Realização: Características de projeto, sistemas construtivos e execução da estrutura do Shopping Cidade São Paulo e Torre Matarazzo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Realização: Características de projeto, sistemas construtivos e execução da estrutura do Shopping Cidade São Paulo e Torre Matarazzo"

Transcrição

1 Realização: 2014 Características de projeto, sistemas construtivos e execução da estrutura do Shopping Cidade São Paulo e Torre Matarazzo Luiz Antonio Nascimento Maria Diretor da Método Engenharia

2 Caracteristicas de projeto, sistemas construtivos e execução do Shopping Cidade São Paulo e Torre Matarazzo Agosto/2014

3 IMAGEM

4 1. Visão Geral do Projeto 2. Logistica e Estrategia de Execução 3. Soluções de Produtividade 4. Soluções de Engenharia

5 1. Visão Geral do Projeto

6 Visão Geral do Projeto Caracteristicas Área do terreno: ,50 m² Área total Construída: ,63 m² Área externa: 5.449,82 m2 07 subsolos 06 Pavimentos de Shopping 13 Pavimentos de Lajes Corporativas 03 Pavimentos Técnicos ( 6º, 21º, 22º ) Heliponto

7 Visão Geral do Projeto A estrutura de concreto Superestrutura: m³ Blocos: 3.000m³ Subsolos: m³ Shopping: m³ Torre: m³ Escadas: 3.900m³ Aço: ton

8 Visão Geral do Projeto Execução Estrutura m³ de concreto + / betoneiras Média de m³/mês Picos de m³/mês ton de aço + / carretas Média de kg/mês

9 Visão Geral do Projeto Localização Av. Paulista

10 Visão Geral do Projeto O entorno

11 2. Logistica e Estrategia de Execução

12 Logistica e Estratégia de Execução Faseamento da Obra Subsolos 10 setores independentes Por região de obra, condição de acesso e acompanhando a execução das fundações 114 Blocos de fundação

13 Logistica e Estratégia de Execução T3 T2 T

14 Logistica e Estratégia de Execução

15 Logistica e Estratégia de Execução Setores 6 e 7 Torre Setor 4 Setor 3 Setor 2

16 Logistica e Estratégia de Execução Faseamento de obra Shopping 4 setores independentes Por tipologia de projeto estrutural : Reticulado com vigas protendidas ( setores 1, 2 e 3 ) Laje Plana com Vigas ( setores 4, 5 e 6 ) Reticulado com vigas de concreto armado ( Torre ) Formação de equipes unicas de montagem ( Convencional / Alumills / Deck ) Melhor supervisão e assertividade nos prazos

17 Logistica e Estratégia de Execução

18 Estratégias de Execução - Logistica

19 Estratégias de Execução - Logistica Setores 1 e 2 Torre Setores 4 e 5 Lobby Setor 6

20 3. Soluções de Produtividade

21 Soluções de Produtividade - Cimbramento Estudo de ciclos Planejamento diferente para cada tipo de conformação Estrutural, de acordo com projeto do França & Associados No Shopping ciclos de 4 a 15 dias/ pavto Compressão de atividades críticas Remoção de restrições, analisando o caminho critico do ciclo: Cimbramento / Armação e Concreto Ciclo proposto para pavtos do Térreo ao 6º Gastalho de pilares Fôrma de pilares Lançar armação pilares Ciclo proposto para pavtos do 8º ao 12º Cimbramento de Fundo Gastalho de Viga de pilares Cimbramento de Lajes Fôrma de pilares Assoalho de Vigas Lançar e Lajes Ciclo armação proposto pilares para P18 pavtos / P19 do / 14º P20ao 17º Concretagem dos Fechar Pilares Gastalho fôrma de pilares P18 / P19 / P20 Armação de VigasLançar Fôrma armação de pilares P26+27 / P28 Armação de Lajes Fechar Ciclo Lançar fôrma proposto armação pilares para pilares P18 pavtos / P19 P18 do / P20 P19 18º / ao P20 21º Concretagem de Lajes Lançar Gastalho Fechar pilares fôrma de de pilares Periferia pilares P18 / P19 / P20 Fechar Fôrma Lançar fôrma de armação pilares pilares de Periferia P26+27 / P28 Cimbramento Lançar Fechar armação fôrma de Fundo pilares de P18 P18 Viga / / P19 P19 // P20 P20 Cimbramento Fechar Lançar pilares fôrma de pilares Lajes de Periferia P18 / P19 / P20 Assoalho Lançar Fechar de pilares fôrma Vigas pilares de e Lajes Periferia de Periferia Concretagem Fechar Cimbramento fôrma dos pilares Pilares de Fundo de Periferia de Viga Armação Cimbramento de Vigasde Fundo Lajes de Viga Armação Cimbramento Assoalho de Lajes de Vigas de Lajes e Lajes Assoalho Concretagem de de Vigas Lajes dos Pilares e Lajes Concretagem Armação de Vigas dos Pilares Armação de Vigas Lajes Armação Concretagem de Lajes de Lajes Concretagem de Lajes

22 Soluções de Produtividade - Cimbramento Cimbramento Escolha adequada da solução para cada tipologia de projeto Adaptação dos sistemas de acordo com a conformação estrutural Redução na carga total de cimbramentos e concentração de peças (menos peso, menos quantidade de peças velocidade ) Melhoria nos acessos e condições de montagem Foco na produtividade / Redução de até 25% no consumo de MDO/m³ Maior previsibilidade nos ciclos Melhor acabamento superficial

23 Soluções de Produtividade - Cimbramento Estudo de Viabilidade 1º pavto : uma conformação A partir do 2º Alumills + deck

24 Soluções de Produtividade - Cimbramento Estudo de Viabilidade A partir do 2º pavto dos setores 4, 5 e 6: Sistema Deck + Alumills

25 Soluções de Produtividade - Cimbramento Estrutura desformada e acabamento superficial sem tratamento

26 Soluções de Produtividade - Cimbramento Estudo de pré-montagem e voo de torres prontas de cimbramento Desenvolvimento em conjunto com a Mills ( para setores 1 e 2 e Torre ) Protótipos e testes de içamento e voo na fábrica da Mills Pré-montagem no pavimento ou em áreas próximas e transporte/posicionamento com grua Melhor condição de segurança na montagem Prazo de montagem reduzido de 4 para 2 dias

27 Soluções de Produtividade - Cimbramento Protótipo 1 em teste e peça de fixação para travamento desenvolvida

28 Soluções de Produtividade - Cimbramento Protótipo em teste na Mills Em obra Torre com 6 m pronta para o voo

29 Soluções de Produtividade - Aço Armação de Pilares da Torre Atividade crítica Núcleo 25 toneladas/pavto ( pavimentos de Shopping ) só para Pilares Desenvolvimento do escritório França & Associados de armação de pilares parede modulados para voo, inicialmente montando na própria obra Evoluimos para Pilares paredes pré-montados ( Votoraço / Araguaia ) e transportados para a obra

30 Soluções de Produtividade - Aço Transporte e entregua na obra pronta e identificada para pega da grua Armação montada fora da obra nas dimensões das carretas.

31 Soluções de Produtividade - Aço Pilares do Nucleo

32 Soluções de Produtividade - Concreto Concretagem de Pilares Problemas: Grandes volumes 60 a 180m³ por dia/setor Grandes alturas PD de 6, 12, 18 e 24m, concretados em lances de 6m Contratação da Phd Engenharia para : Desenvolver traços diferenciados concretos mais fluidos, mais argamassados e com agregados de menor diâmetro melhor qualidade Procedimentos de bombeamento utilizando um tubo tremonha, adequando a velocidade com controle de execução Procedimentos de lançamento a cada 2,5 m e adensamento

33 Soluções de Produtividade - Concreto Concretagem bombeada de pilares de 6 m do Cinema com uso de tubo tremonha.

34 Soluções de Produtividade - Concreto Concretagens diárias Problemas : Grandes volumes ( até 500 m3 / dia ) Zona de restrição máxima ( ZMRC ) Contratação da Phd Engenharia para Especificar procedimentos alternativos para cura cura química ( aplicação de pelicula ao invés de manta ) Procedimentos de tratamento a ser adotado para as paradas planejadas de concretagem Traços especiais desenvolvidos junto a Engemix Procedimentos de tratamento específicos para paradas não planejadas e bicheiras

35 Soluções de Produtividade - Concreto Concretagens diárias Utilização de Spider com 28 m de abrangência para subsolos e setores do Shopping Mastro (Placing Boom) para Torre Pátios diferenciados para concretagem ( ver esquematico ) Criação e aprovação junto a CET de um pátio de espera externo a obra na Rua Ribeirão Preto para reter os caminhões betoneira

36 Soluções de Produtividade - Concreto Patios de Descargas e Concretagens 3 tipos de configurações de pátio De acordo com volume e tempo de lançamento Tempos médios de lançamento Manobra simples: 1 Betoneira/ 32min Manobra em fila: 1 Betoneira/ 14min Manobra dupla: 1 Betoneira/ 6min

37 Soluções de Produtividade - Concreto Manobra simples: 32 min / betoneira 1 betoneira na bomba Entrada em ré Saída em frente

38 Soluções de Produtividade - Concreto Manobra em fila: 14 min / betoneira 1 betoneira na bomba 1 betoneira aguardando Sentido único de trafego

39 Soluções de Produtividade - Concreto Manobra dupla: 6 min / betoneira 2 betoneiras na bomba Sentido único de tráfego Descarga ininterrupta

40 Soluções de Produtividade - Concreto Mastro em concretagem de laje da Torre

41 4. Soluções de Engenharia

42 Soluções de Engenharia Grandes Alturas Estrutura do Cinema PD = 12m Cobertura técnica para equipamentos Estrutura do Lobby PD = 24m Pilares solteiros

43 Soluções de Engenharia Grandes Alturas Pilares solteiros 12m Cinema Lobby Pilares solteiros 24m

44 Soluções de Engenharia Grandes Alturas CINEMA 6 estudos de solução de escoramento Laje com alta capacidade de carga ( suporta os equipamentos de Ar Condicionado ) Devido a altura, houve a necessidade de fasear a execução / aprumar os pilares intermediários Opção final com plataforma intermediária de montagem 2 etapas 600 ton de material de cimbramento Acompanhamento técnico integral da Mills Opção 6

45 Soluções de Engenharia Grandes Alturas CINEMA - Montagem da 1ª Etapa PD 6m

46 Soluções de Engenharia Grandes Alturas CINEMA - Montagem da 1ª Etapa PD 6m

47 Soluções de Engenharia Grandes Alturas CINEMA - Montagem da 2ª Etapa PD 12m

48 Soluções de Engenharia Grandes Alturas CINEMA - Desforma e Retirada do Cimbramento

49 Soluções de Engenharia Grandes Alturas CINEMA Desforma e descimbramento concluidos e inicio de montagem do Cinema

50 Vista do Cinema Soluções de Engenharia Grandes Alturas

51 Vista do Cinema Soluções de Engenharia Grandes Alturas

52 Soluções de Engenharia Grandes Alturas LOBBY Laje de teto com alta capacidade de carga para estrutura do teatro Novamente, devido a altura, houve a necessidade de fasear a execução / aprumar os pilares intermediários de 24m Opção final com plataforma intermediária de montagem 4 etapas 480 ton de material de cimbramento

53 Vista do Lobby Soluções de Engenharia Grandes Alturas

54 Vista do Lobby Soluções de Engenharia Grandes Alturas

55 Soluções de Engenharia Grandes Alturas Vista Lobby

56 Soluções de Engenharia Heliponto Balanço de 8 m a 120 m de altura Projeto inicial em concreto moldado in loco Projeto de cimbramento em balanço fixado nas estruturas do 21ºPavto Solução substituída por projeto em estrutura mista, com o balanço em estrutura metálica

57 OBRIGADO! Luiz Antonio N. Maria Agosto/2014

Inovação com foco no cliente. Case The One. São Paulo, 06 de novembro de Cidade, XX de XX de 20XX

Inovação com foco no cliente. Case The One. São Paulo, 06 de novembro de Cidade, XX de XX de 20XX Inovação com foco no cliente Cidade, XX de XX de 20XX Case The One São Paulo, 06 de novembro de 2014 Cenário: - Terreno de 4.400 m² na região da Av Faria Lima - Parceria Odebrecht/Zabo - Vocação : corporativo

Leia mais

Relatório de Acompanhamento de obra

Relatório de Acompanhamento de obra Prezado(a) Sr. Daniel e Maria Carolina, Relatório de Acompanhamento de obra Nesse período da obra foi realizada a concretagem das vigas, utilizando a bomba-lança. Após este estapa as vigas já prontas,

Leia mais

CASAS COM PAREDES DE CONCRETO

CASAS COM PAREDES DE CONCRETO PAREDES DE CONCRETO CASAS COM PAREDES DE CONCRETO 2 PRÉDIOS 5 PAVTS. MCMV 3 25 PAVTS. CONCRETANDO 17ª LAJE TIPO 4 SELEÇAO DO PROCESSO CONSTRUTIVO OBJETIVOS: QUALIDADE DA OBRA FLUXO DE CAIXA POSITIVO RESULTADO

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DO PROJETO DE UMA ESTRUTURA (ETAPA PRELIMINAR)

DESENVOLVIMENTO DO PROJETO DE UMA ESTRUTURA (ETAPA PRELIMINAR) DESENVOLVIMENTO DO PROJETO DE UMA ESTRUTURA (ETAPA PRELIMINAR) DADOS NECESSÁRIOS PARA DEFINIR O PRODUTO (ESTRUTURA): Projeto Arquitetônico Plantas dos pavimentos tipos/subsolo/cobertura/ático Número de

Leia mais

Painel dos projetistas

Painel dos projetistas Painel dos projetistas Projetista: Rubem Clecio Schwingel Empresa: RS ENGENHARIA Projeto Estrutural e Consultoria Obra: Centro Educação Integrado - Campo Bom, RS Categoria: Obras especiais CEI Campo Bom

Leia mais

ROTEIROS DOS TRABALHOS

ROTEIROS DOS TRABALHOS TÉCNICAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL I ECV 5356 ROTEIROS DOS TRABALHOS Profs. Denise e Humberto ESTRUTURA DE CONCRETO ARMADO - FÔRMAS escolher 1 pavimento inteiro, incluindo montagem de fôrmas de pilares, vigas,

Leia mais

CONCRETO. FMC Profª Bárbara Silvéria

CONCRETO. FMC Profª Bárbara Silvéria CONCRETO FMC Profª Bárbara Silvéria Concreto - conceito O concreto é um material de construção resultante da mistura de aglomerante, agregados e água, formando um bloco monolítico; Concreto conceito A

Leia mais

Montagem de Mezaninos Metálicos em Estações da Fase II da Linha 4 Amarela do Metrô/SP, em Convivência com a Operação Comercial AEAMESP

Montagem de Mezaninos Metálicos em Estações da Fase II da Linha 4 Amarela do Metrô/SP, em Convivência com a Operação Comercial AEAMESP Montagem de Mezaninos Metálicos em Estações da Fase II da Linha 4 Amarela do Metrô/SP, em Convivência com a Operação Comercial Jean José de Lima Vanessa Alessandra Salvador 21ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA

Leia mais

BMX-A Parque da Cidade

BMX-A Parque da Cidade BMX-A Parque da Cidade processo construtivo de 6 sub-solos com empuxo desequilibrado Qualificação da obra do Parque da Cidade Área total do empreendimento: ~ 620.000 m² Área da Gleba A: ~ 190,000,00 m²

Leia mais

CONTROLE TECNOLÓGICO DO CONCRETO MCC2001 AULA 6 (parte 2)

CONTROLE TECNOLÓGICO DO CONCRETO MCC2001 AULA 6 (parte 2) CONTROLE TECNOLÓGICO DO CONCRETO MCC2001 AULA 6 (parte 2) Disciplina: Materiais de Construção II Professora: Dr. a Carmeane Effting 1 o semestre 2014 Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Engenharia

Leia mais

TECNOLOLOGIA BUBBLEDECK AMPLIAÇÃO DO EDIFÍCIO GARAGEM DO GALEÃO

TECNOLOLOGIA BUBBLEDECK AMPLIAÇÃO DO EDIFÍCIO GARAGEM DO GALEÃO TECNOLOLOGIA BUBBLEDECK AMPLIAÇÃO DO EDIFÍCIO GARAGEM DO GALEÃO Rio de Janeiro, 14 de outubro de 2015 01 RESUMO DA SITUAÇÃO 01 Ampliação do Aeroporto 01 Planta de Situação Ampliação do Edifício Garagem

Leia mais

Paredes de concreto. Passo 1. O nivelamento preciso da fundação, neste caso em radier, assegura a montagem correta do sistema de fôrmas.

Paredes de concreto. Passo 1. O nivelamento preciso da fundação, neste caso em radier, assegura a montagem correta do sistema de fôrmas. Paredes de concreto Sistema, assim como a produtividade, está associado a uso de concreto autoadensável, que não exige vibração. Veja como fazer montagem e desmontagem das fôrmas, bem como o lançamento

Leia mais

PRIDE IPIRANGA RELATÓRIO DE ANDAMENTO DA OBRA PERÍODO JANEIRO E FEVEREIRO DE 2016

PRIDE IPIRANGA RELATÓRIO DE ANDAMENTO DA OBRA PERÍODO JANEIRO E FEVEREIRO DE 2016 RELATÓRIO DE ANDAMENTO DA OBRA PERÍODO JANEIRO E FEVEREIRO DE 2016 Andamento das Obras Civis Serviços concluídos até 12/02/16: Estacas Escavadas são as paredes de concreto com profundidade de 11 metros

Leia mais

Universidade Federal de Itajubá Instituto de Recursos Naturais. Cálculo Estrutural EHD 804 MÉTODOS DE CONSTRUÇÃO. Profa.

Universidade Federal de Itajubá Instituto de Recursos Naturais. Cálculo Estrutural EHD 804 MÉTODOS DE CONSTRUÇÃO. Profa. Universidade Federal de Itajubá Instituto de Recursos Naturais Cálculo Estrutural EHD 804 MÉTODOS DE CONSTRUÇÃO Profa. Nívea Pons Objetivo: Projeto e dimensionamento de estruturas estáticas ou dinâmicas

Leia mais

Experiência Prática na execução de obra em parede de concreto. Arq. Rodrigo Matiello Bairro Novo Empreendimentos Imobiliários

Experiência Prática na execução de obra em parede de concreto. Arq. Rodrigo Matiello Bairro Novo Empreendimentos Imobiliários Experiência Prática na execução de obra em parede de concreto Arq. Rodrigo Matiello Bairro Novo Empreendimentos Imobiliários Agenda 1 Quem Somos 2 Tipologias Disponíveis 3 Escolha do Sistema Construtivo

Leia mais

MANUAL DA CONCRETAGEM

MANUAL DA CONCRETAGEM O planejamento da concretagem é um conjunto de medidas a serem tomadas antes do lançamento do concreto para assegurar a qualidade da peça concretada. Este manual tem a finalidade de servir como um check

Leia mais

Projetista: Renata Bontempo Teixeira dos Santos. Empresa: Premo Construções e Empreendimentos S/A. Categoria: Edifício altos de múltiplos pavimentos

Projetista: Renata Bontempo Teixeira dos Santos. Empresa: Premo Construções e Empreendimentos S/A. Categoria: Edifício altos de múltiplos pavimentos Projetista: Renata Bontempo Teixeira dos Santos Empresa: Premo Construções e Empreendimentos S/A. Obra: Boulevard Shopping Categoria: Edifício altos de múltiplos pavimentos Localização: Av. dos Andradas,

Leia mais

Projetista: Charles José Reis Hipólito. Empresa: Cassol Pré-Fabricados Ltda. Obra: Edifício Garagem Deck Park Praia de Belas

Projetista: Charles José Reis Hipólito. Empresa: Cassol Pré-Fabricados Ltda. Obra: Edifício Garagem Deck Park Praia de Belas Projetista: Charles José Reis Hipólito Empresa: Cassol Pré-Fabricados Ltda. Obra: Edifício Garagem Deck Park Praia de Belas www.cassol.ind.br INFORMAÇÕES GERAIS DA OBRA Localização da Obra : Av. Praia

Leia mais

EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO EM EDIFICAÇÕES DE ALVENARIA ESTRUTURAL ENGENHEIROS FERNANDO LUCAS MATEUS SOUZA RODRIGO DE MORAES FARIAS

EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO EM EDIFICAÇÕES DE ALVENARIA ESTRUTURAL ENGENHEIROS FERNANDO LUCAS MATEUS SOUZA RODRIGO DE MORAES FARIAS EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO EM EDIFICAÇÕES DE ALVENARIA ESTRUTURAL ENGENHEIROS FERNANDO LUCAS MATEUS SOUZA RODRIGO DE MORAES FARIAS 25 de setembro de 2009 OBRA CITTÀ LAURO DE FREITAS Perspectiva da entrada

Leia mais

SISTEMA ABC (Accelerated Bridges Construction)

SISTEMA ABC (Accelerated Bridges Construction) IBRACON INSTITUTO BRASILEIRO DO CONCRETO SISTEMA ABC (Accelerated Bridges Construction) JULIO TIMERMAN Outubro / 2014 Introdução: ABC (Accelerated Bridges Construction) utiliza planejamento, materiais

Leia mais

PRIDE IPIRANGA RELATÓRIO DE ANDAMENTO DA OBRA PERÍODO JANEIRO E FEVEREIRO DE 2016

PRIDE IPIRANGA RELATÓRIO DE ANDAMENTO DA OBRA PERÍODO JANEIRO E FEVEREIRO DE 2016 RELATÓRIO DE ANDAMENTO DA OBRA PERÍODO JANEIRO E FEVEREIRO DE 2016 Andamento das Obras Civis Serviços concluídos até 29/02/16: Estacas Escavadas são as paredes de concreto, composta por estacas executadas

Leia mais

LAJES PRÉ-MOLDADAS. GRADUAÇÃO Florestal AULA. Prof. Adriano Wagner Ballarin Prof. Marco Antonio Martin Biaggioni. Construções Rurais

LAJES PRÉ-MOLDADAS. GRADUAÇÃO Florestal AULA. Prof. Adriano Wagner Ballarin Prof. Marco Antonio Martin Biaggioni. Construções Rurais LAJES PRÉ-MOLDADAS Prof. Adriano Wagner Ballarin Prof. Marco Antonio Martin Biaggioni GRADUAÇÃO Florestal AULA 10 Aula 10b Lajes pré-moldadas 1 1. Definições São estruturas de concreto armado ou mistas,

Leia mais

Rua Rui Frazao Soares, 81 - Ala Belize, Sala 204/205 - Barra da Tijuca - RJ Tel.: Pág.

Rua Rui Frazao Soares, 81 - Ala Belize, Sala 204/205 - Barra da Tijuca - RJ Tel.: Pág. Rio de Janeiro, 04 de Abril de 2016 Segunda Feira Tempo estável Continuidade no trabalho de escavação Sendo executado estruturas de canteiro tais como: banheiro, vestiário e depósito de cimento Arrumação

Leia mais

Avenida Ruy Frazão Soares, 81 - Ala Belize, Sala 204/205 - Barra da Tijuca - RJ Tel.: Pág.

Avenida Ruy Frazão Soares, 81 - Ala Belize, Sala 204/205 - Barra da Tijuca - RJ Tel.: Pág. Rio de Janeiro, 30 de Maio de 2016 Segunda Feira Tempo chuvoso Escavação de Sapatas e Cintas Continuação da concretagem e desforma de pilaretes Concretagem de cintas Escavação no pavimento garagem Forma

Leia mais

CONCRETAGEM PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO

CONCRETAGEM PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA CONCRETAGEM PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO LOTE 1 Versão: 001 Vigência: 12/2015 Última

Leia mais

VIGAS PRÉMOLDADAS PROTENDIDAS

VIGAS PRÉMOLDADAS PROTENDIDAS VIGAS PRÉMOLDADAS PROTENDIDAS Construção da Linha Vermelha - Via Expressa no Rio de Janeiro sobre a Baia da Guanabara Sua inauguração foi feita em 2 etapas: a primeira delas foi em 30 de abril de 1992,

Leia mais

PRIDE IPIRANGA RELATÓRIO DE ANDAMENTO DA OBRA PERÍODO MARÇO E ABRIL DE 2016

PRIDE IPIRANGA RELATÓRIO DE ANDAMENTO DA OBRA PERÍODO MARÇO E ABRIL DE 2016 RELATÓRIO DE ANDAMENTO DA OBRA PERÍODO MARÇO E ABRIL DE 2016 Andamento das Obras Civis Serviços concluídos até 29/04/16: Remoção total da terra proveniente das escavações dos subsolos; Escavação, arrasamento

Leia mais

Relatório de Acompanhamento de obra

Relatório de Acompanhamento de obra Prezado(a) Sr. Daniel e Maria Carolina, Relatório de Acompanhamento de obra Ainda sobre a Segunda Etapa, tivemos a concretagem de todas Brocas com concreto usinado. De acordo com os projetos estruturais

Leia mais

Arte final da fachada frontal em execução.

Arte final da fachada frontal em execução. Arte final da fachada frontal em execução. Arte final da fachada posterior em execução. Detalhe do pórtico da fachada frontal em pedra (Mármore ou granito). São Paulo, 28 de abril de 2017. 14. Informativo

Leia mais

SECC SISTEMAS ESTRUTURAIS CONCEITO PARA CÁLCULO Fernando de Moraes Mihalik

SECC SISTEMAS ESTRUTURAIS CONCEITO PARA CÁLCULO Fernando de Moraes Mihalik - 1 - UNIP - Universidade Paulista ICET SISTEMAS ESTRUTURAIS CONCEITO PARA CÁLCULO SECC NOTAS DE AULA 01 E S T R U T U R A S ESTRUTURAS NOTAS DE AULA - PARTE 1-2 - NA_01SECC/2013 INTRODUÇÃO 1. NOÇÕES BÁSICAS

Leia mais

Concreto Sua História, Curiosidades e Aplicações

Concreto Sua História, Curiosidades e Aplicações Concreto Sua História, Curiosidades e Aplicações História do Cimento Pirâmides do Egito - gesso calcinado Roma e Grécia hidratação de cinzas vulcânicas História do Cimento Inglês John Smeaton - Farol de

Leia mais

12 INFORMATIVO DE ANDAMENTO DA OBRA ED. COMERCIAL HD SETEMBRO /2016. RUA HENRI DUNANT, SÃO PAULO/SP.

12 INFORMATIVO DE ANDAMENTO DA OBRA ED. COMERCIAL HD SETEMBRO /2016. RUA HENRI DUNANT, SÃO PAULO/SP. São Paulo, 30 setembro de 2016. 12. Informativo de Andamento de Obra. 1) Geral O HD873 foi matéria de capa da conceituada revista "Buildings" neste terceiro trimestre de 2016. Neste informativo reproduzimos

Leia mais

Painel dos projetistas

Painel dos projetistas Painel dos projetistas Projetista: João Alberto de Abreu Vendramini Empresa: Vendramini Engenharia Ltda Obra: Sede da SP Categoria: Edifício de Múltiplos Pavimentos Altos - SP ANO 2001 Área: 38.000 m 2

Leia mais

BOAS PRÁTICAS DE PROJETOS DE LAJES PLANAS

BOAS PRÁTICAS DE PROJETOS DE LAJES PLANAS 58CBC2016 BOAS PRÁTICAS DE PROJETOS DE LAJES PLANAS Eng. Leonardo Braga Passos, MSc Sócio/Diretor da PI-Engenharia e Consultoria Ltda Diretor Regional BH - ABECE 2015/2016 HISTÓRIA 58CBC2016 Laje plana

Leia mais

CONSTRUÇÃO CIVIL CIMBRAMENTO E FÔRMAS

CONSTRUÇÃO CIVIL CIMBRAMENTO E FÔRMAS CONSTRUÇÃO CIVIL CIMBRAMENTO E FÔRMAS CIMBRAMENTO Conjunto de elementos que constituem uma estrutura de suporte provisória, utilizada durante a construção de vigas e lajes. Re-escora ou Escoramento remanescente

Leia mais

Está correto o que consta em A) II e III, apenas. B) II e IV, apenas. C) I e IV, apenas. D) I e III, apenas. E) I, II, III e IV.

Está correto o que consta em A) II e III, apenas. B) II e IV, apenas. C) I e IV, apenas. D) I e III, apenas. E) I, II, III e IV. 49.(TRF-4/2012/FCC) Sobre a lama bentonítica, considere: I. Sua utilização reduz o consumo de concreto nas paredes de diafragma em 15%. II. Tem a função de evitar instabilidades na escavação das paredes

Leia mais

EHD 804 MÉTODOS DE CONSTRUÇÃO

EHD 804 MÉTODOS DE CONSTRUÇÃO Universidade Federal de Itajubá Instituto de Recursos Naturais EHD 804 MÉTODOS DE CONSTRUÇÃO Profa. Nívea Adriana Dias Pons INTRODUÇÃO Ementa: Equipamentos de transporte, escavação e de movimentação de

Leia mais

O poço de inspeção PI-5, objeto desta padronização, deve atender às seguintes normas técnicas ou outras que assegurem igual ou superior qualidade:

O poço de inspeção PI-5, objeto desta padronização, deve atender às seguintes normas técnicas ou outras que assegurem igual ou superior qualidade: 1 OBJETIVO Esta Norma estabelece as condições mínimas exigíveis para construção do poço de inspeção PI 5, em concreto. Também contém os acessórios que o compõem. O poço tem a sua aplicação em calçada próximo

Leia mais

Estudo de Caso: Precon Engenharia S.A.

Estudo de Caso: Precon Engenharia S.A. Estudo de Caso: Precon Engenharia S.A. Instituto Falcão Bauer da Qualidade Rua Aquinos, 111 Prédio III 3º andar Água Branca São Paulo - SP CEP 05036-070 Tel./Fax: (11) 3611-1729 www.ifbq.org.br Painéis

Leia mais

As lajes e seus valores agregados

As lajes e seus valores agregados As lajes e seus valores agregados Por Heloisa Amorim de Medeiros Junto com as mudanças na maneira de construir, influenciada principalmente pela industrialização e racionalização do processo construtivo,

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE DIFERENTES TIPOLOGIAS DE TABULEIROS NO PROJETO DE ALARGAMENTO E AMPLIAÇÃO DE UM VIADUTO

A UTILIZAÇÃO DE DIFERENTES TIPOLOGIAS DE TABULEIROS NO PROJETO DE ALARGAMENTO E AMPLIAÇÃO DE UM VIADUTO A UTILIZAÇÃO DE DIFERENTES TIPOLOGIAS DE TABULEIROS NO PROJETO DE ALARGAMENTO E AMPLIAÇÃO DE UM VIADUTO José Afonso Pereira Vitório Engenheiro Civil Vitório & Melo Projetos Estruturais e Consultoria Ltda.

Leia mais

GTec. Grupo de tecnologia em materiais e componentes à base de cimento Portland

GTec. Grupo de tecnologia em materiais e componentes à base de cimento Portland GTec Grupo de tecnologia em materiais e componentes à base de cimento Portland PESQUISADORES Professor Coordenador: Prof. Dr. Luiz Roberto Prudêncio Jr. PESQUISADORES Doutorandos: Rudiele Schankoski Ronaldo

Leia mais

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 5ª MEDIÇÃO

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 5ª MEDIÇÃO RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 5ª MEDIÇÃO OBRA: EXECUÇÃO DE OBRA DE CONSTRUÇÃO DO IMÓVEL PARA A VARA DO TRABALHO DE PALMAS. CONTRATADA: BC CONSTRUTORA LTDA - EPP Considerando a instituição da Comissão de Recebimento

Leia mais

Curso de Dimensionamento de Estruturas de Aço EAD - CBCA. Módulo2. Parte 1

Curso de Dimensionamento de Estruturas de Aço EAD - CBCA. Módulo2. Parte 1 Curso de Dimensionamento de Estruturas de Aço EAD - CBCA Módulo2 Parte 1 Sumário 1ª Parte Mezaninos estruturados em Aço 2.1 Definição página 3 2.2 Estrutura de Piso dos Mezaninos página 3 2.3. Os vigamentos

Leia mais

FUNDAÇÕES. Aspectos a considerar para a escolha da fundação? Aspectos a considerar para a escolha da fundação?

FUNDAÇÕES. Aspectos a considerar para a escolha da fundação? Aspectos a considerar para a escolha da fundação? DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE CONSTRUÇÃO CIVIL PCC 2435 - Tecnologia da Construção de Edifícios I FUNDAÇÕES Profs. Luiz Sergio Franco, Fernando Henrique Sabbatini, Mercia M. B. Barros e Vitor Levi C. Aly

Leia mais

Aços Longos. Telas Soldadas Nervuradas

Aços Longos. Telas Soldadas Nervuradas Aços Longos Telas Soldadas Nervuradas Registro Compulsório 272/2011 Telas Soldadas Nervuradas Qualidade As Telas Soldadas de Aço Nervurado ArcelorMittal são armaduras pré-fabricadas constituídas por fios

Leia mais

Fundações em Tubulão

Fundações em Tubulão Fundações em Tubulão Grupo: Anderson Martens Daniel Pereira Ricardo N. Lima Ronaldo Guedes Vitor A. Teruya Vivian R. Pestana Professor Manuel Vitor 01/12/2010 Fundações Diretas Rasas Blocos Sapatas Radiers

Leia mais

Nossa história. Painéis e Placas As vantagens de escolher a Anhanguera. Formas/Escoramentos

Nossa história. Painéis e Placas As vantagens de escolher a Anhanguera. Formas/Escoramentos Nossa história Painéis e Placas As vantagens de escolher a Anhanguera Fundada em 12, a Lajes Anhanguera é referência em qualidade e atendimento na área de lajes préfabricadas. Sua filosofia de melhoria

Leia mais

Cobertura. Figura 15 - Alvenaria, verga e contraverga. Fonte: Acervo do autor.

Cobertura. Figura 15 - Alvenaria, verga e contraverga. Fonte: Acervo do autor. 23 Figura 15 - Alvenaria, verga e contraverga. Fonte: Acervo do autor. 4.1.10. Cobertura Após a cura da laje, foi executada a torre da caixa d água e a cobertura. A madeira utilizada para a estrutura da

Leia mais

Laje de concreto com esferas plásticas

Laje de concreto com esferas plásticas Laje de concreto com esferas plásticas Augusto Freire, engenheiro civil, diretor técnico da BubbleDeck Brasil BubbleDeck é um sistema construtivo formado por esferas plásticas contidas entre uma pré-laje

Leia mais

Rua Rui Frazao Soares, 81 - Ala Belize, Sala 204/205 - Barra da Tijuca - RJ Tel.: Pág.

Rua Rui Frazao Soares, 81 - Ala Belize, Sala 204/205 - Barra da Tijuca - RJ Tel.: Pág. Rio de Janeiro, 02 de Maio de 2016 Segunda Feira Tempo estável Rochas encontradas em buraco de sapata Buraco para sapatas escavadas Escavação entre rochas no pavimento garagem Rua Rui Frazao Soares, 81

Leia mais

ECA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO Fernando de Moraes Mihalik

ECA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO Fernando de Moraes Mihalik - 1 - UNIP - Universidade Paulista SISTEMAS ESTRUTURAIS CONCRETO SEC NOTAS DE AULA - 04 LAJES CONCEITOS, DIMENSIONAMENTO E CÁLCULO DE REAÇÕES NAS VIGAS - 2 - NA_04/2011 SISTEMAS ESTRUTURAIS NOTAS DE AULA

Leia mais

poder de compra x custo da construção

poder de compra x custo da construção ALVENARIA ESTRUTURAL - introdução e materiais - Engenheiro Civil - Ph.D. 85-3244-3939 9982-4969 la99824969@yahoo.com.br poder de compra: poder de compra x custo da construção custo da construção: tecnologia:

Leia mais

SISTEMA DE MEDIÇÃO OBRAS CIVIS DA LINHA 4 GCC/CEC

SISTEMA DE MEDIÇÃO OBRAS CIVIS DA LINHA 4 GCC/CEC SISTEMA DE MEDIÇÃO DAS OBRAS CIVIS DA LINHA 4 O que é o Sistema de Medição da Linha 4? São as regras estabelecidas pelo Metrô para a medição e o pagamento das obras civis, de acordo com o modelo de contratação

Leia mais

Tecnologia da Construção Civil - I Estruturas de concreto. Roberto dos Santos Monteiro

Tecnologia da Construção Civil - I Estruturas de concreto. Roberto dos Santos Monteiro Tecnologia da Construção Civil - I Estruturas de concreto Estruturas de concreto As estruturas das edificações, sejam eles de um ou vários pavimentos, são constituídas por diversos elementos cuja finalidade

Leia mais

Relatório de Acompanhamento LIGIA DE PAULA. 01º Mês Gerado em 08/12/2015

Relatório de Acompanhamento LIGIA DE PAULA. 01º Mês Gerado em 08/12/2015 01º Mês Gerado em 08/12/2015 Acompanhamento de Serviços Mobilização: 8 Preliminares: 8 Fundações: Estrutura: Cobertura: Divisórias: Revestimentos: Mármores e granitos: Esquadrias: Pintura: Instalações:

Leia mais

Telas Soldadas Nervuradas Belgo

Telas Soldadas Nervuradas Belgo Telas Soldadas Nervuradas Belgo As Telas Soldadas de Aço Nervurado são uma armadura pré-fabricada, constituída por fios de aço Belgo 60 nervurado longitudinais e transversais, de alta resistência mecânica,

Leia mais

Estruturas de concreto Armado I. Aula II Pré-Dimensionamento

Estruturas de concreto Armado I. Aula II Pré-Dimensionamento Estruturas de concreto Armado I Aula II Pré-Dimensionamento Fonte / Material de Apoio: Apostila Fundamentos do Concreto e Projeto de Edifícios Prof. Libânio M. Pinheiro UFSCAR Apostila Projeto de Estruturas

Leia mais

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO RELATÓRIO FOTOGRÁFICO Fotos 01 e 02: Demolição da laje existente no cruzamento Av: Tereza Cristina e R: Ingaí Fotos 03 e 04: Demolição da laje existente cruzamento Av: Tereza Cristina e R: Ingaí Fotos

Leia mais

SOLUÇÕES EM ACESSO SEJA QUAL FOR O SEU DESAFIO EM ACESSO, A MILLS TEM A SOLUÇÃO.

SOLUÇÕES EM ACESSO SEJA QUAL FOR O SEU DESAFIO EM ACESSO, A MILLS TEM A SOLUÇÃO. SOLUÇÕES EM ACESSO SEJA QUAL FOR O SEU DESAFIO EM ACESSO, A MILLS TEM A SOLUÇÃO. PLATAFORMA CREMALHEIRA Sistema versátil que permite acesso a fachadas com produtividade e segurança. O equipamento não ocupa

Leia mais

POSTURA 1: COSTA ERETA, AMBOS OS BRAÇOS ACIMA DOS

POSTURA 1: COSTA ERETA, AMBOS OS BRAÇOS ACIMA DOS 1 - Colocar formas de pilar na posição; POSTURA 1: COSTA ERETA, AMBOS OS BRAÇOS ACIMA DOS 3 - Aprumar formas dos pilares; 7 - Ajustar formas de vigas; 251 8 -Travar o fundo da forma com tirantes ou gastalhos;

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO PRELIMINAR. LUCIANO MÓDENA (Engº Civil) PRÉ-ENSAIO DE LAJES PRÉ-MOLDADAS E MOLDADAS IN-LOCO COM ARMAÇÃO TRELIÇADA.

RELATÓRIO TÉCNICO PRELIMINAR. LUCIANO MÓDENA (Engº Civil) PRÉ-ENSAIO DE LAJES PRÉ-MOLDADAS E MOLDADAS IN-LOCO COM ARMAÇÃO TRELIÇADA. RELATÓRIO TÉCNICO PRELIMINAR LUCIANO MÓDENA (Engº Civil) PRÉ-ENSAIO DE LAJES PRÉ-MOLDADAS E MOLDADAS IN-LOCO COM ARMAÇÃO TRELIÇADA São Paulo 2008 1 RESUMO Nenhum sistema construtivo pode ser apontado como

Leia mais

MANUAL DE OBRAS DE SANEAMENTO MOS 3ª EDIÇÃO

MANUAL DE OBRAS DE SANEAMENTO MOS 3ª EDIÇÃO 3ª EDIÇÃO ÍNDICE GERAL P/ 1/5 0 DISPOSIÇÕES GERAIS DEFINIÇÃO, ORÇAMENTO... 2/39 CONTRATO, SUBCONTRATAÇÃO... 6/39 PRAZO DE EXECUÇÃO, GARANTIA DE SERVIÇO... 7/39 INST. DA OBRA, PESSOAL DA CONTRATADA... 8/39

Leia mais

A Gestão do Custo de Edificações

A Gestão do Custo de Edificações A Gestão do Custo de Edificações O custo da construção no negócio imobiliário A problemática da orçamentação práticas tradicionais A gestão de custos como processo Método de orçamentação por parametrização

Leia mais

Dosagens e aplicações de concretos estruturais de acordo com as classes de consistência da NBR 8953: de março de 2016

Dosagens e aplicações de concretos estruturais de acordo com as classes de consistência da NBR 8953: de março de 2016 Dosagens e aplicações de concretos estruturais de acordo com as classes de consistência da NBR 8953:2015 31 de março de 2016 O concreto dosado em central e a norma NBR 8953:2015 O CONCRETO E A NBR 8953:2015

Leia mais

Disciplina: Construção Civil I Estruturas de Concreto

Disciplina: Construção Civil I Estruturas de Concreto UniSALESIANO Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Disciplina: Construção Civil I André Luís Gamino Professor Área de Construção Civil Componentes Formas: molde para

Leia mais

CIV Sistemas Estruturais na Arquitetura III. Desenvolvimento de um projeto simples em Concreto Armado

CIV Sistemas Estruturais na Arquitetura III. Desenvolvimento de um projeto simples em Concreto Armado CIV 1113 - Sistemas Estruturais na Arquitetura III Desenvolvimento de um projeto simples em Concreto Armado A idéia deste curso é que se possa desenvolver, em seus passos básicos, um projeto estrutural

Leia mais

Conhecendo o Lumiform. Abre aspas % dos pisos padrões e o console que alcança até dois metros... 1º.Semestre 2017 forma de laje sem pino

Conhecendo o Lumiform. Abre aspas % dos pisos padrões e o console que alcança até dois metros... 1º.Semestre 2017 forma de laje sem pino Conhecendo o Lumiform O Lumiform é um forma totalmente em alumínio para confecção de paredes, lajes, vigas e pilares feitas no local. Geralmente são utilizadas em paredes de 10 cm em casas, sobrados e

Leia mais

Porque mantemos processos artesanais?

Porque mantemos processos artesanais? 2 F A Oliva Incorporadora presente em Jundiaí (SP) desde 1955. Francisco de Assis Oliva: engenheiro civil, um dos fundadores do curso de Engenharia de Produção da USP. Empresa faz parte de um sólido grupo

Leia mais

Por que é importante um relatório técnico das condições da vizinhança? Por que é importante um relatório técnico das condições da vizinhança?

Por que é importante um relatório técnico das condições da vizinhança? Por que é importante um relatório técnico das condições da vizinhança? Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Engenharia Civil Tecnologia da Construção Civil I Execução de edificações Serviços preliminares Rebaixamento do lençol freático

Leia mais

TEC 159 TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES I

TEC 159 TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES I TEC 159 TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES I Aula 1 Apresentação da disciplina Cristóvão C. C. Cordeiro Tópicos principais 1. Apresentação da área de Construção Civil 2. Apresentação da disciplina 3. Apresentação

Leia mais

O que é Resistência?

O que é Resistência? O que é Resistência? www.mvalin.com.br 1 O que é? www.mvalin.com.br 2 A Resistência do concreto é definida como a capacidade de resistir à tensões sem ruptura. (A ruptura é algumas vezes identificadas

Leia mais

Curso de Dimensionamento de Estruturas de Aço Ligações em Aço EAD - CBCA. Módulo

Curso de Dimensionamento de Estruturas de Aço Ligações em Aço EAD - CBCA. Módulo Curso de Dimensionamento de Estruturas de Aço Ligações em Aço EAD - CBCA Módulo 3 Sumário Módulo 3 Dimensionamento das vigas a flexão 3.1 Dimensionamento de vigas de Perfil I isolado página 3 3.2 Dimensionamento

Leia mais

Sobre a empresa. Fundada em Minas Gerais, a TITAN Locadora de Equipamentos oferece ao mercado de construção civil soluções em equipamentos visando:

Sobre a empresa. Fundada em Minas Gerais, a TITAN Locadora de Equipamentos oferece ao mercado de construção civil soluções em equipamentos visando: Sobre a empresa Fundada em Minas Gerais, a TITAN Locadora de Equipamentos oferece ao mercado de construção civil soluções em equipamentos visando: Maior produtividade Redução de custo operacional Redução

Leia mais

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO MÊS: JUNHO / 2013 OBRA:

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO MÊS: JUNHO / 2013 OBRA: RELATÓRIO FOTOGRÁFICO MÊS: JUNHO / 2013 OBRA: Informações da Obra: Att. Aos clientes do Recanto dos Pássaros Conforme acordado seguimos comunicando o andamento dos serviços em execução no Empreendimento

Leia mais

FÔRMAS PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO

FÔRMAS PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA FÔRMAS PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO LOTE 1 Versão: 004 Vigência: 12/2015 Última atualização:

Leia mais

3. Estruturas pré fabricadas de concreto armado: fabricação e montagem

3. Estruturas pré fabricadas de concreto armado: fabricação e montagem 3. Estruturas pré fabricadas de concreto armado: fabricação e montagem www.projepar.com.br/imagens/prefabricados_foto1.gif Prof a. Ph.D. Jamilla Lutif Teixeira Jamilla.teixeira@ufes.br SUMÁRIO 3.1 INTRODUÇÃO

Leia mais

ESTRUTURAS PRÉ-MOLDADAS

ESTRUTURAS PRÉ-MOLDADAS ESTRUTURAS PRÉ-MOLDADAS Uso de Pré-Moldados na Rio2016 Parque Olímpico Parque Olímpico Parque Olímpico Ponto Único de Falha Colapso Progressivo Ataques Terroristas Parque Olímpico Ponto Único de Falha

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS Formas metálicas para produção de pré-fabricados de concreto

CATÁLOGO DE PRODUTOS Formas metálicas para produção de pré-fabricados de concreto CATÁLOGO DE PRODUTOS Formas metálicas para produção de pré-fabricados de concreto EMPRESA 2 EMPRESA POLÍTICA DA QUALIDADE Fundada em 2014, a Formatec Tecnologia em Formas Metálicas está Instalada no município

Leia mais

B) CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO TEIXEIRA TRIGO (Portugal)

B) CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO TEIXEIRA TRIGO (Portugal) A) CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO A JUNTA DEL ACUERDO DE CARTAGENA JUNTA DEL ACUERDO DE CARTAGENA. Manual de diseño para maderas del grupo andino. Lima: Junta del Acuerdo de Cartagena / PADT-REFORT, 1984. (países

Leia mais

VERGA, CONTRAVERGA, FIXAÇÃO DE ALVENARIA DE VEDAÇÃO E CINTA DE AMARRAÇÃO DE ALVENARIA

VERGA, CONTRAVERGA, FIXAÇÃO DE ALVENARIA DE VEDAÇÃO E CINTA DE AMARRAÇÃO DE ALVENARIA SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA VERGA, CONTRAVERGA, FIXAÇÃO DE ALVENARIA DE VEDAÇÃO E CINTA DE AMARRAÇÃO DE ALVENARIA LOTE

Leia mais

Boas práticas para compra e recebimento do concreto. Belo Horizonte, 14 de outubro de 2016 Engº Flávio Renato Pereira Capuruço

Boas práticas para compra e recebimento do concreto. Belo Horizonte, 14 de outubro de 2016 Engº Flávio Renato Pereira Capuruço Boas práticas para compra e recebimento do concreto Belo Horizonte, 14 de outubro de 2016 Engº Flávio Renato Pereira Capuruço Cadeia Construtiva: Fluxo simplificado de informações Projetista o que comprar

Leia mais

ESTRUTURAS MISTAS. Alexandre L. Vasconcellos Diretor Método Estruturas

ESTRUTURAS MISTAS. Alexandre L. Vasconcellos Diretor Método Estruturas ESTRUTURAS MISTAS Alexandre L. Vasconcellos Diretor Método Estruturas ESTRUTURAS MISTAS Lajes Mistas Vigas de Aço Vigas Mistas Ligações Parafusadas MÉTODO ENGENHARIA/SCHAIN HOSPITAL SÍRIO LIBANÊS Arquitetura:

Leia mais

Aços Longos. Telas Soldadas Nervuradas

Aços Longos. Telas Soldadas Nervuradas Aços Longos Telas Soldadas Nervuradas Registro Compulsório 272/2011 Telas Soldadas Nervuradas Qualidade As Telas Soldadas Nervuradas da ArcelorMittal são armaduras pré-fabricadas constituídas por fios

Leia mais

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 3ª MEDIÇÃO

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 3ª MEDIÇÃO RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 3ª MEDIÇÃO OBRA: Construção da nova sede da Vara do Trabalho de Pato Branco. CONTRATADA: MG EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA. Vistoria realizada no dia 05 de outubro de 2010, que

Leia mais

1. EVOLUÇÃO DA CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA

1. EVOLUÇÃO DA CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA 1. EVOLUÇÃO DA CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA 1.1 INTRODUÇÃO As construções são diferenciadas uma das outras por suas características. Essas características são classificadas quanto a: 1 - localização; 2 -

Leia mais

PONTES DE CONCRETO ARMADO

PONTES DE CONCRETO ARMADO PONTES DE CONCRETO ARMADO CLASSIFICAÇÃO DAS PONTES Aula 3 CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO Material da Superestrutura; Comprimento; Natureza do Tráfego; Desenvolvimento Planimétrico; Desenvolvimento Altimétrico;

Leia mais

NOÇÕES BÁSICAS SOBRE CONCRETO PROTENDIDO

NOÇÕES BÁSICAS SOBRE CONCRETO PROTENDIDO NOÇÕES BÁSICAS SOBRE CONCRETO PROTENDIDO Por Guilherme Laini L2 Projeto Estrutural Para entender melhor o que é o concreto protendido, vamos repassar alguns conceitos básicos sobre as estruturas de edificações.

Leia mais

Soluções Industrializadas em Estruturas de Concreto para Edificações de Múltiplos Pavimentos

Soluções Industrializadas em Estruturas de Concreto para Edificações de Múltiplos Pavimentos Soluções Industrializadas em Estruturas de Concreto para Edificações de Múltiplos Pavimentos Seminário: Soluções Inovadoras em Concreto Otávio Pedreira de Freitas Pedreira Engenharia A PEDREIRA DE FREITAS

Leia mais

CADERNOS TÉCNICOS DAS COMPOSIÇÕES DE PASSEIOS DE CONCRETO LOTE 3

CADERNOS TÉCNICOS DAS COMPOSIÇÕES DE PASSEIOS DE CONCRETO LOTE 3 CADERNOS TÉCNICOS DAS COMPOSIÇÕES DE PASSEIOS DE CONCRETO LOTE 3 GRUPO PASSEIOS DE CONCRETO Fazem parte desse grupo 26 composições de Passeios de Concreto moldado in loco. O acabamento pode ser liso, sarrafeado

Leia mais

Soluções que sustentam a qualidade do seu projeto

Soluções que sustentam a qualidade do seu projeto Paredes Knauf Soluções que sustentam a qualidade do seu projeto Estabilidade, resistência a impactos, proteção termoacústica e outras características inovadoras que não dividem opiniões Parede Knauf W111

Leia mais

ALVENARIA ESTRUTURAL SERVIÇOS

ALVENARIA ESTRUTURAL SERVIÇOS Alvenaria Ministério Estruturalda Educação Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Marcação da Alvenaria: Construção Civil II ( TC-025) Verificação do esquadro e nível do pavimento; Traçado

Leia mais

EXECUÇĀO DE PAREDE DIAFRAGMA

EXECUÇĀO DE PAREDE DIAFRAGMA EXECUÇĀO DE PAREDE DIAFRAGMA MGS Fundações Especiais Empresa com 10 anos de atuação no mercado de fundações, contando com a experiência de seus sócios com mais de 30 anos de participação em obras de fundação.

Leia mais

COBERTURA MINEIRÃO SOLUÇÃO INTEGRADA CONCRETO-AÇO

COBERTURA MINEIRÃO SOLUÇÃO INTEGRADA CONCRETO-AÇO COBERTURA MINEIRÃO SOLUÇÃO INTEGRADA CONCRETO-AÇO AUTORES da concepção básica do projeto: Aécio Freitas Lira,Ph.D. Consultor Engserj Prof. Aposentado da E.E.UFMG Afonso Henrique Mascarenhas de Araújo,

Leia mais

110 o uso do aço na arquitetura

110 o uso do aço na arquitetura 110 o uso do aço na arquitetura 10 objetivo: compreender o funcionamento estrutural do edifício e fornecer alternativas para seu bom desempenho estrutural 111 edifícios de andares múltiplos: Conceito relativo

Leia mais

Sistemas de aplicação da protensão

Sistemas de aplicação da protensão UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP FACULDADE DE CIENCIAS EXATAS E TECNOLOGICAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: CONCRETO PROTENDIDO Sistemas de aplicação da protensão

Leia mais

Soluções para Autoconstrução Praticidade, economia e agilidade na sua obra

Soluções para Autoconstrução Praticidade, economia e agilidade na sua obra Aços Longos Soluções para Autoconstrução Praticidade, economia e agilidade na sua obra Arame Recozido Trançadinho Recozido Prático Sapatas Recozido Fácil Pregos Treliças Nervuradas Murfor Produto Belgo

Leia mais

Aplicação e fabricação de painéis pré-moldados de concreto. Martin Maass

Aplicação e fabricação de painéis pré-moldados de concreto. Martin Maass Aplicação e fabricação de painéis pré-moldados de concreto Martin Maass Pauta Pré-fabricados, utilização e exemplos Vantagens e benefícios com pré-fabricados Uma visão com pré-moldados Produção de painéis

Leia mais

Caderno de Estruturas em Alvenaria e Concreto Simples

Caderno de Estruturas em Alvenaria e Concreto Simples Caderno de Estruturas em Alvenaria e Concreto Simples CONTEÚDO CAPÍTULO 1 - RESISTÊNCIA DO MATERIAL 1.1. Introdução 1.2. Definição: função e importância das argamassas 1.3. Classificação das alvenarias

Leia mais

Formas e Escoramentos ECONOMIA, QUALIDADE E SEGURANÇA NOSSO OBJETIVO: ATENDER BEM PARA ATENDER SEMPRE

Formas e Escoramentos ECONOMIA, QUALIDADE E SEGURANÇA NOSSO OBJETIVO: ATENDER BEM PARA ATENDER SEMPRE ECONOMIA, QUALIDADE E SEGURANÇA NOSSO OBJETIVO: ATENDER BEM PARA ATENDER SEMPRE VIGAS H20 Utilizada como viga principal no nosso sistema de escoramento, a Viga H20 é um material de ponta na construção

Leia mais