TEORIA E FUNDAMENTOS DA CONSTITUIÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TEORIA E FUNDAMENTOS DA CONSTITUIÇÃO"

Transcrição

1 TEORIA E FUNDAMENTOS DA CONSTITUIÇÃO Aula 01 O CONSTITUCIONALISMO: CONCEITO O CONSTITUCIONALISMO: EVOLUÇÃO HISTÓRICA. O DIREITO CONSTITUCIONAL: NATUREZA E CONCEITO O DIREITO CONSTITUCIONAL: OBJETO O DIREITO CONSTITUCIONAL: CONTEÚDO CIENTÍFICO 1) Constitucionalismo - Conceito ideia de agrupamento e de dinâmica para ordenar e mobilizar as massas estruturalmente desarticuladas. Reinhart Koselleck (2006, p. 103) O conceito de Constitucionalismo, pode-se dizer que consiste na doutrina jurídica que visa organizar o Estado, que antes não tinha instituições públicas, pois todo poder estava concentrado nas mãos de um monarca, que ordenava tudo conforme sua própria vontade. (BOBBIO; MATTEUCCI; PASQUINO; 1986, p ): É a técnica da liberdade, isto é, a técnica jurídica pela qual é assegurado aos cidadãos o exercício dos seus direitos individuais e, ao mesmo tempo, coloca o Estado em condições de não os poder violar. Se as técnicas variam de acordo com a época e as tradições de cada país, o ideal das liberdades do cidadão continua sendo sempre o fim último: é em função deste que se preordenam e organizam as técnicas. Atualmente, o constitucionalismo é associado a 3 ideias: 1) Garantia de Direitos 2) Separação de Poderes 3) Princípios e Governo Limitado O constitucionalismo, geralmente, se contrapõe ao absolutismo. É uma busca do homem politizado pela limitação do poder, uma busca contra o arbítrio do poder do Estado. 2) Evolução histórica do Constitucionalismo

2 - Constitucionalismo ANTIGO a) A experiência entre os Hebreus No caso dos hebreus, o constitucionalismo está ligado ao Estado teocrático. O constitucionalismo começa se embasando então na ideia, qual seja: Governo Limitado Limitado a que? À Dogmas Sagrados advindos de Deus, único e criador de todas as coisas b) A experiência na Grécia antiga No caso da Grécia, ocorreu a mais avançada forma de governo de que já se teve notícia até hoje, a chamada democracia constitucional. As pessoas participavam diretamente das decisões políticas do Estado (Cidade-Estado de Antenas). Governo Limitado Limitado a que? A decisão tomada pelo povo - Constitucionalismo CLÁSSICO ou LIBERAL Liberdade O constitucionalismo clássico surgiu a partir do final do século XVIII, com acontecimentos muito importantes, que ficaram conhecidos como revoluções liberais. A experiência ocorrida na Inglaterra Na Inglaterra, o Governo das Leis em substituição ao governo dos homens. Nenhum homem está acima das Leis Esta experiência constitucional inglesa contribuiu com duas ideias fundamentais: 1) governo limitado; e 2) igualdade dos cidadãos ingleses perante a lei. Essas são as duas ideias principais que influenciaram o surgimento de uma Constituição não escrita na Inglaterra. Nesse mesmo período, no final do século XVIII, as chamadas revoluções liberais ganham palco nos Estados Unidos e na França com a força dos ideais libertárias.

3 Com essas revoluções ocorreu o surgimento das primeiras constituições escritas. * Revolução Norte-americana: Surgiu, nesse cenário, a primeira constituição escrita de que se tem notícia, a Declaração de Direitos do Bom Povo da Virgínia (Virginia Bill of Rights, de 1776). Logo depois dela, em 1787, a Constituição Americana surgiu e até hoje está em vigor. As duas principais ideias com as quais os americanos contribuíram para o constitucionalismo são: a) A idéia de supremacia da Constituição a Constituição é a norma suprema porque estabelece as regras do ordenamento; b) A garantia jurisdicional Que precisaria haver um Poder (Judiciário) que ficaria encarregado de garantir a supremacia da Constituição, pois é o mais neutro politicamente. Esse órgão do Poder Judiciário, ao qual seja entregue o papel de garantir a Supremacia da Constituição, deve considerar que Democracia não é só vontade da maioria, senão vira ditadura da maioria, mas inclui a garantia de direitos à todos, inclusive das minorias. * Experiência Francesa Na França, surgiu a primeira constituição escrita da Europa, em A experiência francesa contribuiu com duas ideias principais: a) Garantia de direitos; e b) Separação dos Poderes. - Constitucionalismo MODERNO Igualdade O moderno é chamado de constitucionalismo social. O constitucionalismo moderno surgiu a partir do fim da I Grande Guerra. No cenário percebe-se o esgotamento da ideia liberal (que protegia os direitos de liberdade, mas não os sociais). Impossibilidade do constitucionalismo liberal de atender as demandas sociais que abalavam o século XIX. Então os ideais de liberdade que fizeram surgir a primeira geração dos direitos fundamentais lá no Constitucionalismo Clássico, evoluem para uma: Segunda geração dos direitos fundamentais, que passam a englobar o social, o econômico, o cultural, consagrando a igualdade. Entendeu-se que de nada valeria a liberdade, sem a igualdade substancial.

4 - Constitucionalismo CONTEMPORÂNEO Fraternidade O constitucionalismo contemporâneo vem sendo chamado por alguns autores de neoconstitucionalismo. Vai surgir no fim da II Grande Guerra. Atrocidades foram cometidas durante a II Guerra, notadamente pelos nazistas e todas elas com base no ordenamento jurídico, na lei. O direito não é apenas forma, não é apenas norma jurídica, ele tem que ter um conteúdo moral para ser válido. A essa nova ideia de constitucionalismo no direito Paulo Bonavides dá o nome de pós-positivismo. Com o fim da II Grande Guerra, as constituições começaram a consagrar, expressamente, a dignidade da pessoa humana, que passou a ser considerada o princípio- valor constitucional supremo. A dignidade é um atributo que todo ser humano tem Declaração Universal dos Direitos Humanos em 1948 consagra a Dignidade da Pessoa Humana. O Estado existe para o cidadão e não o contrário. al. E aí vem a terceira causa do surgimento desse novo constitucionalismo, que é o reconhecimento da força normativa da Constituição. Há, pois, três causas: 1ª Consagração da dignidade da pessoa humana como valor supremo 2ª Surgimento de Constituições, com rol extenso de direitos fundamentais. 3ª Força normativa da Constituição como suprema a todas as outras normas no ordenamento Que consolidam então as 3 ideias que fundamentam o Constitucionalismo. - Garantia de Direitos - Separação de Poderes - Princípios e Governo Limitado - Constitucionalismo do FUTURO Houve um congresso onde vários constitucionalistas do mundo inteiro se reuniram para discutir o futuro das constituições. Um deles, um autor argentino, José Roberto Dromi, disse o seguinte: no futuro haverá um equilíbrio entre os valores marcantes do constitucionalismo moderno e os excessos praticados pelo constitucionalismo contemporâneo.

5 É a famosa Teoria Mista. Nem o excesso de Constituição e nem a falta de Constituição, nem a fraqueza do Judiciário e nem o excesso de Judiciário. Nem a ausência de normatividade dos princípios e nem a aplicação só dos princípios. Valores fundamentais que as constituições do futuro devem consagrar: verdade, solidariedade, consenso, continuidade, participação, integração e universalização. Continuidade As constituições do futuro não devem ficar sofrendo rupturas bruscas com séries de emendas; Verdade As constituições não ficariam fazendo promessas impossíveis, pois de nada adiantaria uma carta dotada de excessivo protecionismo, mas destituída de qualquer exigibilidade; Consenso Constituições seria fruto de um consenso democrático; Solidariedade As constituições aproximam-se de uma nova idéia de igualdade, baseada na solidariedade dos povos, na dignidade da pessoa humana e na justiça social, com a eliminação das discriminações; Integração As Constituições refletiriam a integração espiritual, moral, ética e institucional dos povos; Participação da sociedade na política De forma ativa, integral no processo político eliminando, com isso, a indiferença social; Universalização dos direitos fundamentais Os direitos fundamentais internacionais serão previstos nas constituições do futuro, com a prevalência universal da dignidade do homem, e serão eliminadas quaisquer formas de desumanização. O DIREITO CONSTITUCIONAL: NATUREZA E CONCEITO O DIREITO CONSTITUCIONAL: OBJETO O DIREITO CONSTITUCIONAL: CONTEÚDO CIENTÍFICO 1) Conceito e Natureza do Direito Constitucional: Conceito Estudo da teoria das Constituições e da Constituição do Estado brasileiro, em particular (Meirelles Teixeira apud NOVELINO, 2012, p. 4)

6 Conjunto de princípios e normas que regulam a própria existência do Estado moderno, na sua estrutura e no seu funcionamento, o modo de exercício e os limites de sua soberania, seus fins e interesses fundamentais, e do Estado brasileiro, em particular. (Meirelles Teixeira apud NOVELINO, 2012, p. 4) Natureza jurídica Direito Público É o ramo do Direito Público que expõe, interpreta e sistematiza os princípios e normas fundamentais do Estado. (SILVA, 2007, p. 34) 2) Objeto Estudo sistemático das normas que integram a constituição do Estado. (SILVA, 2007, p. 24). Sistematizar as normas do Estado Estudo das normas fundamentais de organização do Estado que tratam, entre outros, dos seguintes temas: estrutura de seus órgãos; distribuição de competências; aquisição, exercício e transmissão da autoridade; e direitos e garantias fundamentais. (NOVELINO, 2012, p. 5). Organizar juridicamente o Estado, estruturando todo o seu ordenamento. 3) Conteúdo Científico do Direito Constitucional De acordo com José Afonso da Silva, o conteúdo científico do Direito constitucional abrange três aspectos, que dão lugar às seguintes disciplinas: Direito Constitucional Positivo ou Particular; Direito Constitucional Comparado; Direito Constitucional Geral. Direito Constitucional Positivo ou Particular - Tem por objeto o estudo dos princípios e normas de uma Constituição concreta, de um Estado determinado; - Compreende a interpretação, sistematização e crítica das normas jurídico-constitucionais desse Estado. Direito Constitucional Comparado - Estudo teórico das normas jurídico- constitucionais positivas de vários Estados, preocupando-se em destacar as singularidades e os contrastes entre eles ou entre grupos deles.

7 Direito Constitucional Geral - Disciplina que delineia uma série de princípios, de conceitos e de instituições que se acham em vários direitos positivos ou em grupos deles para classificá-los e sistematizá-los numa visão unitária. 4) Relação com Outros Ramos do Direito Direito Administrativo; Direito do Trabalho; Direito Financeiro e Tributário; Direito Penal; Direito Processual; Direito Privado; Direito Internacional;

Direito Constitucional

Direito Constitucional Direito Constitucional Aula 03 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos

Leia mais

II. Conceito de Direito Constitucional

II. Conceito de Direito Constitucional DIREITO CONSTITUCIONAL I II. Conceito de Direito Constitucional José Afonso da Silva: É o ramo do Direito Público que expõe, interpreta e sistematiza os princípios e normas fundamentais do Estado. 1. Conteúdo

Leia mais

DO CONSTITUCIONALISMO LIBERAL A EVOLUÇÃO PARA O ESTADO SOCIAL E O NEOCONSTITUCIONALISMO DIREITO CONSTITUCIONAL III

DO CONSTITUCIONALISMO LIBERAL A EVOLUÇÃO PARA O ESTADO SOCIAL E O NEOCONSTITUCIONALISMO DIREITO CONSTITUCIONAL III DO CONSTITUCIONALISMO LIBERAL A EVOLUÇÃO PARA O ESTADO SOCIAL E O NEOCONSTITUCIONALISMO DIREITO CONSTITUCIONAL III Constitucionalismo: aspectos históricos. Quando e como surgiu o Constitucionalismo? Final

Leia mais

AULA 03 TEORIA DA CONSTITUIÇÃO

AULA 03 TEORIA DA CONSTITUIÇÃO 1 AULA 03 TEORIA DA CONSTITUIÇÃO Movimento teórico de revalorização do direito constitucional, de uma nova abordagem do papel da constituição no sistema jurídico 2 Surgiu a partir da segunda metade do

Leia mais

CONSTITUCIONALISMO. Prof. Eduardo Casassanta

CONSTITUCIONALISMO. Prof. Eduardo Casassanta CONSTITUCIONALISMO Prof. Eduardo Casassanta Ementa Constituição. Conceito. Objeto. O movimento denominado Constitucionalismo. Evolução Histórica Neoconstitucionalismo Constituição Federal Constituição.

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO E DIREITOS HUMANOS. Um estudo sobre o papel do Ministério Público na defesa e na promoção dos direitos humanos

MINISTÉRIO PÚBLICO E DIREITOS HUMANOS. Um estudo sobre o papel do Ministério Público na defesa e na promoção dos direitos humanos JORGE ALBERTO DE OLIVEIRA MARUM Promotor de Justiça no Estado de São Paulo, mestre em Direito do Estado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (Largo São Francisco) e professor titular

Leia mais

TEORIA GERAL DOS DIREITOS HUMANOS

TEORIA GERAL DOS DIREITOS HUMANOS TEORIA GERAL DOS DIREITOS HUMANOS Aula 01 Apontar bases tecnológicas relacionadas VOCÊ CONCORDA COM ISSO? 1 CONTEXTUALIZAÇÃO O homem como ser social. O papel das organizações na vida em sociedade. As relações

Leia mais

TÍTULO: PRINCIPAIS CLÁUSULAS DA CONVENÇÃO INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS

TÍTULO: PRINCIPAIS CLÁUSULAS DA CONVENÇÃO INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS 16 TÍTULO: PRINCIPAIS CLÁUSULAS DA CONVENÇÃO INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: DIREITO INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA AUTOR(ES):

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL JORGE MIRANDA CURSO DE DIREITO CONSTITUCIONAL ESTADO E CONSTITUCIONALISMO. CONSTITUIÇÃO. DIREITOS FUNDAMENTAIS. VOL. 1 UNIVERSIDADE CATÓLICA EDITORA LISBOA 2016 ÍNDICE Explicação 9 Preliminares 1. O fenómeno

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná 3º Período Prof.ª Helena de Souza Rocha

Universidade Tuiuti do Paraná 3º Período Prof.ª Helena de Souza Rocha Universidade Tuiuti do Paraná 3º Período Prof.ª Helena de Souza Rocha 1 A Teoria da Constituição, segundo José Joaquim Gomes Canotilho: é uma ciência que estuda a teoria política e científica da Constituição.

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO I ÍNDICE. CAPÍTULO I A relevância do estudo do direito administrativo

DIREITO ADMINISTRATIVO I ÍNDICE. CAPÍTULO I A relevância do estudo do direito administrativo ÍNDICE DIREITO ADMINISTRATIVO I Abreviaturas e siglas CAPÍTULO I A relevância do estudo do direito administrativo 1. A relevância do estudo do direito administrativo 1.1 As abordagens do direito administrativo

Leia mais

Objetivos: Dar ao aluno noções gerais sobre o Estado e a ordem social e oferecer-lhe o pleno conhecimento da organização constitucional brasileira.

Objetivos: Dar ao aluno noções gerais sobre o Estado e a ordem social e oferecer-lhe o pleno conhecimento da organização constitucional brasileira. DISCIPLINA: CONSTITUCIONAL I CARGA HORÁRIA TOTAL: 60 CRÉDITOS: 04 CÓDIGO: DIR 02-07411 Dar ao aluno noções gerais sobre o Estado e a ordem social e oferecer-lhe o pleno conhecimento da organização constitucional

Leia mais

1- As matrizes clássicas do Estado de Direito - Características comuns 2- O Rule of Law Britânico

1- As matrizes clássicas do Estado de Direito - Características comuns 2- O Rule of Law Britânico 1- As matrizes clássicas do Estado de Direito - Características comuns 2- O Rule of Law Britânico Profa. Nina Ranieri 15/09/2017 1 Plano de aula I - Introdução As matrizes clássicas do Estado de Direito

Leia mais

Sumário. Parte 1 Teorias e doutrinas relacionadas ao estudo da Constituição

Sumário. Parte 1 Teorias e doutrinas relacionadas ao estudo da Constituição Sumário Parte 1 Teorias e doutrinas relacionadas ao estudo da Constituição 1 Afinal, o que é a Constituição? 3 1.1 Constitucionalismo 3 1.2 O neoconstitucionalismo 4 1.3 Jusnaturalismo X Positivismo X

Leia mais

CONSTITUCIONALISMO. Limitação do poder Supremacia da lei

CONSTITUCIONALISMO. Limitação do poder Supremacia da lei CONSTITUCIONALISMO Limitação do poder Supremacia da lei CONSTITUCIONALISMO SIGNIFICA EXISTÊNCIA DE CONSTITUIÇÃO? Reino Unido Israel APONTAMENTOS Nasce na vontade do homem de comandar seu destino político

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO: 1ª avaliação (30 pontos); 2ª avaliação (30 pontos); 3ª avaliação (40 pontos).

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO: 1ª avaliação (30 pontos); 2ª avaliação (30 pontos); 3ª avaliação (40 pontos). Facu Disciplina: Teoria da Constituição Curso: Direito Carga Horária: 60 Departamento: Direito Público Área: Direito Público PLANO DE ENSINO EMENTA: A disciplina Teoria da Constituição ; constitucionalismo;

Leia mais

Constituição, Paz e Democracia

Constituição, Paz e Democracia Constituição, Paz e Democracia Prof. Doutor Jorge Bacelar Gouveia Professor Catedrático e Presidente do Instituto do Direito de Língua Portuguesa (idilp.net) Beira, 23 de Março de 2017 (jorgebacelargouveia@live.com)

Leia mais

A necessidade de proteção e efetividade aos direitos humanos, em sede internacional, possibilitou o surgimento de uma disciplina autônoma ao Direito

A necessidade de proteção e efetividade aos direitos humanos, em sede internacional, possibilitou o surgimento de uma disciplina autônoma ao Direito Profa. Andrea Wild A necessidade de proteção e efetividade aos direitos humanos, em sede internacional, possibilitou o surgimento de uma disciplina autônoma ao Direito Internacional Público, com denominação

Leia mais

DIREITOS HUMANOS. Introdução, Marco Contemporâneo e Gerações de Direitos Humanos. Prof. Renan Flumian

DIREITOS HUMANOS. Introdução, Marco Contemporâneo e Gerações de Direitos Humanos. Prof. Renan Flumian DIREITOS HUMANOS Introdução, Marco Contemporâneo e Gerações de Direitos Humanos Prof. Renan Flumian 1. Direitos Humanos 1.1. Conceito: ramo do direito que tem como função proteger a dignidade da pessoa

Leia mais

Estado: conceito e evolução do Estado moderno. Santana do Livramento

Estado: conceito e evolução do Estado moderno. Santana do Livramento Estado: conceito e evolução do Estado moderno Santana do Livramento Objetivos da Aula Objetivo Geral Estudar o significado do Estado, sua concepção e evolução para os modelos do Estado Moderno, para a

Leia mais

Unidade I INSTITUIÇÕES DO DIREITO. Prof. Me. Edson Guedes

Unidade I INSTITUIÇÕES DO DIREITO. Prof. Me. Edson Guedes Unidade I INSTITUIÇÕES DO DIREITO Prof. Me. Edson Guedes 1. Introdução ao Direito 1.1 Origem do Direito: Conflitos humanos; Evitar a luta de todos contra todos; 1. Introdução ao Direito 1.2 Conceito de

Leia mais

MATÉRIA PROFESSOR AULA XX. Direito (interno) Philippe Raposo

MATÉRIA PROFESSOR AULA XX. Direito (interno) Philippe Raposo MATÉRIA PROFESSOR AULA XX Direito (interno) Philippe Raposo BIBLIOGRAFIA Constituição Federal (atualizada) http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm Comentários à Constituição

Leia mais

Direito Constitucional. TÍTULO I - Dos Princípios Fundamentais art. 1º ao 4º

Direito Constitucional. TÍTULO I - Dos Princípios Fundamentais art. 1º ao 4º Direito Constitucional TÍTULO I - Dos Princípios Fundamentais art. 1º ao 4º Constituição A constituição determina a organização e funcionamento do Estado, estabelecendo sua estrutura, a organização de

Leia mais

Pedro Bandeira Simões Professor

Pedro Bandeira Simões Professor Ano Lectivo 2010/2011 ÁREA DE INTEGRAÇÃO Agrupamento de Escolas de Fronteira Escola Básica Integrada Frei Manuel Cardoso 12º Ano Apresentação nº 10 Os fins e os meios: que ética para a vida humana? Pedro

Leia mais

A HISTÓRIA DO PENSAMENTO JURÍDICO. Aula n.º 02

A HISTÓRIA DO PENSAMENTO JURÍDICO. Aula n.º 02 A HISTÓRIA DO PENSAMENTO JURÍDICO Aula n.º 02 A HISTÓRIA DO PENSAMENTO JURÍDICO Correntes de pensamento que tem o objetivo de explicar a origem do direito; Cada uma afirma que o direito provém de uma fonte

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LINHAS DE PESQUISA

CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LINHAS DE PESQUISA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LINHAS DE PESQUISA Direito Constitucional e Teoria Geral do Estado *Aspectos de Direito Eleitoral *Controle

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Direito Constitucional Aula 02 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos

Leia mais

Prof. Eduardo Casassanta

Prof. Eduardo Casassanta Prof. Eduardo Casassanta Ementa História Constitucional do Brasil nas suas diversas fases (colonial, monárquica e republicana). Classificação das Constituições. Partes da Constituição. Direitos Sociais

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br A aplicabilidade da norma jurídica frente o problema da revogação e o controle da constitucionalidade Rafael Damaceno de Assis SUMÁRIO: 1. Teoria da Norma Jurídica 2. Poder Constituinte

Leia mais

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE As normas elaboradas pelo Poder Constituinte Originário são colocadas acima de todas as outras manifestações de direito. A própria Constituição Federal determina um procedimento

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE DIREITO

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE DIREITO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE DIREITO Profª: Kátia Paulino dos Santos 6/9/2013 20:00 1 Direitos Humanos Direitos Naturais Direitos Públicos Subjetivos Direitos dos Povos Direitos Morais Direitos

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br O Direito Administrativo e o Princípio da Supremacia do Interesse Público sobre o Interesse Privado Fernanda Yasue Kinoshita* sábado, 3 de junho de 2006, 09:56h. 1 Conceito Segundo

Leia mais

Parte I Filosofia do Direito. Teoria Geral do Direito e da Política

Parte I Filosofia do Direito. Teoria Geral do Direito e da Política S u m á r i o Parte I Filosofia do Direito. Teoria Geral do Direito e da Política CAPÍTULO I Filosofia do Direito I: O Conceito de Justiça, O Conceito de Direito, Equidade, Direito e Moral...3 I. O conceito

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo I Teoria da Constituição...1

SUMÁRIO. Capítulo I Teoria da Constituição...1 SUMÁRIO Capítulo I Teoria da Constituição...1 1. Constituição...1 1.1 Conceito...1 1.2. Classificação das Constituições...1 1.3. Interpretação das Normas Constitucionais...3 1.4. Preâmbulo Constitucional...5

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Direitos Fundamentais: conceito e evolução Manoela Andrade * Aborda o conceito dos direitos fundamentais e sua evolução analisando as várias dimensões e o reflexo do contexto históorico

Leia mais

EIXO FUNDAMENTAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LINHAS DE PESQUISA

EIXO FUNDAMENTAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LINHAS DE PESQUISA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LINHAS DE PESQUISA Direito Constitucional e Teoria Geral do Estado * O Poder Constituinte * Processo Legislativo

Leia mais

PONTO 1: Poder Constituinte PONTO 2: Poder Reformador PONTO 3: Poder Constituinte Decorrente 1. PODER CONSTITUINTE NATUREZA DO PODER CONSTITUINTE:...

PONTO 1: Poder Constituinte PONTO 2: Poder Reformador PONTO 3: Poder Constituinte Decorrente 1. PODER CONSTITUINTE NATUREZA DO PODER CONSTITUINTE:... 1 DIREITO CONSTITUCIONAL PONTO 1: Poder Constituinte PONTO 2: Poder Reformador PONTO 3: Poder Constituinte Decorrente Precedentes: RExt 466.343 RExt 349.703 HC 87.585 1. PODER CONSTITUINTE Poder de elaborar

Leia mais

Professora Edna Ferraresi. Aula 2

Professora Edna Ferraresi. Aula 2 Aula 2 Escolas e Teorias Jus filosóficas Modernas: a Escola da Exegese: positivismo jurídico ideológico; redução do Direito à lei; "In Claris NON cessat interpretatio"; aplicação mecânica do Direito. Escolas

Leia mais

Dicas de Direito Constitucional

Dicas de Direito Constitucional Dicas de Direito Constitucional Olá Concursando, Hoje vamos estudar um pouco de Direito Constitucional, passando pela Teoria do Direito Constitucional e abarcando também o art. 1º da Constituição Federal

Leia mais

ORIGEM DO ESTADO E FORMAS DE ORGANIZAÇÃO POLÍTICA. Prof. Elson Junior Santo Antônio de Pádua, Junho de 2017

ORIGEM DO ESTADO E FORMAS DE ORGANIZAÇÃO POLÍTICA. Prof. Elson Junior Santo Antônio de Pádua, Junho de 2017 ORIGEM DO ESTADO E FORMAS DE ORGANIZAÇÃO POLÍTICA Prof. Elson Junior Santo Antônio de Pádua, Junho de 2017 CONCEPÇÕES DA ORIGEM DO ESTADO Existem cinco principais correntes que teorizam a este respeito:

Leia mais

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL E ADMINISTRATIVO I. Constituição Federal... 002 II. Dos Direitos e Garantias Fundamentais... 009 III. Da Organização Político-Administrativa... 053 IV. Organização dos

Leia mais

APRESENTAÇÃO NO CONGRESSO DO CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CFM (Dia 14 de agosto de 2011, Salvador-BA)

APRESENTAÇÃO NO CONGRESSO DO CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CFM (Dia 14 de agosto de 2011, Salvador-BA) APRESENTAÇÃO NO CONGRESSO DO CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CFM (Dia 14 de agosto de 2011, Salvador-BA) RESPONSABILIDADE OBJETIVA DO GESTOR NO EXERCÍCIO ILEGAL DA MEDICINA Introdução: Da Evolução Histórica

Leia mais

Antecedentes Históricos da Administração. Professor Maurício Teixeira

Antecedentes Históricos da Administração. Professor Maurício Teixeira Antecedentes Históricos da Administração Professor Maurício Teixeira Abordagens Mostrar a história Incipiente preocupação com a Administração na antiguidade Influencias da Administração Filosóficas Da

Leia mais

1 Direito processual constitucional, 7

1 Direito processual constitucional, 7 1 Direito processual constitucional, 7 1.1 Esclarecimentos iniciais, 7 1.2 Direito processual constitucional: objeto de estudo, 8 1.3 Jurisdição, processo, ação e defesa, 10 1.4 Constituição e processo,

Leia mais

Ministério da Administração do Território

Ministério da Administração do Território Ministério da Administração do Território Lei nº 23/92 de 16 de Setembro LEI DE REVISÃO CONSTITUCIONAL As alterações à Lei Constitucional introduzidas em Março de 1991, através da Lei nº. 12/91 destinaram

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL Aula Inaugural -Teoria Geral da Constituição Profº.. Francisco De Poli de Oliveira OBJETIVOS 1. Conhecer a Teoria Geral da Constituição; 2. Aplicar os conhecimentos aprendidos na

Leia mais

DIREITO. 08. URCA/ Não é um dos caracteres da Norma Jurídica: a) Unilateralidade; b) Bilateralidade; c) Generalidade; d) Coercitividade.

DIREITO. 08. URCA/ Não é um dos caracteres da Norma Jurídica: a) Unilateralidade; b) Bilateralidade; c) Generalidade; d) Coercitividade. DIREITO 01. URCA/2011.2 Sobre os Valores Jurídicos, indique a assertiva incorreta: a) Os valores jurídicos se apresentam em escala hierárquica dotada de rigidez, sendo, pois, impossível que se sacrifique

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA COMO FUNÇÃO DO ESTADO

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA COMO FUNÇÃO DO ESTADO ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA COMO FUNÇÃO DO ESTADO Estado: Pessoa Jurídica de Direito Público; Submetido às normas estipuladas pela Constituição Federal; Dirigido por um governo que possui soberania reconhecida

Leia mais

PLANO DE CURSO FUND. HISTÓRICO-SISTEMÁTICOS DO DIREITO (CÓD.: ENEX 60103) ETAPA: 1ª TOTAL DE ENCONTROS:

PLANO DE CURSO FUND. HISTÓRICO-SISTEMÁTICOS DO DIREITO (CÓD.: ENEX 60103) ETAPA: 1ª TOTAL DE ENCONTROS: PLANO DE CURSO DISCIPLINA: FUND. HISTÓRICO-SISTEMÁTICOS DO DIREITO (CÓD.: ENEX 60103) ETAPA: 1ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e

Leia mais

HERMENÊUTICA CONSTITUCIONAL

HERMENÊUTICA CONSTITUCIONAL HERMENÊUTICA CONSTITUCIONAL Objetivo final do estudo da Herm. Jurídica Ponto de encontro entre o social e o jurídico Dinamismo da sociedade desafia o intérprete Novo padrão interpretativo: norma + contexto

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL - GARANTIAS FUNDAMENTAIS. Professor Murillo Sapia Gutier.

DIREITO PROCESSUAL PENAL - GARANTIAS FUNDAMENTAIS. Professor Murillo Sapia Gutier. 1 DIREITO PROCESSUAL PENAL - GARANTIAS FUNDAMENTAIS Professor Murillo Sapia Gutier www.murillogutier.com.br E-mail: murillo@gutier.com.br PROCESSO PENAL PARA QUÊ (M) Por que estudar Direito Processual

Leia mais

PLANO DE ENSINO. 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Direito

PLANO DE ENSINO. 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Direito PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Direito Professora:Ms. Marilu Pohlenz marilupohlenz@hotmail.com Período/Fase: 2º Semestre: 1º Ano: 2014

Leia mais

Índice ÍNDICE. Pág. Prefácio... 7 Plano da obra Abreviaturas Bibliografia Geral Parte I CONCEITO DE DIREITO

Índice ÍNDICE. Pág. Prefácio... 7 Plano da obra Abreviaturas Bibliografia Geral Parte I CONCEITO DE DIREITO Índice 609 ÍNDICE Pág. Prefácio... 7 Plano da obra... 11 Abreviaturas... 13 Bibliografia Geral... 15 Parte I CONCEITO DE DIREITO Capítulo 1 A vida do Homem em sociedade 1. Observações preliminares... 23

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO ESTRUTURA CURRICULAR STRICTO SENSU (por área de concentração-baseada na Res. Vigente do CCEPE)

PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO ESTRUTURA CURRICULAR STRICTO SENSU (por área de concentração-baseada na Res. Vigente do CCEPE) NOME DO CURSO: DIREITO NÍVEL: [ x ] MESTRADO [ ] DOUTORADO LINHA DE PESQUISA: 1 ESTADO, CONSTITUCIONALIZAÇÃO E DIREITOS HUMANOS PERÍODO DE VIGÊNCIA: para alunos MATRICULADOS a partir de 03 / 2013 DO CURSO

Leia mais

OAB 1ª Fase Final de Semana. 1. A Constituição de determinado país veiculou os seguintes artigos:

OAB 1ª Fase Final de Semana. 1. A Constituição de determinado país veiculou os seguintes artigos: Professora: Carolinne Brasil Assunto: Teoria Geral Questões: OAB 1ª Fase Final de Semana 1. A Constituição de determinado país veiculou os seguintes artigos: Art. X. As normas desta Constituição poderão

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE DIREITO

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE DIREITO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE DIREITO Profª: Kátia Paulino dos Santos 23/2/2013 18:25 1 Direitos Humanos Direitos Naturais Direitos Morais Direitos dos Povos Direitos Públicos Subjetivos

Leia mais

Direitos Humanos e Cidadania Polícia Rodoviária Federal Professor: Rodrigo Mesquita Aulas: 4 aulas

Direitos Humanos e Cidadania Polícia Rodoviária Federal Professor: Rodrigo Mesquita Aulas: 4 aulas Direitos Humanos e Cidadania Polícia Rodoviária Federal Professor: Rodrigo Mesquita Aulas: 4 aulas Prof. Rodrigo Mesquita www.aprovaconcursos.com.br Página 1 de 9 Apresentação Rodrigo Mesquita é Advogado.

Leia mais

O ESTADO COMO FORMA ESPECÍFICA DE SOCIEDADE POLÍTICA. Profa. Dra. Nina Ranieri TGE I 2017

O ESTADO COMO FORMA ESPECÍFICA DE SOCIEDADE POLÍTICA. Profa. Dra. Nina Ranieri TGE I 2017 O ESTADO COMO FORMA ESPECÍFICA DE SOCIEDADE POLÍTICA Profa. Dra. Nina Ranieri TGE I 2017 Estado sociedade política que controla a população de um território definido SE diferenciada de outra organizações

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL I

DIREITO CONSTITUCIONAL I DIREITO CONSTITUCIONAL I De acordo com Uadi Bulos, a Constituicao de 1988 qualificou a organizacao do Estado brasileiro como politico-administrativa. A ORGANIZACAO ESPACIAL E TERRITORIAL DO PODER DO ESTADO,

Leia mais

Estabilidade Constitucional

Estabilidade Constitucional Estabilidade Constitucional Defesa da Constituição: 1ª. Aula Introdução Prof. João Paulo Santos Constituição Rígida de 1988 Defesa da Constituição Substancial (consensos mínimos além da política eventual)

Leia mais

Direitos Humanos Noções

Direitos Humanos Noções Professor: Rodrigo Belmonte Matéria DIREITOS HUMANOS Direitos Humanos Noções Teoria Geral Pacto de São José da Costa Rica Divisão didática necessária para melhor aproveitamento e-mail: rodrigoabelmonte@terra.com.br

Leia mais

FAMÍLIA AS SOCIEDADES. Sociedade primeira e fundamental

FAMÍLIA AS SOCIEDADES. Sociedade primeira e fundamental AS SOCIEDADES Sociedade primeira e fundamental FAMÍLIA A família é a sociedade da natureza humana, é a primeira e principal escola, onde o ser humano recebe formação e educação EMPRESA Atividade que várias

Leia mais

Natureza Jurídica. Características. Gerações.

Natureza Jurídica. Características. Gerações. Natureza Jurídica. Características. Gerações. Direitos humanos estão relacionados com a importância da própria pessoa humana. A pessoa humana, que é o bem mais valioso da humanidade, estará acima de qualquer

Leia mais

f ÅâÄtwÉ wx IED / V Çv t céä à vt `öüv t cxä áátü INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO CIÊNCIA POLÍTICA

f ÅâÄtwÉ wx IED / V Çv t céä à vt `öüv t cxä áátü INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO CIÊNCIA POLÍTICA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO CIÊNCIA POLÍTICA 01) Não se enquadra na subdivisão de "Público" o direito: a) Constitucional b) Administrativo. c) Judiciário / processual. d) Penal. e) Comercial. 02) Não

Leia mais

O ESTADO DEMOCRÁTICO. TGE II Nina Ranieri 2017

O ESTADO DEMOCRÁTICO. TGE II Nina Ranieri 2017 O ESTADO DEMOCRÁTICO TGE II Nina Ranieri 2017 1 Plano de Aula I- Conceito II Origens III- Definições de Democracia IV Modalidades V- Problemas contemporâneos 2 I- Conceito de Estado Democrático aquele

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL 01. Considere as seguintes normas constitucionais: I. A República Federativa do Brasil buscará a integração econômica, política, social e cultural dos povos da América Latina, visando

Leia mais

IUS RESUMOS. Teoria Geral dos Direitos Fundamentais Parte III. Organizado por: Elaine Cristina Ferreira Gomes

IUS RESUMOS. Teoria Geral dos Direitos Fundamentais Parte III. Organizado por: Elaine Cristina Ferreira Gomes Teoria Geral dos Direitos Fundamentais Parte III Organizado por: Elaine Cristina Ferreira Gomes SUMÁRIO I. TEORIA GERAL DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS - PARTE III... 4 1. A Constituição de 1988 e os direitos

Leia mais

FILOSOFIA - 3 o ANO MÓDULO 08 A INFLUÊNCIA DE LOCKE SOBRE O BILL OF RIGHTS

FILOSOFIA - 3 o ANO MÓDULO 08 A INFLUÊNCIA DE LOCKE SOBRE O BILL OF RIGHTS FILOSOFIA - 3 o ANO MÓDULO 08 A INFLUÊNCIA DE LOCKE SOBRE O BILL OF RIGHTS Como pode cair no enem Alexis de Tocqueville, um dos grandes teóricos da democracia na América, afirma em sua obra de 1835: Quando

Leia mais

PROGRAMA 2º Semestre de 2016

PROGRAMA 2º Semestre de 2016 Disciplina: DES-114 Teoria do Estado I Professores: Cristiane Lucena Carneiro / Yi Shin Tang Número de Horas: 60 Número de Créditos: 04 PROGRAMA 2º Semestre de 2016 A OBJETIVOS DA DISCIPLINA A disciplina

Leia mais

Evolução da Administração Pública e do Direito Administrativo

Evolução da Administração Pública e do Direito Administrativo 1 Evolução da Administração Pública e do Direito Administrativo 2 A época medieval Não há qualquer unidade que sirva de referência a um interesse público primário nem a um aparelho organizado destinado

Leia mais

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: Ciência Política NOME DO CURSO: Ciências Econômicas.

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: Ciência Política NOME DO CURSO: Ciências Econômicas. 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: PERÍODO: III CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: Ciência Política NOME DO CURSO: Ciências Econômicas. 2. EMENTA

Leia mais

É o de constituição liberal, também denominada constituição garantia ou defensiva ou clássica. É o modelo que surgiu com as

É o de constituição liberal, também denominada constituição garantia ou defensiva ou clássica. É o modelo que surgiu com as CONSTITUCIONALISMO Sentidos de Constitucionalismo 1º sentido: o termo é usado para designar o movimento político e cultural desenvolvido nos séculos XVII e XVIII na Europa ocidental e na América do Norte

Leia mais

DEMOCRACIA P R O F. D R. S I L V I O L U I Z D E A L M E I D A

DEMOCRACIA P R O F. D R. S I L V I O L U I Z D E A L M E I D A DEMOCRACIA P R O F. D R. S I L V I O L U I Z D E A L M E I D A Política e democracia Polis - lugar da definição sobre: a) Legitimidade do poder; b) Lugar do indivíduo; c) Organização da vida econômica;

Leia mais

SUMÁRIO NORMAS CONSTITUCIONAIS AMBIENTAIS Capítulo 1

SUMÁRIO NORMAS CONSTITUCIONAIS AMBIENTAIS Capítulo 1 SUMÁRIO Capítulo 1 NORMAS CONSTITUCIONAIS AMBIENTAIS... 23 1. Conceito de Constituição... 23 2. Sentidos ou concepções de Constituição... 23 2.1. Sentido sociológico... 24 2.2. Sentido político... 24 2.3.

Leia mais

SUMÁRIO TEORIA DA CONSTITUIÇÃO Capítulo 1

SUMÁRIO TEORIA DA CONSTITUIÇÃO Capítulo 1 SUMÁRIO Capítulo 1 TEORIA DA CONSTITUIÇÃO... 23 1. Conceito de Constituição... 23 2. Sentidos ou concepções de Constituição... 23 2.1. Sentido sociológico... 24 2.2. Sentido político... 24 2.3. Sentido

Leia mais

VII CONGRESSO DE DIREITO TRIBUTÁRIO EM QUESTÃO

VII CONGRESSO DE DIREITO TRIBUTÁRIO EM QUESTÃO VII CONGRESSO DE DIREITO TRIBUTÁRIO EM QUESTÃO Sociedade convergente, tributação das sociedades cooperativas e incentivos fiscais Gramado, RS, 26 a 29 de junho de 2008 Apresentação: Msc Prof. Pedro Einstein

Leia mais

Fundação Sul Mineira de Ensino. Faculdade de Direito do Sul de Minas. 2º Período

Fundação Sul Mineira de Ensino. Faculdade de Direito do Sul de Minas. 2º Período 3/2/2014 Página 1 de 10 1ª Prova Parcial/2017 Turno Diurno 2º Período 06/09/2017 (4ª feira) 08:30 D Instituições de Direito Privado II 11/09/2017 (2ª feira) 08:30 D Economia II 13/09/2017 (4ª feira) 08:30

Leia mais

PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO

PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO ANO LETIVO SÉRIE TURNO 2017 5ª Série Matutino e Noturno NOME DA DISCIPLINA Direito Internacional Público e Privado CARGA HORÁRIA SEMANAL: horas-aula ANUAL: 100 horas-aula

Leia mais

História do Direito Português Turma A Regente: Prof. Doutor António Pedro Barbas Homem. Introdução

História do Direito Português Turma A Regente: Prof. Doutor António Pedro Barbas Homem. Introdução História do Direito Português 2015-2016 Turma A Regente: Prof. Doutor António Pedro Barbas Homem Introdução Capítulo 1 Idade Média Capítulo 2 Idade Moderna Capítulo 3 Idade Contemporânea: século XIX (1820-1910)

Leia mais

I Noções e Problemas Elementares

I Noções e Problemas Elementares Introdução ao Estudo do Direito I 1.º Ano Noite, 2015/ 2016 Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa PROGRAMA 1 I Noções e Problemas Elementares 1. Primeiros olhares; ideias geralmente associadas ao «direito»

Leia mais

REVISÃO DE VÉSPERA CONCURSO PROCURADOR MARANHÃO

REVISÃO DE VÉSPERA CONCURSO PROCURADOR MARANHÃO REVISÃO DE VÉSPERA CONCURSO PROCURADOR MARANHÃO Direitos Humanos Prof. Ricardo Torques A disciplina de Direitos Humanos será cobrada em 5 das 100 questões da prova objetiva. Com base na ementa da disciplina

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITOS FUNDAMENTAIS Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITOS FUNDAMENTAIS Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular DIREITOS FUNDAMENTAIS Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular DIREITOS FUNDAMENTAIS (02314)

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DE 1946

CONSTITUIÇÃO DE 1946 CONSTITUIÇÃO DE 1946 Porto Alegre, dezembro de 2014. CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA DOS ESTADOS UNIDOS DO BRASIL DE 1946 INFLUÊNCIA E CONTEXTO HISTÓRICO Com o ingresso do Brasil na II Guerra Mundial ao lado

Leia mais

Origem na palavra Politéia, que se refere a tudo relacionado a Pólis grega e à vida em coletividade.

Origem na palavra Politéia, que se refere a tudo relacionado a Pólis grega e à vida em coletividade. O homem é um animal político por natureza; Política visa (ou deveria visar) um fim útil e bom para sociedade; Característica do ser humano é a vida em comunidade. Origem na palavra Politéia, que se refere

Leia mais

Noções de Estado. Organização da Federação e Poderes do Estado

Noções de Estado. Organização da Federação e Poderes do Estado Noções de Estado Noções de Estado Organização da Federação e Poderes do Estado Estado É a sociedade política e juridicamente organizada, dotada de soberania, dentro de um território, sob um governo, para

Leia mais

Filosofia e Direito. Filosofia e Direito

Filosofia e Direito. Filosofia e Direito 2016-2 HORÁRIO DO 1º SEMESTRE 1ª Aula Humanidades em Direito Redação e Linguagem Jurídica Filosofia e Direito Ciência Política e Teoria do Estado Introdução ao Estudo do Direito 2ª Aula Humanidades em

Leia mais

ARTIGO: O controle incidental e o controle abstrato de normas

ARTIGO: O controle incidental e o controle abstrato de normas ARTIGO: O controle incidental e o controle abstrato de normas Luís Fernando de Souza Pastana 1 RESUMO: Nosso ordenamento jurídico estabelece a supremacia da Constituição Federal e, para que esta supremacia

Leia mais

ASPECTOS DO DIREITO CONSTITUCIONAL SUA EVOLUÇÃO ATRAVÉS DO TEMPO

ASPECTOS DO DIREITO CONSTITUCIONAL SUA EVOLUÇÃO ATRAVÉS DO TEMPO ASPECTOS DO DIREITO CONSTITUCIONAL SUA EVOLUÇÃO ATRAVÉS DO TEMPO Woille Aguiar Barbosa 1 1. RESUMO Neste trabalho, é apresentado um panorama das diversas concepções do constitucionalismo, através de um

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina DIREITO CONSTITUCIONAL

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 133.536 - SP (2014/0094067-4) RELATOR : MINISTRO BENEDITO GONÇALVES SUSCITANTE : JUÍZO FEDERAL DA 24A VARA CÍVEL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE SÃO PAULO SUSCITADO : JUÍZO

Leia mais

SUMÁRIO INTRODUÇÃO...23

SUMÁRIO INTRODUÇÃO...23 SUMÁRIO INTRODUÇÃO...23 CAPÍTULO 1 EM BUSCA DA DEFINIÇÃO DO PRINCÍPIO DA SEGURANÇA JURÍDICA...29 1.1. O direito e a segurança jurídica... 29 1.1.1. Absolutismos e relativismos em termos de segurança jurídica:

Leia mais

Unidade I. Instituições de Direito Público e Privado. Profª. Joseane Cauduro

Unidade I. Instituições de Direito Público e Privado. Profª. Joseane Cauduro Unidade I Instituições de Direito Público e Privado Profª. Joseane Cauduro Estrutura da Disciplina Unidade I Conceitos Gerais de Direito O Direito e suas divisões, orientações e a Lei jurídica Unidade

Leia mais

Sumário TEORIA DA CONSTITUIÇÃO TEORIA DA NORMA CONSTITUCIONAL Capítulo I

Sumário TEORIA DA CONSTITUIÇÃO TEORIA DA NORMA CONSTITUCIONAL Capítulo I Sumário Capítulo I TEORIA DA CONSTITUIÇÃO... 17 1. Origem e conceito de Constituição... 17 2. Concepções sobre a Constituição... 17 2.1. A concepção sociológica... 18 2.2. A concepção política... 18 2.3.

Leia mais

PRINCÍPIOS ÉTICOS FUNDAMENTAIS Fábio Konder Comparato. I Introdução

PRINCÍPIOS ÉTICOS FUNDAMENTAIS Fábio Konder Comparato. I Introdução 1 A felicidade PRINCÍPIOS ÉTICOS FUNDAMENTAIS Fábio Konder Comparato I Introdução Objetivo supremo da vida humana: aquele que escolhemos por si mesmo, não como meio de alcançar outros fins. A felicidade

Leia mais

Disciplina: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO. Nota: Nota por extenso: Docente: Assinatura:

Disciplina: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO. Nota: Nota por extenso: Docente: Assinatura: Disciplina: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Data: 10/outubro/2011 Nota: Nota por extenso: Docente: Assinatura: 1. O que é interpretação autêntica da lei? Critique-a do ponto de vista hermenêutico. (0,5

Leia mais

Projeto pedagógico da AC em Estudos Jurídicos (F. Direito/UFBA)

Projeto pedagógico da AC em Estudos Jurídicos (F. Direito/UFBA) 149 - ESTUDOS JURÍDICOS Apresentação A área de concentração em estudos jurídicos é uma modalidade de especialização curricular capaz de conferir aos estudantes dos Bacharelados Interdisciplinares o domínio

Leia mais

DIREITOS HUMANOS. Prof. Ricardo Torques. fb.com/direitoshumanosparaconcursos. periscope.tv/rstorques.

DIREITOS HUMANOS. Prof. Ricardo Torques. fb.com/direitoshumanosparaconcursos. periscope.tv/rstorques. DIREITOS HUMANOS Prof. Ricardo Torques fb.com/direitoshumanosparaconcursos periscope.tv/rstorques rst.estrategia@gmail.com Teoria Geral dos Direitos Humanos Características, Eficácia e Classificação de

Leia mais

Direitos fundamentais supranacionais (O caso da União Europeia)

Direitos fundamentais supranacionais (O caso da União Europeia) Direitos fundamentais supranacionais (O caso da União Europeia) Vital Moreira (IGC-FDUC) São Paulo, 6.2015 1 Plano 1. Direitos fundamentais beyond the state 2. Natureza da UE 3. Direitos fundamentais na

Leia mais

1ª Fase PROVA OBJETIVA DIREITO CONSTITUCIONAL

1ª Fase PROVA OBJETIVA DIREITO CONSTITUCIONAL 1ª Fase PROVA OBJETIVA DIREITO CONSTITUCIONAL P á g i n a 1 QUESTÃO 1 - Em relação às emendas à constituição é verdadeiro: I. No sistema brasileiro cabe a sua propositura ao presidente da república, aos

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br A ação penal popular no ordenamento jurídico brasileiro Liduina Araujo Batista * O presente estudo trata da discussão acerca da possibilidade, ou não, de existência, em nosso ordenamento

Leia mais