SUMÁRIO 1. Introdução 2. Empresas com Atividades Exclusivas 3. Empresas com Atividades Concomitantes 4. Empresas com Atividades Mistas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SUMÁRIO 1. Introdução 2. Empresas com Atividades Exclusivas 3. Empresas com Atividades Concomitantes 4. Empresas com Atividades Mistas"

Transcrição

1 Desoneração da Folha de Pagamento 13º Salário SUMÁRIO 1. Introdução 2. Empresas com Atividades Exclusivas 3. Empresas com Atividades Concomitantes 4. Empresas com Atividades Mistas 1. Introdução A alteração da legislação tributária incidente sobre a folha de pagamento (Desoneração da Folha) foi efetuada em agosto de 2011, por intermédio da Medida Provisória nº 540/11, convertida na Lei nº /11, e ampliada por alterações posteriores. A citada alteração da legislação tributária consiste na substituição da base de incidência da contribuição previdenciária patronal sobre a folha de pagamentos, prevista nos incisos I e III do art. 22 da Lei n 8.212/91, por uma incidência sobre a receita bruta. Nesta matéria trataremos sobre o reflexo da desoneração da folha de pagamento sobre o 13º salário. Até o fechamento dessa edição, não houve publicação oficial sobre o assunto. Contudo, as orientações a seguir, estão sendo aplicadas, por analogia, as regras instituídas por meio da Instrução Normativa RFB nº 1.436/13 (DOU de 02/01/2014), alterada pela Instrução Normativa RFB Nº 1.523/14. A Receita Federal do Brasil (RFB) estabelece procedimentos que devem ser observados com relação a Contribuição Previdenciária sobre à Receita Bruta (CPRB), destinada ao Regime Geral de Previdência Social (RGPS), devida pelas empresas referidas nos arts. 7º e 8º da Lei nº /11. Os períodos anteriores à incidência da contribuição sobre a receita bruta mantêm a incidência das contribuições previstas no art. 22 da Lei nº 8.212/91, aplicada, de forma proporcional, sobre o 13º salário. Para as empresas que se dedicam a outras atividades, além das desoneradas, o cálculo da contribuição para o 13º salário será realizado com observância dos seguintes critérios: a) para fins de cálculo da razão entre a receita bruta de atividades não relacionadas à desoneração e a receita bruta total aplicada ao 13º salário, será considerada a receita bruta acumulada nos 12 meses anteriores ao mês de dezembro de cada ano-calendário, portanto, no período de novembro do ano em curso a dezembro do ano anterior; Trabalho e Previdência

2 b) no caso de empresa em início de atividades ou que ingressar no regime de tributação substitutiva, no decurso do ano, a apuração mencionada na letra a será realizada de forma proporcional à data do início de atividades ou da entrada da empresa no regime de substituição. Ocorre que, por intermédio da Lei nº /15 (DOU de 31/08/2015 Edição Extra) foi alterada, entre outras, a Lei nº /11. Assim, excepcionalmente, para o ano de 2015, a opção pela tributação substitutiva prevista nos arts. 7º e 8º da Lei nº /11 será manifestada mediante o pagamento da contribuição incidente sobre a receita bruta relativa a novembro de 2015 ou à primeira competência subsequente para a qual haja receita bruta apurada, e será irretratável para o restante do ano. Esta opção, no caso de empresas que contribuem simultaneamente com as contribuições previstas nos arts. 7º e 8º da Lei nº /11, valerá para ambas as contribuições, e não será permitido à empresa fazer a opção apenas com relação a uma delas. Com a referida alteração, entendemos que para fins de cálculo da razão entre a receita bruta de atividades não relacionadas à desoneração e a receita bruta total aplicada ao 13º salário, foi prejudicada e, que, portando deverá se considerada a receita bruta acumulada, para o ano de 2015, nos meses anteriores ao mês de outubro do ano-calendário a dezembro do ano anterior. 2. Empresas com Atividades Exclusivas Para as empresas que se dedicam a atividades exclusivas, o recolhimento se dará sobre a receita bruta. Para tais empresas, não há contribuição patronal a pagar sobre nenhum avo do 13º salário de Observa-se que a empresa deve apurar o valor da Contribuição Previdenciária Patronal (CPP) que será calculado sobre a folha de pagamento, aplicando-se a alíquota de 20%, o qual deverá ser integralmente lançado no campo Compensação da GFIP Competência 13, conforme instruções do Ato Declaratório Executivo CODAC nº 93/11. Lembramos que na GPS continuam sendo feitos os pagamentos das demais contribuições e retenções. 3. Empresas com Atividades Concomitantes Para as empresas que além das atividades desoneradas exercem outras atividades não abrangidas pelo regime substitutivo contribuirão da seguinte forma, em relação ao 13º salário: a) CPP de 20% sobre a folha de pagamento de 13º salário, de acordo com a proporcionalidade das receitas desoneradas e não desoneradas; e b) relativamente ao período desonerado, deverá ser recolhida a CPP reduzida, conforme o percentual resultante da razão entre a receita bruta de atividades não relacionadas na Lei nº /11 e a receita bruta total. Neste caso, nos termos do parágrafo único do art. 7º do Decreto nº 7.828/12, para cálculo da razão, a que se refere o inciso II do 1º do art. 9º da Lei nº /11, na redação dada pela Lei Trabalho e Previdência

3 nº /12 e alterações posteriores, aplicada ao 13º salário, será considerada a receita bruta acumulada nos 12 meses anteriores ao mês de dezembro de cada ano-calendário, sendo que, para o ano de 2015, excepcionalmente, entendemos será apurada de Dezembro/2014 a Outubro/2015 (veja item 1 desta matéria). Assim, para uma melhor visualização, temos: Fórmula % Redução = acumulado de receita de outras atividades acumulado da receita total Cálculo 1 = folha de pagamento 13º salário x 20% 12 meses x Redutor Exemplo Considerando uma empresa que explora a atividade desonerada e outras atividades não desoneradas e que a desoneração tenha ocorrido a partir de 01/04/2013. Receita bruta total = R$ ,00 Receita bruta de atividades desonerada (período de outubro/2015 a dezembro/2014) = R$ ,00 Receita bruta de atividades não desonerada = R$ ,00 Folha de pagamento de 13º salário = R$ ,00 Contribuição previdenciária = R$ ,00 x 20% = R$ 2.400,00 RAT Ajustado (RAT x FAP) = 2% x 1,6558 = 3,3116 Valor do RAT Ajustado = R$ ,00 x 3,3116 = R$ 397,39 Apurado o valor da contribuição, aplica-se sobre ele o percentual resultante da razão da receita bruta anual das atividades não relacionadas com a desoneração e a receita bruta total. Assim, temos: Cálculo do Redutor Receita bruta de atividades não relacionadas = R$ ,00 = 0,25 Receita bruta total R$ ,00 Contribuição previdenciária - R$ ,00 x 20% = R$ 2.400,00 Contribuição previdenciária sobre a folha de 13º salário = R$ 2.400,00 x 0,25 = R$ 600,00 Valor da contribuição previdenciária sobre a folha de 13º salário correspondente ao período alcançado pela desoneração da folha de pagamento será de R$ 600,00. Vale ressaltar que de acordo com o Ato Declaratório Executivo CODAC nº 93/11 para declaração das informações relativas ao 13º salário em GFIP, pelas empresas sujeitas à desoneração da folha de pagamento deverá ser lançada, no Campo Compensação, a diferença entre o valor calculado pelo SEFIP e o valor apurado pela empresa, já que o programa não está preparado para receber as informações relativas à desoneração da folha de pagamento Trabalho e Previdência

4 No exemplo anterior, o valor da compensação, a ser informado da GFIP seria: Contribuição previdenciária = R$ ,00 x 20% = R$ 2.400,00 CRRB - R$ 2.400,00 x 0,25 = R$ 600,00 GFIP Campo Compensação = R$ 2.400,00 - R$ 600,00 = R$ 1.800,00 A parte da empresa calculada na SEFIP corresponderá: Valor do RAT Ajustado + Valor parte empresa R$ 397,39 + R$ 600,00 = R$ 997,39 Lembramos que não será recolhido o DARF da contribuição previdenciária sobre o 13º salário sendo que, o valor de R$ 997,39 deve ser recolhido em GPS. 4. Empresas com Atividades Mistas Havendo a manifestação pela tributação substitutiva, prevista nos arts. 7º e 8º da Lei nº /11, a qual será feita mediante o pagamento da contribuição incidente sobre a receita bruta relativa a novembro de 2015 ou à primeira competência subsequente, e o cálculo deverá ser realizado levando em conta os 12 meses anteriores ao mês da incidência do 13º salário, exemplo, 13º de Dezembro/2015, considerar de Dezembro/2014 a Outubro/2015. Ressalta-se que havendo a manifestação da saída a empresa da desoneração da folha de pagamento, a mesma não contribuirá com os 20% sobre a folha dos empregados, mas sim sobre os 2/12 da folha de novembro e dezembro de 2015, ou seja: Fórmula para o cálculo da contribuição previdenciária, parte empresa da folha de pagamento referente ao 13 Salário: % Redução = acumulado de receita de outras atividades (últimos 12 meses) acumulado da receita total (últimos 12 meses) Cálculo 1 Folha de pagamento (13 salário) x 20% 12 meses x quantidade de meses desonerados x Redutor Cálculo 2 Folha de pagamento (13 salário) x 20% 12 meses x quantidade de meses não desonerados O total a recolher da GPS será a somatória do cálculo 1 + cálculo 2 Exemplo: Considerando uma empresa que explora a atividade desonerada e outras atividades não desoneradas e que a desoneração tenha ocorrido a partir de 01/04/2013. A partir de novembro/2015, exercerá o direito a sair da desoneração da folha de pagamento e terá a sua CPP calculada aplicando os 20%. Receita bruta total (período de outubro/2015 a dezembro/2014) = R$ , Trabalho e Previdência

5 Receita bruta de atividades desonerada (período de outubro/2015 a dezembro/2014) = R$ ,00 Receita bruta de atividades não desonerada (período de outubro/2015 a dezembro/2014) = R$ ,00 Folha de pagamento de 13º salário = R$ ,00 Cálculo 1 Fórmula Folha de pagamento (13 salário) x 20% 12 meses x quantidade de meses desonerados x Redutor Período abrangido pela substituição (01/01/2015 a 31/10/2015) R$ ,00 x 20% 12 = R$ 200,00 (valor de 1/12 de 13º salário) R$ 200,00 x 10 = R$ 2.000,00 R$ 2.000,00 x 0,25 = R$ 500,00 Fórmula Cálculo 2 Folha de pagamento (13 salário) x 20% 12 meses x quantidade de meses não desonerados Período abrangido pela substituição (01/11/2015 a 31/12/2015) R$ ,00 x 20% 12 = R$ 200,00 (valor de 1/12 de 13º salário) R$ 200,00 x 2 = R$ 400,00 Contribuição total sobre a folha de 13º salário do ano de 2015: a) período abrangido pela substituição = 01/01/2015 a 31/10/2015 = R$ 500,00 b) período não abrangido pela substituição = 01/11/2015 a 31/12/2015 = R$ 400,00 c) RAT Ajustado (RAT x FAP) - 2% x 1,6558 = 3,3116 Valor do RAT Ajustado = R$ ,00 x 3,3116 = R$ 397,39 O total a recolher da GPS será: R$ 500,00 + R$ 400,00 + R$ 397,39 = R$ 1.297,35 De acordo com o Ato Declaratório Executivo CODAC nº 93/11 para declaração das informações relativas ao 13º salário em GFIP, pelas empresas sujeitas à desoneração da folha de pagamento deverá ser lançada, no Campo Compensação, a diferença entre o valor calculado pelo SEFIP e o valor apurado pela empresa, já que o programa não está preparado para receber as informações relativas à desoneração da folha de pagamento. No exemplo anterior, o valor da compensação, a ser informado da GFIP seria: Contribuição previdenciária = R$ ,00 x 20% = R$ 2.400, Trabalho e Previdência

6 CRRB = R$ 2.400,00 x 0,25 = R$ 600,00 GFIP Campo Compensação = R$ 2.400,00 - R$ 600,00 = R$ 1.800,00 A parte da empresa calculada na SEFIP corresponderá: Valor do RAT Ajustado + Valor parte empresa R$ 397,39 + R$ 900,00 = R$ 1.297,35 Lembramos que não será recolhido o DARF da contribuição previdenciária sobre o 13º salário, sendo que, o valor de R$ 1.297,35 deve ser recolhido em GPS. O valor dos 20% da CPP, que será calculado sobre a folha de pagamento, deverá ser integralmente lançado no campo Compensação da GFIP. Na GPS continuam sendo feitos os pagamentos das demais contribuições e retenções Trabalho e Previdência

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Desoneração e Contribuição Previdenciária 13o Salário

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Desoneração e Contribuição Previdenciária 13o Salário Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Desoneração e Contribuição Previdenciária 13o Salário 18/02/2014 Título do documento Sumário 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise

Leia mais

Orientações Consultoria De Segmentos INSS da 2ª Parcela do 13º Salário de Empresas que Deixaram de Contribuir pela CPRB em 2015

Orientações Consultoria De Segmentos INSS da 2ª Parcela do 13º Salário de Empresas que Deixaram de Contribuir pela CPRB em 2015 Orientações Consultoria De Segmentos INSS da 2ª Parcela do 13º Salário de Empresas que Deixaram de Contribuir pela CPRB em 2015 23/02/2016 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas

Leia mais

1. Desoneração da Folha de Folha de Pagamento

1. Desoneração da Folha de Folha de Pagamento 1. Desoneração da Folha de Folha de Pagamento A desoneração da folha de pagamento é constituída de duas medidas complementares. Em primeiro lugar, o governo está eliminando a atual contribuição previdenciária

Leia mais

Orientações Consultoria De Segmentos Compensação da CPRB

Orientações Consultoria De Segmentos Compensação da CPRB Compensação 23/02/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares... 7 6. Referências...

Leia mais

APEMEC EM ACAO. Perguntas e Respostas sobre a Desoneração da Folha de Pagamento das construtoras e suas terceirizadas.

APEMEC EM ACAO. Perguntas e Respostas sobre a Desoneração da Folha de Pagamento das construtoras e suas terceirizadas. Perguntas e Respostas sobre a Desoneração da Folha de Pagamento das construtoras e suas terceirizadas. Fonte: APeMEC, 17/05/2013 A APeMEC informa aos seus associados, que o SindusCon-SP, preparou as orientações

Leia mais

Condição: Sujeito ou NÃO Sujeito à CPRB

Condição: Sujeito ou NÃO Sujeito à CPRB Exercício 1: Objeto Social da Empresa "A": Elaboração de programas de computador (softwares), consultoria em tecnologia da informação, representação comercial de softwares de terceiros prontos para uso,

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Desoneração Folha - Construção Civil - Folha

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Desoneração Folha - Construção Civil - Folha 18/11/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1. Atividades da construção civil abrangidas pelos benefícios (CNAE s)...

Leia mais

[(Receita Bruta Não Beneficiada x 100) / Receita Bruta Total) = Fator de aplicação

[(Receita Bruta Não Beneficiada x 100) / Receita Bruta Total) = Fator de aplicação CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE A RECEITA BRUTA A Lei 12.546 de 14/12/2011 instituiu, entre outras medidas, a CPRB Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta, ou seja, alterou a base de cálculo

Leia mais

1. Desoneração da Folha de Folha de Pagamento

1. Desoneração da Folha de Folha de Pagamento 1. Desoneração da Folha de Folha de Pagamento A desoneração da folha de pagamento é constituída de duas medidas complementares. Em primeiro lugar, o governo está eliminando a atual contribuição previdenciária

Leia mais

A retenção previdenciária em face das recentes mudanças legais na contratação de serviço: MEI, empresas, desoneração e contribuintes individuais

A retenção previdenciária em face das recentes mudanças legais na contratação de serviço: MEI, empresas, desoneração e contribuintes individuais com Alexandre Matias Silva A retenção previdenciária em face das recentes mudanças legais na contratação de serviço: MEI, empresas, desoneração e contribuintes individuais Das 09h às 11h - Sede do Sindcont-SP

Leia mais

PREVIDÊNCIA SOCIAL Desoneração da Folha de Pagamento Ampliação do Número de Empresas Beneficiadas

PREVIDÊNCIA SOCIAL Desoneração da Folha de Pagamento Ampliação do Número de Empresas Beneficiadas PREVIDÊNCIA SOCIAL Desoneração da Folha de Pagamento Ampliação do Número de Empresas Beneficiadas Todos os comentários e considerações da matéria Desoneração da Folha de Pagamento Ampliação do Número de

Leia mais

EXPORTAÇÃO. Rural. Como declarar no SEFIP/GFIP a Receita da Comercialização CONTRIBUIÇÃO PREVIDÊNCIA SOCIAL/SENAR. Previdência.

EXPORTAÇÃO. Rural. Como declarar no SEFIP/GFIP a Receita da Comercialização CONTRIBUIÇÃO PREVIDÊNCIA SOCIAL/SENAR. Previdência. CONTRIBUIÇÃO PREVIDÊNCIA SOCIAL/SENAR? EXPORTAÇÃO Como declarar no SEFIP/GFIP a Receita da Comercialização Rural Previdência Rural Atualização Junho de 2015 Exportação é à saída de produtos, bens, serviços

Leia mais

PLANO BRASIL MAIOR E AS RECENTES ALTERAÇÕES PELA. Lei /12

PLANO BRASIL MAIOR E AS RECENTES ALTERAÇÕES PELA. Lei /12 PLANO BRASIL MAIOR E AS RECENTES ALTERAÇÕES PELA Lei 12.715/12 Plano Brasil Maior - Evolução Legislativa MP 540/11 Lei nº. 12.546/11 MP 563/12 Lei nº. 12.715/12 COFINS-IMPORTAÇÃO Alíquota Adicional Setores

Leia mais

Reoneração da Folha: Aspectos Polêmicos da Opção em 2015

Reoneração da Folha: Aspectos Polêmicos da Opção em 2015 Câmara de Comércio e Indústria Japonesa no Brasil Reunião Mensal da Comissão Jurídica Reoneração da Folha: Aspectos Polêmicos da Opção em 2015 São Paulo, 22 de outubro de 2015 1 2 Panorama Legal e Regulamentar

Leia mais

DESONERAÇÃO DE FOLHA DE PAGAMENTO

DESONERAÇÃO DE FOLHA DE PAGAMENTO DESONERAÇÃO DE FOLHA DE PAGAMENTO Instrutor : Márcio Henrique Quadros 1 PRINCIPAIS REFERENCIAIS DESONERAÇÃO DE FOLHA DE PAGAMENTO ATO DECLARATÓRIO EXECUTIVO CODAC Nº 93 DE 19/12/2011; ATO DECLARATÓRIO

Leia mais

Ilma. Sra. Dra. Sinara Inácio Meireles Chenna Presidente da Companhia de Saneamento de Minas Gerais COPASA/MG Nesta

Ilma. Sra. Dra. Sinara Inácio Meireles Chenna Presidente da Companhia de Saneamento de Minas Gerais COPASA/MG Nesta Belo Horizonte, 20 de janeiro de 2015 Ref: 002/2015-S Ilma. Sra. Dra. Sinara Inácio Meireles Chenna Presidente da Companhia de Saneamento de Minas Gerais COPASA/MG Nesta Ref.: Contribuição Previdenciária

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 4 - Data 6 de janeiro de 2015 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PREVIDENCIÁRIAS LEI Nº 12.546, DE 2011. EQUIPARAÇÃO

Leia mais

GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social OUTUBRO/2016

GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social OUTUBRO/2016 Previdência Dia: 07 Trabalhista/Previdenciária Mês: 11/2016 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 1 0 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 361 - Data 1 de agosto de 2017 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PREVIDENCIÁRIAS CONSTRUÇÃO CIVIL. CESSÃO DE MÃO

Leia mais

PREVIDÊNCIA SOCIAL E DESONERAÇÃO DA FP. José de Carvalho filho

PREVIDÊNCIA SOCIAL E DESONERAÇÃO DA FP. José de Carvalho filho PREVIDÊNCIA SOCIAL E DESONERAÇÃO DA FP X José de Carvalho filho DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO? Substituição da base de cálculo da contribuição previdenciária sobre a folha de pagamento por uma base

Leia mais

Desoneração da Folha de Pagamento / INSS sobre Receita Bruta (CPRB) Anexos

Desoneração da Folha de Pagamento / INSS sobre Receita Bruta (CPRB) Anexos Desoneração da Folha de Pagamento / INSS sobre Receita Bruta (CPRB) Anexos Lei 12.546/11 atualizada (Artigos 7º a 9º), p.02 Anexo II (Varejo), p.06 Decreto 7.828/12 (Regulamento), p.07 Soluções de Consulta

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 24 - Data 23 de março de 2016 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PREVIDENCIÁRIAS CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA. RECEITA

Leia mais

Janeiro-Dezembro/2014

Janeiro-Dezembro/2014 IRRF - Décimo terceiro salário 2014 - Roteiro Aqui serão analisados os aspectos gerais relacionados à retenção do Imposto de Renda incidente no pagamento do décimo terceiro salário. Introdução Os rendimentos

Leia mais

1) Sobre o Regime de Desoneração da Folha Lei nº /2011

1) Sobre o Regime de Desoneração da Folha Lei nº /2011 Belo Horizonte, 06 de abril de 2017. AO SINDINFOR. Referência: Consulta jurídica sobre as alterações promovidas pela Medida Provisória nº 774/2017, de 30 de março de 2017, e seus reflexos sobre as contribuições

Leia mais

SUMÁRIO. JB Software Ltda Av. Belém, 2084 Cx Postal 42 CEP Pinhalzinho-SC Fone: Fax:

SUMÁRIO. JB Software Ltda Av. Belém, 2084 Cx Postal 42 CEP Pinhalzinho-SC Fone: Fax: SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 1 2. ASPECTOS GERAIS... 1 2.1 Art. 7 da Lei 12.546/11 2%... 2 2.2 Art. 8 da Lei 12.546/11 1%... 3 3. CONFIGURAÇÕES E FACILIDADES NO JB FOLHA... 3 3.1 Cadastro de empresas... 3

Leia mais

LEI Nº , DE 31 DE AGOSTO DE 2015.

LEI Nº , DE 31 DE AGOSTO DE 2015. LEI Nº 13.161, DE 31 DE AGOSTO DE 2015. Altera as Leis nºs 12.546, de 14 de dezembro de 2011, quanto à contribuição previdenciária sobre a receita bruta, 12.780, de 9 de janeiro de 2013, que dispõe sobre

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS DEZEMBRO DE 2011

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS DEZEMBRO DE 2011 Page 1 of 6 AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS DEZEMBRO DE 2011 06/12/2011 SALÁRIOS 07/12/2011 Pagamento de salários - mês de NOVEMBRO/2011 Base legal: Art. 459, parágrafo único da CLT.

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº. 669, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2015

MEDIDA PROVISÓRIA Nº. 669, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2015 MEDIDA PROVISÓRIA Nº. 669, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2015 Altera a Lei nº 12.546, de 14 de dezembro de 2011, quanto à contribuição previdenciária sobre a receita bruta; a Lei nº 12.469, de 26 de agosto de

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS PREVIDÊNCIA SOCIAL

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS PREVIDÊNCIA SOCIAL TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS PREVIDÊNCIA SOCIAL Orientador Empresarial FAP Fator Acidentário de Prevenção Orientações a Partir de Janeiro/ 2010 O FAP - Fator Acidentário

Leia mais

Boletim Técnico. Fundamentação Legal. Desoneração da Folha de Pagamento Cálculo Misto. Produto : Microsiga Protheus Gestão de Pessoal Versão 10

Boletim Técnico. Fundamentação Legal. Desoneração da Folha de Pagamento Cálculo Misto. Produto : Microsiga Protheus Gestão de Pessoal Versão 10 Desoneração da Folha de Pagamento Cálculo Produto : Microsiga Protheus Gestão de Pessoal Versão 10 Chamado : TGPTIO Data da publicação : 15/05/13 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Ajustado na

Leia mais

Agenda Trabalhista - Setembro 2017

Agenda Trabalhista - Setembro 2017 Agenda Trabalhista - Setembro 2017 06/09/2017 SALÁRIOS Pagamento de salários - mês de AGOSTO/2017 - Para maiores detalhes, acesse o tópico Salários - Prazo de Pagamento. Base legal: Art. 459, parágrafo

Leia mais

Agenda de Obrigações Trabalhistas e Previdenciárias Fevereiro de 2015

Agenda de Obrigações Trabalhistas e Previdenciárias Fevereiro de 2015 Agenda de Obrigações Trabalhistas e Previdenciárias Fevereiro de 2015 Dia: 06/02/2015 Pagamento de Salários Pagamento mensal de salários até o 5º dia útil. Fundamento: 1º do art. 459 e art. 465, ambos

Leia mais

ANO XXV ª SEMANA DE JULHO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 30/2014

ANO XXV ª SEMANA DE JULHO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 30/2014 ANO XXV - 2014-4ª SEMANA DE JULHO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 30/2014 ASSUNTOS PREVIDENCIÁRIOS DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO ATUALIZAÇÃO DE ACORDO COM A LEI N 12.995/2014 E A MP 651/2014 - PROCEDIMENTOS

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS AGOSTO DE /08/2016

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS AGOSTO DE /08/2016 AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS AGOSTO DE 2016 SALÁRIOS 05/08/2016 FGTS Pagamento de salários - mês de JULHO/2016 - Para maiores detalhes, acesse o tópico Salários - Prazo de Pagamento.

Leia mais

PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO Nº, DE 2017 (Proveniente da Medida Provisória nº 774, de 2017)

PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO Nº, DE 2017 (Proveniente da Medida Provisória nº 774, de 2017) ERRATA Nº 2 Perante a COMISSÃO MISTA, ao relatório lido na 4ª Reunião, em 20 de junho de 2017, sobre a Medida Provisória nº 774, de 30 de março de 2017, que dispõe sobre a contribuição previdenciária sobre

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO Nº 45/2013 ANO X (24 de Outubro de 2013) 1. LEI Nº /13 Reflexos na Tributação da Cadeia Produtiva da Soja

BOLETIM INFORMATIVO Nº 45/2013 ANO X (24 de Outubro de 2013) 1. LEI Nº /13 Reflexos na Tributação da Cadeia Produtiva da Soja BOLETIM INFORMATIVO Nº 45/2013 ANO X (24 de Outubro de 2013) 1. LEI Nº 12.865/13 Reflexos na Tributação da Cadeia Produtiva da Soja Por: Luciane Cristina Lagemann A Lei nº 12.865/13, publicada no último

Leia mais

DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO

DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO GLAUCO MARCHEZIN Advogado, graduado em Direito pela PUC/SP, consultor de empresas IOB e Especialista em Direito do Trabalho e Previdenciário, foi professor de Direito

Leia mais

Discussões Tributárias em matéria tributária ano 2017 Marciano Buffon Marina Furlan.

Discussões Tributárias em matéria tributária ano 2017 Marciano Buffon Marina Furlan. Discussões Tributárias em matéria tributária ano 2017 Marciano Buffon Marina Furlan www.buffonefurlan.com.br Decisão da Receita Federal sobre a incidência de INSS sobre verbas salariais A Secretaria da

Leia mais

SOFOLHA SOLUÇÕES CORPORATIVAS CONSULTORIA TRIBUTÁRIA. Projeto SPED Desoneração da Folha de Pagamento

SOFOLHA SOLUÇÕES CORPORATIVAS CONSULTORIA TRIBUTÁRIA. Projeto SPED Desoneração da Folha de Pagamento Projeto SPED Desoneração da Folha de Pagamento Seguindo os principais dispositivos legais que tratam sobre o assunto, a Lei nº 12.546, de 14 de dezembro de 2011, alterada pela Lei nº 12.715, de 17 de setembro

Leia mais

Previdenciária - Estabelecidas as normas sobre restituição, compensação, ressarcimento e reembolso perante a Receita Federal do Brasil

Previdenciária - Estabelecidas as normas sobre restituição, compensação, ressarcimento e reembolso perante a Receita Federal do Brasil Publicada em 18.07.2017-09:26 Previdenciária - Estabelecidas as normas sobre restituição, compensação, ressarcimento e reembolso perante a Receita Federal do Brasil A Secretaria da Receita Federal do Brasil

Leia mais

DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO. Medidas Provisórias 601/12 e 612/13.

DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO. Medidas Provisórias 601/12 e 612/13. DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO Medidas Provisórias 601/12 e 612/13. A Medida Provisória 601/12 estendeu os benefícios fiscais da desoneração da folha de pagamento aos setores da construção civil, do

Leia mais

Ao SINDUSCON/CE Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará Rua Tomás Acioly, nº 840, 8º andar Fortaleza Ceará

Ao SINDUSCON/CE Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará Rua Tomás Acioly, nº 840, 8º andar Fortaleza Ceará Fortaleza, 14 de novembro de 2014. Ao SINDUSCON/CE Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará Rua Tomás Acioly, nº 840, 8º andar Fortaleza Ceará Prezados Senhores, Encaminhamos-lhes em anexo o

Leia mais

GUIA DIÁRIO DE ALTERAÇÕES ICMS Santa Catarina Não foi publicada nenhuma alteração até o fechamento dessa edição do Guia.

GUIA DIÁRIO DE ALTERAÇÕES ICMS Santa Catarina Não foi publicada nenhuma alteração até o fechamento dessa edição do Guia. GUIA DIÁRIO DE ALTERAÇÕES 19.10.2015 1. ICMS Santa Catarina Não foi publicada nenhuma alteração até o fechamento dessa edição do Guia. 2. Legislação Federal SOLUÇÃO DE CONSULTA DISIT/SRRF07 Nº 7045, DE

Leia mais

GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social NOVEMBRO/2016

GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social NOVEMBRO/2016 Previdência Trabalhista/Previdenciária Mês: 12/2016 Dia: 07 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS JANEIRO DE Pagamento de salários - mês de DEZEMBRO/2010

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS JANEIRO DE Pagamento de salários - mês de DEZEMBRO/2010 Page 1 of 5 AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS JANEIRO DE 2011 07/01/2011 SALÁRIOS Pagamento de salários - mês de DEZEMBRO/2010 Base legal: Art. 459, parágrafo único da CLT. FGTS Recolhimento

Leia mais

Sistema de Informações Jurídico-Tributárias - SIJUT

Sistema de Informações Jurídico-Tributárias - SIJUT Página 1 de 8 Sistema de Informações Jurídico-Tributárias - SIJUT Visão Anotada INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1436, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2013 (Publicado(a) no DOU de 02/01/2014, seção 1, pág. 12) Dispõe sobre

Leia mais

Calendário Mensal das Obrigações Fiscais, Trabalhistas e Previdenciárias Outubro de 2016

Calendário Mensal das Obrigações Fiscais, Trabalhistas e Previdenciárias Outubro de 2016 Calendário Mensal das Obrigações Fiscais, Trabalhistas e Previdenciárias Outubro de 2016 Nota: Em caso de feriados estaduais e municipais, os vencimentos das obrigações principais deverão ser antecipados

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS FEVEREIRO DE 2011

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS FEVEREIRO DE 2011 Page 1 of 5 AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS FEVEREIRO DE 2011 04/02/2011 SALÁRIOS 07/02/2011 Pagamento de salários - mês de JANEIRO/2011 Base legal: Art. 459, parágrafo único da CLT.

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS FEVEREIRO DE 2014

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS FEVEREIRO DE 2014 AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS FEVEREIRO DE 2014 Dia: 06 Salário Pagamento mensal de salários até o 5º dia útil. Fundamento: 1º do art. 459 e art. 465, ambos da CLT. Quando o pagamento

Leia mais

ANO XXVII ª SEMANA DE JUNHO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 26/2016

ANO XXVII ª SEMANA DE JUNHO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 26/2016 ANO XXVII - 2016-4ª SEMANA DE JUNHO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 26/2016 IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA DECLARAÇÃO SOBRE A OPÇÃO DE TRIBUTAÇÃO DE PLANOS PREVIDENCIÁRIOS DPREV 2016 INFORMAÇÕES GERAIS...

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 1 0 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 95 - Data 23 de junho de 2016 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: IMPOSTO SOBRE A RENDA RETIDO NA FONTE - IRRF BASE DE CÁLCULO MENSAL.

Leia mais

PARECER. Trata-se de consulta formulada acerca da obrigatoriedade ou não dos Regimes Próprios de Previdência de contribuírem com o PASEP.

PARECER. Trata-se de consulta formulada acerca da obrigatoriedade ou não dos Regimes Próprios de Previdência de contribuírem com o PASEP. PARECER EMENTA: Contribuição PASEP. Regimes Próprios de Previdência. Trata-se de consulta formulada acerca da obrigatoriedade ou não dos Regimes Próprios de Previdência de contribuírem com o PASEP. As

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS MARÇO DE 2014

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS MARÇO DE 2014 AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS MARÇO DE 2014 Dia: 06 Salário Pagamento mensal de salários até o 5º dia útil. Fundamento: 1º do art. 459 e art. 465, ambos da CLT. Quando o pagamento

Leia mais

Regularização de Obra de Construção Civil

Regularização de Obra de Construção Civil Regularização de Obra de Construção Civil Declaração e Informações sobre Obra- DISO Desoneração da folha de pagamento Lei nº 12.546/ 2011 e atualizações Sinduscon - PR Novembro de 2015 DISO INTERNET Serviço

Leia mais

Curso de 13 Salário. Capacitação e Treinamento

Curso de 13 Salário. Capacitação e Treinamento Curso de 13 Salário Capacitação e Treinamento Conteúdo 1. DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO... 3 1.1. Contagem de Avos... 3 1.2. Primeira Parcela Pagamento até 30/11... 3 1.3. Empregados não disponíveis durantes

Leia mais

ANO XXVIII ª SEMANA DE ABRIL DE 2017 BOLETIM INFORMARE Nº 16/2017

ANO XXVIII ª SEMANA DE ABRIL DE 2017 BOLETIM INFORMARE Nº 16/2017 ANO XXVIII - 2017-3ª SEMANA DE ABRIL DE 2017 BOLETIM INFORMARE Nº 16/2017 ASSUNTOS PREVIDENCIÁRIOS DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO - ATUALIZAÇÕES E CONSIDERAÇÕES GERAIS... Pág. 398 ASSUNTOS TRABALHISTAS

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Patrocínio a Time de Futebol Profissional

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Patrocínio a Time de Futebol Profissional 15/10/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 SEFIP... 4 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares... 6 6. Referências...

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos - THZMPX - Dedução INSS da base de imposto de renda sobre salários e férias do empregado quando ela tiver

Parecer Consultoria Tributária Segmentos - THZMPX - Dedução INSS da base de imposto de renda sobre salários e férias do empregado quando ela tiver - THZMPX - Dedução INSS da base de imposto de renda sobre 19/02/2016 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 6 3. Análise da Legislação... 7 4. Conclusão... 9

Leia mais

CCA BERNARDON DESTAQUES DA SEMANA: CONTADORES E ADVOGADOS SEMANÁRIO Nº 9/2015 1ª SEMANA MARÇO DE 2015

CCA BERNARDON DESTAQUES DA SEMANA: CONTADORES E ADVOGADOS SEMANÁRIO Nº 9/2015 1ª SEMANA MARÇO DE 2015 News Consultoria, treinamento para gestão administrativa e atuação em processos e negócios. CCA BERNARDON CONTADORES E ADVOGADOS SEMANÁRIO Nº 9/2015 1ª SEMANA MARÇO DE 2015 DESTAQUES DA SEMANA: TRIBUTOS

Leia mais

DESONERAÇÃO FOLHA (INSS PATRONAL)

DESONERAÇÃO FOLHA (INSS PATRONAL) DESONERAÇÃO FOLHA (INSS PATRONAL) Para que o cálculo do INSS Patronal seja realizado, favor seguir os procedimentos abaixo: 1 - No Módulo de Contabilidade, deverão ser associadas as contas Operacionais

Leia mais

Agenda Tributária: de 16 a 22 de Fevereiro de 2012

Agenda Tributária: de 16 a 22 de Fevereiro de 2012 Agenda Tributária: de 16 a 22 de Fevereiro de 2012 Dia: 16 SP - Guia de Informação e Apuração - GIA - Regime mensal - I.E. finais 0 e 1 Os contribuintes com a inscrição estadual final 0 ou 1, deverão apresentar

Leia mais

Trabalhista/Previdenciária Mês: 10/2016

Trabalhista/Previdenciária Mês: 10/2016 Trabalhista/Previdenciária Mês: 10/2016 Dia: 07 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia

Leia mais

Procedimento. Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto. Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA

Procedimento. Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto. Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA Procedimento Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA O contribuinte substituído, sujeito ao Regime Periódico de Apuração - RPA que,

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 9 - Data 2 de fevereiro de 2016 Processo Interessado CNPJ/CPF Assunto: Contribuições Sociais Previdenciárias FATO GERADOR. MOMENTO DE OCORRÊNCIA.

Leia mais

Página 1 de 5 FISCOAgenda Trabalhista/Previdenciária Mês: 01/2015 Previdência Dia: 07 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia

Leia mais

DESONERAÇÃO Lei /2011. Seminário de Assuntos Contábeis de Uruguaiana 05/04/2013

DESONERAÇÃO Lei /2011. Seminário de Assuntos Contábeis de Uruguaiana 05/04/2013 DESONERAÇÃO Lei 12.546/2011 Seminário de Assuntos Contábeis de Uruguaiana 05/04/2013 Tópicos do nosso trabalho Legislação básica Códigos de DARF Objetivos Preenchimento no SEFIP Trata-se de um novo Tributo?

Leia mais

Trabalhista/Previdenciária Mês: 03/2016

Trabalhista/Previdenciária Mês: 03/2016 Trabalhista/Previdenciária Mês: 03/2016 Dia: 07 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO DE JANEIRO

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO DE JANEIRO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO DE JANEIRO CURSO DE DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO 03-2016 Instrutor: Valério Lopes Toledo Contador, Advogado, Consultor Especialista em Direito do Trabalho

Leia mais

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A MARÇO / 2015 D S T Q Q S S 01 02 03 04 05 06 06 07 08 09 10 10 11 12 13 13 14 15 16 16 17 18 19 20 20 21 22 23 24 25 25 26 27 28 29 30 31 31-1

Leia mais

AS ELEIÇÕES, OS CANDIDATOS, OS TRABALHADORES E A RECEITA FEDERAL

AS ELEIÇÕES, OS CANDIDATOS, OS TRABALHADORES E A RECEITA FEDERAL AS ELEIÇÕES, OS CANDIDATOS, OS TRABALHADORES E A RECEITA FEDERAL INFORMAÇÕES E ESCLARECIMENTOS SOBRE AS OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS NAS ELEIÇÕES DE 2016 DISTRIBUIÇÃO GRATUITA TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL MINISTÉRIO

Leia mais

4º O contribuinte deverá considerar, destacadamente, para fim de pagamento:

4º O contribuinte deverá considerar, destacadamente, para fim de pagamento: Das Alíquotas e Base de Cálculo e dos Créditos Art. 18. O valor devido mensalmente pela microempresa e empresa de pequeno porte, optante do Simples Nacional, será determinado mediante aplicação da tabela

Leia mais

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A FEVEREIRO / 2017 DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE D S T Q Q S S

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A FEVEREIRO / 2017 DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE D S T Q Q S S AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A FEVEREIRO / 2017 D S T Q Q S S 01 02 03 04 05 07 07 08 09 10 10 11 12 13 14 15 15 16 17 18 19 20 20 21 22 23 24 24 25 26 27 27 28 28-1 - 02/2017

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 1 0 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 250 - Data 23 de maio de 2017 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PREVIDENCIÁRIAS REMUNERAÇÃO RETROATIVA PREVISTA

Leia mais

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A AGOSTO / 2017 D S T Q Q S S 01 02 03 04 05 05 06 07 07 08 09 10 10 11 12 13 14 15 15 16 17 18 18 19 20 21 22 23 24 25 25 26 27 28 29 30 31 31-1

Leia mais

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A JANEIRO / 2017 D S T Q Q S S 01 02 03 04 05 06 06 07 08 09 10 10 11 12 13 13 14 15 15 16 16 17 18 19 20 20 21 22 23 24 25 25 26 27 28 29 30 31

Leia mais

RETENÇÕES SOBRE SERVIÇOS PRESTADOS POR PESSOA FÍSICA

RETENÇÕES SOBRE SERVIÇOS PRESTADOS POR PESSOA FÍSICA RETENÇÕES SOBRE SERVIÇOS PRESTADOS POR PESSOA FÍSICA Visando esclarecer os procedimentos devidos para retenção dos tributos e contribuições sobre serviços contratados de Pessoas Físicas não assalariadas

Leia mais

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 16 A 22 DE JUNHO DE 2016

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 16 A 22 DE JUNHO DE 2016 AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 16 A 22 DE JUNHO DE 2016 Até: Quinta-feira, dia 16 ICMS - GIA Histórico: GIA Eletrônica A GIA Eletrônica relativa ao mês anterior deverá ser apresentada por meio da Internet (www.pfe.fazenda.sp.gov.br),

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos Apuração e tributação de rendimento recebido acumuladamente (RRA)

Orientações Consultoria de Segmentos Apuração e tributação de rendimento recebido acumuladamente (RRA) Orientações Consultoria de Segmentos acumuladamente (RRA) 20/08/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 Dos RRA Relativos

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos Apuração e tributação de rendimento recebido acumuladamente (RRA)

Orientações Consultoria de Segmentos Apuração e tributação de rendimento recebido acumuladamente (RRA) Orientações Consultoria de Segmentos acumuladamente (RRA) 20/08/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 Dos RRA Relativos

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS PARA O MÊS DE ABRIL 2016.: (ÂMBITO FEDERAL) :.

OBRIGAÇÕES FISCAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS PARA O MÊS DE ABRIL 2016.: (ÂMBITO FEDERAL) :. OBRIGAÇÕES FISCAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS PARA O MÊS DE ABRIL 2016.: (ÂMBITO FEDERAL) :. PRAZO NATUREZA DISCRIMINAÇÃO 01.04 05.04 05.04 05.04 05.04 05.04 06.06 07.04 GPS SALÁRIOS CAGED GUIA DA

Leia mais

Página 1 de 5 FISCOAgenda Trabalhista/Previdenciária Mês: 07/2015 Previdência Dia: 07 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação DELEGACIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL EM PIRACICABA-SP

Coordenação-Geral de Tributação DELEGACIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL EM PIRACICABA-SP Fl. 19 Fls. 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta Interna nº 17 - Data 10 de novembro de 2015 Origem DELEGACIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL EM PIRACICABA-SP ASSUNTO: NORMAS GERAIS DE DIREITO

Leia mais

Trabalhista/Previdenciária Mês: 02/2015

Trabalhista/Previdenciária Mês: 02/2015 Trabalhista/Previdenciária Mês: 02/2015 Dia: 06 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Como é calculada a contribuição previdenciária sobre a remuneração paga ao transportador autônomo de veículo

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Como é calculada a contribuição previdenciária sobre a remuneração paga ao transportador autônomo de veículo Como é calculada a contribuição previdenciária sobre a remuneração paga ao transportador 30/06/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação...

Leia mais

Orientações Consultoria De Segmentos Contribuição Previdenciária - Transportador Autônomo de Cargas

Orientações Consultoria De Segmentos Contribuição Previdenciária - Transportador Autônomo de Cargas Orientações Consultoria De Segmentos Contribuição Previdenciária - Transportador Autônomo de Cargas 21/11/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise

Leia mais

Page 1 of 5 Carnê-Leão CARNÊ-LEÃO RECOLHIMENTO 242 Quem está sujeito ao recolhimento mensal obrigatório (carnê-leão)? Sujeita-se ao recolhimento mensal obrigatório a pessoa física residente no Brasil que

Leia mais

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A FEVEREIRO / 2016 D S T Q Q S S 01 02 03 04 05 05 06 07 08 09 10 10 11 12 13 14 15 15 16 17 18 19 19 20 21 22 23 24 25 26 27 25 28 29 29-1 - AGENDA

Leia mais

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A MAIO / 2016 D S T Q Q S S 01 02 03 04 05 06 06 07 08 09 10 10 11 12 13 13 14 15 16 16 17 18 19 20 20 21 22 23 24 25 25 26 27 28 29 30 31 31-1

Leia mais

'iiiiil r..-h... -.s-* INSTRUÇÃO NORMATIVA N 015/ ANEXO VII-A. DEMONSTRATIVO DE RECOLHIMENTO DAS CONTRIBUiÇÕES PREVIDENCIÁRIAS

'iiiiil r..-h... -.s-* INSTRUÇÃO NORMATIVA N 015/ ANEXO VII-A. DEMONSTRATIVO DE RECOLHIMENTO DAS CONTRIBUiÇÕES PREVIDENCIÁRIAS " 'iiiiil r..-h... -.s-* INSTRUÇÃO NORMATIVA N 015/2012 - ANEXO VII-A DEMONSTRATIVO DE RECOLHIMENTO DAS CONTRIBUiÇÕES PREVIDENCIÁRIAS AO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDENCIA SOCIAL - RPPS -- ÓRGÃO/ENTIDADE: --

Leia mais

Referência: IN RFB nº 1.436/13 - INSS - Desoneração da folha de pagamento - Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta (CPRB) e retenção.

Referência: IN RFB nº 1.436/13 - INSS - Desoneração da folha de pagamento - Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta (CPRB) e retenção. Of. Circ. Nº 003/14 Rio de Janeiro, 03 de janeiro de 2014 Referência: IN RFB nº 1.436/13 - INSS - Desoneração da folha de pagamento - Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta (CPRB) e retenção.

Leia mais

Instrução Normativa RFB nº 1.080, de 3/11/ DOU 1 de 4/11/2010

Instrução Normativa RFB nº 1.080, de 3/11/ DOU 1 de 4/11/2010 Instrução Normativa RFB nº 1.080, de 3/11/2010 - DOU 1 de 4/11/2010 Altera a Instrução Normativa RFB nº 971, de 13 de novembro de 2009, que dispõe obre normas gerais de tributação previdenciária e de arrecadação

Leia mais

Abril/2012. IR-Fonte IOF. GFIP Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social.

Abril/2012. IR-Fonte IOF. GFIP Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social. Abril/2012 IR-Fonte IOF GFIP Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Salários FGTS Fundo de Garantia por Tempo de Serviço CAGED Cadastro Geral de

Leia mais

SOFOLHA SOLUÇÕES CORPORATIVAS CONSULTORIA TRIBUTÁRIA. Projeto SPED x SFFISCAL Lucro Presumido

SOFOLHA SOLUÇÕES CORPORATIVAS CONSULTORIA TRIBUTÁRIA. Projeto SPED x SFFISCAL Lucro Presumido Projeto SPED x SFFISCAL Lucro Presumido Legislação Conforme instituído pela Instrução Normativa RFB nº 1.052, de 5 de julho de 2010, sujeitam à obrigatoriedade de geração de arquivo da Escrituração Fiscal

Leia mais

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A DEZEMBRO / 2015 D S T Q Q S S 01 02 03 04 05 05 06 07 07 08 08 09 10 10 11 12 13 14 15 15 16 17 18 18 19 20 20 21 22 23 24 24 25 26 27 28 29 30

Leia mais

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A ABRIL / 2017 D S T Q Q S S 01 02 03 04 05 06 06 07 07 08 09 10 10 11 12 13 14 14 15 16 17 17 18 19 20 20 21 22 23 24 25 25 26 27 28 28 29 30-1

Leia mais

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A MAIO / 2017 D S T Q Q S S 01 02 03 04 05 05 06 06 07 08 09 10 10 11 12 13 14 15 15 16 17 18 19 19 20 21 22 22 23 24 25 25 26 27 28 29 30 31 31-1

Leia mais

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A DEZEMBRO / 2016 D S T Q Q S S 01 02 03 04 05 06 06 07 07 08 09 09 10 11 12 13 14 15 15 16 17 18 19 20 20 21 22 23 23 24 25 26 27 28 29 30 30 31-1

Leia mais

Orientações Consultoria De Segmentos Contribuição adicional devida ao Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI)

Orientações Consultoria De Segmentos Contribuição adicional devida ao Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) Aprendizagem Industrial (SENAI) 13/02/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 Normas Legais... 4 3.1.1 IN RFB nº 566/2005...

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS PARA O MÊS DE OUTUBRO 2016.: (ÂMBITO FEDERAL) :.

OBRIGAÇÕES FISCAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS PARA O MÊS DE OUTUBRO 2016.: (ÂMBITO FEDERAL) :. OBRIGAÇÕES FISCAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS PARA O MÊS DE OUTUBRO 2016.: (ÂMBITO FEDERAL) :. PRAZO NATUREZA DISCRIMINAÇÃO 03.10 05.10 (4ª feira) 05.10 (4ª feira) 05.10 (4ª feira) 05.10 (4ª feira)

Leia mais