Defesa do Consumidor alerta para casos práticos II

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Defesa do Consumidor alerta para casos práticos II"

Transcrição

1 Defesa do Consumidor alerta para casos práticos II PUBLICADO NA EDIÇÃO IMPRESSA TERÇA-FEIRA, 29 DE ABRIL DE 2013 POR JM As companhias aéreas não serão consideradas responsáveis se tiverem tomado todas as medidas razoáveis para evitar prejuízos ou se lhes tiver sido impossível tomar tais medidas. Pela bagagem danificada, tem de apresentar uma queixa perante a companhia aérea no prazo de 7 dias após a recepção da bagagem. O artigo de hoje corresponde à segunda parte do último texto publicado da autoria do Serviço de Defesa do Consumidor. 5- BAGAGEM DANIFICADA No regresso de uma viagem aérea, verifiquei no aeroporto que uma das minhas malas estava danificada e que a outra havia sido extraviada. Reclamei no aeroporto, nesse mesmo dia, mas já passou uma semana e a mala não foi encontrada. Gostaria de saber direitos tenho. Se a bagagem for perdida, danificada ou chegar com atraso, poderá ter direito a uma indemnização limitada até cerca de 1 220,00.

2 No entanto, as companhias aéreas não serão consideradas responsáveis se tiverem tomado todas as medidas razoáveis para evitar prejuízos ou se lhes tiver sido impossível tomar tais medidas. Pela bagagem danificada, tem de apresentar uma queixa perante a companhia aérea no prazo de 7 dias após a recepção da bagagem. Pela recepção atrasada da bagagem, este período tem um máximo de 21 dias. Reclame por escrito, descrevendo detalhadamente a bagagem e juntando uma lista do seu conteúdo com a especificação o valor de cada peça. Guarde uma cópia de sua reclamação e uma prova de envio. 6- CONDOMÍNIO SEGURO Vivo num prédio, cujo condomínio foi constituído há pouco tempo. Na primeira reunião, fomos informados que tínhamos de contratar um seguro de incêndio e que era obrigatório, por lei. Como já fiz um seguro contra todos os riscos quando comprei o meu apartamento, gostaria de saber se, mesmo assim, tenho de contratar o seguro contra incêndio na qualidade de condómina. Sim, é obrigatório o seguro contra o risco de incêndio do edifício, quer quanto às fracções autónomas, quer quanto às partes comuns. O seguro deve ser celebrado entre os condóminos em qualquer companhia que esteja autorizada a explorar o ramo incêndio pelo Instituto de Seguros de Portugal; e caso não o seja, o administrador deve efectuá-lo quando os condóminos o não hajam feito dentro do prazo e pelo valor que, para o efeito, tenha sido fixado em

3 assembleia, ficando, neste caso, com o direito de reaver o respectivo prémio. É importante referir que este seguro deve ser actualizado anualmente, competindo à assembleia de condóminos deliberar o montante de cada actualização. Caso isto não aconteça, o administrador deve actualizar o seguro de acordo com o índice publicado trimestralmente pelo Instituto de Seguros de Portugal. 7- TROCA DE PEÇA DE VESTUÁRIO Ofereceram-se uma mala no meu dia de anos e disseram-me que se não gostasse podia trocar por outra coisa. Como já tinha uma mala parecida, decidi trocar por outra de outra. Infelizmente quando fui à loja, passada uma semana, disseram-me que a empresa só efectuava trocas em caso de defeito. Acho injusto e gostava de saber se é mesmo assim. As trocas de bens de consumo só são obrigatórios se tiverem defeito. Deste modo, se o bem comprado não tem defeito, o vendedor não é obrigado à trocar, substituição ou a reembolsar (devolver o dinheiro ou conceder uma nota de crédito). No entanto, alguns agentes económicos permitem as trocas ou o reembolso, não porque sejam obrigados a tal, por apenas porque adoptam essa prática comercial, por uma questão de cortesia para com o cliente. É frequente concederem um vale com prazo de validade (por exemplo 15/30 dias). Assim, quando comprar ou quando lhe ofereceram alguma coisa, informe-se se o local onde a compra foi feita permite essa facilidade. Tal pode estar visível no talão. Se estiver, a Empresa não pode recusar.

4 8- ENVIO DE LIVROS DE RECEITA NÃO SOLICITADOS Recebi, por correio, umas revistas de culinária que não encomendei. Como não tinha feito qualquer contrato com aquela empresa, não as devolvi. Agora recebi uma carta a informar que tenho de pagar as revistas que recebi as as próximas que irei receber mensalmente, porque a falta de resposta implicou a aceitação do produto e do contrato. Tenho mesmo de pagar? O consumidor tem direito à protecção dos seus interesses económicos (artigo 9.º da Lei de Defesa do Consumidor). O consumidor não fica obrigado ao pagamento de bens ou serviços que não tenha prévia e expressamente encomendado ou solicitado, ou que não constitua cumprimento de contrato válido, não lhe cabendo, do mesmo modo, o encargo da sua devolução ou compensação, nem a responsabilidade pelo risco de perecimento ou deterioração da coisa. n.º 4 do artigo 9.º. Pode ser encarada como uma venda forçada. 9- PAGAMENTOS NOS ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS Após ter jantado num restaurante muito conceituado, pedi para pagar a conta com cartão de débito (cartão multibanco), pois tinha-me esquecido de levantar dinheiro. O empregado disse-me que não a empresa só aceitava numerário. Como não havia uma caixa Multibanco próxima do restaurante, fiquei numa situação delicada e fui obrigada a pedir dinheiro

5 emprestado para pagar a conta. Gostava de saber se os estabelecimentos comerciais não são obrigados a aceitar cartões multibanco. A resposta é não, pois apensas estão obrigados a aceitar como forma de pagamento dinheiro em numerário. O vendedor pode, por isso, recusar as modalidades de pagamento em cheque, cartão de débito (Multibanco) ou cartão de crédito, desde que tenha informação dirigida ao consumidor de modo visível. Se existir a afixação de um logótipo de cartão afixado implica que o vendedor aceita esse pagamento porque a afixação é considerada uma informação ao consumidor e o vendedor está vinculado à informação que publicita. Poderá, no entanto, aceitar essa forma de pagamento só para certos montantes, devendo essa indicação estar também afixada. 10- TRANSPORTE DE ANIMAL EM TAXI Num serviço de transporte por táxi, o taxista, alem de ter implicado com a minha bagagem era muito grande - recusou o transporte de um animal de estimação que trazia comigo. Era um gato e, ainda por cima, vinha dentro de uma caixa própria de transporte de animais. Só após insistência da minha parte é que resolveu fazer o transporte. É legal? No transporte efectuado por táxi, as bagagens podem ser transportadas desde que as características das mesmas não prejudiquem a conservação do veículo. Não pode ser recusado o transporte de animais de estimação, desde que os mesmos se encontrem acompanhados e acondicionados, salvo se estes revelarem perigosidade de saúde ou de higiene.

6 A título de curiosidade, é obrigatório o transporte de cães guia acompanhantes de passageiros invisuais e de cadeiras de rodas ou outros meios de marcha de pessoas com mobilidade reduzida, bem como carrinhos e acessórios para transportar crianças.

Conheça os seus direitos em caso de: Recusa de embarque Cancelamento de voo Atrasos prolongados Colocação em classe inferior Viagens organizadas

Conheça os seus direitos em caso de: Recusa de embarque Cancelamento de voo Atrasos prolongados Colocação em classe inferior Viagens organizadas OS DIREITOS DOS PASSAGEIROS DE TRANSPORTE AÉREO AS NOVAS REGRAS Dia 17 de Fevereiro entra em vigor o Regulamento (CE) n.º 261/2004, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 11 de Fevereiro de 2004, que

Leia mais

Preâmbulo. Este diploma, por razões de vária ordem, foi objecto de críticas e alvo de contestação por parte de diversas entidades e organismos.

Preâmbulo. Este diploma, por razões de vária ordem, foi objecto de críticas e alvo de contestação por parte de diversas entidades e organismos. Regulamento Municipal do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros - Transporte em Táxi, do Concelho de Oliveira do Bairro. Preâmbulo O transporte de aluguer em veículos

Leia mais

ANEXO 3 REGULAMENTO MUNICIPAL DA ACTIVIDADE DE TRANSPORTE EM TÁXI ODIVELAS. Ano VI - N.º 4-8 de Março de 2005 - Anexo 3

ANEXO 3 REGULAMENTO MUNICIPAL DA ACTIVIDADE DE TRANSPORTE EM TÁXI ODIVELAS. Ano VI - N.º 4-8 de Março de 2005 - Anexo 3 ANEXO 3 REGULAMENTO MUNICIPAL DA ACTIVIDADE DE TRANSPORTE EM TÁXI Ano VI - N.º 4-8 de Março de 2005 - Anexo 3 REGULAMENTO MUNICIPAL PARA A ACTIVIDADE DO TRANSPORTE EM TÁXI Capítulo I Disposição Gerais

Leia mais

Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros

Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros do Município de Sobral de Monte Agraço Reunião de Câmara: 14/04/2003 Reunião da Assembleia: 29/04/2003 Publicado

Leia mais

Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros Transporte em Táxi

Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros Transporte em Táxi 1 12 Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros Transporte em Táxi Na sequência da autorização legislativa concedida ao Governo pela Assembleia da República,

Leia mais

Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros do Concelho da Lousã

Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros do Concelho da Lousã Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros do Concelho da Lousã CML 015.000 1 Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros

Leia mais

M U N I C Í P I O D E OLIVEIRA DO HOSPITAL

M U N I C Í P I O D E OLIVEIRA DO HOSPITAL M U N I C Í P I O D E OLIVEIRA DO HOSPITAL TÍTULO REGULAMENTO DO TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTE EM TÁXI CLASSIFICAÇÃO GERAL REFERÊNCIA INTERNA DCDET/RGO.006

Leia mais

Conheça os Seus Direitos de Passageiro

Conheça os Seus Direitos de Passageiro Conheça os Seus Direitos de Passageiro Índice Via Aérea... 2 Pessoas com deficiências e pessoas com mobilidade reduzida... 2 Embarque recusado... 2 Cancelamento... 2 Atrasos consideráveis... 2 Bagagem...

Leia mais

REGULAMENTO DO TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTE DE TÁXI. ---------------------

REGULAMENTO DO TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTE DE TÁXI. --------------------- REGULAMENTO DO TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTE DE TÁXI. --------------------- Nota Justificativa ------------------ Mediante a publicação do Decreto-Lei

Leia mais

De entre vários direitos que o diploma contém destacamos os seguintes:

De entre vários direitos que o diploma contém destacamos os seguintes: NATAL. UMA ÉPOCA FESTIVA ONDE AS FRONTEIRAS NÃO TÊM LUGAR... Uma vez que se aproxima mais um Natal, é importante não descurar e conhecer os seus direitos. Esta quadra, ainda que nos acompanhe por poucos

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DA ACTIVIDADE DE TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTES EM TÁXI PREÂMBULO

REGULAMENTO MUNICIPAL DA ACTIVIDADE DE TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTES EM TÁXI PREÂMBULO REGULAMENTO MUNICIPAL DA ACTIVIDADE DE TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTES EM TÁXI PREÂMBULO O presente Regulamento surge na sequência da publicação

Leia mais

REGULAMENTO DO TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER DE VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTE EM TÁXI DO CONCELHO DE VALPAÇOS.

REGULAMENTO DO TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER DE VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTE EM TÁXI DO CONCELHO DE VALPAÇOS. REGULAMENTO DO TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER DE VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTE EM TÁXI DO CONCELHO DE VALPAÇOS. Preâmbulo Em 28 de Novembro de 1995, foi publicado o Decreto-Lei

Leia mais

PROJECTO REGULAMENTO DO TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTES EM TÁXI ÍNDICE

PROJECTO REGULAMENTO DO TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTES EM TÁXI ÍNDICE PROJECTO REGULAMENTO DO TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTES EM TÁXI Artigo l º - Âmbito de aplicação Artigo 2º - Objecto Artigo 3º - Definições * Artigo

Leia mais

COSTAS MARIS POUSADA

COSTAS MARIS POUSADA COSTAS MARIS POUSADA Regras para efetivação de Reservas. 1 - Nossas diárias iniciam às 14:00hs e encerram às 12:00hs do dia seguinte com tolerância de 30 minutos após este período, será cobrada mais uma

Leia mais

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CARTÃO DE CRÉDITO

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CARTÃO DE CRÉDITO ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CARTÃO DE CRÉDITO Índice O que é o cartão de crédito? Ficha de Informação Normalizada (FIN) Modalidades de reembolso Custo do crédito Taxas máximas Livre revogação Contrato

Leia mais

Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros Transportes em Táxis

Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros Transportes em Táxis Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros Transportes em Táxis Aprovado pela Assembleia Municipal, na reunião de 24 de Setembro de 2004 Publicado no Diário

Leia mais

OS DIREITOS DOS PASSAGEIROS DE TRANSPORTE AÉREO

OS DIREITOS DOS PASSAGEIROS DE TRANSPORTE AÉREO OS DIREITOS DOS PASSAGEIROS DE TRANSPORTE AÉREO Dia 17 de Fevereiro entrou em vigor o Regulamento (CE) n.º 261/2004, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 11 de Fevereiro de 2004, que estabelece regras

Leia mais

Bulgária. Sempre que brilha o sol

Bulgária. Sempre que brilha o sol Bulgária Sempre que brilha o sol 2007 Viaje ainda mais seguro... por apenas Quem viaja conhece as situações inesperadas, os imprevistos, os pequenos acidentes, a perda da carteira e documentos,

Leia mais

Manual de Procedimentos. AIG Mission. Mission

Manual de Procedimentos. AIG Mission. Mission Manual de Procedimentos AIG 1 Apólice Procedimentos em caso de Sinistro (Todo o mundo) Sempre que se torne necessário activar as garantias da apólice e, especialmente, em caso de emergência, as Pessoas

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS INTRODUÇÃO

CONDIÇÕES GERAIS INTRODUÇÃO CONDIÇÕES GERAIS INTRODUÇÃO As presentes condições gerais fazem parte integrante do programa / catálogo / documento informativo em que se inserem, constituindo, na ausência de documento autónomo, o contrato

Leia mais

O presente Regulamento aplica-se a toda a área do Município de Moura. Artigo 2º Objecto

O presente Regulamento aplica-se a toda a área do Município de Moura. Artigo 2º Objecto REGULAMENTO DO TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTE EM TÁXI ( Aprovado na sessão da Assembleia Municipal de Moura em 20 /6/03) CAPÍTULO I Disposições

Leia mais

Síntese dos direitos dos passageiros do transporte em autocarro 1

Síntese dos direitos dos passageiros do transporte em autocarro 1 Síntese dos direitos dos passageiros do transporte em autocarro 1 O Regulamento (UE) n.º 181/2011 (a seguir designado por «Regulamento») é aplicável a partir de 1 de março de 2013. Estabelece um conjunto

Leia mais

APÊNDICE N.º 29 II SÉRIE N.º 49 27 de Fevereiro de 2004 CÂMARA MUNICIPAL DE MONCHIQUE. CAPÍTULO I Disposições gerais. CAPÍTULO II Acesso à actividade

APÊNDICE N.º 29 II SÉRIE N.º 49 27 de Fevereiro de 2004 CÂMARA MUNICIPAL DE MONCHIQUE. CAPÍTULO I Disposições gerais. CAPÍTULO II Acesso à actividade 36 APÊNDICE N.º 29 II SÉRIE N.º 49 27 de Fevereiro de 2004 CÂMARA MUNICIPAL DE MONCHIQUE Aviso n.º 1471/2004 (2.ª série) AP. Dr. Carlos Alberto dos Santos Tuta, presidente da Câmara Municipal de Monchique:

Leia mais

Direito do Consumidor Turista. Seja muito bem-vindo ao Estado do Paraná

Direito do Consumidor Turista. Seja muito bem-vindo ao Estado do Paraná Direito do Consumidor Turista Seja muito bem-vindo ao Estado do Paraná No Brasil os direitos do consumidor são regulamentados pelo Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8078/90). A lei é aplicada quando

Leia mais

Campanha de Fidelização Hello Kitty

Campanha de Fidelização Hello Kitty Campanha de Fidelização Hello Kitty Regulamento Programa de Pontos Os Cartões de Crédito Banif Hello Kitty, são Cartões de Crédito aceites em todo o mundo, em estabelecimentos comerciais e rede de ATMs

Leia mais

INFORMATIVO : TRANSPORTE AÉREO

INFORMATIVO : TRANSPORTE AÉREO INFORMATIVO : TRANSPORTE AÉREO DIREITO À INFORMAÇÃO: INFORMAÇÃO CLARA E PRECISA: CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR Art. 6º São direitos básicos do consumidor: III - a informação adequada e clara sobre os

Leia mais

Viva a sua casa e não para a sua casa! Telf. 211 920 890 Telm.: 91 700 77 97 Fax: 211 918 796 www.duplex.com.pt Email: helder.silva@duplex.com.

Viva a sua casa e não para a sua casa! Telf. 211 920 890 Telm.: 91 700 77 97 Fax: 211 918 796 www.duplex.com.pt Email: helder.silva@duplex.com. Viva a sua casa e não para a sua casa! Telf. 211 920 890 Telm.: 91 700 77 97 Fax: 211 918 796 www.duplex.com.pt Email: helder.silva@duplex.com.pt Página 2 APRESENTAÇÃO DA DUPLEX-CONDOMÍNIOS A DUPLEX aparece

Leia mais

COMPROMISSO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS AOS PASSAGEIROS DAS TRANSPORTADORAS AÉREAS COMERCIAIS

COMPROMISSO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS AOS PASSAGEIROS DAS TRANSPORTADORAS AÉREAS COMERCIAIS COMPROMISSO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS AOS PASSAGEIROS DAS TRANSPORTADORAS AÉREAS COMERCIAIS As transportadoras europeias elaboraram o Compromisso sobre Prestação de Serviços aos Passageiros das Transportadoras

Leia mais

Condições gerais de utilização do Cartão de Identificação de Cliente para Transportes da Região de Lisboa

Condições gerais de utilização do Cartão de Identificação de Cliente para Transportes da Região de Lisboa Condições gerais de utilização do Cartão de Identificação de Cliente para Transportes da Região de Lisboa O Cartão de Identificação de Cliente, doravante designado por cartão, é propriedade da Entidade

Leia mais

Ficha Técnica. Colecção Guia de Seguros e Fundos de Pensões. Título Contrato de Seguro. Edição Instituto de Seguros de Portugal

Ficha Técnica. Colecção Guia de Seguros e Fundos de Pensões. Título Contrato de Seguro. Edição Instituto de Seguros de Portugal Ficha Técnica Colecção Guia de Seguros e Fundos de Pensões Título Contrato de Seguro Edição Instituto de Seguros de Portugal Coordenação editorial Direcção de Comunicação e Relações com os Consumidores

Leia mais

CARTÃO BEST GOLD PLUS VISA

CARTÃO BEST GOLD PLUS VISA GUIA DO UTILIZADOR O Cartão Best Gold Gold Plus Visa é um meio de pagamento conveniente, seguro e de fácil utilização, associado à marca de maior prestígio em cartões: a VISA. Pode ser utilizado em mais

Leia mais

Regime de Responsabilidade Civil dos Transportadores e Operadores Aéreos Regulamentos Administrativos No 11/2004 e No 19/2011

Regime de Responsabilidade Civil dos Transportadores e Operadores Aéreos Regulamentos Administrativos No 11/2004 e No 19/2011 Regime de Responsabilidade Civil dos Transportadores e Operadores Aéreos Regulamentos Administrativos No 11/2004 e No 19/2011 Perguntas e Respostas 1. A que se referem as expressões transportador aéreo

Leia mais

CONVERT DE ENTRADA. Decreto-lei 24/96 (artº.9º.ponto 4) Portaria n.º 215/2011 (art.º 15.º n.º 1.º e 2.º).

CONVERT DE ENTRADA. Decreto-lei 24/96 (artº.9º.ponto 4) Portaria n.º 215/2011 (art.º 15.º n.º 1.º e 2.º). Selecionamos as dúvidas sobre os direitos dos consumidores da Restauração, Bares e Discotecas quando frequentam esses estabelecimentos. Será que tenho de pagar o Convert de Entrada? Tenho de dar gorjeta?

Leia mais

Conheça os seus direitos antes de partir: os seus direitos são o nosso objectivo

Conheça os seus direitos antes de partir: os seus direitos são o nosso objectivo Conheça os seus direitos antes de partir: os seus direitos são o nosso objectivo Espera-se que cinco milhões de fãs viagem para assistir ao Euro 2008 este Verão. Sabemos que para alguns deles poderão surgir

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES. 1.1. Crianças até 12 anos: Sempre que acompanhadas por um adulto - usufruirão do serviço gratuitamente.

TERMOS E CONDIÇÕES. 1.1. Crianças até 12 anos: Sempre que acompanhadas por um adulto - usufruirão do serviço gratuitamente. TERMOS E CONDIÇÕES Processo de Venda Todos os pedidos deste serviço são efectuados online. Os pedidos de assistência deverão ser efetuados com um mínimo de 72h de antecedência e máximo de 60 dias. Terá

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE BAGUIM DO MONTE

JUNTA DE FREGUESIA DE BAGUIM DO MONTE Introdução O presente regulamento pretende ser um instrumento regulador da actividade da Biblioteca da Junta de Freguesia de Baguim do Monte. O principal objectivo é salvaguardar o interesse comum de todos

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO

TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO A Quatro Educativo, na pessoa de Paulo Sérgio da Silva Vieira, tem sede na Rua do Barreiro nº 5, Casal da Estortiga, 2495-102 Santa Catarina da Serra.

Leia mais

APÊNDICE N.º 147 II SÉRIE N.º 225 29 de Setembro de 2003 CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DA MADEIRA. CAPÍTULO I Disposições gerais

APÊNDICE N.º 147 II SÉRIE N.º 225 29 de Setembro de 2003 CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DA MADEIRA. CAPÍTULO I Disposições gerais APÊNDICE N.º 147 II SÉRIE N.º 225 29 de Setembro de 2003 45 CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DA MADEIRA Aviso n.º 7559/2003 (2.ª série) AP. Elaboração do Plano de Pormenor das Corgas-Norte. Dr. Manuel Castro

Leia mais

O presente documento é vinculativo para a agência, operador e cliente, salvo alguma das presentes condições:

O presente documento é vinculativo para a agência, operador e cliente, salvo alguma das presentes condições: Condições gerais de venda de todos os programas e que constituem, na ausência de documento autónomo, o contrato de viagem, reserva de alojamento e/ou atividade. O presente documento é vinculativo para

Leia mais

Cartão Best Gold American Express Guia do Utilizador

Cartão Best Gold American Express Guia do Utilizador Cartão Best Gold American Express Guia do Utilizador O Cartão Best Gold American Express é um meio de pagamento conveniente, seguro e de fácil utilização, associado a uma das marcas de prestígio mais valiosas

Leia mais

Goodyear Primavera 2014. Bases legais

Goodyear Primavera 2014. Bases legais Goodyear Primavera 2014 Bases legais I. DURAÇÃO A campanha: GOODYEAR PRIMAVERA 2014 tem por destinatários os utilizadores finais e uma duração apenas válida para compras efectuadas entre o dia 17 de Março

Leia mais

Ficha de Informação Normalizada para Depósitos Depósitos à ordem

Ficha de Informação Normalizada para Depósitos Depósitos à ordem Designação Condições de Acesso Modalidade Meios de Movimentação Conta Negócio Clientes Empresa e Empresários em Nome Individual. Depósito à Ordem remunerado, que possibilita o acesso a um limite de crédito

Leia mais

Podem ser contratadas outras coberturas, para além das obrigatórias?

Podem ser contratadas outras coberturas, para além das obrigatórias? SEGURO HABITAÇÃO Qual a importância do Seguro de Habitação? Os bens imóveis, tal como os móveis, estão sujeitos à ocorrência de eventos que lhes podem causar danos. Se não possuir um seguro válido, terá

Leia mais

PRODUTOS ADICIONAVEIS que na subscrição dão acesso gratuito a SEGUROS E SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA - CARTÕES DE CRÉDITO -

PRODUTOS ADICIONAVEIS que na subscrição dão acesso gratuito a SEGUROS E SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA - CARTÕES DE CRÉDITO - PRODUTOS ADICIONAVEIS que na subscrição dão acesso gratuito a SEGUROS E SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA - CARTÕES DE CRÉDITO - Informações Úteis 1. Cartões/família de Cartões Elegíveis e Serviço de Utilização

Leia mais

APÊNDICE N.º 95 II SÉRIE N.º 145 26 de Junho de 2003 CÂMARA MUNICIPAL DAS LAJES DAS FLORES. CAPÍTULO I Disposições gerais

APÊNDICE N.º 95 II SÉRIE N.º 145 26 de Junho de 2003 CÂMARA MUNICIPAL DAS LAJES DAS FLORES. CAPÍTULO I Disposições gerais 46 APÊNDICE N.º 95 II SÉRIE N.º 145 26 de Junho de 2003 creto-lei n.º 218/98, de 17 de Julho, e por despacho exarado em 16 de Maio de 2003, se procedeu à renovação do contrato de trabalho a termo certo,

Leia mais

MUNICIPIO DE ALPIARÇA ALPIAGRA 2014 FEIRA AGRÍCOLA E COMERCIAL DE ALPIARÇA NORMAS

MUNICIPIO DE ALPIARÇA ALPIAGRA 2014 FEIRA AGRÍCOLA E COMERCIAL DE ALPIARÇA NORMAS MUNICIPIO DE ALPIARÇA ALPIAGRA 2014 FEIRA AGRÍCOLA E COMERCIAL DE ALPIARÇA NORMAS A Alpiagra Feira Agrícola e Comercial de Alpiarça é uma organização da Câmara Municipal de Alpiarça. Artigo 1º (Condições

Leia mais

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CRÉDITO PESSOAL

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CRÉDITO PESSOAL ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CRÉDITO PESSOAL Índice Finalidades do crédito pessoal Ficha de Informação Normalizada (FIN) Montante e prazo Modalidades de reembolso Garantias Custos do crédito Taxa

Leia mais

REGULAMENTO DA ACTIVIDADE DE TRANSPORTE DE ALUGUER EM VEÍCULOS LIGEIROS DE PASSAGEIROS

REGULAMENTO DA ACTIVIDADE DE TRANSPORTE DE ALUGUER EM VEÍCULOS LIGEIROS DE PASSAGEIROS REGULAMENTO DA ACTIVIDADE DE TRANSPORTE DE ALUGUER EM VEÍCULOS LIGEIROS DE PASSAGEIROS CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º (Âmbito) O presente regulamento abrange todas as pessoas (singulares e colectivas)

Leia mais

Presenteie parentes ou amigos em qualquer lugar do Brasil.

Presenteie parentes ou amigos em qualquer lugar do Brasil. Compras de Final de Ano Veja as vantagens e como é prático comprar pela internet: Você não sai de casa para comprar; Recebe o produto no conforto do seu lar; Filas? Esqueça; Não precisa bater perna atrás

Leia mais

Estatutos para o Condomínio no Edíficio Caroni

Estatutos para o Condomínio no Edíficio Caroni 1º - OBJECTO DO REGULAMENTO 1- O presente regulamento é aplicável nas relações entre os condóminos do Edifício CARONI sito na Rua da Grécia em Vilamoura, e tem por fim estabelecer os direitos e deveres

Leia mais

Alterações ao Regulamento Municipal do Transporte Público em veículos automóveis ligeiros de passageiros transportes em táxi.

Alterações ao Regulamento Municipal do Transporte Público em veículos automóveis ligeiros de passageiros transportes em táxi. Alterações ao Regulamento Municipal do Transporte Público em veículos automóveis ligeiros de passageiros transportes em táxi. Justificação A Lei n.º 22/2012, de 30 de maio, veio consagrar a obrigatoriedade

Leia mais

SEGURO AUTOMÓVEL. Qual a importância do Seguro Automóvel?

SEGURO AUTOMÓVEL. Qual a importância do Seguro Automóvel? SEGURO AUTOMÓVEL Qual a importância do Seguro Automóvel? O proprietário ou o condutor de um veículo são responsáveis pelos prejuízos que este possa causar e, em caso de acidente, podem incorrer em graves

Leia mais

Vendas pela Internet, televisão, telefone, fax ou catálogos

Vendas pela Internet, televisão, telefone, fax ou catálogos Vendas pela Internet, televisão, telefone, fax ou catálogos Para assegurar os direitos dos consumidores relativos à informação dos produtos e identidade do vendedor, as empresas têm de cumprir regras sobre

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIZAÇÃO DO CARTÃO ZILIAN PROPRIEDADE E EMISSÃO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIZAÇÃO DO CARTÃO ZILIAN PROPRIEDADE E EMISSÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIZAÇÃO DO CARTÃO ZILIAN PROPRIEDADE E EMISSÃO 1. O CARTÃO ZILIAN é válido nos estabelecimentos comerciais Zilian, pertencentes ao Grupo Mar Capital, SGPS, SA, adiante designados

Leia mais

Confirmação da reserva. Reserva Confirmada. Estado da sua reserva. Números de localizador para a reserva são: Voo: EKMXR15.

Confirmação da reserva. Reserva Confirmada. Estado da sua reserva. Números de localizador para a reserva são: Voo: EKMXR15. Facebook share Cristiano Fonseca De: no-reply@edreams.com Enviado: quinta-feira, 25 de Outubro de 2012 20:52 Para: Assunto: Confirmaçâo reserva Easyjet: EKMXR15 Confirmação da reserva Estado da sua reserva

Leia mais

Termos & Condições. 1. Objeto

Termos & Condições. 1. Objeto Termos & Condições 1. Objeto VDL Car Hire, Unipessoal, Lda. (adiante designada VDL Car Hire ), número de contribuinte 513151419, aluga ao cliente o veículo descrito no Contrato de Aluguer, sujeito a todos

Leia mais

Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros

Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros Regulamento do Transporte Público de Aluguer em Veículos Automóveis Ligeiros de Passageiros 1 CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRA BRAVA Edital n.º 747/2003 (2.ª série) AP. José Ismael Fernandes, presidente da

Leia mais

Preçário BANCO CREDIBOM, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO CREDIBOM, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO CREDIBOM, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do Banco Credibom, S.A., contém o Folheto de e Despesas (que

Leia mais

Edifício Evolution Business Center Manual do Credenciado

Edifício Evolution Business Center Manual do Credenciado Edifício Evolution Business Center Manual do Credenciado A BrasilPark quer prestar sempre o melhor serviço para seus clientes. Para que isso aconteça, é essencial que você fique atento aos nossos procedimentos

Leia mais

Índice. Noções gerais sobre a organização de condóminos 3. Assembleia de condomínios / inquilinos 5. O Administrador 7. Regulamento do Condomínio 9

Índice. Noções gerais sobre a organização de condóminos 3. Assembleia de condomínios / inquilinos 5. O Administrador 7. Regulamento do Condomínio 9 GUIA DE CONDOMÍNIO Índice Noções gerais sobre a organização de condóminos 3 Assembleia de condomínios / inquilinos 5 O Administrador 7 Regulamento do Condomínio 9 2 Noções gerais sobre a organização de

Leia mais

DIREITOS DOS PASSAGEIROS DOS TRANSPORTES AÉREOS FORMULÁRIO DE RECLAMAÇÃO UE

DIREITOS DOS PASSAGEIROS DOS TRANSPORTES AÉREOS FORMULÁRIO DE RECLAMAÇÃO UE DIREITOS DOS PASSAGEIROS DOS TRANSPORTES AÉREOS FORMULÁRIO DE RECLAMAÇÃO UE ESTE FORMULÁRIO PODE SER UTILIZADO PARA APRESENTAR UMA RECLAMAÇÃO JUNTO DE UMA TRANSPORTADORA AÉREA E/OU DE UM ORGANISMO NACIONAL

Leia mais

PRINCIPAIS ETAPAS PARA COMPRA NO PORTAL DE VENDAS ONLINE

PRINCIPAIS ETAPAS PARA COMPRA NO PORTAL DE VENDAS ONLINE PRINCIPAIS ETAPAS PARA COMPRA NO PORTAL DE VENDAS ONLINE Se você ainda não está cadastrado no sistema, faça agora o cadastro para prosseguir com sua compra. 1) Pesquise a. Na página inicial do site PÁSSARO

Leia mais

MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO

MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO 5910 Diário da República, 1.ª série N.º 201 17 de outubro de 2012 MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO Decreto-Lei n.º 225/2012 de 17 de outubro O Decreto -Lei n.º 27 -C/2000, de 10 de março, que cria o

Leia mais

CONDIÇÕES DE ADESÃO AO SERVIÇO DE SALAS VIP FILIAÇÃO PESSOAL (MEMBRESIA PERSONAL) Aeropuertos Argentina 2000 S.A. ( AA2000 ) oferece um serviço de

CONDIÇÕES DE ADESÃO AO SERVIÇO DE SALAS VIP FILIAÇÃO PESSOAL (MEMBRESIA PERSONAL) Aeropuertos Argentina 2000 S.A. ( AA2000 ) oferece um serviço de CONDIÇÕES DE ADESÃO AO SERVIÇO DE SALAS VIP FILIAÇÃO PESSOAL (MEMBRESIA PERSONAL) Aeropuertos Argentina 2000 S.A. ( AA2000 ) oferece um serviço de uso de salas VIP e benefícios associados (o Serviço )

Leia mais

REGULAMENTO DO TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTES EM TÁXI CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DO TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTES EM TÁXI CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DO TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTES EM TÁXI CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º Âmbito de Aplicação O presente regulamento aplica-se

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO e CONDIÇÕES GENÉRICAS DE VENDA

TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO e CONDIÇÕES GENÉRICAS DE VENDA pág. 1 / 5 TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO e CONDIÇÕES GENÉRICAS DE VENDA 1. INTRODUÇÃO O site de vendas online www.fitnesshut.pt (adiante designado por site ou loja online) é um site de vendas online

Leia mais

Ficha de Informação Normalizada para Depósitos Depósitos à Ordem

Ficha de Informação Normalizada para Depósitos Depósitos à Ordem Designação Condições de Acesso Modalidade Meios de Movimentação Conta Completa Clientes Particulares, maiores de 18 anos, que sejam trabalhadores por conta de outrem e que aceitem domiciliar ou transferir,

Leia mais

Edifício Crespi II Manual do Credenciado

Edifício Crespi II Manual do Credenciado Edifício Crespi II Manual do Credenciado A BrasilPark quer prestar sempre o melhor serviço para seus clientes. Para que isso aconteça, é essencial que você fique atento aos nossos procedimentos de atendimento.

Leia mais

GUIA INFORMATIVO - CARTÕES DE CRÉDITO

GUIA INFORMATIVO - CARTÕES DE CRÉDITO 2013 GUIA INFORMATIVO - CARTÕES DE CRÉDITO CARTÕES DE CRÉDITO Definição Cartão de crédito é modalidade de pagamento à vista, objeto de um contrato de adesão entre o consumidor e uma administradora de cartões,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA ONLINE WWW.ZILIANCHOOSE.COM. Artigo 1.º. (Âmbito e Definições)

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA ONLINE WWW.ZILIANCHOOSE.COM. Artigo 1.º. (Âmbito e Definições) CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA ONLINE WWW.ZILIANCHOOSE.COM Artigo 1.º (Âmbito e Definições) 1 As presentes condições gerais regulam a venda, incluindo o registo e a encomenda, de produtos através da página/sítio

Leia mais

Condições de Gerais de Utilização

Condições de Gerais de Utilização Condições de Gerais de Utilização O presente contrato estabelece condições de relacionamento comercial acordadas entre Marinartes - Artes Decorativas Online, doravante designado por Marinartes e por pessoas

Leia mais

Santander Consumer - Seguros de Protecção ao Crédito

Santander Consumer - Seguros de Protecção ao Crédito Santander Consumer - Seguros de Protecção ao Crédito 1. Auto - Prémio Único Morte 64 70 - Invalidez Absoluta e Definitiva 64 65 - + Doença Morte 64 70 - Invalidez Absoluta e Definitiva 64 65 - Enriquecida

Leia mais

Cartas enviadas para a ZON

Cartas enviadas para a ZON Cartas enviadas para a ZON 1ª CARTA Bruno Cardoso Pimentel Macedo Praceta da Bela Vista nº8 4720-286 Carrazedo Amares ZON TV Cabo Portugal, S.A. Edifício ZON Rua Ator António Silva, 9 Campo Grande 1600-404

Leia mais

Cálculo Financeiro. . Casos Reais Resolvidos e Explicados (2008) ISBN 978-972-592-234-7 Escolar Editora

Cálculo Financeiro. . Casos Reais Resolvidos e Explicados (2008) ISBN 978-972-592-234-7 Escolar Editora . Teoria e Prática 1ª edição (2004) ISBN 978-972-592-176-3 2ª edição (2007) ISBN 978-972-592-210-1 3ª edição (2009) ISBN 978-972-592-243-9. Exercícios Resolvidos e Explicados (2008) ISBN 978-972-592-233-0.

Leia mais

REGULAMENTO DE CONSTITUIÇÃO E REGULARIZAÇÃO DE FUNDOS DE MANEIO

REGULAMENTO DE CONSTITUIÇÃO E REGULARIZAÇÃO DE FUNDOS DE MANEIO REGULAMENTO DE CONSTITUIÇÃO E REGULARIZAÇÃO DE FUNDOS DE MANEIO Em conformidade com a Lei n.º 8/2012, de 21 de fevereiro e Decreto-Lei n.º 127/2012, de 21 de junho Aprovado na reunião ordinária da Câmara

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS SCUBA TRIP

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS SCUBA TRIP CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS SCUBA TRIP Passageiros: 1 2 3 4 5 6 Dados do Pacote Comprado: Destino com saída em / / e retorno em / /, através da Agência de Viagens, de acordo com a reserva previamente

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº, DE DE DE 2013.

RESOLUÇÃO Nº, DE DE DE 2013. RESOLUÇÃO Nº, DE DE DE 2013. Dispõe sobre as condições gerais de transporte aplicáveis ao transporte aéreo doméstico e internacional de bagagem. A DIRETORIA DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL ANAC, no

Leia mais

Suporte de hardware HP para serviço de troca para consumidores

Suporte de hardware HP para serviço de troca para consumidores Ficha técnica Suporte de hardware HP para serviço de troca para consumidores Serviços HP Care Pack Vantagens do serviço Conveniente serviço de porta a porta Alternativa de menor custo à reparação no local

Leia mais

BIG Alocação Condições Gerais

BIG Alocação Condições Gerais ARTIGO PRELIMINAR Entre a, e o Tomador do Seguro mencionado nas Condições Particulares é estabelecido o contrato de seguro que se regula pelas, Especiais e Particulares da Apólice, de acordo com as declarações

Leia mais

APÊNDICE N.º 138 II SÉRIE N.º 210 11 de Setembro de 2003. APÊNDICE N.º 69 II SÉRIE N.º 123 26 de Maio de 2004

APÊNDICE N.º 138 II SÉRIE N.º 210 11 de Setembro de 2003. APÊNDICE N.º 69 II SÉRIE N.º 123 26 de Maio de 2004 REGULAMENTO DO TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER DE VEÍCULOS LIGEIROS DE PASSAGEIROS TRANSPORTE EM TÁXI Publicação APÊNDICE N.º 138 II SÉRIE N.º 210 11 de Setembro de 2003 1.ª Alteração ao Regulamento APÊNDICE

Leia mais

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA-A-NOVA REGULAMENTO MUNICIPAL DE FUNCIONAMENTO DOS TRANSPORTES COLETIVOS URBANOS DE CONDEIXA-A-NOVA

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA-A-NOVA REGULAMENTO MUNICIPAL DE FUNCIONAMENTO DOS TRANSPORTES COLETIVOS URBANOS DE CONDEIXA-A-NOVA NOTA JUSTIFICATIVA Competindo aos municípios criar, construir e gerir instalações, equipamentos, serviços e redes de circulação e de transportes integrados no património do município ou colocados, por

Leia mais

Restituição de cauções aos consumidores de electricidade e de gás natural Outubro de 2007

Restituição de cauções aos consumidores de electricidade e de gás natural Outubro de 2007 Restituição de cauções aos consumidores de electricidade e de gás natural Outubro de 2007 Ponto de situação em 31 de Outubro de 2007 As listas de consumidores com direito à restituição de caução foram

Leia mais

Preçário INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 11-09-2014

Preçário INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 11-09-2014 Preçário INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 11-09-2014 Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 03-08-2015 O Preçário

Leia mais

MILINHA VITOR P. GOMES, UNIPESSOAL, LDA

MILINHA VITOR P. GOMES, UNIPESSOAL, LDA CONDIÇÕES GERAIS E PARTICULARES DE VENDA ON-LINE As presentes CONDIÇÕES GERAIS E PARTICULARES DE VENDA ON-LINE são acordadas livremente e de boa-fé entre Vitor Pereira Gomes, Unipessoal, Lda. com sede

Leia mais

Regulamento da Utilização dos Cartões Magnéticos da Escola EB 2,3/S de Mora. (anexo L)

Regulamento da Utilização dos Cartões Magnéticos da Escola EB 2,3/S de Mora. (anexo L) da Escola EB 2,3/S de Mora (anexo L) Artigo 1º Âmbito e função 1. O cartão magnético é propriedade da Escola que é responsável pela sua emissão e que por motivos fundamentados pode fazer cessar a sua utilização;

Leia mais

CÓDIGO CIVIL. CAPÍTULO VI Propriedade horizontal. SECÇÃO I Disposições gerais

CÓDIGO CIVIL. CAPÍTULO VI Propriedade horizontal. SECÇÃO I Disposições gerais CÓDIGO CIVIL CAPÍTULO VI Propriedade horizontal SECÇÃO I Disposições gerais ARTIGO 1414º (Princípio geral) As fracções de que um edifício se compõe, em condições de constituírem unidades independentes,

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO PARA VIAGENS NACIONAIS, INTERNACIONAIS E HOTELARIA. CONTRATANTE

CONTRATO DE ADESÃO PARA VIAGENS NACIONAIS, INTERNACIONAIS E HOTELARIA. CONTRATANTE CONTRATO DE ADESÃO PARA VIAGENS NACIONAIS, INTERNACIONAIS E HOTELARIA. CONTRATANTE Nome do responsável Contratante: Nacionalidade: CPF: RG: Telefone (*): Celular (*): E-mail: ( ) (DDD) + Número DADOS DOS

Leia mais

CONTRATO DE SEGURO. ASF Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões

CONTRATO DE SEGURO. ASF Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões CONTRATO DE SEGURO ASF Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões Ficha Técnica Coleção Guia de Seguros e Fundos de Pensões Título Contrato de Seguro Edição Autoridade de Supervisão de Seguros

Leia mais

LOJA ONLINE - 2012 CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO

LOJA ONLINE - 2012 CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO LOJA ONLINE - 2012 CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO Bem-Vindo ao site da Gimnica. O acesso e a utilização da loja online da Gimnica, assim como a compra de produtos pressupõem a leitura, compreensão e a

Leia mais

Edifício Joviano de Moraes Manual do Credenciado

Edifício Joviano de Moraes Manual do Credenciado Edifício Joviano de Moraes Manual do Credenciado A BrasilPark quer prestar sempre o melhor serviço para seus clientes. Para que isso aconteça, é essencial que você fique atento aos nossos procedimentos

Leia mais

Este documento constitui um instrumento de documentação e não vincula as instituições

Este documento constitui um instrumento de documentação e não vincula as instituições 2004R0261 PT 17.02.2005 000.002 1 Este documento constitui um instrumento de documentação e não vincula as instituições B REGULAMENTO (CE) N. o 261/2004 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO de 11 de Fevereiro

Leia mais

Preçário ONEY - INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Instituição Financeira de Crédito

Preçário ONEY - INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Instituição Financeira de Crédito Preçário ONEY - INSTITUIÇÃO FINCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Instituição Financeira de Crédito Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data

Leia mais

Termos e Condições Gerais para a loja online da Olympus

Termos e Condições Gerais para a loja online da Olympus Termos e Condições Gerais para a loja online da Olympus 1. Âmbito 2. Celebração do contrato 3. O direito à devolução por parte do consumidor 4. Preços 5. Entrega 6. Vencimento, pagamento e mora 7. Compensação

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE QUINTA DA LOMBA ESCOLA BÁSICA 2+3 DE QUINTA DA LOMBA. Regulamento de utilização do cartão eletrónico - GIAE

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE QUINTA DA LOMBA ESCOLA BÁSICA 2+3 DE QUINTA DA LOMBA. Regulamento de utilização do cartão eletrónico - GIAE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE QUINTA DA LOMBA ESCOLA BÁSICA 2+3 DE QUINTA DA LOMBA Regulamento de utilização do cartão eletrónico - GIAE OBJETO E ÂMBITO O Agrupamento de Escolas de Quinta da Lomba implementou,

Leia mais

b) Envio e Inscrição: A intenção da inscrição deverá ser enviada através do e-mail aferreira.neve@gmail.com

b) Envio e Inscrição: A intenção da inscrição deverá ser enviada através do e-mail aferreira.neve@gmail.com Carnaval na Neve 12 Regulamento para Inscrições Preâmbulo Este regulamento visa estabelecer os critérios de inscrição (Carnaval na Neve), nomeadamente em relação aos pagamentos, devoluções, cheques, entrada

Leia mais

Endereço Internet: www.millenniumbcp.pt. Cartão de crédito.

Endereço Internet: www.millenniumbcp.pt. Cartão de crédito. FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL Cartões de Crédito Gémeos TAP Gold VISA/American Express A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação

Leia mais

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO NOÇÕES BÁSICAS SOBRE CRÉDITO

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO NOÇÕES BÁSICAS SOBRE CRÉDITO ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO NOÇÕES BÁSICAS SOBRE CRÉDITO Índice Conceito de empréstimo Avaliação da capacidade financeira Principais tipos de crédito Ficha de Informação Normalizada Principais características

Leia mais

CÓDIGO CIVIL - ARTº 1414º A 1438º A DECRETO-LEI Nº268/94 CÓDIGO CIVIL. DISPOSIÇÕES GERAIS (Artº1414º a 1416º)

CÓDIGO CIVIL - ARTº 1414º A 1438º A DECRETO-LEI Nº268/94 CÓDIGO CIVIL. DISPOSIÇÕES GERAIS (Artº1414º a 1416º) CÓDIGO CIVIL - ARTº 1414º A 1438º A DECRETO-LEI Nº268/94 CÓDIGO CIVIL DISPOSIÇÕES GERAIS (Artº1414º a 1416º) Artigo 1414º - Princípio Geral As fracções de que um edifício se compõe, em condições de constituírem

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS ORGANIZAÇÃO

CONDIÇÕES GERAIS ORGANIZAÇÃO CONDIÇÕES GERAIS O presente programa/ catálogo é o documento informativo no qual se inserem as presentes condições gerais, dele fazendo parte integrante e que constituem, na ausência de documento autónomo

Leia mais