MANUAL DE DIREITO EMPRESARIAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE DIREITO EMPRESARIAL"

Transcrição

1 Benigno Cavalcante MANUAL DE DIREITO EMPRESARIAL

2 Sumário Apresentação Abreviatura CAPÍTULO I HISTÓRIA DO DIREITO COMERCIAL 1. O Surgimento do Direito Comercial Evolução do Direito Comercial O Código Comercial Francês Direito Comercial no Brasil O Código Comercial Brasileiro Objeto do Direito Comercial Teoria dos Atos de Comércio Conceito de Ato de Comércio Conceito de Comerciante Tentativas de Unificação do Direito Privado Código Civil Brasileiro de Autonomia do Direito Comercial CAPÍTULO II TEORIA JURÍDICA DA EMPRESA 2. A Empresa O Empresário Capacidade para ser Empresário Proibidos de Exercer a Empresa... 47

3 2.2. Empresário Individual O Estabelecimento Registro Personalidade Jurídica Conceito de Personalidade Personalidade Civil e Personalidade Jurídica Início da Personalidade Jurídica Desconsideração da Personalidade Jurídica Nome Empresarial Firma Firma Individual Firma Social Denominação Social Título do Estabelecimento Auxiliares do Empresário Prepostos Gerente Contabilista e outros Auxiliares Leiloeiros Corretores Representante Comercial Da Escrituração CAPÍTULO III DIREITO SOCIETÁRIO 3. Sistematização do Direito Societário no Direito Civil Brasileiro Conceito de Sociedade Capital Social Subscrição do Capital Social Integralização do Capital Social Categorias de Sociedades Sociedades de Pessoas Sociedades de Capitais... 93

4 Responsabilidade Empresarial Responsabilidade Solidária Responsabilidade Não Solidária Responsabilidade Ilimitada Responsabilidade Limitada Responsabilidade Mista Responsabilidade Subsidiária Sociedades Não Personificadas Sociedades em Comum ou de Fato Prova da Existência da Sociedade em Comum Responsabilidade Empresarial na Sociedade em Comum Sociedades em Conta de Participação Sociedades Personificadas Sociedades Simples Do Contrato Social Dos Direitos e Obrigações dos Sócios Da Administração Das Relações com Terceiros Da Resolução da Sociedade em Relação a um Sócio Da Dissolução da Sociedade Liquidação da Sociedade Deveres do Liquidante Sociedades em Nome Coletivo Sociedade em Comandita Simples Sociedades Limitadas Antecedentes Históricos e Legislativos Sociedades Limitadas no Código Civil de Nome Empresarial das Sociedades Limitadas Das Quotas Sociais Indivisibilidade das Quotas Sociais Cessão das Quotas Sociais Impenhorabilidade das Quotas Sociais Sócio Remisso Administração da Sociedade Limitada

5 Cessação dos Poderes de Administração Conselho Fiscal Funções do Conselho Fiscal Deliberações dos Sócios Modo de Convocação da Assembleia ou Reunião dos Sócios Quorum de Instalação da Assembleia ou Reunião dos Sócios Presidência da Assembleia Quorum de Deliberações Época da Realização da Assembleia Direito de Retirada do Sócio Do Aumento e da Redução do Capital Da Resolução da Sociedade em Relação a Sócios Minoritários Da Dissolução Sociedades Anônimas Objeto Social Nome Empresarial Companhia Aberta e Fechada Formação do Capital Social Classificação das Ações Ações Ordinárias Ações Preferenciais Ações de Gozo ou Fruição Títulos Negociáveis Emitidos pelas Sociedades Anônimas Partes Beneficiárias Debêntures Escritura de Emissão de Debêntures Bônus de Subscrição Estrutura Administrativa das Sociedades Anônimas Assembleia Geral Ordinária Modo de Convocação das Assembleias Quorum de Instalação

6 Livro de Presença Quorum das Deliberações Ata da Assembleia Conselho de Administração Diretoria Conselho Fiscal Constituição da Sociedade Anônima Modelo de Ata de Assembleia de Fundação da Sociedade Anônima Modelo de Boletim de Subscrição de Ações Alterações Fundamentais nas Sociedades Transformação Direito dos Credores Incorporação Fusão Cisão Sociedade em Comandita por Ações CAPÍTULO IV TÍTULOS DE CRÉDITO 4. Teoria Geral dos Títulos de Crédito Lex Poetelia Papira Conceito de Título de Crédito Características dos Títulos de Crédito Cartularidade Literalidade Autonomia Classificação dos Títulos de Crédito Quanto ao Negócio Jurídico Subjacente Quanto à Natureza dos Títulos de Crédito Quanto à Forma dos Títulos de Crédito Quanto à Origem da Obrigação Contida nos Títulos de Crédito

7 Quanto à Circulação Títulos ao Portador Títulos à Ordem Títulos Nominativos Inoponibilidade das Exceções Pessoais Endosso Conceito de Endosso Modalidades de Endosso Endosso em Preto Endosso em Branco Endosso Mandato Endosso Póstumo Endosso Caução ou Irregular Garantias Cambiais Aval Distinção entre Aval e Fiança Distinção e Semelhanças entre Aval e Endosso Legislação Cambial Decreto n de Decreto n de (Lei Uniforme) Títulos de Crédito em Espécie Letra de Câmbio Requisitos Formais Aceite Protesto Prescrição da Ação Cambial Nota Promissória Duplicata Requisitos Formais da Fatura Requisitos Formais da Duplicata Da Remessa e da Devolução da Duplicata Aceite na Duplicata Do Pagamento das Duplicatas Do Protesto

8 Processo para Cobrança da Duplicata Prescrição Da Escrita Especial Duplicatas de Prestação de Serviços Cheque Da Emissão e da Forma do Cheque Cheque Visado Cláusulas Especiais Literalidade do Cheque Transmissão do Cheque Do Aval Da Apresentação e do Pagamento Sustação do Pagamento do Cheque Do Cheque Cruzado Da Ação por Falta de Pagamento Da Prescrição Títulos Representativos Conhecimento de Depósito e Warrant CAPÍTULO V DIREITO FALIMENTAR E RECUPERAÇÃO DA EMPRESA 5. Falência Conceito Antecedentes Legislativos Objetivo do Processo Falimentar Fundamentos da Falência Impontualidade Protesto Cambial Insolvência do Devedor Insolvência Presumida pela Impontualidade Insolvência Presumida pela Ausência de Bens Penhoráveis Insolvência Confessada

9 Prática de Atos Falimentares Pressupostos Processuais da Falência Legitimidade Ativa Legitimidade Passiva Devedor Empresário Sociedades Empresárias Sócios de Responsabilidade Ilimitada Sociedades Empresárias Excluídas da Falência Citação do Devedor Defesa do Devedor Prazo para Defesa do Devedor Depósito Elisivo Juízo da Falência Juízo Competente Indivisibilidade do Juízo da Falência Universalidade do Juízo da Falência Sentença Judicial Sentença Denegatória Sentença Declaratória Conteúdo da Sentença Declaratória Relatório Termo Legal da Falência Dever do Falido para Apresentar Relação de Credores Prazo para Habilitação de Créditos Procedimento de Habilitação de Créditos Apresentação Retardatária de Habilitação de Créditos Impugnação de Créditos Quadro Geral de Credores Suspensão das Ações e Execuções Proibição da Prática de Alienação dos Bens Diligencias para Salvaguardar Interesses dos Credores

10 Comunicação ao Registro de Empresas Mercantis Nomeação do Administrador Judicial Expedição de Ofícios Continuidade do Negócio Convocação da Assembleia de Credores Intimação do Ministério Público Recursos Cabíveis Contra a Sentença Judicial Efeitos da Sentença Declaratória Efeitos quanto à Pessoa do Falido Efeitos quanto aos Bens do Falido Arrecadação dos Bens do Falido Pedido de Restituição Restituição de Coisas Restituição de Mercadorias Embargos de Terceiros Ação Revocatória Procedimento da Ação Revocatória Alienação dos Bens do Falido Formas de Alienação dos Bens do Falido Modalidades de Alienação dos Bens do Falido Efeitos quanto aos Credores do Falido Credores Concorrentes e Credores Nãoconcorrentes Credores Extraconcursais Classificação dos Credores Efeitos quanto aos Contratos do Falido Mercadorias em Trânsito quando Declarada a Falência Venda de Coisas Compostas Venda com Reserva de Domínio Contrato de Venda a Termo Promessa de Venda e Compra de Imóvel Contratos de Locação Compensação e Liquidação de Obrigações Patrimônio de Afetação Contratos de Mandato

11 Contratos de Contas Correntes Participação do Falido em outras Sociedades Empresárias A Massa Falida Administração da Massa Falida Administrador Judicial Atribuições do Administrador Judicial Remuneração do Administrador Judicial Comitê de Credores Requisitos e Impedimentos dos Membros do Comitê de Credores Atribuições do Comitê de Credores Remuneração dos Membros do Comitê de Credores Destituição dos Membros do Comitê de Credores e do Administrador Judicial Assembleia de Credores Formalidades para Convocação da Assembleia de Credores Quorum de Instalação Quorum de Deliberação Composição da Assembleia de Credores Encerramento da Falência Do Pagamento aos Credores Da Prestação de Contas do Administrador Judicial Relatório Final do Administrador Judicial Da Extinção das Obrigações do Falido Extinção das Obrigações pelo Pagamento do Passivo Extinção das Obrigações pelo Rateio do Ativo Extinção das Obrigações do Falido pela Prescrição Reabilitação Empresarial do Falido Prazo de Duração da Inabilitação do Falido Recuperação da Empresa Requisitos Legais para o Deferimento da Recuperação Judicial Efeitos do Deferimento da Recuperação Judicial

12 Novação dos Créditos Credores Sujeitos à Recuperação Judicial Credores Não Sujeitos à Recuperação Judicial da Empresa Meios de Recuperação Do Pedido e do Processamento da Recuperação Judicial A Petição Inicial Despacho Judicial Publicidade da Decisão Judicial Convocação de Assembleia Geral de Credores Plano de Recuperação Do Plano de Recuperação Judicial para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte Procedimento de Recuperação Judicial Alienação dos Bens do Devedor na Recuperação da Empresa Prazo da Recuperação Judicial Administração da Atividade Empresarial durante a Recuperação Judicial da Empresa Obrigações do Devedor em Recuperação Judicial Da Convolação da Recuperação Judicial em Falência Da Recuperação Extrajudicial Procedimento da Recuperação Extrajudicial Requisitos para Homologação do Plano de Recuperação Extrajudicial Convocação dos Credores Razões de Impugnação pelos Credores Efeitos da Sentença Homologatória da Recuperação Extrajudicial Crimes Falimentares Início do Processo Penal Falimentar Do Procedimento Penal Rejeição da Denúncia, Queixa ou Deliberação pelo Não Oferecimento da Denúncia Efeitos da Condenação por Crime Falimentar Crimes Falimentares em Espécie

13 CAPÍTULO VI MODELOS 01. Ação monitória de cheque prescrito Ação Revocatória Auto falência Defesa do devedor (Apresentação de pedido de recuperação judicial) Defesa do devedor (Falsidade do título) Defesa do devedor (Nulidade da obrigação ou do título) Defesa do devedor (Pagamento da dívida) Defesa do devedor (Prescrição) Defesa do devedor (Qualquer outro fato que extinga ou suspenda obrigação ou não legitime a cobrança de título) Defesa do Devedor (Vício em protesto ou em seu instrumento) Embargos de terceiros Embargos do devedor por excesso de penhora Embargos do devedor por falta de exeqüibilidade do título Execução contra devedor solvente Falência com fundamento atos falimentares Falência com fundamento na ausência de bens penhoráveis Falência com fundamento na impontualidade Habilitação de crédito Habilitação retardatária de crédito Oposição de credores ao pedido de recuperação judicial Recuperação extrajudicial Recuperação judicial Restituição de coisas Restituição de mercadorias Bibliografia

Sumário COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO... 15

Sumário COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO... 15 COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS... 13 GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO... 15 Capítulo 1 INTRODUÇÃO DO DIREITO EMPRESARIAL... 19 1. Breve histórico do Direito Empresarial... 19 2. A Empresa... 23 3. O Empresário...

Leia mais

Capítulo 1 Teoria Geral do Direito de Empresa

Capítulo 1 Teoria Geral do Direito de Empresa SUMÁRIO Capítulo 1 Teoria Geral do Direito de Empresa... 17 1. Origens do Direito Empresarial.... 17 2. Autonomia do Direito Empresarial... 20 3. Fontes do Direito Empresarial... 21 4. Do Direito de Empresa...

Leia mais

STJ Ol!dl!G dp IBnUBW. {'BpBSdldw3. 010Vd oys. S10Z - 'V'S SVllV VCIOlIG3

STJ Ol!dl!G dp IBnUBW. {'BpBSdldw3. 010Vd oys. S10Z - 'V'S SVllV VCIOlIG3 S10Z - 'V'S SVllV VCIOlIG3 010Vd oys {'BpBSdldw3 Ol!dl!G dp IBnUBW " I STJ00101622 2005 by Editora Atlas S.A. 1. ed. 2005; 2. ed. 2006; 3. ed. 2008;4. ed. 2009; 5. ed. 2010; 6. ed. 2012; 7. ed. 2013; 8.

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DIR322 Direito Empresarial: Direito Cambiário e Concursal

Programa Analítico de Disciplina DIR322 Direito Empresarial: Direito Cambiário e Concursal Catálogo de Graduação 06 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina DIR3 Direito Empresarial: Direito Cambiário e Concursal Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 - Introdução ao Direito Falimentar 1

Sumário. Capítulo 1 - Introdução ao Direito Falimentar 1 Sumário Capítulo 1 - Introdução ao Direito Falimentar 1 1.1. Antecedentes... 1 LU. O princípio...2 1.1.2. Operacionalidade.. 3 1.1.3. Forma... 3 1.2. Justiça distributiva e procedimento concursal... 4

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Parte Geral: Comércio e Empresa... 25

Sumário. Capítulo 1 Parte Geral: Comércio e Empresa... 25 Sumário Capítulo 1 Parte Geral: Comércio e Empresa... 25 1.1. Introdução... 25 1.2. Conceito de direito empresarial... 28 1.3. Características distintivas do direito empresarial no âmbito do direito privado...

Leia mais

Sumário. 6. Fontes do direito empresarial 6.1. O Projeto de Lei 1.572/2011 (novo Código Comercial) 6.2. O novo CPC e o direito empresarial 7.

Sumário. 6. Fontes do direito empresarial 6.1. O Projeto de Lei 1.572/2011 (novo Código Comercial) 6.2. O novo CPC e o direito empresarial 7. Sumário 1. Origens do direito comercial 2. Da definição do regime jurídico dos atos de comércio 2.1. Definição e descrição dos atos de comércio e sua justificação histórica 2.2. Os atos de comércio na

Leia mais

PARTE GERAL CONTRATO DE SOCIEDADE

PARTE GERAL CONTRATO DE SOCIEDADE PARTE GERAL CONTRATO DE SOCIEDADE 1 CONTRATO DE SOCIEDADE 1 Elementos contratuais 2 Sociedades simples e empresárias 3 Sociedades não personificadas 4 Sociedade em comum 4.1 Patrimônio social e responsabilidade

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DIR139 Direito de Empresa

Programa Analítico de Disciplina DIR139 Direito de Empresa 0 Programa Analítico de Disciplina DIR139 Direito de Empresa Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga

Leia mais

EMENTÁRIO Curso: Direito Disciplina: DIREITO EMPRESARIAL IV EMENTA

EMENTÁRIO Curso: Direito Disciplina: DIREITO EMPRESARIAL IV EMENTA EMENTÁRIO Curso: Direito Disciplina: DIREITO EMPRESARIAL IV Período: 6 Carga Horária: 72 h/a EMENTA Teoria geral do direito falimentar. Evolução histórica. Processo falimentar: Requisitos. Fases do processo

Leia mais

CONCEITO. (Rocha Azevedo)

CONCEITO. (Rocha Azevedo) FALÊNCIA CONCEITO "é o processo de execução específico, contra empresário ou sociedade empresária insolvente, instaurador de comunhão incidental organizada entre todos os credores, por direitos e obrigações

Leia mais

ÍNDICE. Parte 1 Direito Material Empresarial, 19

ÍNDICE. Parte 1 Direito Material Empresarial, 19 ÍNDICE Parte 1 Direito Material Empresarial, 19 Capítulo 1 Teoria Geral do Direito de Empresa, 21 1. Origens do Direito Empresarial, 21 2. Autonomia do Direito Empresarial, 24 3. Fontes do Direito Empresarial,

Leia mais

Capítulo II REGRAS GERAIS DO DIREITO DE EMPRESA NO CÓDIGO CIVIL DE 2002

Capítulo II REGRAS GERAIS DO DIREITO DE EMPRESA NO CÓDIGO CIVIL DE 2002 Sumário Capítulo I EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO DIREITO COMERCIAL 1. Origens do direito comercial 2. Da definição do regime jurídico dos atos de comércio 2.1. Definição e descrição dos atos de comércio e sua

Leia mais

CONCEITO DE EMPRESÁRIO

CONCEITO DE EMPRESÁRIO DIREITO EMPRESARIAL NO DIREITO DO TRABALHO DR. JOSÉ RODRIGO DORNELES VIEIRA 1. CARACTERIZAÇÃO DO EMPRESÁRIO Conceito de empresário A questão do registro 2. ESPÉCIES DE EMPRESÁRIO Empresário individual

Leia mais

1 INSOLVÊNCIA 1 O risco de empreender 2 Obrigação e solução 3 Princípio geral da solvabilidade jurídica 4 Execução coletiva 5 Histórico

1 INSOLVÊNCIA 1 O risco de empreender 2 Obrigação e solução 3 Princípio geral da solvabilidade jurídica 4 Execução coletiva 5 Histórico 1 INSOLVÊNCIA 1 O risco de empreender 2 Obrigação e solução 3 Princípio geral da solvabilidade jurídica 4 Execução coletiva 5 Histórico 2 INSOLVÊNCIA EMPRESÁRIA 1 Regime jurídico para a insolvência empresária

Leia mais

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira As sociedades empresárias no Código Civil José Rodrigo Dorneles Vieira jrodrigo@portoweb.com.br 1. ESPÉCIES DE EMPRESÁRIO 2. SOCIEDADES EMPRESÁRIAS TIPOS SOCIETÁRIOS Sociedade em Comum Sociedade em Conta

Leia mais

Sumário NOTA DO AUTOR PARTE GERAL TEORIA GERAL DOS TÍTULOS DE CRÉDITO

Sumário NOTA DO AUTOR PARTE GERAL TEORIA GERAL DOS TÍTULOS DE CRÉDITO Sumário NOTA DO AUTOR PARTE GERAL TEORIA GERAL DOS TÍTULOS DE CRÉDITO 1 ASPECTOS CONCEITUAIS 1 Crédito 2 Título 3 Outros títulos 4 Cambiaridade 5 Emissão e seus efeitos 5.1 Princípio da incorporação 6

Leia mais

Da Empresa e das Pessoas que a Exercem

Da Empresa e das Pessoas que a Exercem Abreviaturas............................. 9 CAPÍTULO 1 Da Empresa e das Pessoas que a Exercem 1. Plano de estudo..................... 27 2. Teoria da empresa............... 29 3. Perfis da empresa...................

Leia mais

Setor de Tributário. Direito Tributário I

Setor de Tributário. Direito Tributário I Setor de Tributário Direito Tributário I conceito de tributo e suas espécies; hipóteses de incidência dos tributos; competência tributária; fontes do direito tributário; princípios constitucionais do direito

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DIR321 Direito Empresarial - Direto Societário

Programa Analítico de Disciplina DIR321 Direito Empresarial - Direto Societário 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: 3 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 5 Carga horária semanal 3 Períodos

Leia mais

Sumário. Proposta da Coleção Leis Especiais para Concursos Apresentação Introdução Aplicabilidade... 21

Sumário. Proposta da Coleção Leis Especiais para Concursos Apresentação Introdução Aplicabilidade... 21 Sumário Proposta da Coleção Leis Especiais para Concursos... 15 Apresentação... 17 Introdução... 19 Aplicabilidade... 21 CAPÍTULO I Características e Natureza da Companhia ou Sociedade Anônima Características...

Leia mais

Plano 7 Justificação 9 Razão de ordem 11 Abreviaturas mais utilizadas 13

Plano 7 Justificação 9 Razão de ordem 11 Abreviaturas mais utilizadas 13 Plano 7 Justificação 9 Razão de ordem 11 Abreviaturas mais utilizadas 13 INTRODUÇÃO 17 1. Génese e evolução do Direito Comercial. 19 2. Caracterização do Direito Comercial. 25 2.1. Conceito e autonomia

Leia mais

COMERCIAL REVISTADOS. Avançado de MARCELO M. BERTOLDI MARCIA CARLA PEREIRA RIBEIRO. Curso TRIBUNAIS~ 9. G edição revista. atualizada e ampliada

COMERCIAL REVISTADOS. Avançado de MARCELO M. BERTOLDI MARCIA CARLA PEREIRA RIBEIRO. Curso TRIBUNAIS~ 9. G edição revista. atualizada e ampliada MARCELO M. BERTOLDI MARCIA CARLA PEREIRA RIBEIRO Curso Avançado de COMERCIAL Teoria Geral do Direito Comercial Direito Societário Empresa Individuai de Responsabilidade Limitada Títulos de Crédito Falência

Leia mais

CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 PERÍODO: 8º NOME DA DISCIPLINA: DIREITO COMERCIAL III NOME DO CURSO: DIREITO

CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 PERÍODO: 8º NOME DA DISCIPLINA: DIREITO COMERCIAL III NOME DO CURSO: DIREITO 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D. 40 CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 PERÍODO: 8º NOME DA DISCIPLINA: DIREITO COMERCIAL III NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA RECUPERAÇÃO

Leia mais

Direito Empresarial e Trabalhista

Direito Empresarial e Trabalhista Profa. Dra. Silvia Bertani Direito Empresarial e Trabalhista As sociedades organização formada por duas ou mais pessoas, por meio de um contrato com ou sem o registro, para o exercício de uma atividade

Leia mais

TEORIA GERAL DOS TÍTULOS DE CRÉDITO

TEORIA GERAL DOS TÍTULOS DE CRÉDITO TEORIA GERAL DOS TÍTULOS DE CRÉDITO 1 Conceito Segundo Cesare Vivante: documento necessário para o exercício do direito, literal e autônomo, nele mencionado. 2 Princípios Cartularidade Literalidade Autonomia

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL II - CCJ0027 DIREITO EMPRESARIAL II (22/07/2014) Contextualização

DIREITO EMPRESARIAL II - CCJ0027 DIREITO EMPRESARIAL II (22/07/2014) Contextualização DIREITO EMPRESARIAL II - CCJ0027 DIREITO EMPRESARIAL II (22/07/2014) Contextualização O Direito Societário, dentro do sistema jurídico brasileiro, está distribuído em duas etapas: a Teoria Geral do Direito

Leia mais

TÍTULO I CARACTERÍSTICAS GERAIS DAS SOCIEDADES COMERCIAIS

TÍTULO I CARACTERÍSTICAS GERAIS DAS SOCIEDADES COMERCIAIS INTRODUÇÃO 5 ABREVIATURAS 7 TÍTULO I CARACTERÍSTICAS GERAIS DAS SOCIEDADES COMERCIAIS CAPÍTULO I - A SOCIEDADE COMO ORGANIZAÇÃO JURÍDICA DA EMPRESA 11 1) Definição de contrato de sociedade 12 a) Elemento

Leia mais

Prof. Ms. Guilherme Martins Teixeira Borges FACE: Guilherme Martins INSTA: Professor Guilherme Martins

Prof. Ms. Guilherme Martins Teixeira Borges FACE: Guilherme Martins INSTA: Professor Guilherme Martins Prof. Ms. Guilherme Martins Teixeira Borges FACE: Guilherme Martins Periscope: @ProfGuilherm INSTA: Professor Guilherme Martins E-mail: g.martins.borges@hotmail.com Ação de Cobrança Ação de Obrigação de

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL QUESTÃO 1 - Sobre a disciplina do direito empresarial no Brasil: 1. O adquirente de um estabelecimento comercial jamais responderá pelo

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL PREPARATÓRIO XXII EXAME DE ORDEM

DIREITO EMPRESARIAL PREPARATÓRIO XXII EXAME DE ORDEM Prof. Ma Marina Zava de Faria FACE: Marina Zava INSTA: Marina Zava Periscope:@marinazava E-mail: profmarinazava@hotmail.com DIREITO EMPRESARIAL PREPARATÓRIO XXII EXAME DE ORDEM 1. CONCEITO: Modalidade

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL 1. A recuperação extrajudicial é uma modalidade prevista na Lei Nº 11.101/2005, e pode ser adotada pelo empresário em dificuldade e com

Leia mais

Nota do autor, xv. 6 Nome Empresarial, 48 6.1 Conceito e função do nome empresarial, 48 6.2 O nome do empresário individual, 49

Nota do autor, xv. 6 Nome Empresarial, 48 6.1 Conceito e função do nome empresarial, 48 6.2 O nome do empresário individual, 49 Nota do autor, xv Parte I - Teoria Geral da Empresa, 1 1 Introdução ao Direito de Empresa, 3 1.1 Considerações gerais, 3 1.2 Escorço histórico: do direito comercial ao direito de empresa, 4 1.3 Fontes

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DIR323 Direito Empresarial IV - Recuperações e Falência

Programa Analítico de Disciplina DIR323 Direito Empresarial IV - Recuperações e Falência Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina DIR33 Direito Empresarial IV - Recuperações e Falência Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de

Leia mais

CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 PERÍODO: 9º NOME DA DISCIPLINA: DIREITO EMPRESARIAL IV NOME DO CURSO: DIREITO

CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 PERÍODO: 9º NOME DA DISCIPLINA: DIREITO EMPRESARIAL IV NOME DO CURSO: DIREITO 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D. 40 CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 PERÍODO: 9º NOME DA DISCIPLINA: DIREITO EMPRESARIAL IV NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA RECUPERAÇÃO

Leia mais

FALÊNCIA. Armindo de Castro Júnior. Homepage: Facebook: Armindo Castro Cel.

FALÊNCIA. Armindo de Castro Júnior.   Homepage:  Facebook: Armindo Castro Cel. FALÊNCIA Armindo de Castro Júnior E-mail: armindocastro@uol.com.br Homepage: www.armindo.com.br Facebook: Armindo Castro Cel.: (65) 99352-9229 HIPÓTESES Fatos que autorizam a DECRETAÇÃO DE FALÊNCIA (LF,

Leia mais

SUMÁRIO PARTE I TEORIA GERAL DO DIREITO EMPRESARIAL

SUMÁRIO PARTE I TEORIA GERAL DO DIREITO EMPRESARIAL SUMÁRIO PARTE I TEORIA GERAL DO DIREITO EMPRESARIAL CAPÍTULO 1 Do Direito Comercial ao Direito Empresarial 3 1. Origem do Direito Comercial... 3 2. Teoria dos atos de comércio (sistema francês)... 4 3.

Leia mais

Sumário APRESENTAÇÃO... 15

Sumário APRESENTAÇÃO... 15 Sumário APRESENTAÇÃO... 15 Capítulo 1 DIREITO EMPRESARIAL... 17 1. Evolução histórica... 17 2. Evolução do Direito Comercial no Brasil... 18 3. Fontes... 21 4. Conceito e autonomia... 22 5. Questões...

Leia mais

Unidade II. Direito Comercial. Profª. Vanessa Brihy

Unidade II. Direito Comercial. Profª. Vanessa Brihy Unidade II Direito Comercial Profª. Vanessa Brihy Títulos de Crédito - Origem Teve origem na Idade Média com o intuito de facilitar a circulação da moeda (meio utilizado para a troca de mercadorias em

Leia mais

Direito Empresarial. Aula 18. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Direito Empresarial. Aula 18. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Direito Empresarial Aula 18 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia

Leia mais

MÓDULO 1. Matérias de Ensino MATRIZ CURRICULAR

MÓDULO 1. Matérias de Ensino MATRIZ CURRICULAR MATRIZ CURRICULAR MÓDULO 1 METODOLOGIA DA PESQUISA (Esmesc Virtual)* *Obrigatória para o curso em nível de pós-graduação Ementa: O ato de pesquisar. Redação Técnica. Procedimentos Metodológicos. Projeto

Leia mais

RECUPERAÇÃO JUDICIAL, EXTRAJUDICIAL E FALÊNCIA

RECUPERAÇÃO JUDICIAL, EXTRAJUDICIAL E FALÊNCIA Luis Felipe Salomão Paulo Penalva Santos RECUPERAÇÃO JUDICIAL, EXTRAJUDICIAL E FALÊNCIA Teoria e Prática a ~ revista. - atualizada edição e ampliada *** ~ & ~~~ \~... FORENSE Rio de Janeiro A EDITORA FORENSE

Leia mais

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira As sociedades empresárias no Código Civil José Rodrigo Dorneles Vieira jrodrigo@portoweb.com.br 1. A LEGISLAÇÃO EMPRESARIAL: ANÁLISE GERAL 2. CARACTERIZAÇÃO DO EMPRESÁRIO Conceito de empresário A questão

Leia mais

ÍNDICE SISTEMÁTICO. Índice Geral...5 Nota dos Autores...7 Lei n.º 16/2012, de 20 de Abril...9 CÓDIGO DA INSOLVÊNCIA E DA RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS

ÍNDICE SISTEMÁTICO. Índice Geral...5 Nota dos Autores...7 Lei n.º 16/2012, de 20 de Abril...9 CÓDIGO DA INSOLVÊNCIA E DA RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS ÍNDICE SISTEMÁTICO Índice Geral...5 Nota dos Autores...7 Lei n.º 16/2012, de 20 de Abril...9 CÓDIGO DA INSOLVÊNCIA E DA RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS Título I - Disposições introdutórias... 29 Capítulo I - Disposições

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 2 JUSTIÇA DO TRABALHO E MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO 2.1 Organização da Justiça do Trabalho... 59

SUMÁRIO. Capítulo 2 JUSTIÇA DO TRABALHO E MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO 2.1 Organização da Justiça do Trabalho... 59 SUMÁRIO Capítulo 1 INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO 1.1 Evolução histórica... 19 1.2 Direito estrangeiro... 22 1.3 Denominação... 25 1.4 Conceito... 25 1.5 Abrangência... 26 1.6 Autonomia...

Leia mais

Licenciatura

Licenciatura Licenciatura 2015-2016 DIREITO COMERCIAL I e II PROFESSOR DOUTOR PEDRO PAES DE VASCONCELOS Primeira Parte Direito Comercial Geral. Sumário Summary I. O Direito Comercial. 1.O Comércio e o Direito Comercial.

Leia mais

Direito Empresarial Promotor de Justiça - 4ª fase

Direito Empresarial Promotor de Justiça - 4ª fase CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER Direito Empresarial Promotor de Justiça - 4ª fase Falência e Recuperação Judicial de Empresas Período 2006-2016 1) Comissão Examinadora Promotor de Justiça - MPE SP (2013)

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 1 INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO. Capítulo 2 JUSTIÇA DO TRABALHO E MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

SUMÁRIO. Capítulo 1 INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO. Capítulo 2 JUSTIÇA DO TRABALHO E MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO SUMÁRIO Capítulo 1 INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO 1.1 Evolução histórica... 19 1.2 Direito estrangeiro... 22 1.3 Denominação... 25 1.4 Conceito... 25 1.5 Abrangência... 26 1.6 Autonomia...

Leia mais

Exercícios - ESAF Direito Empresarial Exercício Giovani Magalhães Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Exercícios - ESAF Direito Empresarial Exercício Giovani Magalhães Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Exercícios - ESAF Direito Empresarial Exercício Giovani Magalhães 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. AEP FISCAL: DIREITO EMPRESARIAL Questões Esaf Prof. Giovani

Leia mais

ARMINDO DE CASTRO JÚNIOR

ARMINDO DE CASTRO JÚNIOR Conceito de falência DIREITO FALIMENTAR Falência (do latim fallere e do grego sphallein ): falha, defeito, carência, engano ou omissão ARMINDO DE CASTRO JÚNIOR E-mail: armindocastro@uol.com.br Homepage:

Leia mais

PLANO DE CURSO : DIREITO SOCIETÁRIO (CÓD. ENEX 60131) ETAPA: 6ª TOTAL DE ENCONTROS:

PLANO DE CURSO : DIREITO SOCIETÁRIO (CÓD. ENEX 60131) ETAPA: 6ª TOTAL DE ENCONTROS: PLANO DE CURSO DISCIPLINA: DIREITO SOCIETÁRIO (CÓD. ENEX 60131) ETAPA: 6ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e Competências Textos, filmes

Leia mais

Capítulo 1. A Interdisciplinaridade do Direito Tributário... 3

Capítulo 1. A Interdisciplinaridade do Direito Tributário... 3 Sumário Parte I Introdução... 1 Capítulo 1. A Interdisciplinaridade do Direito Tributário... 3 Parte II Petição inicial e contestação... 7 Capítulo 1. Introdução... 9 Capítulo 2. Estrutura da petição inicial...

Leia mais

1 Classificação das sociedades

1 Classificação das sociedades 1 Classificação das sociedades Qto à forma de exploração do objeto Qto à personificação Qto ao regime de constituição Qto à forma de constituição Qto à nacionalidade Qto ao capital Qto à responsabilidade

Leia mais

I. CONTRATOS EM GERAL

I. CONTRATOS EM GERAL S UMÁRIO I. CONTRATOS EM GERAL 1. INTRODUÇÃO AO DIREITO DAS OBRIGAÇÕES... 25 1.1. Conceitos de obrigação... 28 1.2. Obrigação de dar (coisa certa ou incerta)... 28 1.2.1. Obrigação de dar coisa certa...

Leia mais

QUESTÕES PARA A PROVA DE DIREITO COMERCIAL IV

QUESTÕES PARA A PROVA DE DIREITO COMERCIAL IV QUESTÕES PARA A PROVA DE DIREITO COMERCIAL IV Prof. José Carlos Vaz e Dias 1º. Semestre de 2009 1) O que é falência e qual é a etimologia deste vocábulo? Explique a falência sobre o ponto de vista jurídico,

Leia mais

ÍNDICE-SUMÁRIO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL 31 ÍNDICE-SUMÁRIO

ÍNDICE-SUMÁRIO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL 31 ÍNDICE-SUMÁRIO ÍNDICE-SUMÁRIO NOTA PRÉVIA 5 NOTA PRÉVIA À 16ª EDIÇÃO 6 NOTA PRÉVIA À 15ª EDIÇÃO 7 NOTA PRÉVIA À 14ª EDIÇÃO 9 NOTA PRÉVIA À 13ª EDIÇÃO 10 NOTA PRÉVIA À 12ª EDIÇÃO 11 EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS 13 CÓDIGO DE PROCESSO

Leia mais

Delegado de Policia Civil do Pará - Direito Empresarial Professor: José Humberto Souto Júnior

Delegado de Policia Civil do Pará - Direito Empresarial Professor: José Humberto Souto Júnior Delegado de Policia Civil do Pará - Direito Empresarial Professor: José Humberto Souto Júnior 1 - O título de crédito, documento necessário ao exercício do direito literal e autônomo nele contido, somente

Leia mais

SUMÁRIO. Direito do Trabalho Direito Processual Civil Direito Processual do Trabalho

SUMÁRIO. Direito do Trabalho Direito Processual Civil Direito Processual do Trabalho SUMÁRIO Direito do Trabalho... 05 Direito Processual Civil... 139 Direito Processual do Trabalho... 195 DIREITO DO TRABALHO ÍNDICE CAPÍTULO 01... 7 Fontes e Princípios de Direito do Trabalho... 7 Surgimento

Leia mais

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira As sociedades empresárias no Código Civil José Rodrigo Dorneles Vieira jrodrigo@portoweb.com.br 1. A LEGISLAÇÃO EMPRESARIAL: ANÁLISE GERAL 2. CARACTERIZAÇÃO DO EMPRESÁRIO Conceito de empresário A questão

Leia mais

Sumário CAPÍTULO 1 ORGANIZAÇÃO DA JUSTIÇA DO TRABALHO, COMPETÊNCIA CAPÍTULO 2 MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO... 59

Sumário CAPÍTULO 1 ORGANIZAÇÃO DA JUSTIÇA DO TRABALHO, COMPETÊNCIA CAPÍTULO 2 MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO... 59 CAPÍTULO 1 ORGANIZAÇÃO DA JUSTIÇA DO TRABALHO, COMPETÊNCIA... 21 1.1. Organização da Justiça do Trabalho... 21 1.1.1. Introdução... 21 1.1.2. Tribunal Superior do Trabalho... 21 1.1.3. Tribunais Regionais

Leia mais

CONCEITO O ARTIGO 887 DO CCB: CONTIDO DOCUMENTO NECESSÁRIO PARA O EXERCÍCIO DO DIREITO LITERAL E AUTÔNOMO NELE MENCIONADO (VIVANTE)

CONCEITO O ARTIGO 887 DO CCB: CONTIDO DOCUMENTO NECESSÁRIO PARA O EXERCÍCIO DO DIREITO LITERAL E AUTÔNOMO NELE MENCIONADO (VIVANTE) O ARTIGO 887 DO CCB: CONTIDO DOCUMENTO NECESSÁRIO PARA O EXERCÍCIO DO DIREITO LITERAL E AUTÔNOMO NELE MENCIONADO (VIVANTE) CARACTERÍSTICAS CARTULARIDADE a necessidade de exibição LITERALIDADE vale pelo

Leia mais

Literalidade: a obrigação representada pelo título de crédito restringe-se àquilo que estiver nele escrito (não valem convenções em apartado);

Literalidade: a obrigação representada pelo título de crédito restringe-se àquilo que estiver nele escrito (não valem convenções em apartado); Resumo Aula-tema 04: Títulos de crédito Título de crédito é um documento necessário ao exercício de direito literal e autônomo nele contido. Trata-se de conceito inspirado na clássica concepção do italiano

Leia mais

Associação Jataiense de Educação Faculdade de Administração PLANO DE ENSINO

Associação Jataiense de Educação Faculdade de Administração PLANO DE ENSINO EMENTA Direito Comercial; Definição de Direito Comercial; Atos de comércio e a teoria da empresa; Direito de Empresa; Nome Empresarial; Estabelecimento Empresarial; Sociedades Empresariais Dos Vários tipos

Leia mais

Direito Societário IV. Prof. Henrique Subi

Direito Societário IV. Prof. Henrique Subi Direito Societário IV Prof. Henrique Subi 1 8. Sociedades institucionais 8.1. Sociedade em comandita por ações - Tem o capital dividido em ações - Os diretores possuem responsabilidade ilimitada pelas

Leia mais

TABELA DE CORRESPONDÊNCIA 1 (Dec.-lei 7.661/1945 e Lei /2005)

TABELA DE CORRESPONDÊNCIA 1 (Dec.-lei 7.661/1945 e Lei /2005) TABELA DE CORRESPONDÊNCIA 1 (Dec.-lei 7.661/1945 e Lei 11.101/2005) TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO E DECLARAÇÃO DA FALÊNCIA Da caracterização da falência Art. 1.º... Art. 94 Art. 2.º... Art. 94 Art. 3.º...

Leia mais

Sumário. Parte I Direito Comercial

Sumário. Parte I Direito Comercial Sumário Parte I Direito Comercial 1 Direito Comercial 1.1 Síntese histórica 1.2 Objeto do direito comercial 1.3 Conceito 1.4 Fontes do Direito Comercial 1.4.1 Fonte primária 1.4.2 Fontes secundárias 1.4.2.1

Leia mais

Organização da Justiça do Trabalho, Competência... 25

Organização da Justiça do Trabalho, Competência... 25 SUMÁRIO Organização da Justiça do Trabalho, Competência... 25 1.1. Organização da Justiça do Trabalho... 25 1.1.1. Introdução... 25 1.1.2. Tribunal Superior do Trabalho... 26 1.1.3. Tribunais Regionais

Leia mais

Atos de Empresário. Código Descrição Ato Eventos Associados. 080 Inscrição Inscrição Alteração de nome. 002 Alteração

Atos de Empresário. Código Descrição Ato Eventos Associados. 080 Inscrição Inscrição Alteração de nome. 002 Alteração Atos de Empresário 080 Inscrição 080 - Inscrição 002 Alteração (Sede no PB) 020 - Alteração de nome 022 - Alteração de dados e nome 038 - Transferência de sede para outra UF 039 - Inscrição de Transferência

Leia mais

DUPLICATA MERCANTIL. Partes: Com efeito, se alguém efetua a venda a prazo, pode emitir uma duplicata O vendedor será o adquirente. Natureza Jurídica:

DUPLICATA MERCANTIL. Partes: Com efeito, se alguém efetua a venda a prazo, pode emitir uma duplicata O vendedor será o adquirente. Natureza Jurídica: DUPLICATA MERCANTIL A DUPLICATA MERCANTIL É TITULO DE CRÉDITO CRIADO PELO DIREITO BRASILEIRO. A emissão da duplicata foi disciplina pela Lei 5474/68 O termo duplicata não pode ser interpretado ao Pé da

Leia mais

Nota do autor, xix. 5 Dissolução e liquidação, 77 1 Resolução da sociedade em relação a um sócio, 77

Nota do autor, xix. 5 Dissolução e liquidação, 77 1 Resolução da sociedade em relação a um sócio, 77 Nota do autor, xix 1 Empresa, 1 1 Empreender, 1 2 Noções históricas, 2 3 Teoria da empresa, 3 4 Registro, 8 4.1 Redesim, 10 4.2 Usos e práticas mercantis, 14 4.3 Empresário rural, 15 5 Firma individual,

Leia mais

Capítulo Primeiro NOÇÕES GERAIS. I O Comércio e o Direito Regulador das Atividades Comerciais

Capítulo Primeiro NOÇÕES GERAIS. I O Comércio e o Direito Regulador das Atividades Comerciais ÍNDICE SISTEMÁTICO Capítulo Primeiro NOÇÕES GERAIS I O Comércio e o Direito Regulador das Atividades Comerciais 1. O Comércio como Atividade Empresarial 2. Desenvolvimento do Comércio e do Direito Regulador

Leia mais

EDITAL ESQUEMATIZADO PARA OAB ÉTICA PROFISSIONAL LEI E.A R

EDITAL ESQUEMATIZADO PARA OAB ÉTICA PROFISSIONAL LEI E.A R ÉTICA PROFISSIONAL LEI E.A R 1.1 Da Inscrição. 1.2 Da atividade de advocacia 1.3 Dos direitos do advogado 1.4 Da Sociedade de advogados 1.5 Do advogado empregado 1.6 Dos honorários advocatícios 1.7 Das

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-46 PERÍODO: 8 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO COMERCIAL III NOME DO CURSO: DIREITO 2.

1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-46 PERÍODO: 8 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO COMERCIAL III NOME DO CURSO: DIREITO 2. 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-46 PERÍODO: 8 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO COMERCIAL III NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 RECUPERAÇÃO

Leia mais

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás.

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Plano de Ensino 2017/1 Atenção! Este Plano de Ensino é um Rascunho. Sua impressão não está liberada por se tratar de um documento

Leia mais

A SOCIEDADE SIMPLES E AS SOCIEDADES MENORES

A SOCIEDADE SIMPLES E AS SOCIEDADES MENORES A SOCIEDADE SIMPLES E AS SOCIEDADES MENORES 1 TIPOS DE SOCIEDADES NO DIREITO BRASILEIRO SOCIEDADE EM COMUM não tem personalidade jurídica os sócios são ilimitadamente responsáveis SOCIEDADE SIMPLES atividades

Leia mais

DISSOLUÇÃO DAS SOCIEDADES CONTRATUAIS

DISSOLUÇÃO DAS SOCIEDADES CONTRATUAIS DISSOLUÇÃO DAS SOCIEDADES CONTRATUAIS 1 DISSOLUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DISSOLUÇÃO JUDICIAL OU EXTRAJUDICIAL RESULTADO DA DISSOLUÇÃO = LIQUIDAÇÃO E APURAÇÃO DE HAVERES 2 DISSOLUÇÃO (art. 1.033 do CCiv) ato

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA NÍVEL SUPERIOR. 1. Quanto à compreensão de textos Reconhecimento da intenção comunicativa dominante no texto;

LÍNGUA PORTUGUESA NÍVEL SUPERIOR. 1. Quanto à compreensão de textos Reconhecimento da intenção comunicativa dominante no texto; UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR CONCURSO PARA CÂMARA MUNICIPAL DE MOSSORÓ PROGRAMA DE ESTUDOS Cargo: Advogado LÍNGUA PORTUGUESA NÍVEL SUPERIOR 1. Quanto à

Leia mais

Aula de 16/03/15. a) Total; b) Parcial (resolução da sociedade em relação a um sócio).

Aula de 16/03/15. a) Total; b) Parcial (resolução da sociedade em relação a um sócio). Aula de 16/03/15 14. DISSOLUÇÃO DE SOCIEDADE CONTRATUAL - Espécies: a) Total; b) Parcial (resolução da sociedade em relação a um sócio). Todas as duas hipóteses podem ocorrer de forma judicial ou extrajudicial.

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL PONTO I

DIREITO EMPRESARIAL PONTO I DIREITO EMPRESARIAL PONTO I a) Objeto, fontes e autonomia do Direito Empresarial. O Direito de Empresa no novo Código Civil. Perfis da empresa. A empresa e a livre iniciativa. Limites ao exercício da empresa.

Leia mais

FALÊNCIA, RECUPERAÇÃO JUDICIAL E EXTRAJUDICIAL VII (ADE)

FALÊNCIA, RECUPERAÇÃO JUDICIAL E EXTRAJUDICIAL VII (ADE) FALÊNCIA, RECUPERAÇÃO JUDICIAL E EXTRAJUDICIAL VII (ADE) I FALÊNCIA 1. Introdução: - Constitui o patrimônio do devedor a garantia dos credores, e, em assim sendo, não cumprindo o devedor com as suas obrigações,

Leia mais

Sumário. Os autores... 5 Lista de abreviaturas e siglas Apresentação Parte I

Sumário. Os autores... 5 Lista de abreviaturas e siglas Apresentação Parte I Sumário Os autores... 5 Lista de abreviaturas e siglas... 15 Apresentação... 17 Parte I Questões preliminares Capítulo I Formação do título executivo... 21 Marilei Fortuna Godoi Introdução... 21 1. Aspectos

Leia mais

DISPOSIÇÕES COMUNS ÀS RECUPERAÇÕES E À FALÊNCIA

DISPOSIÇÕES COMUNS ÀS RECUPERAÇÕES E À FALÊNCIA DISPOSIÇÕES COMUNS ÀS RECUPERAÇÕES E À FALÊNCIA 1. EMPRESAS EXCLUÍDAS DO PROCESSO 2. JURISDIÇÃO ESPECIAL 3. CRÉDITOS EXCLUÍDOS 4. CONSEQUÊNCIAS DO JUÍZO UNIVERSAL 5. A VERIFICAÇÃO DOS CRÉDITOS 6. A ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação 2007/1 ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES Disciplina: DIREITO PROCESSUAL CIVIL III Curso: DIREITO Código CR PER Co-Requisito Pré-Requisito

Leia mais

Índice Sistemático NOTA EXPLICATIVA

Índice Sistemático NOTA EXPLICATIVA Índice Sistemático NOTA EXPLICATIVA CAPÍTULO I FORMAÇÃO DO DIREITO DE EMPRESA 1. Origens da sociedade 2. A formação da sociedade com finalidades econômicas 3. O início das relações comerciais 4. As primeiras

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Direito das Empresas

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Direito das Empresas INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 30/3/2016 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 20/4/2016 Ficha de Unidade

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO

COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO Prática Processual Civil Programa I CONSULTA JURÍDICA 1.1 Consulta jurídica 1.2 Tentativa de resolução amigável 1.3 Gestão do cliente e seu processo II PATROCÍNIO

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL DIREITO EMPRESARIAL

DIREITO EMPRESARIAL DIREITO EMPRESARIAL A SOCIEDADE NO CÓDIGO CIVIL DE 2002 Art. 981. Celebram contrato de sociedade as pessoas que reciprocamente se obrigam a contribuir, com bens ou serviços, para o exercício de atividade econômica e a partilha,

Leia mais

SERVIÇOS PRESTADOS PELA JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO

SERVIÇOS PRESTADOS PELA JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO 01 EMPRESÁRIO Inscrição (registro inicial), até 4 vias; Alteração R$ 24,00 R$ 2,05 01.1 Abertura de filial (códigos de evento: 023, 029 e 032) R$ 24,00 Por via adicional 02 SOCIEDADES EMPRESÁRIAS, EXCETO

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

CURSO DE GESTÃO JURÍDICA EMPRESARIAL PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO)

CURSO DE GESTÃO JURÍDICA EMPRESARIAL PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) FACULDADE DE DIREITO Centro de Pós-Graduação em Direito - CPGD CURSO DE GESTÃO JURÍDICA EMPRESARIAL PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) Ementa: Fomentar a reflexão e o estudo do sistema normativo

Leia mais

Curso Direito Empresarial Ciências Contábeis

Curso Direito Empresarial Ciências Contábeis AULA 5 Sociedades. Empresárias ou simples. Personificadas e não personificadas. Sociedades empresárias, espécies. 5.1. Desconsideração da personalidade jurídica da empresa Em algumas situações, o patrimônio

Leia mais

Direito Empresarial. Aula 16. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Direito Empresarial. Aula 16. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Direito Empresarial Aula 16 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DIREITO PROCESSUAL CIVIL

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DIREITO PROCESSUAL CIVIL PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DIREITO PROCESSUAL CIVIL 1. APRESENTAÇÃO A Pós-Graduação em Direito Processual Civil da FAACZ visa à conjugação das referidas áreas em meio à atualização da legislação em vigor,

Leia mais

Em uma sociedade limitada constituída em 1998, com contrato arquivado na junta

Em uma sociedade limitada constituída em 1998, com contrato arquivado na junta DIREITO EMPRESARIAL PEÇA PROFISSIONAL Em uma sociedade limitada constituída em 1998, com contrato arquivado na junta comercial, Alfonso, titular de 55% do capital social, durante reunião de sócios sem

Leia mais

Constituição das Sociedades Contratuais

Constituição das Sociedades Contratuais Constituição das Sociedades Contratuais Quanto à Responsabilidade dos Sócios: Sociedade de Responsabilidade Ilimitada todos os sócios respondem ilimitadamente pelas obrigações, o patrimônio dos sócios

Leia mais

1. Na ação de dissolução de sociedade limitada de apenas dois sócios, proposta pelo sócio dissidente:

1. Na ação de dissolução de sociedade limitada de apenas dois sócios, proposta pelo sócio dissidente: DIREITO EMPRESARIAL 1. Na ação de dissolução de sociedade limitada de apenas dois sócios, proposta pelo sócio dissidente: A) O juiz dissolve a sociedade, se acolher o pedido; B) Mesmo se acolhido o pedido,

Leia mais

SUMÁRIO PARTE I PROCESSO DE EXECUÇÃO CAPÍTULO 1 JURISDIÇÃO, EFETIVIDADE DO PROCESSO E A SATISFAÇÃO DOS DIREITOS... 3

SUMÁRIO PARTE I PROCESSO DE EXECUÇÃO CAPÍTULO 1 JURISDIÇÃO, EFETIVIDADE DO PROCESSO E A SATISFAÇÃO DOS DIREITOS... 3 SUMÁRIO PREFÁCIO... XXV APRESENTAÇÃO... XXIX PARTE I PROCESSO DE EXECUÇÃO CAPÍTULO 1 JURISDIÇÃO, EFETIVIDADE DO PROCESSO E A SATISFAÇÃO DOS DIREITOS... 3 1. INTRODUÇÃO E NOÇÃO CONCEITUAL DE EXECUÇÃO...

Leia mais

PROGRAMA ESPECÍFICO TJ/CE PONTO 1. Direito Civil e Processual Civil

PROGRAMA ESPECÍFICO TJ/CE PONTO 1. Direito Civil e Processual Civil PROGRAMA ESPECÍFICO TJ/CE PONTO 1 Direito Civil e Processual Civil DIREITO CIVIL 1. Direito das relações de consumo: Reparação dos danos; Práticas comerciais. 2. Locação de imóveis urbanos: locação residencial.

Leia mais