COMUNICADO DE RISCO N O 003/ GVIMS/GGTES-ANVISA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COMUNICADO DE RISCO N O 003/ GVIMS/GGTES-ANVISA"

Transcrição

1 Agência Nacional de Vigilância Sanitária COMUNICADO DE RISCO N O 003/ GVIMS/GGTES-ANVISA Atualização do Comunicado de Risco n o 002/ GVIMS/GGTES-Anvisa, que trata da circulação de micro-organismos com mecanismo de resistência denominado "New Delhi Metalobetalactamase" ou NDM em diferentes regiões do Brasil. 10 de setembro de 2013

2 AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA Agência Nacional de Vigilância Sanitária Diretor-Presidente Dirceu Brás Aparecido Barbano Diretores Jaime César de Moura Oliveira Renato Alencar Porto Ivo Bucaresky Adjuntos de Diretor Doriane Patrícia Ferraz de Souza Luiz Roberto da Silva Klassmann Luciana Shimizu Takara Neilton Araújo de Oliveira Trajano Augustus Tavares Chefe de Gabinete Vera Maria Borralho Bacelar Gerência Geral de Tecnologia em Serviços de Saúde - GGTES Diana Carmem Almeida Nunes de Oliveira Gerência de Vigilância e Monitoramento em Serviços de Saúde - GVIMS/GGTES Magda Machado de Miranda Costa Equipe técnica: André Anderson Carvalho Ana Clara Bello Fabiana Cristina Sousa Fabiana Petrocelli Bezerra Paes e Teixeira Heiko Thereza Santana Helen Norat Siqueira Suzie Marie Gomes

3 Comunicado de Risco n o 003/2013 Atualização do Comunicado de Risco n o 002/ GVIMS/GGTES-Anvisa, que trata da circulação de micro-organismos com mecanismo de resistência denominado "New Delhi Metalobetalactamase" ou NDM em diferentes regiões do Brasil Em maio de 2013, foram identificados os primeiros casos de infecção relacionada à assistência à saúde contendo o mecanismo de resistência denominado New Delhi Metalobetalactamase ou NDM, no estado do Rio Grande do Sul. O surto envolveu sete pacientes em duas instituições de saúde e a detecção do gene blandm-1 ocorreu em Enterobacter cloacae e um caso de infecção por Providencia rettigeri. Mais recentemente, em agosto de 2013, foram confirmados dois casos de pacientes no estado do Rio de Janeiro, nos quais foram identificados micro-organismos com o gene blandm-1. O primeiro caso é de uma paciente pediátrica, imunossuprimida, em tratamento de Leucemia Linfocítica Aguda (LLA), com histórico de internações em mais de um serviço de saúde, colonizada por E. coli e Enterobacter cloacae com o mecanismo de resistência. A paciente havia sido encaminhada por um hospital do município do Rio de Janeiro, no qual esteve internada para tratamento por cerca de um mês a um outro serviço de saúde, localizado no mesmo município, para a realização de procedimento de implantação de cateter. Por ocasião da admissão nesse outro hospital, em julho de 2013, houve a detecção de micro-organismos com o gene blandm-1, a partir da coleta de material por swab retal de vigilância. O resultado laboratorial foi liberado em 12 de agosto de 2013 e os dois serviços de saúde envolvidos foram comunicados no dia seguinte. Em menos de 48h após a comunicação, o serviço iniciou a identificação dos contactantes para as coletas de material para análise. No serviço de saúde que identificou o agente multirresistente, por meio da vigilância ativa, as medidas de precaução e isolamento em quarto privativo já haviam sido

4 instituídas como rotina para pacientes transferidos de outras unidades hospitalares, conforme orientação da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) local. Em 19 de agosto em 2013 reuniram-se para a elaboração de estratégias e instrumentos para a investigação de campo representantes da Coordenação Estadual de Controle de Infecção Hospitalar (CECIH), Superintendência de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (SVEA), Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS), Coordenação Municipal de Controle de Infecção Hospitalar do Rio de Janeiro (CMCIH- RJ) e Laboratório Central Noel Nutels (LACENN), em conjunto com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) dos serviços nos quais a criança foi atendida. Em 22 de agosto, a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro emitiu a Nota Técnica SES/SVS n. 06/2013, enviada aos Secretários Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro e às coordenações de infecção hospitalar das unidades hospitalares do estado. Após a liberação da nota, confirmou-se um segundo caso, identificado no município de Campos dos Goytacazes - RJ. Trata-se de um paciente de 60 anos, com quadro de acidente vascular encefálico e pneumotórax. O paciente deu entrada em um hospital do município, em maio de 2013, após atendimento em outro serviço de saúde da região. A detecção de K. pneumoniae com o gene blandm-1 se deu em amostra de material, coletada em julho de 2013, por swab retal de vigilância. A liberação do resultado ocorreu em 22 de agosto de O paciente permanece internado, sob precaução de contato. A Coordenação Estadual de Controle de Infecção Hospitalar, da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, está coordenando as ações necessárias para a investigação dos casos, visando à elaboração de um plano de contingência da multirresistência antimicrobiana do estado.

5 Orientações gerais aos serviços de saúde do Brasil A limpeza e desinfecção de superfícies, além da adesão à higiene de mãos e do uso racional de agentes antimicrobianos aparecem como fatores importantes para o controle da disseminação e propagação de micro-organismos multirresistentes. As principais orientações aos serviços de saúde para prevenção e controle da disseminação das infecções relacionadas à assistência à saúde estão previstas na Nota Técnica n o 01/2013-Anvisa, de 17 de abril de 2013, (disponível em: OTA+T%C3%89CNICA+ENTEROBACTERIAS pdf?MOD=AJPERES) que, além de orientações para a detecção oportuna de surtos infecciosos apresenta recomendações quanto à terapêutica, a detecção de colonização e os critérios interpretativos para a sensibilidade de enterobactérias. O documento também estabelece as adequações que deverão ser instituídas pelos laboratórios de microbiologia para a detecção de enterobactérias resistentes aos carbapenêmicos. A publicação deste Comunicado chama a atenção de todos os serviços de saúde do país para que se organizem e estejam preparados para a detecção e contenção de possíveis casos de micro-organismos multirresistentes. Notícias anteriores:

RELATÓRIO SOBRE O CADASTRAMENTO DAS COORDENAÇÕES MUNICIPAIS DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR - CMCIH 2010/2012

RELATÓRIO SOBRE O CADASTRAMENTO DAS COORDENAÇÕES MUNICIPAIS DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR - CMCIH 2010/2012 RELATÓRIO SOBRE O CADASTRAMENTO DAS COORDENAÇÕES MUNICIPAIS DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR - CMCIH 200/202 Brasília, Maio de 202 Diretores: Dirceu Brás Aparecido Barbano Diretor-Presidente Jaime Cesar

Leia mais

CICLO DE MELHORIA NACIONAL DA QUALIDADE DA PREVENÇÃO E CONTROLE DE INFECÇÕES RELACIONADAS À ASSISTÊNCIA À SAÚDE (IRAS) 2015/2016

CICLO DE MELHORIA NACIONAL DA QUALIDADE DA PREVENÇÃO E CONTROLE DE INFECÇÕES RELACIONADAS À ASSISTÊNCIA À SAÚDE (IRAS) 2015/2016 CICLO DE MELHORIA NACIONAL DA QUALIDADE DA PREVENÇÃO E CONTROLE DE INFECÇÕES RELACIONADAS À ASSISTÊNCIA À SAÚDE (IRAS) 2015/2016 PROGRAMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Programa de Gestão da Qualidade (GQ) é o

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 055/2013 GRECS/GGTES/ANVISA

NOTA TÉCNICA Nº 055/2013 GRECS/GGTES/ANVISA Agência Nacional de Vigilância Sanitária NOTA TÉCNICA Nº 055/2013 GRECS/GGTES/ANVISA Esclarecimentos sobre artigos da RDC Anvisa nº 29/2011 e sua aplicabilidade nas instituições conhecidas como Comunidades

Leia mais

Boletim informativo Segurança do Paciente e Qualidade Assistencial em Serviços de Saúde

Boletim informativo Segurança do Paciente e Qualidade Assistencial em Serviços de Saúde VOLUME 1 NÚMERO 2 Boletim informativo Segurança do Paciente e Qualidade Assistencial em Serviços de Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Brasília, Jan-Jul de 2011. Prevenção e controle das

Leia mais

Segurança do paciente nas Américas. Heiko T. Santana GVIMS/GGTES/ANVISA 23/09/2015

Segurança do paciente nas Américas. Heiko T. Santana GVIMS/GGTES/ANVISA 23/09/2015 Segurança do paciente nas Américas Heiko T. Santana GVIMS/GGTES/ANVISA 23/09/2015 SEGURANÇA DO PACIENTE E QUALIDADE EM SERVIÇOS DE SAÚDE SEGURANÇA DO PACIENTE E QUALIDADE EM SERVIÇOS DE SAÚDE Qualidade

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE CENTRO ESTADUAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE NOTA TÉCNICA SOBRE FEBRE DO ZIKA VÍRUS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE CENTRO ESTADUAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE NOTA TÉCNICA SOBRE FEBRE DO ZIKA VÍRUS Descrição da Doença NOTA TÉCNICA SOBRE FEBRE DO ZIKA VÍRUS 15 de dezembro de 2015 Febre do Zika Vírus é uma doença viral aguda, transmitida principalmente por mosquitos, tais como Aedes aegypti, caracterizada

Leia mais

Qualidade e Segurança nos Serviços de Saúde Segurança do Paciente em Serviços de Saúde CIRURGIA SEGURA

Qualidade e Segurança nos Serviços de Saúde Segurança do Paciente em Serviços de Saúde CIRURGIA SEGURA Qualidade e Segurança nos Serviços de Saúde Segurança do Paciente em Serviços de Saúde CIRURGIA SEGURA Gerência Geral de Tecnologia em Serviços de Saúde GVIMS/GGTES/ANVISA Diana Carmem A. N de Oliveira

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária Anvisa. ESPII por Ebola: medidas adotadas em Pontos de Entrada no Brasil

Agência Nacional de Vigilância Sanitária Anvisa. ESPII por Ebola: medidas adotadas em Pontos de Entrada no Brasil ESPII por Ebola: medidas adotadas em Pontos de Entrada no Brasil Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional pelo vírus Ebola Trata-se do maior surto de ebola já registrado nas últimas quatro

Leia mais

NOTA TÉCNICA CONJUNTA Nº 002/2014 GGTES/GGTPS/Anvisa

NOTA TÉCNICA CONJUNTA Nº 002/2014 GGTES/GGTPS/Anvisa NOTA TÉCNICA CONJUNTA Nº 002/2014 GGTES/GGTPS/Anvisa Assunto: utilização de equipamentos para a visualização, registro, armazenamento e impressão de imagens médicas, para fins de diagnóstico. Gerência

Leia mais

Descrição dos primeiros casos de Nova Delhi Metalobetalactamase (NDM) no Brasil e medidas de controle estabelecidas

Descrição dos primeiros casos de Nova Delhi Metalobetalactamase (NDM) no Brasil e medidas de controle estabelecidas Descrição dos primeiros casos de Nova Delhi Metalobetalactamase (NDM) no Brasil e medidas de controle estabelecidas Apresentadora: Andreza F. Martins 27/03 Fiocruz - LACEN 27/03 ANVISA Hospital 28/03 ANVISA

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Saúde Subsecretaria de Vigilância em Saúde

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Saúde Subsecretaria de Vigilância em Saúde Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Saúde Subsecretaria de Vigilância em Saúde Janeiro do Estado do Rio de (PLACON ERC RJ) 1 Rio de Janeiro/2014 VERSÃO PRELIMINAR 1 Data: 03/02/2014

Leia mais

Roteiro para o Monitoramento das Doenças Diarréicas Agudas

Roteiro para o Monitoramento das Doenças Diarréicas Agudas SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DAS DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS Coordenação de Controle das Doenças Hídricas e Alimentares Av. 136 s/n, Quadra F44, Lotes 22 a 24,

Leia mais

Clipping Eletrônico - Terça-feira - dia 05/01/2016 Jornal Em Tempo Dia a dia pág. C2 05 de Janeiro de 2016

Clipping Eletrônico - Terça-feira - dia 05/01/2016 Jornal Em Tempo Dia a dia pág. C2 05 de Janeiro de 2016 Clipping Eletrônico - Terça-feira - dia 05/01/2016 Jornal Em Tempo Dia a dia pág. C2 05 de Janeiro de 2016 Jornal A Crítica Cidades pág. C3 05 de Janeiro de 2016. Av. Mário Ypiranga, 1695 Adrianópolis

Leia mais

REDE NACIONAL DE MONITORAMENTO DA RESISTÊNCIA MICROBIANA EM SERVIÇOS DE SAÚDE REDE RM NOVO TERMO DE ADESÃO

REDE NACIONAL DE MONITORAMENTO DA RESISTÊNCIA MICROBIANA EM SERVIÇOS DE SAÚDE REDE RM NOVO TERMO DE ADESÃO REDE NACIONAL DE MONITORAMENTO DA RESISTÊNCIA MICROBIANA EM SERVIÇOS DE SAÚDE REDE RM NOVO TERMO DE ADESÃO Atribuições dos participantes da Rede RM 1) Gestor dos Hospitais Colaboradores da Rede RM Indicar

Leia mais

PLANO DE CONTINGÊNCIA DOS MECANISMOS DE RESISTÊNCIA NAS INFECÇÕES RELACIONADAS À ASSISTÊNCIA À SAÚDE CAUSADAS POR ENTEROBACTÉRIAS

PLANO DE CONTINGÊNCIA DOS MECANISMOS DE RESISTÊNCIA NAS INFECÇÕES RELACIONADAS À ASSISTÊNCIA À SAÚDE CAUSADAS POR ENTEROBACTÉRIAS 1 PLANO DE CONTINGÊNCIA DOS MECANISMOS DE RESISTÊNCIA NAS INFECÇÕES RELACIONADAS À ASSISTÊNCIA À SAÚDE CAUSADAS POR ENTEROBACTÉRIAS Controle e prevenção da disseminação e propagação de mecanismos de resistência

Leia mais

Núcleo de Vigilância em Estabelecimentos de Saúde/Infec

Núcleo de Vigilância em Estabelecimentos de Saúde/Infec Secretaria Estadual de Saúde Centro Estadual de Vigilância em Saúde Divisão de Vigilância Sanitária Núcleo de Vigilância em Estabelecimentos de Saúde/Infec Ana Luiza Rammé Ana Carolina Kraemer Elizabeth

Leia mais

Manual do Usuário: Tabela de Conteúdo de Aminoácidos em Alimentos 1ª edição. www.anvisa.gov.br

Manual do Usuário: Tabela de Conteúdo de Aminoácidos em Alimentos 1ª edição. www.anvisa.gov.br Manual do Usuário: Tabela de Conteúdo de Aminoácidos em Alimentos 1ª edição www.anvisa.gov.br Brasília, outubro de 2013 1 Diretor-Presidente Dirceu Brás Aparecido Barbano Diretores Ivo Bucaresky Jaime

Leia mais

Indicadores Nacionais de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde

Indicadores Nacionais de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária Indicadores Nacionais de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde Unidade de Investigação e Prevenção das Infecções e dos Eventos Adversos UIPEA Gerência Geral

Leia mais

ARTIGO. Sobre monitoramento a Distancia e aplicação automática de medicamentos. Sistema de monitoração a distancia e aplicação de medicamentos.

ARTIGO. Sobre monitoramento a Distancia e aplicação automática de medicamentos. Sistema de monitoração a distancia e aplicação de medicamentos. ARTIGO Sobre monitoramento a Distancia e aplicação automática de medicamentos. Autor: Marcos José Sanvidotti Sistema de monitoração a distancia e aplicação de medicamentos. Resumo: O monitoramento a distância

Leia mais

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO Rua Barão de Itapary, 227 -Centro CEP: 65.070-020 São Luís-MA. NATALINO SALGADO FILHO Reitor

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO Rua Barão de Itapary, 227 -Centro CEP: 65.070-020 São Luís-MA. NATALINO SALGADO FILHO Reitor 24 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO Rua Barão de Itapary, 227 -Centro CEP: 65.070-020 São Luís-MA NATALINO SALGADO FILHO Reitor Superintendente EURICO SANTOS NETO Gerente Administrativo SILVIA HELENA

Leia mais

Relatório de Gestão da CCIH

Relatório de Gestão da CCIH Relatório de Gestão da CCIH 1 - Apresentação A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar CCIH é formada por membros executores -01 enfermeira, 01 farmacêutica e 01 infectologista e consultoresrepresentantes

Leia mais

INFORME SOBRE DESASTRES 17 de janeiro de 2012

INFORME SOBRE DESASTRES 17 de janeiro de 2012 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Coordenação-Geral de Vigilância em Saúde Ambiental 1. Situação geral dos Estados

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE HOSPITAL GERAL DE BONSUCESSO COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR ROTINA A 24 - Revisada em 29/10/2010

MINISTÉRIO DA SAÚDE HOSPITAL GERAL DE BONSUCESSO COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR ROTINA A 24 - Revisada em 29/10/2010 MINISTÉRIO DA SAÚDE HOSPITAL GERAL DE BONSUCESSO COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR ROTINA A 24 - Revisada em 29/10/2010 Recomendações para prevenção e controle das enterobactérias produtoras

Leia mais

PLANO DE AÇÃO Prevenção da Disseminação de Enterobactérias Resistentes a Carbapenens (ERC) no HIAE. Serviço de Controle de Infecção Hospitalar

PLANO DE AÇÃO Prevenção da Disseminação de Enterobactérias Resistentes a Carbapenens (ERC) no HIAE. Serviço de Controle de Infecção Hospitalar PLANO DE AÇÃO Prevenção da Disseminação de Enterobactérias Resistentes a Carbapenens (ERC) no HIAE Serviço de Controle de Infecção Hospitalar Fev 2011 1 Como prevenir a disseminação de Enterobactérias

Leia mais

Rejane Alves. A importância da Vigilância das Doenças. Diarreicas Agudas. Seminário Estadual sobre o Impacto da Seca nas Doenças.

Rejane Alves. A importância da Vigilância das Doenças. Diarreicas Agudas. Seminário Estadual sobre o Impacto da Seca nas Doenças. Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Coordenação Geral de Doenças Transmissíveis Unidade de Vigilância das Doenças de Transmissão Hídrica e Alimentar Seminário Estadual sobre o Impacto

Leia mais

ANEXO I TERMO DE COMPROMISSO DE APOIO À ASSISTÊNCIA HOSPITALAR

ANEXO I TERMO DE COMPROMISSO DE APOIO À ASSISTÊNCIA HOSPITALAR ANEXO I TERMO DE COMPROMISSO DE APOIO À ASSISTÊNCIA HOSPITALAR Pelo presente termo de compromisso, de um lado a Secretaria de Estado da Saúde do Estado do Rio de Janeiro/ Fundo Estadual de Saúde, com endereço

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO DA SAÚDE E ASSUNTOS SOCIAIS, IP-RAM

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO DA SAÚDE E ASSUNTOS SOCIAIS, IP-RAM REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO DA SAÚDE E ASSUNTOS SOCIAIS, IP-RAM 2. Objetivo da circular normativa Implementar a gestão

Leia mais

PLANO DE CONTINGÊNCIA DOS MECANISMOS DE RESISTÊNCIA NAS INFECÇÕES RELACIONADAS À ASSISTÊNCIA À SAÚDE CAUSADAS POR ENTEROBACTÉRIAS

PLANO DE CONTINGÊNCIA DOS MECANISMOS DE RESISTÊNCIA NAS INFECÇÕES RELACIONADAS À ASSISTÊNCIA À SAÚDE CAUSADAS POR ENTEROBACTÉRIAS 1 PLANO DE CONTINGÊNCIA DOS MECANISMOS DE RESISTÊNCIA NAS INFECÇÕES RELACIONADAS À ASSISTÊNCIA À SAÚDE CAUSADAS POR ENTEROBACTÉRIAS Controle e prevenção da disseminação e propagação de mecanismos de resistência

Leia mais

Semanário Oficial Nº 2.295 Campina Grande, 04 a 08 de Fevereiro de 2013. Pág. 1

Semanário Oficial Nº 2.295 Campina Grande, 04 a 08 de Fevereiro de 2013. Pág. 1 Semanário Oficial Nº 2.295 Campina Grande, 04 a 08 de Fevereiro de 2013. Pág. 1 SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Lei Municipal nº.

Leia mais

Responsável: Equipe de Enfermagem do Centro de Material e Esterilização (CME).

Responsável: Equipe de Enfermagem do Centro de Material e Esterilização (CME). Unidade: Centro de Material e Esterilização Grupo Hospitalar Conceição - GHC Hospital Nossa Senhora da Conceição Procedimento Operacional Padrão POP Enfermagem Tarefa: Etiquetagem dos pacotes para esterilização

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE INFECÇÕES RELACIONADAS À ASSISTÊNCIA À SAÚDE (2013 2015)

PROGRAMA NACIONAL DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE INFECÇÕES RELACIONADAS À ASSISTÊNCIA À SAÚDE (2013 2015) Agência Nacional de Vigilância Sanitária PROGRAMA NACIONAL DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE INFECÇÕES RELACIONADAS À ASSISTÊNCIA À SAÚDE (2013 2015) Gerência Geral de Tecnologia em Serviços de Saúde - GGTES

Leia mais

Regulação do Mercado de Medicamentos. Agência Nacional de Vigilância Sanitária Anvisa. Compras públicas de medicamentos 3.indd 1

Regulação do Mercado de Medicamentos. Agência Nacional de Vigilância Sanitária Anvisa. Compras públicas de medicamentos 3.indd 1 Regulação do Mercado de Medicamentos Compras Públicas de Medicamentos Agência Nacional de Vigilância Sanitária Anvisa Compras públicas de medicamentos 3.indd 1 29/01/2014 16:19:33 Copyright 2014. Agência

Leia mais

PROGRAMA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR-PCIH

PROGRAMA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR-PCIH Código: PCIH. SCIH. 001 Versão: 1.0 Revisão: 00 Página: 1de 9 PROGRAMA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR-PCIH 2013 Código: PCIH. SCIH. 001 Versão: 1.0 Revisão: 00 Página: 2de 9 Programa de Atividades

Leia mais

Drª Viviane Maria de Carvalho Hessel Dias Infectologista Presidente da Associação Paranaense de Controle de Infecção Hospitalar 27/09/2013

Drª Viviane Maria de Carvalho Hessel Dias Infectologista Presidente da Associação Paranaense de Controle de Infecção Hospitalar 27/09/2013 Drª Viviane Maria de Carvalho Hessel Dias Infectologista Presidente da Associação Paranaense de Controle de Infecção Hospitalar 27/09/2013 Conceitos Básicos Organismo Vivo Conceitos Básicos Organismo Vivo

Leia mais

Relatório do Curso de Atuação Parlamentar e Diversidade Cultural

Relatório do Curso de Atuação Parlamentar e Diversidade Cultural Assembleia Legislativa do Estado de Goiás Relatório do Curso de Atuação Parlamentar e Diversidade Cultural Goiânia Abril de 2016 1. Descrição geral da atividade A, da Assembleia Legislativa do Estado de

Leia mais

Contribuição da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar para a Segurança do Paciente

Contribuição da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar para a Segurança do Paciente Contribuição da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar para a Segurança do Paciente Paula Marques Vidal Hospital Geral de Carapicuíba- OSS Grupo São Camilo Abril -2013 TÓPICOS CCIH no Brasil Trabalho

Leia mais

Relatório do I Seminário Nacional da Rede de Monitoramento e Controle da Resistência Microbiana em Serviços de Saúde

Relatório do I Seminário Nacional da Rede de Monitoramento e Controle da Resistência Microbiana em Serviços de Saúde Relatório do I Seminário Nacional da Rede de Monitoramento e Controle da Resistência Microbiana em Serviços de Saúde I - RESUMO EXECUTIVO Responsáveis: - Adélia Aparecida Marçal dos Santos Gerência de

Leia mais

Unidade Gestora...: CONSOLIDADO Orgao...: 01 CAMARA MUNICIPAL Unidade Orcamentaria: 01.01 Camara Municipal

Unidade Gestora...: CONSOLIDADO Orgao...: 01 CAMARA MUNICIPAL Unidade Orcamentaria: 01.01 Camara Municipal Orgao...: 01 CAMARA MUNICIPAL Unidade Orcamentaria: 01.01 Camara Municipal 01.000.0000.0.000.000 Legislativa 2.159.894,63 2.159.894,63 01.031.0000.0.000.000 Acao Legislativa 2.159.894,63 2.159.894,63 01.031.0001.0.000.000

Leia mais

OPAS/OMS Representação do Brasil Programa de Cooperação Internacional em Saúde - TC 41 Resumo Executivo de Projeto

OPAS/OMS Representação do Brasil Programa de Cooperação Internacional em Saúde - TC 41 Resumo Executivo de Projeto Identificação do Projeto OPAS/OMS Representação do Brasil Programa de Cooperação Internacional em Saúde - TC 41 Resumo Executivo de Projeto Suporte ao desenvolvimento da Rede Saúde & Diplomacia Seguimento

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Saúde Subsecretaria de Vigilância em Saúde

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Saúde Subsecretaria de Vigilância em Saúde Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Saúde Subsecretaria de Vigilância em Saúde Janeiro do Estado do Rio de (PLACON ERC RJ) 1 Rio de Janeiro/2014 VERSÃO FINAL Data: 10/03/2014 2

Leia mais

TECNICO EM SEGURANCA DO TRABALHO. "(s15h " " PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO"

TECNICO EM SEGURANCA DO TRABALHO. (s15h   PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO (s15h PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 500560 - TECNICO EM SEGURANCA DO TRABALHO Nivel: Tecnico Area Profissional: 0044 - CONSTRUCAO CIVIL-TEC Area de Atuacao: 0395 - SEG.TRABALHO/CONSTR.CIVIL-TEC

Leia mais

Sefaz Virtual Ambiente Nacional Projeto Nota Fiscal Eletrônica

Sefaz Virtual Ambiente Nacional Projeto Nota Fiscal Eletrônica Projeto Nota Fiscal Eletrônica Orientações de Utilização do Sefaz Virtual Ambiente Nacional para as Empresas Versão 1.0 Fevereiro 2008 1 Sumário: 1. Introdução... 3 2. O que é o Sefaz Virtual... 4 3. Benefícios

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÌ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÌ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÌ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EDITAL Nº 04/2013 PROCESSO DE SELEÇÃO DE TUTORES PRESENCIAIS

Leia mais

do Aedes Aegypti. Projeto Implantação das Ações de VigilânciaSanitária : Combate e Erradicação

do Aedes Aegypti. Projeto Implantação das Ações de VigilânciaSanitária : Combate e Erradicação Sistema Único de Saúde / Ministério da Saúde Governo do Estado de Goiás / Secretaria de Estado da Saúde Superintendência de Vigilância Sanitária e Ambiental Gerencia de Fiscalização Coordenação de Fiscalização

Leia mais

CARGO 01: TÉCNICO MUNICIPAL / SUPORTE ADMINISTRATIVO - ADMINISTRAÇÃO BÁSICA / SECRETARIADO

CARGO 01: TÉCNICO MUNICIPAL / SUPORTE ADMINISTRATIVO - ADMINISTRAÇÃO BÁSICA / SECRETARIADO Anexo 02 - Resultado Preliminar da Prova Objetiva de Múltipla Escolha dos candidatos que concorrem às vagas reservadas aos candidatos com deficiência por Ordem Alfabética CARGO 01: TÉCNICO MUNICIPAL /

Leia mais

MECANISMO DE INTERCÂMBIO DE INFORMAÇAO SOBRE EVENTOS ADVERSOS GRAVES CAUSADOS POR PRODUTOS MÉDICOS UTILIZADOS NO MERCOSUL

MECANISMO DE INTERCÂMBIO DE INFORMAÇAO SOBRE EVENTOS ADVERSOS GRAVES CAUSADOS POR PRODUTOS MÉDICOS UTILIZADOS NO MERCOSUL MERCOSUR / XXXVII SGT Nº 11/ P. RES. N º /11 MECANISMO DE INTERCÂMBIO DE INFORMAÇAO SOBRE EVENTOS ADVERSOS GRAVES CAUSADOS POR PRODUTOS MÉDICOS UTILIZADOS NO MERCOSUL (REVOGAÇÃO DA RES. GMC Nº 46/08) TENDO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. PORTARIA Nº RJ-PGD-2010/00080 de 13 de setembro de 2010

PODER JUDICIÁRIO. PORTARIA Nº RJ-PGD-2010/00080 de 13 de setembro de 2010 PORTARIA Nº RJ-PGD-2010/00080 de 13 de setembro de 2010 O JUIZ FEDERAL - DIRETOR DO FORO E CORREGEDOR PERMANENTE DOS SERVIÇOS AUXILIARES DA - SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições

Leia mais

Publicado no Diário Oficial de São Paulo, Poder Executivo, edição de 24/01/2013, p. 193

Publicado no Diário Oficial de São Paulo, Poder Executivo, edição de 24/01/2013, p. 193 DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PARA OFICIAL E AGENTE DE DEFENSORIA PÚBLICA EDITAL DE DEFERIMENTO E INDEFERIMENTO DOS PEDIDOS DE ISENÇÃO E REDUÇÃO DO PAGAMENTO DO VALOR DE INSCRIÇÃO,

Leia mais

CALENDÁRIO DE ATENDIMENTO DO SORTEIO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA ETAPA III AGENDAMENTO 16/12/2014 GRUPO 3: CRITÉRIOS 1 A 4

CALENDÁRIO DE ATENDIMENTO DO SORTEIO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA ETAPA III AGENDAMENTO 16/12/2014 GRUPO 3: CRITÉRIOS 1 A 4 CALENDÁRIO DE ATENDIMENTO DO SORTEIO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA ETAPA III AGENDAMENTO 16/12/2014 GRUPO 3: CRITÉRIOS 1 A 4 ORDEM NOME CPF CRITERIOS 1096 JANAINA ARAUJO 055.016.613-06 2 1097 AURIONE

Leia mais

Cartão Nacional de Saúde no âmbito da Saúde Suplementar

Cartão Nacional de Saúde no âmbito da Saúde Suplementar Cartão Nacional de Saúde no âmbito da Saúde Suplementar Coordenação de Beneficiários Gerência de Produção e Análise de Informações GEPIN Gerência-Geral de Informações e Sistemas - GGISS Diretoria de Desenvolvimento

Leia mais

RESULTADO DO PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO, COM INGRESSO DE ALUNOS NO 1º SEMESTRE DE 2010.

RESULTADO DO PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO, COM INGRESSO DE ALUNOS NO 1º SEMESTRE DE 2010. RESULTADO DO PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO, COM INGRESSO DE ALUNOS NO 1º SEMESTRE DE 2010. Matrícula - Procedimentos Comparecer na secretaria de Pós-Graduação da Faculdade de

Leia mais

22 - Como se diagnostica um câncer? nódulos Nódulos: Endoscopia digestiva alta e colonoscopia

22 - Como se diagnostica um câncer? nódulos Nódulos: Endoscopia digestiva alta e colonoscopia 22 - Como se diagnostica um câncer? Antes de responder tecnicamente sobre métodos usados para o diagnóstico do câncer, é importante destacar como se suspeita de sua presença. As situações mais comuns que

Leia mais

O Ministério da Saúde da República Federativa do Brasil

O Ministério da Saúde da República Federativa do Brasil MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O MINISTERIO DA SAÚDE DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O MINISTÉRIO DO TRABALHO, DA SAÚDE E DAS POLÍTICAS SOCIAIS DA REPÚBLICA ITALIANA SOBRE COOPERAÇÃO NO CAMPO DA SAÚDE

Leia mais

Certificado. Belo Horizonte, 17 de maio de 2016. 4ª Jornada Acadêmica Integrada Promove. Prof. Dr. Natanael Atila Aleva Diretor Acadêmico

Certificado. Belo Horizonte, 17 de maio de 2016. 4ª Jornada Acadêmica Integrada Promove. Prof. Dr. Natanael Atila Aleva Diretor Acadêmico Certificamos que Álef Bachur Oliveira participou da palestra Responsabilidade social: setor público, privado e terceiro setor, na Jornada Acadêmica Integrada, no dia 17 de maio de 2016, nas Faculdades

Leia mais

Módulo: M_CONFIRMA_AGENDAMENTO - Confirmação dos Agendamentos

Módulo: M_CONFIRMA_AGENDAMENTO - Confirmação dos Agendamentos Page 1 of 16 145806 Módulo: M_CONFIRMA_AGENDAMENTO - Confirmação dos Agendamentos PDA 145806: Aumento do Campo "Telefone". SOLICITAÇÃO DO CLIENTE Aumentar o campo "Telefone" nas telas de agendamento, para

Leia mais

MUNICÍPIO UNIDADE GESTORA CURSOS DISCIPLINA CANDIDATOS NOTA. Administração de materiais. Planejamento e Controle da Produção

MUNICÍPIO UNIDADE GESTORA CURSOS DISCIPLINA CANDIDATOS NOTA. Administração de materiais. Planejamento e Controle da Produção MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PR OFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO Avenida Professor Mário Werneck, nº

Leia mais

Cadastro metas para Indicadores de Monitoramento e Avaliação do Pacto pela Saúde - Prioridades e Objetivos Estado: GOIAS

Cadastro metas para Indicadores de Monitoramento e Avaliação do Pacto pela Saúde - Prioridades e Objetivos Estado: GOIAS Cadastro metas para Indicadores de Monitoramento e Avaliação do Pacto pela Saúde - Prioridades e Objetivos Estado: GOIAS PACTO PELA VIDA PRIORIDADE: I - ATENCAO A SAUDE DO IDOSO. OBJETIVO: PROMOVER A FORMACAO

Leia mais

, declara, para todos os fins legais, especialmente do disposto no artigo 39, VI, da Lei, 8.078/90 que dá plena autorização ao (à) médico(a)

, declara, para todos os fins legais, especialmente do disposto no artigo 39, VI, da Lei, 8.078/90 que dá plena autorização ao (à) médico(a) TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO O(A) paciente, ou seu responsável, declara, para todos os fins legais, especialmente do disposto no artigo 39, VI, da Lei, 8.078/90 que dá plena autorização ao

Leia mais

PREÇOS DOS SERVIÇOS DE ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO E DE INSPEÇÃO

PREÇOS DOS SERVIÇOS DE ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO E DE INSPEÇÃO PREÇOS DOS SERVIÇOS DE ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO E DE INSPEÇÃO NORMA Nº: NIE-CGCRE-140 APROVADA EM DEZ/2015 Nº 01/07 SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Campo de Aplicação 3 Responsabilidade 4 Histórico

Leia mais

O papel da CCIH no Processamento de Roupas de Serviços de Saúde

O papel da CCIH no Processamento de Roupas de Serviços de Saúde O papel da CCIH no Processamento de Roupas de Serviços de Saúde A Portaria MS nº 2616/98 define a Infecção Hospitalar (IH) como sendo aquela adquirida após a admissão do paciente e que se manifesta durante

Leia mais

ANEXO ROTEIRO DE INSPEÇÃO DO PROGRAMA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR

ANEXO ROTEIRO DE INSPEÇÃO DO PROGRAMA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 1 OBJETIVO: ANEXO ROTEIRO DE INSPEÇÃO DO PROGRAMA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR Este Roteiro estabelece a sistemática para a avaliação do cumprimento das ações do Programa de Controle de Infecção

Leia mais

Gerenciamento de Riscos a Saúde

Gerenciamento de Riscos a Saúde Gerenciamento de Riscos a Saúde O papel da Prescrição Eletrônica e Rastreabilidade na administração segura de medicamentos Serviço de Informática /CAISM Profa Dra Roseli Calil Hospital da Mulher Prof.

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Semanário Oficial Nº 2.310 Campina Grande, 20 a 24 de Maio de 2013. Pág. 1 SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Lei Municipal nº. 04 de

Leia mais

RETIFICAÇÃO DO RESULTADO FINAL - EDITAL 001/2014

RETIFICAÇÃO DO RESULTADO FINAL - EDITAL 001/2014 RETIFICAÇÃO DO RESULTADO FINAL - EDITAL 001/2014 A Secretaria de Educação a Distância da UNIVASF - SEaD, por meio da Comissão Organizadora do Processo Seletivo para o Curso de Extensão Formação de Conselheiros

Leia mais

CANAL MINAS SAÚDE: A COMUNICAÇÃO E A EDUCAÇÃO EM SAÚDE EM MINAS GERAIS

CANAL MINAS SAÚDE: A COMUNICAÇÃO E A EDUCAÇÃO EM SAÚDE EM MINAS GERAIS CANAL MINAS SAÚDE: A COMUNICAÇÃO E A EDUCAÇÃO EM SAÚDE EM MINAS GERAIS Belo Horizonte, 02 de maio de 2010 BONTEMPO, Verlanda Lima Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais verlanda@fastmail.fm DALMAS,

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO PARECER COREN-SP CAT Nº 025/2010 Assunto: Musicoterapia 1. Do fato Solicitado parecer por profissional de enfermagem sobre a competência do enfermeiro para a utilização da música no cuidado aos pacientes.

Leia mais

ANEXO 1 Relatório sobre os impactos do vazamento de óleo diesel no rio Formoso

ANEXO 1 Relatório sobre os impactos do vazamento de óleo diesel no rio Formoso ANEXO 1 Relatório sobre os impactos do vazamento de óleo diesel no rio Formoso LEVANTAMENTO DA PERCEPÇÃO DOS MORADORES DA BACIA HIDROGRÁFICA SOBRE OS IMPACTOS CAUSADOS PELO VAZAMENTO DO ÓLEO DIESEL NO

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRZ4012 EDITAL Nº 005/2010 1. Perfil: TR 007/2010-CGS - CIÊNCIAS SOCIAIS APLICÁVEIS 3. Qualificação educacional: Graduação na área de CIÊNCIAS SOCIAIS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PASTOS BONS AVENIDA DOMINGOS SERTAO 1000

PREFEITURA MUNICIPAL DE PASTOS BONS AVENIDA DOMINGOS SERTAO 1000 PROJETO DE LEI DO PLANO PLURIANUAL Projeto de Lei: Dispoe sobre o Plano Plurianual para o periodo 2015/2018 A CAMARA MUNICIPAL decreta: Art. 1o. Esta lei institui o Plano Plurianual para o quadrienio 2015/2018

Leia mais

ORGANIZAÇÃO TECNOLÓGICA DO TRABALHO DA EQUIPE DE SAÚDE DE UMA UNIDADE HOSPITALAR DE ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS *

ORGANIZAÇÃO TECNOLÓGICA DO TRABALHO DA EQUIPE DE SAÚDE DE UMA UNIDADE HOSPITALAR DE ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS * ORGANIZAÇÃO TECNOLÓGICA DO TRABALHO DA EQUIPE DE SAÚDE DE UMA UNIDADE HOSPITALAR DE ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS * Estela Regina Garlet 1 José Luís Guedes dos Santos 2 Maria Alice Dias da Silva

Leia mais

ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR.

ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR. ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR. UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ UFC HOSPITAL UNIVERSITÁRIO WALTER CANTÍDIO HUWC COMISSÃO DE RISCOS HOSPITALARES HEMOCE ROCIVÂNIA LÉLIS

Leia mais

PROGRAMA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR PCIH. Orientações

PROGRAMA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR PCIH. Orientações PROGRAMA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR PCIH Orientações O que é o PCIH Considera-se Programa de Controle de Infecção Hospitalar o conjunto de ações desenvolvidas deliberada e sistematicamente, com

Leia mais

Registro Hospitalar de Câncer Conceitos Básicos Planejamento Coleta de Dados Fluxo da Informação

Registro Hospitalar de Câncer Conceitos Básicos Planejamento Coleta de Dados Fluxo da Informação Registro Hospitalar de Câncer Conceitos Básicos Planejamento Coleta de Dados Fluxo da Informação Registro Hospitalar de Câncer Este tipo de registro se caracteriza em um centro de coleta, armazenamento,

Leia mais

CONCURSO ESCOLAS SUSTENTÁVEIS TEMA

CONCURSO ESCOLAS SUSTENTÁVEIS TEMA CONCURSO ESCOLAS SUSTENTÁVEIS TEMA Sustentabilidade um interesse de todos INSCRIÇÕES: 16 de junho a 31 de agosto 2016 DÚVIDAS E INFORMAÇÕES:. suc.seduc.ma@gmail.com 3218-2320/3218-2323. emir.sucsueb@gmail.com

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ - UESPI COMISSÃO ELEITORAL CENTRAL BURITI DOS LOPES

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ - UESPI COMISSÃO ELEITORAL CENTRAL BURITI DOS LOPES BURITI DOS LOPES Matricula Nome Curso 9002991 ANGRA MARIA DE SOUSA LICENCIATURA PLENA EM LETRAS/ESPANHOL (EAD) 9006062 ANTONIA MARIA PEREIRA CARVALHO LICENCIATURA PLENA EM LETRAS/ESPANHOL (EAD) 9006082

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação (MEC) em seus processos de formulação, implantação e

Leia mais

GESTÃO DESCOMPLICADA NOTIVISA

GESTÃO DESCOMPLICADA NOTIVISA NOTIVISA Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária http://www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm Apresentação Bem-vindo ao Sistema Nacional de Notificações para a Vigilância Sanitária - NOTIVISA

Leia mais

PARECER Nº, DE 2008. RELATORA: Senadora ADA MELLO I RELATÓRIO

PARECER Nº, DE 2008. RELATORA: Senadora ADA MELLO I RELATÓRIO PARECER Nº, DE 2008 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 364, de 2008, que altera o art. 8º da Lei n 9.250, de 26 de dezembro de 1995, para permitir a dedução de despesa

Leia mais

Implantação do Núcleo de Segurança do Paciente em Serviços de Saúde

Implantação do Núcleo de Segurança do Paciente em Serviços de Saúde Série Segurança do Paciente e Qualidade em Serviços de Saúde Implantação do Núcleo de Segurança do Paciente em Serviços de Saúde 6 Agência Nacional de Vigilância Sanitária Anvisa Implantação do Núcleo

Leia mais

Trilhas do Campo: Livro e Vídeo

Trilhas do Campo: Livro e Vídeo Capa.pdf 1 19/09/2011 11:56:26 Agência NAcional de Vigilância Sanitária Anvisa Trilhas do Campo: Livro e Vídeo Trilhas do Campo: Livro e Vídeo Agência Nacional de Vigilância Sanitária Anvisa 1.indd 1 19/09/2011

Leia mais

RESOLUÇÃO - RDC Nº 38, DE 12 DE AGOSTO DE 2013.

RESOLUÇÃO - RDC Nº 38, DE 12 DE AGOSTO DE 2013. RESOLUÇÃO - RDC Nº 38, DE 12 DE AGOSTO DE 2013. Aprova o regulamento para os programas de acesso expandido, uso compassivo e fornecimento de medicamento pós-estudo. Aprova o regulamento para os programas

Leia mais

Qualidade e Segurança do Paciente: A perspectiva do Controle de Infecção. Paula Marques Vidal APECIH Hospital São Camilo Unidade Pompéia

Qualidade e Segurança do Paciente: A perspectiva do Controle de Infecção. Paula Marques Vidal APECIH Hospital São Camilo Unidade Pompéia Qualidade e Segurança do Paciente: A perspectiva do Controle de Infecção Paula Marques Vidal APECIH Hospital São Camilo Unidade Pompéia Tópicos 1. CCIH no Brasil 2. CCIH e a Segurança do Paciente: Qual

Leia mais

Relatório de Gestão da CCIH

Relatório de Gestão da CCIH Relatório de Gestão da CCIH 1 - Apresentação A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar CCIH é formada por membros executores -01 Enfermeira, 01 Farmacêutica e 01 Medico Infectologista e consultores-representantes

Leia mais

Manual de Implementação Lista de Verificação de Segurança Cirúrgica da OMS 2009. Cirurgia Segura Salva Vidas

Manual de Implementação Lista de Verificação de Segurança Cirúrgica da OMS 2009. Cirurgia Segura Salva Vidas Manual de Implementação Lista de Verificação de Segurança Cirúrgica da OMS 2009 Cirurgia Segura Salva Vidas WHO Library Cataloguing-in-Publication Data Implementation manual WHO surgical safety checklist

Leia mais

Edição Número 2 de 02/01/2004, páginas 12 e 13.

Edição Número 2 de 02/01/2004, páginas 12 e 13. Edição Número 2 de 02/01/2004, páginas 12 e 13. PORTARIA Nº 2.458, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2003 O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso de suas atribuições, e Considerando a necessidade de criar mecanismos

Leia mais

F A C U L D AD E S E S T

F A C U L D AD E S E S T F A C U L D AD E S E S T Edital P R O C E S S O S E L E T I V O 2 0 1 6 2 º s e m e s t r e 2ª CHAMADA MESTRADO PROFISSIONAL EM TEOLOGIA São Leopoldo 2016 A Faculdades EST torna pública a abertura das

Leia mais

TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO

TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO O(A) paciente, ou seu responsável, declara, para todos os fins legais, especialmente do disposto no artigo 39, VI, da Lei, 8.078/90 que dá plena autorização ao

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING E TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING E TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING E TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA CENTRO DE COMPONENTES SEMICONDUTORES - CCS Processo nº 01P-4094/2015 A(O)

Leia mais

ANÁLISE DE DOCUMENTOS - EDITAL 107/2015 - BELFORD ROXO JOANA CARLA MARQUES DOS SANTOS 9

ANÁLISE DE DOCUMENTOS - EDITAL 107/2015 - BELFORD ROXO JOANA CARLA MARQUES DOS SANTOS 9 ANÁLISE DE DOCUMENTOS - EDITAL 107/2015 - BELFORD ROXO ORGANIZADOR DE EVENTOS JOANA CARLA MARQUES DOS SANTOS 9 LETRAS- PORTUGUES ALINE VERGINIA DOS SANTOS 19 CLARICE DA SILVA SANTOS 22 MARCELLE MARTINS

Leia mais

FACESA FACULDADE DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO SENA AIRES COMISSÃO DE VESTIBULAR AGENDADO. RESULTADO DO VESTIBULAR AGENDADO Provas: 07 DEZ 2008 (DOMINGO)

FACESA FACULDADE DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO SENA AIRES COMISSÃO DE VESTIBULAR AGENDADO. RESULTADO DO VESTIBULAR AGENDADO Provas: 07 DEZ 2008 (DOMINGO) FACESA FACULDADE DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO SENA AIRES COMISSÃO DE VESTIBULAR AGENDADO RESULTADO DO VESTIBULAR AGENDADO Provas: 07 DEZ 2008 (DOMINGO) Mariana Machado Vasques Élio de França Neves Os resultados

Leia mais

c) Aplicar os princípios de pesquisa operacional mediante:

c) Aplicar os princípios de pesquisa operacional mediante: GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE SUBSECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE ATRIBUIÇÕES DOS PROFISSIONAIS DA EQUIPE DE SAÚDE PROGRAMA MUNICIPAL DE CONTROLE DA HANSENÍASE 1. Atribuições

Leia mais

Surto de Infecções de Sítio Cirúrgico por MCR no Estado do Rio de Janeiro (2006 a 2007)

Surto de Infecções de Sítio Cirúrgico por MCR no Estado do Rio de Janeiro (2006 a 2007) Surto de Infecções de Sítio Cirúrgico por MCR no Estado do Rio de Janeiro (2006 a 2007) Prof. Rafael Silva Duarte Lab. Micobactérias Depto. Microbiologia Médica IMPPG / UFRJ Órgãos e Instituições Públicas:

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÂO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (CCIH) E SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (SCIH) DO HU/UFJF

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÂO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (CCIH) E SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (SCIH) DO HU/UFJF REGIMENTO INTERNO DA COMISSÂO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (CCIH) E SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (SCIH) DO HU/UFJF CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO Artigo 1º Atendendo à Portaria de número

Leia mais

PROTOCOLO OPERACIONAL PADRÃO

PROTOCOLO OPERACIONAL PADRÃO Data de 1. Definição Prevenção de Infecção da Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica Tornar de conhecimento da assistência um conjunto de orientações para a prevenção de pneumonia relacionada à assistência.

Leia mais

Hospital Geral de São Mateus

Hospital Geral de São Mateus Hospital Geral de São Mateus Projeto Referência Hospital Amigo do Idoso Perfil Instituição Hospital Geral, de caráter público, subordinado a Secretaria de Estado da Saúde, da administração direta, com

Leia mais

RDC ANVISA Nº17, DE 28/03/2013

RDC ANVISA Nº17, DE 28/03/2013 RDC ANVISA Nº17, DE 28/03/2013 Estabelece os critérios relativos à Autorização de Funcionamento (AFE) e de Autorização Especial (AE) de farmácias e drogarias. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional

Leia mais

Poder Executivo. Extratos. Avisos. Criado pela Lei Complementar Nº 15 de 02/07/2004 Ponta Porã-MS, 04 de Junho de 2013 Edição 1772 R$ 1,00

Poder Executivo. Extratos. Avisos. Criado pela Lei Complementar Nº 15 de 02/07/2004 Ponta Porã-MS, 04 de Junho de 2013 Edição 1772 R$ 1,00 Criado pela Lei Complementar Nº 15 de 02/07/2004 Ponta Porã-MS, 04 de Junho de 2013 Edição 1772 R$ 1,00 Poder Executivo Extratos Avisos EXTRATO DE TERMO ADITIVO 2013 AVISO DE LICITAÇÃO PROCESSO Nº 9420/2013

Leia mais

Auditoria de Meio Ambiente da SAE/DS sobre CCSA

Auditoria de Meio Ambiente da SAE/DS sobre CCSA 1 / 8 1 OBJETIVO: Este procedimento visa sistematizar a realização de auditorias de Meio Ambiente por parte da SANTO ANTÔNIO ENERGIA SAE / Diretoria de Sustentabilidade DS, sobre as obras executadas no

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL ESF SORRI BAURU MARÇO 2016

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL ESF SORRI BAURU MARÇO 2016 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL ESF SORRI BAURU MARÇO 2016 A SORRI BAURU, por meio de sua Diretoria Executiva, convoca os interessados a participar do processo seletivo para a contratação

Leia mais

EDITAL Nº 01/ 2014 EDITAL DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE.

EDITAL Nº 01/ 2014 EDITAL DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CARDIOLOGIA E EPIDEMIOLOGIA. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (UFRGS) INSTITUTO DE AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIA EM SAÚDE - IATS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO

Leia mais