A EXPERIÊNCIA DE UM EVENTO ENTRE A SABEDORIA COLETIVA E O CONHECIMENTO CIENTÍFICO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A EXPERIÊNCIA DE UM EVENTO ENTRE A SABEDORIA COLETIVA E O CONHECIMENTO CIENTÍFICO"

Transcrição

1 A EXPERIÊNCIA DE UM EVENTO ENTRE A SABEDORIA COLETIVA E O CONHECIMENTO CIENTÍFICO Nilton Bahlis dos Santos, Alessandra dos Santos, Antonio Cordeiro, Mercia Maria Santos, Nathielly de Souza Campos, Rodrigo Vieira Ribeiro Núcleo de Experimentação de Tecnologias Interativas (Next) Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)

2 Nilton Bahlis dos Santos Doutor em Ciência da Informação Pesquisador da Ensp e Professor na Fiocruz (PPGICS e PPGEBS) Lider do Grupo de Pesquisa "Tecnologias, Culturas e Práticas Interativas e Inovação em Saúde" e Coordenador do Núcleo de Experimentação de Tecnologias Interativas (Next) Fiocruz Especialista em Sistemas Complexos, Redes, Sistemas Distribuídos, Inovação, Internet e Educação em Ambientes Virtuais Host do TedXFiocruz

3 O que fazemos na Fiocruz: Somos mais conhecidos pelo Núcleo de Experimentação e Tecnologias Interativas (Next), e pela Pesquisa sobre Educação Não Formal em Ambientes Virtuais, Educação em Rede, Comunidades Virtuais e Redes Sociais e sobre Práticas e Tecnologias Interativas......e menos pela linha de pesquisa Novas Tecnologias, mundos, ciências e práticas: Revisão de conceitos a luz dos Sistemas Complexos, de onde falamos aqui.

4 Dentro dessa linha, desenvolvemos atividades e pesquisas relacionadas a novas formas de produção de conhecimento e Patrimônio Intelectual. Essas pesquisas tem uma preocupação em romper com o sistema fechado que a ciência criou em torno de si própria, o que inviabiliza ela se pense em sistemas abertos, complexos e distribuídos que marcam a sociedade complexa. Isto significa superar a lógica dos pares e pensar a ciência não como produção exclusiva de acadêmicos e pesquisadores.

5 No Brasil diversos movimentos reivindicaram a sabedoria coletiva, popular ou cidadã => CPC da Une, Mutirões, movimentos culturais e de educação e outros. Um destes foi a Reforma Sanitária Os dois lados da Reforma Sanitária Ato médico ou promoção a saúde como um processo social onde a sabedoria coletiva tem seu papel Hoje vivemos um retrocesso da reforma sanitária pelo fechamento da ciência e pela incapacidade de sincronizar conhecimento científico e a sabedoria popular.

6 A Internet criou condições de desenvolvermos esta sincronização ao criar a possibilidade de sistemas heterogêneos e dispositivos e práticas interativas e colaborativas. Pesquisamos e intervimos neste sentido. Mas temos procurado dar mais importância em nossas pesquisas as questões relacionadas a novas formas de produção de conhecimento e dentro disto, desta questão da sabedoria coletiva, popular ou cidadã no marco do que tem sido chamada de ciência aberta. Por isso estamos aqui...

7 Nessa área temos nos dedicado a pesquisa e experimentação de dois tipos de instrumentos: a revista acadêmica (no caso para-acadêmica) a questão do congresso acadêmico. Temos a experiência de realização da Conexão Internacional de (ciber) cultura e saúde E mais recentemente começamos a estudar experiências de outros eventos que apontam para preocupações similares (Aglomerados do Esocite, Rede Unida e este mesmo congresso).

8 Evento articulado com a Semana Nacional de Saúde e Cultura, realizado em 2012, que se propôs explorar as possibilidades de sincronizar processos de expressão da sabedoria coletiva com processos próprios da Atividade Acadêmica e de Pesquisas. Abriu espaço para expressão e debate de diferentes saberes e e propôs demonstrar e dar voz ao espírito contestador, dinâmico, criativo e reflexivo, presente na cultura da Internet. Pág. do evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/

9 Objetivo: mapear, registrar e discutir atividades culturais, de alguma forma registradas, divulgadas ou armazenadas na Internet, que pudessem contribuir com a promoção e a pesquisa relacionada a saúde e ao bem estar social, e avançar na reflexão sobre novas formas de produção de conhecimento e Patrimônio Intelectual.

10 Público Alvo: quem cria, pesquisa, divulga, ensina, aprende, se expressa, está conectado e se interessa na criação de atividades culturais na Internet relacionadas à Saúde e ao bem estar social. Submissões ao evento: produções de ciberativistas, artistas, designers, pesquisadores, curadores, curiosos, profissionais de saúde, gestores, e de todos aqueles que colaboram ou pretendem colaborar com novas práticas culturais na Saúde. São aceitas produções próprias, artigos, publicações eletrônicas, áudios, vídeos, animações, fotografias ou desenhos digitais, posts de blogs, sites, resumindo, todo o formato e expressão de "Práticas e ações culturais nas Redes". Foram também aceitas resenhas, indicações, mixagem e comentários de produções de terceiros, quando citadas corretamente a fonte e a autoria, a título de curadoria de material de cibercultura. Interações e Debate: os trabalhos foram postados por auto-submissão e a gravação da mesa redonda foram organizados para viabilizar sua discussão através de comentários no site do congresso. Parte do debate surgido das interações dos integrantes do grupo do evento ainda pode ser acessado no Facebook (a página no Facebook pode ser acessada em https://www.facebook.com/events/ ).

11 A página do evento na Internet registrou visitantes únicos destes, pessoas visitaram o site mais de uma vez. Cada usuário acessou, em média, cinco páginas, em sessões de aproximadamente 10 a 20 minutos. O maior movimento médio se deu entre os dias 12 de novembro, a partir da divulgação das inscrições, e 11 de dezembro, com pico de acesso em 26 de novembro, quando foram registradas 196 visitas. O caráter internacional foi conferido pela participação de pesquisadores da Espanha, Portugal e Brasil e de 258 internautas de outros países.

12 https://www.youtube.com/watch?t=1&v=lyjai3wx2ks

13 A aprendizagem com esse evento permitiu: - experimentar colocar em um mesmo evento pesquisadores, educadores, profissionais, técnicos e ativistas da saúde, da cultura e da Internet; - experimentar novas formas de produção de conhecimento ao utilizar, de forma alargada, dispositivos usados pela academia; - estudar novas formas de pensar um congresso acadêmico ; e - avançar na materialização de oportunidades criadas pelas redes sociais para a academia e para a participação direta da população, testando uma forte percepção de que a validação social pode ajudar a ampliar os campos de ação da pesquisa científica e seus resultados.

USO DE BLOG EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA POSSIBILIDADE PEDAGÓGICA

USO DE BLOG EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA POSSIBILIDADE PEDAGÓGICA FUNDAÇÃO OSWALDO ARANHA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VOLTA REDONDA PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE E DO MEIO AMBIENTE FÁTIMA HELENA DA FONSECA MIRANDA USO DE BLOG EM EDUCAÇÃO

Leia mais

Formando profissionais de saúde com as novas tecnologias: a experiência da ENSP/Fiocruz na educação à distância

Formando profissionais de saúde com as novas tecnologias: a experiência da ENSP/Fiocruz na educação à distância Seminário de Educação a Distância na Administração Pública: Cursos Mistos e Redes Virtuais Formando profissionais de saúde com as novas tecnologias: a experiência da ENSP/Fiocruz na educação à distância

Leia mais

BLOG EM ENGENHARIA DE ALIMENTOS: UMA FERRAMENTA DA INTERNET A SERVIÇO DA EXTENSÃO

BLOG EM ENGENHARIA DE ALIMENTOS: UMA FERRAMENTA DA INTERNET A SERVIÇO DA EXTENSÃO Anais Eletrônicos VI Semana de Extensão UFS Extensão e Cultura de 03 a 07 de nov. de 2009 BLOG EM ENGENHARIA DE ALIMENTOS: UMA FERRAMENTA DA INTERNET A SERVIÇO DA EXTENSÃO Roselene S. Araújo 1 Hannah Caroline

Leia mais

Formação de professores de Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental: a experiência de validação de objetos de aprendizagem

Formação de professores de Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental: a experiência de validação de objetos de aprendizagem Formação de professores de Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental: a experiência de validação de objetos de aprendizagem Profa. Dra. Patricia Alejandra Behar Ms. Daisy Schneider Mestranda

Leia mais

MOSTRA DE ARTE, CULTURA E DESIGN Regulamento para submissão de trabalhos

MOSTRA DE ARTE, CULTURA E DESIGN Regulamento para submissão de trabalhos MOSTRA DE ARTE, CULTURA E DESIGN Regulamento para submissão de trabalhos A Mostra de Arte, Cultura e Design, propõe o debate e a reflexão sobre a democratização da Arte, da Cultura e do Design em nossa

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO MUSICAL DE COMPOSIÇÃO PROJETO GURI 21 ANOS

REGULAMENTO CONCURSO MUSICAL DE COMPOSIÇÃO PROJETO GURI 21 ANOS REGULAMENTO CONCURSO MUSICAL DE COMPOSIÇÃO PROJETO GURI 21 ANOS Termos e Condições para participação - AMIGOS DO GURI INTRODUÇÃO A ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO PROJETO GURI ORGANIZAÇÃO SOCIAL DA CULTURA, com sede

Leia mais

Universidade Federal de Santa Maria. I ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL Santa Maria - RS 25 a 27 de abril

Universidade Federal de Santa Maria. I ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL Santa Maria - RS 25 a 27 de abril Universidade Federal de Santa Maria I ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL Santa Maria - RS 25 a 27 de abril 2012 O presente documento tem por objetivo apresentar o I Encontro Nacional de

Leia mais

UNIDADE 3. Ensino/aprendizagem e Novas tecnologias. Educação à distância: conceitos básicos. Olá turma! Bem-vindos de volta.

UNIDADE 3. Ensino/aprendizagem e Novas tecnologias. Educação à distância: conceitos básicos. Olá turma! Bem-vindos de volta. Olá turma! Bem-vindos de volta. UNIDADE 3 Educação à distância: conceitos básicos Ensino/aprendizagem e Novas tecnologias Você sabe o que são NTICs? Como elas poderiam auxiliar no seu processo de aprendizagem?

Leia mais

EDITAL DA CHAMADA DE TRABALHOS ACADÊMICOS/CIENTÍFICOS PARA A SEMANA ACADÊMICA DE COMUNICACÃO - SEACOM/2015

EDITAL DA CHAMADA DE TRABALHOS ACADÊMICOS/CIENTÍFICOS PARA A SEMANA ACADÊMICA DE COMUNICACÃO - SEACOM/2015 EDITAL DA CHAMADA DE TRABALHOS ACADÊMICOS/CIENTÍFICOS PARA A SEMANA ACADÊMICA DE COMUNICACÃO - SEACOM/2015 Torna-se pública a abertura das inscrições para a submissão de trabalhos acadêmicos e científicos

Leia mais

Durante os últimos meses, a parceria tem trabalhado nos produtos finais do projecto T-STORY, a saber:

Durante os últimos meses, a parceria tem trabalhado nos produtos finais do projecto T-STORY, a saber: T- Story NEWSLETTER April 2014 June 2013 Edition N. Apresentamos a newsletter oficial do projeto T-Story - Storytelling Aplicado à Educação e Formação, um projeto financiado pela ação transversal Atividade-chave

Leia mais

Ensino em arquitetura e urbanismo: meios digitais e processos de projeto

Ensino em arquitetura e urbanismo: meios digitais e processos de projeto PROJETO DE PESQUISA PÓS-DOUTORADO Ensino em arquitetura e urbanismo: meios digitais e processos de projeto Candidata: Mayara Dias de Souza Supervisor: Prof. Associado Dr. Marcelo Tramontano 1 RESUMO Reflexões

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO

PROCESSO DE SELEÇÃO DO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO PROCESSO DE SELEÇÃO DO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DO BRASIL VER-SUS SÃO PAULO 2016: VIVER A REALIDADE DA SAÚDE E MORADIA EM SÃO PAULO. 1- APRESENTAÇÃO Os estágios

Leia mais

CURSO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM. AULA 1 Busca de materiais pedagógicos na Internet e sua aplicação em sala de aula

CURSO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM. AULA 1 Busca de materiais pedagógicos na Internet e sua aplicação em sala de aula CURSO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM Lisiane Cristina Amplatz CRTE Toledo AULA 1 Busca de materiais pedagógicos na Internet e sua aplicação em sala de aula Navegando pelo Portal Dia a dia Educação www.diaadia.pr.gov.br

Leia mais

A Organização do Trabalho de Pedagógico na Forma de Projetos

A Organização do Trabalho de Pedagógico na Forma de Projetos A Organização do Trabalho de Pedagógico na Forma de Projetos Marcos Cordiolli 1 Marcos Cordiolli www.cordiolli.com (41)9962 5010 Marcos Cordiolli é Mestre em Educação, pela PUC-SP. Professor de cursos

Leia mais

Curso de Pedagogia São Camilo Uniceu Pólo Inácio Monteiro

Curso de Pedagogia São Camilo Uniceu Pólo Inácio Monteiro Curso de Pedagogia São Camilo Uniceu Pólo Inácio Monteiro Unidade Educacional: II Educação: Comunicação Científica e Usos Tecnológicos para o Conhecimento Tutor: Thais Blasio Nome: Simone da Costa Silva

Leia mais

http://portaldoprofessor.mec.gov.br http://twitter.com/portalprofessor Implantação de ambientes tecnológicos nas escolas Distribuição de conteúdos educativos, soluções e sistemas de informação Formação

Leia mais

MANUAL PASSO-A-PASSO DISCIPLINAS ONLINE

MANUAL PASSO-A-PASSO DISCIPLINAS ONLINE MANUAL PASSO-A-PASSO OPERAÇÕES BÁSICAS DISCIPLINAS ONLINE BARBACENA 2014 2º Semestre 1 Sumário Acessando o Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA... 4 Utilizando o Portal Acadêmico... 6 Avaliação de Desempenho...

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA SILVA PLANO DE AÇÃO 2014

ESCOLA ESTADUAL IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA SILVA PLANO DE AÇÃO 2014 ESCOLA ESTADUAL IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA SILVA PLANO DE AÇÃO 2014 NOVA ANDRADINA MS DEZEMBRO/2013 ESCOLA IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA SILVA PLANO DE AÇÃO 2014 Plano de ações previstas a serem executadas no

Leia mais

população brasileira com perfis ativos nas redes sociais. (Fonte: Conversion (especializada em Search Engine Optmization)

população brasileira com perfis ativos nas redes sociais. (Fonte: Conversion (especializada em Search Engine Optmization) Na medida em que se democratiza o acesso à rede mundial de computadores, mais pessoas passam a usar as ferramentas on line para se informar e manter contato com amigos e familiares. Com isso, as redes

Leia mais

PROJETO: Projeto Juntando os Cacos :

PROJETO: Projeto Juntando os Cacos : ESCOLA ESTADUAL MARECHAL RONDON PROJETO: Projeto Juntando os Cacos : Produção e Divulgação de Textos, vídeos, entrevistas. Nova Andradina-MS Setembro de 2014 ESCOLA ESTADUAL MARECHAL RONDON PROJETO: Projeto

Leia mais

Grupo de Trabalho de Comunicação e Divulgação Científica na Biblioteca Virtual em Saúde - BVS

Grupo de Trabalho de Comunicação e Divulgação Científica na Biblioteca Virtual em Saúde - BVS Grupo de Trabalho de Comunicação e Divulgação Científica na Biblioteca Virtual em Saúde - BVS Grupo de Trabalho de Comunicação e Divulgação Científica na BVS O Grupo de Trabalho de Comunicação e Divulgação

Leia mais

Grupo de Pesquisa em Tecnologias, Informações e Informática em Saúde e Enfermagem - GIATE

Grupo de Pesquisa em Tecnologias, Informações e Informática em Saúde e Enfermagem - GIATE Grupo de Pesquisa em Tecnologias, Informações e Informática em Saúde e Enfermagem - GIATE REGULAMENTO INTERNO CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE E FINALIDADES: Art.1º - O Grupo Pesquisa em Tecnologias, Informações

Leia mais

JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO

JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO 1 DENOMINAÇÃO A Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental 2013, neste regulamento denominada MOSTRATEC JUNIOR 2013, é organizada pela Fundação

Leia mais

Concurso de Grafite do I Encontro Entre TELAAs

Concurso de Grafite do I Encontro Entre TELAAs 1 Concurso de Grafite do I Encontro Entre TELAAs 1. O que é o TELAA? TELAA é o acrônimo do Núcleo de Pesquisa e Realização Telas Eletrônicas, Literatura e Artes Audiovisuais, da Universidade de Brasília.

Leia mais

Educação continuada para professores de inglês da rede pública - ECOPLI

Educação continuada para professores de inglês da rede pública - ECOPLI Educação continuada para professores de inglês da rede pública - ECOPLI Universidade Federal do Espírito Santo. CCHN DLL. Abril 2012. Segundo encontro: Formação continuada de professores de inglês. The

Leia mais

QUEM SOMOS. Sem dispersão A MUNDOCOOP É UMA EMPRESA DE COMUNICAÇÃO ESPECIALIZADA NO SETOR COOPERATIVISTA.

QUEM SOMOS. Sem dispersão A MUNDOCOOP É UMA EMPRESA DE COMUNICAÇÃO ESPECIALIZADA NO SETOR COOPERATIVISTA. QUEM SOMOS A MUNDOCOOP É UMA EMPRESA DE COMUNICAÇÃO ESPECIALIZADA NO SETOR COOPERATIVISTA. Com a missão de transformar informação em conhecimento, a MundoCoop faz a mais ampla e abrangente cobertura jornalística

Leia mais

STOP MOTION: FORMAÇÃO CONTINUADA PARA SEU USO NO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM

STOP MOTION: FORMAÇÃO CONTINUADA PARA SEU USO NO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM STOP MOTION: FORMAÇÃO CONTINUADA PARA SEU USO NO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM Élidi P. Pavanelli-Zubler Jeferson Lucas Zanin Sandra Regina Braz Ayres 21º Seminário de Educação, Tecnologia e Sociedade

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE ARTISTAS. Edital n 001/2016

EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE ARTISTAS. Edital n 001/2016 EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE ARTISTAS Edital n 001/2016 A Produtora da Vila vem, por meio do presente edital, realizar o Credenciamento de Artistas dos diversos segmentos culturais: Artes Visuais, Artes

Leia mais

Sarau Virtual: reinventando a prática de partilhar poemas e crônicas

Sarau Virtual: reinventando a prática de partilhar poemas e crônicas Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) Sarau Virtual: reinventando a prática de partilhar poemas e crônicas Daniele Ribeiro de Faria (UFLA) - danielefaria@biblioteca.ufla.br Nivaldo Oliveira (UFLA) - nivaldo@biblioteca.ufla.br

Leia mais

Apresentando-se bem com o Currículo Lattes. Eduardo Graziosi Silva Bibliotecário da EESC/USP

Apresentando-se bem com o Currículo Lattes. Eduardo Graziosi Silva Bibliotecário da EESC/USP Apresentando-se bem com o Currículo Lattes Eduardo Graziosi Silva Bibliotecário da EESC/USP Agenda Histórico da Plataforma Lattes Currículo Lattes: criação e preenchimento Perguntas? Currículo Lattes:

Leia mais

ROBÓTICA PEDAGÓGICA LIVRE E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA EXPERIÊNCIA FORMATIVA

ROBÓTICA PEDAGÓGICA LIVRE E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA EXPERIÊNCIA FORMATIVA ROBÓTICA PEDAGÓGICA LIVRE E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA EXPERIÊNCIA FORMATIVA Lorena Bárbara da R. Ribeiro [UNEB] Mary Valda Souza Sales [UNEB] Tarsis de Carvalho Santos [UNEB] O processo educativo cada

Leia mais

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. Documento de Apoio: Desagregação das medidas e das tipologias de atividades

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. Documento de Apoio: Desagregação das medidas e das tipologias de atividades Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento Documento de Apoio: Desagregação das medidas e das tipologias de atividades Desagregação das medidas e das tipologias de atividades ESTRATÉGIA NACIONAL

Leia mais

GUIA DO MOBILIZADOR VOLUNTÁRIO

GUIA DO MOBILIZADOR VOLUNTÁRIO GUIA DO MOBILIZADOR VOLUNTÁRIO COMUNIDADE DIGITAL O site da Rede de Mobilização Social (RMS) é um espaço virtual criado para reunir pessoas de idades, preferências, culturas e crenças as mais diversas

Leia mais

ANÁLISE DO SCRATCH COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO APRENDIZAGEM

ANÁLISE DO SCRATCH COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO APRENDIZAGEM ANÁLISE DO SCRATCH COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO APRENDIZAGEM Livia Ferreira Vidal Mestre em Ciências da Saúde e do Meio Ambiente pelo Centro Universitário de Volta Redonda Docente/Coordenadora do Curso de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO Edital de Seleção CURSO DE APERFEIÇOAMENTO: A DIVERSIDADE EM SALA

Leia mais

O que você está lendo? Prêmio para leitoras e leitores de 15 a 17 anos

O que você está lendo? Prêmio para leitoras e leitores de 15 a 17 anos O que você está lendo? Prêmio para leitoras e leitores de 15 a 17 anos CONVOCATÓRIA 2016 A Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), com o apoio dos Ministérios

Leia mais

Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio

Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio TEMA CADERNO 3 : O CURRÍCULO DO ENSINO MÉDIO, SEUS SUJEITOS E O DESAFIO DA FORMAÇÃO HUMANA INTEGRAL Moderadora: Monica Ribeiro da Silva Produção: Rodrigo

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES FUNDAÇÃO FUPAC REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º - As Atividades Complementares integram

Leia mais

II Simpósio Internacional de Games, Gamification e Tecnologias na Educação

II Simpósio Internacional de Games, Gamification e Tecnologias na Educação II Simpósio Internacional de Games, Gamification e Tecnologias na Educação SEGUNDA CIRCULAR Convidamos a comunidade científica para o II Simpósio Internacional de Games, Gamification e Tecnologias na Educação,

Leia mais

VIII ENCONTRO MARANHENSE DE CONTABILIDADE REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS TEMA: A CONTABILIDADE A SERVIÇO DAS ORGANIZAÇÕES

VIII ENCONTRO MARANHENSE DE CONTABILIDADE REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS TEMA: A CONTABILIDADE A SERVIÇO DAS ORGANIZAÇÕES VIII ENCONTRO MARANHENSE DE CONTABILIDADE REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS TEMA: A CONTABILIDADE A SERVIÇO DAS ORGANIZAÇÕES São Luís/MA Outubro/2015 VIII ENCONTRO MARANHENSE DE CONTABILIDADE REGULAMENTO

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE NA FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA

A UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE NA FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA A UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE NA FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA Carla de Araújo Universidade Estadual da Paraíba tapcarla@gmail.com Profª. Dra. Abigail Fregni Lins Universidade Estadual

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DESIGN

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DESIGN MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DESIGN (Vigência a partir do segundo semestre de 2007) Fase Cód. Disciplinas Pré- Requisito Créditos Carga Horária 01 Integração ao Ensino Superior 1 18 02 Oficinas de Integração

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ÍTALO BOLOGNA (FATECIB) REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS, PESQUISA E EXTENSÃO (NEPE)

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ÍTALO BOLOGNA (FATECIB) REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS, PESQUISA E EXTENSÃO (NEPE) FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ÍTALO BOLOGNA (FATECIB) REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS, PESQUISA E EXTENSÃO (NEPE) 1. OBJETIVO GERAL O Núcleo de Estudos, Pesquisa e Extensão da Faculdade de Tecnologia

Leia mais

Joaquim Ramos Pinto ASPEA

Joaquim Ramos Pinto ASPEA Associação Portuguesa de Educação Ambiental Caretakers of the Environment International - Portugal SEMINÁRIO EDUCAÇÃO E AMBIENTE UMA COOPERAÇÃO PELA CIDADANIA Lisboa 6 de Junho de 2012 Joaquim Ramos Pinto

Leia mais

Faculdade de Educação Superior do Paraná Centro de Extensão Iniciação Científica - CEIC

Faculdade de Educação Superior do Paraná Centro de Extensão Iniciação Científica - CEIC DIRETRIZES DA Iª MOSTRA FESP para FESP - 2015 O Centro de Extensão e Iniciação Científica CEIC têm como um de seus eixos de atuação promover o desenvolvimento de atividades tecnocientíficas e é nesse contexto

Leia mais

A EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE. Profª Fabiana

A EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE. Profª Fabiana A EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE Profª Fabiana Principais Legislações que regem a Educação Permanente em Saúde : 8ª Conferência Nacional de Saúde - 1986 Constituição Brasileira de 1988 Lei 8080, de 19 de

Leia mais

Rede de Bibliotecas do Concelho de Arganil

Rede de Bibliotecas do Concelho de Arganil Rede de Bibliotecas do Concelho de Margarida Custódio Fróis Outubro de 2013 As Redes Concelhias de Bibliotecas devem ser entendidas como uma forma de rentabilizar recursos documentais, humanos e de equipamento,

Leia mais

A Exposição. Equipes, Elaboração, Etapas do Trabalho

A Exposição. Equipes, Elaboração, Etapas do Trabalho A Exposição Equipes, Elaboração, Etapas do Trabalho Quadro Geral da Disciplina Museológica 1 Museologia Geral Teoria museológica (fato museológico) História dos museus Administração museológica Curadoria

Leia mais

Multimeios Aplicados à Educação Aula 1. Utilização das novas tecnologias no processo de ensino-aprendizagem

Multimeios Aplicados à Educação Aula 1. Utilização das novas tecnologias no processo de ensino-aprendizagem Multimeios Aplicados à Educação Aula 1 Utilização das novas tecnologias no processo de ensino-aprendizagem Conceitos iniciais - MULTIMEIOS Multi remete a vários, diversos; meios, refere-se ao local de

Leia mais

ANEXO I Programa de Bolsas de Iniciação Científica da UNILA

ANEXO I Programa de Bolsas de Iniciação Científica da UNILA ANEXO I Programa de Bolsas de Iniciação Científica da UNILA Declaração de produtividade intelectual do pesquisador Wolney Roberto Carvalho Artigos e trabalhos completos publicados Peso Quantidade Subtotal

Leia mais

1 VideoBox VIDEOBOX. Atraia clientes com vídeos interativos e atuais. O Parceiro de Confiança em Marketing Digital.

1 VideoBox VIDEOBOX. Atraia clientes com vídeos interativos e atuais. O Parceiro de Confiança em Marketing Digital. 1 VIDEOBOX Atraia clientes com vídeos interativos e atuais. Índice 1 1 2 3 4 CONHEÇA A VIDEOBOX VIDEOBOX: TIPOS DE VÍDEO O SEU CANAL DE YOU TUBE VÍDEO POR SECTOR DE ATIVIDADE 1 1 CONHEÇA A VIDEOBOX Conheça

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 GABARITO PARA AVALIAÇÃO DE PROVA DE TÍTULOS CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES NÃO TITULARES NOME DO(A) CANDIDATO(A): DEPARTAMENTO: SETOR: Unidade Universitária: ÁREA OU MATÉRIA: GRUPO I Títulos universitários

Leia mais

Vamos discutir que temas, histórias e atores gostaríamos de ver nesse filme.

Vamos discutir que temas, histórias e atores gostaríamos de ver nesse filme. O mundo digital promoveu significativa redução das fronteiras entre os povos e uma aproximação entre as pessoas nas grandes metrópoles. Na cidade do Rio de Janeiro as fronteiras sociais, principalmente

Leia mais

BEM-VINDO AO SBRC 2016

BEM-VINDO AO SBRC 2016 SBRC 2016 XXXIV Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos Promoção: Sociedade Brasileira de Computação (SBC); Laboratório Nacional de Redes de Computadores (LARC) Organização:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARA INSTITUTO DE CIENCIAS DA EDUCAÇÃO GRUPO DE ESTUDOS EM EDUCAÇÃO, CULTURA E MEIO AMBIENTE GEAM

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARA INSTITUTO DE CIENCIAS DA EDUCAÇÃO GRUPO DE ESTUDOS EM EDUCAÇÃO, CULTURA E MEIO AMBIENTE GEAM UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARA INSTITUTO DE CIENCIAS DA EDUCAÇÃO GRUPO DE ESTUDOS EM EDUCAÇÃO, CULTURA E MEIO AMBIENTE- GEAM PROJETO I ENCONTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA UFPA: OS DEZ ANOS DO GRUPO DE ESTUDOS

Leia mais

BLOG DA SAÚDE. Autores: Grazieli Ferreira da Rosa 1 ; Alessandra Domingues Malheiro 2 ; Ana Paula Saccol 3 ; Anderson de Souza 4 INTRODUCÃO

BLOG DA SAÚDE. Autores: Grazieli Ferreira da Rosa 1 ; Alessandra Domingues Malheiro 2 ; Ana Paula Saccol 3 ; Anderson de Souza 4 INTRODUCÃO BLOG DA SAÚDE Autores: Grazieli Ferreira da Rosa 1 ; Alessandra Domingues Malheiro 2 ; Ana Paula Saccol 3 ; Anderson de Souza 4 INTRODUCÃO Tendo o IFC a missão de proporcionar educação profissional comprometida

Leia mais

Grupo Educacional UNIS - MG Núcleo de Empreendedorismo do UNIS - NEUNIS

Grupo Educacional UNIS - MG Núcleo de Empreendedorismo do UNIS - NEUNIS REALIZAÇÃO: UNIS/MG VERSÃO 3 ALTERAÇÃO NA DATA REFERENTE AO PROCESSO DE INSCRIÇÃO NOVA DATA 19 DE SETEMBRO DE 2016 REGULAMENTO CAPÍTULO 1 DOS OBJETIVOS Art. 1º O Concurso INOVA UNIS é uma iniciativa do

Leia mais

Convocatória Nova Fotografia 2017

Convocatória Nova Fotografia 2017 Convocatória Nova Fotografia 2017 O projeto anual Nova Fotografia tem por objetivo criar um espaço permanente para exposição de projetos fotográficos de artistas promissores e ainda pouco conhecidos que

Leia mais

PROJETO ESCOLA DE PAIS E FILHOS

PROJETO ESCOLA DE PAIS E FILHOS PROJETO ESCOLA DE PAIS E FILHOS EMEF-I Prof. Manoel Ignácio de Moraes Professor(es) Apresentador(es): Sônia Maria Romano Rosemary de Almeida Teixeira Oliveira Realização: Foco do Projeto A programação

Leia mais

Informática para Concursos

Informática para Concursos Informática para Concursos Professor: Thiago Waltz Ferramentas Multimídia a) Ferramentas Multimídia Multimídia: Multimídia é a combinação, controlada por computador, de pelo menos um tipo de mídia estática

Leia mais

CTIC - Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Tecnologias. Digitais para Informação e Comunicação CHAMADA DE PROJETOS. Cidades Inteligentes

CTIC - Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Tecnologias. Digitais para Informação e Comunicação CHAMADA DE PROJETOS. Cidades Inteligentes CTIC - Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Tecnologias Digitais para Informação e Comunicação CHAMADA DE PROJETOS Cidades Inteligentes O Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Tecnologias Digitais

Leia mais

Estado do Tocantins Prefeitura Municipal de Porto Nacional Secretaria de Habitação e Meio Ambiente

Estado do Tocantins Prefeitura Municipal de Porto Nacional Secretaria de Habitação e Meio Ambiente Estado do Tocantins A 2 a Estado do Tocantins Semana do Meio Ambiente é uma iniciativa conjunta entre Prefeitura Municipal de Porto Nacional, Instituto Federal do Tocantins e Universidade Federal do Tocantins.

Leia mais

Caderno de apoio Alunos e Pais

Caderno de apoio Alunos e Pais Caderno de apoio Alunos e Pais ÍNDICE Apresentação... 3 Aprofunde os conteúdos vistos em sala de aula... 4 Amplie as fontes de pesquisas... 4 Aprenda com recursos interativos e linguagens diferenciadas...

Leia mais

A PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DE UMA ESCOLA PÚBLICA DE CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ SOBRE CIÊNCIA E DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA

A PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DE UMA ESCOLA PÚBLICA DE CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ SOBRE CIÊNCIA E DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA A PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DE UMA ESCOLA PÚBLICA DE CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ SOBRE CIÊNCIA E DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA Lis P. Rocha - lispeixotoroch@gmail.com Rodrigo G. da Costa - rgarrett@iff.edu.br Instituto

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Sustentável da Escola (PDSE) Instituto Brasil Solidário

Programa de Desenvolvimento Sustentável da Escola (PDSE) Instituto Brasil Solidário Apresentação Neste ano, sua escola e comunidade receberão diversas atividades com a chegada do Programa de Desenvolvimento Sustentável da Escola (PDSE) no seu município, com o Instituto Brasil Solidário

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA EM SERVIÇO: ressignificar a pesquisa na escola numa abordagem da relação de saberes LUCIANA VIEIRA DEMERY

FORMAÇÃO CONTINUADA EM SERVIÇO: ressignificar a pesquisa na escola numa abordagem da relação de saberes LUCIANA VIEIRA DEMERY 1 FORMAÇÃO CONTINUADA EM SERVIÇO: ressignificar a pesquisa na escola numa abordagem da relação de saberes LUCIANA VIEIRA DEMERY Introdução Este artigo é resultado de uma experiência com formação continuada

Leia mais

VI ENCONTRO CIENTÍFICO GEPRO GRUPO DE ESTUDOS EM

VI ENCONTRO CIENTÍFICO GEPRO GRUPO DE ESTUDOS EM VI ENCONTRO CIENTÍFICO GEPRO GRUPO DE ESTUDOS EM PRODUÇÃO COORDENAÇÃO: ME. MARCOS ANTONIO BONIFÁCIO ME. ADEMIR MARQUES JÚNIOR ME. ROSANGELA MONTEIROS DOS SANTOS ME. APARECIDA MARIA ZEM LOPES ME. FLÁVIO

Leia mais

Showcase Big Brain Education

Showcase Big Brain Education 1 Showcase Big Brain Education 2 Objetivo O objetivo deste documento é apresentar cases educacionais no programa Big Brain Education O Programa Vantagens: Acesso ao conhecimento de qualquer lugar, a qualquer

Leia mais

Anabela Patrícia Pinto Mário Henrique Gomes. de Trabalho e o. Estratégias para uma Aprendizagem Autorregulada ECOPY

Anabela Patrícia Pinto Mário Henrique Gomes. de Trabalho e o. Estratégias para uma Aprendizagem Autorregulada ECOPY Anabela Patrícia Pinto Mário Henrique Gomes O Plano Individual de Trabalho e o Estudo Autónomo Estratégias para uma Aprendizagem Autorregulada ECOPY O Plano Individual de Trabalho e o Estudo Autónomo Estratégias

Leia mais

10º CONGRESSO NACIONAL DE MECÂNICA EXPERIMENTAL

10º CONGRESSO NACIONAL DE MECÂNICA EXPERIMENTAL 10º CONGRESSO NACIONAL DE MECÂNICA EXPERIMENTAL Lisboa LNEC 12 a 14 de outubro de 2016 GUIA PARA PATROCÍNIOS 1 de 5 INTRODUÇÃO O Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) vai organizar de 12 a 14

Leia mais

EDUCAÇÃO (POPULAR) EM SAÚDE NO CONTEXTO DAS PRÁTICAS DA VIGILÂNCIA SANITÁRIA: BREVES REFLEXÕES. Rio de Janeiro 2014

EDUCAÇÃO (POPULAR) EM SAÚDE NO CONTEXTO DAS PRÁTICAS DA VIGILÂNCIA SANITÁRIA: BREVES REFLEXÕES. Rio de Janeiro 2014 II Simpósio Brasileiro de Saúde e Ambiente Desenvolvimento, conflito territoriais e saúde: ciência e movimentos sociais para justiça ambiental nas políticas públicas Minascentro Belo Horizonte, 19 22 de

Leia mais

3 a CONFERÊNCIA DO CONSÓRCIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO: Políticas e Recursos de Apoio ao Empreendedorismo

3 a CONFERÊNCIA DO CONSÓRCIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO: Políticas e Recursos de Apoio ao Empreendedorismo 3 a CONFERÊNCIA DO CONSÓRCIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO: Políticas e Recursos de Apoio ao Empreendedorismo 1 Mesa 4! New Business Environments! Ambientes para Novos Negócios!

Leia mais

PROJETO ARARIBÁ. Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico.

PROJETO ARARIBÁ. Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico. PROJETO ARARIBÁ Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico. Araribá Ciências Organização do Conteúdo: Por que estudar

Leia mais

LANÇAMENTOS DE LIVROS

LANÇAMENTOS DE LIVROS PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR (SUJEITA A ALTERAÇÕES) - 01/Ago/2016 LANÇAMENTOS DE LIVROS EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: IMPACTOS NOS PLANOS PROFISSIONAL E PESSOAL PACO EDITORIAL Autor: LETÍCIA MACHADO DOS SANTOS A OBRA

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA

CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA Pacajus - CE Maio/2011.1 Sumário Apoio e Parcerias:... 3 Justificativa... 4 Introdução... 5 Objetivos... 6 Objetivo Geral:... 6 Objetivo Específico:... 6 Público Alvo... 7

Leia mais

4. A submissão de trabalhos prevê as seguintes categorias: É um trabalho único, que pode ser organizado por um ou mais autores.

4. A submissão de trabalhos prevê as seguintes categorias: É um trabalho único, que pode ser organizado por um ou mais autores. NORMAS PARA PARTICIPAÇÃO 1. Inscrições no site: http://unisal.br/seminariointernacional 2. A inscrição confirmada dará direito à participaç ão nas atividades do evento e à submissão e apresentação de 04

Leia mais

III CONGRESSO BRASILEIRO DE ESTUDOS ORGANIZACIONAIS

III CONGRESSO BRASILEIRO DE ESTUDOS ORGANIZACIONAIS III CONGRESSO BRASILEIRO DE ESTUDOS ORGANIZACIONAIS Primeira Convocatória A Sociedade Brasileira de Estudos Organizacionais (SBEO), junto com o Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas (CCJE) da Universidade

Leia mais

REGULAMENTO. -Representar a cultura negra por meio da arte. Seja fotografia, poesia, conto, desenho ou pintura.

REGULAMENTO. -Representar a cultura negra por meio da arte. Seja fotografia, poesia, conto, desenho ou pintura. REGULAMENTO I DOS PROMOTORES Art. 1º: O I Concurso Revelando a identidade afro-brasileira IFPI Campus Floriano, tem como tema Cantos e encantos: a (des)construção da identidade afro-brasileira no Piauí

Leia mais

CONCURSO NACIONAL DE VÍDEOS IMAGENS CONTRA A CORRUPÇÃO

CONCURSO NACIONAL DE VÍDEOS IMAGENS CONTRA A CORRUPÇÃO CONCURSO NACIONAL DE VÍDEOS IMAGENS CONTRA A CORRUPÇÃO Tema Imagens Contra a Corrupção Tipo Concurso de vídeos de Curta duração Público-alvo Alunos dos 2º e 3º ciclos do Ensino Básico e alunos do Ensino

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL II SALÃO DE AÇÕES AFIRMATIVAS. 19 a 23 de outubro de 2015 CAMPUS DO VALE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL II SALÃO DE AÇÕES AFIRMATIVAS. 19 a 23 de outubro de 2015 CAMPUS DO VALE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL II SALÃO DE AÇÕES AFIRMATIVAS 19 a 23 de outubro de 2015 CAMPUS DO VALE REGULAMENTO 1. Objetivo O II Salão de Ações Afirmativas da UFRGS tem como objetivo a divulgação

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CEBC COMO SE ASSOCIAR 2014

APRESENTAÇÃO DO CEBC COMO SE ASSOCIAR 2014 APRESENTAÇÃO DO CEBC 201 QUEM SOMOS FUNDADO EM 200, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA,

Leia mais

Gêneros Jornalísticos

Gêneros Jornalísticos Texto Jornalístico Narrando o cotidiano Gêneros Jornalísticos Obrigatoriedade de serem interessantes e motivadoras para o leitor, ou seja, definidas por sua forma mais vendável Há também uma corrente que

Leia mais

Contribuição da Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI)/UERJ à formação de Cuidadores de Idosos

Contribuição da Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI)/UERJ à formação de Cuidadores de Idosos Contribuição da Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI)/UERJ à formação de Cuidadores de Idosos Silvia Maria Magalhães Costa Rio de Janeiro, 2016 Envelhecimento Populacional: uma conquista e um desafio

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DE UM FUTURO COM VALOR

A CONSTRUÇÃO DE UM FUTURO COM VALOR A CONSTRUÇÃO DE UM FUTURO COM VALOR O debate acerca do futuro vem ocupando a pauta da sociedade e, consequentemente, das organizações. E com este tema surgem inúmeros desafios diante da realidade atual.

Leia mais

Educar para a Cidadania Contributo da Geografia Escolar

Educar para a Cidadania Contributo da Geografia Escolar Iª JORNADAS IGOT DOS PROFESSORES DE GEOGRAFIA Educar para a Cidadania Contributo da Geografia Escolar Maria Helena Esteves 7 de Setembro de 2013 Apresentação O que é a Educação para a Cidadania Educação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 10/05-CEPE

RESOLUÇÃO Nº 10/05-CEPE RESOLUÇÃO Nº 10/05-CEPE Complementa a Resolução nº 04/05-CEPE que estabelece normas de concurso público para a carreira do magistério superior na Universidade Federal do Paraná, fixando a tabela de pontuação

Leia mais

FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO. Ensino-aprendizagem

FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO. Ensino-aprendizagem FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO Ensino-aprendizagem 1. Quais os materiais didáticos na área do(s) subprojeto(s) existentes na escola? Recursos didáticos, materiais diferenciados e/ou alternativos.

Leia mais

CARTAEDUCACAO.COM.BR 280 MIL

CARTAEDUCACAO.COM.BR 280 MIL CARTA EDUCAÇÃO Site de CartaCapital dirigido para educadores, alunos e interessados, o Carta Educação nasceu em outubro de 2015 sob o princípio de que a educação é a base para a construção de uma sociedade

Leia mais

O Centro da Indústria, Arte e Cidade inscreve-se na nova Praça da Liberdade como um instrumento potencializador desse abrangente projeto de futuro.

O Centro da Indústria, Arte e Cidade inscreve-se na nova Praça da Liberdade como um instrumento potencializador desse abrangente projeto de futuro. O Circuito Cultural é parte de um grande projeto de reestruturação de Belo Horizonte, visando adequá-la aos requisitos dos grandes centros metropolitanos do séc. XXI. O Centro da Indústria, Arte e Cidade

Leia mais

364 A leitura nos oceanos da internet Ení Maria Ranzan

364 A leitura nos oceanos da internet Ení Maria Ranzan RESENHA 364 A leitura nos oceanos da internet Ení Maria Ranzan A LEITURA NOS OCEANOS DA INTERNET Ení Maria Ranzan 1 1 Mestranda em Educação pela Universidade do Vale do Itajaí. Professora do Curso de Relações

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL JULHO 2013

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL JULHO 2013 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL JULHO 2013 Fundado em 2003, Instituto Escola São Paulo é uma instituição sem fins lucrativos que tem como objetivo ampliar o acesso à cultura e à educação, promovendo atividades

Leia mais

Ferramentas Colaborativas. Prof. Dr. paulo Rech Wagner

Ferramentas Colaborativas. Prof. Dr. paulo Rech Wagner Ferramentas Colaborativas Prof. Dr. paulo Rech Wagner prwagner@pucrs.br Aprendizagem Colaborativa Avanço das TICs mais facilidades de interação e recursos para atividades colaborativas. Construção coletiva

Leia mais

VI Jornada Severino Sombra Tema: Oportunidades e desafios: como fazer o seu conhecimento campeão?

VI Jornada Severino Sombra Tema: Oportunidades e desafios: como fazer o seu conhecimento campeão? VI Jornada Severino Sombra Tema: Oportunidades e desafios: como fazer o seu conhecimento campeão? 1. Objetivos: Trazer ao conhecimento e à apreciação da comunidade os resultados dos projetos de Extensão

Leia mais

REGULAMENTO. Quadro 1_Categorias Prêmio FSBA InovAção. Categoria Requisitos Natureza do Projeto Estudante do Ensino

REGULAMENTO. Quadro 1_Categorias Prêmio FSBA InovAção. Categoria Requisitos Natureza do Projeto Estudante do Ensino REGULAMENTO A Faculdade Social da Bahia (FSBA), a Coordenação de Extensão e a Coordenação do Curso de Administração tornam público e convidam os interessados a apresentarem projetos para o Prêmio FSBA

Leia mais

PROFessor VAZZ Gestor Acadêmico Núcleo de Educação a Distância Vice-Diretor de Tecnologia e Inovação

PROFessor VAZZ Gestor Acadêmico Núcleo de Educação a Distância Vice-Diretor de Tecnologia e Inovação TUTORIAL MOODLE ALUNOS - 2017 Prof. Ms. Priscila Braga Coordenadora EAD - Grupo Educacional Drummond PROFessor VAZZ Gestor Acadêmico Núcleo de Educação a Distância Vice-Diretor de Tecnologia e Inovação

Leia mais

Turismo INATEL: do compromisso social à valorização do território

Turismo INATEL: do compromisso social à valorização do território Turismo INATEL: do compromisso social à valorização do território José Manuel Alho Vogal do Conselho de Administração Organização: Conselho Nacional do Ambiente e do Desenvolvimento Sustentável Confederação

Leia mais

Iniciar uma discussão sobre a elaboração de uma. Estratégia Nacional de Comunicação e Educação Ambiental. no âmbito do

Iniciar uma discussão sobre a elaboração de uma. Estratégia Nacional de Comunicação e Educação Ambiental. no âmbito do OBJETIVO Iniciar uma discussão sobre a elaboração de uma Estratégia Nacional de Comunicação e Educação Ambiental no âmbito do Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza - SNUC DOCUMENTOS DE

Leia mais

OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM

OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM FACULDADE DO NORTE GOIANO OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM Objetivos do curso O Curso de Graduação em Enfermagem tem por objetivo formar bacharel em enfermagem (enfermeiro) capaz de influenciar na construção

Leia mais

VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE

VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE Coordenador Prof. Dorival Magro Junior Mestre em Ciência da Computação EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Leia mais