PROGRAMA DE CONTROLE POPULACIONAL DE CÃES E GATOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE CONTROLE POPULACIONAL DE CÃES E GATOS"

Transcrição

1 PROGRAMA DE CONTROLE POPULACIONAL DE CÃES E GATOS O crescimento populacional de cães e gatos tem representado um problema de saúde pública, devido à possibilidade de transmissão de doenças entre animais e o ser humano. O risco de acidentes por mordeduras também é preocupante e representa prejuízo para o Estado, com internações e tratamentos, além da transmissão da Raiva. A solução encontrada para o controle populacional de cães e gatos no município de Santa Cruz do Rio Pardo foi a realização de cirurgias de castração das fêmeas. A Lei Municipal n de 04 de maio de 2006 autoriza convênios de parceria do município com as clínicas veterinárias para a realização das cirurgias. O investimento em cirurgias de castração justifica-se por ser este o método mais efetivo de evitar definitivamente o nascimento de futuros animais de rua. O controle populacional de cães e gatos no município de Santa Cruz do Rio Pardo teve início em Dezembro de 2006, com a realização de cirurgias de castração de cadelas e gatas, através do convênio com 05 clínicas veterinárias. Os médicos veterinários participantes do programa são voluntários e foram capacitados em curso ministrado na Faculdade de Jaguariúna pela Equipe Dr. Alfredo e Dr.Stelio da UNESP de Botucatu e Dr. Werner de Guarulhos, os quais utilizam o método minimamente invasivo. Após a castração, as fêmeas recebem um microchip de identificação, o qual vincula o animal ao seu proprietário por toda a vida. Para isso foram adquiridos 600 microchips, 05 aplicadores e 05 leitores universais. Lei Municipal Lei n de 22 de setembro de 2005, determina a Posse Responsável de Animais, onde em seu Art. 14 consta: é proibido soltar ou abandonar animais em vias públicas e logradouros públicos e privados, sob pena de multa de 2,1 UFMs (neste caso, a identificação eletrônica por microchip possibilita identificar o proprietário do animal solto nas ruas para a aplicação de multa). Para a realização das cirurgias segue - se todo o protocolo de cuidados, tais como a vermifugação do animal de acordo com o peso, dias antes da cirurgia, a fim de evitar possíveis reações à anestesia em animais parasitados. Para o período pós- operatório foram adquiridos 05 conjuntos de colares elizabetanos para evitar que os animais retirem os pontos de sutura. O valor inicial de cada cirurgia foi de R$45,00, no período de dezembro de 2006 a junho de 2007, repassado às clínicas veterinárias conveniadas, considerando os custos com medicamentos e materiais utilizados nas cirurgias. Em Julho de 2007 houve reajuste e atualização dos custos para R$89,89 cada cirurgia, incluindo o transporte de ida e volta (da casa do proprietário à clínica), pois alguns proprietários desistiam da cirurgia, sem avisar, alegando não ter como levar o animal.

2 STADO DE SÃO PAULO O sucesso do Programa deve-se ao crescente interesse dos proprietários de cadelas e gatas, à medida que observam a rápida recuperação das fêmeas castradas no pós- operatórios e os benefícios da cirurgia. Assim, o programa de controle populacional de cães e gatos tem dado resultados satisfatórios, pois com a estimativa que cada fêmea crie no mínimo 08 filhotes ao ano, evitamos até o momento aproximadamente, o nascimento de filhotes, que provavelmente seriam abandonados, contribuindo na transmissão de doenças. Além da campanha de castração, outra medida tomada foi a confecção e distribuição de material informativo sobre posse responsável de cães e gatos para a conscientização da população, a fim de reduzir o índice de abandono de animais nas ruas. A Campanha de vacinação contra a Raiva é realizada por profissionais da saúde uma vez ao ano durante dois finais de semana na zona urbana e durante a semana na zona rural. Todos os animais vacinados são cadastrados e o proprietário recebe uma carteirinha com o carimbo de registro da data da vacinação. Os profissionais da saúde participantes são previamente vacinados contra a Raiva e periodicamente submetidos a exames. RELAÇÃO DE MATERIAIS PARA CASTRAÇÃO DE ANIMAIS QUANTIDADE MATERIAL VALOR UNIT. R$ VALOR TOTAL R$ 600 UNIDADES MICROCHIPS R$ 14,80 R$ 8.800,00 05 UNIDADES APLICADOR DE R$ 10,00 R$ 50,00 MICROCHIP 05 UNIDADES LEITORES DE R$ 1.200,00 R$ 6.000,00 MICROCHIPS 05 UNIDADES COLAR R$ 10,00 R$ 50,00 TOTAL R$ R$ ,00 RELAÇÃO DE CASTRAÇÕES REALIZADAS CLÍNICA VETERINÁRIA 2006 / TOTAL BABY DOG BUZOLIN CLINVET SAÚDE ANIMAL VETCENTER TOTAL

3 STADO DE SÃO PAULO RELAÇÃO DE DEMANDA REPRIMIDA POR BAIRROS MICRO - REGIOES BAIRRO DEMANDA REPRIMIDA 01 CENTRO SANTA AURELINA MATHIAS ESTAÇÃO FABIANO 14 TOTAL 191 RESULTADOS DA CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA RAIVA CÃES GATOS CÃES GATOS CÃES GATOS CÃES GATOS POP. ESTIMADA META QUANTITATIVA % META 83,33% 80,00% 83,33% 80,00% 83,33% 80,00% 83,33% 80,00% VACINADOS % COBERTURA 97,63% 72,13% 102,57% 76,03% 98,78% 74,28% 103,21% 101,13%

4 PROGRAMA DE CONTROLE POPULACIONAL DE CÃES E GATOS - CRITÉRIOS PARA INCLUSÃO DOS ANIMAIS: 1) Prioridade para proprietários de baixa renda, cadastrados no Programa Bolsa família, os quais residem em bairros da periferia. 1.1) Mapa representativo da divisão das Micro-regiões do Programa de Controle Populacional de Cães e Gatos. 1.2) De acordo com os dados da ultima campanha de vacinação contra a Raiva foi constatado maior população canina e felina, nos Bairros da Estação, Vila Saul, Vila Mathias, Jd. Brasília, Jd. Planalto e Vila Oitenta. 2) Prioridade para pessoas que acolhem vários animais de rua, pelo fato de muitos machos e fêmeas conviverem em mesmo ambiente. 3) Cadastros de animais pertencentes a pessoas que têm condições financeiras para a realização da cirurgia em atendimento particular não são considerados. 3.1) Proprietários que residem em região central são avaliados, quanto as condições de renda.

5 - CONDIÇÕES PARA QUE A CASTRAÇÃO SEJA REALIZADA : 1) Se na ocasião da visita para pesagem e vermifugação o proprietário não estiver na casa ou estiver presente apenas pessoa menor de idade, não é realizada a pesagem e vermifugação, pois nesta visita são assinados o Termo de Autorização para procedimento cirúrgico e o recibo da dose do vermífugo. Neste caso, a ficha deste animal será colocada para o final da fila (demanda reprimida) para futuras visitas e outro animal do bairro é pesado e incluído no programa daquela semana. 2) Se durante a visita para pesagem, vermífugo e agendamento cirúrgico for verificado possível período de cio na semana da cirurgia, é agendada visita para o mês seguinte, pois há riscos de hemorragia no período de cio (causado pelo aumento da irrigação sanguínea local). 3) Proprietários que ausentam - se no dia e horário agendado para a entrega do animal para cirurgia ou não mantém seu animal preso e em jejum no dia e horário, a ficha deste animal será colocada para o final da fila (demanda reprimida) para futuras visitas e outro animal do bairro é incluído no programa daquela semana.

LEI N.º 4.635 DE 24 DE NOVEMBRO DE 2015

LEI N.º 4.635 DE 24 DE NOVEMBRO DE 2015 LEI N.º 4.635 DE 24 DE NOVEMBRO DE 2015 INSTITUI o Programa de Controle Populacional de Cães e Gatos do Município de Não-Me-Toque... TEODORA BERTA SOUILLJEE LUTKEMEYER, PREFEITA DO MUNICÍPIO DE NÃO-ME-TOQUE/RS.

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Programa Municipal de Controle Ético da População Canina e Felina

Mostra de Projetos 2011. Programa Municipal de Controle Ético da População Canina e Felina Mostra de Projetos 2011 Programa Municipal de Controle Ético da População Canina e Felina Mostra Local de: São José dos Pinhais Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais

Leia mais

Projeto de Controle Populacional de Cães e Gatos no município de Jaraguá do Sul-SC -- Minuta do Projeto --

Projeto de Controle Populacional de Cães e Gatos no município de Jaraguá do Sul-SC -- Minuta do Projeto -- Projeto de Controle Populacional de Cães e Gatos no município de Jaraguá do Sul-SC -- Minuta do Projeto -- Objetivo geral: Implementar o Projeto de Controle Populacional de Cães e Gatos no município de

Leia mais

Estado do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Gabinete do Vereador Gomes

Estado do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Gabinete do Vereador Gomes PROJETO DE LEI Nº161/2014 Estado do Amazonas DISPÕE SOBRE O CONTROLE POPULACIONAL DE CÃES E GATOS NO MUNICÍPIO DE MANAUS ATRAVÉS DE UMA UNIDADE MÓVEL DE ES TERILIZAÇÃO E DE EDUCAÇÃO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

TÍTULO I DAS DISPOSIÇOES INICIAIS. Art. 3º O projeto mencionado nos artigos 1º e 2º desta Lei é destinado, prioritariamente, nesta ordem:

TÍTULO I DAS DISPOSIÇOES INICIAIS. Art. 3º O projeto mencionado nos artigos 1º e 2º desta Lei é destinado, prioritariamente, nesta ordem: LEI Nº 2.511, de 17 de setembro de 2015. DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO PARA O CONTROLE POPULACIONAL DE ANIMAIS DOMÉSTICOS DO MUNICÍPIO DE CATANDUVAS/SC QUE ESPECIFICA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS Gisa Aparecida

Leia mais

METAS ELABORADA PELA APA DE JABOTICABAL PARA O PRÓXIMO QUADRIÊNIO: 2013-2016

METAS ELABORADA PELA APA DE JABOTICABAL PARA O PRÓXIMO QUADRIÊNIO: 2013-2016 1 ASSOCIAÇÃO PROTETORA DOS ANIMAIS de Jaboticabal SP - APA Lei Municipal de Utilidade Pública 3.193 de 07/10/03 - CNPJ 04.630.685/0001-00 www.apajaboticabal.org.br METAS ELABORADA PELA APA DE JABOTICABAL

Leia mais

Ficha de Inscrição do 18º Prêmio Expressão de Ecologia

Ficha de Inscrição do 18º Prêmio Expressão de Ecologia Ficha de Inscrição do 18º Prêmio Expressão de Ecologia OBS: Apresentação obrigatória na primeira página do case 1. Informações cadastrais a) Identificação: instituição b) Nome: Prefeitura Municipal de

Leia mais

CONTROLE POPULACIONAL DE CÃES E GATOS POR MEIO DE ESTERILIZAÇÃO CIRÚRGICA E EDUCAÇÃO PARA POSSE RESPONSÁVEL

CONTROLE POPULACIONAL DE CÃES E GATOS POR MEIO DE ESTERILIZAÇÃO CIRÚRGICA E EDUCAÇÃO PARA POSSE RESPONSÁVEL CONTROLE POPULACIONAL DE CÃES E GATOS POR MEIO DE ESTERILIZAÇÃO CIRÚRGICA E EDUCAÇÃO PARA POSSE RESPONSÁVEL BUQUERA, Luiz Eduardo C. 1 COSTEIRA, Jessica A. 2 FERREIRA, Rafael de L. 3 BASTOS, Rodolfo M.

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS GABINETE DO VEREADOR WILTON LIRA

ESTADO DO AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS GABINETE DO VEREADOR WILTON LIRA PROJETO DE LEI Nº 104 / 2012 Disciplina a doação e comercialização de cães e gatos no município de Manaus e dá outras providências. Art. 1º A reprodução de cães e gatos destinados a doação e comercialização

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 383/2010, de 26 de abril de 2010.

LEI COMPLEMENTAR Nº 383/2010, de 26 de abril de 2010. LEI COMPLEMENTAR Nº 383/2010, de 26 de abril de 2010. Procedência: Poder Executivo Natureza: Projeto de Lei Complementar nº 1022/2009 DOM - Edição nº 224 de 30.04.2010 Fonte: CMF/Gerência de Documentação

Leia mais

Relatório das Atividades da APA durante o ano de 2011

Relatório das Atividades da APA durante o ano de 2011 Relatório das Atividades da APA durante o ano de 2011 Visando o controle populacional de caninos e felinos no Município de Jaboticabal, durante o ano de 2011, a APA, entre muitas atividades, realizou a

Leia mais

CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES COM CÃES do hospital universitário cajuru. OS BENEFÍCIOS DE TER UM CÃO

CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES COM CÃES do hospital universitário cajuru. OS BENEFÍCIOS DE TER UM CÃO CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES COM CÃES do hospital universitário cajuru. Os acidentes com cães são mais comuns do que imaginamos. Em Curitiba, onde se situa o maior Pronto-Socorro

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELA A P A de JABOTICABAL DURANTE O ANO DE 2008

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELA A P A de JABOTICABAL DURANTE O ANO DE 2008 1 RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELA A P A de JABOTICABAL DURANTE O ANO DE 2008 O objetivo principal da APA-Associação Protetora dos Animais em Jaboticabal durante o ano de 2008 foi, como

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ELDORADO DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE ELDORADO DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE PREFEITURA MUNICIPAL DE ELDORADO DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE Memorial Descritivo para CONTRATAÇÃO de Clínica Veterinária, para prestação de serviços de Orquiectomia e Ovário-salpingo-histerectomia

Leia mais

GUIA DO BEM-ESTAR ANIMAL e GUARDA RESPONSÁVEL

GUIA DO BEM-ESTAR ANIMAL e GUARDA RESPONSÁVEL GUIA DO BEM-ESTAR ANIMAL e GUARDA RESPONSÁVEL A AMPARA ANIMAL é uma organização da sociedade civil de interesse público (Oscip), título concedido pelo Ministério da Justiça do Brasil. Sabe o que isso

Leia mais

RESOLUÇÃO CRMV-PA Nº008, de 11 de março de 2015

RESOLUÇÃO CRMV-PA Nº008, de 11 de março de 2015 RESOLUÇÃO CRMV-PA Nº008, de 11 de março de 2015 Normatiza os Procedimentos de Contracepção de Animais de companhia (Cães e Gatos, machos e fêmeas) em Programas de Educação em Saúde, Guarda Responsável

Leia mais

Conheça um pouco dessa história

Conheça um pouco dessa história Em maio de 2009, a proprietária de um abrigo de animais, localizado na Rodovia Piracicaba/Rio Claro, Km 23, pediu ajuda à população para salvar seus 500 animais que se encontravam em precárias condições.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 1892 30.03.2010

RESOLUÇÃO Nº 1892 30.03.2010 RESOLUÇÃO Nº 1892 30.03.2010 Dispõe sobre recomendações dos procedimentos de contracepção em cães e gatos em mutirões de esterilização cirúrgica com a finalidade de controle da reprodução. O Conselho Regional

Leia mais

Estrada Municipal, 396 TERMO DE RESPONSABILIDADE

Estrada Municipal, 396 TERMO DE RESPONSABILIDADE HOTEL para Pets SCOOBY-DOO Estrada Municipal, 396 Bairro dos Pereiras Limeira, SP Fone (19) 3451-0664 / 3033-1420 E-mail: hotelscoobydoo@gmail.com TERMO DE RESPONSABILIDADE INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O ANIMAL

Leia mais

Conheça um pouco dessa história

Conheça um pouco dessa história Há 5 meses a proprietária de um abrigo de animais, localizado na Rodovia Piracicaba/Rio Claro, Km 23, pediu ajuda à população para salvar seus 500 animais que se encontravam em precárias condições. Sem

Leia mais

1. OBJETIVO DO SERVIÇO O Pet Assistência tem por objetivo proporocionar o atendimento a um conjunto de assistência a seus animais domésticos.

1. OBJETIVO DO SERVIÇO O Pet Assistência tem por objetivo proporocionar o atendimento a um conjunto de assistência a seus animais domésticos. 1. OBJETIVO DO SERVIÇO O Pet Assistência tem por objetivo proporocionar o atendimento a um conjunto de assistência a seus animais domésticos. A quantidade de animais de estimação não será limitada, podendo

Leia mais

Controle Populacional de Caninos e Felinos por meio da Esterilização Cirúrgica

Controle Populacional de Caninos e Felinos por meio da Esterilização Cirúrgica Controle Populacional de Caninos e Felinos por meio da Esterilização Cirúrgica Gabriela Rodrigues Sampaio Professora Adjunto Doutora Departamento de Medicina Veterinária / UFLA gabsampa@ufla.br; Fabiane

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 1069, DE 27 DE OUTUBRO DE 2014

RESOLUÇÃO Nº 1069, DE 27 DE OUTUBRO DE 2014 RESOLUÇÃO Nº 1069, DE 27 DE OUTUBRO DE 2014 Dispõe sobre Diretrizes Gerais de Responsabilidade Técnica em estabelecimentos comerciais de exposição, manutenção, higiene estética e venda ou doação de animais,

Leia mais

Capturar e matar, capturar e matar... Capturar e matar cães e gatos ainda é a maior política do CCZ de São Paulo

Capturar e matar, capturar e matar... Capturar e matar cães e gatos ainda é a maior política do CCZ de São Paulo 1 * Este texto foi encaminhado pelo Vereador Roberto Trípoli à então Secretária da Saúde do Município, Maria Aparecida Orsini, e à então diretora de Covisa, Marisa Lima Carvalho, no final de 2006, durante

Leia mais

SUBSTITUTIVO AO PROJETO DE LEI Nº 477/2013

SUBSTITUTIVO AO PROJETO DE LEI Nº 477/2013 SUBSTITUTIVO AO PROJETO DE LEI Nº 477/2013 Dispõe sobre a instituição do serviço de unidade Médico Veterinário Móvel, SAMUVET (Serviço de Atendimento Médico Móvel de Urgência Veterinário), para cães e

Leia mais

Guia Relacionado a Animais de Estimação ペット 関 係 ガイド

Guia Relacionado a Animais de Estimação ペット 関 係 ガイド Guia Relacionado a Animais de Estimação ペット 関 係 ガイド Registro para cachorros( 犬 の 登 録 ) P.2 Vacina Anti-rábica( 狂 犬 病 予 防 注 射 ) P.3 Auxílio na cirurgia para evitar gravidez de cães e gatos( 犬 猫 の 避 妊 手

Leia mais

II CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES COM CÃES

II CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES COM CÃES II CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES COM CÃES II CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES COM CÃES Todos os dias os hospitais do Paraná atendem mais de 100 vítimas de mordida

Leia mais

TERMO DE RESPONSABILIDADE

TERMO DE RESPONSABILIDADE TERMO DE RESPONSABILIDADE INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O ANIMAL: Maricá, de de. Nome: Raça: Sexo: Pelagem: Nascimento: / /. Idade:. Proprietário / Responsável Endereço: Bairro: CEP Telefone: Celular: E-mail:

Leia mais

LEI Nº. 2.168, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2009.

LEI Nº. 2.168, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2009. LEI Nº. 2.168, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2009. Dispõe sobre o controle permanente de reprodução de cães e gatos no Município de Paraisópolis, e dá outras providências. O Povo do Município de Paraisópolis, Estado

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRO MACHADO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRO MACHADO Projeto: 57/2013 Lei nº 4.122/2013 Institui o Programa Permanente de Controle Populacional de Cães e Gatos no município de Pinheiro Machado e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE PINHEIRO MACHADO,

Leia mais

DESCRIÇÃO DO PRODUTO ASSISTÊNCIA A ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO - PET

DESCRIÇÃO DO PRODUTO ASSISTÊNCIA A ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO - PET DESCRIÇÃO DO PRODUTO ASSISTÊNCIA A ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO - PET DEFINIÇÕES Usuário: é a pessoa física titular de plano de Assistência a Animais de Estimação - Pet, contratado junto à Contratante. Animal

Leia mais

Standard da OIE Controle de cães não domiciliados

Standard da OIE Controle de cães não domiciliados Standard da OIE Controle de cães não domiciliados Capítulo 7.7 Lizie Buss Med Vet Fiscal Federal Agropecuário Comissão de BEA/MAPA Conceito de bem-estar animal OIE Como um animal está se ajustando as condições

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS LEI Nº 14.146, DE 11 DE ABRIL DE 2006 (Projeto de Lei nº 772/05, do Vereador Roberto Tripoli - sem filiação partidária) Dispõe sobre a circulação de veículos de tração animal e de animais montados, ou

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PROTETORA DOS ANIMAIS

ASSOCIAÇÃO PROTETORA DOS ANIMAIS ASSOCIAÇÃO PROTETORA DOS ANIMAIS de Jaboticabal SP - APA RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELA A P A de JABOTICABAL DURANTE O ANO DE 2009 1 Introdução A Associação Protetora dos Animais APA

Leia mais

PROJETO ADOÇÃO ANIMAL IFC: INCENTIVANDO A PRÁTICA DA ADOÇÃO DE CÃES E GATOS ABANDONADOS - RESULTADOS PRELIMINARES

PROJETO ADOÇÃO ANIMAL IFC: INCENTIVANDO A PRÁTICA DA ADOÇÃO DE CÃES E GATOS ABANDONADOS - RESULTADOS PRELIMINARES PROJETO ADOÇÃO ANIMAL IFC: INCENTIVANDO A PRÁTICA DA ADOÇÃO DE CÃES E GATOS ABANDONADOS - RESULTADOS PRELIMINARES Alberto G. EVANGELISTA¹*, Anna C. R. SANTOS¹, Isabelle C. THOMSEN¹, Sarah L. GARCIA¹, Gabriel

Leia mais

Mondial Pet Protection CONDIÇÕES GERAIS PRINCIPAIS BENEFÍCIOS: Assistência Emergencial. Implantação de Microchip. Desconto em Cirurgias

Mondial Pet Protection CONDIÇÕES GERAIS PRINCIPAIS BENEFÍCIOS: Assistência Emergencial. Implantação de Microchip. Desconto em Cirurgias MONDIAL PET PROTECTION é um conjunto de serviços oferecido a cachorros e gatos (domésticos), disponível nas Capitais do Nordeste, Sudeste e Sul e Centro-Oeste do Brasil e grandes centros metropolitanos.

Leia mais

3. Abrangência Esse serviço será prestado nas principais capitais brasileiras e em cidades da Grande São Paulo e Grande Rio de Janeiro.

3. Abrangência Esse serviço será prestado nas principais capitais brasileiras e em cidades da Grande São Paulo e Grande Rio de Janeiro. Assistência Pet 1. EMPRESA CONTRATADA A Assistência Pet refere-se ao pacote de serviços contratado pelo Zurich Santander Brasil Seguros S.A., com a empresa USS Soluções Gerenciadas Ltda., CNPJ 01.979.936/0001-79

Leia mais

de animais nos parques

de animais nos parques GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE Abandono de animais nos parques Animais não são descartáveis. Não abandone o seu. Abandonar é maltratar e maus-tratos a animais é crime. Lei Federal

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. VANDERLEI ASSIS)

REQUERIMENTO. (Do Sr. VANDERLEI ASSIS) REQUERIMENTO (Do Sr. VANDERLEI ASSIS) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo relativa à destinação de terreno federal no Estado do Rio de Janeiro para a construção da sede da Sociedade União Internacional

Leia mais

PROGRAMA DE CONTROLE REPRODUTIVO DE CÃES E GATOS NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO

PROGRAMA DE CONTROLE REPRODUTIVO DE CÃES E GATOS NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PROGRAMA DE CONTROLE REPRODUTIVO DE CÃES E GATOS NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE - COVISA CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES - CCZ 29 de abril/2014 Objetivos PPCRCG Promoção da

Leia mais

O Vereador Dario Francisco da Silveira, Presidente da Câmara Municipal de Canoas, com assento nesta casa, vem, na PROJETO DE LEI Nº...

O Vereador Dario Francisco da Silveira, Presidente da Câmara Municipal de Canoas, com assento nesta casa, vem, na PROJETO DE LEI Nº... Ao Colendo Plenário da Câmara Municipal de Canoas O Vereador Dario Francisco da Silveira, Presidente da Câmara Municipal de Canoas, com assento nesta casa, vem, na forma regimental, à presença de Vossas

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 6.474, DE 2013 (Do Sr. Dr. Ubiali)

PROJETO DE LEI N.º 6.474, DE 2013 (Do Sr. Dr. Ubiali) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 6.474, DE 2013 (Do Sr. Dr. Ubiali) Dispõe sobre o controle da reprodução de cães e gatos e dá providências correlatas. DESPACHO: APENSE-SE À(AO) PL-215/2007. APRECIAÇÃO:

Leia mais

-- Proposta para a Regulamentação --

-- Proposta para a Regulamentação -- -- Proposta para a Regulamentação -- LEI Nº xxxxxxxxxx Estabelece normas para a posse responsável de animais domésticos e/ou domesticados no município de Jaraguá do Sul, e dá outras providências. CAPÍTULO

Leia mais

CONTROLE POPULACIONAL DE CÃES, BEM ESTAR ANIMAL E GUARDA RESPONSÁVEL, ATRAVÉS DE PARCERIAS PARA REALIZAÇÃO DE CASTRAÇÃO DE FÊMEAS A CUSTOS MÍNIMOS.

CONTROLE POPULACIONAL DE CÃES, BEM ESTAR ANIMAL E GUARDA RESPONSÁVEL, ATRAVÉS DE PARCERIAS PARA REALIZAÇÃO DE CASTRAÇÃO DE FÊMEAS A CUSTOS MÍNIMOS. CONTROLE POPULACIONAL DE CÃES, BEM ESTAR ANIMAL E GUARDA RESPONSÁVEL, ATRAVÉS DE PARCERIAS PARA REALIZAÇÃO DE CASTRAÇÃO DE FÊMEAS A CUSTOS MÍNIMOS. Débora dos Santos Silva (PIBIC), Mariza Fordelone Rosa

Leia mais

LEI Nº 4.433, DE 25 DE SETEMBRO DE 2014

LEI Nº 4.433, DE 25 DE SETEMBRO DE 2014 LEI Nº 4.433, DE 25 DE SETEMBRO DE 2014 Institui o Programa Municipal de Proteção e Bem-estar dos Animais - PROBEM, no município de Pato Branco e dá outras providências. A Câmara Municipal de Pato Branco,

Leia mais

Inter-relações entre a posse responsável de animais domésticos e a saúde humana

Inter-relações entre a posse responsável de animais domésticos e a saúde humana Página 1 de 6 Home Cultura Especial Interligado Internacional Nacional Opiniao Pesquisa Universidade Vamos Cinema Concursos Cursos Dança Estréia Eventos Exposições Livros Música Notas Programe-se Revistas

Leia mais

Prefeitura Municipal de Campo Limpo Paulista

Prefeitura Municipal de Campo Limpo Paulista LEI nº 2.155, de 10 de maio de 2012. Autoriza o Poder Executivo a repassar recursos a título de subvenção, à Organização Não Governamental Abrigo do Jello - Proteção a Animais de Rua. ARMANDO HASHJMOTO,

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS

CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI Nº DE 2011. (Do Sr William Dib) Estabelece normas de controle de animais e dá outras providências. O Congresso Nacional Decreta: Art. 1º Esta lei estabelece normas de controle de animais.

Leia mais

CONTRATO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ANIMAL PLANO PETMEDIC

CONTRATO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ANIMAL PLANO PETMEDIC CONTRATO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ANIMAL PLANO PETMEDIC QUALIFICAÇÃO Nome: DO(A) CONTRATANTE: Filiação: / Data de nascimento: / / CPF: RG: Órgão emissor: Endereço: Nº Complemento: Bairro: CEP Cidade: UF:

Leia mais

Para Viver de Bem com os Bichos PVBB-BH Ou Melhores Amigos Ou Nosso Mundo dos Animais Ou Um Belo Horizonte com os Animais

Para Viver de Bem com os Bichos PVBB-BH Ou Melhores Amigos Ou Nosso Mundo dos Animais Ou Um Belo Horizonte com os Animais Para Viver de Bem com os Bichos PVBB-BH Ou Melhores Amigos Ou Nosso Mundo dos Animais Ou Um Belo Horizonte com os Animais A moderna cosmologia nos fez, pois, compreender que o universo é um imenso processo

Leia mais

Parecer sobre PL nº 563, de 2014

Parecer sobre PL nº 563, de 2014 Parecer sobre PL nº 563, de 2014 Considerando o compromisso ético dos profissionais médicos-veterinários, conforme resolução nº 722 de 16 de agosto de 2002 do Conselho Federal de Medicina Veterinária,

Leia mais

Município de S. Pedro do Sul REGULAMENTO MUNICIPAL DO CANIL/GATIL DE S. PEDRO DO SUL

Município de S. Pedro do Sul REGULAMENTO MUNICIPAL DO CANIL/GATIL DE S. PEDRO DO SUL REGULAMENTO MUNICIPAL DO CANIL/GATIL DE S. PEDRO DO SUL PREÂMBULO Assumindo as responsabilidades que lhe estão cometidas por lei e interpretando o sentimento colectivo de que importa defender a higiene

Leia mais

LEI Nº 8. 565, DE 13 DE MAIO DE 2003. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 8. 565, DE 13 DE MAIO DE 2003. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 8. 565, DE 13 DE MAIO DE 2003 Dispõe sobre o controle da população de cães e gatos e dá outras providências. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono

Leia mais

Clipping Eletrônico - Terça-feira dia 14/10/2014

Clipping Eletrônico - Terça-feira dia 14/10/2014 Clipping Eletrônico - Terça-feira dia 14/10/2014 Jornal Em Tempo País Página B6-14/10/2014 Jornal Acrítica Cidades Página C3-14/10/2014 Portal Amazonas Em Rede Amazonas - 13 de outubro de 2014 Fonte: http://www.amazonianarede.com.br/prefeitura-ja-vacinou-mais-de-

Leia mais

PROPOSTA PARA O CONCURSO VETERINÁRIO MIRIM 2013

PROPOSTA PARA O CONCURSO VETERINÁRIO MIRIM 2013 PROPOSTA PARA O CONCURSO VETERINÁRIO MIRIM 2013 Equipe proponente e organizadora: Rede de Defesa e Proteção Animal Responsável Prof. Alexander Welker Biondo Superintendência de Controle Ambiental Secretaria

Leia mais

CAMPANHA DE CASTRAÇÃO DOS ANIMAIS DO CANIL DA PREFEITURA MUNICIPAL

CAMPANHA DE CASTRAÇÃO DOS ANIMAIS DO CANIL DA PREFEITURA MUNICIPAL CAMPANHA DE CASTRAÇÃO DOS ANIMAIS DO CANIL DA PREFEITURA MUNICIPAL Liane Ziliotto (UNICENTRO) lianeziliotto@yahoo.com.br, Marcos Vinicius Tranquilim (UNICENTRO) - tranquiveter@hotmail.com, Helcya Mime

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 1 ESTIMATIVA DA POPULAÇÃO CANINA E FELINA NOS ANOS 2010 E 2013 E PERCEPÇÃO DAS PESSOAS QUANTO A GUARDA RESPONSÁVEL NO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS - BAIRRO GUATUPÊ LUCAS GALDIOLI 1, RAFAELA FURIOSO

Leia mais

043765 S/SUBVISA/SVFSZ/UJV Unidade de Diagnóstico, Vigilância, Fiscalização Sanitária e Medicina Veterinária Jorge Vaitsman

043765 S/SUBVISA/SVFSZ/UJV Unidade de Diagnóstico, Vigilância, Fiscalização Sanitária e Medicina Veterinária Jorge Vaitsman DO de 08/08/13 NOVA ESTRUTURA 043765 S/SUBVISA/SVFSZ/UJV Unidade de Diagnóstico, Vigilância, Fiscalização Sanitária e Medicina Veterinária Jorge Vaitsman Cumprir e fazer cumprir no Município do Rio de

Leia mais

Passaporte para Trânsito de Cães e. Márcio Henrique Micheletti Coordenação Geral do Vigiagro

Passaporte para Trânsito de Cães e. Márcio Henrique Micheletti Coordenação Geral do Vigiagro Trânsito de Cães e Gatos Márcio Henrique Micheletti Coordenação Geral do Vigiagro Trânsito Internacional de Cães e Gatos A movimentação de passageiros internacionais no Brasil vem crescendo cerca de 10%

Leia mais

www.drapriscilaalves.com.br [ORIENTAÇÕES SOBRE O FILHOTE]

www.drapriscilaalves.com.br [ORIENTAÇÕES SOBRE O FILHOTE] [ORIENTAÇÕES SOBRE O FILHOTE] 2 orientações sobre o filhote 1. Informações iniciais: É natural que o filhote estranhe seu novo lar nos primeiros dias. Assim, é importante ser compreensivo, carinhoso e

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS ITAUCARD ASSISTÊNCIA PET

CONDIÇÕES GERAIS ITAUCARD ASSISTÊNCIA PET CONDIÇÕES GERAIS ITAUCARD ASSISTÊNCIA PET 1.1. DEFINIÇÕES DEFINIÇÕES E OBJETO DO SERVIÇO 1.1.1 Associado: entende-se por Associado, a pessoa física residente no Brasil, Titular ou adicional que tenha contratado

Leia mais

Institui o Dia Municipal de Proteção e Bem-Estar dos Animais e dá outras providências.

Institui o Dia Municipal de Proteção e Bem-Estar dos Animais e dá outras providências. Lei nº 4.168, de 10 de novembro de 2014. Institui o Dia Municipal de Proteção e Bem-Estar dos Animais e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE TAQUARITINGA: Faço saber que a Câmara Municipal decreta

Leia mais

CONTRATO DE HOSPEDAGEM DE ANIMAL

CONTRATO DE HOSPEDAGEM DE ANIMAL CONTRATO DE HOSPEDAGEM DE ANIMAL IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CONTRATANTE: (Nome do Contratante), (Nacionalidade), (Estado Civil), (Profissão), Carteira de Identidade nº (xxx), C.P.F. nº (xxx),

Leia mais

O projeto tem 3 Eixos, que passo a apresentar: Eixo 1 Apoio Social a Pessoas com Baixo Rendimento/ Promoção da legalização da situação de cães

O projeto tem 3 Eixos, que passo a apresentar: Eixo 1 Apoio Social a Pessoas com Baixo Rendimento/ Promoção da legalização da situação de cães Proponente: Nome: Mariana Rodrigues De Carvalho Data de Nascimento: 20 de março de 1992 Telm./ Telf.: 914444326 E-mail: miacarvalho5@hotmail.com Entidades que apoiarão o projeto: Câmara Municipal da Lousã,

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL PELO BEM ESTAR E SAÚDE ANIMAL NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO BÁSICO DA VILA FLORESTAL EM LAGOA SECA/PB

EDUCAÇÃO AMBIENTAL PELO BEM ESTAR E SAÚDE ANIMAL NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO BÁSICO DA VILA FLORESTAL EM LAGOA SECA/PB EDUCAÇÃO AMBIENTAL PELO BEM ESTAR E SAÚDE ANIMAL NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO BÁSICO DA VILA FLORESTAL EM LAGOA SECA/PB Luana da Silva Barbosa 1 ; Benedito Marinho da Costa Neto 2 ; Alfredo Rosas de Lima

Leia mais

CONTROLE POPULACIONAL DE CÃES E GATOS

CONTROLE POPULACIONAL DE CÃES E GATOS CONTROLE POPULACIONAL DE CÃES E GATOS Aspectos éticos Rita de Cassia Maria GARCIA 1, Nestor Alberto Calderon MALDONADO 2 ; Antonio LOMBARDI 3. A reflexão ética vem ganhando importância na discussão pública

Leia mais

Regulamento de Execução 2012

Regulamento de Execução 2012 Regulamento de Execução 2012 Campanha de Vacinação Antirrábica, de Controlo de outras Zoonoses e de Identificação Eletrónica Direção Geral de Alimentação e Veterinária Maio 2012 Página 1 de 10 1 - O n.º

Leia mais

Lei Municipal Nº 13.131, de 18 de maio de 2001

Lei Municipal Nº 13.131, de 18 de maio de 2001 LEGISLAÇÃO MUNICIPAL Lei Municipal Nº 13.131, de 18 de maio de 2001 MARTA SUPLICY, Prefeita do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei, faz saber que a Câmara Municipal,

Leia mais

campanha nacional de combate ao tráfico de animais selvagens

campanha nacional de combate ao tráfico de animais selvagens campanha nacional de combate ao tráfico de animais selvagens CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA VETERINÁRIA SISTEMA CFMV/CRMVs Campanha Nacional de Combate ao Tráfico de Animais *O tráfico de animais é a terceira

Leia mais

17-10-2011. Animais Abandonados. Está a aumentar! A. Falta de dinheiro: 1. Comida. 2. Caminha e casota. 1. Comida. 2. Caminha e casota. 3.

17-10-2011. Animais Abandonados. Está a aumentar! A. Falta de dinheiro: 1. Comida. 2. Caminha e casota. 1. Comida. 2. Caminha e casota. 3. Está a aumentar! Animais Abandonados Estágio final do Mestrado Integrado de Medicina Veterinária Diana Gomes Baptista A. Falta de dinheiro:. Comida. Caminha e casota. Veterinário. Comida DIA MÊS 500 g.

Leia mais

LEI N 1742, de 01 de junho de 2015

LEI N 1742, de 01 de junho de 2015 gabinete(fl)capaodolcao.rs.gov.br LEI N 1742, de 01 de junho de 2015 Disciplina os canis e animais particulares e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Capão do Leão, Estado do Rio Grande do

Leia mais

[PARVOVIROSE CANINA]

[PARVOVIROSE CANINA] [PARVOVIROSE CANINA] 2 Parvovirose Canina A Parvovirose é uma doença infecto-contagiosa causada por um vírus da família Parvoviridae. Acomete mais comumente animais jovens, geralmente com menos de 1 ano

Leia mais

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS. Entre a crueldade para com o animal e a crueldade com o homem, há uma só diferença,a vítima.(lamartine)

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS. Entre a crueldade para com o animal e a crueldade com o homem, há uma só diferença,a vítima.(lamartine) EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS Entre a crueldade para com o animal e a crueldade com o homem, há uma só diferença,a vítima.(lamartine) Os programas apresentados no projeto de lei visam o controle da natalidade de

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES PARECER DA COMISSÃO DE SAÚDE, CIDADANIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL Projeto de Lei nº 106 de 17 de setembro de 2014 AUTOR: Poder Executivo PARECER: Favorável, sem apresentação de emendas EMENTA: Autoriza o Poder

Leia mais

VANTAGENS CONSULTAS E TRATAMENTOS A PREÇOS REDUZIDOS CONVENCIONADOS

VANTAGENS CONSULTAS E TRATAMENTOS A PREÇOS REDUZIDOS CONVENCIONADOS FICHA DO PRODUTO INFORMAÇÕES PLANO SAÚDE MEDIVET O Plano de Saúde Animal Medivet é um serviço de saúde que pretende garantir uma saúde veterinária a preços justos e equilibrados, sem surpresas ou papeladas,

Leia mais

LEI Nº 3.332, DE 1º DE DEZEMBRO DE 2008.

LEI Nº 3.332, DE 1º DE DEZEMBRO DE 2008. LEI Nº 3.332, DE 1º DE DEZEMBRO DE 2008. SISTEMATIZA A POSSE RESPONSÁVEL DE CÃES E GATOS NO MUNICÍPIO DE ANÁPOLIS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A CÂMARA MUNICIPAL DE ANÁPOLIS aprovou e eu, PREFEITO MUNICIPAL,

Leia mais

DETERMINAÇÃO DA EFICIÊNCIA DO PROJETO DE CONTROLE POPULACIONAL DE ANIMAIS ERRANTES DO MUNICÍPIO DE TELÊMACO BORBA/PR

DETERMINAÇÃO DA EFICIÊNCIA DO PROJETO DE CONTROLE POPULACIONAL DE ANIMAIS ERRANTES DO MUNICÍPIO DE TELÊMACO BORBA/PR 0 Ana Cláudia Natel Tiburcio DETERMINAÇÃO DA EFICIÊNCIA DO PROJETO DE CONTROLE POPULACIONAL DE ANIMAIS ERRANTES DO MUNICÍPIO DE TELÊMACO BORBA/PR Curitiba/PR 2012 1 Ana Cláudia Natel Tiburcio DETERMINAÇÃO

Leia mais

Regulamento de Execução 2010

Regulamento de Execução 2010 Regulamento de Execução 2010 Campanha de Vacinação Anti-Rábica, de Controlo de outras Zoonoses e de Identificação Electrónica Direcção Geral de Veterinária Página 1 de 9 1 - O n.º 1 do artigo 1º da Portaria

Leia mais

Manejo das populações de cães e gatos em áreas urbanas

Manejo das populações de cães e gatos em áreas urbanas Manejo das populações de cães e gatos em áreas urbanas O planejamento e a execução de ações de manejo das populações de cães e gatos em áreas urbanas constituem grandes desafios para os gestores municipais.

Leia mais

Natal/RN maio de 2015. Aos colegas Médicos Veterinários

Natal/RN maio de 2015. Aos colegas Médicos Veterinários SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE CRMV/RN Rua Segundo Wanderley nº 668 Barro Vermelho Natal/RN - CEP: 59.030-050 Telefax : (084) 3222-2166

Leia mais

Of. nº 23/2015. Guaporé, 29 de junho de 2015.

Of. nº 23/2015. Guaporé, 29 de junho de 2015. Of. nº 23/2015. Guaporé, 29 de junho de 2015. Senhor Presidente Encaminho nesta Casa Legislativa, para apreciação e votação dos nobres Edis, o projeto de lei legislativa nº 11/2015, que DISPÕE SOBRE A

Leia mais

NORMA PROCEDIMENTAL HOSPEDAGEM PARA RESIDENTES

NORMA PROCEDIMENTAL HOSPEDAGEM PARA RESIDENTES 30.01.004 1/06 1. FINALIDADE Disciplinar procedimentos para a utilização e o controle de alojamentos da UFTM oferecidos aos médicos residentes. 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO Divisão de Serviços Gerais DSG, Departamento

Leia mais

Prováveis causas para agressividade canina e os ataques de cães nas Cidades Brasileiras

Prováveis causas para agressividade canina e os ataques de cães nas Cidades Brasileiras Prováveis causas para agressividade canina e os ataques de cães nas Cidades Brasileiras Stefany Pinho Palma e Milton Passipiéri Palma, S. P. 1,* ; Passipiéri, M. 1 stefanypp@gmail.com; milton@bio.feis.unesp.br

Leia mais

Jornal de Piracicaba, Piracicaba/SP, em 4 de Junho de 1993, página 22. Animais de companhia: O verme do coração do cão

Jornal de Piracicaba, Piracicaba/SP, em 4 de Junho de 1993, página 22. Animais de companhia: O verme do coração do cão Jornal de Piracicaba, Piracicaba/SP, em 4 de Junho de 1993, página 22 Animais de companhia: O verme do coração do cão Quando se fala em vermes, as primeiras imagens que vêm à mente das pessoas são: "lombrigas"

Leia mais

disponibilidade do proprietário. Em geral, a melhor forma de profilaxia consiste na escovação dentária diária em animais de pequeno porte e, três

disponibilidade do proprietário. Em geral, a melhor forma de profilaxia consiste na escovação dentária diária em animais de pequeno porte e, três Perfil do proprietário de cães e gatos da cidade de Jataí GO em relação aos cuidados odontológicos de seus animais RESENDE, Lara Gisele¹; PAIVA, Jacqueline de Brito¹; ARAÚJO, Diego Pereira¹; CARVALHO,

Leia mais

ASSISTÊNCIA ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO

ASSISTÊNCIA ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO ASSISTÊNCIA ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO O objeto da assistência animais é prestar atendimento aos cães e gatos de estimação do Segurado, em caso de doença ou acidente, conforme condições abaixo e abrangência

Leia mais

Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso

Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso Considerando que a informação arquivística, produzida, recebida, utilizada e conservada em sistemas informatizados,

Leia mais

CASTRAÇÃO DE ANIMAIS DE COMPANHIA: MITOS E VERDADES

CASTRAÇÃO DE ANIMAIS DE COMPANHIA: MITOS E VERDADES 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA CASTRAÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 396, DE 02 DE OUTUBRO DE 2014.

RESOLUÇÃO Nº 396, DE 02 DE OUTUBRO DE 2014. RESOLUÇÃO Nº 396, DE 02 DE OUTUBRO DE 2014. O PRESIDENTE DO CONSELHO DE CÂMPUS DO CÂMPUS DO PANTANAL, da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais, e Considerando

Leia mais

P R O J E T O P A T R O C I N A D O R E S

P R O J E T O P A T R O C I N A D O R E S P R O J E T O P A T R O C I N A D O R E S Foto: Clebert Gustavo w w w. s o s b i c h o s. e c o. b r Somos uma ONG sem fins lucrativos e precisamos de recursos financeiros para pagar castrações, tratamentos,

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA COMARCA DE BARBOSA FERRAZ

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA COMARCA DE BARBOSA FERRAZ EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA COMARCA DE BARBOSA FERRAZ AÇÃO CIVIL PÚBLICA Processo nº 266-56.2013.8.16.0051 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ e o MUNICÍPIO DE BARBOSA FERRAZ,

Leia mais

Prestação de contas: Setembro de 2013.

Prestação de contas: Setembro de 2013. Prestação de contas: Setembro de 2013. Saída - Despesas: Caixa de transporte (24/09/2013) R$ 39,90 Medicamentos e vermífugo (11/09/2013) R$ 37,90 R$ 98,90 (09/09/2013) R$ 192,80 (13/09/2013) R$ 385,60

Leia mais

CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE ANIMAL

CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE ANIMAL CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE ANIMAL Contrato nº CONTRATADA NOME SITUADA na Rua, Vl. CEP Sorocaba / SP, Inscrição Estadual n., Inscrição Municipal n., CNPJ n., através de seu representante legal Nome, brasileiro,

Leia mais

LEI DA POSSE RESPONSÁVEL DE ANIMAIS

LEI DA POSSE RESPONSÁVEL DE ANIMAIS LEI DA POSSE RESPONSÁVEL DE ANIMAIS LEI N.º 13.131, 18 DE MAIO DE 2001 (TEXTO INTEGRAL, JÁ COM A RETIFICAÇÃO FEITA APÓS A REJEIÇÃO DOS VETOS e NOVA REDAÇÃO DADA PELA LEI N. 13.531/03) (Projeto de Lei n.º

Leia mais

Plano de Atividades 2014

Plano de Atividades 2014 Ilustração de Antónia Tinturé Associação Zoófila Portuguesa, março de 2014 1 Índice Enquadramento... 2 Qualidade dos Serviços e gestão internaerro! Marcador não definido. Abrangência e divulgação... 7

Leia mais

INTERAÇÃO HOMEM x ANIMAL SOB A PERSPECTIVA DO PRODUTOR RURAL ESTUDO PRELIMINAR. ¹ Discente de Medicina Veterinária UNICENTRO

INTERAÇÃO HOMEM x ANIMAL SOB A PERSPECTIVA DO PRODUTOR RURAL ESTUDO PRELIMINAR. ¹ Discente de Medicina Veterinária UNICENTRO INTERAÇÃO HOMEM x ANIMAL SOB A PERSPECTIVA DO PRODUTOR RURAL ESTUDO PRELIMINAR Carolina REMLINGER 1, karorem@hotmail.com, Raphaéli Siqueira BAHLS Raphabahls@hotmail.com 1 Felipe Lopes CAMPOS², campos.79@gmail.com

Leia mais

Dispõe sobre o registro, a criação, a posse e a guarda responsáveis, a venda de cães e gatos no Município de São Carlos, e dá outras providências.

Dispõe sobre o registro, a criação, a posse e a guarda responsáveis, a venda de cães e gatos no Município de São Carlos, e dá outras providências. PROCESSO Nº 1146/03 - PROJETO DE LEI Nº 107 INTERESSADO: Vereadora Laide das Graças Simões ASSUNTO: Dispõe sobre o registro, a criação, a posse e a guarda responsáveis, a venda de cães e gatos no Município

Leia mais

Relatório sobre o Projeto de Lei nº 1.132/2015. Comissão Extraordinária de Proteção aos Animais.

Relatório sobre o Projeto de Lei nº 1.132/2015. Comissão Extraordinária de Proteção aos Animais. Relatório sobre o Projeto de Lei nº 1.132/2015 Comissão Extraordinária de Proteção aos Animais. Relatório Atendendo a requerimento do Deputado Cássio Soares, relator do Projeto de Lei nº 1.132/2015 na

Leia mais

Por: Leonardo Alex Passo de Paulo PLANO DE ENSINO 1 - INSTITUIÇÃO DE ENSINO: SOLVET DIAGNÓSTICOS VETERINÁRIOS

Por: Leonardo Alex Passo de Paulo PLANO DE ENSINO 1 - INSTITUIÇÃO DE ENSINO: SOLVET DIAGNÓSTICOS VETERINÁRIOS Por: Leonardo Alex Passo de Paulo PLANO DE ENSINO 1 - INSTITUIÇÃO DE ENSINO: SOLVET DIAGNÓSTICOS VETERINÁRIOS Estilo do curso: Curso de extensão para capacitação profissional CURSO: Título do curso: "Curso

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE CIDADE LUZ FACILUZ TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. CAPÍTULO I Dos usuários e das inscrições

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE CIDADE LUZ FACILUZ TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. CAPÍTULO I Dos usuários e das inscrições 1 REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE CIDADE LUZ FACILUZ TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º - Este regulamento disciplina as normas que regem o funcionamento da biblioteca e as relações funcionais

Leia mais