Lei /16 e Licitações

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Lei /16 e Licitações"

Transcrição

1 Lei /16 e Licitações Rafael Da Cás Maffini Mestre e Doutor em Direito pela UFRGS, Professor de Direito Administrativo na UFRGS, Advogado, Sócio Diretor do escritório Rossi, Maffini, Milman & Grando Advogados

2 Normas constitucionais sobre licitações Art. 22, XXVII (competência legislativa): Compete privativamente à União legislar sobre... normas gerais de licitação e contratação, em todas as modalidades, para as administrações públicas diretas, autárquicas e fundacionais da União, Estados, Distrito Federal e Municípios, obedecido o disposto no art. 37, XXI, e para as empresas públicas e sociedades de economia mista, nos termos do art. 173, 1, III

3 Normas constitucionais sobre licitações Art. 37, XXI (regra geral da obrigatoriedade): ressalvados os casos especificados na legislação, as obras, serviços, compras e alienações serão contratados mediante processo de licitação pública que assegure igualdade de condições a todos os concorrentes, com cláusulas que estabeleçam obrigações de pagamento, mantidas as condições efetivas da proposta, nos termos da lei, o qual somente permitirá as exigências de qualificação técnica e econômica indispensáveis à garantia do cumprimento das obrigações

4 Normas constitucionais sobre licitações Art. 173, 1º, III (Estatuto das Estatais): A lei estabelecerá o estatuto jurídico da empresa pública, da sociedade de economia mista e de suas subsidiárias que explorem atividade econômica de produção ou comercialização de bens ou de prestação de serviços, dispondo sobre:... licitação e contratação de obras, serviços, compras e alienações, observados os princípios da administração pública;

5 Questões preliminares Aplicação da Legislação ordinária (Lei 8.666/93, Lei /02, Lei /10, Lei /11, etc) Interpretação proposta : Microssistema jurídico exclusivo a) Inexistência de fundamento para aplicação subsidiária da Lei 8.666/93: não recepção (EC 19/98) e revogação do Art. 119, da Lei 8.666/93 As sociedades de economia mista, empresas e fundações públicas e demais entidades controladas direta ou indiretamente pela União e pelas entidades referidas no artigo anterior editarão regulamentos próprios devidamente publicados, ficando sujeitas às disposições desta Lei. )

6 Questões preliminares Aplicação da Legislação ordinária (Lei 8.666/93, Lei /02, Lei /10, Lei /11, etc) Interpretação proposta : Microssistema jurídico exclusivo b) Aplicação da Lei 8.666/93 somente por expressa previsão na Lei /16 (Ex. Art crimes e Art. 55, III critério de desempate)

7 Questões preliminares Aplicação da Legislação ordinária (Lei 8.666/93, Lei /02, Lei /10, Lei /11, etc) Interpretação proposta : Microssistema jurídico exclusivo c) Aplicação da Lei /02 somente por expressa previsão na Lei /16 (Art. 32, IV - Nas licitações e contratos de que trata esta Lei serão observadas as seguintes diretrizes:... adoção preferencial da modalidade de licitação denominada pregão, instituída pela Lei no , de 17 de julho de 2002, para a aquisição de bens e serviços comuns, assim considerados aqueles cujos padrões de desempenho e qualidade possam ser objetivamente definidos pelo edital, por meio de especificações usuais no mercado)

8 Questões preliminares Aplicação da Legislação ordinária (Lei 8.666/93, Lei /02, Lei /10, Lei /11, etc) Interpretação proposta : Microssistema jurídico exclusivo d) Aplicação da Lei /10 (Art. 28, da Lei /16 X Art. 1º, 1º, da Lei /10)

9 Questões preliminares Início da adoção da sistemática da Lei /16 Norma a ser interpretada Art. 91. A empresa pública e a sociedade de economia mista constituídas anteriormente à vigência desta Lei deverão, no prazo de 24 (vinte e quatro) meses, promover as adaptações necessárias à adequação ao disposto nesta Lei.... 3º Permanecem regidos pela legislação anterior procedimentos licitatórios e contratos iniciados ou celebrados até o final do prazo previsto no caput.

10 Questões preliminares Início da adoção da sistemática da Lei /16 Métodos de interpretação Gramatical/literal (Art. 11, III, c, da Lei Complementar 95/98 (As disposições normativas serão redigidas com clareza, precisão e ordem lógica, observadas, para esse propósito, as seguintes normas:... para a obtenção de ordem lógica...expressar por meio dos parágrafos os aspectos complementares à norma enunciada no caput do artigo e as exceções à regra por este estabelecida;)

11 Questões preliminares Início da adoção da sistemática da Lei /16 Histórica Métodos de interpretação Vontade governamental e parlamentar Operação Lava Jato Licitações e contratos celebrados pela Petrobrás (Art. 67, da Lei 9.478/98) Art. 96, II, da Lei /16

12 Questões preliminares Início da adoção da sistemática da Lei /16 Métodos de interpretação Sistemática/Teleológica: Compatibilidade do início da utilização da sistemática com a adequação da estatal aos demais aspectos da Lei Efeitos de tal interpretação Ex. prorrogação contratual

13 Peculiaridades da Lei /16 em tema de licitações Regra da obrigatoriedade (Art. 28) Art. 173, 1º, II, da CF (sujeição ao regime jurídico próprio das empresas privadas) e dispensa da obrigação de licitar nos casos de contratos fim e de oportunidades de negócios (Art. 28, 3º e 4º)

14 Exceções ao dever de licitar Dispensa (Art. 29) Contratação direta (Art. 30) conceito assimilável ao que, na Lei 8.666/93, denominase inexigibilidade

15 Finalidades legais da licitação Art. 31 Assegurar a seleção da proposta mais vantajosa, inclusive no que se refere ao ciclo de vida do objeto Evitar operações em que se caracterize sobrepreço ou superfaturamento (Art. 31, 1º a 3º)

16 Princípios Art. 31 Impessoalidade Moralidade Igualdade Publicidade Eficiência Probidade administrativa Economicidade Desenvolvimento nacional sustentável Vinculação ao instrumento convocatório Obtenção de competitividade Julgamento objetivo

17 Diretrizes Art. 32 padronização do objeto da contratação, dos instrumentos convocatórios e das minutas de contratos, de acordo com normas internas específicas; busca da maior vantagem competitiva para a empresa pública ou sociedade de economia mista, considerando custos e benefícios, diretos e indiretos, de natureza econômica, social ou ambiental, inclusive os relativos à manutenção, ao desfazimento de bens e resíduos, ao índice de depreciação econômica e a outros fatores de igual relevância; parcelamento do objeto, visando a ampliar a participação de licitantes, sem perda de economia de escala, e desde que não atinja valores inferiores aos limites estabelecidos no art. 29, incisos I e II; adoção preferencial da modalidade de licitação denominada pregão, instituída pela Lei no , de 17 de julho de 2002, para a aquisição de bens e serviços comuns, assim considerados aqueles cujos padrões de desempenho e qualidade possam ser objetivamente definidos pelo edital, por meio de especificações usuais no mercado; observação da política de integridade nas transações com partes interessadas.

18 Sigilo parcial do valor estimado do contrato - Art. 34 Art. 34. O valor estimado do contrato a ser celebrado pela empresa pública ou pela sociedade de economia mista será sigiloso, facultando-se à contratante, mediante justificação na fase de preparação prevista no inciso I do art. 51 desta Lei, conferir publicidade ao valor estimado do objeto da licitação, sem prejuízo da divulgação do detalhamento dos quantitativos e das demais informações necessárias para a elaboração das propostas.

19 Regras de impedimento Art. 38 rol mais detalhado do que da Lei 8.666/93

20 Regulamento interno Art. 40 I - glossário de expressões técnicas; II - cadastro de fornecedores; III - minutas-padrão de editais e contratos; IV - procedimentos de licitação e contratação direta; V - tramitação de recursos; VI - formalização de contratos; VII - gestão e fiscalização de contratos; VIII - aplicação de penalidades; IX - recebimento do objeto do contrato.

21 Normas Específicas por objeto Obras e Serviços (Artigos 42 a 46) Aquisição de Bens (Artigos 47 e 48) Alienação de Bens (Artigos 49 e 50)

22 Fases do procedimento licitatório I - preparação; II - divulgação; Art. 51 III - apresentação de lances ou propostas, conforme o modo de disputa adotado; IV - julgamento; V - verificação de efetividade dos lances ou propostas; VI - negociação; VII - habilitação; VIII - interposição de recursos; IX - adjudicação do objeto; X - homologação do resultado ou revogação do procedimento.

23 Modos de disputa - Art. 52 Aberto (Art. 52, 1º c/c Art. 53) Fechado (Art. 52, 2º) Misto (parcelamento do objeto Art. 32, III)

24 Tipos de licitação (critérios de julgamento) Art. 54 I - menor preço; II - maior desconto; III - melhor combinação de técnica e preço; IV - melhor técnica; V - melhor conteúdo artístico; VI - maior oferta de preço; VII - maior retorno econômico; VIII - melhor destinação de bens alienados.

25 Outras questões procedimentais Critérios de desempate: Art. 55 Verificação da efetividade das propostas: Art. 56 Negociação: Art. 57 Habilitação: Art. 58 Recursos: Art. 59 Homologação: Art. 60 a Art. 62 Procedimentos auxiliares: Art. 63 a Art. 67

26 OBRIGADO Contatos:

SUMÁRIO. Regime Diferenciado de Contratações Públicas RDC 2.1 RDC E OBJETOS TRANSITÓRIOS DOS OBJETOS PASSÍVEIS DE ADOÇÃO DO RDC...

SUMÁRIO. Regime Diferenciado de Contratações Públicas RDC 2.1 RDC E OBJETOS TRANSITÓRIOS DOS OBJETOS PASSÍVEIS DE ADOÇÃO DO RDC... SUMÁRIO Regime Diferenciado de Contratações Públicas RDC PREFÁCIO... 15 Nota dos autores... 17 CAPÍTULO 1 ASPECTOS GERAIS... 19 1.1 Introdução... 19 1.2 Objetivos... 22 1.3 Definições... 30 1.4 Diretrizes...

Leia mais

Exmo. Sr. Conselheiro Relator,

Exmo. Sr. Conselheiro Relator, PARECER Nº. : 021/CT/2008-1 - Exmo. Sr. Conselheiro Relator, Tratam os autos de consulta formulada pelo Sr. Prefeito Municipal em exercício, Sr. Manoel Machado, mediante a qual solicita deste Tribunal

Leia mais

O Processo de Contratação e Licitação da Eletrobras

O Processo de Contratação e Licitação da Eletrobras O Processo de Contratação e Licitação da Eletrobras A Centrais Elétricas Brasileiras S.A. Eletrobras (www.eletrobras.com) - Maior companhia do setor de energia elétrica da América Latina - A Eletrobras

Leia mais

CURSO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS 6ªed.

CURSO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS 6ªed. Destacam-se, assim, no presente livro, a ampla pesquisa de jurisprudência, o enfoque prático do texto e a linguagem utilizada, de fácil compreensão. LUCAS ROCHA FURTADO Autor CURSO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS

Leia mais

PORTARIA N.º 018/2010. Promotora de Justiça signatária, no uso das suas atribuições

PORTARIA N.º 018/2010. Promotora de Justiça signatária, no uso das suas atribuições PORTARIA N.º 018/2010 O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, pela Promotora de Justiça signatária, no uso das suas atribuições institucionais que lhe são conferidas pelo art. 129, III, da Constituição

Leia mais

Licitações, Pregão e Contratos

Licitações, Pregão e Contratos Licitações, Pregão e Contratos Objetivo Destina-se Datas Carga horária Capacitar servidores municipais para a realização de licitações e gestão dos contratos da Administração Municipal. Aos profissionais

Leia mais

Planejamento de aquisição de bens e serviços na Administração Pública. Magno Subtil

Planejamento de aquisição de bens e serviços na Administração Pública. Magno Subtil Planejamento de aquisição de bens e serviços na Administração Pública Magno Subtil Registro de Preços Decreto Estadual 7.437/2011 Sistema de Registro de Preços é o conjunto de procedimentos para registro

Leia mais

Lei das Estatais. Lei /2016. Erick Alves e Herbert Almeida. Julho/2016

Lei das Estatais. Lei /2016. Erick Alves e Herbert Almeida. Julho/2016 Lei das Estatais Lei 13.303/2016 Julho/2016 Contextualização (CF) Art. 173. Ressalvados os casos previstos nesta Constituição, a exploração direta de atividade econômica pelo Estado só será permitida quando

Leia mais

Experiência com o RDC

Experiência com o RDC UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO - PROAD DEPARTAMENTO DE LICITAÇÕES - DPL Av. Desembargador Vitor Lima nº 222, 5º andar Florianópolis SC CEP 88040-400 Telefones: (48)

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 4.282, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2013

RESOLUÇÃO Nº 4.282, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2013 RESOLUÇÃO Nº 4.282, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2013 Estabelece as diretrizes que devem ser observadas na regulamentação, na vigilância e na supervisão das instituições de pagamento e dos arranjos de pagamento

Leia mais

Art. 48, LC 123/06: como licitar objetos de natureza divisível? Ronny Charles L. de Torres Março de 2016

Art. 48, LC 123/06: como licitar objetos de natureza divisível? Ronny Charles L. de Torres Março de 2016 Art. 48, LC 123/06: como licitar objetos de natureza divisível? Ronny Charles L. de Torres Março de 2016 DIVISÃO DE OBJETO Pretensão contratual x objeto da licitação Aglu@nação x Adjudicação por itens

Leia mais

REGIME DIFERENCIADO DE CONTRATAÇÕES

REGIME DIFERENCIADO DE CONTRATAÇÕES REGIME DIFERENCIADO DE CONTRATAÇÕES Susana Filgueiras Brasília, 10 de setembro de 2012 LEGISLAÇÃO APLICÁVEL Lei nº12.462, de 5 de agosto de 2011. Decreto nº 7.581, de 11 de outubro de 2011. Lei nº 12.688,

Leia mais

Lei /2016 Lei das Empresas Estatais. Outubro de 2016

Lei /2016 Lei das Empresas Estatais. Outubro de 2016 Lei 13.303/2016 Lei das Empresas Estatais Outubro de 2016 Agenda Evolução Normativa das Licitações no Brasil Âmbito de Aplicação Profissionalização de Gestão Contratação Direta Características Procedimentais

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Prevê a edição de lei complementar relativamente à conceituação de pequeno Município, aos princípios de que trata o art. 37 da Constituição e às normas gerais aplicáveis

Leia mais

DISPENSA E INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO PÚBLICA

DISPENSA E INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO PÚBLICA Autor Joel de Menezes Niebuhr DISPENSA E INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO PÚBLICA 4ª EDIÇÃO REVISTA E AMPLIADA Prefácio Adilson Abreu Dallari. Área específica Licitação Pública. O presente volume enfrenta

Leia mais

Requerente: ASSISTENTE FINANCEIRO DO CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DA 16ª REGIÃO CRP16/ES.

Requerente: ASSISTENTE FINANCEIRO DO CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DA 16ª REGIÃO CRP16/ES. Parecer nº 004/2016 Requerente: ASSISTENTE FINANCEIRO DO CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DA 16ª REGIÃO CRP16/ES. Assunto: Pregão Eletrônico Hotel para realização de Congresso Fase interna. 1. Consulta.

Leia mais

DESPACHO DE HOMOLOGAÇÃO

DESPACHO DE HOMOLOGAÇÃO DESPACHO DE HOMOLOGAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO: 01.100.208/2016 MODALIDADE: CONVITE Nº 01.100.208/2016 OBJETO: Contratação de empresa para prestação de serviço de coquetel para a Câmara Municipal, pelo período

Leia mais

SEMINÁRIO LICITAÇÕES E CONTRATOS DE ACORDO COM A NOVA LEI DAS ESTATAIS Lei /2016

SEMINÁRIO LICITAÇÕES E CONTRATOS DE ACORDO COM A NOVA LEI DAS ESTATAIS Lei /2016 CENTRAL DE ATENDIMENTO: (41) 3087-6666 www.licidata.com.br SEMINÁRIO LICITAÇÕES E CONTRATOS DE ACORDO COM A NOVA LEI DAS ESTATAIS Lei 13.303/2016 24 E 25 DE NOVEMBRO CURITIBA/PR PALESTRANTES: DR. EDGAR

Leia mais

SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS. Fernanda Nunes

SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS. Fernanda Nunes SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS Fernanda Nunes Base Legal Lei Federal nº 8.666/1993 art. 15, inciso II, e parágrafos 1º ao 6º Decreto Federal nº 3.931/2001 (aplicável no âmbito da União). Decreto Estadual

Leia mais

LICITAÇÕES E CONTRATOS DE ACORDO COM A NOVA LEI DAS ESTATAIS

LICITAÇÕES E CONTRATOS DE ACORDO COM A NOVA LEI DAS ESTATAIS Foz do Iguaçu/PR LICITAÇÕES E CONTRATOS DE ACORDO COM A NOVA LEI DAS ESTATAIS Lei 13.303/2016 19 E 20 DE SETEMBRO Apresentação Em 1º de julho de 2016 foi publicada no Diário Oficial da União a Lei nº 13.303/2016,

Leia mais

CURSO ON-LINE DIREITO ADMINISTRATIVO SENADO E TCU PROFESSORES: CYONIL, ELAINE E SANDRO. AULA 6 Contratos Administrativos

CURSO ON-LINE DIREITO ADMINISTRATIVO SENADO E TCU PROFESSORES: CYONIL, ELAINE E SANDRO. AULA 6 Contratos Administrativos AULA 6 Contratos Administrativos Olá, pessoal, tudo bem? Na aula anterior, tivemos contato com importantes informações acerca das Licitações, as quais, de maneira geral, são antecedentes lógicos (indispensáveis)

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Manual de Normas e Procedimentos Capítulo PROCEDIMENTOS SETOR 1 MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Manual de Normas e Procedimentos Capítulo PROCEDIMENTOS SETOR 2 Índice 1.1- Coordenadores técnicos, almoxarifes,

Leia mais

Sumário. Serviço Público e Administração Pública

Sumário. Serviço Público e Administração Pública Sumário Capítulo 1 Contabilidade Pública 1.1 Conceito 1.2 Objeto 1.3 Objetivo 1.4 Campo de Aplicação 1.5 Exercício Financeiro 1.6 Regime Orçamentário e Regime Contábil 1.6.1 Regime de Caixa 1.6.2 Regime

Leia mais

ILMA. SRA. PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ILMA. SRA. PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ILMA. SRA. PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO GEAL - INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE EMBALAGENS., CNPJ 07.359.872/0001-90. IE 04.214.152-4, com sede nesta cidade, na Av. Beira Mar, n. 104, Bairro Coroado,

Leia mais

1. Índice geral. 2. Índice de anexos. 3. Índice de quadros. 4. Índice de figuras

1. Índice geral. 2. Índice de anexos. 3. Índice de quadros. 4. Índice de figuras 1. Índice geral 2. Índice de anexos 3. Índice de quadros 4. Índice de figuras 7 ÍNDICE FIGURAS INTRODUÇÃO PARTE I TRANSPOSIÇÃO PARA O PLANO NACIONAL DAS DIRECTIVAS COMUNITÁRIAS 1. 2. Principais mudanças

Leia mais

Projeto de Expansão e Consolidação da Saúde da Família. (PROESF Fase 2) AQUISIÇÕES de BENS e CONTRATAÇÃO DE OBRAS

Projeto de Expansão e Consolidação da Saúde da Família. (PROESF Fase 2) AQUISIÇÕES de BENS e CONTRATAÇÃO DE OBRAS Projeto de Expansão e Consolidação da Saúde da Família (PROESF Fase 2) AQUISIÇÕES de BENS e CONTRATAÇÃO DE OBRAS Aquisições através das Regras do Banco Mundial O Artigo 42 5º da Lei 8.666 permite que os

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ENCONTRO DE ENCERRAMENTO DO CURSO CICLO DE COMPRAS FUNDAP UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO CONTRATAÇÃO DIRETA HIPÓTESES MAIS FREQUENTES COMO E O QUE JUSTIFICAR NEGOCIAÇÃO DO CONTRATO

Leia mais

Controle de preços em obras públicas:

Controle de preços em obras públicas: Controle de preços em obras públicas: Princípios gerais na utilização dos sistemas oficiais de preços Rafael Jardim Cavalcante Contextualização Decisão Lei para o caso concreto; Interpretação da Lei direito

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO CAMPO ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO CAMPO ESTADO DA BAHIA ADJUDICAÇÃO DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 035/2016 O Pregoeiro Municipal torna público, nos termos da Lei nº 10.520/2002 e Lei nº 8.666/93, a ADJUDICAÇÃO do Pregão Presencial nº 035/2016 realizado no dia 18/08/2016,

Leia mais

PRINCÍPIOS DA LICITAÇÃO

PRINCÍPIOS DA LICITAÇÃO UniCEUB Centro Universitário de Brasília FAJS Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais Curso de Direito Turno: Vespertino Disciplina: Direito Administrativo I Professor: Hédel Torres PRINCÍPIOS DA LICITAÇÃO

Leia mais

Avaliação do Desequilíbrio Econômico- Financeiro em Contratos de Construções

Avaliação do Desequilíbrio Econômico- Financeiro em Contratos de Construções Avaliação do Desequilíbrio Econômico- Financeiro em Contratos de Construções Equilíbrio Econômico-Financeiro Definição manutenção da relação estabelecida inicialmente pelas partes contratantes que deverá

Leia mais

SÚMULAS TCU EM LICITAÇÕES

SÚMULAS TCU EM LICITAÇÕES Núm Área Tema Título Entendimento 39 Contratação de serviços com profissionais ou firmas de notória especialização A inexigibilidade de para a contratação de serviços técnicos com pessoas físicas ou jurídicas

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 494, DE 2009

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 494, DE 2009 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 494, DE 2009 Dispõe sobre a utilização do potencial de geração de energia elétrica dos aterros sanitários pelos municípios com mais de 200 mil habitantes. O CONGRESSO

Leia mais

Anexo I - TERMO DE REFERÊNCIA

Anexo I - TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I - TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO DE PNEUS PARA USO NA FROTA DE VEÍCULOS PERTENCENTES À DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO I - Objeto Registro de preço para eventual aquisição de

Leia mais

O Conselho de Administração da Federação Nacional das Apaes, reunido em 01 de abril de 2015, aprova o seguinte regulamento:

O Conselho de Administração da Federação Nacional das Apaes, reunido em 01 de abril de 2015, aprova o seguinte regulamento: REGULAMENTO DE COMPRAS, ALIENAÇÕES E CONTRATAC O ES DE BENS, OBRAS E SERVIC OS PARA OS GESTORES DAS ASSOCIAÇÕES DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS, FEDERAÇÕES ESTADUAIS DAS APAES E FEDERAÇÃO NACIONAL DAS

Leia mais

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL 1 Constituição. 1.1 Conceito, classificações, princípios fundamentais. 2 Direitos e garantias fundamentais. 2.1 Direitos e deveres individuais e coletivos, Direitos sociais,

Leia mais

Estado do Pará PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FÉLIX DO XINGU Controladoria Geral do Munícipio PARECER DE REGULARIDADE DO CONTROLE INTERNO

Estado do Pará PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FÉLIX DO XINGU Controladoria Geral do Munícipio PARECER DE REGULARIDADE DO CONTROLE INTERNO PARECER DE REGULARIDADE DO CONTROLE INTERNO Parecer CGM nº 006/2016 Solicitante: Departamento de Licitação Expediente: Processo Licitatório nº TP010/2015 Modalidade: Tomada de Preço Tratam os autos de

Leia mais

Curso Prático de Pregão Eletrônico no Comprasnet, incluindo Registro de Preços

Curso Prático de Pregão Eletrônico no Comprasnet, incluindo Registro de Preços Curso Prático de Pregão Eletrônico no Comprasnet, incluindo Registro de Preços Responsabilidade Técnica Ms. JOSEVAN DUARTE MAGALHÃES Cód. do Curso:0132014 Controle Interno da Base Aérea de São Paulo SP.

Leia mais

COMPANHIA DOCAS DO PARÁ - CDP AVISO DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA CDP N. 01/2011 PROCESSO ADMINISTRATIVO CDP N. 2115/2011

COMPANHIA DOCAS DO PARÁ - CDP AVISO DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA CDP N. 01/2011 PROCESSO ADMINISTRATIVO CDP N. 2115/2011 1 - CDP AVISO DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA CDP N. 01/2011 PROCESSO ADMINISTRATIVO CDP N. 2115/2011 A - CDP, sociedade de economia mista vinculada à SECRETARIA DE PORTOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, com sede

Leia mais

AS FRAGILIDADES DA CARTA CONVITE.

AS FRAGILIDADES DA CARTA CONVITE. www.apd.adv.br +55 (27) 3019-3993 AS FRAGILIDADES DA CARTA CONVITE. RESUMO: O texto trata das modalidades de licitação presentes no ordenamento jurídico brasileiro, dando uma ênfase à modalidade chamada

Leia mais

XIV SINAOP SIMPÓSIO NACIONAL DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS

XIV SINAOP SIMPÓSIO NACIONAL DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS XIV SINAOP SIMPÓSIO NACIONAL DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS Tribunal de Contas de Mato Grosso TCE/MT Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas (IBRAOP) Planejamento de obras e sustentabilidade

Leia mais

G a b i n e t e d a V e r e a d o r a G R A Ç A A M O R I M TEXTO

G a b i n e t e d a V e r e a d o r a G R A Ç A A M O R I M TEXTO PROJETO DE LEI Nº /2013 EMENDA A LEI ORGÂNICA ( ) LEI COMPLEMENTAR ( ) LEI ORDINÁRIA (X ) RESOLUÇÃO NORMATIVA ( ) DECRETO LEGISLATIVOS ( ) AUTORA/SIGNATÁRIA Vereadora GRAÇA AMORIM-PTB EMENTA Institui o

Leia mais

ERRATA. O envelope nº. 2 se constituirá do seguinte: Envelope nº.2-a Proposta Técnica do Lote 1 e/ou Envelope nº. 2-B Proposta Técnica do Lote 2.

ERRATA. O envelope nº. 2 se constituirá do seguinte: Envelope nº.2-a Proposta Técnica do Lote 1 e/ou Envelope nº. 2-B Proposta Técnica do Lote 2. ERRATA 1. A Administração faz um acréscimo no subitem 1.5. OBJETO SOB LICITAÇÃO do item 1. CONDIÇÕES GERAIS do Edital, passando a ter a seguinte redação: 1.5. OBJETO SOB LICITAÇÃO - A finalidade da presente

Leia mais

0c D-1 ILMA. SENHORA CORDENADORA DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO CONSELHO

0c D-1 ILMA. SENHORA CORDENADORA DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO CONSELHO 0c29.0.2.D-1 ILMA. SENHORA CORDENADORA DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS (CFN) CFN PROTOCOLOS- DATA5J..J25.JZI$ RESPONSAVEL REF.: CONCORRÊNCIA CFN N 1/2015 SANTA CLARA ENGENHARIA

Leia mais

Breve Relato Sobre Licitações Públicas. Com ênfase na Modalidade Pregão Presencial e Pregão Eletrônico

Breve Relato Sobre Licitações Públicas. Com ênfase na Modalidade Pregão Presencial e Pregão Eletrônico Breve Relato Sobre Licitações Públicas Com ênfase na Modalidade Pregão Presencial e Pregão Eletrônico O que é Licitação? É um procedimento Administrativo para Aquisição de produtos ou Contratação de Serviços

Leia mais

interpretação/conceituação quanto ao grau de detalhamento necessário ao Projeto Básico.

interpretação/conceituação quanto ao grau de detalhamento necessário ao Projeto Básico. 1. Elaboração do Projeto Executivo na fase de licitação, antes do início da execução do objeto. ( 1º do art. 7º) Visa sanar a os inúmeros problemas pobe de interpretação/conceituação quanto ao grau de

Leia mais

PROC-IBR-GER 010/2016 Análise do Reajustamento

PROC-IBR-GER 010/2016 Análise do Reajustamento INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS IBRAOP INSTITUTO RUI BARBOSA IRB / COMITÊ OBRAS PÚBLICAS PROC-IBR-GER 010/2016 Análise do Reajustamento Primeira edição válida a partir de: / / www.ibraop.org.br

Leia mais

O TCU e a contratação de empregados nos Serviços Sociais Autônomos

O TCU e a contratação de empregados nos Serviços Sociais Autônomos O TCU e a contratação de empregados nos Serviços Sociais Autônomos Da natureza das Unidades do Sistema S São entidades paraestatais, sem finalidade lucrativa, criadas por lei que: trabalham ao lado do

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Página 1 de 5 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 7.892, DE 23 DE JANEIRO DE 2013 Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto Vigência no art. 15 da

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO IV DA ORGANIZAÇÃO DOS PODERES CAPÍTULO IV DAS FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA Seção I Do Ministério Público Art. 127. O Ministério Público é instituição

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Contratação direta para o remanescente de licitação realizada sob a modalidade de pregão eletrônico

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Contratação direta para o remanescente de licitação realizada sob a modalidade de pregão eletrônico Parecer Consultoria Tributária Segmentos sob a modalidade de pregão eletrônico 07/06/2016 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 2.1. Lei 10.520/2002... 3

Leia mais

1ª) A lei de 2011 autorizou a CRIAÇÃO da empresa pública denominada Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares - EBSERH; pelo (a):

1ª) A lei de 2011 autorizou a CRIAÇÃO da empresa pública denominada Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares - EBSERH; pelo (a): 1ª) A lei 12.550 de 2011 autorizou a CRIAÇÃO da empresa pública denominada Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares - EBSERH; pelo (a): A) Poder Legislativo. B) Poder Executivo C) Poder Judiciário D)

Leia mais

LEI MUNICIPAL N.º 4.164/2016

LEI MUNICIPAL N.º 4.164/2016 LEI MUNICIPAL N.º 4.164/2016 AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A CELEBRAR CONTRATOS DE GESTÃO COM ENTIDADE CIVIL FILANTRÓPICA PARA OPERACIONALIZAR O SAMU BÁSICO E/OU O SAMU AVANÇADO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

Regimes de execução dos contratos e contratação integrada

Regimes de execução dos contratos e contratação integrada Regime Diferenciado de Contratações - RDC Lei Federal nº 12.462/11 Regimes de execução dos contratos e contratação integrada Augusto Dal Pozzo Artigo 8º Regimes de contratação de obras e serviços de engenharia

Leia mais

CONSIDERAÇÕES INICIAIS

CONSIDERAÇÕES INICIAIS CONSIDERAÇÕES INICIAIS Iniciativa salutar em prol do aprimoramento do regime de licitações e contratos administrativos Mitiga o anacronismo da legislação vigente Incorpora elementos evolutivos da relação

Leia mais

Princípios da Administração Pública

Princípios da Administração Pública Princípios da Administração Pública PRINCÍPIO DA LEGALIDADE Conceito: Ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei (art. 5º, II da CF). O Princípio da legalidade

Leia mais

LEI /2016: NOVAS REGRAS DE LICITAÇÕES E CONTRATOS PARA AS ESTATAIS. Professor Paulo Sérgio Monteiro Reis. BELÉM/PA 20 e 21 de outubro de 2016

LEI /2016: NOVAS REGRAS DE LICITAÇÕES E CONTRATOS PARA AS ESTATAIS. Professor Paulo Sérgio Monteiro Reis. BELÉM/PA 20 e 21 de outubro de 2016 LEI 13.303/2016: NOVAS REGRAS DE LICITAÇÕES E CONTRATOS PARA AS ESTATAIS Professor Paulo Sérgio Monteiro Reis BELÉM/PA 20 e 21 de outubro de 2016 I. ESCOPO E METODOLOGIA A Lei nº 13.303, de 30 de junho

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS Coordenação Geral de Compras e Contratos

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS Coordenação Geral de Compras e Contratos Projeto - Compra Compartilhada Aquisição de Microcomputadores, Notebooks e Workstation Institutos e Universidades vinculadas à rede Federal de educação do Ministério da Educação Sistema de Registro de

Leia mais

PROC IBR EDIF /2014

PROC IBR EDIF /2014 INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS IBRAOP INSTITUTO RUI BARBOSA IRB / COMITÊ OBRAS PÚBLICAS PROC IBR EDIF 01.02.011/2014 01 - Fase Licitatória 01.02 - Análise das especificações, quantidades

Leia mais

Reunião COSEMS-CE. Lei /2014. Piso Salarial dos ACS e ACE

Reunião COSEMS-CE. Lei /2014. Piso Salarial dos ACS e ACE Reunião COSEMS-CE Lei 12.994/2014 Piso Salarial dos ACS e ACE O Piso Nacional criado corresponde ao vencimento inicial dos ACS e ACE (Art. 9º-A). Desse modo, o valor fixado não contempla eventuais adicionais

Leia mais

RESOLUÇÃO N I - a atuação da entidade com derivativos de renda variável subordina-se aos limites referidos no art.25, inciso II, alínea 'd';

RESOLUÇÃO N I - a atuação da entidade com derivativos de renda variável subordina-se aos limites referidos no art.25, inciso II, alínea 'd'; RESOLUÇÃO N 3357 Documento normativo revogado pela Resolução 3456, de 01/06/2007. Altera o Regulamento anexo à Resolução 3.121, de 2003, que dispõe sobre as diretrizes pertinentes à aplicação dos recursos

Leia mais

ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO CONSTITUCIONAL PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO EMPRESARIAL E CIVIL

ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO CONSTITUCIONAL PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO EMPRESARIAL E CIVIL Ementa aula 12 de novembro de 2013. 18 de novembro de 2013. ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO CONSTITUCIONAL PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO EMPRESARIAL E CIVIL Professora: Ana Claudia Finger Mestre em Direito do

Leia mais

www.opiceblum.com.br O Marco Civil da Internet, Novas Aplicações, Riscos Legais e Oportunidades para o Setor Bancário Rubia Ferrão FONTES DE DIREITO CF LEIS CP, CC,CPC, CLT, CTN, CDC etc. Demais Atos Decretos,

Leia mais

Observação. Empresa pública. Conceitos: Distinção. Sociedade de economia mista 12/11/2012 EMPRESAS PÚBLICAS E SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA

Observação. Empresa pública. Conceitos: Distinção. Sociedade de economia mista 12/11/2012 EMPRESAS PÚBLICAS E SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA Observação EMPRESAS PÚBLICAS E SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA Nem toda empresa estatal é empresa pública ou sociedade de economia mista. Para que seja empresa pública ou sociedade de economia mista, é necessário

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Nº /2016

INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Nº /2016 INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Nº. 00007/2016 Orienta os Municípios goianos sobre o credenciamento de prestadores de serviços de saúde e médicos para a prestação complementar de serviços públicos de saúde O DO

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS 02/2016

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS 02/2016 Página 1 de 5 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS 02/2016 Processo nº 04/2016 Pregão Presencial nº 04/2016 O CENTRO UNIVERSITÁRIO MUNICIPAL DE FRANCA UNI-FACEF situado na Av. Major Nicácio, 2433, Bairro São José,

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 28, DE 5 DE MAIO DE Estabelece regras para a implementação da homepage Contas Públicas, de que trata a Lei nº 9.755/98.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 28, DE 5 DE MAIO DE Estabelece regras para a implementação da homepage Contas Públicas, de que trata a Lei nº 9.755/98. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 28, DE 5 DE MAIO DE 1999 Estabelece regras para a implementação da homepage Contas Públicas, de que trata a Lei nº 9.755/98. O TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO, no uso de suas atribuições

Leia mais

CAPÍTULO II Fornecedores SEÇÃO I Qualificação de fornecedores de produtos e insumos

CAPÍTULO II Fornecedores SEÇÃO I Qualificação de fornecedores de produtos e insumos REGULAMENTO PRÓPRIO PARA CONTRATAÇÃO DE OBRAS, SERVIÇOS E COMPRAS COM RECURSOS PROVENIENTES DO PODER PÚBLICO. CONSIDERANDO a necessidade de estabelecer normas de padronização para aquisição de materiais,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 287, DE 23 DE JULHO DE 2002 Revogada pela Resolução nº 752/2015

RESOLUÇÃO Nº 287, DE 23 DE JULHO DE 2002 Revogada pela Resolução nº 752/2015 RESOLUÇÃO Nº 287, DE 23 DE JULHO DE 2002 Revogada pela Resolução nº 752/2015 Institui linha de crédito denominada PROGER Urbano Micro e Pequena Empresa Capital de Giro, no âmbito do Programa de Geração

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 015/98 DA CONGREGAÇÃO DA ESCOLA DE FARMÁCIA E ODONTOLOGIA DE ALFENAS

RESOLUÇÃO nº 015/98 DA CONGREGAÇÃO DA ESCOLA DE FARMÁCIA E ODONTOLOGIA DE ALFENAS RESOLUÇÃO nº 015/98 DA CONGREGAÇÃO DA ESCOLA DE FARMÁCIA E ODONTOLOGIA DE ALFENAS A Congregação da Escola de Farmácia e Odontologia de Alfenas, no uso de suas atribuições regimentais e tendo em vista o

Leia mais

VILMÁRIA CAVALCANTE ARAÚJO MOTA

VILMÁRIA CAVALCANTE ARAÚJO MOTA Apresentação O tema Licitações e Contratos, mormente ligado aos aspectos jurídicos das práticas de gestão, encontram-se, interna e externamente na administração pública, de forma nebulosa e cheia de problemas,

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO - ASSEMBLEIA LEGISLATIVA SÃO PAULO - TÉCNICO LEGISLATIVO DIREITO

CONTROLE DE CONTEÚDO - ASSEMBLEIA LEGISLATIVA SÃO PAULO - TÉCNICO LEGISLATIVO DIREITO CONTROLE DE CONTEÚDO - ASSEMBLEIA LEGISLATIVA SÃO PAULO - TÉCNICO LEGISLATIVO DIREITO LÍNGUA PORTUGUESA 1 Leitura e análise de textos. Estruturação do texto e dos parágrafos. Significação contextual de

Leia mais

Marco Civil e a Proteção de Dados Brasília, 10 de novembro de 2016

Marco Civil e a Proteção de Dados Brasília, 10 de novembro de 2016 Marco Civil e a Proteção de Dados Brasília, 10 de novembro de 2016 Carlos Bruno Ferreira da Silva Procurador da República Secretário de Cooperação Internacional Adjunto da PGR Coordenador do GT de Tecnologia

Leia mais

Compras Públicas Centralizadas Acordos Quadro

Compras Públicas Centralizadas Acordos Quadro Compras Públicas Centralizadas Acordos Quadro AESE, 4 de dezembro de 2014 Artur Trindade Mimoso Vogal Executivo do Conselho de Administração Ideia das compras públicas Plataforma eletrónica de contratação

Leia mais

Audiência Pública Lei 8.666/93

Audiência Pública Lei 8.666/93 Audiência Pública Lei 8.666/93 Art. 39. Sempre que o valor estimado para uma licitação ou para um conjunto de licitações simultâneas ou sucessivas for superior a 100 (cem) vezes o limite previsto no art.

Leia mais

DA INTENÇÃO DE RECURSO

DA INTENÇÃO DE RECURSO Ao SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. DEPARTAMENTO REGIONAL DA BAHIA. SENAI/DR/BA. At. Sr. Presidente da Comissão de Licitação. Sistema FIEB. Ref. Recurso Administrativo (Pregão Eletrônico nº

Leia mais

RELATÓRIO ESTRATÉGICO SETOR DE LICITAÇÕES E CONTRATOS

RELATÓRIO ESTRATÉGICO SETOR DE LICITAÇÕES E CONTRATOS RELATÓRIO ESTRATÉGICO SETOR DE LICITAÇÕES E CONTRATOS INTRODUÇÃO Este relatório tem como objetivo divulgar as diversas ações implementadas por este setor no período de 2012/2013 de modo a prestar auxílio

Leia mais

Como contratar TI com riscos baixos. Carlos Mamede Sefti/TCU

Como contratar TI com riscos baixos. Carlos Mamede Sefti/TCU Como contratar TI com riscos baixos Carlos Mamede Sefti/TCU Contratação de TI Riscos envolvidos na contratação Mitigação dos riscos Como contratar TI com riscos baixos 2 Agenda 1. Contratações públicas

Leia mais

PERGUNTA 1: O Edital do Pregão Eletrônico prevê, em seu item 4.1.1:

PERGUNTA 1: O Edital do Pregão Eletrônico prevê, em seu item 4.1.1: Esclarecimentos I PERGUNTA 1: O Edital do Pregão Eletrônico prevê, em seu item 4.1.1: 4.1.1 Deverão ser protocolados na ANP, Avenida Rio Branco nº 65, 16º andar, Superintendência de Abastecimento, Centro,

Leia mais

COP Comissão de Obras Públicas da CBIC

COP Comissão de Obras Públicas da CBIC INSTITUIÇÃO DO REGIME DIFERENCIADO DE CONTRATAÇÕES PÚBLICAS RDC Analise e posicionamento da Comissão de Obras Públicas COP da Câmara Brasileira da Indústria da Construção Com ampla participação das entidades

Leia mais

O que o Sebrae pode fazer pelo seu negócio: desenvolvimento sustentável das MPE e fomentar o empreendedorismo.

O que o Sebrae pode fazer pelo seu negócio: desenvolvimento sustentável das MPE e fomentar o empreendedorismo. O que o Sebrae pode fazer pelo seu negócio: Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável das MPE e fomentar o empreendedorismo. Palestra: Oportunidade de Negócios para as MPE nas Compras

Leia mais

CONTRATAÇÃO DIRETA NO ÂMBITO DO RDC

CONTRATAÇÃO DIRETA NO ÂMBITO DO RDC CONTRATAÇÃO DIRETA NO ÂMBITO DO RDC Marçal Justen Neto LL.M em Direito Público pela London School of Economics - LSE Advogado de Justen, Pereira, Oliveira e Talamini 1. Introdução A legislação do Regime

Leia mais

ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO

ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO O MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA URTIGA-RS, pessoa jurídica de direito público, inscrito no CNPJ sob nº 90.483.082/0001-65, com sede na Avenida Professor Zeferino, n.

Leia mais

Concessão, Permissão e Autorização de Serviço Público. Diana Pinto e Pinheiro da Silva

Concessão, Permissão e Autorização de Serviço Público. Diana Pinto e Pinheiro da Silva Concessão, Permissão e Autorização de Serviço Público Diana Pinto e Pinheiro da Silva 1. Execução de Serviço Público Execução de serviço público Dificuldade de definição [...] o conceito de serviço público

Leia mais

COMPANHIA DO METROPOLITANO DE SÃO PAULO - METRÔ. Setembro/2004

COMPANHIA DO METROPOLITANO DE SÃO PAULO - METRÔ. Setembro/2004 COMPANHIA DO METROPOLITANO DE SÃO PAULO - METRÔ DIRETORIA ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA - DF GERÊNCIA DE CONTRATAÇÕES E COMPRAS - GCP Setembro/2004 Apresentação do tema Objetivo Exposição de planejamento

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO DE DEFESA CONTAS ANUAIS DE GESTÃO FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE JACIARA EXERCÍCIO 2012

RELATÓRIO TÉCNICO DE DEFESA CONTAS ANUAIS DE GESTÃO FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE JACIARA EXERCÍCIO 2012 RELATÓRIO TÉCNICO DE DEFESA CONTAS ANUAIS DE GESTÃO FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE JACIARA EXERCÍCIO 2012 PROCESSO N.º : 12386-2/2012 PRINCIPAL : Fundo Municipal de Previdência Social

Leia mais

NORMATIVO SARB 017/2016 aprovado em 25 de agosto de 2016 e publicado em 30 de agosto de 2016

NORMATIVO SARB 017/2016 aprovado em 25 de agosto de 2016 e publicado em 30 de agosto de 2016 NORMATIVO SARB 017/2016 aprovado em 25 de agosto de 2016 e publicado em 30 de agosto de 2016 O Sistema de Autorregulação Bancária da Federação Brasileira de Bancos - FEBRABAN institui o NORMATIVO DE ADEQUAÇÃO

Leia mais

Concessão e PPP Fundamentos e oportunidades. Aldo Mattos Júlio Roppa Carlos Braga Daniel Szyfman

Concessão e PPP Fundamentos e oportunidades. Aldo Mattos Júlio Roppa Carlos Braga Daniel Szyfman Concessão e PPP Fundamentos e oportunidades Aldo Mattos Júlio Roppa Carlos Braga Daniel Szyfman AEERJ, 27 de julho de 2016 Fonte: Radar PPP Mercado de PPPs no Brasil Principais Conceitos Contratações de

Leia mais

COLETA DE PREÇOS nº 01/2014

COLETA DE PREÇOS nº 01/2014 COLETA DE PREÇOS nº 01/2014 1. PREÂMBULO 1.1. A ASSOCIAÇÃO MUSEU AFRO BRASIL, torna pública a realização de Seleção de Fornecedores na modalidade Coleta de Preços, pelo critério de menor preço, objetivando

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA QUE ENTRE SI CELEBRAM UNIÃO, MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO E AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA PARA ESTABELECER AS DIRETRIZES PARA A EXECUÇÃO DOS PROJETOS E DAS OBRAS DO PARQUE OLÍMPICO

Leia mais

ELABORAÇÃO DE EDITAIS Prof. Alessandro Dantas 16 de março de 2016

ELABORAÇÃO DE EDITAIS Prof. Alessandro Dantas 16 de março de 2016 ELABORAÇÃO DE EDITAIS Prof. Alessandro Dantas 16 de março de 2016 CONTRATAÇÃO E GESTÃO PÚBLICA QUAL É O PRINCIPAL MEIO QUE A ADMINISTRAÇÃO UTILIZA PARA CONTRATAR? LICITAÇÃO CONCEITO DE LICITAÇÃO O QUE

Leia mais

RESPOSTA À SOLICITAÇÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO Nº 014/ PROCESSO Nº 086/2015.

RESPOSTA À SOLICITAÇÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO Nº 014/ PROCESSO Nº 086/2015. RESPOSTA À SOLICITAÇÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO Nº 014/2015 - PROCESSO Nº 086/2015. 1. Trata-se de pedido de impugnação ao Edital do Pregão Presencial nº 014/2015, que tem por objeto a contratação

Leia mais

MUNICÍPIO DE POMBAL PREFEITURA MUNICIPAL DE POMBAL PROCURADORIA JURÍDICA DO MUNICÍPIO

MUNICÍPIO DE POMBAL PREFEITURA MUNICIPAL DE POMBAL PROCURADORIA JURÍDICA DO MUNICÍPIO MUNICÍPIO DE POMBAL PREFEITURA MUNICIPAL DE POMBAL PROCURADORIA JURÍDICA DO MUNICÍPIO Pregão Presencial n 0006/2016 Processo n 09.084.054.0013/2016 Origem: Comissão Permanente de Licitação Assunto: Contratação

Leia mais

Nota, xi Nota à 9a edição, xiii

Nota, xi Nota à 9a edição, xiii Nota, xi Nota à 9a edição, xiii 1 Direito Administrativo, 1 1.1 Introdução ao estudo do Direito Administrativo, 1 1.2 Ramo do direito público, 3 1.3 Conceito de Administração Pública e de Direito Administrativo,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARMO DA CACHOEIRA ESTADO DE MINAS GERAIS GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARMO DA CACHOEIRA ESTADO DE MINAS GERAIS GABINETE DO PREFEITO 1 LEI Nº. 2.232, de 20 de outubro de 2011 Dispõe sobre a criação da Imprensa Oficial do Município de Carmo da Cachoeira-MG, e dá outras providências. A Câmara Municipal de Carmo da Cachoeira, por seus

Leia mais

MARCO REGULATÓRIO DAS SOCIEDADES CIVIS TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

MARCO REGULATÓRIO DAS SOCIEDADES CIVIS TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MARCO REGULATÓRIO DAS SOCIEDADES CIVIS TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Airton Roberto Rehbein Auditor Público MARCO REGULATÓRIO DAS SOCIEDADES CIVIS A Lei Federal 3.204/2015 alterou a

Leia mais

Organização da Aula 2. Gestão do Orçamento Público. Aula 2. Contextualização

Organização da Aula 2. Gestão do Orçamento Público. Aula 2. Contextualização Organização da Aula 2 Gestão do Orçamento Público Aula 2 Base legal e orçamento público Princípios Constitucionais; Legislação e instrumentos legais de planejamento público orçamentário. Prof. Nivaldo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LADAINHA CGC: / PRAÇA FREI PEDRO, 02 CENTRO - LADAINHA/MG. TELEFAX:

PREFEITURA MUNICIPAL DE LADAINHA CGC: / PRAÇA FREI PEDRO, 02 CENTRO - LADAINHA/MG. TELEFAX: PREFEITURA MUNICIPAL DE LADAINHA CGC: 18.404.863/0001-90 PRAÇA FREI PEDRO, 02 CENTRO - LADAINHA/MG. TELEFAX: 33-3524-1277 DECRETO Nº 073/2011, DE 09 DE DEZEMBRO DE 2011 Regulamenta o tratamento favorecido,

Leia mais

Direito Administrativo Decreto nº 7.892, de 23 de Janeiro de 2013.

Direito Administrativo Decreto nº 7.892, de 23 de Janeiro de 2013. Direito Administrativo Decreto nº 7.892, de 23 de Janeiro de 2013. DECRETO Nº 7.892, DE 23 DE JANEIRO DE 2013 Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de

Leia mais

CONTRATAÇÃO PÚBLICA. 5 de novembro de Ana Luísa Nunes

CONTRATAÇÃO PÚBLICA. 5 de novembro de Ana Luísa Nunes 5 de novembro de 2015 Ana Luísa Nunes A LEGISLAÇÃO EM MATÉRIA DE CONTRATAÇÃO PÚBLICA O NOSSO ORDENAMENTO JURÍDICO TEM SUBACENTE: A ADUDICAÇÃO DAS MELHORES PROPOSTAS QUE O MERCADO PODE OFERECER? OU DE PROPOSTAS

Leia mais