS, o SiND- SMS funcionará no ponto de vista do administrador e usuário, de acordo com a descrição da figura 02, com suas as principais funcionalidades. 5. Considerações Finais Com a utilização de dispositivos móveis no processo de comunicação de professores, escola, pais de alunos e alunos, a utilização de mensagens de texto torna-se promissora, sobretudo por melhorar a comunicação no ensino. Deve-se investigar de que forma os envios de SMS devem ser processados e gravados, a fim de saber se o alcance da informação entre os envolvidos é ampliado, de forma relacionada com a ligação entre a escola e a família e, assim, compreender e desenvolver estratégias de seus usos no meio escolar. Espera-se que o uso do celular como um dispositivo móvel de comunicação escolar possa complementar as ações das direções e coordenações de ensino como um novo desafio para educação. Em outros termos, que permita uma abertura no processo de interação, comunicação, participação e colaboração dos envolvidos, viabilizando, dessa forma, o fortalecimento do vínculo entre a comunidade, a família e a escola através de mensagens SMS. Nessa perspectiva, ao desenvolver um sistema de múltiplos SMS, é importante descobrir as potencialidades e elaborar estratégias inovadoras para introduzi-lo no meio escolar, considerando as necessidades do ambiente e as atividades que serão propostas pela coordenação e professores. Feito isso, segue a adequação da solução, tornando a comunicação mais simples e imediata aos pais, alunos e professores envolvidos. A necessidade de conhecer os recursos aplica-se a todos os envolvidos para, assim, tornar a ferramenta ágil e efetiva para a escola, fazendo com que informações úteis e urgentes cheguem aos destinatários de forma mais rápida. Acreditamos que com o desenvolvimento da pesquisa e implantação do sistema de múltiplos SMS no ambiente escolar, possamos contribuir para facilitar o acesso aos informes e aos regulamentos da escola, além de prover a manutenção do contato colaborativo entre os funcionários das instituições de ensino e os familiares de alunos. Figura 2. Diagrama de Caso de Uso do SiND-SMS De acordo com a figura anterior, podemos ter dois cenários: o do administrador, que poderá fazer cadastro e administração do sistema, e dos usuários (professor, coordenador, pedagogos), que poderão selecionar turmas, professores, alunos e pais de alunos para enviar as notificações/informativos por SMS, informando 6. Referências [1] INDRIUNAS, Luís. Como funciona a Pesquisa Industrial de Inovação Tecnológica Pintec. How Stuff Works. Disponível 746

5 em: <http://empresasefinancas.hsw.uol.com.br/inovacaotecnologica1.htm> [2] XIMENES, Sérgio. Minidicionário da Língua Portuguesa. 2 ed. São Paulo: Ediouro, 2000, p.103. [3] ATMEGA328P. Atmel Corporation. Disponível em: <http://www.atmel.com/devices/atmega328p.aspx> Disponível em: <http://economia.estadao.com.br/noticias/negocios,mais-dametade-da-populacao-nao-tem-acesso-a-internet,153863e> [16] COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL. J2 - Proporção de indivíduos que possuem telefone celular. [São Paulo, CETIC.br, 2012]. Disponível em: <http://cetic.br/tics/usuarios/2013/total-brasil/j2/>. [4] MARÇAL el al. Aprendizagem utilizando Dispositivos Móveis com Sistemas de Realidade Virtual. In RENOTE : revista novas tecnologias na educação: V.3 Nº 1, Maio, Porto Alegre: UFRGS, Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação, [5] SILVA, M. G. M. Novos currículos e novas aprendizagens: o uso de objetos de aprendizagem para a mudança curricular. Tese de Doutorado. Programa de Pós Graduação em Educação: Currículo, PUC-SP, [6] ALMEIDA, M. E. B.. Formando professores para atuar em ambientes virtuais de aprendizagem. In: Almeida, Fernando (organizador). Educação a distância: formação de professores em ambientes virtuais e colaborativos de aprendizagem. São Paulo: MCT/PUC SP, [7] PLANETA DIGITAL, Disponível em: <http://planetadigital.estadao.com.br>. [8] EPSTEIN J. Parents' reactions to teacher practices of parental involvement. The Elementary School Journal, v. 86, p , [9] BITTES JUNIOR, A.; MATHEUS, M.C.C. Comunicação. In: CIANCIARULLO, T.I. Instrumentos Básicos para o Cuidar. Um desafio para a qualidade da assistência. São Paulo: Atheneu, [10] STEFANELLI, M.C.; CARVALHO, E.C.; ARANTES, E.C. Comunicação e enfermagem. In: STEFANELLI, M.C.; CARVALHO, E.C. (org.) A comunicação nos diferentes contextos da enfermagem. Barueri, SP: Manole, [11] MCROBERTS, Michael. Arduino Básico, Disponível em: <http://novatec.com.br/livros/arduino/capitulo pd f> [12] IBGE, Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/imprensa/ppts/ pdf> [13] INEP - Disponível em: <http://download.inep.gov.br/educacao_basica/censo_escolar/resu mos_tecnicos/resumo_tecnico_censo_educacao_basica_2012.pdf > [14] Módulo SIM900 Disponível em :<http://imall.iteadstudio.com/im html> [15] O Estado de São Paulo: Mais da metade da população não tem acesso à internet 747

Projeto Escola com Celular

Projeto Escola com Celular Projeto Escola com Celular Rede Social de Sustentabilidade Autores: Beatriz Scavazza, Fernando Silva, Ghisleine Trigo, Luis Marcio Barbosa e Renata Simões 1 Resumo: O projeto ESCOLA COM CELULAR propõe

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE VEÍCULO MECATRÔNICO COMANDADO REMOTAMENTE

CONSTRUÇÃO DE VEÍCULO MECATRÔNICO COMANDADO REMOTAMENTE CONSTRUÇÃO DE VEÍCULO MECATRÔNICO COMANDADO REMOTAMENTE Roland Yuri Schreiber 1 ; Tiago Andrade Camacho 2 ; Tiago Boechel 3 ; Vinicio Alexandre Bogo Nagel 4 INTRODUÇÃO Nos últimos anos, a área de Sistemas

Leia mais

Alarme Automotivo com mensagem para móvel utilizando Arduino

Alarme Automotivo com mensagem para móvel utilizando Arduino Alarme Automotivo com mensagem para móvel utilizando Arduino Maycon Cirilo dos Santos¹, Wyllian Fressatti¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil mayconsi2012@gmail.com, wyllian@unipar.br

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO ESPECIALIZAÇÃO DE MÍDIAS NA EDUCAÇÃO VÂNIA RABELO DELGADO ORIENTADOR: PAULO GUILHERMETI

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO ESPECIALIZAÇÃO DE MÍDIAS NA EDUCAÇÃO VÂNIA RABELO DELGADO ORIENTADOR: PAULO GUILHERMETI UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO ESPECIALIZAÇÃO DE MÍDIAS NA EDUCAÇÃO VÂNIA RABELO DELGADO ORIENTADOR: PAULO GUILHERMETI UTILIZAÇÃO DO LABORATORIO DE INFORMÁTICA Guarapuava 2013

Leia mais

WEB-RÁDIO MÓDULO 2: RÁDIO

WEB-RÁDIO MÓDULO 2: RÁDIO WEB-RÁDIO MÓDULO 2: RÁDIO NOME DO PROJETO Web Rádio: Escola César Cals- Disseminando novas tecnologias via web ENDREÇO ELETRÔNICO www.eccalsofqx.seduc.ce.gov.br PERÍODO DE EXECUÇÃO Março a Dezembro de

Leia mais

Universidade Ubíqua: a UFPB Virtual ao seu alcance

Universidade Ubíqua: a UFPB Virtual ao seu alcance Universidade Ubíqua: a UFPB Virtual ao seu alcance SEVERO¹, Ana Beatrice Santana SILVA², Danielle Rousy Dias da ANJOS 3, Eudisley Gomes dos PRESTES 4, Mateus Augusto Santos FERNANDES 5, Raul Felipe de

Leia mais

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES Edson Crisostomo dos Santos Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES edsoncrisostomo@yahoo.es

Leia mais

O futuro da educação já começou

O futuro da educação já começou O futuro da educação já começou Sua conexão com o futuro A 10 Escola Digital é uma solução inovadora para transformar a sua escola. A LeYa traz para a sua escola o que há de mais moderno em educação, a

Leia mais

Projeto de controle e Automação de Antena

Projeto de controle e Automação de Antena Projeto de controle e Automação de Antena Wallyson Ferreira Resumo expandido de Iniciação Tecnológica PUC-Campinas RA: 13015375 Lattes: K4894092P0 wallysonbueno@gmail.com Omar C. Branquinho Sistemas de

Leia mais

AMBIENTE VIRTUAL DE APOIO AO ALUNO Pesquisa em andamento: resultados preliminares

AMBIENTE VIRTUAL DE APOIO AO ALUNO Pesquisa em andamento: resultados preliminares AMBIENTE VIRTUAL DE APOIO AO ALUNO Pesquisa em andamento: resultados preliminares Denis Lacerda Paes 1 ; Angelo Augusto Frozza 2 RESUMO O trabalho apresentado visa desenvolver uma aplicação baseada em

Leia mais

Descrição: Benefícios do Produto

Descrição: Benefícios do Produto Descrição: Oi Empresa 2 Planos empresarial assinatura mensal com tarifa zero: o cliente fala graça Oi para Oi da sua empresa, todos os dias da semana, em qualquer horário. Indicado para grupos que falam

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DE ESPAÇOS E MATERIAIS DIGITAIS PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: O USO DO SMARTPHONE NO ENSINO DA GEOMETRIA

A CONSTRUÇÃO DE ESPAÇOS E MATERIAIS DIGITAIS PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: O USO DO SMARTPHONE NO ENSINO DA GEOMETRIA A CONSTRUÇÃO DE ESPAÇOS E MATERIAIS DIGITAIS PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: O USO DO SMARTPHONE NO ENSINO DA GEOMETRIA Autores : Agata RHENIUS, Melissa MEIER. Identificação autores: Bolsista IFC-Campus Camboriú;

Leia mais

I N T R O D U Ç Ã O W A P desbloqueio,

I N T R O D U Ç Ã O W A P desbloqueio, INTRODUÇÃO Para que o Guia Médico de seu Plano de Saúde esteja disponível em seu celular, antes de mais nada, sua OPERADORA DE SAÚDE terá de aderir ao projeto. Após a adesão, você será autorizado a instalar

Leia mais

RECONHECIMENTO DE VOZ UTILIZANDO ARDUINO

RECONHECIMENTO DE VOZ UTILIZANDO ARDUINO RECONHECIMENTO DE VOZ UTILIZANDO ARDUINO Jessica Garcia Luz, Wyllian Fressatti Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí - PR - Brasil jessica.garcia.luz@gmail.com wyllian@unipar.br Resumo. Este artigo

Leia mais

Site para Celular JFPB

Site para Celular JFPB JUSTIÇA FEDERAL NA PARAÍBA Site para Celular JFPB http://m.jfpb.jus.br João Pessoa - PB Julho de 2011 JUSTIÇA FEDERAL NA PARAÍBA Sumário Página 1 Apresentação 3 2 Introdução 4 3 Oportunidade 4 4 Solução

Leia mais

IW10. Rev.: 02. Especificações Técnicas

IW10. Rev.: 02. Especificações Técnicas IW10 Rev.: 02 Especificações Técnicas Sumário 1. INTRODUÇÃO... 1 2. COMPOSIÇÃO DO IW10... 2 2.1 Placa Principal... 2 2.2 Módulos de Sensores... 5 3. APLICAÇÕES... 6 3.1 Monitoramento Local... 7 3.2 Monitoramento

Leia mais

Sistema de Telemetria para Hidrômetros e Medidores Aquisição de Dados Móvel e Fixa por Radio Freqüência

Sistema de Telemetria para Hidrômetros e Medidores Aquisição de Dados Móvel e Fixa por Radio Freqüência Sistema de Telemetria para Hidrômetros e Medidores Aquisição de Dados Móvel e Fixa por Radio Freqüência O princípio de transmissão de dados de telemetria por rádio freqüência proporciona praticidade, agilidade,

Leia mais

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal?

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal? Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL O que é Marketing Multicanal? Uma campanha MultiCanal integra email, SMS, torpedo de voz, sms, fax, chat online, formulários, por

Leia mais

Incentivar a inovação em processos funcionais. Aprimorar a gestão de pessoas de TIC

Incentivar a inovação em processos funcionais. Aprimorar a gestão de pessoas de TIC Incentivar a inovação em processos funcionais Aprendizagem e conhecimento Adotar práticas de gestão participativa para garantir maior envolvimento e adoção de soluções de TI e processos funcionais. Promover

Leia mais

Módulo 07 Gestão de Conhecimento

Módulo 07 Gestão de Conhecimento Módulo 07 Gestão de Conhecimento Por ser uma disciplina considerada nova dentro do campo da administração, a gestão de conhecimento ainda hoje tem várias definições e percepções, como mostro a seguir:

Leia mais

SOBRE A CALLIX. Por Que Vantagens

SOBRE A CALLIX. Por Que Vantagens Callix PABX Virtual SOBRE A CALLIX Por Que Vantagens SOBRE A CALLIX Por Que Vantagens Por Que Callix Foco no seu negócio, enquanto cuidamos da tecnologia do seu Call Center Pioneirismo no mercado de Cloud

Leia mais

CURSO REDES DE COMPUTADORES ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES

CURSO REDES DE COMPUTADORES ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES 1 CURSO REDES DE COMPUTADORES ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES CANINDÉ 2013 2 ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES Trabalho realizado como requisito

Leia mais

Caso de sucesso. Impacto no Negócio. A Empresa

Caso de sucesso. Impacto no Negócio. A Empresa Escola disponibiliza acesso wireless de qualidade para alunos, funcionários e visitantes, e contribui para um aprendizado cada vez mais dinâmico. Com o objetivo de aperfeiçoar a iniciativa BYOD (Bring

Leia mais

As Tecnologias de Informação e Comunicação para Ensinar na Era do Conhecimento

As Tecnologias de Informação e Comunicação para Ensinar na Era do Conhecimento As Tecnologias de Informação e Comunicação para Ensinar na Era do Conhecimento Nirave Reigota Caram Universidade Sagrado Coração, Bauru/SP E-mail: nirave.caram@usc.br Comunicação Oral Pesquisa em Andamento

Leia mais

ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO

ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO 1. DIMENSÃO PEDAGÓGICA 1.a) ACESSIBILIDADE SEMPRE ÀS VEZES NUNCA Computadores, laptops e/ou tablets são recursos que estão inseridos na rotina de aprendizagem dos alunos, sendo possível

Leia mais

CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM

CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM Rogério Schueroff Vandresen¹, Willian Barbosa Magalhães¹ ¹Universidade Paranaense(UNIPAR) Paranavaí-PR-Brasil rogeriovandresen@gmail.com, wmagalhaes@unipar.br

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA

SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA Muitas organizações terceirizam o transporte das chamadas em seus call-centers, dependendo inteiramente

Leia mais

APLICAÇÃO PARA ANÁLISE GRÁFICA DE EXERCÍCIO FÍSICO A PARTIR DA PLATAFORMA ARDUINO

APLICAÇÃO PARA ANÁLISE GRÁFICA DE EXERCÍCIO FÍSICO A PARTIR DA PLATAFORMA ARDUINO APLICAÇÃO PARA ANÁLISE GRÁFICA DE EXERCÍCIO FÍSICO A PARTIR DA PLATAFORMA ARDUINO Alessandro A. M de Oliveira 1 ; Alexandre de Oliveira Zamberlan 1 ; Péricles Pinheiro Feltrin 2 ; Rafael Ogayar Gomes 3

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Introdução Redes de Computadores é um conjunto de equipamentos que são capazes de trocar informações e compartilhar recursos entre si, utilizando protocolos para se comunicarem e

Leia mais

Projeto Rede WiFi amplia disponibilidade, segurança e praticidade da rede de internet da UERJ

Projeto Rede WiFi amplia disponibilidade, segurança e praticidade da rede de internet da UERJ Projeto Rede WiFi amplia disponibilidade, segurança e praticidade da rede de internet da UERJ Perfil A história da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) teve início em 04 de dezembro de 1950,

Leia mais

MATEMÁTICA Ellen Hertzog ** RESUMO

MATEMÁTICA Ellen Hertzog ** RESUMO MATEMÁTICA Ellen Hertzog ** O TWITTER COMO FERRAMENTA DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE RESUMO Este artigo trata da utilização do Twitter como uma ferramenta de ensino e aprendizagem de Matemática. A experiência

Leia mais

São Paulo, 24 de novembro de 2005

São Paulo, 24 de novembro de 2005 São Paulo, 24 de novembro de 2005 CGI.br divulga indicadores inéditos sobre a internet no país Além de apresentar as pesquisas sobre penetração e uso da rede em domicílios e empresas, a entidade anuncia

Leia mais

EaD como estratégia de capacitação

EaD como estratégia de capacitação EaD como estratégia de capacitação A EaD no processo Ensino Aprendizagem O desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação (tics) deu novo impulso a EaD, colocando-a em evidência na última

Leia mais

RAZÕES PARA ADQUIRIR O TECLAN IPACK UNIFIED

RAZÕES PARA ADQUIRIR O TECLAN IPACK UNIFIED Por que adquirir o Teclan IPack Unified? Além de dispor de todos os recursos necessários às operações de telesserviços em uma única suíte, o Teclan IPack Unified proporciona economia nos custos das ligações,

Leia mais

BLOG: A CONSTRUÇÃO DE UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

BLOG: A CONSTRUÇÃO DE UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM BLOG: A CONSTRUÇÃO DE UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Suzana Aparecida Portes FC UNESP- Bauru/SP E-mail: suzanaapportes@gmail.com Profa. Dra. Thaís Cristina Rodrigues Tezani FC UNESP- Bauru/SP E-mail:

Leia mais

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula :

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula : Como Criar uma Aula? Para criar uma sugestão de aula é necessário que você já tenha se cadastrado no Portal do Professor. Para se cadastrar clique em Inscreva-se, localizado na primeira página do Portal.

Leia mais

RAZÕES PARA ADQUIRIR O TECLAN IPACK UNIFIED

RAZÕES PARA ADQUIRIR O TECLAN IPACK UNIFIED Por que adquirir o Teclan IPack Unified? Além de dispor de todos os recursos necessários às operações de telesserviços em uma única suíte, o Teclan IPack Unified proporciona economia nos custos das ligações,

Leia mais

EXIN Cloud Computing Fundamentos

EXIN Cloud Computing Fundamentos Exame Simulado EXIN Cloud Computing Fundamentos Edição Maio 2013 Copyright 2013 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicado, reproduzido, copiado ou armazenada

Leia mais

Índice. 1.Cenário Brasil. 2. Projeto PALMA. 3. Tecnologia Digital na Educação de Jovens e Adultos

Índice. 1.Cenário Brasil. 2. Projeto PALMA. 3. Tecnologia Digital na Educação de Jovens e Adultos 1 Índice 1.Cenário Brasil 2. Projeto PALMA 3. Tecnologia Digital na Educação de Jovens e Adultos 2 1. Cenário Brasil 3 Fonte: IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 2013 Analfabetismo 41

Leia mais

Características técnicas Baseado no ATMega da empresa AVR, fabricante de micro-controladores em plena ascensão e concorrente do PIC Pode usar ATMega

Características técnicas Baseado no ATMega da empresa AVR, fabricante de micro-controladores em plena ascensão e concorrente do PIC Pode usar ATMega ARDUINO O que é Arduino Arduino foi criado na Itália por Máximo Banzi com o objetivo de fomentar a computação física, cujo conceito é aumentar as formas de interação física entre nós e os computadores.

Leia mais

REFLEXÕES PEDAGÓGICAS

REFLEXÕES PEDAGÓGICAS REFLEXÕES PEDAGÓGICAS A forma como trabalhamos, colaboramos e nos comunicamos está evoluindo à medida que as fronteiras entre os povos se tornam mais diluídas e a globalização aumenta. Essa tendência está

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL - FATESG PROJETO INTEGRADOR 3º PERÍODO GOIÂNIA

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL - FATESG PROJETO INTEGRADOR 3º PERÍODO GOIÂNIA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL - FATESG PROJETO INTEGRADOR 3º PERÍODO GOIÂNIA 2012. INFORMAÇÕES GERAIS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL Coordenação

Leia mais

Pós graduação EAD Área de Educação

Pós graduação EAD Área de Educação Pós graduação EAD Área de Educação Investimento: a partir de R$ 109,00 mensais. Tempo de realização da pós graduação: 15 meses Investimento: R$109,00 (acesso ao portal na internet e livros em PDF). Ou

Leia mais

Técnicas para interação de computador de bordo com dispositivo móvel usando tecnologia bluetooth

Técnicas para interação de computador de bordo com dispositivo móvel usando tecnologia bluetooth Técnicas para interação de computador de bordo com dispositivo móvel usando tecnologia bluetooth João Paulo Santos¹, Wyllian Fressaty¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil Jpsantos1511@gmail.com,

Leia mais

Dias 12 e 13 de fevereiro de 2014 João Pessoa - Paraíba

Dias 12 e 13 de fevereiro de 2014 João Pessoa - Paraíba Realização: Apoio Técnico e Institucional Secretaria do Estado da Educação Dias 12 e 13 de fevereiro de 2014 João Pessoa - Paraíba Dia 12 de fevereiro de 2014 15h Novas e antigas tecnologias devem se combinar

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA OBSERVATÓRIO SÓCIO-AMBIENTAL

SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA OBSERVATÓRIO SÓCIO-AMBIENTAL SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA OBSERVATÓRIO SÓCIO-AMBIENTAL FICHA DE APRESENTAÇÃO SISTEMA INTERATIVO DE MONITORAÇÃO E PARTICIPAÇÃO PARA O APOIO À IMPLEMENTAÇÃO DA PLATAFORMA DE C O O P E R A Ç Ã O A M B I

Leia mais

QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA!

QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA! QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA! NOSSA VISÃO Um mundo mais justo, onde todas as crianças e todos os adolescentes brincam, praticam esportes e se divertem de forma segura e inclusiva. NOSSO

Leia mais

Primeiro Técnico TIPOS DE CONEXÃO, BANDA ESTREITA E BANDA LARGA

Primeiro Técnico TIPOS DE CONEXÃO, BANDA ESTREITA E BANDA LARGA Primeiro Técnico TIPOS DE CONEXÃO, BANDA ESTREITA E BANDA LARGA 1 Banda Estreita A conexão de banda estreita ou conhecida como linha discada disponibiliza ao usuário acesso a internet a baixas velocidades,

Leia mais

softwares que cumprem a função de mediar o ensino a distância veiculado através da internet ou espaço virtual. PEREIRA (2007)

softwares que cumprem a função de mediar o ensino a distância veiculado através da internet ou espaço virtual. PEREIRA (2007) 1 Introdução Em todo mundo, a Educação a Distância (EAD) passa por um processo evolutivo principalmente após a criação da internet. Os recursos tecnológicos oferecidos pela web permitem a EAD ferramentas

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO A DISTÂNCIA SECADI/UFC AULA 02: EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA TÓPICO 03: CARACTERÍSTICAS DO ENSINO A DISTÂNCIA VERSÃO TEXTUAL Antes de iniciar este curso, você deve ter refletido bastante sobre

Leia mais

DIGIMAN. WTB Tecnologia 2009. www.wtb.com.br

DIGIMAN. WTB Tecnologia 2009. www.wtb.com.br DIGIMAN MANDADO JUDICIAL ELETRÔNICO Arquitetura WTB Tecnologia 2009 www.wtb.com.br Arquitetura de Software O sistema DIGIMAN é implementado em três camadas (apresentação, regras de negócio e armazém de

Leia mais

SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente

SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente Documentos formam a grande massa de conhecimentos de uma organização seja ela privada ou pública, esses documentos em sua maioria são parte do seu patrimônio. A Gestão

Leia mais

O Portal de Periódicos da Capes Katyusha Madureira Loures de Souza Novembro de 2014

O Portal de Periódicos da Capes Katyusha Madureira Loures de Souza Novembro de 2014 O Portal de Periódicos da Capes Katyusha Madureira Loures de Souza Novembro de 2014 Breve histórico 1986 - Plano Nacional de Bibliotecas Universitárias Programa de Aquisição Planificada de Periódicos 1990

Leia mais

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de:

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: Soluções Completas Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: - Conexões compartilhada (.IP) e dedicada (.LINK); - Data Center com servidores virtuais

Leia mais

Estratégias de e-learning no Ensino Superior

Estratégias de e-learning no Ensino Superior Estratégias de e-learning no Ensino Superior Sanmya Feitosa Tajra Mestre em Educação (Currículo)/PUC-SP Professora de Novas Tecnologias da Anhanguera Educacional (Jacareí) RESUMO Apresentar e refletir

Leia mais

UNIVATES. Case Cisco CLIENTE SEGMENTO DESAFIOS SOLUÇÕES RESULTADOS CASES DE EDUCAÇÃO

UNIVATES. Case Cisco CLIENTE SEGMENTO DESAFIOS SOLUÇÕES RESULTADOS CASES DE EDUCAÇÃO CASES DE EDUCAÇÃO Case Cisco UNIVATES CLIENTE - Centro Universitário Univates - Número total de alunos: 13.235 - Número total de professores contratados: 537 SEGMENTO - Educação privada superior e profissionalizante

Leia mais

POLÍTICA DE EXPANSÃO E ATUALIZAÇÃO DO ACERVO DA BIBLIOTECA DA FAIP

POLÍTICA DE EXPANSÃO E ATUALIZAÇÃO DO ACERVO DA BIBLIOTECA DA FAIP POLÍTICA DE EXPANSÃO E ATUALIZAÇÃO DO ACERVO DA BIBLIOTECA DA FAIP 1. POLÍTICA DE EXPANSÃO E ATUALIZAÇÃO DO ACERVO DA BIBLIOTECA DA FAIP 1.1. Objetivos Nas últimas décadas as bibliotecas passaram por mudanças

Leia mais

MAPEAMENTO E LOCALIZAÇÃO DE REGIÕES DE INTERESSE UTILIZANDO REALIDADE AUMENTADA EM DISPOSITIVOS MÓVEIS COM PLATAFORMA ANDROID

MAPEAMENTO E LOCALIZAÇÃO DE REGIÕES DE INTERESSE UTILIZANDO REALIDADE AUMENTADA EM DISPOSITIVOS MÓVEIS COM PLATAFORMA ANDROID MAPEAMENTO E LOCALIZAÇÃO DE REGIÕES DE INTERESSE UTILIZANDO REALIDADE AUMENTADA EM DISPOSITIVOS MÓVEIS COM PLATAFORMA ANDROID Alessandro Teixeira de Andrade¹; Geazy Menezes² UFGD/FACET Caixa Postal 533,

Leia mais

Introdução. Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite

Introdução. Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite Introdução Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite Os Benefícios do Trabalho Remoto O mundo assiste hoje à integração e à implementação de novos meios que permitem uma maior rapidez e eficácia

Leia mais

Planejamento estratégico, Portal e Redes Sociais. A experiência da Assembleia de Minas

Planejamento estratégico, Portal e Redes Sociais. A experiência da Assembleia de Minas Planejamento estratégico, Portal e Redes Sociais A experiência da Assembleia de Minas Um pouco de história 1979: início da informatização 1995: lançamento do Portal da Assembleia de Minas segunda casa

Leia mais

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3 ENSINO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DO MOODLE COMO INSTRUMENTO NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM DO ENSINO MÉDIO E SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE (IFC) - CÂMPUS ARAQUARI

Leia mais

PROJETO CIDADÃO EM REDE: DE CONSUMIDOR A PRODUTOR DE INFORMAÇÃO SOBRE O TERRITÓRIO PLANO DE TRABALHO

PROJETO CIDADÃO EM REDE: DE CONSUMIDOR A PRODUTOR DE INFORMAÇÃO SOBRE O TERRITÓRIO PLANO DE TRABALHO PROJETO CIDADÃO EM REDE: DE CONSUMIDOR A PRODUTOR DE INFORMAÇÃO SOBRE O TERRITÓRIO PLANO DE TRABALHO CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TECNOLÓGICA PRODEB-UFBA PRODEB/DSS Diretoria de Sistemas e Serviços UFBA/LCAD

Leia mais

A Utilização de Softwares Livres no Desenvolvimento de Cursos de Educação a Distância (EAD) nas Universidades e a Inclusão Digital² RESUMO

A Utilização de Softwares Livres no Desenvolvimento de Cursos de Educação a Distância (EAD) nas Universidades e a Inclusão Digital² RESUMO 1 A Utilização de Softwares Livres no Desenvolvimento de Cursos de Educação a Distância (EAD) nas Universidades e a Inclusão Digital² Bruna Barçante¹ Aylla Barbosa Ribeiro¹ Fernanda Teixeira Ferreira Leite¹

Leia mais

7 Utilização do Mobile Social Gateway

7 Utilização do Mobile Social Gateway 7 Utilização do Mobile Social Gateway Existem três atores envolvidos na arquitetura do Mobile Social Gateway: desenvolvedor do framework MoSoGw: é o responsável pelo desenvolvimento de novas features,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS MISSÃO DO CURSO A concepção do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas está alinhada a essas novas demandas

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TELECOMUNICAÇÕES As telecomunicações referem -se à transmissão eletrônica de sinais para as comunicações, incluindo meios como telefone, rádio e televisão. As telecomunicações

Leia mais

Coletiva de Imprensa Apresentação de resultados São Paulo, 23 de maio de 2013

Coletiva de Imprensa Apresentação de resultados São Paulo, 23 de maio de 2013 Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação Pesquisa TIC Educação 2012 Pesquisa sobre o uso das TIC nas escolas brasileiras Coletiva de Imprensa Apresentação de resultados

Leia mais

Infraestrutura de EaD para apoio a cursos presenciais. Prof. ª Dra. Christine da Silva Schröeder ICEAC/SEaD/FURG christine1004sch@gmail.

Infraestrutura de EaD para apoio a cursos presenciais. Prof. ª Dra. Christine da Silva Schröeder ICEAC/SEaD/FURG christine1004sch@gmail. Infraestrutura de EaD para apoio a cursos presenciais Prof. ª Dra. Christine da Silva Schröeder ICEAC/SEaD/FURG christine1004sch@gmail.com Perspectivas de análise: EAD e mudança Perspectivas de análise:

Leia mais

Cenário sobre a integração das tecnologias às escolas brasileiras. Diretrizes para o desenvolvimento do uso das tecnologias no ensino-aprendizagem

Cenário sobre a integração das tecnologias às escolas brasileiras. Diretrizes para o desenvolvimento do uso das tecnologias no ensino-aprendizagem Cenário sobre a integração das tecnologias às escolas brasileiras Diretrizes para o desenvolvimento do uso das tecnologias no ensino-aprendizagem Maio, 2014 1 Índice 1. Introdução 3 2. Cenário do acesso

Leia mais

PESQUISA-AÇÃO DICIONÁRIO

PESQUISA-AÇÃO DICIONÁRIO PESQUISA-AÇÃO Forma de pesquisa interativa que visa compreender as causas de uma situação e produzir mudanças. O foco está em resolver algum problema encontrado por indivíduos ou por grupos, sejam eles

Leia mais

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS Aulas : Terças e Quintas Horário: AB Noite [18:30 20:20hs] PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS 1 Conteúdo O que Rede? Conceito; Como Surgiu? Objetivo; Evolução Tipos de

Leia mais

O USO DE SOFTWARE EDUCATIVO NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DE CRIANÇA COM SEQUELAS DECORRENTES DE PARALISIA CEREBRAL

O USO DE SOFTWARE EDUCATIVO NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DE CRIANÇA COM SEQUELAS DECORRENTES DE PARALISIA CEREBRAL O USO DE SOFTWARE EDUCATIVO NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DE CRIANÇA COM SEQUELAS DECORRENTES DE PARALISIA CEREBRAL Introdução Com frequência as tecnologias digitais estão sendo empregadas pelos educadores em

Leia mais

Desculpe, mas este serviço (jogo) encontra se em manutenção.

Desculpe, mas este serviço (jogo) encontra se em manutenção. Estrutura de servidor e banco de dados para multijogadores massivos Marcelo Henrique dos Santos marcelosantos@outlook.com Desculpe, mas este serviço (jogo) encontra se em manutenção. São Paulo SP, Fevereiro/2013

Leia mais

Voltar. Placas de rede

Voltar. Placas de rede Voltar Placas de rede A placa de rede é o dispositivo de hardware responsável por envio e recebimento de pacotes de dados e pela comunicação do computador com a rede. Existem placas de rede on-board(que

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO INTRODUÇÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO INTRODUÇÃO Ser reconhecido como o melhor tribunal para se trabalhar e de melhores resultados. Visão de Futuro do TRT da 8ª Região. INTRODUÇÃO Prática adotada pelo Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região que consiste

Leia mais

Apresentação...3. Vantagens...3. Instalação...4. Informações Técnicas...5. Especificações Técnicas...8

Apresentação...3. Vantagens...3. Instalação...4. Informações Técnicas...5. Especificações Técnicas...8 1 ÍNDICE Apresentação...3 Vantagens...3 Instalação...4 Informações Técnicas...5 Especificações Técnicas......8 2 APRESENTAÇÃO: O SS100 é um rastreador desenvolvido com os mais rígidos padrões de qualidade

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO

ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO CONCEPÇÃO DO CURSO O curso de Pós-graduação Lato Sensu Especialização em Propriedade Intelectual e Inovação faz parte do Programa de Capacitação dos

Leia mais

MATRÍCULA: 52862 DATA: 15/09/2013

MATRÍCULA: 52862 DATA: 15/09/2013 AV1 Estudo Dirigido da Disciplina CURSO: Administração Escolar DISCIPLINA: Educação Inclusiva ALUNO(A):Claudia Maria de Barros Fernandes Domingues MATRÍCULA: 52862 DATA: 15/09/2013 NÚCLEO REGIONAL: Rio

Leia mais

Diretoria de Informática

Diretoria de Informática Diretoria de Informática Estratégia Geral de Tecnologias de Informação para 2013-2015 EGTI 2013-2015 Introdução: Este documento indica quais são os objetivos estratégicos da área de TI do IBGE que subsidiam

Leia mais

Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan.

Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan. Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan. A Professora Rosa Trombetta, Coordenadora de Cursos da FIPECAFI aborda o assunto elearning para os ouvintes da Jovem Pan Online. Você sabe o que

Leia mais

APLICATIVO TECNOLÓGICO COMO COMPLEMENTO AO ENSINO APRENDIZAGEM NA ÁREA DA SAÚDE

APLICATIVO TECNOLÓGICO COMO COMPLEMENTO AO ENSINO APRENDIZAGEM NA ÁREA DA SAÚDE APLICATIVO TECNOLÓGICO COMO COMPLEMENTO AO ENSINO APRENDIZAGEM NA ÁREA DA SAÚDE INTRODUÇÃO Gabriel Coutinho Gonçalves Faculdade Nordeste FANOR DeVry Brasil gabrielcoutinhoo@hotmail.com Thalita Rachel Dantas

Leia mais

A Interdisciplinaridade como Metodologia de Ensino INTRODUÇÃO

A Interdisciplinaridade como Metodologia de Ensino INTRODUÇÃO A Interdisciplinaridade como Metodologia de Ensino O bom professor é o que consegue, enquanto fala trazer o aluno até a intimidade do movimento de seu pensamento. Paulo Freire INTRODUÇÃO A importância

Leia mais

Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica. Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com.

Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica. Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com. 21 a 25 de Agosto de 2006 Belo Horizonte - MG Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com.br RESUMO A tele-medição de

Leia mais

BIBLIOTECA PROF. JOSÉ ROBERTO SECURATO RELATÓRIO DE GESTÃO 2014. São Paulo

BIBLIOTECA PROF. JOSÉ ROBERTO SECURATO RELATÓRIO DE GESTÃO 2014. São Paulo BIBLIOTECA PROF. JOSÉ ROBERTO SECURATO RELATÓRIO DE GESTÃO 2014 São Paulo 2015 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. REALIZAÇÕES... 3 2.1 Acervo... 3 2.2 Plano de atualização e expansão do acervo... 3 2.3 Divulgação...

Leia mais

Utilizando a ferramenta de criação de aulas

Utilizando a ferramenta de criação de aulas http://portaldoprofessor.mec.gov.br/ 04 Roteiro Utilizando a ferramenta de criação de aulas Ministério da Educação Utilizando a ferramenta de criação de aulas Para criar uma sugestão de aula é necessário

Leia mais

Projeto Pedagógico Institucional PPI FESPSP FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI

Projeto Pedagógico Institucional PPI FESPSP FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI Grupo Acadêmico Pedagógico - Agosto 2010 O Projeto Pedagógico Institucional (PPI) expressa os fundamentos filosóficos,

Leia mais

MANUAL DE IMPLANTAÇÃO SISTEMA DE INVENTÁRIO CACIC GOVERNO FEDERAL SOFTWARE PÚBLICO

MANUAL DE IMPLANTAÇÃO SISTEMA DE INVENTÁRIO CACIC GOVERNO FEDERAL SOFTWARE PÚBLICO MANUAL DE IMPLANTAÇÃO SISTEMA DE INVENTÁRIO CACIC Configurador Automático e Coletor de Informações Computacionais GOVERNO FEDERAL SOFTWARE PÚBLICO software livre desenvolvido pela Dataprev Sistema de Administração

Leia mais

A sala virtual de aprendizagem

A sala virtual de aprendizagem A sala virtual de aprendizagem Os módulos dos cursos a distância da Faculdade Integrada da Grande Fortaleza decorrem em sala virtual de aprendizagem que utiliza o ambiente de suporte para ensino-aprendizagem

Leia mais

Autoria Multimídia: o uso de ferramentas multimídia no campo educacional

Autoria Multimídia: o uso de ferramentas multimídia no campo educacional Autoria Multimídia: o uso de ferramentas multimídia no campo educacional Douglas Vaz, Suelen Silva de Andrade Faculdade Cenecista de Osório (FACOS) Rua 24 de maio, 141 95520-000 Osório RS Brasil {doug.vaz,

Leia mais

Novas Tecnologias no Ensino de Física: discutindo o processo de elaboração de um blog para divulgação científica

Novas Tecnologias no Ensino de Física: discutindo o processo de elaboração de um blog para divulgação científica Novas Tecnologias no Ensino de Física: discutindo o processo de elaboração de um blog para divulgação científica Pedro Henrique SOUZA¹, Gabriel Henrique Geraldo Chaves MORAIS¹, Jessiara Garcia PEREIRA².

Leia mais

1. Introdução. 2. Conceitos. 3. Metodologia. 4. Resultados. 5. Considerações

1. Introdução. 2. Conceitos. 3. Metodologia. 4. Resultados. 5. Considerações Comunidades de Prática Experiências e Contribuições da Tecnologia para a Educação Profissional Lane Primo Senac Ceará 2012 Sumário 1. Introdução 2. Conceitos 3. Metodologia 4. Resultados 5. Considerações

Leia mais

Portal de conteúdos Linha Direta

Portal de conteúdos Linha Direta Portal de conteúdos Linha Direta Tecnologias Educacionais PROMOVEM SÃO Ferramentas Recursos USADAS EM SALA DE AULA PARA APRENDIZADO SÃO: Facilitadoras Incentivadoras SERVEM Necessárias Pesquisa Facilitar

Leia mais

Aplicação de dados para TETRA Rio de Janeiro Nov 2009 - Thierry de Matos Reis -

Aplicação de dados para TETRA Rio de Janeiro Nov 2009 - Thierry de Matos Reis - Aplicação de dados para TETRA Rio de Janeiro Nov 2009 - Thierry de Matos Reis - 09.11.2009 Conteúdo As necessidades de aplicações de dados Missão crítica vs. comercial Serviços de dados Exemplos de aplicações

Leia mais

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para:

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para: INSTITUIÇÃO: IFRS CAMPUS BENTO GONÇALVES CNPJ: 94728821000192 ENDEREÇO: Avenida Osvaldo Aranha, 540. Bairro Juventude. CEP: 95700-000 TELEFONE: (0xx54) 34553200 FAX: (0xx54) 34553246 Curso de Educação

Leia mais

Alternativas de aplicação do serviço GPRS da rede celular GSM em telemetria pela Internet

Alternativas de aplicação do serviço GPRS da rede celular GSM em telemetria pela Internet Alternativas de aplicação do serviço GPRS da rede celular GSM em telemetria pela Internet Marcos R. Dillenburg Gerente de P&D da Novus Produtos Eletrônicos Ltda. (dillen@novus.com.br) As aplicações de

Leia mais

PROTÓTIPO DE ATENDIMENTO DOMICILIAR AUTOMATIZADO: HOME CARE DE BAIXO CUSTO

PROTÓTIPO DE ATENDIMENTO DOMICILIAR AUTOMATIZADO: HOME CARE DE BAIXO CUSTO PROTÓTIPO DE ATENDIMENTO DOMICILIAR AUTOMATIZADO: HOME CARE DE BAIXO CUSTO Wilker Luiz Machado Barros¹, Wyllian Fressatti¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil wilkermachado1@hotmail.com,

Leia mais

Sociedade para o Desenvolvimento da Tecnologia da Informação. CRISE FISCAL x OPORTUNIDADES DE MELHORIA NO ATENDIMENTO AO CIDADÃO

Sociedade para o Desenvolvimento da Tecnologia da Informação. CRISE FISCAL x OPORTUNIDADES DE MELHORIA NO ATENDIMENTO AO CIDADÃO Sociedade para o Desenvolvimento da Tecnologia da Informação CRISE FISCAL x OPORTUNIDADES DE MELHORIA NO ATENDIMENTO AO CIDADÃO Rápido, Fácil e Barato! TEMPOS DE CRISE REQUEREM PRAGMATISMO E SOLUÇÕES

Leia mais

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO Resumo: Dolores Follador Secretaria de Estado da Educação do Paraná e Faculdades Integradas do Brasil - Unibrasil doloresfollador@gmail.com

Leia mais

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas MÓDULO 5 Tipos de Redes 5.1 LAN s (Local Area Network) Redes Locais As LAN s são pequenas redes, a maioria de uso privado, que interligam nós dentro de pequenas distâncias, variando entre 1 a 30 km. São

Leia mais