segunda-feira, 19 de março de 12

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "segunda-feira, 19 de março de 12"

Transcrição

1

2 A.A. UM CAMINHO SEM FRONTEIRAS UMA MENSAGEM UNIVERSAL IGARASSU PE 27 e 28 de agosto de 2011

3 Dificilmente ALCOÓLICOS ANÔNIMOS teria sobrevivido, sem a cooperação de profissionais de todas as áreas de relações humanas.

4 Dificilmente ALCOÓLICOS ANÔNIMOS teria sobrevivido, sem a cooperação de profissionais de todas as áreas de relações humanas. O pioneirismo desses profissionais tornou imprescindível a necessidade de continuarmos construindo novas amizades.

5

6 Dr. William Silkworth Médico que tratou Primeiro amigo profissional da medicina, cuja contribuição foi indispensável para o desenvolvimento de A.A., uma vez que tratou mais de alcoólicos.

7

8 Rev. Samuel Shoemaker Clérigo episcopal cujos ensinamentos inspiraram os co-fundadores e os primeiros membros de A.A., a absorverem os princípios espirituais que foram incorporados nos

9

10 Padre Edward Ajudou a iniciar o primeiro Grupo de Alcoólicos Anônimos, em St. Louis. Contribuiu, substancialmente, para que nossa Irmandade fosse o que é hoje.

11

12 Irmã Ignatia Hospital St. Contribuiu, juntamente com Bill e o Dr. Bob, para o início do tratamento regular de alcoólicos e possíveis membros de A.A., introduzindo a prática dos Doze Passos de A.A.

13

14 Padre Edward Dowling, o Clérigo Episcopal Sam Shoemaker e a Irmã Ignatia; Acompanharam a formação dos primeiros grupos.

15 Padre Edward Dowling, o Clérigo Episcopal Sam Shoemaker e a Irmã Ignatia; Acompanharam a formação dos primeiros grupos. Sugeriram os princípios espirituais que foram adotados por ALCOÓLICOS ANÔNIMOS para recuperação do alcoólico.

16 Padre Edward Dowling, o Clérigo Episcopal Sam Shoemaker e a Irmã Ignatia; Acompanharam a formação dos primeiros grupos. Sugeriram os princípios espirituais que foram adotados por ALCOÓLICOS ANÔNIMOS para recuperação do alcoólico.

17 Padre Edward Dowling, o Clérigo Episcopal Sam Shoemaker e a Irmã Ignatia; Acompanharam a formação dos primeiros grupos. Sugeriram os princípios espirituais que foram adotados por ALCOÓLICOS ANÔNIMOS para recuperação do alcoólico. Eles simbolizam o relacionamento de A.A. com as religiões, independente do credo.

18

19 Jack Alexander Jornalista Escreveu o memorável artigo no jornal Saturday Evening Post, em 1941, que tornou Alcoólicos Anônimos uma instituição nacional e internacional. Ele marcou o início do relacionamento de

20

21 Dr. Harry Tiebout Psiquiatra Grande médico, cientista, pesquisador amigo de A. A. Escreveu muitos artigos inspiradores, entre eles: Os Fatores do Ego na Rendição diante do Alcoolismo

22 Permitiu a realização da primeira reunião de A.A. dentro de uma prisão, em 1942, cujo resultado foi a redução do índice de retorno de prisioneiros alcoólicos de 80 para vinte por cento. Esse acontecimento simboliza o início da cooperação de A.A. com a justiça.

23 Permitiu a realização da primeira reunião de A.A. dentro de uma prisão, em 1942, cujo resultado foi a redução do índice de retorno de prisioneiros alcoólicos de 80 para vinte por cento. Esse acontecimento simboliza o início da cooperação de A.A. com a justiça.

24 Permitiu a realização da primeira reunião de A.A. dentro de uma prisão, em 1942, cujo resultado foi a redução do índice de retorno de prisioneiros alcoólicos de 80 para vinte por cento. Esse acontecimento simboliza o início da cooperação de A.A. com a justiça.

25

26 Dr. John l. Norris Presidente da Eastman kodak Company Introduziu palestras de A.A. dentro da indústria, em Símbolo do relacionamento de A.A. com todos os meios de produção.

27

28 Primeira Convenção Internacional de Alcoólicos Anônimos Realizada em Cleveland, Ohio, em 1950, com cerca de 3000 pessoas. Última aparição do Dr. Bob e a confirmação das Doze Tradições como a plataforma permanente de unidade e funcionamento do A.A.

29

30 PRÊMIO LASKER A Associação Americana de Saúde Pública outorga o Prêmio Lasker de 1951 para Alcoólicos Anônimos, em reconhecimento por sua maneira muito bem-sucedida e sem igual de lidar com o velho problema de saúde pública e social o alcoolismo. Desde sua fundação, há dezessete anos atrás, Alcoólicos Anônimos tem levado à recuperação mais de bebedores crônicos, que eram considerados sem esperança. Hoje em dia essa irmandade mundial de grupos, espalhados em 38 países, está reabilitando pessoas anualmente. Ao enfatizar o alcoolismo, como uma doença, o estigma social que acompanha essa condição está sendo eliminado...

31

32 CONVENÇÃO INTERNACIONAL Evento realizado em com a participação de membros, sendo 50% dos presentes com mais de 11 anos de sobriedade.

33

34 CONVENÇÃO INTERNACIONAL A.A MINNEAPOLIS

35

36 Bill W Co-fundador de Alcoólicos Anônimos Realizando visitas em hospitais, praticando o 12º Passo de A.A....levando a mensagem aos alcoólicos que ainda sofrem.

37

38 Bill W. e sua esposa Lois Depois de vários anos de história de vida, ajudando milhares de pessoas pelo mundo inteiro, compartilhando experiências, forças e esperanças com outros alcoólicos, na caminhada por uma vida digna, feliz e útil, com

39

40 Dr. Bob e Anne Juntos, puderam realizar o que parecia praticamente impossível fazer sozinhos: superaram os efeitos devastadores da doença do alcoolismo e aprenderam uma nova maneira de viver, repassando aos outros a dádiva da programação de vida sugerida nos Doze Passos de A.A.

41 Dr. Bob e Bill W co-fundadores de A.A.

42 C. T. O. Comitê Trabalhando com Outros É o órgão de Alcoólicos Anônimos responsável pelo relacionamento de A. A. com a sociedade em todos os níveis de atuação. Sua política de cooperação sem afiliação, tem proporcionado o equilíbrio extremamente necessário para o seu objetivo primordial A.A: mantermo-nos sóbrios e ajudar outros alcoólicos a alcançarem a sobriedade.

43 ALCOÓLICOS ANÔNIMOS em PERNAMBUCO RECIFE Rua da União 186 Boa Vista (81) VITÓRIA DE SANTO ANTÃO Rua Prefeito José Joaquim da Silva, 1 A Centro (81) CARUARU Rua XV de novembro, 250 1ª sala 3 centro (81)

44 A história de A.A. está repleta de nomes de não-alcoólicos, profissionais e leigos, que se interessaram pelo programa de recuperação de A.A. Milhões de nós devemos nossas vidas a essas pessoas e nossa dívida de gratidão não tem limites.

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS XXXIII ENCONTRO DE A.A. DO DF E ENTORNO

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS XXXIII ENCONTRO DE A.A. DO DF E ENTORNO ALCOÓLICOS ANÔNIMOS XXXIII ENCONTRO DE A.A. DO DF E ENTORNO O RV INDO ALÉM DE SUA FRONTEIRA: O GRUPO Revista vivência: ObjetivOs: a. Tem como objetivo principal informar ao público em geral como funciona

Leia mais

AL-ANON 50 ANOS TRANSFORMANDO VIDAS

AL-ANON 50 ANOS TRANSFORMANDO VIDAS MAIO DE 1935 BILL W. E BOB S. SE CONHECEM 10 DE JUNHO DE 1935 ALCOÓLICOS ANÔNIMOS TEM INÍCIO A ASSOCIAÇÃO ENTRE FAMILIARES E AMIGOS DE ALCOÓLICOS COMEÇOU EM MEADOS DOS ANOS 1930, QUANDO OS ALCOÓLICOS E

Leia mais

1935, MAIO BILL ENCONTRA O DR. BOB, NO DIA DAS MÃES. JUNHO, 10 DR. BOB TOMA SEU ÚLTIMO GOLE. FUNDAÇÃO DA IRMANDADE DE ALCOÓLICOS ANÔNIMOS.

1935, MAIO BILL ENCONTRA O DR. BOB, NO DIA DAS MÃES. JUNHO, 10 DR. BOB TOMA SEU ÚLTIMO GOLE. FUNDAÇÃO DA IRMANDADE DE ALCOÓLICOS ANÔNIMOS. CRONOLOGIA DE ALCOÓLICOS ANÔNIMOS COPIADA DE PAINEL EXPOSTO NO CENTRO DE CONVENÇÕES, DURANTE A CONVENÇÃO INTERNACIONAL COMEMORATIVA DOS 60 ANOS DE ALCOÓLICOS ANÔNIMOS, REALIZADA EM SAN DIEGO, CALIFÓRNIA,

Leia mais

PARA UMA REUNIÃO ABERTA DE INFORMAÇÃO AO PÚBLICO

PARA UMA REUNIÃO ABERTA DE INFORMAÇÃO AO PÚBLICO Guia do Al-Anon G-27 PARA UMA REUNIÃO ABERTA DE INFORMAÇÃO AO PÚBLICO Muitos Grupos realizam reuniões abertas de Informação ao Público para comemorar o aniversário do Grupo. Outros realizam reuniões abertas

Leia mais

Manter se limpo na rua

Manter se limpo na rua Manter se limpo na rua Tradução de literatura aprovada pela Irmandade de NA. Copyright 1993 by Narcotics Anonymous World Services, Inc. Todos os direitos reservados Muitos de nós tiveram o primeiro contato

Leia mais

produtos inovadores como o Ticket Alimentação, Ticket Car, Ticket Transporte, Ticket Parceiro e Ticket Frete.

produtos inovadores como o Ticket Alimentação, Ticket Car, Ticket Transporte, Ticket Parceiro e Ticket Frete. A Ticket do Brasil é uma das maiores operações do mundo do Grupo Edenred, líder em cartões e vouchers de serviços prépagos. Oferece soluções que proporcionam bem-estar às pessoas e apoio ao melhor desempenho

Leia mais

Alguns Amigos. Tributo. Alcoólicos Anônimos. Protagonistas Iniciais. (Não Alcoólicos) de. a seus

Alguns Amigos. Tributo. Alcoólicos Anônimos. Protagonistas Iniciais. (Não Alcoólicos) de. a seus Alguns Amigos (Não Alcoólicos) de Alcoólicos Anônimos e Tributo a seus Protagonistas Iniciais Nossa Gratidão: A história de A.A. está repleta de nomes de não alcoólicos, profissionais e leigos, que se

Leia mais

Guias do Al-Anon G-27

Guias do Al-Anon G-27 Guias do Al-Anon G-27 PARA UMA REUNIÃO ABERTA DE INFORMAÇÃO AO PÚBLICO Muitos Grupos realizam reuniões abertas de Informação ao Público para comemorar o aniversário do Grupo. Outros, realizam reuniões

Leia mais

Abordagem do Dependente Químico: papel do consultor Alessandra Mendes Calixto Enfermeira Papel do consultor em dependência química Como surge o papel do consultor 1912: Courtney Baylor foi treinado por

Leia mais

CSA SP NORTE ATA Junho - 2006

CSA SP NORTE ATA Junho - 2006 Dados Gerais Da Reunião CSA SP NORTE ATA Junho - 2006 Data da Reunião 12 de agosto de 2006 Local da Reunião Grupo Redenção Inicio da Reunião 9:20 hs Termino da Reunião 17:00 hs Total de Grupos do CSA 15

Leia mais

Cliente: Sindicerv Veículo: www.estadao.com.br Data: 17-08-2010 Imagem Corporativa Cerveja aumenta risco de doença de pele em mulheres, diz estudo Segundo pesquisa, consumo de cinco cervejas por semana

Leia mais

Atividades Realizadas em nome do Projeto Drogazero:

Atividades Realizadas em nome do Projeto Drogazero: Atividades Realizadas em nome do Projeto Drogazero: Participação na XIII INTERDISTRITAL DE A. A. NO PARANÁ; 07 de Março de 2004 ; proferindo a Palestra: Ação da Irmandade de Alcoólicos Anônimos Palestra

Leia mais

CTO - Comitê Trabalhando com os Outros

CTO - Comitê Trabalhando com os Outros CTO - Comitê Trabalhando com os Outros Para que possamos cumprir eficazmente o nosso Terceiro Legado (Serviço), necessitamos de um mínimo de organização, que poderemos obter constituindo um Comitê Trabalhando

Leia mais

Espiritualidade na Dependência Química

Espiritualidade na Dependência Química Espiritualidade na Dependência Química Alessandro Alves Profissionais da saúde, pesquisadores e a população em geral reconhecem, cada vez mais, a importância da dimensão religiosa e espiritual para a saúde.

Leia mais

Comunidade Terapêutica

Comunidade Terapêutica Comunidade Terapêutica Alessandro Alves Estou aqui porque, finalmente não há mais como refugiar-me de mim mesmo. Na segunda década do século XX, foi fundada uma organização religiosa, grupo de Oxford (por

Leia mais

Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil. Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres

Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil. Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres Iniciativas Globais Aliança do Setor Privado para a Redução do

Leia mais

CATÁLOGO DE LITERATURA DO AL-ANON/ALATEEN L I V R O S

CATÁLOGO DE LITERATURA DO AL-ANON/ALATEEN L I V R O S CATÁLOGO DE LITERATURA DO AL-ANON/ALATEEN L I V R O S B-3 B-4 B-8 Alateen esperança para filhos de alcoólicos Uma mina de ouro de informação escrita pelos próprios Alateens. Abrange a história do Alateen,

Leia mais

AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI

AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI CUSTOMER SUCCESS STORY Março 2014 AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI PERFIL DO CLIENTE Indústria: Manufatura Empresa: AT&S Funcionários: 7.500 Faturamento: 542 milhões

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

DESPRENDENDO-NOS DO CÍRCULO E DO TRIÂNGULO COMO UM SÍMBOLO OFICIAL DE A. A.

DESPRENDENDO-NOS DO CÍRCULO E DO TRIÂNGULO COMO UM SÍMBOLO OFICIAL DE A. A. DESPRENDENDO-NOS DO CÍRCULO E DO TRIÂNGULO COMO UM SÍMBOLO OFICIAL DE A. A. "DESPRENDENDO NOS DO CÍRCULO E DO TRIÂNGULO COMO UM SÍMBOLO "OFICIAL" DE A. A." (Artigo Publicado Originalmente no Box 4 5 9)

Leia mais

Que reação a Graça provoca?

Que reação a Graça provoca? Que reação a Graça provoca? Rom 4. 7 8...os sãos não precisam de médico e sim os doentes O Exército de Salvação foi criado em 1864 por William e Catherine Booth, chamados por Deus para declarar guerra

Leia mais

Só você pode responder a esta pergunta.

Só você pode responder a esta pergunta. Sou um adicto? Tradução de literatura aprovada pela Irmandade de NA. Copyright 1991 by Narcotics Anonymous World Services, Inc. Todos os direitos reservados. Só você pode responder a esta pergunta. Isto

Leia mais

Bom dia. Muito Obrigado. Felicito hoje o significativo dia desta conferência na nossa cooperação de saúde.

Bom dia. Muito Obrigado. Felicito hoje o significativo dia desta conferência na nossa cooperação de saúde. Desenvolvimento Económico e Cuidados de Saúde da Coreia Bom dia. Muito Obrigado. Felicito hoje o significativo dia desta conferência na nossa cooperação de saúde. A Coreia agora ocupa o (décimo terceiro

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

REALIZAÇÃO DE TRABALHOS INTERDISCIPLINARES GRUPOS DE LEITURA SUPERVISIONADA (GRULES)

REALIZAÇÃO DE TRABALHOS INTERDISCIPLINARES GRUPOS DE LEITURA SUPERVISIONADA (GRULES) REALIZAÇÃO DE TRABALHOS INTERDISCIPLINARES GRUPOS DE LEITURA SUPERVISIONADA (GRULES) 1 APRESENTAÇÃO Este manual é um documento informativo visando orientar a comunidade acadêmica quanto ao processo de

Leia mais

ENVELHECIMENTO E A PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL

ENVELHECIMENTO E A PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL ENVELHECIMENTO E A PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL O processo de envelhecimento e a velhice devem ser considerados como parte integrante do ciclo de vida. Ao longo dos tempos, o conceito de envelhecimento e as

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Anais. III Seminário Internacional Sociedade Inclusiva. Ações Inclusivas de Sucesso

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Anais. III Seminário Internacional Sociedade Inclusiva. Ações Inclusivas de Sucesso Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Anais III Seminário Internacional Sociedade Inclusiva Ações Inclusivas de Sucesso Belo Horizonte 24 a 28 de maio de 2004 Realização: Pró-reitoria de Extensão

Leia mais

MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES

MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES EDIT MARIA ALVES SIQUEIRA (UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA). Resumo Diferentes instrumentos de avaliação (ENEM, SIMAVE) tem diagnosticado o despreparo dos alunos

Leia mais

A vida em grupo é uma exigência da natureza humana. É na presença do outro que a pessoa forma a sua identidade. Lev Vygotsky

A vida em grupo é uma exigência da natureza humana. É na presença do outro que a pessoa forma a sua identidade. Lev Vygotsky A vida em grupo é uma exigência da natureza humana É na presença do outro que a pessoa forma a sua identidade. Lev Vygotsky No processo de socialização a criança aprende as regras básicas, os valores e

Leia mais

ANALISE AS RESPOSTAS DA PESQUISA COMPARTILHE OS RESULTADOS COM OS SÓCIOS DO SEU CLUBE E OUTROS COMPANHEIROS LEÕES

ANALISE AS RESPOSTAS DA PESQUISA COMPARTILHE OS RESULTADOS COM OS SÓCIOS DO SEU CLUBE E OUTROS COMPANHEIROS LEÕES Serviços Leonísticos para Crianças Avaliação das necessidades da comunidade Os dados estatísticos atuais revelam que milhões de crianças em todas as partes do mundo sofrem de pobreza, doenças, deficiências

Leia mais

PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA EM SÃO PAULO

PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA EM SÃO PAULO PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA EM SÃO PAULO UNHCR ACNUR QUEM SOMOS ACNUR O ACNUR foi criado para proteger e assistir às vítimas de perseguição, da violência e da intolerância. Desde então, já ajudou mais de 50

Leia mais

TELEMEDICINA:NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO SUPERIOR

TELEMEDICINA:NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO SUPERIOR TELEMEDICINA:NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO SUPERIOR Alessandra R. M. de Castro-HE-UFPEL/FAU 1 Resumo: O presente estudo trata do relato de experiência a partir de uma nova tecnologia, denominada telemedicina,

Leia mais

1 Narcóticos Anónimos (Texto Básico, página 17).

1 Narcóticos Anónimos (Texto Básico, página 17). Serei um adicto? Tradução de literatura aprovada pela Irmandade de NA. Copyright 1994 by Narcotics Anonymous World Services, Inc. Todos os direitos reservados. Só tu podes responder a esta pergunta. Isto

Leia mais

31 de julho de 2014. Gerente da Coordenação de Educação da Fundacentro

31 de julho de 2014. Gerente da Coordenação de Educação da Fundacentro 31 de julho de 2014 Gerente da Coordenação de Educação da Fundacentro Decreto Nº 7.602, de 7 de Novembro De 2011 Objetivos I - A Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho PNSST tem por objetivos

Leia mais

A Educação para e na Diversidade. 28 de abril 2009 São Paulo

A Educação para e na Diversidade. 28 de abril 2009 São Paulo A Educação para e na Diversidade 28 de abril 2009 São Paulo NOSSA MISSÃO Construir, articular, promover e implementar práticas e políticas inclusivas, com os diversos setores da sociedade, para garantir

Leia mais

Mas elas não querem ser felizes nem ter sucesso, mas também nem vão para a atitude de ação.

Mas elas não querem ser felizes nem ter sucesso, mas também nem vão para a atitude de ação. T.B.C. Tirar a BUNDA da Cadeira em 2015 Na verdade fiquei por um tempo pensando qual seria o melhor título para este artigo, pois estava entre: as pessoas/empresas não querem ser felizes nem ter sucesso,

Leia mais

EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA

EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA Autores: FIGUEIREDO 1, Maria do Amparo Caetano de LIMA 2, Luana Rodrigues de LIMA 3, Thalita Silva Centro de Educação/

Leia mais

Os 6 Passos Para Você Vender Consultoria em Vendas Online Através de Palestras Online

Os 6 Passos Para Você Vender Consultoria em Vendas Online Através de Palestras Online Os 6 Passos Para Você Vender Consultoria em Vendas Online Através de Palestras Online Palestra online é uma das maneiras mais simples, rápida e eficiente de vender serviço 01 - Recebem elogios mas não

Leia mais

QUESTIONÁRIO FORUM DE DISCUSSÃO SUGESTÃO DE TEMA PARA O PRÓXIMO FORUN. (Quais as dificuldades de servir NA?) GRUPO DE ESCOLHA: CSA: ENCARGO:

QUESTIONÁRIO FORUM DE DISCUSSÃO SUGESTÃO DE TEMA PARA O PRÓXIMO FORUN. (Quais as dificuldades de servir NA?) GRUPO DE ESCOLHA: CSA: ENCARGO: QUESTIONÁRIO GRUPO DE ESCOLHA: CSA: ENCARGO: NÃO SERVE (O POR QUÊ?) : O QUE ACHOU DO FORUN: SUGESTÃO DE TEMA PARA O PRÓXIMO FORUN FORUM DE DISCUSSÃO (Quais as dificuldades de servir NA?) Manual de Tesoureiro

Leia mais

Vídeo Institucional Casa da Esperança

Vídeo Institucional Casa da Esperança Vídeo Institucional Casa da Esperança JOSGRILBERG, Clarissa 1 CARDINAL, Milena de Jesus 2 CARBONARI, Will 3 OTRE, Maria Alice Campagnoli 4 MEDEIROS, Cristine 5 Centro Universitário da Grande Dourados UNIGRAN

Leia mais

Modelo de Excelência da Gestão. Plataforma da Informação

Modelo de Excelência da Gestão. Plataforma da Informação Modelo de Excelência da Gestão Plataforma da Informação Modelo de Excelência da Gestão; Uma visão sistêmica da gestão organizacional. O Modelo de Excelência da Gestão (MEG) é o carro-chefe da FNQ para

Leia mais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais A campanha do prefeito de Duque de Caxias Alexandre Aguiar Cardoso, natural de Duque de Caxias, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro,

Leia mais

Comunidades de prática

Comunidades de prática Comunidades de prática Objetivos (Henrique Bizzarria para o site Ebah) Comunidades de praticas! O que são?! Para que servem?! Porquê falar delas? Comunidades de prática! O termo "comunidade de prática"

Leia mais

PERÍODO DA ENFERMAGEM NO BRASIL. PROFª Mestre Maria da Conceição Muniz Ribeiro

PERÍODO DA ENFERMAGEM NO BRASIL. PROFª Mestre Maria da Conceição Muniz Ribeiro PERÍODO DA ENFERMAGEM NO BRASIL PROFª Mestre Maria da Conceição Muniz Ribeiro PRIMÓRDIOS DA ENFERMAGEM NO BRASIL No Brasil, a organização da enfermagem iniciou-se no período colonial, quando os cuidados

Leia mais

MEIO AMBIENTE E VIDA TEXTO PARA A CAMINHADA DE CORPUS CRISTI A VIDA AMEAÇADA...

MEIO AMBIENTE E VIDA TEXTO PARA A CAMINHADA DE CORPUS CRISTI A VIDA AMEAÇADA... MEIO AMBIENTE E VIDA TEXTO PARA A CAMINHADA DE CORPUS CRISTI Daniel Cenci A VIDA AMEAÇADA... A vida é sempre feita de escolhas. A qualidade de vida resulta das escolhas que fazemos a cada dia. É assim

Leia mais

CSA SP NORTE ATA Setembro 2006 www.na.org.br/csaspnorte

CSA SP NORTE ATA Setembro 2006 www.na.org.br/csaspnorte CSA SP NORTE ATA Setembro 2006 www.na.org.br/csaspnorte Dados Gerais Da Reunião Data da Reunião 16/Setembro 2006 Local da Reunião GRUPO Vitória Inicio da Reunião 09:30 horas Termino da Reunião 17:40 horas

Leia mais

MANIFESTO. A voz dos adultos aprendentes nas acções de alfabetização na Europa

MANIFESTO. A voz dos adultos aprendentes nas acções de alfabetização na Europa QUEM SOMOS NÓS? MANIFESTO A voz dos adultos aprendentes nas acções de alfabetização na Europa Somos adultos que participam em acções de alfabetização oriundos da Bélgica, França, Alemanha, Irlanda, Holanda,

Leia mais

http://www.microsoft.com/pt-br/case/details.aspx...

http://www.microsoft.com/pt-br/case/details.aspx... Casos de Sucesso A Cyrela está completamente focada no pós-venda e a utilização do Microsoft Dynamics 2011 só reflete mais um passo importante na busca pela qualidade do atendimento ao cliente Roberto

Leia mais

Simbolicamente, associo o girassol àquele que busca e se volta diariamente em direção a luz.

Simbolicamente, associo o girassol àquele que busca e se volta diariamente em direção a luz. A JANELA DA RECUPERAÇÃO Autora: Marília Teixeira Martins UNIVERSO ADICTO Muitos de vocês já me ouviram dizer ou escrever, que a minha vida tem Deus, música e um girassol na janela. Quero falar um pouco

Leia mais

O PAPEL DO PSICÓLOGO NA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS DAS ORGANIZAÇÕES

O PAPEL DO PSICÓLOGO NA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS DAS ORGANIZAÇÕES O PAPEL DO PSICÓLOGO NA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS DAS ORGANIZAÇÕES CHAVES, Natália Azenha Discente do Curso de Psicologia da Faculdade de Ciências da Saúde FASU/ACEG GARÇA/SP BRASIL e-mail: natalya_azenha@hotmail.com

Leia mais

É 14.16), 2016: 1 AGENDA ACADÊMICA

É 14.16), 2016: 1 AGENDA ACADÊMICA Com o Seminário Regional Nordeste, 60 anos depois: mudanças e permanências, realizado de 27 a 29 de maio deste ano, em Natal, a Arquidiocese natalense, o Observatório Social do Nordeste e seus parceiros

Leia mais

PRÊMIO SEBRAE MULHER DE NEGÓCIOS

PRÊMIO SEBRAE MULHER DE NEGÓCIOS Reconhecer e premiar empreendedoras cujos relatos de vida são exemplos de empreendedorismo e que possam inspirar outras mulheres a realizar seus sonhos como empreendedoras. Categorias: PRÊMIO SEBRAE MULHER

Leia mais

Título: Pensando estrategicamente em inovação tecnológica de impacto social Categoria: Projeto Externo Temática: Segundo Setor

Título: Pensando estrategicamente em inovação tecnológica de impacto social Categoria: Projeto Externo Temática: Segundo Setor Título: Pensando estrategicamente em inovação tecnológica de impacto social Categoria: Projeto Externo Temática: Segundo Setor Resumo: A finalidade desse documento é apresentar o projeto de planejamento

Leia mais

Fale com seus clientes quando seja mais conveniente para eles com o Genesys Web Callback

Fale com seus clientes quando seja mais conveniente para eles com o Genesys Web Callback Folheto de produto Genesys Web Callback Fale com seus clientes quando seja mais conveniente para eles com o Genesys Web Callback Não importa quão bom seja seu atendimento ao cliente, há momentos em que

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta Introdução A Eucatex, através deste Código de Ética e Conduta, coloca à disposição de seus colaboradores, fornecedores e comunidade, um guia de orientação para tomada de decisões

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 13 Discurso em jantar oferecido ao

Leia mais

Construção de redes sociais e humanas: um novo desafio. Sonia Aparecida Cabestré Regina Celia Baptista Belluzzo

Construção de redes sociais e humanas: um novo desafio. Sonia Aparecida Cabestré Regina Celia Baptista Belluzzo Construção de redes sociais e humanas: um novo desafio. Sonia Aparecida Cabestré Regina Celia Baptista Belluzzo Um pouco de história... Características Sociedade Agrícola Agricultura, Caça TERRA Sociedade

Leia mais

SAÚDE COMO UM DIREITO DE CIDADANIA

SAÚDE COMO UM DIREITO DE CIDADANIA SAÚDE COMO UM DIREITO DE CIDADANIA José Ivo dos Santos Pedrosa 1 Objetivo: Conhecer os direitos em saúde e noções de cidadania levando o gestor a contribuir nos processos de formulação de políticas públicas.

Leia mais

TEMA: O LÚDICO NA APRENDIZAGEM DA LEITURA E DA ESCRITA

TEMA: O LÚDICO NA APRENDIZAGEM DA LEITURA E DA ESCRITA TEMA: O LÚDICO NA APRENDIZAGEM DA LEITURA E DA ESCRITA RESUMO Os educadores têm se utilizado de uma metodologia Linear, que traz uma característica conteudista; É possível notar que o Lúdico não se limita

Leia mais

ALCOOLISMO, DOENÇA DA NEGAÇÃO DR. CLAUDIO L.

ALCOOLISMO, DOENÇA DA NEGAÇÃO DR. CLAUDIO L. ALCOOLISMO, DOENÇA DA NEGAÇÃO DR. CLAUDIO L. ALCOOLISMO, DOENÇA DA NEGAÇÃO - TRATAMENTO COMO TRATAR uma doença que, durante séculos, foi alvo de preconceitos, teve etiologia errada e conseqüentemente tratamento

Leia mais

Desenvolvimento e Desigualdades: cenários e perspectivas para a saúde no mundo

Desenvolvimento e Desigualdades: cenários e perspectivas para a saúde no mundo Ciclo de Debates sobre Bioética, Diplomacia e Saúde Pública Desenvolvimento e Desigualdades: cenários e perspectivas para a saúde no mundo Samira Santana de Almeida 1 RELATÓRIO 1. Apresentação O presente

Leia mais

A GESTÃO HOSPITALAR E A NOVA REALIDADE DO FINANCIAMENTO DA ASSISTÊNCIA RENILSON REHEM SALVADOR JULHO DE 2006

A GESTÃO HOSPITALAR E A NOVA REALIDADE DO FINANCIAMENTO DA ASSISTÊNCIA RENILSON REHEM SALVADOR JULHO DE 2006 A GESTÃO HOSPITALAR E A NOVA REALIDADE DO FINANCIAMENTO DA ASSISTÊNCIA RENILSON REHEM SALVADOR JULHO DE 2006 No passado, até porque os custos eram muito baixos, o financiamento da assistência hospitalar

Leia mais

A TECNOLOGIA SEM COMPROMETER AS TRADIÇÕES

A TECNOLOGIA SEM COMPROMETER AS TRADIÇÕES DIRETRIZES DE CCA Diretrizes para desenvolvimento de web sites USANDO A TECNOLOGIA SEM COMPROMETER AS TRADIÇÕES Link original http://www.oa.org/pdfs/webguidelines.pdf ÍNDICE Introdução Quem desenvolve

Leia mais

Ciência, Tecnologia e Indústria para um novo Brasil

Ciência, Tecnologia e Indústria para um novo Brasil ANAIS DA 65ª REUNIÃO ANUAL DA SBPC RECIFE, PE JULHO/2013 Ciência, Tecnologia e Indústria para um novo Brasil Glauco Arbix Somente a inovação será capaz de reverter o quadro de estagnação da economia brasileira,

Leia mais

P.A.R.E PROGRAMA DE APOIO E RECUPERAÇÃO DO EMPREGADO

P.A.R.E PROGRAMA DE APOIO E RECUPERAÇÃO DO EMPREGADO P.A.R.E PROGRAMA DE APOIO E RECUPERAÇÃO DO 1990 1989 HISTÓRICO EAP (Alcoa) Foco em Dependência Química (Alumar) Visita na Johnson Criação de Grupo Multidisciplinar de Coordenação Estágio na Clínica Vila

Leia mais

Resumo Aula-tema 04: Eu e os outros (Competência Social)

Resumo Aula-tema 04: Eu e os outros (Competência Social) Resumo Aula-tema 04: Eu e os outros (Competência Social) Os seres humanos são, por natureza, seres sociais, que interagem a todo instante nos diferentes ambientes (familiar, escolar, profissional etc.).

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL PEDRO ARAUJO NETO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO

COLÉGIO ESTADUAL PEDRO ARAUJO NETO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO COLÉGIO ESTADUAL PEDRO ARAUJO NETO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO General Carneiro 2010 APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO. O Ensino Religioso existiu num primeiro

Leia mais

Moradia Assistida para Dependentes Químicos em Recuperação: realidade ou utopia?

Moradia Assistida para Dependentes Químicos em Recuperação: realidade ou utopia? Simpósio: Serviços, Políticas e Práticas na Construção da Rede de Assistência ao Dependente Químico Moradia Assistida para Dependentes Químicos em Recuperação: realidade ou utopia? Alessandra Diehl alediehl@terra.com.br

Leia mais

FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES

FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias dezembro/2006 página 1 FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES Bernardete Gatti: o país enfrenta uma grande crise na formação de seus professores em especial, de alfabetizadores.

Leia mais

728DD62502. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados,

728DD62502. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Discurso pronunciado pelo Deputado João Mendes de Jesus S/PARTIDO em 09/08/2005 Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Antes de me reportar aos senhores quero lembrar que a Igreja Universal

Leia mais

INTRODUÇÃO. Conheça agora o que pensam os profissionais de comunicação brasileiros e compare os resultados deste estudo às suas impressões e opiniões.

INTRODUÇÃO. Conheça agora o que pensam os profissionais de comunicação brasileiros e compare os resultados deste estudo às suas impressões e opiniões. INTRODUÇÃO Interpretações, previsões, comparações, sentenças: tudo isso faz parte do cotidiano de qualquer setor. Na comunicação, não poderia ser diferente. Especialmente neste momento de mudanças constantes

Leia mais

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL MBA e Pós-Graduação Cursos inovadores e alinhados às tendências globais Nossos cursos seguem modelos globais e inovadores de educação. Os professores

Leia mais

Hiperconexão. Micro-Revoluções. Não-dualismo

Hiperconexão. Micro-Revoluções. Não-dualismo ESTUDO SONHO BRASILEIRO APRESENTA 3 DRIVERS DE COMO JOVENS ESTÃO PENSANDO E AGINDO DE FORMA DIFERENTE E EMERGENTE: A HIPERCONEXÃO, O NÃO-DUALISMO E AS MICRO-REVOLUÇÕES. -- Hiperconexão 85% dos jovens brasileiros

Leia mais

Carta de Campinas 1) QUANTO AO PROBLEMA DO MANEJO DAS CRISES E REGULAÇÃO DA PORTA DE INTERNAÇÃO E URGÊNCIA E EMERGÊNCIA,

Carta de Campinas 1) QUANTO AO PROBLEMA DO MANEJO DAS CRISES E REGULAÇÃO DA PORTA DE INTERNAÇÃO E URGÊNCIA E EMERGÊNCIA, Carta de Campinas Nos dias 17 e 18 de junho de 2008, na cidade de Campinas (SP), gestores de saúde mental dos 22 maiores municípios do Brasil, e dos Estados-sede desses municípios, além de profissionais

Leia mais

50 o CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL

50 o CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 50 o CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL Washington, D.C., EUA, 27 de setembro a 1 o. de outubro de 2010 CD50/DIV/3 ORIGINAL:

Leia mais

A revolução da excelência

A revolução da excelência A revolução da excelência ciclo 2005 PNQ Foto: Acervo CPFL CPFL Paulista, Petroquímica União, Serasa e Suzano Petroquímica venceram o Prêmio Nacional da Qualidade 2005. A Albras, do Pará, foi finalista.

Leia mais

A compra de TI e as redes sociais

A compra de TI e as redes sociais Solicitada por A compra de TI e as redes sociais Como as redes sociais transformaram o processo de compras B2B e as melhores práticas para adaptar as suas estratégias de marketing à nova realidade BRASIL

Leia mais

Relatório de Benchmark Sender Score 2014

Relatório de Benchmark Sender Score 2014 Relatório de Benchmark Sender Score 2014 SENDER SCORE: POR QUE A REPUTAÇÃO É IMPORTANTE NO EMAIL MARKETING 55 SCORE Cada remetente de email tem uma reputação, ou Sender Score. O Sender Score é um proxy

Leia mais

AGENDA DE CURSOS E EVENTOS

AGENDA DE CURSOS E EVENTOS AGENDA DE S E EVENTOS 2015 AGENDA DE S E EVENTOS 2015 CATEGORIAS DE S Introdução à Governança Primeiro passo dentro da Governança Corporativa, os cursos de Introdução à Governança fornecem uma visão de

Leia mais

Projeto Internos: a fotografia no hospital

Projeto Internos: a fotografia no hospital CRIAÇÃO Projeto Internos: a fotografia no hospital Haná Vaisman É impossível ficar três meses lidando com uma pessoa todo dia e falar que ela é só paciente e você só médico. Você acaba tendo preocupações

Leia mais

A FUNÇÃO DO OUTRO NA ESPIRITUALIDADE DOS ALCOÓLICOS ANÔNIMOS: UM ESTUDO PSICANALÍTICO

A FUNÇÃO DO OUTRO NA ESPIRITUALIDADE DOS ALCOÓLICOS ANÔNIMOS: UM ESTUDO PSICANALÍTICO A FUNÇÃO DO OUTRO NA ESPIRITUALIDADE DOS ALCOÓLICOS ANÔNIMOS: UM ESTUDO PSICANALÍTICO Autor: CIMARA BANDEIRA DE SOUSA CALDAS Orientador: Raul Max Lucas da Costa Modalidade: oral Área: Psicologia INTRODUÇÃO

Leia mais

PARA DIVULGAÇÃO DO NAR-ANON

PARA DIVULGAÇÃO DO NAR-ANON PARA DIVULGAÇÃO DO NAR-ANON 36GE Este Guia tem como finalidade incentivar e capacitar os membros do Nar-Anon que compõem esses comitês e serviços. Nele são abordados os três aspectos principais da divulgação

Leia mais

Quais estratégias de crédito e cobranças são necessárias para controlar e reduzir a inadimplência dos clientes, na Agroveterinária Santa Fé?

Quais estratégias de crédito e cobranças são necessárias para controlar e reduzir a inadimplência dos clientes, na Agroveterinária Santa Fé? 1 INTRODUÇÃO As empresas, inevitavelmente, podem passar por períodos repletos de riscos e oportunidades. Com a complexidade da economia, expansão e competitividade dos negócios, tem-se uma maior necessidade

Leia mais

PARA REUNIÃO DE AL-ANON E ALATEEN EM INSTITUIÇÕES

PARA REUNIÃO DE AL-ANON E ALATEEN EM INSTITUIÇÕES Guia do Al-Anon G-9 PARA REUNIÃO DE AL-ANON E ALATEEN EM INSTITUIÇÕES O que são reuniões em Instituições? São reuniões que se realizam em hospitais, instituições penais e correcionais, juizados, clínicas

Leia mais

RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE NOVEMBRO DE 2012 EREM ANÍBAL FERNANDES

RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE NOVEMBRO DE 2012 EREM ANÍBAL FERNANDES UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA FRANCISCO DE ASSIS DO NASCIMENTO RITA DE CÁSSIA GUEDES LIMA RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE NOVEMBRO DE 2012

Leia mais

Declaração de Pequim adotada pela Quarta Conferência Mundial sobre as Mulheres: Ação para Igualdade, Desenvolvimento e Paz (1995)

Declaração de Pequim adotada pela Quarta Conferência Mundial sobre as Mulheres: Ação para Igualdade, Desenvolvimento e Paz (1995) Declaração de Pequim adotada pela Quarta Conferência Mundial sobre as Mulheres: Ação para Igualdade, Desenvolvimento e Paz (1995) 1. Nós, os Governos, participante da Quarta Conferência Mundial sobre as

Leia mais

PARA REUNIÕES AL-ANON ON-LINE

PARA REUNIÕES AL-ANON ON-LINE PARA REUNIÕES AL-ANON ON-LINE S-60 Os Grupos Familiares Al-Anon reconhecem o potencial e o valor da Internet para comunicar informações sobre o Al-Anon/Alateen, oferecendo esperança e alívio a familiares

Leia mais

...Totalmente auto-sustentável recusando contribuições de fora sétima tradição

...Totalmente auto-sustentável recusando contribuições de fora sétima tradição FOLHETO DE SERVIÇO - TRADUÇÃO NÃO-APROVADA 26/08/10 VERSÃO A ESTE MATERIAL NÃO PODE SER VENDIDO, MAS PODE SER DIVULGADO E COPIADO, SEGUNDO ORIENTAÇÕES DO MANUAL DE TRADUÇÕES ( BASIC TRANSLATIONS ) DA IRMANDADE

Leia mais

Capitulo1 Características da Província de Saitama

Capitulo1 Características da Província de Saitama Guia para a Vida na Província de Saitama Capitulo1 Características da Província de Saitama 第 1 章 埼 玉 県 の 姿 1 A Província e as suas Municipalidades 埼 玉 県 と 市 町 村 2 Dados de Saitama 埼 玉 のデータ 3 Símbolos de

Leia mais

Profissionais de Alta Performance

Profissionais de Alta Performance Profissionais de Alta Performance As transformações pelas quais o mundo passa exigem novos posicionamentos em todas as áreas e em especial na educação. A transferência pura simples de dados ou informações

Leia mais

Cap 1 A teoria e a prática da Educação. Ramiro Marques

Cap 1 A teoria e a prática da Educação. Ramiro Marques Cap 1 A teoria e a prática da Educação Ramiro Marques Aristóteles dedica um espaço importante de A Política ao tema da educação, preocupando-se com a discussão de vários assuntos: fim pacífico da Educação,

Leia mais

CURSOS EAD: UMA ESTRATÉGIA NA FORMAÇÃO DE NOVOS LEITORES

CURSOS EAD: UMA ESTRATÉGIA NA FORMAÇÃO DE NOVOS LEITORES CURSOS EAD: UMA ESTRATÉGIA NA FORMAÇÃO DE NOVOS LEITORES BIBLIOTECA MUNICIPAL POETA PAULO BOMFIM ITANHAÉM/SP Maraléia Menezes de Lima Bibliotecária ChrystinaMagalhães Coordenadora de Projetos de Leitura

Leia mais

Quando começou a pensar na alfabetização, em 1962, Paulo Freire trazia mais de 15 anos de

Quando começou a pensar na alfabetização, em 1962, Paulo Freire trazia mais de 15 anos de PAULO FREIRE E A ALFABETIZAÇÃO Vera Lúcia Queiroga Barreto 1 Uma visão de alfabetização que vai além do ba,be,bi,bo,bu. Porque implica uma compreensão crítica da realidade social, política e econômica

Leia mais

MEDICAMENTOS GENÉRICOS

MEDICAMENTOS GENÉRICOS MEDICAMENTO GENÉRICO Uma importante conquista para a saúde pública no Brasil 15 anos 15 anos , 15 ANOS DE BENEFÍCIOS PARA A SOCIEDADE BRASILEIRA. Ao completar 15 anos de existência no país, os medicamentos

Leia mais

Artigo N.º 4312 Um milagre de Nossa Senhora Bomba Atômica x Rosário

Artigo N.º 4312 Um milagre de Nossa Senhora Bomba Atômica x Rosário Imagem apenas ilustrativa Artigo N.º 4312 Um milagre de Nossa Senhora Bomba Atômica x Rosário Link: http://www.espacojames.com.br/?cat=53&id=4312 Jornal "LOS ANGELES TIMES" de Aug. 6, 1957 New York Entre

Leia mais

9º Congresso de Gestão Pública do Rio Grande do Norte Inovação na gestão e possibilidade de novas oportunidades para o desenvolvimento regional

9º Congresso de Gestão Pública do Rio Grande do Norte Inovação na gestão e possibilidade de novas oportunidades para o desenvolvimento regional 9º Congresso de Gestão Pública do Rio Grande do Norte Inovação na gestão e possibilidade de novas oportunidades para o desenvolvimento regional Natal, 14/08/2015 ROTEIRO Duvidas de partida? Tempos de estratégia

Leia mais

ELIMINE A PÓLIO AGORA: ENTRE PARA A HISTÓRIA HOJE

ELIMINE A PÓLIO AGORA: ENTRE PARA A HISTÓRIA HOJE ELIMINE A PÓLIO AGORA: ENTRE PARA A HISTÓRIA HOJE 23 de outubro de 2015 ELIMINE A PÓLIO AGORA: Quanto falta para vivermos em um mundo livre da pólio? O que precisamos fazer para chegar lá? Como a família

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / / ENSINO: ( x ) Fundamental ( ) Médio SÉRIE: _5ª_ TURMA: TURNO: DISCIPLINA: HISTÓRIA PROFESSOR(A): Equipe de História Roteiro e Lista de recuperação

Leia mais

CONCEITO. Despertar a potencialidade de indivíduos

CONCEITO. Despertar a potencialidade de indivíduos CONCEITO Despertar a potencialidade de indivíduos Utilizar a Arte como meio de comunicação e expressão e a Cultura no resgate de histórias de vida e valores 17 anos de atuação 231 mil atendimentos ARTE

Leia mais