PLANILHA DE ESCALAS - TEMPORADA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANILHA DE ESCALAS - TEMPORADA"

Transcrição

1 SC costa ibero cruzeiros PLILH D SCLS - TPD 200/ 20 oyal Caribbean CI CUISS egent SILVS CPGI DU PT P CHST I S FTU CLTI ISTL HLIDY VISI SPLDU I IPTIZ ZITH S HIZ LU D FC IDC ISIGI SV SS I VD SILV WHISP L L U T U 0 V 0 SG SG SG 8 8 T 9 SG D 2 T D 28 T D SG 6 07:00 9:00 08:00 8:00 08:00 8:00 08:00 8:00 08:00 8:00 08:00 07:00 8: :00 7: :00 7:00 22:00

2 SC costa ibero cruzeiros oyal Caribbean CI CUISS egent SILVS CPGI DU PT P CHST I S FTU CLTI ISTL HLIDY VISI SPLDU I IPTIZ ZITH S HIZ LU D FC IDC ISIGI SV SS I VD SILV WHISP L L D Z 0 T D 2 SG 3 T D 9 SG 20 T D 26 SG 27 T D 2 SG 3 T D 9 08:00 09:00 8:00 7:00 08:00 08:00 8:00 7:00 08:00 09:00 8:00 7:00 07:00-08:00 07:00-8:00 7:00 7:00 09:00 8:00 07:00 08:00 07:00 8:00 8:00 7:00 08:00 07:00 08:00 8:00-7:00 08:00 07:00 09:00 09:00-8:00 7:00 7:00 7:00 8:00 07:00 08:00 07:00 8:00 8:00 7:00 08:00 7:00 07:00 09:00 09:00 07:00 07:00 7:00 7:00 7:00 7:00 00:00 Cheg. 07:00 08:00 07:00 7:30 7:00 Saída 7:00 09;00 Saída 7:00 8:00 09:00 7:00 08:00 07:00 08:00 07:00 07:00 08:00 8:00 8:00 8:00 7:00 7:00 9:00 09:00 09;00 08:00 Saída 7:00 7:00 8:00 7:00 Saída 7:00 Cheg. 07:00 07:00 09:00 09:00 09;00 08:00 7:00 7:00 7:00 8:00 7:00 07:00 7:00 09:00 7:30 09:00 7:00 Cheg. 07:00 07:00 09;00 08:00 7:00 8:00 7:00 Cheg. 07:00 09:00 09:00 Saída 7:00 7:00 7:00

3 SC costa ibero cruzeiros oyal Caribbean CI CUISS egent SILVS CPGI DU PT P CHST I S FTU CLTI ISTL HLIDY VISI SPLDU I IPTIZ ZITH S HIZ LU D FC IDC ISIGI SV SS I VD SILV WHISP L L J I F SG 0 T 2 4 D 6 SG D 23 SG 24 08:00 8:00 09:00 Saída 7:30 7:00 08:00 08:00 8:00 7:00 07:00 07:00 09;00 08:00 8:00 7:00 8:00 23:00 Cheg. 07:00 09:00 09:00 Saída 7:00 7:00 7:00 08:00 09:00 7:00 7:00 Saída 7:00 07:00 07:00 09;00 8:00 7:00 8:00 07:00 09:00 09:00 7:00 7:00 7: : D T D SG Saída 7:00 7:00 08:00 8:00 07:00 07:00 09;00 8:00 7:00 8:00 07:00 09:00 09:00 07:00 7:00 7:00 7:00 22:00 08:00 08:00 8:00 7:00 Saída 7:00 Saída 7:30 07:00 07:00 09;00 8:00 7:00 8:00 Cheg. 07:00 09:00 09:00 Saída 7:00 7:00 7:00 08:00 08:00 8:00 7:00 Saída 7:00

4 SC costa ibero cruzeiros oyal Caribbean CI CUISS egent SILVS CPGI DU PT P CHST I S FTU CLTI ISTL HLIDY VISI SPLDU I IPTIZ ZITH S HIZ LU D FC IDC ISIGI SV SS I VD SILV WHISP L L F V I Ç 2 D 3 SG 4 T D 20 SG 2 T D 27 SG 28 T D 6 SG 7 T :00 7:30 07:00 07:00 09;00 7:00 7:00 8:00 09:00 08:00 07:00 Saída 7:00 7:00 7:00 22:00 07:00 7:00 07:00 7:00 Cheg. 07:00 09:00 7:00 09:00 07:00 7:30 7:00 08:00 08:00 07:00 09;00 08:00 8:00 8:00 7:00 8:00 7:00 09:00 Saída 7:00 7:00 07:00 07:00 7:00 7:00 Cheg. 07:00 Saída 7:00 07:00 09:00 7:00 7:00 07:00 08:00 08:00 7:00 7:00 20:00 07:00 08:00 07:00 09;00 8:00 7:00 7:00 8:00 Cheg. 07:00 09:00 09:00 08:00 Saída 7:00 7:00 7:00 9:00 08:00 07:00 09:00 8:00 7:00 7:00 08:00 8:00 09;00 Saída 7:00 8:00 08:00 08:00 8:00 7:00 07:00 7:00 07:00 09:00 07:00 07:00 09:00 09;00 8:00 7:30 7:00 7:00 7:00 8:00 Saída 7:00 Cheg. 07:00 Saída 23:00 Saída 9:00 09:00 08:00 7:00 7:00 08:00 07:00 07:00 8:00 7:00 7:00 07:00 07:00 09:00 09;00 8:00 7:00 7:00 8:00

5 SC costa ibero cruzeiros oyal Caribbean CI CUISS egent SILVS CPGI DU PT Ç D 3 SG P CHST I S FTU CLTI ISTL HLIDY VISI SPLDU I IPTIZ ZITH S HIZ 08:00 07:00 09:00 08:00 8:00 7:00 7:00 7:00 07:00 7:00 07:00 09:00 8:00 7:00 08:00 8:00 07:00 07:00 7:00 7:00 LU D FC IDC ISIGI SV SS I VD SILV WHISP L L D 9 20 SG 2 08:00 09:00 8:00 7:00 07:00 07:00 7:00 7: Cheg. 07:00 Saída 7:00 26 SG 28 07:00 7:00 T 29 08:00 7:00 07:00 08:00 7:00 7:00 2 SG 4 T Cheg. 07:00 08:00 Saída 7:00 7:00 I L D 0 SG T 2 08:00 7:00 Saída 7: D 7 Saída 7:00

6 SC costa ibero cruzeiros oyal Caribbean CI CUISS egent SILVS CPGI DU PT P CHST I S FTU CLTI ISTL HLIDY VISI SPLDU I IPTIZ ZITH S HIZ LU D FC IDC ISIGI SV SS I VD SILV WHISP L L P CHST I S FTU CLTI ISTL HLIDY VISI SPLDU I IPTIZ ZITH S HIZ LU D FC IDcara ISIGI SV SS I VD SILV WHISP L L evisão 3 -Priscilla 26/0/ tracação de navio tracação de 2 navios tracação de 3 navios tracação de 4 navios tracação de navios tracação de 6 navios tracação de 7 navios avio: avio: avio: avio: 32 TTL D DIS/PÇÃ avio: IDC, VD I CST FTU, CST S, ISTL, CLTI, HLIDY ISS I SC I, SC P, SC CHST SC SHIPPIG SPLDU, VISI, I, SILV WHISP, L L, ISIGI SV SS I CUS IPTIZ, ZITH, S, HIZ, LU D FC FUSHIPS ISS

CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619

CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619 CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 CRIADOR TELEFONE GAIOLA ANEL SEXO NOMENCLATURA VALOR OBS ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619 1 IB-105-40-13 FM CN OP AM MF IN 100,00 BANCO: 2 BB-3992-44-11

Leia mais

Crédito Suplementar. 2049 Moradia Digna 2.000.000.000 OPERAÇÕES ESPECIAIS 28 845 2049 00AF Integralização de Cotas ao Fundo de Arrendamento

Crédito Suplementar. 2049 Moradia Digna 2.000.000.000 OPERAÇÕES ESPECIAIS 28 845 2049 00AF Integralização de Cotas ao Fundo de Arrendamento ÓRGÃO: 56000 - Ministério das Cidades UNIDADE: 56101 - Ministério das Cidades ANEXO I PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTAÇÃO) Crédito Suplementar Recurso de Todas as Fontes R$ 1,00 FUNCIONAL PROGRAMÁTICA

Leia mais

Resultados da Temporada 2012/2013 Avaliação Técnica

Resultados da Temporada 2012/2013 Avaliação Técnica Resultados da Temporada 2012/2013 Avaliação Técnica Salvador, Setembro de 2013 Viviane Marques Barreiros Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária Perfil da temporada Perfil Temporada 2012/2013

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA - FAUEPG

FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA - FAUEPG FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA - FAUEPG CONVÊNIO 198/2011 - Secretaria Municipal de Saude/Fundo Municipal de Saude/

Leia mais

Guia de reservas Cruise Match New. www.cruisingpower.com

Guia de reservas Cruise Match New. www.cruisingpower.com O Guia de Reservas da Royal Caribbean irá ajudá-lo a entender como você pode fazer uma reserva de cruzeiro no CruiseMatch, um recurso online de reservas que foi feito para deixar tudo mais fácil para você,

Leia mais

O PROGRESSO. Gaeco deflagra Operação Fantoche na área cultural O TEMPO LOTERIA. Incra inicia 300 despejos com força policial em MS

O PROGRESSO. Gaeco deflagra Operação Fantoche na área cultural O TEMPO LOTERIA. Incra inicia 300 despejos com força policial em MS SS çã d c dg çã c á c w ƒ ƒ ƒ ˆ ƒ ƒ Š ƒ Š w ƒ ƒ ƒ Œ Œ w Ž ƒ Œ Œ ƒ Œ w d š œ c c d c ç c S c d çã gá c c d d dd ç c d ã c d g íc d c dcç d d 5 d c d d éc g d d d d dd d c g ã d é d cd çã ç c g cc ã d ã

Leia mais

TERMINAL INTERNACIONAL DE CRUZEIROS

TERMINAL INTERNACIONAL DE CRUZEIROS TERMINAL INTERNACIONAL DE CRUZEIROS PROGRAMAÇÃO DIÁRIA DE NAVIOS TEMPORADA 2012 / 2013 ATRACAÇÃO DESATRACAÇÃO NOME DO NAVIO / BANDEIRA AGÊNCIA DIAS DA SEMANA PAX NOVEMBRO/2012 07/11/12-14:00 08/11/12-16:00

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA - FAUEPG

FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA - FAUEPG FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA - FAUEPG CONVÊNIO 198/2011 - Secretaria Municipal de Saude/Fundo Municipal de Saude/

Leia mais

Rita Alexandra Manso Araújo. As relações negociais entre jornalistas e fontes: o caso da Saúde. Universidade do Minho Instituto de Ciências Sociais

Rita Alexandra Manso Araújo. As relações negociais entre jornalistas e fontes: o caso da Saúde. Universidade do Minho Instituto de Ciências Sociais Rita Alexandra Manso Araújo As relações negociais entre jornalistas e fontes: o caso da Saúde UMinho 2012 Rita Alexandra Manso Araújo As relações negociais entre jornalistas e fontes: o caso da Saúde Universidade

Leia mais

Mother s D. Recepção. A Festa. continua...

Mother s D. Recepção. A Festa. continua... 3 Ediçã 35 Mi 2013 Fi c i cih q s ls, fsss clbs d FC cçã di ds ãs. Cd lh d Mh's Dy fi sd ibi d cih dçã dd ls ãs. Os ls si bs fz c q d ccss c fiçã: c s cgfis, s sis s ls úss. Cd sçã fi cid c bs s s sdds

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE A TABELA BÁSICA / EDIÇÃO 2016 TURNO REF ROD DATA HORA JOGO ESTÁDIO CIDADE

CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE A TABELA BÁSICA / EDIÇÃO 2016 TURNO REF ROD DATA HORA JOGO ESTÁDIO CIDADE CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE A TABELA BÁSICA / EDIÇÃO 2016 TURNO REF ROD DATA HORA JOGO ESTÁDIO 001 1ª 14/05 (sáb) ou Botafogo RJ x São Paulo SP 15/05 (dom) 002 1ª Flamengo RJ x Sport PE 0 1ª 15/5 Dom

Leia mais

FÓRUM REGIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA 2010 ANVISA/CONASS/CONASEMS FÓRUM REGIÃO SUDESTE 25-08-2010

FÓRUM REGIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA 2010 ANVISA/CONASS/CONASEMS FÓRUM REGIÃO SUDESTE 25-08-2010 FÓRUM REGIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA 2010 ANVISA/CONASS/CONASEMS FÓRUM REGIÃO SUDESTE 25-08-2010 ANVISA GGPAF CVPAF/RJ Avaliação da temporada de Navios de Cruzeiro 2009-2010 Introdução Informações sobre

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA - FAUEPG

FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA - FAUEPG FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA - FAUEPG CONVÊNIO 198/2011 - Secretaria Municipal de Saude/Fundo Municipal de Saude/

Leia mais

PESQUISA DE VERÃO 2010/2011

PESQUISA DE VERÃO 2010/2011 PESQUISA DE VERÃO 2010/2011 Pesquisa do verão Cerca de 5,3 milhões de turistas estiveram em Santos na temporada de verão 2010/2011, injetando na economia local pelo menos R$ 532 milhões. O balanço refere-se

Leia mais

Gestão dos riscos relacionados com a segurança rodoviária ocupacional

Gestão dos riscos relacionados com a segurança rodoviária ocupacional Gestão dos riscos relacionados com a segurança rodoviária Managing work related road safety risks Alberto Silveira APSET Associação Portuguesa de Segurança e Higiene do Trabalho EUROPA 6 em cada 10 acidentes

Leia mais

CST ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS - MADRUGADA / HORÁRIO - 06h

CST ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS - MADRUGADA / HORÁRIO - 06h CST ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE - MADRUGADA / HORÁRIO - 06h Série Turma QUARTA QUINTA SEXTA SEGUNDA TERÇA QUARTA 28/5/2014 29/5/2014 30/5/2014 2/6/2014 3/6/2014 4/6/2014 1ª A 2ª A 3ª A Sala B 102 B 102

Leia mais

Brasil: PIB por setor 4 : Agricult ura: 5,7%;

Brasil: PIB por setor 4 : Agricult ura: 5,7%; CANADÁ Canadá: Capital: Ottawa População 1 : 34,7 milhões de habitantes PIB (2013) 2 : US$ 1,8 3 trilhões PIB per capita (2013) 2 : US$ 51.989 PIB por setor 3 : Agricultura: 1,7% Indú stria: 28,4% Servi

Leia mais

ZEMBE, SA - Material Eléctrico

ZEMBE, SA - Material Eléctrico Código Descrição d. % IVA Preço Venda 1 Código : 01 Descrição :BUCHAS 65 BUCHAS 5 MM 1,271 66 BUCHAS 6 MM 1,470 67 BUCHAS 7 MM 1,943 68 BUCHAS 8 MM 3,045 69 BUCHAS 10 MM 4,778 70 BUCHAS 12 5,093 Código

Leia mais

CURSOS DE GRADUAÇÃO - SITUAÇÃO LEGAL 19/12/2013.

CURSOS DE GRADUAÇÃO - SITUAÇÃO LEGAL 19/12/2013. Administração s Arquitetura e Urbanismo Artes Cênicas - Licenciatura Ciências Biológicas Ciências Contábeis Ciência da Computação Direito Educação Física Licenciatura Educação Física Bacharelado Enfermagem

Leia mais

Engenharia da Qualidade IMPRESSORA TÉRMICA

Engenharia da Qualidade IMPRESSORA TÉRMICA 1 / 25 2 / 25 DESCRIÇÃO CÓDIGO GABINETE 86715 TAMPA DA BOBINA 86716 BOTÃO ACIONADOR DA TAMPA DA BOBINA 86717 ROLETE DA BOBINA DA PAPEL 88854 MECANISMO FTP 637 MCL 103 90517 ROLETE DO MECANISMO FTP 637

Leia mais

MSC ARMOniA - AMÉRICA DO SUL 2011/2012

MSC ARMOniA - AMÉRICA DO SUL 2011/2012 2011-2011 - 2011-6 NOITES 1º - 18:00 2º Navegando - - 3º Búzios 08:00 18:00 4º 09:00 18:00 5º 08:00 - Novembro: 16-20 25/11/11-18:00 26/11/11 /Angra dos Reis* 08:00 18:00 27/11/11 Búzios 08:00 16:00 28/11/11

Leia mais

Fig (continuação) b. Diagrama de Bode para o sistema do Exemplo 10.13

Fig (continuação) b. Diagrama de Bode para o sistema do Exemplo 10.13 Fig. 10.50 (continuação) b. Diagrama de Bode para o sistema do Exemplo 10.13 Fase (graus) 1 Fig. 10.51 Gráficos logarítmicos de magnitude de Bode típicos não normalizados e sem escala mostrando o valor

Leia mais

Indicadores físicos para realização de Estudo de Impacto Ambiental em Cruzeiros Oceânicos

Indicadores físicos para realização de Estudo de Impacto Ambiental em Cruzeiros Oceânicos Indicadores físicos para realização de Estudo de Impacto Ambiental em Cruzeiros Oceânicos CAVALCANTI, N.S; PAZ, Y.M.; EL-DEIR, S.G. Natália Cavalcanti Mestranda em Eng. Agrícola UFRPE Pesquisadora do Gampe

Leia mais

Aula 07 : Portas Lógicas e Álgebra Booleana

Aula 07 : Portas Lógicas e Álgebra Booleana ELE 0316 / ELE 0937 Eletrônica Básica Departamento de Engenharia Elétrica FEIS - UNESP Aula 07 : Portas Lógicas e Álgebra Booleana 1. 1 7.1 Portas Lógicas e Expressões Algébricas 1. 2 7.1 Portas Lógicas

Leia mais

CONFIGURAÇÃO E LANÇAMENTO DE NOTA FISCAL (SERVIÇO DE TERCEIROS)

CONFIGURAÇÃO E LANÇAMENTO DE NOTA FISCAL (SERVIÇO DE TERCEIROS) CONFIGURAÇÃO E LANÇAMENTO DE NOTA FISCAL (SERVIÇO DE TERCEIROS) Objetivo: No intuito de auxiliar os usuários do Siagri Agribusiness, redigimos essa Nota Técnica com os procedimentos de Configuração de

Leia mais

ESTUDO PARA O DESENVOLVIMENTO DE NAVIOS TEMÁTICOS

ESTUDO PARA O DESENVOLVIMENTO DE NAVIOS TEMÁTICOS ESTUDO PARA O DESENVOLVIMENTO DE NAVIOS TEMÁTICOS COMO FAREMOS? Maior Operadora de Turismo das Américas com mais de 740 agencias em todo o país. Ipsun loren Ipsun loren Ipsun loren Ipsun loren Ipsun loren

Leia mais

Í n d i c e. I n t r o d u ç ã o C o m o e u c o n f i g u r o o S P A 9 3 2? I n f o r m a ç

Í n d i c e. I n t r o d u ç ã o C o m o e u c o n f i g u r o o S P A 9 3 2? I n f o r m a ç Í I t ç ã C m f g S P A 9 3 2? I f m ç õ s R l s Itçã Est tg é m m m sé p xl stlçã, tblshtg mtçã pts Cs Smll Bsss (tg Lksys Bsss Ss). Q. Cm fg SPA932? R. O SPA932 é m sl tmt 32-btt p SPA962. C SPA932 f

Leia mais

Resoluções de Exercícios

Resoluções de Exercícios sluçõs Ecícis MTEMÁTI IV LOO 0 nhcimnts lgébics pítul 0 Funçõs Tignmétics 0 p.( p-)( p-b).( p- c), n + b+ c 8+ + p 8 8.0...9..... LOO 0 0 D + D sn cs tg 0 + 0... sn +.,8.,8. sn 0. +,.,8. +, cm. sn 0 0

Leia mais

Amplificadores Diferenciais. ENG04055 Concepção de CI Analógicos Eric Fabris

Amplificadores Diferenciais. ENG04055 Concepção de CI Analógicos Eric Fabris Amplificadores Diferenciais Introdução Inserção do Amplificador Diferencial na Hierarquia de Projeto de um Módulo Analógico O amplificador diferencial é um subcircuito composto de um conjunto de transistores

Leia mais

CIRCUITO SULBRASILEIRO DE FUTSAL - ETAPA FINAL LITORAL - CAMBORIÚ 19 E 20 NOVEMBRO DE 2016

CIRCUITO SULBRASILEIRO DE FUTSAL - ETAPA FINAL LITORAL - CAMBORIÚ 19 E 20 NOVEMBRO DE 2016 COMPOSIÇÃO DAS CHAVES E JOGOS DAS CATEGORIAS EM DISPUTA CATEGORIA SUB 07 MASCULINO - CHAVE A CIDADE DE ORIGEM 1 2 3 4 5 6 7 8 9 PG VI GS GM SG CL 1. SPACA BLU BLUMENAU SC 2. MONTE ALEGRE PCE (A) CAMBORIÚ

Leia mais

Projeto de Redes Metálicas e Ópticas

Projeto de Redes Metálicas e Ópticas Projeto de Redes Metálicas e Ópticas Aluno 1 Aluno 2 Aluno 3 São José, mês e ano Simbologia Figura 1 descrição do símbolo 1 Figura 2 descrição do símbolo 2 Simbologia Pág. 1 Diagrama de Distribuição 6

Leia mais

MAPEAMENTO DE SALAS 2016.1

MAPEAMENTO DE SALAS 2016.1 EDUCAÇÃO FISICA Noturno- LICENCIATURA 2º Semestre 50 50 12 CI 50 48 24 3º Semestre 50 50 50 50 50 50 4º Semestre 46 48 46 35 46 46 5º Semestre 35 35 35 47 47 21 CI 6º Semestre 18 47 10 47 47 22 CI EDUCAÇÃO

Leia mais

CLUBE UNIÃO MICAELENSE

CLUBE UNIÃO MICAELENSE CLUBE UNIÃO MICAELENSE Hóquei em Patins - 2008/2009 Campeonato Nacional da 1ª Divisão 1ª Fase TODAS AS JORNADAS 1ª VOLTA 2ª VOLTA 1ª DIVISÃO - 1ª Jornada 4 de Outubro de 2008 UD Oliveirense 18:00 SL Benfica

Leia mais

RECURSOS HUMANOS ANÁLISE DO FLUXO DE TRABALHO

RECURSOS HUMANOS ANÁLISE DO FLUXO DE TRABALHO RECURSOS HUMANOS Intduçã Cncits dfiniçã Digms d flux d pcsss Gáfics d flux d pcsss Estud d cs: DDT d FPFutbl Intduçã Cncits dfiniçã Digms d flux d pcsss Gáfics d flux d pcsss Estud d cs: DDT d FPFutbl

Leia mais

SÉRIE-TRH E SÉRIE-MR MINIATURA

SÉRIE-TRH E SÉRIE-MR MINIATURA GUIAS LINEARES SÉRIE-TRH E SÉRIE-MR MINIATURA. PRECISÃO. BAIXO ATRITO. FÁCIL INSTALAÇÃO. ALTA CAPACIDADE DE CARGA 25 ANOS Certi cados ISO9001:08 Taiwam Medalha de Ouro Qualidade Product Award AFAQ ISO_9001

Leia mais

Pacote Brasil - 15/15 A3 Sportback 1.4 TFSI (8VAABG + PX4)

Pacote Brasil - 15/15 A3 Sportback 1.4 TFSI (8VAABG + PX4) A3 Sportback 1.4 TFSI (8VAABG + PX4) 2PG Volante em design 4 raios 6FA Capa do espelho retrovisor externo na cor do veículo 8RM Alto falantes 6XC Espelhos retrovisores ext. eletricamente ajustáveis I8D

Leia mais

Pacote Brasil - 15/16 Q3 1.4 150cv TFSI Attraction (8UGAKX)

Pacote Brasil - 15/16 Q3 1.4 150cv TFSI Attraction (8UGAKX) Q3 1.4 150cv TFSI Attraction (8UGAKX) 5MA Acabamento interno monometálico 4X3 Airbag frontal, lateral dianteiro e de cabeça KH6 Ar condicionado 9P3 Cintos de segurança com sensor de afivelamento 3SB Bancos

Leia mais

LOCALIZAÇÃO GEOGRAFICA PRIVILEGIADA

LOCALIZAÇÃO GEOGRAFICA PRIVILEGIADA TURISMO DE CRUZEIRO CABO VERDE E O TURISMO DE CRUZEIRO POTENCIAL INTERNO LOCALIZAÇÃO GEOGRAFICA PRIVILEGIADA 4 A Diversidade das Ilhas. ILHA DE S.VICENTE ATRATIVOS Monumentos Forte tradição cultural Musica

Leia mais

ABREMAR ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRUZEIROS MAR

ABREMAR ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRUZEIROS MAR ABREMAR ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRUZEIROS MARÍTIMOS André Pousada Vice-Presidente Executivo XII CBRATUR CRUZEIROS MARÍTIMOS: INFRAESTRUTURA E EXPANSÃO DO MERCADO TEMPORADA BRASILEIRA últimos 10 anos Presidente

Leia mais

Jogos BASQUETE NOTURNO FEMININO. BASQUETE NOTURNO FEMININO GRUPO A - DIURNO JG 1 JG 2 J3 Educação Física Artes cênicas

Jogos BASQUETE NOTURNO FEMININO. BASQUETE NOTURNO FEMININO GRUPO A - DIURNO JG 1 JG 2 J3 Educação Física Artes cênicas Jogos BASQUETE NOTURNO FEMININO BASQUETE NOTURNO FEMININO GRUPO A - DIURNO JG 1 JG 2 J3 Educação Física Artes cênicas Jogos BASQUETE NOTURNO MASCULINO BASQUETE NOTURNO MASCULINO GRUPO A PG J V D SP CLASSIFICAÇÃO

Leia mais

Etapa Microrregional SRE Ouro Preto Sede: Ouro Preto

Etapa Microrregional SRE Ouro Preto Sede: Ouro Preto Etapa Microrregional SRE Sede: Boletim 4 13/5/2015 Boletim 4 Etapa Microrregional SRE:. Sede:. Período: 11 a 13 de maio. 1 - Resultados dos Jogos Realizados: Programação de Jogos Dia: 13 de maio de 2015

Leia mais

OBS.: Exemplos resolvidos com base em tabelas vigentes no mês de abril.

OBS.: Exemplos resolvidos com base em tabelas vigentes no mês de abril. LEMBRANDO... Parcela = FC + TA + FR + SV Exemplo: Como encontrar a parcela para um crédito de R$ 80.000, em um grupo de 120 meses, com taxa de administração de 20%, fundo de reserva de 2% e seguro de vida

Leia mais

CURSOS DE GRADUAÇÃO - SITUAÇÃO LEGAL. Arquitetura e Urbanismo 4 Reconhecido pela Portaria 215, publicada em 06/11/2012.

CURSOS DE GRADUAÇÃO - SITUAÇÃO LEGAL. Arquitetura e Urbanismo 4 Reconhecido pela Portaria 215, publicada em 06/11/2012. DE GRADUAÇÃO - SITUAÇÃO LEGAL Administração s Avaliação MEC Amparo Legal Renovado o reconhecimento por 5 anos pela Port. N.º 819 publicada em 02/05/2001. Renovado Reconhecimento pela Port. Nº 477, publicada

Leia mais

Eu sou feliz, tu és feliz CD Liturgia II (Caderno de partituras) Coordenação: Ir. Miria T. Kolling

Eu sou feliz, tu és feliz CD Liturgia II (Caderno de partituras) Coordenação: Ir. Miria T. Kolling Eu su iz, s iz Lirgi II (drn d prtirs) rdnçã: Ir. Miri T. King 1) Eu su iz, s iz (brr) & # #2 4. _ k.... k. 1 Eu su "Eu su iz, s iz!" ( "Lirgi II" Puus) iz, s _ iz, & # º #.. b... _ k _. Em cm Pi n cn

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE A TABELA BÁSICA / EDIÇÃO 216 TURNO REF ROD DATA - DIA HORA JOGO ESTÁDIO CIDADE 111 12ª 29/6 (qua) Vitória BA x Sport PE ou 3/6 (qui) 112 12ª Flamengo RJ x Internacional RS

Leia mais

CAPÍTULO 7 DECODIFICADORES

CAPÍTULO 7 DECODIFICADORES 1 CAPÍTULO 7 DECODIFICADORES INTRODUÇÃO Um decodificador é um circuito que tem N entradas binárias e M linhas de saídas (sendo M 2 N ), de modo que somente uma linha de saída M é ativada por vez para cada

Leia mais

ROYAL CARIBBEAN CARIBE

ROYAL CARIBBEAN CARIBE R ROYAL CARIBBEAN CARIBE 2015-2016 AF-148x210-815438-FS-Royal-Itinerario-Royal_2tiragem.indd 1 Conheça uma das Classes de Navio mais inovadoras do Mundo Oasis of the Seas AF-148x210-815438-FS-Royal-Itinerario-Royal_2tiragem.indd

Leia mais

Resolução feita pelo Intergraus! Módulo Objetivo - Matemática FGV 2010/1-13.12.2009

Resolução feita pelo Intergraus! Módulo Objetivo - Matemática FGV 2010/1-13.12.2009 FGV 010/1-13.1.009 VESTIBULAR FGV 010 DEZEMBRO 009 MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A PROVA DE MATEMÁTICA QUESTÃO 1 (Prova: Tipo B Resposta E; Tipo C Resposta C; Tipo D Resposta A) O gráfico abaio fornece o

Leia mais

Art. 3 Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Sala das Sessões, em 11 de abril de 2011.

Art. 3 Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Sala das Sessões, em 11 de abril de 2011. PROJETO DE LEI N 11/2011 DISPÕE SOBRE A DOAÇÃO DE MUDAS DE ÁRVORES NATIVAS A CADA BEBÉ NASCIDO NO HOSPITAL DE BIGUAÇU. Autor: Douglas Borba Art. 1 - A Prefeitura Municipal de Biguaçu doará, através da

Leia mais

Questionário sobre o Ensino de Leitura

Questionário sobre o Ensino de Leitura ANEXO 1 Questionário sobre o Ensino de Leitura 1. Sexo Masculino Feminino 2. Idade 3. Profissão 4. Ao trabalhar a leitura é melhor primeiro ensinar os fonemas (vogais, consoantes e ditongos), depois as

Leia mais

Seminário Anual. Inovação em Portugal: Cooperar para Competir AGENDA. 23.11.2006. Auditório da Ordem dos Engenheiros *

Seminário Anual. Inovação em Portugal: Cooperar para Competir AGENDA. 23.11.2006. Auditório da Ordem dos Engenheiros * Inovação em Portugal: Cooperar para Competir AGENDA 9h 9h30 Recepção dos participantes Abertura Eng.º A. J. Simões Monteiro, Presidente da itsmf Portugal Eng.º Pedro Veiga, Presidente do Colégio Nacional

Leia mais

Versão 2. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

Versão 2. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Teste Intermédio de Física e Química A Versão Teste Intermédio Física e Química A Versão Duração do Teste: 90 minutos 30.05.01 10.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/004, de 6 de março Na folha de

Leia mais

Calendário de Avaliação 2013

Calendário de Avaliação 2013 Calendário de Avaliação 2013 CALENDÁRIO DE PROVAS 2º SEMESTRE DE 2013 Avaliações dos Módulos Regulares e Dependência- Alunos Agosto 26 Início do período de realização das avaliações eletrônicas. Setembro

Leia mais

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS FILTROS ATIVOS INTRODUÇÃO Circuitos importantes em sistemas de comunicação e instrumentação; Área vasta da eletrônica conceitos fundamentais; Conjunto de modelos de filtros e métodos de projetos; CARACTERÍSTICAS

Leia mais

A seguinte expressão é comummente utilizada para comparar e avaliar soluções de transporte de mercadorias:

A seguinte expressão é comummente utilizada para comparar e avaliar soluções de transporte de mercadorias: Instituto Superior Técnico Departamento de Engenharia Civil e Arquitectura Mestrado Integrado em Engenharia Civil Mestrado em Planeamento e Operação de Transportes CADEIRA DE TRANSPORTES EXERCÍCIO 4 Desempenhos

Leia mais

PRODUZIONE TUBI DI PRECISIONE IN ACCIAIO INOX SENZA SALDATURA

PRODUZIONE TUBI DI PRECISIONE IN ACCIAIO INOX SENZA SALDATURA Codice Descrizione 00450025S4 TUBO ACCIAIO 0.45X0.25 AISI 304 SS 00500025S4 TUBO ACCIAIO 0.50X0.25 AISI 304 SS 00550035S4 TUBO ACCIAIO 0.55X0.35 AISI 304 SS 00700045S6 TUBO ACCIAIO 0.7X0.45 AISI 316 SS

Leia mais

NOVOS PACOTES BEBIDAS PROPERTY OF ROYAL CARIBBEAN INTERNATIONAL

NOVOS PACOTES BEBIDAS PROPERTY OF ROYAL CARIBBEAN INTERNATIONAL 1 RESERVE JÁ! FLEXIBILIDADE. ESCOLHA. LIBERDADE No valor do seu cruzeiro já existem algumas bebidas incluídas como chá, café americano, água em copo, limonada e chá gelado. No entanto, os refrigerantes

Leia mais

Campanhas Junho ROYAL CARIBBEAN INTERNATIONAL. EUROPA 50% Desconto no 2º passageiro, em todas as categorias

Campanhas Junho ROYAL CARIBBEAN INTERNATIONAL. EUROPA 50% Desconto no 2º passageiro, em todas as categorias s Junho ROYAL CARIBBEAN INTERNATIONAL Desconto 50% NAVIOS/CRUZEIROS PERIODO RESERVA PERIODO VIAGEM 1 2 TODOS os CRUZEIROS com mais de 5 noites (exceto China e o navio Anthem of the Seas ) 1 a 30 Junho

Leia mais

Fazendo a diferença para sempre fazer melhor

Fazendo a diferença para sempre fazer melhor Fazendo a diferença para sempre fazer melhor Acionistas 60% 40% Portinvest 70% 30% Diretoria Presidente - CEO Patrício Júnior Diretor de Operações Márcio Guiot Diretor Comercial Marcus Harwardt Diretor

Leia mais

Superficie Externa. Cor. 25-50 - 100 metros. Lance. -20º à + 60º. Temperatura

Superficie Externa. Cor. 25-50 - 100 metros. Lance. -20º à + 60º. Temperatura SERINGA DUPLA DESIGUAL EM POLIURETANO 1 VIA (NEW-ODONTO-02) poliuretano atóxico, atendendo as especificações quanto a alta resistência mecânica, química, que é comprovadamente garantida nas especificações

Leia mais

De ponta a ponta com você.

De ponta a ponta com você. R De ponta a ponta com você. R CABOS COAXIAIS, PARES TRANÇADOS E ACESSÓRIOS Os cabos especiais da RFS (coaxiais e pares trançados) são reconhecidos pelo mercado como sinônimo de qualidade e confiabilidade.

Leia mais

'" (!! !" #$ %!& '! & & ! & ( )* + +, + - -' $ -#-%#!!"&&-. %) /0120 * 34 * 5 : +9 ; 7 < 7 <;6==> * + 9 ; 7 < !"!!

' (!! ! #$ %!& '! & & ! & ( )* + +, + - -' $ -#-%#!!&&-. %) /0120 * 34 * 5 : +9 ; 7 < 7 <;6==> * + 9 ; 7 < !!! !"#$! %"&!" #$ %!& '! & &! & ( '" (!! * + +, + -! * +./*! -+, -' $ -#-%#!!"&&-. % /0120 * 34 * 5 67 8 ( 9 : +9 ; 7 < 7 * +9>77< + 9 ; 7 < + 0 0!!* * *- + 1 2! 2 *! * - * *!** +

Leia mais

ORADORES. 25 junho 2014 CCB BOAS VINDAS 09:20 CLOUD: DO POTENCIAL À REALIDADE 09:30 CLOUD: DESAFIOS LEGAIS E REGULATÓRIOS 09:50

ORADORES. 25 junho 2014 CCB BOAS VINDAS 09:20 CLOUD: DO POTENCIAL À REALIDADE 09:30 CLOUD: DESAFIOS LEGAIS E REGULATÓRIOS 09:50 ORADORES 25 junho 2014 CCB BOAS VINDAS 09:20 ROGÉRIO CARAPUÇA É Presidente da APDC desde Janeiro de 2013 e Presidente do Conselho de Administração da Novabase desde 1998. Entre 1998 e 2009, acumulou as

Leia mais

n o m urd ne Hel e n o mis

n o m urd ne Hel e n o mis Em nosso cotidiano existem infinitas tarefas que uma criança autista não é capaz de realizar sozinha, mas irá torna-se capaz de realizar qualquer atividade, se alguém lhe der instruções, fizer uma demonstração

Leia mais

ECF (Emissor de Cupom Fiscal) - No ECF a situação tributária é representada da seguinte forma:

ECF (Emissor de Cupom Fiscal) - No ECF a situação tributária é representada da seguinte forma: O CST do ICMS é utilizado na Nota Fiscal, Sintegra e SPED. Ele é composto por 3 números onde o primeiro número indica a origem da mercadoria e os números seguintes a forma de tributação: Origem 0 - Nacional,

Leia mais

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.)

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.) 32988 Quarta-feira 22 DIÁRIO DO SENADO FEDERAL Ou tu bro de 2003 Art. 3º O Gru po Parlamentar reger-se-á pelo seu regulamento in ter no ou, na falta deste, pela decisão da ma i o ria absoluta de seus mem

Leia mais

ANEXO 2.2 DO EDITAL MODELO DE PROPOSTA SINTÉTICA

ANEXO 2.2 DO EDITAL MODELO DE PROPOSTA SINTÉTICA MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Procuradoria Regional do Trabalho da 17ª Região / ES OBRA: Serviços de adequação das instalações de cabeamento estruturado, infraestrutura para

Leia mais

FATEC Faculdade de Tecnologia de Pavimentação Departamento de Transportes e Obras de Terra - Prof. Edson 4- CURVAS HORIZONTAIS DE TRANSIÇÃO

FATEC Faculdade de Tecnologia de Pavimentação Departamento de Transportes e Obras de Terra - Prof. Edson 4- CURVAS HORIZONTAIS DE TRANSIÇÃO 4- CURVAS HORIZONTAIS DE TRANSIÇÃO 4.1 INTRODUÇÃO Quando um veículo passa pelo ponto PC ponto de começo da curva circular horizontal ou PT ponto de término da curva circular horizontal, dependendo do comprimento

Leia mais

TABELA DE PARCELAMENTO VENDAS NO PERÍODO DE 11/04/13 A 30/04/2013 FINAN 2013-04-01

TABELA DE PARCELAMENTO VENDAS NO PERÍODO DE 11/04/13 A 30/04/2013 FINAN 2013-04-01 TABELA DE PARCELAMENTO VENDAS NO PERÍODO DE 11/04/13 A 30/04/2013 FINAN 2013-04-01 OPÇÕES DE PARCELAMENTO SEM JUROS Cheque, Débito em Conta, Cartão ou Boleto/Carnê*. Destino Saídas Cartão de Crédito Com

Leia mais

Eletrônica Digital. Prof. Gilson Yukio Sato sato[at]utfpr[dot]edu[dot]br

Eletrônica Digital. Prof. Gilson Yukio Sato sato[at]utfpr[dot]edu[dot]br Eletrônica Digital Prof. Gilson Yukio Sato sato[at]utfpr[dot]edu[dot]br Conversores D/A Prof. Gilson Yukio Sato sato[at]utfpr[dot]edu[dot]br Analógico X Digital Variação Contínua Infinitos Valores tempo

Leia mais

SEL-387A TABELA DE WORDBITS

SEL-387A TABELA DE WORDBITS SEL-387A TABELA DE WORDBITS Linha RWB Descrição 0 EN TRIP INST 87-1 87-2 87-3 LED frontal: ativado quando o relé não apresenta alguma falha interna. LED frontal: ativado quando ocorre trip por atuação

Leia mais

Transmissores de saída dupla OEM para aplicações de serviço pesado, tipo MBS 1300 e MBS 1350

Transmissores de saída dupla OEM para aplicações de serviço pesado, tipo MBS 1300 e MBS 1350 Ficha técnica Transmissores de saída dupla OEM para aplicações de serviço pesado, tipo MBS 1300 e MBS 1350 A série MBS 1300 é um transmissor de saída dupla. Saída 1 propicia um sinal de pressão na medida

Leia mais

ELT601 Eletrônica Digital II

ELT601 Eletrônica Digital II Graduação em Engenharia Eletrônica Universidade Federal de Itajubá IESTI Famílias lógicas Prof. Rodrigo de Paula Rodrigues Famílias lógicas Contexto Eletrônica Digital Dialeto digital Álgebra Booleana

Leia mais

ROUPEIRO SONARE 3 PTS

ROUPEIRO SONARE 3 PTS PBX () 5-5050 v. Jesus Candian, 86 - B. angueira Rural - CP 6500-000 - bá - G -mail: qualidade@moveisnovohorizonte.com.br RPIR SR PTS LT.: 80mm LRG.: 05mm PRF.: 500mm CRT SS PÁGI FCBK LIK LD (QR CD) FICH

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA MÓDULO 1. Fonética e Fonologia. Professora Rosane Reis

LÍNGUA PORTUGUESA MÓDULO 1. Fonética e Fonologia. Professora Rosane Reis LÍNGUA PORTUGUESA Professora Rosane Reis MÓDULO 1 Fonética e Fonologia Por que devemos aprender fonética? Porque precisamos conhecer mais profundamente como as palavras faladas são representadas pela escrita,

Leia mais

PEDRAS NATURAIS. Recrie a natureza no seu espaço com as PEDRAS NATURAIS CRIAR RAÍZES. www.criarraizes.com. www.facebook.

PEDRAS NATURAIS. Recrie a natureza no seu espaço com as PEDRAS NATURAIS CRIAR RAÍZES. www.criarraizes.com. www.facebook. Recrie a natureza no seu espaço com as CRIAR RAÍZES 39 PEDRAS NATURAIS 40 Xisto Preto Mural Escacilhado CÓDIGO FORMATO SX x1 ESPESSURA S S 0.66 2.9 30 21..00 Xisto Preto Xisto Preto Xisto Preto Mural Cross

Leia mais

ESTUDO DE IMPLEMENTAÇÃO DA CONTA SATÉLITE DO TURISMO NA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA

ESTUDO DE IMPLEMENTAÇÃO DA CONTA SATÉLITE DO TURISMO NA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA ESTUDO DE IMPLEMENTAÇÃO DA CONTA SATÉLITE DO TURISMO NA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA PROJECTO SICER-MAC SISTEMA DE CONTAS ECONÓMICAS REGIONAIS DA MACARONÉSIA CONTA SATÉLITE DO TURISMO DA RA MADEIRA (CST-M)

Leia mais

Classificação Periódica dos Elementos

Classificação Periódica dos Elementos Classificação Periódica dos Elementos 1 2 3 1 Massa atômica relativa. A incerteza no último dígito é 1, exceto quando indicado entre parênteses. Os valores com * referemse Número Atômico 18 ao isótopo

Leia mais

Escola Superior de Tecnologias Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento de Aplicações Web 2015/16-1º semestre

Escola Superior de Tecnologias Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento de Aplicações Web 2015/16-1º semestre Escola Superior de Tecnologias Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento de Web 2015/16-1º semestre Semana de 19 a 23 de outubro 2015 2ª Feira 3ª Feira 4ª Feira Semana de 26 a 30 de outubro

Leia mais

Usando o Nmap. A instalação do Nmap é bem simples. Após obter o código fonte execute os comandos abaixo: tar xjvpf nmap-3.48.tar.bz2 cd nmap-3.

Usando o Nmap. A instalação do Nmap é bem simples. Após obter o código fonte execute os comandos abaixo: tar xjvpf nmap-3.48.tar.bz2 cd nmap-3. Usando o Nmap Este artigo irá explicar como instalar e utilizar algumas funções do Nmap. Todos os comandos foram testados com a versão 3.48 do Nmap. É bem provável que alguns comandos não funcionem em

Leia mais

LOGARITMOS E A UNIDADE bel [1]

LOGARITMOS E A UNIDADE bel [1] 4/0/05 UNIVESIDADE TENOÓGIA FEDEA DO PAANÁ DEPATAMENTO AADÊMIO DE EETOTÉNIA EETÔNIA - ET74 -- Profª Elisabete N Moraes AUA 7 NOÇÕES SOBE FITOS ATIVOS Em 5 de fevereiro de 05. 5-Fev-5 OGAITMOS E A UNIDADE

Leia mais

ASTRONÁUTICA Estação Espacial Internacional (ISS) Principais atividades do período (fevereiro a abril/2015) Tripulação atual - Expedição 43 Próxima Expedição - Soyuz TMA-17M (26/05) A tripulação "One-Year"

Leia mais

BROXA 940/945 930/935. Código Descrição Emb. Fornec. Condor Condor Condor Condor. 930 17.9X7.5mm 935 15.4X5.5mm 940 17.9X7.5mm 945 15.4X5.

BROXA 940/945 930/935. Código Descrição Emb. Fornec. Condor Condor Condor Condor. 930 17.9X7.5mm 935 15.4X5.5mm 940 17.9X7.5mm 945 15.4X5. Complementos PRIMER SPRAY Broxas BROXA ROLO LÃ SINTÉTICA AVULSO 342912 23cm 2010 ROLO PELE DE CARNEIRO 329380 Espátulas Cinza 350ml Colorgin CX/6 Sherwin-Willians ESPÁTULA BETUMADEIRA COM CABO DE MADEIRA

Leia mais

XVII Torneio Internacional de futebol juvenil "cidade de Vila Real

XVII Torneio Internacional de futebol juvenil cidade de Vila Real XVII Torneio Internacional de futebol juvenil "cidade de Vila Real Séries e resultados de escolas Série A Série B C. Benfica Mirandela Vila Real A Diogo Cão A Santa Marta Mondimfut Fiães E.crescer Bragança

Leia mais

NPQV Variável Educação Prof. Responsáv el : Ra ph a el B i c u d o

NPQV Variável Educação Prof. Responsáv el : Ra ph a el B i c u d o NPQV Variável Educação Prof. Responsáv v el :: Ra ph aa el BB ii cc uu dd o ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO 2º Semestre de 2003 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO As atividades realizadas

Leia mais

BOLETIM OFICIAL 01 15 de abril de 2012. http://www.fupe.com.br. E-mail: fupe@fupe.com.br

BOLETIM OFICIAL 01 15 de abril de 2012. http://www.fupe.com.br. E-mail: fupe@fupe.com.br BOLETIM OFICIAL 01 15 de abril de 2012 http://www.fupe.com.br E-mail: fupe@fupe.com.br Realização 2 AVISOS IMPORTANTES As CARTEIRAS de IDENTIFICAÇÃO dos ATLETAS e DIRIGENTES devem ser solicitadas com até

Leia mais

1 9/1/15 SEX 3 AERC JUVENTUS (RS) 3 X 0 EF MANCHISTER/PEDRA BRANCA/ELDORADO (SC) 17 1999 X 1ª Rodada 18:30 SER Gaucho

1 9/1/15 SEX 3 AERC JUVENTUS (RS) 3 X 0 EF MANCHISTER/PEDRA BRANCA/ELDORADO (SC) 17 1999 X 1ª Rodada 18:30 SER Gaucho JG DATA DIA EQUIPE 1 PLACAR EQUIPE 2 CATEGORIA GRP FASE HORA LOCAL 1 9/1/15 SEX 3 AERC JUVENTUS (RS) 3 X 0 EF MANCHISTER/PEDRA BRANCA/ELDORADO (SC) 17 1999 X 1ª Rodada 18:30 SER Gaucho 2 10/1/15 SAB 2

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA - FAUEPG

FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA - FAUEPG FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA - FAUEPG CONVÊNIO 198/2011 - Secretaria Municipal de Saude/Fundo Municipal de Saude/

Leia mais

EM NOME DO PAI ====================== j ˆ«. ˆ««=======================

EM NOME DO PAI ====================== j ˆ«. ˆ««======================= œ» EM NOME O PI Trnscçã Isbel rc Ver Snts Pe. Jãzinh Bm & # #6 8 j. j... Œ. ll { l l l l n me d Pi e d Fi lh ed_es & #. 2. #. _. _ j.. Œ. Œ l l l j {.. l. pí t Sn t_ mém Sn t_ mém LÓRI O PI Trnscçã Isbel

Leia mais

d Rd he Rd Rd oracdc oraocd Rd Tabela 1: Indicador Variável p R R 2 B Flexibilização curricular para os alunos com dificuldades Mecanismos recuperação dos alunos com dificuldades oroegsor Tabela 2: Indicador

Leia mais

Exigências da vaga: Ensino superior completo ou em curso; experiência com SAP ABAP e conhecimento em lógica de programação.

Exigências da vaga: Ensino superior completo ou em curso; experiência com SAP ABAP e conhecimento em lógica de programação. A Resource IT Solutions está posicionada entre as maiores integradoras nacionais de serviços de TI. Fundada em 1991, possui 14 escritórios, com matriz em São Paulo e filiais em Alphaville, Americana, Campinas,

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO DE FREQUÊNCIAS

DISTRIBUIÇÃO DE FREQUÊNCIAS Relacionam categorias ou classes de valores, juntamente com contagens (ou frequência) do número de valores que se enquadram em cada categoria. Tabela de distribuição de frequência Considere o seguinte

Leia mais

Estado do Rio de Janeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE CANTAGALO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

Estado do Rio de Janeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE CANTAGALO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL EDITAL TOMADA DE PREÇOS Nº 000002/2015 E&L Compras, Licitações e Contratos 1 "DOE ORGÃOS, DOE SANGUE, DOE VIDA" E&L Compras, Licitações e Contratos 2 "DOE ORGÃOS, DOE SANGUE, DOE VIDA" E&L Compras,

Leia mais

Na tabela a seguir os abusos e desreipeitos à Lei são apresentados: SERVIDOR RACK TIPO 01 Pequeno Porte. SERVIDOR RACK TIPO 02 Médio Porte

Na tabela a seguir os abusos e desreipeitos à Lei são apresentados: SERVIDOR RACK TIPO 01 Pequeno Porte. SERVIDOR RACK TIPO 02 Médio Porte Na tabela a seguir os abusos e desreipeitos à Lei são apresentados: ITEM QTDE ATA 1 10 2 10 3 15 4 10 5 4 6 5 7 5 8 5 9 5 10 10 11 30 12 30 DESCRIÇÃO SERVIDOR RACK TIPO 01 Pequeno Porte SERVIDOR RACK TIPO

Leia mais

Capítulo I Portas Lógicas Básicas

Capítulo I Portas Lógicas Básicas Capítulo I Portas Lógicas Básicas 1 Introdução Em qualquer sistema digital 1 a unidade básica construtiva é o elemento denominado Porta Lógica. Este capítulo descreve as portas lógicas usuais, seu uso

Leia mais

Sistemas Digitais Aula Prática Nº 10

Sistemas Digitais Aula Prática Nº 10 Sistemas Digitais Aula Prática Nº Implementação de um Controlador Lógico para uma máquina de venda de chocolates utilizando flip-flops do tipo D Grupo: Elementos do Grupo: Turma:. Implementação de um Controlador

Leia mais

Transformada de Laplace

Transformada de Laplace Capítulo 8 Transformada de Laplace A transformada de Laplace permitirá que obtenhamos a solução de uma equação diferencial ordinária de coeficientes constantes através da resolução de uma equação algébrica.

Leia mais