Controle de Psicotrópicos SNGPC

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Controle de Psicotrópicos SNGPC"

Transcrição

1 Nome do Pesquisador(Aluno): Abner Ismael Oliveira de Moraes Nome do Orientador: Lupércio Fuganti Luppi Titulação do Orientador: Instituição: UNIFIL Controle de Psicotrópicos SNGPC Este trabalho apresenta um sistema para auxiliar o processo de controle de medicamentos controlados nas farmácias. Uma das atribuições da Agência Nacional de Vigilância Sanitária ANVISA é de controlar a comercialização de medicamentos psicotrópicos e a Agencia determina que seja feito o acompanhamento da compra e venda destes medicamentos em Livro Registro. Existe uma determinação para que as farmácias implantem sistemas eletrônicos para controle desta movimentação integrados ao Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC). O sistema tem como objetivo o cadastro tanto dos clientes que irão levar o medicamento como daqueles para os quais o medicamento foi prescrito, além destas informações é necessário o cadastro do médico, cadastro dos fornecedores dos medicamentos, o cadastro dos medicamentos controlados, e as movimentações de entrada e saída e também, caso exista, o controle de perda dos medicamentos. Uma vez procedido o registro destas informações é feita a transferência eletrônica da movimentação para a (Anvisa) por meio do no site do SNGPC. O envio do movimento é feito automaticamente pelo sistema e para tanto utiliza o padrão extensible Markup Language (XML).. Para o envio do arquivo o sistema faz uma pré validação dos dados inseridos com a intenção de evitar a transferência de arquivos com erro para o site da ANVISA. A linguagem de programação utilizada para o desenvolvimento do sistema foi o PASCAL e a utilização da ferramenta Delphi versão 6. O processo de desenvolvimento de software foi baseado no Rational Unified Process (RUP) 7 e modelado utilizando a Unified Modeling Language UML. Os dados do sistema são persistidos na plataforma do Firebird que se apresenta como sendo um gerenciador de banco de dados gratuito e confiável. Palavras-chave: medicamentos controlados, controle de medicamentos, ANVISA, XML

2 Nome do Pesquisador (Aluno): Aline Cristina Rosa, Debora Morita, Regiane Bertunes de Araújo Nome do Orientador: Magda Aparecida Salgueiro Duro Titulação do Orientador: Mestre em Engenharia Elétrica Instituição: Faculdade de Ciências da Fundação Instituto Tecnológico de Osasco (FAC-FITO) Curso para apresentação: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO BUSCA DE UMA SOLUÇÃO DO SISTEMA DA GRADE HORÁRIA POR MEIO DE ALGORITMO GENÉTICO RESUMO: A grade horária é uma ferramenta indispensável a qualquer instituição de ensino, sua construção ainda é um problema habitual e complexo, são vários os motivos que levam a dificuldade na montagem de uma grade horária, como a distribuição de turmas e dias que cada professor terá que assumir. Mesmo com todo o avanço computacional, as instituições de ensino realizam a construção da grade horária manualmente, consequentemente há um consumo excessivo de tempo que envolve todo corpo docente e discente na busca de uma solução que satisfaça todos os envolvidos. Embora a grade horária seja comum a qualquer instituição de ensino, cada instituição possui restrições diferenciadas. As restrições estabelecidas por cada instituição, dificultam o processo na elaboração de um sistema gerador de grade horária. Esta dissertação busca uma solução para o problema da grade horária através de Algoritmo Genético, por conter várias regras e restrições que necessitam ser combinadas para a geração de uma grade satisfatória, de acordo com as exigências do 4º(quarto) ano do curso de Ciência da Computação da instituição de ensino FAC-FITO. A grade horária escolar determina a distribuição de horários em uma instituição de ensino, sua elaboração é complexa devido as restrições impostas por professores, disciplina e horário. Para a solução do problema da grade horária pode ser utilizado Algoritmos Genéticos, uma técnica da inteligência artificial baseada na evolução natural dos seres vivos. O principal objetivo dessa dissertação é desenvolver um software gerador de grade horária por meio de uma representação genética levando em consideração a limitação dos envolvidos, utilizando o Algoritmo Genético para a busca de uma solução satisfatória. Os componentes necessários para o desenvolvimento do gerador de grade horária são: Operadores Genéticos: algoritmo genético responsável pelo processamento como um todo (início/fim)base de Dados: onde é armazenado o conhecimento necessário (entrada) para a solução do problema, os conhecimentos são as disciplinas, professores e suas respectivas restrições.o resultado da análise é realizado pela avaliação da satisfação de todos os envolvidos. MetodologiaPara o desenvolvimento deste trabalho foi necessário realizar um levantamento detalhado em livros, sites (sítios), monografias e dados atualizados das informações para a construção da grade horária, bem como as restrições dos professores e disciplinas. Para ilustrar a Grade Horária com base nos estudos de Algoritmo Genético foi desenvolvido um Gerador de Grade Horária para o tratamento das restrições das disciplinas e professores coletados do 4º ano do curso de Ciência da Computação.Resultados e Considerações Finais O cenário proposto deste trabalho é uma turma com 12 aulas semanais recebendo restrições de professores e disciplinas. A análise dos resultados se dá a partir da satisfação na elaboração correta da grade na qual foi gerada conforme o esperado obedecendo assim todas as restrições impostas.com esse trabalho deseja-se a aplicação da técnica de algoritmo genético na questão de elaboração da grade horária escolar. Para o problema proposto a solução foi eficaz, pois respeitou todas as entradas e restrições. Referências Concílio, R. Contribuição à solução de problemas de Escalonamento pela Aplicação Conjunta de Computação Evolutiva e Otimização de Restrição Tese (Mestrado em Engenharia Elétrica) Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), São Paulo, 2000.Hamawaki, Cristiane, D.L. Geração Automática de

3 Grade Horária Usando Algoritmos Genéticos: O caso da Faculdade de Engenharia da UFU Tese (Mestrado em Engenharia Elétrica) - Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Minas Gerais, 2005.Lindem, Ricardo. Uma importante ferramenta da Inteligência Computacional, Rio de Janeiro: BrasPort, Palavras-chave: Grade Horária. Algoritmo Genético. Inteligência Artificial. Computação Evolutiva.

4 Nome do Pesquisador (Aluno): Alison Vilas Boas Nome do Orientador: Lara Gervásio Haddad Titulação do Orientador: Instituição: UNOPAR Revista Digital: Uma analise explorando a arte de rua na cidade de Londrina Este projeto tem por objetivo uma intensa pesquisa atraves de entrevistas com os envolvidos na cena da arte de rua além das buscas em arquivos do que já foi registrado em Londrina. Com as entrevistas em mãos será dado inicio a captura, atraves de fotos, das obras dos artistas que forem citados durante a pesquisa. Com a captura feita, será criado um material para distribuição via WEB através da revista digital. Essa divulgação visa artistas que as vezes se passam despercebidos dentre toda a correria da grande cidade, porém ganham valor quando analisados por seu valor artístico, além de toda a atitude, quando os mesmos que expõem suas obras nas ruas, festas, sarais etc., provam que não é necessário bienais, exposições e salões de arte para que a cultura e arte sejam expressadas, aceitas e consumidas pela população.todas as obras expostas na revista digital serão de Londrina e região, serão captadas nas ruas e coletadas também pela internet. O presente projeto de pesquisa busca utilizar a linguagem digital (internet) para divulgar todo o material coletado destes artistas. A internet que hoje é um dos maiores meios de comunicação livre faz com que essas obras sejam proferidas ao mundo todo por quem gosta, já que é livre, e por quem é adepto à procura pelos sites de busca, sites específicos de arte contemporânea fora de mídia e blogs que dilatam essa cultura underground. Palavras-chave: Revista Digital Arte de Rua Londrina Cultura Underground

5 Nome do Pesquisador (Aluno): Anderson Mendes Camargo, Bruno Silveira Leal, Flavio Henrique Freitas Spedaletti, Thiago Henrique de Moraes Pereira Nome do Orientador: Anderson Barreto Amâncio Titulação do Orientador: Mestrado Instituição: Faculdade de Ciência da Fundação Instituto Tecnológico de Osasco/FAC- FITO Curso para apresentação: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ACESSO REMOTO A UM MICROCONTROLADOR VIA REDE PÚBLICA DE TELEFONIA CELULAR O presente trabalho tem como objetivo controlar e monitorar remotamente equipamentos eletro-eletrônicos através de aparelhos celulares utilizando o protocolo SMS (Serviço de Mensagens Curtas, sigla em inglês) disponível na rede pública de telefonia celular. Dividimos nosso trabalho em duas etapas: primeiramente entender o funcionamento do sistema de telefonia celular, seus conceitos quanto ao protocolo SMS e a técnica para a leitura dos comandos contidos no mesmo e, em um segundo momento, elaborar uma arquitetura capaz de controlar e monitorar qualquer dispositivo eletro-eletrônico, em qualquer lugar, desde que se tenha disponível a rede de telefonia celular.utilizamos a plataforma.net, linguagem C#, para o desenvolvimento da aplicação, que é responsável por intermediar a comunicação homem-máquina.para tanto se empregou a metodologia XP (Extreme Programming), que consiste na criação de sistemas em menos tempo e de forma econômica, além de ser de melhor qualidade. Durante o desenvolvimento, idéias são criadas, visando boa funcionalidade da aplicação, priorizando o diálogo presencial. Para dar uma sustentação, o respeito foi utilizado para a compreensão de vários pontos de vista da equipe. Com o objetivo de reduzir custos envolvendo pessoas e máquinas, a globalização vem buscando cada vez mais novos meios de acesso à longa distância visando minimizar o tempo de comunicação e tomada de decisões. Nesse cenário percebe-se a necessidade de controlar equipamentos eletrônicos dos mais variados a longa distância, de maneira simples e eficaz. Essa questão é um desafio que vem impulsionando a criação de ambientes qualificados, capazes de realizar acesso remoto a esses equipamentos. Atualmente os aparelhos celulares são responsáveis por grande parte das comunicações interpessoais e profissionais devido às diversas funcionalidades oferecidas pelos fabricantes. Ao analisar as tecnologias disponíveis nos serviços de celulares, percebe-se que a protocolo SMS é um método de comunicação que pode ser um facilitador no dia-a-dia. É possível o envio e o recebimento de informações das mais diversas naturezas para qualquer outro celular que possua essa mesma tecnologia. Partindo desse princípio este projeto visa oferecer ao mercado de TI uma comunicação que seja capaz de interagir remotamente com diversos tipos de hardwares e máquinas. Concluiu-se através de pesquisas formais e informais que é grande a aplicabilidade da solução desenvolvida, abrangendo todas as áreas onde exista a interação entre homemmáquina. Pode-se citar como exemplos de aplicação: máquinas industriais, equipamentos eletro-eletrônicos, dentre outros envolvidos na automação industrial e residencial. Palavras-chave: Acesso Remoto, Protocolo SMS, Equipamento eletro-eletrônico

6 Nome do Pesquisador (Aluno): Bruno Balbino da Silva Nome do Orientador: Lupercio Luppi Titulação do Orientador: Professor Instituição: Centro Universitario Filadélfia UNIFIL InfoOS - Controle de Ordem de Serviço Este trabalho apresenta um projeto que consiste em um sistema de controle de ordem de serviço para atender as necessidades de uma empresa de assistência técnica no ramo de informática. Os usuários alimentam o sistema que é composto tanto de controles elementares como inclusão, alteração e consultas, como de controles mais avançados que permitem a alteração do status de uma determinada ordem de serviço e a execução de orçamentos em um mesmo ambiente. O processo do sistema consiste em realizar Controle de Ordens de Serviço e realizar Orçamentos para uma possível aprovação do cliente. Um orçamento no âmbito do sistema pode ou não conter serviços, de forma que caso algum tipo de serviço seja incluído em determinado orçamento ao ser aprovado o próprio orçamento se transforma em uma Ordem de Serviço gerando uma economia significativa de tempo no processo de abertura de Ordens de Serviço, além de minimizar eventuais erros de reentrada de dados pelo usuário. Uma ordem de serviço pode ser aberta independente de orçamento, e necessariamente precisa conter um serviço. Com estes controles, espera-se uma melhor comunicação com o cliente, tornando possível informá-lo da real situação ou andamento das ordens de serviço abertas para o cliente. A arquitetura do sistema é baseada em padrões de projeto como o Transfer Object (TO) que é o acesso e transferência de dados entre camadas, Data Access Object (DAO) acesso aos registros do banco de dados, fazendo a separação da relação do cliente com os dados e Graphical User Interface (GUI) que permite a iteração com o usuário por meio de elementos gráficos, facilitando a manutenção e atualização do projeto e proporcionando maior segurança e confiabilidade. Como tecnologia para o desenvolvimento do sistema é utilizada a linguagem de programação orientada a objeto, Java (J2SE) com banco de dados relacional MySQL Server 5.0. O processo de desenvolvimento de software adotado foi o Rational Unified Process (RUP), utilizado para todo o processo de engenharia de software, para criação dos diagramas e para modelagem foi adotado o padrão da Unified Modeling Language (UML), que é um modelo de linguagem para modelagem de dados orientado a objetos. Palavras-chave: Java, TO, DAO, GUI, MySQL, RUP, UML.

7 Nome do Pesquisador (Aluno): Bruno Cesar Cianca Gomes Nome do Orientador: Roberto Nishimura Titulação do Orientador: Professor Instituição: Centro Universitário Filadélfia Unifil Cardápio Digital O projeto Cardápio Digital consiste em um sistema de mídia digital para publicidade em estabelecimentos, bares e restaurantes, que possibilita o cliente ter acesso em seu celular ao cardápio oferecido, com a possibilidade de estar consultando mesmo quando não estiver no estabelecimento. O sistema permitira ao proprietário do estabelecimento cadastrar os itens contidos no cardápio, depois de realizado todo o processo de cadastro o proprietário, por meio do sistema, publica. Desta forma o servidor do Cardápio Digital, realiza constantes buscas de equipamentos ativos com Bluetooth, tecnologia utilizada para transferência de informações entre equipamentos móveis, e encontrado um equipamento realiza a conexão e a transferência da aplicação que contem o cardápio ao cliente, para isso o mesmo deverá permitir a transferência através de uma tela de pergunta vista no celular, caso o cliente não aceite o servidor automaticamente não realizará mais nenhuma tentativa de conexão, com isso preservando e respeitando a privacidade do cliente. No Cardápio Digital foi utilizado para implementação dos módulos de cadastro e servidor a linguagem de programação orientada a objetos C# fazendo uso da plataforma Microsoft.NET 2.0, e para o sistema presente no celular foi utilizado Java fazendo uso das especificações Java 2 Micro Edition (JME). Para o processo de desenvolvimento de software foi utilizado Rational Unified Process (RUP), fazendo uso de suas técnicas de desenvolvimento de software, para modelagem do sistema foi utilizado Unified Modeling Language (UML). Como banco de dados foi escolhido Microsoft SQL Server. Palavras-chave: Cardápio, J2ME

8 Nome do Pesquisador (Aluno): Carlos Eduardo Pasqueto Borin Nome do Orientador: Lupercio Luppi Titulação do Orientador: Professor Instituição: Centro Ujniverstario Filadélfia Unifil Sistema Ponto Digital Este trabalho apresenta um projeto que consiste em um sistema desktop de coleta e armazenamento da carga horária trabalhada dos colaboradores da empresa OnixSat Rastreamento de Veículos Ltda, denominado Sistema Ponto Digital. Responsável por controlar o horário de trabalho dos colaboradores, o sistema de ponto digital registrará a entrada e saída de cada período da jornada de trabalho dos colaboradores, que por meio dessas informações obterá o total de horas trabalhadas de cada colaborador em um determinado período de tempo. Como forma de identificação do colaborador foi utilizado no projeto o hardware de impressão digital Finger Print que, por meio de um processo de biometria, é cadastrada a impressão digital do funcionário no sistema para sua identificação no sistema com a intenção de realizar do registro de entrada e saída do funcionário (controle de ponto), possibilitando a identificação única do funcionário, sugerindo, com este procedimento, um aumento na segurança nas informações registradas. A utilização do hardware Finger Print foi definida por apresentar as seguintes características principais: método rápido, alta confiabilidade e baixo custo. O sistema de ponto digital foi implementado utilizando a linguagem de programação orientada a objetos C# da plataforma Microsoft.NET, a escolha dessa linguagem para a realização desse projeto deve-se primeiramente ao ambiente de produção que utiliza a plataforma Windows e ao poder da linguagem C#, que oferece flexibilidade aliada ao poder das linguagens orientadas a objetos além de ser a linguagem nativa para a plataforma.net. Como processo de desenvolvimento de software foi utilizado o Rational Unified Process (RUP), que fornece técnicas a serem seguidas no desenvolvimento de software com o objetivo de aumentar a produtividade. Para a modelagem do sistema foi utilizado a Unified Modeling Language (UML), que nos possibilita ilustrar os processos em ação e para armazenamento dos dados, foi escolhido o banco de dados relacional Sql Server. Palavras-chave: biometria,.net

9 Nome do Pesquisador(Aluno): Denner Bizarria Branco Nome do Orientador: Fernando Genta Titulação do Orientador: Instituição: Centro Universitário Filadélfia - Unifil Software para Controle de Mudanças em Sistemas Este trabalho apresenta um sistema web que auxilia o processo de manutenção em sistemas para empresas de desenvolvimento de software. No sistema é possível armazenar solicitações de mudanças feitas pelos usuários, registrar detalhes sobre essas solicitações, anexar documentos e registrar horas consumidas pela empresa para atender a solicitação. Possui automatismos como envio de s sobre o andamento das atividades sobre cada solicitação aos interessados, mantendo-os informados em tempo real. O sistema é construído com a linguagem de programação ruby e com a utilização do rails que é um framework para desenvolvimento web que utiliza o modelo Model View Controller (MVC), que separa a parte visual da regra do negócio, facilitando a manutenção e aumentando a escalabilidade tornando o sistema mais flexível. A elaboração do sistema foi baseada no modelo de ciclo de vida do Rational Unified Process (RUP) que propõe um modelo iterativo em que cada iteração tem um objetivo específico, tornando assim o processo de análise e desenvolvimento com suas tarefas e prazos bem definidos, aumentando o contato do cliente com o processo, garantindo interesse e comprometimento das partes com o desenvolvimento do software. Para a modelagem foi utilizado a Unified Modeling Language (UML). Para a persistência de informações foi utilizado o banco de dados relacional MySQL. O trabalho apresenta um modelo de gerência de projetos simples e segue padrões que podem ser aplicados para empresas de desenvolvimento de sistemas que desejam constituir um processo seguro e funcional, já que é baseado em um caso real de uma empresa certificada com o modelo de Melhoria de Processo de Software Brasileiro (MPS.Br) e pode ser aplicado em casos reais de outras empresas. Palavras-chave: Gerência de Projetos, MPS.Br, processo, software

10 Nome do Pesquisador(Aluno): Diego Ernani Pereira da Silva Nome do Orientador: Lúcio Kamiji Titulação do Orientador: Especialista Instituição: UNIFIL Conversão Módulo Contábil para Web Este trabalho apresenta um projeto de uma conversão e reaproveitamento dos códigos da versão caráter do módulo de contabilidade, para uma versão que funcione em um navegador. O intuito deste projeto foi ter um reaproveitamento dos programas existentes e a compatibilidade com as atuais tecnologias que a empresa já adotou e está adotando. O sistema contábil tem por finalidade manter os registros contábeis da empresa e manter todas as informações legais exigidas pelos órgãos competentes. No processo de desenvolvimento de software foi utilizado o Rational Unified Process (RUP), para a Modelagem do sistema foi utilizado a Unified Modeling Language (UML), no decorrer do projeto foi feito os diagramas de seqüência, de colaboração, de banco de dados, de componentes, de caso de uso, de atividades, de implantação e de classes, foi feita, também, uma documentação seguindo o padrão de documentação da empresa (MPS- BR). Também foi utilizada a linguagem de programação DataFlex para adequação dos códigos já existentes, o sistema gerenciador de banco de dados utilizado foi o dataflex, por já ser utilizado na empresa, para a geração de relatório em impressora laser usou-se o ireport com estrutura extensible Markup Language (XML). Palavras-chave: contabilidade, conversão, navegador, rup, uml, xml

11 Nome do Pesquisador(Aluno): Eduardo de Lima Bianconi Nome do Orientador: Lúcio Kamiji Titulação do Orientador: Instituição: Unifil Controle de Solicitação de Suporte Este trabalho apresenta um projeto que consiste em um sistema desktop, responsável por controlar o processo de solicitações de suporte técnico do setor de Tecnologia da Informação (TI) de um Frigorífico. Os usuários devem registrar a solicitação de suporte, informando os dados referentes ao problema, recebendo um número de solicitação de serviço. Na seqüência, um responsável do setor de TI recebe a solicitação, de acordo com a prioridade determinado pelo responsável, e realiza o atendimento relatando a resolução do problema. Completando o processo, caso as duas partes estejam de acordo com a solução, a solicitação é encerrada. A arquitetura do sistema é baseada em camadas no padrão Java, facilitando a manutenção do mesmo, focando na facilidade e usabilidade do código. Como IDE foi utilizado o Eclipse, ferramenta de código aberto para construção de programas, beneficiando-se de suas facilidades para reutilização de código. Foi utilizado como processo de desenvolvimento de software o Rational Unified Process (RUP), para criação dos 8 diagramas (diagrama de caso de uso, atividade, classe, estado, implantação, comunicação, sequência e componentes), de acordo com o aprendizado durante o curso. Para a Modelagem do sistema foi utilizado a Unified Modeling Language (UML). Como banco de dados foi utilizado o MySQL levando em consideração a persistência de dados e a acessibilidade deste software livre. Como referência para pesquisas, foi utilizado o livro Java Como Programar. Palavras-chave: Solicitação de Suporte, IDE, Eclipse, RUP, UML, MySQL

12 Nome do Pesquisador(Aluno): Erton Tadeu de Carvalho Filho Nome do Orientador: Lucio Kamiji Titulação do Orientador: Mestre Instituição: Unifil SGM Este trabalho apresenta um projeto que consiste em um Sistema Gerenciador de Mercadorias (SGM) cuja principal característica é que deve ser dinâmico e responsável por alguns controles, tais como o controle de clientes, fornecedores e materiais em que o usuário pode gerar um relatório com as informações que desejar, sendo que estas informações a empresa necessita diariamente para um melhor funcionamento. A arquitetura do projeto desenvolvido trata-se de uma arquitetura simples para facilitar tanto a manutenção por parte dos desenvolvedores quanto na vida dos usuários que utiliza o sistema. O SGM está sendo desenvolvido para ser instalado num Desktop com Windows e atenderá a necessidade que uma empresa do ramo moveleiro precisa. Para uma melhor confiabilidade a implantação desse sistema ajudará em muitas atividades, pois deixará o serviço mais ágil e rápido. Como processo de desenvolvimento de software foi utilizado o Rational Unified Process (RUP). Para a Modelagem do sistema foi utilizado a Unified Modeling Language (UML) onde foram feitos os diagramas para especificar o funcionamento do sistema, as funções que eles teriam, os diagramas desenvolvidos foram 8 (oito), sendo eles diagrama de seqüência, diagrama de classe, diagrama de implantação, caso de uso, diagrama de atividade, diagrama de estado, diagrama de componente, diagrama de colaboração. Foi utilizada a linguagem de programação Java para escrever os códigos gerados pelos modelos de análise. Para persistência de dados, foi escolhido o banco relacional MySQL. Palavras-chave: SGM, UML, RUP

13 Nome do Pesquisador (Aluno): Fabiano Pereira da Silva Santos Nome do Orientador: Marcos Estremote Titulação do Orientador: Mestre Instituição: Centro Universitário de Jales (Uni-Jales) MIDDLEWARE PARA INTEGRAÇÃO DE BASE DE DADOS HETEROGÊNEOS Este artigo apresenta uma proposta de como integrar base de dados heterogêneas, utilizando componentes distribuídos através da API (Application Program Interface) e RMI (Remote Method Invocation), que possibilitam o trabalho com vários processos de forma transparente, e independente da localização de que estejam na rede. Onde, nestes tempos de globalização, são necessárias grandes mudanças dentro das empresas, pois tempo, idéias e informações são essenciais para sobrevivência no mercado tornando-se cada vez mais necessário inovar, assim como desenvolvimentos de mecanismos funcionais que atendam ao ambiente atual, transformando essas mudanças em um ponto diferencial dentro do novo cenário.um dos impulsores nas alterações e tratamento da informação nas empresas se da pela alta evolução da internet, o que ocasiona vários problemas em vista, que estão relacionadas às diferentes plataformas, softwares, hardware e meios de comunicação que se tornam disponíveis entre diversas fontes de dados heterogêneos nos sistemas de informações corporativas.causando uma complexidade na distribuição destas informações de forma escalável para uso dos clientes, tornase essencial o estudo de projetos para desenvolvimento de softwares para integração de dados que realizem a função de mediador, encapsulando informações diferenciais a favor de vários sistemas, através de arquiteturas de softwares distribuída como API RMI fornecida na linguagem de programação Java, que possibilita acesso a serviços e dados distribuídos heterogêneos.o principal objetivo é o tratamento da funcionalidade da camada de software que realiza a integração dos dados, e que controla estas requisições feitas pelas aplicações nas bases de dados na rede, de modo transparente e de fácil acesso, provendo abstração dos componentes de comunicação necessários.utilizando de padrões, metodologias oferecidas por arquiteturas distribuídas recursos como referências bibliográficas, com acervos disponíveis na biblioteca da instituição, assim como artigos de profissionais capacitados, grupos de discussões relacionados ao assunto, revistas referente a TI (tecnologia da informação), tutoriais e mídias sobre o assunto tratado, para analise de segurança, integração, portabilidade e reuso disponibilizado por uma camada de software genérica comunicará com os componentes. Palavras-chave: Heterogêneos, RMI (Remote Method Invocation)i, Integração de dados, Arquitetura Distribuida

14 Nome do Pesquisador(Aluno): FELIPE SICORSKI Nome do Orientador: FERNANDO GENTA DOS SANTOS Titulação do Orientador: PROFESSOR Instituição: Centro Universitário Filadélfia -UNIFIL Sistema de Controle de Estoque Microsens ltda Este trabalho apresenta um projeto que consiste em um sistema de Estoque responsável por controlar os processos de entrada, saída e compra de peças de uma empresa de Informática. O estoquista é responsável por controlar a entrada e saída de peças do estoque, e assim que o estoque chega ao limite mínimo de peças o sistema avisa ao estoquista que então solicita por e- mail ao responsável por compra para efetuar a compra de peças para repor no estoque, o gerente de forma verbal valida a importante da aquisição das peças ou não e repassa a informação tanto ao estoquista como ao responsável por compras de peças. Para o atendimento a chamados é repassado ao estoquista informações com o nº. do chamado e peças necessárias para o atendimento, em caso de envio de equipamento o estoquista verifica com os técnicos se existe um equipamento pronto para ser enviado, em caso positivo é repassado o nº. de série do equipamento ao chamado e enviado para o respectivo atendimento. Ao retornar peças ou equipamentos de autorizadas cadastradas ou órgãos públicos o estoquista da entrada em peças para concerto e repassa as mesmas para os técnicos fazerem à análise, em caso de concerto das peças danificadas, as mesmas são repassada ao estoquista para dar entrada no estoque para envio a atendimento de chamados. A arquitetura do sistema é baseada no padrão Cliente Servidor. Como processo de desenvolvimento de software foi utilizado o Rational Unified Process (RUP). Para a Modelagem do sistema foi utilizado a Unified Modeling Language (UML). Foi utilizada a linguagem de programação Java, utilizando a IDE Netbeans para escrever os códigos gerados pelos modelos de análise. Para a persistência de dados, foi escolhido o banco relacional MySQL. A principal contribuição deste trabalho foi à inserção de um novo sistema de comunicação e controle para aumentar a eficácia e a eficiência dos processos. Palavras-chave: controle, estoque, chamados, concerto, atendimento

15 Nome do Pesquisador (Aluno): Guilherme de Almeida Tomita Nome do Orientador: Lupercio Luppi Titulação do Orientador: Mestre em ciencias da computacao Instituição:Centro Universitário Filadélfia Unifil SCT - Sistema de Cursos e Treinamentos A Empresa OnixSat rastreamento oferece aos seus clientes cursos e treinamentos para os sistemas que desenvolve. Devido ao grande crescimento no número de clientes, foi solicitado o desenvolvimento de um sistema interno para o controle destes cursos e treinamentos. O objetivo do sistema é facilitar o gerenciamento das turmas. Neste trabalho, é proposta uma solução para a o controle dos cursos, das turmas, da emissão de relatórios para monitoramento dos clientes que ainda não foram atendidos, entre outras funcionalidades. O sistema dispõe de ferramentas para emissão de relatórios para auxiliar o controle financeiro, o gerenciamento de turmas de cursos e treinamentos, e também a impressão dos certificados dos alunos. Um diferencial do sistema é o fato do mesmo ser operado on-line, onde professores e diretores terão a vantagem de atualizar dados e informações por meio da Internet. Para utilização do sistema é necessário o login do usuário que é o mecanismo de segurança utilizado pelo sistema.. O sistema foi desenvolvido em ASP com C# utilizando como ambiente de desenvolvimento o framework.net da Microsoft, foi também muito utilizado a tecnologia AJAX junto com alguns componentes do DevExpress. A utilização destas tecnologias são um diferencial importante uma vez que tornam a utilização de sistemas desenvolvidos para web bastante parecidas com as aplicações desktop. Outra particularidade apresentada com a intenção de facilitar manutenções futuras foi a utilização da arquitetura em 3 camadas (GUI, Business, Data Access) no projeto. O banco de dados utilizado foi o Microsoft SQL Server 2005, e processo de desenvolvimento de software foi utilizado o Rational Unified Process (RUP). Para a Modelagem do sistema foi utilizado a Unified Modeling Language (UML). Para a organização dos fontes em um repositório confiável e controle de versões, foi utilizado o SVN (Sub Version). Palavras-chave: AJAX, ASP,.Net, sistemas para Internet

16 Nome do Pesquisador (Aluno): Luis Gustavo Magni Francesque Nome do Orientador: Sérgio Akio Tanaka Titulação do Orientador: Mestre Instituição: - Centro Universitário Filadélfia Unifil A EVOLUÇÃO DOS COMPONENTES DE SOFTWARE Há décadas eles vêm sendo usados na construção dos Software. Mas quando perguntamos às pessoas o que é um componente de software, automaticamente tem-se diferentes tipos de respostas. Isso deve-se, de repente, por causa dos diferentes tipos de conceitos e entendimentos sobre o assunto. Então qual seria basicamente o conceito correto de um Componente Baseado em Software? Segundo estudiosos sobre o tema, um componente é a implementação de um software que possa ser executado em um dispositivo físico ou lógico, obedecendo determinadas regras de modo que interaja de maneira praticável podendo ser reutilizado em diferentes ambientes. E quando nos deparamos com a palavra Componente, mas ao lado encontra-se uma companheira inseparável chamada reusabilidade. Os dois estão ligados diretamente porque inegavelmente envolvem a capacidade de se reutilizar partes de um determinado software para a construção de outras aplicações. Antes da existência dos componentes, a reusabilidade de software era executada por um processo de subrotinas. E você já se perguntou qual o custobenefício que o uso de componentes pode proporcionar para sua empresa? OBS:. Favor submeter este artigo para o curso de pós-graduação de Engenharia de Software com UML - Turma 5. Palavras-chave: Teste, Componente, Qualidade de Software

17 Nome do Pesquisador (Aluno): Luiz Gustavo Rodrigues de Quadros Nome do Orientador: Roberto Yukio Nishimura Titulação do Orientador: Especialista Instituição: Centro Universitário Filadélfia Unifil COSOM Este trabalho apresenta um projeto que consiste em um sistema para controle de orçamento e ordens de serviço voltado inicialmente para oficinas mecânicas ou possivelmente outros tipos de empresa que possam vir a utilizar seus mecanismos de controle. O programa, batizado de Sistema de Controle de Ordem de Serviço para Oficina Mecânica (COSOM) foi desenvolvido para ter cinco funcionalidades básicas e comuns em sistemas do gênero, sendo elas: controle de clientes, controle de veículos, comando de gerar orçamento e, posteriormente, ordens de serviço e a capacidade de gerar relatório de serviços elaborados em um determinado período de tempo para que o proprietário tenha um controle melhor em relação aos serviços prestados em sua empresa. Cada um destes recursos foi desenvolvido com recursos para que possam ser adaptados para outras empresas que podem se interessar em utilizar este sistema e, se for posteriormente solicitado, o sistema poderá passar por uma breve remodelagem para que ele se adapte à empresa que fez a solicitação como, por exemplo, uma loja de artigos de informática e assistência técnica, tornando-o um sistema simples, porém, extremamente versátil e capaz de atender a várias necessidades de vários tipos de clientes, desde quem planeja começar um pequeno negócio até médias empresas buscando soluções simples para problemas que ainda não exigem sistemas caros e complexos. Para desenvolvimento dos códigos foi utilizada a linguagem de programação Java que utiliza os princípios de orientação a objetos, como processo de desenvolvimento de software foi utilizado o IBM Rational Unified Process (RUP). Para a Modelagem do sistema e dos diagramas de documentação foi utilizado a Unified Modeling Language (UML) e para armazenamento de dados, foi utilizado o banco de dados gratuito MySQL. Palavras-chave: UML, JAVA, RUP

18 Nome do Pesquisador(Aluno): Luiz Paulo Brugin Nome do Orientador: Lucio Kamiji Titulação do Orientador: Professor Instituição: Unifil Inventory System Este trabalho apresenta um projeto que consiste em um sistema desktop responsável por controlar todo o legado de equipamentos do departamento de TI, controlar usuários, licenças de hardware e software e ip. É feito o cadastro de todos os hardware, software, periféricos, usuários, ip e licença. Depois de tudo cadastrado, o usuário do sistema faz uma associação entre eles para poder ver qual hardware usa qual software, ip, usuário e outros. O sistema possui uma arquitetura simples deixando de fácil usabilidade para o usuário e para o administrador do sistema. Como IDE foi utilizado o Microsoft Visual Studio 2005, ferramenta para desenvolvimento da linguagem VB. NET. Como processo de desenvolvimento de software, foi utilizado o Rational Unified Process (RUP), para criação dos 8 diagramas (diagrama de caso de uso, atividade, classe, estado, implantação, comunicação, sequência e componentes), de acordo com o que foi aprendido durante o curso. Para a modelagem do sistema foi utilizado a Unified Modeling Language (UML). Para banco de dados, foi utilizado o MySQL versão 5.0, levando em consideração a persistência de dados e a acessibilidade deste software livre. Palavras-chave: Inventário, VB.NET, RUP, UML.

19 Nome do Pesquisador(Aluno): Marcos Eduardo Dos Santos Amador Nome do Orientador: Roberto Yokio Nishimura Titulação do Orientador: Professor Instituição:Centro Universitário Filadélfia Unifil Microne Control Este trabalho apresenta um projeto que consiste num Sistema de Ordem de Serviço chamado de Microline Control que tem por objetivo controlar de ordens de serviços referente a manutenções de computadores para empresas de assistência técnica. O sistema elaborado visa atender os processos existentes e principalmente obter um controle efetivo dos atendimentos realizados fornecendo informações precisas sobre os serviços prestados. Terá também um controle de garantia para o cliente. Para atender esses objetivos foram desenvolvidos algumas funcionalidades que visa manter informações de clientes, maquinas, peças e controlar orçamento dos clientes. Este orçamento após aprovado é transformado em ordem de serviço. Para um melhor entendimento do contexto do sistema desenvolvido, foi feito diversos documentos utilizando o processo de desenvolvimento de software foi utilizado o Rational Unified Process (RUP). Para diminuir a ambiguidade foram desenvolvidos os diagramas da Unified Modeling Language (UML), tais como: diagrama de caso de uso, diagrama de classe, diagrama de seqüência, diagrama de estado, diagrama de comunicação, diagrama de implantação, diagrama de atividade e diagrama de componente. A linguagem utilizada para a programação foi o JAVA e a ferramenta utilizada para o desenvolvimento foi o Eclipse Para comunicação entre o banco de dados e a aplicação foi utilizado o Java Database Conection (JDBC) do MySQL, sendo este banco de dados utilizado para o armazenamento de dados. Sendo que a maior contribuição para a empresa foi a automação e a rapidez nos processos que antes eram demorados por se tratar de um sistema manual. Uma futura atualização do sistema será disponibilizada através da integração de dois sistemas, um em Java e outro em Delphi, usando para este fim webservices e arquiteturas que possibilitem o mesmo, tal como SOA (Arquitetura orientada à serviços). Palavras-chave: JAVA, RUP, Ordem de Serviço, UML.

20 Nome do Pesquisador(Aluno): Rafael Aires da Silva Nome do Orientador: Fernando Genta Titulação do Orientador: Especialista Instituição: Unifil Gestoq - Gerenciamento de Estoque Este trabalho apresenta um projeto que consiste em um sistema desktop responsável pelo gerenciamento de uma empresa de confecções femininas, sistema este que fica responsável pelo cadastro de clientes e funcionários, gerenciamento de estoque e vendas da empresa. Os usuários são determinados com um login e senha para acesso ao sistema. O sistema tem sua principal funcionalidade o controle do estoque da loja. Para a complementação do sistema foi acrescentado um controle de clientes, funcionários e vendas. Este sistema é desenvolvido na linguagem java, o processo de desenvolvimento utilizando o Rational Unified Process (RUP). Para a Modelagem do sistema foi utilizado a Unified Modeling Language (UML). Também foi utilizada a linguagem de programação Java para escrever os códigos gerados pelos modelos de análise. A ferramenta case utilizada para a modelagem foi o Rational Rose. Para a persistência de dados, foi escolhido o banco relacional MySQL. Palavras-chave: desktop, estoque, gerenciamento, vendas, modelagem

Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP com foco nas tecnologias de software livre / código aberto

Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP com foco nas tecnologias de software livre / código aberto UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina CTC Centro Tecnológico INE Departamento de Informática e Estatística INE5631 Projetos I Prof. Renato Cislaghi Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009 CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009 O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma Orientado a Objetos e com o uso

Leia mais

Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional

Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional Juarez Bachmann Orientador: Alexander Roberto Valdameri Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação teórica Desenvolvimento

Leia mais

Automação do Processo de Instalação de Softwares

Automação do Processo de Instalação de Softwares Automação do Processo de Instalação de Softwares Aislan Nogueira Diogo Avelino João Rafael Azevedo Milene Moreira Companhia Siderúrgica Nacional - CSN RESUMO Este artigo tem como finalidade apresentar

Leia mais

Diretrizes para criação de um padrão de desenvolvimento de sistemas de informação baseados em cots

Diretrizes para criação de um padrão de desenvolvimento de sistemas de informação baseados em cots Diretrizes para criação de um padrão de desenvolvimento de sistemas de informação baseados em cots Roosewelt Sanie Da Silva¹ 1 Ciência da Computação Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC) Rodovia

Leia mais

AUTOMATIZAÇÃO DE PROCESSOS EM APLICAÇÕES DE GESTÃO DE INCIDENTES UTILIZANDO BPMN

AUTOMATIZAÇÃO DE PROCESSOS EM APLICAÇÕES DE GESTÃO DE INCIDENTES UTILIZANDO BPMN UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO AUTOMATIZAÇÃO DE PROCESSOS EM APLICAÇÕES DE GESTÃO DE INCIDENTES UTILIZANDO BPMN Eduardo Leopoldino de Souza Prof. Cláudio Ratke, Orientador

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos

Sistema de Automação Comercial de Pedidos Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos Cabana - Versão 1.0 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.5 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011

Leia mais

Daniel Paulo de Assis

Daniel Paulo de Assis Daniel Paulo de Assis Brasileiro, solteiro, 32 anos Rua Dr. Seng, 100 Bela Vista - São Paulo SP Telefone: (11) 9-4991-5770 / (18) 9-9119-2006 E-mail: daniel@dpassis.com.br WebSite: dpassis.com.br Linkedin:

Leia mais

Palavras-Chaves: Arquitetura, Modelagem Orientada a Objetos, UML.

Palavras-Chaves: Arquitetura, Modelagem Orientada a Objetos, UML. MODELAGEM ORIENTADA A OBJETOS APLICADA À ANÁLISE E AO PROJETO DE SISTEMA DE VENDAS ALTEMIR FERNANDES DE ARAÚJO Discente da AEMS Faculdades Integradas de Três Lagoas ANDRE LUIZ DA CUNHA DIAS Discente da

Leia mais

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia P ORTFÓ FÓLIO Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia versão 1.1 ÍNDICE 1. A EMPRESA... 3 2. BI (BUSINESS INTELLIGENCE)... 5 3. DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS... 6 3.1. PRODUTOS

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011 CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011 O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma Orientado a Objetos

Leia mais

SOA: Service-oriented architecture

SOA: Service-oriented architecture SOA: Service-oriented architecture Roteiro Breve História O que é Arquitetura de Software? O que é SOA? Serviços Infraestrutura Composição Sua empresa está preparada para SOA? Breve História Uma empresa

Leia mais

Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software

Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Curso Técnico em Informática ENGENHARIA DE SOFTWARE Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Clayton Maciel Costa

Leia mais

SISTEMA GERENCIAL TRATORPLAN

SISTEMA GERENCIAL TRATORPLAN SISTEMA GERENCIAL TRATORPLAN SIGET Fabrício Pereira Santana¹, Jaime William Dias¹, ², Ricardo de Melo Germano¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil fabricioblack@gmail.com germano@unipar.br

Leia mais

Documento de Requisitos

Documento de Requisitos UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE INFORMÁTICA GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO Documento de Requisitos Sistema Gerenciador de Atendimento de Chamados Técnicos Grupo: Luiz Augusto Zelaquett

Leia mais

Softwares de Sistemas e de Aplicação

Softwares de Sistemas e de Aplicação Fundamentos dos Sistemas de Informação Softwares de Sistemas e de Aplicação Profª. Esp. Milena Resende - milenaresende@fimes.edu.br Visão Geral de Software O que é um software? Qual a função do software?

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas Linguagem de Programação JAVA Professora Michelle Nery Nomeclaturas Conteúdo Programático Nomeclaturas JDK JRE JEE JSE JME JVM Toolkits Swing AWT/SWT JDBC EJB JNI JSP Conteúdo Programático Nomenclatures

Leia mais

FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C#

FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C# FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C# Camila Sanches Navarro 1,2, Wyllian Fressatti 2 ¹Universidade paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil sanchesnavarro@gmail.com wyllian@unipar.br Resumo. Este artigo

Leia mais

Especificação do KAPP-PPCP

Especificação do KAPP-PPCP Especificação do KAPP-PPCP 1. ESTRUTURA DO SISTEMA... 4 1.1. Concepção... 4 2. FUNCIONALIDADE E MODO DE OPERAÇÃO... 5 3. TECNOLOGIA... 7 4. INTEGRAÇÃO E MIGRAÇÃO DE OUTROS SISTEMAS... 8 5. TELAS E RELATÓRIOS

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicação Windows Mobile Acessando um WebService

Desenvolvimento de Aplicação Windows Mobile Acessando um WebService Faculdade de Negócios e Administração de Sergipe Disciplina: Integração Web Banco de Dados Professor: Fábio Coriolano Desenvolvimento de Aplicação Windows Mobile Acessando um WebService Professor: Fabio

Leia mais

ShoeSystem 1.0 Sistema para loja de calçados

ShoeSystem 1.0 Sistema para loja de calçados Artigo apresentado ao UNIS, como parte dos requisitos para obtenção do título de tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 1 ShoeSystem 1.0 Sistema para loja de calçados André Luis dos Reis Revair,

Leia mais

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO DESCRIÇÃO DO SIGAI O SIGAI (Sistema Integrado de Gestão do Acesso à Informação) é uma solução de software que foi desenvolvida para automatizar os processos administrativos e operacionais visando a atender

Leia mais

PDS - DATASUS. Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS

PDS - DATASUS. Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS PDS - DATASUS Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS Coordenação Geral de Arquitetura e Engenharia Tecnológica Coordenação de Padronização e Qualidade de Software Gerência de Padrões e Software

Leia mais

TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web

TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web Página 01 TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web Página 02 Plataforma O TOPLAB foi projetado para funcionar na web, nasceu 'respirando

Leia mais

MAGREGISTER 1.0: GERADOR DE INTERFACES DE COLETAS DE DADOS PARA PDA S. Acadêmico: Gilson Chequeto Orientador: Adilson Vahldick

MAGREGISTER 1.0: GERADOR DE INTERFACES DE COLETAS DE DADOS PARA PDA S. Acadêmico: Gilson Chequeto Orientador: Adilson Vahldick MAGREGISTER 1.0: GERADOR DE INTERFACES DE COLETAS DE DADOS PARA PDA S Acadêmico: Gilson Chequeto Orientador: Adilson Vahldick Roteiro Introdução Objetivos do trabalho Fundamentação teórica Desenvolvimento

Leia mais

UM FRAMEWORK PARA DESENVOLVIMENTO DE

UM FRAMEWORK PARA DESENVOLVIMENTO DE UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA UM FRAMEWORK PARA DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS EM WINDOWS MOBILE. PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO Aluno:

Leia mais

Versão <1.0> Documento de Requisitos. Documento de Requisitos. Equipe:

Versão <1.0> Documento de Requisitos. Documento de Requisitos. Equipe: Versão Documento de Requisitos Documento de Requisitos Equipe: Bruno Harada (bhhc) Edilson Augusto Junior (easj) José Ivson Soares da Silva (jiss) Pedro Rodolfo da Silva Gonçalves (prsg) Raphael

Leia mais

Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir

Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir Artigos Técnicos Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir Marcelo Salvador, Diretor de Negócios da Elipse Software Ltda. Já faz algum tempo que ouvimos falar do controle e supervisão

Leia mais

Gerenciamento de Serviços de TI com base na ITIL

Gerenciamento de Serviços de TI com base na ITIL Gerenciamento de Serviços de TI com base na ITIL Information Technology Infrastructure Library ou Biblioteca de Infraestrutura da Tecnologia da Informação A TI de antes (ou simplesmente informática ),

Leia mais

linguagem técnica de informática; Perceber os sinais de pontuação e identificar sua função no texto; Ler siglas e identificar seus significados;

linguagem técnica de informática; Perceber os sinais de pontuação e identificar sua função no texto; Ler siglas e identificar seus significados; PLANO DE CURSO Disciplina Competências Habilidades Bases Tecnológicas INGLÊS TÉCNICO Aumentar e consolidar o seu vocabulário ativo e passivo, através da fixação de novas palavras e expressões contidas

Leia mais

Algumas propriedades dos objetos:

Algumas propriedades dos objetos: Orientação a Objetos Vivemos num mundo de objetos. Esses objetos existem na natureza, nas entidades feitas pelo homem, nos negócios e nos produtos que usamos. Eles podem ser categorizados, descritos, organizados,

Leia mais

Marcus Vinicius Russo Roberto

Marcus Vinicius Russo Roberto Marcus Vinicius Russo Roberto Produtor de Tecnologia 1 de Março de 1985 São Paulo - SP (11) 8928-1479 contato@vinirusso.info www.vinirusso.info Propriedades Minha especialidade é a pesquisa e o encontro

Leia mais

Fase 1: Engenharia de Produto

Fase 1: Engenharia de Produto Fase 1: Engenharia de Produto Disciplina: Análise de Requisitos DURAÇÃO: 44 h O objetivo principal da disciplina é realizar uma análise das necessidades e produzir um escopo do produto. Representará os

Leia mais

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento HOME O QUE É TOUR MÓDULOS POR QUE SOMOS DIFERENTES METODOLOGIA CLIENTES DÚVIDAS PREÇOS FALE CONOSCO Suporte Sou Cliente Onde sua empresa quer chegar? Sistemas de gestão precisam ajudar sua empresa a atingir

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA em Gestão da Tecnologia da Informação

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA em Gestão da Tecnologia da Informação FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA em Gestão da Tecnologia da Informação 1 Ruironaldi dos Santos Cruz ARTIGO ARQUITETURA ORIENTADA A SERVIÇO SOA SERVICE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Faculdade de Computação Curso de Introdução à Informática Prof: Anilton Joaquim da Silva / Ezequiel Roberto Zorzal

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Faculdade de Computação Curso de Introdução à Informática Prof: Anilton Joaquim da Silva / Ezequiel Roberto Zorzal UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Faculdade de Computação Curso de Introdução à Informática Prof: Anilton Joaquim da Silva / Ezequiel Roberto Zorzal AULA Informática: Aplicações e Benefícios Advocacia

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 13 Web Services Web Services

Leia mais

acoplamento Exprime o grau de conexão entre os módulos; os módulos de um software devemapresentar um baixo coeficiente de acoplamento.

acoplamento Exprime o grau de conexão entre os módulos; os módulos de um software devemapresentar um baixo coeficiente de acoplamento. SOA Arquitetura Orientada a Serviços Conceitos e Aplicações Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com/ http://edilms.eti.br Gestão de TI Conceitode SOA SOA - Service OrientedArchitecture (Arquitetura

Leia mais

AUTOR(ES): CARLOS ANTONIO PINHEIRO PINTO, ERMÍNIO PEDRAL SANTANA, GUILHERME CASSIANO DA SILVA

AUTOR(ES): CARLOS ANTONIO PINHEIRO PINTO, ERMÍNIO PEDRAL SANTANA, GUILHERME CASSIANO DA SILVA Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: SISTEMA MÓVEL DE COMPRAS POR QR CODE CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E TECNOLOGIAS SUBÁREA:

Leia mais

Microsoft.NET. Desenvolvimento Baseado em Componentes

Microsoft.NET. Desenvolvimento Baseado em Componentes Microsoft.NET Lirisnei Gomes de Sousa lirisnei@hotmail.com Jair C Leite jair@dimap.ufrn.br Desenvolvimento Baseado em Componentes Resolução de problemas específicos, mas que podem ser re-utilizados em

Leia mais

Palavras-Chaves: engenharia de requisitos, modelagem, UML.

Palavras-Chaves: engenharia de requisitos, modelagem, UML. APLICAÇÃO DA ENGENHARIA DE REQUISITOS PARA COMPREENSÃO DE DOMÍNIO DO PROBLEMA PARA SISTEMA DE CONTROLE COMERCIAL LEONARDO DE PAULA SANCHES Discente da AEMS Faculdades Integradas de Três Lagoas RENAN HENRIQUE

Leia mais

GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS

GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS Mais de uma década de experiência e evolução é o que dá ao sistema uma vasta gama de funcionalidades. Esse conhecimento que faz total diferença para sua empresa. xp+

Leia mais

Ambientes Visuais. Ambientes Visuais

Ambientes Visuais. Ambientes Visuais Ambientes Visuais Inicialmente, apenas especialistas utilizavam os computadores, sendo que os primeiros desenvolvidos ocupavam grandes áreas e tinham um poder de processamento reduzido. Porém, a contínua

Leia mais

Modelagem de Sistemas Web. Ferramentas e metodologias para projeto de sistemas web

Modelagem de Sistemas Web. Ferramentas e metodologias para projeto de sistemas web Modelagem de Sistemas Web Aula 4 Ferramentas e metodologias para projeto de sistemas web Ferramentas e metodologias para projeto de sistemas web Ferramentas CASE Fontes: Sarajane e Marques Peres Introdução

Leia mais

Wender Oliveira Consultor de TIC, Energia e Telecomunicações (anterior) CREA- DF 13.417/D

Wender Oliveira Consultor de TIC, Energia e Telecomunicações (anterior) CREA- DF 13.417/D Wender Oliveira Consultor de TIC, Energia e Telecomunicações (anterior) CREA- DF 13.417/D 31 anos, casado Taguatinga Brasília/DF Brasil +55 (61) 8405-1198 wender.oliveira@gmail.com Resumo Engenheiro de

Leia mais

COMPARAÇÃO ENTRE OS SERVIDORES DE E-MAILS MAIS UTILIZADOS ATUALMENTE

COMPARAÇÃO ENTRE OS SERVIDORES DE E-MAILS MAIS UTILIZADOS ATUALMENTE COMPARAÇÃO ENTRE OS SERVIDORES DE E-MAILS MAIS UTILIZADOS ATUALMENTE Mayara Dos Santos Marinho¹, Julio César Pereira¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR - Brasil mayara-marinho@hotmail.com

Leia mais

INTERESSADOS DEVERÃO CADASTRAR CURRICULO NO SITE www.superato.com.br. TÉCNICO EM INFORMÁTICA

INTERESSADOS DEVERÃO CADASTRAR CURRICULO NO SITE www.superato.com.br. TÉCNICO EM INFORMÁTICA INTERESSADOS DEVERÃO CADASTRAR CURRICULO NO SITE www.superato.com.br. TÉCNICO EM INFORMÁTICA Estamos selecionando para CECRED - Cooperativa de Crédito de Blumenau. Cursando Sistemas da Informação ou Ciências

Leia mais

**Docentes do Centro Universitário Filadélfia- Unifil. computação@unifil.br

**Docentes do Centro Universitário Filadélfia- Unifil. computação@unifil.br COMPARATIVO DE PRODUTIVIDADE ENTRE UM PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE COM A ABORDAGEM DE LINHA DE PRODUTO DE SOFTWARE COM O PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE TRADICIONAL.(2011) **Docentes

Leia mais

MAPEAMENTO E LOCALIZAÇÃO DE REGIÕES DE INTERESSE UTILIZANDO REALIDADE AUMENTADA EM DISPOSITIVOS MÓVEIS COM PLATAFORMA ANDROID

MAPEAMENTO E LOCALIZAÇÃO DE REGIÕES DE INTERESSE UTILIZANDO REALIDADE AUMENTADA EM DISPOSITIVOS MÓVEIS COM PLATAFORMA ANDROID MAPEAMENTO E LOCALIZAÇÃO DE REGIÕES DE INTERESSE UTILIZANDO REALIDADE AUMENTADA EM DISPOSITIVOS MÓVEIS COM PLATAFORMA ANDROID Alessandro Teixeira de Andrade¹; Geazy Menezes² UFGD/FACET Caixa Postal 533,

Leia mais

SISTEGRA SISTEMA DIGITAL BIBLIOTECÁRIO

SISTEGRA SISTEMA DIGITAL BIBLIOTECÁRIO SISTEGRA SISTEMA DIGITAL BIBLIOTECÁRIO Emerson Fernando Alves do Couto, efcouto@hotmail.com Eduardo Machado Real, eduardomreal@uems.br UEMS Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul/Nova Andradina Resumo:

Leia mais

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa ACESSE Informações corporativas a partir de qualquer ponto de Internet baseado na configuração

Leia mais

Opções para impressão de códigos de barras para impressoras Zebra em ambientes Oracle WMS e MSCA RELATÓRIO INFORMATIVO SOBRE APLICAÇÃO

Opções para impressão de códigos de barras para impressoras Zebra em ambientes Oracle WMS e MSCA RELATÓRIO INFORMATIVO SOBRE APLICAÇÃO Opções para impressão de códigos de barras para impressoras Zebra em ambientes Oracle WMS e MSCA RELATÓRIO INFORMATIVO SOBRE APLICAÇÃO Direitos autorais 2004 ZIH Corp. Todos os nomes e números de produtos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CURSO DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Contribuições do MDA para o desenvolvimento de software

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CURSO DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Contribuições do MDA para o desenvolvimento de software UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CURSO DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Contribuições do MDA para o desenvolvimento de software Anna Carla Mohr Verner Helder Eugenio dos Santos Puia Florianópolis,

Leia mais

Banco de Dados Multimídia

Banco de Dados Multimídia Banco de Dados Multimídia Nomes: Ariane Bazilio Cristiano de Deus Marcos Henrique Sidinei Souza Professor Mauricio Anderson Perecim Conteúdo Banco de Dados Multimídia... 3 Conceitos... 3 Descrição... 3

Leia mais

Ler e interpretar simbologias elétricas. Elaborar diagramas elétricos em planta baixa. Ler e interpretar Planta Baixa.

Ler e interpretar simbologias elétricas. Elaborar diagramas elétricos em planta baixa. Ler e interpretar Planta Baixa. : Técnico em Informática Descrição do Perfil Profissional: O profissional com habilitação Técnica em Microinformática, certificado pelo SENAI-MG, deverá ser capaz de: preparar ambientes para a instalação

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

Centro Universitário Metodista Benne1 Rio de Janeiro, Dezembro de 2009. Rafael Polo e Sabrina Arêas

Centro Universitário Metodista Benne1 Rio de Janeiro, Dezembro de 2009. Rafael Polo e Sabrina Arêas Centro Universitário Metodista Benne1 Rio de Janeiro, Dezembro de 2009 Rafael Polo e Sabrina Arêas Contexto 60 s - Primeiros sistemas de informação corporativos. 70 s Desenvolvimento e comercialização

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TÍTULO: Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD. GECOQ Gerência de Controle e Qualidade 1/9

TERMO DE REFERÊNCIA TÍTULO: Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD. GECOQ Gerência de Controle e Qualidade 1/9 TÍTULO: ASSUNTO: GESTOR: TERMO DE REFERÊNCIA Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD DITEC/GECOQ Gerência de Controle e Qualidade ELABORAÇÃO: PERÍODO: GECOQ Gerência de Controle e

Leia mais

Com relação às áreas de conhecimento de projetos conforme o. PMBoK, julgue os itens subseqüentes.

Com relação às áreas de conhecimento de projetos conforme o. PMBoK, julgue os itens subseqüentes. De acordo com o comando a que cada um dos itens de 1 a 70 se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com

Leia mais

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 ARQUITETURA DE COMPUTADORES... 4 02 FILOSOFIA... 4 03 FUNDAMENTOS MATEMÁTICOS PARA COMPUTAÇÃO...

Leia mais

ATA DE REUNIÃO. 1) Recebimento de eventuais questionamentos e/ou solicitações de esclarecimentos Até 18/02/2009 às 18:00 horas;

ATA DE REUNIÃO. 1) Recebimento de eventuais questionamentos e/ou solicitações de esclarecimentos Até 18/02/2009 às 18:00 horas; ATA DE REUNIÃO CONSULTA PÚBLICA PARA AQUISIÇÃO DE SOLUÇÃO WEB-EDI Troca Eletrônica de Dados. Local Dataprev Rua Cosme Velho nº 06 Cosme Velho Rio de Janeiro / RJ. Data: 06/03/2009 10:30 horas. Consolidação

Leia mais

INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO E PRETENSÃO SALARIAL PARA rebeca@holdenrh.com.br/vanessa@holdenrh.com.br

INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO E PRETENSÃO SALARIAL PARA rebeca@holdenrh.com.br/vanessa@holdenrh.com.br INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO E PRETENSÃO SALARIAL PARA rebeca@holdenrh.com.br/vanessa@holdenrh.com.br Vagas Holden TI: Analista de Desenvolvimento Java Sênior Consultor SAP FI DBA SQL Server DBA Oracle

Leia mais

Geração e execução de scripts de teste em aplicações web a partir de casos de uso direcionados por comportamento 64

Geração e execução de scripts de teste em aplicações web a partir de casos de uso direcionados por comportamento 64 direcionados por comportamento 64 5 Estudo de caso Neste capítulo serão apresentadas as aplicações web utilizadas na aplicação da abordagem proposta, bem como a tecnologia em que foram desenvolvidas, o

Leia mais

Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa

Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa Agenda Introdução Aplicações interativas de TV Digital Desafios de layout e usabilidade Laboratório de usabilidade Desafios

Leia mais

PRD Tecnologia de Gestão Ltda. Julho/2008

PRD Tecnologia de Gestão Ltda. Julho/2008 O Processo de Desenvolvimento Telescope Julho/2008 Página 1 Sumário Introdução...3 O desenvolvimento de software tradicional...3 O problema da produtividade...3 O problema da portabilidade...6 O problema

Leia mais

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Franco Vieira Sampaio 1 Atualmente a informática está cada vez mais inserida no dia a dia das empresas, porém, no início armazenavam-se os dados em folhas,

Leia mais

Clóvis Diego Schuldt. Orientador: Prof. Wilson Pedro Carli

Clóvis Diego Schuldt. Orientador: Prof. Wilson Pedro Carli SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE MUDANÇAS DE AMBIENTES CORPORATIVOS BASEADO NA BIBLIOTECA ITIL Clóvis Diego Schuldt Orientador: Prof. Wilson Pedro Carli Roteiro da Apresentação Introdução Objetivos Fundamentação

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE INTERNO DE FLUXO DE CAIXA DO SETOR DE APOIO FINANCEIRO (ULBRA GUAÍBA)

SISTEMA DE CONTROLE INTERNO DE FLUXO DE CAIXA DO SETOR DE APOIO FINANCEIRO (ULBRA GUAÍBA) SISTEMA DE CONTROLE INTERNO DE FLUXO DE CAIXA DO SETOR DE APOIO FINANCEIRO (ULBRA GUAÍBA) Alessandra Lubbe 1 Alexandre Evangelista 2 Jeandro Perceval 3 José Ramiro Pereira 4 Luiz Gustavo Mahlmann 5 RESUMO

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2010-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2010-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Sistemas de Informação 2010-1 DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO SISTEMA CARTEIRA DE ATIVIDADES

Leia mais

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração Desenvolvimento em PHP usando Frameworks Elton Luís Minetto Agenda Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração Ambiente Web É o ambiente formado

Leia mais

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração O livro

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração O livro Desenvolvimento em PHP usando Frameworks Elton Luís Minetto Agenda Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração O livro Ambiente Web É o ambiente

Leia mais

UTILIZANDO ICONIX NO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DELPHI

UTILIZANDO ICONIX NO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DELPHI UTILIZANDO ICONIX NO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DELPHI Dr. George SILVA; Dr. Gilbert SILVA; Gabriel GUIMARÃES; Rodrigo MEDEIROS; Tiago ROSSINI; Centro Federal de Educação Tecnológica do Rio Grande do

Leia mais

PLATAFORMA URBANMOB Aplicativo para captura de trajetórias urbanas de objetos móveis

PLATAFORMA URBANMOB Aplicativo para captura de trajetórias urbanas de objetos móveis PLATAFORMA URBANMOB Aplicativo para captura de trajetórias urbanas de objetos móveis Gabriel Galvão da Gama 1 ; Reginaldo Rubens da Silva 2 ; Angelo Augusto Frozza 3 RESUMO Este artigo descreve um projeto

Leia mais

SISTEMA GERENCIADOR DE FORMULÁRIOS APLICADO AO SISTEMA NETCIF CENTRO INTEGRADO DE FISIOTERAPIA

SISTEMA GERENCIADOR DE FORMULÁRIOS APLICADO AO SISTEMA NETCIF CENTRO INTEGRADO DE FISIOTERAPIA SISTEMA GERENCIADOR DE FORMULÁRIOS APLICADO AO SISTEMA NETCIF CENTRO INTEGRADO DE FISIOTERAPIA Autores: Francisco de Oliveira Dantas; FILHO, PINTO, Giovanni Ferreira; MARIA, Hevanderson da Silva; Orientador:

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO OS 003/DINFO/2013 16/09/2013

ORDEM DE SERVIÇO OS 003/DINFO/2013 16/09/2013 A DIRETORIA DE INFORMÁTICA DINFO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO -UERJ, no uso de suas atribuições legais, estabelece: Art. 1º: Para fins de normatização do Desenvolvimento Tecnológico na UERJ

Leia mais

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível Versão 1.0 Janeiro de 2011 Xerox Phaser 3635MFP 2011 Xerox Corporation. XEROX e XEROX e Design são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros países. São feitas alterações periodicamente

Leia mais

ANEXO 09 PERFIS PROFISSIONAIS MÍNIMOS

ANEXO 09 PERFIS PROFISSIONAIS MÍNIMOS ANEXO 09 PERFIS PROFISSIONAIS MÍNIMOS As qualificações técnicas exigidas para os profissionais que executarão os serviços contratados deverão ser comprovados por meio dos diplomas, certificados, registros

Leia mais

ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS

ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS Este anexo apresenta uma visão geral das seguintes plataformas: 1. Plataforma Microsoft.NET - VB.NET e C#; 2. Plataforma JAVA; 3. Plataforma Android, ios e Windows

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2011-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2011-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Sistemas de Informação 2011-1 SISTEMA DE GERÊNCIA DE ODONTOGRAMA EM 3D Alunos: MAIA, Eric Guttemberg

Leia mais

gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS

gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS Mais de uma década de experiência e evolução é o que dá ao sistema uma vasta gama de funcionalidades. Esse conhecimento que faz total diferença para sua empresa. xp+

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA)

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Engenharia de Software Orientada a Serviços

Leia mais

UML - Unified Modeling Language

UML - Unified Modeling Language UML - Unified Modeling Language Casos de Uso Marcio E. F. Maia Disciplina: Engenharia de Software Professora: Rossana M. C. Andrade Curso: Ciências da Computação Universidade Federal do Ceará 24 de abril

Leia mais

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SISPA FACULDADE SENAC

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SISPA FACULDADE SENAC 1 Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SISPA FACULDADE SENAC Edilberto Silva 1, André Luiz (1012545), Andreia Pereira da Silva (1012547) Carlos Alberto (1012206), Humberto César de Carvalho

Leia mais

Anexo I - DAS (Documento de Arquitetura de Software) Concurso de Desenvolvimento de Jogos SEBRAE

Anexo I - DAS (Documento de Arquitetura de Software) Concurso de Desenvolvimento de Jogos SEBRAE Anexo I - DAS (Documento de Arquitetura de Software) Concurso de Desenvolvimento de Jogos SEBRAE 1 Sumário Sumário... 2 1 INTRODUÇÃO... 3 1.1 Propósito... 3 1.2 Escopo... 3 1.3 Referências... 3 2 DIRETRIZES...

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1

Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1 Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.1 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011 1.0 Versão

Leia mais

Sistema para gestão de restaurante

Sistema para gestão de restaurante Sistema para gestão de restaurante Luciana Tavares Rosa luciana.rosa@inf.aedb.br AEDB Fábio Rezende Dutra fabio.dutra@inf.aedb.br AEDB Resumo:O sistema para gestão de restaurante é um software desenvolvido

Leia mais

Realização de Estimativas utilizando Análise de Pontos de Função

Realização de Estimativas utilizando Análise de Pontos de Função CENTRO TECNOLÓGICO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA DISCIPLINA: ENGENHARIA DE SOFTWARE PROFESSOR(A): MONALESSA PERINI BARCELLOS CÓDIGO: INF281 EMAIL: MONALESSA@INF.UFES.BR Realização de Estimativas utilizando

Leia mais

Sistema de Geração de Sítios e Manutenção de Conteúdo: uma solução incorporando regras de acessibilidade

Sistema de Geração de Sítios e Manutenção de Conteúdo: uma solução incorporando regras de acessibilidade Sistema de Geração de Sítios e Manutenção de Conteúdo: uma solução incorporando regras de acessibilidade Ilan Chamovitz Datasus Departamento de Informática e Informação do SUS Ministério da Saúde - Brasil

Leia mais

SISTEMA DE AGENDAMENTO E GERENCIAMENTO DE CONSULTAS CLÍNICAS

SISTEMA DE AGENDAMENTO E GERENCIAMENTO DE CONSULTAS CLÍNICAS SISTEMA DE AGENDAMENTO E GERENCIAMENTO DE CONSULTAS CLÍNICAS Pablo dos Santos Alves Alexander Roberto Valdameri - Orientador Roteiro da apresentação Introdução Objetivos Motivação Revisão bibliográfica

Leia mais

Análise e Projeto de. Aula 01. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Análise e Projeto de. Aula 01. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Análise e Projeto de Sistemas I Aula 01 Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Análise e Projeto de Sistemas I Horário das Aulas: 2as feiras das 10h10 às 11h40 e 5as feiras das 08h25

Leia mais

IBM Rational Requirements Composer

IBM Rational Requirements Composer IBM Requirements Composer Aprimore os resultados do projeto por meio da melhor definição e gerenciamento de requisitos Destaques Obter maior agilidade, foco no cliente, qualidade e menor tempo de lançamento

Leia mais

Gerenciamento de Serviços em TI com ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL

Gerenciamento de Serviços em TI com ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL A Filosofia do Gerenciamento de Serviços em TI Avanços tecnológicos; Negócios totalmente dependentes da TI; Qualidade, quantidade e a disponibilidade (infra-estrutura

Leia mais

Figura 1 - Arquitetura multi-camadas do SIE

Figura 1 - Arquitetura multi-camadas do SIE Um estudo sobre os aspectos de desenvolvimento e distribuição do SIE Fernando Pires Barbosa¹, Equipe Técnica do SIE¹ ¹Centro de Processamento de Dados, Universidade Federal de Santa Maria fernando.barbosa@cpd.ufsm.br

Leia mais

INTERNET HOST CONNECTOR

INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR IHC: INTEGRAÇÃO TOTAL COM PRESERVAÇÃO DE INVESTIMENTOS Ao longo das últimas décadas, as organizações investiram milhões de reais em sistemas e aplicativos

Leia mais

PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB)

PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB) RELATÓRIO DE ENTREGA DO PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB) PARA A ELABORAÇÃO DOS PLANOS MUNICIPAIS DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS PMGIRS PARA OS MUNICÍPIOS DE NOVO HORIZONTE, JUPIÁ, GALVÃO,

Leia mais

INFRAESTRUTURA PARA INOVAÇÃO BPM e SOA

INFRAESTRUTURA PARA INOVAÇÃO BPM e SOA INFRAESTRUTURA PARA INOVAÇÃO BPM e SOA Palestrante: Eduardo José Ribeiro de Castro, MSc. eduardo@quaddract.com.br 25/08/2009 1 Objetivo Geral APL Brasília Capital Digital Desenvolver entre as empresas

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2011-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2011-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Sistemas de Informação 2011-2 SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA Alunos: WERNECK,

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO - VERSÃO DESKTOP

DESCRITIVO TÉCNICO - VERSÃO DESKTOP sistema para gerenciamento de instituições de ensino DESCRITIVO TÉCNICO - VERSÃO DESKTOP Nossa Empresa A Sponte Informática é uma empresa brasileira, localizada em Pato Branco, cidade considerada pólo

Leia mais

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software FARMAINFOR - GERENCIAMENTO DA FARMACIA

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software FARMAINFOR - GERENCIAMENTO DA FARMACIA 1 Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software FARMAINFOR - GERENCIAMENTO DA FARMACIA PATRÍCIA LIMA 1, ALEXANDRE ALMEIDA, 2, LAÉCIO 3, OTAVIO 4,, PEDRO HENRIQUE 5, DAIRO 6,EDUARDO RADICHHI 7 LUA

Leia mais