8 de março de 2012: Dia Internacional da Mulher Desigualdade de género na União Europeia

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "8 de março de 2012: Dia Internacional da Mulher Desigualdade de género na União Europeia"

Transcrição

1 Direção Geral da Comunicação Direção das Relações com os Cidadãos Unidade de Acompanhamento da Opinião Pública Bruxelas, 7 de março de de março de 2012: Dia Internacional da Mulher Desigualdade de género na União Europeia Inquérito flash do Eurobarómetro do Parlamento Europeu (EB flash 341) SÍNTESE ANALÍTICA Cobertura: UE 27 ( cidadãos europeus) População: Europeus com idade igual ou superior a 15 anos Metodologia: Telefone (CATI) Trabalho de campo: 19 e 21 de janeiro de 2012, realizado pela TNS Opinion INTRODUÇÃO 3 I DESIGUALDADE DE GÉNERO 5 II DISPARIDADE SALARIAL ENTRE MULHERES E HOMENS 8 III MEDIDAS PARA FAZER FACE À DISPARIDADE SALARIAL 12 ANEXO 16

2 2/16

3 INTRODUÇÃO Este ano, no Dia Internacional da Mulher (8 de março), o Parlamento Europeu irá concentrar-se na questão da disparidade salarial entre mulheres e homens Neste sentido, o Parlamento solicitou à agência TNS Opinion que realizasse, por telefone, um inquérito flash, o qual foi conduzido em 19 e 20 de janeiro de 2012 a cidadãos europeus dos 27 Estados-Membros da UE As questões colocadas referiam-se especialmente à disparidade salarial, mas também a vários outros temas O relatório da TNS Opinion expõe, de forma pormenorizada, os resultados do inquérito, cujos temas centrais são as responsabilidades de guarda de crianças e as questões de género no contexto dos trabalhos Antes de especificar as principais tendências assinaladas no inquérito, é importante sublinhar que os seis Estados-Membros mais populosos representam cerca de 70% da média da UE Assim, os resultados devem também ser analisados no contexto de todos os resultados nacionais, dispostos nas tabelas apresentadas nesta síntese, bem como no relatório da TNS Opinion Quando questionados sobre a gravidade da desigualdade de género no seu país, 52% dos europeus (M 58%; H 46%) afirmaram encará-la como um problema "grave", enquanto 45% consideram o contrário A maioria absoluta dos inquiridos em 10 dos Estados-Membros considerou a desigualdade de género um problema grave Ao observar as tabelas da TNS Opinion, é notória, a cada pergunta colocada, a importância que, por vezes, têm as diferenças entre os Estados-Membros 3/16

4 TENDÊNCIAS GERAIS Previsivelmente, na opinião das mulheres, a desigualdade de género, em geral, e a disparidade salarial, em particular, são problemas mais graves do que na opinião dos homens, situando-se entre 12 e 14 pontos percentuais a diferença entre os resultados dos dois grupos 60% dos europeus consideram que a desigualdade de género tem vindo a diminuir nos últimos 10 anos No entanto, quase um quarto da população inquirida (24%) considera que a desigualdade aumentou, enquanto 12% afirma espontaneamente que não houve qualquer alteração Os europeus consideram que a mais importante forma de desigualdade de género é a violência contra as mulheres (48%), imediatamente seguida da disparidade salarial (43%) O tráfico de mulheres e a prostituição surgem em terceiro lugar, com 36% Os europeus foram inquiridos, em concreto, sobre a sua perspetiva em relação à disparidade salarial: 69% (M 76% e H 62%) dos inquiridos consideram-na um problema "grave" Esta é a opinião maioritária em 25 dos 27 Estados-Membros Apenas 28% dos inquiridos consideram que a disparidade salarial não representa um problema grave Relativamente ao melhor meio para fazer face à disparidade salarial, 47% dos europeus são a favor de iniciativas a nível da UE, 38% a favor de iniciativas a nível nacional e 11% são favoráveis a iniciativas a nível local ou regional Os inquiridos foram ainda questionados sobre as medidas que contribuiriam mais para reduzir a disparidade salarial entre mulheres e homens A este respeito, os europeus estão divididos entre a eficácia dos incentivos e a eficácia das sanções, pelo que os resultados registados para as seguintes hipóteses são muito semelhantes: facilitação do acesso de mulheres e homens a qualquer tipo de emprego (27%), imposição de sanções financeiras às empresas que não respeitem a igualdade entre homens e mulheres (26%) e instituição de tabelas salariais transparentes nas empresas (24%) NB: É importante que os leitores tenham presente que os resultados de inquéritos representam estimativas, cuja precisão depende, de um modo geral, da dimensão da amostra e das percentagens registadas Para amostras de cerca de 1000 entrevistas (dimensão das amostras geralmente utilizadas a nível dos Estados-Membros), a percentagem real (ou seja, a percentagem que seria obtida caso toda a população fosse inquirida) varia entre os seguintes limites de confiança: Percentagens registadas 10% or 90% 20% or 80% 30% or 70% 40% or 60% 50% Limites de confiança +/- 19 points +/- 25 points +/- 27 points +/- 30 points +/- 31 points 4/16

5 I DESIGUALDADE DE GÉNERO Média europeia Q3 - Na sua opinião, quais das desigualdades entre homens e mulheres da seguinte lista são as mais importantes? Em relação às várias formas de desigualdade, os resultados são os seguintes: A disparidade salarial entre homens e mulheres surge em segundo lugar, com 43%, entre a violência contra as mulheres (48%) e o tráfico de mulheres (36%) As dificuldades de acesso das mulheres a posições de responsabilidade surgem logo de seguida (baixa proporção de mulheres em posições de responsabilidade nas empresas (30%) e na política (23%)) As questões familiares, ou seja, a partilha desigual de responsabilidades e tarefas entre mulheres e homens no contexto familiar, foram mencionadas por 22% dos inquiridos 5/16

6 Variações entre os Estados-Membros Q3 - Na sua opinião, quais das desigualdades entre homens e mulheres da seguinte lista são as mais importantes? Em primeiro lugar? Em segundo lugar? Violence against women The pay gap between women and men Trafficking in women, prostitution The small proportion of women in positions of responsibility in companies The small proportion of women in positions of responsibility in politics The unequal sharing of responsibilities and tasks between women and men in families The persistence of sexist stereotypes UE27 48% 43% 36% 30% 23% 22% 13% BE 47% 50% 35% 32% 24% 26% 15% BG 41% 34% 39% 19% 22% 31% 16% CZ 39% 55% 26% 31% 41% 33% 11% DK 51% 34% 60% 15% 6% 7% 10% DE 27% 59% 20% 44% 22% 22% 11% EE 30% 55% 23% 24% 29% 22% 9% IE 44% 27% 48% 29% 33% 21% 10% EL 55% 23% 47% 20% 19% 30% 14% ES 74% 42% 42% 22% 11% 27% 11% FR 49% 54% 24% 37% 28% 23% 14% IT 58% 23% 37% 32% 28% 17% 11% CY 42% 34% 35% 21% 33% 28% 13% LV 36% 43% 33% 20% 26% 29% 18% LT 60% 41% 40% 12% 13% 23% 4% LU 34% 44% 29% 36% 24% 29% 12% HU 39% 45% 32% 26% 27% 33% 6% MT 50% 31% 34% 31% 26% 36% 12% NL 35% 42% 48% 41% 25% 20% 21% AT 43% 61% 30% 32% 18% 22% 11% PL 33% 46% 35% 28% 26% 28% 17% PT 57% 35% 42% 27% 28% 26% 9% RO 62% 23% 54% 20% 23% 22% 7% SI 48% 33% 26% 31% 27% 26% 6% SK 43% 47% 29% 27% 32% 29% 10% FI 41% 57% 28% 25% 7% 14% 16% SE 64% 53% 47% 21% 19% 11% 10% UK 50% 35% 47% 23% 23% 17% 15% Highest percentage per country Highest percentage per item Lowest percentage per country Lowest percentage per item A violência contra as mulheres surge em primeiro lugar em 12 dos 27 Estados-Membros, tendo a Espanha (74%), a Suécia (64%) e a Roménia (62%) registado os resultados mais elevados A disparidade salarial surge em primeiro lugar em 12 Estados-Membros, tendo a Áustria (61%), a Alemanha (59%) e a Finlândia (57%) registado os resultados mais elevados O tráfico de mulheres e a prostituição são considerados a forma mais importante de desigualdade de género em três Estados-Membros, designadamente na Dinamarca (60%), na Irlanda e nos Países Baixos (ambos com 48%) 6/16

7 Análise sociodemográfica Q3 - Na sua opinião, quais das desigualdades entre homens e mulheres da seguinte lista são as mais importantes? As mulheres dão mais importância do que os homens às duas primeiras formas de desigualdade: violência (M 50%; H 46%) e disparidade salarial (M 46%; H 39%) O mesmo acontece com a baixa proporção de mulheres em posições de responsabilidade nas empresas (M 32%; H 29%), bem como com a partilha desigual de responsabilidades no contexto familiar (M 25%; H 20%) Os jovens demonstram estar mais sensibilizados para a questão do tráfico de mulheres (44%) e menos sensibilizados para a disparidade salarial (38%) 7/16

8 II DISPARIDADE SALARIAL ENTRE MULHERES E HOMENS Média europeia Q4 - Pessoalmente, com base nos seus conhecimentos sobre a disparidade salarial entre mulheres e homens, em que medida diria que este é um problema muito grave, grave, pouco grave ou nada grave? A disparidade salarial entre os géneros é considerada um problema grave por quase 7 europeus em cada 10 (69%), sendo que 23% dos inquiridos a consideram um problema "muito grave" A disparidade salarial é considerada um problema pouco grave por 21% dos inquiridos e nada grave por 7% 8/16

9 Variações entre os Estados-Membros Q4 - Pessoalmente, com base nos seus conhecimentos sobre a disparidade salarial entre mulheres e homens, em que medida diria que este é um problema muito grave, grave, pouco grave ou nada grave? A França (85%), a Bélgica e a Espanha (ambas com 81%) e a Suécia (80%) constituem os Estados-Membros onde o maior número de pessoas considera a disparidade salarial um problema grave Apenas dois Estados-Membros registam uma percentagem inferior a 50% nesta questão: a Letónia (32%) e a Lituânia (45%) Finalmente, a Letónia é o único Estado-Membro onde a maioria absoluta dos inquiridos considera que a disparidade salarial entre os géneros não constitui um problema grave (63%) 9/16

10 Perceção do problema e estatísticas nacionais (Eurostat) % Pay gap between women and men is a serious problem EB/EP EUROBAROMETER FLASH 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% B PL LU EU2 IT RO PT UK B SI IE MT HU FI SE FR DK LT ES NL LV CY SK DE AT CZ 0% 0% 5% 10% 15% 20% 25% 30% 35% % Pay gap between women and men (Eurostat) *Dados do Eurostat relativos a 2010 para 24 Estados-Membros; dados do Eurostat relativos a 2009 para a Polónia; dados não disponíveis para a Grécia e a Estónia Da esquerda para a direita, o primeiro círculo engloba os Estados-Membros onde a disparidade salarial, não obstante ser reduzida nestes países (10% ou inferior), é vista como um problema grave ou muito grave O segundo círculo compreende os Estados-Membros onde a disparidade salarial é relativamente elevada (superior a 10%) e onde a população a considera um problema muito grave O terceiro círculo é composto pelos Estados-Membros que revelam uma boa correlação entre a disparidade salarial efetiva e a perceção que a população tem da mesma 10/16

11 Análise sociodemográfica Q4 - Pessoalmente, com base nos seus conhecimentos sobre a disparidade salarial entre mulheres e homens, em que medida diria que este é um problema muito grave, grave, pouco grave ou nada grave? Total 'Serious' Total 'Not serious' Don't know EU27 69% 28% 3% Gender Male 62% 35% 3% Female 76% 21% 3% Age % 35% 3% % 30% 3% % 26% 3% % 24% 4% Education (End of) 15-73% 22% 5% % 28% 3% % 28% 3% Still studying 64% 33% 3% Respondent occupation scale Self- employed 64% 33% 3% Employés 67% 30% 3% Manual workers 68% 29% 3% Not working 72% 24% 4% Mais de três em cada quatro mulheres consideram que a disparidade salarial constitui um problema grave (76%), por oposição a 62% dos homens Mais homens (35%) do que mulheres (21%) consideram que a disparidade salarial não é um problema grave 11/16

12 III MEDIDAS PARA FAZER FACE À DISPARIDADE SALARIAL Média europeia Q6 - Em média, na União Europeia, as mulheres ganham 17,5% menos do que os homens para trabalho de valor igual No geral, diria que a solução para esta questão tem de ser encontrada Quase um em cada dois europeus (47%) considera que a solução para a disparidade salarial entre mulheres e homens deve ser encontrada a nível da UE 38% dos europeus são a favor de iniciativas a nível nacional, enquanto 11% consideram que as iniciativas devem ser tomadas a nível local ou regional 12/16

13 Variações entre os Estados-Membros Q6 - Em média, na União Europeia, as mulheres ganham 17,5% menos do que os homens para trabalho de valor igual No geral, diria que a solução para esta questão tem de ser encontrada At the European Union level At national level At local or regional level Don't know UE27 47% 38% 11% 4% BE 61% 27% 9% 3% BG 39% 38% 18% 5% CZ 30% 45% 19% 6% DK 39% 36% 17% 8% DE 45% 40% 10% 5% EE 28% 51% 12% 9% IE 51% 33% 13% 3% EL 51% 33% 13% 3% ES 73% 20% 5% 2% FR 48% 40% 9% 3% IT 54% 32% 10% 4% CY 56% 20% 19% 5% LV 50% 21% 24% 5% LT 43% 23% 27% 7% LU 61% 28% 9% 2% HU 37% 48% 11% 4% MT 40% 36% 18% 6% NL 46% 40% 11% 3% AT 49% 32% 14% 5% PL 40% 47% 10% 3% PT 65% 24% 8% 3% RO 47% 34% 16% 3% SI 44% 42% 9% 5% SK 43% 40% 14% 3% FI 32% 43% 21% 4% SE 43% 37% 18% 2% UK 31% 50% 15% 4% Highest percentage per country Lowest percentage per country Highest percentage by item Lowest percentage by item Em 21 dos 27 Estados-Membros, a solução a nível da UE é considerada a hipótese mais apropriada, tendo a Espanha (73%), Portugal (65%), a Bélgica (61%) e o Luxemburgo (61%) registado os valores mais elevados Seis Estados-Membros a Estónia (51%), o Reino Unido (50%), a Hungria (48%), a Polónia (47%), a República Checa (45%) e a Finlândia (43%) consideram que a solução deve ser encontrada a nível nacional 13/16

14 Média europeia Q7 - Na sua opinião, quais das seguintes medidas contribuiriam mais para reduzir a disparidade salarial entre as mulheres e os homens no seu país? Os inquiridos foram questionados sobre as medidas que mais contribuiriam para reduzir a disparidade salarial Os resultados revelam que as preferências em relação a este assunto não são claras Os europeus estão divididos entre a eficácia dos "incentivos" e a eficácia das "sanções", pelo que os resultados registados para as seguintes hipóteses são muito semelhantes: facilitação do acesso de mulheres e homens a qualquer tipo de emprego (27%), imposição de sanções financeiras às empresas que não respeitem a igualdade entre homens e mulheres (26%) e instituição de tabelas salariais transparentes nas empresas (24%) 14/16

15 Variações entre os Estados-Membros Q7 - Na sua opinião, quais das seguintes medidas contribuiriam mais para reduzir a disparidade salarial entre as mulheres e os homens no seu país? Facilitating access for women and men to any type of employment (for example, men in social work and women in scientific and IT professions) Imposing financial penalties on companies that do not respect gender equality (for example, on pay and promotion) Transparent pay scales in companies Encouraging and supporting people who report cases of unequal pay Other (SPONTANEUS) Don't know UE27 27% 26% 24% 16% 2% 5% BE 25% 30% 23% 18% 1% 3% BG 31% 25% 25% 11% 1% 7% CZ 38% 23% 25% 8% 1% 5% DK 35% 10% 32% 13% 4% 6% DE 32% 16% 30% 13% 3% 6% EE 22% 12% 32% 19% 3% 12% IE 18% 31% 29% 18% 2% 2% EL 26% 33% 17% 17% 3% 4% ES 33% 29% 21% 13% 1% 3% FR 22% 34% 25% 14% 3% 2% IT 30% 29% 20% 15% 2% 4% CY 26% 22% 26% 17% 3% 6% LV 30% 24% 23% 17% 1% 5% LT 29% 17% 27% 19% 3% 5% LU 29% 27% 22% 17% 1% 4% HU 26% 23% 29% 15% 2% 5% MT 18% 30% 19% 27% 1% 5% NL 19% 25% 37% 15% 2% 2% AT 29% 19% 31% 13% 2% 6% PL 34% 26% 14% 20% 1% 5% PT 19% 27% 22% 24% 2% 6% RO 19% 29% 23% 20% 2% 7% SI 27% 30% 22% 12% 4% 5% SK 27% 26% 29% 13% 1% 4% FI 33% 18% 31% 12% 1% 5% SE 28% 24% 22% 18% 2% 6% UK 14% 32% 27% 20% 1% 6% Highest percentage per country Lowest percentage per country Highest percentage by item Lowest percentage by item Facilitação do acesso de mulheres e homens a qualquer tipo de emprego (UE 27%): é considerada a forma mais eficaz de redução da disparidade salarial em 13 dos 27 Estados-Membros, tendo a República Checa (38%), a Dinamarca (35%) e a Polónia (34%) registado os resultados mais elevados Imposição de sanções financeiras às empresas que não respeitem a igualdade entre homens e mulheres (UE 26%): é a medida favorita em nove Estados-Membros, liderados pela França (34%), pela Grécia (33%) e pelo Reino Unido (32%) Instituição de tabelas salariais transparentes nas empresas (UE 24%): regista resultados particularmente elevados em seis Estados-Membros, nomeadamente nos Países Baixos (37%), na Estónia (32%), na Dinamarca (32%), na Áustria (31%), na Finlândia (31%) e na Alemanha (30%) Encorajar e apoiar as pessoas que denunciem casos de disparidades nas remunerações (UE 16%): regista resultados acima da média europeia em Malta (27%) e Portugal (24%) 15/16

16 Direção Geral da Comunicação Direção das Relações com os Cidadãos Unidade de Acompanhamento da Opinião Pública ANEXO PROPORÇÃO DE MULHERES NO PARLAMENTO EUROPEU E NOS PARLAMENTOS NACIONAIS EM 27 DE FEVEREIRO DE 2012 Country EUROPEAN PARLIAMENT TOTAL Number TOTAL Percentage NATIONAL PARLIAMENTS TOTAL Number TOTAL Percentage Seats Seats Men Women Men Women EP NP Men Women Men Women BE % 36% % 39% BG % 33% % 24% CZ % 18% % 22% DK % 46% % 39% DE % 37% % 33% EE % 50% % 20% IE % 33% % 15% EL % 32% % 17% ES % 41% % 37% FR % 45% % 19% IT % 22% % 21% CY % 33% % 11% LV % 33% % 21% LT % 25% % 19% LU % 17% % 20% HU % 41% % 9% MT % 0% % 9% NL % 42% % 39% AT % 32% % 28% PL % 22% % 24% PT % 36% % 27% RO % 36% % 11% SI % 50% % 36% SK % 38% % 16% FI % 62% % 43% SE % 45% % 45% UK % 32% % 22% Total Valeur Absolue % 35% % 25% Unidade de Acompanhamento da Opinião Pública Jacques Nancy ( ) 16/16

Idade média das mulheres ao nascimento dos filhos e envelhecimento da população feminina em idade fértil,

Idade média das mulheres ao nascimento dos filhos e envelhecimento da população feminina em idade fértil, «Idade média das mulheres ao nascimento dos filhos e envelhecimento da população feminina em idade fértil, Departamento de Estatísticas Demográficas e Sociais Serviço de Estatísticas Demográficas 07/10/2016

Leia mais

Envia-se em anexo, à atenção das delegações, o documento COM(2017) 217 final - ANEXO 1.

Envia-se em anexo, à atenção das delegações, o documento COM(2017) 217 final - ANEXO 1. Conselho da União Europeia Bruxelas, 12 de maio de 2017 (OR. en) 9046/17 ADD 1 EF 97 ECOFIN 351 AGRIFIN 50 NOTA DE ENVIO de: data de receção: 8 de maio de 2017 para: Secretário-Geral da Comissão Europeia,

Leia mais

ELEIÇÕES EUROPEIAS 2009

ELEIÇÕES EUROPEIAS 2009 Direcção-Geral da Comunicação UNIDADE DE ACOMPANHAMENTO DA OPINIÃO PÚBLICA 15/09/2008 ELEIÇÕES EUROPEIAS 2009 Eurobarómetro do Parlamento Europeu (EB Standard 69) Primavera 2008 Primeiros resultados globais:

Leia mais

8 de março de 2013: Dia Internacional da Mulher. Mulheres e desigualdades de género no contexto da crise

8 de março de 2013: Dia Internacional da Mulher. Mulheres e desigualdades de género no contexto da crise Direção-Geral da Comunicação UNIDADE DO ACOMPANHAMENTO DA OPINIÃO PÚBLICA Bruxelas, 26 de fevereiro de 2013 8 de março de 2013: Dia Internacional da Mulher Mulheres e desigualdades de género no contexto

Leia mais

Copyright Biostrument, S.A.

Copyright Biostrument, S.A. Produção primária Legislação Consolidada Data de actualização: 22/04/2008 Texto consolidado produzido pelo sistema CONSLEG do serviço das publicações oficiais das comunidades Europeias. Este documento

Leia mais

REDE DE ESTABELECIMENTOS POSTAIS RELATIVOS AOS CTT CORREIOS DE PORTUGAL, S.A., NO FINAL DO ANO 2009

REDE DE ESTABELECIMENTOS POSTAIS RELATIVOS AOS CTT CORREIOS DE PORTUGAL, S.A., NO FINAL DO ANO 2009 REDE DE ESTABELECIMENTOS POSTAIS RELATIVOS AOS CTT CORREIOS DE PORTUGAL, S.A., NO FINAL DO ANO 2009 1. SUMÁRIO EXECUTIVO... 1 2. ENQUADRAMENTO... 3 3. EVOLUÇÃO DA REDE DE ESTABELECIMENTOS POSTAIS... 3

Leia mais

FLASH EB 266 AS MULHERES E AS ELEIÇÕES EUROPEIAS. Síntese analítica

FLASH EB 266 AS MULHERES E AS ELEIÇÕES EUROPEIAS. Síntese analítica Bruxelas, 2 de Março de 2009 FLASH EB 266 AS MULHERES E AS ELEIÇÕES EUROPEIAS Síntese analítica Por ocasião da celebração do Dia Internacional da Mulher e com a aproximação das eleições europeias, a realizar

Leia mais

Newsletter Informação Mensal - JUNHO 2017

Newsletter Informação Mensal - JUNHO 2017 PREÇOS DO LEITE À PRODUÇÃO - Preços Médios Mensais (Leite de vaca cru com teores reais de matérias gordas e proteínas) Newsletter Informação Mensal - JUNHO As Newsletter do SIMA podem também ser consultadas

Leia mais

A fecundidade em Portugal: Como seria sem as mulheres imigrantes?

A fecundidade em Portugal: Como seria sem as mulheres imigrantes? A fecundidade em Portugal: Como seria sem as mulheres imigrantes? MADALENA RAMOS, ISCTE-IUL, CIES-IUL (madalena.ramos@iscte.pt) ANA CRISTINA FERREIRA, ISCTE-IUL, DINÂMIA/CET-ISCTE-IUL (cristina.ferreira@iscte.pt)

Leia mais

Newsletter Informação Mensal - MARÇO 2016

Newsletter Informação Mensal - MARÇO 2016 PREÇOS DO LEITE À PRODUÇÃO - Preços Médios Mensais PRODUTO (Leite de vaca cru com teores reais de matérias gordas e proteínas) Newsletter Informação Mensal - MARÇO dezembro As Newsletter do SIMA podem

Leia mais

Newsletter Informação Mensal - MAIO 2017

Newsletter Informação Mensal - MAIO 2017 PREÇOS DO LEITE À PRODUÇÃO - Preços Médios Mensais (Leite de vaca cru com teores reais de matérias gordas e proteínas) Newsletter Informação Mensal - MAIO As Newsletter do SIMA podem também ser consultadas

Leia mais

O CONTRIBUTO DO IVA PARA AS RECEITAS PÚBLICAS

O CONTRIBUTO DO IVA PARA AS RECEITAS PÚBLICAS CONFERÊNCIA COMEMORATIVA DOS 30 ANOS DO IVA EM PORTUGAL II Painel: O funcionamento do IVA: A experiência do funcionamento do imposto em Portugal O CONTRIBUTO DO IVA PARA AS RECEITAS PÚBLICAS Jorge Oliveira*

Leia mais

Proposta de aplicação do Pagamento Redistributivo no Pedido Único (PU) Comentário da CAP

Proposta de aplicação do Pagamento Redistributivo no Pedido Único (PU) Comentário da CAP INFORMAÇÃO Outubro 2016 Proposta de aplicação do Pagamento Redistributivo no Pedido Único (PU) 2017. Comentário da CAP O Governo português apresentou uma proposta de implementação de um pagamento de 50

Leia mais

Taxa de Inflação homóloga diminuiu para 2,1%

Taxa de Inflação homóloga diminuiu para 2,1% ÍNDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR Agosto de 2007 14 de Setembro de 2007 Taxa de Inflação homóloga diminuiu para 2,1% Em Agosto, a taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) situou-se

Leia mais

COMPARAÇÃO INTERNACIONAL DOS PREÇOS DE ENERGIA ELÉCTRICA

COMPARAÇÃO INTERNACIONAL DOS PREÇOS DE ENERGIA ELÉCTRICA COMPARAÇÃO INTERNACIONAL DOS PREÇOS DE ENERGIA ELÉCTRICA A 1 DE JANEIRO DE ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS Novembro Rua Dom Cristóvão da Gama n.º 1-3.º 1-113 Lisboa Tel: 1 33 3 Fax: 1 33 3

Leia mais

Cooperação da União Europeia - Educação Superior. Erasmus+ Maria Cristina Araujo von Holstein-Rathlou ABMES, 8 DE NOVEMBRO DE 2016.

Cooperação da União Europeia - Educação Superior. Erasmus+ Maria Cristina Araujo von Holstein-Rathlou ABMES, 8 DE NOVEMBRO DE 2016. Cooperação da União Europeia - Educação Superior Maria Cristina Araujo von Holstein-Rathlou ABMES, 8 DE NOVEMBRO DE 2016 ? É o programa da União Europeia de apoio à educação, formação, juventude e esporte.

Leia mais

ÍNDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR Dezembro de 2007

ÍNDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR Dezembro de 2007 15 de Janeiro de 2008 ÍNDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR Dezembro de 2007 EM 2007 A TAXA DE INFLAÇÃO SITUOU-SE EM 2,5% Em 2007, o Índice de Preços no Consumidor (IPC) registou uma taxa de variação média de

Leia mais

OS EUROPEUS E A CRISE

OS EUROPEUS E A CRISE Direcção-Geral da Comunicação Direcção das Relações com os Cidadãos UNIDADE DE ACOMPANHAMENTO DA OPINIÃO PÚBLICA Bruxelas, 21 de Outubro de 2011 OS EUROPEUS E A CRISE Eurobarómetro do Parlamento Europeu

Leia mais

Benchmark individual e colectivo Resultados do 1º Inquérito as Empresas Jean Pol Piquard

Benchmark individual e colectivo Resultados do 1º Inquérito as Empresas Jean Pol Piquard 1 Benchmark individual e colectivo Resultados do 1º Inquérito as Empresas 2010 03 26 Jean Pol Piquard Metodologia e estrutura do Benchmark individual e Colectivo Definições e Referencias para a leitura

Leia mais

ZA5776. Flash Eurobarometer 341 (Gender Inequalities in the European Union) Country Questionnaire Portugal

ZA5776. Flash Eurobarometer 341 (Gender Inequalities in the European Union) Country Questionnaire Portugal ZA77 Flash Eurobarometer (Gender Inequalities in the European Union) Country Questionnaire Portugal FL - Women in the European Union - PT D Poderia dizer-me a sua idade? (ESCREVER - SE "RECUSA" CÓDIGO

Leia mais

TAXA DE INFLAÇÃO HOMÓLOGA AUMENTA PARA 3,1%

TAXA DE INFLAÇÃO HOMÓLOGA AUMENTA PARA 3,1% 17 de Abril de 2006 ÍNDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR Março de 2006 TAXA DE INFLAÇÃO HOMÓLOGA AUMENTA PARA 3,1% Em Março a taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) situou-se nos 3,1%,

Leia mais

6. TEMA EM ANÁLISE. Taxas de desemprego mensais Estimativas para Portugal Parte II. Sónia Torres * Instituto Nacional de Estatística

6. TEMA EM ANÁLISE. Taxas de desemprego mensais Estimativas para Portugal Parte II. Sónia Torres * Instituto Nacional de Estatística Estatísticas do Emprego º trimestre de 1 6. TEMA EM ANÁLISE Taxas de desemprego mensais Estimativas para Portugal Parte II Sónia Torres * Instituto Nacional de Estatística 1. Introdução A taxa de desemprego

Leia mais

Eurobarómetro do Parlamento Europeu (EB79.5) «A UM ANO DAS ELEIÇÕES EUROPEIAS DE 2014» Parte Parlómetro ANEXO SOCIODEMOGRÁFICO

Eurobarómetro do Parlamento Europeu (EB79.5) «A UM ANO DAS ELEIÇÕES EUROPEIAS DE 2014» Parte Parlómetro ANEXO SOCIODEMOGRÁFICO Direção-Geral da Comunicação UNIDADE DO ACOMPANHAMENTO DA OPINIÃO PÚBLICA Eurobarómetro do Parlamento Europeu (EB79.5) «A UM ANO DAS ELEIÇÕES EUROPEIAS DE 2014» Parte Parlómetro ANEXO SOCIODEMOGRÁFICO

Leia mais

Taxa de variação homóloga do IPC situou-se em -0,4%

Taxa de variação homóloga do IPC situou-se em -0,4% 10 de julho de 2014 ÍNDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR Junho de 2014 Taxa de variação homóloga do IPC situou-se em -0,4% Em junho de 2014, a variação homóloga do IPC situou-se em -0,4%, taxa igual à observada

Leia mais

TAXA DE INFLAÇÃO HOMÓLOGA DIMINUI PARA 2,7% EM OUTUBRO

TAXA DE INFLAÇÃO HOMÓLOGA DIMINUI PARA 2,7% EM OUTUBRO ÍNDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR Outubro de 2006 15 de Novembro de 2006 TAXA DE INFLAÇÃO HOMÓLOGA DIMINUI PARA 2,7% EM OUTUBRO Em Outubro, a taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC)

Leia mais

1. Sumário Executivo Enquadramento Rede postal e oferta de serviços Comparação internacional Glossário...

1. Sumário Executivo Enquadramento Rede postal e oferta de serviços Comparação internacional Glossário... Rede postal e oferta de serviços dos CTT Correios de Portugal, S.A. 4.º trimestre de 2014 a 3.º trimestre de 2016 ÍNDICE 1. Sumário Executivo... 2 2. Enquadramento... 3 3. Rede postal e oferta de serviços...

Leia mais

Serviços na Balança de Pagamentos Portuguesa

Serviços na Balança de Pagamentos Portuguesa Serviços na Balança de Pagamentos Portuguesa Margarida Brites Coordenadora da Área da Balança de Pagamentos e da Posição de Investimento Internacional 1 dezembro 2014 Lisboa Balança de Pagamentos Transações

Leia mais

Saúde: pronto para férias? viaje sempre com o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD)

Saúde: pronto para férias? viaje sempre com o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD) MEMO/11/406 Bruxelas, 16 de Junho de 2011 Saúde: pronto para férias? viaje sempre com o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD) Em férias nunca se sabe! Está a pensar viajar na UE ou na Islândia,

Leia mais

Desemprego e regulação do mercado de trabalho. António Dornelas ISCTE-IUL e CIES-IUL 28 de Outubro de 2011

Desemprego e regulação do mercado de trabalho. António Dornelas ISCTE-IUL e CIES-IUL 28 de Outubro de 2011 Desemprego e regulação do mercado de trabalho António Dornelas ISCTE-IUL e CIES-IUL 28 de Outubro de 2011 Proposições fundamentais 1. O trabalho não pode ser tratado como uma mercadoria sem sérias consequências

Leia mais

A Comissão Europeia pretende reduzir significativamente as disparidades salariais entre homens e mulheres

A Comissão Europeia pretende reduzir significativamente as disparidades salariais entre homens e mulheres IP/10/236 Bruxelas, 5 de Março de 2010 A Comissão Europeia pretende reduzir significativamente as disparidades salariais entre homens e mulheres A Comissão Europeia tenciona lançar uma série de medidas

Leia mais

Private Debt Dívida Privada. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica. Conjuntura Económica. Banca e Seguros. Portugal Economy Probe (PE Probe)

Private Debt Dívida Privada. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica. Conjuntura Económica. Banca e Seguros. Portugal Economy Probe (PE Probe) dossiers Economic Outlook Private Debt Dívida Privada Last Update Última Actualização: 12/07/2016 Portugal Economy Probe (PE Probe) Prepared by PE Probe Preparado por PE Probe Copyright 2015 Portugal Economy

Leia mais

PESQUISA DOCUMENTAL SOBRE AS ELEIÇÕES EUROPEIAS DE 2009 Abstenção e comportamentos eleitorais nas eleições europeias de 2009

PESQUISA DOCUMENTAL SOBRE AS ELEIÇÕES EUROPEIAS DE 2009 Abstenção e comportamentos eleitorais nas eleições europeias de 2009 Direção-Geral da Comunicação Unidade do Acompanhamento da Opinião Pública Bruxelas, 13 de novembro de 2012 PESQUISA DOCUMENTAL SOBRE AS ELEIÇÕES EUROPEIAS DE 2009 Abstenção e comportamentos eleitorais

Leia mais

Eurobarómetro do Parlamento Europeu (EB79.5) «A UM ANO DAS ELEIÇÕES EUROPEIAS DE 2014» Parte institucional RESUMO ANALÍTICO

Eurobarómetro do Parlamento Europeu (EB79.5) «A UM ANO DAS ELEIÇÕES EUROPEIAS DE 2014» Parte institucional RESUMO ANALÍTICO Direção-Geral da Comunicação Unidade de Acompanhamento da Opinião Pública Bruxelas, 21 de agosto de 2013 Eurobarómetro do Parlamento Europeu (EB79.5) «A UM ANO DAS ELEIÇÕES EUROPEIAS DE 2014» Parte institucional

Leia mais

Internet de banda larga para todos os europeus: Comissão lança debate sobre o futuro do serviço universal

Internet de banda larga para todos os europeus: Comissão lança debate sobre o futuro do serviço universal IP/08/1397 Bruxelas, 25 de Setembro de 2008 Internet de banda larga para todos os europeus: Comissão lança debate sobre o futuro do serviço universal Como é que a UE vai conseguir que todos os europeus

Leia mais

RETIFICAÇÕES. («Jornal Oficial da União Europeia» L 139 de 26 de maio de 2016) O anexo II é inserido com a seguinte redação:

RETIFICAÇÕES. («Jornal Oficial da União Europeia» L 139 de 26 de maio de 2016) O anexo II é inserido com a seguinte redação: 3.6.2016 L 146/31 RETIFICAÇÕES Retificação do Regulamento de Execução (UE) 2016/799 da Comissão, de 18 de março de 2016, que dá execução ao Regulamento (UE) n. o 165/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho

Leia mais

Banda larga: o fosso entre os países da Europa com melhores e piores desempenhos está a diminuir

Banda larga: o fosso entre os países da Europa com melhores e piores desempenhos está a diminuir IP/08/1831 Bruxelas, 28 de Novembro de 2008 Banda larga: o fosso entre os países da Europa com melhores e piores desempenhos está a diminuir De acordo com um relatório publicado hoje pela Comissão Europeia,

Leia mais

CONSELHO EUROPEU Bruxelas, 31 de maio de 2013 (OR. en)

CONSELHO EUROPEU Bruxelas, 31 de maio de 2013 (OR. en) CONSELHO EUROPEU Bruxelas, 31 de maio de 2013 (OR. en) Dossiê interinstitucional: 2013/0900 (NLE) EUCO 110/13 INST 234 POLGEN 69 OC 295 ATOS JURÍDICOS Assunto: PROJETO DE DECISÃO DO CONSELHO EUROPEU que

Leia mais

Os preços da electricidade, os lucros da EDP e a ignorância do ministro da Economia Pág. 1

Os preços da electricidade, os lucros da EDP e a ignorância do ministro da Economia Pág. 1 Os preços da electricidade, os lucros da EDP e a ignorância do ministro da Economia Pág. 1 O PREÇO DA ELECTRICIDADES EM PORTUGAL E NA U.E., OS LUCROS DA EDP, E A IGNORÂNCIA DO MINISTRO DA ECONOMIA RESUMO

Leia mais

Qualidade de vida na Europa

Qualidade de vida na Europa Qualidade de vida Viver e trabalhar na nova Europa Qualidade de vida na Europa Qualidade de vida na Europa > resumo < A União Europeia acolheu 10 novos Estados- Membros em 1 de Maio de 2004. Uma Europa

Leia mais

As estatísticas do comércio internacional de serviços e as empresas exportadoras dos Açores

As estatísticas do comércio internacional de serviços e as empresas exportadoras dos Açores As estatísticas do comércio internacional de serviços e as empresas exportadoras dos Açores Margarida Brites Coordenadora da Área das Estatísticas da Balança de Pagamentos e da Posição de Investimento

Leia mais

Graf. 1 - Índices de preços no consumidor e de inflação subjacente (taxa de variação homóloga e média dos últimos 12 meses) Jun-06. Dez-06.

Graf. 1 - Índices de preços no consumidor e de inflação subjacente (taxa de variação homóloga e média dos últimos 12 meses) Jun-06. Dez-06. ÍNDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR Março de 2009 13 de Abril de 2009 Taxa de variação homóloga do IPC diminui para -0,4 0,4% Em Março de 2009, o Índice de Preços no Consumidor (IPC) registou uma taxa de variação

Leia mais

Pedi asilo na UE Que país vai processar o meu pedido?

Pedi asilo na UE Que país vai processar o meu pedido? PT Pedi asilo na UE Que país vai processar o meu pedido? A Informações sobre o Regulamento de Dublim destinadas aos requerentes de proteção internacional, em conformidade com o artigo 4.º do Regulamento

Leia mais

ndicadores sobre a pobreza Portugal e União Europeia

ndicadores sobre a pobreza Portugal e União Europeia ndicadores sobre a pobreza Portugal e União Europeia 2007 Rede Europeia Anti-Pobreza/ Portugal Rua de Costa Cabral, 2368 4200-218 Porto Telefone: 225 420 800 Fax: 225 403 250 E-mail: geral@reapn.org Site:

Leia mais

www.2010againstpoverty.eu 2010againstpoverty@ec.europa.eu

www.2010againstpoverty.eu 2010againstpoverty@ec.europa.eu KE-80-09-930-PT-C www.2010againstpoverty.eu 2010againstpoverty@ec.europa.eu As publicações da Direcção-Geral do Emprego, Assuntos Sociais e Igualdade de Oportunidades interessam-lhe? Pode descarregá-las

Leia mais

Regulação e Concorrência no Mercado de Banda Larga

Regulação e Concorrência no Mercado de Banda Larga Regulação e Concorrência no Mercado de Banda Larga Pedro Duarte Neves Preparado para o painel "A Sociedade da Informação em Portugal: Situação e Perspectivas de Evolução" Fórum para a Sociedade da Informação

Leia mais

Comunicado de imprensa

Comunicado de imprensa Comunicado de imprensa A educação para a cidadania nas escolas da Europa Em toda a Europa, o reforço da coesão social e a participação activa dos cidadãos na vida social estão no centro das preocupações

Leia mais

Sessão 6 A Economia Portuguesa

Sessão 6 A Economia Portuguesa Sessão 6 A Economia Portuguesa Neves (216) População portuguesa (império e emigração) após 1415 3 25 2 15 1 Africa Emig. PORTUGAL P+Ilhas P+Isl+Asia P+I+As+Brasil P+I+A+B+Afric P+Emp+Emi 5 Brasil continental

Leia mais

Organizar a Escola para 12 anos de escolaridade obrigatória JOAQUIM AZEVEDO

Organizar a Escola para 12 anos de escolaridade obrigatória JOAQUIM AZEVEDO Organizar a Escola para 12 anos de escolaridade obrigatória JOAQUIM AZEVEDO 3º Ciclo de Seminários de Aprofundamento em Administração e Organização escolar UCP - 27 de fevereiro de 2013 Escolaridade de

Leia mais

Avaliação do Painel de Consulta das Empresas Europeias (EBTP)

Avaliação do Painel de Consulta das Empresas Europeias (EBTP) Avaliação do Painel de Consulta das Empresas Europeias (EBTP) 23/06/2008-14/08/2008 Existem 457 respostas em 457 que correspondem aos seus critérios A. Participação País DE - Alemanha 84 (18.4%) PL - Polónia

Leia mais

Sustentabilidade Empresarial e Pobreza:

Sustentabilidade Empresarial e Pobreza: : Novas estratégias. Novos caminhos. Conferência O Fenómeno da Pobreza na Europa 4 de Maio de 2010 Centro Cultural de Belém 1. A Pobreza Portugal no contexto da União Europeia 2. Sustentabilidade Empresarial

Leia mais

DOCUMENTO DE TRABALHO DA COMISSÃO

DOCUMENTO DE TRABALHO DA COMISSÃO COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 20.11.2012 COM(2012) 674 final DOCUMENTO DE TRABALHO DA COMISSÃO que avalia a qualidade dos dados comunicados pelos Estados-Membros em 2011 sobre a balança de pagamentos, o

Leia mais

Regras de Atribuição de DNS. 21 de Abril de 2005 Luisa Lopes Gueifão CRSC 2005

Regras de Atribuição de DNS. 21 de Abril de 2005 Luisa Lopes Gueifão CRSC 2005 Regras de Atribuição de DNS 21 de Abril de 2005 Luisa Lopes Gueifão CRSC 2005 O DNS em Portugal O nome de domínio.pt Como registar um nome de domínio em.pt As regras As novas possibilidades de registo

Leia mais

Calendarização, por países, da obrigatoriedade da formação contínua para obtenção do CAM/CQM (prazos limite para frequência do primeiro curso)

Calendarização, por países, da obrigatoriedade da formação contínua para obtenção do CAM/CQM (prazos limite para frequência do primeiro curso) Calendarização, por países, da obrigatoriedade da formação contínua para obtenção do CAM/CQM (prazos limite para frequência do primeiro curso) Áustria Bélgica Carta de condução da categoria D: 2015 Carta

Leia mais

RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO SOBRE ALIMENTOS E INGREDIENTES ALIMENTARES TRATADOS POR RADIAÇÃO IONIZANTE RELATIVO A 2010

RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO SOBRE ALIMENTOS E INGREDIENTES ALIMENTARES TRATADOS POR RADIAÇÃO IONIZANTE RELATIVO A 2010 COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 26.1.2012 COM(2012) 17 final RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO SOBRE ALIMENTOS E INGREDIENTES ALIMENTARES TRATADOS POR RADIAÇÃO IONIZANTE RELATIVO A

Leia mais

ÍNDICE INTRODUÇÃO...2 RESUMO OS EUROPEUS E A POUPANÇA DE ENERGIA Comportamento individual...7

ÍNDICE INTRODUÇÃO...2 RESUMO OS EUROPEUS E A POUPANÇA DE ENERGIA Comportamento individual...7 Eurobaromètre Spécial ÍNDICE INTRODUÇÃO...2 RESUMO...5 1. OS EUROPEUS E A POUPANÇA DE ENERGIA...7 1.1 Comportamento individual...7 1.2 Medidas para reduzir as facturas de energia...13 2. A INFLUÊNCIA DAS

Leia mais

Despesas Descrição Orçamento Orçamento Variação (%)

Despesas Descrição Orçamento Orçamento Variação (%) PROJETO DE ORÇAMENTO RETIFICATIVO N.º 2/2014 VOLUME 1 - MAPA GERAL DE RECEITAS A. INTRODUÇÃO E FINANCIAMENTO DO ORÇAMENTO GERAL Financiamento do orçamento geral Dotações a cobrir durante o exercício de

Leia mais

RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO

RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO PT PT PT COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 11.3.2011 COM(2011) 113 final RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO Qualidade da gasolina e do combustível para motores diesel utilizados no transporte

Leia mais

Coordenado pela Direção-Geral da Comunicação

Coordenado pela Direção-Geral da Comunicação Eurobarómetro 76.3 Parlametro Inquérito efetuado pela TNS Opinion & Social a pedido do Parlamento Europeu Coordenado pela Direção-Geral da Comunicação «Parlametro» ÍNDICE INTRODUÇÃO...3 SÍNTESE...5 I.

Leia mais

Eurobarómetro Especial do Parlamento Europeu Trabalho em regime de voluntariado

Eurobarómetro Especial do Parlamento Europeu Trabalho em regime de voluntariado Direcção-Geral da Comunicação Direcção para as Relações com os Cidadãos Unidade de Acompanhamento da Opinião Pública. Bruxelas, 27 de Junho de 2011 Eurobarómetro Especial do Parlamento Europeu 75.2 Trabalho

Leia mais

Envia-se em anexo, à atenção das delegações, o documento COM(2017) 88 final.

Envia-se em anexo, à atenção das delegações, o documento COM(2017) 88 final. Conselho da União Europeia Bruxelas, 1 de março de 2017 (OR. en) 6815/17 ENV 203 MI 172 NOTA DE ENVIO de: Secretário-Geral da Comissão Europeia, assinado por Jordi AYET PUIGARNAU, Diretor data de receção:

Leia mais

GPEARI Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação e Relações Internacionais. Boletim Mensal de Economia Portuguesa. Nº 2 Fevereiro 2009

GPEARI Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação e Relações Internacionais. Boletim Mensal de Economia Portuguesa. Nº 2 Fevereiro 2009 Boletim Mensal de Economia Portuguesa Nº 2 Fevereiro 2009 Gabinete de Estratégia e Estudos Ministério da Economia e da novação GPEAR Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação e Relações nternacionais

Leia mais

PORTUGAL UMA NOVA CENTRALIDADE LOGÍSTICA. Dia Regional Norte do Engenheiro 2012

PORTUGAL UMA NOVA CENTRALIDADE LOGÍSTICA. Dia Regional Norte do Engenheiro 2012 Dia Regional Norte do Engenheiro 2012 Bragança, 29 de setembro de 2012 José António de Barros Presidente de AEP 1 Gráfico I 2 Tabela I 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Exportações Globais (Bens e Serviços),

Leia mais

ENVIOS PARA TODOS OS PAÍSES DA UNIÃO EUROPEIA

ENVIOS PARA TODOS OS PAÍSES DA UNIÃO EUROPEIA ENVIOS PARA TODOS OS PAÍSES DA UNIÃO EUROPEIA *Valores para dias em que cliente faz 2 ou mais envios Serviços Envio Expresso Envio Clássico Entregas de 24h a 72h: Entregas de 3 a 6 dias úteis: O envio

Leia mais

OEm Observatório da Emigração

OEm Observatório da Emigração OEm Observatório da Emigração Ficha 2014.01 Emigração Portuguesa na União Europeia Os Dados dos Censos de 2011 Mais de um milhão de portugueses estavam emigrados nos países da União Europeia e da EFTA

Leia mais

6. TEMA EM ANÁLISE. Taxas de desemprego mensais Estimativas para Portugal. β é um vector de parâmetros a estimar, de

6. TEMA EM ANÁLISE. Taxas de desemprego mensais Estimativas para Portugal. β é um vector de parâmetros a estimar, de Estatísticas do Emprego 2º trimestre de 2 6. TEMA EM ANÁLISE Taxas de desemprego mensais Estimativas para Portugal Sónia Torres * Instituto Nacional de Estatística 1. Introdução A informação sobre a evolução

Leia mais

O que é a União Europeia (UE)?

O que é a União Europeia (UE)? O que é a União Europeia (UE)? 28 Estados-Membros Mais de 500 milhões de habitantes Atuais candidatos à adesão à UE: Albânia, antiga República Iugoslava da Macedônia, Montenegro, Sérvia e Turquia Tratados

Leia mais

'DWD 7HPD $FRQWHFLPHQWR

'DWD 7HPD $FRQWHFLPHQWR 'DWD 7HPD $FRQWHFLPHQWR 19/03 Finanças Públicas 23/03 Demografia 28/03 Administração Pública 29/03 Sociedade 29/03 Preços 30/03 Emprego INE divulgou Procedimentos dos Défices Excessivos para Portugal 1.ª

Leia mais

O presente regulamento é obrigatório em todos os seus elementos e directamente aplicável em todos os Estados-Membros.

O presente regulamento é obrigatório em todos os seus elementos e directamente aplicável em todos os Estados-Membros. 17.3.2009 Jornal Oficial da União Europeia L 71/3 REGULAMENTO (CE) N. o 201/2009 DA COMISSÃO de 16 de Março de 2009 que altera o Regulamento (CE) n. o 318/2007 que estabelece condições de sanidade animal

Leia mais

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. Decreto-Lei n.º 103/2005 de 24 de Junho

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. Decreto-Lei n.º 103/2005 de 24 de Junho MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA Decreto-Lei n.º 103/2005 de 24 de Junho O Decreto-Lei n.º 45/2005, de 23 de Fevereiro, procedeu à transposição para o direito interno da Directiva n.º 2000/56/CE, da

Leia mais

Educação Formal de Adultos:

Educação Formal de Adultos: EURYDICE EURYDICE Educação Formal de Adultos: Políticas e Práticas na Europa A Rede Eurydice disponibiliza informação e análises sobre os sistemas educativos e as políticas europeias. Desde 2011, a Rede

Leia mais

O COMBATE À POBREZA E ÀS DESIGUALDADES É UM DESAFIO IMEDIATO PARA PORTUGAL

O COMBATE À POBREZA E ÀS DESIGUALDADES É UM DESAFIO IMEDIATO PARA PORTUGAL O COMBATE À POBREZA E ÀS DESIGUALDADES É UM DESAFIO IMEDIATO PARA PORTUGAL I. ENQUADRAMENTO A pobreza e a desigualdade na distribuição de rendimentos são problemas que persistem na sociedade portuguesa,

Leia mais

Síntese do Provedor de Justiça O Provedor de Justiça Europeu e os direitos dos cidadãos

Síntese do Provedor de Justiça O Provedor de Justiça Europeu e os direitos dos cidadãos Provedor de Justiça Europeu Síntese do Provedor de Justiça O Provedor de Justiça Europeu e os direitos dos cidadãos Eurobarómetro especial Conduzido por TNS Opinion & Social, a pedido do Parlamento Europeu

Leia mais

Recolocação de requerentes de proteção internacional

Recolocação de requerentes de proteção internacional European Asylum Support Office Recolocação de requerentes de proteção internacional Folheto informativo PT SUPPORT IS OUR MISSION «Que se entende por recolocação?» Por recolocação entende se a transferência

Leia mais

Como funciona a UE. Como funciona a UE

Como funciona a UE. Como funciona a UE Como funciona a UE Como funciona a UE Três instituições principais O Parlamento Europeu, a voz dos cidadãos Jerzy Buzek, Presidente do Parlamento Europeu O Conselho de Ministros, a voz dos Estados-Membros

Leia mais

ESTATÍSTICAS DO TURISMO TOURISM STATISTICS

ESTATÍSTICAS DO TURISMO TOURISM STATISTICS ESTATÍSTICAS DO TURISMO TOURISM STATISTICS 2009 2013 Secretaria Regional da Cultura, Turismo e Transportes Avenida Arriaga, 18 9004-519 Funchal Madeira Telf: 351-291 211 900 Fax: 351-291 232 151 e-mail:

Leia mais

Comissão reconhece a necessidade de um melhor acesso de elevado débito à Internet para revitalizar as zonas rurais na Europa

Comissão reconhece a necessidade de um melhor acesso de elevado débito à Internet para revitalizar as zonas rurais na Europa IP/09/343 Bruxelas, 3 de Março de 2009 Comissão reconhece a necessidade de um melhor acesso de elevado débito à Internet para revitalizar as zonas rurais na Europa A Comissão declarou hoje considerar prioritária

Leia mais

Comissão Europeia propõe integração de 40 por cento de mulheres nos conselhos de administração

Comissão Europeia propõe integração de 40 por cento de mulheres nos conselhos de administração Comissão Europeia propõe integração de 40 por cento de mulheres nos conselhos de administração Tendo em conta os objetivos estabelecidos pela Estratégia Europa 2020, a Comissão de Mulheres da UGT considera

Leia mais

/ / / / PEDIDO DE DECLARAÇÃO DE NULIDADE DE UMA MARCA DA UNIÃO EUROPEIA. Última atualização: 03/2016

/ / / / PEDIDO DE DECLARAÇÃO DE NULIDADE DE UMA MARCA DA UNIÃO EUROPEIA. Última atualização: 03/2016 Última atualização: 03/2016 PEDIDO DE DECLARAÇÃO DE NULIDADE DE UMA Número páginas (incluindo a presente) Referência do requerente/representante (máximo 20 caracteres) Mod.011 Requerente Denominação da

Leia mais

Estudo pós-eleitoral 2014 ELEIÇÕES EUROPEIAS DE 2014

Estudo pós-eleitoral 2014 ELEIÇÕES EUROPEIAS DE 2014 Directorate-General for Communication PUBLIC OPINION MONITORING UNIT Brussels, October 2014 Estudo pós-eleitoral 2014 ELEIÇÕES EUROPEIAS DE 2014 SÍNTESE ANALÍTICA Cobertura: UE 28 População: 27 331 europeus

Leia mais

União Europeia Docente: Pedro Moreira Ano Lectivo: 2012/2013

União Europeia Docente: Pedro Moreira Ano Lectivo: 2012/2013 União Europeia Docente: Pedro Moreira Ano Lectivo: 2012/2013 Como Nasceu a União Europeia? Depois da guerra...a paz, a solidariedade na Europa Em 1951, nasceu a primeira Comunidade - a Comunidade Europeia

Leia mais

Direcção de Serviços das Questões Económicas e Financeiras DGAE / MNE

Direcção de Serviços das Questões Económicas e Financeiras DGAE / MNE INFORMAÇÃO ESTATÍSTICA UNIÃO EUROPEIA ESTADOS-MEMBROS Direcção de Serviços das Questões Económicas e Financeiras DGAE / MNE Fevereiro de 2011 FICHA TÉCNICA Título Informação Estatística União Europeia/Estados-membros,

Leia mais

Inquérito mede o pulso à saúde em linha na Europa e receita uma maior utilização das TIC pela classe médica

Inquérito mede o pulso à saúde em linha na Europa e receita uma maior utilização das TIC pela classe médica IP/08/641 Bruxelas, 25 de Abril de 2008 Inquérito mede o pulso à saúde em linha na Europa e receita uma maior utilização das TIC pela classe médica A Comissão Europeia publicou hoje as conclusões de um

Leia mais

Índice Principais alterações face à edição de Principais resultados da CSES 2013 Por atividade Por grupo de entidades

Índice Principais alterações face à edição de Principais resultados da CSES 2013 Por atividade Por grupo de entidades Índice 1. Principais alterações face à edição de 2010 2. Principais resultados da CSES 2013 - Por atividade - Por grupo de entidades - Por setor institucional - Comparação com a economia nacional - Apuramentos

Leia mais

A PAC pós 2013 - O Debate Europeu e os Desafios para Portugal

A PAC pós 2013 - O Debate Europeu e os Desafios para Portugal A PAC pós 2013 - O Debate Europeu e os Desafios para Portugal Francisco Cordovil (Director do GPP) 30 de Abril de 2010 1 I. A agricultura perante a sociedade: compreender os desafios e agir positivamente

Leia mais

Ensino Superior em Portugal Evolução e Resultados: Uma Perspectiva do Mercado

Ensino Superior em Portugal Evolução e Resultados: Uma Perspectiva do Mercado Ensino Superior em Portugal Evolução e Resultados: Uma Perspectiva do Mercado Rogério Carapuça Presidente da Novabase Conferência Parlamentar: O papel do ensino superior no desenvolvimento de Portugal

Leia mais

Principais alterações:

Principais alterações: 1 eidas o novo Regulamento Europeu sobre certificação digital que substitui a legislação Portuguesa O que é o eidas? No próximo dia 1 de Julho entra em vigor o Regulamento nº910/2014 do Parlamento e do

Leia mais

INE divulgou estatísticas da Actividade Turística Abril 2007

INE divulgou estatísticas da Actividade Turística Abril 2007 Data Tema Acontecimento 12/06 Turismo 14/06 Ciência & Tecnologia 14/06 Economia 18/06 Preços 21/06 Economia 21/06 Economia INE divulgou estatísticas da Actividade Turística Abril 2007 http://www.ine.pt/prodserv/destaque/2007/d070612-3/d070612-3.pdf

Leia mais

Direcção-Geral da Comunicação Direcção C - Relações com os Cidadãos UNIDADE DE ACOMPANHAMENTO DA OPINIÃO PÚBLICA EB71.3 ELEIÇÕES EUROPEIAS 2009

Direcção-Geral da Comunicação Direcção C - Relações com os Cidadãos UNIDADE DE ACOMPANHAMENTO DA OPINIÃO PÚBLICA EB71.3 ELEIÇÕES EUROPEIAS 2009 Direcção-Geral da Comunicação Direcção C - Relações com os Cidadãos UNIDADE DE ACOMPANHAMENTO DA OPINIÃO PÚBLICA 16/12/2009 EB71.3 ELEIÇÕES EUROPEIAS 2009 Sondagem pós-eleitoral Primeiros resultados: análise

Leia mais

Comissão Europeia. Conselho da União Europeia. Parlamento Europeu. Tribunal de Justiça. Tribunal de Contas. Comité Económico e Social

Comissão Europeia. Conselho da União Europeia. Parlamento Europeu. Tribunal de Justiça. Tribunal de Contas. Comité Económico e Social As instituições comunitárias Comissão Europeia Conselho da União Europeia Parlamento Europeu Tribunal de Justiça Tribunal de Contas Comité Económico e Social Comité das Regiões Banco Europeu de Investimentos

Leia mais

A União Europeia Ano Europeu do Diálogo Intercultural MNE DGAE

A União Europeia Ano Europeu do Diálogo Intercultural MNE DGAE A União Europeia 2008 - Ano Europeu do Diálogo Intercultural Centro de Informação Europeia Jacques Delors Jacques Lucien Jean Delors Nasceu em 1925 Presidente da Comissão Europeia (1985-1994) Importante

Leia mais

Instituto de Harmonização no Mercado Interno (IHMI) ser transmitido à OMPI: Francês Inglês Espanhol

Instituto de Harmonização no Mercado Interno (IHMI) ser transmitido à OMPI: Francês Inglês Espanhol Instituto de Harmonização no Mercado Interno (IHMI) Reservado para o IHMI: Data da recepção N.º de páginas 0 (obrigatório) Pedido internacional em conformidade com o Protocolo de Madrid Dados destinados

Leia mais

CRESCIMENTO E EMPREGO: PRÓXIMOS PASSOS

CRESCIMENTO E EMPREGO: PRÓXIMOS PASSOS CRESCIMENTO E EMPREGO: PRÓXIMOS PASSOS Apresentação de J.M. Durão Barroso, Presidente da Comissão Europeia, ao Conselho Europeu informal de 30 de janeiro de 2012 Quebrar os «círculos viciosos» que afetam

Leia mais

Education Educação. Bem-Estar. Famílias e. Bem-Estar Families and Well Being. Last Update Última Actualização: 30/06/2014

Education Educação. Bem-Estar. Famílias e. Bem-Estar Families and Well Being. Last Update Última Actualização: 30/06/2014 dossiers Families and Well Being Education Educação Last Update Última Actualização: 30/06/2014 Prepared by PE Probe Preparado por PE Probe Copyright 2014 Portugal Economy Probe PE Probe All rights reserved

Leia mais

Regiões periféricas, Envelhecimento e Exclusão

Regiões periféricas, Envelhecimento e Exclusão 1.ª Jornada Regiões periféricas, Envelhecimento e Exclusão 29 e 30 de Maio de 2006 Presidência da República Informação diagnóstico Desigualdade social, pobreza e exclusão Portugal, cujo rendimento per

Leia mais

A UNIÃO EUROPEIA E O DIÁLOGO INTERCULTURAL MNE DGAE

A UNIÃO EUROPEIA E O DIÁLOGO INTERCULTURAL MNE DGAE A UNIÃO EUROPEIA E O DIÁLOGO INTERCULTURAL O CAMINHO PARA A UNIÃO EUROPEIA O QUE SE COMEMORA NO ANO EUROPEU 2008 QUIZ O CAMINHO PARA A UNIÃO EUROPEIA No século XX, depois das Guerras Mundiais (a 2ª foi

Leia mais

ESTATÍSTICAS DO TURISMO TOURISM STATISTICS

ESTATÍSTICAS DO TURISMO TOURISM STATISTICS ESTATÍSTICAS DO TURISMO TOURISM STATISTICS 2008 2012 Secretaria Regional da Cultura, Turismo e Transportes Avenida Arriaga, 18 9004-519 Funchal Madeira Telf: 351-291 211 900 Fax: 351-291 232 151 e-mail:

Leia mais

Saldos migratórios OEm Fact Sheets 04 setembro de 2016

Saldos migratórios OEm Fact Sheets 04 setembro de 2016 oem Observatório da Emigração Saldos migratórios 2000-2013 Rui Pena Pires e Inês Espírito-Santo Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL),

Leia mais

Proposta de fiscalidade sustentável para o tabaco Dr. Juan José Marco Jurado Director-Geral de Portugal Director de Assuntos Corporativos de Ibéria

Proposta de fiscalidade sustentável para o tabaco Dr. Juan José Marco Jurado Director-Geral de Portugal Director de Assuntos Corporativos de Ibéria Proposta de fiscalidade sustentável para o tabaco Dr. Juan José Marco Jurado Director-Geral de Portugal Director de Assuntos Corporativos de Ibéria Assembleia da República Comissão de Orçamento, Finanças

Leia mais

Pedi asilo na UE Que país vai processar o meu pedido?

Pedi asilo na UE Que país vai processar o meu pedido? PT Pedi asilo na UE Que país vai processar o meu pedido? A Informações sobre o Regulamento de Dublim destinadas aos requerentes de proteção internacional, em conformidade com o artigo 4.º do Regulamento

Leia mais

Comissão efectua consultas sobre a melhor forma de conseguir que a Europa lidere a transição para a Web 3.0

Comissão efectua consultas sobre a melhor forma de conseguir que a Europa lidere a transição para a Web 3.0 IP/08/1422 Bruxelas, 29 de Setembro de 2008 Comissão efectua consultas sobre a melhor forma de conseguir que a Europa lidere a transição para a Web 3.0 A Europa pode liderar a Internet da próxima geração.

Leia mais