FORUM REGIONAL DE CAMPINAS LIDE GRUPO DE LÍDERES EMPRESARIAIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FORUM REGIONAL DE CAMPINAS LIDE GRUPO DE LÍDERES EMPRESARIAIS"

Transcrição

1 FORUM REGIONAL DE CAMPINAS LIDE GRUPO DE LÍDERES EMPRESARIAIS 11 DE AGOSTO DE 2012 EDSON APARECIDO DEPUTADO FEDERAL

2

3

4 MACROMETRÓPOLE PAULISTA EM NÚMEROS

5 PIB MM PAULISTA PIB da MM Paulista (R$ bilhões) Vale do Paraíba e Litoral Norte 55,6 Jundiaí 27,9 Piracicaba 29,8 Sorocaba 34,2 Bragantina 6,3 São Roque 4,8 Baixada Santista 40,0 Campinas 85,7 São Paulo 613,1 Fonte: IBGE

6 Bragantina São Roque Piracicaba Sorocaba Baixada Santista Vale do Paraíba e Litoral Norte Campinas São Paulo Jundiaí 16,3 18,5 23,0 24,0 24,3 24,9 31,2 31,4 40,7 PIB MM PAULISTA 45,0 40,0 35,0 30,0 25,0 20,0 15,0 10,0 5,0 0,0 MMP - PIB per capita (R$ mil) Fonte: IBGE

7 RMC AREA E POPULAÇÃO Município Área (Em km2) População (2011) Americana 133, Artur Nogueira 177, Campinas 795, Cosmópolis 154, Engenheiro Coelho 109, Holambra 64, Hortolândia 62, Indaiatuba 310, Jaguariúna 142, Monte Mor 240, Nova Odessa 73, Paulínia 139, Pedreira 109, Santa Bárbara d'oeste 271, Santo Antonio de Posse 154, Sumaré 153, Valinhos 148, Vinhedo 81, Itatiba 322, Fonte: Fundação SEADE Fonte: IBGE

8 RMC FLUXOS PENDULARES

9 RM DE CAMPINAS - ECONOMIA Perfil industrial diversificado Complexos químico, têxtil, metalmecânico, material eletrônico e equipamentos de comunicações, material de transporte e autopeças, alimentos e bebidas Complexos agroindustriais de cana-de-açúcar, laranja e café, com elevado peso na exportações brasileiras Maior produtor nacional de flores Instituições e Centros de Pesquisa de referência nacional e internacional (CPqD Centro de Pesquisa e Desenvolvimento, IAC Instituto Agronômico de Campinas, ITAL Instituto de Tecnologia de Alimentos, LNLS Laboratório Nacional de Luz Sincroton) Serviços diversificados de apoio às empresas, à intermediação financeira e à educação Serviços médicos especializados, com atendimento de demandas regionais

10 RM DE CAMPINAS PIB per Valor Adicionado (em R$ milhões) PIB Capita Municípios (em R$ (4) Agropecuária Indústria Serviços Total (em R$) milhões) Americ ana 6, ,8 489, Artur Nogueira 22,9 114,2 85, Campinas 32, , , Cosmópolis 10,6 281,4 130, Engenheiro Coelho 19,0 71,8 30, Holambra 98,2 61,6 26, Hortolândia 4, ,0 418, Indaiatuba 25, ,1 389, Itatiba 18, ,0 220, Jaguariúna 15,5 932,4 134, Monte Mor 8,9 482,6 93, Nova Odessa 14,3 25,7 8, Paulínia 4, ,9 476, Pedreira 3,1 157,9 89, Santa Bárbara d'oeste 11, ,9 363, Santo Antonio de Posse 35,5 5,7 14, Sumaré 7, ,3 525, Valinhos 20, ,5 280, Vinhedo 7, ,0 158, RM de Campinas 367, , , Fonte: Fundação Seade; Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. (1) Dados sujeitos a revisão.

11 RM DE CAMPINAS - ECONOMIA Indústria - atividades econômicas mais representativas em Nº de estabelecimentos Participação indústria no VA regional % Participação indústria região no VA industrial ESP % Serviços Participação serviços no VA regional % Participação serviços região no VA serviços ESP % RMC atividades de apoio à extração de minerais; produtos têxteis; produtos farmoquímicos e farmacêuticos; máquinas e equipamentos; produtos de madeira; celulose e papel; produtos minerais não metálicos 37,0 9,8 Instituto e Centros de Pesquisas, Serviços prestados às empresas, à intermediação financeira e educação, serviços médicos especializados, comércio de grande porte e comércio especializado Fontes: IBGE; SEADE; RAIS; FIESP - Atlas da Competitividade OBS: Para a descrição das atividades da indústria, foram utilizados os dados da FIESP; para serviços, a tipologia do PIB do SEADE 62,6 7,0

12 RM DE CAMPINAS - INFRAESTRUTURA Aeroporto Internacional de Viracopos Maior centro cargueiro da América Latina Rede de oleodutos e gasodutos Malha viária relevante para operações de logística Importante estrutura regional de transportes (Anhanguera/Bandeirantes, D. Pedro I, Ademar de Barros, Santos Dumont) Sistema de ferrovias regionais

13 EDUCAÇÃO - RMC DADOS EDUCACIONAIS TOTAIS INDICADORES RMC Estado Var.em Var.em pontos percentuais pontos percentuais Taxa de Evasão do ensino Fundamental total (%) 2,8 0,8-2,0 3,4 0,9-2,5 Taxa de Evasão do Ensino Médio Total (Em %) 10,3 4,9-5,4 10,4 4,5-5,9 Taxa de Aprovação do Ensino Fundamental Total (Em %) 91,7 94,3 2,6 92,0 94,3 2,3 Taxa de Aprovação do Ensino Médio Total (Em %) 82,9 85,5 2,6 82,8 82,9 0,1 Taxa Analfabetismo da pop. com mais de 15 anos 6,0 3,8-2,2 6,6 4,3-2,3 Fonte: SEADE e IBGE - Censo 2010

14 EDUCAÇÃO - RMC DADOS EDUCACIONAIS - REDE PÚBLICA INDICADORES RMC Estado Var.em pontos percentuais Var.em pontos percentuais Taxa de Evasão do Ensino Fundamental (Em %) 3,1 1,0-2,1 3,9 1,0-2,9 Taxa de Evasão do Ensino Médio(Em %) 11,8 5,8-6,0 11,8 5,2-6,6 Taxa de Aprovação do Ensino Fundamental (Em %) 90,8 93,6 2,8 91,2 93,7 2,6 Taxa de Aprovação do Ensino Médio (Em %) 81,0 83,7 2,7 81,02 81,0 0,0 Fonte: SEADE e IBGE - Censo 2010

15 EDUCAÇÃO TAXA DE ANALFABETISMO DA POPULAÇÃO DE 15 ANOS OU MAIS DE IDADE RMC - Em % Americana Valinhos Campinas Vinhedo Indaiatuba Paulínia Nova Odessa Santa Bárbara d'oeste Itatiba Jaguariúna Hortolândia Pedreira Cosmópolis Sumaré Holambra Artur Nogueira Monte Mor Santo Antônio de Posse Engenheiro Coelho 2,8 3,1 3,3 3,4 3,4 3,5 3,6 3,7 3,9 4,3 4,6 4,7 4,8 4,9 5,4 5,6 7,1 7,8 8,8 1,0 2,0 3,0 4,0 5,0 6,0 7,0 8,0 9,0

16 Em % EDUCAÇÃO TAXA DE ESCOLARIDADE LÍQUIDA - RMC Relação entre a parcela da população entre 6 a 14 anos (fundamental) e entre 15 a 17 anos (médio) e o respectivo nº de matrículas. 110,0 105,0 103,9 106,5 100,0 95,0 93,6 89,6 90,0 85,0 80, ENSINO FUNDAMENTAL ENSINO MÉDIO

17

18 SAÚDE - RMC MÃES ADOLESCENTES COM MENOS DE 18 ANOS EM % 8,0 7,5 7,0 6,5 6,0 ESTADO RMC 5,5 5, Fonte: Secretaria Estadual de Saúde

19 SAÚDE - RMC MÃES QUE TIVERAM SETE E MAIS CONSULTAS DE PRÉ-NATAL EM % ESTADO RMC Fonte: Secretaria Estadual de Saúde

20 SAÚDE UNIDADES DE ATENÇÃO BÁSICA - RMC Postos de Saúde, Unidades Básicas/Centros de Saúde e Unidades de Saúde da Família ESTADO RMC AUMENTO DE 42% ENTRE 2003 E NA RMC Fonte: SEADE

21

22 SEGURANÇA PÚBLICA HOMICIDIOS DOLOSOS CAMPINAS - Homicidio Doloso - Taxa por 100 mil hab /2011 Queda de 8,2% na taxa de homicídio doloso Fonte: Secretaria de Segurança Pública

23 SEGURANÇA PÚBLICA HOMICIDIOS DOLOSOS 16 AMERICANA - Homicidio Doloso - Taxa por 100 mil hab Fonte: Secretaria de Segurança Pública

24 SEGURANÇA PÚBLICA HOMICIDIOS DOLOSOS ITATIBA - Homicidio Doloso - Taxa por 100 mil hab /2011 Queda de 70,7% na taxa de homicídio doloso Fonte: Secretaria de Segurança Pública

25 SEGURANÇA PÚBLICA HOMICIDIOS DOLOSOS 62 HORTOLANDIA - Homicidio Doloso - Taxa por 100 mil hab Fonte: Secretaria de Segurança Pública

26 SEGURANÇA PÚBLICA HOMICIDIOS DOLOSOS INDAIATUBA - Homicidio Doloso - Taxa por 100 mil hab. 2010/2011 Queda de 43,9% na taxa de homicídio doloso Fonte: Secretaria de Segurança Pública

27 SEGURANÇA PÚBLICA HOMICIDIOS DOLOSOS STA BÁRBARA D'OESTE - Homicidio Doloso - Taxa por 100 mil hab Fonte: Secretaria de Segurança Pública

28 SEGURANÇA PÚBLICA HOMICIDIOS DOLOSOS 72 SUMARÉ - Homicidio Doloso - Taxa por 100 mil hab Fonte: Secretaria de Segurança Pública

29 SEGURANÇA PÚBLICA HOMICIDIOS DOLOSOS VALINHOS - Homicidio Doloso - Taxa por 100 mil hab /2011 Queda de 35% na taxa de homicídio doloso Fonte: Secretaria de Segurança Pública

30 SEGURANÇA PÚBLICA HOMICIDIOS DOLOSOS VINHEDO - Homicidio Doloso - Taxa por 100 mil hab Fonte: Secretaria de Segurança Pública

31 SEGURANÇA PÚBLICA FURTO E ROUBO DE VEÍCULO CAMPINAS - Furto e roubo de veículo- Taxa por 100 mil hab Fonte: Secretaria de Segurança Pública

32 SEGURANÇA PÚBLICA FURTO E ROUBO DE VEÍCULO INDAIATUBA - Furto e Roubo de Veículo- Taxa por 100 mil hab Fonte: Secretaria de Segurança Pública

33 AGENDA METROPOLITANA DO GOV. ESTADUAL - RMC

34 AGENDA METROPOLITANA DO GOV. ESTADUAL - RMC Secretaria Projeto Órgão Executor Secretaria da Educação Construção de sete novas escolas em Campinas. Educação Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania Recebimento de área para fórum no município de Hortolândia. Cidade Judiciária - Campinas Justiça Secretaria da Saúde Obras no Pronto Socorro Municipal em Sumare Saúde Reforma dos Hospitais em Campinas Saúde Secretaria de Agricultura e Abastecimento Recuperação dos prédios do Instituto Agronômico de Campinas Agricultura Construção da Faculdade de Tecnologia para Itatiba (Fatec) Tecnologia Construção de ETEC em Sumaré Tecnologia Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia Expansão do Ensino Público Técnico Tecnologia Implantação da primeira Faculdade de Tecnologia para Campinas (Fatec) Tecnologia Sistema Paulista de Parques Tecnológicos - SPTec Tecnologia Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo Construção do Teatro Carlos Gomes Campinas Turismo SP-73 Luiz da Cunha -Recapeamento e Pavimentação Acesso anel viário - Campinas Acesso Barão Geraldo - Campinas Construção da estrada Marginal na SP Santo Antonio da Posse Duplicação da Rodovia SP Vinhedo Duplicação da estrada dos Amarais Duplicação da Rodovia Luiz de Queiroz - Americana Duplicação da Rodovia Luiz de Queiroz - Santa Barbara do Oeste Duplicação da SP-95 - Rodovia João Beira Duplicação do acesso de Nova Odessa Duplicação do trecho Jundiaí-Itatiba-Cosmópolis. Implantação da marginal em Campinas Secretaria de Logística e Transportes Implantação da marginal SP Itatiba Implantação da Rodovia SP-63 - Itatiba-Bragança Implantação de dispositivo em desnível - Valinhos Implantação de marginais - Campinas-Valinhos Modernização e ampliação do porto de São Sebastião Programa de vicinais Projeto Ponto a Ponto, Rodovia SP Jaguariuna Projeto Ponto a Ponto, Rodovia SP-75 - Sorocaba-Campinas Recuperação da Rodovia SP Comendador Américo Romi, Santa Bárbara do Oeste-Capivari Rodovia SP Luiz Ometto, Santa Barbara do Oeste - Iracemápolis SP Vinhedo Trevo do Carrefour - Campinas Trevo dos Amarais - Campinas Atendimento a Municípios, obras pluviais e combate a erosão. DAEE Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos Programa de Saneamento Água Limpa SABESP Programa de Saneamento em Artur Nogueira SABESP Secretaria do Meio Ambiente Liberação de Recursos para obras do Parque Linear de Holambra Meio Ambiente Secretaria dos Transportes Metropolitanos Corredor Noroeste RMC EMTU TAV - Trem de Alta Velocidade CPTM

Fórum Regional de Campinas. Desafios e Oportunidades em Logística e Infraestrutura Jurandir Fernandes Secretário dos Transportes Metropolitanos

Fórum Regional de Campinas. Desafios e Oportunidades em Logística e Infraestrutura Jurandir Fernandes Secretário dos Transportes Metropolitanos Fórum Regional de Campinas Desafios e Oportunidades em Logística e Infraestrutura Jurandir Fernandes Secretário dos Transportes Metropolitanos Hotel Royal Palm Plaza,Campinas, 11/08/2012 Transporte Metropolitano

Leia mais

Regiões Metropolitanas e Pólos Econômicos do Estado de São Paulo: desigualdades e indicadores para as Políticas Sociais

Regiões Metropolitanas e Pólos Econômicos do Estado de São Paulo: desigualdades e indicadores para as Políticas Sociais Regiões Metropolitanas e Pólos Econômicos do Estado de São Paulo: desigualdades e indicadores para as Políticas Sociais Financiamento FINEP FNDTC/NEPP/Regiões Metropolitanas Estudos Regionais Região Metropolitana

Leia mais

MODELO PARA ABRIGAR FORUM 3.000.000,00 3.000.000,00 ARAÇATUBA 5.000.000,00 5.000.000,00 MAGALHÃES NA REGIÃO DE ARAÇATUBA 2.000.000,00 2.000.

MODELO PARA ABRIGAR FORUM 3.000.000,00 3.000.000,00 ARAÇATUBA 5.000.000,00 5.000.000,00 MAGALHÃES NA REGIÃO DE ARAÇATUBA 2.000.000,00 2.000. Região Administrativa/Região Metropolitana Secretaria TEOR Justiça e Defesa da REFORMA DO ESQUELETO DO HOSPITAL Araçatuba Cidadania HOSPITAL REGIONAL NA REGIÃO DE Araçatuba Saúde DUPLICAÇÃO DA RODOVIA

Leia mais

O MERCADO IMOBILIÁRIO NO INTERIOR

O MERCADO IMOBILIÁRIO NO INTERIOR O MERCADO IMOBILIÁRIO NO INTERIOR O MERCADO IMOBILIÁRIO NO INTERIOR INTERIOR DE SÃO PAULO Flavio Amary Vice-presidente do Interior do Secovi-SP e Diretor Regional em Sorocaba e Região PARTICIPAÇÃO % DO

Leia mais

CONSELHO GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PPP SECRETARIA EXECUTIVA

CONSELHO GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PPP SECRETARIA EXECUTIVA 1 CONSELHO GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PPP SECRETARIA EXECUTIVA Secretaria de Fazenda Prefeitura de Sorocaba A Cidade 2 No próximo ano de 2014 Sorocaba completará 360 anos de sua fundação; A história

Leia mais

DUPLICAÇÃO DA RODOVIA ELIEZER MAGALHÃES NA REGIÃO DE ARAÇATUBA 2.000.000,00 2.000.000,00 DUPLICAÇÃO DA RODOVIA ASSIS CHATEAUBRIAND NA REGIÃO DE

DUPLICAÇÃO DA RODOVIA ELIEZER MAGALHÃES NA REGIÃO DE ARAÇATUBA 2.000.000,00 2.000.000,00 DUPLICAÇÃO DA RODOVIA ASSIS CHATEAUBRIAND NA REGIÃO DE Região Administrativa/Região Metropolitana Secretaria TEOR Araçatuba Justiça e Defesa da Cidadania Despesas de Capital Valor REFORMA DO ESQUELETO DO HOSPITAL MODELO PARA ABRIGAR FORUM 3.000.000,00 3.000.000,00

Leia mais

Região Metropolitana de Campinas

Região Metropolitana de Campinas RORAIMA AMAPÁ AMAZONAS PARÁ MARANHÃO CEARÁ RIO GRANDE DO NORTE PAR A Í B A PIAUÍ PERNAMBUCO ACRE TOCANTINS ALAGOAS RONDÔNIA SERGIPE MATO GROSSO BAHIA GOIÁS DF MINAS GERAIS MATO GROSSO DO SUL ESPÍRITO SANTO

Leia mais

Investe São Paulo. Campinas, 17 de março de 2015

Investe São Paulo. Campinas, 17 de março de 2015 Investe São Paulo Campinas, 17 de março de 2015 Missão Ser a porta de entrada para novos investimentos e a expansão dos negócios existentes, gerando inovação tecnológica, emprego e renda. Promover a competitividade

Leia mais

São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios

São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios A importância da economia paulista transcende as fronteiras brasileiras. O Estado é uma das regiões mais desenvolvidas de toda a América

Leia mais

Irmandade de Misericórdia de Campinas Campinas SP Brasil

Irmandade de Misericórdia de Campinas Campinas SP Brasil Irmandade de Misericórdia de Campinas Campinas SP Brasil Centro de Tratamento de Queimaduras Flavio Nadruz Novaes O Problema Não há, na região de Campinas, um Centro especializado no tratamento de Queimaduras

Leia mais

Uma Visão METROPOLITANA. Luiz Augusto Baggio Diretor Executivo Agência Metropolitana de Cam pinas AGEMCAMP

Uma Visão METROPOLITANA. Luiz Augusto Baggio Diretor Executivo Agência Metropolitana de Cam pinas AGEMCAMP Uma Visão METROPOLITANA Luiz Augusto Baggio Diretor Executivo Agência Metropolitana de Cam pinas AGEMCAMP Estado de São Paulo RMC Região Metropolitana de Campinas Lei Complementar 870 de 19 de junho de

Leia mais

RELATÓRIO SEMANA DA ÁGUA 2013

RELATÓRIO SEMANA DA ÁGUA 2013 RELATÓRIO SEMANA DA ÁGUA 2013 Sistema Cantareira: Compartilhando Desafios Programa de Educação e Sensibilização Ambiental Consórcio PCJ INTRODUÇÃO O Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba,

Leia mais

GERALDO ALCKMIN 18/10/2011

GERALDO ALCKMIN 18/10/2011 GERALDO ALCKMIN 18/10/2011 AÇÕES E PROJETOS HABITAÇÃO - 150 mil novas moradias nos próximos quatro anos, para atender a famílias que ganham até 5 salários mínimos, triplicando a produção de moradias no

Leia mais

Mobilidade Urbana Planos e Estratégias do GESP

Mobilidade Urbana Planos e Estratégias do GESP Mobilidade Urbana Planos e Estratégias do GESP Mancha Urbana da MMP e Sistema Viário PIB da MMP 2009/2010 (em milhões correntes) PIB 2009 PIB 2010 29.758 55.595 27.886 39.993 34.178 6.303 4.790 RMSP RMC

Leia mais

Caracterização da Região Metropolitana de Sorocaba

Caracterização da Região Metropolitana de Sorocaba Caracterização da Região Metropolitana de Conforme ilustrado no mapa abaixo, a Região Metropolitana de é formada por 26 municípios: Alambari,,, Araçoiaba da Serra,, Capela do Alto,, Cesário Lange,,,,,,,,,,

Leia mais

2. CARACTERIZAÇÃO DAS BACIAS

2. CARACTERIZAÇÃO DAS BACIAS 2. CARACTERIZAÇÃO DAS BACIAS 2.1. Caracterização geral A área de abrangência dos estudos, apresentada no Desenho 1, é de 15.303,67 km 2 e contem as bacias hidrográficas dos rios Piracicaba (incluindo as

Leia mais

ÍNDICE PAULISTA DE VULNERABILIDADE SOCIAL

ÍNDICE PAULISTA DE VULNERABILIDADE SOCIAL ÍNDICE PAULISTA DE VULNERABILIDADE SOCIAL O Estado de São Paulo, especialmente nos grandes centros urbanos, apresenta enormes desigualdades sociais, com áreas de alto padrão de qualidade de vida e outras

Leia mais

A GESTÃO URBANA E O DESENVOLVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL: A Rota Tecnológica 459 e a Região Metropolitana de Campinas.

A GESTÃO URBANA E O DESENVOLVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL: A Rota Tecnológica 459 e a Região Metropolitana de Campinas. 1 A GESTÃO URBANA E O DESENVOLVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL: A Rota Tecnológica 459 e a Região Metropolitana de Campinas. Glacir Teresinha Fricke Doutora, USF/ Itatiba, Nepam/Unicamp e PUC Minas/Poços de

Leia mais

Desafios e metas do Estado de São Paulo

Desafios e metas do Estado de São Paulo 1º Seminário Saneamento Básico Universalização do Saneamento: Desafios e Metas para o Setor 07 de novembro de 2011 Desafios e metas do Estado de São Paulo Edson Giriboni Secretário de Saneamento e Recursos

Leia mais

Os Desafios do Estado na implementação dos Parques Tecnológicos

Os Desafios do Estado na implementação dos Parques Tecnológicos Os Desafios do Estado na implementação dos Parques Tecnológicos Marcos Cintra Subsecretário de Ciência e Tecnologia Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia Outubro/2013 Brasil 7ª

Leia mais

Manutenção e desenvolvimento das atividades da Secretaria. Atividade mantida. Manutenção da Limpeza pública Cidade Limpa

Manutenção e desenvolvimento das atividades da Secretaria. Atividade mantida. Manutenção da Limpeza pública Cidade Limpa LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS - ANEXO III - METAS E PRIORIDADES OBJETIVO ESTRATÉGICO : Prestar serviços urbanos de utilidade pública visando proporcionar melhor qualidade de vida aos cidadãos. PROGRAMA:

Leia mais

Mercado Imobiliário PIRACICABA - SP

Mercado Imobiliário PIRACICABA - SP Mercado Imobiliário PIRACICABA - SP Fonte: SEADE PIRACICABA CARACTERÍSTICAS ECONÔMICAS Território e População Área: 1.378,501 km² População (estimativa IBGE 2013): 385.287 mil habitantes Densidade Demográfica

Leia mais

AGÊNCIA DE ÁGUA PCJ MONITORAMENTO HIDROMETEOROLÓGICO. Coordenadas Geográficas. Lat.: -22º41'44.00 Long.: -47º40'18.99

AGÊNCIA DE ÁGUA PCJ MONITORAMENTO HIDROMETEOROLÓGICO. Coordenadas Geográficas. Lat.: -22º41'44.00 Long.: -47º40'18.99 1 DO CAIXÃO Código: 62697400 Lat.: 22º41'44.00 Long.: 47º40'18.99 Piracicaba Piracicaba 2 Estação: FOZ RIO PIRACICABA Código: 62711000 Lat.: 22º41'03.99 Long.: 47º40'36.99 Corumbataí Piracicaba 3 Estação:

Leia mais

SISTEMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E REGIME DE COLABORAÇÃO

SISTEMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E REGIME DE COLABORAÇÃO 1 SISTEMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E REGIME DE COLABORAÇÃO Introdução A Constituição da República Federativa do Brasil, de 5 de outubro de 1988, estabelece o regime de colaboração entre as esferas do poder

Leia mais

REPASSE DE RECURSOS REFERENTES AOS NOVOS EXAMES DO COMPONENTE PRÉ-NATAL E TESTE RÁPIDO DE GRAVIDEZ DA REDE CEGONHA

REPASSE DE RECURSOS REFERENTES AOS NOVOS EXAMES DO COMPONENTE PRÉ-NATAL E TESTE RÁPIDO DE GRAVIDEZ DA REDE CEGONHA Circular 597/2013 São Paulo, 04 de Dezembro de 2013. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) REPASSE DE RECURSOS REFERENTES AOS NOVOS EXAMES DO COMPONENTE PRÉ-NATAL E TESTE RÁPIDO DE GRAVIDEZ DA REDE CEGONHA Diário

Leia mais

Desenvolvimento Econômico, Ciência e Inovação

Desenvolvimento Econômico, Ciência e Inovação Desenvolvimento Econômico, Ciência e Inovação Rodrigo Garcia Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência,Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo www.desenvolvimento.sp.gov.br Brasil Contexto

Leia mais

Trem de Alta Velocidade e Trens Intercidades. Guilherme Quintella Presidente ADTrem Chairman UIC Latin America

Trem de Alta Velocidade e Trens Intercidades. Guilherme Quintella Presidente ADTrem Chairman UIC Latin America Trem de Alta Velocidade e Trens Intercidades Guilherme Quintella Presidente ADTrem Chairman UIC Latin America 6 de Maio de 2013 Agenda UIC e ADTrem Aspectos das Ferrovias Trem de Alta Velocidade Trens

Leia mais

Lat.: -22º41'57.12 Long.: -47º37'45.84. Lat.: -22º41'20.00 Long.: -47º34'58.00

Lat.: -22º41'57.12 Long.: -47º37'45.84. Lat.: -22º41'20.00 Long.: -47º34'58.00 Código Estação Tipo 1 62697400 PONTE DO CAIXÃO 2 62711000 FOZ RIO PIRACICABA 3 6270500 PIRACICABA 4 62697300 CAPTAÇÃO DE JAGUARIUNA DAE Qualiquantitativo Coordenadas Geográficas Lat.: 22º41'44.00 Long.:

Leia mais

PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA: UM EXCELENTE NEGÓCIO PARA VOCÊ, UMA ÓTIMA AÇÃO PARA SÃO PAULO.

PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA: UM EXCELENTE NEGÓCIO PARA VOCÊ, UMA ÓTIMA AÇÃO PARA SÃO PAULO. PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA: UM EXCELENTE NEGÓCIO PARA VOCÊ, UMA ÓTIMA AÇÃO PARA SÃO PAULO. São Paulo State Government São Paulo State Government PARCERIA PARA O DESENVOLVIMENTO. Nossa proposta é ampliar

Leia mais

DESAFIOS E OPORTUNIDADES

DESAFIOS E OPORTUNIDADES DESAFIOS E OPORTUNIDADES Pontos Principais... A Sabesp tem compromisso com a política pública e com critérios de eficiência de mercado O novo marco regulatório do saneamento encerra desafios e oportunidades

Leia mais

MÍDIA KIT JANEIRO DE 2015

MÍDIA KIT JANEIRO DE 2015 MÍDIA KIT JANEIRO DE 2015 RELEASE DA PROGRAMAÇÃO SEGUNDA A SÁBADO 7H00 ÀS 7H30 PRIMEIRA HORA (REDE) Apresentação: Dimas Aguiar e Silvânia Alves Noticiário completo, que leva aos ouvintes os principais

Leia mais

Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais.

Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais. Maio/2014 OBJETIVO Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais. Permitir ainda, uma análise comparativa da evolução

Leia mais

Caracterização Socioeconômica DRS de Campinas

Caracterização Socioeconômica DRS de Campinas Caracterização Socioeconômica DRS de Campinas Elaboração do Diagnós1co e Avaliação do Atual Estágio de Desenvolvimento das Redes Regionais da Atenção à nas regiões priorizadas pelo Projeto de Fortalecimento

Leia mais

APRESENTAÇÃO DESTAQUES. 1. Índice de crescimento do emprego formal em Campinas é maior que na RMC (pág. 4)

APRESENTAÇÃO DESTAQUES. 1. Índice de crescimento do emprego formal em Campinas é maior que na RMC (pág. 4) Secretaria Municipal de Trabalho e Renda NOVEMBRO DE 2011 Boletim Informativo do Mercado de Trabalho em Campinas Dezembro de 2011 APRESENTAÇÃO A geração de postos de trabalho tem mostrado sinais de desaceleração

Leia mais

Audiência Pública em Americana 09/06/2014 Região Metropolitana de Campinas

Audiência Pública em Americana 09/06/2014 Região Metropolitana de Campinas Audiência Pública em 09/06/2014 Região Metropolitana de Campinas Local: Câmara Municipal de Início: 10h50 Término: 12h30 Autoridades Públicas Presentes: Deputados da Comissão de Finanças Orçamento e Planejamento:

Leia mais

GILMAR TADEU ALVES RIBEIRO. (Secopa São Paulo)

GILMAR TADEU ALVES RIBEIRO. (Secopa São Paulo) GILMAR TADEU ALVES RIBEIRO (Secopa São Paulo) O maior evento mundial Copa do Mundo Fifa Transmissão para todos os países e territórios do mundo, inclusive a Antártida e o Círculo Polar Ártico; Primeiro

Leia mais

Mensal. Produto Interno Bruto. Produto Interno Bruto. Mensal. Metodologia

Mensal. Produto Interno Bruto. Produto Interno Bruto. Mensal. Metodologia Metodologia 1 SEADE Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados Considerações gerais O PIB mensal é um índice de acompanhamento da economia paulista e tem como propósito principal oferecer uma visão

Leia mais

Governo do Estado de São Paulo Secretaria de Economia e Planejamento. Região Metropolitana de Campinas

Governo do Estado de São Paulo Secretaria de Economia e Planejamento. Região Metropolitana de Campinas Governo do Estado de São Paulo Secretaria de Economia e Planejamento Região Metropolitana de Campinas 1 2 1. Caracterização Regional A Região Metropolitana de Campinas - é formada por 19 municípios 1,

Leia mais

Estratégias de Desenvolvimento Regional

Estratégias de Desenvolvimento Regional Estratégias de Desenvolvimento Regional Mesa Redonda sobre Desenvolvimento Regional nos Estados Brasileiros Marcelo Sacenco Asquino Coordenador da Área Regional Secretaria de Economia e Planejamento do

Leia mais

A importância das Agencias Governamentais na Localização dos Data Center"

A importância das Agencias Governamentais na Localização dos Data Center "A importância dos agentes governamentais na definição do Local dos Data Centers" Painel A importância das Agencias Governamentais na Localização dos Data Center" Tópicos: A DCT Realty gostaria de promover

Leia mais

Características da Região Administrativa de Campinas

Características da Região Administrativa de Campinas CIDADES RESILIENTES, O FUTURO DA DEFESA CIVIL Características da Região Administrativa de Campinas Municípios: 90 População 09: 6.233.127 1 CAMPINAS Brasil Estado de São Paulo Fundação: 14 de julho de

Leia mais

vários motivos para você estar aqui.

vários motivos para você estar aqui. O MELHOR SHOPPING DA CIDADE COM LOCALIZAÇÃO PRIVILEGIADA. O Nosso Shopping. vários motivos para você estar aqui. Empreendedor, Comercialização, e Administração: Este folder não tem caráter contratual.

Leia mais

região do Estado de São Paulo (6,5% da população), ficando atrás apenas da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP).

região do Estado de São Paulo (6,5% da população), ficando atrás apenas da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). ENTRE RODOVIAS: REFLEXÕES SOBRE A ESTRUTURAÇÃO DA PAISAGEM URBANA NA REGIÃO METROPOLITANA DE CAMPINAS Francisco de Assis Gonçalves Junior 1 Thamires Cristine Corrêa 2 Resumo A história de formação e consolidação

Leia mais

AS CORPORAÇÕES E A CRISE DA ÁGUA

AS CORPORAÇÕES E A CRISE DA ÁGUA AS CORPORAÇÕES E A CRISE DA ÁGUA CENÁRIO GLOBAL A empresa do novo milênio está comprometida com a preservação dos recursos naturais respeitando sua capacidade de renovação. Tem como meta utilizar recursos

Leia mais

Em R$ milhões. empresas empresas. fiscal. fiscal 5.723 5.440 4.824 3.469 1.398 15.769 16.474 15.797 1.281 1.634 11.535 8.067 6.491 5.266 22.197 21.

Em R$ milhões. empresas empresas. fiscal. fiscal 5.723 5.440 4.824 3.469 1.398 15.769 16.474 15.797 1.281 1.634 11.535 8.067 6.491 5.266 22.197 21. Evolução dos Investimentos Em R$ milhões 20.593 22.197 21.237 15.004 4.824 5.723 5.440 7.772 6.900 1.281 1.634 6.491 5.266 9.465 1.398 8.067 3.469 11.535 15.769 16.474 15.797 empresas empresas fiscal fiscal

Leia mais

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM Matriz de Transporte Brasil Estado de São Paulo Modal Participação Modal Participação Rodoviário 61,20% Ferroviário 20,70% Hidroviário 13,60% Dutoviário 4,20% Aéreo 0,40% Rodoviário 93,10% Ferroviário

Leia mais

Mobilidade urbana, infra-estrutura e a Copa de 2014

Mobilidade urbana, infra-estrutura e a Copa de 2014 Mobilidade urbana, infra-estrutura e a Copa de 2014 Oportunidades para a arquitetura e a engenharia 8º Encontro da Arquitetura e da Engenharia Consultiva de São Paulo Sinaenco/sp 26 de agosto de 2008 Jurandir

Leia mais

CASA VERDE/CACHOEIRINHA

CASA VERDE/CACHOEIRINHA Casa Verde / CASA VERDE/CACHOEIRINHA R e g i ã o N o r t e Assessoria de Imprensa - Subprefeitura de CENTRO REFERÊNCIA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL MORRINHOS. 17 Casa Verde / Pirâmide Populacional Rendimento

Leia mais

Cidades e Aeroportos no Século XXI 11

Cidades e Aeroportos no Século XXI 11 Introdução Nos trabalhos sobre aeroportos e transporte aéreo predominam análises específicas que tratam, por exemplo, do interior do sítio aeroportuário, da arquitetura de aeroportos, da segurança aeroportuária,

Leia mais

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS Agência de Fomento e Desenvolvimento do Estado do Piauí S.A PIAUÍ FOMENTO Águas e Esgotos do Piauí S/A AGESPISA Companhia Administradora da Zona de Processamento

Leia mais

PROGRAMA ESTADUAL DE PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS PRIVADAS (PPP) Primeiro Semestre de 2006

PROGRAMA ESTADUAL DE PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS PRIVADAS (PPP) Primeiro Semestre de 2006 PROGRAMA ESTADUAL DE PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS PRIVADAS (PPP) Primeiro Semestre de 2006 MOMENTO ATUAL / AVANÇOS Discussão sobre PPP Processo muito rico, inserido na discussão sobre a retomada do desenvolvimento

Leia mais

Relatório Analítico:

Relatório Analítico: OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE CAMPINAS Relatório Analítico: Análise do Mercado de Trabalho Formal da Região Metropolitana de Campinas Balanço do 1º Semestre de 2010 Termo de Contrato Nº. 65/2009 JULHO DE

Leia mais

O impacto da expansão do setor de mineração, metalurgia e de materiais no Espírito Santo na Academia

O impacto da expansão do setor de mineração, metalurgia e de materiais no Espírito Santo na Academia 1 O impacto da expansão do setor de mineração, metalurgia e de materiais no Espírito Santo na Academia Eng. Maristela Gomes da Silva, Dr. 1 Os objetivos desta primeira intervenção são apresentar a situação

Leia mais

O Plano para a Macrometrópole e a renovação da outorga do Sistema Cantareira

O Plano para a Macrometrópole e a renovação da outorga do Sistema Cantareira Departamento de Infraestrutura Diretoria de Saneamento Básico O Plano para a Macrometrópole e a renovação da outorga do Sistema Cantareira Hiroaki Makibara Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos

Leia mais

IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA. LOTEAMENTO FECHADO

IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA. LOTEAMENTO FECHADO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA. LOTEAMENTO FECHADO localização estratégica, infraestrutura e segurança para seu negócio. IMAGEM AÉREA DO LOCAL/202. DRAMATIZAÇÃO DA ÁREA DO LOTEAMENTO. 750m 2 Perspectiva

Leia mais

Região Administrativa de Campinas *

Região Administrativa de Campinas * Governo do Estado de São Paulo Secretaria de Economia e Planejamento Região Administrativa de Campinas * * Levantamento de informações desenvolvido pela Coordenadoria de Planejamento e Avaliação (CPA)

Leia mais

MÍDIA KIT JUNHO DE 2015

MÍDIA KIT JUNHO DE 2015 MÍDIA KIT JUNHO DE 2015 RELEASE DA PROGRAMAÇÃO SEGUNDA A SÁBADO 7H00 ÀS 7H30 JORNAL DA PRIMEIRA HORA (REDE) Apresentação: Dimas Aguiar, Silvânia Alves e Rafael Colombo Noticiário completo, que leva aos

Leia mais

PIB DO ESTADO DE SÃO PAULO 2005

PIB DO ESTADO DE SÃO PAULO 2005 PIB DO ESTADO DE SÃO PAULO 2005 A Fundação Seade, em parceria com o IBGE, divulga os resultados do PIB do Estado de São Paulo, em 2005. Simultaneamente, os órgãos de estatística das demais Unidades da

Leia mais

METODOLOGIA PARA REMUNERAÇÃO RACIONALIZADA DAS TAXAS DE SALA CIRÚRGICA. Cybelle Assad Gerência da Área Hospitalar e Serviços Credenciados

METODOLOGIA PARA REMUNERAÇÃO RACIONALIZADA DAS TAXAS DE SALA CIRÚRGICA. Cybelle Assad Gerência da Área Hospitalar e Serviços Credenciados METODOLOGIA PARA REMUNERAÇÃO RACIONALIZADA DAS TAXAS DE SALA CIRÚRGICA Cybelle Assad Gerência da Área Hospitalar e Serviços Credenciados CAMPINAS Situada a 101 km de São Paulo a região de Campinas vem

Leia mais

Principais características da inovação na indústria de transformação no Brasil

Principais características da inovação na indústria de transformação no Brasil 1 Comunicado da Presidência nº 5 Principais características da inovação na indústria de transformação no Brasil Realização: Marcio Pochmann, presidente; Marcio Wohlers, diretor de Estudos Setoriais (Diset)

Leia mais

COSEMA - FIESP Programas e Ações A para os grandes problemas da RMSP. Paulo Massato Yoshimoto Diretor Metropolitano - Sabesp

COSEMA - FIESP Programas e Ações A para os grandes problemas da RMSP. Paulo Massato Yoshimoto Diretor Metropolitano - Sabesp COSEMA - FIESP Programas e Ações A da Sabesp para os grandes problemas da RMSP Paulo Massato Yoshimoto Diretor Metropolitano - Sabesp Evolução Populacional - RMSP Reversão da centrifugação Menor pressão

Leia mais

Fundação SEADE. www.seade.gov.br

Fundação SEADE. www.seade.gov.br Outubro de 0 N o Monitoramento das metas dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio ODMs Consulte A Fundação Seade disponibilizará, anualmente, as séries históricas do conjunto de indicadores dos ODMs

Leia mais

CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DAS BACIAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ

CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DAS BACIAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DAS BACIAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ PROJETO DE MAPEAMENTO E TRANSPOSIÇÃO INTERNA DE ÁGUA NAS BACIAS PCJ VIA: TUBULAÇÕES DE ALUMÍNIO; ADUTORAS CONVENCIONAIS; CANAIS;

Leia mais

Estratégia de Especialização Inteligente para a Região de Lisboa

Estratégia de Especialização Inteligente para a Região de Lisboa Diagnóstico do Sistema de Investigação e Inovação: Desafios, forças e fraquezas rumo a 2020 FCT - A articulação das estratégias regionais e nacional - Estratégia de Especialização Inteligente para a Região

Leia mais

A economia brasileira e as perspectivas do investimento Luciano Coutinho Presidente do BNDES

A economia brasileira e as perspectivas do investimento Luciano Coutinho Presidente do BNDES A economia brasileira e as perspectivas do investimento Luciano Coutinho Presidente do BNDES O Brasil ingressa em um novo ciclo de desenvolvimento A economia brasileira continuarácrescendo firmemente nos

Leia mais

PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2007

PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2007 Secretaria de Orçamento Federal - SOF Assessoria de Consolidação - ASCON PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2007 No Estado do Rio de (RJ) Ministério da Ciência e Tecnologia 0 23.384 23.384 Implantação de

Leia mais

BOLETIM. Produto Interno Bruto paulista continua no patamar de um trilhão de reais

BOLETIM. Produto Interno Bruto paulista continua no patamar de um trilhão de reais patamar de um trilhão Em ano atípico, o PIB do Estado de São apresentou redução real em 2009, mas ampliou sua participação no PIB brasileiro. Em 2009, o PIB, calculado pela Fundação Seade em parceria com

Leia mais

Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1

Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1 Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1 Período: Janeiro a Fevereiro de 2008 PRINCIPAIS DESTAQUES Na RMC foram criados 11.184 novos postos de trabalho. O saldo de emprego em 2008 é superior em 37%

Leia mais

BRASIL 2015: O VERDADEIRO RESULTADO DA COPA

BRASIL 2015: O VERDADEIRO RESULTADO DA COPA BRASIL 2015: O VERDADEIRO RESULTADO DA COPA Brasil, 2007 PIB R$ 1,8 trilhão Alfabetização 88,6% Expec. de Vida 71,7 anos PIB per capita US$ 8.402 Fonte: ONU e IBGE Brasil, 2015 PIB R$ 2,1 trilhões Alfabetização

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO FUNÇÃO: 01 - LEGISLATIVA 031 Ação Legislativa 0001 - Execução da Ação Legislativa Manutenção das Atividades Legislativas FUNÇÃO: 02 - JUDICIÁRIA 122 Administração Geral 0006 - Defesa Jurídica do Município

Leia mais

DIAGNÓSTICO RESÍDUOS SÓLIDOS E LIMPEZA URBANA. www.granziera.com.br

DIAGNÓSTICO RESÍDUOS SÓLIDOS E LIMPEZA URBANA. www.granziera.com.br DIAGNÓSTICO RESÍDUOS SÓLIDOS E LIMPEZA URBANA www.granziera.com.br REGULAÇÃO: OBJETIVOS OBJETIVOS DA REGULAÇÃO estabelecer padrões e normas para a adequada prestação dos serviços e para a sadsfação dos

Leia mais

Demonstrativo de Funções, Subfunções e Programas por Projetos e Atividades - Anexo VII

Demonstrativo de Funções, Subfunções e Programas por Projetos e Atividades - Anexo VII 01 Legislativa 3.000.000 52.200.000 55.200.000 01031 Ação Legislativa 7.834.000 7.834.000 010310028 ATUAÇÃO LEGISLATIVA DA CÂMARA MUNICIPAL DE 7.834.000 7.834.000 01122 Administração Geral 3.000.000 38.140.000

Leia mais

Sessão 2. Marcos Aberto Martinelli. Secretário Municipal de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia

Sessão 2. Marcos Aberto Martinelli. Secretário Municipal de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia Sessão 2 Marcos Aberto Martinelli Secretário Municipal de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia América Latina precisa melhorar produtividade, diz Banco Mundial Brasil Econômico - Por AFP 14/09/10

Leia mais

ASPECTOS DA REDE URBANA DO ESTADO DE SÃO PAULO

ASPECTOS DA REDE URBANA DO ESTADO DE SÃO PAULO ASPECTOS DA REDE URBANA DO ESTADO DE SÃO PAULO SIMÃO, Rosycler Cristina Santos Palavras chave: rede urbana; São Paulo; disparidades regionais; Censo Demográfico 2000. Resumo O objetivo do trabalho é mostrar

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DO TRABALHO, EMPREGO, RENDA E ESPORTE - SETRE MÉDIO RIO DAS CONTAS

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DO TRABALHO, EMPREGO, RENDA E ESPORTE - SETRE MÉDIO RIO DAS CONTAS GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DO TRABALHO, EMPREGO, RENDA E ESPORTE - SETRE MÉDIO RIO DAS CONTAS Agricultura Familiar 2 08.239.100/0001-91 INSTITUTO SÓCIO-AMBIENTAL SOFRÊ 3 05.219.562/0001-44 FUNDAÇÃO

Leia mais

Brasil: Potência ou Colônia? Uma reflexão necessária...

Brasil: Potência ou Colônia? Uma reflexão necessária... Brasil: Potência ou Colônia? Uma reflexão necessária... Sede Nacional Sede Nacional - SP Fundação: 1937 - origem em um sindicato têxtil; Possui 1.500 empresas associadas e representa 4,5 mil empresas;

Leia mais

Caracterização de Feira de Santana

Caracterização de Feira de Santana Caracterização de Feira de Santana! O município representa a maior concentração urbana do interior do Nordeste brasileiro, considerando as cidades fora das regiões metropolitanas das capitais.! Em sua

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO (MINUTA)

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO (MINUTA) RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO (MINUTA) 2 0 1 4 Relatório de Avaliação de Desempenho 2014 (MINUTA) 1 Relatório de Avaliação de Desempenho 2014 (MINUTA) 2 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO... 5 2 MUNICÍPIOS

Leia mais

Sorocaba - Visão de FUTURO

Sorocaba - Visão de FUTURO Sorocaba - Visão de FUTURO AGENDA A cidade de Sorocaba Sistema de Inovação Parque Tecnológico de Sorocaba Centro de Inovação Oportunidades História da Cidade de Sorocaba Fundada em 1654, pelo capitão Baltazar

Leia mais

Diagnóstico Socioeconômico e Ambiental da Região de Integração Xingu. Geovana Pires Diretora de Socioeconomia da FAPESPA

Diagnóstico Socioeconômico e Ambiental da Região de Integração Xingu. Geovana Pires Diretora de Socioeconomia da FAPESPA Diagnóstico Socioeconômico e Ambiental da Região de Integração Xingu Geovana Pires Diretora de Socioeconomia da FAPESPA RI XINGU PIB de R$ 2,7 bilhões, respondendo por 3% do total do estado. 57.149 empregos

Leia mais

Onde Estão as Micro e Pequenas Empresas em São Paulo. Observatório das MPEs SEBRAE-SP 2007

Onde Estão as Micro e Pequenas Empresas em São Paulo. Observatório das MPEs SEBRAE-SP 2007 Onde Estão as Micro e Pequenas Empresas em São Paulo Observatório das MPEs SEBRAE-SP 2007 1 Características do estudo OBJETIVO: Elaborar um mapeamento das MPEs no Estado de São Paulo: - por setores e segmentos

Leia mais

Região Autónoma da Madeira

Região Autónoma da Madeira Região Autónoma da Madeira Área () km 2 801,0 Densidade populacional () Hab/Km 2 309,0 População residente (31.12.) Nº 247.568 População < 15 anos Nº 42.686 População > 65 anos Nº 32.188 Taxa conclusão

Leia mais

Onde Estão as Micro e Pequenas Empresas em São Paulo. Observatório das MPEs SEBRAE-SP 2007

Onde Estão as Micro e Pequenas Empresas em São Paulo. Observatório das MPEs SEBRAE-SP 2007 Onde Estão as Micro e Pequenas Empresas em São Paulo Observatório das MPEs SEBRAE-SP 2007 1 Características do estudo OBJETIVO: Elaborar um mapeamento das MPEs no Estado de São Paulo: - por setores e segmentos

Leia mais

Pira 21 Piracicaba Realizando o Futuro

Pira 21 Piracicaba Realizando o Futuro Pira 21 Piracicaba Realizando o Futuro AGENDA 21 DE PIRACICABA E SUA RELAÇÃO COM O PLANO DIRETOR Revisão dos Planos Diretores - 09/10/2013 Pauta: Apresentação da Oscip Pira 21 O que é a OSCIP Pira 21?

Leia mais

Os equipamentos são ocultados no veículo, não necessitando nem mesmo de antenas externas ou algo que possa indicar que o equipamento está instalado.

Os equipamentos são ocultados no veículo, não necessitando nem mesmo de antenas externas ou algo que possa indicar que o equipamento está instalado. Manual do Cliente A Empresa A Ituran é uma multinacional israelense que atua na Argentina, Brasil, Estados Unidos e Israel. Desde o início das suas operações no Brasil, em 2000, a empresa se destaca como

Leia mais

FÓRUM REGIONAL DE CAMPINAS - 2014

FÓRUM REGIONAL DE CAMPINAS - 2014 FÓRUM REGIONAL DE CAMPINAS - 2014 Infraestrutura e Logística: As vantagens competitivas e os desafios da Região Metropolitana de Campinas Thomaz Assumpção URBAN SYSTEMS 15 anos + de 700 projetos Segmentos:

Leia mais

OBRAS DE INFRAESTRUTURA NO BRASIL

OBRAS DE INFRAESTRUTURA NO BRASIL OBRAS DE INFRAESTRUTURA NO BRASIL Estudo realizado com 259 empresas; Faturamento das empresas pesquisadas representando mais de 30% do PIB brasileiro; O objetivo principal é mapear e avaliar a importância

Leia mais

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM. ARSESP - Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM. ARSESP - Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo Matriz de Transporte Modal Brasil Participação Estado de São Paulo Modal Participação Rodoviário 61,20% Ferroviário 20,70% Hidroviário 13,60% Dutoviário 4,20% Aéreo 0,40% Rodoviário 93,10% Ferroviário

Leia mais

- RJ O Gerenciamento dos Recursos HídricosH nas grandes Cidades. Paulo Massato Yoshimoto Diretor Metropolitano - Sabesp

- RJ O Gerenciamento dos Recursos HídricosH nas grandes Cidades. Paulo Massato Yoshimoto Diretor Metropolitano - Sabesp III Pré-ENCOB - RJ O Gerenciamento dos Recursos HídricosH nas grandes Cidades Paulo Massato Yoshimoto Diretor Metropolitano - Sabesp Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo - Sabesp 5ª Maior

Leia mais

Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1

Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1 Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1 Período: Março a Abril de PRINCIPAIS DESTAQUES Na RMC foram criados 10.646 novos postos de trabalho. O saldo de emprego acumulado em corresponde a 47% de todo

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO CURSO. Enfermagem

PROJETO PEDAGÓGICO CURSO. Enfermagem PROJETO PEDAGÓGICO CURSO Enfermagem 2013 P á g i n a 2 Sumário 1. ORGANIZAÇÃO DIDÁTICO-PEDAGÓGICA... 4 1.1. Contexto Educacional... 4 1.1.1. Identificação... 4 1.1.2. Histórico da Instituição... 4 1.1.3.

Leia mais

Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1

Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1 Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1 Período: Julho e Agosto de PRINCIPAIS DESTAQUES Na RMC foram criados 9.563 novos postos de trabalho. O saldo de emprego acumulado atá agosto de já é 25% superior

Leia mais

Empreendimentos Prioritários e de Caráter estratégico. Empreendimentos de iniciativa isolada

Empreendimentos Prioritários e de Caráter estratégico. Empreendimentos de iniciativa isolada Critérios para hierarquização Demanda Induzida Empreendimentos Prioritários e de Caráter estratégico 20% dos Recursos Disponibilizados Demanda Espontânea Empreendimentos de iniciativa isolada Critérios

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DO TRABALHO, EMPREGO, RENDA E ESPORTE - SETRE BACIA DO PARAMIRIM

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DO TRABALHO, EMPREGO, RENDA E ESPORTE - SETRE BACIA DO PARAMIRIM GOVERNO DO ESTADO DA SECRETARIA DO TRABALHO, EMPREGO, RENDA E ESPORTE - SETRE BACIA DO PARAMIRIM Agricultura Familiar 2 02.539.152/0001-92 COOPERATIVA DE APOIO TECNOLÓGICO GESTÃO E DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Leia mais

BOLETIM. Taxa de desemprego anual na RMSP é a menor em 20 anos

BOLETIM. Taxa de desemprego anual na RMSP é a menor em 20 anos A taxa média anual de desemprego, na Região Metropolitana de São Paulo RMSP, diminuiu de 11,9% para 10,5%, entre 2010 e 2011, atingindo seu menor valor nos últimos 20 anos. Essa é uma das informações divulgadas

Leia mais

A INDÚSTRIA QUÍMICA É RELEVANTE PARA O BRASIL 6 ª 10 % MAIOR. do PIB. Indústria Química DO MUNDO INDUSTRIAL. Fonte: ABIQUIM, IBGE PIA/2012

A INDÚSTRIA QUÍMICA É RELEVANTE PARA O BRASIL 6 ª 10 % MAIOR. do PIB. Indústria Química DO MUNDO INDUSTRIAL. Fonte: ABIQUIM, IBGE PIA/2012 Carlos Fadigas A INDÚSTRIA QUÍMICA É RELEVANTE PARA O BRASIL Fonte: ABIQUIM, IBGE PIA/2012 10 % do PIB INDUSTRIAL 6 ª MAIOR Indústria Química DO MUNDO A INDÚSTRIA QUÍMICA DEVE FATURAR US$ 157 BILHÕES

Leia mais

Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente

Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente p Relatório Consulta Pública Região Sudeste Oficinas 274 pessoas se credenciaram para participar das oficinas na cidade de Natividade. Foi solicitado à elas que elencassem as demandas e problemas regionais.

Leia mais

Regulação em saúde na Região Metropolitana de Campinas

Regulação em saúde na Região Metropolitana de Campinas Regulação em saúde na Região Metropolitana de Campinas Domenico Feliciello, Carmen Tella e Kátia Santos Araújo 1. Introdução Com a criação do SUS, a regulação em saúde passa a figurar como um dos seus

Leia mais

Imagens ilustrativas. O registro da história que ficará para a história. Toda a trajetória de Paulínia retratada em três volumes numa edição de luxo.

Imagens ilustrativas. O registro da história que ficará para a história. Toda a trajetória de Paulínia retratada em três volumes numa edição de luxo. Imagens ilustrativas. O registro da história que ficará para a história. Toda a trajetória de Paulínia retratada em três volumes numa edição de luxo. A obra Promover educação, conhecimento e cultura, resgatar

Leia mais

VÁRZEA PAULISTA OBRAS E AÇÕES GESTÃO 2007-2010 R$ 37.530.000,00

VÁRZEA PAULISTA OBRAS E AÇÕES GESTÃO 2007-2010 R$ 37.530.000,00 VÁRZEA PAULISTA OBRAS E AÇÕES GESTÃO 2007-2010 R$ 37.530.000,00 AGRICULTURA: Distribuição de Leite: distribuídos 59.550 litros de leite de Jan/2007 a Mar/2009 - Custo: R$ 75 mil, beneficiando 150 famílias

Leia mais