DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL NO BRASIL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL NO BRASIL"

Transcrição

1 DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL NO BRASIL Maria Cecília Bonato Brandalize Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curso de Engenharia Civil Rua Imaculada Conceição, Curitiba - Paraná Resumo: O presente documento apresenta a distribuição geográfica dos cursos de graduação e dos cursos e programas de pós-graduação em engenharia civil existentes no Brasil, bem como, procura analisar, em função desta distribuição, as regiões brasileiras onde se concentra a formação deste tipo de profissional e, por outro lado, onde há deficiências ou necessidades de formação e atuação do engenheiro civil. Tal análise, no entanto, só estará completa, quando for possível cruzar a distribuição espacial das instituições formadoras com outras informações importantes, tais como aquelas provenientes dos censos do IBGE. O documento apresenta ainda a distribuição geográfica das publicações científicas nacionais na referida área. Para tanto, foram realizadas consultas recentes à página do INEP e da CAPES na Internet e de lá foram retiradas e processadas todas as informações necessárias a este estudo preliminar. Palavras-chave: Distribuição Geográfica, Engenharia Civil, Graduação, Pós-Graduação 1 INTRODUÇÃO O presente documento é resultado de um trabalho de pesquisa que vem sendo realizado nos últimos dois anos e que tem o interesse de verificar o crescimento e a distribuição geográfica dos cursos de graduação em Engenharia Civil no Brasil. Uma vez verificada esta distribuição, surgiu também o interesse de verificar a distribuição geográfica dos cursos de pós-graduação (stricto sensu) na referida área do conhecimento com vistas a subsidiar um estudo sob a implantação futura de um Mestrado em Engenharia Civil na Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Como informações básicas para o referido estudo foram coletadas, junto ao sítio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP), informações sobre os cursos de graduação em Engenharia Civil cadastrados em todos os tipos de organização acadêmica (universidades, centros universitários, faculdades integradas, faculdade, instituto superior e centros de educação tecnológica) e categorias administrativas (pública e privada; federal, estadual e municipal) existentes no Brasil. Relativamente aos programas e cursos de pósgraduação, foram coletadas informações junto ao sítio da Coordenação de Aperfeiçoamento 2P26-1

2 de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Neste mesmo sítio foram ainda coletadas informações sobre os periódicos disponíveis para publicação na área de Engenharia Civil. Como resultado da pesquisa nos referidos sítios obteve-se um total, para a Engenharia Civil, de 189 cursos de graduação, 47 programas e cursos de pós-graduação e, 198 periódicos com texto completo disponíveis para consulta online, dos quais apenas 7 são nacionais. Com referência aos periódicos classificados pelo programa QUALIS da CAPES para a área de Engenharias I e na qual a Engenharia Civil está incluída (juntamente com a Engenharia de Estruturas, Engenharia Geotécnica, Engenharia de Recursos Hídricos, Engenharia Sanitária e Ambiental e Engenharia de Transportes), foram constatados 290 periódicos, sendo 120 classificados como de publicação nacional (embora 12 deles sejam efetivamente editados em outros países). 2 INFORMAÇÕES COLETADAS As informações coletadas no sítio do INEP foram, basicamente, o nome da instituição, endereço (rua, número, bairro, cidade, estado e cep), ano de implantação do curso de engenharia civil e carga horária e turno de funcionamento do curso de graduação. Por sua vez, as informações coletadas no sítio da CAPES foram, basicamente, o nome da instituição, endereço (rua, número, bairro, cidade, estado e cep), conceito do programa/curso e respectivas linhas de pesquisa. Relativamente aos periódicos nacionais qualificados pela CAPES, foram coletadas as seguintes informações: título do periódico, editor, endereço do editor (rua, número, bairro, cidade, estado e cep) e classificação do periódico pelo programa QUALIS da CAPES. Tais informações foram tabuladas utilizando o Microsoft Excel GEORREFERENCIAMENTO DAS INFORMAÇÕES COLETADAS O georreferenciamento das informações coletadas foi feito utilizando o software Autodesk Map 5 sobre a base de dados intitulada Malha Municipal Digital do Brasil (Situação 1991 e 1994), fornecida gratuitamente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE (1996), no padrão ArcView (formato SHP). A referida base de dados contém as seguintes informações: grade de coordenadas geográficas (latitude e longitude com espaçamento de cinco graus), limites físicos e nomes dos estados que compõem o território brasileiro; limites físicos e nomes dos municípios que compõem cada estado; localização geográfica da sede de cada município brasileiro. Para que esta base pudesse ser manipulada no Autodesk Map 5, o arquivo no formato SHP teve que ser transformado para o padrão DWG (próprio da Autodesk). 3.1 Georreferenciamento dos Cursos de Graduação em Engenharia Civil Sobre a referida base, portanto, foram identificados todos os municípios e as respectivas sedes onde estão em funcionamento, atualmente, os cursos de graduação em Engenharia Civil no Brasil. Posteriormente, realizou-se um trabalho de edição (bastante longo) desta base de dados e o respectivo georreferenciamento de cada instituição/curso pesquisado. Posteriormente ao georreferenciamento, a tabela com informações sobre cada curso de graduação, anteriormente elaborada no Microsoft Excel 2002, foi alterada para que constassem as seguintes informações: número seqüencial das instituições cadastradas (1 a 189); coordenadas geográficas (latitude e longitude) da sede do município onde o curso de graduação é ofertado; nome da sede do município; sigla do estado ao qual pertence; sigla da instituição onde é ofertado; ano de implantação do curso; número normal de semestres necessários à conclusão do curso; período de funcionamento (matutino, vespertino, integral e 2P26-2

3 noturno); carga horária; e número de vagas de cada turno (quando a instituição oferta mais de um para o mesmo curso). A figura a seguir apresenta o mapa georreferenciado do Brasil onde podem ser observadas as sedes dos municípios onde se localizam as instituições que ofertam cursos de graduação em Engenharia Civil. Figura 1 Distribuição Geográfica dos Cursos de Graduação em Engenharia Civil Como pode ser obervado, a oferta de cursos de graduação em Engenharia Civil está concentrada nos estados de São Paulo (58), Minas Gerais (21), Rio de Janeiro (19), Rio Grande do Sul (14), Paraná (11) e Santa Catarina (10), ou seja, nas regiões sul e sudeste do país. Relativamente ao número de vagas ofertadas, foi constatado que, atualmente, são ofertadas vagas para o turno diurno ou integral e vagas para o turno noturno, em todo o território nacional. Os estados que concentram o maior número de vagas na graduação são: São Paulo (5.190 diurno e noturno); Minas Gerais (1.600 diurno e 640 noturno); Rio de Janeiro (1.430 diurno e 320 noturno); Rio Grande do Sul (862 diurno e 155 noturno); Bahia (840 diurno e 270 noturno); Paraná (828 diurno e 188 noturno); e Santa Catarina (744 diurno e 100 noturno). As regiões, portanto, concentram o seguinte número de vagas: Sudeste (8.300 diurno e 2943 noturno); Sul (2.434 diurno e 443 noturno); Nordeste (2.390 diurno e 480 noturno); Norte (1068 diurno e 120 noturno); e Centro-Oeste (1.056 diurno e 50 noturno). Salienta-se que apenas o estado do Amapá não oferta o curso de Engenharia Civil em suas instituições de ensino superior. O gráfico a seguir ilustra a referida distribuição de vagas. 2P26-3

4 Figura 2 Distribuição das Vagas dos Cursos de Graduação em Engenharia Civil por Região do País Um estudo sobre a evolução da referida distribuição geográfica dos cursos de graduação em Engenharia Civil, em função do ano de implementação de cada curso, também foi realizado, resultando no conjunto de mapas a seguir. Figura 3 Cursos de Graduação em Engenharia Civil: 1800 a 1900 Figura 4 Cursos de Graduação em Engenharia Civil: 1901 a P26-4

5 Figura 5 Cursos de Graduação em Engenharia Civil: 1951 a 1970 Figura 6 Cursos de Graduação em Engenharia Civil: 1970 a 1991 Figura 7 Cursos de Graduação em Engenharia Civil: 1991 a 2006 Em 1900, segundo dados do Recenseamento realizado em 31/12/1900, a população brasileira consistia de habitantes. Dados do recenseamento de 01/08/2000 (último realizado pelo IBGE) revelam uma população de habitantes. Enquanto o crescimento da população, em 100 anos, atingiu uma taxa de 972.5%, o crescimento no número de vagas da graduação em Engenharia Civil atingiu, no mesmo período, uma taxa de %. Embora possa parecer positivo este crescimento de vagas (relativamente às necessidades de crescimento da indústria e ao desenvolvimento econômico nacional), a área das engenharias, produção e construção, apresentou, em 2002, um índice de concluintes inferior a 10% (IEL/NC, 2006). Este índice é função direta de dois fatores: inadimplência nas instituições privadas (atingindo índices médios de 20% em 2006) e evasão nas instituições públicas e privadas (atingindo índices médios de 50% nos dois primeiros anos do curso) e creditada, principalmente, à fragilidade da formação básica em matemática e às deficiências cumulativas no domínio do idioma pátrio (IEL/NC, 2006). Em relação às demais engenharias, no período , a engenharia civil apresentouse como a terceira categoria que mais cresceu em número de cursos, perdendo apenas para a Engenharia de Produção e Engenharia Elétrica. 2P26-5

6 3.2 Georreferenciamento dos Cursos de Pós-Graduação em Engenharia Civil Após o georreferenciamento dos cursos de graduação em Engenharia Civil em funcionamento no Brasil, realizou-se a identificação dos municípios e respectivas sedes onde se encontram em funcionamento os cursos de pós-graduação (stricto sensu) em Engenharia Civil. Mais uma vez, um trabalho de edição foi necessário a fim de que o georreferenciamento destas instituições pudesse ser feito. Posteriormente ao georreferenciamento, a tabela com informações sobre cada curso de pós-graduação, anteriormente elaborada no Microsoft Excel 2002, foi alterada para que constassem as seguintes informações: número seqüencial das instituições cadastradas (1 a 47); coordenadas geográficas (latitude e longitude) da sede do município onde o curso de pósgraduação é ofertado; nome da sede do município; sigla do estado ao qual pertence; sigla da instituição onde é ofertado; nome do curso ou programa; linhas de pesquisa; áreas de concentração; nível do curso ou programa (mestrado acadêmico, doutorado e mestrado profissional); e respectivo conceito na CAPES (3 a 7). A figura a seguir apresenta o mapa georreferenciado do Brasil onde podem ser observadas as sedes dos municípios onde se localizam as instituições que ofertam cursos de pós-graduação (stricto sensu) em Engenharia Civil. Figura 8 Distribuição Geográfica dos Cursos e Programas de Pós-Graduação em Engenharia Civil A oferta de cursos de pós-graduação (stricto sensu) em Engenharia Civil está concentrada nos estados de São Paulo (8), Minas Gerais (7), Rio de Janeiro (5), Rio Grande do Sul (5) e Paraná (5). Relativamente às áreas de concentração dos cursos pesquisados, foram constatados 13 cursos com área de concentração em Estruturas, 11 cursos com área de concentração em Geotecnia, 4 cursos com área de concentração em Recursos Hídricos, 3 cursos com área de 2P26-6

7 concentração em Engenharia Urbana, 3 cursos com área de concentração em Engenharia Hidráulica e 3 cursos com área de concentração em Construção Civil. Uma análise sobre a incidência das áreas de concentração dos cursos pesquisados nos estados possibilitou concluir que: a pesquisa na área de Estruturas concentra-se nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo; a pesquisa na área de Geotecnia concentra-se nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais; e, por fim, a pesquisa na área de Construção Civil concentra-se no estado de Santa Catarina. O gráfico a seguir ilustra esta análise. Figura 9 Incidência das Áreas de Concentração nos Estados Por sua vez, os cursos melhores avaliados pela CAPES (níveis 6 e 7) encontram-se nos estados do Rio de Janeiro (dois cursos), São Paulo (um curso), Rio Grande do Sul (um curso) e Distrito Federal (um curso). Ressalta-se que algumas das análises apresentadas acima podem não representar a realidade em função de que sete dos 47 programas e cursos de pós-graduação pesquisados não apresentavam informações sobre suas Linhas de Pesquisa ou Áreas de Concentração. 3.3 Georreferenciamento dos Periódicos Nacionais da Área das Engenharias I A última etapa do processo de georreferenciamento consistiu em identificar os municípios e respectivas sedes onde são produzidos ou editados os periódicos científicos nacionais em Engenharia Civil (segundo classificação apresentada pelo programa QUALIS da CAPES em 2006). Para tanto, uma tabela com informações relativas a cada periódico foi elaborada, contendo as seguintes informações: número seqüencial dos periódicos cadastrados (1 a 116); ISSN; título do periódico; nível de classificação pelo programa QUALIS da CAPES (A, B e C); tipo de circulação (internacional, nacional e local); área de avaliação (Engenharias I); endereço completo (quando disponível); e coordenadas geográficas da sede do município onde o periódico é editado. 2P26-7

8 A figura a seguir apresenta o mapa georreferenciado do Brasil onde podem ser observadas as sedes dos municípios onde se localizam as editoras dos periódicos cadastrados. Figura 10 Distribuição Geográfica dos Periódicos Científicos Publicados na Área de Engenharia Civil Mais uma vez, é possível observar que a edição de tais periódicos científicos está concentrada nos estados de São Paulo (42), Minas Gerais (14), Rio de Janeiro (12), Paraná (12) e Rio Grande do Sul (08) e isto se explica em função de que, grande parte destes periódicos científicos, tem sua edição vinculada a um ou mais programas e cursos de pósgraduação (stricto sensu). Relativamente à avaliação destes periódicos pelo programa QUALIS da CAPES e ao tipo de circulação, o gráfico a seguir ilustra a distribuição geral encontrada. 2P26-8

9 Figura 11 Avaliação dos Periódicos Científicos Publicados na Área de Engenharia Civil A seguir, o gráfico da distribuição de periódicos por estado, em função do número de periódicos e de sua classificação pelo QUALIS da CAPES (Internacional A: IA, Internacional B: IB, Internacional C: IC, Nacional A: NA, Nacional B: NB, Nacional C: NC, Local A: LA, Local B: LB e Local C: LC). A partir do gráfico, percebe-se que o estado de São Paulo concentra o maior número de periódicos classificados como NA, NB e NC. Porém, o único estado onde é editado periódico científico internacional na área é o Rio de Janeiro. Também é no estado do Rio de Janeiro que se encontram os dois únicos programas de pós-graduação em Engenharia Civil com nível 7 do país (CAPES, 2007). Figura 12 Distribuição dos Periódicos Científicos Publicados na Área de Engenharia Civil nos Estados 2P26-9

10 4 CONSIDERAÇÕES FINAIS As distribuições geográficas e estatísticas apresentadas neste documento representam apenas as primeiras etapas de um estudo que ainda segue sobre a evolução quantitativa e qualitativa dos cursos de graduação e programas e cursos de pós-graduação stricto sensu em Engenharia Civil no Brasil. Pretende-se, futuramente, cruzar as informações georreferenciadas tabuladas e apresentadas anteriormente com outras provenientes de censos do IBGE (estatísticas populacionais, sociais, políticas e culturais, além das econômicas). Pretende-se, com isto, gerar mapas temáticos que permitam visualizar as relações existentes entre as muitas variáveis envolvidas na formação deste tipo de profissional e muitas vezes difíceis de visualizar através de dados simplesmente dispostos em tabelas ou quadros. Pretende-se, ainda, através dos referidos mapas, compreender melhor o comportamento atual dos mercados local, regional e nacional nesta categoria da engenharia, bem como, prever, de forma racional e consciente, o comportamento futuro destes mesmos mercados. 5 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CAPES. Cursos Recomendados e Reconhecidos. Disponível em: <http://www.capes.gov.br/avaliacao/recomendados.html> Acesso em: 29 abr CAPES. O Portal Brasileiro da Informação Científica. Disponível em: <http://www.periodicos.capes.gov.br/portugues/index.jsp> Acesso em: 29 abr IEL/NC. Inova Engenharia: Proposta para a Modernização da Educação em Engenharia no Brasil. Brasília: IEL/NC e SENAI/DN, p. IBGE. Malha Municipal Digital do Brasil: Situação em 1991 e ISBN Rio de Janeiro, CD-ROM. INEP. Cadastro das Instituições de Educação Superior. Disponível em: <http://www.educacaosuperior.inep.gov.br/> Acesso em: 29 abr GEOGRAPHIC DISTRIBUTION OF CIVIL ENGINEERING UNDERGRADUATE AND GRADUATE COURSES IN BRAZIL Abstract: This document presents the geographic distribution of the civil engineering undergraduate and graduate courses that are offered by superior education institutions in Brazil. This document also seeks to analyze, according the referred geographic distribution, the brazilian regions where this kind of education is offered and concentrated and, in the other hand, the brazilian regions where deficiencies of formation and performance of this kind of professional can be found. Such analysis, however, will only be complete, when it will be possible to cross the spatial distribution of the superior educational institutions with other important informations, such as those proceeding from IBGE census data. The present document also presents the geographic distribution of the national scientific publications in the referred area. For this, it has been done recent consultations to the pages of INEP and CAPES on the Internet, which had resulted in the processed information used in this preliminary study. Key-words: geographic distribution, civil engineering, undergraduate, graduate courses 2P26-10

Ministério da Educação Censo da Educação Superior 2012

Ministério da Educação Censo da Educação Superior 2012 Ministério da Educação Censo da Educação Superior 2012 Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Educação Quadro Resumo- Estatísticas Gerais da Educação Superior por Categoria Administrativa - - 2012 Categoria

Leia mais

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2010

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2010 CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2010 Divulgação dos principais resultados Censo da Educação Superior 2010 Outubro de 2011 Estatísticas Básicas de Graduação (presencial e a distância) e Pós-Graduação por Categoria

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DO BRASIL

DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DO BRASIL DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DO BRASIL MOURA, A. L. A. 1 ; SÁ, L. A. C. M 2 RESUMO - A presente pesquisa está sendo desenvolvida com o objetivo de formular uma base de dados espaciais

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo da Educação Superior 2013

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo da Educação Superior 2013 Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Censo da Educação Superior 2013 Quadro Resumo- Estatísticas gerais da Educação Superior, por Categoria Administrativa-

Leia mais

CURSOS DE SERVIÇO SOCIAL NA MODALIDADE EAD: breve caracterização

CURSOS DE SERVIÇO SOCIAL NA MODALIDADE EAD: breve caracterização 1 CURSOS DE SERVIÇO SOCIAL NA MODALIDADE EAD: breve caracterização RESUMO Taiane Alecrim Mattos 1 O presente trabalho insere-se no projeto de pesquisa intitulado Ensino superior e Serviço Social brasileiro:

Leia mais

Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com

Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com 1 Instâncias de Avaliação MEC CNE CONAES SERES INEP CTAA 2 Desafios da educação superior brasileira 1. Como

Leia mais

Tecnológicos Corpo docente Atendimento especial Licenciaturas Educação a distância Graduações mais procuradas -

Tecnológicos Corpo docente Atendimento especial Licenciaturas Educação a distância Graduações mais procuradas - Matrículas no ensino superior crescem 3,8% Texto-síntese do portal no INEP (http://portal.inep.gov.br/visualizar/-/asset_publisher/6ahj/content/matriculas-no-ensino-superior-crescem-3-8? redirect=http%3a%2f%2fportal.inep.gov.br%2f)

Leia mais

UNIVERSIDADE, EAD E SOFTWARE LIVRE

UNIVERSIDADE, EAD E SOFTWARE LIVRE Universidade Federal de Minas Gerais Elisa Castro Pedro Henrique Ferreira Simas Ricardo Freitas de Paula UNIVERSIDADE, EAD E SOFTWARE LIVRE Belo Horizonte 2011 O Ensino a Distância da Estatística Básica

Leia mais

Keywords: distance education, vocational training and social services.

Keywords: distance education, vocational training and social services. Ensino superior e Serviço Social brasileiro: análise dos cursos de Serviço Social na modalidade de educação à distancia Taiane Alecrim Mattos 1 taianealecrim@gmail.com Modalidade: Eixos temáticos: Palavras-chave:

Leia mais

ENADE e CPC Como compreender seu desempenho e estratégias de melhoria de resultados. PROF. AMÉRICO DE ALMEIDA FILHO aalmeidaf@yahoo.com.

ENADE e CPC Como compreender seu desempenho e estratégias de melhoria de resultados. PROF. AMÉRICO DE ALMEIDA FILHO aalmeidaf@yahoo.com. ENADE e CPC Como compreender seu desempenho e estratégias de melhoria de resultados PROF. AMÉRICO DE ALMEIDA FILHO aalmeidaf@yahoo.com.br CPC Conceito Preliminar de Curso 1 - Nota dos Concluintes no ENADE

Leia mais

INSTITUIÇÕES. Total Pública Privada 2.165 2.013 1.859

INSTITUIÇÕES. Total Pública Privada 2.165 2.013 1.859 CENSO 2005 INSTITUIÇÕES 1.859 2.013 2.165 89% 89% 89% Total Pública Privada 2.165 Instituições 231 Públicas 1.934 Privadas 97 Federais 1.520 Particulares 75 Estaduais 414 Com/Conf./Fil 59 Municipais !"#$%&'

Leia mais

A DIVERSIDADE DA GEOGRAFIA BRASILEIRA: ESCALAS E DIMENSÕES DA ANÁLISE E DA AÇÃO DE 9 A 12 DE OUTUBRO

A DIVERSIDADE DA GEOGRAFIA BRASILEIRA: ESCALAS E DIMENSÕES DA ANÁLISE E DA AÇÃO DE 9 A 12 DE OUTUBRO UTILIZAÇÃO DE GEOPROCESSAMENTO PARA ANÁLISE DA ACESSIBILIDADE A EQUIPAMENTOS PÚBLICOS DE ENSINO FUNDAMENTAL EM ÁREAS DE EXPANSÃO URBANA: BACIA HIDROGRÁFICA DO ARROIO DO SALSO PORTO ALEGRE/RS PEDRO GODINHO

Leia mais

Cursos Sequenciais no Brasil: Uma nota técnica Nota Técnica nº. 83 David Morais (Versão preliminar) Maio de 2009

Cursos Sequenciais no Brasil: Uma nota técnica Nota Técnica nº. 83 David Morais (Versão preliminar) Maio de 2009 Cursos Sequenciais no Brasil: Uma nota técnica Nota Técnica nº. 83 David Morais (Versão preliminar) Maio de 2009 O Observatório Universitário dedica-se ao desenvolvimento de estudos e projetos sobre a

Leia mais

AVALIAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS DE ACORDO COM O ENADE

AVALIAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS DE ACORDO COM O ENADE AVALIAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS DE ACORDO COM O ENADE Jéssica Beatriz da Silva jessicabeatriz18@gmail.com Myckelle Michely da Silva Ferreira myckellemichely@hotmail.com

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA SOBRE A UTILIZAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM COMO APOIO AO ENSINO SUPERIOR EM IES DO ESTADO DE SÃO PAULO

PROJETO DE PESQUISA SOBRE A UTILIZAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM COMO APOIO AO ENSINO SUPERIOR EM IES DO ESTADO DE SÃO PAULO 552 PROJETO DE PESQUISA SOBRE A UTILIZAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM COMO APOIO AO ENSINO SUPERIOR EM IES DO ESTADO DE SÃO PAULO Silvio Carvalho Neto (USP) Hiro Takaoka (USP) PESQUISA EXPLORATÓRIA

Leia mais

ENSINO SUPERIOR: MAPEAMENTO DO NÚMERO DE ALUNOS MATRICULADOS NA PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU NO BRASIL

ENSINO SUPERIOR: MAPEAMENTO DO NÚMERO DE ALUNOS MATRICULADOS NA PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU NO BRASIL ENSINO SUPERIOR: MAPEAMENTO DO NÚMERO DE ALUNOS MATRICULADOS NA PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU NO BRASIL Simone Maria da Silva Rodrigues 1 Marta Jeidjane Borges Ribeiro 2 Mário Jorge Campos dos Santos 13

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira RESUMO TÉCNICO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2008

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira RESUMO TÉCNICO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2008 Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira RESUMO TÉCNICO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2008 Brasília DF 2009 SUMÁRIO LISTA DE TABELAS... 3 APRESENTAÇÃO...

Leia mais

CURSOS DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO ESTADO DE SÃO PAULO, NO BRASIL: UMA DESCRIÇÃO COM BASE EM DADOS DE 2010

CURSOS DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO ESTADO DE SÃO PAULO, NO BRASIL: UMA DESCRIÇÃO COM BASE EM DADOS DE 2010 Capítulo. Análisis del discurso matemático escolar CURSOS DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO ESTADO DE SÃO PAULO, NO BRASIL: UMA DESCRIÇÃO COM BASE EM DADOS DE 200 Marcelo Dias Pereira, Ruy César Pietropaolo

Leia mais

25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1

25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 A EVOLUÇÃO DO MAPEAMENTO DA INTEGRAÇÃO ENTRE PÓS- GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO EM DIREITO NO BRASIL: A UTILIDADE DAS BASES DE DADOS DA CAPES 2007/2009 E INEP

Leia mais

Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eixo Temático Educação Superior

Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eixo Temático Educação Superior Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará Eixo Temático Educação Superior Ceará, 2015 1 Socioeconômico Diagnóstico Para compreender a situação da educação no estado do Ceará é necessário também

Leia mais

Foz do Iguaçu PR Novembro de 2013. Willians Kaizer dos Santos Maciel Coordenador de Indicadores e Controle de Qualidade da Educação Superior Inep/MEC

Foz do Iguaçu PR Novembro de 2013. Willians Kaizer dos Santos Maciel Coordenador de Indicadores e Controle de Qualidade da Educação Superior Inep/MEC Foz do Iguaçu PR Novembro de 2013 Willians Kaizer dos Santos Maciel Coordenador de Indicadores e Controle de Qualidade da Educação Superior Inep/MEC Renan Carlos Dourado Técnico em Informações Educacionais

Leia mais

Censo da Educação Superior 2010: análise crítica dos resultados para a tomada de decisões estratégicas

Censo da Educação Superior 2010: análise crítica dos resultados para a tomada de decisões estratégicas Censo da Educação Superior 2010: análise crítica dos resultados para a tomada de decisões estratégicas 6 de dezembro de 2011 Sumário Apresentação Coleta Principais conceitos CICQES Apresentação Disposição:

Leia mais

A TRAJETÓRIA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE

A TRAJETÓRIA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE A TRAJETÓRIA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE Ministro da Saúde José Saraiva Felipe Ministro da Educação Fernando Haddad Objetivo apresentar a Trajetória dos Cursos de Graduação na Área da Saúde;

Leia mais

XIII Encontro de Iniciação Científica IX Mostra de Pós-graduação 06 a 11 de outubro de 2008 BIODIVERSIDADE TECNOLOGIA DESENVOLVIMENTO

XIII Encontro de Iniciação Científica IX Mostra de Pós-graduação 06 a 11 de outubro de 2008 BIODIVERSIDADE TECNOLOGIA DESENVOLVIMENTO XIII Encontro de Iniciação Científica IX Mostra de Pós-graduação 06 a 11 de outubro de 2008 BIODIVERSIDADE TECNOLOGIA DESENVOLVIMENTO EPH0339 O ENSINO SUPERIOR NO GOVERNO FHC E SUA DISTRIBUIÇÃO SOBRE O

Leia mais

ATLAS. de Desenvolvimento Sustentável e Saúde. Brasil 1991 a 2010

ATLAS. de Desenvolvimento Sustentável e Saúde. Brasil 1991 a 2010 ATLAS de Desenvolvimento Sustentável e Saúde Brasil 1991 a 2010 Organização Pan-Americana da Saúde Organização Mundial da Saúde Representação no Brasil Atlas de Desenvolvimento Sustentável e Saúde Brasil

Leia mais

11.1. INFORMAÇÕES GERAIS

11.1. INFORMAÇÕES GERAIS ASPECTOS 11 SOCIOECONÔMICOS 11.1. INFORMAÇÕES GERAIS O suprimento de energia elétrica tem-se tornado fator indispensável ao bem-estar social e ao crescimento econômico do Brasil. Contudo, é ainda muito

Leia mais

A PRODUÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES NA PERSPECTIVA DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

A PRODUÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES NA PERSPECTIVA DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 22 a 24 de julho de 205 A PRODUÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES NA PERSPECTIVA DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO INTRODUÇÃO Eva Dayane Jesus dos Santos Bibliotecária da Universidade do Estado da Bahia eva@uneb.br Marivaldina

Leia mais

Biomedicina. Indicadores das Graduações em Saúde Estação de Trabalho IMS/UERJ do ObservaRH

Biomedicina. Indicadores das Graduações em Saúde Estação de Trabalho IMS/UERJ do ObservaRH Indicadores das Graduações em Saúde Estação de Trabalho IMS/UERJ do ObservaRH Biomedicina O curso de Biomedicina teve seu início na década de 50, como pós-graduação para formação de profissionais para

Leia mais

ITINERÁRIOS FORMATIVOS: CAMINHOS POSSÍVEIS NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

ITINERÁRIOS FORMATIVOS: CAMINHOS POSSÍVEIS NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ITINERÁRIOS FORMATIVOS: CAMINHOS POSSÍVEIS NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Resumo Gabriel Mathias Carneiro Leão1 - IFPR, UFPR Rosane de Fátima Batista Teixeira2 - IFPR Grupo de Trabalho Cultura, Currículo e Saberes

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Janeiro de 2011

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Janeiro de 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2009 Janeiro de 2011 PRINCIPAIS RESULTADOS - CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR GRADUAÇÃO

Leia mais

Integração dos sistemas PingIFES e Censup. Dourados, 01/11/2013

Integração dos sistemas PingIFES e Censup. Dourados, 01/11/2013 Integração dos sistemas PingIFES e Censup Dourados, 01/11/2013 Contextualização O Censo da Educação Superior é um levantamento de dados sobre a educação superior no Brasil, anual e sistemático, gerado

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL NO BRASIL: UMA ANÁLISE DOS PADRÕES RECENTES

DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL NO BRASIL: UMA ANÁLISE DOS PADRÕES RECENTES DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL NO BRASIL: UMA ANÁLISE DOS PADRÕES RECENTES Barbara Christine Nentwig Silva Professora do Programa de Pós Graduação em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Social /

Leia mais

(YROXomR GR(QVLQR *UDGXDomR

(YROXomR GR(QVLQR *UDGXDomR (YROXomR GR(QVLQR 6XSHULRU² *UDGXDomR,QVWLWXWRÃ1DFLRQDOÃGHÃ(VWXGRV (& HÃ3HVTXLVDVÃ(GXFDFLRQDLV Brasília, 2 1 DIRETORIA DE INFORMAÇÕES E ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS João Batista Ferreira Gomes Neto COORDENAÇÃO-GERAL

Leia mais

FONTES PARA O ESTUDO DO TURISMO

FONTES PARA O ESTUDO DO TURISMO REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA TURISMO PERIODICIDADE SEMESTRAL ANO III EDIÇÃO NÚMERO 4 JANEIRO DE 2006 FONTES PARA O ESTUDO DO TURISMO GUARALDO, Tamara de S. Brandão ACEG Faculdade de Ciências Humanas docente

Leia mais

Censo da Educação Superior 2011

Censo da Educação Superior 2011 Censo da Educação Superior 2011 Quadro Resumo - Estatísticas Gerais da Educação Superior por Categoria Administrativa Categoria Administrativa Estatísticas Básicas Total Geral Pública Total Federal Estadual

Leia mais

CAPES DAV REGULAMENTO DA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MESTRADO INTERINSTITUCIONAL MINTER

CAPES DAV REGULAMENTO DA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MESTRADO INTERINSTITUCIONAL MINTER (Anexo à Portaria nº 067, de 14 de setembro de 2005) CAPES DAV REGULAMENTO DA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MESTRADO INTERINSTITUCIONAL MINTER 1. Caracterização do Projeto Minter 1.1. Caracteriza-se como Projeto

Leia mais

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS Projeto de Lei nº 8.035, de 2010 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional O PNE é formado por: 10 diretrizes; 20 metas com estratégias

Leia mais

1. DISTRIBUIÇÃO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR NO TERRITÓRIO NACIONAL POR REGIÕES

1. DISTRIBUIÇÃO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR NO TERRITÓRIO NACIONAL POR REGIÕES Nº 72 Fevereiro 2014 Análise da Distribuição Espacial das Instituições de Ensino Superior Brasileiras a partir dos Dados do Censo da Educação Superior de 2011 GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Cid Ferreira Gomes

Leia mais

O panorama do mercado educativo em saúde no Brasil

O panorama do mercado educativo em saúde no Brasil Indicadores das Graduações em Saúde Estação de Trabalho IMS/UERJ do ObservaRH O panorama do mercado educativo em saúde no Brasil Como consequência de políticas governamentais implementadas com o objetivo

Leia mais

Leonardo Pereira Rodrigues dos Santos

Leonardo Pereira Rodrigues dos Santos Leonardo Pereira Rodrigues dos Santos Desenvolvimento de serviços na área de educação: uma aplicação de análise conjunta nos cursos de mestrado em administração de empresas DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DEPARTAMENTO

Leia mais

EDITAL Nº 008/2013 VESTIBULAR 2013/2 ENGENHARIA MECÂNICA - UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 008/2013 VESTIBULAR 2013/2 ENGENHARIA MECÂNICA - UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 008/2013 VESTIBULAR 2013/2 ENGENHARIA MECÂNICA - UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ltda UCEFF Faculdades,

Leia mais

PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ- APOIO AO EMPREENDEDORISMO AVALIAÇÃO DO NÚCLEO MARINGÁ

PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ- APOIO AO EMPREENDEDORISMO AVALIAÇÃO DO NÚCLEO MARINGÁ PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ- APOIO AO EMPREENDEDORISMO AVALIAÇÃO DO NÚCLEO MARINGÁ AREA TEMÁTICA: TRABALHO LAIS SILVA SANTOS 1 CARLOS VINICIUS RODRIGUES 2 MARCELO FARID PEREIRA 3 NEUZA CORTE DE OLIVEIRA

Leia mais

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Esperidião Amin Helou Filho

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Esperidião Amin Helou Filho PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO Esperidião Amin Helou Filho 1 PROJETO DE LEI Nº 8.035, DE 2010. Ementa: Aprova o Plano Nacional de Educação para o decênio 2011-2020 e dá outras providências. 2 PROJETO DE LEI

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DA PÓS-GRADUAÇÃO: ESTUDO DE INDICADORES

DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DA PÓS-GRADUAÇÃO: ESTUDO DE INDICADORES DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DA PÓS-GRADUAÇÃO: ESTUDO DE INDICADORES Maria Helena Machado de Moraes - FURG 1 Danilo Giroldo - FURG 2 Resumo: É visível a necessidade de expansão da Pós-Graduação no Brasil, assim

Leia mais

ELABORAÇÃO DO BANCO DE METODOLOGIAS DE INDICADORES MUNICIPAIS

ELABORAÇÃO DO BANCO DE METODOLOGIAS DE INDICADORES MUNICIPAIS ELABORAÇÃO DO BANCO DE METODOLOGIAS DE INDICADORES MUNICIPAIS Maria Inês Pedrosa Nahas Pesquisadora do IDHS/PUC Minas No período entre janeiro a agosto de 2005, organizamos para o Ministério das Cidades

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

INDICADORES NÚMERO DE CURSOS DE FARMÁCIA

INDICADORES NÚMERO DE CURSOS DE FARMÁCIA INDICADORES QUANTITATIVOS DA EDUCAÇÃO FARMACÊUTICA Danyelle Cristine Marini INDICADORES NÚMERO DE CURSOS DE FARMÁCIA 450 400 416 cursos 350 300 250 200 150 100 50 0 55 cursos e-mec 2012 INDICADORES NÚMERO

Leia mais

2014 SETEMBRO. Caderno de Informação da Saúde Suplementar. Beneficiários, Operadoras e Planos

2014 SETEMBRO. Caderno de Informação da Saúde Suplementar. Beneficiários, Operadoras e Planos 2014 SETEMBRO Caderno de Informação da Saúde Suplementar Beneficiários, Operadoras e Planos MINISTÉRIO DA SAÚDE Agência Nacional de Saúde Suplementar Caderno de Informação da Saúde Suplementar Beneficiários,

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2014

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2014 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2014 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

GRAU DE COBERTURA DOS PLANOS DE SAÚDE E DISTRIBUIÇÃO REGIONAL DO GASTO PÚBLICO EM SAÚDE

GRAU DE COBERTURA DOS PLANOS DE SAÚDE E DISTRIBUIÇÃO REGIONAL DO GASTO PÚBLICO EM SAÚDE GRAU DE COBERTURA DOS PLANOS DE SAÚDE E DISTRIBUIÇÃO REGIONAL DO GASTO PÚBLICO EM SAÚDE Samuel Kilsztajn* Dorivaldo Francisco da Silva** Marcelo Bozzini da Câmara** Vanessa Setsuko Ferreira** RESUMO: O

Leia mais

Etapas para Desenvolvimento de Base DevInfo 6.0

Etapas para Desenvolvimento de Base DevInfo 6.0 Etapas para Desenvolvimento de Base DevInfo 6.0 OBJETIVOS Orientar a criação de bases de dados para utilização no sistema DevInfo, semelhantes à encontrada no Portal ODM. (Disco I) Antes de iniciar o desenvolvimento

Leia mais

A matrícula será realizada nos dias 8 e 9 de dezembro de 2015, no horário das 8 às 16 horas.

A matrícula será realizada nos dias 8 e 9 de dezembro de 2015, no horário das 8 às 16 horas. Perguntas frequentes: 1) Quais os dias de prova do Vestibular Univale 2016? Você pode escolher qual o melhor dia para fazer as provas do Vestibular Univale 2016. 28 de novembro de 2015 (sábado), das 15

Leia mais

Manual de Bolsas e Financiamentos Unimonte

Manual de Bolsas e Financiamentos Unimonte Manual de Bolsas e Financiamentos Unimonte 1. FINANCIAMENTOS 1.1. PRAVALER O Crédito Universitário PRAVALER é um programa privado de financiamento de graduação presencial implantado em parceria com instituições

Leia mais

SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UERGS (SiBi)

SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UERGS (SiBi) SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UERGS (SiBi) ATRIBUIÇÕES ANALISTAS: BIBLIOTECÁRIOS - Catalogar e classificar documentos; - Orientar a normalização de trabalhos técnicos e/ou publicações editadas pela Universidade;

Leia mais

Anais III Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto Aracaju/SE, 25 a 27 de outubro de 2006

Anais III Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto Aracaju/SE, 25 a 27 de outubro de 2006 FORMAÇÃO SUPERIOR EM GEOPROCESSAMENTO: O RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA POSITIVA NO CEFET-PB GRADUATION IN GEOPROCESSING: THE STORY OF A POSITIVE EXPERIENCE AT CEFET-PB RUFINO, I. A. A. 1 ; FALCÃO, E. C. 2

Leia mais

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games 4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games Este Capítulo apresenta o levantamento realizado dos cursos de nível superior no Brasil voltados para a formação de Designers de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP Alunos apontam melhorias na graduação Aumenta grau de formação dos professores e estudantes mostram que cursos possibilitam

Leia mais

Departamento de Engenharia Civil Caixa Postal 476 - CEP:88010/970 - Florianópolis, SC {lia, lapolli, franzoni}@ecv.ufsc.br

Departamento de Engenharia Civil Caixa Postal 476 - CEP:88010/970 - Florianópolis, SC {lia, lapolli, franzoni}@ecv.ufsc.br O Ensino de Sensoriamento Remoto, Sistema de Informações Geográficas e Fotogramentria nos Cursos de Graduação e Pós-Graduação em Engenharia Civil na UFSC LIA CAETANO BASTOS 1 ÉDIS MAFRA LAPOLLI 1 ANA MARIA

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TOR)

TERMO DE REFERÊNCIA (TOR) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO, DIVERSIDADE E INCLUSÃO DIRETORIA DE POLÍTICAS PARA EDUCAÇÃO DO CAMPO E DIVERSIDADE COORDENAÇÃO GERAL DE EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO INTRODUÇÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) Articulação com o Plano de Desenvolvimento Institucional PDI Projeto Político Pedagógico Indissociabilidade entre ensino, pesquisa

Leia mais

RELACÃO CANDIDATOS E VAGAS NO VESTIBULAR PARA O CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EM AGRONEGÓCIOS DE 2007/1 A 2010/2 - UNEMAT/ CUTS

RELACÃO CANDIDATOS E VAGAS NO VESTIBULAR PARA O CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EM AGRONEGÓCIOS DE 2007/1 A 2010/2 - UNEMAT/ CUTS RELACÃO CANDIDATOS E VAGAS NO VESTIBULAR PARA O CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EM AGRONEGÓCIOS DE 2007/1 A 2010/2 - UNEMAT/ CUTS TARDIVO, Wagner Antonio 1 Tangará da Serra/MT - dezembro 2010 Resumo: A relação

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES QUALIS

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES QUALIS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES QUALIS Questão: Há diferença nos conceitos de Qualis das Áreas e Qualis Resposta: Apesar de senso comum considerar esses dois termos como sinônimos, tecnicamente eles remetem

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Identificação do Curso Nome do Curso: Sistemas de Informação Titulação: Bacharelado Modalidade de ensino: Presencial

Leia mais

Georreferenciamento de Informações Econômicas

Georreferenciamento de Informações Econômicas Georreferenciamento de Informações Econômicas Utilizando o sistema de informações georreferenciadas (SIG) para analisar padrões espaciais PROF.VLADIMIR FERNANDES MACIEL NÚCLEO DE PESQUISA EM QUALIDADE

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA Consultor por Produto

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA Consultor por Produto MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO, ARTICULAÇÃO E PROJETOS EDUCACIONAIS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA Consultor por Produto

Leia mais

Pessoas com Deficiência nos Censos Demográficos Brasileiros

Pessoas com Deficiência nos Censos Demográficos Brasileiros Pessoas com Deficiência nos Censos Demográficos Brasileiros Alicia Bercovich IBGE VI Fórum Senado Debate Brasil Convenção da ONU sobre os direitos das pessoas com deficiência Painel 2: Quem são, onde estão,

Leia mais

BANCO DE DADOS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE BEPSAÚDE TECNÓLOGO

BANCO DE DADOS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE BEPSAÚDE TECNÓLOGO Fundação Oswaldo Cruz Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Laboratório do Trabalho e da Educação Profissional em Saúde Observatório dos Técnicos em Saúde BANCO DE DADOS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

Georreferenciamento de Informações Econômicas

Georreferenciamento de Informações Econômicas Georreferenciamento de Informações Econômicas Utilizando o sistema de informações georreferenciadas (SIG) para analisar padrões econômicos espaciais PROF.VLADIMIR FERNANDES MACIEL NÚCLEO DE PESQUISA EM

Leia mais

Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009

Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Diretoria de Pesquisas Coordenação detrabalho e Rendimento Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009

Leia mais

MANUAL DE ALTERAÇÃO DE MATRICULA

MANUAL DE ALTERAÇÃO DE MATRICULA www.catolica-to.edu.br MANUAL DE ALTERAÇÃO DE MATRICULA Passo a passo para alteração de matricula Período de Alteração de Matricula 11 a 13/02/15 ESTE MANUAL TEM COMO OBJETIVO ORIENTAR O ACADÊMICO DURANTE

Leia mais

Anais do Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão. Volume 8, Número 8. Recife: Faculdade Senac PE, 2014.

Anais do Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão. Volume 8, Número 8. Recife: Faculdade Senac PE, 2014. UMA ANÁLISE DOS IMPACTOS DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DO PORTO DE SUAPE PARA A OFERTA DA EDUCAÇÃO PROFISSINAL NOS MUNICÍPIOS DE IPOJUCA E CABO DE SANTO AGOSTINHO Lígia Batista de Oliveira Thayane Maria

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA 1. Número e Título do Projeto: OEI BRA/09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação

Leia mais

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL Eixos Temáticos, Diretrizes e Ações Documento final do II Encontro Nacional de Educação Patrimonial (Ouro Preto - MG, 17 a 21 de julho

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação a Distância SEED Departamento de Regulação e Supervisão da Educação a Distância Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep

Leia mais

INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE PARA INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR: O

INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE PARA INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR: O IV Simpósio sobre Gestão Empresarial e Sustentabilidade: Negócios Sociais e seus Desafios 24 e 25 de novembro de 2015 Campo Grande-MS Universidade Federal do Mato Grosso do Sul INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE

Leia mais

DADOS ESTATÍSTICOS DOS CURSOS DE BACHARELADO E DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIAS EM DETERMINADAS ÁREAS DA ADMINISTRAÇÃO

DADOS ESTATÍSTICOS DOS CURSOS DE BACHARELADO E DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIAS EM DETERMINADAS ÁREAS DA ADMINISTRAÇÃO Resultados do ENADE 2012 e do Censo da Educação Superior 2013 dos Cursos de Bacharelado em Administração e dos Cursos Superiores de Tecnologia em determinadas áreas da Administração Bahia Janeiro de 2015

Leia mais

www.unioeste.br/portaldainformacao

www.unioeste.br/portaldainformacao PORTAL DA INFORMAÇÃO DA UNIOESTE Página de acesso livre ao conhecimento. www.unioeste.br/portaldainformacao PORTAL DA INFORMAÇÃO DA UNIOESTE A P R E S E N T A Ç Ã O O Portal da Informação da Unioeste é

Leia mais

Análise de desenvolvimento do curso de especialização em Gestão Industrial da UTFPR

Análise de desenvolvimento do curso de especialização em Gestão Industrial da UTFPR Análise de desenvolvimento do curso de especialização em Gestão Industrial da UTFPR Thiago de Oliveira Pegatin (UTFPR) thiagopegatin@yahoo.com.br Eduardo Consorte (UTFPR) consorte@br10.com.br Sandro Ribeiro

Leia mais

Mapa da Educação Financeira no Brasil

Mapa da Educação Financeira no Brasil Mapa da Educação Financeira no Brasil Uma análise das iniciativas existentes e as oportunidades para disseminar o tema em todo o País Em 2010, quando a educação financeira adquire no Brasil status de política

Leia mais

ESTAGIÁRIOS. Pesquisa Bolsa Estágio Março 2.013

ESTAGIÁRIOS. Pesquisa Bolsa Estágio Março 2.013 ESTAGIÁRIOS Pesquisa Bolsa Estágio Março 2.013 SOBRE A PESQUISA Esta pesquisa tem como objetivo disponibilizar informações sobre práticas e valores aplicados a Bolsa Estágio. A base de dados da pesquisa

Leia mais

Ciências Biológicas. Indicadores das Graduações em Saúde Estação de Trabalho IMS/UERJ do ObservaRH

Ciências Biológicas. Indicadores das Graduações em Saúde Estação de Trabalho IMS/UERJ do ObservaRH Indicadores das Graduações em Saúde Estação de Trabalho IMS/UERJ do ObservaRH Ciências Biológicas Os cursos de Ciências Biológicas remontam aos cursos de Ciências Naturais, História Natural, licenciatura

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Diretoria de Estatísticas Educacionais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Diretoria de Estatísticas Educacionais Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Diretoria de Estatísticas Educacionais RESULTADO DO CENSO DA EDUCAÇÃO BÁSICA 2009 O Censo Escolar, realizado anualmente pelo

Leia mais

QUADROS RESUMOS SÃO PAULO

QUADROS RESUMOS SÃO PAULO QUADROS RESUMOS SÃO PAULO Total de profissionais: 453.665 Enfermeiros: 105.438 Auxiliares e Técnicos de Enfermagem: 348.227 QUADRO RESUMO PERFIL SÓCIO ECONOMICO DA EQUIPE DE ENFERMAGEM SÃO PAULO BLOCO

Leia mais

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2010

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2010 1 CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2010 O Censo da Educação Superior, realizado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), constitui se em importante instrumento

Leia mais

ProUni. Page 1 of 6. http://prouni.mec.gov.br/prouni2006/relatorios/2aviatermo/impressao_1_07.asp

ProUni. Page 1 of 6. http://prouni.mec.gov.br/prouni2006/relatorios/2aviatermo/impressao_1_07.asp Page 1 of 6 Ministério da Educação MEC Secretaria de Educação Superior SESu Diretoria de Políticas e Programas de Graduação Dipes Programa Universidade para Todos Prouni Termo Aditivo 2º Semestre de 2013

Leia mais

Escola de Administração UFRGS. Porto Alegre - RS

Escola de Administração UFRGS. Porto Alegre - RS Escola de Administração UFRGS Porto Alegre - RS 1 A Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS está localizada na cidade de Porto Alegre, com cerca de 1.5 milhões de habitantes. Localização 1 A

Leia mais

ROTEIRO PARA CLASSIFICAÇÃO DE LIVROS Avaliação dos Programas de Pós graduação

ROTEIRO PARA CLASSIFICAÇÃO DE LIVROS Avaliação dos Programas de Pós graduação ROTEIRO PARA CLASSIFICAÇÃO DE LIVROS Avaliação dos Programas de Pós graduação Aprovada na 111ª Reunião do CTC de 24 de agosto de 2009 Considerações preliminares O propósito deste roteiro é estabelecer

Leia mais

3Uy5HLWRULDSDUD$VVXQWRVGH 3HVTXLVDH3yV*UDGXDomRGD8)3( 5HODWyULRGH$WLYLGDGHV. 0DUoR

3Uy5HLWRULDSDUD$VVXQWRVGH 3HVTXLVDH3yV*UDGXDomRGD8)3( 5HODWyULRGH$WLYLGDGHV. 0DUoR 3Uy5HLWRULDSDUD$VVXQWRVGH 3HVTXLVDH3yV*UDGXDomRGD8)3( 5HODWyULRGH$WLYLGDGHV 0DUoR $'0,1,675$d 2 Aprovação junto a CPPG da Resolução nº 01/2001 que dispõe sobre as atribuições da Comissão de Pós-Graduação

Leia mais

PAINEL DA ENGENHARIA ELÉTRICA FERRAMENTA PARA A DIVULGAÇÃO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

PAINEL DA ENGENHARIA ELÉTRICA FERRAMENTA PARA A DIVULGAÇÃO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) PAINEL DA ENGENHARIA ELÉTRICA FERRAMENTA PARA A DIVULGAÇÃO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) Fernando Felice 1 ; Solivan Arantes Valente 2 1 Universidade Positivo, Núcleo de Ciências Exatas e Tecnológicas

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO Portaria nº 808, de 8 de junho de 00. Aprova o instrumento de avaliação para reconhecimento de Cursos Pedagogia, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES. O MINISTRO DE

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO (PPGE) MESTRADO ACADÊMICO EM EDUCAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO (PPGE) MESTRADO ACADÊMICO EM EDUCAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO (PPGE) MESTRADO ACADÊMICO EM EDUCAÇÃO Recomendado pela CAPES e Reconhecido pelo CNE: Parecer n. 122/2009

Leia mais

O Plano nacional de Educação e a Expansão da Educação Superior

O Plano nacional de Educação e a Expansão da Educação Superior O Plano nacional de Educação e a Expansão da Educação Superior Luiz Cláudio Costa Brasília - novembro 2012 Contexto Indicadores de acompanhamento: taxa líquida: percentual da população de 18-24 anos na

Leia mais

A ANÁLISE DA SEGUNDA AVALIAÇÃO INTEGRADORA DO CURSO DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO

A ANÁLISE DA SEGUNDA AVALIAÇÃO INTEGRADORA DO CURSO DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO A ANÁLISE DA SEGUNDA AVALIAÇÃO INTEGRADORA DO CURSO DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO Edson Pedro Ferlin ferlin@unicenp.br Centro Universitário Positivo (UnicenP), Curso de Engenharia da Computação Rua Prof.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 2340 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA PROCESSO DE SELEÇÃO - EDITAL Nº 129/2013 CONSULTOR POR PRODUTO

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 2340 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA PROCESSO DE SELEÇÃO - EDITAL Nº 129/2013 CONSULTOR POR PRODUTO Impresso por: RODRIGO DIAS Data da impressão: 17/05/2013-16:47:26 SIGOEI - Sistema de Informações Gerenciais da OEI TERMO DE REFERÊNCIA Nº 2340 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA PROCESSO DE SELEÇÃO - EDITAL

Leia mais

ANÁLISE ESPACIAL DOS POÇOS ARTESIANOS E O RENDIMENTO HIDRODINÂMICO DA CAPTAÇÃO NO MUNICÍPIO DE BELÉM PA

ANÁLISE ESPACIAL DOS POÇOS ARTESIANOS E O RENDIMENTO HIDRODINÂMICO DA CAPTAÇÃO NO MUNICÍPIO DE BELÉM PA ANÁLISE ESPACIAL DOS POÇOS ARTESIANOS E O RENDIMENTO HIDRODINÂMICO DA CAPTAÇÃO NO MUNICÍPIO DE BELÉM PA Carlos Eduardo Aguiar de Souza Costa 1 ; Artur Sales de Abreu Vieira 2 ; Antonio Jorge Silva Araujo

Leia mais

1. OBJETIVO 2. CLASSIFICAÇÃO DOS PROJETOS

1. OBJETIVO 2. CLASSIFICAÇÃO DOS PROJETOS 1. OBJETIVO O referido Edital tem como principal objetivo o fortalecimento da pós-graduação stricto sensu no Estado, através do apoio a projetos de implantação, ampliação, recuperação e/ou modernização

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL S I N A P I RESULTADOS DE JUNHO/2014

SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL S I N A P I RESULTADOS DE JUNHO/2014 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL S I N A P I RESULTADOS DE JUNHO/2014 COMENTÁRIOS Índice Nacional da Construção Civil varia 0,59% em Junho O Índice Nacional da Construção

Leia mais

Mônica Lima Universidade Federal da Bahia Monica Aparecida Tomé Pereira Universidade Federal do Vale do São Francisco

Mônica Lima Universidade Federal da Bahia Monica Aparecida Tomé Pereira Universidade Federal do Vale do São Francisco 349 PERCEPÇÃO DOS ESTUDANTES SOBRE INFRAESTRUTURA DOS CURSOS DE PSICOLOGIA: CONSIDERAÇÕES A PARTIR DO ENADE-2006 Mônica Lima Universidade Federal da Bahia Monica Aparecida Tomé Pereira Universidade Federal

Leia mais

Biblioteca Ramiro da Silva Oliveira

Biblioteca Ramiro da Silva Oliveira Biblioteca Ramiro da Silva Oliveira Bibliotecária Juliana Ribeiro de Campos Solla CRB-8 201/2013 Provisório Horário de Atendimento de segunda a sexta-feira das 8:00 h às 12:00 h e das 17:00 h às 21:00

Leia mais

Formação e Capacitação de Agentes de Inclusão Digital

Formação e Capacitação de Agentes de Inclusão Digital Olá telecentrist@s e amig@s! Esta é a terceira pesquisa elaborada pelo ONID. Ela tem como objetivo captar demandas de formação e capacitação de agentes de inclusão digital (monitores, funcionários e trabalhadores

Leia mais