Professora Taís Flores

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Professora Taís Flores"

Transcrição

1 Professora Taís Flores GABARITO - D COMENTÁRIOS Inicialmente, percebam que as alternativas III e IV não correspondem à literalidade da lei. Assim, abre-se uma margem de liberdade para que a banca as considere incorretas pela incompletude ou corretas. Se as consideram incorretas pela ausência do texto literal, o gabarito será A. I CORRETA Art. 3º, 2o Em igualdade de condições, como critério de desempate, será assegurada preferência, sucessivamente, aos bens e serviços: II - produzidos no País; (Lembre que o inciso I foi revogado em 2010). II ERRADO Art. 1º, Parágrafo único. Subordinam-se ao regime desta Lei, além dos órgãos da administração direta, os fundos especiais, as autarquias, as fundações públicas, as empresas públicas, as sociedades de economia mista e demais entidades controladas direta ou indiretamente pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios. III CORRETA Art. 2º, Parágrafo único. Para os fins desta Lei, considera-se contrato todo e qualquer ajuste entre órgãos ou entidades da Administração Pública e particulares, em que haja um acordo de vontades para a formação de vínculo e a estipulação de obrigações recíprocas, seja qual for a denominação utilizada. (Assertiva mal escrita, mas se a banca der como errada, não haverá gabarito para a questão.) IV CORRETA - Art. 3o A licitação destina-se a garantir a observância do princípio constitucional da isonomia, a seleção da proposta mais vantajosa para a administração e a promoção do desenvolvimento nacional sustentável e será processada e julgada em estrita conformidade com os princípios básicos da legalidade, da impessoalidade, da moralidade, da igualdade, da publicidade, da probidade administrativa, da vinculação ao instrumento convocatório, do julgamento objetivo e dos que lhes são correlatos.

2 GABARITO E a) ERRADO - Art. 7º As licitações para a execução de obras e para a prestação de serviços obedecerão ao disposto neste artigo e, em particular, à seguinte seqüência: I - projeto básico; II - projeto executivo; III - execução das obras e serviços. b) ERRADO Art. 7º, 1o A execução de cada etapa será obrigatoriamente precedida da conclusão e aprovação, pela autoridade competente, dos trabalhos relativos às etapas anteriores, à exceção do projeto executivo, o qual poderá ser desenvolvido concomitantemente com a execução das obras e serviços, desde que também autorizado pela Administração. c)errado Art. 7º, 2º As obras e os serviços somente poderão ser licitados quando: I - houver projeto básico aprovado pela autoridade competente e disponível para exame dos interessados em participar do processo licitatório; d)errado Art. 7º, 3º Évedado incluir no objeto da licitação a obtenção de recursos financeiros para sua execução, qualquer que seja a sua origem, exceto nos casos de empreendimentos executados e explorados sob o regime de concessão, nos termos da legislação específica. e)correto Art. 7º, 4º É vedada, ainda, a inclusão, no objeto da licitação, de fornecimento de materiais e serviços sem previsão de quantidades ou cujos quantitativos não correspondam às previsões reais do projeto básico ou executivo.

3 GABARITO B (F) Art. 3º, 3º A licitação não será sigilosa, sendo públicos e acessíveis ao público os atos de seu procedimento, salvo quanto ao conteúdo das propostas, até a respectiva abertura. (V)Art. 3º, 12. Nas contratações destinadas à implantação, manutenção e ao aperfeiçoamento dos sistemas de tecnologia de informação e comunicação, considerados estratégicos em ato do Poder Executivo federal, a licitação poderá ser restrita a bens e serviços com tecnologia desenvolvida no País e produzidos de acordo com o processo produtivo básico de que trata a Lei no , de 11 de janeiro de (Incluído pela Lei nº , de 2010) (V) Art. 4º, Parágrafo único. O procedimento licitatório previsto nesta lei caracteriza ato administrativo formal, seja ele praticado em qualquer esfera da Administração Pública. (V) Art. 3º, 5o Nos processos de licitação previstos no caput, poderá ser estabelecido margem de preferência para produtos manufaturados e para serviços nacionais que atendam a normas técnicas brasileiras. (Incluído pela Lei nº , de 2010) GABARITO B ou C ANULÁVEL (duas possíveis respostas). a) CORRETA - VIII, d) tarefa - quando se ajusta mão-de-obra para pequenos trabalhos por preço certo, com ou sem fornecimento de materiais; b)errada - Art. 6º, IV - Alienação - toda transferência de domínio de bens a terceiros; c)errada - Art. 6º, VIII - Execução indireta - a que o órgão ou entidade contrata com terceiros sob qualquer dos seguintes regimes: empreitada por preço global, empreitada por preço unitário, tarefa ou empreitada integral.

4 d)correta - Art. 3º, 14. As preferências definidas neste artigo e nas demais normas de licitação e contratos devem privilegiar o tratamento diferenciado e favorecido às microempresas e empresas de pequeno porte na forma da lei. (Incluído pela Lei Complementar nº 147, de 2014) e)correta - Art. 6º, III - Compra - toda aquisição remunerada de bens para fornecimento de uma só vez ou parceladamente. GABARITO B Segundo o artigo 6º, VIII - Execução indireta - a que o órgão ou entidade contrata com terceiros sob qualquer dos seguintes regimes: (Redação dada pela Lei nº 8.883, de 1994) a) empreitada por preço global - quando se contrata a execução da obra ou do serviço por preço certo e total; b) empreitada por preço unitário - quando se contrata a execução da obra ou do serviço por preço certo de unidades determinadas; c) (Vetado). (Redação dada pela Lei nº 8.883, de 1994) d) tarefa - quando se ajusta mão-de-obra para pequenos trabalhos por preço certo, com ou sem fornecimento de materiais; e) empreitada integral - quando se contrata um empreendimento em sua integralidade, compreendendo todas as etapas das obras, serviços e instalações necessárias, sob inteira responsabilidade da contratada até a sua entrega ao contratante em condições de entrada em operação, atendidos os requisitos técnicos e legais para sua utilização em condições de segurança estrutural e operacional e com as características adequadas às finalidades para que foi contratada. GABARITO E Segundo o artigo Art. 13: Para os fins desta Lei, consideram-se serviços técnicos profissionais especializados os trabalhos relativos a: I - estudos técnicos, planejamentos e projetos básicos ou executivos; II - pareceres, perícias e avaliações em geral; III - assessorias ou consultorias técnicas e auditorias financeiras ou tributárias; (Redação dada pela Lei nº 8.883, de 1994)

5 IV - fiscalização, supervisão ou gerenciamento de obras ou serviços; V - patrocínio ou defesa de causas judiciais ou administrativas; VI - treinamento e aperfeiçoamento de pessoal; VII - restauração de obras de arte e bens de valor histórico. GABARITO QUESTÃO ANULÁVEL! COMENTÁRIOS As respostas estão nos incisos do artigo 15 da Lei 8666/93. Fique atento ao seguinte: está faltando, no enunciado da questão a expressão SEMPRE QUE POSSÍVEL, o que torna a questão anulável. Ademais, se a banca pretende que estejam corretas I, III e IV, não há alternativa que contemple tal resposta. Art. 15. As compras, sempre que possível, deverão: I - atender ao princípio da padronização, que imponha compatibilidade de especificações técnicas e de desempenho, observadas, quando for o caso, as condições de manutenção, assistência técnica e garantia oferecidas; II - ser processadas através de sistema de registro de preços; III - submeter-se às condições de aquisição e pagamento semelhantes às do setor privado; IV - ser subdivididas em tantas parcelas quantas necessárias para aproveitar as peculiaridades do mercado, visando economicidade; V - balizar-se pelos preços praticados no âmbito dos órgãos e entidades da Administração Pública. GABARITO - A

6 COMENTÁRIOS a) CORRETA Art. 3º, 1º A equipe de apoio deverá ser integrada em sua maioria por servidores ocupantes de cargo efetivo ou emprego da administração, preferencialmente pertencentes ao quadro permanente do órgão ou entidade promotora do evento. b) ERRADA - Art. 5º: É vedada a exigência de:iii - pagamento de taxas e emolumentos, salvo os referentes a fornecimento do edital, que não serão superiores ao custo de sua reprodução gráfica, e aos custos de utilização de recursos de tecnologia da informação, quando for o caso. c) ERRADA - Art. 3º, IV - a autoridade competente designará, dentre os servidores do órgão ou entidade promotora da licitação, o pregoeiro e respectiva equipe de apoio, cuja atribuição inclui, dentre outras, o recebimento das propostas e lances, a análise de sua aceitabilidade e sua classificação, bem como a habilitação e a adjudicação do objeto do certame ao licitante vencedor. d)errada - Art. 2º, 2º Será facultado, nos termos de regulamentos próprios da União, Estados, Distrito Federal e Municípios, a participação de bolsas de mercadorias no apoio técnico e operacional aos órgãos e entidades promotores da modalidade de pregão, utilizando-se de recursos de tecnologia da informação. e) ERRADA - Art. 8º Os atos essenciais do pregão, inclusive os decorrentes de meios eletrônicos, serão documentados no processo respectivo, com vistas à aferição de sua regularidade pelos agentes de controle, nos termos do regulamento previsto no art. 2º.

Lei /16 e Licitações

Lei /16 e Licitações Lei 13.303/16 e Licitações Rafael Da Cás Maffini Mestre e Doutor em Direito pela UFRGS, Professor de Direito Administrativo na UFRGS, Advogado, Sócio Diretor do escritório Rossi, Maffini, Milman & Grando

Leia mais

Diário oficial da União Seção 1 - Nº 214, terça-feira, 8 de novembro de 2011 DECRETO Nº 7.601, DE 7 DE NOVEMBRO DE 2011

Diário oficial da União Seção 1 - Nº 214, terça-feira, 8 de novembro de 2011 DECRETO Nº 7.601, DE 7 DE NOVEMBRO DE 2011 Diário oficial da União Seção 1 - Nº 214, terça-feira, 8 de novembro de 2011 ATOS PODER EXECUTIVO DECRETO Nº 7.601, DE 7 DE NOVEMBRO DE 2011 Estabelece a aplicação de margem de preferência nas licitações

Leia mais

Requerente: ASSISTENTE FINANCEIRO DO CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DA 16ª REGIÃO CRP16/ES.

Requerente: ASSISTENTE FINANCEIRO DO CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DA 16ª REGIÃO CRP16/ES. Parecer nº 004/2016 Requerente: ASSISTENTE FINANCEIRO DO CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DA 16ª REGIÃO CRP16/ES. Assunto: Pregão Eletrônico Hotel para realização de Congresso Fase interna. 1. Consulta.

Leia mais

CAPACITAÇÃO. Legislação e Prática

CAPACITAÇÃO. Legislação e Prática CAPACITAÇÃO Funcionários Departamento de Compras e Licitações Membros da Comissão de Licitações Pregoeiro e Equipe de Apoio Legislação e Prática LICITAÇÃO Procedimento administrativo prévio à contratação

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 8.666, DE 21 DE JUNHO DE 1993 Mensagem de veto Vide Medida Provisória nº 544, de 2011 Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da

Leia mais

Art. 37, XXI, CF. Disciplina: Direito Administrativo Professor: Rodrigo Bordalo

Art. 37, XXI, CF. Disciplina: Direito Administrativo Professor: Rodrigo Bordalo Art. 37, XXI, CF (...) as obras, serviços, compras e alienações serão contratados mediante processo de licitação pública que assegure igualdade de condições a todos os concorrentes (...) Art. 37, XXI,

Leia mais

Regimes de execução dos contratos e contratação integrada

Regimes de execução dos contratos e contratação integrada Regime Diferenciado de Contratações - RDC Lei Federal nº 12.462/11 Regimes de execução dos contratos e contratação integrada Augusto Dal Pozzo Artigo 8º Regimes de contratação de obras e serviços de engenharia

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Licitação João Batista Rios Júnior* 1. O QUE É. Quando a administração pública no uso e gozo de suas atribuições convoca, mediante edital ou convite, empresas empenhadas em apresentar

Leia mais

Exmo. Sr. Conselheiro Relator,

Exmo. Sr. Conselheiro Relator, PARECER Nº. : 021/CT/2008-1 - Exmo. Sr. Conselheiro Relator, Tratam os autos de consulta formulada pelo Sr. Prefeito Municipal em exercício, Sr. Manoel Machado, mediante a qual solicita deste Tribunal

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 015/98 DA CONGREGAÇÃO DA ESCOLA DE FARMÁCIA E ODONTOLOGIA DE ALFENAS

RESOLUÇÃO nº 015/98 DA CONGREGAÇÃO DA ESCOLA DE FARMÁCIA E ODONTOLOGIA DE ALFENAS RESOLUÇÃO nº 015/98 DA CONGREGAÇÃO DA ESCOLA DE FARMÁCIA E ODONTOLOGIA DE ALFENAS A Congregação da Escola de Farmácia e Odontologia de Alfenas, no uso de suas atribuições regimentais e tendo em vista o

Leia mais

CURSO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS 6ªed.

CURSO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS 6ªed. Destacam-se, assim, no presente livro, a ampla pesquisa de jurisprudência, o enfoque prático do texto e a linguagem utilizada, de fácil compreensão. LUCAS ROCHA FURTADO Autor CURSO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS

Leia mais

Licitações, Pregão e Contratos

Licitações, Pregão e Contratos Licitações, Pregão e Contratos Objetivo Destina-se Datas Carga horária Capacitar servidores municipais para a realização de licitações e gestão dos contratos da Administração Municipal. Aos profissionais

Leia mais

A CASA - MUSEU DE ARTES E ARTEFATOS BRASILEIROS ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE CULTURA REGULAMENTO DE COMPRA, CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO E LOCAÇÃO

A CASA - MUSEU DE ARTES E ARTEFATOS BRASILEIROS ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE CULTURA REGULAMENTO DE COMPRA, CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO E LOCAÇÃO A CASA - MUSEU DE ARTES E ARTEFATOS BRASILEIROS ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE CULTURA REGULAMENTO DE COMPRA, CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO E LOCAÇÃO 1 SUMÁRIO CAPÍTULO I INTRODUÇÃO CAPÍTULO II COMPRA Titulo I Definição

Leia mais

PARECER DO CONTROLE INTERNO PROCESSO FRACASSADO

PARECER DO CONTROLE INTERNO PROCESSO FRACASSADO PARECER DO CONTROLE INTERNO PROCESSO FRACASSADO Processo nº SAAE-9/2015-010 Pregão nº 010/2015/SRP Objeto: Registro de preços para futura eventual aquisição de grupos geradores para uso nas unidades operacionais

Leia mais

Planejamento de aquisição de bens e serviços na Administração Pública. Magno Subtil

Planejamento de aquisição de bens e serviços na Administração Pública. Magno Subtil Planejamento de aquisição de bens e serviços na Administração Pública Magno Subtil Registro de Preços Decreto Estadual 7.437/2011 Sistema de Registro de Preços é o conjunto de procedimentos para registro

Leia mais

AO ILUSTRÍSSIMO SENHOR JOSÉ MARIA BARBOSA FERREIRA PREGOEIRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA LUZIA DO OESTE - RO

AO ILUSTRÍSSIMO SENHOR JOSÉ MARIA BARBOSA FERREIRA PREGOEIRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA LUZIA DO OESTE - RO AO ILUSTRÍSSIMO SENHOR JOSÉ MARIA BARBOSA FERREIRA PREGOEIRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA LUZIA DO OESTE - RO PROCESSO Nº 909/2014 EDITAL Nº 12 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 06 DATA DO PREGÃO: 02/03/2015 ÁS

Leia mais

DECRETO Nº 8.184, DE 17 DE JANEIRO DE 2014

DECRETO Nº 8.184, DE 17 DE JANEIRO DE 2014 CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Documentação e Informação DECRETO Nº 8.184, DE 17 DE JANEIRO DE 2014 Estabelece a aplicação de margem de preferência em licitações realizadas no âmbito da administração pública

Leia mais

REGIME DIFERENCIADO DE CONTRATAÇÕES

REGIME DIFERENCIADO DE CONTRATAÇÕES REGIME DIFERENCIADO DE CONTRATAÇÕES Susana Filgueiras Brasília, 10 de setembro de 2012 LEGISLAÇÃO APLICÁVEL Lei nº12.462, de 5 de agosto de 2011. Decreto nº 7.581, de 11 de outubro de 2011. Lei nº 12.688,

Leia mais

Desafio: Licitação. 6. nos casos de alienação de bens ou concessão de direito real de uso qual tipo de licitação empregar?

Desafio: Licitação. 6. nos casos de alienação de bens ou concessão de direito real de uso qual tipo de licitação empregar? Desafio: Licitação 1. Modalidade de licitação entre quaisquer interessados para a venda de bens móveis inservíveis para a administração ou de produtos legalmente apreendidos ou penhorados, ou para a alienação

Leia mais

DESPACHO DE HOMOLOGAÇÃO

DESPACHO DE HOMOLOGAÇÃO DESPACHO DE HOMOLOGAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO: 01.100.208/2016 MODALIDADE: CONVITE Nº 01.100.208/2016 OBJETO: Contratação de empresa para prestação de serviço de coquetel para a Câmara Municipal, pelo período

Leia mais

SIMULADO LICITAÇÕES E CONTRATOS

SIMULADO LICITAÇÕES E CONTRATOS SIMULADO LICITAÇÕES E CONTRATOS LEI Nº 8.666/1993 E LEI Nº 10.520/2002-50 Questões: Certo e Errado - 50 Questões: Múltipla Escolha 100 QUESTÕES gabaritadas e comentadas DIÁRIO OFICIAL DF O Concurso em

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LADAINHA CGC: / PRAÇA FREI PEDRO, 02 CENTRO - LADAINHA/MG. TELEFAX:

PREFEITURA MUNICIPAL DE LADAINHA CGC: / PRAÇA FREI PEDRO, 02 CENTRO - LADAINHA/MG. TELEFAX: PREFEITURA MUNICIPAL DE LADAINHA CGC: 18.404.863/0001-90 PRAÇA FREI PEDRO, 02 CENTRO - LADAINHA/MG. TELEFAX: 33-3524-1277 DECRETO Nº 073/2011, DE 09 DE DEZEMBRO DE 2011 Regulamenta o tratamento favorecido,

Leia mais

Apresentação. Meu nome é Anderson Luiz, sou Analista de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União (CGU), da área de Correição.

Apresentação. Meu nome é Anderson Luiz, sou Analista de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União (CGU), da área de Correição. Apresentação Prezados(as) alunos(as), Meu nome é Anderson Luiz, sou Analista de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União (CGU), da área de Correição. Lotado na Corregedoria-Geral da União, atuo

Leia mais

ESTADO DO TOCANTINS PREFEITURA DE COLINAS DO TOCANTINS

ESTADO DO TOCANTINS PREFEITURA DE COLINAS DO TOCANTINS LEI MUNICIPAL Nº. 1.070, DE 21DE DEZEMBRO DE 2009. Autoriza o Poder Executivo a criar a Empresa Pública denominada FRIGORÍFICO PÚBLICO MUNICIPAL DE COLINAS DO TOCANTINS FRIGOCOL, e dá outras providências.

Leia mais

Prefeitura Municipal de Birigui Estado de São Paulo CNPJ /

Prefeitura Municipal de Birigui Estado de São Paulo CNPJ / MANIFESTAÇÃO À RECURSO PREGÃO PRESENCIAL Nº 44/2013 De Acordo: Pedro Felício Estrada Bernabé Prefeito Municipal Birigui, 04 de julho de 2.013. OBJETO: Registro de preços para aquisição de baterias automotivas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Ref.: Pedido de Recurso pela inabilitação técnica no Pregão Eletrônico n o 70/2012 Autor: 3A Marques e Nunes Comércio e Serviço de Instalações e Projetos Ltda. Em: 19/12/2012 Do Recurso ao Pregão: 1. Amparada

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS Coordenação Geral de Compras e Contratos

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS Coordenação Geral de Compras e Contratos Projeto - Compra Compartilhada Aquisição de Microcomputadores, Notebooks e Workstation Institutos e Universidades vinculadas à rede Federal de educação do Ministério da Educação Sistema de Registro de

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA PODER EXECUTIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE ROLIM DE MOURA SECRETARIA MUNICIPAL DE COMPRAS E LICITAÇÕES

ESTADO DE RONDÔNIA PODER EXECUTIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE ROLIM DE MOURA SECRETARIA MUNICIPAL DE COMPRAS E LICITAÇÕES MINUTA DE EDITAL DE DISPENSA Nº 87/2014 PROCESSO N.º 7853/2014 Artigo 24, Inciso II da Lei 8.666/93 Data limite para entrega da proposta: dia 16/07/2014 às 09:00min 1 - PREÂMBULO 1.1 - O Município de Rolim

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Princípios da Licitação de acordo com a Lei n.º 8.666/93 Ane Carolina Novaes* Dispõem o artigo 3º da Lei 8.666 de 21/06/93, que as licitações serão processadas e julgadas na conformidade

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 8.666, DE 21 DE JUNHO DE 1993 Texto compilado Mensagem de veto Vide Medida Provisória nº 544, de 2011 Regulamenta o art. 37,

Leia mais

2º É vedada a constituição de cooperativa mista com seção de crédito.

2º É vedada a constituição de cooperativa mista com seção de crédito. Dispõe sobre o Sistema Nacional de Crédito Cooperativo e revoga dispositivos das Leis 4.595/64 de 31 de dezembro de 1964 e 5.764/71 de 16 de dezembro de 1971. Art. 1º As instituições financeiras constituídas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 287, DE 23 DE JULHO DE 2002 Revogada pela Resolução nº 752/2015

RESOLUÇÃO Nº 287, DE 23 DE JULHO DE 2002 Revogada pela Resolução nº 752/2015 RESOLUÇÃO Nº 287, DE 23 DE JULHO DE 2002 Revogada pela Resolução nº 752/2015 Institui linha de crédito denominada PROGER Urbano Micro e Pequena Empresa Capital de Giro, no âmbito do Programa de Geração

Leia mais

Lista de verificação CONCORRÊNCIA E TOMADA DE PREÇOS

Lista de verificação CONCORRÊNCIA E TOMADA DE PREÇOS UFC Pró-Reitoria de Planejamento e Administração Lista de verificação CONCORRÊNCIA E TOMADA DE PREÇOS Código: CPACPL01 Unidade demandante: Nº do Processo: Nº da Licitação: S N EP Sim Não Em parte Não se

Leia mais

Projeto de Expansão e Consolidação da Saúde da Família. (PROESF Fase 2) AQUISIÇÕES de BENS e CONTRATAÇÃO DE OBRAS

Projeto de Expansão e Consolidação da Saúde da Família. (PROESF Fase 2) AQUISIÇÕES de BENS e CONTRATAÇÃO DE OBRAS Projeto de Expansão e Consolidação da Saúde da Família (PROESF Fase 2) AQUISIÇÕES de BENS e CONTRATAÇÃO DE OBRAS Aquisições através das Regras do Banco Mundial O Artigo 42 5º da Lei 8.666 permite que os

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO IV DA ORGANIZAÇÃO DOS PODERES CAPÍTULO IV DAS FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA Seção I Do Ministério Público Art. 127. O Ministério Público é instituição

Leia mais

Noções de Direito Administrativo PF: Agente de Polícia Federal 2014 Professor: André Barbieri Aulas 19 a 22

Noções de Direito Administrativo PF: Agente de Polícia Federal 2014 Professor: André Barbieri Aulas 19 a 22 Noções de Direito Administrativo PF: Agente de Polícia Federal 2014 Professor: André Barbieri Aulas 19 a 22 Assunto: Licitação Tema: Licitação Lei 8.666/93 1. Introdução SALVE, SALVE FUTURO APROVADO NA

Leia mais

A mais um CURSO realizado pela

A mais um CURSO realizado pela A mais um CURSO realizado pela Aqui tem qualificação de Verdade! CONTROLE INTERNO Comissão de Licitações e Equipe de Apoio (Módulo 1) Aristeu Rogério de Andrade Jr PERÍODO 09h00 X 12h00 13h30 às 17h30

Leia mais

DECISÃO DE RECURSO AO JULGAMENTO DAS PROPOSTAS EDITAL TOMADA DE PREÇO Nº 02/2010

DECISÃO DE RECURSO AO JULGAMENTO DAS PROPOSTAS EDITAL TOMADA DE PREÇO Nº 02/2010 DECISÃO DE RECURSO AO JULGAMENTO DAS PROPOSTAS EDITAL TOMADA DE PREÇO Nº 02/2010 Recurso apresentado contra a classificação da empresa TEXAS INFORMÁTICA LTDA., como vencedora do LOTE 1/ITEM1, proposto

Leia mais

Estado do Pará PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FÉLIX DO XINGU Controladoria Geral do Munícipio PARECER DE REGULARIDADE DO CONTROLE INTERNO

Estado do Pará PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FÉLIX DO XINGU Controladoria Geral do Munícipio PARECER DE REGULARIDADE DO CONTROLE INTERNO PARECER DE REGULARIDADE DO CONTROLE INTERNO Parecer CGM nº 006/2016 Solicitante: Departamento de Licitação Expediente: Processo Licitatório nº TP010/2015 Modalidade: Tomada de Preço Tratam os autos de

Leia mais

DECRETO N DECRETA:

DECRETO N DECRETA: O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelos incisos V e VI do art. 87 da Constituição Estadual, e considerando o disposto na Lei Complementar Federal n.º 123,

Leia mais

SUMÁRIO. Regime Diferenciado de Contratações Públicas RDC 2.1 RDC E OBJETOS TRANSITÓRIOS DOS OBJETOS PASSÍVEIS DE ADOÇÃO DO RDC...

SUMÁRIO. Regime Diferenciado de Contratações Públicas RDC 2.1 RDC E OBJETOS TRANSITÓRIOS DOS OBJETOS PASSÍVEIS DE ADOÇÃO DO RDC... SUMÁRIO Regime Diferenciado de Contratações Públicas RDC PREFÁCIO... 15 Nota dos autores... 17 CAPÍTULO 1 ASPECTOS GERAIS... 19 1.1 Introdução... 19 1.2 Objetivos... 22 1.3 Definições... 30 1.4 Diretrizes...

Leia mais

Licitação Pag 3.1 Descrição dos Fluxos de Trabalho 3.1 FLUXOGRAMA LICITAÇÃO FASE INTERNA.

Licitação Pag 3.1 Descrição dos Fluxos de Trabalho 3.1 FLUXOGRAMA LICITAÇÃO FASE INTERNA. Licitação Pag 3.1 3.1 FLUXOGRAMA LICITAÇÃO FASE INTERNA. Princípio da motivação (interesse / necessidade) Solicitação/Requisição Objeto Obras Serviços Compras Alienações Concessões Permissões Locações

Leia mais

Data limite para entrega da proposta: dia 02/06/2014 às 09:00min 6. REQUISITOS PARA PARTICIPAR DO CERTAME LICITATORIO

Data limite para entrega da proposta: dia 02/06/2014 às 09:00min 6. REQUISITOS PARA PARTICIPAR DO CERTAME LICITATORIO AQUISIÇÃO DE PEÇAS NOVAS ORIGINAIS E SERVIÇOS, PARA MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DE ÔNIBUS ESCOLAR. EDITAL DE DISPENSA Nº68/2014 PROCESSO N.º 3247/2014 Artigo 24, Inciso II da Lei 8.666/93 Data limite

Leia mais

0c D-1 ILMA. SENHORA CORDENADORA DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO CONSELHO

0c D-1 ILMA. SENHORA CORDENADORA DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO CONSELHO 0c29.0.2.D-1 ILMA. SENHORA CORDENADORA DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS (CFN) CFN PROTOCOLOS- DATA5J..J25.JZI$ RESPONSAVEL REF.: CONCORRÊNCIA CFN N 1/2015 SANTA CLARA ENGENHARIA

Leia mais

ELABORAÇÃO DE EDITAIS Prof. Alessandro Dantas 16 de março de 2016

ELABORAÇÃO DE EDITAIS Prof. Alessandro Dantas 16 de março de 2016 ELABORAÇÃO DE EDITAIS Prof. Alessandro Dantas 16 de março de 2016 CONTRATAÇÃO E GESTÃO PÚBLICA QUAL É O PRINCIPAL MEIO QUE A ADMINISTRAÇÃO UTILIZA PARA CONTRATAR? LICITAÇÃO CONCEITO DE LICITAÇÃO O QUE

Leia mais

Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Laje do Muriaé Gabinete do Prefeito Tel. (22) Fax: (22) LEI Nº.

Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Laje do Muriaé Gabinete do Prefeito Tel. (22) Fax: (22) LEI Nº. LEI Nº. 614/2010 INSTITUI A LEI MUNICIPAL DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Esta Lei regula o tratamento jurídico diferenciado, simplificado

Leia mais

REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES DO INSTITUTO ODEON CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES DO INSTITUTO ODEON CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES DO INSTITUTO ODEON CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - Este Regulamento tem por objetivo definir os critérios e as condições a serem observados pelo INSTITUTO

Leia mais

CONTROLE INTERNO LEI MUNICIPAL MÍNIMA

CONTROLE INTERNO LEI MUNICIPAL MÍNIMA CONTROLE INTERNO LEI MUNICIPAL MÍNIMA Constituição Federal Art. 31. A fiscalização do Município será exercida pelo Poder Legislativo Municipal, mediante controle externo, e pelos sistemas de controle interno

Leia mais

ASSESSORIA TÉCNICA AUDITORIA INTERNA Assunto: Utilização de modalidade de licitação Carta Convite

ASSESSORIA TÉCNICA AUDITORIA INTERNA Assunto: Utilização de modalidade de licitação Carta Convite Pelotas, 26 de setembro de 2013. ASSESSORIA TÉCNICA 02.2013 Assunto: Utilização de modalidade de licitação Carta Convite A elaboração da presente assessoria técnica tem como referência principal os apontamentos

Leia mais

Artigo 2 O 1 O artigo 13 da Lei n 8.666, de 1993 passa a vigorar com a seguinte redação:

Artigo 2 O 1 O artigo 13 da Lei n 8.666, de 1993 passa a vigorar com a seguinte redação: Projeto de Lei Nº 4405 de 2012. Business Online Comunicação de Dados Altera a Lei Federal n 8.666, de 1993 que regulamenta o inciso XXI do art. 37 da Constituição Federal e institui normas gerais para

Leia mais

Curso: Data e Local: Objetivo: Público Alvo: Programa:

Curso: Data e Local: Objetivo: Público Alvo: Programa: Curso: Curso Completo de Licitação e Contratos para formação de Gestores nas Contratações Públicas Visão sistêmica desde a fase de planejamento, elaboração do edital, projeto básico ou termo de referência

Leia mais

XIV SINAOP SIMPÓSIO NACIONAL DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS

XIV SINAOP SIMPÓSIO NACIONAL DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS XIV SINAOP SIMPÓSIO NACIONAL DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS Tribunal de Contas de Mato Grosso TCE/MT Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas (IBRAOP) Planejamento de obras e sustentabilidade

Leia mais

ESTADO DO ACRE LEI Nº 3.087, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2015 O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE

ESTADO DO ACRE LEI Nº 3.087, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2015 O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE ESTADO DO ACRE O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE Institui o Programa Habitacional do Servidor Público do Estado do Acre PHSPAC e altera o art. 11, incisos VI e VIII, da Lei n. 1.805, de 26 de dezembro de

Leia mais

CONTRATAÇÕES PÚBLICAS SUSTENTÁVEIS E PREFERÊNCIAIS NAS LICITAÇÕES REPERCUSSÕES NO PLANEJAMENTO, JULGAMENTO E CONTRATO

CONTRATAÇÕES PÚBLICAS SUSTENTÁVEIS E PREFERÊNCIAIS NAS LICITAÇÕES REPERCUSSÕES NO PLANEJAMENTO, JULGAMENTO E CONTRATO CONTRATAÇÕES PÚBLICAS SUSTENTÁVEIS E PREFERÊNCIAIS NAS LICITAÇÕES REPERCUSSÕES NO PLANEJAMENTO, JULGAMENTO E CONTRATO 5 A 7 DE NOVEMBRO / BRASÍLIA DECRETO Nº 7.601, DE 7 DE NOVEMBRO DE 2011. Estabelece

Leia mais

Regulamento de Compras e Contratações de Serviços

Regulamento de Compras e Contratações de Serviços Regulamento de Compras e Contratações de Serviços Capítulo I INTRODUÇÃO Dos Princípios Art.1º- Este regulamento estabelece normas para a aquisição e alienação de bens e para a contratação de obras e serviços

Leia mais

PRINCÍPIOS DA LICITAÇÃO

PRINCÍPIOS DA LICITAÇÃO UniCEUB Centro Universitário de Brasília FAJS Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais Curso de Direito Turno: Vespertino Disciplina: Direito Administrativo I Professor: Hédel Torres PRINCÍPIOS DA LICITAÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO CD/FAI nº 01/16

RESOLUÇÃO CD/FAI nº 01/16 RESOLUÇÃO CD/FAI nº 01/16 Dispõe sobre a regulamentação dos trâmites e procedimentos para compras realizadas com recursos privados no âmbito de projetos gerenciados pela FAI UFSCar e dá outras providências.

Leia mais

SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS. Fernanda Nunes

SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS. Fernanda Nunes SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS Fernanda Nunes Base Legal Lei Federal nº 8.666/1993 art. 15, inciso II, e parágrafos 1º ao 6º Decreto Federal nº 3.931/2001 (aplicável no âmbito da União). Decreto Estadual

Leia mais

Ministério Público do Trabalho Procuradoria Geral Departamento de Administração

Ministério Público do Trabalho Procuradoria Geral Departamento de Administração REFERÊNCIA:Processo n 08130.000046/2012 ASSUNTO: Análise de Pedido de Impugnação - Pregão Eletrônico nº 36/2012 IMPUGNANTE: CINCO F CONSULTORIA PARTICIPAÇÕES E SERVIÇOS LTDA. Insurge a empresa CINCO F

Leia mais

A CONTRATAÇÃO DE BENS E SERVIÇOS NA PETROBRAS

A CONTRATAÇÃO DE BENS E SERVIÇOS NA PETROBRAS A CONTRATAÇÃO DE BENS E SERVIÇOS NA PETROBRAS 1 Natureza Jurídica da PETROBRAS Constituição da República Art. 173. Ressalvados os casos previstos nesta Constituição, a exploração direta de atividade econômica

Leia mais

LEI Nº DE 22 DE DEZEMBRO DE A Câmara Municipal de Tiradentes aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte lei: CAPÍTULO I

LEI Nº DE 22 DE DEZEMBRO DE A Câmara Municipal de Tiradentes aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte lei: CAPÍTULO I LEI Nº 2.493 DE 22 DE DEZEMBRO DE 2009. Institui a Lei Municipal relativa ao Empreendedor Individual e dá outras providências A Câmara Municipal de Tiradentes aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono

Leia mais

I - a promoção do desenvolvimento econômico e social no âmbito regional;

I - a promoção do desenvolvimento econômico e social no âmbito regional; DECRETO N 2.060, DE 20 DE MAIO DE 2008. Regulamenta o tratamento diferenciado e simplificado para as microempresas e empresas de pequeno porte ou equiparadas nas contratações públicas de bens, serviços

Leia mais

MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE NAS LICITAÇÕES. Paulo Sérgio de Monteiro Reis

MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE NAS LICITAÇÕES. Paulo Sérgio de Monteiro Reis MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE NAS LICITAÇÕES Paulo Sérgio de Monteiro Reis 1 Legislação envolvida Constituição federal vigente, arts. 170 e 179 Lei Complementar nº 123, de 2006, com as alterações

Leia mais

PORTARIA N.º 018/2010. Promotora de Justiça signatária, no uso das suas atribuições

PORTARIA N.º 018/2010. Promotora de Justiça signatária, no uso das suas atribuições PORTARIA N.º 018/2010 O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, pela Promotora de Justiça signatária, no uso das suas atribuições institucionais que lhe são conferidas pelo art. 129, III, da Constituição

Leia mais

DECRETO Nº 8.538, DE 6 DE OUTUBRO DE DECRETO Nº 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007.

DECRETO Nº 8.538, DE 6 DE OUTUBRO DE DECRETO Nº 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007. DECRETO Nº 8.538, DE 6 DE OUTUBRO DE 2015 1. Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas, empresas de pequeno porte, agricultores familiares, produtores rurais

Leia mais

1ª) A lei de 2011 autorizou a CRIAÇÃO da empresa pública denominada Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares - EBSERH; pelo (a):

1ª) A lei de 2011 autorizou a CRIAÇÃO da empresa pública denominada Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares - EBSERH; pelo (a): 1ª) A lei 12.550 de 2011 autorizou a CRIAÇÃO da empresa pública denominada Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares - EBSERH; pelo (a): A) Poder Legislativo. B) Poder Executivo C) Poder Judiciário D)

Leia mais

OBJETO: GUIA PARA ADESÃO A ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

OBJETO: GUIA PARA ADESÃO A ATA DE REGISTRO DE PREÇOS GUIA PARA ADESÃO A ATA DE REGISTRO DE PREÇOS OBJETO: Registro de preços para eventual contratação de empresa para a prestação de serviços técnicos especializados de elicitação, documentação, desenvolvimento

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 1106/09, de 29 de dezembro de 2009.

LEI MUNICIPAL Nº 1106/09, de 29 de dezembro de 2009. LEI MUNICIPAL Nº 1106/09, de 29 de dezembro de 2009. Altera a Lei Complementar nº 001/06 de 13 de fevereiro de 2006, Código Tributário Municipal de Camocim e determina outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos 1 de 5 23/05/2013 22:52 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.578, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2007. Mensagem de Veto Conversão da MPv nº 387, de 2007 (Vide Lei nº 12.249,

Leia mais

SUMÁRIO. 3 PODERES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Poder-dever... 57

SUMÁRIO. 3 PODERES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Poder-dever... 57 SUMÁRIO 1 DIREITO ADMINISTRATIVO... 15 1.1 Introdução ao estudo do Direito Administrativo... 15 1.2 Ramo do direito público... 17 1.3 Conceito de Administração Pública e de Direito Administrativo... 19

Leia mais

PARA CADA 2 INSCRIÇÕES CONFIRMADAS A 3ª E 4ª É CORTESIA

PARA CADA 2 INSCRIÇÕES CONFIRMADAS A 3ª E 4ª É CORTESIA Fortaleza - CE 23 e 24 de Fevereiro de 2016 PARA CADA 2 INSCRIÇÕES CONFIRMADAS A 3ª E 4ª É CORTESIA Objetivo: Capacitar e aperfeiçoar agentes públicos 1 / 15 em conhecimentos gerais, procedimentos e orientações

Leia mais

Audiência Pública Lei 8.666/93

Audiência Pública Lei 8.666/93 Audiência Pública Lei 8.666/93 Art. 39. Sempre que o valor estimado para uma licitação ou para um conjunto de licitações simultâneas ou sucessivas for superior a 100 (cem) vezes o limite previsto no art.

Leia mais

CARTA CONVITE N.º 003/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º DE /2012 ANEXO I

CARTA CONVITE N.º 003/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º DE /2012 ANEXO I CARTA CONVITE N.º 003/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º DE.01.03.0044/2012 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PARA FORNECIMENTO DE MATERIAL PÉTREO PARA INFRAESTRUTURA DOS LAGOS 01 E 02 DA FASE ZERO DO SAPIENS

Leia mais

LEI N.º , DE 5 DE OUTUBRO DE 2006

LEI N.º , DE 5 DE OUTUBRO DE 2006 LEI N.º 11.350, DE 5 DE OUTUBRO DE 2006 Regulamenta o 5o do art. 198 da Constituição Federal, dispõe sobre o aproveitamento de pessoal amparado pelo parágrafo único do art. 2o da Emenda Constitucional

Leia mais

Lei 8.666, de 21 de junho de 1993 CRONOLOGIA DAS ALTERAÇÕES LEGISLATIVAS. Lei 8.883, de 8 de junho de 1994 (DOU de )

Lei 8.666, de 21 de junho de 1993 CRONOLOGIA DAS ALTERAÇÕES LEGISLATIVAS. Lei 8.883, de 8 de junho de 1994 (DOU de ) I Lei 8.666, de 21 de junho de 1993 [Lei Geral de Licitações e Contratações Públicas LGL] CRONOLOGIA DAS ALTERAÇÕES LEGISLATIVAS Lei 8.883, de 8 de junho de 1994 (DOU de 09.06.1994) Lei 9.032, de 28 de

Leia mais

Sumário. Serviço Público e Administração Pública

Sumário. Serviço Público e Administração Pública Sumário Capítulo 1 Contabilidade Pública 1.1 Conceito 1.2 Objeto 1.3 Objetivo 1.4 Campo de Aplicação 1.5 Exercício Financeiro 1.6 Regime Orçamentário e Regime Contábil 1.6.1 Regime de Caixa 1.6.2 Regime

Leia mais

Noções sobre Licitação Conceitos

Noções sobre Licitação Conceitos Noções sobre Licitação Conceitos Fonte de Receita Empenho Nota de Empenho Liquidação de Despesa Ordenador de Despesa Licitação Edital Convite Tomada de Preços Concorrência Dispensa Inexigibilidade Pregão

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Contratação direta para o remanescente de licitação realizada sob a modalidade de pregão eletrônico

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Contratação direta para o remanescente de licitação realizada sob a modalidade de pregão eletrônico Parecer Consultoria Tributária Segmentos sob a modalidade de pregão eletrônico 07/06/2016 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 2.1. Lei 10.520/2002... 3

Leia mais

Prof. Me. Edson Guedes. Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO

Prof. Me. Edson Guedes. Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO Prof. Me. Edson Guedes Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO 5. Direito Civil Unidade II 5.1 Da validade dos negócios jurídicos; 5.2 Responsabilidade civil e ato ilícito; 5. Direito Civil 5.1 Da validade

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO PROF. GUSTAVO SANTANNA

DIREITO ADMINISTRATIVO PROF. GUSTAVO SANTANNA DIREITO ADMINISTRATIVO PONTO 1: a) LEI 8666 PONTO 1: b) MODALIDADES DE LICITAÇÕES PONTO 2: a) DEC 3931 E OUTRAS LEGISLAÇÕES EXTRAVAGANTES LICITAÇÃO: é procedimento administrativo de observância obrigatória

Leia mais

LEI 8666, DE 21 DE JUNHO DE 1993

LEI 8666, DE 21 DE JUNHO DE 1993 LEI 8666, DE 21 DE JUNHO DE 1993 Regulamenta o Art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. CAPÍTULO I Das

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO PARA CUSTEIO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA - COSIP E RESOLUÇÃO DA ANEEL 414/2010: ENTRE O DIREITO TRIBUTÁRIO E O FINANCEIRO

CONTRIBUIÇÃO PARA CUSTEIO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA - COSIP E RESOLUÇÃO DA ANEEL 414/2010: ENTRE O DIREITO TRIBUTÁRIO E O FINANCEIRO CONTRIBUIÇÃO PARA CUSTEIO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA - COSIP E RESOLUÇÃO DA ANEEL 414/2010: ENTRE O DIREITO TRIBUTÁRIO E O FINANCEIRO Hendrick Pinheiro Raquel Lamboglia Guimarães Advogados em Manesco, Ramires,

Leia mais

PARECER JURIDICO DO RELATÓRIO FUNDAMENTOS JURÍDICOS

PARECER JURIDICO DO RELATÓRIO FUNDAMENTOS JURÍDICOS PARECER JURIDICO Contratante : PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO BONITO-RJ Interessado : COMISSÃO GERAL DE CONCURSOS PÚBLICOS DO I.C. Assunto : Participação do gestor do contrato no concurso público. DO RELATÓRIO

Leia mais

LEI DA TRANSPARÊNCIA COMO INSTRUMENTO DE FISCALIZAÇÃO DAS CONTAS PÚBLICAS

LEI DA TRANSPARÊNCIA COMO INSTRUMENTO DE FISCALIZAÇÃO DAS CONTAS PÚBLICAS FÓRUM POPULAR DO ORÇAMENTO DO RIO DE JANEIRO LEI DA TRANSPARÊNCIA COMO INSTRUMENTO DE FISCALIZAÇÃO DAS CONTAS PÚBLICAS François E. J. de Bremaeker Consultor da Associação Transparência Municipal Gestor

Leia mais

Direito Administrativo ESAF RECEITA FEDERAL. Prof. Thamiris Felizardo

Direito Administrativo ESAF RECEITA FEDERAL. Prof. Thamiris Felizardo Direito Administrativo ESAF RECEITA FEDERAL Prof. Thamiris Felizardo AFRB 2014 AFRB 2012 Analista 2012 Atos Adm. 1 2 Licitação e Cont. 3 2 4 Agentes e 8112 1 3 2 Serviços Pub. Organ. Adm. 2 2 Bens Publ.

Leia mais

SÚMULAS DO TCU SÚMULA Nº 103 SÚMULA Nº 157 SÚMULA Nº 177 SÚMULA Nº 191 SÚMULA Nº 205 SÚMULA Nº 222

SÚMULAS DO TCU SÚMULA Nº 103 SÚMULA Nº 157 SÚMULA Nº 177 SÚMULA Nº 191 SÚMULA Nº 205 SÚMULA Nº 222 SÚMULAS DO TCU SÚMULA Nº 103 Na falta de normas legais regimentais específicas, aplicam-se, analógica e subsidiariamente, no que couber, a juízo do Tribunal de Contas da União, as disposições do Código

Leia mais

O QUE ESPERAR DO MARCO REGULATÓRIO DAS ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL

O QUE ESPERAR DO MARCO REGULATÓRIO DAS ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL O QUE ESPERAR DO MARCO REGULATÓRIO DAS ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL TRATA-SE DE UMA NOVA LEI, QUE ORGANIZARÁ E DETERMINARÁ A FORMA COMO O PODER PÚBLICO ESTABELECERÁ RELAÇÕES E PARCERIAS COM AS ORGANIZAÇÕES

Leia mais

OBJETIVO. Permitir aos participantes o aperfeiçoamento na elaboração de termos de referência para processos licitatórios.

OBJETIVO. Permitir aos participantes o aperfeiçoamento na elaboração de termos de referência para processos licitatórios. ELABORAÇÃO DE TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVO Permitir aos participantes o aperfeiçoamento na elaboração de termos de referência para processos licitatórios. CONCEITO TDR é o DOCUMENTO que circunscreve limitadamente

Leia mais

Controle de preços em obras públicas:

Controle de preços em obras públicas: Controle de preços em obras públicas: Princípios gerais na utilização dos sistemas oficiais de preços Rafael Jardim Cavalcante Contextualização Decisão Lei para o caso concreto; Interpretação da Lei direito

Leia mais

LEI N.º 8.666, DE 21 DE JUNHO DE 1993

LEI N.º 8.666, DE 21 DE JUNHO DE 1993 LEI N.º 8.666, DE 21 DE JUNHO DE 1993 Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. Texto atualizado

Leia mais

Caderno de Legislação. Lei nº 8.666, de 21 de Junho de 1993.

Caderno de Legislação. Lei nº 8.666, de 21 de Junho de 1993. Caderno de Legislação Lei nº 8.666, de 21 de Junho de 1993. Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras

Leia mais

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL 1 Constituição. 1.1 Conceito, classificações, princípios fundamentais. 2 Direitos e garantias fundamentais. 2.1 Direitos e deveres individuais e coletivos, Direitos sociais,

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62º da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62º da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de lei: MEDIDA PROVISÓRIA Nº. 2.200-2, 2, DE 24 DE AGOSTO DE 2001 Institui a Infra-Estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, transforma o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação em autarquia,

Leia mais

CEBGAS Companhia Brasiliense de Gás

CEBGAS Companhia Brasiliense de Gás REGULAMENTO PARA CADASTRAMENTO E CLASSIFICAÇÃO DE POSTOSREVENDEDORES DE COMBUSTÍVEIS PARA FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL VEICULAR GNV, PROVENIENTE DO GÁS NATURAL LIQUEFEITO - GNL Considerando que a Companhia

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO CAMPO ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO CAMPO ESTADO DA BAHIA ADJUDICAÇÃO DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 035/2016 O Pregoeiro Municipal torna público, nos termos da Lei nº 10.520/2002 e Lei nº 8.666/93, a ADJUDICAÇÃO do Pregão Presencial nº 035/2016 realizado no dia 18/08/2016,

Leia mais

O exame de processos de outorga de concessão deve conter em sua introdução as informações básicas relativas ao tipo de processo.

O exame de processos de outorga de concessão deve conter em sua introdução as informações básicas relativas ao tipo de processo. Tribunal de Contas da União MANUAL PARA INSTRUÇÃO DE PROCESSOS DE LICITAÇÃO PARA OUTORGA DE APROVEITAMENTOS HIDRELÉTRICOS E DE LINHAS DE TRANSMISSÃO 1 - INTRODUÇÃO 1.1. CARACTERÍSTICAS GERAIS O exame de

Leia mais

Anexo I - TERMO DE REFERÊNCIA

Anexo I - TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I - TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO DE PNEUS PARA USO NA FROTA DE VEÍCULOS PERTENCENTES À DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO I - Objeto Registro de preço para eventual aquisição de

Leia mais

PROC IBR EDIF /2014

PROC IBR EDIF /2014 INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS IBRAOP INSTITUTO RUI BARBOSA IRB / COMITÊ OBRAS PÚBLICAS PROC IBR EDIF 01.02.011/2014 01 - Fase Licitatória 01.02 - Análise das especificações, quantidades

Leia mais

Art. 48, LC 123/06: como licitar objetos de natureza divisível? Ronny Charles L. de Torres Março de 2016

Art. 48, LC 123/06: como licitar objetos de natureza divisível? Ronny Charles L. de Torres Março de 2016 Art. 48, LC 123/06: como licitar objetos de natureza divisível? Ronny Charles L. de Torres Março de 2016 DIVISÃO DE OBJETO Pretensão contratual x objeto da licitação Aglu@nação x Adjudicação por itens

Leia mais

CONSELHO DELIBERATIVO DA FUNAPE RESOLUÇÃO Nº 04, DE 13 DE JUNHO DE 2002.

CONSELHO DELIBERATIVO DA FUNAPE RESOLUÇÃO Nº 04, DE 13 DE JUNHO DE 2002. CONSELHO DELIBERATIVO DA FUNAPE RESOLUÇÃO Nº 04, DE 13 DE JUNHO DE 2002. CONSOLIDAÇÃO ALTERA A RESOLUÇÃO Nº 02 E TRAZ NOVAS DIRETRIZES PARA AS CONTRATAÇÕES DE PESSOAL PELA FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA

Leia mais