Poder Judiciário da União TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS. Central Judicial do Idoso TJDFT. MPDFT. DEFENSORIA PÚBLICA DF

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Poder Judiciário da União TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS. Central Judicial do Idoso TJDFT. MPDFT. DEFENSORIA PÚBLICA DF"

Transcrição

1

2 COORDENADORIA-GERAL DO SISTEMA DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS Nome do Centro Judiciário /CJI Período 1 º de janeiro a 30 de junho/2013 Estrutura de Pessoal Servidores efetivos do TJDFT * Em tramitação pela SUGIP: José Clodomir Ribeiro Lima, matrícula: Servidores cedidos ao TJDFT 1 Estagiários TJDFT 1 Servidores Termo Cooperação Técnica CEAJUR 6 Servidores Convênio MPDFT 2 Outros - Estagiários CEAJUR 5 Capacitação de servidores 3 a. Participação em cursos, palestras, seminários e eventos; - Seminário da Violência com a Rede Social (4h30) no dia 12 de junho de 2013 b. Participação em cursos para formação em métodos consensuais de solução de conflitos. - Curso de Mediação Básica (40h) 28/02, 1/03, 6/03,7/03 e 8/03 - Curso de Mediação de Conflitos: A Busca da Construção da Paz em Famílias com Idosos (27h) 17/06 a 20/06. Dados estatísticos Atendimentos prestados no período (idosos ou outros demandantes) 1247 Quantidade de processos judiciais recebidos no período de referência 18 Quantidade de autos recebidos do Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios 0

3 Quantidade de idosos atendidos pelo Núcleo de Assistência Jurídica de Atendimento ao Idoso da Defensoria Pública do DF. Quantidade de encaminhamentos realizados pelo Centro Judiciário à Rede Social Quantidade de demandas encaminhadas às Delegacias de Polícia 19 Quantidade de demandas encaminhadas à Defensoria Pública da União, 1 Obs.: o Convênio ainda não foi efetivado. Quantidade de atendimentos telefônicos 305 Quantidade de atendimentos realizados pelo Núcleo de Atendimento 110 Psicossocial aos Idosos do Centro Judiciário Quantidade de relatórios e pareceres elaborados pelo Núcleo Psicossocial 17 Eventos realizados pelo 1 Seminário Violência Contra a Pessoa Idosa Reflexão com a Rede de Proteção do DF (12/06/2013) e Lançamento do Mapa da Violência contra a Pessoa Idosa no Distrito Federal O objetivo é aprofundar a parceria com a rede de proteção de defesa da pessoa idosa no DF, considerada como as instituições governamentais e não governamentais com as quais a Central tem maior interação. Na oportunidade, foram apresentadas experiências das instituições na abordagem da temática da violência contra o idoso e sua atuação na garantia e defesa dos direitos estabelecidos pelo Estatuto do Idoso (Lei /2003). O Seminário reuniu 170 pessoas e foi voltado a profissionais dos seguintes órgãos: TJDFT, MPDFT, Defensoria Pública do DF, Disque 100 da Secretaria de Direitos Humanos, Centros de Atenção Psicossocial CAPS, Centros de Referência Especializada de Assistência Social CREAS, Defensoria Pública da União e Conselho dos Direitos do Idoso do DF. Também constituem público-alvo do evento: Associação Nacional de Gerontologia/DF, Sociedade Brasileira de Gerontologia/DF, Universidade para a Terceira Idade, outros grupos e associações envolvidos com a temática em pauta e profissionais que atuam na área de saúde. Palestras realizadas nos grupos de idosos e entidades de defesa do Idoso (Total: 130 idosos) Palestras para profissionais da Secretaria de Saúde Visitas institucionais 1 2 2

4 Sobre as Atividades Realizadas pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e de Cidadania da (CJI) Quadro I: Atendimentos Realizados no Primeiro Semestre de Tipo de Atendimento 2013 Acolhimento Inicial (1) 456 Acompanhamentos de Casos (2) 486 Orientação por Telefone (3) 305 Total de atendimentos ) O acolhimento representa o atendimento inicial realizado pela CJI; 2) O acompanhamento decorre do retorno do demandante à CJI ou quando esta recebe alguma informação sobre o acolhimento, pode ser presencial ou não; 3) A CJI não realiza acolhimentos por telefone, porém presta orientações e informações. Quadro II - Quantidade Mensal de Orientações Telefônicas no Primeiro Semestre de JAN FEV MAR ABR MAI JUN Orientações por Telefone Total 305 Quadro III Quantidade Mensal de Atendimentos Presenciais do Primeiro Semestre de JAN FEV MAR ABR MAI JUN Atendimentos Total 942

5 Quadro IV - Tipificação das demandas acolhidas no primeiro semestre de 2013 Demanda do Acolhimento da no Primeiro Semestre de 2013* Orientação Jurídica 234 Crimes Contra o Idoso 198 Saúde 40 Assistência Social 36 Habitação 23 Conflito Familiar 17 Previdência Social 5 Transporte 5 Outros 39 TOTAL 597 (*) O número de demandas é maior que o de acolhimentos, pois em alguns casos há mais de uma demanda.

6 Quadro V - Demandas Judiciais Recebidas Pelo Núcleo de Atendimento Psicossocial ao Idoso ORIGEM PROCESSO DEMANDA 1º Juiz. de Viol. Dom. e Fam. Contra a Mulher da Circunscrição de Brasília º Juiz. de Viol. Dom. e Fam. Contra a Mulher da Circunscrição de Brasília º Juiz. de Viol. Dom. e Fam. Contra a Mulher da Circunscrição de Brasília 6ª Vara Criminal de Brasília Violência Doméstica 1º Juizado Especial Criminal de Ceilândia 1º Juiz. Esp. Criminal e 1º Juiz. Viol. Dom. e Fam. Contra a Mulher da Circunscrição de Ceilândia º Juizado Esp. Criminal da Circ. Judiciária de Planaltina/DF

7 Quadro VI - Quantidade de Acolhimentos Enviados para Estudo Psicossocial para o Núcleo Psicossocial de Atendimento ao Idoso Origem Número do Acolhimento Demanda Núcleo de Assistência 041/2013 Jurídica de Defesa do Idoso 314/2013 Violência Doméstica Obs.: Nesse semestre, não houve demandas encaminhadas pelo MPDFT.

8 Quadro VII - Ações Propostas pelo Núcleo de Assistência Jurídica de Atendimento ao Idoso da Defensoria Pública do Distrito Federal. Áreas de Atuação/Iniciais Propostas 2013 Família, Órfãos e Sucessões Cível Registro Público Fazenda Pública Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho TOTAL

9 Quadro VIII - Participação em cursos, palestras, seminários e eventos CURSOS, PALESTRAS, SEMINÁRIOS E EVENTOS 1ª Semestre 2013 Palestra Realizada pela CJI: Apresentação da CJI para Turma de Especialização em Saúde do Idoso no Instituto Laboro Reportagem sobre os Dados da CJI na Revista Reviva (MPDFT) 9/2013 PRODIDE: O Retrato da Violência Contra os Idosos. Curso de Mediação Básica para a Equipe da CJI Lançamento da Campanha O Idoso Também é o Futuro do Brasil sobre direitos dos idosos ao atendimento preferencial e a prioridade do trâmite processual - 5 vídeos produzidos em parceria com a ACS do TJDFT Palestra Realizada pela CJI: Violência na Velhice SESC 913 sul Reunião com a Secretaria de Estado Desenvolvimento Social e Transferência de Renda Palestra Realizada pela CJI: Atuação da CJI Programa do Idoso Regional do Núcleo Bandeirante Aula Ministrada: Curso de Cuidadores de Idosos ANG/DF Violência e Maus- Tratos contra o Idoso Participação no Programa Encontro Fátima Bernardes TV Globo, sobre Direito do Idoso Visita feita à Delegacia Especial de Atendimento à Pessoa da Terceira Idade do Rio de Janeiro Aula Ministrada: Curso de Cuidadores de Idosos ANG/DF Estrutura da Rede de Serviços Existentes na Comunidade para o Idoso Participação na Audiência Pública: Direito das Pessoas Idosas: Uma Questão de Cidadania (Senado) Reunião Mensal com a Rede de Proteção da Mulher Vítima de Violência do Núcleo Bandeirante e uma Palestra Realizada: Apresentação da CJI.

10 Reunião com a Equipe de Saúde do Idoso do Hospital Regional do Gama Palestra no Curso de Psicologia do CEUB: Papel do Psicólogo na Central Judicial do Idoso Realização e Participação de toda Equipe no Seminário da CJI: Violência contra a Pessoa Idosa Reflexão com a Rede de Proteção do DF Lançamento do Mapa da Violência Contra a Pessoa Idosa do Distrito Federal feito pela Equipe da CJI. Curso de Mediação de Conflitos: A Busca da Construção da Paz em Famílias com Idosos, para a Equipe da CJI Palestra Realizada pela CJI: Violência na Velhice SESC Taguatinga Sul Palestra na 1 ª Oficina da Rede de Proteção à Pessoa Idosa de Taguatinga. Apresentação da CJI Cursos de Capacitação dos Servidores da CJI previstos para o 2º Semestre: - Envelhecimento Biopsicossocial; - Políticas Públicas e Envelhecimento no Contexto Brasileiro; - Direito Previdenciário e o Idoso. Possibilidades: Expansão das atividades com a implementação do Setor de Mediação e Aumento do Núcleo de Acolhimentos de 3 para 4 salas. Para tanto, é necessário aumento de pessoal, 1 servidor para o acolhimento (um bacharel em direito) e dois servidores para o Setor de Mediação da CJI. Implantação do Sistema de Informática da CJI Dificuldades: 1) Falta do sistema de informática da CJI para compilação dos dados e agilidade nos procedimentos, 2) Elevador que não para no 4º Andar entre alas A/B dificultando o acesso ao idoso que procura a CJI para atendimento inicial, 3) O espaço físico inadequado onde a equipe fica dividida, dificultando a interação, a discussão dos casos e o melhor atendimento a pessoa idosa (PA 09010/2012 do Layout que encontra-se na Secretaria Geral). 4) 2 novas salas de acolhimento e mediação.

11 Quadro IX Visitas Recebidas pela CJI VISITAS RECEBIDAS PELO CENTRAL JUDICIAL DO IDOSO 1ª Semestre 2013 Componentes da Rede Social de Proteção a Mulher Vítima de Violência do Núcleo Bandeirante. Comitivas dos Tribunais de Justiça do Paraná e do Pará

12 Anexo X - Quantidade de encaminhamentos realizados pelo Centro Judiciário à Rede Social Primeiro Semestre de 2013 TOTAL Serviço Social 100 MPDFT 33 Ofícios Saúde Pública 41 Delegacia 25 Encaminhados GDF 20 Juizados - TJDFT 28 Cartório 2 Plano de Saúde 8 Instituições Financeiras 9 DPU 1 Defensoria 3 Instituições Privadas 3 Outros 8

13

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios CENTRAL DE APOIO JUDICIAL AOS IDOSOS

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios CENTRAL DE APOIO JUDICIAL AOS IDOSOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS COORDENADORIA-GERAL DO SISTEMA DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS Nome do Centro Judiciário Central de Apoio Judicial aos Idosos/CAJI Período 1º de janeiro

Leia mais

Inspeção Cartorária. Objetivos da inspeção judicial

Inspeção Cartorária. Objetivos da inspeção judicial Inspeção Cartorária A inspeção cartorária é um instrumento de fiscalização e controle da administração da justiça e da atividade dos órgãos e dos serviços judiciários e administrativos. O seu propósito

Leia mais

Relatório de atividades 2011-2012 Núcleo de Gênero Pró-Mulher

Relatório de atividades 2011-2012 Núcleo de Gênero Pró-Mulher MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO Ministério Público do Distrito Federal e Territórios Coordenação dos Núcleos de Direitos Humanos - CNDH Núcleo de Gênero Pró-Mulher Relatório de atividades 2011-2012 Núcleo

Leia mais

PROGRAMA Nº- 105 CASA DA MULHER/CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO A MULHER CASA ABRIGO

PROGRAMA Nº- 105 CASA DA MULHER/CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO A MULHER CASA ABRIGO ÓRGÃO RESPONSÁVEL: Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulher NOME: PROGRAMA Nº- 105 CASA DA MULHER/CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO A MULHER CASA ABRIGO Código Descrição FUNÇÃO: 14 Direitos

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Projeto de Implantação da Rede de Proteção Social de Araucária

Mostra de Projetos 2011. Projeto de Implantação da Rede de Proteção Social de Araucária Mostra de Projetos 2011 Projeto de Implantação da Rede de Proteção Social de Araucária Mostra Local de: Araucária. Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa:

Leia mais

Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher

Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher A Defensoria Pública do Estado de São Paulo, através de seu Núcleo Especializado de Promoção e Defesa, vem por meio deste, apresentar os projetos apresentados por conta da assinatura do Termo de Cooperação

Leia mais

NÚCLEO DE ESTUDOS DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER NA CIDADE DE PONTA GROSSA

NÚCLEO DE ESTUDOS DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER NA CIDADE DE PONTA GROSSA 9. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( X ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO (

Leia mais

LEVANTAMENTO DOS CRESS SOBRE QUADRO DE ASSISTENTES SOCIAIS NOS TRIBUNAIS DE JUSTIÇA DOS ESTADOS

LEVANTAMENTO DOS CRESS SOBRE QUADRO DE ASSISTENTES SOCIAIS NOS TRIBUNAIS DE JUSTIÇA DOS ESTADOS LEVANTAMENTO DOS CRESS SOBRE QUADRO DE ASSISTENTES SOCIAIS NOS TRIBUNAIS DE JUSTIÇA DOS ESTADOS Informações enviadas pelos CRESS: 1ª. PA; 2ª. MA; 5ª. BA; 6ª.-MG; 7ª. RJ; 10ª. RS; 11ª. PR; 12ª-SC; 13ª.

Leia mais

ENUNCIADOS DO FORUM NACIONAL DA MEDIAÇÃO E CONCILIAÇÃO

ENUNCIADOS DO FORUM NACIONAL DA MEDIAÇÃO E CONCILIAÇÃO ENUNCIADOS DO FORUM NACIONAL DA MEDIAÇÃO E CONCILIAÇÃO Semestralmente o Fórum Nacional da Mediação e Conciliação se reúne e promove discussões objetivando levantar boas práticas que possam aprimorar o

Leia mais

PARÁ: O histórico do Ministério Público Paraense no enfrentamento à Violência contra a mulher

PARÁ: O histórico do Ministério Público Paraense no enfrentamento à Violência contra a mulher PARÁ: O histórico do Ministério Público Paraense no enfrentamento à Violência contra a mulher Lucinery Helena Resende Ferreira do Nascimento Túlio Carlos Souza Ortiz Desde o nascimento da Lei 11.340, em

Leia mais

PROPOSTAS PARA O ESTADO BRASILEIRO - NÍVEIS FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL

PROPOSTAS PARA O ESTADO BRASILEIRO - NÍVEIS FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL PROPOSTAS PARA O ESTADO BRASILEIRO - NÍVEIS FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL MEDIDAS CONCRETAS PARA O ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NO ÂMBITO DOMÉSTICO/FAMILIAR A presente Matriz insere-se no

Leia mais

CARTA DO COMITÊ BRASILEIRO DE DEFENSORAS/ES DOS DIREITOS HUMANOS À MINISTRA DA SECRETARIA DOS DIREITOS HUMANOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

CARTA DO COMITÊ BRASILEIRO DE DEFENSORAS/ES DOS DIREITOS HUMANOS À MINISTRA DA SECRETARIA DOS DIREITOS HUMANOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CARTA DO COMITÊ BRASILEIRO DE DEFENSORAS/ES DOS DIREITOS HUMANOS À MINISTRA DA SECRETARIA DOS DIREITOS HUMANOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Brasília,12 de Dezembro de 2012. O Comitê Brasileiro de Defensoras/es

Leia mais

Serviços públicos destinados à pessoa idosa em Minas Gerais

Serviços públicos destinados à pessoa idosa em Minas Gerais Serviços públicos destinados à pessoa idosa em Minas Gerais Serviços instituídos pelo poder público, organizados de acordo com a parte do Estatuto do Idoso à qual estão relacionados. Serviços relacionados

Leia mais

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS)

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS) CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS) REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO TÍTULO I DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

Leia mais

O PROGRAMA ASSISTÊNCIA SÓCIO-JURÍDICA E OS DIREITOS DO IDOSO

O PROGRAMA ASSISTÊNCIA SÓCIO-JURÍDICA E OS DIREITOS DO IDOSO O PROGRAMA ASSISTÊNCIA SÓCIO-JURÍDICA E OS DIREITOS DO IDOSO Maria Salete da Silva Josiane dos Santos O Programa Assistência Sócio-Jurídica, extensão do Departamento de Serviço Social, funciona no Núcleo

Leia mais

MPPA PARTICIPA DA CAMPANHA 16 DIAS DE ATIVISMO PELO FIM DA VIOLENCIA DOMESTICA.

MPPA PARTICIPA DA CAMPANHA 16 DIAS DE ATIVISMO PELO FIM DA VIOLENCIA DOMESTICA. MPPA PARTICIPA DA CAMPANHA 16 DIAS DE ATIVISMO PELO FIM DA VIOLENCIA DOMESTICA. A convite da Coordenadora Estadual de Politicas para Mulheres Presidenta do Conselho Estadual de Promoção e Defesa dos Direitos

Leia mais

EIXO 2 PROTEÇÃO E DEFESA DOS DIREITOS: PROPOSTAS APROVADAS OBTIVERAM ENTRE 80 e 100% DOS VOTOS

EIXO 2 PROTEÇÃO E DEFESA DOS DIREITOS: PROPOSTAS APROVADAS OBTIVERAM ENTRE 80 e 100% DOS VOTOS EIXO 2 PROTEÇÃO E DEFESA DOS DIREITOS: PROPOSTAS APROVADAS OBTIVERAM ENTRE 80 e 100% DOS VOTOS Garantir a elaboração e implementação da Política e do Plano Decenal de Direitos Humanos de Criança e Adolescente

Leia mais

1ª. Reunião de Análise Estratégica - 2012. Núcleo de Gestão Estratégica. Manaus, 05 de março de 2012

1ª. Reunião de Análise Estratégica - 2012. Núcleo de Gestão Estratégica. Manaus, 05 de março de 2012 1ª. Reunião de Análise Estratégica - 2012 Núcleo de Gestão Estratégica Manaus, 05 de março de 2012 Objetivos Divulgar os resultados da Metas Nacionais de 2011 e apresentar os desafios para 2012. Calendário

Leia mais

Secretaria Municipal de Assistência Social Centro de Referência Especializado de Assistência Social

Secretaria Municipal de Assistência Social Centro de Referência Especializado de Assistência Social Secretaria Municipal de Assistência Social Centro de Referência Especializado de Assistência Social Proposta para Implementação de Serviço de Responsabilização e Educação de Agressores Grupo Paz em Casa

Leia mais

Karen Silva Carvalho [karen-carvalho@dpe.rs.gov.br] segunda-feira, 14 de maio de 2012 16:28 SSCEPI Ofício Oficio 114-2012.pdf

Karen Silva Carvalho [karen-carvalho@dpe.rs.gov.br] segunda-feira, 14 de maio de 2012 16:28 SSCEPI Ofício Oficio 114-2012.pdf \' SSCEPI VCM REC 000093 De: Enviado em: Para: Assunto: Anexos: Prioridade: Karen Silva Carvalho [karen-carvalho@dpe.rs.gov.br] segunda-feira, 14 de maio de 2012 16:28 SSCEPI Ofício Oficio 114-2012.pdf

Leia mais

Das diretrizes gerais

Das diretrizes gerais PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 (Do Sr. Anderson Ferreira) Dispõe sobre o Estatuto da Família e dá outras providências. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º Esta Lei institui o Estatuto da Família e dispõe

Leia mais

CONCURSO DE PRÁTICAS EXITOSAS

CONCURSO DE PRÁTICAS EXITOSAS PROJETO 1 CONCURSO DE PRÁTICAS EXITOSAS ATENDIMENTO INTEGRADO DA MULHER VÍTIMA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR - SALVADOR - BAHIA AUTORA: CRISTINA ULM FERREIRA ARAÚJO DEFENSORA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA DIRETORIA GERAL DE ADMINISTRAÇÃO

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA DIRETORIA GERAL DE ADMINISTRAÇÃO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA DIRETORIA GERAL DE ADMINISTRAÇÃO Divisão de Apoio Técnico Interdisciplinar Serviço de Apoio aos Psicólogos A) PROJETOS SÍNTESE

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Presidente da Câmara de Vereadores e demais Edis.

Excelentíssimo Senhor Presidente da Câmara de Vereadores e demais Edis. MENSAGEM Nº. 02/2013 Excelentíssimo Senhor Presidente da Câmara de Vereadores e demais Edis. Com nossos cordiais cumprimentos encaminhamos a V. Exa. e digníssimos Pares dessa R. Casa Legislativa, o Projeto

Leia mais

CARTA DE BRASÍLIA I ENCONTRO NACIONAL DOS CONSELHOS DA COMUNIDADE Brasília 6 e 7 dezembro de 2012

CARTA DE BRASÍLIA I ENCONTRO NACIONAL DOS CONSELHOS DA COMUNIDADE Brasília 6 e 7 dezembro de 2012 CARTA DE BRASÍLIA I ENCONTRO NACIONAL DOS CONSELHOS DA COMUNIDADE Brasília 6 e 7 dezembro de 2012 Os participantes do I ENCONTRO NACIONAL DOS CONSELHOS DA COMUNIDADE, representantes de Conselhos da Comunidade

Leia mais

Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas

Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas RESULTADOS Setembro 2010 Parcerias Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República; Casa Civil da Presidência da República; Secretaria-Geral

Leia mais

Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência

Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência O que é a Defensoria Pública? A Defensoria Pública do Estado é uma Instituição permanente

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios LEI N. 1.343, DE 21 DE JULHO DE 2000 Institui a Política Estadual do Idoso - PEI e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER que a Assembléia Legislativa do Estado

Leia mais

RELATÓRIO DA REDE DE ENFRENTAMENTO AO TRÁFICO DE PESSOAS

RELATÓRIO DA REDE DE ENFRENTAMENTO AO TRÁFICO DE PESSOAS RELATÓRIO DA REDE DE ENFRENTAMENTO AO TRÁFICO DE PESSOAS Nome do Responsável: Ivone Antunes Cargo do Responsável: Coordenadora PAAHM Contatos do Responsável: (11) 2445-4719 Estado ou Município ou Distrito

Leia mais

Projeto de Capacitação para Defensores de Direitos Humanos

Projeto de Capacitação para Defensores de Direitos Humanos GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA JUSTICA, CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS Projeto de Capacitação para Defensores de Direitos Humanos Proponente: Secretaria de Estado da Justiça, Cidadania

Leia mais

Estatística referente à violência doméstica contra a mulher no Distrito Federal 2006-2013

Estatística referente à violência doméstica contra a mulher no Distrito Federal 2006-2013 Estatística referente à violência doméstica contra a mulher no Distrito Federal 2006-2013 1. Denúncias Oferecidas pelo Ministério Público Denúncias oferecidas em feitos de Violência Doméstica entre 2006

Leia mais

RELATÓRIO DA REDE DE ENFRENTAMENTO AO TRÁFICO DE PESSOAS

RELATÓRIO DA REDE DE ENFRENTAMENTO AO TRÁFICO DE PESSOAS RELATÓRIO DA REDE DE ENFRENTAMENTO AO TRÁFICO DE PESSOAS Nome do Responsável: Ivone Antunes Cargo do Responsável: Coordenadora PAAHM Contatos do Responsável: (11) 2445-4719 Estado ou Município ou Distrito

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CAPÍTULO I DA FINALIDADE ART. 1º - O Núcleo de Prática Jurídica, subordinado à Faculdade de Direito

Leia mais

I CONGRESSO BRASILEIRO DE EXECUÇÃO DE PENAS E MEDIDAS ALTERNATIVAS

I CONGRESSO BRASILEIRO DE EXECUÇÃO DE PENAS E MEDIDAS ALTERNATIVAS I CONGRESSO BRASILEIRO DE EXECUÇÃO DE PENAS E MEDIDAS ALTERNATIVAS CARTA DE CURITIBA Os participantes do I CONGRESSO BRASILEIRO DE EXECUÇÃO DE PENAS E MEDIDAS ALTERNATIVAS, realizado em Curitiba PR, de

Leia mais

Nome do Responsável: Cargo do Responsável: Contatos do Responsável: Estado ou Município ou Distrito Federal: Referente ao período: Nome do órgão:

Nome do Responsável: Cargo do Responsável: Contatos do Responsável: Estado ou Município ou Distrito Federal: Referente ao período: Nome do órgão: RELATÓRIO DA REDE DE ENFRENTAMENTO AO TRÁFICO DE PESSOAS Nome do Responsável: Cargo do Responsável: Contatos do Responsável: Estado ou Município ou Distrito Federal: Referente ao período: Nome do órgão:

Leia mais

Ações do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso CMDI. Gestão 2012 2014

Ações do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso CMDI. Gestão 2012 2014 Ações do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso CMDI Gestão 2012 2014 AÇÕES: Acompanhou, orientou e fiscalizou instituições de longa permanência de atendimento ao idoso, inclusive realizando a averiguação

Leia mais

Introdução. 1 Direcção Geral da Administração Interna, Violência Doméstica 2010 Ocorrências Participadas às

Introdução. 1 Direcção Geral da Administração Interna, Violência Doméstica 2010 Ocorrências Participadas às Câmara Municipal da Departamento de Educação e Desenvolvimento Sociocultural Divisão de Intervenção Social Plano Municipal contra a Violência Rede Integrada de Intervenção para a Violência na Outubro de

Leia mais

MPPA PARTICIPA DAS CONFERÊNCIAS DE POLITICAS PUBLICAS DE BELÉM E ANANINDEUA.

MPPA PARTICIPA DAS CONFERÊNCIAS DE POLITICAS PUBLICAS DE BELÉM E ANANINDEUA. MPPA PARTICIPA DAS CONFERÊNCIAS DE POLITICAS PUBLICAS DE BELÉM E ANANINDEUA. A promotora de justiça LUCINERY HELENA RESENDE DO NASCIMENTO participou das Conferências Municipais de Políticas para as Mulheres

Leia mais

Acolhimento Familiar de Proteção Alternativa à Política Pública A experiência do Programa SAPECA

Acolhimento Familiar de Proteção Alternativa à Política Pública A experiência do Programa SAPECA Acolhimento Familiar de Proteção Alternativa à Política Pública A experiência do Programa SAPECA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS SP Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência e Inclusão Social Acolhimento

Leia mais

IESB / PREVE. CURSO DE DIREITO Núcleo de Prática Jurídica Escritório de Assistência Jurídica ORIENTAÇÕES GERAIS

IESB / PREVE. CURSO DE DIREITO Núcleo de Prática Jurídica Escritório de Assistência Jurídica ORIENTAÇÕES GERAIS IESB / PREVE CURSO DE DIREITO Núcleo de Prática Jurídica Escritório de Assistência Jurídica ORIENTAÇÕES GERAIS MISSÃO / IESB Proporcionar um espaço de contínua aprendizagem onde alunos, professores e colaboradores

Leia mais

MATO GROSSO: MUITO ALÉM DO DEVER FUNCIONAL

MATO GROSSO: MUITO ALÉM DO DEVER FUNCIONAL MATO GROSSO: MUITO ALÉM DO DEVER FUNCIONAL Cuiabá-MT teve a primeira Promotoria de Justiça a aplicar a Lei Maria da Penha no Brasil, iniciando seus trabalhos no dia 22/09/2006, dia em que a Lei Maria da

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL. BERNARDO Advocacia e Consultoria Jurídica MARÍTIMO TELECOMUNICAÇÕES TRIBUTÁRIO DIREITO ELETRÔNICO PREVIDÊNCIA E TRABALHO

DIREITO EMPRESARIAL. BERNARDO Advocacia e Consultoria Jurídica MARÍTIMO TELECOMUNICAÇÕES TRIBUTÁRIO DIREITO ELETRÔNICO PREVIDÊNCIA E TRABALHO BERNARDO Advocacia e Consultoria Jurídica escritório de advocacia devidamente estabelecido há cerca de 6 anos, na comarca de São Vicente, Estado de São Paulo, atuante nas regiões da Baixada Santista, Litoral

Leia mais

1. Escopo ou finalidade da iniciativa

1. Escopo ou finalidade da iniciativa 1. Escopo ou finalidade da iniciativa Por meio do Programa Rede Judicial de Proteção objetiva-se reduzir a reprodução de infrações penais semelhantes às cometidas, a partir de intervenções orientadas para

Leia mais

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária / Saúde da Família Brasília, 05 a 08 de Agosto de

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária / Saúde da Família Brasília, 05 a 08 de Agosto de III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária / Saúde da Família Brasília, 05 a 08 de Agosto de 2008 Apoio Matricial em Saúde Mental: a Iniciativa de

Leia mais

T R I B U N A L DE J U S T I Ç A

T R I B U N A L DE J U S T I Ç A Ata da Segunda Sessão do ano de 2014 da Comissão Executiva da Câmara Técnica do Pacto Nacional de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres e do Programa: Mulher Viver sem Violência, realizada aos trinta

Leia mais

JUSTIÇA PARA O SÉCULO 21

JUSTIÇA PARA O SÉCULO 21 JUSTIÇA PARA O SÉCULO 21 TERMO DE COOPERAÇÃO Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul AJURIS,Escritório Antena da UNESCO no Rio Grande do Sul / Programa Criança Esperança, Poder Judiciário do Estado

Leia mais

Disciplina: modernidade e Envelhecimento Curso de Serviço Social 3º e 5º Semestre Políticas públicas para idosos 1 Marco Legal Nacional Constituição Federal (1988) Art. 202 Inciso I Ao idoso é assegurado

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: Por um MP mais eficiente

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: Por um MP mais eficiente PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: Por um MP mais eficiente Natal, 2011 1. Quem somos 2. Histórico da Gestão Estratégica 3. Resultados práticos 4. Revisão

Leia mais

O artigo 8º da referida lei, contemplando exatamente a dimensão do sofrimento e dos danos que a violência doméstica e familiar provoca, determina:

O artigo 8º da referida lei, contemplando exatamente a dimensão do sofrimento e dos danos que a violência doméstica e familiar provoca, determina: TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO VARA CENTRAL DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER SP Projeto: DE MÃOS DADAS COM A REDE Introdução A violência doméstica e familiar contra a mulher é um fenômeno

Leia mais

REGULALMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE

REGULALMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE 1 REGULALMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE CAPÍTULO I DA FINALIDADE Artigo 1º O Núcleo de Prática Jurídica é órgão destinado a coordenar, executar

Leia mais

CARTA ABERTA DE INTENÇÕES DO II ENCONTRO DOS MUNICÍPIOS PARA COORDENAÇÃO DO ATENDIMENTO SOCIOEDUCATIVO AO ADOLESCENTE EM CASA

CARTA ABERTA DE INTENÇÕES DO II ENCONTRO DOS MUNICÍPIOS PARA COORDENAÇÃO DO ATENDIMENTO SOCIOEDUCATIVO AO ADOLESCENTE EM CASA CARTA ABERTA DE INTENÇÕES DO II ENCONTRO DOS MUNICÍPIOS PARA COORDEN DO ATENDIMENTO SOCIOEDUCATIVO AO ADOLESCENTE EM CASA Aos trinta dias do mês de novembro do ano de dois mil e sete, reuniram-se no município

Leia mais

CONSELHO PENITENCIÁRIO DO PARANÁ

CONSELHO PENITENCIÁRIO DO PARANÁ Lei nº. 12.317, de 28 de agosto de 1998 Lei nº 12.377, de 28 de dezembro de 1998 Lei nº. 14.556, de 09 de dezembro de 2004 Lei nº. 17.908, de 02 de janeiro de 2014. Decreto nº. 1.206, de 05 de maio de

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DE MG Rua Tomaz Gonzaga 686 Bairro de Lourdes CEP 30180 140 Belo Horizonte MG RESOLUÇÃO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DE MG Rua Tomaz Gonzaga 686 Bairro de Lourdes CEP 30180 140 Belo Horizonte MG RESOLUÇÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DE MG Rua Tomaz Gonzaga 686 Bairro de Lourdes CEP 30180 140 Belo Horizonte MG RESOLUÇÃO RESOLUÇÃO N. 162/2015 Institui o Regimento Interno da Escola Judicial Militar do Estado

Leia mais

JUSTIÇA PARA O SÉCULO 21 PROTOCOLO DE INTENÇÕES

JUSTIÇA PARA O SÉCULO 21 PROTOCOLO DE INTENÇÕES JUSTIÇA PARA O SÉCULO 21 PROTOCOLO DE INTENÇÕES A 3ª Vara do Juizado Regional da Infância e da Juventude de Porto Alegre, a Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul AJURIS, o Conselho Municipal dos Direitos

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( x ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

Comissão Municipal Interinstitucional de Enfrentamento à Violência contra Crianças e Adolescentes

Comissão Municipal Interinstitucional de Enfrentamento à Violência contra Crianças e Adolescentes 1 Comissão Municipal Interinstitucional de Enfrentamento à Violência contra Crianças e Adolescentes PLANO MUNICIPAL DE ENFRENTAMENTO ÀS VIOLÊNCIAS CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES Ponta Grossa Paraná 2013

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS CURSO DE DIREITO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 2011/2015. ESTÁGIO SUPERVISIONADO I 3º. Período

FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS CURSO DE DIREITO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 2011/2015. ESTÁGIO SUPERVISIONADO I 3º. Período Art.41 O programa de Estágio Supervisionado compreende as atividades de prática jurídica simulada e real: (Regulamento do Curso). 1- O discente deverá comparecer em todos os encontros agendados, sábados,

Leia mais

Re s p o n s a b i l i z a ç ã o e

Re s p o n s a b i l i z a ç ã o e Anexo II Di r e t r i z e s Ge r a i s d o s Se rv i ç o s d e Re s p o n s a b i l i z a ç ã o e Educação do Agressor SERVIÇO DE RESPONSABILIZAÇÃO E EDUCAÇÃO DO AGRESSOR Ap r e s e n ta ç ã o A presente

Leia mais

Grupo 1: Atividades Complementares de Ensino (Máximo de 120 horas)

Grupo 1: Atividades Complementares de Ensino (Máximo de 120 horas) CENTRO INTEGRADO DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO - FAESF RUA FÉLIX PACHÊCO, 1206 BAIRRO: MANGUINHA FONE: (89) 3521-6512 ou 3521-2956 CNPJ: 04.899.971/0001-76 E-MAIL:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 17ª REGIÃO TRT 17ª REGIÃO RELATÓRIO DAS METAS NACIONAIS 2011

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 17ª REGIÃO TRT 17ª REGIÃO RELATÓRIO DAS METAS NACIONAIS 2011 PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 17ª REGIÃO TRT 17ª REGIÃO RELATÓRIO DAS METAS NACIONAIS 2011 Vitória/ES Janeiro 2012 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 PAINEL DE METAS NACIONAIS...

Leia mais

FUNDAÇÃO NACIONAL DE MEDIAÇÃO DE CONFLITOS SOCIAIS E O MINISTÉRIO PÚBLICO MINEIRO: UMA PARCERIA PARA A PRÁTICA DA MEDIAÇÃO

FUNDAÇÃO NACIONAL DE MEDIAÇÃO DE CONFLITOS SOCIAIS E O MINISTÉRIO PÚBLICO MINEIRO: UMA PARCERIA PARA A PRÁTICA DA MEDIAÇÃO FUNDAÇÃO NACIONAL DE MEDIAÇÃO DE CONFLITOS SOCIAIS E O MINISTÉRIO PÚBLICO MINEIRO: UMA PARCERIA PARA A PRÁTICA DA MEDIAÇÃO Fernanda Lima Manuela Duarte A Fundação Nacional de Mediação de Conflitos Sociais

Leia mais

Programa Cidadania e Justiça

Programa Cidadania e Justiça Programa Cidadania e Justiça PROGRAMA 2020 - Cidadania e Justiça Trata-se de Programa Temático que integra o Plano Plurianual PPA 2012-, de responsabilidade do Ministério da Justiça. OBJETIVO 0878 Garantir

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS

MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS ACORDO JUDICIAL Firmado entre o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, através da Promotoria de Justiça de Defesa da Educação, e o Distrito Federal, por sua Secretaria de Estado de Educação,

Leia mais

Estatística de comunicações registradas na Ouvidoria em maio de 2014

Estatística de comunicações registradas na Ouvidoria em maio de 2014 Estatística de comunicações registradas na Ouvidoria em maio de 014 91 19% 1% 67 % Internet -.474 Telefone - 91 Sede - 67 Ouvidoria Itinerante -.474 78% TOTAL:.1 Estatística de comunicações recebidas via

Leia mais

Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes

Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes Mostrando que a proteção de nossas crianças e adolescentes também está em fase de crescimento Subsecretaria de Promoção

Leia mais

Diretrizes para Implementação dos Serviços de Responsabilização e Educação dos Agressores

Diretrizes para Implementação dos Serviços de Responsabilização e Educação dos Agressores PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE POLÍTICAS PARA MULHERES SECRETRIA DE ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES Diretrizes para Implementação dos Serviços de Responsabilização e Educação dos Agressores

Leia mais

CONCURSO DE PRÁTICA EXITOSA: PROJETO NOVOS RUMOS PARA A GESTÃO DOS SERVIÇOS DE ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

CONCURSO DE PRÁTICA EXITOSA: PROJETO NOVOS RUMOS PARA A GESTÃO DOS SERVIÇOS DE ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES CONCURSO DE PRÁTICA EXITOSA: PROJETO NOVOS RUMOS PARA A GESTÃO DOS SERVIÇOS DE ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES CONCURSO DE PRÁTICA EXITOSA: PROJETO NOVOS RUMOS PARA A GESTÃO DOS

Leia mais

PROJETO DE CIDADANIA

PROJETO DE CIDADANIA PROJETO DE CIDADANIA PROJETO DE CIDADANIA A Anamatra A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho Anamatra congrega cerca de 3.500 magistrados do trabalho de todo o país em torno de interesses

Leia mais

Pacto Gaúcho pelo Fim do Racismo Institucional

Pacto Gaúcho pelo Fim do Racismo Institucional Pacto Gaúcho pelo Fim do Racismo Institucional Aos 21 de março de 2014, dia em que o mundo comemora o Dia Internacional contra a Discriminação Racial instituído pela ONU em 1966, adotamos o presente Pacto

Leia mais

3801 - SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS E SEGURANÇA CIDADÃ - ADMINISTRAÇÃO DIRETA

3801 - SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS E SEGURANÇA CIDADÃ - ADMINISTRAÇÃO DIRETA 3801 - SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS E SEGURANÇA CIDADÃ - ADMINISTRAÇÃO DIRETA Legislação: Lei nº 17.108, de 27 de julho de 2005. DESCRIÇÃO DO PROGRAMA DE TRABALHO PROGRAMAS ESPECÍFICOS VOLTADOS PARA

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( x ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

E D I T A L N. 29/2011

E D I T A L N. 29/2011 E D I T A L N. 29/2011 CURSO DE ATUALIZAÇÃO DE SERVIDORES E FUNCIONÁRIOS DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS O Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas, Desembargador SEBASTIÃO COSTA

Leia mais

Câmara Municipal de Uberaba A Comunidade em Ação LEI Nº 7.904

Câmara Municipal de Uberaba A Comunidade em Ação LEI Nº 7.904 A Comunidade em Ação LEI Nº 7.904 Disciplina a Política Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual e dá outras providências. O Povo do Município de Uberaba, Estado de Minas Gerais, por seus representantes

Leia mais

DECRETO Nº 1948 QUE REGULAMENTA A POLÍTICA NACIONAL DO IDOSO

DECRETO Nº 1948 QUE REGULAMENTA A POLÍTICA NACIONAL DO IDOSO DECRETO Nº 1948 QUE REGULAMENTA A POLÍTICA NACIONAL DO IDOSO Presidência da República Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 1.948, DE 3 DE JULHO DE 1996. Regulamenta a Lei n 8.842, de 4 de janeiro

Leia mais

Rede de Atenção à. Pessoa em Situação de Violência

Rede de Atenção à. Pessoa em Situação de Violência Rede de Atenção à Pessoa em Situação de Violência AS REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE Art. 198 da CF/ 1988: A ações e os serviços públicos de saúde integram uma rede regionalizada e hierarquizada e constituem

Leia mais

Relatório do 1º Seminário Regional da Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente em Situação de Rua - Região Norte Manaus.

Relatório do 1º Seminário Regional da Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente em Situação de Rua - Região Norte Manaus. Relatório do 1º Seminário Regional da Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente em Situação de Rua - Região Norte Manaus. 1. Resumo Descritivo Data: 31 de outubro de 2013. Local: Assembleia Legislativa

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO - REDES DA MARÉ Nº 01/2012

EDITAL DE SELEÇÃO - REDES DA MARÉ Nº 01/2012 EDITAL DE SELEÇÃO - REDES DA MARÉ Nº 01/2012 A Redes da Maré seleciona tecedores para o Programa Criança Petrobras (PCP) na Maré. Antes de se candidatar, conheça bem os valores e atuação da instituição.

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA - NPJ

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA - NPJ REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA - NPJ A Direção Geral da Faculdade ESUP, torna público o presente Regulamento, que tem como finalidade, normatizar a estrutura e funcionamento do Núcleo de Prática

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE ENFRENTAMENTO A VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE

PLANO MUNICIPAL DE ENFRENTAMENTO A VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE PLANO MUNICIPAL DE ENFRENTAMENTO A VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE APRESENTAÇÃO: A violência sexual contra a criança e o adolescente tem sido um problema de difícil enfrentamento por

Leia mais

A SEGURANÇA É HOJE A PRINCIPAL PREOCUPAÇÃO DO BRASILEIRO. Diversos problemas levaram à situação atual

A SEGURANÇA É HOJE A PRINCIPAL PREOCUPAÇÃO DO BRASILEIRO. Diversos problemas levaram à situação atual A SEGURANÇA É HOJE A PRINCIPAL PREOCUPAÇÃO DO BRASILEIRO Diversos problemas levaram à situação atual O problema sempre foi tratado com uma série de OUs Natureza ou policial ou social Responsabilidade ou

Leia mais

Prevenção e Mediação de Conflitos Fundiários Urbanos

Prevenção e Mediação de Conflitos Fundiários Urbanos Prevenção e Mediação de Conflitos Fundiários Urbanos O que é a SEDUR A Secretaria de Desenvolvimento Urbano - SEDUR, foi criada pela Lei nº 8.538, de 20 de dezembro de 2002, e tem por finalidade formular

Leia mais

FUNDAÇÃO ARMANDO ALVARES PENTEADO FACULDADE DE DIREITO

FUNDAÇÃO ARMANDO ALVARES PENTEADO FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA DA FUNDAÇÃO ARMANDO ALVARES PENTEADO TÍTULO I DA FINALIDADE E DO OBJETO Art. 1º O Núcleo de Prática Jurídica da Faculdade de Direito da Fundação Armando Alvares

Leia mais

SALA DE ESPERA DIREITOS DOS IDOSOS: SUBPROJETO DO NÚCLEO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, JURÍDICA E DE ESTUDOS SOBRE A PESSOA IDOSA

SALA DE ESPERA DIREITOS DOS IDOSOS: SUBPROJETO DO NÚCLEO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, JURÍDICA E DE ESTUDOS SOBRE A PESSOA IDOSA 110. ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( x ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA SALA DE ESPERA DIREITOS DOS IDOSOS: SUBPROJETO DO NÚCLEO

Leia mais

PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA

PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA 1. Criar o Fórum Metropolitano de Segurança Pública Reunir periodicamente os prefeitos dos 39 municípios da Região Metropolitana de São Paulo para discutir, propor,

Leia mais

TERRAS COELHO ADVOGADOS é uma sociedade de

TERRAS COELHO ADVOGADOS é uma sociedade de TERRAS COELHO ADVOGADOS é uma sociedade de advogados devidamente registrada da Ordem dos Advogados do Brasil sob o nº 15.196, e atual nos mais variados ramos do direito, com atuação preventiva e contenciosa

Leia mais

Secretaria Nacional de Enfrentamento a Violencia contra as Mulheres

Secretaria Nacional de Enfrentamento a Violencia contra as Mulheres Secretaria Nacional de Enfrentamento a Violencia contra as Mulheres Setembro de 2012 Secretaria de Políticas para as Mulheres/PR Diretrizes para Enfrentamento ao Protocolo de Palermo Tráfico de Mulheres

Leia mais

A Promotora de Justiça discutiu os avanços que a alteração legislativa representa para a causa da mulher e os seus reflexos no Ordenamento Penal.

A Promotora de Justiça discutiu os avanços que a alteração legislativa representa para a causa da mulher e os seus reflexos no Ordenamento Penal. VI Conferência Internacional de Direitos Humanos foi organizada pela OAB/PA e ocorreu no período de 27 a 29 de abril, no período da manhã no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, em Belém.. Neste ano,

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR DA DEFENSORIA PÚBLICA RESOLUÇÃO CSDPE Nº 016/2013

CONSELHO SUPERIOR DA DEFENSORIA PÚBLICA RESOLUÇÃO CSDPE Nº 016/2013 CONSELHO SUPERIOR DA DEFENSORIA PÚBLICA RESOLUÇÃO CSDPE Nº 016/2013 Dispõe sobre as atribuições da Coordenação de Atendimento ao Preso Provisório da Defensoria Pública da Capital e dá outras providências.

Leia mais

Projeto Fênix - Reciclando o futuro com Cidadania

Projeto Fênix - Reciclando o futuro com Cidadania Projeto Fênix - Reciclando o futuro com Cidadania A prática consiste em democratizar o acesso à justiça aos catadores de materiais recicláveis dos lixões do Distrito Federal. O problema envolvendo a produção

Leia mais

PROJETO SEMPRE-VIVA Campanha de erradicação de violência Doméstica Ênfase Projeto Sempre-Viva.

PROJETO SEMPRE-VIVA Campanha de erradicação de violência Doméstica Ênfase Projeto Sempre-Viva. PROJETO SEMPRE-VIVA Campanha de erradicação de violência Doméstica Ênfase Projeto Sempre-Viva. TERESA CRISTINA CABRAL SANTANA RODRIGUES DOS SANTOS Juíza de Direito da 2ª Vara Criminal de Santo André Projeto

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA JUDICIÁRIA ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL EJERS ATIVIDADES JÁ REALIZADAS PELA ESCOLA 17.09.2010 - Exposição do Ministro Ricardo Lewandowski - Sobre as Eleições 2010. Realizado no Plenário do TRE-RS.

Leia mais

Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania

Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania 1) Curso de Educação para Agressores - ONG Coletivo Feminista Sexualidade e Saúde. Visa a reconstrução comportamental da conduta dos homens, em atendimento

Leia mais

Política Nacional sobre Drogas e o Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas Crack, é possível vencer. SALVADOR/BA ABRIL de 2012

Política Nacional sobre Drogas e o Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas Crack, é possível vencer. SALVADOR/BA ABRIL de 2012 Política Nacional sobre Drogas e o Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas Crack, é possível vencer SALVADOR/BA ABRIL de 2012 MARCOS HISTÓRICOS 1998: Adesão do Brasil aos princípios diretivos

Leia mais

IMPLEMENTAR METODOLOGIA DE GESTÃO DE PROCESSOS DE TRABALHO NO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

IMPLEMENTAR METODOLOGIA DE GESTÃO DE PROCESSOS DE TRABALHO NO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO . Escopo ou finalidade do projeto O projeto visa implantar método de gestão de processos de trabalho em 00% das prestadoras de jurisdição de º grau, tendo como base o Sistema Normativo do Poder Judiciário

Leia mais

Como proceder à notificação e para onde encaminhá-la?

Como proceder à notificação e para onde encaminhá-la? Se a família não quiser ou não puder assumir a notificação, o educador deverá informar a família que, por força da lei, terá que notificar o fato aos órgãos competentes. Como proceder à notificação e para

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA RECOMENDAÇÃO Nº 37, DE 15 DE AGOSTO DE 2011

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA RECOMENDAÇÃO Nº 37, DE 15 DE AGOSTO DE 2011 CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA RECOMENDAÇÃO Nº 37, DE 15 DE AGOSTO DE 2011 Recomenda aos Tribunais a observância das normas de funcionamento do Programa Nacional de Gestão Documental e Memória do Poder Judiciário

Leia mais

RELATÓRIO PROJETO FÊNIX RECICLANDO O FUTURO COM CIDADANIA ANO: 2014

RELATÓRIO PROJETO FÊNIX RECICLANDO O FUTURO COM CIDADANIA ANO: 2014 RELATÓRIO PROJETO FÊNIX RECICLANDO O FUTURO COM CIDADANIA ANO: 2014 Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios Presidente Desembargador Getúlio de Moraes Oliveira 1ª Vice-Presidente Desembargadora

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA AS MULHERES (SEMUL) Relatório

SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA AS MULHERES (SEMUL) Relatório SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA AS MULHERES (SEMUL) Relatório I Seminário de Enfrentamento à Violência de Gênero no Município de Natal 26 e 27/03/2015 Local: Auditório do Conselho Regional

Leia mais