Cálculos envolvendo Atuadores Hidráulicos. Sistemas Hidropneumáticos I Hidráulica 04. Atuador hidráulico de dupla ação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cálculos envolvendo Atuadores Hidráulicos. Sistemas Hidropneumáticos I Hidráulica 04. Atuador hidráulico de dupla ação"

Transcrição

1 UNIFEI Sistemas Hidropneumáticos I Hidráulica 04 Cálculos envolvendo tuadores Hidráulicos EME-26 ula Prof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior tuador hidráulico de dupla ação tuador hidráulico de dupla ação D embolo D haste Área: π rea [cm ] = 2 2 [( Dembolo [mm] ) ( Dhaste [mm] ) ] Quando a vazão do fluido é direcionada para a conexão ocorre o avanço da haste. velocidade depende da vazão do fluido e da área do êmbolo. 1

2 tuador hidráulico de dupla ação tuador hidráulico de dupla ação Curso Velocidade de deslocamento: 3 Vazão [cm / s] Vazão [l/min] Velocidade [m / s] = = Área [cm ] Área [cm ] 6 Tempo de deslocamento: 3 2 Volume [cm ] Área [cm ] Curso [mm] 6 Tempo [s] = = 3 Vazão [cm /s] Vazão [l/min] 1000 Cálculos básicos Volume de avanço: 2 litros Volume de recuo: 1 litro Vazão da bomba: 1 l/min Curso do atuador: 50 cm Tempo de avanço: 120 segundos Vazão induzida no avanço: 0,5 l/min Velocidade de avanço: 0,25 m/min Tempo de recuo: 60 segundos Vazão induzida no recuo: 2 l/min Velocidade de recuo: 0,5 m/min Exercício Um elevador hidráulico automotivo deve ser capaz de suspender um veículo de 2500 kg de massa a 2 metros de altura em 1 minuto. O cilindro elevador possui 30 cm de diâmetro. O motor elétrico opera a 1660 rpm. Supondo que o rendimento volumétrico de 92% e o hidromecânico de 89%, calcule: Área do pistão (cm 2 ); Volume do atuador (cm 3 ); Pressão do sistema (bar); Vazão real e teórica da bomba (l/min); Deslocamento volumétrico teórico da bomba (cm 3 /rot); Rendimento total (%); Potência (CV) e torque do motor elétrico (Nm). 2

3 Exercício Área do pistão: 706,86 cm 2 Volume do atuador: ,7 cm 3 Pressão do sistema: 3,54 bar Vazão real da bomba: 141,4 l/min Vazão teórica da bomba: 153,7 l/min Deslocamento volumétrico: 92,6 cm 3 /rot Rendimento total: 81,88 % Potência do acionamento elétrico: 1,39 CV Torque do acionamento elétrico: 5.86 Nm Oscilador Hidráulico Oscilador hidráulico Oscilador hidráulico Motor oscilante. Realizam movimentos angulares menores que uma revolução. 1 - Carcaça 2 - Cremalheira com 2 êmbolos 3 - Engrenagem e eixo 4 - Regulagem do curso (ângulo de giro) 3

4 Oscilador hidráulico Motores Hidráulicos Tem funcionamento similar ao das bombas, só que o sentido do fluido é inverso. Tem-se: Motor de engrenagens; Motor de palhetas; Motor de pistão em linha/axiais (fixo e variável); Motor de pistões radiais; Motores orbitais; Motor gerotor. Válvulas de Comando e Controle s válvulas permitem controlar a operação do sistema hidráulico. Em geral podem: loquear o fluxo; Direcionar o fluxo; Válvulas de Controle Direcional Controlar a vazão. 4

5 Válvula de Controle Direcional Simbologia - Número de posições 2 posições 3 posições Uma parte móvel (carretel) permite que o fluxo do fluido seja desviado corretamente para a aplicação desejada. É definida por: Número de posições; Número de vias; Posição normal; Tipo de acionamento. Simbologia - Número de vias 2 vias 3 vias 4 vias Simbologia - Tipos de vias Simbologia - Posição normal Passagem loqueio mbas mbas P Válvula direcional de 2/2 vias P Válvula direcional de 3/2 vias T P Válvula direcional de 4/2 vias T 5

6 Tipo de acionamento Tipo de acionamento - Manual Piloto Rolete Manual Solenóide Tipo de acionamento - Roletes Tipo de acionamento - Solenóide 6

7 Tipo de acionamento - Piloto Tipo de acionamento Válvula operada por piloto e controlada por solenóide. Usada em válvulas grandes onde a força do solenóide não é suficiente para a operação direta. Tipo de acionamento Válvula operada por piloto e controlada por solenóide. Usada em válvulas grandes onde a força do solenóide não é suficiente para a operação direta. Tipo de acionamento Retorno por mola 7

8 Pino de Trava (Detente) Circuito básico Válvulas com travas não precisam manter os seus acionadores energizados para manter a posição (válvula montada na horizontal). P T Uma energização temporária (0.1 s) é suficiente para o deslocamento do carretel. M Circuito básico Condição de centro aberto P T M Permite que o fluido possa voltar ao tanque, possibilitando a movimentação do atuador por ação de força externa. Válvula de segurança não atua. Outros atuadores não podem operar (baixa pressão). 8

9 Válvulas de centro aberto no circuito Condição de centro fechado Permite que o fluido fique preso, impossibilitando a movimentação do atuador por ação de força externa. Força a abertura da válvula de segurança. pós alguns minutos, devido a vazamentos naturais no carretel, as pressões em e se equalizam e a haste do cilindro move-se lentamente. Válvulas de centro fechado no circuito Condição de centro em Tandem Permite que o fluido fique preso, impossibilitando a movimentação do atuador por ação de força externa. válvula de segurança não atua. Há, após alguns minutos, o deslocamento da haste. 9

10 Válvulas de centro em Tandem no circuito Centro aberto negativo Permite a volta do óleo ao tanque, possibilitando a movimentação da haste por ação de força externa. Válvula de segurança atua. Outros atuadores podem operar. Válvulas de centro aberto negativo no circuito Outras condições de centro 10

11 Centragem hidráulica do carretel Controle por estrangulamento Permite controlar a velocidade de deslocamento do carretel, reduzindo o choque no sistema. Válvula solenóide Controle de fluxo Válvula principal Válvulas de controle de pressão Válvulas de Pressão Estas válvulas são utilizadas principalmente para: Limitar a pressão máxima de um sistema (válvulas limitadoras); Reduzir a pressão em certas partes dos circuitos (válvulas reguladoras). base de operação dessas válvulas é o balanço entre pressão e força de mola. 11

12 Válvula limitadora de pressão (válvula de segurança) Exemplo com válvula de segurança Quanto o atuador esta parado a válvula de segurança permite a passagem do óleo para o reservatório. Válvula de seqüência Válvula de seqüência M Posição central Sem atuação 12

13 M M Válvula de seqüência Recuo simultâneo dos atuadores Válvula de seqüência vanço do atuador de fixação (pressão abaixo da válvula) UNIFEI M Válvula de seqüência vanço do atuador de furação (pressão aciona válvula) 13

Sistemas Hidropneumáticos I Hidráulica 05

Sistemas Hidropneumáticos I Hidráulica 05 Válvula de contrabalanço UNIFEI Sistemas Hidropneumáticos I Hidráulica 05 CRG EE-26/EE610 ula 05 28-09-2009 Prof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior Posição central Carga parada Válvula de contrabalanço

Leia mais

Atuadores Pneumáticos Rotativos

Atuadores Pneumáticos Rotativos UNIFEI EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Pneumática 2 Atuadores Pneumáticos Rotativos Aula 9 Prof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior https://www.youtube.com/watch?v=-65-t7st6tw Atuadores oscilantes

Leia mais

Válvula redutora de pressão. EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 6

Válvula redutora de pressão. EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 6 UNIFEI EE610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 6 Válvula redutora de pressão O objetivo da válvula de redutora de pressão é fazer com que a pressão em uma parte do sistema seja mantida em um determinado

Leia mais

EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Pneumática 3

EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Pneumática 3 UNIFEI EME60 - Sistemas Hidropneumáticos Pneumática 3 Circuito 5: avanço manual, retorno automático e controle de velocidade ula 0 Prof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior Circuito 6: avanço manual,

Leia mais

Válvulas de controle direcional

Válvulas de controle direcional Identificação de válvulas de controle direcional Válvulas de 4 vias montadas em sub-base Configurações padronizadas das furações tuadores de válvulas direcionais Limitações dos solenóides ipos de centro

Leia mais

Atuadores Pneumáticos Lineares

Atuadores Pneumáticos Lineares UNIFEI Sistemas Hidropneumáticos I Pneumática 02 Atuadores Pneumáticos Lineares EME-26/EME610 Aula 08 03-11-2009 Prof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior Introdução Atuadores pneumáticos incluem cilindros

Leia mais

EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Introdução

EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Introdução UNIFEI EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Introdução Aula 01 Prof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior Ementa Fundamentos de sistemas hidráulicos e pneumáticos; Componentes principais; Circuitos fundamentais;

Leia mais

Laboratório de Hidráulica. Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Prof. Dr. Rafael Traldi Moura MSc. Ruben Andres Salas

Laboratório de Hidráulica. Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Prof. Dr. Rafael Traldi Moura MSc. Ruben Andres Salas Laboratório de Hidráulica Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Prof. Dr. Rafael Traldi Moura MSc. Ruben Andres Salas Objetivo e Considerações Objetivos: O laboratório tem por principal objetivo revisar

Leia mais

EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 5

EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 5 tuador elescópico UNIFEI EE610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 5 ula 5 rof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior Exercício Um atuador telescópico elevará uma carga de 150 kgf ao ser alimentado por

Leia mais

SIMBOLOGIA PNEUMÁT ICA

SIMBOLOGIA PNEUMÁT ICA 1 SIMBOLOGIA PNEUMÁT ICA Neste item apresentaremos o resumo dos símbolos usuais empregados em diagramas pneumáticos e hidráulicos. A Tabela 1 apresenta alguns símbolos para os atuadores, conforme a norma

Leia mais

Aula 04 - Atuadores pneumáticos atuadores lineares e rotativos

Aula 04 - Atuadores pneumáticos atuadores lineares e rotativos Aula 04 - Atuadores pneumáticos atuadores lineares e rotativos 1 - INTRODUÇÃO Os atuadores pneumáticos são componentes que transformam a energia do ar comprimido em energia mecânica, isto é, são elementos

Leia mais

Simbologia dos componentes

Simbologia dos componentes Simbologia dos componentes 1. Símbolos básicos 2. Símbolos funcionais 3. Linhas de escoamento e conexões 4. Tipos de acionamento 2 L1 5. Unidades de conversão e armazenamento de energia L1 6. Distribuição

Leia mais

Válvulas de controle de pressão

Válvulas de controle de pressão Generalidades Válvula de controle de pressão operada diretamente Válvula limitadora de pressão Válvula de seqüência Valvula de contrabalanço Válvula redutora de pressão Válvula de descarga operada por

Leia mais

AUTOMATISMOS COMANDOS HIDRÁULICOS. APLICAÇÕES AUTOMATISMOS HIDRÁULICOS: 1- Comando por distribuidor de carretel 2- Comando por distribuidor rotativo

AUTOMATISMOS COMANDOS HIDRÁULICOS. APLICAÇÕES AUTOMATISMOS HIDRÁULICOS: 1- Comando por distribuidor de carretel 2- Comando por distribuidor rotativo AUTOMATISMOS COMANDOS HIDRÁULICOS APLICAÇÕES AUTOMATISMOS HIDRÁULICOS: 1- Comando por distribuidor de carretel 2- Comando por distribuidor rotativo Aplicação 1: aperto em máquinaferramenta Queremos apertar

Leia mais

Sistemas Hidropneumáticos I Pneumática 04

Sistemas Hidropneumáticos I Pneumática 04 UNIFEI Sistemas Hidropneumáticos I Pneumática 04 EME-6 e EME60 ula 0 6--009 Prof. José Hamilton haves Gorgulho Júnior onsiste em cortar a alimentação de ar comprimido dos elementos de sinal que estiverem

Leia mais

ATUADORES HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS

ATUADORES HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS ATUADORES HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS Em um sistema hidráulico ou pneumático, os atuadores são equipamentos capazes de converter energia hidráulica em energia mecânica que é utilizada para a movimentação

Leia mais

UNIDADE HIDRÁULICA BUCHER HIDRÁULICA LTDA. 1 P á g i n a

UNIDADE HIDRÁULICA BUCHER HIDRÁULICA LTDA. 1 P á g i n a UNIDADE HIDRÁULICA 1 P á g i n a UNIDADE HIDRÁULICA PADRONIZADA Figura 1 - Vista explodida Características: Reservatórios retangulares padrão com capacidade de 10 a 250 litros; Vazões de 4,3 até 76 litros

Leia mais

É a parte da Física que se ocupa da dinâmica e dos fenômenos físicos relacionados com os gases ou vácuos. É também o estudo da conservação da energia

É a parte da Física que se ocupa da dinâmica e dos fenômenos físicos relacionados com os gases ou vácuos. É também o estudo da conservação da energia Fagner Ferraz É a parte da Física que se ocupa da dinâmica e dos fenômenos físicos relacionados com os gases ou vácuos. É também o estudo da conservação da energia pneumática em energia mecânica, através

Leia mais

Válvulas hidráulicas de controle de vazão e direcionais

Válvulas hidráulicas de controle de vazão e direcionais Válvulas hidráulicas de controle de vazão e direcionais Aula 3 Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Prof. Dr. Rafael Traldi Moura Válvulas de controle de vazão Controle de vazão resistivo: controla resistencia

Leia mais

Válvulas Pneumáticas VÁLVULAS

Válvulas Pneumáticas VÁLVULAS VÁLVULAS Vimos que para os atuadores funcionarem é necessário que o ar comprimido chegue até eles. Ainda não explicamos como isso ocorre, porém não é difícil imaginar uma tubulação de aço, borracha ou

Leia mais

1 Introdução 2 CONCEITOS FUNDAMENTAIS HIDRÁULICA. Prof. Ezequiel de Souza Costa Júnior (CEFET-MG)

1 Introdução 2 CONCEITOS FUNDAMENTAIS HIDRÁULICA. Prof. Ezequiel de Souza Costa Júnior (CEFET-MG) HIDRÁULICA Prof. Ezequiel de Souza Costa Júnior (CEFET-MG) 1 Introdução 1.1 Histórico: Existem apenas três métodos conhecidos de transmissão de potência na esfera comercial: mecânica, elétrica e fluídica.

Leia mais

Atuadores e Sistemas Hidráulicos

Atuadores e Sistemas Hidráulicos 1 Atuadores e Sistemas Hidráulicos Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Aula 1 Escola Politécnica da USP Departamento de Engenharia Mecatrônica e Sistemas Mecânicos Introdução 2 Hidráulica é o ramo da engenharia

Leia mais

4. Temperatura ambiente de trabalho: -40Cº até +60Cº. 5. Meio de pressão: óleo hidráulico à base de óleo mineral

4. Temperatura ambiente de trabalho: -40Cº até +60Cº. 5. Meio de pressão: óleo hidráulico à base de óleo mineral Série V Z50 Comando hidráulico monobloco elétrico - Vazão nominal: 50 l/min - Pressão máxima: 250 bar - De 1 até 6 secções - Acionamento elétrico: 12V ou 24V Especificações 1. Comando hidráulico monobloco

Leia mais

Hidráulica e Eletrohidráulica

Hidráulica e Eletrohidráulica Hidráulica e Eletrohidráulica Professor: Leonardo Leódido Elementos de Máquinas Sumário Mangueiras e Conexões Válvula de Controle de Pressão Mangueiras e Conexões Tipos: Mangueiras e Conexões Tipos: Tubo

Leia mais

EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 03

EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 03 UNIFEI EME610 - Sitema Hidropneumático Hidráulica 03 Válvula de egurança (limitadora de preão) Aula 03 Prof. Joé Hamilton Chave Gorgulho Júnior 1 3 Válvula de egurança (limitadora de preão) Válvula de

Leia mais

EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 4

EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 4 UNIFEI EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 4 Aula 4 Prof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior ombas Parâmetros importantes: Pressão máxima; Vazão máxima; Faixa de rotação; Rendimento: Rendimento

Leia mais

Motor de Pistões Radiais V JMDG Baixa rotação e alto torque

Motor de Pistões Radiais V JMDG Baixa rotação e alto torque Motor de Pistões Radiais V JMDG Baixa rotação e alto torque Introdução São motores de baixa rotação e altíssimo torque e que podem ser aplicados em várias áreas que exigem estas características. Podem

Leia mais

ATUADORES ROTATIVOS CAPÍTULO 1.3 INTRODUÇÃO PAG. 1.3/02 ATUADOR ROTATIVO, SÉRIE R1 PAG. 1.3/06 ATUADOR ROTATIVO, SÉRIE R2 PAG. 1.

ATUADORES ROTATIVOS CAPÍTULO 1.3 INTRODUÇÃO PAG. 1.3/02 ATUADOR ROTATIVO, SÉRIE R1 PAG. 1.3/06 ATUADOR ROTATIVO, SÉRIE R2 PAG. 1. ATUADORES ROTATIVOS CAPÍTUO.3 INTRODUÇÃO PAG..3/0 ATUADOR ROTATIVO, SÉRIE R PAG..3/06 ATUADOR ROTATIVO, SÉRIE R PAG..3/09 ATUADOR ROTATIVO, SÉRIE R3 PAG..3/3 MESA GIRATÓRIA, SÉRIE R4 PAG..3/8.3/0 P N E

Leia mais

EX TARIFÁRIO BOMBA HIDRÁULICA VOLUMÉTRICA ALTERNATIVA DE PISTÕES AXIAIS NCM:

EX TARIFÁRIO BOMBA HIDRÁULICA VOLUMÉTRICA ALTERNATIVA DE PISTÕES AXIAIS NCM: EX TARIFÁRIO BOMBA HIDRÁULICA VOLUMÉTRICA ALTERNATIVA DE PISTÕES AXIAIS NCM: 8413.50.10 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 1. Montadora (repetir informação da Planilha de pleitos em excel): Komatsu 2. n Item (repetir

Leia mais

VÁLVULAS HIDRÁULICAS E PNEUMÁTICAS. 1 Introdução. 2 Válvulas de controle direcional

VÁLVULAS HIDRÁULICAS E PNEUMÁTICAS. 1 Introdução. 2 Válvulas de controle direcional VÁLVULAS HIDRÁULICAS E PNEUMÁTICAS 1 Introdução Os cilindros pneumáticos, componentes para máquinas de produção, para desenvolverem suas ações produtivas, devem ser alimentados ou descarregados convenientemente,

Leia mais

EX TARIFÁRIO BOMBA HIDRÁULICA VOLUMÉTRICA ALTERNATIVA DE PISTÕES AXIAIS NCM:

EX TARIFÁRIO BOMBA HIDRÁULICA VOLUMÉTRICA ALTERNATIVA DE PISTÕES AXIAIS NCM: EX TARIFÁRIO BOMBA HIDRÁULICA VOLUMÉTRICA ALTERNATIVA DE PISTÕES AXIAIS NCM: 8413.50.90 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 1. Montadora (repetir informação da Planilha de pleitos em excel): Komatsu 2. n Item (repetir

Leia mais

Novos tratores Farmall série a. O multitarefas perfeito para você.

Novos tratores Farmall série a. O multitarefas perfeito para você. tratores farmall Novos tratores Farmall série a. O multitarefas perfeito para você. Os novos tratores Farmall série A foram projetados para os mais diversos trabalhos tanto na agricultura como na pecuária.

Leia mais

Catálogo de Peças RT 220

Catálogo de Peças RT 220 Catálogo de Peças 09 0 9 0 RT 0 edição 0-0 edição 0-0 0 edição 0-0 09 RT 0 : RT 0 : Dimensional capa seca SAE Relação de redução : : CV máximo 0 RPM máximo 00 Torque de transmissão (N.m) 0 Pressão de óleo

Leia mais

É a parte da Física que se ocupa da dinâmica e dos fenômenos físicos relacionados com os gases ou vácuos. É também o estudo da conservação da energia

É a parte da Física que se ocupa da dinâmica e dos fenômenos físicos relacionados com os gases ou vácuos. É também o estudo da conservação da energia Fagner Ferraz É a parte da Física que se ocupa da dinâmica e dos fenômenos físicos relacionados com os gases ou vácuos. É também o estudo da conservação da energia pneumática em energia mecânica, através

Leia mais

Cilindros Hidráulicos

Cilindros Hidráulicos Cilindros Hidráulicos Cilindros hidráulicos transformam trabalho hidráulico em energia mecânica linear, a qual é aplicada a um objeto resistivo para realizar trabalho. Um cilindro consiste de uma camisa

Leia mais

Novos tratores Farmall série a. O multitarefas perfeito para você.

Novos tratores Farmall série a. O multitarefas perfeito para você. tratores farmall Novos tratores Farmall série a. O multitarefas perfeito para você. Os novos tratores Farmall série A foram projetados para os mais diversos trabalhos tanto na agricultura como na pecuária.

Leia mais

Atuadores em Robótica

Atuadores em Robótica Atuadores em Robótica Profa. Michelle Mendes Santos michelle@cpdee.ufmg.br Atuadores Indicadores Em robótica muitas vezes é necessário sinalizar um acontecimento ou situação importante. Essa sinalização

Leia mais

Tamanho máx. da partícula 5 µm. Torque teórico com. Materiais:

Tamanho máx. da partícula 5 µm. Torque teórico com. Materiais: 1 Pressão operação mín/máx 2 bar / 10 bar Temperatura ambiente min./máx. -20 C / +80 C Temperatura produto mín/máx. -20 C / +80 C Fluido Ar comprimido Tamanho máx. da partícula 5 µm Teor óleo do ar comprimido

Leia mais

Brasileira de Perfuratrizes - atua no mercado brasileiro de bens capital

Brasileira de Perfuratrizes - atua no mercado brasileiro de bens capital A COBRASPER - Indústria Brasileira de Perfuratrizes - atua no mercado brasileiro de bens capital desde a década de 80, no s e g m e n t o d e m á q u i n a s perfuratrizes (sondas) para poços de água,

Leia mais

Introdução. Apresentação. Características da hidráulica. Evolução dos sistemas hidráulicos. Sistema hidráulico. Circuito hidráulico básico

Introdução. Apresentação. Características da hidráulica. Evolução dos sistemas hidráulicos. Sistema hidráulico. Circuito hidráulico básico Apresentação Características da hidráulica Evolução dos sistemas hidráulicos Sistema hidráulico Circuito hidráulico básico Unidade hidráulica Apresentação Com a constante evolução tecnológica há no mercado

Leia mais

Laboratório de Pneumática. Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Prof. Dr. Rafael Traldi Moura MSc. Ruben Andres Salas

Laboratório de Pneumática. Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Prof. Dr. Rafael Traldi Moura MSc. Ruben Andres Salas Laboratório de Pneumática Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Prof. Dr. Rafael Traldi Moura MSc. Ruben Andres Salas Objetivos: Objetivo e Considerações O laboratório tem por principal objetivo revisar

Leia mais

Vista Explodida Clientes do Motor a Diesel 10HP

Vista Explodida Clientes do Motor a Diesel 10HP Vista Explodida Clientes do Motor a Diesel 10HP CONJUNTO TANQUE DE COMBUSTÍVEL 1 2 3 4 5 6 7 8 01.03.10.015.052 01.03.01.016.004 01.03.08.007.002 01.03.040.008.001 01.03.04.007.003 02.05.03.01.06.001 01.03.03.014.001

Leia mais

transversal anterior 4 no cabeçote 127 a rpm 32,6 a rpm 88 mm x 94 mm turboalimentado com intercooler ferro fundido com pino flutuante

transversal anterior 4 no cabeçote 127 a rpm 32,6 a rpm 88 mm x 94 mm turboalimentado com intercooler ferro fundido com pino flutuante DUCATO CARGO DUCATO CARGO 7.5 M³ MULTIJET ECONOMY 2017 MOTOR CILINDROS 4 em linha POSIÇÃO DO MOTOR TAXA DE COMPRESSÃO transversal anterior 16,2:1 Nº DE VÁLVULAS POR CILINDRO 4 no cabeçote CILINDRADA TOTAL

Leia mais

oeixo de Comando de Válvulas

oeixo de Comando de Válvulas oeixo de Comando de Válvulas 1 Detalhes técnicos Do eixo de comando de válvulas depende grande parte das principais características e comportamento de funcionamento do motor. É o comando de válvulas quem

Leia mais

Sistemas Pneumáticos

Sistemas Pneumáticos UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CENTRO DE ENGENHARIAS ENGENHARIA DE PRODUÇÃO AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Sistemas Pneumáticos Gilson PORCIÚNCULA wp.ufpel.edu.br/porciuncula Estrutura de um circuito Pneumático

Leia mais

Escavadeiras compactas Robex 16-9 robex 27z-9 Robex 35z-9 Equipadas com motor Tier IV

Escavadeiras compactas Robex 16-9 robex 27z-9 Robex 35z-9 Equipadas com motor Tier IV Escavadeiras compactas Robex 16-9 robex 27z-9 Robex 35z-9 Equipadas com motor Tier IV R16Z-9 DeseMPenho e Precisão Novas tecnologias para maximizar o desempenho e a precisão, possibilitam suavidade, rapidez

Leia mais

LINTEC VEÍCULOS E MOTORES ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

LINTEC VEÍCULOS E MOTORES ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS LINTEC VEÍCULOS E MOTORES ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Código: ET 700.018 Data: 05/08/2011 MOTOR 3LD1500 LINTEC PRODUTO: MOTOR APROVADO: Adelair Colombo ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MODELO: MOTOR 3LD1500 ELABORADO:

Leia mais

Automação Hidráulica

Automação Hidráulica Automação Hidráulica Definição de Sistema hidráulico Conjunto de elementos físicos associados que, utilizando um fluido como meio de transferência de energia, permite a transmissão e o controle de força

Leia mais

INTRODUÇÃO ÀS MÁQUINAS HIDRÁULICAS

INTRODUÇÃO ÀS MÁQUINAS HIDRÁULICAS - MÁQUINA HIDRÁULICA MOTRIZ OU TURBINA: máquina hidráulica que fornece energia mecânica para ser transformada em energia elétrica. 1. Definição INTRODUÇÃO ÀS MÁQUINAS HIDRÁULICAS - MÁQUINA HIDRÁULICA:

Leia mais

Linha Hidráulica Industrial e Mobile

Linha Hidráulica Industrial e Mobile Hydraulics Linha Hidráulica Industrial e Mobile Folheto 2002-2 BR Novembro 2003 Hydraulics Projeta, manufatura e comercializa uma linha completa de componentes e sistemas hidráulicos para fabricantes e

Leia mais

1 Circuitos Pneumáticos

1 Circuitos Pneumáticos 1 Circuitos Pneumáticos Os circuitos pneumáticos são divididos em várias partes distintas e, em cada uma destas divisões, elementos pneumáticos específicos estão posicionados. Estes elementos estão agrupados

Leia mais

Circuitos Pneumáticos

Circuitos Pneumáticos www.iesa.com.br 1 Circuitos Pneumáticos Exemplos: 1) Comando de um cilindro de ação simples ) Comando de um cilindro de ação dupla 3) Comando indireto de um cilindro de ação simples 4) Comando indireto

Leia mais

Transversal anterior. 4 no cabeçote. 127 a rpm. 32,6 a 1800 rpm. 88 mm x 94 mm. turboalimentado com intercooler.

Transversal anterior. 4 no cabeçote. 127 a rpm. 32,6 a 1800 rpm. 88 mm x 94 mm. turboalimentado com intercooler. DUCATO DUCATO MINIBUS TB 15 LUGARES 2.3 DIESEL 2017 MOTOR CILINDROS 4 em linha POSIÇÃO DO MOTOR TAXA DE COMPRESSÃO Transversal anterior 16,2:1 Nº DE VÁLVULAS POR CILINDRO 4 no cabeçote CILINDRADA TOTAL

Leia mais

RECALQUE. Prof. Hugo Alexandre Soares Guedes Website: wp.ufpel.edu.br/hugoguedes/

RECALQUE. Prof. Hugo Alexandre Soares Guedes   Website: wp.ufpel.edu.br/hugoguedes/ INSTALAÇÕES DE RECALQUE Prof. Hugo Alexandre Soares Guedes E-mail: hugo.guedes@ufpel.edu.br Website: wp.ufpel.edu.br/hugoguedes/ MÁQUINA DESIGNAÇÃO GENÉRICA DADA A TODO TRANSFORMADOR DE ENERGIA. ELA ABSORVE

Leia mais

As válvulas hidráulicas Enerpac estão disponíveis em uma grande variedade de modelos e configurações.

As válvulas hidráulicas Enerpac estão disponíveis em uma grande variedade de modelos e configurações. Visão Geral da Seção de Válvulas de Controle Direcional s válvulas hidráulicas Enerpac estão disponíveis em uma grande variedade de modelos e configurações. Sejam quais forem as suas exigências controle

Leia mais

NEW HOLLAND TT TT3840 TT4030

NEW HOLLAND TT TT3840 TT4030 NEW HOLLAND TT TT3840 TT4030 2 3 PERFEITO PARA A SUA LAVOURA, DO TAMANHO DA SUA NECESSIDADE. Os tratores TT foram projetados para atender as necessidades mais específicas no campo. Com 55 ou 75 cavalos

Leia mais

3. ACIONAMENTO E CIRCUITOS ELETRO-PNEUMÁTICOS

3. ACIONAMENTO E CIRCUITOS ELETRO-PNEUMÁTICOS 3. ACIONAMENTO E CIRCUITOS ELETRO-PNEUMÁTICOS Nas aplicações e circuitos desenvolvidos no capítulo anterior, a única forma de transmissão de sinais e de energia foi a pneumática. É possível, entretanto

Leia mais

MÁQUINAS DE ELEVAÇÃO E TRANSPORTE

MÁQUINAS DE ELEVAÇÃO E TRANSPORTE MÁQUINAS DE ELEVAÇÃO E TRANSPORTE AULA 8 ACIONAMENTO E MECANISMOS DE ELEVAÇÃO PROF.: KAIO DUTRA Acionamento Manual e Alavanca de Comando Um acionamento manual pode ser empregado em mecanismos de baixa

Leia mais

BANCADA DIDÁTICA DE PNEUMÁTICA E ELETROPNEUMÁTICA

BANCADA DIDÁTICA DE PNEUMÁTICA E ELETROPNEUMÁTICA BANCADA DIDÁTICA DE PNEUMÁTICA E ELETROPNEUMÁTICA MODELO: EE0070 FINAME: 3251458 APRESENTAÇÃO Bancada didática construída em estrutura de perfil de alumínio 40x40mm, com 04 rodízios giratórios reforçados,

Leia mais

Alternador. Professor Diogo Santos Campos

Alternador. Professor Diogo Santos Campos 4. SISTEMA ELÉTRICO O sistema elétrico dos motores dos tratores agrícolas pode ser dividido em três partes, são elas: Produção: gerador e dispositivos de controle de corrente e tensão; Armazenamento: bateria;

Leia mais

Elementos de. sinais. Elementos de. Trabalho. Elementos de. Comando. Elementos de. Controle

Elementos de. sinais. Elementos de. Trabalho. Elementos de. Comando. Elementos de. Controle Cadeia de comando Sensores, botoeiras, fim de curso de came ou rolete, barreiras pneumáticas ou fotoelétricas, pedais Motores, cilindros, atuadores Elementos de sinais Elementos de Trabalho Válvulas, contatores

Leia mais

Catálogo de Componentes Hidráulicos e Elétricos.

Catálogo de Componentes Hidráulicos e Elétricos. Painel Simulador Painel Simulador de Hidráulica de Hidráulica Industrial Industrial e e Eletro-Hidráulica Catálogo de Componentes Hidráulicos e Elétricos www.festo.com.br Festo Didactic Presente desde

Leia mais

BOMBAS. Bombas CLASSIFICAÇÃO BOMBAS ALTERNATIVAS APLICAÇÕES 06/04/2011 BOMBAS DE DESLOCAMENTO POSITIVO

BOMBAS. Bombas CLASSIFICAÇÃO BOMBAS ALTERNATIVAS APLICAÇÕES 06/04/2011 BOMBAS DE DESLOCAMENTO POSITIVO BOMBAS Bombas Para deslocar um fluido ou mantê-lo em escoamento é necessário adicionarmos energia, o equipamento capaz de fornecer essa energia ao escoamento do fluido é denominamos de Bomba. CLASSIFICAÇÃO

Leia mais

EX TARIFÁRIO BOMBA HIDRÁULICA VOLUMÉTRICA ALTERNATIVA DE PISTÕES AXIAIS NCM:

EX TARIFÁRIO BOMBA HIDRÁULICA VOLUMÉTRICA ALTERNATIVA DE PISTÕES AXIAIS NCM: EX TARIFÁRIO BOMBA HIDRÁULICA VOLUMÉTRICA ALTERNATIVA DE PISTÕES AXIAIS NCM: 8413.50.90 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 1. Montadora (repetir informação da Planilha de pleitos em excel): Komatsu 2. n Item (repetir

Leia mais

Válvulas - Série PVL. Válvulas pneumáticas Série PVL. Características técnicas. Materiais. Descrição. Catálogo BR Informações técnicas

Válvulas - Série PVL. Válvulas pneumáticas Série PVL. Características técnicas. Materiais. Descrição. Catálogo BR Informações técnicas Índice Catálogo 1001-8 BR Informações técnicas Válvulas - Características técnicas Vias/posições 5/2 Conexão G1/8 e G1/4 Tipo construtivo Spool Acionamentos Elétrico e pneumático Vazão a 7 bar 950 l/min

Leia mais

Sistema Resistivo Diagrama de funcionamento Legendas

Sistema Resistivo Diagrama de funcionamento Legendas Sistema Resistivo Os sistemas tipo Resistivo podem ser empregados em máquinas de pequeno e médio porte que necessitem de uma lubrificação a óleo dosada e freqüente. Uma bomba de acionamento manual ou elétrico

Leia mais

AUC1. Circuitos Eletrohidráulicos e Eletropneumáticos. Parte III 14/02/2015 1

AUC1. Circuitos Eletrohidráulicos e Eletropneumáticos. Parte III 14/02/2015 1 AUC1 Circuitos Eletrohidráulicos e Eletropneumáticos Parte III 14/02/2015 1 Atuadores 14/02/2015 2 Atuador Pneumático Os atuadores pneumáticos, assim como os atuadores hidráulicos, são componentes que

Leia mais

Vista Explodida Motores a Gasolina - 170F - NMG70/NMG70E

Vista Explodida Motores a Gasolina - 170F - NMG70/NMG70E Vista Explodida Motores a Gasolina - - NMG70/NMG70E Conjunto da Cabeça do Cilindro Conjunto da Cabeça do Cilindro 1.1 01.01.01.024.013 Cabeçote do Cilindro 1.2 01.01.10.011.002 Parafuso Prisioneiro M6*110

Leia mais

Tecnologia aliada à força. LANÇAMENTOS 2015/16

Tecnologia aliada à força. LANÇAMENTOS 2015/16 LANÇAMENTOS 2015/16 VÁLVULAS DIRECIONAIS 2 posições e 3 vias - NF Configuração 2 posições e 3 vias - NF Ar comprimido Roscas dos Pórticos G 1/8" Faixa de 0 a 10 bar Faixa de Temperatura de Trabalho -5

Leia mais

Dimensionamento do cilindro hidráulico

Dimensionamento do cilindro hidráulico Dimensionamento do cilindro hidráulico Florianópolis, 25 de outubro de 2016 1 Sumário 2 Apresentação... 2 3 Pressão de trabalho... 2 4 Diâmetro comercial necessário ao cilindro... 2 5 Dimensionamento da

Leia mais

Pos Código Descrição Q/M*

Pos Código Descrição Q/M* Motores 4 Tempos 5cv 87 7032400 Cabeçote 2 00970 Parafuso da tampa do cabeçote - completo 3 70300623 Tampa do cabeçote 4 0800393 Vedação da tampa cabeçote 5 00443 Parafuso flangeado M0x80 4 6 23500470

Leia mais

Transversal anterior. 130,0 (G) / 132,0 (E) a rpm. 18,4 (G) / 18,9 (E) a rpm. Gasolina / Etanol. 5 a frente e 1à ré

Transversal anterior. 130,0 (G) / 132,0 (E) a rpm. 18,4 (G) / 18,9 (E) a rpm. Gasolina / Etanol. 5 a frente e 1à ré DOBLÒ DOBLÒ ESSENCE 5 LUGARES 1.8 16V FLEX 2017 4P CILINDROS 04 em linha POSIÇÃO DO Transversal anterior Nº DE VÁLVULAS POR CILINDRO 4 CILINDRADA TOTAL (CC) POTÊNCIA MÁXIMA (CV) TORQUE MÁXIMO (KGF.M) ALIMENTAÇÃO

Leia mais

Eletropneumática. 23/03/2015 Prof. Fagner Ferraz 3

Eletropneumática. 23/03/2015 Prof. Fagner Ferraz 3 ELETROPNEUMÁTICA ELETROPNEUMÁTICA 23/03/2015 Prof. Fagner Ferraz 3 CIRCUITO PNEUMÁTICO X ELETROPNEUMÁTICO 23/03/2015 Prof. Fagner Ferraz 4 CIRCUITO PNEUMÁTICO X ELETROPNEUMÁTICO 23/03/2015 Prof. Fagner

Leia mais

TABELAS DE CONVERSÃO E FÓRMULAS:

TABELAS DE CONVERSÃO E FÓRMULAS: TABELAS DE CONVESÃO E FÓMULAS: Aplicações para motores hidráulicos... 07 Cálculo da perda de carga em tubulação... 04 Cálculo do diâmetro nominal (interno e externo) de tubulação... 03 Circuitos hidráulicos...

Leia mais

SACA POLIAS TORVEL MODELO: SPT

SACA POLIAS TORVEL MODELO: SPT MODELO: SPT - 1000 SPT-1000 1 Índice 1.0. Considerações Gerais...3 1.1. Instruções de Recebimento...3 1.2. A segurança em Foco...3 2.1. Dados Técnicos...4 2.2. Descrição do Produto...5 2.3. Composição

Leia mais

JEEP COMPASS SPORT 2.0 FLEX AT6 Ficha Técnica

JEEP COMPASS SPORT 2.0 FLEX AT6 Ficha Técnica JEEP COMPASS SPORT 2.0 FLEX AT6 Cilindrada total / unitária 1.995 cm³ Diâmetro x Curso 88 x 82 mm Otto - 4 11,8:1 Natural Ignição 159 cv a 6.200 rpm 19,9 kgfm a 4.000 rpm 166 cv a 6.200 rpm 20,5 kgfm a

Leia mais

Tecnologia em controle. de movimentos e fluidos

Tecnologia em controle. de movimentos e fluidos Tecnologia em controle de movimentos e fluidos Dispositivos e peças destinadas às áreas de automação em geral Componentes aplicados em equipamentos ou processos com o objetivo de aumentar a eficiência,

Leia mais

Empilhadeira Elétrica LEE25

Empilhadeira Elétrica LEE25 Empilhadeira Elétrica LEE25 Manual de peças 1 TRANSMISSÃO Y 1 7038.010.132.00.2 1 Motor Elétrico da Direção 2 7038.010.133.00.0 1 Junta 7 7038.010.134.00.8 1 Tampa 8 7038.010.135.00.5 1 Carcaça 12 7038.010.136.00.6

Leia mais

FORD TRANSIT 2009 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

FORD TRANSIT 2009 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1 FORD TRANSIT 2009 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Modelo... Van/Furgão Motor... Ford Duratorq 2.4 L TDCI Número de cilindros... 4 Potência (cv/rpm)... 115,6 (85 kw)/ 3.500 Torque (kgfm/rpm)... 31,63 (310 Nm)/

Leia mais

Laboratório de Eletropneumática e Eletrohidráulica. Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Prof. Dr. Rafael Traldi Moura MSc. Ruben Andres Salas

Laboratório de Eletropneumática e Eletrohidráulica. Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Prof. Dr. Rafael Traldi Moura MSc. Ruben Andres Salas Laboratório de Eletropneumática e Eletrohidráulica Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Prof. Dr. Rafael Traldi Moura MSc. Ruben Andres Salas Objetivo e Considerações Objetivos: O laboratório tem por principal

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO TRANSPALETE ELÉTRICO

CATÁLOGO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO TRANSPALETE ELÉTRICO CATÁLOGO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO TRANSPALETE ELÉTRICO ÍNDICE Catálogo de Peças de Reposição CHASSI E COMPONENTES 1... CHASSI E COMPONENTES 2... ACOPLAMENTO DA TRAÇÃO... SUPORTE DE GIRO E TIMÃO... TIMÃO VERSÃO

Leia mais

INSTRUMENTAÇÃO EM PROCESSOS INDUSTRIAIS

INSTRUMENTAÇÃO EM PROCESSOS INDUSTRIAIS INSTRUMENTAÇÃO EM PROCESSOS INDUSTRIAIS Válvulas de controle (funções, componentes, tipos e aplicações) Patrícia Lins de Paula 25/03/2012 154 VÁLVULAS São dispositivos destinados a estabelecer, controlar

Leia mais

ATUADORES DE CILINDRO PNEUMÁTICO SÉRIE AT1

ATUADORES DE CILINDRO PNEUMÁTICO SÉRIE AT1 ATUADORES DE CILINDRO PNEUMÁTICO SÉRIE AT1 Os atuadores WL Série AT1D, do tipo pistão de dupla ação e retorno por mola são projetados tanto para serviços de controle como on-off. As séries AT1D e AT1M

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS CHEVROLET PRISMA 1.0 VHCE FLEXPOWER RESUMO Carroceria / motorização: Construção: Fabricação: Prisma 1.0 VHCE Flexpower Sedã 5 passageiros, 4 portas, motorização dianteira, tração

Leia mais

Consultoria em Irrigação e Fertirrigação. 3ª Reunião do GIC. Ribeirão Preto-SP, 18 de Setembro de 2012

Consultoria em Irrigação e Fertirrigação. 3ª Reunião do GIC. Ribeirão Preto-SP, 18 de Setembro de 2012 3ª Reunião do GIC Ribeirão Preto-SP, 18 de Setembro de 2012 Acionamento de motores elétricos em sistemas de irrigação via Inversor de Frequência e Qualidade na Aplicação e Operação de Sistema Carretel

Leia mais

EXPLODIDO MOTOR MOTOBOMBA 2" MOTOR 168F / 3" MOTOR 168F-1 CABEÇOTE

EXPLODIDO MOTOR MOTOBOMBA 2 MOTOR 168F / 3 MOTOR 168F-1 CABEÇOTE EXPLODIDO MOTOR MOTOBOMBA 2" MOTOR 168F / 3" MOTOR 168F-1 CABEÇOTE 1.1 01.01.01.024.004 CABEÇOTE DO CILINDRO 168F 1 01.01.01.024.005 CABEÇOTE DO CILINDRO 168F-1 1 1.2 01.01.10.011.002 PRISIONEIRO EX M6X110

Leia mais

Anexo 2 TABELA DE PREÇOS DE PEÇAS DE RECUPERAÇÃO DE INJEÇÕES DE DIESEL

Anexo 2 TABELA DE PREÇOS DE PEÇAS DE RECUPERAÇÃO DE INJEÇÕES DE DIESEL Anexo 2 TABELA DE PREÇOS DE PEÇAS DE RECUPERAÇÃO DE INJEÇÕES DE DIESEL BOSCH Referência Descrição da peça Valor 0261230081 SENSOR DE PRESSÃO 241,31 0281002118 VÁLVULA MAGNÉTICA 1.740,72 0281002149 VÁLVULA

Leia mais

Transmissão hidráulica de força e energia

Transmissão hidráulica de força e energia Líquidos Transmissão de força Intensificador de pressão Pressão em uma coluna de fluido Velocidade e vazão Tipos de fluxo Geração de calor Diferencial de pressão Transmissão Hidráulica de Força e Energia

Leia mais

ATIVIDADE PRÁTICA 02: UTILIZANDO LIMITADORA DE PRESSÃO PROPORCIONAL A) CONHECENDO A VÁLVULA LIMITADORA DE PRESSÃO PROPORCIONAL:

ATIVIDADE PRÁTICA 02: UTILIZANDO LIMITADORA DE PRESSÃO PROPORCIONAL A) CONHECENDO A VÁLVULA LIMITADORA DE PRESSÃO PROPORCIONAL: ATIVIDADE PRÁTICA 02: UTILIZANDO LIMITADORA DE PRESSÃO PROPORCIONAL A) CONHECENDO A VÁLVULA LIMITADORA DE PRESSÃO PROPORCIONAL: A Figura 01 ilustra o esquema de uma válvula limitadora de pressão proporcional

Leia mais

Edson Duarte Sistemas Eletropneumáticos Lista Geral

Edson Duarte Sistemas Eletropneumáticos Lista Geral 1) Calcule o volume de ar comprimido necessário para o acionamento de 10 cilindros pneumáticos (modelo A), 4 cilindros pneumáticos com retorno por mola (modelo B) e 2 cilindros sem haste (modelo C), todos

Leia mais

Válvulas de Controle 25/11/20122

Válvulas de Controle 25/11/20122 25/11/2012 1 2012 25/11/20122 2 Tipos de Válvulas Os tipos de válvulas classificam-se em função dos respectivos tipos de corpos, e portanto, quando estivermos falando de tipos de válvulas deve-se subentender

Leia mais

líquido de arrefecimento

líquido de arrefecimento Peso em Operação: Potência Líquida SAE: 7 kw (95 hp) Tamanhos de Caçamba: 3 Motor Motor diesel Isuzu AJ-4JJX Tier 3 turbinado com controle eletrônico de combustível, 4 cilindros, arrefecimento líquido,

Leia mais

Linha Hidráulica Industrial e Mobile. Folheto BR Abril 2001

Linha Hidráulica Industrial e Mobile. Folheto BR Abril 2001 Linha Hidráulica Industrial e Mobile Folheto 2002-1 BR Abril 2001 Linha Commercial Bombas, Motores e Divisores de Fluxo Bombas e Motores Séries R Bombas, Motores e Divisores de Fluxo Séries PX Combinação

Leia mais

Botoeiras. Elementos de Entrada de Sinais. Botoeiras. Botoeiras. Componentes dos Circuitos Elétricos Eletropneumática

Botoeiras. Elementos de Entrada de Sinais. Botoeiras. Botoeiras. Componentes dos Circuitos Elétricos Eletropneumática Componentes dos Eletropneumática Fabricio Bertholi Dias Componentes dos Elementos de Entrada de Sinais Emitem informações ao circuito por meio de uma ação muscular, mecânica, elétrica, eletrônica ou combinação

Leia mais

Rua do Manifesto, Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11)

Rua do Manifesto, Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11) 463 Máquinas Verticais Operação Manual Série 2000 Modelo St2001 Modelo St2002* Altura máxima de corte: 300mm Distância da lâmina de serra de fita à estrutura da máquina: 410mm Dimensão de mesa: 550mm de

Leia mais

TR-250M. CAPACIDADE DO GUINDASTE kg a 2,5 m

TR-250M. CAPACIDADE DO GUINDASTE kg a 2,5 m TADANO GUINDASTE HIDRÁULICO SOBRE RODAS CATÁLOGO DE ESPECIFICAÇÕES N.º TR-250M-5-00104/P-05 TR-250M DADOS GERAIS CAPACIDADE DO GUINDASTE 25.000 kg a 2,5 m LANÇA 4 seções, 9,5 m - 30,5 m DIMENSÕES GERAIS

Leia mais

SEM534 Processos de Fabricação Mecânica. Professor - Renato G. Jasinevicius. Aula: Máquina ferramenta- Torno. Torno

SEM534 Processos de Fabricação Mecânica. Professor - Renato G. Jasinevicius. Aula: Máquina ferramenta- Torno. Torno SEM534 Processos de Fabricação Mecânica Professor - Renato G. Jasinevicius Aula: Máquina ferramenta- Torno Torno Torno Existe uma grande variedade de tornos que diferem entre si pelas dimensões, características,

Leia mais

A nova linha T6 da New Holland chegou para ajudar você a ir mais longe. Reunindo força, rendimento e desempenho com tecnologia e um design moderno e

A nova linha T6 da New Holland chegou para ajudar você a ir mais longe. Reunindo força, rendimento e desempenho com tecnologia e um design moderno e New Holland T6 T6 2 3 NOVA LINHA T6. FORÇA E ROBUSTEZ PARA SUA LAVOURA. DESIGN E PRODUTIVIDADE PARA VOCÊ. A nova linha T6 da New Holland chegou para ajudar você a ir mais longe. Reunindo força, rendimento

Leia mais

SACA ROLAMENTOS FERROVIÁRIO

SACA ROLAMENTOS FERROVIÁRIO MODELO: TERF - 10013 1 1.0 Considerações Gerais 1.1 Instruções de recebimento Deve-se inspecionar visualmente todo o equipamento para detectar avarias causadas durante o transporte, como vazamentos e marcas

Leia mais

Válvulas Direcionais Musculares

Válvulas Direcionais Musculares Conteúdo 7.1.1 7.2.1 7.3.1 7.4.1 7.5.1 7.6.1 7.7.1 7.8.1 7.9.1 Série VP18 Muscular Série VN18 Manual (alavanca) Série VN14 Muscular Série VN38 Muscular Série VP38 Muscular Série VP12 Muscular Série VP34

Leia mais