A CONSTRUÇÃO DA BONECA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A CONSTRUÇÃO DA BONECA"

Transcrição

1 Por Josiene Muniz 1º dia A CONSTRUÇÃO DA BONECA Hoje conversei com as crianças sobre a nossa Mostra de Arte. Perguntei quem já tinha ido a uma exposição, e quase todos disseram que não. Duas crianças disseram que viram na televisão uma exposição com quadros na parede. Fomos conversando, e eu falei de como era importante mostrar para os outros o que nós produzíamos, parecido com o que fazíamos na sala, na hora da apreciação dos trabalhos. E eles toparam! E foram logo perguntando se poderíamos pintar quadros. Falei que sim, e iríamos fazer isso, mas também estávamos precisando de uma boneca ou boneco para dar as boas-vindas na entrada, para as pessoas que viriam ver os trabalhos da exposição. Ah, adorei a imaginação dos meus pequenos! E listamos juntos tudo o que íamos precisar: jornais, fita crepe, cola... 2º dia Cheguei munida de jornais, fita-crepe e cola e os convidei para a roda. Mais ninguém tinha conseguido jornal... Falei que faríamos bonecos com jornais e, conversando e conversando, surgiram muitas dúvidas quanto ao tamanho. Lá fomos nós tirar o molde da cabeça mais alta e da mais baixa. Chegaram à conclusão de que era melhor não ser tão alto quanto o Elton e nem tão pequeno quanto a Evelyn.

2 Então propus a brincadeira do espelho: um observando o outro, tocando, sentindo. Depois trocavam de lugar. E aí foram representar uma figura humana no desenho. Agora, sim, as crianças estavam prontas para a produção do boneco. Exploramos o material enquanto eu demonstrava seu uso. Falei que era preciso fazer o boneco com bolinhas de papel amassado. Acho graça quando eles fazem essa carinha de não acredito que isso vai dar certo, e logo vêm mil perguntas ao mesmo tempo: E a cabeça, vai ser pequenininha assim? E vai ficar solta? E vai ter várias cabeças? estes foram alguns dos questionamentos. E foram surgindo as bolinhas. Montamos a cabeça com as bolinhas amassadas enroladas em jornal e fita-crepe. Eles riam e se divertiam com a transformação. 3º dia Continuamos a produção. Na rodinha, conversamos sobre o dia anterior e combinamos de fazer o pescoço, os braços e as pernas. Demonstrei como usaríamos o jornal (torcendo). Dividimos os grupos, e cada um ficou responsável por sua parte. Assim começamos. Desta vez os comentários foram: Depois a gente passa fita, como na cabeça, né?, Mas não pode deixar o braço muito gordo não!, Vamos dividir as tirinhas para os dois braços, né?. Depois de muito trabalho e muita folia, começamos a montagem. Eles juntavam as tiras torcidas e analisavam se já era suficiente, se estava fino ou gordo demais. Demoraram um pouco para chegar a um consenso. Quando fomos montar as pernas, as crianças perceberam que as tirinhas não seriam suficientes e ficaram um

3 pouco decepcionadas, mas ficamos de procurar mais jornais para continuar. 4º dia Para nossa tristeza, não conseguimos mais jornais. E agora? Usamos revistas, e fizemos o mesmo processo das tirinhas retorcidas. Deu mais trabalho, mas deu certo! Fizemos então a perna que faltava e o tronco com bolinhas amassadas. E juntamos tudo! Nosso boneco agora parecia mais verdadeiro, como disseram as crianças. Na hora do recreio... alegria! Tia Paula chegou com mais jornais. Conversamos sobre a necessidade de deixar nosso boneco mais firme, mais resistente. Tio Humberto recortou tiras largas do jornal e diluiu a cola com um pouco de água. As crianças quiseram participar daquela molhação, como disse a Gabrilany. E assim papelamos, papelamos e papelamos!!! Nosso boneco estava tomando forma. Agora era aguardar secar! 5º dia Na roda foi aquela inquietação! Discussão para saber se o boneco ia ser menino ou menina. Perguntei como achavam que podíamos resolver. Vamos fazer outro!, uma das crianças falou. Ah, não, vai ser menino. E todos os meninos gritavam: Menino! Menino!. As meninas reagiram logo gritando também: Menina! Menina!. Sugeri fazer um sorteio, já que não dava para fazer outro, pois não tínhamos mais jornal. Depois de muita discussão, toparam e... DEU MENINA!

4 Fomos então pensar nos cabelos e na roupa. Fizemos os cabelos, colamos e começamos a pintura. Depois que a pintura secou, desenharam o rosto (cada um fez um pedacinho, porque todos queriam participar). Colocamos a roupa e a tiara na cabeça. O sapatinho caía a toda hora, e decidimos deixar sem ele. Quando terminamos, todos vibraram! Tá linda, tia! Olha como ela ficou, linda demais! Eles estavam orgulhosos e foram abraçando a boneca. E o Artur foi querendo logo a confirmação: Ela vai dizer mesmo bemvindos lá na frente, não é?. Nossa boneca não tinha nome, mas crianças da turma da manhã deram um nome para ela, e a nossa turminha aceitou. Com vocês, a Maria Joaquina.

5

6

7

8

Todo mundo vai à festa da Giovanna. MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso?

Todo mundo vai à festa da Giovanna. MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso? Todo mundo vai à festa da Giovanna MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso? SEU LOCUTOR É claro, Dona Made! Que bom! A senhora é muito

Leia mais

79 Dias. por. Ton Freitas

79 Dias. por. Ton Freitas 79 Dias por Ton Freitas Registro F.B.N.: 684988 Contato: ton.freitas@hotmail.com INT. HOSPITAL/QUARTO - DIA Letreiro: 3 de março de 1987. HELENA, branca, 28 anos, está grávida e deitada em uma cama em

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex Praticante Denise Local: Núcleo de Arte Albert Einstein Data: 03.12.2013 Horário: 10 h30 Duração da entrevista: 1h.

Leia mais

O Peixinho Azul Bettoni, Andréia B; Bettoni, Regiani B.; Cardoso, Claudinéia S.; Lopes, Ana Beatriz F.F.

O Peixinho Azul Bettoni, Andréia B; Bettoni, Regiani B.; Cardoso, Claudinéia S.; Lopes, Ana Beatriz F.F. O Peixinho Azul Bettoni, Andréia B; Bettoni, Regiani B.; Cardoso, Claudinéia S.; Lopes, Ana Beatriz F.F. Resumo Ao ouvirem o conto O Peixinho, observamos que as crianças se interessaram pelo peixe. Perguntamos

Leia mais

Num bonito dia de inverno, um grupo de crianças brincava no recreio da sua escola,

Num bonito dia de inverno, um grupo de crianças brincava no recreio da sua escola, Pátio da escola Num bonito dia de inverno, um grupo de crianças brincava no recreio da sua escola, quando começara a cair encantadores flocos de neve. Entre eles estava o Bernardo, um menino muito curioso

Leia mais

Minha História de amor

Minha História de amor Minha História de amor Hoje eu vou falar um pouco sobre a minha história de amor! Bem, eu namoro à distância faz algum tempinho. E não é uma distância bobinha não, são 433 km, eu moro em Natal-Rn, e ela

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL ANÁPOLIS, PROFESSORA: ALUNO (A): ANO: 1 OBSERVE SUA SALA E SEUS COLEGAS E PINTE OS QUADRADINHOS:

ESCOLA MUNICIPAL ANÁPOLIS, PROFESSORA: ALUNO (A): ANO: 1 OBSERVE SUA SALA E SEUS COLEGAS E PINTE OS QUADRADINHOS: ESCOLA MUNICIPAL ANÁPOLIS, PROFESSORA: ALUNO (A): ANO: 1 OBSERVE SUA SALA E SEUS COLEGAS E PINTE OS QUADRADINHOS: CONTE QUANTAS MENINAS TEM NA SUA SALA DE AULA. PINTE OS QUADRADINHOS. QUANTAS MENINAS SÃO?

Leia mais

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016 PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016 Tema: Gratidão e celebração Mês: Dezembro Habilidade Sócio emocional: Este projeto visa promover o encerramento do ano de 2016, em que os alunos terão a oportunidade de resgatar

Leia mais

============================================================================

============================================================================ Elevador para motos Postado por Gil - 2005/01/27 11:36 Ola, bom, depois que eu abri o outro topico sobre o projeto das motos, nao tenho conseguido dormir, pois meu cerebro nao para, ai conversei com o

Leia mais

ATIVIDADES PREPARATÓRIAS

ATIVIDADES PREPARATÓRIAS APOSTILA CRIANÇAS GUIA DE ATIVIDADES ATIVIDADES PREPARATÓRIAS Escolher a atividade mais adequada ao seu grupo de alunos. Cada professor poderá elaborar sua própria atividade se assim o desejar. Abaixo

Leia mais

como começar aprenda como fazer craft em feltro de um jeito fácil e divertido!

como começar aprenda como fazer craft em feltro de um jeito fácil e divertido! como começar aprenda como fazer craft em feltro de um jeito fácil e divertido! pra você, com carinho do aqui você vai encontrar: os materiais básicos para fazer arte em feltro os principais pontos de costura

Leia mais

Tutorial para modificar kit de móveis básico

Tutorial para modificar kit de móveis básico Tutorial para modificar kit de móveis básico (kit pode ser obtido em www.pequenasartes.com.br ) Material necessário: - estilete - lixa (é sempre bom ter um pouco a mais) de 240 ou mais fina. Quanto mais

Leia mais

I A ADAPTAÇÃO. Equipe: Rose, Ilza e Bruna

I A ADAPTAÇÃO. Equipe: Rose, Ilza e Bruna I A ADAPTAÇÃO Estamos chegando ao final do período de adaptação do grupo IA e a cada dia conhecemos mais sobre cada bebê. Começamos a perceber o temperamento, as particularidades e diferenças de cada criança

Leia mais

Iracema ia fazer aniversário. Não

Iracema ia fazer aniversário. Não Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães Iracema ia fazer aniversário. Não sabia muito bem se ela podia convidar a turma do Hospital por motivos fáceis de explicar,

Leia mais

Altos da Serra - Capítulo Altos da Serra. Novela de Fernando de Oliveira. Escrita por Fernando de Oliveira. Personagens deste Capítulo

Altos da Serra - Capítulo Altos da Serra. Novela de Fernando de Oliveira. Escrita por Fernando de Oliveira. Personagens deste Capítulo Altos da Serra - Capítulo 03 1 Altos da Serra Novela de Fernando de Oliveira Escrita por Fernando de Oliveira Personagens deste Capítulo Altos da Serra - Capítulo 03 2 CENA 01. CAPELA / CASAMENTO. INTERIOR.

Leia mais

JOGO DA MEMÓRIA DE 10 ESCOLHA UMA DUPLA PARA JOGAR ESTE JOGO. LEIA AS REGRAS E BOM DIVERTIMENTO!

JOGO DA MEMÓRIA DE 10 ESCOLHA UMA DUPLA PARA JOGAR ESTE JOGO. LEIA AS REGRAS E BOM DIVERTIMENTO! 1º ANO MATEMÁTICA JOGO DA MEMÓRIA DE 10 ESCOLHA UMA DUPLA PARA JOGAR ESTE JOGO. LEIA AS REGRAS E BOM DIVERTIMENTO! REGRAS: 1- PEGUE UM BARALHO E SEPARE AS CARTAS QUE FAZEM PARES QUE SOMAM 10 PONTOS (1,2,3,4,5,6,7,8

Leia mais

A DOCUMENTAÇÃO DA APRENDIZAGEM: A VOZ DAS CRIANÇAS. Ana Azevedo Júlia Oliveira-Formosinho

A DOCUMENTAÇÃO DA APRENDIZAGEM: A VOZ DAS CRIANÇAS. Ana Azevedo Júlia Oliveira-Formosinho A DOCUMENTAÇÃO DA APRENDIZAGEM: A VOZ DAS CRIANÇAS Ana Azevedo Júlia Oliveira-Formosinho Questões sobre o portfólio respondidas pelas crianças: 1. O que é um portfólio? 2. Gostas do teu portfólio? Porquê?

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Fabrício Local: Núcleo de Arte do Neblon Data: 26.11.2013 Horário: 14h30 Duração da entrevista: 20min COR PRETA

Leia mais

Actividades. portefólio( )

Actividades. portefólio( ) Categoria Sub-categoria Unidades de registo Ent. Actividades Com os profissionais: Com a profissional, ela orientou-nos sobre todo o processo( ) A3 -Explicação do processo de rvcc A primeira sessão foi

Leia mais

Que estúpido, meu Deus! Que estúpido! Como pude não notar durante tanto tempo?! Quase dois anos e eu, sem a menor, a mínima desconfiança.

Que estúpido, meu Deus! Que estúpido! Como pude não notar durante tanto tempo?! Quase dois anos e eu, sem a menor, a mínima desconfiança. 1 Que estúpido, meu Deus! Que estúpido! Como pude não notar durante tanto tempo?! Quase dois anos e eu, sem a menor, a mínima desconfiança. Desconfiar Do que eu ia desconfiar?! Não. De nada nem de ninguém.

Leia mais

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje.

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. MENININHA Na escola estão Pedro e Thiago conversando. PEDRO: Cara você viu o jogo ontem? THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. PEDRO: Bah tu perdeu um baita jogo.

Leia mais

Cantar, Cantar e Cantar... e onde chegar?

Cantar, Cantar e Cantar... e onde chegar? Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio Rua Tonelero, 56 Copacabana RJ site:www.redesagradorj.com.br / e-mail:cscm@redesagradorj.com.br Cantar, Cantar e Cantar... e onde chegar? Turma: 2º Período A Professora

Leia mais

-Oi Vô! Vamos pra água? -Calma! Ainda tem que pintar a canoa!

-Oi Vô! Vamos pra água? -Calma! Ainda tem que pintar a canoa! Sabedoria do mar Pesquisa: Fábio G. Daura Jorge, Biólogo. Leonardo L. Wedekin, Biólogo. Natália Hanazaki, Ecóloga. Roteiro: Maurício Muniz Fábio G. Daura Jorge Ilustração: Maurício Muniz Apresentação Esta

Leia mais

Garoto extraordinário

Garoto extraordinário Garoto extraordinário (adequada para crianças de 6 a 8 anos) Texto: Lucas 2:40-52 Princípio: ser como Jesus Você vai precisar de um fantoche de cara engraçada, um adulto para manipular o fantoche atrás

Leia mais

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA:

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 0 / / 03 UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

Pegada nas Escolas - LIXO - PROPOSTAS PARA A ESCOLA: LIXO

Pegada nas Escolas - LIXO - PROPOSTAS PARA A ESCOLA: LIXO Pegada nas Escolas - LIXO - 1 PROPOSTAS PARA A ESCOLA: LIXO Nessa fase vamos colocar a mão na massa para criar um conjunto de soluções que permitam reduzir a Pegada Ecológica e de Carbono* na Escola. Para

Leia mais

O QUE É ISSO? LUZ OU SOMBRA? Cláudia Helena Paulino Bogas Cristina de Souza Fassina Leidi Renata Messias.

O QUE É ISSO? LUZ OU SOMBRA? Cláudia Helena Paulino Bogas Cristina de Souza Fassina Leidi Renata Messias. O QUE É ISSO? LUZ OU SOMBRA? Cláudia Helena Paulino Bogas Cristina de Souza Fassina Leidi Renata Messias INTRODUÇÃO Email : claudiabogas@gmail.com O presente trabalho foi desenvolvido a fim promover discussões

Leia mais

às flores do meu jardim, Kamilly Evelyn, Ana Karolliny e Hemilly Kauany

às flores do meu jardim, Kamilly Evelyn, Ana Karolliny e Hemilly Kauany às flores do meu jardim, Kamilly Evelyn, Ana Karolliny e Hemilly Kauany 1 2 3 ÍNDICE Reunião no pomar...5 a 12 O triste drama de um livrinho...13 a 21 4 5 Em uma tarde bonita e ensolarada, numa época em

Leia mais

Francisco Anacleto Barros Fidelis de Moura. 40 Anos. 29 de Abril de Anos

Francisco Anacleto Barros Fidelis de Moura. 40 Anos. 29 de Abril de Anos Francisco Anacleto Barros Fidelis de Moura 40 Anos 29 de Abril de 2016 40 Anos Louro Neste dia tão importante em sua vida, eu e seu pai selecionamos algumas fotos e documentos que dizem respeito à sua

Leia mais

Meu nome é César e hoje começam minhas aulas numa nova escola. Por causa disso, estou de péssimo

Meu nome é César e hoje começam minhas aulas numa nova escola. Por causa disso, estou de péssimo 1. Meu nome é César e hoje começam minhas aulas numa nova escola. Por causa disso, estou de péssimo humor. Todo ano é a mesma coisa: tenho que trocar de escola, de colegas, de professores, de bairro e,

Leia mais

A divisão também é usada para se saber quantas vezes uma quantidade cabe em outra.

A divisão também é usada para se saber quantas vezes uma quantidade cabe em outra. DIVISÃO É o contrário da multiplicação. Ou seja, tem o sentido de dividir, repartir ou distribuir. Quando dividimos um número pelo outro, estamos diminuindo seu tamanho, distribuindo de maneira igual à

Leia mais

FILHO 1: Ô mãe! Onde está o meu sapato? Onde está o meu sapato? Onde está o meu sapato?

FILHO 1: Ô mãe! Onde está o meu sapato? Onde está o meu sapato? Onde está o meu sapato? CENA I LOCUTOR: Apresentamos uma família qualquer, com mãe, pai, filhos, tia e avó. Todos morando em uma casa simples. A família com seus mais diversos membros deve ser uma semente plantada com atenção,

Leia mais

Língua Portuguesa. Férias na casa de meu avô. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Camila Vilas Boas Oliveira

Língua Portuguesa. Férias na casa de meu avô. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Camila Vilas Boas Oliveira Férias na casa de meu avô Língua Portuguesa 6º Ano do Ensino Fundamental II Nome: Camila Vilas Boas Oliveira Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara 2015 Num belo dia eu e meu avô João fomos pescar

Leia mais

Não Fale com Estranhos

Não Fale com Estranhos Não Fale com Estranhos Texto por: Aline Santos Sanches PERSONAGENS Cachorro, Gato, Lobo, Professora, Coelho SINOPSE Cachorro e Gato são colegas de classe, mas Gato é arisco e resolve falar com um estranho.

Leia mais

Real Brazilian Conversations #21 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com

Real Brazilian Conversations #21 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com Subjects on this conversation: How it is like to live in Uberlândia MG. Context: In this conversation André talks to his aunt Edmárcia, about the city of Uberlândia, in Minas Gerais state. She tells us

Leia mais

para todos! feliz ano-novo não... sopa pura?! então eu tenho que tomar sopa pura! pãozinho aqui em casa... porque não sabe ligar a tv...

para todos! feliz ano-novo não... sopa pura?! então eu tenho que tomar sopa pura! pãozinho aqui em casa... porque não sabe ligar a tv... feliz ano-novo para todos! *soluço* por que o seu irmãozinho está chorando? ele está vendo alguma coisa triste? não... é que ele fica deprimido porque não sabe ligar a tv... *suspiro* se existe uma coisa

Leia mais

Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês...

Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês... Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Oi! Eu sou a Giovanna, a Nana! NINA - E eu sou a Nina! NANA - Ah, fala o teu nome inteiro, né, Marina! NINA - Ué, pra quê? Você acabou de dizer! NANA

Leia mais

Versão RECONTO. O Principezinho. PLIP003 De Antoine De Saint Exupéry

Versão RECONTO. O Principezinho. PLIP003  De Antoine De Saint Exupéry O Principezinho De Antoine De Saint Exupéry Versão RECONTO Adaptação e revisão de texto Judite Vieira e Maria da Luz Simão Escola Secundária Afonso Lopes Vieira Leiria PLIP003 www.plip.ipleiria.pt Este

Leia mais

TUTORIAL CORDÃO DE LUZ

TUTORIAL CORDÃO DE LUZ TUTORIAL CORDÃO DE LUZ por MARINA TSUGE WWW.VIDADETSUGE.COM.BR MATERIAL NECESSÁRIO 90mt de linha de cotton (são aquelas linhas pra fazer crochê. Um rolo grande tem 500 mt OBS.: quanto mais linha, mais

Leia mais

Altos da Serra - Capítulo Altos da Serra. Novela de Fernando de Oliveira. Escrita por Fernando de Oliveira. Personagens deste Capítulo

Altos da Serra - Capítulo Altos da Serra. Novela de Fernando de Oliveira. Escrita por Fernando de Oliveira. Personagens deste Capítulo Altos da Serra - Capítulo 09 1 Altos da Serra Novela de Fernando de Oliveira Escrita por Fernando de Oliveira Personagens deste Capítulo Altos da Serra - Capítulo 09 2 CENA 01. DELEGACIA INT. / NOITE Sargento

Leia mais

AURORA O CANTONOVELA Luiz Tatit

AURORA O CANTONOVELA Luiz Tatit AURORA O CANTONOVELA Luiz Tatit A) Marcando compasso Oi, estou aqui outra vez Esperando por ela, esperando Você lembra como ela era antes? Você marcava algum encontro A qualquer hora Lá estava ela: Aurora!

Leia mais

Cap.1- Separação. Um roteiro

Cap.1- Separação. Um roteiro Até quando? Cap.1- Separação Um roteiro de Lucas Luiz SEQ. 1: Sala do apartamento Int. / dia Letícia procura por algo em uma caixa de sapato, sentada no sofá. A sua frente está André, em pé, observando-a.

Leia mais

Infantil 3 Março de 2017

Infantil 3 Março de 2017 Infantil 3 Março de 2017 Agora é a minha vez! Os nossos dias na escola começam com uma bela roda de conversa. Bela porque é um excelente recurso a favor do desenvolvimento da linguagem oral, de uma fala

Leia mais

Que Nevão! Teresa Dangerfield

Que Nevão! Teresa Dangerfield Que Nevão! Teresa Dangerfield Que Nevão! Teresa Dangerfield Mamã, Mamã, está tudo branquinho lá fora! gritou o Tomás muito contente assim que se levantou e espreitou pela janela. Mariana, vem ver depressa!

Leia mais

6º. Prêmio CET de Educação de Trânsito. Projeto Educação de Trânsito. Público alvo do trabalho: Crianças de 3 e 4 anos e a Comunidade da escola.

6º. Prêmio CET de Educação de Trânsito. Projeto Educação de Trânsito. Público alvo do trabalho: Crianças de 3 e 4 anos e a Comunidade da escola. 6º. Prêmio CET de Educação de Trânsito Projeto Educação de Trânsito Justificativa Público alvo do trabalho: Crianças de 3 e 4 anos e a Comunidade da escola. Considerando que as praticas pedagógicas que

Leia mais

Porém este respondeu: Não quero; mais tarde, tocado de arrependimento, foi e fez o que o pai pediu pra ele. BOCA DE FORNO. Regras:

Porém este respondeu: Não quero; mais tarde, tocado de arrependimento, foi e fez o que o pai pediu pra ele. BOCA DE FORNO. Regras: BOCA DE FORNO A1 Regras: O professor comanda a brincadeira, e antes de cada tarefa o refrão: Professor: Boca de forno. Todos: Forno Professor : Tudo que eu pedir para fazer, faz? 2 Sugestões de tarefas

Leia mais

O soldadinho de chumbo

O soldadinho de chumbo O soldadinho de chumbo U m menino ganhou de presente de aniversário uma caixa de papelão com vinte e cinco soldadinhos de chumbo, todos iguaizinhos. Um deles era perneta, pois durante a fabricação havia

Leia mais

MEU ANIVERSÁRIO 01 Um dia, na escola, as meninas falaram para mim: - Samara, sabia que você vai ganhar um presente dos meninos no final da O SUSTO!

MEU ANIVERSÁRIO 01 Um dia, na escola, as meninas falaram para mim: - Samara, sabia que você vai ganhar um presente dos meninos no final da O SUSTO! aula? MEU ANIVERSÁRIO 01 Um dia, na escola, as meninas falaram para mim: - Samara, sabia que você vai ganhar um presente dos meninos no final da Passou uns minutos, aí tive uma ideia: vou perguntar para

Leia mais

A conta-gotas. Ana Carolina Carvalho

A conta-gotas. Ana Carolina Carvalho A conta-gotas Ana Carolina Carvalho Agradeço a Regina Gulla pela leitura atenta e pelas sugestões. Para minha mãe, pela presença. Para Marina, minha afilhada, que quis ler o livro desde o começo. 1 A

Leia mais

Língua Portuguesa (contemplando os 4 eixos: Leitura; Produção de textos; Oralidade; Análise Linguística.

Língua Portuguesa (contemplando os 4 eixos: Leitura; Produção de textos; Oralidade; Análise Linguística. PLANEJAMENTO: Identidade PROFESSORA: Iracema Pavão História trabalhada ao longo da sequência: Competências Objetivos Estratégias em Leitura; produção textual; oralidade; análise linguística. - Estimular

Leia mais

Estou tentando fazer esse manual a muito tempo, na verdade queria fazer um vídeo, mas, não consegui, então fiz fotos do passo a passo!

Estou tentando fazer esse manual a muito tempo, na verdade queria fazer um vídeo, mas, não consegui, então fiz fotos do passo a passo! 1 Olá Tudo bem? Estou tentando fazer esse manual a muito tempo, na verdade queria fazer um vídeo, mas, não consegui, então fiz fotos do passo a passo! Com dicas VALIOSAS! Fique atenta! Sabe essas lindas

Leia mais

Experimento da 1ª Lei da Reflexão

Experimento da 1ª Lei da Reflexão Experimento da 1ª Lei da Reflexão Regina Costa O estudo da Física é muitas vezes confundido com o estudo da Matemática. Os alunos acreditam que estudar Física é simplesmente aplicar fórmulas para resolver

Leia mais

*PRECCI* Programa de Evangelização e Catequese Católico InfantoJuvenil TiaJane. Roteiro

*PRECCI* Programa de Evangelização e Catequese Católico InfantoJuvenil TiaJane. Roteiro Personagens: J- TIA JANE B- Anjo BENTINHO P- PEDRINHO C- CLARINHA Be- Bebel Roteiro J- É ano novo lalaia, é ano novo lalaia! Vou deixar tudo bonito pra esperar o menino Jesus que vai nascer!!! (cantando

Leia mais

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016 PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016 Tema: Gratidão e celebração Mês: Dezembro Habilidade Sócio emocional: Este projeto visa promover o encerramento do ano de 2016, em que os alunos terão a oportunidade de resgatar

Leia mais

Olhando o Aluno Deficiente na EJA

Olhando o Aluno Deficiente na EJA Olhando o Aluno Deficiente na EJA ConhecendoJoice e Paula Lúcia Maria Santos Tinós ltinos@ffclrp.usp.br Apresentando Joice e Paula Prazer... Eu sou a Joice Eu sou a (...), tenho 18 anos, gosto bastante

Leia mais

Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material)

Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) Número da fita: 0037 Título: Entrevista com D. Mariana e Seu Pedro Mídia: Mini DV Time Code in Out 00: 08 02: 35 S. Pedro Antonio e D. Mariana num sofá, com uma bandeira de folia ao lado. (o filme começa

Leia mais

O Pequeno Trevo e os Amigos da Rua

O Pequeno Trevo e os Amigos da Rua O Pequeno Trevo e os Amigos da Rua De Pedro Santos de Oliveira Versão COMPLETA Por Pedro Santos de Oliveira Ilustrações de Luis de Lacerda Estrela PLIP009 www.plip.ipleiria.pt 2013 O Pequeno Trevo e os

Leia mais

NOTÍCIAS DA SALA 2 ANOS

NOTÍCIAS DA SALA 2 ANOS NOTÍCIAS DA SALA 2 ANOS meses de Setembro,outubro,Novembro e dezembro 2016 Olá a todos, nós somos o grupinho da sala dos 2 Anos que transitou para a nova sala. No início de Setembro exploramos a sala,

Leia mais

Pegada nas Escolas - CONSUMO - PROPOSTAS PARA A ESCOLA: CONSUMO

Pegada nas Escolas - CONSUMO - PROPOSTAS PARA A ESCOLA: CONSUMO Pegada nas Escolas - CONSUMO - 1 PROPOSTAS PARA A ESCOLA: CONSUMO Nessa fase vamos colocar a mão na massa para criar um conjunto de soluções que permitam reduzir a Pegada Ecológica e de Carbono* na Escola.

Leia mais

Projeto de Leitura. A girafa que comia estrelas. Escrito por: José Eduardo Agualusa. Ilustrado por: Henrique Cayatte.

Projeto de Leitura. A girafa que comia estrelas. Escrito por: José Eduardo Agualusa. Ilustrado por: Henrique Cayatte. Projeto de Leitura A girafa que comia estrelas Escrito por: José Eduardo Agualusa Ilustrado por: Henrique Cayatte. Publicações Dom Quixote, Lisboa, Portugal. - 2005 ISBN 972-20-2942-8. Era uma vez Olímpia,

Leia mais

ARTESANATO COM CD USADO. RECICLAGEM DE CD E DVD.

ARTESANATO COM CD USADO. RECICLAGEM DE CD E DVD. ARTESANATO COM CD USADO. RECICLAGEM DE CD E DVD. ARTESANATO COM CD USADO. RECICLAGEM DE CD E DVD. Tinta para pintura de CDs e DVDs: Alguns artesões usam tinta acrílica, outros usam até esmalte de unha;

Leia mais

Pensamento Positivo. Pr. Rodrigo Moraes

Pensamento Positivo. Pr. Rodrigo Moraes Pensamento Positivo Pr. Rodrigo Moraes Pensamento Positivo Pastor Rodrigo Moraes Igreja Nova Aliança Ministério Atraindo Vidas Para Deus - AVD 2015 Prefácio Esta é uma obra com o intuito de mostrar com

Leia mais

Jornalista: E o Lula torcedor, vai estar no estádio em 2014? Presidente: Se Deus quiser. Se Deus quiser estarei lá com uma vuvuzela.

Jornalista: E o Lula torcedor, vai estar no estádio em 2014? Presidente: Se Deus quiser. Se Deus quiser estarei lá com uma vuvuzela. Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após cerimônia de início da jornada para a Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014 Johannesburgo-África do Sul, 08 de julho

Leia mais

Pegada nas Escolas - ENERGIA- PROPOSTAS PARA A ESCOLA: ENERGIA

Pegada nas Escolas - ENERGIA- PROPOSTAS PARA A ESCOLA: ENERGIA Pegada nas Escolas - ENERGIA- 1 PROPOSTAS PARA A ESCOLA: ENERGIA Nessa fase vamos colocar a mão na massa para criar um conjunto de soluções que permitam reduzir a Pegada Ecológica e de Carbono* na Escola,

Leia mais

Pegada nas Escolas - ÁGUA - PROPOSTAS PARA A ESCOLA: ÁGUA

Pegada nas Escolas - ÁGUA - PROPOSTAS PARA A ESCOLA: ÁGUA Pegada nas Escolas - ÁGUA - 1 PROPOSTAS PARA A ESCOLA: ÁGUA Nessa fase vamos colocar a mão na massa para criar um conjunto de propostas que permitam reduzir a Pegada Ecológica e de Carbono* na Escola,

Leia mais

Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material)

Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) Número da fita: 0104 Título: Entrevista com Cecília Lúcia da Conceição Mídia: Mini DV Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) In out 00: 10 03: 11 D. Eva lavando roupa. D.

Leia mais

MÃE, QUANDO EU CRESCER...

MÃE, QUANDO EU CRESCER... MÃE, QUANDO EU CRESCER... Dedico este livro a todas as pessoas que admiram e valorizam a delicadeza das crianças! Me chamo Carol, mas prefiro que me chamem de Cacau, além de ser um apelido que acho carinhoso,

Leia mais

PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL)

PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL) PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL) Professor (a): Paula Bartelli Francisquetti NOME DO LIVRO: A Colcha de Retalhos AUTOR: Conceil Corrêa da Silva e Nyl Ribeiro Silva COMPETÊNCIAS - Leitura, produção textual,

Leia mais

Resumo do plano de intervenção. Situação-problema: falta de espaço adequado para brincar Identificação: gestão, educadores e crianças

Resumo do plano de intervenção. Situação-problema: falta de espaço adequado para brincar Identificação: gestão, educadores e crianças Prefeitura Municipal de Camaçari Secretaria Municipal de Educação (Seduc) Escola Municipal Emaús Resumo do plano de intervenção Situação-problema: falta de espaço adequado para brincar Identificação: gestão,

Leia mais

É POSSÍVEL A GERMINAÇÃO SEM ÁGUA?

É POSSÍVEL A GERMINAÇÃO SEM ÁGUA? É POSSÍVEL A GERMINAÇÃO SEM ÁGUA? Mirela Mayume Yabuki Pizelli mirela_yabuki@yahoo.com.br Resumo O presente trabalho foi desenvolvido no Centro Municipal de Educação Infantil Dionísio da Silva, localizado

Leia mais

1 filho de 11 anos Local da entrevista Local de trabalho entrevistada no local de trabalho, numa sala ao lado da sala Comentários

1 filho de 11 anos Local da entrevista Local de trabalho entrevistada no local de trabalho, numa sala ao lado da sala Comentários 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 Identificação F01 Duração da entrevista 24:58 Data da entrevista 6-5-2011 Ano de nascimento (Idade) 1971 (39) Local de nascimento/residência

Leia mais

Apostila digital. Passo a passo explicativo com fotos

Apostila digital. Passo a passo explicativo com fotos Apostila digital Passo a passo explicativo com fotos Olá! Seja bem vindo(a) ao nosso novo passo a passo de bonecos. Junto(a)s iremos ver de forma detalhada cada etapa de produção e também pequenos detalhes

Leia mais

IDENTIDADE. -Identificar seu nome e a história do mesmo. -Reconhecer seu nome dentre os demais.

IDENTIDADE. -Identificar seu nome e a história do mesmo. -Reconhecer seu nome dentre os demais. PLANEJAMENTO (IDENTIDADE) Professor(a) :Carina Robetti Canei IDENTIDADE Competências Objetivos -Oralidade; -Leitura; -Análise linguística. -Identificar seu nome e a história do mesmo. -Reconhecer seu nome

Leia mais

HISTÓRIA DE MARIA HISTÓRIA DE MARIA

HISTÓRIA DE MARIA HISTÓRIA DE MARIA HISTÓRIA DE MARIA HISTÓRIA DE MARIA Cristina Varela* Joanalira Corpes Magalhães** Juliana Lapa Rizza*** Luciana Kornatzki**** Paula Regina Costa Ribeiro***** Oi pessoal!!! Há quanto tempo não nos encontrávamos,

Leia mais

''TU DUM, TU DUM, TU DUM'' este era o barulho do coração de uma mulher que estava prestes a ter um filho, o clima estava tenso, Médicos correndo de

''TU DUM, TU DUM, TU DUM'' este era o barulho do coração de uma mulher que estava prestes a ter um filho, o clima estava tenso, Médicos correndo de ''TU DUM, TU DUM, TU DUM'' este era o barulho do coração de uma mulher que estava prestes a ter um filho, o clima estava tenso, Médicos correndo de lá para cá sem descanso, até que um choro é ouvido, sim,

Leia mais

Boneca Alice Lista de Materiais:

Boneca Alice Lista de Materiais: Lista de Materiais: Feltro nas cores: Azul turquesa, preto, amarelo, branco, pele, vermelho e rosa Linha pesponto nas cores: Azul turquesa, preto, branco, pele e amarela Fibra siliconada para enchimento

Leia mais

DESCOBRINDO ESQUELETOS Bettoni, Andréia Blanco

DESCOBRINDO ESQUELETOS Bettoni, Andréia Blanco DESCOBRINDO ESQUELETOS Bettoni, Andréia Blanco Resumo Ao assistir o clipe do filme Noiva Cadáver, foi inserido o questionamento sobre a existência ou não de caveiras. O trabalho teve como objetivo estimular

Leia mais

Versão PICTOGRÁFICA (SPC)

Versão PICTOGRÁFICA (SPC) O Principezinho De Antoine De Saint Exupéry Versão PICTOGRÁFICA (SPC) Adaptação e revisão de texto Judite Vieira e Maria da Luz Simão Tradução e adaptação para pictogramas (SPC) Carlos Pereira e Ana Silva

Leia mais

Tecidas com lã, ou de forro polar, a barriga e os braços, te vão abrigar. Sala Laranja 3 anos O INVERNO

Tecidas com lã, ou de forro polar, a barriga e os braços, te vão abrigar. Sala Laranja 3 anos O INVERNO Sala Laranja 3 anos O INVERNO Na estação do ano inverno - que terminou há poucos dias, explorámos algumas adivinhas relacionadas com o vestuário que usamos nessa época. Nem todas as adivinhas eram fáceis,

Leia mais

O PEQUENO TREVO E OS AMIGOS DA RUA

O PEQUENO TREVO E OS AMIGOS DA RUA O PEQUENO TREVO E OS AMIGOS DA RUA LEITURA FÁCIL De Pedro Santos de Oliveira Ilustrações de Luis de Lacerda Estrela PLIP009 Adaptação e revisão de texto Ana Cristina Luz Desenvolvido no âmbito do projeto

Leia mais

A importante tarefa da criança: o brincar e sua função educativa. Thaís Fernanda C. Rodrigues

A importante tarefa da criança: o brincar e sua função educativa. Thaís Fernanda C. Rodrigues A importante tarefa da criança: o brincar e sua função educativa Thaís Fernanda C. Rodrigues Durante minhas observações vi que o imaginário e as brincadeiras das crianças do grupo 5A vespertino estavam

Leia mais

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar...

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... O pequeno Will A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... Então um dia tomei coragem e corri até mamãe e falei: - Mãeee queria tanto um irmãozinho, para brincar comigo!

Leia mais

da quando me chama de palito de fósforo e ri de um jeito tão irritante que me deixa louco da vida, com vontade de inventar apelidos horripilantes

da quando me chama de palito de fósforo e ri de um jeito tão irritante que me deixa louco da vida, com vontade de inventar apelidos horripilantes Chiquinho MIOLO 3/8/07 9:34 AM Page 14 Meu nome é Chiquinho Meu pai é alto e magro e se chama Chico. Meu avô é baixo e gordo e se chama Francisco. Eu me chamo Chiquinho e ainda não sei como sou. Já andei

Leia mais

Ofícios que a modernidade não dissolveu

Ofícios que a modernidade não dissolveu Ofícios que a modernidade não dissolveu Um passeio despretensioso pelo bairro Estados Unidos, é um disparate nos dias atuais. Requer tempo, e tempo é raridade. Quanto mais se busca, mais se perde. Quanto

Leia mais

TEMA: DUPLA VISTA. NARRADOR 1 Em uma pequena cidade, chamada Amor Perfeito, viviam três garotinhas chamadas: Amanda, Melissa e Carlinha.

TEMA: DUPLA VISTA. NARRADOR 1 Em uma pequena cidade, chamada Amor Perfeito, viviam três garotinhas chamadas: Amanda, Melissa e Carlinha. TEATRO TEMA: DUPLA VISTA NARRADOR 1 Em uma pequena cidade, chamada Amor Perfeito, viviam três garotinhas chamadas: Amanda, Melissa e Carlinha. NARRADOR 2 Elas era super amigas e viviam inventando novas

Leia mais

Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Ilustração da Capa: Grace Kelli Pereira Projeto gráfico e editoração eletrônica: WOZi Revisão: Roque Aloisio Weschenfelder Todos os direitos desta

Leia mais

Construa uma. Celestial Casinha na Árvore de Papel em 3D

Construa uma. Celestial Casinha na Árvore de Papel em 3D Construa uma Celestial Casinha na Árvore de Papel em 3D 2 Modelos de folhagens Obs: Imprima as páginas 2 e 3 em papel branco. Recorte os modelos para usar como molde para criar a folhagem de fundo. Coloque

Leia mais

É Quase Natal. Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa

É Quase Natal. Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa É Quase Natal No vale encantado Vive uma família especial São Bonecos de Neve E é quase Natal 2x Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa Tanto

Leia mais

Era domingo e o céu estava mais

Era domingo e o céu estava mais Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães Era domingo e o céu estava mais azul que o azul mais azul que se possa imaginar. O sol de maio deixava o dia ainda mais bonito

Leia mais

Olá, meu amigo(a)! Eu sou o Vilinha, e vim aqui hoje te conhecer porque soube que você perdeu uma pessoa especial, não foi isso? Eu imagino como você

Olá, meu amigo(a)! Eu sou o Vilinha, e vim aqui hoje te conhecer porque soube que você perdeu uma pessoa especial, não foi isso? Eu imagino como você APRESENTAÇÃO O mundo das crianças não é tão risonho como se pensa, há medos e muitas experiências de perdas. Os adultos não gostam de falar disso, muito provavelmente para escaparem dessa dor. (Rubem Alves)

Leia mais

Os três filhos entram no Labirinto e seguem o percurso da mãe através do sangue.

Os três filhos entram no Labirinto e seguem o percurso da mãe através do sangue. 1. A Mulher-Sem-Cabeça onde está ela? A mãe avança sozinha, já sem cabeça, e procura os seus três filhos. Está no quintal, a cabeça foi cortada e o sangue que vai saindo traça um percurso, um itinerário

Leia mais

Peça: Porta Recados Criação: Professora Dany Alves

Peça: Porta Recados Criação: Professora Dany Alves Peça: Porta Recados Criação: Professora Dany Alves Inspiração: Peça feita para ser usada para decorar qualquer ambiente de sua casa. Com toque de carinho vamos organizar nossos compromissos e recados!

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Cultivar e guardar a Criação Disciplina: Língua Portuguesa / ESTUDOS AUTÔNOMOS Ano: 2º - Ensino Fundamental Aluno(a): N o : Turma: Professora: Data: 14 / 3 / 2017

Leia mais

Em um dia ensolarado, a família do Carlinhos foi passear lá no Aterro do Flamengo. O que será que houve? Após terem comprado a água de coco...

Em um dia ensolarado, a família do Carlinhos foi passear lá no Aterro do Flamengo. O que será que houve? Após terem comprado a água de coco... Em um dia ensolarado, a família do Carlinhos foi passear lá no Aterro do Flamengo. O que será que houve? Joga a bola, papai! Joga a bola!! Está bem, Carlinhos! Pode deixar que eu jogo!! Um, dois, três

Leia mais

25 de Abril Quase como um Conto de Fadas. Texto: CONCEIÇÃO LOPES Ilustrações: CARLOS BARRADAS

25 de Abril Quase como um Conto de Fadas. Texto: CONCEIÇÃO LOPES Ilustrações: CARLOS BARRADAS 25 de Abril Quase como um Conto de Fadas Texto: CONCEIÇÃO LOPES Ilustrações: CARLOS BARRADAS 1 Saímos da sombra e expusemo-nos ao sol, eu, meu pai, minha mãe, meu avô e meus irmãos. Ao sol no prado, junto

Leia mais

Presente de Aniversário Vanessa Sueroz

Presente de Aniversário Vanessa Sueroz 2 Autor: Vanessa Sueroz Publicação: Novembro/2013 Edição: 1 ISBN: 0 Categoria: Livro nacional Romance Juvenil Designer: Rodrigo Vilela Leitora Crítica: Ka Alencar Disponível para Prévia do livro Contato:

Leia mais

Língua Portuguesa. O pequeno e grande Miles. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Ronaldo Rodrigues Júnior

Língua Portuguesa. O pequeno e grande Miles. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Ronaldo Rodrigues Júnior O pequeno e grande Miles Língua Portuguesa 6º Ano do Ensino Fundamental II Nome: Ronaldo Rodrigues Júnior Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara 2015 Era uma vez um menino que se chamava Miles Upshur.

Leia mais

Lá vem o Ano Novo. Texto: Ruth Rocha Ilustrações: Carlos Brito. Elaboração Anna Flora

Lá vem o Ano Novo. Texto: Ruth Rocha Ilustrações: Carlos Brito. Elaboração Anna Flora Lá vem o Ano Novo Texto: Ruth Rocha Ilustrações: Carlos Brito Elaboração Anna Flora Brincadeira 1: Teatro das horas Sugestão: Leia este livro e faça estas atividades no último mês de aula. Material necessário

Leia mais

alex viany depois. Fale aí, como é que foi voltar ao Cabra marcado

alex viany depois. Fale aí, como é que foi voltar ao Cabra marcado para [alex ViaNy] Vamos logo ao que interessa: 1964 vinte anos alex viany depois. Fale aí, como é que foi voltar ao Cabra marcado [1985] para morrer? [eduardo coutinho] Eu previa o seguinte: tinha de fazer

Leia mais

Cláudio Leme Suzane Di Carlo Vinicius Andrade LIVRO CÉU E AS ESTRELAS

Cláudio Leme Suzane Di Carlo Vinicius Andrade LIVRO CÉU E AS ESTRELAS Cláudio Leme Suzane Di Carlo Vinicius Andrade LIVRO CÉU E AS ESTRELAS SÃO PAULO SP 2017 1 31 RELATÓRIO FINAL O projeto levantou questões importantes permitindo uma comunicação com o seu público-alvo por

Leia mais