Inspeção Cartorária. Objetivos da inspeção judicial

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Inspeção Cartorária. Objetivos da inspeção judicial"

Transcrição

1 Inspeção Cartorária A inspeção cartorária é um instrumento de fiscalização e controle da administração da justiça e da atividade dos órgãos e dos serviços judiciários e administrativos. O seu propósito é verificar o andamento dos processos, a observância dos prazos, a regularidade dos serviços judiciários e cartorários, alcançando juízos, juízes, serviços e servidores a eles vinculados. O início das inspeções judiciais em qualquer órgão é comunicado previamente à Ordem dos Advogados do Brasil, ao Ministério Público Federal, à Advocacia Geral da União e à Defensoria Pública, a fim de que indiquem representantes para acompanhar os trabalhos. Objetivos da inspeção judicial Aferir a regularidade do processamento dos feitos judiciais, a observância dos prazos, bem como a regularidade dos demais serviços judiciários e administrativos; Buscar a eficiência e o aprimoramento dos juízos e serviços administrativos, judiciários e cartorários que lhes são afetos, bem como a troca de experiências; Procurar esclarecer as situações de fato, prevenir ou sanar as irregularidades encontradas, evitar ou punir erros, omissões ou abusos; aprimorar a prestação jurisdicional, a celeridade nos serviços cartorários e, se for o caso, o encaminhamento para apuração de suspeitas ou faltas disciplinares. Resolução A Resolução nº 496/2006, altera a Resolução nº 418, de 8 de março de 2005, que estabelece normas gerais a serem observadas na disciplina e na realização de correições e inspeções judiciais no âmbito da Justiça Federal. Como participar das inspeções A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional do Distrito Federal (OAB/DF) estará divulgando diariamente as inspeções judiciais agendadas pelo Judiciário. As inspeções de 2013 ocorrerão de janeiro a junho. O advogado que se interessar em participar ou acompanhar algumas das vistorias judiciais promovidas pelo Judiciário deverá se comunicar com a Secretaria Geral da OAB/DF por meio do endereço: Agenda das inspeções cartorárias em 2013:

2 Órgão: 18ª Vara Cível da Circunscrição Especial Judiciária de Brasília Inspeção: 7 de janeiro a 30 de junho Órgão: 2ª Vara de Entorpecentes do Distrito Federal Inspeção: 9 de janeiro Órgão: 1ª Vara de Família e de Órfãos e Sucessões de Taguatinga Inspeção: 9 de janeiro a 28 de fevereiro Órgão: Vara de Execuções das Penas e Medidas Alternativas do Distrito Federal Inspeção: 9 de janeiro a 9 de maio Órgão: 17ª Vara Cível da Circunscrição Especial Judiciária de Brasília Inspeção: 10 de janeiro a 10 de abril Órgão: 1º Juizado Especial Cível da Circunscrição Judiciária de Taguatinga Inspeção: 14 de janeiro a 8 de fevereiro Órgão: Tribunal do Júri de Samambaia Inspeção: 14 de janeiro a 22 de fevereiro Órgão: 7ª Vara Criminal da Circunscrição Especial Judiciária de Brasília Inspeção: 14 de janeiro a 30 de março Órgão: 9ª Vara Cível de Brasília Inspeção: 14 de janeiro a 14 de maio Órgão: 2º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher Inspeção: 21 de janeiro a 28 de fevereiro Órgão: Vara de Família e de Órfãos e Sucessões do Riacho Fundo Inspeção: 21 de janeiro a 29 de março Órgão: 2ª Vara Criminal da Circunscrição Judiciária do Gama/DF Inspeção: 28 de janeiro a 8 de fevereiro Órgão: 1ª Vara do Juizado de Violência Doméstica E Familiar Contra a Mulher de Ceilândia Inspeção: 28 de janeiro a 8 de março Órgão: Vara de Execução de Medidas Socioeducativas do DF Inspeção: 28 de janeiro a 12 de abril

3 Órgão: 4º Juizado Especial Cível da Circunscrição Especial Judiciária de Brasília Inspeção: 1º de fevereiro a 31 de março Órgão: 16ª Vara Cível de Brasília Inspeção: 1º de fevereiro a 31 de maio Órgão: Vara Criminal de Sobradinho Inspeção: 1º de fevereiro a 1º de junho Órgão: Juizado Especial Criminal de Circunscrição Judiciária de Taguatinga - DF Inspeção: 4 de fevereiro 31 de março Órgão: 2ª Vara Cível de Família e de Órfãos e Sucessões de Santa Maria Inspeção: 4 de fevereiro a 30 de abril Órgão: 1º Juizado Especial Cível e Criminal de Sobradinho Inspeção: a partir de 6 de fevereiro Órgão: Vara Cível, Família e Órfãos e Sucessões, Vara Criminal e Tribunal do Júri, Juizado Especial Cível e Criminal e Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, todas da Circunscrição Judiciária do Riacho Fundo Inspeção: a partir de 6 de fevereiro Órgão: 8ª Vara Criminal da Brasília Inspeção: 14 de fevereiro Órgão: 1ª Vara de Família e de Órfãos e Sucessões de Ceilândia Inspeção: 14 de fevereiro a 1º de março Órgão: 5ª Vara Cível de Taguatinga Inspeção: 14 de fevereiro a 14 de junho Órgão: Juizado Especial Cível e Criminal do Núcleo Bandeirante Inspeção: a partir de 18 de fevereiro Órgão: 2ª Vara de Família e de Órfãos e Sucessões da Circunscrição Judiciária do Paranoá Inspeção: 18 a 22 de fevereiro Órgão: TJDFT Vara de Ações Previdenciárias do DF Inspeção: 18 de fevereiro a 8 de março Órgão: 2ª Vara Criminal de Santa Maria/DF Inspeção: 18 de fevereiro a 8 de março Órgão: Circunscrição Judiciária de Taguatinga/DF 2º Juizado Especial Cível

4 Inspeção: 18 de fevereiro a 15 de março Órgão: 5ª Vara Criminal de Brasília Inspeção: 18 de fevereiro a 20 de março Órgão: 2ª Vara Cível de Samambaia Inspeção: 18 de fevereiro a 26 de março Órgão: Tribunal do Júri da Circunscrição do Paranoá Inspeção: 18 de fevereiro a 18 de abril Órgão: 4ª Vara Criminal de Brasília Inspeção: 18 de fevereiro a 19 de abril Órgão: 11ª Vara Cível de Brasília Inspeção: 18 de fevereiro a 18 de maio Órgão: 1ª Vara Criminal de Planaltina Inspeção: 18 de fevereiro a 31 de maio Órgão: 1ª Vara de Órfãos e Sucessões da Circunscrição Especial Judiciária de Brasília Inspeção: 18 de fevereiro a 28 de junho Órgão: 7ª Vara Cível de Brasília Inspeção: 18 de fevereiro a 17 de junho Órgão: 1ª Vara Cível da Circunscrição Judiciária de Taguatinga Inspeção: 18 de fevereiro a 17 de junho Órgão: 2º Juizado Especial Criminal da Circunscrição Especial Judiciária de Brasília Inspeção: 25 de fevereiro a 1º de março Órgão: 24ª Vara Cível de Brasília Inspeção: 18 de fevereiro a 30 de abril Órgão: 1ª Vara de Entorpecentes Inspeção: 25 de fevereiro a 1º de abril Órgão: 3ª Vara Civil da Circunscrição Judiciária de Taguatinga Inspeção: 27 de fevereiro a 26 de junho Órgão: 5ª Vara do Juizado Especial Cível da Circunscrição Especial Judiciária de Brasília Inspeção: 1 a 20 de março

5 Órgão: Vara Criminal e Tribunal do Júri do Riacho Fundo Inspeção: 1 a 26 de março Órgão: 7ª Vara de Família de Brasília Inspeção: 1 a 29 de março Órgão: 1ª Vara Criminal de Brasília Inspeção: 1º de março a 30 de abril Órgão: 4ª Vara da Fazenda Pública do Distrito Federal Inspeção: 1º de março a 31 de maio Órgão: 1ª Vara Criminal de Taguatinga Inspeção: 1º de março a 28 de junho Órgão: 10ª Vara Cível da Circunscrição Judiciária de Brasília - DF Inspeção: 1º de março a 28 de junho Órgão: Vara de Delitos de Trânsito de Brasília - DF Inspeção: 11 a 14 de março Órgão: 11ª Vara Federal Inspeção: 11 a 15 de março Órgão: 2º Juizado Especial Cível e Criminal e 2º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Circunscrição Judiciária de Samambaia Inspeção: 11 a 26 de março Órgão: 14ª Vara de Trabalho de Brasília Inspeção: 18 a 26 de março Órgão: 3ª Vara do Trabalho de Brasília/DF Inspeção: 20 a 26 de março Órgão: Vara Criminal e Tribunal do Júri da Circunscrição Judiciária de Brazlândia - DF Inspeção: 8 de abril a 24 de maio Órgão: 19ª Vara Cível de Brasília Inspeção: 1º a 30 de abril Órgão: 2ª Vara Cível da Circunscrição Especial Judiciária de Brasília/DF Inspeção: 1º a 30 de abril

6 Órgão: 21ª Vara Cível de Brasília Inspeção: 1º a 30 de abril Órgão: Primeira Vara Cível, de Família e de Órfãos e Sucessões de Santa Maria/DF Inspeção: 1º de abril de 2013 a 31 de maio Órgão: Juizado Especial Itinerante Inspeção: 22 a 26 de maio Órgão: 2ª Vara Cível, de Família e de Órfãos e sucessões de Brazlândia Inspeção: 2 de maio a 28 de junho Órgão: 15ª Vara Cível Federal Inspeção: 13 a 17 de maio Órgão: 2ª Vara Federal da Seção Judiciária do DF Inspeção: 13 a 17 de maio Órgão: Juizado Especial Criminal de Ceilândia Inspeção: 6 a 24 de maio Órgão: 22ª Vara da Seção Judiciária do DF Inspeção: 20 a 24 de maio Órgão: 20ª Vara da Seção Judiciária do DF Inspeção: 20 a 24 de maio

Poder Judiciário da União TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS. Central Judicial do Idoso TJDFT. MPDFT. DEFENSORIA PÚBLICA DF

Poder Judiciário da União TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS. Central Judicial do Idoso TJDFT. MPDFT. DEFENSORIA PÚBLICA DF COORDENADORIA-GERAL DO SISTEMA DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS Nome do Centro Judiciário /CJI Período 1 º de janeiro a 30 de junho/2013 Estrutura de Pessoal Servidores efetivos do TJDFT * Em tramitação pela SUGIP:

Leia mais

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios CENTRAL DE APOIO JUDICIAL AOS IDOSOS

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios CENTRAL DE APOIO JUDICIAL AOS IDOSOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS COORDENADORIA-GERAL DO SISTEMA DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS Nome do Centro Judiciário Central de Apoio Judicial aos Idosos/CAJI Período 1º de janeiro

Leia mais

RESOLVE: PROVIMENTO Nº 03/2013. Conselho da Justiça Estadual COJUS. Autoridade substituta. substituída 1ª Vara Cível

RESOLVE: PROVIMENTO Nº 03/2013. Conselho da Justiça Estadual COJUS. Autoridade substituta. substituída 1ª Vara Cível Disciplina sobre a substituição automática dos juízes de direito em decorrências de afastamentos, faltas, férias, impedimentos, licenças, promoções, remoções ou suspeições. O Conselho da Justiça Estadual

Leia mais

ERRATA DOE DE 15/07/2011 Na Resolução nº 004/2011, publicada no Diário Oficial de 30/06/2011. PROMOTORIA DE JUSTIÇA CÍVEL DE GUARAPARI ONDE SE LÊ:

ERRATA DOE DE 15/07/2011 Na Resolução nº 004/2011, publicada no Diário Oficial de 30/06/2011. PROMOTORIA DE JUSTIÇA CÍVEL DE GUARAPARI ONDE SE LÊ: ERRATA DOE DE 15/07/2011 Na Resolução nº 004/2011, publicada no Diário Oficial de 30/06/2011. PROMOTORIA DE JUSTIÇA CÍVEL DE GUARAPARI 3º Promotor de 1ª Vara de Família e Órfãos e Sucessões (agente e interveniente).

Leia mais

Estatística referente à violência doméstica contra a mulher no Distrito Federal 2006-2013

Estatística referente à violência doméstica contra a mulher no Distrito Federal 2006-2013 Estatística referente à violência doméstica contra a mulher no Distrito Federal 2006-2013 1. Denúncias Oferecidas pelo Ministério Público Denúncias oferecidas em feitos de Violência Doméstica entre 2006

Leia mais

Anexo XI. Demonstrativo dos Recursos Destinados a Investimentos por Órgão. Fiscal 5.176.791.354 154.831.221 1.942.922.708 7.274.545.

Anexo XI. Demonstrativo dos Recursos Destinados a Investimentos por Órgão. Fiscal 5.176.791.354 154.831.221 1.942.922.708 7.274.545. Anexo XI GOVERNO DO DISTRITO 1 01 - CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO 01101 - CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO 02 - TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO 02101 - TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO 09 - CASA CIVIL DO DISTRITO

Leia mais

REGIMENTO INTERNO ESTRUTURA ADMINISTRATIVA. (Anexo da Portaria Normativa nº 275, de 11 de outubro de 2013)

REGIMENTO INTERNO ESTRUTURA ADMINISTRATIVA. (Anexo da Portaria Normativa nº 275, de 11 de outubro de 2013) REGIMENTO INTERNO ESTRUTURA ADMINISTRATIVA (Anexo da Portaria Normativa nº 275, de 11 de outubro de 2013) PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA EUNICE PEREIRA AMORIM CARVALHIDO VICE-PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

Leia mais

Siglário do Poder Judiciário

Siglário do Poder Judiciário Estrutura Organizacional Administrativa Unidade Organizacional Sigla Nome Conselho da Justiça Estadual Presidência Gabinete do Presidente Gabinete dos Juízes Auxiliares da Presidência Assessoria de Controle

Leia mais

NOTA DE ESCLARECIMENTO

NOTA DE ESCLARECIMENTO NOTA DE ESCLARECIMENTO A ASSOCIAÇÃO DOS DEFENSORES PÚBLICOS DO DISTRITO FEDERAL (ADEP-DF), por seu Presidente, no mister de suas atribuições estatutárias, vem a público esclarecer as informações constantes

Leia mais

Exmo. Sr. Juiz Auxiliar da Corregedoria e Diretor do Foro da Capital,

Exmo. Sr. Juiz Auxiliar da Corregedoria e Diretor do Foro da Capital, Ofício SINDOJUS/MG nº 00547/2014 Exmo. Sr. Juiz Auxiliar da Corregedoria e Diretor do Foro da Capital, O SINDOJUS/MG, legítimo representante da categoria dos Oficiais de Justiça Avaliadores do Estado de

Leia mais

21ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE INVESTIGAÇÃO PENAL DA 1ª CENTRAL DE INQUÉRITOS (cód. 300586)

21ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE INVESTIGAÇÃO PENAL DA 1ª CENTRAL DE INQUÉRITOS (cód. 300586) CRAAI RIO DE JANEIRO RIO DE JANEIRO FORO REGIONAL BANGU 21ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE INVESTIGAÇÃO PENAL DA 1ª CENTRAL DE INQUÉRITOS (cód. 300586) Investigação Penal 33522 Feitos extrajudiciais recebidos

Leia mais

Objetivo. Perfil profissional. Formação

Objetivo. Perfil profissional. Formação Éverton Leandro Santana Advogado Brasileiro, 26 anos, casado, sem filhos CPF (BRA) 028.064.251-23 Condomínio RK, conjunto centauros, quadra F, casa 32 Sobradinho, Brasília - DF 73252-200 Brasília, Distrito

Leia mais

Estaremos com Atendimento Móvel em diversas Cidades do DF e Entorno. Aproveite e entre em contato conosco!

Estaremos com Atendimento Móvel em diversas Cidades do DF e Entorno. Aproveite e entre em contato conosco! Estaremos com Atendimento Móvel em diversas Cidades do DF e Entorno. Aproveite e entre em contato conosco! Unidades Móveis RA: Ceilândia Itinerante I Consultores: / QNM 13 ÁE Em frente ao Auditório da

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARÁ

PODER JUDICIÁRIO CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARÁ LISTA DE ENDEREÇOS E TELEFONES - SECRETARIAS DA COMARCA DE FORTALEZA-CE DDD :085 SECRETARIAS DE VARA FONE SECRETARIA ENDEREÇO CEP 1ª VARA

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DA DEMANDA HABITACIONAL

PROCESSO DE SELEÇÃO DA DEMANDA HABITACIONAL PROCESSO DE SELEÇÃO DA DEMANDA HABITACIONAL NOVO CADASTRO DA HABITAÇÃO MAIO/2012 Necessidade de adequação da gestão de processos da CODHAB para: Atingir meta de eliminar o deficit habitacional do DF ofertando

Leia mais

PROVIMENTO Nº 01/2012

PROVIMENTO Nº 01/2012 PROVIMENTO Nº 01/2012 EMENTA: Dispõe sobre os requisitos mínimos de segurança que deverão existir nos alvarás judiciais e dá outras providências. O CORREGEDOR-GERAL DA JUSTIÇA, Desembargador Jones Figueirêdo

Leia mais

SUMÁRIO SIGLAS E ABREVIAÇÕES UTILIZADAS NESTA OBRA...13 PARTE I A JUSTIÇA FEDERAL E SEUS JUÍZES

SUMÁRIO SIGLAS E ABREVIAÇÕES UTILIZADAS NESTA OBRA...13 PARTE I A JUSTIÇA FEDERAL E SEUS JUÍZES SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO...11 SIGLAS E ABREVIAÇÕES UTILIZADAS NESTA OBRA...13 PARTE I A JUSTIÇA FEDERAL E SEUS JUÍZES CAPÍTULO I - BREVE RECONSTRUÇÃO HISTÓRICA DA JUSTIÇA FEDERAL NO BRASIL...17

Leia mais

ANEXO I LOCAIS ONDE O CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ACS SERÁ EXECUTADO

ANEXO I LOCAIS ONDE O CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ACS SERÁ EXECUTADO ANEXO I LOCAIS ONDE O CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ACS SERÁ EXECUTADO Planaltina Itapoã Granja do Torto Paranoá Sobradinho São Sebastião Taguatinga Ceilândia Brazlândia

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS CURSO DE DIREITO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 2011/2015. ESTÁGIO SUPERVISIONADO I 3º. Período

FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS CURSO DE DIREITO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 2011/2015. ESTÁGIO SUPERVISIONADO I 3º. Período Art.41 O programa de Estágio Supervisionado compreende as atividades de prática jurídica simulada e real: (Regulamento do Curso). 1- O discente deverá comparecer em todos os encontros agendados, sábados,

Leia mais

Princípios Gerais da Reforma Judiciária. João Miguel Barros

Princípios Gerais da Reforma Judiciária. João Miguel Barros Princípios Gerais da Reforma Judiciária João Miguel Barros Agenda reformadora: 1. Reforma do Processo Civil 2. Organização Judiciária 3. Plano de Acção para a Justiça na Sociedade de Informação Ensaio

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DE RORAIMA COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DE RORAIMA COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA EXTRATO DA ATA DA SÉTIMA SESSÃO ORDINÁRIA DO EGRÉGIO COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE RORAIMA 2014. Data: 24/11/2014 Horário: 9h Local: Sala de reuniões dos Órgãos

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA Relatório Técnico PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA O Estatuto do Idoso três anos depois da promulgação 16 a 22 de agosto de 2006 Dados Técnicos Pesquisa Pesquisa de opinião pública de abrangência restrita ao

Leia mais

EXERCÍCIO CONVÊNIOS NÚCLEOS 2009 UNIP/UNIPLAN ESPAM (2º Sem/2009)

EXERCÍCIO CONVÊNIOS NÚCLEOS 2009 UNIP/UNIPLAN ESPAM (2º Sem/2009) I - Introdução RELATÓRIO DE GESTÃO 2010/2012 Esse relatório visa demonstrar as atividades desenvolvidas por essa Gestão. II Conselho Diretor/ Conselho Fiscal Em janeiro de 2010 foram empossados para dirigir

Leia mais

1ª a 25ª Vara Cível de Brasília sim. 1ª a 5ª Vara Cível sim. Vara de Execução de Título Extrajudicial de Taguatinga

1ª a 25ª Vara Cível de Brasília sim. 1ª a 5ª Vara Cível sim. Vara de Execução de Título Extrajudicial de Taguatinga Data da implantação Fórum Cronograma de implantação do PJE no TJDFT em 2017 Implantado Fórum Milton Barbosa 1ª a 25ª Vara Cível de Brasília Taguatinga Ceilândia Águas Claras 1ª a 5ª Vara Cível Vara de

Leia mais

SUMÁRIO CONCEITOS INICIAIS...4

SUMÁRIO CONCEITOS INICIAIS...4 SUMÁRIO Sumário CONCEITOS INICIAIS...4 I - PODER JUDICIÁRIO...5 1. Jurisdição...5 2. Funcionamento do Poder Judiciário...6 3. Organização do Poder Judiciário...7 II - DAS FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA...9

Leia mais

Relatório Metas Nacionais do Judiciário Diagnóstico Situacional TJAL

Relatório Metas Nacionais do Judiciário Diagnóstico Situacional TJAL Relatório Metas Nacionais do Judiciário Diagnóstico Situacional TJAL Assessoria de Planejamento de Modernização do Poder - APMP Divisão de Estatística do Tribunal de Justiça - DETJ Assessoria de Planejamento

Leia mais

ÍNDICE. 1. Apresentação... 3. 2. Promotoria de Justiça de Defesa da Infância e da Juventude... 4. 3. Documentos Internacionais...

ÍNDICE. 1. Apresentação... 3. 2. Promotoria de Justiça de Defesa da Infância e da Juventude... 4. 3. Documentos Internacionais... Art. 229 - Constituição Federal: Os pais têm o dever de assistir, criar e educar os filhos menores, e os filhos maiores têm o dever de ajudar e amparar os pais na velhice, carência ou enfermidade. REDE

Leia mais

Cartilha da CRianca e do adolescente

Cartilha da CRianca e do adolescente Cartilha da CRianca e do adolescente Mais um dia vivido pela familia Brasilino Oi, pessoal, cheguei! Oi, filho, tudo bem? Hum... que cheiro bom! Tô morrendo de fome! Vou lá dentro lavar as mãos, guardar

Leia mais

Karen Silva Carvalho [karen-carvalho@dpe.rs.gov.br] segunda-feira, 14 de maio de 2012 16:28 SSCEPI Ofício Oficio 114-2012.pdf

Karen Silva Carvalho [karen-carvalho@dpe.rs.gov.br] segunda-feira, 14 de maio de 2012 16:28 SSCEPI Ofício Oficio 114-2012.pdf \' SSCEPI VCM REC 000093 De: Enviado em: Para: Assunto: Anexos: Prioridade: Karen Silva Carvalho [karen-carvalho@dpe.rs.gov.br] segunda-feira, 14 de maio de 2012 16:28 SSCEPI Ofício Oficio 114-2012.pdf

Leia mais

TABELA DE CORRELAÇÃO DOS CONHECIMENTOS/HABILIDADES COM OS CURSOS DA ESAJ INFORMÁTICA

TABELA DE CORRELAÇÃO DOS CONHECIMENTOS/HABILIDADES COM OS CURSOS DA ESAJ INFORMÁTICA TABELA DE CORRELAÇÃO DOS CONHECIMENTOS/HABILIDADES COM OS CURSOS DA ESAJ INFORMÁTICA Nº Conhecimento / Habilidade Curso ESAJ 1 2 3 Sistema Operacional (Windows) Processador de Texto (Word, Broffice Writer)

Leia mais

1. Escopo ou finalidade da iniciativa

1. Escopo ou finalidade da iniciativa 1. Escopo ou finalidade da iniciativa Por meio do Programa Rede Judicial de Proteção objetiva-se reduzir a reprodução de infrações penais semelhantes às cometidas, a partir de intervenções orientadas para

Leia mais

Planejamento e Gestão para Cumprimento da Meta 02. *Cristiane Pederzolli Rentzsch*

Planejamento e Gestão para Cumprimento da Meta 02. *Cristiane Pederzolli Rentzsch* Planejamento e Gestão para Cumprimento da Meta 02 *Cristiane Pederzolli Rentzsch* I - Introdução II - A Meta 02 III - Experiência da 17ª Vara da SJDF IV - Conclusão V - Agradecimentos I. Introdução O Conselho

Leia mais

Auditoria Operacional: escolas públicas do Distrito Federal 2007

Auditoria Operacional: escolas públicas do Distrito Federal 2007 Auditoria Operacional: Qualidade das instalações físicas das escolas públicas do Distrito Federal 2007 Processo nº 37.711/2006 - ANEXO - FOTOS DAS ESCOLAS VISITADAS DATA DAS VISITAS: 05/FEV A 09/FEV DE

Leia mais

Sumário. O que é abrigo... 4 Tipos de abrigos... 4 Quem vai para o abrigo... 4. Papel do dirigente... 8 Papel dos agentes institucionais...

Sumário. O que é abrigo... 4 Tipos de abrigos... 4 Quem vai para o abrigo... 4. Papel do dirigente... 8 Papel dos agentes institucionais... Sumário Apresentação............................... 3 Abrigo.................................... 4 O que é abrigo........................... 4 Tipos de abrigos.......................... 4 Quem vai para

Leia mais

Como proceder à notificação e para onde encaminhá-la?

Como proceder à notificação e para onde encaminhá-la? Se a família não quiser ou não puder assumir a notificação, o educador deverá informar a família que, por força da lei, terá que notificar o fato aos órgãos competentes. Como proceder à notificação e para

Leia mais

CNJ REDUZ PRESSÃO SOBRE TRIBUNAIS E JUÍZES EM 2.011

CNJ REDUZ PRESSÃO SOBRE TRIBUNAIS E JUÍZES EM 2.011 CNJ REDUZ PRESSÃO SOBRE TRIBUNAIS E JUÍZES EM 2.011 Mariana Ghirello Todo ano, o Conselho Nacional de Justiça se reúne com os presidentes dos Tribunais de Justiça para identificar as necessidades do Poder

Leia mais

CORREGEDORIA-GERAL PROVIMENTO N 46, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2008

CORREGEDORIA-GERAL PROVIMENTO N 46, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2008 CORREGEDORIA-GERAL PROVIMENTO N 46, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2008 Dispõe sobre a designação de Juízes Federais para acompanhar as correições realizadas pela Corregedoria- Geral. O Corregedor-Geral da Justiça

Leia mais

EDITAL Nº 1/2011 NORMAS PARA O PROCESSO DE CADASTRAMENTO DOS COLABORADORES VINCULADOS ÀS ESCOLAS DO DISTRITO FEDERAL

EDITAL Nº 1/2011 NORMAS PARA O PROCESSO DE CADASTRAMENTO DOS COLABORADORES VINCULADOS ÀS ESCOLAS DO DISTRITO FEDERAL EDITAL Nº 1/2011 Coordenadoria de Logística de Eventos NORMAS PARA O PROCESSO DE CADASTRAMENTO DOS COLABORADORES VINCULADOS ÀS ESCOLAS DO DISTRITO FEDERAL O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da

Leia mais

PARÁ: O histórico do Ministério Público Paraense no enfrentamento à Violência contra a mulher

PARÁ: O histórico do Ministério Público Paraense no enfrentamento à Violência contra a mulher PARÁ: O histórico do Ministério Público Paraense no enfrentamento à Violência contra a mulher Lucinery Helena Resende Ferreira do Nascimento Túlio Carlos Souza Ortiz Desde o nascimento da Lei 11.340, em

Leia mais

PROJETO CARTAS DE MULHERES

PROJETO CARTAS DE MULHERES PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO COMESP COORDENADORIA ESTADUAL DA MULHER EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR PROJETO CARTAS DE MULHERES I - HISTÓRICO: Criadas as VARAS

Leia mais

Relatório de atividades 2011-2012 Núcleo de Gênero Pró-Mulher

Relatório de atividades 2011-2012 Núcleo de Gênero Pró-Mulher MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO Ministério Público do Distrito Federal e Territórios Coordenação dos Núcleos de Direitos Humanos - CNDH Núcleo de Gênero Pró-Mulher Relatório de atividades 2011-2012 Núcleo

Leia mais

PORTFÓLIO DE PROJETOS ESTRATÉGICOS PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MS

PORTFÓLIO DE PROJETOS ESTRATÉGICOS PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MS PORTFÓLIO DE PROJETOS ESTRATÉGICOS PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MS Elaboração e Implantação de Modelo e Software de Gestão de Desempenho dos Oficiais de Justiça Implantar software de gestão de desempenho

Leia mais

T R I B U N A L DE J U S T I Ç A

T R I B U N A L DE J U S T I Ç A Ata da Segunda Sessão do ano de 2014 da Comissão Executiva da Câmara Técnica do Pacto Nacional de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres e do Programa: Mulher Viver sem Violência, realizada aos trinta

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO DADOS ESTATÍSTICOS DO NÚCLEO DE SEGUNDA INSTÂNCIA E TRIBUNAIS SUPERIORES - BRASÍLIA/DF RECURSOS ESPECIAIS E AGRAVOS - 2015 Fevereiro Recursos Especiais - Criminais

Leia mais

1ª. Reunião de Análise Estratégica - 2012. Núcleo de Gestão Estratégica. Manaus, 05 de março de 2012

1ª. Reunião de Análise Estratégica - 2012. Núcleo de Gestão Estratégica. Manaus, 05 de março de 2012 1ª. Reunião de Análise Estratégica - 2012 Núcleo de Gestão Estratégica Manaus, 05 de março de 2012 Objetivos Divulgar os resultados da Metas Nacionais de 2011 e apresentar os desafios para 2012. Calendário

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Dispõe sobre normas para realização do estágio de prática jurídica, componente curricular obrigatório dos Cursos de Direito. Do Núcleo de Prática Jurídica Art.

Leia mais

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA Regras Básicas para as Atividades de Prática Jurídica a partir do ano letivo de 2013 Visitas Orientadas 72 Horas Obrigatórias Visitas Justiça

Leia mais

PLENÁRIA FINAL JUSTIÇA FEDERAL

PLENÁRIA FINAL JUSTIÇA FEDERAL 1ª Reunião Preparatória do IX Encontro Nacional do Poder Judiciário PLENÁRIA FINAL JUSTIÇA FEDERAL 05 a 07 de maio de 2015 ESMAF Brasília/DF Coordenadores e Representantes da Justiça Federal na Rede de

Leia mais

Cidadania em quadrinhos A educação zelando pelos direitos da criança e do

Cidadania em quadrinhos A educação zelando pelos direitos da criança e do Projeto: adolescente. Cidadania em quadrinhos A educação zelando pelos direitos da criança e do Organização responsável pela execução: Instituto Educar da Infância e da Juventude CNPJ:03.135.626/0001 01

Leia mais

74 São Paulo, 125 (191) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I quarta-feira, 14 de outubro de 2015

74 São Paulo, 125 (191) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I quarta-feira, 14 de outubro de 2015 74 São Paulo, 125 (191) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I quarta-feira, 14 de outubro de 2015 ASSESSORIA DE CONVÊNIOS Comunicado Edital para Inscrição de Advogados para Prestação de Assistência

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA - PR

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA - PR JANEIRO 75 0 75 2 73 1440 0 1440 104 1336 7 0 7 5 2 119 0 119 1 118 293 0 293 11 282 225 0 225 5 220 2 0 2 0 2 116 0 116 4 112 Página 1 de 12 FEVEREIRO 73 0 73 2 71 1336 0 1336 385 951 2 0 2 2 0 118 0

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA - PR. Planilha Controle de Estoque - Materiais de Limpeza - 2013 ESTOQUE ANTERIOR

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA - PR. Planilha Controle de Estoque - Materiais de Limpeza - 2013 ESTOQUE ANTERIOR JANEIRO 20 0 20 1 19 13 0 13 0 13 0 5 5 0 5 16 0 16 1 15 17 0 17 0 17 5 0 5 2 3 20 0 20 2 18 107 0 107 5 102 59 0 59 1 58 23 0 23 1 22 215 0 215 7 208 60 0 60 1 59 5 0 5 0 5 5 0 5 1 4 Página 1 de 12 FEVEREIRO

Leia mais

Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente

Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente Conceito Onde denunciar Procedimentos Renato Rodovalho Scussel Juiz de Direito Simone Costa Resende

Leia mais

Atendimento Policial a Vítimas de Violência Doméstica

Atendimento Policial a Vítimas de Violência Doméstica Pág. 01 Pág. 02 Pág. 03 Pág. 04 Pág. 05 Pág. 06 Pág. 07 Pág. 08 As condutas delituosas inseridas no contexto da Violência Doméstica e/ou familiar contra a mulher receberam uma conceituação legal a partir

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 149/2014 Poder Judiciário

PROJETO DE LEI Nº 149/2014 Poder Judiciário DIÁRIO OFICIAL DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Porto Alegre, sexta-feira, 13 de junho de 2014. PRO 1 PROJETO DE LEI Nº 149/2014 Poder Judiciário Extingue e cria cargos e funções, no âmbito da Justiça de 1º Grau,

Leia mais

Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes

Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes 1ª Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes Conceito Como proceder O papel da 1ª VIJ 1ª Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal Renato

Leia mais

Serviços de Acolhimento

Serviços de Acolhimento 1ª Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal Serviços de Acolhimento Fiscalização Orientações Procedimento Entidades do DF 1ª Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal Renato Rodovalho

Leia mais

1 - AÇÕES DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA OU QUE ASSUMAM ESTE CARÁTER

1 - AÇÕES DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA OU QUE ASSUMAM ESTE CARÁTER Tabela de honorários de advogados dativos - 2013 (Resolução-Conjunta TJMG/AGE/ OAB 001/2013) ANEXO I - PARTE ESPECIAL 1 - AÇÕES DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA OU QUE ASSUMAM ESTE CARÁTER Salvo outra disposição

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO. (Alterada pelas Resoluções nº 65/2011 e 98/2013) RESOLUÇÃO Nº 20, DE 28 DE MAIO DE 2007.

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO. (Alterada pelas Resoluções nº 65/2011 e 98/2013) RESOLUÇÃO Nº 20, DE 28 DE MAIO DE 2007. CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO (Alterada pelas Resoluções nº 65/2011 e 98/2013) RESOLUÇÃO Nº 20, DE 28 DE MAIO DE 2007. Regulamenta o art. 9º da Lei Complementar nº 75, de 20 de maio de 1993 e

Leia mais

O INDICADOR ESTATÍSTICO DA CARGA DE TRABALHO DO RELATÓRIO JUSTIÇA

O INDICADOR ESTATÍSTICO DA CARGA DE TRABALHO DO RELATÓRIO JUSTIÇA O INDICADOR ESTATÍSTICO DA CARGA DE TRABALHO DO RELATÓRIO JUSTIÇA EM NÚMEROS DO CNJ APONTA A NECESSIDADE DA EQUALIZAÇÃO DA FORÇA DE TRABALHO NOS TRIBUNAIS PARA CONCRETIZAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO

Leia mais

Relatório das consultas realizadas ao Núcleo de Apoio Técnico (NAT) no 1º semestre de 2014.

Relatório das consultas realizadas ao Núcleo de Apoio Técnico (NAT) no 1º semestre de 2014. Relatório das consultas realizadas ao Núcleo de Apoio Técnico (NAT) no 1º semestre de 2014. 1- Total de consultas judiciais e extrajudiciais encaminhadas ao NAT: Tabela 01 - Consultas judiciais e extrajudiciais

Leia mais

PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA

PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA 1. Criar o Fórum Metropolitano de Segurança Pública Reunir periodicamente os prefeitos dos 39 municípios da Região Metropolitana de São Paulo para discutir, propor,

Leia mais

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA Modelo de Currículo Vagas no CNJ e no CNMP

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA Modelo de Currículo Vagas no CNJ e no CNMP Nome Tribunal de origem JOÃO MAURICIO GUEDES ALCOFORADO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO. Data de posse 13/10/1992. Vaga a que deseja concorrer JUIZ DO CNMP Atuação Profissional Atual: Juiz Titular da

Leia mais

PONTO DE ACESSO AO DIREITO

PONTO DE ACESSO AO DIREITO 1. Ponto de Acesso ao Direito O Ponto de Acesso ao Direito, implementado no início de 2007, tem subjacente e como finalidade apoiar as dezenas de pessoas que se deslocam ao CDL à procura de um auxílio

Leia mais

RELATÓRIO DA CORREIÇÃO EXTRORDINÁRIA PARCIAL REALIZADA NA SEGUNDA AUDITORIA DA JUSTIÇA MILITAR ESTADUAL

RELATÓRIO DA CORREIÇÃO EXTRORDINÁRIA PARCIAL REALIZADA NA SEGUNDA AUDITORIA DA JUSTIÇA MILITAR ESTADUAL RELATÓRIO DA CORREIÇÃO EXTRORDINÁRIA PARCIAL REALIZADA NA SEGUNDA AUDITORIA DA JUSTIÇA MILITAR ESTADUAL Período da realização da correição: de 23 de maio a 13 de junho de 2014. Juiz de Direito Titular:

Leia mais

O que deve fazer uma mulher vítima de agressão?

O que deve fazer uma mulher vítima de agressão? PERGUNTAS FREQUENTES O que deve fazer uma mulher vítima de agressão? A mulher em situação de violência doméstica poderá comparecer a uma delegacia de Defesa da Mulher mais próxima à sua casa para registrar

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Segurança proíbe depósitos de terceiros em contas de presidiários

CÂMARA DOS DEPUTADOS Segurança proíbe depósitos de terceiros em contas de presidiários ASSESSORIA PARLAMENTAR INFORMATIVO 14 DE NOVEMBRO DE 2014 CÂMARA DOS DEPUTADOS Segurança proíbe depósitos de terceiros em contas de presidiários A intenção é evitar que condenados usem essas contas para

Leia mais

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Coletivo Data: 12/03/2011 Seção: Política Pág.: 5 Assunto: População teve acesso a diversos serviços

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Coletivo Data: 12/03/2011 Seção: Política Pág.: 5 Assunto: População teve acesso a diversos serviços Veículo: Coletivo Data: 12/03/2011 Seção: Política Pág.: 5 Assunto: População teve acesso a diversos serviços Veículo: Jornal da Comunidade Data: 05 a 11/03/2011 Seção: Nosso Bairro Pág.: 5 Assunto: Ações

Leia mais

EXERCÍCIOS ATO INFRACIONAL.

EXERCÍCIOS ATO INFRACIONAL. EXERCÍCIOS ATO INFRACIONAL. 1.José foi inserido em medida sócio-educativa de internação, com prazo indeterminado. Durante o cumprimento da medida sócio-educativa, já tendo completado dezoito anos, praticou

Leia mais

CARTILHA. Poder Judiciário do Estado de Sergipe COMO INFORMAR CASOS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA MULHER NO FLUXO DE PERÍCIA

CARTILHA. Poder Judiciário do Estado de Sergipe COMO INFORMAR CASOS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA MULHER NO FLUXO DE PERÍCIA Poder Judiciário do Estado de Sergipe CARTILHA COMO INFORMAR CASOS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA MULHER NO FLUXO DE PERÍCIA Aracaju/SE Dezembro de 2015 1ª Edição Presidente: Des. Luiz Antônio Araújo Mendonça

Leia mais

PROJETO TERAPIA COMUNITÁRIA NA JUSTIÇA

PROJETO TERAPIA COMUNITÁRIA NA JUSTIÇA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO AMAZONAS VARA DE EXECUÇÕES DE MEDIDAS E PENAS ALTERNATIVAS DA COMARCA DE MANAUS VEMEPA PROJETO TERAPIA COMUNITÁRIA NA JUSTIÇA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO AMAZONAS VARA DE EXECUÇÕES DE

Leia mais

Ato Normativo nº. 473-CPJ, de 27 de julho de 2006. (pt. nº. 3.556/06)

Ato Normativo nº. 473-CPJ, de 27 de julho de 2006. (pt. nº. 3.556/06) Ato Normativo nº. 473-CPJ, de 27 de julho de 2006 (pt. nº. 3.556/06) Constitui, na comarca da Capital, o Grupo de Atuação Especial de Inclusão Social, e dá providências correlatas. O Colégio de Procuradores

Leia mais

Provimento COGE nº 64, de 28 de abril 2005 SUMÁRIO

Provimento COGE nº 64, de 28 de abril 2005 SUMÁRIO Provimento COGE nº 64, de 28 de abril 2005 Texto atualizado com os Provimentos COGE nºs 65, 66, 67, 68, 72, 73, 76, 78, 82, 83, 85, 87, 88, 89, 92, 93, 94, 95 e 96, em 11.05.2009, conforme publicações

Leia mais

SISTEMAS Á DISPOSIÇÃO DA PRIMEIRA INSTÂNCIA

SISTEMAS Á DISPOSIÇÃO DA PRIMEIRA INSTÂNCIA 0 SISTEMAS Á DISPOSIÇÃO DA PRIMEIRA INSTÂNCIA 1. APOLO Descrição: Sistema de acompanhamento processual. Usuários: Juízes, servidores, advogados e partes de processos distribuídos nas Comarcas. Objetivo:

Leia mais

PROVIMENTO Nº 20, DE 09 DE OUTUBRO DE 2013. O CORREGEDOR GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

PROVIMENTO Nº 20, DE 09 DE OUTUBRO DE 2013. O CORREGEDOR GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS, no uso de suas atribuições legais e regimentais, PROVIMENTO Nº 20, DE 09 DE OUTUBRO DE 2013. Institui a emissão de Certidões Judiciais Cíveis e Criminais, inclusive por meio eletrônico, no âmbito da 1ª Instância do Poder Judiciário do Estado de Alagoas

Leia mais

PROCESSOS LEGISLATIVOS CÂMARA LEGISLATIVA DO DF (CL-DF)

PROCESSOS LEGISLATIVOS CÂMARA LEGISLATIVA DO DF (CL-DF) PROCESSOS LEGISLATIVOS CÂMARA LEGISLATIVA DO DF (CL-DF) ALERTA CONTRA CATASTROFES PL 1115/2012 AUTORA: DEPUTADA ELIANA PEDROSA Ementa: Institui o sistema para prevenção e alerta de catástrofes e desastres

Leia mais

PLENÁRIA FINAL JUSTIÇA ELEITORAL

PLENÁRIA FINAL JUSTIÇA ELEITORAL 1ª Reunião da Rede de Priorização do Primeiro Grau de Jurisdição PLENÁRIA FINAL JUSTIÇA ELEITORAL 05 a 07 de maio de 2015 ESMAF Brasília/DF Integrantes da Rede de Priorização do Primeiro Grau no segmento

Leia mais

sábado, 29 de novembro de 2014 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 124 (226) 155

sábado, 29 de novembro de 2014 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 124 (226) 155 sábado, 29 de novembro de 2014 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 124 (226) 155 Edital para Inscrição de Advogados para Prestação de Assistência Judiciária Suplementar Convênio Defensoria

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL - 2ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL - 2ª REGIÃO OFÍCIO CIRCULAR Nº T2-OCI-2010/00037 Rio de Janeiro, 25 de março de 2010. Senhor(a) Juiz(a), No 3º Encontro Nacional do Poder Judiciário, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça e ocorrido no último

Leia mais

I CONGRESSO BRASILEIRO DE EXECUÇÃO DE PENAS E MEDIDAS ALTERNATIVAS

I CONGRESSO BRASILEIRO DE EXECUÇÃO DE PENAS E MEDIDAS ALTERNATIVAS I CONGRESSO BRASILEIRO DE EXECUÇÃO DE PENAS E MEDIDAS ALTERNATIVAS CARTA DE CURITIBA Os participantes do I CONGRESSO BRASILEIRO DE EXECUÇÃO DE PENAS E MEDIDAS ALTERNATIVAS, realizado em Curitiba PR, de

Leia mais

ARQUIDIOCESE DE BRASÍLIA COMISSÃO ARQUIDIOCESANA DE PASTORAL FAMILIAR

ARQUIDIOCESE DE BRASÍLIA COMISSÃO ARQUIDIOCESANA DE PASTORAL FAMILIAR ARQUIDIOCESE DE BRASÍLIA COMISSÃO ARQUIDIOCESANA DE PASTORAL FAMILIAR CALENDÁRIO ANUAL DE ENCONTROS DE PREPARAÇÃO PARA A VIDA MATRIMONIAL (EPVM) ANO 2015 Ressurreição 3581.1046 Ceilândia 07 e 08 Nossa

Leia mais

IMPLEMENTAR METODOLOGIA DE GESTÃO DE PROCESSOS DE TRABALHO NO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

IMPLEMENTAR METODOLOGIA DE GESTÃO DE PROCESSOS DE TRABALHO NO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO . Escopo ou finalidade do projeto O projeto visa implantar método de gestão de processos de trabalho em 00% das prestadoras de jurisdição de º grau, tendo como base o Sistema Normativo do Poder Judiciário

Leia mais

Egrégio Tribunal de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil Secção de São Paulo Quarta Turma Disciplinar TED IV

Egrégio Tribunal de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil Secção de São Paulo Quarta Turma Disciplinar TED IV Egrégio Tribunal de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil Secção de São Paulo Quarta Turma Disciplinar TED IV [ 11/09/2010 ECT 72900491 RJ256496422BR ] Por meu sangue, por minha honra e por

Leia mais

THAÍS STELA SIMÕES ARTÍBALE FARIA 2015

THAÍS STELA SIMÕES ARTÍBALE FARIA 2015 Brasileira, 25 anos, casada CPF (BRA) 380.887.738-30 Natural de São José do Rio Preto, São Paulo Avenida Juscelino Kubistchek, nº 2040, ap.184 15085-343, São José do Rio Preto, São Paulo - Brasil (17)

Leia mais

A Gerência do Projeto

A Gerência do Projeto A Gerência do Projeto O projeto é coordenado pela Comissão de Tecnologia da Informação e Infraestrutura do Conselho Nacional de Justiça, presidida pelo Ministro Cezar Peluso e integrada também pelos conselheiros

Leia mais

Conselho Nacional de Justiça Corregedoria PROVIMENTO Nº 12

Conselho Nacional de Justiça Corregedoria PROVIMENTO Nº 12 Conselho Nacional de Justiça Corregedoria PROVIMENTO Nº 12 O Corregedor Nacional de Justiça, Ministro Gilson Dipp, no uso de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO que durante as inspeções

Leia mais

Serviços de Acolhimento

Serviços de Acolhimento Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal Serviços de Acolhimento Fiscalização Orientações Procedimento Entidades do DF Renato Rodovalho Scussel Juiz de Direito Simone Costa Resende da Silva

Leia mais

Relatório de Atividades desenvolvidas pela DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE ALAGOAS de Janeiro a Dezembro de 2002. Capital Área Cível

Relatório de Atividades desenvolvidas pela DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE ALAGOAS de Janeiro a Dezembro de 2002. Capital Área Cível Relatório de Atividades desenvolvidas pela DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE ALAGOAS de Janeiro a Dezembro de 2002. Capital Área Cível Atendimentos 11874 Ações ajuizadas 1770 Acordos 1135 Contestações 307

Leia mais

AVISO CGJ Nº 126 de 30 de Janeiro de 2013.

AVISO CGJ Nº 126 de 30 de Janeiro de 2013. AVISO CGJ Nº 26 de 30 de Janeiro de 203. O Desembargador ANTONIO JOSÉ AZEVEDO PINTO, Corregedor Geral da Justiça do Estado do Rio de Janeiro, no exercício das atribuições que lhe são conferidas pelo inciso

Leia mais

MUTIRÃO CARCERÁRIO Plano do Projeto

MUTIRÃO CARCERÁRIO Plano do Projeto 1. Introdução O projeto do Mutirão Carcerário, iniciado pelo Conselho Nacional de Justiça em agosto de 2008 a partir da vigência da Resolução Conjunta nº 01/2009 do CNJ/CNMP e Resolução nº 89/2009 do CNJ,

Leia mais

Participação de Crianças e Adolescentes em Eventos

Participação de Crianças e Adolescentes em Eventos 1ª Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal Participação de Crianças e Adolescentes em Eventos A obrigatoriedade de expedição de alvarás Aspectos legais Fiscalização e orientação 1ª Vara da

Leia mais

JUIZ TITULAR PROMOTORIA DE JUSTIÇA SECRETARIA DE VARA METODOLOGIA PROCESSOS

JUIZ TITULAR PROMOTORIA DE JUSTIÇA SECRETARIA DE VARA METODOLOGIA PROCESSOS O original deste documento é eletrônico e foi assinado digitalmente por JOSE TARCILIO SOUZA DA SILVA e ANTONIO PADUA SILVA e FRANCISCO JAIME MEDEIROS NETO e EDITE BRINGEL OLINDA ALENCAR em 02/07/2012 às

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA 1 ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA INSPEÇÃO REALIZADA NA 24ª ª UNIDADE DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL E CRIMINAL DA COMARCA DE FORTALEZA/CE R E L A T Ó R I O Excelentíssimo Senhor

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO Tribunal Regional Federal da 5ª Região PRESIDÊNCIA DO TRF 5ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO Tribunal Regional Federal da 5ª Região PRESIDÊNCIA DO TRF 5ª REGIÃO Nº do documento: 00504/2014 Tipo do documento: ATO Descrição: REVISÃO E ATUALIZAÇÃO DAS ATRIB. DAS UNID. DA CORREGEDORIA-REGIONAL, CONST. DO MANUAL DE ATRIB. TRF Autor: 35259 - MARIA APARECIDA FERREIRA

Leia mais

Os Atores do Sistema de Garantia aos Direitos da Criança e do Adolescente e o Significado do Controle Social

Os Atores do Sistema de Garantia aos Direitos da Criança e do Adolescente e o Significado do Controle Social Os Atores do Sistema de Garantia aos Direitos da Criança e do Adolescente e o Significado do Controle Social INGRID CATARINA SOLEDADE CALASANS ingridcalasans@gmail.com ARYADNE MARTINS SOARES BOHRER aryadneadv@gmail.com

Leia mais

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS)

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS) CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS) REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO TÍTULO I DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

Leia mais

MANUAL DE PRÁTICA SIMULADA

MANUAL DE PRÁTICA SIMULADA MANUAL DE PRÁTICA SIMULADA Prezado Estagiário, O presente manual tem a intenção de lhe apresentar as normas básicas que regem o estágio supervisionado simulado Núcleo de Práticas Jurídicas da Faculdade

Leia mais

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE ARQUITETOS E URBANISTAS PARA PRESTAÇÃO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA -CONVÊNIO DEFENSORIA PÚBLICA - CAU/SP

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE ARQUITETOS E URBANISTAS PARA PRESTAÇÃO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA -CONVÊNIO DEFENSORIA PÚBLICA - CAU/SP EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE ARQUITETOS E URBANISTAS PARA PRESTAÇÃO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA -CONVÊNIO DEFENSORIA PÚBLICA - CAU/SP O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo CAU/SP, nos termos do Convênio

Leia mais

Autorização de Viagem

Autorização de Viagem 1ª Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal Autorização de Viagem Viagem nacional Viagem internacional 1ª Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal Renato Rodovalho Scussel Juiz de

Leia mais

Proposta. Projeto Brasileiro. Brasília, outubro de 2012

Proposta. Projeto Brasileiro. Brasília, outubro de 2012 Proposta Projeto Brasileiro Brasília, outubro de 2012 1 - Existe, em seu país, política pública, programa ou estratégia de acesso ao Direito, para a população em condição de vulnerabilidade (grupos vulneráveis)?

Leia mais