PLANILHA DE ESCALAS - TEMPORADA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANILHA DE ESCALAS - TEMPORADA"

Transcrição

1 SC costa ibero cruzeiros PLILH D SCLS - TPD 200/ 20 oyal Caribbean CI CUISS egent SILVS CPGI DU PT P CHST I S FTU CLTI ISTL HLIDY VISI SPLDU I IPTIZ ZITH S HIZ LU D FC IDC ISIGI SV SS I VD SILV WHISP L L U T U 0 V 0 SG SG SG 8 8 T 9 SG D 2 T D 28 T D SG 6 07:00 9:00 08:00 8:00 08:00 8:00 08:00 8:00 08:00 8:00 08:00 07:00 8: :00 7: :00 7:00 22:00

2 SC costa ibero cruzeiros oyal Caribbean CI CUISS egent SILVS CPGI DU PT P CHST I S FTU CLTI ISTL HLIDY VISI SPLDU I IPTIZ ZITH S HIZ LU D FC IDC ISIGI SV SS I VD SILV WHISP L L D Z 0 T D 2 SG 3 T D 9 SG 20 T D 26 SG 27 T D 2 SG 3 T D 9 08:00 09:00 8:00 7:00 08:00 08:00 8:00 7:00 08:00 09:00 8:00 7:00 07:00-08:00 07:00-8:00 7:00 7:00 09:00 8:00 07:00 08:00 07:00 8:00 8:00 7:00 08:00 07:00 08:00 8:00-7:00 08:00 07:00 09:00 09:00-8:00 7:00 7:00 7:00 8:00 07:00 08:00 07:00 8:00 8:00 7:00 08:00 7:00 07:00 09:00 09:00 07:00 07:00 7:00 7:00 7:00 7:00 00:00 Cheg. 07:00 08:00 07:00 7:30 7:00 Saída 7:00 09;00 Saída 7:00 8:00 09:00 7:00 08:00 07:00 08:00 07:00 07:00 08:00 8:00 8:00 8:00 7:00 7:00 9:00 09:00 09;00 08:00 Saída 7:00 7:00 8:00 7:00 Saída 7:00 Cheg. 07:00 07:00 09:00 09:00 09;00 08:00 7:00 7:00 7:00 8:00 7:00 07:00 7:00 09:00 7:30 09:00 7:00 Cheg. 07:00 07:00 09;00 08:00 7:00 8:00 7:00 Cheg. 07:00 09:00 09:00 Saída 7:00 7:00 7:00

3 SC costa ibero cruzeiros oyal Caribbean CI CUISS egent SILVS CPGI DU PT P CHST I S FTU CLTI ISTL HLIDY VISI SPLDU I IPTIZ ZITH S HIZ LU D FC IDC ISIGI SV SS I VD SILV WHISP L L J I F SG 0 T 2 4 D 6 SG D 23 SG 24 08:00 8:00 09:00 Saída 7:30 7:00 08:00 08:00 8:00 7:00 07:00 07:00 09;00 08:00 8:00 7:00 8:00 23:00 Cheg. 07:00 09:00 09:00 Saída 7:00 7:00 7:00 08:00 09:00 7:00 7:00 Saída 7:00 07:00 07:00 09;00 8:00 7:00 8:00 07:00 09:00 09:00 7:00 7:00 7: : D T D SG Saída 7:00 7:00 08:00 8:00 07:00 07:00 09;00 8:00 7:00 8:00 07:00 09:00 09:00 07:00 7:00 7:00 7:00 22:00 08:00 08:00 8:00 7:00 Saída 7:00 Saída 7:30 07:00 07:00 09;00 8:00 7:00 8:00 Cheg. 07:00 09:00 09:00 Saída 7:00 7:00 7:00 08:00 08:00 8:00 7:00 Saída 7:00

4 SC costa ibero cruzeiros oyal Caribbean CI CUISS egent SILVS CPGI DU PT P CHST I S FTU CLTI ISTL HLIDY VISI SPLDU I IPTIZ ZITH S HIZ LU D FC IDC ISIGI SV SS I VD SILV WHISP L L F V I Ç 2 D 3 SG 4 T D 20 SG 2 T D 27 SG 28 T D 6 SG 7 T :00 7:30 07:00 07:00 09;00 7:00 7:00 8:00 09:00 08:00 07:00 Saída 7:00 7:00 7:00 22:00 07:00 7:00 07:00 7:00 Cheg. 07:00 09:00 7:00 09:00 07:00 7:30 7:00 08:00 08:00 07:00 09;00 08:00 8:00 8:00 7:00 8:00 7:00 09:00 Saída 7:00 7:00 07:00 07:00 7:00 7:00 Cheg. 07:00 Saída 7:00 07:00 09:00 7:00 7:00 07:00 08:00 08:00 7:00 7:00 20:00 07:00 08:00 07:00 09;00 8:00 7:00 7:00 8:00 Cheg. 07:00 09:00 09:00 08:00 Saída 7:00 7:00 7:00 9:00 08:00 07:00 09:00 8:00 7:00 7:00 08:00 8:00 09;00 Saída 7:00 8:00 08:00 08:00 8:00 7:00 07:00 7:00 07:00 09:00 07:00 07:00 09:00 09;00 8:00 7:30 7:00 7:00 7:00 8:00 Saída 7:00 Cheg. 07:00 Saída 23:00 Saída 9:00 09:00 08:00 7:00 7:00 08:00 07:00 07:00 8:00 7:00 7:00 07:00 07:00 09:00 09;00 8:00 7:00 7:00 8:00

5 SC costa ibero cruzeiros oyal Caribbean CI CUISS egent SILVS CPGI DU PT Ç D 3 SG P CHST I S FTU CLTI ISTL HLIDY VISI SPLDU I IPTIZ ZITH S HIZ 08:00 07:00 09:00 08:00 8:00 7:00 7:00 7:00 07:00 7:00 07:00 09:00 8:00 7:00 08:00 8:00 07:00 07:00 7:00 7:00 LU D FC IDC ISIGI SV SS I VD SILV WHISP L L D 9 20 SG 2 08:00 09:00 8:00 7:00 07:00 07:00 7:00 7: Cheg. 07:00 Saída 7:00 26 SG 28 07:00 7:00 T 29 08:00 7:00 07:00 08:00 7:00 7:00 2 SG 4 T Cheg. 07:00 08:00 Saída 7:00 7:00 I L D 0 SG T 2 08:00 7:00 Saída 7: D 7 Saída 7:00

6 SC costa ibero cruzeiros oyal Caribbean CI CUISS egent SILVS CPGI DU PT P CHST I S FTU CLTI ISTL HLIDY VISI SPLDU I IPTIZ ZITH S HIZ LU D FC IDC ISIGI SV SS I VD SILV WHISP L L P CHST I S FTU CLTI ISTL HLIDY VISI SPLDU I IPTIZ ZITH S HIZ LU D FC IDcara ISIGI SV SS I VD SILV WHISP L L evisão 3 -Priscilla 26/0/ tracação de navio tracação de 2 navios tracação de 3 navios tracação de 4 navios tracação de navios tracação de 6 navios tracação de 7 navios avio: avio: avio: avio: 32 TTL D DIS/PÇÃ avio: IDC, VD I CST FTU, CST S, ISTL, CLTI, HLIDY ISS I SC I, SC P, SC CHST SC SHIPPIG SPLDU, VISI, I, SILV WHISP, L L, ISIGI SV SS I CUS IPTIZ, ZITH, S, HIZ, LU D FC FUSHIPS ISS

CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619

CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619 CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 CRIADOR TELEFONE GAIOLA ANEL SEXO NOMENCLATURA VALOR OBS ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619 1 IB-105-40-13 FM CN OP AM MF IN 100,00 BANCO: 2 BB-3992-44-11

Leia mais

Crédito Suplementar. 2049 Moradia Digna 2.000.000.000 OPERAÇÕES ESPECIAIS 28 845 2049 00AF Integralização de Cotas ao Fundo de Arrendamento

Crédito Suplementar. 2049 Moradia Digna 2.000.000.000 OPERAÇÕES ESPECIAIS 28 845 2049 00AF Integralização de Cotas ao Fundo de Arrendamento ÓRGÃO: 56000 - Ministério das Cidades UNIDADE: 56101 - Ministério das Cidades ANEXO I PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTAÇÃO) Crédito Suplementar Recurso de Todas as Fontes R$ 1,00 FUNCIONAL PROGRAMÁTICA

Leia mais

Guia de reservas Cruise Match New. www.cruisingpower.com

Guia de reservas Cruise Match New. www.cruisingpower.com O Guia de Reservas da Royal Caribbean irá ajudá-lo a entender como você pode fazer uma reserva de cruzeiro no CruiseMatch, um recurso online de reservas que foi feito para deixar tudo mais fácil para você,

Leia mais

Resultados da Temporada 2012/2013 Avaliação Técnica

Resultados da Temporada 2012/2013 Avaliação Técnica Resultados da Temporada 2012/2013 Avaliação Técnica Salvador, Setembro de 2013 Viviane Marques Barreiros Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária Perfil da temporada Perfil Temporada 2012/2013

Leia mais

CAPÍTULO 7 DECODIFICADORES

CAPÍTULO 7 DECODIFICADORES 1 CAPÍTULO 7 DECODIFICADORES INTRODUÇÃO Um decodificador é um circuito que tem N entradas binárias e M linhas de saídas (sendo M 2 N ), de modo que somente uma linha de saída M é ativada por vez para cada

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA - FAUEPG

FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA - FAUEPG FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA - FAUEPG CONVÊNIO 198/2011 - Secretaria Municipal de Saude/Fundo Municipal de Saude/

Leia mais

Capítulo I Portas Lógicas Básicas

Capítulo I Portas Lógicas Básicas Capítulo I Portas Lógicas Básicas 1 Introdução Em qualquer sistema digital 1 a unidade básica construtiva é o elemento denominado Porta Lógica. Este capítulo descreve as portas lógicas usuais, seu uso

Leia mais

Sistemas Digitais Aula Prática Nº 10

Sistemas Digitais Aula Prática Nº 10 Sistemas Digitais Aula Prática Nº Implementação de um Controlador Lógico para uma máquina de venda de chocolates utilizando flip-flops do tipo D Grupo: Elementos do Grupo: Turma:. Implementação de um Controlador

Leia mais

FÓRUM REGIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA 2010 ANVISA/CONASS/CONASEMS FÓRUM REGIÃO SUDESTE 25-08-2010

FÓRUM REGIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA 2010 ANVISA/CONASS/CONASEMS FÓRUM REGIÃO SUDESTE 25-08-2010 FÓRUM REGIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA 2010 ANVISA/CONASS/CONASEMS FÓRUM REGIÃO SUDESTE 25-08-2010 ANVISA GGPAF CVPAF/RJ Avaliação da temporada de Navios de Cruzeiro 2009-2010 Introdução Informações sobre

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE A TABELA BÁSICA / EDIÇÃO 2016 TURNO REF ROD DATA HORA JOGO ESTÁDIO CIDADE

CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE A TABELA BÁSICA / EDIÇÃO 2016 TURNO REF ROD DATA HORA JOGO ESTÁDIO CIDADE CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE A TABELA BÁSICA / EDIÇÃO 2016 TURNO REF ROD DATA HORA JOGO ESTÁDIO 001 1ª 14/05 (sáb) ou Botafogo RJ x São Paulo SP 15/05 (dom) 002 1ª Flamengo RJ x Sport PE 0 1ª 15/5 Dom

Leia mais

TABELA DE PARCELAMENTO VENDAS NO PERÍODO DE 11/04/13 A 30/04/2013 FINAN 2013-04-01

TABELA DE PARCELAMENTO VENDAS NO PERÍODO DE 11/04/13 A 30/04/2013 FINAN 2013-04-01 TABELA DE PARCELAMENTO VENDAS NO PERÍODO DE 11/04/13 A 30/04/2013 FINAN 2013-04-01 OPÇÕES DE PARCELAMENTO SEM JUROS Cheque, Débito em Conta, Cartão ou Boleto/Carnê*. Destino Saídas Cartão de Crédito Com

Leia mais

Rita Alexandra Manso Araújo. As relações negociais entre jornalistas e fontes: o caso da Saúde. Universidade do Minho Instituto de Ciências Sociais

Rita Alexandra Manso Araújo. As relações negociais entre jornalistas e fontes: o caso da Saúde. Universidade do Minho Instituto de Ciências Sociais Rita Alexandra Manso Araújo As relações negociais entre jornalistas e fontes: o caso da Saúde UMinho 2012 Rita Alexandra Manso Araújo As relações negociais entre jornalistas e fontes: o caso da Saúde Universidade

Leia mais

Gestão dos riscos relacionados com a segurança rodoviária ocupacional

Gestão dos riscos relacionados com a segurança rodoviária ocupacional Gestão dos riscos relacionados com a segurança rodoviária Managing work related road safety risks Alberto Silveira APSET Associação Portuguesa de Segurança e Higiene do Trabalho EUROPA 6 em cada 10 acidentes

Leia mais

CURSOS DE GRADUAÇÃO - SITUAÇÃO LEGAL 19/12/2013.

CURSOS DE GRADUAÇÃO - SITUAÇÃO LEGAL 19/12/2013. Administração s Arquitetura e Urbanismo Artes Cênicas - Licenciatura Ciências Biológicas Ciências Contábeis Ciência da Computação Direito Educação Física Licenciatura Educação Física Bacharelado Enfermagem

Leia mais

Mother s D. Recepção. A Festa. continua...

Mother s D. Recepção. A Festa. continua... 3 Ediçã 35 Mi 2013 Fi c i cih q s ls, fsss clbs d FC cçã di ds ãs. Cd lh d Mh's Dy fi sd ibi d cih dçã dd ls ãs. Os ls si bs fz c q d ccss c fiçã: c s cgfis, s sis s ls úss. Cd sçã fi cid c bs s s sdds

Leia mais

Entre no Menu Arquivos do Efiscal e acesse a opção Empresas Usuárias-Efiscal/Integração com Telecont.

Entre no Menu Arquivos do Efiscal e acesse a opção Empresas Usuárias-Efiscal/Integração com Telecont. Integração Contabil 1.Configuração... 2 1.1.Configuração no Cadastro de empresas...2 1.2.Configuração no Cadastro de Clientes/Fornecedores...3 1.3.Configuração em Arquivos/Integração Contabilidade... 4

Leia mais

MSC ARMOniA - AMÉRICA DO SUL 2011/2012

MSC ARMOniA - AMÉRICA DO SUL 2011/2012 2011-2011 - 2011-6 NOITES 1º - 18:00 2º Navegando - - 3º Búzios 08:00 18:00 4º 09:00 18:00 5º 08:00 - Novembro: 16-20 25/11/11-18:00 26/11/11 /Angra dos Reis* 08:00 18:00 27/11/11 Búzios 08:00 16:00 28/11/11

Leia mais

PESQUISA DE VERÃO 2010/2011

PESQUISA DE VERÃO 2010/2011 PESQUISA DE VERÃO 2010/2011 Pesquisa do verão Cerca de 5,3 milhões de turistas estiveram em Santos na temporada de verão 2010/2011, injetando na economia local pelo menos R$ 532 milhões. O balanço refere-se

Leia mais

Emissão de Notas Fiscais com Produtos ST. Manual desenvolvido para Célula de Materiais Equipe Avanço Informática

Emissão de Notas Fiscais com Produtos ST. Manual desenvolvido para Célula de Materiais Equipe Avanço Informática Emissão de Notas Fiscais com Produtos ST Manual desenvolvido para Célula de Materiais Equipe Avanço Informática 1 Abaixo mostraremos exemplos de Emissões de Notas Fiscais com Itens ST para dentro do Estado

Leia mais

Case Royal Caribbean 2013

Case Royal Caribbean 2013 Case Royal Caribbean Epigram & Royal Caribbean A Royal Caribbean Cruise Lines é a maior empresa de cruzeiros do planeta, com uma frota de 39 navios e uma capacidade total e aproximadamente 78.650 de passageiros.

Leia mais

LOGARITMOS E A UNIDADE bel [1]

LOGARITMOS E A UNIDADE bel [1] 4/0/05 UNIVESIDADE TENOÓGIA FEDEA DO PAANÁ DEPATAMENTO AADÊMIO DE EETOTÉNIA EETÔNIA - ET74 -- Profª Elisabete N Moraes AUA 7 NOÇÕES SOBE FITOS ATIVOS Em 5 de fevereiro de 05. 5-Fev-5 OGAITMOS E A UNIDADE

Leia mais

Strain Gages e Pontes de Wheatstone. Disciplina de Instrumentação e Medição Prof. Felipe Dalla Vecchia e Filipi Vianna

Strain Gages e Pontes de Wheatstone. Disciplina de Instrumentação e Medição Prof. Felipe Dalla Vecchia e Filipi Vianna Strain Gages e Pontes de Wheatstone Disciplina de Instrumentação e Medição Prof. Felipe Dalla Vecchia e Filipi Vianna Referência Aula baseada no material dos livros: - Instrumentação e Fundamentos de Medidas

Leia mais

CST ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS - MADRUGADA / HORÁRIO - 06h

CST ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS - MADRUGADA / HORÁRIO - 06h CST ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE - MADRUGADA / HORÁRIO - 06h Série Turma QUARTA QUINTA SEXTA SEGUNDA TERÇA QUARTA 28/5/2014 29/5/2014 30/5/2014 2/6/2014 3/6/2014 4/6/2014 1ª A 2ª A 3ª A Sala B 102 B 102

Leia mais

Brasil: PIB por setor 4 : Agricult ura: 5,7%;

Brasil: PIB por setor 4 : Agricult ura: 5,7%; CANADÁ Canadá: Capital: Ottawa População 1 : 34,7 milhões de habitantes PIB (2013) 2 : US$ 1,8 3 trilhões PIB per capita (2013) 2 : US$ 51.989 PIB por setor 3 : Agricultura: 1,7% Indú stria: 28,4% Servi

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO IFSC - Campus São José. CST em Telecomunicações ELETRÔNICA DIGITAL CONTADORES. Marcos Moecke

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO IFSC - Campus São José. CST em Telecomunicações ELETRÔNICA DIGITAL CONTADORES. Marcos Moecke MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO IFSC - Campus São José CST em Telecomunicações ELETRÔNICA DIGITAL CONTADORES Marcos Moecke São José - SC, 29 SUMÁRIO 5. CONTADORES... 5. CONTADORES ASSÍNCRONOS 5. C 5.2 C ASSÍNCRONOS......

Leia mais

SEL-387A TABELA DE WORDBITS

SEL-387A TABELA DE WORDBITS SEL-387A TABELA DE WORDBITS Linha RWB Descrição 0 EN TRIP INST 87-1 87-2 87-3 LED frontal: ativado quando o relé não apresenta alguma falha interna. LED frontal: ativado quando ocorre trip por atuação

Leia mais

O MAR E A ENGENHARIA COMO PILARES DO DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES

O MAR E A ENGENHARIA COMO PILARES DO DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Os números do Turismo de Cruzeiros nos Açores Comportamento do Turismo de Cruzeiros em Portugal Principais Tendências do Turismo de Cruzeiros ao Nível Internacional O potencial de desenvolvimento do sector

Leia mais

Gerenciamento de custos. Marcelo Sakamori

Gerenciamento de custos. Marcelo Sakamori Gerenciamento de custos Marcelo Sakamori Quais são as maiores falhas que ocorrem em um projeto? Gerenciamento de custos Gerenciamento de custos Porque o gerenciamento de custos é importante? Gerenciamento

Leia mais

CONSULTAR E RESERVAR ONLINE

CONSULTAR E RESERVAR ONLINE CONSULTAR E RESERVAR ONLINE COMO RESERVAR ONLINE Para a Royal Caribbean International, a razão do nosso sucesso, são todos os nossos parceiros. Estamos sempre disponíveis para facilitar os seus negócios

Leia mais

Meia Maratona Asics Golden 4 Brasília 2011 Mapa do Percurso

Meia Maratona Asics Golden 4 Brasília 2011 Mapa do Percurso Meia Maratona Asics Golden 4 Brasília 2011 Mapa do Percurso km Prova: Meia Maratona Asics Golden 4 - Etapa Brasília 2011 Data da Prova: 06.11.2011 Data da Medição: 01.06.2011 0 Pça. do Cruzeiro. Via S1

Leia mais

ELETRÔNICA DIGITAL. Funções Lógicas Circuito Integrado. Prof.: Michael. 1 Prof. Michael

ELETRÔNICA DIGITAL. Funções Lógicas Circuito Integrado. Prof.: Michael. 1 Prof. Michael ELETRÔNICA DIGITAL Funções Lógicas Circuito Integrado Prof.: Michael 1 Considerações iniciais Circuito elétrico Bateria Bat Chave A Lâmpada L FUNÇÕES LÓGICAS Nível lógico 1 Nível lógico 0 2 TABELA VERDADE:

Leia mais

CURSOS DE GRADUAÇÃO - SITUAÇÃO LEGAL. Arquitetura e Urbanismo 4 Reconhecido pela Portaria 215, publicada em 06/11/2012.

CURSOS DE GRADUAÇÃO - SITUAÇÃO LEGAL. Arquitetura e Urbanismo 4 Reconhecido pela Portaria 215, publicada em 06/11/2012. DE GRADUAÇÃO - SITUAÇÃO LEGAL Administração s Avaliação MEC Amparo Legal Renovado o reconhecimento por 5 anos pela Port. N.º 819 publicada em 02/05/2001. Renovado Reconhecimento pela Port. Nº 477, publicada

Leia mais

Valor de Mercado dos Times que disputam o Brasileirão - Série A

Valor de Mercado dos Times que disputam o Brasileirão - Série A Sportmetric Valor de Mercado dos Times que disputam o Brasileirão - Série A PLURI Consultoria São Paulo - Brasil Twitter: @pluriconsult www.facebook/pluriconsultoria Estimamos o valor total dos elencos

Leia mais

Escola Superior de Tecnologias Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento de Aplicações Web 2015/16-1º semestre

Escola Superior de Tecnologias Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento de Aplicações Web 2015/16-1º semestre Escola Superior de Tecnologias Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento de Web 2015/16-1º semestre Semana de 19 a 23 de outubro 2015 2ª Feira 3ª Feira 4ª Feira Semana de 26 a 30 de outubro

Leia mais

SÉRIE-TRH E SÉRIE-MR MINIATURA

SÉRIE-TRH E SÉRIE-MR MINIATURA GUIAS LINEARES SÉRIE-TRH E SÉRIE-MR MINIATURA. PRECISÃO. BAIXO ATRITO. FÁCIL INSTALAÇÃO. ALTA CAPACIDADE DE CARGA 25 ANOS Certi cados ISO9001:08 Taiwam Medalha de Ouro Qualidade Product Award AFAQ ISO_9001

Leia mais

DISTRIBUIDOR - REPRESENTANTE SELCON SISTEMAS ELETRÔNICOS DE CONTROLE LTDA.

DISTRIBUIDOR - REPRESENTANTE SELCON SISTEMAS ELETRÔNICOS DE CONTROLE LTDA. PRODUTO: CHM-E-I-1 FOLHA TÉCNICA 1/7 1. CERTIFICAÇÕES DA SELCON 2. APLICAÇÃO O relé CHM-E é um detector de presença de chama recomendado para queimadores a gás de uso industrial ou comercial com ciclo

Leia mais

PROCEDIMENTOS / DOCUMENTAÇÃO. Fazendo a diferença para sempre fazer melhor!

PROCEDIMENTOS / DOCUMENTAÇÃO. Fazendo a diferença para sempre fazer melhor! PROCEDIMENTOS / DOCUMENTAÇÃO Fazendo a diferença para sempre fazer melhor! Documentação Descarga Importação 1 Presença de carga Presença de carga automática para B/L master com destino final Itapoá no

Leia mais

Art. 3 Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Sala das Sessões, em 11 de abril de 2011.

Art. 3 Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Sala das Sessões, em 11 de abril de 2011. PROJETO DE LEI N 11/2011 DISPÕE SOBRE A DOAÇÃO DE MUDAS DE ÁRVORES NATIVAS A CADA BEBÉ NASCIDO NO HOSPITAL DE BIGUAÇU. Autor: Douglas Borba Art. 1 - A Prefeitura Municipal de Biguaçu doará, através da

Leia mais

Calendário de Avaliação 2013

Calendário de Avaliação 2013 Calendário de Avaliação 2013 CALENDÁRIO DE PROVAS 2º SEMESTRE DE 2013 Avaliações dos Módulos Regulares e Dependência- Alunos Agosto 26 Início do período de realização das avaliações eletrônicas. Setembro

Leia mais

LOCALIZAÇÃO GEOGRAFICA PRIVILEGIADA

LOCALIZAÇÃO GEOGRAFICA PRIVILEGIADA TURISMO DE CRUZEIRO CABO VERDE E O TURISMO DE CRUZEIRO POTENCIAL INTERNO LOCALIZAÇÃO GEOGRAFICA PRIVILEGIADA 4 A Diversidade das Ilhas. ILHA DE S.VICENTE ATRATIVOS Monumentos Forte tradição cultural Musica

Leia mais

GUERRA FISCAL - Impactos da Resolução SF 13/2012

GUERRA FISCAL - Impactos da Resolução SF 13/2012 GUERRA FISCAL - Impactos da Resolução SF 13/2012 BRITCHAM 26 de março de 2013 I. Resolução SF nº. 13/2012 Intenção de eliminar a Guerra dos Portos Reduz as possibilidades de desoneração do ICMS nos Estados

Leia mais

Procedimentos - Documentação. Fazendo a diferença para sempre fazer melhor.

Procedimentos - Documentação. Fazendo a diferença para sempre fazer melhor. Procedimentos - Documentação Fazendo a diferença para sempre fazer melhor. Documentação Descarga Importação 1. Presença de carga: Presença de carga automática para B/L master com destino final Itapoá no

Leia mais

RECURSOS HUMANOS ANÁLISE DO FLUXO DE TRABALHO

RECURSOS HUMANOS ANÁLISE DO FLUXO DE TRABALHO RECURSOS HUMANOS Intduçã Cncits dfiniçã Digms d flux d pcsss Gáfics d flux d pcsss Estud d cs: DDT d FPFutbl Intduçã Cncits dfiniçã Digms d flux d pcsss Gáfics d flux d pcsss Estud d cs: DDT d FPFutbl

Leia mais

CLUBE UNIÃO MICAELENSE

CLUBE UNIÃO MICAELENSE CLUBE UNIÃO MICAELENSE Hóquei em Patins - 2008/2009 Campeonato Nacional da 1ª Divisão 1ª Fase TODAS AS JORNADAS 1ª VOLTA 2ª VOLTA 1ª DIVISÃO - 1ª Jornada 4 de Outubro de 2008 UD Oliveirense 18:00 SL Benfica

Leia mais

MAPEAMENTO DE SALAS 2016.1

MAPEAMENTO DE SALAS 2016.1 EDUCAÇÃO FISICA Noturno- LICENCIATURA 2º Semestre 50 50 12 CI 50 48 24 3º Semestre 50 50 50 50 50 50 4º Semestre 46 48 46 35 46 46 5º Semestre 35 35 35 47 47 21 CI 6º Semestre 18 47 10 47 47 22 CI EDUCAÇÃO

Leia mais

Pacote Brasil - 15/16 Q3 1.4 150cv TFSI Attraction (8UGAKX)

Pacote Brasil - 15/16 Q3 1.4 150cv TFSI Attraction (8UGAKX) Q3 1.4 150cv TFSI Attraction (8UGAKX) 5MA Acabamento interno monometálico 4X3 Airbag frontal, lateral dianteiro e de cabeça KH6 Ar condicionado 9P3 Cintos de segurança com sensor de afivelamento 3SB Bancos

Leia mais

CÁLCULOS DE SHUNTS CARDÍACOS E MENSURAÇÃO DE ÁREA VALVAR

CÁLCULOS DE SHUNTS CARDÍACOS E MENSURAÇÃO DE ÁREA VALVAR CÁLCULOS DE SHUNTS CARDÍACOS E MENSURAÇÃO DE ÁREA VALVAR Curso Anual de Revisão em Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista SBHCI 2010 SALVADOR ANDRÉ B. CRISTÓVÃO BP-SP SHUNTS CARDÍACOS Desaturação

Leia mais

Eberhardt Comércio e Assist. Técnica. Ltda.

Eberhardt Comércio e Assist. Técnica. Ltda. Rua das Cerejeiras, 80 Ressacada CEP 88307-330 Itajaí SC Indicador Universal i304 Fone/Fax: (47) 3349 6850 Email: vendas@ecr-sc.com.br O indicador microprocessado I304 possui opções de entrada configurável

Leia mais

Etapa Microrregional SRE Ouro Preto Sede: Ouro Preto

Etapa Microrregional SRE Ouro Preto Sede: Ouro Preto Etapa Microrregional SRE Sede: Boletim 4 13/5/2015 Boletim 4 Etapa Microrregional SRE:. Sede:. Período: 11 a 13 de maio. 1 - Resultados dos Jogos Realizados: Programação de Jogos Dia: 13 de maio de 2015

Leia mais

Na rota dos cruzeiros Brasil entra definitivamente na rota dos navios de turismo e estimula investimentos em portos turísticos

Na rota dos cruzeiros Brasil entra definitivamente na rota dos navios de turismo e estimula investimentos em portos turísticos PUBLICAÇÃO TRIMESTRAL DO GRUPO BRASIL DE EMPRESAS DE CONTABILIDADE OUTUBRO/NOVEMBRO/DEZEMBRO/2009 ANO 4 - N O 14 Na rota dos cruzeiros Brasil entra definitivamente na rota dos navios de turismo e estimula

Leia mais

Campanhas Junho ROYAL CARIBBEAN INTERNATIONAL. EUROPA 50% Desconto no 2º passageiro, em todas as categorias

Campanhas Junho ROYAL CARIBBEAN INTERNATIONAL. EUROPA 50% Desconto no 2º passageiro, em todas as categorias s Junho ROYAL CARIBBEAN INTERNATIONAL Desconto 50% NAVIOS/CRUZEIROS PERIODO RESERVA PERIODO VIAGEM 1 2 TODOS os CRUZEIROS com mais de 5 noites (exceto China e o navio Anthem of the Seas ) 1 a 30 Junho

Leia mais

Pacote Brasil - 15/15 A3 Sportback 1.4 TFSI (8VAABG + PX4)

Pacote Brasil - 15/15 A3 Sportback 1.4 TFSI (8VAABG + PX4) A3 Sportback 1.4 TFSI (8VAABG + PX4) 2PG Volante em design 4 raios 6FA Capa do espelho retrovisor externo na cor do veículo 8RM Alto falantes 6XC Espelhos retrovisores ext. eletricamente ajustáveis I8D

Leia mais

REQUISITOS DE COMISSIONAMENTO. O Programa de Atuações deverá conter no mínimo as seguintes verificações, onde aplicável:

REQUISITOS DE COMISSIONAMENTO. O Programa de Atuações deverá conter no mínimo as seguintes verificações, onde aplicável: REQUISITOS DE COMISSIONAMENTO Deverá ser elaborado um Programa de Atuações para o comissionamento das subestações que será aprovado pela Cemig. O Programa de Atuações deverá conter no mínimo as seguintes

Leia mais

ROYAL CARIBBEAN CARIBE

ROYAL CARIBBEAN CARIBE R ROYAL CARIBBEAN CARIBE 2015-2016 AF-148x210-815438-FS-Royal-Itinerario-Royal_2tiragem.indd 1 Conheça uma das Classes de Navio mais inovadoras do Mundo Oasis of the Seas AF-148x210-815438-FS-Royal-Itinerario-Royal_2tiragem.indd

Leia mais

Resolução feita pelo Intergraus! Módulo Objetivo - Matemática FGV 2010/1-13.12.2009

Resolução feita pelo Intergraus! Módulo Objetivo - Matemática FGV 2010/1-13.12.2009 FGV 010/1-13.1.009 VESTIBULAR FGV 010 DEZEMBRO 009 MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A PROVA DE MATEMÁTICA QUESTÃO 1 (Prova: Tipo B Resposta E; Tipo C Resposta C; Tipo D Resposta A) O gráfico abaio fornece o

Leia mais

Roteiro para usar Sped no JB Cepil

Roteiro para usar Sped no JB Cepil Roteiro para usar Sped no JB Cepil Este roteiro tem o objetivo orientar os passos básicos dentro do sistema JB Cepil, para preparar o sistema e as informações para a correta geração do arquivo magnético

Leia mais

Versão 2. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

Versão 2. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Teste Intermédio de Física e Química A Versão Teste Intermédio Física e Química A Versão Duração do Teste: 90 minutos 30.05.01 10.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/004, de 6 de março Na folha de

Leia mais

n o m urd ne Hel e n o mis

n o m urd ne Hel e n o mis Em nosso cotidiano existem infinitas tarefas que uma criança autista não é capaz de realizar sozinha, mas irá torna-se capaz de realizar qualquer atividade, se alguém lhe der instruções, fizer uma demonstração

Leia mais

Superficie Externa. Cor. 25-50 - 100 metros. Lance. -20º à + 60º. Temperatura

Superficie Externa. Cor. 25-50 - 100 metros. Lance. -20º à + 60º. Temperatura SERINGA DUPLA DESIGUAL EM POLIURETANO 1 VIA (NEW-ODONTO-02) poliuretano atóxico, atendendo as especificações quanto a alta resistência mecânica, química, que é comprovadamente garantida nas especificações

Leia mais

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS FILTROS ATIVOS INTRODUÇÃO Circuitos importantes em sistemas de comunicação e instrumentação; Área vasta da eletrônica conceitos fundamentais; Conjunto de modelos de filtros e métodos de projetos; CARACTERÍSTICAS

Leia mais

Excursão terrestre por Lisboa: Excursão Turística em ônibus panorâmico por Lisboa

Excursão terrestre por Lisboa: Excursão Turística em ônibus panorâmico por Lisboa Excursão terrestre por Lisboa: Excursão Turística em ônibus panorâmico por Lisboa Operador: Viator Inc Dias de Saída na Semana Moeda: US$ Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom Dias Limite para Venda: 3 X X X X X

Leia mais

Como utilizar o cadastro de Tributos de Mercadorias (NCM) Sumário

Como utilizar o cadastro de Tributos de Mercadorias (NCM) Sumário Como utilizar o cadastro de Tributos de Mercadorias (NCM) Sumário Como utilizar o cadastro de Tributos de Mercadorias (NCM)... 1 O que é o cadastro de Tributos de Mercadorias?... 2 O que é Tributação Padrão?...

Leia mais

Questionário sobre o Ensino de Leitura

Questionário sobre o Ensino de Leitura ANEXO 1 Questionário sobre o Ensino de Leitura 1. Sexo Masculino Feminino 2. Idade 3. Profissão 4. Ao trabalhar a leitura é melhor primeiro ensinar os fonemas (vogais, consoantes e ditongos), depois as

Leia mais

CLP - IHM. Solução Completa em Automação. Controladores Lógicos Programáveis - Interfaces Homem Máquina

CLP - IHM. Solução Completa em Automação. Controladores Lógicos Programáveis - Interfaces Homem Máquina Solução Completa em Automação CLP IHM Controladores Lógicos Programáveis Interfaces Homem Máquina Software de programação GRATUITO para toda linha + de 80 protocolos diferentes entre 30 fabricantes mundiais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA INF01118 - Técnicas Digitais para Computação

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA INF01118 - Técnicas Digitais para Computação UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA INF01118 - Técnicas Digitais para Computação Prof. Fernanda Gusmão de Lima Kastensmidt (turmas DEF) Exercícios Área 2 Lembre-se que o

Leia mais

Capitulo 3 - Amplificador Operacional

Capitulo 3 - Amplificador Operacional Capitulo 3 - Amplificador Operacional 1 3.1 Conceito amplificador CC multiestágio, com entrada diferencial operações matemáticas como soma, integrações, etc 3.2 Principais Características a) Resistência

Leia mais

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( 0 4 8 ) 3 2 4 7-0 0 0 1

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( 0 4 8 ) 3 2 4 7-0 0 0 1 INFORMATIVO EFPH [Escrita Fiscal] - N. º 004 DE 21/02/2008. NOVA VERSÃO EFPH WINDOWS 7.82 Obs: Quem já atualizou a versão 7.814 deverá seguir os mesmos procedimentos para esta versão. Procedimentos OBRIGATÓRIOS:

Leia mais

Estudos Técnicos de Componentes e Periféricos (ETCP) Prof. Mauricio ETCP

Estudos Técnicos de Componentes e Periféricos (ETCP) Prof. Mauricio ETCP FTEP Estudos Técnicos de Componentes e Periféricos () Prof. Mauricio Portas Lógicas História: Em 854, o matemático britânico George oole (85-864), através da obra intitulada n Investigation of the Laws

Leia mais

ECF (Emissor de Cupom Fiscal) - No ECF a situação tributária é representada da seguinte forma:

ECF (Emissor de Cupom Fiscal) - No ECF a situação tributária é representada da seguinte forma: O CST do ICMS é utilizado na Nota Fiscal, Sintegra e SPED. Ele é composto por 3 números onde o primeiro número indica a origem da mercadoria e os números seguintes a forma de tributação: Origem 0 - Nacional,

Leia mais

SISTEMAS DIGITAIS CIRCUITOS COMBINATÓRIOS TÍPICOS

SISTEMAS DIGITAIS CIRCUITOS COMBINATÓRIOS TÍPICOS CIRCUITOS COMBINATÓRIOS TÍPICOS Setembro de CIRCUITOS COMBINATÓRIOS TÍPICOS - SUMÁRIO: DESCODIFICADORES CODIFICADORES MULTIPLEXERS DEMULTIPLEXERS SOMADORES / SUBTRACTORES COMPARADORES Setembro de CIRCUITOS

Leia mais

Manual sobre Documentação e Check-in

Manual sobre Documentação e Check-in Manual sobre Documentação e Check-in Documentação - Brasil CRUZEIROS NACIONAIS (ROTEIROS EXCLUSIVAMENTE BRASILEIROS) Brasileiros Adultos: Carteira de Identidade (RG) emitida pela secretaria de segurança

Leia mais

Cada fabricante disponibiliza as especificações técnicas e funcionais dos CI s ( data sheets / data book ).

Cada fabricante disponibiliza as especificações técnicas e funcionais dos CI s ( data sheets / data book ). ESTV-ESI-Sistemas Digitais-Circuitos Integrados 1/16 Circuitos Integrados Um pouco de história... Existem varias maneiras de projectar dispositivos electrónicos lógicos. No anos 30, os laboratórios da

Leia mais

Processo de Check-In online para o Quantum of the Seas

Processo de Check-In online para o Quantum of the Seas Processo de Check-In online para o Quantum of the Seas Este documento proporciona uma visão geral do que os hóspedes verão quando acessam o sistema de Check-in Online para cruzeiros a bordo do Quantum

Leia mais

SVL488 Válvula de Segurança em Aço Inoxidável para Aplicações em Vapor Limpo

SVL488 Válvula de Segurança em Aço Inoxidável para Aplicações em Vapor Limpo Página 1 de 5 BR Rev.00 Válvula de Segurança em Aço Inoxidável para Aplicações em Vapor Limpo Descrição A é uma válvula de segurança em aço inoxidável, com aprovação TÜV adequada para aplicações com vapor,

Leia mais

Instruções para a realização dos trabalhos práticos

Instruções para a realização dos trabalhos práticos Instruções para a realização dos trabalhos práticos 1- Material e instruções para montagem Circuitos integrados ESTV-ESI-Sistemas Digitais-Instruções para os Trabalhos Práticos 1/7 Os circuitos integrados

Leia mais

Seminário Anual. Inovação em Portugal: Cooperar para Competir AGENDA. 23.11.2006. Auditório da Ordem dos Engenheiros *

Seminário Anual. Inovação em Portugal: Cooperar para Competir AGENDA. 23.11.2006. Auditório da Ordem dos Engenheiros * Inovação em Portugal: Cooperar para Competir AGENDA 9h 9h30 Recepção dos participantes Abertura Eng.º A. J. Simões Monteiro, Presidente da itsmf Portugal Eng.º Pedro Veiga, Presidente do Colégio Nacional

Leia mais

Fazendo a diferença para sempre fazer melhor

Fazendo a diferença para sempre fazer melhor Fazendo a diferença para sempre fazer melhor Acionistas 60% 40% Portinvest 70% 30% Diretoria Presidente - CEO Patrício Júnior Diretor de Operações Márcio Guiot Diretor Comercial Marcus Harwardt Diretor

Leia mais

Estado do Rio de Janeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE CANTAGALO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

Estado do Rio de Janeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE CANTAGALO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL EDITAL TOMADA DE PREÇOS Nº 000002/2015 E&L Compras, Licitações e Contratos 1 "DOE ORGÃOS, DOE SANGUE, DOE VIDA" E&L Compras, Licitações e Contratos 2 "DOE ORGÃOS, DOE SANGUE, DOE VIDA" E&L Compras,

Leia mais

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.)

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.) 32988 Quarta-feira 22 DIÁRIO DO SENADO FEDERAL Ou tu bro de 2003 Art. 3º O Gru po Parlamentar reger-se-á pelo seu regulamento in ter no ou, na falta deste, pela decisão da ma i o ria absoluta de seus mem

Leia mais

GUIA PRÁTICO ACORDO DE SEGURANÇA SOCIAL ENTRE PORTUGAL E O BRASIL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO ACORDO DE SEGURANÇA SOCIAL ENTRE PORTUGAL E O BRASIL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO ACORDO DE SEGURANÇA SOCIAL ENTRE PORTUGAL E O BRASIL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Acordo de Segurança Social entre Portugal e o Brasil (N58 v1.1) PROPRIEDADE

Leia mais

Projeto de Redes Metálicas e Ópticas

Projeto de Redes Metálicas e Ópticas Projeto de Redes Metálicas e Ópticas Aluno 1 Aluno 2 Aluno 3 São José, mês e ano Simbologia Figura 1 descrição do símbolo 1 Figura 2 descrição do símbolo 2 Simbologia Pág. 1 Diagrama de Distribuição 6

Leia mais

De ponta a ponta com você.

De ponta a ponta com você. R De ponta a ponta com você. R CABOS COAXIAIS, PARES TRANÇADOS E ACESSÓRIOS Os cabos especiais da RFS (coaxiais e pares trançados) são reconhecidos pelo mercado como sinônimo de qualidade e confiabilidade.

Leia mais

Medicina. Prova Discursiva. Caderno de Prova. Instruções. Informações Gerais. Boa prova! 16/12/2012

Medicina. Prova Discursiva. Caderno de Prova. Instruções. Informações Gerais. Boa prova! 16/12/2012 Prova Discursiva Medicina 16/12/2012 Caderno de Prova Este caderno, com 16 páginas numeradas sequencialmente, contém 5 questões de Biologia e 5 questões de Química. A Classificação Periódica dos Elementos

Leia mais

d Rd he Rd Rd oracdc oraocd Rd Tabela 1: Indicador Variável p R R 2 B Flexibilização curricular para os alunos com dificuldades Mecanismos recuperação dos alunos com dificuldades oroegsor Tabela 2: Indicador

Leia mais

DISPOSITIVOS ESPECIAIS

DISPOSITIVOS ESPECIAIS DISPOSITIVOS ESPECIAIS 1 DISPOSITIVOS ESPECIAIS BUFFERS/DRIVERS TRI-STATE PORTAS EXPANSÍVEIS/EXPANSORAS SCHMITT - TRIGGER OBJETIVOS: a) Entender o funcionamento de dispositivos lógicos especiais como:

Leia mais

Avaliação da data de execução 33% Semestral

Avaliação da data de execução 33% Semestral Recursos Qualidade Eficiência Eficácia Ministério da Saúde Administração Central do Sistema de Saúde, IP Missão: Administrar os recursos humanos, financeiros, instalações e equipamentos, sistemas e tecnologias

Leia mais

RESENHA - UMA ANÁLISE DO MERCADO MUNDIAL E BRASILEIRO DE CRUZEIROS MARÍTIMOS - EVOLUÇÃO, EXPANSÃO E PREVISÃO NO BRASIL E NO MUNDO

RESENHA - UMA ANÁLISE DO MERCADO MUNDIAL E BRASILEIRO DE CRUZEIROS MARÍTIMOS - EVOLUÇÃO, EXPANSÃO E PREVISÃO NO BRASIL E NO MUNDO RESENHA - UMA ANÁLISE DO MERCADO MUNDIAL E BRASILEIRO DE CRUZEIROS MARÍTIMOS - EVOLUÇÃO, EXPANSÃO E PREVISÃO NO BRASIL E NO MUNDO Léo Tadeu Robles Professor do Programa de Mestrado em Gestão de Negócios

Leia mais

Modelagem no Domínio da Frequência. Carlos Alexandre Mello. Carlos Alexandre Mello cabm@cin.ufpe.br 1

Modelagem no Domínio da Frequência. Carlos Alexandre Mello. Carlos Alexandre Mello cabm@cin.ufpe.br 1 Modelagem no Domínio da Frequência Carlos Alexandre Mello 1 Transformada de Laplace O que são Transformadas? Quais as mais comuns: Laplace Fourier Cosseno Wavelet... 2 Transformada de Laplace A transf.

Leia mais

ESTUDO DE IMPLEMENTAÇÃO DA CONTA SATÉLITE DO TURISMO NA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA

ESTUDO DE IMPLEMENTAÇÃO DA CONTA SATÉLITE DO TURISMO NA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA ESTUDO DE IMPLEMENTAÇÃO DA CONTA SATÉLITE DO TURISMO NA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA PROJECTO SICER-MAC SISTEMA DE CONTAS ECONÓMICAS REGIONAIS DA MACARONÉSIA CONTA SATÉLITE DO TURISMO DA RA MADEIRA (CST-M)

Leia mais

ELT601 Eletrônica Digital II

ELT601 Eletrônica Digital II Graduação em Engenharia Eletrônica Universidade Federal de Itajubá IESTI Famílias lógicas Prof. Rodrigo de Paula Rodrigues Famílias lógicas Contexto Eletrônica Digital Dialeto digital Álgebra Booleana

Leia mais

Classificação Periódica dos Elementos

Classificação Periódica dos Elementos Classificação Periódica dos Elementos 1 2 3 1 Massa atômica relativa. A incerteza no último dígito é 1, exceto quando indicado entre parênteses. Os valores com * referemse Número Atômico 18 ao isótopo

Leia mais

HARTING News. Fevereiro 2006. Introdução

HARTING News. Fevereiro 2006. Introdução Fevereiro 2006 Neste número: - Switches Ethernet IP30 - Switches para rack de 19 - Outlets metálicos e plásticos - Isolante Han 3A SC - Conectores RJ Industrial Introdução: Para ampliar a gama de soluções

Leia mais

ORADORES. 25 junho 2014 CCB BOAS VINDAS 09:20 CLOUD: DO POTENCIAL À REALIDADE 09:30 CLOUD: DESAFIOS LEGAIS E REGULATÓRIOS 09:50

ORADORES. 25 junho 2014 CCB BOAS VINDAS 09:20 CLOUD: DO POTENCIAL À REALIDADE 09:30 CLOUD: DESAFIOS LEGAIS E REGULATÓRIOS 09:50 ORADORES 25 junho 2014 CCB BOAS VINDAS 09:20 ROGÉRIO CARAPUÇA É Presidente da APDC desde Janeiro de 2013 e Presidente do Conselho de Administração da Novabase desde 1998. Entre 1998 e 2009, acumulou as

Leia mais

OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTOS NO SETOR PORTUÁRIO TERMINAIS PORTUÁRIOS DE PASSAGEIROS

OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTOS NO SETOR PORTUÁRIO TERMINAIS PORTUÁRIOS DE PASSAGEIROS OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTOS NO SETOR PORTUÁRIO TERMINAIS PORTUÁRIOS DE PASSAGEIROS TIAGO PEREIRA LIMA Diretor da ANTAQ Rio de Janeiro, 22 de junho de 2010 Clique para editar o estilo do subtítulo mestre

Leia mais

Usando o Nmap. A instalação do Nmap é bem simples. Após obter o código fonte execute os comandos abaixo: tar xjvpf nmap-3.48.tar.bz2 cd nmap-3.

Usando o Nmap. A instalação do Nmap é bem simples. Após obter o código fonte execute os comandos abaixo: tar xjvpf nmap-3.48.tar.bz2 cd nmap-3. Usando o Nmap Este artigo irá explicar como instalar e utilizar algumas funções do Nmap. Todos os comandos foram testados com a versão 3.48 do Nmap. É bem provável que alguns comandos não funcionem em

Leia mais

EXPERIÊNCIA 2 PORTAS LÓGICAS BÁSICAS E UNIVERSAIS

EXPERIÊNCIA 2 PORTAS LÓGICAS BÁSICAS E UNIVERSAIS MEC UTFPR-CT DAELT CURSO: ENGENHARIA INDUSTRIAL ELÉTRICA DISCIPLINA: ELETRÔNICA DIGITAL PROF.: EXPERIÊNCIA 2 PORTAS LÓGICAS BÁSICAS E UNIVERSAIS DATA REALIZAÇÃO: DATA ENTREGA: ALUNOS: 1. Introdução 1.1

Leia mais

ENGENHARIA E PROJETOS ELÉTRICOS LTDA

ENGENHARIA E PROJETOS ELÉTRICOS LTDA APRESENTAÇÃO As especificações contidas neste memorial são referentes às instalações de cabeamento estruturado do prédio sede do Tribunal Regional do Trabalho 12ª Região TRT, localizado na Av. Jorn.Rubens

Leia mais

Limites: 0,2VA máx. por entrada (sinais de corrente e tensão), 3 VA máx. na alimentação auxiliar.

Limites: 0,2VA máx. por entrada (sinais de corrente e tensão), 3 VA máx. na alimentação auxiliar. Introdução Analisador de Potência Microprocessado Samrello, com 4 linhas de display led alto brilho que mostram as fases e os parâmetros do sistema ao mesmo tempo. Medição True RMS, proteção de senha,

Leia mais

PROCESSO DE OPERAÇÃO Nº TF-00001 REV 01 PORTO DO AÇU FOLHA: 1 DE 5

PROCESSO DE OPERAÇÃO Nº TF-00001 REV 01 PORTO DO AÇU FOLHA: 1 DE 5 PROCESSO DE OPERAÇÃO Nº TF-00001 REV 01 SET-15 PORTO DO AÇU FOLHA: 1 DE 5 ÁREA: OPERAÇÃO GERAL TARIFAS PORTUÁRIAS DO AÇU - TERMINAL 2 (T2) ÍNDICE DE REVISÕES REV DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS 01 INCLUÍDA

Leia mais