AVALIAÇÃO TECNICA E ECONOMICA DAS NOVAS CULTIVARES DE ALGODÃO NO CERRADO DA BAHIA.

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AVALIAÇÃO TECNICA E ECONOMICA DAS NOVAS CULTIVARES DE ALGODÃO NO CERRADO DA BAHIA."

Transcrição

1 AVALIAÇÃO TECNICA E ECONOMICA DAS NOVAS CULTIVARES DE ALGODÃO NO CERRADO DA BAHIA. Eleusio Curvelo Freire - Cotton Consultoria Murilo Barros Pedroza Fundação BA Sergio Alberto Brentano - ABAPA

2 EQUIPE DE TRABALHO Eleusio Curvelo Freire 1, Murilo Barros Pedrosa 2, Marlon Edirceu Friedrich 2, Milton Akio Ide 3, Marcio Pereira Ribeiro 3, Pedro Brugnera 4, Celito Eduardo Breda 4, Monica C. Martins 4, Genivaldo Batista dos Santos 4, Marcondes Ferraz 4, Camilo de Lelis Morello 5, Nelson Dias Suassuna 5, Fabiano José Perina 5. Sergio Brentano 6. 1 Cotton Consultoria, 2 Fundação Bahia, 3 Ide Consultoria, 4 Consultoria Círculo Verde, 5 Embrapa Algodão, 6 ABAPA.

3 Objetivos dos trabalhos Avaliar novas cultivares em parcelões de maneira compartilhada com parceiros e obtentores; Avaliar novas cultivares em ensaios com precisão estatística; Avaliar características de fibras das cultivares obtidas em lotes comerciais das fazendas

4 METODOLOGIA DE CONDUÇÃO DAS UD S 06 unidades demonstrativas UD s conduzidas em parcelões; UD s foram plantadas nas Fazendas Araúcaria, Harmonia, Orquídea, São Francisco, Warpol e CPTO. Avaliações: 3 durante os meses de março a maio de 2017, com equipes formadas por 4 a 8 avaliadores; foram atribuídas notas variando de 1 a 5, para as características avaliadas (agronômicas, fitossanitárias e produtivas); para os cálculos de rentabilidade foram considerados os custos fixos e variáveis das fazendas, com beneficiamento em algodoeira própria e comercialização do caroço a US$302,50/tonelada e a arroba de fibras a algumas cultivares tiveram ajustes no rendimento de plumas e nos custos, bem como na comercialização, conforme explicado no rodapé de cada tabela.

5 AVALIAÇÕES DE CULTIVARES DE ALGODÃO DA SAFRA 2016/17 - WARPOL

6 AVALIAÇÕES DE CULTIVARES DE ALGODÃO DA SAFRA 2016/17- HARMONIA

7 AVALIAÇÕES DE CULTIVARES DE ALGODÃO DA SAFRA 2016/17 S.FRANCISCO

8 AVALIAÇÕES DE CULTIVARES DE ALGODÃO DA SAFRA 2016/17 FAZ. ARAUCARIA

9 AVALIAÇÕES DE CULTIVARES DE ALGODÃO DA SAFRA 2016/17 CPTO

10 AVALIAÇÕES DE CULTIVARES DE ALGODÃO DA SAFRA 2016/17 FAZ. ORQUIDEA CULTIVARES Mancha Alvo - Resist. Virose Atípica Mosca Branca No. de maças Nota - Nota Nota podres/metro DP 1536 B2RF DP 1648 B2RF BRS 430 B2RF BRS 432 B2RF BRS 433 FL B2RF BRS 371 RF BRS 368 RF FM 940 GLT FM 983 GLT FM 975 WS TMG 42 WS DP 555 BGRR DP 1552 RF FM 944 GL FM 982 GL BRS 433 FL B2RF IMA 6501 RF IMA 5675 B2RF FM 954 GLT FM 913 GLT

11 AVALIAÇÕES DE CULTIVARES DE ALGODÃO DA SAFRA 2016/17 FAZ. ORQUIDEA CULTIVARES Porte Apodre- Cimento Nota Cavitação - Nota Aderencia Nota Precoci dade DP 1536 B2RF B 2,0 1,0 1,5 P 4,0 DP 1648 B2RF M 2,0 1,0 1,6 M 3,7 BRS 430 B2RF B 1,9 1,0 1,4 M 3,6 BRS 432 B2RF A 1,9 1,0 1,2 T 4,1 BRS 433 FL B2RF A 2,3 1,0 1,4 T 3,9 BRS 371 RF A 2,2 1,0 1,5 T 3,4 BRS 368 RF M 2,0 1,0 1,4 M 3,8 FM 940 GLT B 1,7 2,2 1,4 M 3,7 FM 983 GLT M 1,6 2,2 1,4 M 3,9 FM 975 WS M 2,0 2,0 1,5 M 3,5 TMG 42 WS M 1,4 1,2 1,4 M 3,7 DP 555 BGRR M 1,6 1,1 3,0 P 3,9 DP 1552 RF A 1,5 1,1 1,6 T 3,1 FM 944 GL M 2,0 1,2 1,4 P 4,0 FM 982 GL A 2,2 2,1 1,6 T 3,2 BRS 433 B2RF A 2,0 1,1 1,3 T 4,2 IMA 6501 B2RF A 2,4 1,6 1,9 T 3,7 IMA 5675 B2RF B 2,6 1,3 2,2 P 3,8 FM 954 GLT M 2,4 2,0 1,8 M 4,2 FM 913 GLT M 2,0 1,2 1,2 T 3,6 Conceito Final Nota

12 Avaliações de tecnologia de fibras nos parcelões - Warpol CULTIVARES Índice Micronaire Comprim. UHM- mm Resistência STR-gf/tex Unifor. IU- % F. curtas SFI- % BRS 371 RF 4,4 28,5 28,4 83,1 7,2 BRS 368 RF 3,7 29,3 27,3 83,1 7,3 FM 944 GL 4,1 29,9 30,7 82,1 7,7 TMG 42 WS 4,3 28,0 30,3 82,5 7,8 TMG 82 WS 3,6 28,9 29,7 82,0 7,7 TMG 81 WS 4,1 29,1 30,5 82,7 7,5 FM 975 WS 3,9 29,4 30,4 81,7 8,2 FM 954 GLT 4,2 30,2 30,0 82,1 7,7 FM 940 GLT 3,7 28,5 28,8 82,1 8,4 FM 983 GLT 4,3 30,5 30,4 81,6 7,9 IMA 6501 B2RF 4,3 30,6 29,8 83,8 6,6 IMA 5675 B2RF 3,9 28,8 27,6 82,1 7,9 TMG 44 B2RF 4,0 30,8 29,8 82,5 7,5 TMG 47 B2RF 4,1 29,7 29,3 82,6 7,8 DP 1730 B2RF 4,3 30,4 31,1 84,0 7,0 DP 1746 B2RF 4,1 30,8 32,2 83,7 7,0 DP 1536 B2RF 4,6 31,4 32,9 85,3 5,9 BRS 433 FL B2RF 4,2 32,3 33, ,8 BRS 432 B2RF 4,3 29,9 30, ,6 BRS 430 B2RF 4,8 30,7 27,4 80,0 7,1

13 Avaliações de tecnologia de fibras nos parcelões - Harmonia Cultivar Mic Len Str Unf Elg Mat SFI SCI CSP BRS 430 B2RF BRS 432 B2RF BRS 433FL B2RF BRS 368 RF BRS 371 RF FM 940 GLT FM 954 GLT FM 983 GLT FM 944 GLT FM 913 GLT FM 982 GL FM 975 WS DP 1536 B2RF DP 1648 B2RF DP 1552 RF DP 555 BGRR C.V. (%)

14 OUTROS FATORES AVALIADOS Resistencia a pragas, doenças, aderência, conceito geral e apodrecimento; Novos problemas potenciais: seed coat, cavitação, aborto sementes.

15 Aborto em duas cultivares

16

17 AVALIAÇÕES DAS CULTIVARES COMERCIAIS A NÍVEL DE FAZENDAS AMOSTRAS ANALISADAS POR CULTIVAR

18 Analises de comprimento por cultivar

19 Analises de finura por cultivar

20 Analises de maturidade por cultivar

21 3) - GRÁFICOS DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE INSTRÍNSECA MICRONAIRE (MIC) - COMPARATIVO POR VARIEDADE/PONTO DE COLETA NO TALHÃO MATURIDADE (MAT) - COMPARATIVO POR VARIEDADE/PONTO DE COLETA NO TALHÃO

22 COMPRIMENTO (LEN) - COMPARATIVO POR VARIEDADE/PONTO DE COLETA NO TALHÃO ÍNDICE DE FIBRAS CURTAS (SFI) - COMPARATIVO POR VARIEDADE/PONTO DE COLETA NO TALHÃO

23 DP 1536 B2RF DP 555 BGRR DP 604 BG FM 940 GLT FM 944 GLT FM 954 GLT FM 975 WS FM 983 GLT TMG 42 WS TMG 81 WS 27,4 29,6 29,0 30,4 30, ,9 29,2 30,2 30,1 29,8 31,8 31,4 30,9 30,2 31,4 33,4 33,3 DP 1536 B2RF DP 555 BGRR DP 604 BG FM 940 GLT FM 944 GLT FM 954 GLT FM 975 WS FM 983 GLT TMG 42 WS TMG 81 WS 80,7 81,1 82,2 82,8 82,3 82,3 82,7 83,8 ÍNDICE DE UNIFORMIDADE (UI) - COMPARATIVO POR VARIEDADE/PONTO DE COLETA NO TALHÃO ,7 81,8 83,9 Safra 15/16 Safra 16/17 82,2 82,5 81,4 82,3 80,3 82,8 83,3 RESISTÊNCIA (STR) - COMPARATIVO POR VARIEDADE/PONTO DE COLETA NO TALHÃO Safra 15/16 Safra 16/17

24 CONCLUSÕES DA SAFRA 2016/17 Os resultados obtidos nas UD s conduzidas na safra 2016/18 confirmaram a elevada produtividade e rentabilidade obtidas com as cultivares FM 975 WS, FM 944 GL, TMG 81 WS, DP 1536 B2RF, o que tem sido comprovado também a nível comercial nas fazendas. Foram identificadas novas cultivares com alto potencial de produtividade e rentabilidade que devem começar a serem utilizadas nas fazendas incluindo as seguintes: TMG 44 B2RF, FM 983 GLT, BRS 432 B2RF, BRS 433 B2RF, IMA 6501 B2RF. Existem cultivares que merecem ser negociadas com ágios sobre os padrões normais.

25 OBRIGADO PELA ATENÇÃO. Boa safra e saúde para todos. Eleusio Curvelo Freire Cotton Consultoria Fone: Whatsapp

AVALIAÇÕES DE CULTIVARES DE ALGODÃO NO CERRADO DA BAHIA: - SAFRAS 2014/2015 E 2015/ QUALIDADE COMERCIAL DAS FIBRAS

AVALIAÇÕES DE CULTIVARES DE ALGODÃO NO CERRADO DA BAHIA: - SAFRAS 2014/2015 E 2015/ QUALIDADE COMERCIAL DAS FIBRAS AVALIAÇÕES DE CULTIVARES DE ALGODÃO NO CERRADO DA BAHIA: - SAFRAS 2014/2015 E 2015/2016. - QUALIDADE COMERCIAL DAS FIBRAS Palestra no Workshop de apresentação de resultados da Abapa/FBA Eleusio Curvelo

Leia mais

Eduardo Magalhães/BA - Setembro/2017

Eduardo Magalhães/BA - Setembro/2017 02 Luís Eduardo Magalhães/BA - Setembro/2017 Circular Técnica Autores Eleusio Curvelo Freire Engº. Agron. Cotton Consultoria Murilo Barros Pedrosa Pesquisador Fundação Bahia Marlon Edirceu Friedrich Engº.

Leia mais

Luís Eduardo Magalhães/BA - Agosto/2018. O cerrado brasileiro com extensas áreas cultivadas com a cultura do

Luís Eduardo Magalhães/BA - Agosto/2018. O cerrado brasileiro com extensas áreas cultivadas com a cultura do Circular Técnica 04 Autores Eleusio Curvelo Freire Eng. Agr. Cotton Consultoria Murilo Barros Pedrosa Pesquisador Fundação Bahia Marlon Edirceu Friedrich Eng. Agr. Fundação Bahia Milton Akio Ide Eng. Agr.

Leia mais

Eduardo Magalhães/BA - Agosto/2016

Eduardo Magalhães/BA - Agosto/2016 01 Luís Eduardo Magalhães/BA - Agosto/2016 Circular Técnica Autores Eleusio Curvelo Freire Engº. Agron. Cotton Consultoria Avaliações de Cultivares de Algodão no Cerrado da Bahia 1 Resultados das Safras

Leia mais

WORKSHOP DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DE PESQUISAS SAFRA 2014/2015 AVALIAÇÃO DE CULTIVARES NO CERRADO DA BAHIA RESULTADOS - SAFRA 2014/2015

WORKSHOP DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DE PESQUISAS SAFRA 2014/2015 AVALIAÇÃO DE CULTIVARES NO CERRADO DA BAHIA RESULTADOS - SAFRA 2014/2015 AVALIAÇÃO DE CULTIVARES NO CERRADO DA BAHIA RESULTADOS - Eleusio Curvelo Freire Cotton Consultoria 1 - PROJETO ADOÇAO DE NOVAS CULTIVARES NO CERRADO DA BAHIA Metodologia: UD em fazendas e avaliação conjunta

Leia mais

Resultados e Perspectivas do Programa de Melhoramento do Algodoeiro EMBRAPA FUNDAÇÃO BAHIA

Resultados e Perspectivas do Programa de Melhoramento do Algodoeiro EMBRAPA FUNDAÇÃO BAHIA Resultados e Perspectivas do Programa de Melhoramento do Algodoeiro EMBRAPA FUNDAÇÃO BAHIA Camilo de Lelis Morello, Murilo Barros Pedrosa, Nelson Dias Suassuna, João Luís Silva Filho, Fabiano José Perina,

Leia mais

Documentos. ISSN Junho, Avaliação de Cultivares de Algodoeiro no Cerrado da Bahia, Safra 2015/2016

Documentos. ISSN Junho, Avaliação de Cultivares de Algodoeiro no Cerrado da Bahia, Safra 2015/2016 Documentos ISSN 0103-0205 Junho, 2017 269 Avaliação de Cultivares de Algodoeiro no Cerrado da Bahia, Safra 2015/2016 ISSN 0103-0205 Junho, 2017 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Algodão

Leia mais

AVALIAÇÕES DE CULTIVARES EFETUADAS PELAS ASSOCIAÇÕES ESTADUAIS

AVALIAÇÕES DE CULTIVARES EFETUADAS PELAS ASSOCIAÇÕES ESTADUAIS AVALIAÇÕES DE CULTIVARES EFETUADAS PELAS ASSOCIAÇÕES ESTADUAIS Eleusio Curvelo Freire - Cotton Consultoria Wat sap 83-981555398 RECLAMAÇÕES COMUNS DOS PRODUTORES NAS ASSOCIAÇÕES Produtividades das cultivares

Leia mais

CAUSAS DA PRODUÇÃO DE FIBRAS CURTAS NAS FAZENDAS

CAUSAS DA PRODUÇÃO DE FIBRAS CURTAS NAS FAZENDAS CAUSAS DA PRODUÇÃO DE FIBRAS CURTAS NAS FAZENDAS Eleusio Curvelo Freire - Cotton Consultoria Wat sap 83-981555398 O QUE SE CONSIDERA FIBRAS CURTAS E COMO AVALIAR O índice ou conteudo de fibras curtas (SFI

Leia mais

Documentos. ISSN Junho, Comportamento de Linhagens de Algodoeiro no Cerrado Baiano - Safra 2014/2015

Documentos. ISSN Junho, Comportamento de Linhagens de Algodoeiro no Cerrado Baiano - Safra 2014/2015 Documentos ISSN 0103-0205 Junho, 2016 261 Comportamento de Linhagens de Algodoeiro no Cerrado Baiano - Safra 2014/2015 Exemplares desta publicação podem ser adquiridos na: Embrapa Algodão Rua Osvaldo Cruz,

Leia mais

ENSAIOS REGIONAIS DO CERRADO CONDUZIDOS NO CERRADO DA BAHIA NA SAFRA 2004/05 1

ENSAIOS REGIONAIS DO CERRADO CONDUZIDOS NO CERRADO DA BAHIA NA SAFRA 2004/05 1 ENSAIOS REGIONAIS DO CERRADO CONDUZIDOS NO CERRADO DA BAHIA NA SAFRA 2004/05 1 Eleusio Curvelo Freire (Cotton Consultoria / eleusiofreire@hotmail.com), João Luis da Silva Filho (Embrapa Algodão), Murilo

Leia mais

RESULTADOS OBTIDOS NO PARANÁ NA SAFRA 2016/17. Eleusio Curvelo Freire Cotton Consultoria

RESULTADOS OBTIDOS NO PARANÁ NA SAFRA 2016/17. Eleusio Curvelo Freire Cotton Consultoria RESULTADOS OBTIDOS NO PARANÁ NA SAFRA 2016/17 Eleusio Curvelo Freire Cotton Consultoria ATIVIDADES REALIZADAS NO PERIODO Implantação, condução e colheita de 15 UD S e 3 ensaios em parcelas de variedades

Leia mais

Documentos. ISSN Junho, Linhagens de Algodoeiro Desenvolvidas para o Cerrado do Estado da Bahia, Safra 2015/2016

Documentos. ISSN Junho, Linhagens de Algodoeiro Desenvolvidas para o Cerrado do Estado da Bahia, Safra 2015/2016 Documentos ISSN 0103-0205 Junho, 2017 270 Linhagens de Algodoeiro Desenvolvidas para o Cerrado do Estado da Bahia, Safra 2015/2016 ISSN 0103-0205 Junho, 2017 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Leia mais

LINHAGENS FINAIS DE ALGODÃO NO VALE DO IUIU, SUDOESTE DA BAHIA, SAFRA 2009/10. 1 INTRODUÇÃO

LINHAGENS FINAIS DE ALGODÃO NO VALE DO IUIU, SUDOESTE DA BAHIA, SAFRA 2009/10. 1 INTRODUÇÃO Página 1423 LINHAGENS FINAIS DE ALGODÃO NO VALE DO IUIU, SUDOESTE DA BAHIA, SAFRA 2009/10. 1 Murilo Barros Pedrosa 1 ; Osório Lima Vasconcelos 3 ; Nelson Dias Suassuna 2 ; Camilo de Lelis Morello 2 ; Eleusio

Leia mais

COMPORTAMENTO DE CULTIVARES DE ALGODÃO NO CERRADO DA BAHIA, SAFRA 2009/10. 1 INTRODUÇÃO

COMPORTAMENTO DE CULTIVARES DE ALGODÃO NO CERRADO DA BAHIA, SAFRA 2009/10. 1 INTRODUÇÃO Página 1339 COMPORTAMENTO DE CULTIVARES DE ALGODÃO NO CERRADO DA BAHIA, SAFRA 2009/10. 1 Murilo Barros Pedrosa 1 ; Anaxágoras Couto Santos 4 ; Nelson Dias Suassuna 2 ; Camilo de Lelis Morello 2 ; Eleusio

Leia mais

Ensaio de Valor de Cultivo e Uso (VCU 2005) do programa de melhoramento da Embrapa no Cerrado

Ensaio de Valor de Cultivo e Uso (VCU 2005) do programa de melhoramento da Embrapa no Cerrado Ensaio de Valor de Cultivo e Uso (VCU 2005) do programa de melhoramento da Embrapa no Cerrado Eleusio Curvelo Freire (Cotton Consultoria/eleusiofreire@hotmail.com), Camilo de Lelis Morello (Embrapa Algodão),

Leia mais

Capulhos com fibra em plantação de algodão. (Foto: José Medeiros)

Capulhos com fibra em plantação de algodão. (Foto: José Medeiros) CIRCULAR TÉCNICA Nº23 / 2016 Março de 2016 Publicação periódica de difusão científica e tecnológica editada pelo Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) e dirigida a profissionais envolvidos com o

Leia mais

Documentos. Resultados do Ensaio Nacional de Cultivares de Algodoeiro Herbáceo nas Condições do Cerrado Safra 2013/2014. ISSN Dezembro, 2015

Documentos. Resultados do Ensaio Nacional de Cultivares de Algodoeiro Herbáceo nas Condições do Cerrado Safra 2013/2014. ISSN Dezembro, 2015 Documentos ISSN 0103-0205 Dezembro, 2015 257 Resultados do Ensaio Nacional de Cultivares de Algodoeiro Herbáceo nas Condições do Cerrado Safra 2013/2014 ISSN 0103-0205 Dezembro, 2015 Empresa Brasileira

Leia mais

CULTIVARES DE ALGODÃO TMG. Eduardo M. Kawakami

CULTIVARES DE ALGODÃO TMG. Eduardo M. Kawakami CULTIVARES DE ALGODÃO TMG Eduardo M. Kawakami O B J E T I V O Melhoramento Genético Desenvolver cultivares de algodão para as condições do cerrado brasileiro. D E S D E 1 9 9 6 AT R I B U T O S Em foco

Leia mais

Documentos EB A. Resultados de Pesquisa com Algodão no Estado da Bahia - Safra 2012/2013. ISSN Junho, 2014

Documentos EB A. Resultados de Pesquisa com Algodão no Estado da Bahia - Safra 2012/2013. ISSN Junho, 2014 Documentos ISSN 0103-0205 Junho, 2014 248 Resultados de Pesquisa com Algodão no Estado da Bahia - Safra 2012/2013 EB A ISSN 0103-0205 Junho, 2014 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Centro Nacional

Leia mais

CIRCULAR TÉCNICA. Patricia M. C. de Andrade Vilela 1 ; Jean Louis Belot 1 Nº22 / 2015

CIRCULAR TÉCNICA. Patricia M. C. de Andrade Vilela 1 ; Jean Louis Belot 1 Nº22 / 2015 CIRCULAR TÉCNICA Nº22 / 2015 Novembro de 2015 Publicação periódica de difusão científica e tecnológica editada pelo Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) e dirigida a profissionais envolvidos com

Leia mais

COMPETIÇÃO DE CULTIVARES DE ALGODOEIRO NO CERRADO DA BAHIA. 1

COMPETIÇÃO DE CULTIVARES DE ALGODOEIRO NO CERRADO DA BAHIA. 1 COMPETIÇÃO DE CULTIVARES DE ALGODOEIRO NO CERRADO DA BAHIA. 1 Murilo Barros Pedrosa (Fundação Bahia / fundacaoba.algodao@aiba.org.br), João Luis da Silva Filho (Embrapa Algodão), Eleusio Curvelo Freire

Leia mais

LINHAGENS FINAIS DE ALGODÃO DE FIBRAS MÉDIAS E LONGAS NO CERRADO DA BAHIA, SAFRA

LINHAGENS FINAIS DE ALGODÃO DE FIBRAS MÉDIAS E LONGAS NO CERRADO DA BAHIA, SAFRA Página 1417 LINHAGENS FINAIS DE ALGODÃO DE FIBRAS MÉDIAS E LONGAS NO CERRADO DA BAHIA, SAFRA 200910. 1 Murilo Barros Pedrosa 1 ; Nelson Dias Suassuna 2, Camilo de Lelis Morello 2 ; Eleusio Curvelo Freire

Leia mais

VII Congresso Brasileiro do Algodão, Foz do Iguaçu, PR 2009 Página 1661

VII Congresso Brasileiro do Algodão, Foz do Iguaçu, PR 2009 Página 1661 Página 1661 COMPORTAMENTO DE LINHAGENS FINAIS DO PROGRAMA DE MELHORAMENTO GENÉTICO DO ALGODOEIRO, NO VALE DO IUIU, SAFRA 2006/07 1. Murilo Barros Pedrosa (Fundação Bahia / algodao@fundacaoba.com.br), Osório

Leia mais

AVALIAÇÃO E SELEÇÃO DE LINHAGENS FINAIS DE ALGODÃO PARA LANÇAMENTO DE CULTIVARES, SAFRA 2008/09. 1 INTRODUÇÃO

AVALIAÇÃO E SELEÇÃO DE LINHAGENS FINAIS DE ALGODÃO PARA LANÇAMENTO DE CULTIVARES, SAFRA 2008/09. 1 INTRODUÇÃO Página 1295 AVALIAÇÃO E SELEÇÃO DE LINHAGENS FINAIS DE ALGODÃO PARA LANÇAMENTO DE CULTIVARES, SAFRA 2008/09. 1 Murilo Barros Pedrosa 1 ; Camilo de Lelis Morello 2 ; Flávio Rodrigo Gandolfi Benites 2 ;

Leia mais

AUMENTO DOS PROBLEMAS COM DOENÇAS NO CERRADO DO BRASIL

AUMENTO DOS PROBLEMAS COM DOENÇAS NO CERRADO DO BRASIL R. reniformis AUMENTO DOS PROBLEMAS COM DOENÇAS NO CERRADO DO BRASIL Rafael Galbieri Pesquisador do IMA (rafaelgalbieri@imamt.com.br) RESUMO Quais são as doenças; Análise nos últimos 10 anos; Possíveis

Leia mais

8º Congresso Brasileiro de Algodão & I Cotton Expo 2011, São Paulo, SP 2011 Página 1311

8º Congresso Brasileiro de Algodão & I Cotton Expo 2011, São Paulo, SP 2011 Página 1311 Página 1311 BRS 335 CULTIVAR DE ALGODÃO DE CICLO E PORTE MÉDIOS PARA CULTIVO NO ESTADO DA BAHIA. 1 Murilo Barros Pedrosa 1 ; Camilo de Lelis Morello 2 ; Luis Gonzaga Chitarr 2 ; Nelson Dias Suassuna 2

Leia mais

LINHAGENS DE ALGODOEIRO DE FIBRAS ESPECIAIS NO CERRADO DA BAHIA, SAFRA 2008/09. 1

LINHAGENS DE ALGODOEIRO DE FIBRAS ESPECIAIS NO CERRADO DA BAHIA, SAFRA 2008/09. 1 Página 1411 LINHAGENS DE ALGODOEIRO DE FIBRAS ESPECIAIS NO CERRADO DA BAHIA, SAFRA 2008/09. 1 Murilo Barros Pedrosa 1 ; Camilo de Lelis Morello 2 ; Flávio Rodrigo Gandolfi Benites 2 ; Eleusio Curvelo Freire

Leia mais

COMPORTAMENTO DE CULTIVARES E LINHAGENS ELITES DE ALGODOEIRO NO CERRADO *.

COMPORTAMENTO DE CULTIVARES E LINHAGENS ELITES DE ALGODOEIRO NO CERRADO *. COMPORTAMENTO DE CULTIVARES E LINHAGENS ELITES DE ALGODOEIRO NO CERRADO *. Francisco José Correia Farias (Embrapa Algodão - Núcleo do Mato Grosso - farias@cnpa.embrapa.br), Elêusio Curvelo Freire (Cotton

Leia mais

CULTIVARES DE ALGODOEIRO AVALIADAS EM DIFERENTES LOCAIS NO CERRADO DA BAHIA, SAFRA 2007/08 1. INTRODUÇÃO

CULTIVARES DE ALGODOEIRO AVALIADAS EM DIFERENTES LOCAIS NO CERRADO DA BAHIA, SAFRA 2007/08 1. INTRODUÇÃO Página 1481 CULTIVARES DE ALGODOEIRO AVALIADAS EM DIFERENTES LOCAIS NO CERRADO DA BAHIA, SAFRA 2007/08 1. Murilo Barros Pedrosa (Fundação Bahia / algodao@fundacaoba.com.br), Camilo de Lelis Morello (Embrapa

Leia mais

MELHORAMENTO DO ALGODOEIRO NO ESTADO DE GOIÁS ESTÁGIO DO PROGRAMA NA SAFRA 2002/2003 (*)

MELHORAMENTO DO ALGODOEIRO NO ESTADO DE GOIÁS ESTÁGIO DO PROGRAMA NA SAFRA 2002/2003 (*) MELHORAMENTO DO ALGODOEIRO NO ESTADO DE GOIÁS ESTÁGIO DO PROGRAMA NA SAFRA 2002/2003 (*) Eleusio Curvelo Freire 1, Camilo de Lelis Morello 2, Francisco Pereira de Andrade 3, José Wellingthon dos Santos

Leia mais

COMPORTAMENTO DE CULTIVARES COMERCIAIS NO CERRADO DO MATO GROSSO SAFRA 2001/2002 *

COMPORTAMENTO DE CULTIVARES COMERCIAIS NO CERRADO DO MATO GROSSO SAFRA 2001/2002 * COMPORTAMENTO DE CULTIVARES COMERCIAIS NO CERRADO DO MATO GROSSO SAFRA 2001/2002 * Eleusio Curvelo Freire 1, Francisco José Correia Farias 2, Fabio Akioshy Suinaga 3, José Wellinton dos Santos 4, Luiz

Leia mais

METODOLOGIA PARTICIPATIVA PARA LANÇAMENTO DE CULTIVARES NO CERRADO BRASILEIRO

METODOLOGIA PARTICIPATIVA PARA LANÇAMENTO DE CULTIVARES NO CERRADO BRASILEIRO METODOLOGIA PARTICIPATIVA PARA LANÇAMENTO DE CULTIVARES NO CERRADO BRASILEIRO Eleusio Curvelo Freire (Embrapa Algodão / eleusio.fco@terra.com.br), Camilo de Lelis Morello (Embrapa Algodão), Fabio Akiyoshi

Leia mais

Variedade IMA 8405GLT antes da colheita (Foto: Jean Louis Belot)

Variedade IMA 8405GLT antes da colheita (Foto: Jean Louis Belot) CIRCULAR TÉCNICA Nº28 / 2017 Março de 2017 Publicação periódica de difusão científica e tecnológica editada pelo Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) e dirigida a profissionais envolvidos com o

Leia mais

BRS 336 CULTIVAR DE ALGODÃO COM ALTA QUALIDADE DE FIBRA PARA CULTIVO NO CERRADO E SEMI-ÁRIDO DO BRASIL. 1 INTRODUÇÃO

BRS 336 CULTIVAR DE ALGODÃO COM ALTA QUALIDADE DE FIBRA PARA CULTIVO NO CERRADO E SEMI-ÁRIDO DO BRASIL. 1 INTRODUÇÃO Página 1316 BRS 336 CULTIVAR DE ALGODÃO COM ALTA QUALIDADE DE FIBRA PARA CULTIVO NO CERRADO E SEMI-ÁRIDO DO BRASIL. 1 Murilo Barros Pedrosa 1 ; Camilo de Lelis Morello 2 ; Luis Gonzaga Chitarr 2 ; Nelson

Leia mais

CULTIVARES DE SOJA RECOMENDADAS PARA O OESTE DA BAHIA

CULTIVARES DE SOJA RECOMENDADAS PARA O OESTE DA BAHIA Foto: Fabiano Bastos WORKSHOP DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DE PESQUISAS CULTIVARES DE SOJA RECOMENDADAS PARA O OESTE DA BAHIA André Ferreira Pereira Sebastião Pedro da Silva Neto Pesquisadores Embrapa Cerrados

Leia mais

ENSAIOS DE ALGODOEIROS DE FIBRAS COLORIDAS NO VALE DO IUIU 1 INTRODUÇÃO

ENSAIOS DE ALGODOEIROS DE FIBRAS COLORIDAS NO VALE DO IUIU 1 INTRODUÇÃO Página 1376 ENSAIOS DE ALGODOEIROS DE FIBRAS COLORIDAS NO VALE DO IUIU 1 Murilo Barros Pedrosa 1 ; Osório Lima Vasconcelos 3 ; Camilo de Lelis Morello 2 ; Eleusio Curvelo Freire 4 ; Flávio Rodrigo Gandolfi

Leia mais

Mini-curso - Análise e melhoria da qualidade operacional nas fazendas e algodoeiras.

Mini-curso - Análise e melhoria da qualidade operacional nas fazendas e algodoeiras. Mini-curso - Análise e melhoria da qualidade operacional nas fazendas e algodoeiras. Tema 1: Análise da produção brasileira e principais gargalos a serem melhorados Eleusio C. Freire GBCA Cotton Consultoria

Leia mais

1. Introdução Doenças e nematoides no algodoeiro são um dos principais problemas técnicos enfrentados

1. Introdução Doenças e nematoides no algodoeiro são um dos principais problemas técnicos enfrentados CIRCULAR TÉCNICA Nº32 / 2018 Março de 2018 Publicação de difusão científica e tecnológica editada pelo Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) e dirigida a profissionais envolvidos com o cultivo e

Leia mais

Cultivares desenvolvidas pelo IMAmt Márcio de Souza Coordenador de Projetos e Difusão de Tecnologias

Cultivares desenvolvidas pelo IMAmt Márcio de Souza Coordenador de Projetos e Difusão de Tecnologias Cultivares desenvolvidas pelo IMAmt Márcio de Souza Coordenador de Projetos e Difusão de Tecnologias IMA 7501WS Extremamente Rústico e Produtivo Posicionamento da Cultivar População de plantas Evento Espaçamento

Leia mais

CIRCULAR TÉCNICA. Reação de cultivares de algodoeiro a doenças e nematoides, safra 2017/18

CIRCULAR TÉCNICA. Reação de cultivares de algodoeiro a doenças e nematoides, safra 2017/18 CIRCULAR TÉCNICA Nº36 / 2018 Agosto de 2018 Publicação de difusão científica e tecnológica editada pelo Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) e dirigida a profissionais envolvidos com o cultivo e

Leia mais

CULTIVARES DE SOJA PARA AS CONDIÇÕES EDAFOCLIMÁTICAS DO OESTE BAIANO

CULTIVARES DE SOJA PARA AS CONDIÇÕES EDAFOCLIMÁTICAS DO OESTE BAIANO Foto: Fabiano Bastos CULTIVARES DE SOJA PARA AS CONDIÇÕES EDAFOCLIMÁTICAS DO OESTE BAIANO André Ferreira Pereira Geraldo Estevam de Souza Carneiro Sebastião Pedro da Silva Neto Pesquisadores Embrapa Cerrados

Leia mais

Boletim Técnico. Fundação Bahia: Há 20 anos contribuindo e valorizando o agronegócio brasileiro. Divulgação dos Resultados de Pesquisas Safra 2016/17

Boletim Técnico. Fundação Bahia: Há 20 anos contribuindo e valorizando o agronegócio brasileiro. Divulgação dos Resultados de Pesquisas Safra 2016/17 Boletim Técnico Divulgação dos Resultados de Pesquisas Safra 2016/17 Nº 04 - SETEMBRO DE 2017 Fundação Bahia: Há 20 anos contribuindo e valorizando o agronegócio brasileiro A Fundação Bahia, reconhecida

Leia mais

AVALIAÇÃO DE CULTIVARES E LINHAGENS DE ALGODOEIRO NO CERRADO MATOGROSSENSE *

AVALIAÇÃO DE CULTIVARES E LINHAGENS DE ALGODOEIRO NO CERRADO MATOGROSSENSE * AVALIAÇÃO DE CULTIVARES E LINHAGENS DE ALGODOEIRO NO CERRADO MATOGROSSENSE * Fábio Akiyoshi Suinaga 1, Eleusio Curvelo Freire 2, Francisco José Correa Farias 3, Luiz Gonzaga Chitarra 4, Mário Cezar Coelho

Leia mais

AVALIAÇÃO DE LINHAGENS DE ALGODOEIRO DE FIBRAS LONGAS E LINHAGENS DE FIBRAS COLORIDAS NO VALE DO IUIU, SAFRA 2007/08 1. INTRODUÇÃO

AVALIAÇÃO DE LINHAGENS DE ALGODOEIRO DE FIBRAS LONGAS E LINHAGENS DE FIBRAS COLORIDAS NO VALE DO IUIU, SAFRA 2007/08 1. INTRODUÇÃO Página 1643 AVALIAÇÃO DE LINHAGENS DE ALGODOEIRO DE FIBRAS LONGAS E LINHAGENS DE FIBRAS COLORIDAS NO VALE DO IUIU, SAFRA 2007/08 1. Murilo Barros Pedrosa (Fundação Bahia / algodao@fundacaoba.com.br), Osório

Leia mais

ENSAIO DE ALGODÃO COLORIDO NO NORDESTE. Aldo Arnaldo de Medeiros¹; José Expedito Pereira Filho²; Marcelo Gurgel Medeiros³

ENSAIO DE ALGODÃO COLORIDO NO NORDESTE. Aldo Arnaldo de Medeiros¹; José Expedito Pereira Filho²; Marcelo Gurgel Medeiros³ Página 1371 ENSAIO DE ALGODÃO COLORIDO NO NORDESTE Aldo Arnaldo de Medeiros¹; José Expedito Pereira Filho²; Marcelo Gurgel Medeiros³ ¹ (EMBRAPA/EMPARN) - aldoarnaldomedeiros@gmail.com; ² EMPARN; ³ EMPARN

Leia mais

ENSAIOS REGIONAIS DE COMPETIÇÃO DE CULTIVARES DO CERRADO CONDUZIDOS NO MATO GROSSO NA SAFRA 2004/2005.

ENSAIOS REGIONAIS DE COMPETIÇÃO DE CULTIVARES DO CERRADO CONDUZIDOS NO MATO GROSSO NA SAFRA 2004/2005. ENSAIOS REGIONAIS DE COMPETIÇÃO DE CULTIVARES DO CERRADO CONDUZIDOS NO MATO GROSSO NA SAFRA 2004/2005. Eleusio Curvelo Freire (Cotton Consultoria / eleusiofreire@hotmail.com), João Luiz da Silva Filho

Leia mais

CULTIVARES DE ALGODÃO DESENVOLVIDAS PELA DELTAPINE/MONSANTO. Rinaldo Grassi Gerente Técnico J&H Sementes

CULTIVARES DE ALGODÃO DESENVOLVIDAS PELA DELTAPINE/MONSANTO. Rinaldo Grassi Gerente Técnico J&H Sementes CULTIVARES DE ALGODÃO DESENVOLVIDAS PELA DELTAPINE/MONSANTO Rinaldo Grassi Gerente Técnico J&H Sementes DP1536B2RF Precocidade Produtividade Qualidade de Fibra DP1536B2RF Características Técnicas CICLO

Leia mais

POTENCIALIDADES TECNOLÓGICAS DE FIBRA DISPONÍVEIS NOS PROGRAMAS DE MELHORAMENTO GENÉTICO DA EMBRAPA ALGODÃO NOS ESTADOS DO CEARÁ E DO MATO GROSSO

POTENCIALIDADES TECNOLÓGICAS DE FIBRA DISPONÍVEIS NOS PROGRAMAS DE MELHORAMENTO GENÉTICO DA EMBRAPA ALGODÃO NOS ESTADOS DO CEARÁ E DO MATO GROSSO POTENCIALIDADES TECNOLÓGICAS DE FIBRA DISPONÍVEIS NOS PROGRAMAS DE MELHORAMENTO GENÉTICO DA EMBRAPA ALGODÃO NOS ESTADOS DO CEARÁ E DO MATO GROSSO Ruben Guilherme da Fonseca 1 ; João Cecílio Farias de Santana

Leia mais

8º Congresso Brasileiro de Algodão & I Cotton Expo 2011, São Paulo, SP 2011 Página 1663

8º Congresso Brasileiro de Algodão & I Cotton Expo 2011, São Paulo, SP 2011 Página 1663 Página 1663 PROPRIEDADES TECNOLÓGICAS DA FIBRA DE ALGODÃO EM FUNÇÃO DE CALAGEM E GESSAGEM NO CERRADO DE RORAIMA Ana Luiza Dias Coelho Borin 1 ; Gilvan Barbosa Ferreira 1 ; Oscar José Smiderle 2 ; Moisés

Leia mais

FACUA AVALIAÇÃO E IMPACTO DA COLHEITA DE MAQUINA STRIPPER NO SISTEMA DE PRODUÇÃO DE ALGODÃO SUPER ADENSADO NO CERRADO DE MATO GROSSO RELATÓRIO FINAL

FACUA AVALIAÇÃO E IMPACTO DA COLHEITA DE MAQUINA STRIPPER NO SISTEMA DE PRODUÇÃO DE ALGODÃO SUPER ADENSADO NO CERRADO DE MATO GROSSO RELATÓRIO FINAL FACUA AVALIAÇÃO E IMPACTO DA COLHEITA DE MAQUINA STRIPPER NO SISTEMA DE PRODUÇÃO DE ALGODÃO SUPER ADENSADO NO CERRADO DE MATO GROSSO RELATÓRIO FINAL Primavera do Leste, MT, julho de 2005 1 AVALIAÇÃO E

Leia mais

CENTRO TREINAMENTO DA ABAPA PARCEIROS DA TECNOLOGIA

CENTRO TREINAMENTO DA ABAPA PARCEIROS DA TECNOLOGIA CENTRO TREINAMENTO DA ABAPA PARCEIROS DA TECNOLOGIA CENTRO TREINAMENTO DA ABAPA PARCEIROS DA TECNOLOGIA Atualmente o Centro de Treinamento conta com o apoio dos seguintes Parceiros: Agrosul-JD; Veneza

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Centro Nacional de Pesquisa de Algodão Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Centro Nacional de Pesquisa de Algodão Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Centro Nacional de Pesquisa de Algodão Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento VII CONGRESSO BRASILEIRO DO ALGODÃO Sustentabilidade da Cotonicultura

Leia mais

8º Congresso Brasileiro de Algodão & I Cotton Expo 2011, São Paulo, SP 2011 Página 18

8º Congresso Brasileiro de Algodão & I Cotton Expo 2011, São Paulo, SP 2011 Página 18 Página 18 A CONTRIBUIÇÃO DA COOPERAÇÃO CIENTÍFICA BRASIL - PAÍSES DO C4 PARA O MELHORAMENTO GENÉTICO DO ALGODÃO. ENSAIO COLABORATIVO BRASIL - PAÍSES DO C4: O CASO DO BURKINA FASO 1 SANFO Denys 1,*, BOURGOU

Leia mais

8º Congresso Brasileiro de Algodão & I Cotton Expo 2011, São Paulo, SP 2011 Página 1389. Desenvolvimento Agrícola-EBDA; 4 Cotton Consultoria.

8º Congresso Brasileiro de Algodão & I Cotton Expo 2011, São Paulo, SP 2011 Página 1389. Desenvolvimento Agrícola-EBDA; 4 Cotton Consultoria. Página 1389 GENÓTIPOS DE ALGODÃO DE FIBRAS LONGAS NO SEMIÁRIDO DO VALE DO IUIU, SUDOESTE DA BAHIA, SAFRA 2008/09. 1 Murilo Barros Pedrosa 1 ; Flávio Rodrigo Gandolfi Benites 2 ; Osório Lima Vasconcelos

Leia mais

CIRCULAR TÉCNICA. Jean Louis Belot 1, Sergio Gonçalves Dutra 2

CIRCULAR TÉCNICA. Jean Louis Belot 1, Sergio Gonçalves Dutra 2 CIRCULAR TÉCNICA Nº18 / 2015 Junho de 2015 Publicação de difusão científica e tecnológica editada pelo Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) e dirigida a profissionais envolvidos com o cultivo e

Leia mais

PLANEJAMENTO E MANEJO DE LAVOURAS TRANSGÊNICAS DE ALGODÃO NOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO

PLANEJAMENTO E MANEJO DE LAVOURAS TRANSGÊNICAS DE ALGODÃO NOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO PLANEJAMENTO E MANEJO DE LAVOURAS TRANSGÊNICAS DE ALGODÃO NOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO Wanderley Katsumi Oishi Consultor Agrícola Quality Cotton Cons. Agronômica Ltda. Cenário do Manejo das Variedades Transgênicas

Leia mais

VIABILIDADE DO ADENSAMENTO DE PLANTIO NAS VARIEDADES DE ALGODÃO CULTIVADAS NO SUDOESTE DA BAHIA, SAFRA 2004/2005 *

VIABILIDADE DO ADENSAMENTO DE PLANTIO NAS VARIEDADES DE ALGODÃO CULTIVADAS NO SUDOESTE DA BAHIA, SAFRA 2004/2005 * VIABILIDADE DO ADENSAMENTO DE PLANTIO NAS VARIEDADES DE ALGODÃO CULTIVADAS NO SUDOESTE DA BAHIA, SAFRA 2004/2005 * Gilvan Barbosa Ferreira (Embrapa Roraima / gilvan@cpafrr.embrapa.br), Osório Lima Vasconcelos

Leia mais

Boletim Técnico. Fundação Bahia: Pesquisa e desenvolvimento para a agricultura do oeste baiano. Divulgação dos Resultados de Pesquisas Safra 2017/18

Boletim Técnico. Fundação Bahia: Pesquisa e desenvolvimento para a agricultura do oeste baiano. Divulgação dos Resultados de Pesquisas Safra 2017/18 Boletim Técnico Divulgação dos Resultados de Pesquisas Safra 2017/18 Nº 05 - AGOSTO DE 2018 Fundação Bahia: Pesquisa e desenvolvimento para a agricultura do oeste baiano A Fundação Bahia, contribui todos

Leia mais

AVALIAÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS TECNOLÓGICAS DA FIBRA DA BRS 200 MARROM A NÍVEL DE GRANDES CAMPOS DE PRODUÇÃO DE SEMENTES

AVALIAÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS TECNOLÓGICAS DA FIBRA DA BRS 200 MARROM A NÍVEL DE GRANDES CAMPOS DE PRODUÇÃO DE SEMENTES AVALIAÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS TECNOLÓGICAS DA FIBRA DA BRS 200 MARROM A NÍVEL DE GRANDES CAMPOS DE PRODUÇÃO DE SEMENTES João Cecílio Farias de Santana 1, Eleusio Curvelo Freire 2, Ruben Guilherme da Fonseca

Leia mais

QUALIDADE DA FIBRA EM FUNÇÃO DE DIFERENTES FORMAS DE PLANTIO DA SEMENTE DE ALGODÃO LINTADA, DESLINTADA E DESLINTADA E TRATADA *

QUALIDADE DA FIBRA EM FUNÇÃO DE DIFERENTES FORMAS DE PLANTIO DA SEMENTE DE ALGODÃO LINTADA, DESLINTADA E DESLINTADA E TRATADA * QUALIDADE DA FIBRA EM FUNÇÃO DE DIFERENTES FORMAS DE PLANTIO DA SEMENTE DE ALGODÃO LINTADA, DESLINTADA E DESLINTADA E TRATADA * Tarcísio Marcos de Souza Gondim 1, Odilon Reny Ribeiro Ferreira da Silva

Leia mais

COMPORTAMENTO DE CULTIVARES E LINHAGENS DE ALGODOEIRO HERBÁCEO NO CERRADO DO SUDOESTE PIAUIENSE

COMPORTAMENTO DE CULTIVARES E LINHAGENS DE ALGODOEIRO HERBÁCEO NO CERRADO DO SUDOESTE PIAUIENSE COMPORTAMENTO DE CULTIVARES E LINHAGENS DE ALGODOEIRO HERBÁCEO NO CERRADO DO SUDOESTE PIAUIENSE José Lopes Ribeiro (Embrapa MeioNorte / jlopes@cpamn.embrapa.br), Valdenir Queiroz Ribeiro (Embrapa MeioNorte),

Leia mais

Plantio de Algodão Ultra-Estreito - : Experiência do Grupo Itaquerê Engº Agrônomo Eurico Brunetta Dir. Agroindustrial Grupo Itaquerê

Plantio de Algodão Ultra-Estreito - : Experiência do Grupo Itaquerê Engº Agrônomo Eurico Brunetta Dir. Agroindustrial Grupo Itaquerê Plantio de Algodão Ultra-Estreito - : Experiência do Grupo Itaquerê Engº Agrônomo Eurico Brunetta Dir. Agroindustrial Grupo Itaquerê A determinação da população de plantas é uma prática cultural de grande

Leia mais

AVALIAÇÃO DE LINHAGENS AVANÇADAS DE FIBRA COLORIDA NOS MUNICÍPIOS DE ANGICAL E WANDERLEY-BA 1

AVALIAÇÃO DE LINHAGENS AVANÇADAS DE FIBRA COLORIDA NOS MUNICÍPIOS DE ANGICAL E WANDERLEY-BA 1 Página 1280 AVALIAÇÃO DE LINHAGENS AVANÇADAS DE FIBRA COLORIDA NOS MUNICÍPIOS DE ANGICAL E WANDERLEY-BA 1 Murilo Barros Pedrosa¹; Daniel Macedo Rios²; Lindoval Rodrigues do Nascimento³; Carlos Augusto

Leia mais

ESTIMATIVA DA HETEROSE EM ALGODOEIRO HERBÁCEO IRRIGADO NO NORDESTE

ESTIMATIVA DA HETEROSE EM ALGODOEIRO HERBÁCEO IRRIGADO NO NORDESTE ESTIMATIVA DA HETEROSE EM ALGODOEIRO HERBÁCEO IRRIGADO NO NORDESTE Murilo Barros edrosa 1, Eleusio Curvelo Freire 2, Joaquim Nunes da Costa 3. (1) Universidade Federal do Ceará, e-mail: murilobp@bol.com.br;

Leia mais

AVALIAÇÃO DE UMA COLHEITADEIRA STRIPPER NA COLHEITA DE ALGODÃO ADENSADO (*)

AVALIAÇÃO DE UMA COLHEITADEIRA STRIPPER NA COLHEITA DE ALGODÃO ADENSADO (*) AVALIAÇÃO DE UMA COLHEITADEIRA STRIPPER NA COLHEITA DE ALGODÃO ADENSADO (*) Odilon Reny Ribeiro Ferreira da Silva (Embrapa Algodão / odilon@cnpa.embrapa.br), Eleusio Curvelo Freire (Embrapa algodão), Édio

Leia mais

CULTIVARES DE ALGODOEIRO HERBÁCEO RECOMENDADAS PARA OS CERRADOS DO MEIO- NORTE DO BRASIL

CULTIVARES DE ALGODOEIRO HERBÁCEO RECOMENDADAS PARA OS CERRADOS DO MEIO- NORTE DO BRASIL CULTIVARES DE ALGODOEIRO HERBÁCEO RECOMENDADAS PARA OS CERRADOS DO MEIO- NORTE DO BRASIL José Lopes Ribeiro (1), Eleusio Curvelo Freire 2), Francisco José Correia Farias 2), Francisco Pereira de Andrade

Leia mais

DESEMPENHO DE CULTIVARES E LINHAGENS DE ALGODOEIRO HERBÁCEO NO CERRADO DO SUL MARANHENSE

DESEMPENHO DE CULTIVARES E LINHAGENS DE ALGODOEIRO HERBÁCEO NO CERRADO DO SUL MARANHENSE DESEMPENHO DE CULTIVARES E LINHAGENS DE ALGODOEIRO HERBÁCEO NO CERRADO DO SUL MARANHENSE José Lopes Ribeiro (Embrapa MeioNorte / jlopes@cpamn.embrapa.br), Valdenir Queiroz Ribeiro (Embrapa MeioNorte),

Leia mais

Características da Fibra de Algodão Produzida nas Regiões Norte e Nordeste de Mato Grosso do Sul

Características da Fibra de Algodão Produzida nas Regiões Norte e Nordeste de Mato Grosso do Sul 86 ISSN 1679-0472 Agosto, 2004 Dourados, MS Foto: Silvio Ferreira Características da Fibra de Algodão Produzida nas Regiões Norte e Nordeste de Mato Grosso do Sul 1 Fernando Mendes Lamas O êxito do cultivo

Leia mais

8º Congresso Brasileiro de Algodão & I Cotton Expo 2011, São Paulo, SP 2011 Página 1740

8º Congresso Brasileiro de Algodão & I Cotton Expo 2011, São Paulo, SP 2011 Página 1740 Página 1740 AVALIAÇÃO DE DIFERENTES POPULAÇÕES DE ALGODÃO NO SISTEMA DE PLANTIO ADENSADO LUÍS EDUARDO MAGALHÃES / BA 1 *Cleiton Antônio da Silva Barbosa 1 / cleiton.barbosa@circuloverde.com.br; Pedro Brugnera

Leia mais

Comunicado Técnico 144

Comunicado Técnico 144 1 Foto: Eleusio Curvelo Freire Comunicado Técnico 144 ISSN 0102-0099 Dezembro/2002 Campina Grande, PB Resultados de pesquisas com Algodão Herbáceo no Oeste Baiano na Safra 2001/2002 Demóstenes M. Pedrosa

Leia mais

MELHORES PRATICAS DE MANEJO DO ALGODÃO NO BRASIL

MELHORES PRATICAS DE MANEJO DO ALGODÃO NO BRASIL MELHORES PRATICAS DE MANEJO DO ALGODÃO NO BRASIL Eleusio Curvelo Freire - Cotton Consultoria Wat sap 83-981555398 POR QUE USAR MELHORES PRATICAS DE MANEJO NO BRASIL? ASPECTOS TECNICOS Reduzir disparidades

Leia mais

PROBLEMAS DA QUALIDADE DO ALGODÃO BRASILEIRO

PROBLEMAS DA QUALIDADE DO ALGODÃO BRASILEIRO PROBLEMAS DA QUALIDADE DO ALGODÃO BRASILEIRO RENILDO LUIZ MION UFMT CAMPUS RONDONÓPOLIS SETEMBRO, 2015 Aspectos da colheita mecânica para obtenção de algodão de qualidade RENILDO LUIZ MION UFMT CAMPUS

Leia mais

Programa de Qualidade da Fibra de Algodão no Estado de Mato Grosso

Programa de Qualidade da Fibra de Algodão no Estado de Mato Grosso Programa de Qualidade da Fibra de Algodão no Estado de Mato Grosso Projeto AMPA/ IMAmt- Financiamento IBA Jean Louis Belot Sergio Gonçalves Dutra FIBRA PARA QUAL MERCADO? MERCADO INTERNACIONAL Paises asiáticos

Leia mais

AVALIACAO DE GENÓTIPOS DE ALGODOEIRO PARA O CERRADO DE RONDÔNIA

AVALIACAO DE GENÓTIPOS DE ALGODOEIRO PARA O CERRADO DE RONDÔNIA AVALIACAO DE GENÓTIPOS DE ALGODOEIRO PARA O CERRADO DE RONDÔNIA Vicente de Paulo Campos Godinho (Embrapa Rondônia / vgodinho@netview.com.br), Marley Marico Utumi (Embrapa Rondônia), Elêusio Curvêlo Freire

Leia mais

ALGODÕES COLORIDOS NO BRASIL. Luiz Paulo de Carvalho Embrapa Algodão

ALGODÕES COLORIDOS NO BRASIL. Luiz Paulo de Carvalho Embrapa Algodão ALGODÕES COLORIDOS NO BRASIL Luiz Paulo de Carvalho Embrapa Algodão Algodão : 52 espécies. 4 cultivadas: G.hirsutum L. G.barbadense L. G.herbaceum L. G.arboreum L. Alotetraplóides Alotetraplóides diplóides

Leia mais

ÉPOCAS DE PLANTIO DO ALGODOEIRO HERBÁCEO DE CICLO PRECOCE PARA A REGIÃO DO PONTAL DO TRIÂNGULO MINEIRO

ÉPOCAS DE PLANTIO DO ALGODOEIRO HERBÁCEO DE CICLO PRECOCE PARA A REGIÃO DO PONTAL DO TRIÂNGULO MINEIRO ÉPOCAS DE PLANTIO DO ALGODOEIRO HERBÁCEO DE CICLO PRECOCE PARA A REGIÃO DO PONTAL DO TRIÂNGULO MINEIRO Julio Pedro Laca-Buendía 1, Joel Fallieri 2, Paulo de Oliveira 3 Luiz Cardoso Neto 4 Petrônio José

Leia mais

AVALIAÇÃO DE COBERTURAS VEGETAIS SEMEADAS NA PRIMAVERA E SUAS INFLUÊNCIAS SOBRE O ALGODOEIRO 1

AVALIAÇÃO DE COBERTURAS VEGETAIS SEMEADAS NA PRIMAVERA E SUAS INFLUÊNCIAS SOBRE O ALGODOEIRO 1 AVALIAÇÃO DE COBERTURAS VEGETAIS SEMEADAS NA PRIMAVERA E SUAS INFLUÊNCIAS SOBRE O ALGODOEIRO 1 Alexandre Cunha de Barcellos Ferreira (Embrapa Algodão / acunha@cnpa.embrapa.br), Fernando Mendes Lamas (Embrapa

Leia mais

IMA 5801B2RF. RNm NOVA OPÇÃO PARA O CONTROLE DO NEMATOIDE DAS GALHAS

IMA 5801B2RF. RNm NOVA OPÇÃO PARA O CONTROLE DO NEMATOIDE DAS GALHAS RNm Ra2R RNm NOVA OPÇÃO PARA O CONTROLE DO NEMATOIDE DAS GALHAS CARACTERÍSTICAS DA CULTIVAR ALTO TETO PRODUTIVO CICLO CURTO (rápida frutificação) ARQUITETURA MODERNA DE PLANTAS BOA QUALIDADE DE FIBRA POSICIONAMENTO

Leia mais

EFICIÊNCIA DO ÍNDICE DE SELEÇÃO NO MELHORAMENTO DO ALGODOEIRO HERBÁCEO.

EFICIÊNCIA DO ÍNDICE DE SELEÇÃO NO MELHORAMENTO DO ALGODOEIRO HERBÁCEO. EFICIÊNCIA DO ÍNDICE DE SELEÇÃO NO MELHORAMENTO DO ALGODOEIRO HERBÁCEO. Francisco José Correia Farias (Embrapa Algodão - Núcleo do Mato Grosso / farias@cnpa.embrapa.br), Natal Antônio Vello ( ESALQ USP

Leia mais

Resistência genética no controle de nematoides. Dr. Rafael Galbieri Pesquisador Fitopatologista do IMA

Resistência genética no controle de nematoides. Dr. Rafael Galbieri Pesquisador Fitopatologista do IMA Resistência genética no controle de nematoides Dr. Rafael Galbieri Pesquisador Fitopatologista do IMA (rafaelgalbieri@imamt.org.br) Nematoides e os desafios encontrados na produção do Agro... Porcentagem

Leia mais

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÍCOLA PORTARIA Nº 119, DE 12 DE JULHO DE 2013

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÍCOLA PORTARIA Nº 119, DE 12 DE JULHO DE 2013 TEMÁRIO: 1 Portaria nº 119, de 12 de julho de 2013. Publicação: D.O.U. do dia 15/07/13 - Seção 1. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÍCOLA PORTARIA Nº 119, DE

Leia mais

Qualidade: Caminho para a competitividade

Qualidade: Caminho para a competitividade Qualidade: Caminho para a competitividade PRINCIPAIS PROBLEMAS NOS PROCESSOS DE: 1) Produção; 2) Colheita Mecanizada; 3) Beneficiamento; 4) Industrialização; 5) Comercialização e Exportação do Algodão

Leia mais

Melhoramento do Algodoeiro no Setor Público: Contribuições, Desafios e Perspectiva

Melhoramento do Algodoeiro no Setor Público: Contribuições, Desafios e Perspectiva Uberlândia - 13 a 16 de agosto de 2007 Melhoramento do Algodoeiro no Setor Público: Contribuições, Desafios e Perspectiva Camilo L. Morello Embrapa Algodão MELHORAMENTO GENÉTICO Germoplasma CULTIVAR Ambiente

Leia mais

FIABILIDADE E TECNOLOGIA DA FIBRA DE CULTIVARES DE ALGODÃO HERBÁCEO

FIABILIDADE E TECNOLOGIA DA FIBRA DE CULTIVARES DE ALGODÃO HERBÁCEO FIABILIDADE E TECNOLOGIA DA FIBRA DE CULTIVARES DE ALGODÃO HERBÁCEO João Cecílio Farias de Santana 1, Joaquim Nunes da Costa 2, Maria José da Silva e Luz 3, Luiz Paulo de Carvalho 4, Maurício José R. Wanderley

Leia mais

ANÁLISE BIPLOT GENÓTIPOS X CARACTERÍSTICAS EM FASES INICIAIS DE MELHORAMENTO DO ALGODOEIRO

ANÁLISE BIPLOT GENÓTIPOS X CARACTERÍSTICAS EM FASES INICIAIS DE MELHORAMENTO DO ALGODOEIRO Página 1506 ANÁLISE BIPLOT GENÓTIPOS X CARACTERÍSTICAS EM FASES INICIAIS DE MELHORAMENTO DO ALGODOEIRO João Luís da Silva Filho (Embrapa Algodão joaoluis@cnpa.embrapa.br), Murilo Barros Pedrosa (Fundação

Leia mais

É POSSÍVEL TER SUCESSO NA PRODUÇÃO DO ALGODÃO NÃO BT? Eng.º Agr.º Ezelino Carvalho GBCA / EQUIPE Consultoria Agronômica

É POSSÍVEL TER SUCESSO NA PRODUÇÃO DO ALGODÃO NÃO BT? Eng.º Agr.º Ezelino Carvalho GBCA / EQUIPE Consultoria Agronômica É POSSÍVEL TER SUCESSO NA PRODUÇÃO DO ALGODÃO NÃO BT? Eng.º Agr.º Ezelino Carvalho GBCA / EQUIPE Consultoria Agronômica 10º Congresso Brasileiro de Algodão Foz do Iguaçu - PR, Setembro/2015 OBJETIVOS Discutir

Leia mais

Ações e atuação da Abapa 2016

Ações e atuação da Abapa 2016 Ações e atuação da Abapa 2016 ESTRUTURA ORGANIZACIONAL Assembleia Geral; Conselho Diretor/Diretor Executivo; Apoio Institucional; Departamento técnico; Laboratórios; Centro de Treinamento Departamento

Leia mais

ADUBAÇÃO DO ALGODOEIRO COM NPK EM SISTEMA PLANTIO DIRETO NO CERRADO (1)

ADUBAÇÃO DO ALGODOEIRO COM NPK EM SISTEMA PLANTIO DIRETO NO CERRADO (1) Página 12136 ADUBAÇÃO DO ALGODOEIRO COM NPK EM SISTEMA PLANTIO DIRETO NO CERRADO (1) Maria da Conceição Santana Carvalho (Embrapa Algodão 1 conceicao@cnpa.embrapa.br), Cristina dos Santos (Embrapa Milho

Leia mais

ENSAIOS DE COMPETIÇÃO DE CULTIVARES DE ALGODÃO NO ESTADO DE MATO GROSSO, SAFRA 2003/2004 (*)

ENSAIOS DE COMPETIÇÃO DE CULTIVARES DE ALGODÃO NO ESTADO DE MATO GROSSO, SAFRA 2003/2004 (*) ENSAIOS DE COMPETIÇÃO DE CULTIVARES DE ALGODÃO NO ESTADO DE MATO GROSSO, SAFRA 2003/2004 (*) Paulo Hugo Aguiar (Fundação MT / pauloaguiar@fundacaomt.com.br), José Carlos Feijó de Melo (Fundação MT), Joacy

Leia mais

EFICIÊNCIA COMPARATIVA DA ADUBAÇÃO ORGÂNICA NA QUALIDADE DA FIBRA DO ALGODÃO CULTIVADO NO MUNICÍPIO DE SALGADO DE SÃO FÉLIX-PB

EFICIÊNCIA COMPARATIVA DA ADUBAÇÃO ORGÂNICA NA QUALIDADE DA FIBRA DO ALGODÃO CULTIVADO NO MUNICÍPIO DE SALGADO DE SÃO FÉLIX-PB EFICIÊNCIA COMPARATIVA DA ADUBAÇÃO ORGÂNICA NA QUALIDADE DA FIBRA DO ALGODÃO CULTIVADO NO MUNICÍPIO DE SALGADO DE SÃO FÉLIX-PB Magna Maria Macedo Ferreira (magna.m.m.ferreira@bol.com.br), Gilvan Barbosa

Leia mais

AVALIAÇÃO COMPARATIVA DA PRODUTIVIDADE DE ALGODÃO EM CAROÇO ENTRE O PLANTIO ADENSADO E O PLANTIO CONVENCIONAL DO ALGODOEIRO NO ESTADO DE MATO GROSSO

AVALIAÇÃO COMPARATIVA DA PRODUTIVIDADE DE ALGODÃO EM CAROÇO ENTRE O PLANTIO ADENSADO E O PLANTIO CONVENCIONAL DO ALGODOEIRO NO ESTADO DE MATO GROSSO AVALIAÇÃO COMPARATIVA DA PRODUTIVIDADE DE ALGODÃO EM CAROÇO ENTRE O PLANTIO ADENSADO E O PLANTIO CONVENCIONAL DO ALGODOEIRO NO ESTADO DE MATO GROSSO (*) Lucia M. Vivan (Fundação MT / luciavivan@fundacaomt.com.br),

Leia mais

DESEMPENHO DE CULTIVARES DE ALGODÃO NOS MUNICÍPIOS DE PRIMAVERA DO LESTE E CAMPO VERDE, ESTADO DE MATO GROSSO, SAFRA 2005/2006 1

DESEMPENHO DE CULTIVARES DE ALGODÃO NOS MUNICÍPIOS DE PRIMAVERA DO LESTE E CAMPO VERDE, ESTADO DE MATO GROSSO, SAFRA 2005/2006 1 DESEMPENHO DE CULTIVARES DE ALGODÃO NOS MUNICÍPIOS DE PRIMAVERA DO LESTE E CAMPO VERDE, ESTADO DE MATO GROSSO, SAFRA 2005/2006 1 Patrícia M.C. Andrade Vilela (Coodetec/ patriciapva@coodetec.com.br ), Jean

Leia mais

Palavras-chave: algodão, Gossypium hirsutum, qualidade tecnológica de fibra INTRODUÇÃO

Palavras-chave: algodão, Gossypium hirsutum, qualidade tecnológica de fibra INTRODUÇÃO ADAPTABILIDADE E ESTABILIDADE DE GENÓTIPOS DE ALGODOEIRO QUANTO AS CARACTERÍSTICAS TECNOLOGICAS DA FIBRA NA REGIAO DO TRIÂNGULO MINEIRO E ALTO PARANAÍBA 1 Marcelo Abreu Lanza (EPAMIG / Bolsista da FAPEMIG

Leia mais

Termos para indexação: Algodão, qualidade de fibra, nutrição de plantas, Neossolo Quartzarênico, fertilidade do solo.

Termos para indexação: Algodão, qualidade de fibra, nutrição de plantas, Neossolo Quartzarênico, fertilidade do solo. ADUBAÇÃO DE MANUTENÇÃO COM NITROGÊNIO E ENXOFRE PARA O ALGODOEIRO CULTIVADO EM SOLO ARENOSO DO CERRADO BAIANO Flávia Cristina dos Santos 1, Manoel Ricardo de Albuquerque Filho 1, Gilvan Barbosa Ferreira

Leia mais

8º Congresso Brasileiro de Algodão & I Cotton Expo 2011, São Paulo, SP 2011 Página 1687

8º Congresso Brasileiro de Algodão & I Cotton Expo 2011, São Paulo, SP 2011 Página 1687 Página 1687 RESPOSTA DO ALGODOEIRO À ADUBAÇÃO FOSFATADA COMPARANDO FERTILIZANTE DE LIBERAÇÃO LENTA COM FERTILIZANTE CONVENCIONAL Maria da Conceição Santana Carvalho 1 ; Alexandre Cunha de Barcellos Ferreira

Leia mais

WORKSHOP DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DE PESQUISAS SAFRA 2014/2015 MANEJO NUTRICIONAL E FISIOLÓGICO NA CULTURA DO ALGODÃO

WORKSHOP DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DE PESQUISAS SAFRA 2014/2015 MANEJO NUTRICIONAL E FISIOLÓGICO NA CULTURA DO ALGODÃO FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO MINERAL DE PLANTAS MANEJO NUTRICIONAL E FISIOLÓGICO NA CULTURA DO ALGODÃO Dr. Fabiano A. Bender da Cruz Eng. Agro. Consultor/Pesquisador FBA Edimilson Marques Lima Ass. Pesquisa,

Leia mais

A influência do adensamento sobre a produtividade e a qualidade da fibra Liv Soares Severino Pesquisador da Embrapa Algodão

A influência do adensamento sobre a produtividade e a qualidade da fibra Liv Soares Severino Pesquisador da Embrapa Algodão A influência do adensamento sobre a produtividade e a qualidade da fibra Liv Soares Severino Pesquisador da Embrapa Algodão Palestra para o V Congresso Brasileiro de Algodão, Salvador, Agosto de 2005 O

Leia mais

Palavras-chave: componentes principais, melhoramento do algodoeiro, análise gráfica.

Palavras-chave: componentes principais, melhoramento do algodoeiro, análise gráfica. Página 496 SELEÇÃO DE LINHAGENS COM CARACTERÍSTICAS ESPECIAIS, FIBRA LONGA, VIA ANÁLISE BIPLOT GENÓTIPOS X CARACTEÍSTICAS João Luís da Silva Filho (Embrapa Algodão joaoluis@cnpa.embrapa.br), Murilo Barros

Leia mais

COMPORTAMENTO DE CULTIVARES DE ALGODÃO (Gossypium hirsutum L.) NO CERRADO DO ESTADO DE GOIÁS (*)

COMPORTAMENTO DE CULTIVARES DE ALGODÃO (Gossypium hirsutum L.) NO CERRADO DO ESTADO DE GOIÁS (*) COMPORTAMENTO DE CULTIVARES DE ALGODÃO (Gossypium hirsutum L.) NO CERRADO DO ESTADO DE GOIÁS (*) Camilo de Lelis Morello 1, Eleusio Curvelo Freire 2, João Batista Duarte 3 José Wellington dos Santos 4,

Leia mais