PREÇOS MAIS BARATOS E TRANSPARENTES NA COMPRA DE CASA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PREÇOS MAIS BARATOS E TRANSPARENTES NA COMPRA DE CASA"

Transcrição

1 PREÇOS MAIS BARATOS E TRANSPARENTES NA COMPRA DE CASA 31 de Julho de 2008 O Ministério da Justiça esclarece o seguinte: 1. Na generalidade das situações, os preços do registo predial diminuíram em comparação com o anterior sistema de preços (antes de 21 de Julho de 2008). A Ordem dos Notários tem omitido parcelas que no anterior sistema de preços eram, em regra, devidas aos serviços de registo pela prática de actos de registo predial. Senão vejamos: a) Compra de casa com recurso a financiamento bancário os registos ficam mais baratos em 85% dos casos. Ex: de 2008, Marta e Alexandre pediram dinheiro emprestado ao banco para comprar uma casa, no valor de Para que tal pudesse acontecer pediram um registo provisório de aquisição a seu favor e de hipoteca a favor do Banco., pagaram 125 pelo registo provisório de aquisição e 135 pelo registo provisório de hipoteca. Pagaram ainda 25 por um averbamento à descrição porque o valor patrimonial tributário do imóvel tinha aumentado (desde 2003 que o valor patrimonial tem vindo a ser actualizado). Na esmagadora maioria das situações, há lugar ao pagamento deste montante, pois o valor tributário dos prédios evolui com o tempo. Pagaram ainda 10,98 de emolumentos pessoais ao funcionário que os atendeu, o que ocorria em quase todos os casos. Para que o notário fizesse a escritura, tinham ainda que pagar a certidão do registo predial no valor de 31,50. Depois de terem tratado de toda a documentação necessária, realizaram a escritura no notário e pagaram cerca de 423,55 ao notário. Este valor pode ser decomposto da seguinte forma: 176,47 (compra e venda), 143,20 (hipoteca), 24,30 (assessoria), 70,58 (2 certidões da escritura com 10 páginas) e 9 (registo da escritura).

2 De seguida, João e Maria foram ao serviço de registo para registar definitivamente a compra a seu favor e a hipoteca a favor do Banco, tendo pago pelas conversões 98 (48 por cada uma). Tiveram ainda que cancelar a hipoteca que o anterior proprietário constituído sobre a casa, tendo para isso pago 72. Em cerca de 85% dos casos, as compras de casa são realizadas com cancelamento de hipoteca que garantia o montante financiado para a aquisição da casa do anterior proprietário. De facto, em cerca de 90% dos casos, as compras de casa são construídas ou compradas com financiamento bancário pelo que, quando são vendidas, é preciso levantar a hipoteca que sobre elas existe e pagar estes 72. Finalmente pagaram a certidão do registo predial, com o registo de aquisição a seu favor já registado, a qual custou 31,50. Por cada transacção são emitidas, em média, 2 certidões do registo predial. Em resumo: : Custo dos diversos registos: 526,98 Custo dos actos notariais: 423,55 : Custo do registo: 500 Custo dos actos notariais: livre b) Compra de casa sem recurso a financiamento bancário os registos ficam mais baratos em 85 % dos casos Este caso é muito menos frequente que a compra de casa com financiamento bancário. Ex. de 2008, João e Maria compraram uma casa sem recurso a bancário a António, pelo preço de Como não conheciam António, pediram um registo provisório de aquisição da casa a seu favor para garantir, com segurança, que António não vendia a casa a outros potenciais interessados. Este registo provisório é muito frequente, mesmo sem financiamento bancário. Por esse pedido de registo pagaram, antes de 21 de Julho, 125.

3 Pagaram ainda 25 por um averbamento à descrição porque o valor patrimonial tributário do imóvel tinha aumentado (desde 2003 que o valor patrimonial tem vindo a ser actualizado). Na esmagadora maioria das situações, há lugar ao pagamento deste montante, pois o valor tributário dos prédios evolui com o tempo. Pagaram ainda 10,98 de emolumentos pessoais, o que ocorria com muito elevada frequência. Para que o notário fizesse a escritura, tinham ainda que pagar a certidão do registo predial, no valor de 31,50. Depois de terem tratado de toda a documentação necessária, realizaram a escritura no notário e pagaram cerca de 245,06 ao notário. Este valor pode ser decomposto da seguinte forma: 176,47 (compra e venda), 24,30 (assessoria), 35,29 (1 certidão da escritura com 10 páginas) e 9 (registo da escritura). De seguida, João e Maria foram ao serviço de registo para registar definitivamente a compra a seu favor, tendo pago pela conversão 48. Tiveram ainda que cancelar a hipoteca que António tinha constituído sobre a casa, tendo para isso pago 72. Cerca de 85% das compras de casa são realizadas com cancelamento da hipoteca que garantia o montante financiado ao anterior proprietário para a aquisição da casa. De facto, em cerca de 90% dos casos, as compras de casa são construídas ou compradas com financiamento bancário pelo que, quando são vendidas, é preciso levantar a hipoteca que sobre elas existe e pagar estes 72. Finalmente pagaram a certidão do registo predial, com o registo de aquisição a seu favor já registado, a qual custou 31,50. Por cada transacção são emitidas, em média, 2 certidões do registo predial. Em resumo: : Custo dos diversos registos: 343,98 Custo dos actos notariais: 245,06 : Custo do registo: 250 Custo dos actos notariais: livre c) Compra de casa sem recurso a financiamento bancário de 3 fracções autónomas - os registos ficam mais baratos em 100% dos casos.

4 Esta não é a situação mais frequente. Em regra, a compra e venda de uma fracção já inclui a garagem e os arrumos (não são 3 fracções diferentes). Ex: Rita e Tiago compraram uma casa, uma garagem e uma zona de arrumos. A casa, a garagem e os arrumos estão registados como fracções autónomas em regime de propriedade horizontal, o que é pouco frequente. Como não conheciam os vendedores pediram um registo provisório de aquisição da casa, da garagem e dos arrumos a seu favor para garantir, com segurança, que os vendedores não vendiam as três fracções a outros potenciais interessados. Por esses pedidos de registo pagaram, antes de 21 de Julho, 125 (pela casa) e 100 (pela garagem e arrumos, 50 cada). É frequente realizar um registo provisório, mesmo sem financiamento bancário. Pagaram ainda 25 por cada averbamento à descrição da casa, garagem e arrumos porque o valor patrimonial tributário das fracções tinha aumentado (desde 2003 que o valor patrimonial tem vindo a ser actualizado), no total de 75. Na esmagadora maioria das situações, há lugar ao pagamento deste montante, pois o valor tributário dos prédios evolui com o tempo. Pagaram ainda 10,98 de emolumentos pessoais, o que era muito frequente. Para que o notário fizesse a escritura, tinham ainda que pagar 1 certidão do registo predial de cada fracção no valor global de 94,50 (3x31,50 ). Depois de terem tratado de toda a documentação necessária, realizaram a escritura no notário e pagaram cerca de 317,96 ao notário. Este valor pode ser decomposto da seguinte forma: 176,47 (compra e venda), 24,30 (assessoria), 72,90 (descrição das 3 fracções), 35,29 (1 certidão da escritura com 10 páginas) e 9 (registo da escritura). De seguida, Rita e Tiago foram ao serviço de registo para registar definitivamente a compra das fracções a seu favor, tendo pago pela conversão 144 (48 por cada). Tiveram ainda que cancelar a hipoteca que o anterior proprietário tinha constituído sobre a casa, tendo para isso pago 72. De facto, em cerca de 90% dos casos, as compras de casa são construídas ou compradas com financiamento bancário pelo que, quando são vendidas, é preciso levantar a hipoteca que sobre elas existe e pagar estes 72.

5 Finalmente pagaram 1 certidão do registo predial de cada fracção no valor global de 94,50 (3x31,50 ). Por cada transacção são emitidas, em média, 2 certidões por fracção. Em resumo: : Custo dos diversos registos: 715,98 Custo dos actos notariais: 317,96 : Custo do registo: 250 Custo dos actos notariais: livre d) Constituição de propriedade horizontal de prédio com 10 fracções - os registos ficam mais baratos em 100% dos casos. Esta situação é pouco frequente. Em regra, as pessoas compram um único prédio/fracção e não dez. Ex: A empresa Pedro Santos, Lda. construiu um prédio de 5 andares e procedeu ao registo da propriedade horizontal de 10 fracções autónomas, 2 por andar, antes de 21 de Julho de Em primeiro lugar, realizou uma escritura notarial, tendo pago ao notário cerca de 590,56. Este valor pode ser decomposto da seguinte forma: 278,96 (constituição da propriedade horizontal), 24,30 (assessoria), 243 (descrição das 10 fracções), 35,29 (1 certidão da escritura com 10 páginas) e 9 (registo da escritura). Depois com base na certidão da escritura, foi ao registo e pagou 25 pelo averbamento da construção, 156 pelo registo de constituição da propriedade horizontal, 250 pela abertura da descrição de cada uma das fracções (25 por cada), 31 pela certidão do registo predial e 10,98 de emolumentos pessoais do funcionário do registo que procedeu ao respectivo atendimento. Em resumo: : Custo dos diversos registos: 473,48 Custo dos actos notariais: 590,56

6 : Custo dos registos: 250 Custo dos actos notariais: livre 2. O novo sistema de preços de registo predial beneficia os cidadãos e empresas e permite que se reduzam encargos administrativos e custos de contexto. Além de serem introduzidas reduções significativas de preços, os preços ficam mais transparentes, porque passam a ser fixos e únicos. a) O preço antigo do registo predial resultava da soma de várias parcelas avulsas, incompreensíveis para os cidadãos e empresas (inscrições, descrições, averbamentos, certidões, cancelamentos de hipoteca, emolumentos pessoais, etc.). Era necessário pagar por todos eles, mas esse pagamento era feito perante diferentes entidades, em diferentes momentos e resultava da soma de várias parcelas imperceptíveis para o cidadão. Era preciso somar todas essas parcelas para perceber quanto custou o registo predial. b) O preço novo do registo predial (desde 21 de Julho) é fixo e único. Não resulta da soma de várias parcelas. É mais transparente e claro. Na maioria das situações, também é mais barato. Os cidadãos e as empresas passam a conhecer o preço total dos registos prediais, sem omissões ou regras obscuras. 3. Verificar se os preços do registo predial aumentam ou reduzem resulta de uma análise objectivos dos factos. Eis os factos, relativamente aos novos preços dos registos prediais mais comuns: a) Preço dos registos prediais na compra e venda de uma casa com financiamento bancário (aquisição com hipoteca)

7 Compra e venda de prédio urbano (fracção) com recurso a crédito Descrição Preço em Euros Registo provisório de compra e venda de imóvel Registo provisório de hipoteca (1) Certidão do registo predial (2) Averbamento à descrição do imóvel (3) Emolumentos pessoais (4 Conversão do registo provisório de compra e venda em definitivo Conversão do registo provisório de hipoteca em registo definitivo Cancelamento da hipoteca (5) Certidão do registo predial (6) 1 125, , , , , , ,00 Preço em Euros Preço unitário pelo registo de aquisição de fracção/prédio urbano 500,00 Total 9 526,98 500,00 1 Cerca de 89% das compras e vendas são realizadas com recurso a financiamento bancário garantido por hipoteca; 2 Para a realização da escritura é necessário apresentar certidão do registo predial com os registos provisórios efectuados; Parcelas omitidas pelo Bastonário da Ordem dos Notários 3 Por cada compra e venda é efectuado 1 averbamento à descrição; 4 Na quase totalidade dos casos são cobrados emolumentos pessoais; 5 Cerca de 85% das compras e vendas são realizadas com cancelamento de hipoteca anterior. 6 Para comprovar a aquisição e a constituição da hipoteca sobre o imóvel é necessária uma certidão; Percentagem de redução: - 5,1% b) Preço dos registos prediais na compra e venda de uma casa sem financiamento bancário (aquisição) Compra e venda de prédio urbano (fracção) sem recurso a crédito Descrição Preço em Euros Registo provisório de compra e venda de imóvel Certidão do registo predial (1) Averbamento à descrição do imóvel (2) Emolumentos pessoais (3) Conversão do registo provisório de compra e venda em definitivo Cancelamento da hipoteca (4) Certidão do registo predial (5) 1 125, , , , ,00 Preço em Euros Preço unitário pelo registo de aquisição de fracção/prédio urbano 250,00 Total 7 343,98 250,00 1 Para a realização da escritura é necessário apresentar certidão do registo predial com os registos provisórios efectuados; 2 Por cada compra e venda é efectuado 1 averbamento à descrição; 3 Na quase totalidade dos casos são cobrados emolumentos pessoais; Parcelas omitidas pelo Bastonário da Ordem dos Notários 4 Cerca de 85% das compras e vendas são realizadas com cancelamento de hipoteca anterior. 5 Para comprovar a aquisição e a constituição da hipoteca sobre o imóvel é necessária uma certidão; Percentagem de redução: - 19,9% c) Preço dos registos prediais na constituição de uma hipoteca

8 Constituição de hipoteca sobre prédio urbano (fracção) Descrição Preço em Euros Registo provisório de hipoteca Certidão do registo predial (1) Averbamento à descrição do imóvel (2) Emolumentos pessoais (3) Conversão do registo provisório de hipoteca em definitivo Cancelamento de hipoteca (4) Certidão do registo predial (5) 1 135, , , , ,00 Preço em Euros Preço unitário pelo registo de hipoteca 250,00 Total 7 353,98 250,00 1 Para a realização da escritura de hipoteca é necessário apresentar certidão do registo predial com o registo provisório efectuado; 2 Por cada registo é efectuado 1 averbamento à descrição; 3 Na quase totalidade dos casos são cobrados emolumentos pessoais; Parcelas omitidas pelo Bastonário da Ordem dos Notários 4 Cerca de 85% das compras e vendas são realizadas com cancelamento de hipoteca anterior. 5 Para comprovar a constituição da hipoteca sobre o imóvel é necessária uma certidão; Percentagem de redução: -29,4% d) Preço do registo de simples cancelamento de hipoteca Cancelamento de hipoteca sobre prédio urbano (fracção) Descrição Preço em Euros Averbamento à descrição do imóvel (1) Emolumentos pessoais (2) Cancelamento da hipoteca Certidão do registo definitivo (3) 1 25, , ,00 Preço em Euros Preço Unitário pelo cancelamento de hipoteca 100,00 Total 4 139,48 100,00 1 Por cada registo é efectuado 1 averbamento à descrição; Parcelas omitidas pelo 2 Na quase totalidade dos casos são cobrados emolumentos pessoais; Bastonário da Ordem dos Notários 3 Para comprovar o cancelamento da hipoteca sobre o imóvel é necessária uma certidão. Percentagem de redução: -28,3% e) Preço do registo de loteamento - 10 lotes

9 Loteamento Descrição Preço em Euros Averbamento à descrição do projecto Registo do loteamento Abertura de descrições subordinadas Certidão do registo predial 1 25, , , ,98 Preço em Euros Preço unitário pelo registo de loteamento Emolumentos pessoais 250,00 Total 5 473,48 250,00 Percentagem de redução: -47,2% f) Preço do registo de constituição de propriedade horizontal - 10 fracções Constituição de propriedade horizontal Descrição Preço em Euros Averbamento à descrição da construção Registo de constituição da propriedade horizontal Abertura de descrições subordinadas (1) Certidão do registo predial 1 25, , , ,98 Preço em Euros Preço unitário pelo registo de constituição de propriedade horizontal Emolumentos pessoais 250,00 Total ,48 250,00 1 Para efeitos de cálculo considerou-se um valor de 10 fracções correspondente a um prédio de 5 pisos com duas fracções por piso. Percentagem de redução: -47,2% g) Preço do registo de compra e venda de um prédio rústico sem recurso a crédito Compra e venda de prédio rústico sem recurso a crédito Até de a de a de a de a de a mais de Valor do Prédio Descrição Averbamento à descrição 1 6,25 8,33 12,50 16,67 18,75 21,88 25,00 Registo de compra e venda 1 31,25 41,67 62,50 83,33 93,75 109,38 125,00 Certidão do registo predial 31,50 31,50 31,50 31,50 31,50 31,50 Emolumentos pessoais 1 10,98 10,98 10,98 10,98 10,98 10,98 10,98 50,00 Total 4 79,98 92,48 117,48 142,48 154,98 173,73 192,48 50,00 Percentagem de redução varia entre 37,48% e 74,02% h) Preço do registo de compra e venda de 10 prédios rústicos sem recurso a crédito

10 Compra e venda de 10 prédios rústicos sem recurso a crédito Depois de 21 de Julho Até de a de a de a de a de a mais de Valor do Prédio Descrição Averbamento à descrição 10 62,50 83,33 125,00 166,67 187,50 218,75 250,00 Registo de compra e venda ,00 266,67 400,00 533,33 600,00 700,00 800,00 Certidão do registo predial 31,50 31,50 31,50 31,50 31,50 31,50 Emolumentos pessoais 1 10,98 10,98 10,98 10,98 10,98 10,98 10,98 50,00 Total ,98 392,48 567,48 742,48 829,98 961, ,48 50,00 Percentagem de redução varia entre 83,6% e 95,04% 4. Mas o custo das formalidades da compra de casa não resulta só do preço dos registos prediais. É sempre necessário pagar outras formalidades adicionais, respeitantes às escrituras públicas, à intervenção dos notários e à celebração dos contratos. Para saber o que custam as formalidades de compra de casa para os cidadãos e empresas é preciso conhecer o custo de todas as formalidades e não apenas as do registo predial (escrituras públicas notariais de compra e venda e de mútuo/empréstimo, assessoria notarial, certidões notariais, pagamento de páginas adicionais da certidão notarial a partir da 4.ª página, etc). O preço destas formalidades também não tem um valor único e resulta da soma de várias parcelas imperceptíveis para os cidadãos. 5. Eis os custos totais das formalidades da compra de casa, para as situações mais frequentes, relativas a um imóvel de custo médio (cerca de ): a) Compra e venda de uma casa com financiamento bancário Preço antigo: 947,83 (resultante da soma das várias parcelas envolvidas)+impostos Preço novo (desde 21 de Julho): 500 (preço fixo dos registos)+preço cobrado por notário, advogado, solicitador ou câmara de comércio e indústria, que será livre+impostos b) Compra e venda de uma casa sem financiamento bancário Preço antigo: 513,76 (resultante da soma das várias parcelas envolvidas)+impostos Preço novo (desde 21 de Julho): 250 (preço fixo dos registos)+preço cobrado por notário, advogado, solicitador ou câmara de comércio e indústria, que será livre+impostos c) Hipoteca (pode ser necessária quando se contrai um empréstimo)

11 Preço antigo: 510 (resultante da soma das várias parcelas envolvidas)+impostos Preço novo (desde 21 de Julho): 250 (preço fixo dos registos)+preço cobrado por notário, advogado, solicitador ou câmara de comércio e indústria, que será livre+impostos d) Transferência de hipoteca (necessária quando se transfere um crédito à habitação para outro banco) Preço antigo: 510 (resultante da soma das várias parcelas envolvidas)+impostos Preço novo (desde 21 de Julho): 250 (preço fixo dos registos)+preço cobrado por notário, advogado, solicitador ou câmara de comércio e indústria, que será livre+impostos 6. Os preços e casos referidos implicam sempre a realização de actos perante várias entidades. Para comprar e vender uma casa num único atendimento, os cidadãos e empresas têm ainda à sua disposição outra opção: os balcões Casa Pronta, nos serviços de registo/conservatórias, actualmente disponíveis em 83 postos de atendimento, 78 municípios, 18 distritos e 8 Capitais de distrito. A partir de 1 de Janeiro de 2009 terá cobertura nacional. 7. O serviço Casa Pronta é o balcão único onde é possível realizar todas as operações e formalidades relativas à compra e venda de casa. O Casa Pronta permite fazer, num único momento, o contrato de compra e venda, o registo da aquisição e da hipoteca, bem como praticar outros actos como liquidar o imposto sobre as transmissões onerosas de imóveis (IMT). Neste serviço, é eliminada a necessidade de realizar formalidades e obter diversos documentos, tais como, por exemplo, certidões do registo predial, comercial e civil, registos provisórios, escrituras notariais e certidões camarárias de licenças de utilização. 8. No balcão único Casa Pronta os preços são fixos, únicos e incluem todo o serviço. São os seguintes: a) Compra e venda de uma casa com financiamento bancário no Casa Pronta Preço antigo: 650 +impostos

12 Preço novo (a partir de 21 de Julho): 600 +impostos b) Compra e venda de uma casa sem financiamento bancário no Casa Pronta Preço antigo: 350 +impostos Preço novo (a partir de 21 de Julho): 300 +impostos c) Preço das formalidades na constituição de uma hipoteca no Casa Pronta Preço antigo: 350 +impostos Preço novo (a partir de 21 de Julho): 300 +impostos d) Preço das formalidades na transferência de um financiamento bancário no Casa Pronta Preço antigo: 350 +impostos Preço novo (a partir de 21 de Julho): 300 +impostos 9. A DECO reconheceu que, no balcão Casa Pronta, há uma significativa redução de custos nas formalidades relativas à compra de casa, tendo afirmado que o cidadão poupa, em média 60 a 70 por cento.

Desformalização, eliminação e simplificação de actos

Desformalização, eliminação e simplificação de actos Desformalização, eliminação e simplificação de actos Em 5 de Julho de 2005, o Senhor Primeiro-Ministro apresentou o Programa de Investimentos em Infraestruturas Prioritárias. O projecto de Desmaterialização,

Leia mais

SIMPLIFICAÇÃO DO REGISTO PREDIAL e ACTOS CONEXOS para o MERCADO IMOBILIÁRIO. Perguntas & Respostas

SIMPLIFICAÇÃO DO REGISTO PREDIAL e ACTOS CONEXOS para o MERCADO IMOBILIÁRIO. Perguntas & Respostas SIMPLIFICAÇÃO DO REGISTO PREDIAL e ACTOS CONEXOS para o MERCADO IMOBILIÁRIO Perguntas & Respostas 31 de Julho de 2008 1. Quais os objectivos das medidas de simplificação do registo predial e actos conexos

Leia mais

CASA PRONTA. Perguntas & Respostas

CASA PRONTA. Perguntas & Respostas CASA PRONTA Perguntas & Respostas 1. O que é o balcão Casa Pronta? O Casa Pronta é um balcão único onde é possível realizar todas as operações relativas à compra e venda de casa (prédios urbanos). Neste

Leia mais

Desformalização, eliminação e simplificação de actos

Desformalização, eliminação e simplificação de actos Desformalização, eliminação e simplificação de actos Em 5 de Julho de 2005, o Senhor Primeiro-Ministro apresentou o Programa de Investimentos em Infraestruturas Prioritárias. O projecto de Desmaterialização,

Leia mais

A aquisição de qualquer imóvel pressupõe o pagamento de IMT, IMI e imposto de selo.

A aquisição de qualquer imóvel pressupõe o pagamento de IMT, IMI e imposto de selo. Impostos A aquisição de qualquer imóvel pressupõe o pagamento de IMT, IMI e imposto de selo. IMT (Imposto sobre Transmissões Onerosas de Imóveis) Imposto sobre as transmissões onerosas do direito de propriedade

Leia mais

Lei n. o 7/2013. Regime jurídico da promessa de transmissão. de edifícios em construção. Breve introdução

Lei n. o 7/2013. Regime jurídico da promessa de transmissão. de edifícios em construção. Breve introdução Lei n. o 7/2013 Regime jurídico da promessa de transmissão de edifícios em construção Breve introdução 1. O que regula essencialmente o Regime jurídico da promessa de transmissão de edifícios em construção?

Leia mais

ANEXO. Casa Pronta. 13 de Maio de 2008

ANEXO. Casa Pronta. 13 de Maio de 2008 GABINETE DO SECRETÁRIO DE ESTADO DA JUSTIÇA ANEXO Casa Pronta 13 de Maio de 2008 1. O que é o balcão Casa Pronta? O Casa Pronta é um balcão único onde é possível realizar todas as operações relativas à

Leia mais

VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE!

VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! Compra e venda é o contrato pelo qual se transmite a propriedade de uma coisa ou outro direito, mediante um preço Art.º 874.º do Código Civil 1. Legislação

Leia mais

GUIA COMPRA DE CASA. Comprar casa, nova ou usada, é sempre uma tarefa complexa.

GUIA COMPRA DE CASA. Comprar casa, nova ou usada, é sempre uma tarefa complexa. GUIA COMPRA DE CASA Comprar casa, nova ou usada, é sempre uma tarefa complexa. O BPI sintetizou algumas informações que o ajudarão a tomar a melhor decisão. 1 - Quais os custos a considerar na escolha

Leia mais

GUIA COMPRA DE CASA. Comprar casa, nova ou usada, é sempre uma tarefa complexa.

GUIA COMPRA DE CASA. Comprar casa, nova ou usada, é sempre uma tarefa complexa. GUIA COMPRA DE CASA Comprar casa, nova ou usada, é sempre uma tarefa complexa. O BPI sintetizou algumas informações que o ajudarão a tomar a melhor decisão. 1 - Quais os custos a considerar na escolha

Leia mais

1. Legislação Aplicável

1. Legislação Aplicável VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! Compra e venda é o contrato pelo qual se transmite a propriedade de uma coisa ou outro direito, mediante um preço Art.º 874.º do Código Civil 1. Legislação

Leia mais

Desformalização, eliminação e simplificação de actos

Desformalização, eliminação e simplificação de actos Desformalização, eliminação e simplificação de actos Em 5 de Julho de 2005, o Senhor Primeiro-Ministro apresentou o Programa de Investimentos em Infraestruturas Prioritárias. O projecto de Desmaterialização,

Leia mais

Comprar: Deixe-se guiar!

Comprar: Deixe-se guiar! Está prestes a comprar um imóvel e tem numerosas perguntas bem legítimas. Quais as diferentes etapas e as formalidades a efetuar, antes, durante e após a compra? Siga o guia! Antes da compra Se está a

Leia mais

No Site do Instituto de Registos e Notariado (www.irn.mj.pt) poderão obter se os Contactos dos Serviços de Registo Predial.

No Site do Instituto de Registos e Notariado (www.irn.mj.pt) poderão obter se os Contactos dos Serviços de Registo Predial. VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! As normas da compra e venda são aplicáveis aos outros contratos onerosos pelos quais se alienam bens ou se estabeleçam encargos sobre eles, na medida

Leia mais

Apresentação Pública 14/2/2007

Apresentação Pública 14/2/2007 Reinventar um Processo Básico na AP Casa na Hora Apresentação Pública 14/2/2007 Patrocínio Antecedentes dos Processos Básicos 12 Abril 2005 Uma ideia adiada 11 Julho 2003 Fevereiro 2007 Casa na Hora 2

Leia mais

VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE!

VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! As normas da compra e venda são aplicáveis aos outros contratos onerosos pelos quais se alienam bens ou se estabeleçam encargos sobre eles, na medida

Leia mais

APROVA OS MODELOS DE ALVARÁS DE LICENCIAMENTO OU AUTORIZAÇÃO DE OPERAÇÕES URBANÍSTICAS

APROVA OS MODELOS DE ALVARÁS DE LICENCIAMENTO OU AUTORIZAÇÃO DE OPERAÇÕES URBANÍSTICAS APROVA OS MODELOS DE ALVARÁS DE LICENCIAMENTO OU AUTORIZAÇÃO DE OPERAÇÕES URBANÍSTICAS (Portaria n.º 1107/2001, de 18 de Setembro) O Decreto-Lei n.º 555/99, de 16 de Dezembro, que aprovou o novo regime

Leia mais

1372-(6) Diário da República, 1.ª série N.º 44 3 de Março de 2008

1372-(6) Diário da República, 1.ª série N.º 44 3 de Março de 2008 1372-(6) Diário da República, 1.ª série N.º 44 3 de Março de 2008 inferior a 0,8 m 1,2 m, ou, caso se trate de operação urbanística em fracção já existente, confinante com arruamento ou espaço de circulação

Leia mais

Juízos Cíveis de Coimbra

Juízos Cíveis de Coimbra Juízos Cíveis de Coimbra AA.:António Francisco Domingues, portador do Cartão do Cidadão nº004897786 válido até 13/10/2013, contribuinte fiscal nº 100097898 e mulher Florbela Francica Santos Domingues portadora

Leia mais

Perguntas & Respostas

Perguntas & Respostas Perguntas & Respostas 1. O que é a Casa Simples - Casa Segura? A Casa Segura consiste num atendimento personalizado e altamente qualificado, sem balcões, com boas instalações e adequada tecnologia de ponta,

Leia mais

SOLARH. Legislação aplicável: Definição e Objectivos:

SOLARH. Legislação aplicável: Definição e Objectivos: Legislação aplicável: Decreto-Lei n.o 39/2001 revoga o Decreto-Lei nº 7/99, de 8 de Janeiro. SOLARH Definição e Objectivos: O Apoio Financeiro Especial para Obras em Habitação Permanente (SOLARH), visa

Leia mais

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do BANCO PRIMUS, SA, contém o Folheto de Comissões e Despesas

Leia mais

VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE!

VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! 1 VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! As normas da compra e venda são aplicáveis aos outros contratos onerosos pelos quais se alienam bens ou se estabeleçam encargos sobre eles, na medida

Leia mais

VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE!

VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! As normas da compra e venda são aplicáveis aos outros contratos onerosos pelos quais se alienam bens ou se estabeleçam encargos sobre eles, na medida

Leia mais

Simplificar as operações de reestruturação empresarial: ajudar as empresas a ultrapassar a crise internacional e a manter postos de trabalho

Simplificar as operações de reestruturação empresarial: ajudar as empresas a ultrapassar a crise internacional e a manter postos de trabalho Simplificar as operações de reestruturação empresarial: ajudar as empresas a ultrapassar a crise internacional e a manter postos de trabalho 14 de Maio de 2009 Perguntas e respostas 1. Quais os objectivos

Leia mais

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor do Folheto de e Despesas: 01-set-2015 Data de Entrada em vigor do

Leia mais

actualização gratuita *para clientes Gnotarium com contrato de manutenção activo.

actualização gratuita *para clientes Gnotarium com contrato de manutenção activo. novidades da versão 4.0 Registo automóvel o Pedido de certidão automóvel o Pedidos de registo automóvel o Estado dos pedidos Registo predial o Pedido de certidão predial o Pedido de depósito o Pedido de

Leia mais

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do BANCO PRIMUS, SA, contém o Folheto de e Despesas (que incorpora

Leia mais

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CUSTO DO CRÉDITO

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CUSTO DO CRÉDITO ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CUSTO DO CRÉDITO Índice Componentes do custo do crédito Taxa de juro Comissões Despesas Seguros Medidas agregadas do custo do crédito: TAE e TAEG Taxas máximas no crédito

Leia mais

Caso prático o contrato - promessa

Caso prático o contrato - promessa Caso prático o contrato - promessa Em 1 Setembro de 2009, A casado no regime de separação de bens com B, celebrou com C, casado no regime de comunhão geral de bens com D, ambos residentes em Lisboa, um

Leia mais

10. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) - FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS 10.1. Linhas de Crédito e Contas Correntes

10. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) - FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS 10.1. Linhas de Crédito e Contas Correntes 10. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) - FOLHETO DE COMSÕES E DESPESAS 10.1. Linhas de Crédito e Contas Correntes Crédito de Curto Prazo em Conta Corrente Iniciais Euros (min/máx) Valor Anual Acresce

Leia mais

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do BANCO PRIMUS, SA, contém o Folheto de e Despesas (que incorpora

Leia mais

Crédito Habitação BPI - Ficha de Informação Geral

Crédito Habitação BPI - Ficha de Informação Geral Crédito Habitação BPI - Ficha de Informação Geral Mutuante Banco BPI, S.A. Sede: Rua Tenente Valadim, 284 4100-476 PORTO Sociedade Aberta, Capital Social 1.293.063.324,98, matriculada na CRCP sob o número

Leia mais

Ficha de Informação Geral

Ficha de Informação Geral Objectivo da Ficha de Informação Geral Oferecer aos Clientes informação de carácter geral sobre o crédito à habitação, o mais transparente, sistemático e rigorosamente possível, antes da formalização de

Leia mais

GUIA HABITAÇÃO. Crédito Habitação

GUIA HABITAÇÃO. Crédito Habitação www.facebook.com/santandertotta.pt http://twitter.com/santandertotta Comprar Casa é uma das decisões mais importantes na vida, porque envolve um grande investimento. Por isso, tem que ser muito bem pensada.

Leia mais

Extinção da empresa por vontade dos sócios

Extinção da empresa por vontade dos sócios Extinção da empresa por vontade dos sócios A dissolução de uma sociedade por deliberação dos sócios pode fazer-se de várias formas, designadamente de forma imediata, com liquidação simultânea, com partilha,

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DOS DOCUMENTOS PARA TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS

IDENTIFICAÇÃO DOS DOCUMENTOS PARA TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS IDENTIFICAÇÃO DOS DOCUMENTOS PARA TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS Caderneta Predial É um documento emitido pelo Serviço de Finanças, onde consta a identificação, localização e descrição do prédio, os dados de

Leia mais

Ficha de Informação Normalizada para Depósitos Depósitos simples, não à ordem

Ficha de Informação Normalizada para Depósitos Depósitos simples, não à ordem Designação Condições de Acesso Modalidade Prazo Mobilização Antecipada Poupança Habitação Geral Clientes Particulares com mais de 30 anos. Depósito constituído em regime especial. 12 meses Após o decurso

Leia mais

Reforma do Registo Predial Decreto-Lei n.º 116/2008, de 4 de Julho

Reforma do Registo Predial Decreto-Lei n.º 116/2008, de 4 de Julho Reforma do Decreto-Lei n.º 116/2008, de 4 de Julho Paula Isabel Galhardas Reforma do Abolição da competência territorial Registo predial obrigatório Eliminação da necessidade de apresentação junto dos

Leia mais

POUPAR NOS REGISTOS DO AUTOMÓVEL DA EMPRESA

POUPAR NOS REGISTOS DO AUTOMÓVEL DA EMPRESA POUPAR NOS REGISTOS DO AUTOMÓVEL DA EMPRESA 1) Registar o novo proprietário de um automóvel através da Internet, em www.automovelonline.mj.pt, com 50% de desconto O Automóvel On-Line permite solicitar

Leia mais

Titulação de Actos sujeitos a Registo Predial

Titulação de Actos sujeitos a Registo Predial Titulação de Actos sujeitos a Registo Predial Forma Legal e Desmaterialização Olga Barreto IRN,I.P. Os actos sujeitos a registo predial podem ser titulados: Escritura pública Documento particular autenticado

Leia mais

Regime jurídico que regulamenta a compra e venda de fracções autónomas de edifícios em construção

Regime jurídico que regulamenta a compra e venda de fracções autónomas de edifícios em construção Regime jurídico que regulamenta a compra e venda de fracções autónomas de edifícios em construção Actualmente em Macau, designa-se geralmente por compra e venda de fracções autónomas de edifícios em construção

Leia mais

ACÇÃO EXECUTIVA PENHORA DE IMÓVEIS. Armando A Oliveira Agente de Execução

ACÇÃO EXECUTIVA PENHORA DE IMÓVEIS. Armando A Oliveira Agente de Execução ACÇÃO EXECUTIVA PENHORA DE IMÓVEIS Armando A Oliveira Agente de Execução Parecendo, à primeira vista, uma forma simples de assegurar o pagamento do crédito, há que ter em consideração que a penhora de

Leia mais

Lagos. Nome:... Coletiva

Lagos. Nome:... Coletiva REGISTO DE ENTRADA Requerimento n.º de / / Processo n.º / Pago por Guia n.º,. Ao Serviço O Funcionário, Exm.º Senhor Presidente da Câmara Municipal de Lagos 1. REQUERENTE Nome:...... NIF Singular Coletiva

Leia mais

Insolvência de Edigaia - Imobiliária, S.A. Tribunal do Comércio de Vila Nova de Gaia - 2.º Juízo. Processo 635/10.3TYVNG

Insolvência de Edigaia - Imobiliária, S.A. Tribunal do Comércio de Vila Nova de Gaia - 2.º Juízo. Processo 635/10.3TYVNG . Tribunal do Comércio de Vila Nova de Gaia - 2.º Juízo Processo 635/10.3TYVNG Relatório de Análise / Avaliação dos Activos Imobiliários Garagem O Relatório de Análise / Avaliação dos Activos Imobiliários

Leia mais

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CRÉDITO À HABITAÇÃO

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CRÉDITO À HABITAÇÃO ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CRÉDITO À HABITAÇÃO Índice Finalidades do crédito à habitação Avaliação da capacidade financeira Ficha de Informação Normalizada (FIN) Prazo Modalidades de reembolso

Leia mais

Exame previsto no artigo 2.º, alínea d) da Portaria n.º 55/2011, de 28 de Janeiro

Exame previsto no artigo 2.º, alínea d) da Portaria n.º 55/2011, de 28 de Janeiro Exame previsto no artigo 2.º, alínea d) da Portaria n.º 55/2011, de 28 de Janeiro Responda às seguintes questões fundamentando legalmente as suas respostas: I PRÁTICA NOTARIAL 1. Um advogado dirige-se

Leia mais

@Telmo Miller GOLDEN VISA. Autorização de Residência para Actividade de Investimento

@Telmo Miller GOLDEN VISA. Autorização de Residência para Actividade de Investimento @Telmo Miller GOLDEN VISA Autorização de Residência para Actividade de Investimento ÍNDICE I. SOBRE A BR (QUEM SOMOS) 3 II. BR INTERNATIONAL ALLIANCE (PRESENÇA NO ESTRANGEIRO) 3 III. AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA

Leia mais

Banco Popular - Simulador Crédito Habitação

Banco Popular - Simulador Crédito Habitação Página 1 de 16 Ficha de Informação Normalizada de Crédito à Habitação, de Crédito Conexo e de Outro Crédito Hipotecário PARTE I - CONDIÇÕES FINANCEIRAS DO CRÉDITO À HABITAÇÃO Imprimir A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

FIN - FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA

FIN - FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA FIN - FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA PARTE I - CONDIÇÕES FINANCEIRAS DO CRÉDITO À HABITAÇÃO A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO E OBSERVAÇÕES 1. Identificação da Instituição Denominação Caixa Geral de Depósitos,

Leia mais

Banif SA - Pag. 1 de 13

Banif SA - Pag. 1 de 13 FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA - CRÉDITO À HABITAÇÃO E DE CRÉDITO CONEXO PARTE I - CONDIÇÕES FINANCEIRAS DO CRÉDITO À HABITAÇÃO A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO E OBSERVAÇÕES 1. Identificação da Instituição

Leia mais

Registos: Seguramente

Registos: Seguramente Registos: Seguramente mais simples 2005-2008 Três anos de simplificação na Justiça Desmaterialização, eliminação e simplificação de actos e processos na Justiça O projecto Desmaterialização, eliminação

Leia mais

Preçário GE CONSUMER FINANCE, I.F.I.C., INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA. Instituição Financeira de Crédito

Preçário GE CONSUMER FINANCE, I.F.I.C., INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA. Instituição Financeira de Crédito Preçário GE CONSUMER FINANCE, I.F.I.C., INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA Instituição Financeira de Crédito Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de O Preçário completo da GE Consumer Finance,

Leia mais

第 四 屆 爲 進 入 法 院 及 檢 察 院 司 法 官 團 的 培 訓 課 程 及 實 習 的 錄 取 試 法 律 知 識 考 試 民 法 商 法 及 民 事 訴 訟 法 2011 年 1 月 17 曰 (B 卷 )

第 四 屆 爲 進 入 法 院 及 檢 察 院 司 法 官 團 的 培 訓 課 程 及 實 習 的 錄 取 試 法 律 知 識 考 試 民 法 商 法 及 民 事 訴 訟 法 2011 年 1 月 17 曰 (B 卷 ) 第 四 屆 爲 進 入 法 院 及 檢 察 院 司 法 官 團 的 培 訓 課 程 及 實 習 的 錄 取 試 法 律 知 識 考 試 民 法 商 法 及 民 事 訴 訟 法 2011 年 1 月 17 曰 (B 卷 ) I A 於 1995 年 購 入 一 個 居 住 用 獨 立 單 位 A 與 B 於 2000 年 在 澳 門 登 記 結 婚, 雙 方 並 無 婚 前 協 定, 自 始 雙 方

Leia mais

Projecto de Implementação da. Modelo 11

Projecto de Implementação da. Modelo 11 Projecto de Implementação da Reforma da Tributação do Património Modelo 11 MANUAL DO UTILIZADOR VERSÃO 1.0 DGITA Lisboa, 2004 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 2 1.1 Principais Funcionalidades da Aplicação...2 1.2

Leia mais

actualização gratuita *para clientes SOLUTIO Local com contrato de manutenção activo.

actualização gratuita *para clientes SOLUTIO Local com contrato de manutenção activo. novidades da versão 2.0 Registo automóvel o Pedido de certidão automóvel o Pedidos de registo automóvel o Estado dos pedidos Registo predial o Pedido de certidão predial o Pedido de depósito o Pedido de

Leia mais

Preçário SOFINLOC - INSTITUICAO FINANCEIRA DE CREDITO, SA INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS

Preçário SOFINLOC - INSTITUICAO FINANCEIRA DE CREDITO, SA INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Preçário SOFINLOC - INSTITUICAO FINANCEIRA DE CREDITO, SA INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Entrada em vigor: 1-out-2015

Leia mais

2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES)

2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) 2.1. Crédito à habitação e contratos conexos Crédito Habitação Para aquisição, construção e obras para habitação própria, secundária ou arrendamento, crédito sinal, transferências; multisoluções com a

Leia mais

PROGRAMA DE SOLIDARIEDADE E APOIO À RECUPERAÇÃO DE HABITAÇÃO

PROGRAMA DE SOLIDARIEDADE E APOIO À RECUPERAÇÃO DE HABITAÇÃO PROGRAMA DE SOLIDARIEDADE E APOIO À RECUPERAÇÃO DE HABITAÇÃO Condições de Acesso Condição Prévia: Limites de Rendimento Podem-se candidatar-se a pessoa ou o agregado familiar cujo rendimento anual bruto

Leia mais

Glossário de Crédito Habitação do NOVO BANCO

Glossário de Crédito Habitação do NOVO BANCO Glossário de Crédito Habitação do NOVO BANCO Tipo de Propriedade 1ª Habitação Residência habitual do agregado familiar (habitação própria permanente). 2ª Habitação Residência não habitual do agregado familiar

Leia mais

Medidas intersectoriais 2010/11

Medidas intersectoriais 2010/11 Medidas intersectoriais 2010/11 IS01 BALCÃO DO EMPREENDEDOR DISPONIBILIZAÇÃO DE SERVIÇOS Objectivos: Inventariar, introduzir e manter permanentemente actualizados no Balcão do Empreendedor vários serviços,

Leia mais

Preçário INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 11-09-2014

Preçário INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 11-09-2014 Preçário INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 11-09-2014 Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 03-08-2015 O Preçário

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA DE CONTRATOS DE CRÉDITO HABITAÇÃO PARTE I CONDIÇÕES FINANCEIRAS DO CRÉDITO HABITAÇÃO

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA DE CONTRATOS DE CRÉDITO HABITAÇÃO PARTE I CONDIÇÕES FINANCEIRAS DO CRÉDITO HABITAÇÃO FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA DE CONTRATOS DE CRÉDITO HABITAÇÃO PARTE I CONDIÇÕES FINANCEIRAS DO CRÉDITO HABITAÇÃO A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO E OBSERVAÇÕES 1. Identificação da Instituição Denominação

Leia mais

Guia de Habitação. Tudo o que precisa saber antes de comprar casa

Guia de Habitação. Tudo o que precisa saber antes de comprar casa Guia de Habitação Tudo o que precisa saber antes de comprar casa Guia de Habitação do Grupo Imobiliário ABANCA Esta publicação é propriedade do Grupo Imobiliário ABANCA. É proibido a reprodução total ou

Leia mais

Publicado na revista TOC. Fiscalidade no imobiliário Contrato de locação financeira imobiliária Enquadramento fiscal

Publicado na revista TOC. Fiscalidade no imobiliário Contrato de locação financeira imobiliária Enquadramento fiscal Publicado na revista TOC Fiscalidade no imobiliário Contrato de locação financeira imobiliária Enquadramento fiscal O regime jurídico do contrato de locação financeira, vem consagrado no DL nº 149/95,

Leia mais

Preçário SOFINLOC - INSTITUICAO FINANCEIRA DE CREDITO, SA INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS

Preçário SOFINLOC - INSTITUICAO FINANCEIRA DE CREDITO, SA INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Preçário SOFINLOC - INSTITUICAO FINANCEIRA DE CREDITO, SA INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO O Preçário completo da Sofinloc

Leia mais

Sofia, n.º 4 Carina, n.º 12 Diogo, n.º 15 Helena, n.º 18 Sandra, n.º 24 Tânia, n.º 25 Liliana, n.º 30 10º ano, turma SH1_ano lectivo 2004/2005

Sofia, n.º 4 Carina, n.º 12 Diogo, n.º 15 Helena, n.º 18 Sandra, n.º 24 Tânia, n.º 25 Liliana, n.º 30 10º ano, turma SH1_ano lectivo 2004/2005 - Escola Secundária Martins Sarmento - - Matemática Aplicada às Ciências Sociais - Sofia, n.º 4 Carina, n.º 12 Diogo, n.º 15 Helena, n.º 18 Sandra, n.º 24 Tânia, n.º 25 Liliana, n.º 30 10º ano, turma SH1_ano

Leia mais

Decreto-Lei nº 27/2001, de 3 de Fevereiro

Decreto-Lei nº 27/2001, de 3 de Fevereiro Diploma consolidado Decreto-Lei nº 27/2001, de 3 de Fevereiro A aquisição de habitação própria constitui um importante motivo de poupança das famílias. Todavia, os efeitos sobre a procura interna da expansão

Leia mais

ATRAIR INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PARA PORTUGAL OS REGIMES DOS GOLDEN VISA E DOS RESIDENTES NÃO HABITUAIS

ATRAIR INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PARA PORTUGAL OS REGIMES DOS GOLDEN VISA E DOS RESIDENTES NÃO HABITUAIS ATRAIR INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PARA PORTUGAL OS REGIMES DOS GOLDEN VISA E DOS RESIDENTES NÃO HABITUAIS ENQUADRAMENTO LEGAL Fontes utilizadas: www.sef.pt; www.portugal.gov.pt ENQUADRAMENTO LEGAL A autorização

Leia mais

VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE!

VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! Compra e venda é o contrato pelo qual se transmite a propriedade de uma coisa ou outro direito, mediante um preço Art.º 874.º do Código Civil 1. Legislação

Leia mais

BANCO SANTANDER TOTTA, SA 2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 10-Mai-2016 (ÍNDICE) 2.1. Crédito à habitação e contratos conexos

BANCO SANTANDER TOTTA, SA 2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 10-Mai-2016 (ÍNDICE) 2.1. Crédito à habitação e contratos conexos 2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) 2.1. Crédito à habitação e contratos conexos (ÍNDICE) Crédito Habitação: contratos de crédito para aquisição, construção e realização de obras para habitação própria

Leia mais

CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA

CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA Entre: ESTAMO PARTICIPAÇÕES IMOBILIÁRIAS, S.A., pessoa colectiva número 503152544, matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa, com sede na Av. Defensores

Leia mais

VAI ARRENDAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE!

VAI ARRENDAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! VAI ARRENDAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! Locação é o contrato pelo qual uma das partes se obriga a proporcionar à outra o gozo temporário de uma coisa, mediante retribuição Art.º 1022.º do Código

Leia mais

Decreto n.o 7/90. de 24 de Março

Decreto n.o 7/90. de 24 de Março Decreto n.o 7/90 de 24 de Março Os Decretos executivos n.ºs 5/80 e 57/84, de 1 de fevereio e de 16 de Agosto respectivamente, pretenderam estabelecer os princípios regulamentadores da actividade das Representações

Leia mais

Obrigações Fiscais conexas com a Actividade Notarial - Funcionalidades do Portal das Finanças

Obrigações Fiscais conexas com a Actividade Notarial - Funcionalidades do Portal das Finanças Obrigações Fiscais conexas com a Actividade Notarial - Funcionalidades do Portal das Finanças as - Coimbra - 29 de Maio de 2010 Lisboa - 10 de Julho de 2010 Porto - 11 de Dezembro de 2010 Pedro Duarte

Leia mais

CUSTÓDIA (POR SEMESTRE OU NA DATA DA LIQUIDAÇÃO DA CONTA TÍTULO) (*) EURO IMPOSTO Em todas as Bolsas 12,00 IVA

CUSTÓDIA (POR SEMESTRE OU NA DATA DA LIQUIDAÇÃO DA CONTA TÍTULO) (*) EURO IMPOSTO Em todas as Bolsas 12,00 IVA 1. CONTAS DE TÍTULOS CUSTÓDIA (POR SEMESTRE OU NA DATA DA LIQUIDAÇÃO DA CONTA TÍTULO) (*) Em todas as Bolsas 12,00 (*) - Aplicável a todas as Contas Títulos com saldo médio diário superior a zero unidades

Leia mais

NEGOCIAÇÃO PARTICULAR

NEGOCIAÇÃO PARTICULAR Processo n.º 384/14.3TYLSB Comarca de Lisboa - Lisboa - Inst. Central - 1ª Sec. Comércio - J5 NEGOCIAÇÃO PARTICULAR Insolvência de: Soteclis - Sociedade Técnica de Isolamentos, Lda. LOJAS Amadora (Alfornelos)

Leia mais

Investimento Imobiliário em Angola Guia Prático

Investimento Imobiliário em Angola Guia Prático www.finaccount.com Investimento Imobiliário em Angola Guia Prático Prestação de Serviços de Consultoria Empresarial e Formação Aquisição de bens imóveis O processo de aquisição de bens imóveis em Angola

Leia mais

Outros actos que têm de ser registados no Registo Comercial

Outros actos que têm de ser registados no Registo Comercial Outros actos que têm de ser registados no Registo Comercial A maior parte das alterações que ocorrem na vida de uma empresa têm de ser registadas no Registo Comercial. O registo comercial destina-se a

Leia mais

Deliberação. 1 Em especial, no âmbito dos P.ºs CP 83/2008 SJC-CT e R.P. 227/2009 SJC-CT.

Deliberação. 1 Em especial, no âmbito dos P.ºs CP 83/2008 SJC-CT e R.P. 227/2009 SJC-CT. P.º n.º R.P. 60/2010 SJC-CT Penhora. Cancelamento não oficioso. Eventual conexão com o registo de aquisição, conjuntamente requerido. Tributação emolumentar DELIBERAÇÃO 1 Os presentes autos respeitam à

Leia mais

Sucursal na Hora. Vida mais simples para as empresas

Sucursal na Hora. Vida mais simples para as empresas Sucursal na Hora Vida mais simples para as empresas Vida mais simples para as empresas A Justiça deve estar ao serviço do desenvolvimento económico e do investimento. Por isso, o Ministério da Justiça

Leia mais

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor do Folheto de e Despesas: 20-abr-2015 Data de Entrada em vigor do

Leia mais

GOLDEN VISA. Autorização de Residência INFORMAÇÃO LEGAL I. AUTORIZAÇÃ O DE RESIDÊNCIA PARA INVESTIDORES ESTRANGEIROS

GOLDEN VISA. Autorização de Residência INFORMAÇÃO LEGAL I. AUTORIZAÇÃ O DE RESIDÊNCIA PARA INVESTIDORES ESTRANGEIROS INFORMAÇÃO LEGAL GOLDEN VISA I. AUTORIZAÇÃ O DE RESIDÊNCIA PARA INVESTIDORES ESTRANGEIROS As disposições legais em vigor admitem a possibilidade de cidadãos estrangeiros não residentes na União Europeia

Leia mais

EMOLUMENTOS. João Figueiredo Ferreira Tabelião de Protesto www.2tab.not.br jff@2tab.not.br

EMOLUMENTOS. João Figueiredo Ferreira Tabelião de Protesto www.2tab.not.br jff@2tab.not.br EMOLUMENTOS João Figueiredo Ferreira Tabelião de Protesto www.2tab.not.br jff@2tab.not.br CONSTITUIÇÃO FEDERAL Lei federal estabelecerá normas gerais para fixação de emolumentos relativos aos atos praticados

Leia mais

VILA NOVA DE MILFONTES

VILA NOVA DE MILFONTES INSOLVENTE: Maria Alexandra Melo Batista e Luís Manuel da Silva Campos COMARCA DO ALENTEJO LITORAL, ODEMIRA PROC. N.º 112/14.3T2ODM/PROC. N.º 122/13.8T2ODM JUÍZO DE COMPETÊNCIA GENÉRICA CARTA F E C H A

Leia mais

Vender uma habitação: tudo o que deve saber Ou quase

Vender uma habitação: tudo o que deve saber Ou quase Quais são as diferentes etapas do processo de venda e as suas obrigações como proprietário? O Que mudou na mais valia? Como beneficiar do acompanhamento de um profissional sem pagar uma comissão de intermediário

Leia mais

IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE IMÓVEIS. O que é. A que tipo de prédios se aplica

IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE IMÓVEIS. O que é. A que tipo de prédios se aplica IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE IMÓVEIS O que é A que tipo de prédios se aplica Quem tem de pagar IMI Prédios isentos Reconhecimento Tipo de isenção Prédios classificados como monumentos nacionais ou património

Leia mais

Ficha de Informação Geral

Ficha de Informação Geral Objectivo da Ficha de Informação Geral Oferecer aos Clientes informação de carácter geral sobre o crédito à habitação, o mais transparente, sistemático e rigorosamente possível, antes da formalização de

Leia mais

Manual da Garantia Mútua

Manual da Garantia Mútua Março de 2007 Manual da Garantia Mútua O que é a Garantia Mútua? É um sistema privado e de cariz mutualista de apoio às pequenas, médias e micro empresas (PME), que se traduz fundamentalmente na prestação

Leia mais

Curso de Pós-Graduação

Curso de Pós-Graduação Curso de Pós-Graduação PÓS GRADUAÇÃO EM DIREITO IMOBILIÁRIO Funchal Maio de 2010 PÓS-GRADUAÇÃO DE DIREITO IMOBILIÁRIO Esta Pós-Graduação resulta da parceria entre a APEL (Associação Promotora do Ensino

Leia mais

Comissões IVA. Acresce Imposto. Valor Com Imposto IS Cont. Mad. Aç. Cont. Mad. Aç. Comissões Iniciais -- -- 23% 22% 18% 24,60 24,40 23,60

Comissões IVA. Acresce Imposto. Valor Com Imposto IS Cont. Mad. Aç. Cont. Mad. Aç. Comissões Iniciais -- -- 23% 22% 18% 24,60 24,40 23,60 2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (CLIENTES PARTICULARES) - FOLHETO DE COMSÕES E DESPESAS Entrada em vigor: 17-agosto-2015 2.1. Crédito à Habitação e Contratos Conexos - Crédito Habitação para Residentes [2.1.20150922.18]

Leia mais

Ficha de Informação Geral

Ficha de Informação Geral Objectivo da Ficha de Informação Geral Oferecer aos Clientes informação de carácter geral sobre o crédito à habitação, o mais transparente, sistemática e rigorosamente possível, antes da formalização de

Leia mais

AVISO Nº 02/2014 de 20 de Março

AVISO Nº 02/2014 de 20 de Março Publicado no Diário da República, I Série, nº 60, de 28 de Março AVISO Nº 02/2014 de 20 de Março ASSUNTO: DEVERES GERAIS DE INFORMAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E PRODUTOS FINANCEIROS Considerando a necessidade

Leia mais

Comissões Euros (Mín/Máx) Em %

Comissões Euros (Mín/Máx) Em % 2.1. Crédito à habitação e contratos conexos Crédito Habitação /Conexo Produtos de Taxa indexada / Produtos de Taxa Fixa / Crédito Não residentes / Crédito Deficientes / Crédito Terreno iniciais 1. Iniciais

Leia mais

TABELA DE TAXAS PARTE B - OPERAÇÕES URBANÍSTICAS QUADRO I. Taxa devida pela apreciação de projectos de loteamento

TABELA DE TAXAS PARTE B - OPERAÇÕES URBANÍSTICAS QUADRO I. Taxa devida pela apreciação de projectos de loteamento TABELA DE TAXAS PARTE B - OPERAÇÕES URBANÍSTICAS Loteamento sem obras de urbanização QUADRO I Taxa devida pela apreciação de projectos de loteamento 1 Informação prévia 95,00 d) 2 Licenciamento 142,00

Leia mais

Parte I: As modalidades de aplicação e de acompanhamento do Código voluntário;

Parte I: As modalidades de aplicação e de acompanhamento do Código voluntário; ACORDO EUROPEU SOBRE UM CÓDIGO DE CONDUTA VOLUNTÁRIO SOBRE AS INFORMAÇÕES A PRESTAR ANTES DA CELEBRAÇÃO DE CONTRATOS DE EMPRÉSTIMO À HABITAÇÃO ( ACORDO ) O presente Acordo foi negociado e adoptado pelas

Leia mais

ANTES DE PREENCHER LEIA ATENTAMENTE TODO O IMPRESSO E CONSULTE AS INSTRUÇÕES

ANTES DE PREENCHER LEIA ATENTAMENTE TODO O IMPRESSO E CONSULTE AS INSTRUÇÕES ANTES DE PREENCHER LEIA ATENTAMENTE TODO O IMPRESSO E CONSULTE AS INSTRUÇÕES MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DOS IMPOSTOS IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE IMÓVEIS (IMI) DECLARAÇÃO PARA INSCRIÇÃO OU ACTUALIZAÇÃO

Leia mais

Diário da República, 1.ª série N.º 251 30 de Dezembro de 2008 9187. Por outro lado, o Decreto -Lei n.º 116/2008, de 4 de. Portaria n.

Diário da República, 1.ª série N.º 251 30 de Dezembro de 2008 9187. Por outro lado, o Decreto -Lei n.º 116/2008, de 4 de. Portaria n. Diário da República, 1.ª série N.º 251 30 de Dezembro de 2008 9187 Por outro lado, o Decreto -Lei n.º 116/2008, de 4 de Julho, aprovou diversas medidas de simplificação, desmaterialização e desformalização

Leia mais

Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060

Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 REFERÊNCIA: 035 DESIGNAÇÃO: PRODAC Norte em movimento BIP/ZIP em que pretende intervir: 34. PRODAC ENTIDADES: Promotora: Associação de Moradores do Bairro da PRODAC Norte (1ª Fase) Parceiras: arqmob01

Leia mais