André defende Petrobrás e quer impedir alienação de patrimônio Pág. 7. Pág. 6. Menos juros

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "André defende Petrobrás e quer impedir alienação de patrimônio Pág. 7. Pág. 6. Menos juros"

Transcrição

1 Aprovado projeto que cria o Estatuto da Pessoa com Deficiência André defende Petrobrás e quer impedir alienação de patrimônio Pág. 7 Pág. 6 trabalhopramudarobrasil educaçãopramudarobrasil saúdepramudarobrasil ANDRÉ FIGUEIREDO Deputado Federal - PDT/CE Publicação especial do gabinete do Deputado Federal André Figueiredo (PDT/CE) Edição 1 - Julho/2015 Mais direitos Menos juros Mais cooperação O plenário da Câmara dos Deputados aprovou Medida Provisória com regras para reajuste do salário mínimo e emenda do deputado André que estende a valorização do mínimo para os aposentados e pensionistas. Pág. 5 A política econômica do governo vem sendo criticada pelo deputado André por beneficiar banqueiros em detrimento dos trabalhadores. O PDT vem alertando para os riscos dessa escolha, que pode gerar recessão e desigualdade. Pág. 7 Escolhido para presidir o Grupo Parlamentar Brasil/Demais Países do BRICS, André defende a cooperação entre os Parlamentos e uma estratégia que busque o desenvolvimento justo e equilibrado do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Pág. 3

2 2 S COMPROMISSO COM O POVO BRASILEIRO No dia 1º de fevereiro, André Figueiredo tomou posse pela terceira vez, junto aos colegas da bancada do Partido Democrático Trabalhista (PDT), como deputado federal, reafirmando o juramento em defesa do Brasil e do povo brasileiro e cearense. Ele foi reconduzido ao posto com mais de 125 mil votos e com o compromisso de proteger os direitos dos trabalhadores. André também foi eleito por unanimidade pelos correligionários como líder do partido na Casa, função que desempenha pela terceira vez, de forma aguerrida, sempre se posicionando favoravelmente às causas trabalhistas e em favor da melhoria na educação, bandeiras históricas para os pedetistas. Nenhum direito a menos Mantendo a atuação coerente em favor dos trabalhadores, a bancada do PDT, orientada pelo líder André Figueiredo, votou contra as Medidas Provisórias 664 e 665, que alteram o acesso a benefícios importantes. A MP 665 tinha como objetivo a restrição do acesso ao seguro desemprego e a 664 restringia acesso a pensões, abono salarial e auxílio doença. Ambas foram aprovadas no Plenário da Casa. Naquele momento, André aproveitou para reafirmar o compromisso do partido com o trabalhador. O PDT não está aqui como fiel de balança, vendo a discussão entre oposição e governo. Tirar de quem tem muito pouco e ajudar quem já tem muito é verdadeiramente injusto. O PDT vai se manter fiel as nossas bandeiras e por unanimidade resolveu votar contra as MPs 665 e 664. De 2014 até agora, foram mais de R$ 8 bilhões se esvaindo para o sistema financeiro. O mesmo sistema que boicotou o governo Dilma em diferentes situações. Queria fazer um apelo para que integrem junto a mim a luta contra o sistema financeiro, afirmou.

3 BRICS: integração e diálogo 3 André Figueiredo foi escolhido para presidir o Grupo Parlamentar Brasil/Demais Países do BRICS, proposto por um projeto de resolução apresentado pelo deputado e aprovado em Plenário na Câmara dos Deputados em fevereiro deste ano. O objetivo é incentivar e desenvolver as relações entre os cinco países - Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul - e cooperar para um maior intercâmbio entre os seus poderes legislativos. A cooperação entre os Parlamentos dos países que compõem o BRICS tem como desafio ser parte de uma estratégia que busca não só o desenvolvimento justo e equilibrado destes países, mas também uma projeção autônoma e soberana no cenário internacional, explica André. Muitos analistas econômicos internacionais apostam que os países que compõem o BRICS sustentarão o crescimento econômico mundial em um futuro próximo, principalmente por conta de um descolamento em relação às economias mais desenvolvidas. Durante o 1º Fórum Parlamentar do BRICS, em Moscou, André defendeu o futuro promissor do bloco e reforçou a necessidade do protagonismo do Brasil na nova realidade econômica mundial Banco pelo desenvolvimento Com o objetivo de financiar projetos de infra-estrutura e desenvolvimento sustentável para os países membros do BRICS e outras economias emergentes, os parlamentares da Câmara aprovaram a criação do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), com capital inicial de 50 bilhões de dólares. A instituição é resposta ao acordo assinado pelos integrantes do grupo no ano passado, em Fortaleza. A proposta contou com irrestrito apoio do deputado André. Para o parlamentar, a nova instituição auxiliará no desenvolvimento equilibrado dos países membros, além de ressaltar a soberania do Brasil no cenário internacional. Além disso, por focar esforços nos países que integram o bloco, deverá beneficiar e muito o Nordeste brasileiro com projetos de desenvolvimento social e econômico. Com sede em Xangai (China) e escritórios nos demais países, o banco será uma instituição aberta a qualquer membro das Nações Unidas. Além dos empréstimos, ele poderá fornecer assistência técnica para a implementação de projetos; criar fundos de investimento próprios e cooperar com organizações internacionais e entidades nacionais. O BRICS representa 42% da população mundial, 26% da superfície terrestre e 27% da economia mundial.

4 4 APOSENTADORIA DIGNA Projeto chamado desaposentação permite renúncia de aposentadoria proporcional para reajuste maior do valor do benefício com a inclusão do tempo posterior de trabalho Matéria que estava engavetada há quase 20 anos na Câmara dos Deputados, finalmente seguiu para votação no Senado Federal com o apoio de André Figueiredo. Trata-se do Projeto de Lei que permite a renúncia de aposentadoria proporcional ao tempo de contribuição, conhecida como "desaposentação". Desaposentar é o ato de renunciar ao benefício da aposentadoria para conseguir um reajuste maior do valor do benefício com a inclusão do tempo posterior de trabalho. Caso aprovada pelo Senado e sancionada pela presidente Dilma Rousseff, representaria um aumento de até 24% na aposentadoria daqueles que retornam ao mercado de trabalho. No Plenário da Câmara dos Deputados, André orientou a bancada pedetista a votar a favor do projeto, afirmando que a desaposentação é uma questão de justiça. "Nós temos projetos semelhantes nessa questão da desaposentação e, como a Medida Provisória que trata da aposentadoria na regra 85/95 já foi editada pelo Governo, é justo deixarmos o assunto tramitar uma vez que é uma luta de quase 20 anos e que infelizmente estava parada", disse o pedetista. Não ao fator previdenciário A bancada do PDT não só honrou a palavra e suas bandeiras históricas votando contra a MP 664, como também votou unida contra o Fator Previdenciário dentro da Medida Provisória. Por 232 votos a 210, a Câmara dos Deputados mandou a mensagem, em alto e bom som, de que não concorda com a atual política da Previdência e de que é preciso dar novas alternativas ao trabalhador. Para André, a posição do PDT reflete a luta histórica contra o fator previdenciário e a favor do trabalhador brasileiro. A medida já foi editada pela presidente Dilma Rousseff. Anteriormente, o quesito que contava eram os anos de contribuição. Bastava 30 anos de encargos para mulheres e 35 para homens para solicitar o aposento, independentemente da idade do contribuinte. Entretanto, o fator previdenciário tirava até 50% dos proventos dos aposentados. Com a nova regra, o trabalhador passou a contar com uma alternativa e é possível solicitar o benefício depois de alcançar a pontuação, que é de 85 para mulheres e 95 para homens. Para saber a pontuação, é preciso somar o tempo de contribuição mais a idade do contribuinte.

5 A Câmara Federal realizou, a pedido do deputado André, uma sessão solene para homenagear o centenário do Ceará Sporting Club, no dia 27 de maio de Homenagear os 100 anos de existência do Ceará Sporting Club é homenagear um grande clube de grande história, o futebol brasileiro e todos aqueles que admiram este esporte de enorme importância na vida do povo brasileiro, afirma André. REAJUSTE DO SALÁRIO MÍNIMO: justiça aos aposentados e pensionistas 195 O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou a Medida Provisória com regras para reajuste do salário mínimo com uma novidade importante: também foi aprovada emenda que estende a valorização do mínimo para os aposentados. Em posicionamento contrário à indicação do Governo, André orientou a bancada do partido a votar favoravelmente a emenda que foi apensada a sugestão de sua própria autoria. O PDT não tem problema nenhum em votar coerentemente a favor dos aposentados. Nós não podemos vivenciar uma realidade que vai gerar para 100% dos aposentados do Brasil em 8 anos a perspectiva de receber um salário mínimo, alertou. Para ele, estender o benefício é uma questão de justiça. À época em que o assunto estava sendo discutido na Câmara, antes da edição da MP, o líder pedetista atuou incessantemente para que o Governo fosse simpático ao tópico. O projeto de André chegou a ser aprovado, apoiado e exaustivamente debatido nas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP) e Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), mas foi retirado da pauta de votações do Plenário. O reajuste anual será baseado na variação da inflação no ano anterior, acrescido da taxa de crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) apurada dois anos antes. O salário de 2016, por exemplo, será reajustado pelo INPC de 2015, acrescido da taxa de crescimento real do PIB de Nós não podemos vivenciar uma realidade que vai gerar para 100% dos aposentados do Brasil em 8 anos a perspectiva de receber um salário mínimo Deputado André Figueiredo

6 6 Sob a justificativa de combater a crise e tirar as contas do vermelho, a Petrobrás colocou à venda participações em seis blocos de petróleo, incluindo cinco áreas de pré-sal e uma de pós-sal nas bacias de Santos (SP) e Campos (RJ). A transação faz parte do pacote de alienação de patrimônio e ultrapassa os US$ 4 bilhões. A expectativa é que os negócios sejam fechados este ano. Para combater esse equívoco, o deputado André apresentou Projeto de Decreto Legislativo que impede a operação. O parlamentar usou a palavra em Plenário para explicar que a venda é inconstitucional pois se baseia em uma lei que trata sobre aquisição de patrimônio, não alienação. Para André, a Petrobras pertence ao povo brasileiro e não deve, de forma alguma, ser alienada. Não podemos aceitar que mais uma vez recursos que deveriam ser utilizados na educação e na saúde sejam entregues ao capital internacional. Não podemos satisfazer os grandes conglomerados em detrimento do povo brasileiro, afirmou o deputado. Recursos para o Nordeste De autoria de André, a Câmara dos Deputados aprovou a destinação de 30% de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para financiamentos que beneficiem as regiões Norte e Nordeste. A emenda à Medida Provisória 663/14, que aumenta em R$ 50 bilhões o limite de recursos que o banco poderá emprestar com subvenção econômica da União, totalizando R$ 452 bilhões, é uma forma de reduzir as desigualdades regionais. Para o deputado, a emenda corrige uma injustiça histórica do BNDES, que aporta, em percentual, um volume de recursos bem inferior ao que representa a população das regiões Norte e Nordeste. "Nós sabemos os esforços para tentar reduzir desigualdades regionais, mas acreditamos que essa emenda vem aperfeiçoar o caráter social do BNDES, que é para o desenvolvimento econômico e social do país", disse. Por mais desenvolvimento André se mantém firme na defesa da maior empresa brasileira, patrimônio nacional, a Petrobras. E alerta: "a Petrobras não pode ser guiada apenas pela visão do lucro dos seus investidores, pela visão do mercado ou do capital estrangeiro, mas deve sim priorizar ações estratégicas e de desenvolvimento regional do país", afirmou. O parlamentar cearense se referia a retomada dos projetos de construção das refinarias Premium I, no Maranhão, e Premium II, no Ceará, suspensos sob a alegação de falta de parceiros. A refinaria representaria para o povo cearense um aumento de 40% no PIB do estado. A PETROBRAS É DO BRASIL

7 Paridade das carreiras do Judiciário De relatoria do deputado André, o Projeto de Lei 7924/14 que reajusta o subsídio da carreira dos defensores públicos federais foi aprovado no Plenário da Câmara dos Deputados. A proposta garante equilíbrio e paridade salarial entre as carreiras do sistema judiciário federal, garantindo autonomia funcional e administrativa em relação a outras carreiras como do Ministério Público da União e da Magistratura Federal, que possuem subsídios superiores. Para o líder pedetista, os parlamentares compreenderam que a matéria é importante para corrigir uma diferença histórica. Valorizar uma categoria tão importante quanto a dos defensores é o mesmo que valorizar o sistema judiciário brasileiro. Estamos trabalhando na valorização de uma categoria que está perdendo seus quadros por conta da assimetria entre quem julga e quem acusa. E justamente quem defende os necessitados tem um salário aquém das demais carreiras. MENOS JUROS Desde o início do mandato, André vem criticando o modelo de política econômica adotado pelo governo que beneficia o sistema financeiro em detrimento dos trabalhadores e aposentados. O PDT vem alertando para os riscos dessa escolha, mas cada vez mais o governo se identifica com governos passados que mantiveram o Brasil em longos períodos de recessão e aprofundaram a desigualdade e a exclusão social. Para o deputado, o PDT continuará caminhando na contramão desta política econômica, reforçando a oposição ao ministro da Fazendo, Joaquim Levy, e seu receituário neoliberal. 7 ESTATUTO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA O deputado André tem se dedicado a apoiar projetos que garantam a inclusão das pessoas com deficiência, como o que cria o Estatuto da Pessoa com Deficiência (PL 7699/06). Nesse texto, que aguarda apenas sanção presidencial, ficará definido o que é considerado deficiência, políticas públicas e incentivos para ingresso no mercado de trabalho, com criação de auxílio específico, além de prever atendimento prioritário em órgãos públicos. A futura norma deverá ser conhecida como Lei Brasileira da Inclusão da Pessoa com Deficiência LBI e terá como base a Convenção da ONU sobre o tema, o primeiro tratado internacional de direitos humanos a ser incorporado pelo Brasil como emenda constitucional.

8 ANDRÉ FIGUEIREDO Deputado Federal - PDT/CE CÂMARA DOS DEPUTADOS - Praça dos Três Poderes - Anexo IV - Gabinete Brasília/DF CEP: Tel: (61) Fax: (61) ESCRITÓRIO FORTALEZA - Av. Santos Dumont, 3131/A - Sala Aldeota - Fortaleza/CE CEP: Tel: (85) deputadoandrefigueiredo andrepdt12 Deputado Federal Andre Figueiredo EXPEDIENTE Publicação do Gabinete do Deputado André Figueiredo (PDT/CE). Redação: Assessoria de Comunicação/Agências de Notícias. Fotografias: Divulgação / Liderança do PDT / Shutterstock / Freepik / Câmara dos Deputados. Projeto Gráfico e Diagramação: Media House Comunicação. Tiragem: 10 mil exemplares.

PARECER Nº, DE 2015. RELATOR: Senador DELCÍDIO DO AMARAL

PARECER Nº, DE 2015. RELATOR: Senador DELCÍDIO DO AMARAL PARECER Nº, DE 2015 Da COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DEFESA NACIONAL, sobre o Projeto de Decreto Legislativo nº 155, de 2015 (nº 62, de 2015, na origem), de autoria da Comissão de Relações Exteriores

Leia mais

GRUPO DE TRABALHO QUE PROMOVE A CÂMARA DE NEGOCIAÇÃO DEDESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

GRUPO DE TRABALHO QUE PROMOVE A CÂMARA DE NEGOCIAÇÃO DEDESENVOLVIMENTO ECONÔMICO GRUPO DE TRABALHO QUE PROMOVE A CÂMARA DE NEGOCIAÇÃO DEDESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DESTINADA A DISCUTIR PROPOSTAS QUE INTERESSAM À CLASSE TRABALHADORA E AOS EMPRESÁRIOS EMENDA SUBSTITUTIVA GLOBAL

Leia mais

Defesa dos Serviços e Trabalhadores Públicos Brasileiros e o. Não Pagamento da Dívida Pública

Defesa dos Serviços e Trabalhadores Públicos Brasileiros e o. Não Pagamento da Dívida Pública Defesa dos Serviços e Trabalhadores Públicos Brasileiros e o Não Pagamento da Dívida Pública O endividamento público vem pautando a vida do povo brasileiro sob diversas formas, especialmente a partir da

Leia mais

Pela revogação das Medidas Provisórias 664 e 665

Pela revogação das Medidas Provisórias 664 e 665 Boletim Econômico Edição nº 56 fevereiro de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Pela revogação das Medidas Provisórias 664 e 665 As duas medidas visam economizar R$ 18 bilhões

Leia mais

Em defesa da Saúde pública para todos

Em defesa da Saúde pública para todos Boletim Econômico Edição nº 57 março de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Em defesa da Saúde pública para todos 1 A saúde pública faz parte do sistema de Seguridade Social

Leia mais

Fórum de Diálogo IBAS

Fórum de Diálogo IBAS Fórum de Diálogo IBAS, e do Sul Integração SUL-SUL Fórum de Mulheres FÓRUM De DIÁLOGO IBAS, e do Sul O Fórum IBAS é uma iniciativa trilateral entre, e do Sul, desenvolvida para promover a cooperação Sul-

Leia mais

Medidas Provisórias 664 e 665 ( Pacote Levy ): mudanças no seguro-desemprego, abono salarial, auxílio-doença, pensão por morte OTAVIO PINTO E SILVA

Medidas Provisórias 664 e 665 ( Pacote Levy ): mudanças no seguro-desemprego, abono salarial, auxílio-doença, pensão por morte OTAVIO PINTO E SILVA Medidas Provisórias 664 e 665 ( Pacote Levy ): mudanças no seguro-desemprego, abono salarial, auxílio-doença, pensão por morte OTAVIO PINTO E SILVA Pacote Levy No dia 30 de dezembro de 2014, o Governo

Leia mais

Análise Semanal. Edição nº 23 10/07/15 CONJUNTURA ECONÔMICA. Mais um plano

Análise Semanal. Edição nº 23 10/07/15 CONJUNTURA ECONÔMICA. Mais um plano Mais um plano CONJUNTURA ECONÔMICA A chave da agenda positiva tão perseguida pelo governo federal em tempos de crise política e volta da inflação parece ser a preservação dos empregos. Na última terça-feira

Leia mais

As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais

As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais Secretaria de Estudos, Pesquisas e Políticas Públicas e Secretaria de Formação Política e Sindical. SINDICATO DOS TRABALHADORES

Leia mais

Email enviado em 09/09/2015 pedindo a presidente Dilma Rousseff pedindo mudanças no REDOM

Email enviado em 09/09/2015 pedindo a presidente Dilma Rousseff pedindo mudanças no REDOM Email enviado em 09/09/2015 pedindo a presidente Dilma Rousseff pedindo mudanças no De: Mario Avelino [mailto:marioavelino@domesticalegal.org.br] Enviada em: quarta-feira, 9 de setembro de 2015 23:50 Para:

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 66 agosto de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor Econômico

Boletim Econômico Edição nº 66 agosto de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor Econômico Boletim Econômico Edição nº 66 agosto de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor Econômico Considerações técnicas sobre a Conjuntura econômica e a Previdência Social 1 I - Governo se perde

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI Nº 7.032, DE 2010 (Apenso PL nº 4, de 2011)

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI Nº 7.032, DE 2010 (Apenso PL nº 4, de 2011) COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI Nº 7.032, DE 2010 (Apenso PL nº 4, de 2011) Altera os 2º e 6º do art. 26 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que fixa as diretrizes e bases da educação

Leia mais

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO A CUT e as centrais sindicais negociaram com o governo

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Segurança proíbe depósitos de terceiros em contas de presidiários

CÂMARA DOS DEPUTADOS Segurança proíbe depósitos de terceiros em contas de presidiários ASSESSORIA PARLAMENTAR INFORMATIVO 14 DE NOVEMBRO DE 2014 CÂMARA DOS DEPUTADOS Segurança proíbe depósitos de terceiros em contas de presidiários A intenção é evitar que condenados usem essas contas para

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA GABINETE DO MINISTRO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL 21/12/2015

MINISTÉRIO DA FAZENDA GABINETE DO MINISTRO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL 21/12/2015 MINISTÉRIO DA FAZENDA GABINETE DO MINISTRO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL 21/12/2015 DISCURSO DO MINISTRO NELSON BARBOSA POR OCASIÃO DA SOLENIDADE DE TRANSMISSÃO DE CARGO Senhoras e Senhores, Em primeiro

Leia mais

Responsabilidades e desafios do setor público quanto ao direito à educação

Responsabilidades e desafios do setor público quanto ao direito à educação Responsabilidades e desafios do setor público quanto ao direito à educação Cleuza Rodrigues Repulho Dirigente Municipal de Educação de São Bernardo do Campo/ SP Presidenta da Undime A Undime como organização

Leia mais

1.- PONTO ELETRÔNICO . (A)

1.- PONTO ELETRÔNICO . (A) PAUTA: 1.- Ponto eletrônico 2.- Simples Nacional 3.- Inadimplência 4.- Cenário / Perspectivas Econômicas Anuidades Escolares 2012 5.- Outros Assuntos de Interesse da Categoria ---- Número de Horas e Dias

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL PARECER N.

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL PARECER N. PARECER N.º, DE 2015 Opina acerca do Acordo sobre Constituição da Rede Internacional do Bambu e do Ratã, celebrado em Pequim, em 6 de novembro de 1997, nos termos da MSC n.º 379/2014. I RELATÓRIO A Excelentíssima

Leia mais

A GESTÃO DA FORÇA DE TRABALHO NO SETOR PÚBLICO SOB O PRISMA PREVIDENCIÁRIO. Marcus Vinícius de Souza Maria Thais da Costa Oliveira Santos

A GESTÃO DA FORÇA DE TRABALHO NO SETOR PÚBLICO SOB O PRISMA PREVIDENCIÁRIO. Marcus Vinícius de Souza Maria Thais da Costa Oliveira Santos A GESTÃO DA FORÇA DE TRABALHO NO SETOR PÚBLICO SOB O PRISMA PREVIDENCIÁRIO Marcus Vinícius de Souza Maria Thais da Costa Oliveira Santos Painel 46/162 Uma visão de longo prazo da Força de Trabalho no setor

Leia mais

O RPPS: Uma Perspectiva Internacional. Heinz P. Rudolph Economista Financeiro Líder Banco Mundial Brasilia, 14 de Outubro de 2014

O RPPS: Uma Perspectiva Internacional. Heinz P. Rudolph Economista Financeiro Líder Banco Mundial Brasilia, 14 de Outubro de 2014 O RPPS: Uma Perspectiva Internacional Heinz P. Rudolph Economista Financeiro Líder Banco Mundial Brasilia, 14 de Outubro de 2014 Fonte: Banco Mundial O Brasil é um país jovem... (ainda) com o gasto previdenciário

Leia mais

BRICS Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul

BRICS Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul MECANISMOS INTER-REGIONAIS BRICS Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul O que faz o BRICS? Desde a sua criação, o BRICS tem expandido suas atividades em duas principais vertentes: (i) a coordenação

Leia mais

Processo Legislativo

Processo Legislativo Processo Legislativo Os Projetos de Lei Ordinária e de Lei Complementar são proposições que visam regular toda a matéria legislativa de competência da Câmara e devem ser submetidos à sanção do prefeito

Leia mais

INVESTIMENTOS FEDERAIS EM TRANSPORTE 1-2015

INVESTIMENTOS FEDERAIS EM TRANSPORTE 1-2015 Maio de 215 INVESTIMENTOS FEDERAIS EM TRANSPORTE 1-215 Investimentos Diretos da União (Orçamento Fiscal da União) 2 - Transporte - acumulado até abril/215 (R$ milhões) Valor Pago (exercício 215) Restos

Leia mais

contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas, e a PEC 63, que resgata o ATS.

contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas, e a PEC 63, que resgata o ATS. Neste ano histórico em que completa 60 anos de vitoriosa trajetória associativa, a Amagis é agraciada ao ser escolhida para sediar, novamente, onze anos depois, outro importante encontro integrativo como

Leia mais

Política e Sistema de Promoção e Proteção do Emprego PROPOSTA DAS CENTRAIS SINDICAIS

Política e Sistema de Promoção e Proteção do Emprego PROPOSTA DAS CENTRAIS SINDICAIS Política e Sistema de Promoção e Proteção do Emprego PROPOSTA DAS CENTRAIS SINDICAIS Novembro, 2013 1 Política e Sistema de Promoção e Proteção do Emprego PROPOSTA DAS CENTRAIS SINDICAIS Novembro, 2013

Leia mais

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013 Matérias na Câmara PEC 185/2012 Acrescenta parágrafos ao art. 37 da Constituição Federal para estabelecer data certa para a revisão geral anual da remuneração dos servidores públicos e dá outras providências.

Leia mais

DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ

DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ EIXO 1 DIREITO À SAÚDE, GARANTIA DE ACESSO E ATENÇÃO DE QUALIDADE Prioritária 1: Manter o incentivo aos Programas do Núcleo Apoio da Saúde da Família

Leia mais

TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR DIRETA

TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR DIRETA De: Gabinete do Vereador Jimmy Pereira Para: Ação Jovem Brasil Resposta à solicitação de Informações para a formação do Índice de Transparência da Câmara do Rio TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR

Leia mais

PL 8035/2010 UMA POLÍTICA DE ESTADO. Plano Nacional de Educação 2011/2020. Maria de Fátima Bezerra. Deputada Federal PT/RN

PL 8035/2010 UMA POLÍTICA DE ESTADO. Plano Nacional de Educação 2011/2020. Maria de Fátima Bezerra. Deputada Federal PT/RN PL 8035/2010 Plano Nacional de Educação 2011/2020 UMA POLÍTICA DE ESTADO Maria de Fátima Bezerra Deputada Federal PT/RN Presidente da Comissão de Educação e Cultura da Câmara Federal O PNE foi construído

Leia mais

COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA PROJETO DE LEI Nº 3.728, DE 2012

COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA PROJETO DE LEI Nº 3.728, DE 2012 COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA PROJETO DE LEI Nº 3.728, DE 2012 Dispõe sobre o apoio tecnológico a micro e pequenas empresas e dá outras providências. Autor: Deputado ARIOSTO

Leia mais

PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA

PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA Regulamenta o inciso VIII do artigo 206 da Constituição Federal, para instituir o piso salarial profissional

Leia mais

O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde

O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde Informativo interativo eletrônico do CNS aos conselhos de Saúde Brasília, junho de 2006 Editorial O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde A aprovação unânime do Pacto pela Saúde na reunião

Leia mais

Bala Rocha na Comissão de Direitos Humanos

Bala Rocha na Comissão de Direitos Humanos Bala Rocha na Comissão de Direitos Humanos O PDT escolheu os nomes de Pompeo de Mattos (RS) e de Sebastião Bala Rocha (AP) para ocupar, respectivamente, a presidência e a vice-presidência da Comissão de

Leia mais

1 de 5 16/11/2011 08:20

1 de 5 16/11/2011 08:20 1 de 5 16/11/2011 08:20 Nome E-mail OK Quarta-Feira, 16 de Novembro de 2011 Palavra chave 2 de 5 16/11/2011 08:20 Home Artigos Biblioteca Revista Notícias Informativo Galeria de Fotos Humor Livro de Visitas

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº 1.922, DE 1999 Inclui a invenção de medicamentos para prevenção e tratamento da Síndrome de Imunodeficiência Adquirida SIDA/AIDS e de seu processo

Leia mais

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA 2 Caixa, patrimônio dos brasileiros. Caixa 100% pública! O processo de abertura do capital da Caixa Econômica Federal não interessa aos trabalhadores e à população

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI N o 1.638, DE 2011 (Apenso o Projeto de Lei nº 294, de 2011) Altera a Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, para dispor sobre o período de carência

Leia mais

Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social

Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social Na mesma semana em que os trabalhadores brasileiros tomaram as ruas e conseguiram suspender a votação do Projeto de Lei

Leia mais

O que fazer para reformar o Senado?

O que fazer para reformar o Senado? O que fazer para reformar o Senado? Cristovam Buarque As m e d i d a s para enfrentar a crise do momento não serão suficientes sem mudanças na estrutura do Senado. Pelo menos 26 medidas seriam necessárias

Leia mais

A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff

A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff Homero de Oliveira Costa Revista Jurídica Consulex, Ano XV n. 335, 01/Janeiro/2011 Brasília DF A reforma política, entendida como o conjunto

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI N o 3.605, DE 2008 Acrescenta 1º ao art. 10 da Lei nº 7.998, de 11 de janeiro de 1990, que Regula o Programa de Seguro- Desemprego,

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Setembro 2011 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

A ascensão dos subdesenvolvidos. Geografia Professor Daniel Nogueira

A ascensão dos subdesenvolvidos. Geografia Professor Daniel Nogueira GE GRAFIA A ascensão dos subdesenvolvidos Geografia Professor Daniel Nogueira Os grupos econômicos são grupos de países com comportamento econômico específico. Geralmente economias com aspectos semelhantes.

Leia mais

Plano Nacional de Educação

Plano Nacional de Educação Plano Nacional de Educação Sistema Nacional de Educação O poder público deverá instituir, em lei específica, contados 2 (dois) anos da publicação desta Lei, o Sistema Nacional de Educação, responsável

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 42 setembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 42 setembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Boletim Econômico Edição nº 42 setembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Eleição presidencial e o pensamento econômico no Brasil 1 I - As correntes do pensamento econômico

Leia mais

O NOVO SISTEMA PREVIDENCIÁRIO PARA O SERVIDOR PÚBLICO

O NOVO SISTEMA PREVIDENCIÁRIO PARA O SERVIDOR PÚBLICO O NOVO SISTEMA PREVIDENCIÁRIO PARA O SERVIDOR PÚBLICO MEIRELES 1, Jéssica Maria da Silva KATAOKA 2, Sheila Sayuri Centro de Ciências Sociais Aplicadas /Departamento de Finanças, Contabilidade e Atuária

Leia mais

ELEIÇÕES 2008 A RELAÇÃO ENTRE VEREADORES, ADMINISTRAÇÕES PETISTAS E O MOVIMENTO SINDICAL SUGESTÕES

ELEIÇÕES 2008 A RELAÇÃO ENTRE VEREADORES, ADMINISTRAÇÕES PETISTAS E O MOVIMENTO SINDICAL SUGESTÕES ELEIÇÕES 2008 A RELAÇÃO ENTRE VEREADORES, ADMINISTRAÇÕES PETISTAS E O MOVIMENTO SINDICAL 1) INTRODUÇÃO SUGESTÕES Ao longo dos seus vinte e oito anos e com a experiência de centenas de administrações que

Leia mais

PARCERIA BRASILEIRA PELA ÁGUA

PARCERIA BRASILEIRA PELA ÁGUA PARCERIA BRASILEIRA PELA ÁGUA Considerando a importância de efetivar a gestão integrada de recursos hídricos conforme as diretrizes gerais de ação estabelecidas na Lei 9.433, de 8.01.1997, a qual institui

Leia mais

RESOLUÇÕES DO V ENCONTRO NACIONAL DO RAMO DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO DA CTB

RESOLUÇÕES DO V ENCONTRO NACIONAL DO RAMO DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO DA CTB RESOLUÇÕES DO V ENCONTRO NACIONAL DO RAMO DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO DA CTB O Encontro Nacional do Ramo da Construção e do Mobiliário da CTB, este ano em sua 5ª edição, realizado nos dias 28 e 29 de

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO. PROJETO DE LEI N o 4.106, DE 2012 I RELATÓRIO

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO. PROJETO DE LEI N o 4.106, DE 2012 I RELATÓRIO COMISSÃO DE EDUCAÇÃO PROJETO DE LEI N o 4.106, DE 2012 Regulamenta o exercício da profissão de Supervisor Educacional, e dá outras providências. Autor: Deputado ADEMIR CAMILO Relator: Deputado ARTUR BRUNO

Leia mais

ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL. (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000)

ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL. (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000) ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000) PLANO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE LONDRINA

Leia mais

Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas econômicas do governo

Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas econômicas do governo Cliente: Trade Energy Veículo: Portal R7 Assunto: Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas Data: 21/01/2015 http://noticias.r7.com/economia/saiba-o-que-vai-mudar-no-seu-bolso-com-as-novas-medidaseconomicas-do-governo-21012015

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 7.032, DE 2010

PROJETO DE LEI Nº 7.032, DE 2010 COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI Nº 7.032, DE 2010 Altera os 2º e 6º do art. 26 da lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que fixa as diretrizes e bases da educação nacional, para instituir,

Leia mais

Saúde pública de qualidade para cuidar bem das pessoas: direito do povo brasileiro

Saúde pública de qualidade para cuidar bem das pessoas: direito do povo brasileiro Saúde pública de qualidade para cuidar bem das pessoas: direito do povo brasileiro Objetivos da 15ª. Reafirmar, impulsionar e efetivar os princípios e diretrizes do SUS- saúde como DH Mobilizar e estabelecer

Leia mais

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO PROJETO DE LEI N o 3.620, DE 2012 Proíbe o aumento dos preços dos produtos de primeira necessidade em municípios atingidos por desastres naturais,

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 416, DE 2008

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 416, DE 2008 MEDIDA PROVISÓRIA Nº 416, DE 2008 NOTA DESCRITIVA FEVEREIRO/2008 Nota Descritiva 2 2008 Câmara dos Deputados. Todos os direitos reservados. Este trabalho poderá ser reproduzido ou transmitido na íntegra,

Leia mais

Getúlio Vargas e a Era Vargas

Getúlio Vargas e a Era Vargas Getúlio Vargas e a Era Vargas http://www.suapesquisa.com/vargas/ AGOSTO RUBEM FONSECA Getúlio Vargas e a Era Vargas: ASPECTOS A RESSALTAR Vida de Getúlio Vargas; Revolução

Leia mais

enado restringe acesso a abono salarial e seguro-desemprego - 26/05/...

enado restringe acesso a abono salarial e seguro-desemprego - 26/05/... Senado restringe acesso a abono salarial e seguro-desemprego SOFIA FERNANDES EDUARDO CUCOLO VALDO CRUZ DE BRASÍLIA 26/05/2015 21h15 O Senado aprovou nesta terça (26) a medida provisória 665, que restringe

Leia mais

1 Informações diversas Projeto de Terceirização A Câmara dos Deputados concluiu dia 22/04 a votação do projeto de lei que regulamenta contratos de terceirização. O texto principal foi aprovado no último

Leia mais

SOBRE A RECOMPOSIÇÃO SALARIAL DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO

SOBRE A RECOMPOSIÇÃO SALARIAL DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO SOBRE A RECOMPOSIÇÃO SALARIAL DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO Os 120.000 servidores do Judiciário Federal no Brasil, familiares e amigos contam com seu apoio para a aprovação da recomposição

Leia mais

Situação previdenciária do Estado do RS. Darcy Francisco Carvalho dos Santos Economista e contador Março/2011

Situação previdenciária do Estado do RS. Darcy Francisco Carvalho dos Santos Economista e contador Março/2011 Situação previdenciária do Estado do RS Darcy Francisco Carvalho dos Santos Economista e contador Março/2011 Despesa previdenciária dos principais estados Em % da RCL, 2009 Evolução do déficit previdenciário,

Leia mais

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Este guia pretende nortear os Grupos Escoteiros do Brasil a desenvolverem um

Leia mais

MENSAGEM Nº 110, DE 2007

MENSAGEM Nº 110, DE 2007 COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL MENSAGEM Nº 110, DE 2007 Submete à consideração do Congresso Nacional, o texto do Memorando de Entendimento sobre Cooperação Trilateral em Agricultura

Leia mais

TEMA: EDUCAÇÃO. Disponível em: http://1.bp.blogspot.com/-0x0-0wiwl4g/twvi9xhqdfi/aaaaaaaaa0i/-vw1d7ch9dg/s1600/educacao5.jpg

TEMA: EDUCAÇÃO. Disponível em: http://1.bp.blogspot.com/-0x0-0wiwl4g/twvi9xhqdfi/aaaaaaaaa0i/-vw1d7ch9dg/s1600/educacao5.jpg 26 TEMA: EDUCAÇÃO TEXTO I Disponível em: http://1.bp.blogspot.com/-0x0-0wiwl4g/twvi9xhqdfi/aaaaaaaaa0i/-vw1d7ch9dg/s1600/educacao5.jpg TEXTO II EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO SOCIAL Lutar para elevar o nível

Leia mais

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ É bom saber... LEI Nº 12.618, DE 30 DE ABRIL DE 2012. Institui o regime de previdência complementar para os servidores públicos federais titulares de

Leia mais

stf.empauta.com 'Sessão secreta não é compatível com a Carta' NACIONAL ENTREVISTA

stf.empauta.com 'Sessão secreta não é compatível com a Carta' NACIONAL ENTREVISTA 'Sessão secreta não é compatível com a Carta' Lewandowski critica voto secreto no Congresso Para ministro do Supremo, "esse modo de pensar é incompatível com a Constituição" 'Sessão secreta não é compatível

Leia mais

PERFIS DE INVESTIMENTO

PERFIS DE INVESTIMENTO PERFIS DE INVESTIMENTO Índice 3 Apresentação 3 Como funciona a ELETROS? 4 Como são os investimentos em renda variável? 5 Como são os investimentos em renda fixa? 6 Como são os investimentos nos demais

Leia mais

Companheiros e companheiras,

Companheiros e companheiras, Companheiros e companheiras, Utilizada sob o falso argumento de modernizar as relações de trabalho e garantir a especialização no serviço, a terceirização representa na realidade uma forma de reduzir o

Leia mais

EDITAL MDS/PNUD. Qualificação de Parceiros para Implementação de Projetos de Inclusão Produtiva

EDITAL MDS/PNUD. Qualificação de Parceiros para Implementação de Projetos de Inclusão Produtiva EDITAL MDS/PNUD De 31/08/2005 (DOU) Qualificação de Parceiros para Implementação de Projetos de Inclusão Produtiva O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome - MDS e o Programa das Nações

Leia mais

Resolução de Questões- Tropa de Elite ATUALIDADES Questões- AULA 1-4 NILTON MATOS

Resolução de Questões- Tropa de Elite ATUALIDADES Questões- AULA 1-4 NILTON MATOS Resolução de Questões- Tropa de Elite ATUALIDADES Questões- AULA 1-4 NILTON MATOS 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. OBS: EM NEGRITO OS ENUNCIADOS, EM AZUL AS

Leia mais

ANO % do PIB (Aproximadamente) 2003 9% do PIB mundial 2009 14% do PIB mundial 2010 18% do PIB mundial 2013/2014 25% do PIB mundial

ANO % do PIB (Aproximadamente) 2003 9% do PIB mundial 2009 14% do PIB mundial 2010 18% do PIB mundial 2013/2014 25% do PIB mundial ANO % do PIB (Aproximadamente) 2003 9% do PIB mundial 2009 14% do PIB mundial 2010 18% do PIB mundial 2013/2014 25% do PIB mundial ANO Os BRICS EUA União Europeia PIB 2013 (aproximadamente) US$ 19 trilhões

Leia mais

POLÍTICA DE REAJUSTE DOS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS ACIMA DE UM SALÁRIO MÍNIMO RENATA BAARS

POLÍTICA DE REAJUSTE DOS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS ACIMA DE UM SALÁRIO MÍNIMO RENATA BAARS POLÍTICA DE REAJUSTE DOS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS ACIMA DE UM SALÁRIO MÍNIMO RENATA BAARS Consultora Legislativa da Área XXI Previdência e Direito Previdenciário JANEIRO/2010 Renata Baars 2 ÍNDICE INTRODUÇÃO...3

Leia mais

Fonte: Sepe/RJ, Dieese e IBGE Elaboração: Dieese - Subseção Sepe/RJ

Fonte: Sepe/RJ, Dieese e IBGE Elaboração: Dieese - Subseção Sepe/RJ Em praticamente todos os segmentos da sociedade, fala-se muito da importância da educação pública para o desenvolvimento de um povo, e no município do Rio de Janeiro não é diferente. Nas diversas instâncias

Leia mais

O DIREITO CONSTITUCIONAL NO BRASIL E NA CHINA: ANÁLISE COMPARATIVA

O DIREITO CONSTITUCIONAL NO BRASIL E NA CHINA: ANÁLISE COMPARATIVA SÃO PAULO RIO DE JANEIRO BRASÍLIA CURITIBA PORTO ALEGRE RECIFE BELO HORIZONTE LONDRES LISBOA XANGAI BEIJING MIAMI BUENOS AIRES O DIREITO CONSTITUCIONAL NO BRASIL E NA CHINA: ANÁLISE COMPARATIVA DURVAL

Leia mais

BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA E ENVELHECIMENTO ATIVO: CONQUISTAS E DESAFIOS

BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA E ENVELHECIMENTO ATIVO: CONQUISTAS E DESAFIOS BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA E ENVELHECIMENTO ATIVO: CONQUISTAS E DESAFIOS Cristiane Cinat Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP - Franca cricriblue@hotmail.com Introdução

Leia mais

Estimados colegas representantes dos países membros do Fórum das Federações, Embaixadores e delegados

Estimados colegas representantes dos países membros do Fórum das Federações, Embaixadores e delegados PRESIDENCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Assunto: DISCURSO DO EXMO. SUBCHEFE DE ASSUNTOS FEDERATIVOS DA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS DA

Leia mais

CAPÍTULO I: DA NATUREZA E FINALIDADE

CAPÍTULO I: DA NATUREZA E FINALIDADE REGULAMENTO DOS NÚLCLEOS DE ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS E INDÍGENAS (NEABIs) DO IFRS Aprovado pelo Conselho Superior do IFRS, conforme Resolução nº 021, de 25 de fevereiro de 2014. CAPÍTULO I: DA NATUREZA

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 30 maio de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 30 maio de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Boletim Econômico Edição nº 30 maio de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico A crise financeira do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT)? 1 Déficit no FAT deve subir para R$

Leia mais

Relatório Mensal - Setembro de 2013

Relatório Mensal - Setembro de 2013 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor O Ibovespa emplacou o terceiro mês de alta consecutiva e fechou setembro com valorização de 4,65%. Apesar dos indicadores econômicos domésticos ainda

Leia mais

CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO

CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO HQ se lga! i CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO Defender a CONSTITUINTE é um erro! Erro, por que? A direita vai aproveitar uma Constituinte

Leia mais

DECLARAÇÃO FINAL Quebec, 21 de setembro de 1997

DECLARAÇÃO FINAL Quebec, 21 de setembro de 1997 DECLARAÇÃO FINAL Quebec, 21 de setembro de 1997 Reunidos na cidade de Quebec de 18 a 22 de setembro de 1997, na Conferência Parlamentar das Américas, nós, parlamentares das Américas, Considerando que o

Leia mais

APOSENTADORIA ESPECIAL DO POLICIAL CIVIL

APOSENTADORIA ESPECIAL DO POLICIAL CIVIL APOSENTADORIA ESPECIAL DO POLICIAL CIVIL José Heitor dos Santos Promotor de Justiça/SP Silvio Carlos Alves dos Santos Advogado/SP A Lei Complementar Paulista nº. 1.062/08, que disciplina a aposentadoria

Leia mais

COMO SE ASSOCIAR 2014

COMO SE ASSOCIAR 2014 2014 QUEM SOMOS FUNDADO EM 2004, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA, QUE SE DEDICA À PROMOÇÃO

Leia mais

PANORAMA NOVEMBRO / 2014

PANORAMA NOVEMBRO / 2014 PANORAMA NOVEMBRO / 2014 O mês de novembro foi pautado pelas expectativas em torno da formação da equipe econômica do governo central brasileiro. Muito se especulou em torno dos nomes que ocuparão as principais

Leia mais

PARLAMENTO EUROPEU. Comissão do Desenvolvimento PROJECTO DE PARECER. destinado à Comissão dos Assuntos Externos

PARLAMENTO EUROPEU. Comissão do Desenvolvimento PROJECTO DE PARECER. destinado à Comissão dos Assuntos Externos PARLAMENTO EUROPEU 2004 ««««««««««««Comissão do Desenvolvimento 2009 PROVISÓRIO 2004/2168(INI) 22.2.2005 PROJECTO DE PARECER da Comissão do Desenvolvimento destinado à Comissão dos Assuntos Externos sobre

Leia mais

Antonio Bulhões Deputado Federal - PRB/SP

Antonio Bulhões Deputado Federal - PRB/SP Caros amigos e amigas, Comemoramos, no último dia 1º de Outubro, o Dia Internacional da Terceira Idade. Por essa razão, estamos trazendo uma matéria referente ao Estatuto do Idoso, que contém informações

Leia mais

Audiência Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) Senado Federal

Audiência Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) Senado Federal Audiência Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) Senado Federal Brasília 22 de março o de 2009 Inovação Chave para a competitividade das empresas e o desenvolvimento do país Determinante para o aumento

Leia mais

META NACIONAL 20- ampliar o investimento público em educação pública de forma a atingir, no mínimo, o patamar de 7% (sete por cento) do Produto

META NACIONAL 20- ampliar o investimento público em educação pública de forma a atingir, no mínimo, o patamar de 7% (sete por cento) do Produto META NACIONAL 20- ampliar o investimento público em educação pública de forma a atingir, no mínimo, o patamar de 7% (sete por cento) do Produto Interno Bruto - PIB do País no 5 o (quinto) ano de vigência

Leia mais

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 3 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO DE EMPREGADOS 11- FOLHA SALÁRIO DA PATROCINADORA

Leia mais

Crescimento Econômico Brasileiro e o temor da Inflação

Crescimento Econômico Brasileiro e o temor da Inflação BRICS Monitor #4 V.1 n 4 Crescimento Econômico Brasileiro e o temor da Inflação Fevereiro de 2011 Núcleo de Análises de Economia e Política dos Países BRICS BRICS Policy Center / Centro de Estudos e Pesquisa

Leia mais

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Roteiro 1. Contexto 2. Por que é preciso desenvolvimento de capacidades no setor

Leia mais

Proposta de ajustes nas despesas do FAT e da Previdência. 29 de Dezembro de 2014

Proposta de ajustes nas despesas do FAT e da Previdência. 29 de Dezembro de 2014 Proposta de ajustes nas despesas do FAT e da Previdência 29 de Dezembro de 2014 Políticas para o Mercado de Trabalho nos governos Lula e Dilma 2 Aumento do poder de negociação dos trabalhadores, com forte

Leia mais

Título A terceirização sob a perspectiva do interesse público Veículo Congresso em Foco Data 23 dezembro 2014 Autores Claudio J. D.

Título A terceirização sob a perspectiva do interesse público Veículo Congresso em Foco Data 23 dezembro 2014 Autores Claudio J. D. Título A terceirização sob a perspectiva do interesse público Veículo Congresso em Foco Data 23 dezembro 2014 Autores Claudio J. D. Sales e Richard Lee Hochstetler Este ano o Supremo Tribunal Federal

Leia mais

GOVERNOS INTENSIFICAM ATAQUES AOS NOSSOS DIREITOS! A

GOVERNOS INTENSIFICAM ATAQUES AOS NOSSOS DIREITOS! A BOLETIM DA REDE Nº 97 08/04/2016 GOVERNOS INTENSIFICAM ATAQUES AOS NOSSOS DIREITOS! A nossa resposta deve ser na luta e com greve! A nossa indignação deve ultrapassar os muros das Escolas e UMEIs diante

Leia mais

COMISSÃO DA AMAZÔNIA, INTEGRAÇÃO NACIONAL E DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL

COMISSÃO DA AMAZÔNIA, INTEGRAÇÃO NACIONAL E DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL COMISSÃO DA AMAZÔNIA, INTEGRAÇÃO NACIONAL E DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL PROJETO DE LEI No 2.405, DE 2007 Estabelece a obrigatoriedade de as agências financeiras oficiais de fomento aplicarem, no mínimo,

Leia mais

CARTA DO COMITÊ BRASILEIRO DE DEFENSORAS/ES DOS DIREITOS HUMANOS À MINISTRA DA SECRETARIA DOS DIREITOS HUMANOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

CARTA DO COMITÊ BRASILEIRO DE DEFENSORAS/ES DOS DIREITOS HUMANOS À MINISTRA DA SECRETARIA DOS DIREITOS HUMANOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CARTA DO COMITÊ BRASILEIRO DE DEFENSORAS/ES DOS DIREITOS HUMANOS À MINISTRA DA SECRETARIA DOS DIREITOS HUMANOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Brasília,12 de Dezembro de 2012. O Comitê Brasileiro de Defensoras/es

Leia mais

Fábio José Garcia dos Reis Dezembro de 2010

Fábio José Garcia dos Reis Dezembro de 2010 Estados Unidos: a polêmica em torno do financiamento do governo federal que beneficia as IES com fins lucrativos e aumenta o endividamento dos estudantes Fábio José Garcia dos Reis Dezembro de 2010 No

Leia mais

s bandeiras de luta do movimento sindical atual, eu significado e importância para os trabalhadore

s bandeiras de luta do movimento sindical atual, eu significado e importância para os trabalhadore s bandeiras de luta do movimento sindical atual, eu significado e importância para os trabalhadore 40 HORAS SEMANAIS SEM REDUÇÃO SALARIAL A luta pela redução da jornada acontece desde os primórdios do

Leia mais

data PROJETO DE LEI N 8035/2010. 1 Supressiva 2. Substitutiva 3. Modificativa 4. Aditiva 5. Substitutivo global

data PROJETO DE LEI N 8035/2010. 1 Supressiva 2. Substitutiva 3. Modificativa 4. Aditiva 5. Substitutivo global Página Artigo: 6º Parágrafo: Único Inciso Alínea EMENDA MODIFICATIVA O parágrafo único do Artigo 6º do PL n 8035 de 2010, passa a ter a seguinte redação: Art. 6º... Parágrafo único. O Fórum Nacional de

Leia mais