FILOSOFIA. De acordo com o texto e com os conhecimentos sobre o tema, ASSINALE a(s) alternativa(s) CORRETA(s).

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FILOSOFIA. De acordo com o texto e com os conhecimentos sobre o tema, ASSINALE a(s) alternativa(s) CORRETA(s)."

Transcrição

1 Filosofia FILOSOFIA 1) Mas logo em seguida, adverti que, enquanto eu queria assim pensar que tudo era falso, cumpria necessariamente que eu, que pensava, fosse alguma coisa. E, notando que esta verdade eu penso, logo existo era tão firme e tão certa que todas as mais extravagantes suposições dos céticos não seriam capazes de a abalar, julguei que poderia aceitá-la, sem escrúpulo, como o primeiro princípio da Filosofia que procurava. (DESCARTES, R. Meditações. Trad. De J. Guisnburg & Bento Prado Júnior. São Paulo: Nova Cultural, p. 92. Coleção Os Pensadores.). De acordo com o texto e com os conhecimentos sobre o tema, ASSINALE a(s) alternativa(s) CORRETA(s). (01) Para Descartes, não podemos conhecer nada com certeza, pois tudo quanto pensamos está sujeito à falsidade. (02) O eu penso, logo existo expressa uma verdade instável e incerta, o que fez Descartes ser vencido pelos céticos. (04) A expressão eu penso, logo existo representa a verdade firme e certa com a qual Descartes fundamenta o conhecimento e a ciência. (08) As extravagantes suposições dos céticos não impediram Descartes de encontrar uma verdade que servisse como princípio para a filosofia. (16) No momento inicial de sua dúvida metódica, Descartes, ao acreditar que tudo era falso, colocava em dúvida sua própria existência. A soma correta é: 2) A filosofia encontra-se escrita neste grande livro que continuamente se abre perante nossos olhos (isto é, o Universo). Ele está escrito em língua matemática, os caracteres são triângulos, circunferências e outras figuras geométricas. Sem estes meios, é impossível entender humanamente as palavras; sem eles nós vagamos perdidos dentro de um obscuro labirinto. (GALILEU. Apud. COTRIM. Fundamentos da filosofia: história e grandes temas. 16ª Ed., São Paulo: Saraiva, p.133.) De acordo com o texto acima, e com seus conhecimentos sobre a ciência da natureza em Galileu, assinale a alternativa CORRETA. a) De acordo com os princípios de sua ciência, Galileu depositava grande crédito no método indutivo, pois este possuiria melhor alcance nos resultados da investigação da natureza. b) O passo decisivo da física galileana concentrava-se na realização de experimentos para comprovar uma tese, sem a necessidade de recorrer às elaborações do raciocínio matemático. c) Quanto ao movimento, Galileu seguiu as teorias de Aristóteles que distinguia o movimento qualitativo do movimento quantitativo, para considerar toda mudança apenas do ponto de vista qualitativo (corpos pesados ou leves). d) Um dos aspectos centrais da ciência da natureza em Galileu está na realização de experimentos com o auxílio indispensável da matemática, pois, para ele, a matemática é o meio instrumental capaz de enunciar e traduzir as regularidades observadas nos fenômenos naturais. e) O que dá validade científica aos processos intelectuais de Galileu é que os resultados de suas pesquisas jamais precisariam ser submetidos à comprovação empírica, bastando, apenas, se localizarem no campo da abstração. 3) O príncipe, portanto, não deve se incomodar com a reputação de cruel, se seu propósito é manter o povo unido e leal. De fato, com uns poucos exemplos duros poderá ser mais clemente do que outros que, por muita piedade, permitem os distúrbios que levem ao assassínio e ao roubo. MAQUIAVEL, N. O Príncipe, São Paulo: Martin Claret, No século XVI, Maquiavel escreveu O Príncipe, reflexão sobre a Monarquia e a função do governante. A manutenção da ordem social, segundo esse autor, baseava-se na a)inércia do julgamento de crimes polêmicos. b)bondade em relação ao comportamento dos mercenários. c)compaixão quanto à condenação de transgressões religiosas. d)neutralidade diante da condenação dos servos. e)conveniência entre o poder tirânico e a moral do príncipe. 4) Nos séculos XVI e XVII os conflitos religiosos se disseminaram por toda a Europa provocando guerras e impondo um ambiente de perseguição e fanatismo. Diante desse contexto, o aparecimento de alternativas de paz envolveu o princípio de tolerância que pode ser associado à seguinte opção: a)as crenças e opiniões devem ser expressas somente na intimidade. b)os seres humanos devem respeitar as crenças e opiniões uns dos outros. c)o Estado tem o dever de impedir que os seres humanos adotem crenças e opiniões falsas. d)a opinião verdadeira tem o direito de se impor a todos os seres humanos. e)a minoria deve adotar as opiniões e crenças da maioria. 1

2 Filosofia 5) A ciência moderna sofreu uma série de transformações em relação à ciência antiga. Assinale a alternativa que apresenta uma das características da ciência moderna resultante dessa transformação. a)a submissão do saber ao conhecimento teórico, para o qual é irrelevante a aplicação prática dos conhecimentos adquiridos. b)a subordinação da razão humana à fé religiosa, com a defesa da concepção de verdade como revelação. c)a primazia da análise das qualidades dos corpos em si mesmos, tais como cor, odor, tamanho e peso. d)a valorização do saber experimental, que visa à apropriação, ao controle e à transformação da natureza. e)o predomínio da concepção de natureza hierarquizada, segundo uma ordem divina. 6) E quando considero que duvido, isto é, que sou uma coisa incompleta e dependente, a ideia de um ser completo e independente, ou seja, de Deus, apresenta-se a meu espírito com igual distinção e clareza; e do simples fato de que essa ideia se encontra em mim, ou que sou ou existo, eu que possuo esta ideia,concluo tão evidentemente a existência de Deus e que a minha depende inteiramente dele em todos os momentos da minha vida, que não penso que o espírito humano possa conhecer algo com maior evidência e certeza. (DESCARTES, René. Meditações. Trad. de Jacó Guinsburg e Bento Prado Júnior.São Paulo: Nova Cultural, p ) Com base no texto, é correto afirmar: a) O espírito possui uma ideia obscura e confusa de Deus, o que impede que esta ideia possa ser conhecida com evidência. b) A ideia da existência de Deus, como um ser completo e independente, é uma consequência dos limites do espírito humano. c) O conhecimento que o espírito humano possui de si mesmo é superior ao conhecimento de Deus. d) A única certeza que o espírito humano é capaz de provar é a existência de si mesmo, enquanto um ser que pensa. e) A existência de Deus, como uma ideia clara e distinta, é impossível de ser provada. 7)Marilena Chauí, em Convite à Filosofia, afirma que a filosofia entendida como aspiração ao conhecimento racional, lógico e sistemático da realidade natural e humana, da origem e causas do mundo e de suas transformações, da origem e causa das ações humanas e do próprio pensamento é um fato tipicamente grego. Nesse sentido, a autora atribui essa afirmação ao fato a) das outras culturas não demonstrarem sabedoria e conhecimento da natureza e dos seres humanos relevantes. b) da Filosofia ser um modo de pensar e exprimir os pensamentos que surgiu especificamente com os gregos. c) das descobertas gregas se sobreporem às outras civilizações, demonstrando o domínio conhecido na Grécia antiga. d) de a cultura grega ter sido absorvida pelos romanos à época da sua dominação e, posteriormente, ter sido absorvida pelos povos bárbaros. e) de ser a única cultura grafada em arquivos históricos, o que permite que as suas bases sejam consultadas para pesquisas até os dias atuais. 8)Descartes, em seu livro Princípios da Filosofia, no capítulo em que aborda o princípio do conhecimento humano, cita várias ações que caracterizam a atitude de pensar. Dentre as alternativas abaixo, qual NÃO se enquadra no ato de pensar? a) Sonhar. b) Compreender. c) Refletir. d) Olhar. e) Entender. 9)Descartes, em seu livro Princípios da Filosofia, no capítulo em que aborda o princípio do conhecimento humano, afirma que existem coisas nas quais podemos confiar e coisas das quais devemos duvidar. Tendo em vista o ponto de vista de Descartes quanto às coisas sensíveis e às ações matemáticas, assinale a alternativa CORRETA. a) Deve-se confiar nas coisas sensíveis e desconfiar das ações matemáticas. b) Deve-se confiar nas ações matemáticas e desconfiar das coisas sensíveis. c) Deve-se confiar tanto nas coisas sensíveis quanto nas ações matemáticas. d) Deve-se desconfiar tanto das coisas sensíveis quanto das ações matemáticas. e) Deve-se confiar nas ações matemáticas e nas coisas sensíveis, somente se ambas possuírem alguma ligação entre si. 10)Durante quase toda a Idade Média, o pensamento teológico-político de Santo Agostinho se manteve predominante. De acordo com a doutrina agostiniana da política, é correto afirmar que: a) Os reis não estão submetidos às leis divinas, mas sim, e tão somente, os seus súditos. b) Os súditos têm o direito natural de combater os reis quando esses exercem sobre eles um poder tirânico e injusto. c) A finalidade de toda comunidade política é a felicidade terrena. d) Os reinos terrenos derivam do Pecado humano, e por isso são tão degradados quanto os homens que os fundaram. e) A cidade terrena foi fundada pela natureza, que fez o homem um animal social. 2

3 Filosofia 11) A relação da filosofia com sua história não coincidir como a da ciência com a sua, pois neste último caso são duas coisas distintas: a ciência, por um lado, e, por outro, o que foi a ciência, isto é, sua história. São independentes, e a ciência pode ser conhecida e cultivada independentemente da história do que foi, porquanto pode ser construída a partir de um objeto e do saber que em dado momento se possui acerca dele. Na filosofia o problema é ela mesma; além disso, este problema é formulado em cada caso consoante a situação histórica e pessoal em que se encontra o filósofo, e esta situação está, por sua vez, determinada em boa medida pela tradição filosófica em que se encontra situada: todo o passado filosófico já vai incluído em cada ação de filosofar[...] A filosofia é histórica, e sua história lhe pertence essencialmente. E, por outro lado, a história da filosofia não é uma mera informação erudita acerca das opiniões dos filósofos, mas a exposição verdadeira do conteúdo real da filosofia. "É, pois, com todo rigor, filosofia." MARÍAS, Julian. História da filosofia. Em relação à filosofia e o filosofar considere as afirmações a seguir: I. A filosofia é, sobretudo a experiência de um pensar permanente II. O filosofar sempre se faz a partir da tradição filosófica, não como um conhecimento de mera informação. III. O filosofar se faz como um processo substancial, pelo qual é estabelecido um diálogo crítico com a sua história. São afirmativas corretas: a) I, II e III b) I e II c) I e III d) II e III e) Apenas a I está correta. 12) A respeito da relação entre livre-arbítrio, determinismo e liberdade situada, assinale a opção incorreta. a) Na Grécia Antiga, a liberdade era exercida na vida publica, no espaço da polis, em que os cidadãos livres faziam política. b) O mundo explicado pelo determinismo é o da contingência, ou seja, o que pode ser de um jeito ou de outro, e não o da necessidade. c) A noção de livre arbítrio permaneceu na história, principalmente na tradição cristã, influenciando pensadores da filosofia moderna como Descartes e Kant. d) Na liberdade situada reconhecemos como seres determinados mas igualmente livres, ou seja, a liberdade é construída na ação, na pratica, conforme os desafios que se apresentam e) Livre arbítrio é a faculdade que tem o individuo de determinar, com base em sua consciência apenas, a sua própria conduta. 13)Descartes inicia sua obra filosófica fazendo um balanço de tudo o que sabia, ao final, conclui que tudo quanto aprendera tudo quanto sabia e tudo quanto conhecera pela experiência era duvidoso e incerto e acaba não aceitando nenhum dos conhecimentos aprendidos, a menos que pudesse provar racionalmente que eram certos e dignos de confiança. Enfim, submete todos os conhecimentos existentes em sua época e os seus próprios a um exame crítico que ficou conhecido como: a) duvida metódica b) duvida socrática c) duvida existente d) duvida filosófica e) duvida existente 14)Para ele, somos seres naturalmente afetivos, nosso corpo é diretamente afetado por outros corpos e afeta tantos outros. Esse afeto ou sentimento é, portanto, constitutivo de nosso corpo e de nossa alma: a) Aristóteles b) Immanuel Kant c) Baruch Espinoza d) Descartes e) Platão 15)O fato científico: a) consiste em um método de interpretação conceitual-filosófico, posterior ao procedimento analítico. b) é o procedimento analítico por excelência das ciências humanas, encarregado de vincular os elementos subjetivos e objetivos de um fenômeno. c) ou o objeto científico são dados empíricos espontâneos de nossa experiência cotidiana, arrolados pelos cientistas para verificação e classificação estatísticas. d) ou o objeto científico são dados empíricos construídos pela investigação científica. e) demonstra, prova e prevê uma teoria científica. 3

4 Filosofia 16)Sobre a filosofia Escolástica, pensamento desenvolvido entre os séculos IX e XV, é correto afirmar: a) Os escolásticos tentavam eliminar da filosofia as influências dos pensadores gregos. b) Os textos bíblicos fundamentavam as reflexões filosóficas dos escolásticos. c) Os escolásticos priorizavam nas escolas monacais os métodos elaborados por Platão. d ) Seus filósofos se preocupavam em elaborar uma filosofia cristã. e) Preocupados com os conhecimentos teológicos, os escolásticos menosprezavam as artes liberais. 17)Sobre o pensador Nicolau Maquiavel, é correto afirmar: a) Considerava que o político deveria agir com energia e vivacidade para alcançar o poder. b) Afirmava que cabe ao político utilizar todos os meios permitidos pela moral cristã para atingir seus objetivos. c) Considerava que os homens ofendem mais às pessoas que temem do que aos indivíduos que amam. d) Sua obra promove a autonomia da política em relação à religião, mas defende a sua subordinação à ética. e) Descreveu um modelo político ideal que deveria ser seguido por todos os monarcas do seu tempo. 18)Com relação à Filosofia Medieval, é correto afirmar: a) Buscava fundamentar a razão através da fé. b) Foi marcada pelo dualismo entre fé e razão. c) Comprovava que a existência de Deus somente poderia ser comprovada pela fé. d) Condenava a punição dos cidadãos, pois eram imagem e semelhança de Deus. e) Identificava a incompatibilidade entre fé e razão na busca do conhecimento. 19)Sobre as relações entre Ciência e Senso Comum, marque a alternativa FALSA, ou seja, aquela que não descreve adequadamente essa relação ou alguns de seus termos. a) "O senso comum e a ciência são expressões da mesma necessidade básica, a necessidade de compreender o mundo, a fim de viver melhor e sobreviver. E para aqueles que teriam a tendência de achar que o senso comum é inferior à ciência (...), por dezenas de milhares de anos os homens sobreviveram sem coisa alguma que se assemelhasse a essa nossa ciência". b) "O bom senso [ou senso comum] é simplesmente o depósito intelectual indiferenciado resultante da série de experiências fecundas da espécie, do grupo social e do indivíduo, que se transmite em forma não-sistemática, por herança racional, e não em caráter de conhecimento refletido". c) "O senso comum é marcado pela falta de qualquer conteúdo racional, não se constituindo em nenhum momento uma construção cognitiva válida. A ciência representa uma ruptura radical com o senso comum, ao substituí-lo por uma compreensão do real racionalmente construída. O senso comum é irracional e a ciência representa a racionalidade do ser humano". d) "Enquanto o saber comum observa um fato a partir do conjunto de dados sensíveis que formam a nossa percepção imediata, pessoal e efêmera do mundo, o fato científico é um fato abstrato, isolado do conjunto em que se encontra normalmente inserido e elevado a um grau de generalidade (...). Isso supõe uma capacidade de racionalização dos dados recolhidos, que nunca aparecem como dados brutos, mas sempre passíveis de interpretação". e) "A ciência não é um órgão novo do conhecimento. A ciência é a hipertrofia de capacidades que todos têm. Isto pode ser bom, mas pode ser muito perigoso. Quanto maior a visão em profundidade, menor a visão em extensão. A tendência da especialização [na ciência] é conhecer cada vez mais de cada vez menos. [Nesse sentido], a aprendizagem da ciência é um processo de desenvolvimento progressivo do senso comum. Só podemos ensinar e aprender partindo do senso comum de que o aprendiz dispõe". 20)Sobre as relações entre cultura, democracia e cidadania, analise as seguintes considerações: I. "A democracia, enquanto sistema político que privilegia a igualdade e a liberdade dos cidadãos, requer uma cultura dialógica, na qual todo ser pessoal enquanto ser livre é, enquanto tal, o sujeito da efetivação de sua própria vida individual e social, de tal modo que todos são portadores do direito de assumir a configuração da vida coletiva enquanto busca da efetivação dos direitos de todos". II. "A cidadania em sociedades marcadas por culturas fortemente religiosas ou ancoradas em modelos sociais hierarquizados rigidamente é caracterizada pela ausência de participação efetiva dos cidadãos nas decisões que dizem respeito às suas vidas; as pessoas nessas sociedades não têm vontade de exercer de alguma forma o poder, não se fazem ouvir na defesa de seus interesses e objetivos. A cidadania é marcada assim pela ausência do reconhecimento do conflito como algo legítimo". III. "As determinações constitutivas do conceito de democracia são as ideias de conflito, abertura e rotatividade. Nesse sentido, a democracia não pode sobreviver em uma cultura do pensamento único; o conflito próprio do pensamento divergente, da heterogeneidade democrática é incompatível com a ausência de abertura, de acesso amplo aos bens culturais e de liberdade de produção cultural pelos cidadãos. Além disso, a rotatividade efetiva do poder, própria da democracia, faz com que se instale uma participação dos cidadãos dos mais diferentes estratos da sociedade nas tomadas de decisão ao se verem representados legitimamente no exercício do poder político". 4

5 Filosofia IV. "Democracia significa, etimologicamente, "governo do povo", por isso nesse sistema político não há qualquer processo de organização institucional que possibilite a representação política. O povo é quem administra diretamente os negócios públicos, não podendo haver separação entre uma esfera pública e uma privada. A cidadania, nesse caso, é marcada pela liberdade total dos indivíduos na tomada de decisões, não havendo qualquer aparelho estatal coercitivo na regulação de suas ações. Em tal ordem política, a cultura não significa a completa liberdade de expressão, mas a completa identificação dos interesses públicos comuns a todos; a produção cultural deixa de ser diversificada, divergente, e se torna unidade, convergência, uma vez que os interesses individuais desaparecem". V. "Uma das primeiras tarefas de uma democracia deve ser a busca de instituições, para que as deliberações sobre a configuração da vida coletiva possam efetivar-se de forma adequada aos diferentes contextos históricos [e culturais], o que pode implicar a exigência de uma mudança estrutural. Isso revela, ao mesmo tempo, levada em consideração a historicidade constitutiva do ser pessoal, que a democracia é sempre um possível que nunca se realiza plenamente, pois seu horizonte é aberto, como o horizonte da vida do ser humano, e por essa razão mesma o risco do fracasso histórico é também permanente. [Daí porque a democracia ser propriamente uma tarefa constante da cidadania]". Com base nessas considerações, marque a alternativa CORRETA no tocante a uma tematização adequada das relações entre democracia, cidadania e cultura. a) As afirmações I, III e V são verdadeiras. b) As afirmações I, II e IV são verdadeiras. c) Todas as afirmações são falsas. d) As afirmações III e IV são verdadeiras. e) Todas as afirmações são verdadeiras. 21)O filósofo inglês Francis Bacon elaborou uma teoria conhecida como a crítica dos ídolos (a palavra ídolo vem do grego eidolon e significa "imagem"). De acordo com Bacon, existem quatro tipos de ídolos ou de imagens que formam opiniões cristalizadas e preconceitos, que impedem o conhecimento da verdade. Assim é correto afirmar que os ídolos são a) ídolos do templo, ídolos da escola, ídolos do teatro e ídolos da igreja b) ídolos da caverna, ídolos do fórum, ídolos do cinema e ídolos da tribo c) ídolos da taverna, ídolos do templo, ídolos do teatro e ídolos da tribo d) ídolos da escola, ídolos do fórum, ídolos do cinema e ídolos da igreja e) ídolos da caverna, ídolos do fórum, ídolos do teatro e ídolos da tribo 22)Embora a metafísica cristã seja uma reelaboração da metafísica grega, muitas das ideias gregas não poderiam ser aceitas pelo cristianismo. Deste modo, algumas diferenças acarretaram grandes mudanças na metafísica herdada dos gregos, entre elas pode-se afirmar que para eles: 1. o mundo (sensível e inteligível) é eterno; para os cristãos, o mundo foi criado por Deus a partir do nada e terminará no dia do Juízo Final 2. Deus é pessoal, é trino e por isso é dotado de intelecto (onisciente) e de vontade (onipotente); para os cristãos, a divindade é uma força cósmica racional, impessoal 3. o homem é um ser natural, dotado de corpo e alma, esta possuindo uma parte superior e imortal que é o intelecto ou a razão; para os cristãos, o homem é um ser misto, natural por seu corpo, mas sobrenatural por sua alma imortal 4. o conhecimento é uma atividade do intelecto (o êxtase místico de que falavam os neoplatônicos não era algo misterioso ou irracional, mas a forma mais alta da intuição intelectual); para os cristãos, a razão humana é limitada e imperfeita, incapaz de, por si mesma e sozinha, alcançar a verdade, precisando ser socorrida e corrigida pela fé e pela revelação Estão corretas apenas as afirmativas: a) 1, 3 e 4 b) 1, 2 e 3 c) 2, 3 e 4 d) 3 e 4 e) 2 e 4 23)Quais auxílios divinos sem, os quais, a vida ética - na Idade Média - seria impossível? 1. Aos humanos, cabe ignorar a vontade e a lei de Deus, cumprindo somente as leis humanas 2. Considerar que o ser humano é, em si mesmo e por si mesmo, incapaz de realizar o bem e as virtudes. Tal concepção leva a introduzir uma nova ideia na moral: a ideia do dever 3. Por meio da revelação, somente aos reis e governantes Deus tornou sua vontade e sua lei manifestas aos seres humanos, definindo eternamente o bem e o mal, a virtude e o vício, a felicidade e a infelicidade, a salvação e o castigo 4. Deve-se obedecer, obrigatoriamente e sem exceção, à lei divina revelada São corretas apenas os auxílios 5

6 Filosofia a) 1, 3 e 4 b) 1, 2 e 3 c) 2, 3 e 4 d) 3 e 4 e) 2 e 4 24)Acerca da obra "O Príncipe" de Maquiavel, é CORRETO afirmar que: a) O objetivo supremo do governo é perpetuar-se no poder, não importando os meios para atingir esse fim. b) O realismo político de Maquiavel não leva em conta considerações sobre justiça e moral, ainda que não deixe de assinalar determinados valores morais, os quais são considerados pelo autor como meios eficazes para a manutenção do poder. c) Segundo o autor, o príncipe deve ser um homem de virtù, ou seja, aquele que, conhecendo as circunstâncias e, valendo-se da liberdade de que o homem dispõe, é capaz de arrebatá-las a seu favor. d) O autor considera que, quando for necessário fazer o mal, é melhor que o príncipe o faça "todo de uma vez", enquanto que o bem deve ser feito aos poucos, para atrair a gratidão dos súditos. e) Todas as afirmativas anteriores estão corretas. 25)Para Sto. Agostinho, Fé e Razão devem trabalhar conjunta e solidariamente para o esclarecimento da verdade. Como crente, este religioso não podia considerar outra que não fosse a verdade cristã. Neste sentido, é CORRETO afirmar que: I. Sto. Agostinho buscou, gradativamente, traçar fronteiras entre Fé e Razão. II. Para Sto. Agostinho, a Razão é um obstáculo para o homem alcançar a fé. III. A Fé orienta e ilumina a Razão para conhecer a verdade. IV. A Razão, iluminada pela Fé, contribui para o esclarecimento da Fé. a) Somente I e II são verdadeiras. b) Somente II e III são verdadeiras. c) Somente I e IV são verdadeiras. d) Somente I e III são verdadeiras. e) Somente III e IV são verdadeiras. 26)O primeiro preceito do Discurso do Método de Descartes é: "não aceitar jamais nenhuma coisa como verdadeira se não a conhecer evidentemente como tal (...) e não incluir nos meus juízos nada além daquilo que se apresentar tão claro e distintamente que não tenha nenhuma ocasião de pô-la em dúvida". Seria correto afirmar que: a) Descartes, em seu método, duvida de tudo. b) Tudo no qual há dúvida não pode ser verdadeiro. c) Enquanto persistir a dúvida, não se pode ter a certeza de sua verdade. d) Descartes constitui seu método à base da dúvida nas coisas que estão claramente distintas. e) Havendo a dúvida, haverá também a implicação da verdade única. 27)Comente sobre a Teoria dos Ídolos de Bacon. 28)Qual a importância de Copérnico para a Filosofia Moderna? 29)Qual a concepção do Ser para Espinosa? 30) Explique qual era a finalidade do Argumento do Cógito para Descartes. 31)Apresente as principais mudanças ocorridas na filosofa após o advento da modernidade. 32)Qual a importância do Estado Moderno para a filosofia? 33)Explique o que Descartes quis dizer com a expressão: um novo modelo de ciência. 34)Explique por que Espinosa é considerado um filósofo determinista. 35)Por que Descartes é considerado um racionalista convicto? 36)Onde se aproximam e onde se distanciam os filósofos Descartes e Espinosa em relação a filosofia? 37)Por que a Igreja Católica foi tão influente na Idade Média? 38)Por que na Idade Moderna o ser humano distancia-se um pouco da ideia de Deus? 39)Explique o que é o bom senso para Descartes. 40) Comente sobre a moral provisória de Descartes. 6

7 Sociologia SOCIOLOGIA 1.Cada cultura tem suas virtudes, seus vícios, seus conhecimentos, seus modos de vida, seus erros, suas ilusões. Na nossa atual era planetária, o mais importante é cada nação aspirar a integrar aquilo que as outras têm de melhor, e a buscar a simbiose do melhor de todas as culturas. A França deve ser considerada em sua história não somente segundo os ideais de Liberdade-Igualdade-Fraternidade promulgados por sua Revolução, mas também segundo o comportamento de uma potência que, como seus vizinhos europeus, praticou durante séculos a escravidão em massa, e em sua colonização oprimiu povos e negou suas aspirações à emancipação. Há uma barbárie europeia cuja cultura produziu o colonialismo e os totalitarismos fascistas, nazistas, comunistas. Devemos considerar uma cultura não somente segundo seus nobres ideais, mas também segundo sua maneira de camuflar sua barbárie sob esses ideais. (Edgard Morin. Le Monde, Adaptado.) No texto citado, o pensador contemporâneo Edgard Morin desenvolve a) reflexões elogiosas acerca das consequências do etnocentrismo ocidental sobre outras culturas. b) um ponto de vista idealista sobre a expansão dos ideais da Revolução Francesa na história. c) argumentos que defendem o isolamento como forma de proteção dos valores culturais. d) uma reflexão crítica acerca do contato entre a cultura ocidental e outras culturas na história. e) uma defesa do caráter absoluto dos valores culturais da Revolução Francesa. 2. Sobre patrimônio material e imaterial no Brasil, é correto afirmar: a) As práticas e expressões culturais, para serem consideradas como bens imateriais, devem apresentar associação entre os objetos, artefatos e os lugares onde são desenvolvidos. b) O Palacete Pinho, o Parque Zoobotânico do Museu Emilio Goeldi e o Complexo do Ver-o-Peso são considerados como patrimônio imateriais do Brasil por resguardarem a memória dos povos indígenas. c) Os recursos naturais são bens culturais de patrimônio imaterial, por isso é grande o risco de desaparecerem, caso não sejam preservados por políticas sociais. d) O Ofício das Baianas de Acarajé agrega diferentes classes socioeconômicas, promovendo a equidade e a justiça social, e é caracterizado apenas como patrimônio material. e) Os bens materiais têm que apresentar uma prática cultural regular tal como ocorre, por exemplo, com o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, com o complexo cultural do Bumba meu Boi do Maranhão e com a Roda de Capoeira. 3. A complexidade do ambiente amazônico em muito influencia na vida das populações que fazem desse ambiente o seu habitat. Sobre o processo de adaptação humana nessa região, é correto afirmar: a) Os saberes tradicionais acumulados sobre o território foram substituídos pelo modo de trabalho semifeudal e pela prática do aviamento, o que possibilita o processo de adaptação humana em áreas ribeirinhas. b) As condições ambientais limitaram o desenvolvimento cultural das populações humanas amazônicas: um exemplo é o que ocorreu com grupos sociais indígenas, quilombolas e caboclos. c) Enfatizados nos estudos sócio-históricos sobre populações da região amazônica, os povos provenientes do continente africano determinaram os atuais modos de vida cabocla nesta região. d) Os saberes tradicionais dos povos indígenas foram constituídos e repassados de geração a geração a partir da oralidade. E desde tempos imemoriais, esses conhecimentos têm proporcionado a adaptação desses povos em diferentes contextos socioambientais. e) A atual população humana presente na Amazônia foi constituída, seguindo o exemplo do que tem ocorrido com a totalidade da população brasileira, a partir da miscigenação de povos oriundos do próprio continente americano. 4. Observe a charge ao lado: Nela percebemos como as pessoas são representantes das desigualdades existentes em seus grupos específicos de convivência social. Comunidade é uma dessas organizações e foi conceituada por alguns teóricos da Sociologia como forma de diferenciar do termo já existente, sociedade. Nessa perspectiva, é correto afirmar que comunidade a) é composta por pessoas que estão unidas por laços consanguíneos e baseados em relações espontâneas. b) é um conjunto de pessoas que podem satisfazer todos os seus objetivos no grupo. c) é constituída de grupos baseados na vontade livre das pessoas que os compõem. d) é a representação de uma realidade vivida pelos brasileiros, que possuem as condições sociais e econômicas para nela se organizarem e construírem novas formas de relação social. e) pode ser definida como heterogênea, pois as atividades e o estado de espírito são muito semelhantes para todas as pessoas. 7

8 Sociologia 5. O relativismo cultural é um princípio segundo o qual não é possível compreender, interpretar ou avaliar de maneira significativa os fenômenos sociais a não ser que sejam considerados em relação ao papel que desempenham no sistema cultural. Tendo por base o anúncio transcrito acima, é correto afirmar que a) relativizar é construir descrições exteriores sobre diferentes modos de vida. b) relativizar é uma tentativa de construir descrições e interpretações dos fatos culturais a partir do que nos dizem e do que fazem os atores destes fatos culturais. c) relativizar é uma defesa da homogeneidade cultural. d) é o reconhecimento da unidade biológica da espécie humana. Através dessa unidade biológica podemos explicar as realidades culturais e o comportamento das pessoas. e) o relativismo defende que todas as culturas tendem a se assemelhar com o passar do tempo, e que ao difundir nossos hábitos estamos colaborando com esse processo. 6. Leia o trecho da música Canto para minha morte, de Raul Seixas. Qual será a forma da minha morte? Uma das tantas coisas que eu não escolhi na vida. Seixas, Raul. Canto para minha morte. In: Há 10 mil anos atrás. [LP] Philips, Podemos dizer que a morte corresponde a um atributo universal dos seres vivos. Entretanto, há diversas formas de abordá-la. Sobre a forma como a sociologia aborda o tema, assinale a alternativa CORRETA. a) A morte é a parte essencial da vida. Entretanto, a sociologia está comprometida em fazer com que a morte violenta deixe de existir. b) A sociologia considera que a morte pode ser representada e compreendida de formas muito diversas, dependendo da cultura, da sociedade e da religião dos indivíduos. c) Não é a sociologia, mas a medicina e a biologia que devem estar preocupadas com o problema da morte. d) A sociologia está preocupada em fazer uma catalogação dos tipos de morte humana, como o suicídio, o assassinato e o genocídio. e) Todas as sociedades possuem medo da morte. É por isso que elas criaram a religião, que é uma forma de controlar esse medo. 7. (Ueg 2012) Não quero que a minha casa seja cercada de muros por todos os lados, nem que minhas janelas sejam tapadas. Quero que as culturas de todas as terras sejam sopradas para dentro de minha casa, o mais livremente possível. Mas recuso-me a ser desapossado da minha por qualquer outra. GANDHI, M. Relatório do desenvolvimento humano In: TERRA, Lygia; COELHO, Marcos de A. Geografia geral. São Paulo: Moderna, p.137. Considerando-se as ideias pressupostas, o texto a) afirma que a globalização aumentou, de modo sem precedente, os contatos e a união entre os povos e seus valores, reforçando o respeito às diferenças socioculturais. b) critica a intolerância com relação a outras culturas, gerando assim os conflitos comuns neste novo século. c) indica o reconhecimento à diversidade cultural, além das necessidades de afirmação e de identidade, seja étnica, seja cultural, seja religiosa. d) nega a existência da exclusão cultural e ressalta a homogeneização mundial e a superação/eliminação de fronteiras culturais. 8. Na regulamentação de matérias culturalmente delicadas, como, por exemplo, a linguagem oficial, os currículos da educação pública, o status das Igrejas e das comunidades religiosas, as normas do direito penal (por exemplo, quanto ao aborto), mas também em assuntos menos chamativos, como, por exemplo, a posição da família e dos consórcios semelhantes ao matrimônio, a aceitação de normas de segurança ou a delimitação das esferas pública e privada em tudo isso reflete-se amiúde apenas o autoentendimento ético-político de uma cultura majoritária, dominante por motivos históricos. Por causa de tais regras, implicitamente repressivas, mesmo dentro de uma comunidade republicana que garanta formalmente a igualdade de direitos para todos, pode eclodir um conflito cultural movido pelas minorias desprezadas contra a cultura da maioria. HABERMAS, J. A inclusão do outro: estudos de teoria política. São Paulo: Loyola, A reivindicação dos direitos culturais das minorias, como exposto por Habermas, encontra amparo nas democracias contemporâneas, na medida em que se alcança a) a secessão, pela qual a minoria discriminada obteria a igualdade de direitos na condição da sua concentração espacial, num tipo de independência nacional. b) a reunificação da sociedade que se encontra fragmentada em grupos de diferentes comunidades étnicas, confissões religiosas e formas de vida, em torno da coesão de uma cultura política nacional. c) a coexistência das diferenças, considerando a possibilidade de os discursos de autoentendimento se submeterem ao debate público, cientes de que estarão vinculados à coerção do melhor argumento. d) a autonomia dos indivíduos que, ao chegarem à vida adulta, tenham condições de se libertar das tradições de suas origens em nome da harmonia da política nacional. 8

9 Sociologia e) o desaparecimento de quaisquer limitações, tais como linguagem política ou distintas convenções de comportamento, para compor a arena política a ser compartilhada. 9. A estética nas diferentes sociedades vem geralmente acompanhada de marcas corporais que individualizam seus sujeitos e sua coletividade. Discos labiais, piercings, tatuagens, mutilações, pinturas, vestimentas, penteados e cortes de cabelo são algumas marcas reconhecíveis de um inventário possível das técnicas corporais em toda sua riqueza e diversidade. Embora universal, as formas das quais se valem os grupos e indivíduos para se marcarem corporalmente são vistas, às vezes, como estranhas a indivíduos que pertencem a outros grupos. Essa atitude de estranhamento em relação ao diferente é considerada conceitualmente como a) preconceito: reconhece no valor das raças o que é correto ou não na estética corporal. b) relativização: o outro é entendido nos seus próprios termos. c) etnocentrismo: só reconhece valor nos seus próprios elementos culturais. d) etnocídio: afasta o diferente e procura transformá-lo num igual. 10. No ano de 1933, a artista modernista Tarsila do Amaral ( ) pinta o quadro Operários, dando início à pintura social no Brasil. Sobre o tema da diversidade étnica, as teorias sociológicas afirmam que, sob a perspectiva cultural, a) os termos raça, etnia e cultura têm o mesmo significado analítico, no contexto brasileiro, quando utilizados por sociólogos e antropologos. b) as populações indígenas brasileiras foram classificadas, corretamente, como primitivas pelos colonizadores, porque são naturalmente mais vagarosas e atrasadas. c) os grupos biológicos de indivíduos que compartilham de uma história comum, feita de laços linguísticos e culturais, são tidos como pertencentes da mesma etnia. d) alguns elementos culturais, como o futebol, as comidas típicas e o carnaval, não podem ser objetos da análise sociológica por mascarar a desigualdade existente nas relações sociais. e) a chegada dos japoneses, em 1908, e a construção de uma nova identidade nacional com a implantação de suas associações civis, educativas e religiosas, foram o marco das relações inter-raciais no Brasil. 11)É correto afirmar que acompanham ou são conseqüências da atual fase de internacionalização da economia os seguintes fenômenos: 01) a reestruturação produtiva, que se refere ao conjunto das transformações que ocorreu nas tecnologias e nas relações de produção, causando, entre outros, o desaparecimento de algumas profissões e o desemprego estrutural. 02) o acirramento da competição tecnológica, que tem reordenado o padrão de acumulação capitalista e gerado grandes corporações globais, por meio de fusões de empresas que operam em um determinado setor econômico. 04) a alta rotatividade da mão-de-obra e formas mais flexíveis e precárias de contrato entre empregadores e empregados. 08) o fortalecimento das organizações sindicais, que têm assumido papel decisivo no conteúdo das mudanças em curso no mundo do trabalho. 16) o afrouxamento das leis contra imigração, já que os países mais ricos necessitam da mão-de-obra originária dos países que estão em uma posição econômica subordinada. A soma correta é: 12)Sobre as relações produtivas desenvolvidas por diferentes grupos sociais ao longo da história, assinale o que for correto. 01) Nas sociedades tribais, o trabalho humano está relacionado apenas à satisfação das necessidades básicas do homem, como, por exemplo, garantir a alimentação e o abrigo. Por isso, nesses casos, os processos de trabalho não geram relações propriamente sociais. 02) Segundo muitos autores, para alcançar a sua subsistência, nem todos os grupos humanos viveram de atividades produtivas, como ocorreu historicamente nas sociedades de pescadores, de coletores e de caçadores. 04) Alguns antropólogos afirmam que grupos indígenas, como os ianomâmis, podem ser considerados sociedades de abundância, pois dedicam poucas horas diárias às atividades produtivas, mas, apesar disso, têm suas necessidades materiais satisfeitas. Tais necessidades não são crescentes, como ocorre nas sociedades capitalistas. 08) Na sociedade feudal, a terra era o principal meio de produção, porém os direitos sobre ela pertenciam aos senhores. Os camponeses e os servos nunca podiam decidir o que produzir, para quem e quando trocar o fruto do seu trabalho. 16) O modo de produção escravista colonial que ocorreu no Brasil tinha as seguintes características principais: economia voltada para o mercado externo baseada no latifúndio, troca de matérias-primas por produtos manufaturados da metrópole e fraco controle da colônia sobre a comercialização. A soma Correta é: 9

10 Sociologia 13) Considerando que a produção e a circulação de bens e de serviços são o resultado da combinação de trabalho, matéria-prima e instrumentos de produção, assinale o que for correto. 01) Para Karl Marx, no capitalismo, os trabalhadores encontram-se alienados pelo fato de não se apropriarem dos resultados do seu trabalho nem controlarem o processo produtivo. 02) Na produção capitalista contemporânea, a ciência e a tecnologia tornaram-se forças produtivas e agentes de acumulação do capital. 04) As atividades relacionadas às artes e à atividade intelectual não podem ser consideradas trabalho, pois não produzem riqueza material. 08) No modo de produção asiático, os escravos e os camponeses entregavam a sua produção ao Estado, porém o excedente da produção era dividido igualmente por toda a população. 16) A partir das mudanças ocorridas em seu processo de produção, o sistema feudal entrou em declínio, assim, os países europeus predominantemente agrários lentamente se transformaram em urbano-industriais. A soma correta é: 14)A respeito da organização do processo produtivo na economia capitalista no período pós Segunda Guerra Mundial, assinale o que for correto. 01) A concentração espacial das distintas etapas do processo produtivo, o forte controle sobre elas e a acentuada hierarquização das funções constituem características do denominado modelo fordista. 02) Pode-se dizer que o toyotismo foi uma resposta à crise da economia capitalista mundial manifesta na década de Ele se caracterizou, entre outros fatores, pela exigência de maior versatilidade dos trabalhadores para o desempenho das funções. 04) O período em que vigorou hegemonicamente o modelo fordista foi acompanhado pela expansão dos serviços públicos. Nos países de capitalismo central, essa expansão produziu o denominado Estado de bem estar social. 08) O fordismo caracterizou-se por métodos que procuraram fazer que os próprios operários internalizassem a disciplina de trabalho necessária para a acumulação capitalista. Assim, dispensou a necessidade de várias funções intermediárias do processo produtivo. 16) Embora distintos, o fordismo e o toyotismo coincidiram, igualmente, com períodos de enfraquecimento das organizações sindicais dos trabalhadores. A soma correta é: 15)No final de 2000 o jornalista Scott Miller publicou um artigo no The Wall Street Journal, reproduzido no Estado de S. Paulo (13 dez. 2000), com o título Regalia para empregados compromete os lucros da Volks na Alemanha. No artigo ele afirma: A Volkswagen vende cinco vezes mais automóveis do que a BMW, mas vale menos no mercado do que a rival. Para saber por que, é preciso pegar um operário típico da montadora alemã. Klaus Seifert é um veterano da casa. Cabelo grisalho, Seifert é um planejador eletrônico de currículo impecável. Sua filha trabalha na montadora e, nas horas vagas, o pai dá aulas de segurança no trânsito em escolas vizinhas. Mas Seifert tem, ainda, uma bela estabilidade no emprego. Ganha mais de 100 mil marcos por ano ( euros), embora trabalhe apenas 7 horas e meia por dia, quatro dias por semana. Sei que falam que somos caros e inflexíveis, protesta o alemão durante o almoço no refeitório da sede da Volkswagen AG. Mas o que ninguém entende é que produzimos veículos muito bons. E quanto a lucros muito bons? A relação entre lucro capitalista e remuneração da força-de-trabalho pode ser abordada a partir do conceito de mais-valia, definido como aquele valor produzido pelo trabalhador [e] que é apropriado pelo capitalista sem que um equivalente seja dado em troca. (BOTTOMORE, Tom. Dicionário do pensamento marxista. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, p. 227). Com o intuito de ampliar a taxa de extração de mais-valia absoluta, qual seria a medida imediata mais adequada a ser tomada por uma empresa de automóveis? a) Aumentar o número de veículos vendidos. b) Transferir sua fábrica para regiões cuja força-de-trabalho seja altamente qualificada. c) Incrementar a produtividade por meio da automatização dos processos de produção. d) Ampliar os gastos com o capital constante, ou seja, o valor dispendido em meios de produção. e) Intensificar a produtividade da força de trabalho sem novos investimentos de capital. 16)Fordismo é um termo que se generalizou a partir da concepção de Antonio Gramsci, que o utiliza para caracterizar o sistema de produção e gestão empregado por Henry Ford, em sua fábrica, a Ford Motor Co., em Highland Park, Detroit, em O método fordista de organização do trabalho produziu surpreendente crescimento da produtividade, garantindo, assim, produção em larga escala para consumo de massa. O papel desempenhado pelo fordismo, enquanto sistema produtivo, despertou, por exemplo, a atenção de Charles Chaplin, que o retratou com ironia no filme Os Tempos Modernos. Assinale a alternativa que apresenta características desse método de gestão e de organização técnica da produção de mercadorias. a) Unidade entre concepção e execução, instaurando um trabalho de conteúdo enriquecido, preservando-se, assim, as qualificações dos trabalhadores. b) Substituição do trabalho fragmentado e simplificado, típico da Revolução Industrial, pelas ilhas de produção, onde o trabalho é realizado em equipes. 10

11 Sociologia c) Supressão progressiva do trabalhador taylorizado e, conseqüentemente, combate ao homem boi, realizador de trabalhos desqualificados, restituindo-se, em seu lugar, o trabalhador polivalente. d) Controle dos tempos e movimentos do trabalho, com a introdução da esteira rolante, e de salários mais elevados em relação à média paga nas demais empresas. e) Redução das distâncias hierárquicas no interior da empresa, como forma de estimular o trabalho em grupos, resultando em menos defeitos de fabricação e maior produção. 17)Sobre a exploração do trabalho no capitalismo, segundo a teoria de Karl Marx ( ), é correto afirmar: a) A lei da hora-extra explica como os proprietários dos meios de produção se apropriam das horas não pagas ao trabalhador, obtendo maior excedente no processo de produção das mercadorias. b) A lei da mais valia consiste nas horas extras trabalhadas após o horário contratado, que não são pagas ao trabalhador pelos proprietários dos meios de produção. c) A lei da mais-valia explica como o proprietário dos meios de produção extrai e se apropria do excedente produzido pelo trabalhador, pagando-lhe apenas por uma parte das horas trabalhadas. d) A lei da mais valia é a garantia de que o trabalhador receberá o valor real do que produziu durante a jornada de trabalho. e) As horas extras trabalhadas após o expediente constituem-se na essência do processo de produção de excedentes e da apropriação das mercadorias pelo proprietário dos meios de produção. 18) Todo sistema cultural tem sua própria lógica e não passa de um ato primário de etnocentrismo tentar transferir a lógica de um sistema para outro. (LARAIA, Roque. Cultura: Um conceito antropológico. 8 ed., Rio de Janeiro. Jorge Zahar, 1993). Considerando o texto acima, marque a alternativa correta acerca das afirmações a seguir: I - As sociedades tribais são tão eficientes para produzir cultura quanto qualquer outra, mesmo quando não possuem certos recursos culturais presentes em outras culturas. II - As sociedades selvagens são capazes de produzir cultura, mas estão mal adaptadas ao ambiente e, por isso, algumas nem sequer possuem o Estado. III - As chamadas sociedades indígenas são dotadas de recursos materiais e simbólicos eficientes para produzir cultura como qualquer outra, faltando-lhes apenas uma linguagem própria. IV - As chamadas sociedades primitivas conseguiram produzir cultura plenamente, ao longo do processo evolutivo, quando instituíram o Estado e as instituições escolares. a) I e II estão corretas. b) Apenas I está correta. c) I e III estão corretas. d) I e IV estão corretas. 19) O etnocentrismo pode ser definido como uma atitude emocionalmente condicionada que leva a considerar e julgar sociedades culturalmente diversas com critérios fornecidos pela própria cultura. Assim, compreende-se a tendência para menosprezar ou odiar culturas cujos padrões se afastam ou divergem dos da cultura do observador que exterioriza a atitude etnocêntrica. (...) Preconceito racial, nacionalismo, preconceito de classe ou de profissão, intolerância religiosa são algumas formas de etnocentrismo. (WILLEMS, E. Dicionário de Sociologia. Porto Alegre: Editora Globo, p. 125.) Com base no texto e nos conhecimentos de sociologia, assinale a alternativa cujo discurso revela uma atitude etnocêntrica: a) A existência de culturas subdesenvolvidas relaciona-se à presença, em sua formação, de etnias de tipo incivilizado. b) Os povos indígenas possuem um acúmulo de saberes que podem influenciar as formas de conhecimentos ocidentais. c) Os critérios de julgamento das culturas diferentes devem primar pela tolerância e pela compreensão dos valores, da lógica e da dinâmica própria a cada uma delas. d) As culturas podem conviver de forma democrática, dada a inexistência de relações de superioridade e inferioridade entre as mesmas. e) O encontro entre diferentes culturas propicia a humanização das relações sociais, a partir do aprendizado sobre as diferentes visões de mundo. 20) No Brasil e em outros países, o etnocentrismo fundamentou muitas práticas etnocidas e genocidas, oficiais e não-oficiais, contra populações culturalmente distintas das de origem européia, cristã e ocidental, principalmente indígenas e africanas. Discriminação de etnia e de classe social também se inclui entre as formas de etnocentrismo. Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, assinale a alternativa que apresenta uma interpretação contrária ao etnocentrismo. a) Quando nos referimos a uma raça, não individualizamos tipos dela, tomamo-la em sua acepção mais lata. E assim procedendo vemos que a casta negra é o atraso; a branca o progresso, a evolução[...] (Revista Brazil Médico, 1904.) 11

12 Sociologia b) Esta Lei regula a situação jurídica dos índios ou silvícolas e das comunidades indígenas, com o propósito de preservar a sua cultura e integrá-los, progressiva e harmoniosamente, à comunhão nacional. (Estatuto do Índio, Lei No 6001 de 19 de dezembro de 1973, Artigo 1º, ainda em vigor.) c) As sociedades humanas se desenvolvem por estádios ou estados que vão sendo superados sucessivamente: o estado teológico, o metafísico e o positivo. Os povos indígenas e as etnias afro-brasileiras encontram-se nos estádios teológico ou metafísico e, por essa razão, permanecem nos estratos sociais inferiores e marginais de nossa sociedade. (Baseado em Augusto Comte.) d) [...]segundo o que até aqui escrevi acerca dos Coroados [Kaingang] dos Campos Gerais, é evidente que, no seu estado selvagem, são eles superiores em inteligência, indústria e previdência a muitos outros povos indígenas, e talvez até em beleza. Dada essa circunstância, dever-se-ia pôr todo o empenho em aproximá-los dos homens de nossa raça e, após, encorajar os casamentos mistos entre eles e os paulistas pobres [...]. Devo dizer, porém, que é mais fácil matar e reduzir os Coroados à escravidão, do que despender tais esforços em seu favor. (Saint- Hilaire, V. E. Viagem à Comarca de Curitiba 1820.) e) O Estado garantirá a todos o pleno exercício dos direitos culturais e acesso às fontes da cultura nacional, e apoiará e incentivará a valorização e a difusão das manifestações culturais. 1- O Estado protegerá as manifestações das culturas populares, indígenas e afrobrasileiras, e das de outros grupos participantes do processo civilizatório nacional. (Constituição Federal de 1988 na Seção II Da Cultura, Art. 215.) 21) O que é etinicdade? 22) o que são políticas afirmativas? 23)o que é contracultura? 24)Existe uma diferença entre folclore e cultura popular? 25) O que é aculturação? 26)Qual é o impacto da industria cultural em uma sociedade? 27) Que tipo de relação podemos fazer entre raça e etnia? 28)Explique a expressão cabresto da cultura. 29) Existe alguma relação(positiva ou negativa) entre cultura popular e cultura erudita? 30)faça uma relação entre trabalho e classe social. 31)Explique os fatores que contribuíram para que o ser humano se tornasse sedentário. 32)O acúmulo de alimentos foi importante para que o homem se tornasse sedentário? Quais impactos positivos e negativos esse acúmulo de alimentos trouxe para humanidade? 33)Explique: a) mais valia: b) mais valia absoluta: c) mais valia relativa: 34) Explique como acontece uma crise de superprodução. 35) Por que a globalização foi uma saída para o capitalismo? 36) Quais são as características de um governo neoliberal? 37) O que são blocos econômicos? 38) Qual o significado de globalização para Robert Kurz? 39) Explique o fordismo? 40) Explique o toyotismo? 12

13 História 1 HISTÓRIA Em 1776, Adam Smith lançou o livro A Riqueza das Nações, que apresenta as bases da economia clássica. Segundo o autor, o crescimento econômico de uma nação depende a) da quantidade de ouro e prata que cada nação tem entesourados. b) do dirigismo econômico feito pelo Estado, pois apenas ao rei cabe conduzir sua nação. c) da natureza, pois terras áridas e clima desfavorável não trarão boas colheitas. d) da produtividade do trabalho, em função de seu grau de especialização. e) do comércio altamente desenvolvido através das companhias de comércio e dos monopólios O pensamento de Jean-Jacques Rousseau, fruto do Iluminismo do século XVIII, serve de base, até hoje, para a estrutura política de vários países democráticos ocidentais. Sobre essa realidade, assinale a alternativa CORRETA. a) No pensamento de Rousseau, gesta-se a teoria do Estado Contratualista. b) Os atuais regimes socialistas do ocidente condenam a propriedade privada com base nos textos de Rousseau. c) A teoria da tripartição do poder é herança do pensamento de Rousseau. d) A teoria contratualista foi desenvolvida por Rousseau na obra Origem da desigualdade social entre os homens. e) Na obra Do contrato social, Rousseau defende a propriedade privada Qual das alternativas a seguir apresenta apenas características associadas ao Liberalismo? a) Monarquia parlamentarista, mínima participação do estado na economia, propriedade privada e metalismo. b) O processo de cercamentos, tolerância religiosa, direito divino, crescimento urbano. c) Sistema de livre concorrência, monarquia parlamentarista, divisão entre os poderes, sufrágio universal. d) Livre comércio, o processo de cercamentos, a monarquia parlamentarista e o trabalho servil. e) Propriedade privada, livre comércio, igualdade perante a lei e mínima participação do estado na economia. 04. No apogeu da crítica ao Antigo Regime, o filósofo e escritor francês Denis Diderot ( ) afirmou: Os homens somente serão livres quando o último rei for enforcado nas tripas do último padre. Ao lado de D Alembert, Rousseau, Montesquieu, Voltaire e outros pensadores do seu tempo, Diderot produziu a famosa Enciclopédia, obra em 33 volumes, com artigos e ilustrações, redigida entre 1750 e Essa obra integrava um importante movimento filosófico conhecido como Iluminismo, que realizou forte crítica às monarquias de então e aos costumes da época, consolidando a modernidade. a) Aponte duas das principais ideias do Iluminismo. b) Analise a relação entre o pensamento iluminista e o surgimento do despotismo esclarecido, adotado por algumas monarquias europeias. 05.Durante o século XVIII, ganhou corpo na Europa o Iluminismo, um movimento intelectual que propunha a transformação das relações sociopolíticas que caracterizavam o Antigo Regime. Montesquieu e Rousseau, citados abaixo, são pensadores cujas ideias exemplificam as posições iluministas. Tudo estaria perdido se o mesmo homem ou o mesmo corpo dos principais, ou dos nobres, ou do povo, exercesse esses três poderes: o de fazer as leis, o de executar as resoluções públicas, e o de julgar os crimes ou as divergências dos indivíduos. MONTESQUIEU, Charles de. O espírito das leis. Brasília: Editora Universidade de Brasília, p (Pensamento Político). A primeira e mais importante consequência decorrente dos princípios até aqui estabelecidos é que só a vontade geral pode dirigir as forças do Estado de acordo com a finalidade de sua instituição, que é o bem comum, porque, se a oposição dos interesses particulares tornou necessário o estabelecimento das sociedades, foi o acordo desses mesmos interesses que o possibilitou.[...] Somente com base nesse interesse comum é que a sociedade pode ser governada. ROUSSEAU, Jean-Jacques. Os pensadores. São Paulo: Nova Cultural, p. 43. a) A partir dos fragmentos textuais acima, identifique uma característica do Antigo Regime e explique-a. b) Explique outras duas características do Antigo Regime às quais se opunha o pensamento iluminista O Iluminismo foi um movimento intelectual, portador de uma visão unitária do mundo e do homem, apesar da diversidade de leituras que lhe são contemporâneas, conservou uma grande certeza quanto à racionalidade do mundo e do homem, a qual seria imanente em sua essência. FALCON, F. J. C. Iluminismo, São Paulo: Ática, Adaptado. 13

14 História 1 Suas principais linhas de força foram: a) o pensamento crítico, o primado da razão, a antropologia e a pedagogia. b) a ideia de progresso, a antropologia, a manutenção das tradições e a explicação racional para tudo. c) o direito coletivo, o direito à propriedade, o primado da razão, a ideia de progresso. d) o sentimento humanitário, a futilidade da guerra, a manutenção das tradições e a explicação racional para tudo. e) a ideia de socialismo, o pensamento crítico, o antropocentrismo e o naturalismo. TEXTO: 1 - Comum à questão: 7 Se há muito riso quando um partido sobe, também há muita lágrima do outro que desce, e do riso e da lágrima se faz o primeiro dia da situação, como no Gênesis. [...] Os liberais foram chamados ao poder, que os conservadores tiveram de deixar. Não é mister dizer que o abatimento de Batista era enorme. Batista passeava, as mãos nas costas, os olhos no chão, suspirando, sem prever o tempo em que os conservadores tornariam ao poder. Os liberais estavam fortes e resolutos. D. Cláudia levantou-se da cadeira, rápida, e disparou esta pergunta ao marido: Mas, Batista, você o que é que espera mais dos conservadores? Batista parou com um ar digno e respondeu com simplicidade: Espero que subam. (Adaptado de Machado de Assis. Esaú e Jacó. Rio de Janeiro: Nova Aguillar, v.i. p. 1003) 07 - Os liberais mencionados no texto assim se denominavam por se considerarem seguidores do liberalismo. Assinale a alternativa que apresenta alguns dos princípios e bandeiras do liberalismo. a) Defesa do regime constitucional, respeito às liberdades individuais e aos direitos civis. b) Apoio às organizações trabalhistas, como os sindicatos, e às organizações empresariais e às mobilizações sociais. c) Oposição ao poder absolutista, aos valores do Antigo Regime e ratificação das decisões tomadas no Congresso de Viena. d) Repúdio aos valores iluministas, às monarquias constitucionais e aos privilégios nobiliárquicos e eclesiásticos. e) Estímulo à ilustração, ao despotismo esclarecido e à disseminação das ideias mercantilistas do Antigo Regime No decorrer do século XIX, as transformações propiciadas pela expansão do capitalismo industrial fortaleceram entre a burguesia a ideia de que a humanidade tendia a um constante progresso. Com relação à cultura burguesa e à ideia de progresso, assinale a afirmativa INCORRETA: a) Os burgueses acreditavam que o progresso beneficiaria o conjunto da população europeia. b) O liberalismo foi utilizado pela burguesia europeia na luta contra a aristocracia e seu modo de vida. c) O individualismo, o empreendedorismo e o apego à modernização eram valores difundidos pela burguesia. d) Os conceitos liberais não foram absorvidos pelos burgueses, pois não correspondiam a sua visão de mundo A respeito do iluminismo, movimento filosófico que se difundiu pela Europa ao longo do século XVIII, considere as seguintes afirmativas: 1. Muitos filósofos franceses, entre eles Montesquieu, Voltaire e Diderot, foram leitores, admiradores e divulgadores da filosofia política produzida pelos ingleses, como John Locke com sua crítica ao absolutismo. 2. Quanto à organização do Estado, os filósofos iluministas não eram contra a monarquia, mas contra as ideias de que o poder monárquico fora constituído pelo direito divino e de que ele não poderia ser submetido a nenhum freio. 3. A descoberta da perspectiva e a valorização de temas religiosos marcaram as expressões artísticas durante o iluminismo. 4. Em Portugal, o pensamento iluminista recebeu grande impulso das descobertas marítimas. Assinale a alternativa correta. a) Somente a afirmativa 1 é verdadeira. b) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras. c) Somente as afirmativas 1, 2 e 4 são verdadeiras. d) Somente as afirmativas 3 e 4 são verdadeiras. e) Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras Rousseau construiu uma obra que se apresentou significativa para a afirmação do mundo moderno. Historicamente, contribui para refletir sobre a educação quando escreveu a obra Emílio. No seu livro, Rousseau propõe: a) a manutenção das tradições cristãs, enfatizando a disciplina religiosa. b) o fim de muitos preconceitos, ressaltando a bondade humana. c) a prevalência do mando dos homens, pela sua capacidade de disciplinar. d) o cuidado com a ética, pois os humanos são egoístas e vaidosos. e) a ruptura com todas as religiões, cheias de superstições e preconceitos. 14

15 História É difícil libertar os tolos das amarras que eles veneram. A leitura engrandece a alma. Todo aquele que desconfia, convida os outros a traí-lo. O abuso da graça é afetação; o abuso do sublime, absurdo. Toda perfeição é um defeito. O valor dos grandes homens mede-se pela importância dos serviços prestados à humanidade. A guerra é o maior dos crimes, mas não existe agressor que não disfarce seu crime com pretexto de justiça. O meu ofício é dizer o que penso. A primeira lei da natureza é a tolerância; já que temos todos uma porção de erros e fraquezas. Devemos julgar um homem mais pelas suas perguntas que pelas respostas. O acaso é uma palavra sem sentido. Nada pode existir sem causa. Frases de Voltaire, pensador iluminista (www.suapesquisa.com/biografias/voltaire.htm) Os pensadores iluministas tiveram como princípio comum a) a República como único regime político democrático. b) a razão como portadora do progresso e da felicidade. c) os operários sindicalizados como base do poder político. d) o calvinismo como justificativa de riqueza material. e) o socialismo como alicerce do exercício da cidadania A partir dos anos 1760, foram impostas várias taxações. Foram criados a Lei do Açúcar, a Lei do Selo e os impostos sobre chá, papel, tintas, chumbo e vidro. A Lei do Selo determinava que todos os jornais e documentos legais e até mesmo cartas de baralho deveriam pagar um tributo e receber um selo estampado pelo governo para comprovar o recolhimento da taxação. O principal efeito dessas medidas foi a indignação dos grandes comerciantes e de toda a população, que se viu prejudicada com a iniciativa despótica. Assim, aconteceram vários conflitos, dando mostras da reação às taxações impostas. (Cabrini, Catelli e Montellato, História Temática: o mundo dos cidadãos. Adaptado) Consequência do processo descrito no trecho citado, o lema Sem representação não há taxação refere-se à a) Revolução Haitiana. b) Conjuração Baiana. c) Independência do Brasil. d) Independência dos EUA. e) Revolução Francesa Consideramos (...) que todos os homens são criados iguais, que são dotados pelo Criador de certos direitos inalienáveis, que entre estes estão a vida, a liberdade e a busca da felicidade. Que para garantir esses direitos são instituídos entre os homens governos que derivam os seus justos poderes do consentimento dos governados; que toda vez que uma forma qualquer de governo ameace destruir esses fins, cabe ao povo o direito de alterá-la ou aboli-la e instituir um novo governo, assentando a sua fundação sobre tais princípios e organizando-lhe os poderes da forma que pareça mais provável de proporcionar segurança e felicidade. A Declaração de Independência dos Estados Unidos. Rio de Janeiro: Zahar, 2004, p. 53. Sobre a Declaração de Independência dos Estados Unidos, é correto afirmar que: a) Defendia o princípio da igualdade de direitos dos seres humanos, mas condenava o direito à rebelião como uma afronta à ordem social. b) O radicalismo da sua formulação, com respeito ao direito de rebelião dos escravos, provocou forte reação dos proprietários de escravos em toda a América. c) Sua formulação foi baseada no ideário liberal-iluminista e acabou influenciando outros movimentos políticos na América e na Europa. d) Influenciada pelos tratadistas espanhóis, a declaração defendia a origem do poder divino e condenava a desobediência dos subordinados. e) A declaração sustentava que os governos poderiam cercear a liberdade dos indivíduos em nome da segurança e da felicidade coletivas A Guerra dos Sete Anos, iniciada em 1756, foi um confronto direto entre Inglaterra e França, devido à disputa pela posse do Vale do Ohio e, posteriormente, por outras áreas geográficas importantes para a configuração territorial do que se tornaria os Estados Unidos da América. A paz foi selada, em 1763, pelo Tratado de Paris, mediante uma série de disposições. Uma das disposições pertinentes a esse tratado de paz foi a a) entrega espanhola da Flórida para ingleses e franceses b) entrega aos ingleses do Haiti e da Martinica, nas Antilhas c) desistência francesa de fortificar seus entrepostos na Índia d) retomada francesa do controle da região da Luisiânia e) cessão do Canadá ao domínio político da Inglaterra 15

16 História As leis do Açúcar, do Selo, do Chá, dentre outras leis decretadas pela Inglaterra contra as Treze Colônias da América do Norte, expressavam a) a pressão do mercantilismo colonial monopolista de uma metrópole sobre a área colonial, visando obter maiores rendimentos com a cobrança desses impostos. b) o protecionismo da Inglaterra sobre as Treze Colônias, garantindo a supremacia desses gêneros produzidos na América, no mercado internacional. c) a vontade dos produtores e comerciantes das Treze Colônias, desejosos de garantir a produção e a exportação dos seus produtos para outras colônias da América. d) a expansão do pensamento econômico liberal, voltado para a livre concorrência e para o livre comércio. e) o projeto de expansão territorial das Treze Colônias em direção do interior, no fato histórico denominado marcha para o oeste A Constituição dos Estados Unidos da América, de 1787, é considerada a primeira experiência significativa de Estado federal. Isso se deve a) ao princípio constitucional baseado na pluralidade de centros de poder soberanos e coordenados. b) ao princípio constitucional caracterizado pela inexistência de leis gerais válidas para toda a nação. c) ao princípio constitucional baseado na absoluta submissão das unidades federativas ao governo central. d) ao princípio constitucional de garantia dos direitos individuais do cidadão e das minorias sociais. e) ao princípio constitucional baseado no corporativismo e na negação do direito de rebelião e insubordinação política Considere as seguintes afirmativas sobre a Independência dos EUA. I. Ocorreu na segunda metade do século XVIII, após uma série de conflitos de natureza econômica com os ingleses. A divergência residia no controle cada vez mais intenso que a Inglaterra pretendia exercer sobre os negócios das treze colônias americanas. II. Ocorreu no século XVIII e foi caracterizada pela violenta oposição que faziam entre si as colônias do Norte e as do Sul. Os nortistas era industrializados e minifundiários; os sulistas eram latifundiários escravistas. III. Foi proclamada pelo I Congresso Continental da Filadélfia, reunido em 1774, como uma resposta às investidas inglesas contra a autonomia comercial que as colônias desfrutavam até então. Das afirmativas acima, pode-se dizer que a) apenas I está correta. b) apenas II está correta. c) apenas I e II estão corretas. d) apenas II e III estão corretas. e) I, II e III estão corretas Que estas colônias unidas são e têm o direito de ser Estados livres e independentes, que estão desoneradas de qualquer lealdade para com a Coroa Britânica e que todo vínculo político entre elas e o Estado da Grã-Bretanha está e deve ficar totalmente dissolvido. Declaração de Independência dos Estados Unidos, 4 de julho de 1776, html Sobre a Declaração de Independência americana, é correto afirmar-se que a) é plena de propostas conservadoras e voltadas para o fisiocratismo. b) inspirada em J. Locke, sintetiza as ideias liberais e democráticas da época. c) possui trechos que indicam o fortalecimento do poder real na América. d) solucionou os problemas entre brancos e índios pela posse das terras do oeste Identifique, entre as afirmativas abaixo, a que se refere a consequências da Revolução Industrial: a) Redução do processo de urbanização, aumento da população dos campos e sensível êxodo urbano. b) Maior divisão técnica do trabalho, utilização constante de máquinas e afirmação do capitalismo como modo de produção dominante. c) Declínio do proletariado como classe na nova estrutura social, valorização das corporações e manufaturas. d) Formação, nos grandes centros de produção, das associações de operários denominadas trade unions, que promoveram a conciliação entre patrões e empregados. e) Manutenção da estrutura das grandes propriedades, com as terras comunais, e da garantia plena dos direitos dos arrendatários agrícolas Sobre a Revolução Industrial, iniciada na Inglaterra, na segunda metade do século XVIII, é válido afirmar que: 00. O pioneirismo inglês no processo da Revolução Industrial se deu graças à exploração econômica das regiões periféricas do sistema capitalista, e, consequentemente, foi um dos fatores da acumulação de capitais na Inglaterra. 01. Houve significativo crescimento das cidades graças ao êxodo rural. 16

17 História Devido à expansão do capitalismo industrial, ocorreu um processo de redistribuição de riqueza provocado pela crescente socialização dos meios de produção. 03. Essa é a época que se caracteriza pela marginalidade, desemprego estrutural e exploração desenfreada do trabalho de mulheres e crianças. 21 A revolução Industrial transformou profundamente a ordem econômica mundial. Suas origens na Inglaterra relacionam-se com o(a): a) Declínio da monarquia parlamentar. b) Liberação de mão-de-obra da cidade para o campo. c) Triunfo da ideologia liberal. d) Fortalecimento do sistema familiar de produção. e) Fim da hegemonia marítima A industrialização acelerada de diversos países, ao longo do século XIX, alterou o equilíbrio e a dinâmica das relações internacionais. Com a Segunda Revolução Industrial emergiu o Imperialismo, cuja característica marcante foi o(a): a) substituição das intervenções militares pelo uso da diplomacia internacional. b) busca de novos mercados consumidores para as manufaturas e os capitais excedentes dos países industrializados. c) manutenção da autonomia administrativa e dos governos nativos nas áreas conquistadas. d) procura de especiarias, ouro e produtos tropicais inexistentes na Europa. e) transferência de tecnologia, estimulada por uma política não-intervencionista Leia o texto que se segue. O notável erudito inglês do século XVI, Thomas Morus escreveu que na Inglaterra os carneiros estão a comer as pessoas. Em meados do século XVIII, o campesinato como classe tinha desaparecido do país. A terra estava nas mãos dos senhores, poderosos proprietários de terras, que a alugavam a lavradores para que estes a trabalhassem com ajuda de jornaleiros assalariados. Foi assim que o modo de produção capitalista se tornou predominante na agricultura inglesa. A. Z. Manfred, Do feudalismo ao capitalismo O texto acima refere-se: 00. Ao processo de cercamento das terras comunais que ocorreu na Inglaterra, do século XVI ao século XVIII. 01. À defesa, por parte de Thomas Morus, da expropriação dos camponeses. 02. Ao processo de acumulação primitiva do capital. 03. Ao desenvolvimento da produção de lã na Inglaterra Ao descrever o processo de desenvolvimento capitalista durante o século XIX, o historiador Eric Hobsbawm argumenta que o mundo se dividiu em dois setores : o primeiro identificado por países de economias avançadas e o segundo, em regiões onde o processo de desenvolvimento econômico e político foi menos intenso. Desse modo, segundo Hobsbawm, existia claramente um modelo geral referencial das instituições e estruturas adequadas a um país avançado, com algumas variações locais. a) Indique três características de um país avançado no século XIX. b) Que continente se destacou como centro do processo de desenvolvimento capitalista durante o século XIX? c) Identifique três países considerados avançados durante este período Os territórios da América colonial, onde foram encontradas grandes jazidas de metais preciosos, pertenciam à Espanha e a Portugal. Apesar dessas riquezas, Espanha e Portugal não se industrializaram no século XVIII, como a Inglaterra. Caracterize a relação entre exploração colonial, baixo desenvolvimento industrial dos países ibéricos e industrialização da Inglaterra. GABARITO 1. D 2. A 3. E 4. a) Serão consideradas, positivamente, as citações sobre as principais ideias do Iluminismo e suas respectivas características, entre outras citações afins ou correlatas: - O Iluminismo foi um movimento cultural e filosófico que agitou as elites durante o século XVIII na Europa, que mobilizou a razão no sentido de transformar a sociedade e o pensamento existentes e representou um momento de intenso intercâmbio cultural. - A principal ideia era o uso da razão e não da consciência religiosa como instrumento para a emancipação humana. - O Iluminismo constituiu-se como um conjunto de concepções de grande influência em diversos domínios: político, filosófico, social, econômico e cultural. - Outro pressuposto fundamental consistia na defesa da liberdade humana, reivindicando o fim de tudo aquilo que prendesse ou mantivesse os homens na servidão. Ele contestava o Absolutismo monárquico que defendia a tese do poder divino dos reais, visto defender a soberania como emanação da vontade da população. Nesse sentido, entendia que o poder deveria ser dividido, que sua autoridade 17

18 História 1 não deveria residir exclusivamente na vontade dos monarcas, daí derivaram todos os esforços da criação dos três poderes tal como propugnou Montesquieu e a reflexão sobre o poder nas mãos dos reis e imperadores, bem como a defesa do constitucionalismo. - Além de uma reação ao Absolutismo, o Iluminismo também representou uma reação contra a influência da Igreja na política e na vida sociocultural. Assim, reivindicava a necessidade de um ensino laico e da liberdade de culto. Para Voltaire, por exemplo, era fundamental a tolerância religiosa a fim de se evitarem as guerras e a perseguição. O peso da Igreja na vida cultural e a censura que esta promovia, a resistência às novas ideias entendidas como perigosas também surgia como um obstáculo a vencer. - O próprio nome do movimento, Luzes tal como era conhecido na França indica a negação da presença da Igreja como algo medieval, como uma era de obscurantismo e superstição que atravancaram o desenvolvimento humano. Outro desdobramento importante desse ideário foi a defesa da renovação, da produção e da difusão de novos saberes tal como preconizada por Diderot e D Alembert na elaboração d A enciclopédia. - Uma outra ideia fundamental presente no Iluminismo é a defesa de uma maior igualdade entre os homens, tal como surge nos textos de Rousseau e naquilo que definiu como vontade geral. Este pensador critica a desigualdade existente e reivindica maior participação política dos indivíduos no interior do Estado. Em suma, o Iluminismo utilizou a razão para combater a fé e a liberdade para se contrapor ao despotismo, transformando radicalmente o pensamento e as concepções de mundo posteriores. - Outro desdobramento nesse sentido foi o desenvolvimento do liberalismo e das doutrinas liberais no século XIX. Elas revelam a reação do Iluminismo a várias práticas econômicas existentes no bojo do que se convencionou chamar de Mercantilismo. - O ideário iluminista foi desenvolvido por diferentes pensadores e suas bases encontram-se em Spinoza ( ), John Locke ( ), Pierre Bayle ( ) e até mesmo em Isaac Newton ( ). - O Iluminismo desenvolveu-se entre a segunda metade do século XVIII e o início do século XIX, quando dá lugar a outras correntes de pensamento doutrinas políticas, econômicas e filosóficas. - Um de seus epicentros do Iluminismo foi a França, mas também manifestou-se em vários outros países como a Inglaterra, os Estados germânicos, a Itália, a Escócia, os Países Baixos e a Rússia. - Sob este conceito Iluminismo estão reunidas diversas tradições filosóficas, políticas, econômicas, sociais e até mesmo atitudes religiosas. Pode-se falar mesmo em diferentes expressões do Iluminismo diferenciadas pelos países no momento em que surgem e devido ao seu caráter. Assim é possível falar em Iluminismo tardio, Iluminismo germânico de Kant e Herder, iluminismo católico. - Um pressuposto fundamental é entender o Iluminismo como uma visão de mundo que prega a necessidade da ação para transformar ou reformar o mundo. b) Serão consideradas, positivamente, as análises sobre as interrelações entre o pensamento iluminista e o despotismo esclarecido, que levem em conta aspectos afins ou correlatos: - O desenvolvimento do ideário iluminista acabou inspirando e pressionando os monarcas reinantes a adotarem alguns de seus preceitos, tendo surgido alguns personagens que coadjuvaram alguns Estados europeus a implementarem reformas na condução dos aspectos políticos e administrativos. Isto representou uma mudança social e politicamente mais abrangente, que foi denominada como despotismo esclarecido (ou ilustrado, ou ainda absolutismo ilustrado), uma expressão que identifica uma forma de governar característica da Europa continental a partir da segunda metade do século XVIII. - Embora o poder dos soberanos não fosse questionado e estes se mantivessem à frente da condução dos assuntos ou negócios dos Estados, foram assumidos ou incorporados determinados princípios reformistas do Iluminismo. Ou seja, surgiu uma alteração no princípio que fundamentava o poder real desde a Idade Média, inclusive o direito divino dos reis, sendo adotadas algumas ideias defendidas pelo Iluminismo, havendo uma combinação entre estes. Desta forma a autoridade absoluta dos reis foi abrandada por reformas cujos princípios inspiravam-se no pensamento iluminista, conferindo sobrevida ao Antigo Regime. - O despotismo esclarecido desenvolveu-se em vários países destacando, sobretudo, providências ou medidas aplicadas à economia, visando superar alguns entraves que a mantinham atrasada e essencialmente agrícola, coadjuvando no desenvolvimento da burguesia junto ao Estado. - Os Déspotas Esclarecidos continuavam implementaram reformas administrativas, políticas, jurídicas e econômicas, bem como incentivaram reformas no ensino e incorporaram uma maior dose de tolerância e de liberdade ao pensamento e a certas práticas. Isto representou a consolidação daquilo que entendemos como a modernidade, que exerceu impulsos sensíveis no processo de modernização na Europa. - Do ponto de vista político o despotismo esclarecido representa uma abertura da monarquia a determinadas pressões sociais, aproximandose dos intelectuais, da burguesia em expansão e acolhendo, no interior do Estado, segmentos de uma burocracia administrativa, em especial os magistrados, que passam a adquirir cada vez mais importância na condução do governo. Lentamente agentes patrimoniais deram lugar a funcionários que ingressam na burocracia estatal, cujo exercício profissional encontra-se definido principalmente na retração do princípio da hereditariedade no cargo. - Do ponto de vista religioso o despotismo esclarecido não encontrou homogeneidade, embora seja caracterizado pela ampliação da tolerância e pela ênfase sobre a laicização. De qualquer modo, em alguns países caracterizou-se por um espírito secular e, em outros casos, foi demasiado hostil a certas expressões religiosas. Em alguns países o déspota manteve alianças com a religião. - Em Portugal, o expoente do despotismo esclarecido foi o marquês de Pombal, ministro do rei D. José I; na Prússia, o rei Frederico II; na Rússia, a representante do despotismo esclarecido foi Catarina II; na Suécia, foi Gustavo III; na Áustria destacaram-se d. Maria Teresa e seu ministro Kaunitz, bem como José II; nos Estados italianos os principais representantes foram o arquiduque Leopoldo de Habsburgo e o grãoduque da Toscana; no Reino de Nápoles, o ministro Bernardo Tanuci; na Espanha, os reis Filipe V, Fernando VI e Carlos III. 5. a) CARACTERÍSTICAS DO ANTIGO REGIME IDENTIFICADAS NOS TEXTOS Absolutismo monárquico: concentração dos poderes nas mãos dos reis, a quem cabia fazer as leis (poder legislativo), executar as resoluções públicas (poder executivo) e julgar os crimes ou as divergências entre os indivíduos (poder judiciário). Ideologia do direito divino dos reis: a concepção de que o poder dos reis derivava diretamente de Deus servia de justificava ao poder absolutista dos monarcas. 18

19 História 1 b) O ANTIGO REGIME À LUZ DAS CRÍTICAS DO ILUMINISMO Ausência de leis que garantissem as liberdades individuais, sendo a vontade do soberano a lei da nação. Sociedade estamental, em que os costumes tornavam quase impossível qualquer mudança de condição social, e a nobreza-clero tinha mais direitos do que os artesãos-camponeses. Manutenção dos privilégios da nobreza, que perdera o poder típico da ordem feudal, mas transformara-se numa nobreza cortesã, vivendo à sombra do monarca e recebendo privilégios da parte deste. Restrições à participação política da burguesia, classe que emergiu na época final da Idade Média e se consolidara durante a Idade Moderna, mas que continuava alijada do poder. A política econômica do Mercantilismo, caracterizada pela grande interferência do Estado na ordem econômica, com vistas a alcançar aquilo que se tinha como fundamental para a prosperidade nacional: a acumulação de metais preciosos e a balança comercial favorável. Manutenção de muitas práticas fiscais (impostos/taxas) do período medieval (corveia, por exemplo), as quais sustentavam o modo de vida da corte e da nobreza cortesã. Profunda relação entre a Igreja e o Estado, restringindo, muitas vezes, a liberdade religiosa e de pensamento. 6. A 7. A 8. D 9. B 10. B 11. B 12. D 13. C 14. E 15. A 16. A 17. A 18. B 19. B 20. VVFV 21. C 22. B 23. VFVV 24. Identificam-se os países e as regiões avançados durante o século XIX como aqueles que desenvolveram intensos processos de expansão e crescimento econômico, acompanhados pelo fortalecimento das instituições do Estado e sua relação com a cidadania. As características básicas, segundo Hobsbawm são: a) um Estado nacional homogêneo, capaz de impulsionar o desenvolvimento econômico; b) a organização social e política representativa, do tipo Liberal- Democrática; c) fortes noções de cidadania que têm relação direta com as instituições do governo nacional; d) um Estado soberano. O mundo avançado se destacou por altos índices de crescimento comercial, pela expansão industrial, pelo rápido crescimento populacional e pelo desenvolvimento de grandes centros urbanos. Este crescimento foi acompanhado pela democratização do acesso à educação básica. O continente que se destacou como centro do processo de desenvolvimento capitalista no século XIX foi a Europa, e, entre os países, se destacaram como sendo pertencentes ao primeiro mundo: a Bélgica, a Grã- Bretanha, a França, a Alemanha, a Holanda e a Suíça. 25. Como é sabido, os países ibéricos construíram vastos impérios coloniais em quase todos os continentes na época do Antigo Sistema Colonial da época mercantilista. Portugal destacou-se na exploração da costa africana, na conquista da Índia e da América. A Espanha, para além das posições na Ásia e África, controlou as regiões produtoras de metais preciosos na América. Não obstante o pioneirismo ibérico e os vastos territórios sob seu controle, é igualmente sabido que, do ponto de vista econômico, quando comparados a outras potências européias na época, Portugal e Espanha tiveram um papel marginal e ficaram entre os estados menos dinâmicos e mais atrasados da Europa, enquanto a Inglaterra, por exemplo, com muito menos recursos, veio a se tornar a pioneira da Revolução Industrial e ficara conhecida como o empório do mundo inconteste entre meados do século XVIII e a primeira década do século XIX, quando outros estados se industrializam e instaura-se uma brutal concorrência entre potências industriais. Portugal e Espanha, por sua vez, permaneceram no atraso. Até hoje, economistas e historiadores debatem sobre as razões desse descompasso sem existir uma unanimidade. O que se segue são alguns dos argumentos que se utilizam para procurar uma resposta a tal questão. Há uma vertente que destaca diferenças culturais entre países de cultura católica, como os países ibéricos, mais conservadores, e os de cultura protestante, que valorizariam a livre iniciativa, o individualismo e o empreendedorismo, características da empresa capitalista. Outra vertente destaca a rede de relações e hierarquias que se estabelecem a partir destas, especialmente no âmbito do comércio e navegação internacionais. Neste contexto, os países ibéricos teriam ficado com o ônus da organização e controle do sistema produtivo, enquanto os Países Baixos e, em seguida, a Inglaterra teriam se apropriado das etapas de logística, ou seja, o transporte, armazenamento, beneficiamento e distribuição dos produtos no mercado internacional, auferindo assim os melhores frutos da exploração colonial. Outra vertente ainda acentua a questão dos termos de intercâmbio entre bens manufaturados que eram produzidos na Inglaterra e matérias-primas produzidas nas colônias ibéricas. Cada aumento geral da renda obtido não significa uma ampliação em igual proporção de produtos primários, especialmente alimentos; ou seja, haveria limites na demanda de produtos primários, enquanto se nota uma tendência de que um acréscimo da renda leve a um aumento cada vez maior do consumo de produtos manufaturados e de serviços em geral, de tal forma que na troca entre produtores de bens primários e produtores de bens manufaturados e serviços, há uma nítida vantagem para estes últimos. Assim, a Inglaterra, produtora de manufaturas, por intermédio de uma poderosa Marinha, teria auferido para si os melhores frutos da exploração colonial. Portugal e Espanha teriam ficado como intermediários entre as colônias e o dinamismo econômico britânico. Para além disso, a supremacia inglesa garantiu-hes a imposição de tratados de comércio com os países ibéricos, que eram nitidamente favoráveis à potência manufatureira, como, por exemplo, o caso do Tratado de Methuen com Portugal, em Enfim, os recursos das potências ibéricas eram canalizados para o controle e manutenção de suas colônias enquanto a Inglaterra tratava de transformar seus recursos em acumulação de capitais, modernização de instituições e de sistemas produtivos, que estão nas origens da Revolução Industrial. 19

20 História 2 HISTÓRIA 2 01) Leia e interprete o texto abaixo: A Inconfidência Mineira, ao contrário das rebeliões anteriores (na Colônia), prendia-se à conjuntura histórica ocidental e revelava a corrosão, pelas novas ideias e pelas transformações econômicas e sociais, das instituições vigentes na época. (História Geral da Civilização Brasileira, Difel) 02) A execução de Tiradentes teve um sentido bem mais amplo que o de um enforcamento. Tratava-se de uma punição exemplar: esquartejar, exibir o corpo nos locais onde os crimes foram praticados, salgar terrenos e demolir casas faziam parte do esforço de apagar a memória do criminoso e reavivar a memória da punição de seus crimes. Por estas práticas, afirmava-se o poder do soberano e incutia-se temor em seus súditos. (Adaptação da série Registros, nº 15, DPH, 1992) a) Por que as reivindicações dos Inconfidentes foram consideradas crimes, em 1789? b) O que quer dizer castigo exemplar? 03) "Antes, porém, que se esgotassem as possibilidades do sistema, isto é, antes que se atingissem os limites da exploração colonial, já as tendências geradas por esses mecanismos de fundo impõem recomendações, alterações, mudanças..." (Fernando A. Novais - Portugal e Brasil na Crise do Antigo Sistema Colonial). A crise do Antigo Sistema Colonial pode ser entendida como um processo de transformação de estruturas porque: a) Está ligado ao avanço do capitalismo industrial na Europa. b) Resultou dos movimentos de resistência colonial, como os Emboabas e a Conjuração Mineira. c) Foi a expressão da decadência econômica e cultural generalizada da colônia. d) Decorreu da autonomia concedida à colônia pelas medidas implantadas pelo reformismo pombalino. e) Projetou na colônia os conflitos militares entre as grandes potências capitalistas da Europa. 04) No século XVIII, a dominação metropolitana começou a ser contestada. Já nas primeiras décadas dos Setecentos, observamos desafios à dominação colonial portuguesa. Indique um aspecto importante dessa crise: a) Ocorrência de um grande número de fugas e revoltas de escravos, que difundiam o ideal abolicionista. b) Apoio, por parte da população colonial, aos projetos coloniais de potências rivais a Portugal como, por exemplo, a Holanda. c) Surgimento do Partido Republicano, apoiado por proprietários de terras que propunham a independência nacional. d) Multiplicação de movimentos denominados bandeiras ou entradas, que contribuíam para que a população emigrasse rumo ao interior, fugindo, assim, à dominação colonial. e) Revoltas antifiscais, particularmente as ocorridas em Minas Gerais em 1720 e 1736, nas quais os representantes da Metrópole eram vistos como inimigos dos colonos. 05) Com o lema liberal Liberdade, Igualdade e Fraternidade consagrado pela Revolução Francesa influenciou, sobremaneira, as chamadas Inconfidências ocorridas em fins do século XVIII no Brasil Colônia. Assinale a opção que apresenta informações corretas sobre a chamada Conjuração dos Alfaiates. a) Envolveu a participação de mulatos, negros livres e escravos, refletindo não somente a preocupação com a liberdade, mas também com o fim da dominação colonial. b) Esta inconfidência baiana caracterizou-se por restringir-se à participação de uma elite de letrados e brancos livres influenciados pelos princípios revolucionários franceses. c) Em tal conjuração, a difusão das ideias liberais não acarretou crítica às contradições da sociedade escravocrata. d) Este movimento, também conhecido como Inconfidência Mineira, teve um papel singular no contexto da crise do sistema colonial, revelando suas contradições e sua decadência. e) Um de seus principais motivos foi a prolongada crise do setor cafeeiro que se arrastou ao longo da segunda metade do século XVIII. 06) "Animai-vos povo bahiense!" Na manhã de 12 de agosto de 1798 as paredes das igrejas de Salvador, a antiga capital, apareceram com manuscritos que diziam: "Está para chegar o tempo em que todos seremos irmãos, o tempo em que todos seremos iguais" (Màrio Schmidt, Nova Crítica do Brasil 500 anos de História Malcontada) O movimento citado teve como objetivo fundamental a independência nacional, foi liderado pelas camadas médias e populares e caracterizou-se por propostas sociais radicais. A influência externa mais destacada, a influência ideológica e a causa local desse movimento foram, respectivamente 20

21 História 2 a) Revolução Francesa; Iluminismo; crise abastecimento. b) Independência Americana; Iluminismo; crise abastecimento. c) Revolução Francesa; Liberalismo; crise abastecimento. d) Independência Americana; lluminismo; crise mineração. e) Revolução Francesa; lluminismo; crise mineração. 07) O texto abaixo é um fragmento de uma das proclamações fixadas em lugares públicos da cidade de Salvador pelos líderes da Conjuração Baiana de 1798: O poderoso e magnífico povo bahiense republicano desta Cidade da Bahia Republicana ( ) ordena, manda e quer que para o futuro seja feita nesta cidade e seu termo a sua revolução para que seja exterminado para sempre o péssimo jugo reinável da Europa (citado por Inês Inácio e Tânia de Luca. Documentos do Brasil colonial. SP: Ática, p ) Comparando a Conjuração Baiana com a Mineira de 1789, pode-se afirmar que: a) A Inconfidência Baiana teve um conteúdo político republicano enquanto a Mineira, liderada por poetas e intelectuais, tendia à monarquia. b) A Inconfidência Baiana ao contrário da Mineira, contou com grande participação popular e contestou abertamente a escravidão. c) A Inconfidência Baiana foi reformista, propondo reformas favoráveis ao povo, a Mineira foi mais radical e revolucionária. d) Os tributos cobrados pela Metrópole foram essenciais à eclosão do movimento na Bahia, o mesmo não ocorrendo na rica Minas Gerais. e) A Inconfidência Mineira planejava libertar o Brasil do domínio português, a Baiana preocupava-se com a independência da Bahia. 08) Ao proclamarem a sua independência, as colônias espanholas da América optaram pelo regime republicano, seguindo o modelo norteamericano. O Brasil optou pelo regime monárquico: a) Pela grande popularidade desse sistema de governo entre os brasileiros. b) Porque a República traria forçosamente a abolição da escravidão, como ocorrera quando da proclamação da independência dos Estados Unidos. c) Como consequência do processo político desencadeado pela instalação da corte portuguesa na colônia. d) Pelo fascínio que a pompa e o luxo da corte monárquica exerciam sobre os colonos. e) Em oposição ao regime republicano português implantado pelas cortes. 09) A Revolução do porto, em 1820, pode ser considerada decisiva para a Independência do Brasil porque: a) Garantia a autonomia da colônia implementada durante a permanência do governo português no Brasil. b) Fortalecia os grupos liberais radicais, cada vez mais ativos na colônia e articulados com os grandes proprietários. c) Impunha a colônia um programa de reformas liberais, com a proibição do tráfico negreiro. d) Transferia a colônia o caráter reformista do capitalismo industrial e do liberalismo. e) Ameaçava os interesses dos grupos brasileiros, tentando reverter várias medidas tomadas por D. João no Brasil. 10) No século XIX, James W. Webb, representante dos EUA junto ao governo brasileiro, informava: Em todas as fazendas do Brasil os senhores e seus escravos vestem-se com manufaturas do trabalho livre, e nove décimos delas são inglesas. A Inglaterra fornece todo capital necessário para melhoramentos internos no Brasil e fabrica todos os utensílios de uso ordinário, da enxada para cima e quase todos os artigos de luxo A Grã-Bretanha fornece ao Brasil os seus navios a vapor e a vela, calça-lhe as ruas é o seu banqueiro, constrói-lhe as docas, motores, vagões, numa palavra veste e faz tudo, menos alimentar o povo brasileiro. Discorra sobre e justifique o predomínio inglês no Brasil indicado no texto. 11) Não se contentou a minha família em ter um quinhão anônimo no regozijo público: entendeu oportuno e indispensável celebrar a destituição do imperador com um jantar, e tal jantar que o ruído das aclamações chegasse aos ouvidos de Sua Alteza, ou quando menos de seus ministros, (...) Dada a hora, achou-se reunida uma sociedade seleta, o juiz de fora, três ou quatro oficiais militares, alguns comerciantes e letrados, vários funcionários da administração, uns com suas mulheres e filhas, outros sem eles, mas todos comungando no desejo de atolar a memória de Bonaparte no papo de um peru. (Machado de Assis. Memórias Póstumas de Brás Cubas) Sobre o período compreendido entre a chegada da Corte Portuguesa ao Brasil e a Independência , são corretas as afirmações abaixo, com EXCEÇÃO de uma. Assinale-a: a) A referência que o texto faz ao juiz de fora, aos militares, comerciantes, letrados, funcionários da administração é uma alusão aos grupos sociais que se reuniram ao redor da Corte portuguesa no Rio de Janeiro, no início do século XIX. b) As lembranças da invasão do reino português pela França bonapartista em 1807, da qual decorreu a vinda da Corte para o Brasil, faziam com que, naquele momento em 1814, esse grupo desejasse atolar a memória de Bonaparte. 21

22 História 2 c) A derrota de Napoleão Bonaparte pela Santa Aliança estimulou o fortalecimento do poder monárquico na Europa. No caso português significou a criação de uma nova monarquia absoluta, separada do Brasil, com capital na cidade do Porto. d) O desejo de permanecer na América, fruto da ideia de um império luso americano, tendo como sede o Rio de Janeiro, ensejou a que D. João elevasse o Brasil a categoria de Reino unido a Portugal e Algarves. e) A interação entre portugueses e colonos luso-brasileiros funcionários, comerciantes e proprietários de terras e escravos - quando da estadia da Corte portuguesa no Brasil criou um núcleo que iria defender a autonomia brasileira perante os desejos recolonizadores em ) Com o desenvolvimento dos movimentos de independência dos Estados Unidos e das Américas portuguesa e espanhola, surgiu um novo reordenamento político-econômico mundial. Com relação a este processo, marque a alternativa CORRETA: a) A abertura dos portos às nações amigas e os Tratados de 1810 acabaram com o monopólio colonial português no Brasil. A maior beneficiária destas medidas foi a Inglaterra, que passou a ter o mercado brasileiro como o maior consumidor de seus produtos industrializados; b) A independência dos Estados Unidos, tardia em relação às outras colônias do Novo Mundo, ao romper com o pacto colonial em meados do século XIX, abriu espaço para a ascensão holandesa e francesa no continente norte-americano; c) Os movimentos de independência das colônias latino-americanas, mesmo sendo conduzidos pelas elites locais, estavam profundamente comprometidos com a expansão inglesa de Oliver Cromwell; d) A monarquia portuguesa, ao conseguir a sua restauração após a expulsão dos exércitos napoleônicos, aliou-se à Espanha contra a Inglaterra, reassumindo plenamente o controle da colônia brasileira. 13) O processo de emancipação política do Brasil constituiu-se com marchas e contramarchas, de modo lento e gradual. Com relação a esse processo, considere as seguintes afirmativas: I. A vinda da corte portuguesa para o Rio de Janeiro (1808) representou a montagem de todo um aparelho de instituições estatais sob o qual se estruturou a administração do Brasil Independente (1822). II. A elevação do Brasil à categoria de Reino Unido (1815) representou a necessidade da metrópole portuguesa em reconhecer a independência do Brasil. III. A Revolução do Porto (1820) foi liberal no que se referia a Portugal, propondo uma monarquia constitucional, mas foi recolonizadora para o Brasil, exigindo a volta da corte para Lisboa, a fim de reimplantar o monopólio comercial nos moldes anteriores a Está(ão) correta(s): a) Apenas I e II. b) Apenas III. c) Apenas II. d) Todas. e) Apenas I e III. 14) Dentre os fatores que levaram os EUA a reconhecerem a independência do Brasil em 1824, estão a: a) Identificação com a forma de governo adotada no Brasil e os interesses coloniais comuns. b) Subordinação econômica à Inglaterra e o interesse de aliar-se ao governo constitucional de D. João VI. c) Doutrina Monroe (América para os americanos) e os fortes interesses econômicos emergentes nos EUA. d) Aliança dos capitais e a crescente expansão do mercado da borracha. e) Indenização de 2 milhões de libras pagos pelo Brasil ao governo americano e a Doutrina Truman. 15) ( ) Fez-se a Independência, praticamente à revelia do povo; e se isso lhe poupa sacrifícios, também afastou por completo sua participação política. A Independência Brasileira é fruto, mais de uma classe, que da Nação tomada em seu conjunto. Caio Prado Jr Com base no texto, podemos afirmar que a Independência Brasileira: a) Foi liderada pela aristocracia rural, que manteve no poder seu caráter elitista durante todo o império. b) foi fruto das lutas populares e responsável por radicais mudanças na área social. c) Foi semelhante aos movimentos da América Hispânica, com lutas prolongadas e forte presença das massas camponesas. d) Resultou do apoio inglês e foi comandada pela burguesia nacional, que passou a liderar a vida política do país. e) Não teve um caráter de arranjo político, pois a manutenção da escravidão e de Pedro I no trono não eram relevantes para a aristocracia. 16) O uso da denominação América Latina é problemático, devido à grande diversidade econômica e social entre os países que se originaram da colonização ibérica e francesa. Todavia, há uma relativa unidade entre eles, que pode ser percebida na identidade dos problemas e das situações que enfrentam desde sua emancipação política. Sobre a unidade entre os países latino-americanos, é CORRETO afirmar que: 22

23 História 2 a) as intensas relações culturais com os Estados Unidos contribuíram para a implantação de regimes democráticos pelos países latinoamericanos, durante o século XIX. b) a importação de bens manufaturados e a produção e exportação de matérias-primas promoveram uma situação de dependência econômica. c) a manutenção da forma monárquica de governo, apesar da divisão em várias unidades políticas, garantiu o prolongamento do status quo colonial até o século XX. d) a emancipação política foi acompanhada da abolição da escravatura, promovendo a integração dos afro-americanos ao processo produtivo através da concessão de terras. e) a instauração de uma política de boa vizinhança, no período pós emancipação, contribuiu para a manutenção dos vínculos estabelecidos ao longo da colonização. 17) O emancipacionismo negro foi um produto de toda a experiência extraordinária da década e meia após a revolta de No caso de São Domingos, o rompimento com a escravidão forneceu a base indispensável para o rompimento com o colonialismo. O emancipacionismo negro era algo mais profundo e constante do que o febril patriotismo tropical. Antecipou em muito a declaração de independência e garantiu que a independência tivesse conteúdo emancipacionista. O Haiti não foi o primeiro estado americano independente, mas foi o primeiro a afirmar a liberdade civil de todos os habitantes. (Blackburn, Robin. A queda do escravismo colonial Rio de Janeiro: Record, p. 279) Em 1789, a colônia São Domingos possuía aproximadamente escravos, brancos e homens livres negros e mestiços. A abolição da escravatura e a independência, seguida da criação da República do Haiti em 1804, provocou um profundo impacto no mundo escravista colonial americano. Explique qual foi a reação causada pelo emancipacionismo revolucionário de São Domingos na América colonial. 18) Leia o texto abaixo e responda o que se pede. Na América colonial (...) apareceram juntas revolucionárias em nome da autonomia (...). Esta foi somente a primeira etapa de uma ampla e sangrenta luta que durou mais de uma década (...). Muitos americanos haviam percebido que o injusto sistema podia ser transformado eficazmente somente recorrendo à derrubada violenta das estruturas existentes e que a modernização defensiva somente fazia conservar a essência de uma sociedade e uma economia tradicionais que já eram intoleráveis. (Stein, Barbara e Stein, Stanley. La Herencia Colonial en América Latina. Mexico DF.: Siglo Veintiuno, 1975: ) a) Identifique o setor social que dirigiu o processo de emancipação das colônias espanholas na América Latina b) Cite duas razões pelas quais se pode dizer que a política externa de Napoleão Bonaparte desempenhou um papel chave no processo de emancipação das colônias hispano-americanas. 19) Analise a charge abaixo, que tematiza o processo de emancipação política da América Espanhola, e assinale a alternativa correta: a) As ideias iluministas, que se opunham à autoridade despótica dos reis, defendiam a liberdade e pregavam ideias democráticas, fundamentaram o ideal criollo de autonomia política da terra que consideravam sua. b) No sentido de assegurar mercados, os ingleses influenciaram sobremaneira a Espanha, de forma a impedir a independência das colônias americanas. c) A doutrina Monroe não excluía a tentativa da Santa Aliança de intervenção nas recém-independentes nações americanas. d) Os interesses das populações indígenas tiveram peso igual ou superior aos dos criollos no processo de emancipação das colônias. e) No seu conjunto, o processo de independência das colônias hispano-americanas refletiu a vitória das Revoluções Burguesas, assumindo integralmente esse caráter. 23

24 História 2 20) Comparando-se o processo de independência das colônias da América espanhola com o do Brasil, no início do século XIX, é correto afirmar que, a) em ambos, a ideologia predominante foi o liberalismo, que influenciou a organização dos novos Estados sob governos republicanos com três poderes. b) no primeiro, os criollos conduziram a emancipação política, mas no segundo, as camadas médias conseguiram controlar o aparelho de Estado. c) em ambos, o domínio econômico das respectivas metrópoles foi encerrado e desenvolveu-se o caudilhismo, forma de dominação local das elites de origem nativa. d) no primeiro, ocorreu a fragmentação do território em vários países, já o Brasil manteve-se politicamente unido e governado pelo herdeiro português. e) em ambos, o contexto das guerras napoleônicas foi determinante, embora o primeiro tenha sido singularizado pela transferência da Corte para a América. 21) A independência da América Ibérica não foi um fato isolado. Ela se deu em um quadro de esgotamento do Antigo Regime e de estabelecimento de um novo padrão de relações internacionais. Ao se estabelecer relações entre esses dois processos, deve-se chamar atenção para: I. A política de estímulo ao processo de independência da América levada adiante pelas potências europeias que formavam a chamada Santa Aliança a Rússia, a Prússia e a Áustria-Hungria -, à época, inimigas declaradas dos países ibéricos. II. A crescente importância econômica e política do Império Britânico, interessado em ampliar as suas relações políticas e comerciais com os países americanos; III. A disseminação do ideário liberal e o avanço de proposições anticolonialistas entre as elites brasileiras e hispano-americanas; IV. A crise dos regimes monárquicos português e espanhol na década de 1820, processo esse que serviu de estímulo ao avanço das lutas emancipacionistas no Brasil e na América Espanhola. Assinale a alternativa correta: a) apenas as afirmativas I, II e III estão corretas; b) apenas as afirmativas I, II e IV estão corretas; c) apenas as afirmativas I, III e IV estão corretas; d) apenas as afirmativas II, III e IV estão corretas; e) todas as afirmativas estão corretas. 22) A concretização da emancipação política do Brasil, em 1822, foi seguida de divergências entre os diversos setores da sociedade, em torno do projeto constitucional, culminando com o fechamento da Assembleia Constituinte. Assinale a opção que relaciona corretamente os preceitos da Constituição imperial com as características da sociedade brasileira. a) A autonomia das antigas Capitanias atendia aos interesses das oligarquias agrárias. b) O Poder Moderador conferia ao Imperador a proeminência sobre os demais Poderes. c) A abolição do Padroado, por influência liberal, assegura ampla liberdade religiosa. d) A abolição progressiva da escravidão, proposta de José Bonifácio, foi uma das principais razões da oposição ao Imperador D. Pedro I. e) A introdução do sufrágio universal permitiu a participação política das camadas populares, provocando rebeliões em várias partes do país. 23) A Confederação do Equador (1824) foi um dos movimentos que demonstrou o conflito existente entre a organização do estado no Brasil e a constituição da nação. Das alternativas abaixo, aquela que NÃO caracteriza o movimento é: a) Teve a presença de setores populares, que deu ao movimento também o caráter de revolta social. b) Refletiu forte sentimento antiportuguês, devido ao caráter negociado da independência brasileira. c) Significou o descontentamento dos liberais pernambucanos, após a outorga da Constituição de d) Buscou o estabelecimento de uma monarquia parlamentar, uma vez que a liderança do movimento, por seu caráter liberal, era antirrepublicana. e) Demonstrou as divergências entre as oligarquias dominantes nordestinas e o poder central, sobretudo quanto ao desejo por autonomia das províncias. 24) A Constituição de 1824 institucionalizou uma ordem marcadamente hierarquizadora e excludente, à medida que: I - Vedou a todos que possuíssem renda anual inferior a 100 mil réis, aos analfabetos, assim como aos que não tivessem nascido em território brasileiro o exercício da cidadania política. II - Restringiu os poderes da Assembleia Geral - composta pela Câmara dos Deputados e pelo Senado imperial - conferindo-lhe prerrogativas unicamente consultivas e não deliberativas. 24

25 História 2 III - Institui um sistema eleitoral indireto, pelo qual somente alguns dos votantes podiam ser eleitores, isto é, participar diretamente da escolha de deputados e senadores. IV - Limitou a participação política dos não católicos ao determinar, por exemplo, que só poderiam ser deputados aqueles que professassem a religião oficial do Império. Assinale a opção que contém a(s) afirmativa(s) correta(s): a) Somente a III. b) Somente I e II. c) Somente III e IV. d) Somente I, II e IV. e) Todas as alternativas estão corretas. 25) Em troca do reconhecimento de sua independência por parte da Inglaterra, o Brasil assinou um tratado, em 1826, incluindo cláusulas para pôr termo: a) Ao tráfico negreiro b) Ao tratado comercial de 1810 c) À escravidão africana d) À autonomia municipal e) Ao pacto colonial GABARITO: 1) A Inconfidência Mineira (1798) não teve o caráter de simples atrito entre brasileiros e portugueses. Como afirma o texto, a Inconfidência Mineira foi produto das transformações do final do século XVIII, convencionalmente tratadas como Crise do Sistema Colonial, isto é, a decadência do mercantilismo e absolutismo, causados por três fatos: a Revolução Industrial Inglesa, a Inconfidência Americana e a Revolução Francesa, com seu liberalismo político, que pregava o fim de todo reinado absoluto e de toda a sociedade dividida pelo privilégio das ordens a nobreza, o clero e o povo. Estes ideais foram adaptados pelos inconfidentes a uma ordem escravista local: proclamação de uma república nos moldes americanos, livre produção manufatureira, independência de Minas Gerais e do Rio de Janeiro, instalação de uma universidade em Vila Rica e uma indefinição quanto ao problema do trabalho escravo. 2) a) As reivindicações foram consideradas criminosas, em 1789, por que a Inconfidência Mineira lutava pela ruptura do Pacto Colonial, defendia a liberdade de opinião, lutava pela separação do Brasil de Portugal e questionava o autoritarismo do rei metropolitano sobre a colônia. Todos estes elementos eram inspirados na Revolução Francesa e nos ideais iluministas da época. b) Como está explícito no próprio texto, castigo exemplar significava que Tiradentes deveria sofrer humilhações (esquartejamento, exibição do corpo), para que seu exemplo incutisse medo e terror em outros manifestantes ou, ainda, significava que todos aqueles que lutassem contra a metrópole teriam o mesmo destino trágico. 3) A 4) E 5) A 6) A 7) B 8) C 9) E 10) A independência política do Brasil foi de alguma maneira patrocinada pela Inglaterra. Os ingleses escoltaram a família real para o Brasil, foram os maiores beneficiários da Abertura dos Portos (1808), e a partir de então o predomínio britânico consolidou-se por meio de tratados vantajosos ( ), nos quais, em troca de proteção política, exigiam compensações econômicas. Assim o Brasil tornava-se um importante mercado para os produtos da Revolução Industrial inglesa, como consumidor de produtos manufaturados e fornecedor de matérias-primas para aquela potência. 11) C 12) A 13) E 14) C 15) A 16) B 17) A independência de São Domingos e a abolição da escravidão após sangrentos combates transformaram-se no maior temor de rebelião escrava nas Américas. O medo de uma haitização disseminada em todas as economias escravistas coloniais provocou uma forte reação dos senhores de escravos, servindo como um exemplo negativo e transformando a rebelião de São Domingos num caso isolado dentro deste contexto americano. 18) a) a Elite Criolla b) (I) Em função de sua aliança com a França e contra a Inglaterra após decretado o Bloqueio continental, a Espanha foi isolada de suas possessões no novo mundo pelo eficaz Bloqueio Inglês à península, (II) O aumento de autonomia política e administrativa das colônias por seu isolamento em relação à Metrópole, tendo os Cabildos se tornado Juntas Governativas.. 19) A 20) D 21) D 22) B 23) D 24) C 25) A 25

26 Geografia GEOGRAFIA 1. De acordo com a charge acima e com os aspectos socioeconômicos do Brasil no período apresentado, considere as afirmativas I, II e III. I. A ascensão das classes D e E teve um salto a partir do Plano Real, oscilou durante o governo de Fernando Henrique Cardoso e se acentuou no governo Lula, entre 2003 e Nesse contexto, o Brasil superou totalmente a desigualdade crônica, vivida historicamente. II. Apesar das oscilações do período e da grande evolução do período , a melhoria da condição social predominou. No entanto, ainda persistem grandes desigualdades sociais no Brasil. III. Houve, de um modo geral, uma melhora no padrão de distribuição de renda nacional. Dessa forma, o Brasil hoje atingiu, em relação à concentração de renda, os padrões da Europa Ocidental, hoje em crise. Dessa forma, a) apenas I e III estão corretas. b) apenas I está correta. c) apenas II está correta. d) apenas II e III estão corretas. e) apenas III está correta. 2. A Constituição de 1934 afirmava ser dever do Estado socorrer as famílias de prole numerosa, e a Constituição de 1937 assegurava às famílias com muitos filhos compensações na proporção de seus encargos. Em 1941, Getúlio Vargas assinou um decreto-lei obrigando solteiros e viúvos maiores de 25 anos, de ambos os sexos, a pagar um adicional de 10% sobre o imposto de renda. O amparo às famílias de prole numerosa manteve-se uma obrigação legal na Constituição de (GUIMARÃES, R. B. e outros. Estudos de Geografia Geral e do Brasil. São Paulo: Ed. Moderna, 2010). Os fatos mencionados no texto exemplificam: a) a política demográfica natalista. b) o princípio do Malthusianismo. c) as políticas de controle da natalidade adotadas pelo Brasil. d) o desestímulo estatal ao crescimento vegetativo da população. e) a política natalista do neomalthusianismo. 3. Quando se analisa a população economicamente ativa (PEA) de países desenvolvidos, verifica-se um elevado porcentual de ativos com baixos índices de desemprego. Por outro lado, a situação dos países subdesenvolvidos apresenta uma realidade oposta, com uma considerável parcela da população dedicada ao subemprego e, portanto, ligada à economia informal. A esse respeito, é correto afirmar: a) o crescimento da economia informal nos países desenvolvidos está diretamente ligado ao processo de globalização que gerou o desemprego estrutural. b) o Estatuto da Criança e do Adolescente proíbe, no Brasil, o trabalho de menores de 18 anos, mesmo na condição de aprendizes. c) os vendedores ambulantes, guardadores de carros, diaristas, entre outros, fazem parte da população economicamente ativa, pois não têm vínculos empregatícios. d) na economia informal, os trabalhadores não participam do sistema tributário, não têm carteira assinada e nem acesso aos direitos trabalhistas. 26

27 Geografia 4. Nos últimos vinte anos o Brasil tem desenvolvido novas formas técnicas e organizacionais, como a informatização e a automação nas atividades agropecuárias, na indústria e nos serviços, os atuais tipos de contratação e as políticas trabalhistas conduziram, entre outros aspectos, a um aumento do desemprego e da precarização das relações de trabalho. SANTOS, Milton; SILVEIRA, Maria Laura. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. 2. ed. Rio de Janeiro: Record, 2001, p (Texto adaptado). A implicação das mudanças tecnológicas no mundo do trabalho, no Brasil, sugerida no texto, está identificada na alternativa: a) A redução dos postos de trabalho nas atividades agropecuárias e industriais foi compensada pelo investimento dos setores público e privado em postos de trabalho nos grandes centros urbanos. b) As ampliações das necessidades produtivas, sobretudo a partir da revolução das telecomunicações, têm contribuído para o aumento do desemprego no setor informal da economia. c) As novas formas de contratação de trabalho, principalmente a terceirização, são um dos indicadores de que as relações de emprego se tornaram precárias, o que foi acompanhado da redução da renda do trabalhador brasileiro. d) A crescente diversificação das profissões atende às novas necessidades produtivas do mercado, no entanto é responsável pelo crescimento do desemprego no setor de serviços e na economia informal do país. e) O crescimento e a distribuição dos polos regionais de informática pelo território nacional foram responsáveis pela redução dos subempregos, na medida em que se absorveram os desempregados do mercado formal. 5. Os dados preliminares do Censo 2010 apontam características da população brasileira. Assinale a alternativa correta. a) aumento da expectativa de vida e aumento da taxa de crescimento da população rural b) aumento da expectativa de vida e redução da taxa de natalidade c) aumento da taxa de crescimento da população urbana e aumento da taxa de mortalidade infantil d) redução da taxa de natalidade e redução da taxa de urbanização e) redução da população urbana e aumento da taxa de fecundidade 6. Sobre a população brasileira, pode-se afirmar: I. No Censo de 2000, a população brasileira era de quase 170 milhões de habitantes. Em 2010, esse número aumentou para mais de 190 milhões. II. Na população brasileira, há aproximadamente 97 milhões de mulheres e 93 milhões de homens. III. A maioria das famílias brasileiras (91%) é formada por pessoas com laços de parentesco. Mas existem também as famílias sem parentesco, que podem ser duas ou mais pessoas ou unipessoais (apenas uma pessoa). O número de famílias unipessoais foi o que mais aumentou: de 2,4 milhões em 1991 para 4,1 milhões em IV. A taxa de fecundidade vem reduzindo, no Brasil, desde a década de Assinale a alternativa correta. a) Somente as afirmativas I e IV são verdadeiras. b) Somente as afirmativas II, III e IV são verdadeiras. c) Somente as afirmativas I e IV são verdadeiras. d) Somente as afirmativas II e III são verdadeiras. e) Todas as afirmativas são verdadeiras. 7. Sobre a dinâmica e o crescimento da população brasileira, é correto afirmar: a) A população brasileira apresenta elevado número de pessoas em idade produtiva devido ao crescimento populacional ocorrer segundo uma progressão geométrica. b) As melhorias de saneamento efetuadas nos territórios urbanos das regiões metropolitanas nos anos trinta, com o governo de Getúlio Vargas, contribuíram para reduzir as taxas de crescimento demográfico do Brasil. c) A dinâmica atual da população brasileira reflete as condições do Brasil como país emergente, considerando seu potencial populacional e alteração no regime demográfico, com redução da base da pirâmide e aumento no numero de adultos e idosos. d) O crescimento vegetativo brasileiro caracteriza-se como explosão demográfica entre os jovens da periferia, uma vez que os índices de mortalidade da população masculina está relacionado ao uso de drogas e à violência. e) Devido à globalização, alguns países, entre eles o Brasil, tem se caracterizado por apresentar uma dinâmica demográfica fortemente influenciada pela conjuntura econômica internacional, ora se colocando como país de emigração, ora se colocando como país de imigração. 8. Sobre a organização do espaço brasileiro, é CORRETO afirmar que o a) crescimento de áreas agrícolas destinadas ao mercado externo, como as da soja, favoreceu o fortalecimento das lavouras tecnificadas. b) sistema de transportes predominante no Brasil é multimodal e articula rodovias, ferrovias, hidrovias e portos, fato que reduz o custo da produção brasileira. 27

28 Geografia c) descobrimento das reservas do Pré-Sal fez a Petrobrás abandonar os investimentos em pesquisa para geração de combustíveis alternativos como os bicombustíveis. d) setor secundário foi o que mais cresceu no Brasil e é hoje responsável pela elevação dos fluxos migratórios do campo para as grandes cidades. 9. A agricultura familiar, segundo a FETRAF (Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar), é a grande responsável pela alimentação da população brasileira, pois garante cerca de 70% do que é consumido todos os dias, como feijão, arroz e verduras. Sobre esse tipo de agricultura, é correto afirmar que a) se destina para o mercado externo, por isso utiliza mão de obra qualificada e especializada. b) emprega tecnologias sofisticadas para produzir alimentos e exporta 20% de toda a produção. c) se caracteriza pela contratação de trabalhadores fixos e pelo cultivo em grandes propriedades. d) abastece com alimentos reduzida parte do mercado interno, por isso não interfere na economia nacional. e) se desenvolve graças aos pequenos e médios agricultores que representam a maioria dos produtores rurais. 10. Sobre a agricultura familiar no Brasil, é incorreto afirmar: a) As unidades de agricultura familiar participam das cadeias agroindustriais, contribuindo para o processo produtivo nacional. b) Apesar de produzir em áreas menores, a agricultura familiar é responsável pelo fornecimento de boa parte dos alimentos que estão na mesa dos brasileiros. c) Os cultivos mais significativos da agricultura familiar são também os que se destacam nas exportações primárias do Brasil. d) A agricultura familiar apresenta, em relação aos dois produtos mais cultivados no país, um quadro característico de consumo cultural. e) A produção de soja, que exige lavouras altamente mecanizadas, não se destaca em produtividade na agricultura familiar. 11. Os dados da tabela abaixo referem-se ao último Censo Agropecuário realizado pelo IBGE em 2006 e o texto a um crítico da realidade agrária brasileira. Área dos estabelecimentos rurais, segundo o estrato de área Brasil 1985/2006 Área dos estabelecimentos rurais Estrato de área (ha) Total menos de 10 ha de 10 ha a menos de 100 ha de 100 ha a menos de ha ha e mais Fonte: IBGE, Censos Agropecuários 1985/

29 Geografia Sempre dominou no campo brasileiro o princípio da ilegalidade da ocupação das terras públicas pelos latifundiários. São esses milhões de hectares de terras públicas devolutas ou não que somados aos 120 milhões de hectares de terras improdutivas dos grandes imóveis indicadas no primeiro documento do 2º Plano Nacional de Reforma Agrária (2003) que os sem-terras não se cansam de denunciar. Fonte: Os limites do novo censo agropecuário, Ariovaldo Umbelino de Oliveira. Disponível em: <http://www.adital.com.br/site/noticia.asp?lang=pt&langref=pt&cod=44917>. A partir do texto, dos dados da tabela e de seus conhecimentos sobre estrutura fundiária no país, podemos deduzir: a) Observou-se uma melhora na distribuição de terras no Brasil desde 1985, associada ao aumento da produção agrícola. b) ilegalidade da ocupação de terras é mais facilmente observada dentre aqueles que ocupam menos de 10 hectares. c) A maior parte dos proprietários de terras no Brasil situa-se na faixa de hectares e mais. d) Poucos proprietários apresentam terras abaixo de 10 hectares e nessa faixa praticamente não se verifica o princípio da ilegalidade denunciado pelo autor. e) No Brasil, são poucos os proprietários de terras acima de mil hectares e a maior parte daqueles que cometem o princípio da ilegalidade encontra-se nessa faixa. 12. Muitos geógrafos e economistas consideram que a modernização da agricultura brasileira se fez sem que a estrutura da propriedade rural fosse alterada, e isso, na opinião deles, teve efeitos perversos. Que exemplos desses efeitos perversos podem ser mencionados? 1. A propriedade rural tornou-se mais concentrada. 2. As disparidades de renda aumentaram bastante. 3. O êxodo rural acentuou-se. 4. O aumento da taxa de exploração da força de trabalho nas atividades agrícolas. 5. A diminuição da modernização conservadora no campo. Estão corretos: a) 1 e 5 apenas b) 2 e 3 apenas c) 1, 2 e 5 apenas d) 1, 2, 3 e 4 apenas e) 1, 2, 3, 4 e O agronegócio envolve operações desde as pesquisas científicas relacionadas ao setor até a comercialização dos produtos, determinando uma cadeia produtiva entrelaçada e interdependente. (ALBUQUERQUE, Maria Adailza Martins de et alii. Geografia: sociedade e cotidiano. São Paulo: Escala, 2010.) Podem-se acrescentar outras características ao agronegócio, dentre as quais a seguinte: a) mantém centros de tecnologia avançados, voltados à agricultura orgânica. b) expande os cultivos de grãos da região Centro-Oeste para a região Sudeste. c) promove a concentração de terras e o desemprego no campo. d) possibilita ao país a autossuficiência nas matérias-primas para a indústria. e) planeja a expansão das lavouras, barrando o desmatamento e os impactos ambientais. 14. A modernização da agricultura brasileira iniciou-se na década de 1950 e intensificou-se na década seguinte com a implantação do setor industrial voltado para a produção de equipamentos e insumos para a agricultura. Disponível em: <http://www.cptl.ufms.br/revista-geo/jodenir.pdf>. Acesso em: junho de (adaptado). Vários fatores contribuíram para a modernização agrícola brasileira, que também provocou uma série de consequências, como a) a substituição dos trabalhadores rurais pelo uso intensivo de equipamentos e técnicas revolucionárias na produção, que tornaram o produtor independente dos fatores ambientais e dependente da indústria agrícola. b) a ampliação dos impactos ambientais, sobretudo causados pelo uso de produtos tóxicos sem os cuidados necessários, embora a utilização de agrotóxicos tenha possibilitado o aumento da produção de alimentos, destinados, principalmente, ao abastecimento interno. c) a necessidade de contratação da mão de obra cada vez mais qualificada, que reduziu drasticamente o lucro dos produtores rurais, pois os salários pagos a estes novos trabalhadores eram bem superiores aos salários pagos aos trabalhadores não qualificados que foram dispensados. d) a grande concentração de terras nas mãos de poucos produtores, o que tem gerado imensos conflitos no campo, buscando a Reforma Agrária como uma forma de democratizar o acesso à terra. 29

30 Geografia 15. Leia: Mais do que ficar reduzindo áreas de preservação e reservas ambientais, mais do que afetar a paz nas cadeias da biodiversidade, mais do que encomendar e acreditar em estudos falaciosos, se a agropecuária brasileira quiser realmente atingir níveis de produção capazes de evitar a escassez de alimentos no futuro, ela precisará ampliar seus investimentos em inovação e tecnologia. (DAHER, Rui. Pesquisa e Desenvolvimento. São Paulo: Terra Magazine, 20/12/2011 In: Pesquisa+e+desenvolvimento.html) Tendo em vista o texto e as áreas geográficas do campo brasileiro dominadas pela agricultura moderna (o agronegócio ) é correto afirmar que a) o autor quis dizer que nas áreas geográficas do chamado agronegócio não há tecnologias modernas aplicadas à produção agrícola. b) nas áreas do agronegócio, a produção é bastante tecnologizada (mesmo que se advogue mais inovação), e boa parte dos trabalhadores mora nas cidades. c) o agronegócio, a despeito do conteúdo tecnológico, só pode ser mais produtivo incorporando novas áreas geográficas, atualmente florestadas. d) com a tecnologia incorporada no agronegócio, a produção é sustentável, com desmatamento mínimo, tal como no Centro-Oeste brasileiro. e) nas áreas do agronegócio, há crescimento de empregos e também de moradores nas configurações rurais, e um esvaziamento das cidades. 16. Leia a tabela a seguir. PARTICIPAÇÃO NA PRODUÇÃO DE ALIMENTOS % da produção por tipo de propriedade, em 2006 Familiar Não familiar Mandioca Feijão Leite Aves Milho Arroz Bovinos Disponível em: Acesso em: 19 abr Adaptado. A agricultura familiar é muito importante para a economia brasileira porque: a) fornece mão de obra para o setor urbano-industrial. b) garante abastecimento significativo do mercado interno. c) ocupa terras com cultivos de produtos para a exportação. d) utiliza grandes propriedades para o cultivo de orgânicos. e) impede a expansão territorial da propriedade não familiar

31 Geografia Na charge faz-se referência a uma modificação produtiva ocorrida na agricultura. Uma contradição presente no espaço rural brasileiro derivada dessa modificação produtiva está presente em: a) Expansão das terras agricultáveis, com manutenção de desigualdades sociais. b) Modernização técnica do território, com redução do nível de emprego formal. c) Valorização de atividades de subsistência, com redução da produtividade da terra. d) Desenvolvimento de núcleos policultores, com ampliação da concentração fundiária. e) Melhora da qualidade dos produtos, com retração na exportação de produtos primários. 18. Leia o mapa a seguir. A partir da análise do mapa e dos conhecimentos sobre o uso do solo no Brasil, pode-se afirmar que a) a região amazônica é mais propícia à ocupação agrícola, pois os riscos de erosão são muito pequenos. b) as áreas mais vulneráveis à erosão estão localizadas em regiões de agricultura moderna. c) as regiões serranas e litorâneas apresentam-se altamente vulneráveis à erosão devido à erosão marinha. d) a região Nordeste, em razão do clima semiárido e da atividade pecuária, possui grandes áreas sujeitas à erosão. e) as áreas mais vulneráveis à erosão coincidem com parques nacionais e estaduais, cuja função é a proteção de ambientes frágeis. 19. De acordo com a imagem e com os conhecimentos sobre a reforma agrária no Brasil, considere as seguintes afirmações: 31

32 Geografia I. No Brasil, os movimentos pelo acesso à terra existem desde a promulgação da Lei de Terras, em Antes disso, a forma mais utilizada era a posse. II. O principal movimento de luta pela reforma agrária é o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra. III. Atualmente, o MST luta pela aceleração do processo de reforma agrária e pela ampliação dos benefícios aos assentados, como assistência técnica e créditos agrícolas. IV. Um dos principais massacres que chamou a atenção da comunidade internacional para a questão da Terra no Brasil foi Eldorado do Carajás. O conflito, que resultou na morte de 19 trabalhadores sem-terra, aconteceu no dia 17 de abril de De acordo com a análise das proposições, a alternativa verdadeira é: a) I, II, III, IV b) II, III, IV c) II, IV d) II, III e) I, II, III 20. Uma das principais dificuldades que alguns países periféricos ou semi-periféricos, como o Brasil, encontram no mercado mundial de produtos agrícolas é a) a concessão de subsídios agrícolas que países como os Estados Unidos e os da União Europeia cedem aos seus respectivos produtores. b) a política anti-protecionista que os países desenvolvidos adotam em relação à importação desses produtos. c) o alto custo de produção de todos os seus produtos agrícolas em relação aos custos desses produtos nos países desenvolvidos. d) o reduzido interesse de mercados fortes como o asiático, que apresenta baixa importação desses produtos. e) a baixa produtividade agrícola apresentada por esses países, não sendo suficiente para que haja excedente para ser exportado. 21. No mapa, estão assinaladas a) áreas de maior produção de minério de Ferro, com exportações voltadas, principalmente, para o mercado chinês. b) regiões onde se concentra a pecuária melhorada ou semi-intensiva, com destacável participação nas exportações do país. c) áreas com maior produção de soja. d) principais áreas produtoras e consumidoras de gás natural. e) áreas de maior produção de etanol. 22. Com relação ao papel desempenhado pela agricultura e pela indústria na organização do espaço geográfico brasileiro, é correto afirmar: a) A estrutura fundiária brasileira sofreu uma modificação estrutural importante na passagem do século XIX para o século XX, pois deixou de ser do tipo arquipelago para se constituir como centro periferia. b) Devido ao processo histórico da formação do espaço geográfico brasileiro, a agricultura praticada desde o período colonial tem se caracterizado como sistema intensivo de exploração da terra. c) A agricultura de subsistência implantada com a colonização moderna no século XIX contribuiu para diversificar a produção agrícola no mercado interno, pois tinha um caráter policultor. 32

33 Geografia d) A modernização da agricultura brasileira tem relação com o papel desempenhado pela EMBRAPA, ao desenvolver pesquisas com a finalidade de aperfeiçoar a produção de sementes no Brasil, mas também com a reestruturação da estrutura fundiária, como foi acordado com o MST. e) O oeste baiano, a partir de meados da década de 70, começou a se inserir como polo produtor de commodities importantes devido à migração da população gaúcha, que aí desenvolveu a cultura da soja. 23. A produção de grãos no Brasil na safra 2009/2010 será recorde (147,10 milhões de toneladas), superando em 8,8% o volume produzido na safra 2008/2009 (...). A área plantada na safra 2009/2010 é de 47,33 milhões de hectares, 0,7% menor que a cultivada na safra 2008/2009. (Jornal Brasil Econômico, 06/08/2010, p. 17.) O aumento de produção de grãos em área menor indica um aumento da produtividade, em função dos seguintes fatores: a) uso de sementes geneticamente modificadas, baixa utilização de insumos agrícolas e de maquinário, mão de obra predominantemente assalariada e uso intensivo do solo. b) uso de sementes de melhor qualidade, maior utilização de insumos agrícolas e de maquinário, mão de obra predominantemente assalariada e uso intensivo do solo. c) uso de sementes de melhor qualidade, maior utilização de insumos agrícolas e de maquinário, mão de obra predominantemente familiar e uso extensivo do solo. d) uso de sementes geneticamente modificadas, maior utilização de insumos agrícolas e de maquinário, mão de obra predominantemente familiar e uso intensivo do solo. 24. EUA proíbem a entrada de suco de laranja concentrado do Brasil O suco concentrado não mais entrará no mercado daquele país. Doze navios brasileiros com o produto foram barrados, o que causou um prejuízo estimado em 50 milhões de dólares. [...] Os americanos fizeram testes no suco do Brasil e detectaram a presença de um agrotóxico que não é mais usado nos EUA. [...] No campo, as laranjas que serão colhidas em maio já foram pulverizadas com o defensivo banido dos Estados Unidos. Já o que acontecerá com a próxima safra brasileira, ainda é uma incerteza. (Tribuna Hoje, Adaptado.) De acordo com o texto e com conhecimentos sobre produção agrícola, é correto afirmar que a produção de laranja no Brasil está a) voltada ao mercado interno e ao consumo in natura, pois as exportações não ocupam lugar de destaque na economia nacional. b) articulada a processos industriais para produção de suco comercializado no mercado externo e, por isso, possui um rígido controle de qualidade ambiental sem causar danos ao meio ambiente rural. c) articulada a processos industriais e voltada ao mercado externo, mas que, pelo uso excessivo de defensivos agrícolas, apresenta problemas de contaminação do meio ambiente e dos trabalhadores rurais. d) organizada em pequenas propriedades rurais, com emprego de mão de obra familiar. e) organizada em grandes propriedades rurais, totalmente mecanizadas e, por isso, apresenta um rígido controle no uso dos defensivos agrícolas. 25. Considere as assertativas sobre a agricultura brasileira. I. A modernização do campo brasileiro possibilitou o crescimento da agricultura familiar comercial, ampliando a produção e a produtividade. II. Nestas últimas décadas, a agricultura camponesa tornou-se antieconômica, porque não conseguiu incorporar mudanças estruturais e, praticamente, desapareceu do campo brasileiro. III. Nas últimas décadas, a industrialização da agricultura contou com o apoio do Estado que, oferecendo financiamentos e infraestrutura, priorizou os produtos destinados à exportação. Está correto somente o que se afirma em a) I. b) II. c) I e II. d) I e III. e) II e III. 26. No Brasil, parte da produção de alimentos é feita por trabalhadores agrícolas que se deslocam diariamente para a propriedade rural, executando tarefas sob empreitada, em condições indignas e perigosas, trabalhando nas terras de outros por salários que não são suficientes nem para uma pessoa, que dirá para uma família. (http://www.infoescola.com/geografia. Acesso em: Adaptado) É correto afirmar que os trabalhadores rurais mencionados no texto são os a) meeiros, pois repartem com o dono da terra a metade da produção. b) arrendatários, pois pagam pelo uso de terras durante um tempo determinado. c) parceiros, pois pagam pelo uso da terra oferecendo parte do lucro da produção. d) boias-frias, pois trabalham em diversas lavouras mas não possuem suas próprias terras. e) posseiros, pois têm a posse legal de um imóvel rural ou estão de posse de uma terra devoluta. 33

34 Geografia 27. A mecanização da colheita, seja na cana ou em qualquer outra lavoura, altera o perfil do empregado, pois cria oportunidades para outros trabalhadores especializados, [...] e reduz a demanda dos empregos de baixa escolaridade. Pela leitura do texto e do gráfico, assinale a alternativa correta sobre emprego e produção de cana-de-açúcar no Brasil. a) Cultura com predomínio de mão de obra qualificada, gerando o aumento da produtividade e da demanda de emprego de baixa escolaridade. b) Aumento da mecanização, reduzindo a oferta de empregos de baixa escolaridade em c) Aumento da produção mecanizada, com redução dos postos de trabalho e extinção da figura do boia-fria. d) Aumento da mecanização e ampliação dos postos de trabalho para a mão de obra de baixa escolaridade desde e) Aumento da oferta de postos de trabalho para trabalhadores não especializados, como tendência das demais lavouras brasileiras analisadas. 28. Antes do século 20, nenhum ser humano tinha vivido o suficiente para testemunhar uma duplicação da população mundial, mas hoje há pessoas que a viram triplicar. Em algum momento no fim de 2011, segundo a Divisão de População das Nações Unidas, seremos 7 bilhões de pessoas. (http://viajeaqui.abril.com.br/national-geographic/edicao-130/populacao-mundial-7-bilhoes shtml Acesso em: ) Assinale a alternativa que completa o texto anterior. a) O crescimento da população deverá se refletir no processo de urbanização que poderá atingir 3/4 da população mundial em b) As maiores contribuições para o crescimento demográfico vêm dos países que estão na fase inicial da transição demográfica. c) Os principais responsáveis pelo crescimento populacional são os países que conseguiram reduzir as taxas de analfabetismo. d) O crescimento demográfico anunciado permitirá uma distribuição mais homogênea da população pelo espaço terrestre. e) O aumento da população esperado desmistifica a crença de que os países desenvolvidos apresentam baixas taxas de fertilidade. 29. Analise a tabela. RANKING DO ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO NO MUNDO 2010 MUITO ALTO ALTO BAIXO 1.º Noruega 2.º Austrália 3.º Nova Zelândia 4.º EUA 5.º Irlanda 6.º Liechtenstein 7.º Holanda 8.º Canadá 9.º Suécia 10.º Alemanha (PNUD, 2010.) 68.º Bósnia-Herzegóvina 69.º Ucrânia 70.º Irã 71.º Macedônia 72.º Maurício 73.º Brasil 74.º Geórgia 75.º Venezuela 76.º Armênia 77.º Equador 78.º Belize 160.º Mali 161.º Burkina Faso 162.º Libéria 163.º Chade 164.º Guiné-Bissau 165.º Moçambique 166.º Burundi 167.º Níger 168.º Rep. Dem. do Congo 169.º Zimbábue 34

35 Geografia Os dados da tabela e seus conhecimentos geográficos permitem afirmar que a) o indicador exprime as diferenças regionais no desenvolvimento da tecnologia para agricultura. b) a tabela retrata as condições de vida das populações nos diversos países do mundo. c) o índice reflete o ranking dos países mais povoados. d) a parcela da população que vive sob fortes privações apresenta alto desenvolvimento humano. e) a posição dos países no ranking é calculada pela estabilidade econômica. 30. A população mundial vai atingir a marca de 7 bilhões de pessoas na próxima segunda-feira (31), de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), que usou estimativas de demografia e selecionou a data de forma simbólica para debater o tema e discutir ideias de crescimento e sustentabilidade? Disponível em: Acessado em 28/10/2011 Essa expectativa reacende o debate entre especialistas sobre demografia. Sobre os desafios relacionados ao crescimento populacional, todas as alternativas estão corretas, exceto a: a) Embora no contexto atual seja difícil, a garantia do acesso dos jovens à saúde, à educação e ao emprego poderá determinar o impulso do crescimento populacional no futuro. b) As dinâmicas de mudança da população mundial vêm repercutindo favoravelmente no desenvolvimento sustentável graças à aplicação da teoria neomalthusiana em todos os países do mundo. c) A revolução tecnológica e informacional e também a globalização, que rompem fronteiras e aproximam os povos, ainda não colocaram em prática a utilização inteligente e solidária dos recursos da Terra. d) A falta de infraestrutura e mobilidade nos grandes centros urbanos, o descaso com o ambiente em geral e o saneamento básico são alguns dos problemas que a humanidade deve enfrentar com rapidez. 31. Observe o cartaz espalhado pelas principais cidades portuguesas, pelo Partido Nacional Renovador, um partido de extrema direita. A questão migratória retratada no cartaz denomina-se a) racismo. b) xenofobia. c) tolerância. d) modismo. 32. Observe a afirmação: Há somente um homem excedente na Terra: Malthus. P. J. Proudhon Com essa frase, o líder anarquista procurava criticar: a) a tese de que a diminuição gradual da população, a partir das mudanças implementadas pela Revolução Industrial e urbanização, comprometeria o chamado exército de reserva. b) a tese do crescimento geométrico da produção alimentar em contraposição ao crescimento aritmético da população. c) os marxistas que faziam a apologia do crescimento demográfico do proletariado como estratégia revolucionária. d) a tese reformista em não reconhecer que o crescimento demográfico descontrolado supera e compromete a produção alimentar que cresce em ritmo aritmético. e) a tese demográfica proposta por Thomas Malthus em atribuir ao crescimento demográfico a responsabilidade pelas mazelas sociais. 35

36 Geografia 33. Leia o texto a seguir. Há um desafio demográfico na União Europeia (UE). Em 2009, a UE tinha a relação de 1,59 filho por mulher em idade reprodutiva. O mínimo para que a população se mantenha é de 2,1 duas crianças substituem os pais, e a fração 0,1 compensa as meninas que morrem antes de atingir a idade reprodutiva. Outro fator que contribui para o desafio demográfico é o envelhecimento da população. Segundo projeções das Nações Unidas, em 2050, 37% dos europeus terão mais de 60 anos. SUZIN, Giovana Moraes. A União Europeia pede ajuda. GE Atualidades, São Paulo, Ed.15. p. 96, jan./jun A situação demográfica europeia resulta do(a): a) incremento da população que migra para as antigas colônias africanas. b) aumento da taxa de mortalidade infantil e aumento do desemprego. c) aumento da expectativa de vida e do declínio da taxa de fecundidade. d) diminuição da população economicamente ativa e da transumância. e) incremento das políticas do filho único e do desenvolvimento sustentável. 34. Não é simples estabelecer critérios para aferir as condições de vida de uma população, mas é sempre verdade que quem não tem o que comer está em situação de carência extrema. A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) calculou a existência de 923 milhões de pessoas com fome no mundo em Um fator agravante para esse fato é/são a) a desigualdade de acesso (de poder de compra) aos alimentos, cada vez mais caros, que exclui parcelas de população já comprometidas com a falta de uma nutrição adequada. b) o índice de crescimento vegetativo mundial, que tem sido superior ao índice de produção de alimentos no Planeta, reafirmando a Teoria Malthusiana. c) as beligerâncias civis, regionais e internacionais, que assolam as populações famintas que vivem em países ricos. d) as novas tecnologias utilizadas na produção alimentar, que originam alimentação deficitária e crise nutricional. e) as empresas que dominam o comércio de grãos no mercado internacional e tendem a garantir apenas em seus países de origem um consumo ideal de calorias/homem/dia, do tipo fast-food. 35. Observe o mapa. De acordo com o mapa sobre correntes de migração internacional nos dias atuais, é correto afirmar: a) predominância de migrações clandestinas como as verificadas entre México e Estados Unidos ou entre Turquia e Alemanha. b) as catástrofes naturais são as maiores responsáveis pelas correntes migratórias contemporâneas, produzindo grande número de refugiados ambientais. c) Estados Unidos e Europa seguem sendo as principais áreas de emigração do mundo. d) fatores econômicos seguem sendo o principal fator das correntes migratórias. 36

37 Geografia e) fatores políticos são considerados os maiores fomentadores de imigrantes que buscam refúgio num grande número de países, particularmente na Europa. 36. Um mundo difícil Quase dois terços da população migrante vivem em países ricos do Norte e do Sul, e enviam remessas de dinheiro para familiares no valor de US$ 300 bilhões ao ano, realizando quase sempre trabalhos sujos, perigosos e difíceis. Foi o que explicou o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, ao falar na Assembleia Geral a propósito do impacto das migrações sobre o desenvolvimento. Ban também disse que ele mesmo nascido na Coreia do sul é um dos 214 milhões de migrantes internacionais que vivem fora de seus países de origem. Todos somos parte de uma economia mundial produtiva que beneficia nosso mundo em sua totalidade, afirmou aos delegados. De todo modo, o clima político não é o melhor alguns, inclusive, afirmam que é o pior para a população migrante no mundo. Nos últimos anos, aumentaram os temores de poderem morrer afogados, já que centenas de imigrantes tentam, sem resultado, fugir do caos político em países como Líbia, Tunísia, Costa do Marfim e Somália. (...) O colapso econômico e os políticos de direita também fizeram com que a xenofobia se espalhasse pela Europa, incentivando a violência contra os imigrantes. Joseph Chamie, ex-diretor da Divisão de População da ONU e atual diretor de pesquisas do Center for Migration Studies, disse à IPS que o primeiro tem a ver com a brecha existente entre público e governos em matéria de imigração, e o segundo com as crescentes pressões pela deportação dos imigrantes ilegais. As duas forças contribuem para a ascensão de grupos de direita e da xenofobia, ressaltou. (Fonte: jornaldiadia.com.br). Sobre a relação entre xenofobia e migração, é correto afirmar que: a) a migração de africanos para a Europa é resultado da crise econômica mundial, gerada pelos países africanos, nos últimos anos. b) a migração internacional atinge apenas os africanos devido à xenofobia existente nos países da África. c) a ascensão da xenofobia na Europa surge em função das crises econômicas e do crescimento de ideias racistas na África. d) a xenofobia não é exclusividade da Europa. Embora seja neste continente onde ela apareça de forma mais evidente, a xenofobia está ligada diretamente às crises econômicas e aos conflitos étnicos e políticos existentes em várias partes do mundo, a exemplo de alguns países da África e do Oriente Médio. e) xenofobia e migração andam juntas devido às constantes crises econômicas do capitalismo mundial; porém são fenômenos isolados, sem nenhuma relação com a situação política ou cultural onde elas se manifestam. 37. (...) uma população jovem e numerosa, em virtude de elevadas taxas de natalidade, não é causa, mas consequência do subdesenvolvimento. (...) Foi constatado que quanto maior a escolaridade da mulher, menor é o número de filhos e a taxa de mortalidade infantil. Consulta em 05/04/2010. O trecho acima reflete aspectos defendidos pela teoria a) Reformista. b) Malthusiana. c) Neomalthusiana. d) Ecomalthusiana. e) da Explosão Demográfica. 38. Os movimentos migratórios ocorrem desde os tempos pré-históricos. Razões diversas levam as pessoas a migrarem, e sabe-se que esses movimentos acabam contribuindo para o crescimento demográfico do país ou região receptora. Considerando os movimentos migratórios, assinale a alternativa incorreta. a) Ao longo de sua história, por causa da cultura milenar e do crescimento econômico, o Japão sempre se identificou como país de imigração. b) Nas últimas décadas do século XX, os países europeus tornaram destino de muitos imigrantes da América Latina. c) A emigração constitui-se na subtração do contingente populacional pelo fato de as pessoas saírem para ir morar em outro país. d) A África e a Ásia contribuem com parcela significativa de refugiados para o crescimento da migração internacional. 39. "O surgimento de grandes centros urbanos com crescimento desordenado, as migrações de populações inteiras provocadas pela escassez de alimentos e por guerras, a poluição e o desemprego resultaram em aumento da mortalidade nos países mais pobres e no agravamento de problemas de saúde. ( Geopolítica das doenças. Atualidades Vestibular, São Paulo, p.196, 2008). A partir da leitura do texto e de seus conhecimentos geográficos sobre o desenvolvimento urbano-industrial e a dinâmica populacional, é correto afirmar que: a) a presença dos programas de prevenção e tratamento instituídos pelo sistema público de saúde, em países pobres, reduz as taxas de doenças crônicas na infância e baixa os níveis da mortalidade infantil para 0%. 37

38 Geografia b) nos últimos anos tem ocorrido uma diminuição entre a esperança de vida dos países desenvolvidos e os subdesenvolvidos devido às melhorias infraestruturais: como o acesso à água potável, a uma alimentação adequada e a eficiência dos programas de saúde pública para toda a população. c) a ocorrência das epidemias, das guerras civis, as condições socioeconômicas das pessoas, bem como a deficiência na qualidade e quantidade de serviços públicos existentes (hospitais, escolas e saneamento básico) em países pobres, interferem diretamente no IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) e no agravamento das desigualdades sociais. d) as aplicações de políticas públicas em países pobres, nas áreas de urbanização descontrolada, contribuíram para solucionar os problemas de infraestrutura urbana dos bairros degradados das periferias, com a construção de condomínios fechados que atendem prioritariamente à classe menos privilegiada. e) o destaque da produção mundial de grãos, cereais, açúcar, café, entre outros, nos países pobres, reduz os índices da fome e da mortalidade infantil, visto que o lucro das exportações desses produtos é revertido em políticas públicas que atendem, principalmente, à população de baixa renda. 40. O declínio da fertilidade no mundo é surpreendente. Em 1970, o índice de fertilidade total era de 4,45 e a família típica no mundo tinha quatro ou cinco filhos. Hoje é de 2,435 em todo o mundo, e menor em alguns lugares surpreendentes. O índice de Bangladesh é de 2,16, uma queda de 50% em 20 anos. A fertilidade no Irã caiu de 7, em 1984, para 1,9, em Grande parte da Europa e do Extremo Oriente tem índices de fertilidade abaixo dos níveis de reposição. Carta Capital A queda da fertilidade em um país é responsável por novos arranjos demográficos, dentre eles a) o forte aumento das taxas de urbanização. b) a emergência de padrões de vida mais elevados. c) a mudança na composição etária da população. d) o aumento da expectativa de vida. e) a estabilização da densidade demográfica. 41. Transições demográficas em curso nos diferentes países do Sul, inverno demográfico em certos países do Norte, envelhecimento da população, urbanização sem precedentes: eis o que desenha uma paisagem demográfica inédita. Soma-se a questão das circulações migratórias: 214 milhões de pessoas residem de modo permanente em um país diferente daquele em que nasceram um número que não inclui nem refugiados nem deslocados. Gérard-François Dumont, 01 de Julho de Sobre o significado dos conceitos utilizados no texto acima para descrever a atual paisagem demográfica, leia as seguintes afirmações: I. Transição Demográfica refere-se ao período de transição entre uma situação de elevadas taxas de mortalidade e de natalidade para um regime de baixa mortalidade e natalidade, em dado país ou região. II. Inverno Demográfico refere-se a uma situação na qual a natalidade continua a diminuir no final da transição demográfica, em dado país ou região. III. Urbanização refere-se ao crescimento absoluto da população que reside em assentamentos definidos como urbanos, em dado país ou região. IV. Deslocado refere-se ao migrante que atravessa uma fronteira política internacional em busca de inserção no mercado de trabalho em um país estrangeiro. Está correto apenas o que se afirma em a) I, II e III. b) I e II. c) I, II e IV. d) I e III. e) I, II, III e IV. 42. A geografia rural tem sido essencialmente uma geografia agrária, aliás, ela tornou-se, sobretudo, uma geografia agrícola ao invés de tornar-se plenamente uma geografia rural, levando em conta o conjunto das populações e das atividades do espaço rural e não mais somente o que tange à agricultura. In: La Géographie Agraire et la Géographie Rurale, Robert Chapuis, 2005, p.147 Considerando-se a concepção de geografia rural defendida pelo autor, marque a única opção que indica um tema de estudo do espaço rural que se afasta das temáticas mais frequentes da geografia agrária. a) Modernização dos Complexos Agroindustriais b) Urbanização do campo e infraestrutura c) Biodiversidade na agricultura comercial d) Geração de energia por biomassa e) Saúde de populações tradicionais 43. Um agricultor adquiriu dez hectares de terra para práticas agrícolas. A propriedade, atravessada por um rio perene, apresenta solos de boa fertilidade. Todavia, predomina um relevo de médias altitudes com declividade acentuada. Preocupado com a conservação do solo, o agricultor consultou um engenheiro agrônomo. Este recomendou arar e semear o solo seguindo as cotas altimétricas do relevo, o que reduz 38

39 Geografia a velocidade do escoamento superficial da água, os processos erosivos e a perda de solo agricultável. A técnica de conservação do solo recomendada pelo engenheiro agrônomo denomina-se a) curvas de nível. b) terraceamento. c) associação de culturas. d) reflorestamento. 44. O capitalismo, em sua crescente penetração no mundo rural mediante modos de produção que se desenvolvem por meio da demanda de mercado externo (exportações), tem capitalizado cada vez mais a renda da terra. Os efeitos mais marcantes têm sido a geração ou aprofundamento da desigualdade social, evidenciando uma forma de violência, e a diferenciação quanto aos lucros oriundos da exploração da terra. Neste contexto, é verdadeiro afirmar que: a) os pequenos agricultores brasileiros constituem uma exceção no contexto rural do mundo, pois têm facilidade de inserção no mercado moderno, face às aplicações de políticas públicas que favorecem a aquisição de maquinário e estímulos financeiros que induzem à modernização agrícola e uma nova forma de apropriação do espaço agrícola. b) na maioria dos países latino-americanos a modernização da agricultura segue os moldes capitalistas e tende a beneficiar apenas determinados produtos e produtores. Com a modernização ocorre a chamada industrialização da agricultura, tornando-a uma atividade nitidamente empresarial, com fortalecimento das cooperativas agrícolas que administram grande parte dessas empresas. c) no mundo rural dos países capitalistas tecnologicamente desenvolvidos, o uso de novas técnicas e equipamentos modernos, faz com que o produtor dependa cada vez menos da generosidade da natureza, adaptando-a mais facilmente, de acordo com seus interesses. Tal fato aumentou percentualmente a produção agrícola, eliminando desses países a pobreza alimentar, a exemplo de que ocorreu na Índia nos últimos anos. d) o processo de capitalização do campo tem provocado gradualmente a mercantilização da vida social no campo, pois, de forma lenta, a autonomia que a agricultura (atividades agrícolas) até então tinha, tem sido levada a atender a uma subordinação de novos interesses, formas de vida e de consumo típicos de áreas urbanas. e) a revolução verde, presente na chamada agricultura modernizada no espaço rural capitalista, modelo baseado no uso intensivo de agrotóxicos e fertilizantes sintéticos na agricultura, tem evitado o aumento da concentração da terra e a exploração da mão de obra no campo. 45. Leia o texto a seguir. O fato é que a produção focada na exportação pode reduzir a oferta doméstica de alimentos por dois caminhos simultâneos: a) substituição ao nível da composição da produção (cultivando-se mais soja ao invés de arroz e feijão); e b) alterações tecnológicas que privilegiam o uso intensivo da terra e equipamento, reduzindo o emprego de moradores residentes e com eles as culturas de subsistência, cujos excedentes eventuais formavam uma importante parcela da oferta que chega aos centros urbanos. (http://www.portaldoagronegocio.com.br) Do conteúdo do texto, pode-se concluir que a) a modernização do campo, com a utilização de máquinas agrícolas, só ocorre nas culturas voltadas para a exportação, como a soja. b) a agricultura voltada para a exportação, como a soja, absorve a maior parte da mão de obra existente no campo. c) os pequenos produtores têm preferido cultivar soja, ao invés de arroz e feijão, pois é uma cultura que não exige grandes investimentos. d) o aumento das exportações de produtos agrícolas pode reduzir a produção de alimentos para o mercado interno. e) a exportação de alimentos, em países de agricultura tradicional, só é possível pela redução da produção voltada para o mercado interno. 46. A produção agrícola está fundamentada em três elementos básicos a terra, o capital e o trabalho. O emprego desses elementos varia no tempo e no espaço, em conformidade com o desenvolvimento das forças produtivas. Transformações se efetivam de forma desigual nos lugares em função dos níveis de capitalização dos produtores, do emprego de mão de obra, de insumos agrícolas e dos recursos naturais incorporados ao processo produtivo. Com base nesse pressuposto, verifica-se que, na agricultura denominada moderna, os fatores predominantes e seus objetivos são: a) a terra e o trabalho no sistema agroflorestal, visando à mínima alteração dos sistemas naturais, reduzindo os impactos ambientais. b) a terra e o capital, tendo como base da produção a sustentabilidade social e econômica e o equilíbrio ambiental, visando atender às exigências do mercado mundial. c) o capital e o trabalho na produção orgânica certificada, utilizando insumos orgânicos e controle biológico de pragas, visando minimizar os impactos ambientais. d) a terra e o trabalho, com utilização de sementes selecionadas pelos produtores e insumos orgânicos, visando a um modelo de agricultura alternativo. e) o capital e o trabalho, utilizando insumos industriais, conhecimentos técnico-científicos e tecnologias avançadas, visando ao aumento da produtividade da terra. 39

40 Geografia 47. Ao longo do tempo a humanidade foi aperfeiçoando as formas de explorar a natureza e de intervir no meio ambiente por meio das relações econômicas e culturais. Estas transformações, atreladas ao desenvolvimento tecnológico, por vezes tem provocado problemas fundiários e ambientais. Nesse sentido é verdadeiro afirmar que: a) dada as condições econômicas e ambientais, a produção agrícola mundial é obtida de forma bastante homogênea, isto é, livre de problemas fundiários e repletos de conflitos de cunho ambiental. b) o uso de técnicas tradicionais na cultura de irrigação no Sudeste asiático região das monções a exemplo da rizicultura, alia produção para o consumo externo e baixos impactos socioambientais. c) ao mesmo passo que o Brasil se dinamiza economicamente, destacando-se pelo seu desenvolvimento tecnológico agrícola, em particular na produção de commodities, mantém em sua estrutura social, características arcaicas, como concentração fundiária e violência no campo. d) duas grandes paisagens agrícolas da Europa apresentam reduzidos problemas ambientais em decorrência do seu restrito uso de tecnologia e modernização agrária, combinando por sua vez, a agricultura de seca com a rotação de cultivos. e) a política de subsídios agrícolas implementada pelos Estados Unidos da América tem como objetivo evitar a concorrência de produtos de importação e viabilizar um novo modelo agrário nacional assentado em pequenas propriedades de uso coletivo da terra. 48. Essa imagem representa a(o) a) crítica à escassa produção de alimentos mundial. b) diminuição do desemprego estrutural no campo. c) benefício à saúde pelo emprego dos alimentos transgênicos. d) substituição do trabalhador no processo de produção agrícola. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Leia o trecho da música Nóis é jeca mais é joia de Juraildes da Cruz e Xangai. Se farinha fosse americana mandioca importada banquete de bacana era farinhada Andam falando que nóis é caipora qui nóis tem qui aprender ingrês qui nóis tem qui fazê xuxéxu fóra deixe de bestáge nóis nem sabe o portuguêis nóis somo é caipira pop nóis entra na chuva e nem móia meu ailóviú nóis é jéca mais é joia Tiro bicho de pé com canivete mais já tô na internet nóis é jéca mais é joia. 49. Considerando a letra da música e o processo de formação econômica e social dos países subdesenvolvidos, é possível afirmar que 40

41 Geografia a) as formas culturais produzidas nos países subdesenvolvidos tornaram-se elementos valorizados no cotidiano das elites dos países desenvolvidos ao longo de seu processo de formação. b) a internalização, especialmente pela elite dos países subdesenvolvidos, de hábitos de consumo e formas culturais produzidos no exterior é uma característica marcante ao longo do processo de formação desses países. c) os hábitos de consumo e as formas culturais produzidas nos países desenvolvidos não tiveram impactos significativos no processo de formação social e cultural dos países subdesenvolvidos. d) as formas culturais e os hábitos de consumo produzidos nos países subdesenvolvidos foram responsáveis por moldar o comportamento cultural das elites dos próprios países subdesenvolvidos. e) a intensificação dos intercâmbios comerciais entre os países permitiu que produtos alimentares, como é o caso da mandioca, se caracterizassem como a base da alimentação de sociedades localizadas em todo o mundo. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Na alimentação, a carne bovina é fonte de fósforo, ferro e de vitaminas do complexo B. As regiões Norte e Centro-Oeste, onde se situam a floresta Amazônica e o Cerrado, são as que apresentam as maiores taxas de expansão do rebanho bovino no Brasil. 50. Nas regiões citadas, a criação de gado bovino é a) intensiva, com o gado confinado e alto rendimento financeiro. b) intensiva, com o gado criado em pastos e produção de carne para exportação. c) extensiva, com o gado criado à solta em pastos e produção destinada ao corte. d) extensiva, com o gado confinado, rebanhos escassos e uso de pouca mão de obra. e) leiteira, com o gado solto em pastos e produção destinada à obtenção de carne. GABARITO: Resposta da questão 1: [C] As afirmativas incorretas são: [I]. A redução da pobreza, a atenuação da desigualdade social e o aumento da classe média iniciou no governo Fernando Henrique Cardoso e se intensificou no governo Lula na década de Entretanto, o país continua sendo muito desigual socialmente. [III]. O Brasil ainda continua sendo um dos países com pior distribuição de renda do mundo, estando muito distante do padrão existente nos países desenvolvidos europeus. Resposta da questão 2: [A] 1) CORRETO. As ações do governo citadas no texto caracterizam uma política oficial de estímulo à natalidade por meio de incentivos ao aumento do número de filhos. 2) INCORRETO. A doutrina malthusiana é anti-natalista, defendendo o controle da natalidade. 3) INCORRETO. As ações do governo citadas no texto estimulam a natalidade e, portanto, o aumento do crescimento vegetativo. 4) INCORRETO. As ações do governo citadas no texto estimulam a natalidade e, portanto, o aumento do crescimento vegetativo. INCORRETO. A doutrina neomalthusiana é anti-natalista, já que defende o controle de natalidade. Resposta da questão 3: [D] a) INCORRETA O crescimento da economia informal ocorre nos países subdesenvolvidos, como citado no texto. b) INCORRETA A lei de 19/12/2000 proíbe o trabalho dos menores de 16 anos de idade, salvo na condição de aprendiz, a partir dos 14 anos. c) INCORRETA A ausência do vínculo empregatício não caracteriza a PEA, contudo, é a principal característica do trabalho informal. d) CORRETA A economia informal define-se como a prática de atividades econômicas do setor primário, secundário ou terciário sem o conhecimento do governo, ou seja, alheia a qualquer institucionalidade ou legalidade. Resposta da questão 4: [C] 5) INCORRETO. Não ocorreu o desenvolvimento de setores produtivos capazes de absorver a mão de obra excedente, não havendo, assim, a compensação citada. 41

42 Geografia 6) INCORRETO. O aumento do desemprego resultou da automação dos setores produtivos. 7) CORRETO. Uma das características da 3ª revolução industrial é a flexibilização da produção por meio da terceirização, eliminando o contingente de operários nas fábricas e em outras unidades de produção econômica. 8) INCORRETO. A diversificação das profissões atende à demanda do mercado, não sendo, porém, a causa do desemprego estrutural citado no texto, haja vista que este, ocorre em razão da automação dos setores. INCORRETO. Os tecnopolos reduzem a demanda do emprego formal e, portanto, estimulam o aumento do subemprego. Resposta da questão 5: [B] 9) INCORRETO. Ocorreu queda da taxa de crescimento da população rural. 10) CORRETO. Os indicadores apontam aumento da expectativa de vida e redução da taxa de natalidade. 11) INCORRETO. Ocorreu queda da taxa de mortalidade infantil. 12) INCORRETO. Ocorreu aumento da taxa de urbanização. INCORRETO. Ocorreu aumento da população urbana e queda da taxa de fecundidade. Resposta da questão 6: [E] Segundo os dados do Censo 2010, o Brasil possui uma população total de de pessoas. Em 2000, esse total era de O número de mulheres na população é superior à quantidade de homens, em boa parte porque na população masculina o número de mortes por causas não naturais é maior (acidentes de trânsito, violência urbana etc.). A população feminina corresponde a de pessoas, enquanto a população masculina é de A taxa de fecundidade tem caído desde a década de 1960, devido ao processo de urbanização e de inserção da mulher no mercado de trabalho. Em 1960, a taxa de fecundidade era de 6,3 filhos por mulher e em 2010 passou a ser de 1,89 filhos por mulher. Na assertiva III há imprecisões cronológicas e de dados. A porcentagem das famílias compostas por laços de parentesco é de 88,2%, ou seja, é menor do que o valor apontado de 91%. O número de famílias unipessoais realmente vem aumentando nas últimas décadas, porém a questão deixa de apontar que o número total de 2010 de famílias com essa característica é de aproximadamente 7,1 milhões. Resposta da questão 7: [C] O crescimento natural ou vegetativo do Brasil tem, nas últimas décadas, apresentado índices decrescentes, o que é corretamente indicado na alternativa [C]. Estão incorretas as alternativas: [A], pois o crescimento populacional está em decréscimo; [B], pois o crescimento demográfico apresenta decréscimo a partir da década de 1970; [D], pois com a elevação da qualidade de vida, embora a população de baixa renda ainda apresente uma maior taxa de fecundidade, a redução da taxa de natalidade e mortalidade é uma tendência em todos os segmentos sociais; [E], pois, embora a imigração tenha sido um fator de incremento populacional no século XIX e início do século XX, a partir da década de 1930, com o Governo Vargas, sua participação na dinâmica demográfica foi irrisória. Resposta da questão 8: [A] O agronegócio brasileiro apresenta alta produtividade devido à mecanização, uso da biotecnologia e utilização de insumos (agrotóxicos e fertilizantes). Desse modo, o Brasil tornou-se grande exportador de commodities agrícolas como soja, açúcar, café e suco de laranja. No Brasil, prevalecem as rodovias, modal de transporte de carga de alto custo. A Petrobrás pesquisa e desenvolve biocombustíveis, a exemplo do biodiesel. Nos últimos anos, o setor terciário (serviços, comércio e finanças) foi o que mais cresceu, sendo dominante na geração de empregos e na composição do PIB brasileiro. Resposta da questão 9: [E] Como mencionado corretamente na alternativa [E], a agricultura familiar desenvolve-se em pequenas e médias propriedades. Estão incorretas as alternativas: [A], porque sua produção se destina ao mercado interno; [B], porque não movimenta capital para garantir investimentos em tecnologia; [C], porque emprega, como o próprio termo sugere, mão de obra familiar; [D], porque tem fundamental importância na economia nacional, já que é responsável pela produção de subsistência. Resposta da questão 10: [C] 13) CORRETO. A produção de culturas de subsistência feita pela agricultura familiar para o mercado regional está integrada ao sistema agroindustrial. 14) CORRETO. O abastecimento de cultivos agrícolas para o mercado regional é feito por produtores menores. 15) INCORRETO. Os produtos que se destacam na exportação agrícola são soja e laranja, ao passo que, os que se destacam na agricultura familiar são os de subsistência. 16) CORRETO. Culturalmente, o hábito alimentar no país aponta para o consumo de cultivos de subsistência, como feijão e mandioca. CORRETO. A soja é um produto cujo plantio é feito de forma mecanizada, e como a agricultura familiar utiliza menor nível de automação, a produtividade do cultivo de grãos é menor. Resposta da questão 11: [E] 17) INCORRETA. A tabela aponta maior concentração fundiária. 18) INCORRETA. O texto indica que a ilegalidade está associada aos latifúndios e, portanto, propriedades com área igual ou superior a 1000 ha. 19) INCORRETA. O maior número de estabelecimentos rurais encontra-se na faixa de 1 a 10 ha. 20) INCORRETA. Ocorre predomínio de estabelecimentos rurais na faixa de 1 a 10 ha. CORRETA. A estrutura fundiária brasileira caracteriza-se pela concentração de terras, portanto, um pequeno número de estabelecimentos rurais corresponde a maior porcentagem de terras agrícolas. Como mencionado no texto, os latifúndios estão associados ao princípio da ilegalidade. Resposta da questão 12: [D] O agronegócio exportador é caracterizado pela modernização via aumento de produtividade que aumentou a lucratividade de grandes e médios produtores (5). O agronegócio não alterou significativamente a estrutura fundiária brasileira, que permaneceu concentrada, isto é, um número relativamente pequeno de proprietários são donos de grandes áreas (1). O rendimento do agronegócio é maior do que o verificado entre os pequenos 42

43 Geografia proprietários familiares (2). Houve a permanência do êxodo rural (3). Em muitas propriedades do agronegócio, a exemplo da cana de açúcar, utiliza-se mão de obra de trabalhadores temporários como os boias-frias (4). Resposta da questão 13: [C] Levando em consideração a própria caracterização do agronegócio, pressupõe-se que haja a necessidade de utilização de grandes extensões de terra - concentração de terras e com a mecanização da produção agrícola, o desemprego no campo. Resposta da questão 14: [D] No Brasil, o avanço de alguns setores do agronegócio nas últimas décadas favoreceu a concentração fundiária, a exemplo da produção de soja e de cana-de-açúcar. O país tornou-se grande exportador de alimentos, porém não resolveu problemas históricos com a insuficiência de reforma agrária e os frequentes conflitos pela posse da terra que resultam em violência. Resposta da questão 15: [B] O agronegócio brasileiro aumentou substancialmente a sua produtividade nas últimas décadas em razão da aplicação da biotecnologia, utilização de fertilizantes, uso de agrotóxicos e avanço da mecanização. A modernização contribuiu para o êxodo rural e parte considerável dos trabalhadores (boias frias) habitam áreas urbanas. O país tornou-se grande exportador de commodities agropecuárias; entretanto, em algumas regiões do país, o meio rural carece de modernização, sendo necessário levar as inovações até os pequenos proprietários familiares. Também é necessário investir mais em inovação de modo a produzir mais na mesma área territorial, de modo a evitar um avanço sobre os ecossistemas naturais remanescentes e suprir a crescente demanda interna e externa por alimentos. Resposta da questão 16: [B] Como indicado corretamente na afirmativa [B], a agricultura familiar é o cultivo da terra por pequenos proprietários cuja mão de obra se apoia essencialmente no núcleo familiar, com produção policultora que atende ao mercado interno, como demonstrado na tabela. Estão incorretas as afirmativas: [A], porque por absorver a força de trabalho, a agricultura familiar não é a principal motriz do êxodo rural; [C], porque os produtos para exportação estão associados às grandes propriedades; [D], porque a agricultura familiar está associada a pequenas propriedades; [E], porque a latifundiarização decorre de vários processos, como o de modernização agrícola e, nesse caso, poderá absorver também a pequena propriedade. Resposta da questão 17: [A] Nas últimas décadas, houve expressivo avanço do agronegócio no espaço rural brasileiro visando o abastecimento dos mercados externo e a indústria. O crescimento deu-se, inclusive, sobre novas terras agricultáveis e em decorrência da elevação da produtividade relacionada ao uso da biotecnologia (incluindo a utilização crescente de transgênicos), mecanização e insumos (agrotóxicos e fertilizantes). A modernização do setor não eliminou problemas tradicionais do espaço agrário brasileiro como a desigualdade social e a concentração fundiária. Resposta da questão 18: [B] [A] INCORRETA O risco de erosão não é o único critério que qualifica uma região para a produção agrícola. [B] CORRETA Embora as porções do centro sul apresentem maior suscetibilidade à erosão, estas são as áreas de maior produção agropecuária moderna do país. [C] INCORRETA As áreas litorâneas não estão apontadas no mapa com maior risco de erosão, além do fato de o mapa fazer referência à erosão do solo e não ao processo de abrasão marinha. [D] INCORRETA Embora o nordeste apresente clima semiárido e produção pecuária, o risco na região é menor que no centro sul do país. [E] INCORRETA A maior suscetibilidade à erosão coincide com áreas de produção agropecuária. Resposta da questão 19: [A] I. CORRETO A Lei de Terras, promulgada em 1850, estabelece a compra como única forma de acesso à terra. II. CORRETO Embora não seja o único, o MST criado em 1984, é o maior e mais antigo movimento de luta pela reforma agrária num contexto de, pelo menos, vinte e sete movimentos autônomos de trabalhadores rurais, como o Movimento de Luta pela Terra, o Movimento de Libertação dos Sem-Terras, dentre outros. III. CORRETO O MST argumenta que a distribuição da terra sem o necessário suporte logístico para a produção não eliminará a pobreza do campo. IV. CORRETO O massacre ocorrido no município de Eldorado no Pará ocorreu em razão do confronto entre a polícia militar e os semterra acampados na região. Resposta da questão 20: [A] Países desenvolvidos como os Estados Unidos, Japão e parte da União Europeia são protecionistas quanto a sua produção agropecuária. Para dificultar a entrada de importados, aplicam tarifas de importação excessivas e muitos promovem subsídios que tornam seus produtos mais competitivos no mercado internacional. Essas políticas prejudicam os países subdesenvolvidos exportadores de commodities agrícolas como o Brasil. Na OMC (Organização Mundial do Comércio), o G20 países em desenvolvimento reivindica a eliminação dos subsídios dos países. Resposta da questão 21: [E] O mapa destaca as áreas com produção de etanol combustível que, em geral, coincidem com as regiões produtoras de cana-de-açúcar: interior de São Paulo, norte do Paraná, Triângulo Mineiro, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Zona da Mata Nordestina (Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte). Resposta da questão 22: [E] [A] INCORRETO A economia do país, e não a estrutura fundiária, no final do século XIX, era do tipo arquipelago, haja vista a desarticulação territorial e estrutural de sua produção. [B] INCORRETO A produção agrária do país, desde sua colonização, se caracterizou como extensiva. [C] INCORRETO A agricultura de subsistência se desenvolveu em paralelo às plantations, desde o século XVI. [D] INCORRETO A modernização da agricultura ocorreu privilegiando a produção comercial, estando, dessa forma, desvinculada do processo de reforma agrária. [E] CORRETO A mesorregião do oeste baiano, banhada pelo rio São Francisco, desenvolveu, a partir da implantação dos projetos de 43

44 Geografia irrigação, uma notável produção de grãos para exportação, dentre os quais, a soja. Resposta da questão 23: [B] O aluno deverá chegar à alternativa correta [B] pelo conhecimento dos fatores responsáveis por uma maior produtividade, que engloba o uso de tecnologia (sementes, maquinário e insumos), e a aplicação da lógica empresarial, que subentende mão de obra assalariada. Resposta da questão 24: [C] Em 2011, o Brasil venceu os Estados Unidos em um conflito comercial na OMC (Organização Mundial do Comércio). Os norteamericanos acusaram o Brasil de prática de dumping nas exportações de suco de laranja, mas não obtiveram êxito. Em 2012, com outra medida de caráter protecionista, os Estados Unidos utilizaram uma barreira fitossanitária contra a entrada do suco de laranja brasileiro, o uso do agrotóxico carbendazin. Uma das consequências foi a queda do preço da laranja e prejuízos para os agricultores brasileiros. Resposta da questão 25: [D] I. CORRETA A modernização agrícola ou a penetração do capitalismo no campo favorece a agricultura comercial em razão da demanda de maiores investimentos na utilização de maquinários, defensivos agrícolas, fertilizantes, sementes selecionadas, logo, possibilitando o aumento da produção e da produtividade. II. INCORRETA Embora a agricultura camponesa ou familiar tenha sido marginalizada no processo de modernização do campo em razão de não conseguir alocar investimentos e por ter propriedades de tamanho reduzido, ainda faz parte do cenário produtivo da agricultura brasileira. III. CORRETA A agroindústria conta com o apoio governamental já que seus produtos compõe uma porcentagem expressiva da balança comercial brasileira. Resposta da questão 26: [D] Como mencionado corretamente na alternativa [D], os trabalhadores descritos no texto são os boias-frias, mão de obra temporária empregada nos períodos de colheita ou corte de cana. Estão incorretas as alternativas: [A], [B] e [C], porque, embora os conceitos citados estejam corretos, as categorias de trabalho indicadas não correspondem à descrição do texto; [E], porque além dos posseiros não corresponderem à descrição do texto, estes não possuem a posse legal da terra. Resposta da questão 27: [B] O agronegócio brasileiro é caracterizado por um continuo processo de modernização com o avanço da mecanização, utilização de fertilizantes e aplicação da biotecnologia. O crescimento da mecanização na cana-de-açúcar aumenta a demanda por empregos mais qualificados, a exemplo de tratoristas e agrônomos, porém reduz o número de trabalhadores com menor qualificação como os boias-frias. Resposta da questão 28: [B] O texto destaca o crescimento populacional entre os séculos XX e XXI, o que só pode ser explicado pela contribuição dos países que ainda mantém uma taxa positiva de crescimento demográfico, ou seja, ainda estão na fase inicial da transição demográfica, que se caracteriza pela diminuição da taxa de mortalidade e manutenção ou aumento da taxa de natalidade, em virtude da melhoria das condições gerais de vida da população, gerando um saldo populacional positivo. Resposta da questão 29: [B] A alternativa [B] está correta, pois o IDH Índice de Desenvolvimento Humano é um indicador utilizado para classificar os países segundo seu nível desenvolvimento humano, baseado em três critérios: expectativa de vida ao nascer, educação (índice de educação; índice de anos médios de estudo; índice de anos esperados de escolaridade) e; PIB (índice de renda), estabelecendo a partir disso o nível de qualidade de vida da população. Estão incorretas as alternativas: [A] porque o critério utilizado não é a tecnologia da agricultura; [C] porque o indicador não qualifica a densidade demográfica dos países; [D] porque países com privações são classificados como IDH Baixo; [E] porque o objetivo do IDH é a questão humana e não a contabilidade da renda dos países. Resposta da questão 30: [B] A maioria dos países do mundo não adotou políticas demográficas neomalthusianas, ou seja, controle rigoroso e autoritário da natalidade. O crescimento da população mundial é acompanhado pela permanência do consumo elevado dos recursos naturais nos países desenvolvidos e pelo aumento dos níveis de consumo nos países subdesenvolvidos, principalmente os emergentes. Portanto, a dinâmica demográfica mundial não favorece o desenvolvimento sustentável (conciliação entre conservação ambiental, crescimento econômico e inclusão social), visto que os padrões de consumo não foram modificados. Resposta da questão 31: [B] Na Europa, partidos de extrema direita defendem medidas mais rigorosas para coibir a entrada de imigrantes estrangeiros provenientes de países subdesenvolvidos, além de ações de expulsão de imigrantes em situação ilegal. É o caso de partidos conservadores em Portugal, Alemanha, França, Reino Unido e Itália. De modo geral, em tempos de crise econômica e desemprego, como acontece desde 2008, ocorre um aumento da xenofobia (aversão a estrangeiros). Resposta da questão 32: [E] A teoria malthusiana, elaborada no final do século XVIII, afirmou que crescimento demográfico acelerado é a principal causa dos problemas sociais, visto que a população cresce em PG (Progressão Geométrica) enquanto a produção de alimentos cresce em PA (Progressão Aritmética). Resposta da questão 33: [C] 21) INCORRETA. A corrente migratória envolvendo europeus e africanos caracteriza a Europa como área de atração, e não de repulsão, além de o texto não fazer referência às migrações. 22) INCORRETA. O texto não faz referência aos indicadores de mortalidade infantil e desemprego, além de não ser comum a elevada taxa de mortalidade nos países europeus. 23) CORRETA. O texto indica o número de filhos por mulher em idade reprodutiva e a tendência da porcentagem do número de idosos, conceitos que remetem, respectivamente, à queda da taxa de fecundidade e ao aumento da expectativa de vida. 44

45 Geografia 24) INCORRETA. Uma das consequências da redução da taxa de fecundidade e do aumento da expectativa é a queda da população economicamente ativa, contudo, a interpretação do texto remete à identificação dos conceitos e não sua consequência. O texto não descreve o processo migratório denominado transumância. INCORRETA. O controle de natalidade identificado como Programa do Filho Único está associado à China, e no caso europeu, ao contrário, tem havido a disseminação de programas natalistas que visam reverter o processo descrito no texto. O texto não faz referência ao desenvolvimento sustentável. Resposta da questão 34: [A] 25) CORRETO. A falta de acesso ao alimento, cujo valor agregado constitui-se como mercadoria, tem como causa o baixo ou o inexistente poder de compra por parte da população em escala nacional ou mundial. 26) INCORRETO. Contrariando a teoria malthusiana, a produção de alimentos em escala mundial é superior à população, não sendo a escassez a causa da fome. 27) INCORRETO. Embora os conflitos e guerras possam causar crises de fome, esses se constituem como causa conjuntural, e não estrutural da fome, e não ocorrem em países ricos. 28) INCORRETO. As novas tecnologias resultam em aumento da produção e produtividade. INCORRETO. O padrão alimentar do tipo fast-food é desaprovado em termos nutricionais. Resposta da questão 35: [D] Os principais fluxos migratórios internacionais são impulsionados por causas socioeconômicas. Os imigrantes, principalmente de países subdesenvolvidos, procuram melhores condições de vida, emprego e melhores salários em países desenvolvidos e até em alguns países emergentes. São exemplos: mexicanos para os Estados Unidos e turcos para a Alemanha. Resposta da questão 36: [D] a) INCORRETO. O fluxo migratório da África para a Europa decorre da desorganização de sua estrutura econômica e política, oriunda de seu passado colonial. A crise econômica mundial foi gerada pelos países desenvolvidos com a crise do mercado imobiliário nos EUA. b) INCORRETO. A migração internacional se caracteriza tradicionalmente pelo fluxo entre países subdesenvolvidos para países desenvolvidos. c) INCORRETO. A xenofobia nos países europeus é consequência do temor da aculturação e do desemprego do nativo perante a mão de obra barata do estrangeiro. As ideias racistas pertencem aos grupos que praticam a xenofobia e, portanto, predominantemente nos países ricos. d) CORRETO. A xenofobia é encontrada, predominantemente, em países cujo fluxo imigratório é desenfreado, como os europeus e Estados Unidos. e) INCORRETO. Considerando que xenofobia é a aversão ao estrangeiro, este conceito está amplamente relacionado à questão da imigração. Resposta da questão 37: [A] A teoria reformista foi formulada por intelectuais de centro e de esquerda e é a mais plausível para a interpretação da dinâmica populacional. Os reformistas apregoam que a prioridade é o combate à pobreza, a diminuição da desigualdade social e os investimentos em saúde e educação. E a melhoria da qualidade de vida das famílias que resulta na diminuição das taxas de natalidade. Resposta da questão 38: [A] Ao longo da história do Japão, aconteceram períodos de crise em que houve emigração (saída de população) em direção a outros países, a exemplo do fluxo migratório para o Brasil no início do século XX e para outros países, como os Estados Unidos. No período após a Segunda Guerra Mundial, quando o país teve maior crescimento econômico, o Japão teve períodos de atração de imigrantes que se constituíram em mão de obra barata, a exemplo dos decasséguis brasileiros nas décadas de 1990 e Resposta da questão 39: [C] 29) INCORRETO. Países subdesenvolvidos, especialmente os agromineradores ou marginais, possuem elevadas taxas de mortalidade infantil. 30) INCORRETO. A baixa expectativa de vida dos países subdesenvolvidos é resultado dos reduzidos investimentos socioeconômicos. 31) CORRETO. As condições citadas concorrem para o baixo IDH dos países subdesenvolvidos. 32) INCORRETO. Condomínios fechados estão associados à população de alto poder aquisitivo das cidades. INCORRETO. A produção agropecuária para exportação é uma das causas da persistência da fome em países pobres, cujo lucro pertence aos grandes grupos econômicos. Resposta da questão 40: [C] A queda da taxa de fertilidade, ou seja, o número de filhos por mulher em idade fértil, resulta em menor taxa de natalidade, reduzindo a porcentagem de jovens na população de um país, alterando a forma da pirâmide etária, como citado corretamente na alternativa [C]. Estão incorretas as alternativas: [A] e [B], pois a urbanização e a elevação da qualidade de vida podem ser apontadas como causas, e não consequências, da redução da taxa de fertilidade; [D], pois a taxa de fertilidade está relacionada diretamente com a taxa de natalidade, e não com a expectativa de vida; [E], pois densidade demográfica é o número de habitantes por km 2. Resposta da questão 41: [B] São conhecidos como deslocados aqueles que são forçados a migrar dentro do próprio país por motivos alheios à sua vontade (violência interna, luta armada, violação generalizada e sistemática dos direitos humanos etc.). Vivem situação semelhante à dos refugiados, mas permanecem no território do próprio país. Urbanização refere-se ao crescimento superior da população urbana em relação à rural. Resposta da questão 42: [E] A modernização do agronegócio, o avanço da urbanização sobre regiões até então rurais, a biotecnologia e a bioenergia são temas frequentes da Geografia Agrária nos últimos anos. Porém, é necessário valorizar também temas que envolvem as condições de vida das populações rurais como indicadores sociais (saúde e educação), trabalho, aspectos socioambientais, além das tradicionais questões fundiárias. Isto é, uma abordagem mais abrangente e humana do espaço rural que evite o foco demasiado na dimensão econômica. 45

46 Geografia Resposta da questão 43: [A] 33) CORRETA. Curvas de nível são uma prática adotada pelos agricultores cujo objetivo é reduzir a velocidade de escoamento da água da chuva. É feita a partir da plantação nas linhas das cotas altimétricas da propriedade, evitando a erosão hídrica. 34) INCORRETA. Terraceamento é a prática adotada em terrenos íngremes, cujas encostas são cortadas em plataformas ou largos degraus, resultando em controle sobre a erosão. 35) INCORRETA. Associação de culturas é o plantio integrado de dois ou mais cultivares, evitando que o solo fique exposto à erosão. INCORRETA. Reflorestamento é a implantação de florestas em áreas naturalmente florestais. Resposta da questão 44: [D] 36) INCORRETO. Embora tenha havido o desenvolvimento de programas para agricultura familiar, a pequena propriedade no Brasil segue exclusa do cenário da produção agrícola modernizada, haja vista que, nesse caso, impera o fator investimento, ao passo que na pequena propriedade, o fator trabalho. 37) INCORRETO. No cenário descrito ocorre o fortalecimento de grandes grupos empresariais e não de cooperativas agrícolas. 38) INCORRETO. Embora a teoria descrita na afirmativa esteja correta, a Índia não pode ser usada como exemplo, porque não eliminou a pobreza alimentar e por utilizar predominantemente a agricultura de jardinagem. 39) CORRETO. A afirmativa descreve o processo de subordinação do campo à cidade, onde a agricultura deixa de ser produtora de alimentos, passando a ser produtora de insumos para a indústria. INCORRETO. Os investimentos e insumos característicos da produção agropecuária moderna têm promovido o aumento da concentração fundiária. Resposta da questão 45: [D] [A] INCORRETA As culturas de subsistência que atendem ao mercado doméstico também podem ser mecanizadas. Contudo, o texto afirma que pode ocorrer a utilização de maquinários na produção para a exportação diminuindo a oferta de mão de obra. [B] INCORRETA As culturas de exportação como a soja, utilizam maquinários, eliminando a demanda de mão de obra. [C] INCORRETA As culturas de exportação, como a soja, são produzidas por grandes propriedades por exigem grandes investimentos, ao contrário do que afirma a alternativa. [D] CORRETA O texto indica que, com os investimentos em tecnologia e com o aquecimento do mercado externo pode ocorrer o aumento da produção para a exportação em detrimento da produção para o mercado interno. [E] INCORRETA O texto não afirma que a produção para a exportação só é possível com a redução da produção para o mercado interno, mas sim que isso pode ocorrer nesse caso. Resposta da questão 46: [E] O avanço do agronegócio em vários países, como os Estados Unidos e o próprio Brasil, deve-se ao grande aporte de capital para investimento, o uso de mão de obra especializada (economistas, agrônomos, veterinários, etc.), a aplicação de biotecnologia, a utilização de insumos (agrotóxicos e fertilizantes) e a intensa mecanização. Esses fatores propiciaram um elevado aumento de produtividade, lucratividade e expansão das exportações. Resposta da questão 47: [C] 40) INCORRETO. Não existe homogeneidade na produção agrícola mundial, haja vista que sua prática depende de inúmeros fatores, diferenciados segundo as paisagens físicas e econômicas, e tampouco foi eliminada a concentração fundiária, especialmente nos países subdesenvolvidos. 41) INCORRETO. No sudeste asiático predomina a agricultura de jardinagem onde a rizicultura, que atende ao mercado interno, é praticada nos vales dos grandes rios. 42) CORRETO. O país classifica-se atualmente como terceiro maior exportador mundial de alimentos, entretanto, ainda persistem os problemas de concentração fundiária e os conflitos no campo. 43) INCORRETO. As regiões agrícolas apontadas na afirmativa são as áreas mediterrâneas, contudo, também nessas porções, há investimentos em tecnologia e impactos decorrentes da produção. INCORRETO. Nos Estados Unidos ocorre o predomínio de grandes propriedades. Resposta da questão 48: [D] [A] INCORRETA Não é possível relacionar o tema da produção mundial de alimentos com a charge. [B] INCORRETA O desemprego estrutural decorre da automação do processo e, portanto, ocorreu seu aumento. [C] INCORRETA Há fortes questionamentos sobre os efeitos em longo prazo do uso dos transgênicos para a saúde, e o tema da charge não estabelece relação com essa polêmica. [D] CORRETA A charge mostra a produção agropecuária sem a presença da mão de obra, sendo evidente quando se observa o trator vazio e o trabalhador sendo engolido pela produção. Resposta da questão 49: [B] Os países subdesenvolvidos se caracterizam pela acentuada desigualdade social interna e pela dependência econômica em relação aos países desenvolvidos. Por vezes, a dependência se manifesta em aspectos culturais como a excessiva valorização da cultura importada pelas classes alta e média, em detrimento de características nacionais e regionais. Mesmo assim, principalmente nos países emergentes (Brasil, China, Índia, etc.) e nações muçulmanas, a afirmação da cultura local é cada vez mais significativa nos últimos anos. Resposta da questão 50: [C] Como mencionado corretamente na alternativa [C], a pecuária nas regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil é produzida predominantemente segundo o modelo de criação extensiva, em grandes propriedades, pasto natural e destinada ao corte. Estão incorretas as alternativas: [A] e [B], porque o modelo utilizado não é o intensivo; [D], porque o confinamento do gado caracteriza o modelo intensivo e não há escassez de rebanhos; [E], porque a produção da pecuária leiteira ocorre em áreas próximas ao mercado consumidor e, portanto, na região Sudeste. 46

47 Matemática 1 MATEMÁTICA 1 01) Um prisma reto de base triangular tem área de uma face lateral igual a 20 cm 2. Se o plano que contém essa face dista 6 cm da aresta oposta a ela, o volume desse prisma, em cm 3, é igual a a) 18. b) 36. c) 48. d) 54. e) ) A figura mostra a maquete do depósito a ser construído. A escala é 1 : 500, ou seja, 1cm, na representação, corresponde a 500 cm na realidade. Qual será a capacidade, em metros cúbicos, do depósito? 03) A cisterna de uma indústria tem a forma de um paralelepípedo retângulo com dimensões internas de 8 m de comprimento, 6 m de largura e 5 m de altura. Ela está vazia e será abastecida por uma torneira que tem uma vazão de 4 m 3 por hora. Qual é a função h(t) que expressa, em metros, o nível de água no tanque, t horas após a abertura da torneira? a) 240t b) 48-4t c) t 48 e) t d) 12 t 04) Considere um prisma reto cuja base é um pentágono não regular ABCDE, em que os lados AB e EA medem 10 2 cm, o lado CD mede 20 cm e os lados BC e DE são perpendiculares ao lado CD e têm metade da sua medida. Sabendo que a altura desse prisma é de 10 cm, assinale o que for correto A área lateral desse prisma mede 600 2cm. 02. O volume do prisma é cm O prisma tem 7 faces retangulares. 08. A área total do prisma é cm O prisma tem 10 vértices. 3 05) Uma piscina tem o formato de um prisma hexagonal regular reto com profundidade igual a 2 m. Cada lado do hexágono mede 2m. O volume de água necessário para encher 80% do volume da piscina é igual a: a) 6,9 m 3 b) 7 m 3 c) 7,1 m 3 d) 7,2 m 3 e) 7,3 m 3 06) 47

48 Matemática 1 De um cubo maciço de aresta x, retiram-se três blocos dois prismas retos de base triangular e um paralelepípedo reto obtendo-se um sólido em forma de U, de volume V = kx 3 u.v., k R, representado na figura. O valor de k é )Uma caixa com a forma de prisma hexagonal regular tem volume 192 3cm. Sabe-se que a altura dessa caixa é igual à distância entre dois vértices opostos de uma mesma base. Assim, a altura da caixa, em centímetros, é igual a a) 4. b) 5. c) 6. d) 7. e) 8. 08) Na figura a seguir vê-se um cubo cujas arestas medem 1 metro. M, N, P, Q, R e S representam, respectivamente, os pontos médios de suas arestas AB, BC, HC, DG, GF e AH. Calcule: a) A área do triângulo MRS. b) O volume do sólido MNPQRS indicado na figura. 09) A figura tridimensional representada é formada por faces retangulares de área r e faces triangulares de área t. A superfície da figura, em termos de r e t, é representada por 48

49 Matemática 1 a) r³t². b) 6rt. c) 4r + 3t. d) 3r + t². e) 3r + 2t. 10) Um produtor precisa construir um depósito de cereais em forma de um prisma hexagonal regular, de modo que a medida de sua superfície lateral seja 6 vezes a da superfície da base e o volume seja de 54m 3. A medida da aresta da base desse depósito deverá ser igual a a) 18 m. b) 1,8 m. c) 4 m. d) 2,5 m. e) 2 m. 11) Um copo de base quadrada está com 80% de sua capacidade com água. O maior ângulo possível que esse copo pode ser inclinado, sem que a água se derrame é a) 45º b) 30º c) 60º d) 15º e) 22,5º 12) A figura abaixo mostra a seção transversal de uma piscina com 20m de comprimento por 15m de largura, cuja profundidade varia uniformemente de 1m a 3m. Considerando-se que o volume dessa piscina é o produto da área da seção exibida pela largura da piscina, é CORRETO afirmar que a capacidade máxima da mesma, em litros, é igual a: a) 600 b) c) d) e) ) Uma barra de ouro na forma de paralelepípedo reto de dimensões 70 cm, 50 cm e 5 cm é derretida. Ao ouro é acrescentado 20% do seu volume, em prata. Com essa mistura são feitas outras barras na forma de prismas triangulares retos, cujas bases são triângulos retângulos de catetos 3 cm e 4 cm e cuja aresta lateral mede 10 cm. O número de barras fabricadas é a) 350. b) 342. c) 240. d) 548. e)

50 Matemática 1 14) Um aquário em forma de paralelepípedo reto, de altura 40 cm e base retangular horizontal com lados medindo 70 cm e 50 cm, contém água até um certo nível. Após a imersão de um objeto decorativo nesse aquário, o nível da água subiu 0,4 cm sem que a água entornasse. Então o volume do objeto imerso é: a) 1400 cm 3 b) 1120 cm 3 c) 1800 cm 3 d) 5600 cm 3 e) 1600 cm 3 15) Para a colocação de uma estátua foi necessário construir um pedestal de concreto com a forma da figura abaixo. Calcule quantos metros lineares de meio-fio em forma de paralelepípedo retângulo, com 20 cm de altura e 15 cm de largura, poderiam ser construídos com a mesma quantidade de concreto gasto na construção do pedestal representado acima. GABARITO: 1: E 2: 3240 m 3 3: D 4: 18 5: D 6: 01 7: E 8: a) b) m 9: E 10: E 11: A 12: D 13: A 14: A 15: 550m = m 4 50

51 Matemática 2 MATEMÁTICA 2 01) Dada a sequência a n = 4n 2 3n + 5, n N*; determine o sétimo termo. 02) Verifique se os números pertencem a seguinte sequência a n = 5n + 7, n N*; caso pertencerem, dê as posições que cada um ocupa na sequência. a) 72 b) 123 c) ) Analisando a sequência a n = ( 1) n + 7, n N*; estabeleça seus seis primeiros termos, e uma relação entre números pares e ímpares quanto a sequência. 04) A sequência apresenta-se na forma de recorrência. Calcule o quarto termo, sabendo que n N*. a a = 4 1 n + 1 n = (-1) + n.an 05) Escreva a sequência definida por: a a 1 n = -2 = a n 1 + (-1) n + 1, n N e n 2 06) Defina o sexto termo da sequência, n N*: a1 = 4 a2 = 6 an + 2 = an an 07) Dada a sequência a n = 9n - 4, n N*, descubra o valor de a 6 + a 7 e verifique se o número 239 pertence à sequência. 08) Sendo duas sequências X n e Y n, onde n N*, e X n = 4n + 7 e Y n = 3n + 18, a partir de que termo os elementos da sequência X n tornam-se maiores que a do Y n. 09) Considere a sucessão de números reais dada pelo termo geral: a n = n 2 n, n N*. Obtenha, em função de n, b n = a n - a n-1. 10) Seja a sequência definida por a n = 4n + 3, n N*, dê a soma dos cinco primeiros termos. 11) Calcule: 5 a) ( 2n - 3) n= b) 1 i= 3 i c) 5 k 3 ( 2 ) k = d) n+ 1 ( 1 ) n= 1 51

52 Física FÍSICA 1. A 1 metro da parte frontal de uma câmara escura de orifício, uma vela de comprimento 20cm projeta na parede oposta da câmara uma imagem de 4cm de altura. A câmara permite que a parede onde é projetada a imagem seja movida, aproximando-se ou afastando-se do orifício. Se o mesmo objeto for colocado a 50cm do orifício, para que a imagem obtida no fundo da câmara tenha o mesmo tamanho da anterior, 4cm, a distância que deve ser deslocado o fundo da câmara, relativamente à sua posição original, em cm, é de a) 50. b) 40. c) 20. d) 10. e) Um raio de luz de uma lanterna acesa em A ilumina o ponto B, ao ser refletido por um espelho horizontal sobre a semi-reta DE da figura, estando todos os pontos num mesmo plano vertical. Determine a distância entre a imagem virtual da lanterna A e o ponto B. Considere AD = 2m, BE = 3m e DE = 5m. 3. Do fundo de um poço, um observador de altura desprezível contempla um avião, que está 500 m acima de seus olhos. No instante em que a aeronave passa sobre a abertura do poço, o observador tem a impressão de que a envergadura (distância entre as extremidades das asas) abrange exatamente o diâmetro da abertura. Considerando os elementos da figura ilustrativa acima, fora de escala, calcule a envergadura l do avião. 4. Um feixe luminoso, partindo de uma fonte puntiforme, incide sobre um disco opaco de 10 cm de diâmetro. Sabendo-se que a distância da fonte ao disco corresponde a um terço da distância deste ao anteparo e que os planos da fonte, do disco e do anteparo são paralelos, podese afirmar que o raio da sombra do disco, projetada sobre o anteparo, é de: a) 15 cm. b) 20 cm. c) 25 cm. d) 35 cm. e) 40 cm. 52

53 Física 5. O esquema representa o corte de uma câmara escura de orifício, diante da qual existe um corpo luminoso AB de 40 cm de comprimento: Considerando a = 100 cm e b = 20 cm, calcule o comprimento da figura A'B' projetada na parede do fundo da câmara. 6. Um grupo de escoteiros deseja construir um acampamento em torno de uma árvore. Por segurança, eles devem colocar as barracas a uma distância tal da base da árvore que, se cair, ela não venha a atingi-los. Aproveitando o dia ensolarado, eles mediram, ao mesmo tempo, os comprimentos das sombras da árvore e de um deles, que tem 1,5 m de altura; os valores encontrados foram 6,0 mel,8 rn, respectivamente. Qual deve ser a menor distância das barracas à base da árvore? 7- Responda aos testes abaixo com base nas informações seguintes. Considere estas convenções e a associação de sistemas ópticos: POR = ponto objeto real POV = ponto objeto virtual POI = ponto objeto impróprio PIR = ponto imagem real PIV = ponto imagem virtual PII = ponto imagem impróprio L, = lente convergente L2 = lente divergente E = espelho plano I- A luz incidente recebida por L, provém de um: a) POR; b) POV; c) POI; d) PIR; II- Em relação a L" o ponto P, é: a) POR; b) POV; c) PIR; d)piv; e) PII. III -Em relação a L2' o ponto P, é: a) POR; b) POV; c) PIR; d) PIV; e) PII. IV- Em relação a L2' o ponto P2 é: a) POR; b) POV; c) PIR; d) PIV; e) PII. 53

54 Física V - Em relação a E, o ponto P2 comporta-se como: a) POR; b) POV; c) PIR; d) PIV; e) PII. VI - Em relação a E, o ponto P3 é: a) POR; b) POV; c) PIR; d) PIV; e) PII. 8. Na figura seguinte, S1 e S são sistemas ópticos e P1 é uma fonte puntiforme de luz: Com base nessa situação, responda: a) O que representa P1 em relação a S1? b) O que representa P2 em relação S1? E em relação a S2 c) O que representa P3 em relação a S2? 9. Considere as proposições: I. Um meio perfeitamente homogêneo e transparente é invisível para um observador no seu interior. II. Um observador cujo globo ocular não intercepta um estreito pincel de luz que se propaga no vácuo não vê o pincel. III. A água do mar, considerada em grandes quantidades, é um meio homogêneo e transparente. O que você conclui? a) Todas são corretas. b) Todas são erradas. c) Somente I é correta. d) Somente I e II são corretas. e) Somente III é correta. 10. Os raios solares incidem sobre uma pessoa de 1,60 m de altura. Sua sombra projetada sobre um piso horizontal tem 2,40 m de comprimento. Um poste vertical situado próximo à pessoa também tem sua sombra projetada sobre o piso. Algumas horas mais tarde, a sombra da pessoa apresenta 2,00 m de comprimento, enquanto a sombra do poste tem 2,50 m a menos de comprimento que a anterior. Qual a altura do poste? 11. Na figura a seguir, considere: El - espelho plano vertical E2 - espelho plano horizontal rl r2 e r3 - segmentos de um raio luminoso que incide sucessivamente em El e E2 Nas condições indicadas, quanto valem, respectivamente, os ângulos θ1 e θ2? 54

55 Física 12. Observe a figura: Em um dia de céu claro, o Sol estava no horizonte (0 ) às 6 h da manhã. Às 12 h, ele se encontrava no zênite (90 ). A que horas a luz solar, refletida no espelhinho plano M deitado sobre o solo, atingiu o ponto P? 13. A figura representa um espelho plano E vertical e dois segmentos de reta AB e CD perpendiculares ao espelho: Supondo que um raio de luz parta de A e atinja C por reflexão no espelho, o ponto de incidência do raio de luz no espelho dista de O, em centímetros: a) 48. b) 40. c) 32. d) 24. e) 16, 14. O esquema abaixo representa um homem de frente para um espelho plano S, vertical, e de costas para uma árvore P. Qual deverá ser o comprimento mínimo do espelho para que o homem possa ver nele a imagem completa da árvore? 55

56 Física 15. Juliana está parada no ponto A, indicado na figura a seguir, contemplando sua imagem num espelho plano vertical E, de largura 3,0 m. Rodrigo, um colega de classe, vem caminhando ao longo da reta r, paralela à superfície refletora do espelho, com velocidade de intensidade 2m/s. Desprezando-se as dimensões de Juliana e de Rodrigo, responda: a) Por quanto tempo Juliana poderá observar a imagem de Rodrigo refletida em em E? b) Se Juliana estivesse na posição B, qual seria o tempo de observação da imagem de Rodrigo? 16. Diante de dois espelhos planos que formam entre suas superfícies refletoras um ângulo de 90, um rapaz coloca um relógio, cujo painel é dotado de traços no lugar dos números. Sabendo que o experimento é realizado às 4 h 10 min, determine: a) o número de imagens que os espelhos conjugam ao relógio; b) quantas imagens têm o aspecto da figura I e quantas têm o aspecto da figura II. 17. Uma pessoa cujos olhos se encontram a 1,8 m do chão está em repouso diante de um espelho plano vertical E, a 50 cm dele. A pessoa visualiza, por reflexão em E. a imagem de um poste AB, de 6 m de altura, situado atrás de si a 2,5 m de E Determine: a) a mínima dimensão vertical h que deve ter o espelho para que a pessoa possa ver inteiramente a imagem do poste. b) a distância y da borda inferior do espelho ao chão nas condições do item anterior. 56

57 Física 18. A ilustração a seguir representa as motos MI e M2 em movimento uniforme num trecho retilíneo de uma estrada. Suas velocidades escalares, dadas de acordo com a orientação da trajetória, estão indicadas na figura: Sabendo que a moto M1 é equipada com um espelho retrovisor plano, calcule para a imagem de M2 conjugada pelo referido espelho: a) a velocidade escalar em relação ao espelho; b) a velocidade escalar em relação a M2; c) a velocidade escalar em relação à estrada. GABARITO: 1. D m 4. A 5. 8cm 6. 5m 7. D 8. a)por b)pir e POV c) PIV 9. D m e horas 13. C m 15. 6s e 6 s 16. a) 3 b) fig 1 = 1 fig2= m e 1,5 m m/s, 20m/s, 50 m/s 57

58 Química QUÍMICA 01. Observa-se que uma solução aquosa saturada de HCl libera uma substância gasosa. Uma estudante de química procurou representar, por meio de uma figura, os tipos de partículas que predominam nas fases aquosa e gasosa desse sistema sem representar as partículas de água. A figura com a representação mais adequada seria a) d) b) e) c) 02. Podemos classificar os ácidos quanto ao número de hidrogênios ionizáveis, quanto ao número de elementos constituintes, e quanto à presença de oxigênio na molécula. Neste sentido, qual dos ácidos listados a seguir, pode ser considerado um DIÁCIDO, TERNÁRIO e OXIÁCIDO ao mesmo tempo? a) H 3 PO 4 b) H 2 SO 4 c) HNO 3 d) H 2 S e) H 4 P 2 O Sobre os compostos HCl, H 2 SO 4, H 3 BO 3 e H 2 CO 3 são feitas as afirmações: I. Todos sofrem ionização quando em meio aquoso, originando íons livres. II. Segundo Arrhenius, todos são ácidos porque, quando em meio aquoso, originam como cátions íons H +. III. Todos são compostos moleculares. IV. De acordo com o grau de ionização, HCl e H 2 SO 4 são ácidos fortes. V. Os compostos H 3 BO 3 e H 2 CO 3 formam soluções aquosas com alta condutividade elétrica. Estão corretas as afirmativas: a) I, II, III, IV e V. b) I, apenas. c) I e II, apenas. d) I, II e III, apenas. e) I, II, III e IV, apenas. 04. Os ácidos H 2 SO 4, H 3 PO 4 e HClO 4 são de grande importância na indústria (por exemplo, na produção de fertilizantes). Assinale a alternativa que apresenta corretamente a ordem crescente de acidez destas espécies. a) H 3 PO 4, H 2 SO 4, HClO 4. b) H 2 SO 4, H 3 PO 4, HClO 4. c) HClO 4, H 2 SO 4, H 3 PO 4. d) HClO 4, H 3 PO 4, H 2 SO 4. e) H 3 PO 4, HClO 4, H 2 SO 4. 58

59 Química 05.Leia as informações contidas na tirinha abaixo. Uma substância que pode ser incluída no cardápio de antiácidos por ter propriedades básicas é a) NaF. b) CaCl 2. c) Mg(OH) 2. d) CH 3 COOH. 06. Com relação às bases relacionadas abaixo, assinale o que for correto. I. NaOH II. NH 4 OH III. Mg(OH) 2 IV. Cu(OH) I é uma base de metal alcalino considerada forte. 02. III e IV são bases consideradas insolúveis em água. 04. I e II são denominadas de monobases. 08. A equação Mg(OH) 2 Mg OH representa corretamente a dissociação da base III. 07. Os óxidos possuem inúmeras aplicações químicas. Uma das formas de classificá-los é por meio de seu caráter ácido, básico ou anfótero. Dois óxidos que podem ser classificados como anfóteros são a) ZnO e MgO. b) Al 2 O 3 e Cl 2 O. c) Al 2 O 3 e MgO. d) MgO e CaO. e) Al 2 O 3 e ZnO. 08. Dadas as equações químicas abaixo, assinale o que for correto. I. H 2 SO 4 + CaCO 3 CaSO 4 + CO 2 + H 2 O II. P 2 O H 2 O 2 H 3 PO Na equação I, o ácido reagente é um composto co-valente, formado pelo ânion sulfato. 02. O pentóxido de difósforo da equação II é um óxido ácido. 04. O sulfato de cálcio presente na equação I é um sal básico. 08. Na equação II, o produto é classificado como ácido de Arrhenius. 09. O hipoclorito de sódio é um sal utilizado frequentemente em soluções aquosas como desinfetante e/ou agente alvejante. Esse sal pode ser preparado pela absorção do gás cloro em solução de hidróxido de sódio mantida sob resfriamento, de modo a prevenir a formação de clorato de sódio. As soluções comerciais de hipoclorito de sódio sempre contêm quantidade significativa de cloreto de sódio, obtido como subproduto durante a formação do hipoclorito. Assim, é correto afirmar que as fórmulas químicas do hipoclorito de sódio, clorato de sódio e cloreto de sódio são, respectivamente, a) NaClO, NaClO 3 e NaCl. b) NaClO 2, NaClO 4 e NaCl. c) NaClO, NaClO 2 e NaCl. d) NaClO, NaClO 4 e NaClO 2. e) NaClO 2, NaClO 3 e NaCl. 10. A desinfecção tem por finalidade destruir microorganismos nocivos à saúde para evitar infecções e doenças. Uma das substâncias químicas utilizadas para isso é o hipoclorito de sódio. O hipoclorito de sódio em alta concentração não é comercializado normalmente, ele chega ao consumidor doméstico como água sanitária, que é uma solução diluída dessa substância usada para desinfecção de verduras e legumes. A substância ativa responsável pelo papel de desinfecção no hipoclorito de sódio também se encontra presente na seguinte substância: 59

60 Química a) NaO; b) O 2 ; c) HC ; d) Ca(C O) 2 ; e) Na. 11. O esquema apresentado a seguir mostra as regiões da língua que respondem mais intensamente aos diferentes sabores. Considere as seguintes substâncias representadas quimicamente: 1. NaCl 2. H 3 CCOOH 3. C 12 H 22 O Fe 5. H 2 O São capazes de excitar as regiões I, II e III da língua, respectivamente, as seguintes substâncias apresentadas: a) 5, 1 e 2. b) 3, 1 e 2. c) 4, 2 e 1. d) 5, 4 e 3. e) 2, 3 e A decomposição térmica do calcário, CaCO 3, produz CO 2 e CaO, ou seja, nessa transformação, um a) sal produz um óxido ácido e um óxido básico. b) sal produz dois óxidos ácidos. c) sal produz dois óxidos básicos. d) ácido produz dois óxidos ácidos. e) ácido produz um óxido ácido e um óxido básico. 13. Considere as reações abaixo e assinale a(s) alternativa(s) correta(s). I. SO 3 + H 2 O H 2 SO 4 II. H 2 SO 4 + CaCO 3 CaSO 4 + H 2 CO 3 III. CaSO 4 + NaOH Ca(OH) 2 + Na 2 SO A reação I é uma reação de adição. 02. A reação III é uma reação de neutralização. 04. Todas as reações apresentadas acima estão balanceadas. 08. Carbonato de cálcio é um exemplo de sal insolúvel em água. 16. O ácido carbônico formado na reação II é um ácido fraco, instável e se decompõe formando água e dióxido de carbono. 14. As praias nordestinas são espaços de lazer muito frequentados pela população da região e por visitantes do país e do exterior atraídos pela propaganda turística. No céu da região, o Sol brilha forte e com poucas interrupções, reforçando, em especial nas capitais estaduais, o costume de tomar banhos de mar ou apenas ir à praia para se bronzear e encontrar amigos. O banho de Sol tem efeitos benéficos, pois ajudam a evitar o raquitismo, dentre outras doenças. Entretanto, a exposição excessiva aos raios solares é capaz de provocar o câncer de pele. Uma das maneiras de minimizar esse problema é o uso de bloqueadores solares contendo óxidos metálicos, a exemplo do dióxido de titânio, TiO 2, e do óxido de zinco, ZnO. SILVA, F.R; et al. Sol, praia, fuso horário e saúde. CiênciaHoje. São Paulo: SBPC, n. 289, v. 49, fev. 2012, p Adaptado. 60

61 Química Considerando-se a informação do texto e as propriedades dos elementos e das substâncias químicas, é correto afirmar: 01. Os óxidos de titânio e de zinco reagem com a água e formam hidróxidos solúveis. 02. O estado de oxidação do elemento químico titânio, no dióxido de titânio, é +IV. 03. O Zn +2 reflete a radiação ultravioleta que inside sobre a pele porque apresenta configuração eletrônica [Ar]4s 2 3d O óxido de zinco, ao reagir com o ácido clorídrico, HCl(aq), produz cloreto de zinco, um composto completamente covalente. 05. O titânio e o zinco são elementos químicos que apresentam propriedades semelhantes porque pertencem ao mesmo período na Tabela Periódica. 15. As equações incompletas mostram algumas das propriedades dos óxidos: I. CaO (s) + H2 SO4 (aq) II. FeO (s) + HCl (aq) III. SO3 (aq) + Na 2O (s) IV. O (s) + KOH (aq) P2 5 Considerando as reações completas, os produtos principais das equações são, respectivamente: a) CaSO 4 (aq), FeCl 3 (aq), Na 2 S 2 O 7 (aq) e KP 2 O 6 (aq). b) CaSO 4 (aq), FeCl (aq), Na 2 SO 3 (aq) e KP 2 O 6 (aq). c) CaSO 4 (aq), FeCl 2 (aq), Na 2 SO 4 (aq) e K 3 PO 4 (aq). d) CaSO 3 (aq), FeCl 2 (aq), Na 2 SO 3 (aq) e K 3 PO 4 (aq). 16. Considere as seguintes misturas que resultam em transformações químicas: I. bicarbonato de sódio e vinagre; II. ácido clorídrico e hidróxido de sódio; III. zinco em pó e ácido clorídrico; IV. gás carbônico e água de cal (solução aquosa saturada de hidróxido de cálcio). Dentre essas transformações, as duas que são evidenciadas pela evolução de gás são a) I e II. b) I e III. c) I e IV. d) II e III. e) III e IV. TEXTO: 1 - Comum à questão: 17 Alguns metais sofrem risco de escassez na natureza, e por isso apresentam um alto valor agregado. A recuperação dos metais de resíduos industriais e de laboratórios torna-se importante porque associa dois fatores: o econômico e a redução do impacto ambiental, causado pelo descarte dos metais diretamente na natureza. A figura representa um fluxograma para recuperação dos metais Al, Mg e Cu, de 88,0 kg de resíduo de uma liga metálica utilizada na aviação. 61

62 Química 17. A soma dos coeficientes estequiométricos da equação balanceada da reação que ocorre na dissolução do Mg com HCl é igual a a) 5. b) 7. c) 8. d) 9. e) O carbonato de lítio, Li 2 CO 3, é utilizado como um estabilizador de humor no tratamento psiquiátrico de distúrbios de comportamento. Ele pode ser obtido a partir da reação química do sulfato de lítio com o carbonato de sódio. Assinale a alternativa em que o processo de obtenção do carbonato de lítio, citado acima, está corretamente representado. a) Li 2 SO 4 + Na 2 CO 3 Li 2 CO 3 + Na 2 SO 4 b) 2LiSO 4 + NaCO 3 Li 2 CO 3 + Na(SO 4 ) 2 c) Li(SO 4 ) 2 + Na 2 CO 3 Li 2 CO 3 + 2NaSO 4 d) 2LiSO 4 + Na(CO 3 ) 2 2Li 2 CO 3 + Na(SO 4 ) 2 e) 2LiSO 4 + Na 3 (CO 3 ) 2 2Li 2 CO 3 + Na 3 (SO 4 ) O magnésio é composto por três isótopos naturais cujos valores aproximados de suas massas molares e as respectivas abundâncias isotópicas são indicados na tabela. isótopos massa molar (g/mol) abundância (%) 24 Mg 24 x 25 Mg Mg 26 y O valor de x na tabela pode ser corretamente substituído por a) 80. b) 70. c) 65. d) 45. e) 25. TEXTO: 2 - Comum à questão: 20 Uma amostra de cromo foi analisada com espectrômetro de massa, que determina a composição isotópica de um elemento químico. O gráfico obtido mostra a constituição aproximada, em porcentagem de átomos, dos 4 isótopos naturais desse elemento. Como mostra o gráfico, dos isótopos de números 50 a 54, apenas o isótopo 51 não ocorre na natureza. O cromo-51 é artificial, sendo produzido em reatores e cíclotrons, é utilizado em medicina nuclear, na marcação radioativa de células. Uma forma de produzi-lo é irradiar com prótons um alvo metálico de certo elemento X, ocorrendo a reação nuclear representada por: 51 X + p Cr + n 20. De acordo com os resultados do espectro de massa, o valor que mais se aproxima da massa atômica do cromo é a) 51,7 u. b) 52,1 u. c) 52,5 u. d) 52,9 u. e) 53,5 u. 21. A massa, em gramas, de 6,02 x moléculas de uma substância é igual à massa molar dessa substância. Essa relação permite o cálculo da massa de uma molécula de SO 2, que é, em gramas, mais próximo do valor: 62

63 Química a) 1.0 x b) 1.0 x c) 1.0 x d) 1.0 x e) 1.0 x Na superfície de Marte, o gás predominante é o metano, CH 4. Cada metro cúbico desse gás, nas condições ambientais do planeta Marte, contém 0,35 mol de moléculas, o que corresponde a um número de moléculas igual a Dado: Constante de Avogadro = 6, mol 1 a) 1, b) 2, c) 1, d) 6, e) 1, (UEL PR) O tenista Gustavo Kuerten se consagrou em quadras de saibro, piso composto por terra e argila, coberto com pó de tijolo. A fórmula química do mineral caulinita presente na argila é Al 2 O 3 2SiO 2 2H 2 O. Dados: Massas molares (g/mol): H = 1,00; O = 16,0; Al = 27,0; Si = 28,0 Em relação à caulinita, é correto afirmar: a) A massa molar da caulinita é 240 g/mol. b) 1 mol de caulinita possui 144 g de oxigênio. c) 1 mol de caulinita apresenta 6, átomos de alumínio. d) A porcentagem, em massa, de silício na caulinita é de 15%. e) 100 g de caulinita apresenta 8 g de água. 24. O silício (Si) e o germânio (Ge) são semicondutores empregados na elaboração de componentes eletrônicos. Para serem usados em eletrônica, cristais de germânio são purificados até que apenas um átomo em cada bilhão (109) seja impureza, isto é, seja átomo de outro elemento químico. Considerando um cristal de germânio de massa igual a 146 x 10-3 g, o número de átomos de impurezas presentes no cristal será: Dados: Massa molar (em g mol -1 ): Ge = 73; Número de Avogadro = 6,022 x mol -1 a) 4, átomos b) 2, átomos c) 6, átomos d) 1, átomos e) 7, átomos 25. Suplementos alimentares, muito utilizados atualmente, podem trazer grandes benefícios à saúde, mas se utilizados sem limites e sem a orientação de um especialista, podem ser prejudiciais. Ferro é o nome de um suplemento mineral comercializado em frascos de 50 cápsulas com 14 mg de ferro cada. Dada a constante de Avogadro 6, mol 1, a quantidade total de átomos de ferro, massa molar 56 g/mol, presente nas cápsulas de um frasco do suplemento alimentar Ferro é igual a a) 7, b) 7, c) 2, d) 1, e) 1, GABARITO: 1) Gab: C 2) Gab: B 3) Gab: E 4) Gab: A 5) Gab: C 6) Gab: 15 7) Gab: E 8) Gab: 11 9) Gab: A 10) Gab: D 11) Gab: B 12) Gab: A 13) Gab: 25 14) Gab: 02 15) Gab: C 16) Gab: B 17) Gab: A 18) Gab: A 19) Gab: A 20) Gab: B 21) Gab: C 22) Gab: B 23) Gab: B 24) Gab: D 25) Gab: B 63

64 Biologia BIOLOGIA 1. Os fungos são organismos eucarióticos heterotróficos unicelulares ou multicelulares. Os fungos multicelulares têm os núcleos dispersos em hifas, que podem ser contínuas ou septadas, e que, em conjunto, formam o micélio. a) Mencione uma característica que diferencie a célula de um fungo de uma célula animal, e outra que diferencie a célula de um fungo de uma célula vegetal. b) Em animais, alguns fungos podem provocar intoxicação e doenças como micoses; em plantas, podem causar doenças que prejudicam a lavoura, como a ferrugem do cafeeiro, a necrose do amendoim e a vassoura de bruxa do cacau. Entretanto, os fungos também podem ser benéficos. Cite dois benefícios proporcionados pelos fungos. 2. Em 2012, assim como em anos anteriores, o Ministério da Saúde promoveu a campanha para vacinação contra a gripe. A seguir, o cartaz informativo da campanha. No cartaz, lemos que devem ser vacinadas Pessoas com 60 anos ou mais. Essa recomendação aplica-se a todos os que têm mais de 60 anos, independentemente de terem sido vacinados antes, ou somente àqueles que têm mais de 60 anos e que não tinham sido vacinados em anos anteriores? Justifique sua resposta, tendo por base as características antigênicas do vírus da gripe, e explicando como a vacina protege o indivíduo contra a doença. 3. Problemas ambientais como desmatamento e mudanças climáticas (com longos períodos de seca e enchentes) podem levar à redistribuição de doenças endêmicas. Os fatores mencionados relacionam-se, respectivamente, às seguintes doenças: a) dengue e raiva. b) cólera e hepatite C. c) febre amarela e doença de Chagas. d) leishmaniose e febre amarela. e) malária e leptospirose. 4. Parasitas utilizam diferentes estratégias para sobreviver e proliferar. Plasmodium falciparum (causador da malária) e Trypanossoma cruzi (causa doença de chagas) precisam de dois diferentes hospedeiros para completar seus ciclos de vida. Para cada um desses parasitas, cite o local, dentro dos organismos hospedeiros, onde se alojam, e explique a importância de se alojarem nesses locais para o sucesso de seus ciclos de vida. a) Plasmodium: b) Trypanossoma: 5. Em determinada região do nosso país, o sistema de saúde verificou um crescente número de mortes por problemas cardíacos, sobretudo em pessoas na faixa etária de 40 a 50 anos. Tais mortes não estavam relacionadas a históricos de sobrepeso ou hipertensão. Investigado o problema, verificou-se que há décadas a população não contava com condições adequadas de moradia. Muitas das casas eram de pau a pique e estavam infestadas de insetos. Segundo os sanitaristas, as mortes deviam-se a uma parasitose endêmica na região. Pode-se afirmar que, mais provavelmente, a parasitose em questão é causada por organismos da espécie a) Plasmodium vivax. b) Trypanosoma cruzi. c) Triatoma infestans. d) Taenia solium. e) Schistosoma mansoni. 64

65 Biologia 6. A história da doença de Chagas se inicia com uma tripla descoberta, ocorrida no interior de Minas Gerais. Em abril de 1909, Carlos Chagas ( ) comunicou ao mundo científico a descoberta de uma nova doença humana. O agente causal da doença e seu vetor também haviam sido por ele identificados, ao final de A descoberta de Chagas, considerada única na história da medicina, constitui um marco decisivo na história da ciência e da saúde brasileiras, trazendo uma contribuição inovadora ao campo emergente da medicina tropical e dos estudos sobre as doenças parasitárias transmitidas por insetos. A doença de Chagas ainda preocupa, principalmente os moradores de Abaetetuba, no nordeste do Pará. De acordo com a Secretaria de Saúde do Pará, só em agosto deste ano foram registrados 18 casos na região associados ao consumo de açaí. No total, 365 casos foram contabilizados de janeiro a agosto de Nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, a transmissão dessa doença já foi relacionada ao consumo de garapa. a) Indique o agente causal da doença de Chagas e seu vetor descritos pelo pesquisador em Explique a forma de transmissão dessa doença para humanos descrita por Chagas. b) Explique como o consumo de açaí ou de garapa pode transmitir essa parasitose. Como seria possível impedir essa via de transmissão ao consumir esses alimentos? 7. Segundo Ricardo Gazzinelli, pesquisador da FIOCRUZ, para o tipo de malária causada pelo Plasmodium falciparum, predominante no continente africano, já existe uma vacina sendo testada em humanos. No caso da malária causada pelo P. vivax, mais frequente no Brasil, a previsão é que se possa dispor de uma vacina comercial dentro de 3 a 5 anos. Adaptado de <redeglobo.globo.com>, 05/05/2012. Aponte uma forma de transmissão da malária. Em seguida, indique outra medida profilática, além da utilização da vacina, que resultaria na diminuição ou na erradicação da malária de uma região geográfica. 8. No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, ocorreu uma queda dos casos de malária, de 500 mil em 1990 para pouco mais de 300 mil em 2008 e 2009 (último ano com dados fechados). Também houve redução na mortalidade: de 3 em 10 mil habitantes, em 1999, para 1,5 em 10 mil, em 2008, ainda segundo o ministério. O órgão credita esses resultados à ampliação da rede de diagnóstico e tratamento na região amazônica. (Fonte: Girardi, G. Decifra-me ou te devoro. Revista Unesp Ciência, n. 20, 2011.) O diagnóstico da malária (causada pelo protozoário Plasmodium sp.) descrito no texto deve ser realizado pela identificação: a) do parasita no sangue do paciente. b) dos ovos do parasita nas fezes do paciente. c) do parasita nas fezes do paciente. d) do parasita na urina do paciente. e) dos ovos do parasita no sangue do paciente. 9. De acordo com pesquisas recentes, os corais são muito influenciados pelo aumento da temperatura e pela poluição, pois só conseguem sobreviver em águas transparentes. Se a água for quente demais, os corais perdem as algas que vivem dentro dos seus tecidos. Essas algas são responsáveis pela coloração e pelo fornecimento de boa parte do alimento dos corais e recebem em troca sais minerais e gás carbônico. Sobre a interação entre corais e algas, é correto afirmar que: a) trata-se de uma relação harmônica intraespecífica. b) as algas em questão são organismos endossimbiontes. c) as algas em questão são organismos parasitas. d) trata-se de uma relação desarmônica interespecífica. e) trata-se de uma interação negativa intraespecífica. 10. A lei 7678 de 1988 define que vinho é a bebida obtida pela fermentação alcoólica do mosto simples de uva sã, fresca e madura. Na produção de vinho, são utilizadas leveduras anaeróbicas facultativas. Os pequenos produtores adicionam essas leveduras ao mosto (uvas esmagadas, suco e cascas) com os tanques abertos, para que elas se reproduzam mais rapidamente. Posteriormente, os tanques são hermeticamente fechados. Nessas condições, pode-se afirmar, corretamente, que a) o vinho se forma somente após o fechamento dos tanques, pois, na fase anterior, os produtos da ação das leveduras são a água e o gás carbônico. b) o vinho começa a ser formado já com os tanques abertos, pois o produto da ação das leveduras, nessa fase, é utilizado depois como substrato para a fermentação. c) a fermentação ocorre principalmente durante a reprodução das leveduras, pois esses organismos necessitam de grande aporte de energia para sua multiplicação. d) a fermentação só é possível se, antes, houver um processo de respiração aeróbica que forneça energia para as etapas posteriores, que são anaeróbicas. e) o vinho se forma somente quando os tanques voltam a ser abertos, após a fermentação se completar, para que as leveduras realizem respiração aeróbica. 65

66 Biologia 11. Frequentemente, os fungos são estudados juntamente com as plantas, na área da Botânica. Em termos biológicos, é correto afirmar que essa aproximação a) não se justifica, pois a organização dos tecidos nos fungos assemelha-se muito mais à dos animais que à das plantas. b) se justifica, pois as células dos fungos têm o mesmo tipo de revestimento que as células vegetais. c) não se justifica, pois a forma de obtenção e armazenamento de energia nos fungos é diferente da encontrada nas plantas. d) se justifica, pois os fungos possuem as mesmas organelas celulares que as plantas. e) se justifica, pois os fungos e as algas verdes têm o mesmo mecanismo de reprodução. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: No nordeste do Brasil, surgiram novas tecnologias, produtos e indústrias limpas a partir do aproveitamento de resíduos da pesca de camarão (antes, montanhas mal-cheirosas de restos dos crustáceos). Um bom exemplo é a quitosana, polímero obtido da quitina das carapaças. Ela tem a propriedade de atrair e de se ligar a moléculas de gordura, tendo aplicação tanto em medicamentos que combatem a obesidade quanto em projetos de despoluição ambiental. Pulverizações de regiões poluídas com microsferas de quitosana inoculadas com bactérias capazes de degradar petróleo já são uma realidade. Essa substância aglutina o óleo e as bactérias tratam de digerir tudo! Ao que parece, a economia verde pede bases mais amplas, sólidas e inovadoras. Fonte: JOHN, L. Os bons frutos da economia verde. National geographic, junho 2012, p. 40. (adaptado) 12. Certas bactérias, como essas que digerem petróleo, dependem de moléculas orgânicas do ambiente como fonte de carbono. Por isso, quanto à nutrição, são chamadas de bactérias a) fototróficas. b) químio-heterotróficas. c) autotróficas. d) fotoautotróficas. e) parasitas. 13. O aumento da poluição atmosférica, especialmente pelo acúmulo de gases do efeito estufa, como o CO 2, tem acarretado a elevação da temperatura global. Alguns seres vivos, no entanto, apresentam um metabolismo capaz de fixar esse gás em matéria orgânica. Em condições ideais, o grupo de organismos com maior capacidade de fixar CO 2 é: a) levedo b) bactéria c) zooplâncton d) fitoplâncton 14. Os líquenes podem ser usados como bioindicadores de poluição atmosférica por sua capacidade de incorporar muitos dos poluentes dispersos no ar. Sobre esses organismos, responda: a) Quais são os organismos que compõem os líquenes? b) Qual é a relação ecológica estabelecida entre os organismos que formam os líquenes e qual a vantagem ecológica obtida nesta associação? c) Explique qual a contribuição de cada um dos organismos nessa relação. 15. Os antibióticos são de extrema importância para o combate a muitas doenças causadas por bactérias. No entanto, o seu uso indiscriminado pode trazer graves problemas de saúde pública, a exemplo do surgimento das bactérias multirresistentes, como a KPC. Uma classe muito importante de antibióticos tem sua eficácia por agir no ribossomo da célula bacteriana, impedindo o funcionamento correto desse componente celular. Diante do exposto, é correto afirmar que essa classe de antibiótico é eficaz porque a) impede a transcrição gênica. b) modifica o código genético. c) destrói a membrana plasmática. d) impede a síntese de proteínas. e) provoca mutações gênicas. 16. A construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, potencializará a demanda energética crescente no País. A implantação da usina prevê o alagamento de vasta extensão intacta do bioma local, mudança no regime hidrológico na área atingida pelo empreendimento, alterações na quantidade de indivíduos de populações da flora nativa regional, deslocamento de vetores de endemias das áreas impactadas para áreas de ocupação humana, entre outras ponderações apresentadas por pessoas e entidades contrárias a implantação da hidrelétrica. O aspecto encontrado na situação exposta no enunciado é a/o: 66

67 Biologia a) diminuição populacional humana pela emigração à região de construção da usina. b) expansão da biodiversidade nativa nas áreas alagadas pelo represamento da água. c) proliferação dos nichos ecológicos das espécies nativas e diminuição de populações locais. d) aumento da exposição humana a hospedeiros invertebrados transmissores da dengue. e) aumento do número de indivíduos do primeiro nível trófico no bioma da região da usina. 17. Analise os gráficos a seguir. Desde a década de 1930, são conhecidos os processos de desenvolvimento e controle da febre amarela e da dengue no Brasil. Entretanto, estas doenças continuam ocorrendo na maior parte do território brasileiro, com variações espaciais e temporais. Neste contexto, verifica-se que, a) na região Nordeste, ocorreu, no período de 1996 a 2005, uma epidemia de dengue em razão da concentração da população nas cidades, o que facilitou a proliferação do vetor Aedes aegyptis. b) na região Sul, foi notificado o menor número de casos de febre amarela devido à distribuição regular das chuvas ao longo de todos os meses do ano e às temperaturas elevadas no verão, cujo vetor Haemagogus não se reproduz, nestas condições, em regiões urbanas. c) na região Sudeste, ocorreu, no período de 2001 a 2005, o segundo maior número de casos de dengue dentre todas as regiões por causa da concentração das chuvas no verão e da proliferação do vetor Haemagogus. d) na região Norte, no período de 1996 a 2000, foi registrado o maior número de casos de febre amarela em virtude das transformações socioambientais da expansão da agricultura, facilitando a proliferação do vetor Haemagogus. e) na região Centro-Oeste, a oscilação da incidência de febre amarela está relacionada ao aumento crescente do desmatamento do Cerrado, às constantes alterações microclimáticas e à redução do contato humano com o vetor Aedes aegyptis. 18. A incidência na população brasileira de toxoplasmose e leptospirose é preocupante. Anualmente, são notificados mais de quatro mil casos de leptospirose e a taxa de mortalidade é de cerca de 12%, de acordo com o Ministério da Saúde. Já a toxoplasmose é uma infecção humana discreta, que atinge mais de 60% da população. Os agentes causadores da toxoplasmose e da leptospirose são, respectivamente, a) bactéria-fungo. b) protozoário-bactéria. c) protozoário-vírus. d) vírus-bactéria. 19. No início do Século XX, o médico sanitarista Carlos Chagas e sua equipe descreveram, por completo, uma doença infecciosa, produzindo conhecimento científico sobre o patógeno, o vetor, hospedeiros e manifestações clínicas dessa doença. Para compreender a epidemiologia da doença de Chagas, foi importante a descoberta, por Carlos Chagas e sua equipe, de que a) o vetor da doença é o protozoário conhecido popularmente como barbeiro. b) o protozoário Trypanossoma cruzi é o parasita causador da doença. c) a doença se manifesta principalmente como uma disfunção cardíaca pelo aumento do volume do coração devido a uma reação inflamatória à picada do barbeiro. d) o controle do vetor Trypanossoma cruzi é a maneira mais eficaz para a redução dos casos dessa doença. 20. Abaixo são apresentadas três informações a respeito de um parasita humano: I. tem como hospedeiro intermediário um inseto; II. a doença causada por esse parasita é adquirida por contato com as fezes do hospedeiro intermediário; III. o parasita instala-se no músculo cardíaco, provocando insuficiência no funcionamento do coração. 67

68 Biologia Os itens I, II e III têm relação com o protozoário a) Plasmodium falciparum e com o mal de Chagas. b) Trypanosoma cruzi e com o mal de Chagas. c) Plamodium falciparum e com a malária. d) Trypanosoma cruzi e com a malária. e) Leishmania brasiliensis e com o mal de Chagas. 21. A doença de Chagas afeta mais de oito milhões de brasileiros, sendo comum em áreas rurais. É uma doença causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi e transmitida por insetos conhecidos como barbeiros ou chupanças. Uma ação do homem sobre o meio ambiente que tem contribuído para o aumento dessa doença é a) o consumo de carnes de animais silvestres que são hospedeiros do vetor da doença. b) a utilização de adubos químicos na agricultura que aceleram o ciclo reprodutivo do barbeiro. c) a ausência de saneamento básico que favorece a proliferação do protozoário em regiões habitadas por humanos. d) a poluição dos rios e lagos com pesticidas que exterminam o predador das larvas do inseto transmissor da doença. e) o desmatamento que provoca a migração ou o desaparecimento dos animais silvestres dos quais o barbeiro se alimenta. 22. A malária é reconhecida como grave problema de saúde pública no mundo, ocorrendo em quase 50% da população, em mais de 109 países e territórios. Sua estimativa é de 300 milhões de novos casos e 1 milhão de mortes por ano, principalmente em crianças menores de 5 anos e mulheres grávidas do continente africano. A região amazônica é considerada a área endêmica do país para malária. A maioria dos casos ocorre em áreas rurais, mas há registro da doença também em áreas urbanas (cerca de 15%). Fonte: Entre as medidas propostas pelo Ministério da Saúde para prevenir a doença acima noticiada, estão: a) usar mosquiteiros e repelentes, fazer obras de saneamento, controlar a vegetação de corpos d água. b) usar inseticidas e substituir casas de pau a pique por casas de alvenaria. c) promover vacinação coletiva e usar inseticidas. d) evitar o contato com pessoas infectadas. e) evitar o consumo de alimentos crus e lavar as mãos sempre que entrar em contato com animais. 23. O quadro abaixo apresenta algumas coleções biológicas existentes no estado do Paraná. Museu de História Natural Capão da Imbuia (MHNCI): Museu de Zoologia da UEL (MZUEL): Departamento de Zoologia da UFPR (DZUP): Anfíbios, Crustáceos, Miriápodes, Moluscos, Mamíferos, Peixes e Répteis. Abelhas, Anfíbios, Aves, Mamíferos, Peixes e Répteis. Cnidários, Insetos e Mamíferos. Os curadores dos três museus realizaram uma reunião para trocar exemplares, de modo que todos os museus acabem tendo o mesmo número de filos de animais. Descobriram que, para isso, bastaria um dos museus doar uma parte de uma coleção ao museu com o menor número de filos. a) Identifique o museu que receberá a doação. b) Identifique o museu que fará a doação e qual coleção terá uma parte doada. c) Com quantos filos cada museu ficará? 24. Nas Artes, os artistas classificam suas obras segundo diversos padrões inerentes a cada área, por exemplo, a Pintura e a Escultura. Na Biologia, o processo é similar, pois há também um sistema de classificação dos organismos. A parte da Biologia que identifica, nomeia e classifica os seres vivos é a Taxonomia, e a parte que estuda as relações evolutivas entre eles é a Sistemática. Então, assinale a alternativa correta. I. O conceito biológico de espécie pode ser aplicado para qualquer ser vivo. II. A especiação, ou surgimento de uma nova espécie, ocorre através do isolamento geográfico de duas populações, seguido do isolamento reprodutivo. III. O nome científico das espécies pode ser escrito em qualquer língua, devendo, no entanto, ser binomial, com a primeira palavra indicando o epíteto genérico (gênero). Está(ão) correta(s) a) apenas I. b) apenas II. c) apenas III. d) apenas I e II. e) apenas II e III. 68

69 Biologia 25. A figura a seguir representa uma árvore filogenética, referente à classificação dos seres vivos em cinco reinos, bem como alguns seres vivos pertencentes a cada um desses reinos. Pensando nas características de alguns seres representados na árvore filogenética, é correto afirmar que o reino a) Animalia agrupa os seres vivos unicelulares e pluricelulares, organizados em vertebrados e invertebrados. b) Fungi é formado por seres vivos autótrofos, como os cogumelos e os bolores. c) Protoctista reúne as algas e os protozoários exclusivamente pluricelulares. d) Monera inclui as bactérias que não têm núcleo e nem material genético. e) Plantae agrupa seres vivos pluricelulares, clorofilados e eucariontes. GABARITO 1.a) As células dos fungos apresentam parede celular composta de quitina, fato que não ocorre com as células animais. As células vegetais armazenam polissacarídeos na forma de amido, enquanto as células dos fungos armazenam glicogênio. b) Os fungos produzem antibióticos utilizados no combate às infecções bacterianas. São largamente utilizados na indústria de produção de bebidas alcoólicas e na panificação por realizarem fermentação alcoólica. 2. A recomendação aplica-se a indivíduos de todas as idades. Os vírus da gripe sofrem mutações, produzindo novas variedades, daí a necessidade da vacinação periódica. 3. [E] 4. a) O protozoário Plasmodium utiliza o hospedeiro humano como intermediário para aumentar em número pela reprodução assexuada. O mosquito-prego fêmea (Anopheles) é o hospedeiro definitivo no qual o protoctista realiza a reprodução sexuada, ampliando sua variabilidade genética, e também a reprodução assexuada, aumentando em número e produzindo as formas infectantes para o homem. b) Esse parasita pode ser encontrado nas fibras musculares do coração (miocárdio) onde desenvolve reprodução sexuada. 5. [B] 6. a) O causador da doença de Chagas é o protozoário Trypanosoma cruzi. Esse protoctista flagelado é transmitido ao homem por meio das fezes contaminadas do inseto hemíptero conhecido popularmente por barbeiro ou chupança. b) O consumo de açaí ou garapa pode transmitir o protoctista porque, durante o processo desses alimentos e bebidas ocorre a moagem. Junto com os vegetais podem estar barbeiros, ou suas fezes contaminadas com o T. cruzi. A melhor forma de se evitar essa via de transmissão é a cuidadosa lavagem dos produtos antes de serem processados para o consumo humano. 7. Uma das formas: picada de mosquito infectado pelo protozoário Plasmodium sp. transfusão de sangue contaminado pelo protozoário Plasmodium sp. Uma das medidas: eliminação do vetor para impedir sua proliferação. uso de medidas de proteção para evitar a picada do mosquito transmissor. 8. [A] 9. [B] 10. [A] 11. [C] 12. [B] 13. [D] 14. a) As algas verdes unicelulares e fungos ou cianobactérias e fungos, geralmente os fungos são ascomicetos. b) É uma relação mutualística. Ambos organismos (alga e fungo) podem viver em locais que isoladamente não seriam capazes de se estabelecer. c) A alga verde realiza a fotossíntese produzindo nutrientes os quais o fungo se alimenta. O fungo que é heterótrofo retêm umidade e absorve os sais minerais necessários à ambos. 15. [D] 16. [D] 17. [A] 18. [B] 19. [B] 20. [B] 21. [E] 22. [A] 23. a) Museu de Zoologia da UEL. Este museu apresenta exemplares de dois filos animais: abelhas (filo artrópodes) e anfíbios, aves, mamíferos, peixes e répteis (filo cordados). b) Departamento de Zoologia da UFPR. Serão doados representantes do filo cnidários. c) Cada museu ficará com representantes de três filos animais. 24. [B] 25. [E] 69

Bateria de exercícios Sociologia - II trimestre

Bateria de exercícios Sociologia - II trimestre Colégio: Nome: Nº Sem limite para crescer! Professor (a): Série: 1º ano Turma: Bateria de exercícios Sociologia - II trimestre Questão 01: Pela exploração do mercado mundial a burguesia imprime um caráter

Leia mais

1º ano. 1º Bimestre. 2º Bimestre. 3º Bimestre. Capítulo 26: Todos os itens O campo da Sociologia. Capítulo 26: Item 5 Senso Crítico e senso comum.

1º ano. 1º Bimestre. 2º Bimestre. 3º Bimestre. Capítulo 26: Todos os itens O campo da Sociologia. Capítulo 26: Item 5 Senso Crítico e senso comum. 1º ano A Filosofia e suas origens na Grécia Clássica: mito e logos, o pensamento filosófico -Quais as rupturas e continuidades entre mito e Filosofia? -Há algum tipo de raciocínio no mito? -Os mitos ainda

Leia mais

4ª. Apostila de Filosofia História da Filosofia: Filosofia Grega: Período Helenístico Filosofia Medieval. Introdução

4ª. Apostila de Filosofia História da Filosofia: Filosofia Grega: Período Helenístico Filosofia Medieval. Introdução 1 4ª. Apostila de Filosofia História da Filosofia: Filosofia Grega: Período Helenístico Filosofia Medieval Introdução O último período da Filosofia Grega é o Helenístico (Sec. III a.c.-vi d.c.). É um período

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Filosofia - Introdução à Reflexão Filosófica

Filosofia - Introdução à Reflexão Filosófica Filosofia - Introdução à Reflexão Filosófica 0 O que é Filosofia? Essa pergunta permite muitas respostas... Alguns podem apontar que a Filosofia é o estudo de tudo ou o nada que pretende abarcar tudo.

Leia mais

INDIVIDUALISMO ÉMILE DURKHEIM. * Os fatos sociais são regras jurídicas, morais e sistemas financeiros.

INDIVIDUALISMO ÉMILE DURKHEIM. * Os fatos sociais são regras jurídicas, morais e sistemas financeiros. INDIVIDUALISMO ÉMILE DURKHEIM Fato Social - Exterioridade (o fato social é exterior ao indivíduo). - Coercitividade. - Generalidade (o fato social é geral). * Os fatos sociais são regras jurídicas, morais

Leia mais

CURSO e COLÉGIO ESPECÍFICO Ltda

CURSO e COLÉGIO ESPECÍFICO Ltda DISCIPLINA: Sociologia PROF: Waldenir do Prado DATA: 06/02/2012. CURSO e COLÉGIO ESPECÍFICO Ltda www.especifico.com.br QUESTÕES DE VESTIBULAR e-mail: especifico@especifico.com.br Av. Rio Claro nº 615 Centro

Leia mais

O que é Ética? Uma pessoa que não segue a ética da sociedade a qual pertence é chamado de antiético, assim como o ato praticado.

O que é Ética? Uma pessoa que não segue a ética da sociedade a qual pertence é chamado de antiético, assim como o ato praticado. 1 O que é Ética? Definição de Ética O termo ética, deriva do grego ethos (caráter, modo de ser de uma pessoa). Ética é um conjunto de valores morais e princípios que norteiam a conduta humana na sociedade.

Leia mais

Avaliação da unidade IV Pontuação: 7,5 pontos

Avaliação da unidade IV Pontuação: 7,5 pontos Avaliação da unidade IV Pontuação: 7,5 pontos 2 QUESTÃO 01 (1,0) Durante a constituição do capitalismo industrial, no século XVIII, firmou-se o trabalho assalariado, reservado aos indivíduos que não dispunham

Leia mais

Processo Seletivo/UFU - julho 2007-1ª Prova Comum FILOSOFIA QUESTÃO 01

Processo Seletivo/UFU - julho 2007-1ª Prova Comum FILOSOFIA QUESTÃO 01 FILOSOFIA QUESTÃO 01 Leia atentamente o seguinte verso do fragmento atribuído a Parmênides. Assim ou totalmente é necessário ser ou não. SIMPLÍCIO, Física, 114, 29, Os Pré-Socráticos. Coleção Os Pensadores.

Leia mais

CLT.2002/WS/9 DECLARAÇÃO UNIVERSAL SOBRE A DIVERSIDADE CULTURAL

CLT.2002/WS/9 DECLARAÇÃO UNIVERSAL SOBRE A DIVERSIDADE CULTURAL CLT.2002/WS/9 DECLARAÇÃO UNIVERSAL SOBRE A DIVERSIDADE CULTURAL 2002 DECLARAÇÃO UNIVERSAL SOBRE A DIVERSIDADE CULTURAL A Conferência Geral, Reafirmando seu compromisso com a plena realização dos direitos

Leia mais

Karl Marx e a Teoria do Valor do Trabalho. Direitos Autorais: Faculdades Signorelli

Karl Marx e a Teoria do Valor do Trabalho. Direitos Autorais: Faculdades Signorelli Karl Marx e a Teoria do Valor do Trabalho Direitos Autorais: Faculdades Signorelli "O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza, porém, desviamo-nos dele. A cobiça envenenou a alma dos homens,

Leia mais

SIMULADO DE FILOSOFIA

SIMULADO DE FILOSOFIA NOME: DATA DE ENTREGA: / / SIMULADO DE FILOSOFIA 1) A Filosofia é uma disciplina, ou uma área de estudo que envolve: a) ( ) investigação, análise, discussão, formação e reflexão de idéias em uma situação

Leia mais

FÁBIO KONDER COMPARATO

FÁBIO KONDER COMPARATO FÁBIO KONDER COMPARATO Ética Direito, moral e religião no mundo moderno COMPANHIA DAS LETRAS Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CJP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Comparato,

Leia mais

EDUCAR PARA OS DIREITOS HUMANOS

EDUCAR PARA OS DIREITOS HUMANOS EDUCAR PARA OS DIREITOS HUMANOS Sandra Regina Paes Padula * Gostaria aqui fazer um breve histórico de como surgiu os Direitos Humanos para depois entendermos como surgiu a Educação em Direitos Humanos.

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE SERVIÇO SOCIAL INTRODUÇÃO AO SERVIÇO SOCIAL EMENTA: A ação profissional do Serviço Social na atualidade, o espaço sócioocupacional e o reconhecimento dos elementos

Leia mais

1- Unificação dos Estados Nacionais. Centralização do poder

1- Unificação dos Estados Nacionais. Centralização do poder 1- Unificação dos Estados Nacionais Centralização do poder 1.1- Nobreza classe dominante Isenção de impostos; Ocupação de cargos públicos; Altos cargos no exército. 1- Conceito: Sistema de governo que

Leia mais

Max WEBER. Apresentando Max Weber. Principais contribuições: 1864-1920 TEMPOS MODERNOS OS CAMINHOS DA RACIONALIDADE

Max WEBER. Apresentando Max Weber. Principais contribuições: 1864-1920 TEMPOS MODERNOS OS CAMINHOS DA RACIONALIDADE Max WEBER 1864-1920 TEMPOS MODERNOS Apresentando Max Weber Principais contribuições: OS CAMINHOS DA RACIONALIDADE O PROTESTANTISMO E O ESPÍRITO DO CAPITALISMO O MUNDO DESENCANTADO Apresentando Max Weber

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA DO ESTADO

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA DO ESTADO P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA DO ESTADO 1. Na teoria contratualista, o surgimento do Estado e a noção de contrato social supõem que os indivíduos abrem mão de direitos (naturais)

Leia mais

Principais Sociólogos

Principais Sociólogos Principais Sociólogos 1. (Uncisal 2012) O modo de vestir determina a identidade de grupos sociais, simboliza o poder e comunica o status dos indivíduos. Seu caráter institucional assume grande importância

Leia mais

Sociologia - Resumo Romero - 2014

Sociologia - Resumo Romero - 2014 Sociologia - Resumo Romero - 2014 [imaginação Sociológica] Ao utilizar este termo Giddens refere-se a uma certa sensibilidade que deve cercar a análise sociológica. As sociedades industriais modernas só

Leia mais

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA 2011/HIST8ANOEXE2-PARC-1ºTRI-I AVALIAÇÃO PARCIAL 1º TRIMESTRE

Leia mais

dóxa e epistéme. sensível e inteligível. fé e razaão.

dóxa e epistéme. sensível e inteligível. fé e razaão. dóxa e epistéme. sensível e inteligível. fé e razaão. Senso comum... aranha caranguejeira ou aranha-marrom? Epistemologia Moderna e Contemporânea EPISTEMOLOGIA investiga o conhecimento. limites. possibilidades.

Leia mais

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SOCIOLOGIA - 1 ANO 2014 (manuscrito)

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SOCIOLOGIA - 1 ANO 2014 (manuscrito) TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SOCIOLOGIA - 1 ANO 2014 (manuscrito) 1- EXPLIQUE o que argumenta a Teoria do Conflito Social. 2- Em que consiste as teses defendidas pelo interacionismo simbólico? 3- O que

Leia mais

ÉTICA, EDUCAÇÃO E CIDADANIA

ÉTICA, EDUCAÇÃO E CIDADANIA ÉTICA, EDUCAÇÃO E CIDADANIA Marconi Pequeno * * Pós-doutor em Filosofia pela Universidade de Montreal. Docente do Programa de Pós-Graduação em Filosofia e membro do Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos

Leia mais

Construção do Espaço Africano

Construção do Espaço Africano Construção do Espaço Africano Aula 2 Colonização Para melhor entender o espaço africano hoje, é necessário olhar para o passado afim de saber de que forma aconteceu a ocupação africana. E responder: O

Leia mais

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO HOMEM

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO HOMEM DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO HOMEM com a Independência dos E.U.A. e a Revolução Francesa, a Declaração Universal dos Direitos do Homem é um documento extraordinário que precisa ser mais conhecido

Leia mais

3.360 H/AULA (*) CURRÍCULO PLENO/

3.360 H/AULA (*) CURRÍCULO PLENO/ MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Regime: Duração: HISTÓRIA LICENCIATURA PLENA SERIADO ANUAL 3 (TRÊS) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 03 (TRÊS) ANOS LETIVOS - MÁXIMO = 05 (CINCO)

Leia mais

Teorias da Administração Conhecimentos organizados, produzidos pela experiência prática das organizações.

Teorias da Administração Conhecimentos organizados, produzidos pela experiência prática das organizações. Introdução à Teoria Geral da Administração Organização É uma combinação intencional de recursos para atingir um determinado objetivo. O que são teorias? São explicações, interpretações ou proposições sobre

Leia mais

1. Introdução às Ciências Sociais e o Positivismo

1. Introdução às Ciências Sociais e o Positivismo 1. Introdução às Ciências Sociais e o Positivismo A Sociologia nasceu como disciplina científica no século XIX, no contexto de formação e consolidação da sociedade capitalista. Tornou-se evidente que as

Leia mais

Orientação de estudo semanal turma 231 Filosofia II

Orientação de estudo semanal turma 231 Filosofia II Orientação de estudo semanal turma 231 Filosofia II Na orientação dessa semana faremos questões objetivas sobre filosofia política. II. Questões sobre Filosofia Política 1. Foi na Grécia de Homero que

Leia mais

Declaração Universal dos Direitos Humanos

Declaração Universal dos Direitos Humanos Declaração Universal dos Direitos Humanos Preâmbulo Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e dos seus direitos iguais e inalienáveis constitui o fundamento

Leia mais

Declaração Universal dos Direitos do Homem

Declaração Universal dos Direitos do Homem Declaração Universal dos Direitos do Homem Preâmbulo Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e dos seus direitos iguais e inalienáveis constitui o fundamento

Leia mais

Ensino Médio Regular e EJA

Ensino Médio Regular e EJA MATRIZ DE REFERÊNCIA DE Ciências Humanas Ensino Médio Regular e EJA Elementos que compõem a Matriz domínio/tópico/ tema DOMÍNIO I Memória e RepresenTAções D01 (H) D02 (H) Agrupam por afinidade D03 (H)

Leia mais

Proposta Curricular do Estado de São Paulo para a Disciplina de Sociologia

Proposta Curricular do Estado de São Paulo para a Disciplina de Sociologia Proposta Curricular do Estado de São Paulo para a Disciplina de Ensino Médio Elaborar uma proposta curricular para implica considerar as concepções anteriores que orientaram, em diferentes momentos, os

Leia mais

SUMÁRIO. A contribuição dos clássicos da Sociologia para a compreensão da estrutura do trabalho na sociedade Capitalista...02

SUMÁRIO. A contribuição dos clássicos da Sociologia para a compreensão da estrutura do trabalho na sociedade Capitalista...02 SUMÁRIO A contribuição dos clássicos da Sociologia para a compreensão da estrutura do trabalho na sociedade Capitalista...02 Max Weber e o espírito do apitalismo...02 PRIMEIRO CONCEITO-Ética protestante

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

que se viver com dignidade, o que requer a satisfação das necessidades fundamentais. O trabalho é um direito e um dever de todo cidadão.

que se viver com dignidade, o que requer a satisfação das necessidades fundamentais. O trabalho é um direito e um dever de todo cidadão. Osdireitosdohomemedocidadãonocotidiano (OscarNiemeyer,1990) "Suor, sangue e pobreza marcaram a história desta América Latina tão desarticulada e oprimida. Agora urge reajustá-la num monobloco intocável,

Leia mais

SOLIDARIEDADE SOCIAL QUESTÃO.

SOLIDARIEDADE SOCIAL QUESTÃO. 1. ÉMILE DURKHEIM. Bases empíricas da sociologia: o estudo da vida moral. Objeto e método da sociologia: 1. A sociedade como realidade sui generis Representações coletivas da consciência. 2. Fato Social

Leia mais

CAPÍTULO 11 CAMINHOS ABERTOS PELA SOCIOLOGIA. Em cena: A realidade do sonho

CAPÍTULO 11 CAMINHOS ABERTOS PELA SOCIOLOGIA. Em cena: A realidade do sonho CAPÍTULO 11 CAMINHOS ABERTOS PELA SOCIOLOGIA Em cena: A realidade do sonho Uma mapa imaginário ( página 123) A sociologia foi uma criação da sociedade urbana. Com a advento da industrialização as grandes

Leia mais

Palestra realizada no auditório da Secretaria de Economia e Planejamento do Governo do Estado de São Paulo no dia 05/06/2009.

Palestra realizada no auditório da Secretaria de Economia e Planejamento do Governo do Estado de São Paulo no dia 05/06/2009. Palestra realizada no auditório da Secretaria de Economia e Planejamento do Governo do Estado de São Paulo no dia 05/06/2009. Palestrante: Profa. Dra. Gisele Mascarelli Salgado. GISELLE MASCARELLI SALGADO:

Leia mais

THOMAS HOBBES LEVIATÃ MATÉRIA, FORMA E PODER DE UM ESTADO ECLESIÁSTICO E CIVIL

THOMAS HOBBES LEVIATÃ MATÉRIA, FORMA E PODER DE UM ESTADO ECLESIÁSTICO E CIVIL THOMAS HOBBES LEVIATÃ ou MATÉRIA, FORMA E PODER DE UM ESTADO ECLESIÁSTICO E CIVIL Thomas Hobbes é um contratualista teoria do contrato social; O homem natural / em estado de natureza para Hobbes não é

Leia mais

Sociologia e Espiritismo

Sociologia e Espiritismo Sociologia e Espiritismo Sérgio Biagi Gregório SUMÁRIO: 1. Introdução. 2. Conceito: 2.1. Etimologia; 2.2. Objeto da Sociologia; 2.3. Natureza da Sociologia. 3. Histórico. 4. O Positivismo de Augusto Comte.

Leia mais

História dos Direitos Humanos

História dos Direitos Humanos História dos Direitos Humanos Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Os direitos humanos são o resultado de uma longa história, foram debatidos ao longo dos séculos por filósofos e juristas. O início

Leia mais

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE Conceitos Diversos Estado É uma organização políticoadministrativa da sociedade. Estado-nação - Quando um território delimitado é composto de um governo e uma população

Leia mais

O SUJEITO DOS DIREITOS HUMANOS

O SUJEITO DOS DIREITOS HUMANOS O SUJEITO DOS DIREITOS HUMANOS Marconi Pequeno * * Pós-doutor em Filosofia pela Universidade de Montreal. Docente do Programa de Pós-Graduação em Filosofia e membro do Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS E PORTADOR DE DIPLOMA DE GRADUAÇÃO PRIMEIRO SEMESTRE - 2016 ANEXO VI CURSO DE PSICOLOGIA 1º PERÍODO

PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS E PORTADOR DE DIPLOMA DE GRADUAÇÃO PRIMEIRO SEMESTRE - 2016 ANEXO VI CURSO DE PSICOLOGIA 1º PERÍODO 1 Conteúdos conceituais ANEXO VI CURSO DE PSICOLOGIA 1º PERÍODO CONSTRUÇÃO DO PENSAMENTO PSICOLÓGICO Definição dos conceitos de conhecimento científico e de senso comum; Estudo do processo de obtenção

Leia mais

Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo em Movimento do DISTRITO FEDERAL. Geografia Leituras e Interação

Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo em Movimento do DISTRITO FEDERAL. Geografia Leituras e Interação Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo em Movimento do DISTRITO FEDERAL Geografia Leituras e Interação 2 Caro professor, Este guia foi desenvolvido para ser uma ferramenta útil à análise e

Leia mais

Declaração Universal dos. Direitos Humanos

Declaração Universal dos. Direitos Humanos Declaração Universal dos Direitos Humanos Ilustrações gentilmente cedidas pelo Fórum Nacional de Educação em Direitos Humanos Apresentação Esta é mais uma publicação da Declaração Universal dos Direitos

Leia mais

Sociologia: ciência da sociedade

Sociologia: ciência da sociedade Sociologia: ciência da sociedade O QUE É SOCIOLOGIA? Sociologia: Autoconsciência crítica da realidade social. Ciência que estuda os fenômenos sociais. A Sociologia procura emancipar o entendimento humano

Leia mais

1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação

1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação 1 1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação O objetivo principal de Introdução Filosofia é despertar no aluno a percepção que a análise, reflexão

Leia mais

Antecedentes Históricos da Administração: Os primórdios da Administração

Antecedentes Históricos da Administração: Os primórdios da Administração Antecedentes Históricos da Administração: Os primórdios da Administração No decorrer da história da humanidade sempre existiu alguma forma simples ou complexa de administrar as organizações. O desenvolvimento

Leia mais

Jorge Dantas Amorim É POSSÍVEL CONHECER A VERDADE?

Jorge Dantas Amorim É POSSÍVEL CONHECER A VERDADE? Jorge Dantas Amorim É POSSÍVEL CONHECER A VERDADE? É importante deixar claro que este texto tratará do problema da verdade a partir de uma abordagem filosófica, mais especificamente esta problemática será

Leia mais

Preâmbulo. Considerando essencial promover o desenvolvimento de relações amistosas entre as nações,

Preâmbulo. Considerando essencial promover o desenvolvimento de relações amistosas entre as nações, DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembleia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948 Preâmbulo Considerando que o reconhecimento da

Leia mais

MÉTODO CIENTÍFICO. BENEFÍCIOS DO MÉTODO: execução de atividade de forma mais segura, mais econômica e mais perfeita;

MÉTODO CIENTÍFICO. BENEFÍCIOS DO MÉTODO: execução de atividade de forma mais segura, mais econômica e mais perfeita; MÉTODO CIENTÍFICO CONCEITO: palavra de origem grega, significa o conjunto de etapas e processos a serem vencidos ordenadamente na investigação da verdade; IMPORTÃNCIA DO MÉTODO: pode validar ou invalidar

Leia mais

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS Preâmbulo DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembléia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948 Considerando que o reconhecimento da

Leia mais

Sociologia Organizacional. Aula 1. Contextualização. Organização da Disciplina. Aula 1. Contexto histórico do aparecimento da sociologia

Sociologia Organizacional. Aula 1. Contextualização. Organização da Disciplina. Aula 1. Contexto histórico do aparecimento da sociologia Sociologia Organizacional Aula 1 Organização da Disciplina Aula 1 Contexto histórico do aparecimento da sociologia Aula 2 Profa. Me. Anna Klamas A institucionalização da sociologia: August Comte e Emile

Leia mais

AÇÃO SOCIAL. Exemplo de AÇÃO SOCIAL 25/3/2011 A MAX WEBER. Vida e Obra de Max Weber. Max Weber (Contexto) Maximillian Carl Emil Weber (1864-1920)

AÇÃO SOCIAL. Exemplo de AÇÃO SOCIAL 25/3/2011 A MAX WEBER. Vida e Obra de Max Weber. Max Weber (Contexto) Maximillian Carl Emil Weber (1864-1920) A MAX WEBER Vida e Obra de Maximillian Carl Emil Weber (1864-1920) Erfurt/Alemanha (Contexto) 1830: Alemanha - país mais atrasado da Europa Origem burguesa, origem protestante e religiosa, família de comerciantes

Leia mais

Questões Comentadas ENEM - Aristóteles e Nicolau Maquiavel. Colégio Cenecista Dr. José Ferreira Professor Uilson Fernandes Uberaba Abril/Maio de 2015

Questões Comentadas ENEM - Aristóteles e Nicolau Maquiavel. Colégio Cenecista Dr. José Ferreira Professor Uilson Fernandes Uberaba Abril/Maio de 2015 Questões Comentadas ENEM - Aristóteles e Nicolau Maquiavel Colégio Cenecista Dr. José Ferreira Professor Uilson Fernandes Uberaba Abril/Maio de 2015 Aristóteles e Maquiavel : a política da antiguidade

Leia mais

Considerando ser essencial promover o desenvolvimento de relações amistosas entre as nações,

Considerando ser essencial promover o desenvolvimento de relações amistosas entre as nações, A Declaração Universal dos Direitos Humanos é um dos documentos básicos das Nações Unidas e foi assinada em 1948. Nela, são enumerados os direitos que todos os seres humanos possuem. Preâmbulo Considerando

Leia mais

Estes são os direitos de: Atribuídos em: Enunciados pela Organização das Naões Unidas na Declaração Universal dos Direitos Humanos

Estes são os direitos de: Atribuídos em: Enunciados pela Organização das Naões Unidas na Declaração Universal dos Direitos Humanos Estes são os direitos de: Atribuídos em: Enunciados pela Organização das Naões Unidas na Declaração Universal dos Direitos Humanos No dia 10 de dezembro de 1948, a Assembléia Geral das Nações Unidas adotou

Leia mais

PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE Disc. Sociologia / 1ª Série

PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE Disc. Sociologia / 1ª Série PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE Disc. Sociologia / 1ª Série 1 - DEFINIÇÃO Direitos e deveres civis, sociais e políticos usufruir dos direitos e o cumprimento das obrigações constituem-se no exercício da

Leia mais

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS. UNIC / Rio / 005 - Dezembro 2000

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS. UNIC / Rio / 005 - Dezembro 2000 DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS UNIC / Rio / 005 - Dezembro 2000 DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS Preâmbulo Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros

Leia mais

Lista de exercícios Sociologia- 1 ano- 1 trimestre

Lista de exercícios Sociologia- 1 ano- 1 trimestre Lista de exercícios Sociologia- 1 ano- 1 trimestre 01-O homo sapiens moderno espécie que pertencemos se constitui por meio do grupo, ou seja, sociedade. Qual das características abaixo é essencial para

Leia mais

Do estado de natureza ao governo civil em John Locke

Do estado de natureza ao governo civil em John Locke Adyr Garcia Ferreira Netto 1 Resumo No estado de natureza, situação em que segundo a doutrina contratualista o homem ainda não instituiu o governo civil, John Locke entende que os indivíduos são iguais,

Leia mais

Sociologia. Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues E-mail: bortoletomatheus@yahoo.com.br Escola: Dr. José Ferreira

Sociologia. Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues E-mail: bortoletomatheus@yahoo.com.br Escola: Dr. José Ferreira Sociologia Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues E-mail: bortoletomatheus@yahoo.com.br Escola: Dr. José Ferreira [...] tudo o que é real tem uma natureza definida que se impõe, com a qual é preciso contar,

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE O CONCEITO ANTROPOLÓGICO DE CULTURA 1

REFLEXÕES SOBRE O CONCEITO ANTROPOLÓGICO DE CULTURA 1 REFLEXÕES SOBRE O CONCEITO ANTROPOLÓGICO DE CULTURA 1 Jefferson Alves Batista 2 Resumo: Este artigo busca analisar a partir da obra do Antropólogo Luiz Gonzaga de Mello o conceito antropológico de Cultura.

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS RECUPERAÇÃO. 1. Quais foram as principais características da escolástica? Cite alguns de seus pensadores.

LISTA DE EXERCÍCIOS RECUPERAÇÃO. 1. Quais foram as principais características da escolástica? Cite alguns de seus pensadores. LISTA DE EXERCÍCIOS RECUPERAÇÃO 1. Quais foram as principais características da escolástica? Cite alguns de seus pensadores. 2. Como acontecia a aprendizagem nas escolas no período medieval? Quem era apto

Leia mais

www. Lifeworld.com.br

www. Lifeworld.com.br 1 Artigos da Constituição Mundial A Constituição Mundial é composta de 61º Artigos, sendo do 1º ao 30º Artigo dos Direitos Humanos de 1948, e do 31º ao 61º Artigos estabelecidos em 2015. Dos 30 Artigos

Leia mais

SIMULADO DE SOCIOLOGIA

SIMULADO DE SOCIOLOGIA SIMULADO DE SOCIOLOGIA 1) O que é Sociologia? a) ( ) Ciência que estuda a relação do homem com a natureza. b) ( ) Ciência que estuda o meio ambiente. c) ( ) Ciência que estuda os grupos, sua organização

Leia mais

Conteúdo: Habilidades: A religião na visão dos autores clássicos da Sociologia

Conteúdo: Habilidades: A religião na visão dos autores clássicos da Sociologia Conteúdo: A religião na visão dos autores clássicos da Sociologia Habilidades: Reconhecer a religião como uma instituição social e objeto de estudo das Ciências Sociais; Conhecimento Teológico A religião

Leia mais

Portfólio Easy to Learn SERVIÇO SOCIAL

Portfólio Easy to Learn SERVIÇO SOCIAL Portfólio Easy to Learn SERVIÇO SOCIAL ÍNDICE Pensamento Social...2 Movimentos Sociais e Serviço Social...2 Fundamentos do Serviço Social I...2 Leitura e Interpretação de Textos...3 Metodologia Científica...3

Leia mais

PROCESSO DE INGRESSO NA UPE

PROCESSO DE INGRESSO NA UPE PROCESSO DE INGRESSO NA UPE SOCIOLOGIA 2º dia 1 SOCIOLOGIA VESTIBULAR 11. A Sociologia surgiu das reflexões que alguns pensadores fizeram acerca das transformações ocorridas na sociedade do seu tempo.

Leia mais

Gustavo Noronha Silva. Clássicos da Sociologia: Marx, Durkheim e Weber

Gustavo Noronha Silva. Clássicos da Sociologia: Marx, Durkheim e Weber Gustavo Noronha Silva Clássicos da Sociologia: Marx, Durkheim e Weber Universidade Estadual de Montes Claros / UNIMONTES abril / 2003 Gustavo Noronha Silva Clássicos da Sociologia: Marx, Durkheim e Weber

Leia mais

Juristas Leigos - Direito Humanos Fundamentais. Direitos Humanos Fundamentais

Juristas Leigos - Direito Humanos Fundamentais. Direitos Humanos Fundamentais Direitos Humanos Fundamentais 1 PRIMEIRAS NOÇÕES SOBRE OS DIREITOS HUMANOS FUNDAMENTAIS 1. Introdução Para uma introdução ao estudo do Direito ou mesmo às primeiras noções de uma Teoria Geral do Estado

Leia mais

CULTURA AFRO CULTURA AFRO

CULTURA AFRO CULTURA AFRO CULTURA AFRO ESCOPO Apresentamos o projeto Cultura Afro com o compromisso de oferecer aos alunos do ensino fundamental um panorama completo e diversificado sobre a cultura afro em nosso país. Levamos em

Leia mais

SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO E ASSISTÊNCIA SOCIAL - SEDAS GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROJETOS E CAPACITAÇÃO TEXTO I

SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO E ASSISTÊNCIA SOCIAL - SEDAS GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROJETOS E CAPACITAÇÃO TEXTO I TEXTO I Igualdade de Gênero no Enfrentamento à Violência Contra a Mulher As desigualdades são sentidas de formas diferentes pelas pessoas dependendo do seu envolvimento com a questão. As mulheres sentem

Leia mais

ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL

ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL É muito comum ler em notas de jornais, revistas, internet sobre as classes sociais, geralmente são classificadas da seguinte maneira: classe A, B, C, D, E. No mês de julho de 2008,

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Palestrante: José Nazareno Nogueira Lima Advogado, Diretor -Tesoureiro da OAB/PA, Consultor da ALEPA

Palestrante: José Nazareno Nogueira Lima Advogado, Diretor -Tesoureiro da OAB/PA, Consultor da ALEPA A ÉTICA NA POLÍTICA Palestrante: Advogado, Diretor -Tesoureiro da OAB/PA, Consultor da ALEPA A origem da palavra ÉTICA Ética vem do grego ethos, que quer dizer o modo de ser, o caráter. Os romanos traduziram

Leia mais

AUTOR(ES): SUELEN MAYARA DA SILVA, LAIS MATOS DE GODOI, MARINA LUZIA BRACCIO

AUTOR(ES): SUELEN MAYARA DA SILVA, LAIS MATOS DE GODOI, MARINA LUZIA BRACCIO TÍTULO: O CÓDIGO DE ÉTICA E A VALORIZAÇÃO DO CONTADOR CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: CIÊNCIAS CONTÁBEIS INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE JAGUARIÚNA AUTOR(ES): SUELEN MAYARA

Leia mais

V - ESTADO. O ASPECTO HISTÓRICO É aquele que vê o Estado como um fato social em constante evolução.

V - ESTADO. O ASPECTO HISTÓRICO É aquele que vê o Estado como um fato social em constante evolução. V - ESTADO 1 ORIGEM E FORMAÇÃO DO ESTADO Origem da Palavra: A denominação de Estado tem sua origem do latim status = estar firme, significando situação permanente de convivência e ligada à sociedade política.

Leia mais

O FUNDAMENTO DOS DIREITOS HUMANOS

O FUNDAMENTO DOS DIREITOS HUMANOS O FUNDAMENTO DOS DIREITOS HUMANOS Marconi Pequeno* * Pós-doutor em Filosofia pela Universidade de Montreal. Docente do Programa de Pós- Graduação em Filosofia e membro do Núcleo de Cidadania e Direitos

Leia mais

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS BR/1998/PI/H/4 REV. DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembléia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948 Brasília 1998 Representação

Leia mais

1. INTRODUÇÃO CONCEITUAL SOBRE O DESENVOLVIMENTO E O CRESCIMENTO ECONÔMICO

1. INTRODUÇÃO CONCEITUAL SOBRE O DESENVOLVIMENTO E O CRESCIMENTO ECONÔMICO 1. INTRODUÇÃO CONCEITUAL SOBRE O DESENVOLVIMENTO E O CRESCIMENTO ECONÔMICO A análise da evolução temporal (ou dinâmica) da economia constitui o objeto de atenção fundamental do desenvolvimento econômico,

Leia mais

Declaração de Princípios sobre a Tolerância * (**)

Declaração de Princípios sobre a Tolerância * (**) Declaração de Princípios sobre a Tolerância * (**) Os Estados Membros da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura reunidos em Paris em virtude da 28ª reunião da Conferência

Leia mais

O Estado moderno: da gestão patrimonialista à gestão democrática

O Estado moderno: da gestão patrimonialista à gestão democrática O Estado moderno: da gestão patrimonialista à gestão democrática Neusa Chaves Batista 1 1. Introdução O modelo de gestão para a escola pública requerido na atualidade encontra-se expresso no ordenamento

Leia mais

MINISTERIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL

MINISTERIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL APROVO Em conformidade com as Port. 38-DECEx, 12ABR11 e Port 137- Cmdo Ex, 28FEV12 MINISTERIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL

Leia mais

História- 2 ano/ Ensino Médio Revolução Francesa

História- 2 ano/ Ensino Médio Revolução Francesa História- 2 ano/ Ensino Médio Revolução Francesa 1 A Revolução Francesa representou uma ruptura da ordem política (o Antigo Regime) e sua proposta social desencadeou a) a concentração do poder nas mãos

Leia mais

Carta dos Povos da Terra

Carta dos Povos da Terra Carta dos Povos da Terra Primeira Proposta Janeiro 2011 Para contribuir no debate e enriquecer esta proposta de Carta, pode se inscrever enviando um e-mail para carta@forums.rio20.net www.rio20.net Um

Leia mais

Educação escolar indígena

Educação escolar indígena Educação escolar indígena O principal objetivo desta apresentação é fazer uma reflexão sobre a cultura indígena kaingang, sobre as políticas educacionais integracionistas e sobre a política atual, que

Leia mais

HISTÓRIA-2009 2ª FASE 2009

HISTÓRIA-2009 2ª FASE 2009 Questão 01 UFBA - -2009 2ª FASE 2009 Na Época Medieval, tanto no Oriente Médio, quanto no norte da África e na Península Ibérica, muçulmanos e judeus conviviam em relativa paz, fazendo comércio e expressando,

Leia mais

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: NOME COMPLETO:

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: NOME COMPLETO: DISCIPLINA: FILOSOFIA PROFESSOR: ENRIQUE MARCATTO DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: NOME COMPLETO: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2ª TURMA: Nº: I N S T R U Ç Õ E S 1. Este trabalho contém

Leia mais

COLÉGIO MARISTA - PATOS DE MINAS 3º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2013 Professor (a): ROGÉRIO MANOEL FERREIRA. 2ª Recuperação Autônoma Questões de SOCIOLOGIA

COLÉGIO MARISTA - PATOS DE MINAS 3º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2013 Professor (a): ROGÉRIO MANOEL FERREIRA. 2ª Recuperação Autônoma Questões de SOCIOLOGIA COLÉGIO MARISTA - PATOS DE MINAS 3º ANO DO ENSINO MÉDIO - 23 Professor (a): ROGÉRIO MANOEL FERREIRA 2ª Recuperação Autônoma Questões de SOCIOLOGIA Questão - Sobre o significado de consciência coletiva

Leia mais

Conteúdo Básico Comum (CBC) de FILOSOFIA do Ensino Médio Exames Supletivos/2015

Conteúdo Básico Comum (CBC) de FILOSOFIA do Ensino Médio Exames Supletivos/2015 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Conteúdo

Leia mais