Seminário de Atualização e implantação de Ouvidoria do Sistema Unimed

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Seminário de Atualização e implantação de Ouvidoria do Sistema Unimed"

Transcrição

1 Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor Procon/SP Seminário de Atualização e implantação de Ouvidoria do Sistema Unimed Importância da Atuação da Ouvidoria na Ótica do Consumidor Gestão de Demanda / Processos Judiciais sem prejuízo às partes Hilma Araújo dos Santos Ouvidora

2 PROCON SP 1976 início das atividades objetivo: Proteger e defender os consumidores nas relações de consumo pelo cumprimento da legislação consumerista, bem como conscientizar os consumidores e fornecedores quanto aos seus direitos e deveres, em busca do equilíbrio do mercado de consumo, de forma sustentável e responsável socialmente. planejar, coordenar e executar a política estadual de proteção e defesa do consumidor em São Paulo.

3 Ouvidoria do Procon SP Desde janeiro de 1992: Primeira Ouvidoria Pública do Estado de São Paulo Lei de 20 de abril de 1999 Lei de Proteção e Defesa do Usuário dos Serviços Públicos do estado de São Paulo Decreto de 1 de julho de 1999 Regulamenta a composição e estabelece competências das Ouvidorias públicas do estado de São Paulo

4 Ouvidoria do Procon SP crítica, elogio, sugestão Usuário: todo cidadão que se relaciona com o Procon SP; Serviço de Atendimento ao Consumidor SAC análise pontual para atendimento à demanda individual Ouvidoria análise sistêmica / atuação estratégica

5 Compromissos Agir com integridade, transparência, imparcialidade e justiça; Representar o usuário e o funcionário dentro da Instituição, zelando por seus direitos; Zelar pelos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência da administração pública; Resguardar o sigilo das informações; Buscar a contínua melhoria dos serviços prestados pelo Procon SP.

6 Atuação da Ouvidoria Analisa manifestações, mediando possíveis conflitos e recomendando melhorias; Canal de diálogo entre o cidadão e o Procon SP; Interface com os serviços; Estimula a participação e controle social; Serviço de Atendimento ao Consumidor SAC análise pontual para atendimento à demanda individual; Análise sistêmica / atuação estratégica.

7 Ouvidoria como instrumento de gestão Conhece para aprimorar a qualidade do serviço; Colabora na solução pontual, fazendo interações; Busca soluções permanentes; Realiza diagnósticos, formula propostas de soluções, interagindo com os gestores; Apóia, estimula e promove a gestão de qualidade; Permite conhecer a percepção dos usuários a inovações/alterações; É parceira na renovação ou introdução da cultura que permite o cumprimento da missão/visão da instituição.

8 Ouvidoria para quê? Interface do Estado com a cidadania; Melhoria contínua dos serviços públicos; Correção de erros, omissões, desvios ou abusos na prestação dos serviços públicos; Proteção dos direitos dos usuários;

9 Cadastro Reclamações Fundamentadas de 2012

10

11 Cadastro de Reclamações Fundamentadas 2012

12 Cadastro Reclamações Fundamentadas 2012

13

14 Cadastro de Reclmações Fundamentadas 2012

15 Cadastro de Reclamações Fundamenadas 2012

16 Cadastro de Reclamações Fundamentadas 2012

17

18 Ranking

19 Dados de atendimento Problemas - Planos de Saúde Reajuste Anual 3% Reajuste Faixa Etária 6% Outros 15% Negativa de Cobertura 19% Descredenciamento 3% Problemas contratuais (abrangência, reembolso, credenciados) 54%

20

21 Ouvidoria ecoar a voz do cidadão dentro da organização, promovendo mudanças de atitude, comportamento e melhoria contínua nos processos Guia de Ouvidorias 2011 Editado pela Abrarec (Associação Brasileira das Relações Empresa-Cliente, ABO (Associação Brasileira de Ouvidores) e Revista Consumidor Moderno, com apoio da Fundação PROCON SP

22 Obrigada! Hilma Araújo dos Santos

23 Dados de atendimento Total Plano de saúde regulamentado Área de Saúde Procon/SP 01/07/12 a 01/07/ Outros 4602 Convênio de Assistência Médica Plano Odontológico Plano de saúde não regulamentado 892 Seguro Saúde 101

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ITUVERAVA

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ITUVERAVA OUVIDORIA Apresentação A Ouvidoria-Geral da Faculdade Dr. Francisco Maeda foi criada para garantir um canal permanente de comunicação, proporcionando maior aproximação entre a Direção e comunidade externa

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA OUVIDORIA

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA OUVIDORIA CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA Serra, 2016 Página 1 CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA Prof. Me. Eber da Cunha Mendes Serra, 2016 Página

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA

REGULAMENTO DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA Assis-SP 201 CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria foi instituída para ser a ligação necessária que deve existir entre a comunidade acadêmica, comunidade externa, docentes

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CONSELHO SUPERIOR

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CONSELHO SUPERIOR SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 33/2015 Aprova Regimento da Ouvidoria Geral do IFPE. O Conselho

Leia mais

CREA-PB O FOCO É NO CIDADÃO

CREA-PB O FOCO É NO CIDADÃO CREA-PB O FOCO É NO CIDADÃO Um dos aspectos da Democracia Participativa Luta pela Democracia Instrumento de Controle Social OUVIDORIA OUVIDORIA É... 1 É um instrumento democrático de defesa do cidadão,

Leia mais

Ouvidorias e Consumidores. Grupo de Trabalho Reunião no Banco Central

Ouvidorias e Consumidores. Grupo de Trabalho Reunião no Banco Central Ouvidorias e Consumidores Grupo de Trabalho Reunião no Banco Central 09.12.13 Pauta Novo Contexto Desdobramentos da crise; Sistema de defesa do consumidor; Desafios do novo ambiente; Análise Modelo de

Leia mais

4) do responsável: Preferencialmente da Ouvidoria. Obs: esse será utilizado para contatos referentes a este formulário.

4)  do responsável: Preferencialmente da Ouvidoria. Obs: esse  será utilizado para contatos referentes a este formulário. Página 1 de 5 RELATÓRIO ESTATÍSTICO E ANALÍTICO - REA-OUVIDORIAS (2018) A Resolução Normativa n 323/2013 instituiu a criação de unidade de Ouvidoria pelas operadoras de planos privados de assistência à

Leia mais

OUVIDORIA. Clausmir Zaneti Jacomini

OUVIDORIA. Clausmir Zaneti Jacomini OUVIDORIA Clausmir Zaneti Jacomini Conceito de Ouvidoria Ouvidoria: É a instituição que representa os legítimos interesses dos cidadãos no ambiente em que atua, na busca de soluções definitivas. Quem é

Leia mais

Proposta para a Ouvidoria no Instituto de Física de São Carlos

Proposta para a Ouvidoria no Instituto de Física de São Carlos Instituto de Física de São Carlos Programa de Qualidade e Produtividade Proposta para a Ouvidoria no Equipe: Isabel A. Possatto de Oliveira isabelp@if.sc.usp.br Ramal 9876 Isabel Rosani Constantino isabelrc@if.sc.usp.br

Leia mais

Relatório do Ouvidor 1º Semestre de 2018

Relatório do Ouvidor 1º Semestre de 2018 Relatório do Ouvidor 1º Semestre de 2018 APRESENTAÇÃO No Brasil, a função do Ouvidor baseia-se nos princípios constitucionais estabelecidos no art. 37, quais sejam: legalidade, impessoalidade, moralidade,

Leia mais

RESOLUÇÃO CRCCE Nº 0703/2018 DISPÕE SOBRE A OUVIDORIA DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO CEARÁ.

RESOLUÇÃO CRCCE Nº 0703/2018 DISPÕE SOBRE A OUVIDORIA DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO CEARÁ. RESOLUÇÃO CRCCE Nº 0703/2018 DISPÕE SOBRE A OUVIDORIA DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO CEARÁ. O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO CEARÁ, no exercício de suas atribuições legais e regimentais.

Leia mais

Código de Ética. 1 Introdução

Código de Ética. 1 Introdução CÓDIGO DE ÉTICA Código de Ética Ética não é apenas uma questão de conduta. O cumprimento aos seus princípios básicos é de fundamental importância para a boa imagem de quem os pratica e, principalmente,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ADVENTISTA DE SÃO PAULO UNASP. Resolução CONSU DE 29/04/2013 REGULAMENTO OUVIDORIA UNASP

CENTRO UNIVERSITÁRIO ADVENTISTA DE SÃO PAULO UNASP. Resolução CONSU DE 29/04/2013 REGULAMENTO OUVIDORIA UNASP CENTRO UNIVERSITÁRIO ADVENTISTA DE SÃO PAULO UNASP Resolução CONSU 2013-02 DE 29/04/2013 REGULAMENTO OUVIDORIA UNASP 2013 1 Texto Aprovado: 2 ÍNDICE TÍTULO I DO ÓRGÃO E SEUS FINS... 4 TÍTULO II DOS OBJETIVOS...

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DA OUVIDORIA DO IFTO 2015

RELATÓRIO ANUAL DA OUVIDORIA DO IFTO 2015 RELATÓRIO ANUAL DA DO IFTO 2015 página 1 de 8 SUMÁRIO 1 Apresentação..3 2 Informações Gerais...3 3 Dados das Demandas...4 3.1 Demandas por mês..4 3.2 Demandas por tipo de manifestação.5 3.3 Demandas por

Leia mais

PLANO DE TRABALHO

PLANO DE TRABALHO 1 REITORIA PLANO DE TRABALHO Ouvidoria Institucional Apresentação Análise Estratégica Mapeamento Estratégico 2015-2016 São Luís MA Fevereiro 2015 2 Apresentação Neste Plano de Trabalho, estão presentes

Leia mais

Canal de Ouvidoria Conteúdo do Documento:

Canal de Ouvidoria Conteúdo do Documento: Procedimento Data de Publicação Canal de Ouvidoria 05.07.2017 1. Conteúdo do Documento: Este documento contém os critérios operacionais da Instituição, sobre o componente organizacional de Ouvidoria, de

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA DO CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO - CREA-SP NORMAS E PROCEDIMENTOS CAPÍTULO I

REGULAMENTO DA OUVIDORIA DO CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO - CREA-SP NORMAS E PROCEDIMENTOS CAPÍTULO I REGULAMENTO DA OUVIDORIA DO CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO - CREA-SP NORMAS E PROCEDIMENTOS CAPÍTULO I DA FINALIDADE Seção I Art. 1º A Ouvidoria tem por finalidade atuar

Leia mais

CARTILHA DA OUVIDORIA

CARTILHA DA OUVIDORIA CARTILHA DA OUVIDORIA CARTILHA DA OUVIDORIA Diretor responsável pela Ouvidoria Gen Div Ricardo Barbalho Lamellas Vice-Presidente da FHE e da POUPEX Equipe da Ouvidoria (OUVID) Antônio Sérgio Carvalho

Leia mais

OUVIDORIA COREN/PR: Organização e Funcionamento

OUVIDORIA COREN/PR: Organização e Funcionamento OUVIDORIA COREN/PR: Organização e Funcionamento Ouvidor Nelson Luiz da Silva Pinto (2015 a 2016) Ouvidor Paulo Cesar Walter Souza (2017) Curitiba Paraná, 2017 APRESENTAÇÃO O Conselho Regional de Enfermagem

Leia mais

UNIVERSIDADE FEEVALE REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA

UNIVERSIDADE FEEVALE REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA UNIVERSIDADE FEEVALE REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria da Universidade Feevale é um serviço que tem por finalidade garantir a efetiva comunicação e o relacionamento com

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CONSELHO DIRETOR RESOLUÇÃO N 007/ CONDIR DE 29 DE DEZEMBRO DE 2016.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CONSELHO DIRETOR RESOLUÇÃO N 007/ CONDIR DE 29 DE DEZEMBRO DE 2016. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CONSELHO DIRETOR RESOLUÇÃO N 007/2016 - CONDIR DE 29 DE DEZEMBRO DE 2016. PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETOR DO INSTITUTO

Leia mais

FACULDADE GUILHERME GUIMBALA. RELATÓRIO DO MOVIMENTO DA OUVIDORIA Ano Letivo 2014

FACULDADE GUILHERME GUIMBALA. RELATÓRIO DO MOVIMENTO DA OUVIDORIA Ano Letivo 2014 RELATÓRIO DO MOVIMENTO DA OUVIDORIA Ano Letivo 2014 Referência: Portaria nº 3-DG/FGG-2009, de 19/10/2009 Relatório do Movimento da Ouvidoria da ACE/FGG referente ao período letivo de 2014. A Ouvidoria

Leia mais

RELACIONAMENTO COM A SOCIEDADE. Canais de acesso do cidadão

RELACIONAMENTO COM A SOCIEDADE. Canais de acesso do cidadão RELACIONAMENTO COM A SOCIEDADE Canais de acesso do cidadão As Ouvidorias Públicas são canais de interlocução entre cidadãos e administração pública promovendo a melhoria dos serviços prestados. As Ouvidorias

Leia mais

PLANO ANUAL DE TRABALHO DA OUVIDORIA

PLANO ANUAL DE TRABALHO DA OUVIDORIA 2017 PLANO ANUAL DE TRABALHO DA OUVIDORIA Instituto Federal Farroupilha 10/03/2017 Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. A OUVIDORIA DO... 3 2.1. Relacionamento com a Sociedade... 3 3. OBJETIVO DO PLANO DE TRABALHO...

Leia mais

Plano de Trabalho da Ouvidoria UFLA para o ano de 2017

Plano de Trabalho da Ouvidoria UFLA para o ano de 2017 Plano de Trabalho da Ouvidoria UFLA para o ano de 2017 Lavras MG 2017 1 APRESENTAÇÃO A Ouvidoria da Universidade Federal de Lavras, órgão autônomo, criado pela Resolução CUNI nº 018, de 6 de maio de 2009,

Leia mais

TRANSPARÊNCIA A SERVIÇO DO CIDADÃO

TRANSPARÊNCIA A SERVIÇO DO CIDADÃO TRANSPARÊNCIA A SERVIÇO DO CIDADÃO O PAPEL DO CONTROLE INTERNO E DA TRANSPARÊNCIA NA GESTÃO PÚBLICA INDÍCE DE PERCEPÇÃO DE CORRUPÇÃO 2015 BRASIL: 76º COLOCAÇÃO Piorou 7 posições Divide essa posição com:

Leia mais

RESOLUÇÃO ATRICON Nº 01/2013

RESOLUÇÃO ATRICON Nº 01/2013 RESOLUÇÃO ATRICON Nº 01/2013 Estabelece RECOMENDAÇÕES aos Tribunais de Contas sobre procedimentos e ações de orientação, fiscalização e julgamento da transparência dos órgãos jurisdicionados, especialmente

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO FORMULÁRIO ELETRÔNICO REA OUVIDORIAS OUVIDORIA DA ANS

MANUAL DE PREENCHIMENTO FORMULÁRIO ELETRÔNICO REA OUVIDORIAS OUVIDORIA DA ANS MANUAL DE PREENCHIMENTO FORMULÁRIO ELETRÔNICO REA OUVIDORIAS OUVIDORIA DA ANS Este Manual tem por objetivo orientar as operadoras de planos privados de assistência à saúde quanto ao preenchimento do formulário

Leia mais

RELATÓRIO SEMESTRAL DE OUVIDORIA. 1º semestre de 2017

RELATÓRIO SEMESTRAL DE OUVIDORIA. 1º semestre de 2017 RELATÓRIO SEMESTRAL DE OUVIDORIA 1º semestre de 2017 APRESENTAÇÃO Em cumprimento à Resolução nº 4.433, publicada em 23 de julho de 2015 pelo Banco Central do Brasil, este relatório tem o objetivo de tornar

Leia mais

Prêmio Boas Práticas de Transparência na Internet

Prêmio Boas Práticas de Transparência na Internet Prêmio Boas Práticas de Transparência na Internet IV Encontro Estadual dos Observatórios Sociais APE Elisa Cecin Rohenkohl Contato: elisacr@tce.rs.gov.br Se eu tiver que escolher entre um governo sem jornais

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Senac-RS

CÓDIGO DE ÉTICA. Senac-RS CÓDIGO DE ÉTICA Senac-RS APRESENTAÇÃO Reconhecida como uma das maiores instituições de ensino profissionalizante do país, o Senac-RS adota uma postura clara e transparente no que diz respeito aos objetivos

Leia mais

Operacionalização de Ouvidoria Recursos e Ferramentas de Apoio. Seminário de Atualização e Implantação de Ouvidoria do Sistema Unimed Julho/2013

Operacionalização de Ouvidoria Recursos e Ferramentas de Apoio. Seminário de Atualização e Implantação de Ouvidoria do Sistema Unimed Julho/2013 Operacionalização de Ouvidoria Recursos e Ferramentas de Apoio Seminário de Atualização e Implantação de Ouvidoria do Sistema Unimed Julho/2013 Canais de Entrada A Unimed Vitória possui como canais de

Leia mais

Desafios da Ouvidoria Pública no Brasil

Desafios da Ouvidoria Pública no Brasil Desafios da Ouvidoria Pública no Brasil Ouvidorias públicas: CGU: ouvidoria pública atua no diálogo entre o cidadão e a Administração Pública, de modo que as manifestações decorrentes do exercício da cidadania

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Senac-RS

CÓDIGO DE ÉTICA. Senac-RS CÓDIGO DE ÉTICA Senac-RS APRESENTAÇÃO Reconhecida como uma das maiores instituições de ensino profissionalizante do país, o Senac-RS adota uma postura clara e transparente no que diz respeito aos objetivos

Leia mais

A Ouvidoria na Saúde. Maria Inês Fornazaro Julho / 2013

A Ouvidoria na Saúde. Maria Inês Fornazaro Julho / 2013 A Ouvidoria na Saúde Maria Inês Fornazaro Julho / 2013 Cenário Social Nas últimas décadas a sociedade brasileira passou por inúmeras mudanças que determinaram o redimensionamento de políticas públicas,

Leia mais

OUVIDORIA RELATÓRIO DE ATIVIDADES

OUVIDORIA RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2015 OUVIDORIA RELATÓRIO DE ATIVIDADES OUVIDORIA RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2015 FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE VOUPORANGA FEV CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VOTUPORANGA UNIFEV COLÉGIO TÉCNICO UNIFEV COLÉGIO UNIFEV FUNDAÇÃO

Leia mais

II RELATÓRIO SEMESTRAL DE 2011 DA OUVIDORIA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE

II RELATÓRIO SEMESTRAL DE 2011 DA OUVIDORIA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE II RELATÓRIO SEMESTRAL DE 2011 DA OUVIDORIA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE II RELATÓRIO SEMESTRAL DE 2011 DA OUVIDORIA PERÍODO: Julho a Dezembro/2011 Diretor Geral Ionaldo Vieira Carvalho

Leia mais

RELATÓRIO SEMESTRAL DE OUVIDORIA INTERNA CANAL ABERTO

RELATÓRIO SEMESTRAL DE OUVIDORIA INTERNA CANAL ABERTO RELATÓRIO SEMESTRAL DE OUVIDORIA INTERNA CANAL ABERTO INTRODUÇÃO Este relatório é destinado ao Banco Central do Brasil e ao Conselho de Administração do Banco CBSS S/A, nos termos da Resolução nº 4.567,

Leia mais

Gestão de Protocolo, Expediente e Arquivo GEPEA/USP

Gestão de Protocolo, Expediente e Arquivo GEPEA/USP Gestão de Protocolo, Expediente e Arquivo GEPEA/USP Gestão Documental e Acesso à Informação: aspectos inovadores do Decreto 58.052, de 16 de maio de 2012 Ieda Pimenta Bernardes Diretora do Departamento

Leia mais

INSPETOR. defesa da sociedade. Importante aliado na DO CREA SP ANOS INSPETORES

INSPETOR. defesa da sociedade. Importante aliado na DO CREA SP ANOS INSPETORES INSPETOR DO CREA SP Importante aliado na defesa da sociedade ANOS C O M V O C Ê INSPETORES 1 Inspetor do Crea-SP: nosso importante aliado na defesa da sociedade Para garantir a segurança da sociedade e

Leia mais

SUMÁRIO 1. CAPÍTULO I: DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO II: DAS ATRIBUIÇÕES DO OUVIDOR... 6

SUMÁRIO 1. CAPÍTULO I: DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO II: DAS ATRIBUIÇÕES DO OUVIDOR... 6 SUMÁRIO 1. CAPÍTULO I: DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 3 2. CAPÍTULO II: DAS ATRIBUIÇÕES DO OUVIDOR... 6 3. CAPÍTULO V: DAS DISPOSIÇÕES FINAIS E TRANSITÓRIAS... 7 3 1. CAPÍTULO I: DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

Ouvidoria. GDO039.PT Rev. 06

Ouvidoria.  GDO039.PT Rev. 06 Ouvidoria Sumário 1 OBJETIVO... 3 2 ESCOPO... 3 3 REFERÊNCIAS NORMATIVAS... 3 4 TERMOS E DEFINIÇÕES... 3 4.1 Manifestação... 3 4.2 Ouvidoria... 3 4.3 Ouvidor... 3 5 CONDIÇÕES GERAIS... 3 7 O QUE A OUVIDORIA

Leia mais

Data base 31/12/2017

Data base 31/12/2017 Relatório da Ouvidoria - 2º Semestre de 2017 Em atendimento aos requisitos estabelecidos pela Resolução nº. 4.433 do Conselho Monetário Nacional. Data base 31/12/2017 Sumário Apresentação...3 Atribuições

Leia mais

Seminário de atualização das Ouvidorias da UNIMED

Seminário de atualização das Ouvidorias da UNIMED Seminário de atualização das Ouvidorias da UNIMED Alessandra Pereira Lobo Ouvidora-Substituta São Paulo, 9 de março de 2017. Roteiro Situação e avanços das Ouvidorias no Setor de Saúde Suplementar; Aspectos

Leia mais

Política de Atendimento CART

Política de Atendimento CART Política de Atendimento CART 1. Objetivos A política de atendimento tem como objetivo promover a melhoria contínua no atendimento e na satisfação do cliente através do respeito, ética e transparência em

Leia mais

ALVARO BRITTO/ANACLEA VASCONCELOS CCR METRÔ BAHIA. Ouvidoria Itinerante

ALVARO BRITTO/ANACLEA VASCONCELOS CCR METRÔ BAHIA. Ouvidoria Itinerante ALVARO BRITTO/ANACLEA VASCONCELOS CCR METRÔ BAHIA Ouvidoria Itinerante CCR METRÔ BAHIA Integrar os diversos públicos relacionados, provendo a solução mais adequada para o transporte de massa, na Região

Leia mais

CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃO. Ouvidoria do CORE-RS. Conselho Regional dos Representantes Comerciais no Estado do Rio Grande do Sul APRESENTAÇÃO

CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃO. Ouvidoria do CORE-RS. Conselho Regional dos Representantes Comerciais no Estado do Rio Grande do Sul APRESENTAÇÃO CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃO Ouvidoria do CORE-RS Conselho Regional dos Representantes Comerciais no Estado do Rio Grande do Sul Porto Alegre-RS Maio de 2018 PRESIDENTE Roberto Salvo OUVIDOR Cristian Linn

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DA OUVIDORIA. Da Natureza e Competência

REGULAMENTO GERAL DA OUVIDORIA. Da Natureza e Competência REGULAMENTO GERAL DA OUVIDORIA Da Natureza e Competência Art. 1º A Ouvidoria Geral da Faculdade Evangélica - Unidade de JARAGUÁ é um órgão Institucional de interlocução entre a Faculdade Evangélica e os

Leia mais

SUMÁRIO. 1 História. 2 Conceitos 3 Resoluções Normativas 4 Relatório 5 Processo 6 Números

SUMÁRIO. 1 História. 2 Conceitos 3 Resoluções Normativas 4 Relatório 5 Processo 6 Números SUMÁRIO 1 História 2 Conceitos 3 Resoluções Normativas 4 Relatório 5 Processo 6 Números HISTÓRIA DA OUVIDORIA Ombudsman man representante homem Ombudsman Representante do homem Quando e porque surgiu a

Leia mais

Ouvidoria-Geral da União. Transparência na Gestão, Prevenção e Combate à Corrupção

Ouvidoria-Geral da União. Transparência na Gestão, Prevenção e Combate à Corrupção Ouvidoria-Geral da União Transparência na Gestão, Prevenção e Combate à Corrupção OUVIDORIA PÚBLICA CONTROLE E PARTICIPAÇÃO SOCIAL ACESSO ÀS INFORMAÇÕES PÚBLICAS Cidadão gestão controle Trabalho em 3

Leia mais

MANUAL DE CONDUTA DISCIPLINAR E ÉTICA

MANUAL DE CONDUTA DISCIPLINAR E ÉTICA MANUAL DE CONDUTA DISCIPLINAR E ÉTICA MANUAL DE CONDUTA DISCIPLINAR E ÉTICA Este Manual de Conduta Disciplinar e ética surgiu da necessidade de obtermos uma comunicação clara com os nossos colaboradores,

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DA OUVIDORIA DA ASSOCIAÇÃO CARUARUENSE DE ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO

REGULAMENTO GERAL DA OUVIDORIA DA ASSOCIAÇÃO CARUARUENSE DE ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO REGULAMENTO GERAL DA OUVIDORIA DA ASSOCIAÇÃO CARUARUENSE DE ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO Capítulo I Da Ouvidoria Art. 1º A Ouvidoria da Associação Caruaruense de Ensino Superior e Técnico - ASCES é elo de

Leia mais

Seminário de atualização das Ouvidorias da UNIMED

Seminário de atualização das Ouvidorias da UNIMED Seminário de atualização das Ouvidorias da UNIMED Luiz Gustavo Meira Homrich Ouvidor São Paulo, 18 de março de 2016. Roteiro Situação e avanços das Ouvidorias no Setor de Saúde Suplementar; Aspectos fundamentais

Leia mais

CONTROLE JUDICIAL DOS ATOS NORMATIVOS DAS AGÊNCIAS REGULADORAS. Marcos Juruena Villela Souto

CONTROLE JUDICIAL DOS ATOS NORMATIVOS DAS AGÊNCIAS REGULADORAS. Marcos Juruena Villela Souto CONTROLE JUDICIAL DOS ATOS NORMATIVOS DAS AGÊNCIAS REGULADORAS Marcos Juruena Villela Souto REGULAÇÃO A regulação é uma atividade administrativa de intervenção do Estado no domínio econômico, mediante

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA

REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras FAFIC foi instituída para estabelecer, de forma mais efetiva, a comunicação

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DESEMBARGADOR SÁVIO BRANDÃO - FAUSB

FACULDADES INTEGRADAS DESEMBARGADOR SÁVIO BRANDÃO - FAUSB FACULDADES INTEGRADAS DESEMBARGADOR SÁVIO BRANDÃO - FAUSB PROGRAMA DE OUVIDORIA VÁRZEA GRANDE - 2015 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. O presente regulamento tem por finalidade normatizar as atividades

Leia mais

SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA DEPARTAMENTO REGIONAL DE MATO GROSSO REGULAMENTO DA OUVIDORIA SESI - MT

SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA DEPARTAMENTO REGIONAL DE MATO GROSSO REGULAMENTO DA OUVIDORIA SESI - MT SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA DEPARTAMENTO REGIONAL DE MATO GROSSO REGULAMENTO DA OUVIDORIA SESI - MT Art. 1º A Ouvidoria do SESI/MT é um elo de ligação entre a comunidade interna ou externa e as instâncias

Leia mais

RELATÓRIO SEMESTRAL DE OUVIDORIA

RELATÓRIO SEMESTRAL DE OUVIDORIA RELATÓRIO SEMESTRAL DE OUVIDORIA 1º SEMESTRE DE 2018 02 APRE SENTA ÇÃO Em cumprimento à Resolução nº 4.433 publicada em 23 de julho de 2015 pelo Banco Central do Brasil, este relatório tem o objetivo de

Leia mais

RELATÓRIO SEMESTRAL DE OUVIDORIA

RELATÓRIO SEMESTRAL DE OUVIDORIA RELATÓRIO SEMESTRAL DE OUVIDORIA 1º SEMESTRE DE 2017 02 APRE SENTA ÇÃO Em cumprimento à Resolução nº 4.433 publicada em 23 de julho de 2015 pelo Banco Central do Brasil, este relatório tem o objetivo de

Leia mais

Em breve serão distribuídas urnas nas áreas operacionais da empresa para o acesso das pessoas que não dispõem de computador quando estão trabalhando

Em breve serão distribuídas urnas nas áreas operacionais da empresa para o acesso das pessoas que não dispõem de computador quando estão trabalhando A Ouvidoria da Codesa foi implantada no dia 08 de fevereiro de 2013 e desde então recebe manifestações do público interno e externo da empresa. A Ouvidoria funciona como um elo de ligação entre a empresa

Leia mais

Semestral de Ouvidoria

Semestral de Ouvidoria Relatório Semestral de Ouvidoria 1º Semestre Página: 1 de 12 2016 DIRETORIA EXECUTIVA Fernando Soares da Mota Presidente Edson Freire Caetano Diretor de Crédito e Serviços Helom Oliveira da Silva Diretor

Leia mais

Ouvidoria FSLF 2010/2

Ouvidoria FSLF 2010/2 Ouvidoria FSLF 2010/2 A principal atribuição da Ouvidoria é receber, examinar e encaminhar às áreas competentes as manifestações do cidadão sobre o atendimento prestado pela FSLF e responder de modo simples

Leia mais

Ouvidoria: valioso instrumento de resolução de conflitos. Por José Barroso Filho (*)

Ouvidoria: valioso instrumento de resolução de conflitos. Por José Barroso Filho (*) Ouvidoria: valioso instrumento de resolução de conflitos Por José Barroso Filho (*) Tramitam no Judiciário Brasileiro cerca de 100 milhões de processos. Essa explosão de demandas judiciais caracterizou-se

Leia mais

Ministério Público do Trabalho

Ministério Público do Trabalho Procurador-Geral do Trabalho Luís Antônio Camargo de Melo Ouvidora do Ministério Público do Trabalho Heloisa Maria Moraes Rego Pires Ministério Público da União Ministério Público do Trabalho Ouvidoria

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE EVANGÉLICA DE CERES.

REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE EVANGÉLICA DE CERES. FACULDADE EVANGÉLICA DE CERES REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE EVANGÉLICA DE CERES. Ceres, 05 de fevereiro de 2018. Página 1 de 8 REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE EVANGÉLICA DE CERES. Institui

Leia mais

UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇOS, ENSINO E PESQUISA LTDA REGULAMENTO INSTITUCIONAL

UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇOS, ENSINO E PESQUISA LTDA REGULAMENTO INSTITUCIONAL UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇOS, ENSINO E PESQUISA LTDA REGULAMENTO INSTITUCIONAL OUVIDORIA São Paulo 2010 CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria da Unidade de Ensino, é um elo entre a comunidade

Leia mais

Termo de Compromisso - Compliance

Termo de Compromisso - Compliance Termo de Compromisso - Compliance Código de Conduta A seguir estão registradas as Condutas Adequadas e Inadequadas definidas e recomendadas pela Reta Engenharia a todos os seus stakeholders. Este Código

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DA OUVIDORIA CENTRO UNIVERSITÁRIO SALESIANO DE SÃO PAULO UNISAL

REGULAMENTO GERAL DA OUVIDORIA CENTRO UNIVERSITÁRIO SALESIANO DE SÃO PAULO UNISAL REGULAMENTO GERAL DA OUVIDORIA CENTRO UNIVERSITÁRIO SALESIANO DE SÃO PAULO UNISAL I. Ouvidoria Com alicerce no Código de Ética do UNISAL e no direito à informação preconizada no Código de Defesa do Consumidor,

Leia mais

REGULAMENTO OUVIDORIA SENAI MT

REGULAMENTO OUVIDORIA SENAI MT 1 de 7 Art. 1º A Ouvidoria do SENAI MT é um elo de ligação entre a comunidade interna ou externa e as instâncias administrativas da entidade, visando agilizar a administração e aperfeiçoar a democracia.

Leia mais

D E C R E T A: Artigo 2º - Caberá à unidade responsável a divulgação da Instrução Normativa ora aprovada.

D E C R E T A: Artigo 2º - Caberá à unidade responsável a divulgação da Instrução Normativa ora aprovada. DECRETO Nº 21.756, DE 21 DE MAIO DE 2018. Aprova a Instrução Normativa SCS nº 02/2018 : O Prefeito Municipal de Colatina, no uso das atribuições legais que lhe são conferidas pelo inciso IV, artigo 99

Leia mais

OUVIDORIA SENAI MT GETEC Cuiabá MT, Fevereiro 2014

OUVIDORIA SENAI MT GETEC Cuiabá MT, Fevereiro 2014 OUVIDORIA SENAI MT GETEC Cuiabá MT, Fevereiro 2014 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS NO ESTADO DE MATO GROSSO FIEMT Jandir José Milan Presidente CONSELHO REGIONAL DO SENAI/MT Jandir José Milan Presidente SERVIÇO

Leia mais

Rev.: 02 Elaborado por: GT Política de Comunicação da Previnorte Aprovado por: DEX/RD nº 052/17 de 26/06/2017 Página 1 de 7

Rev.: 02 Elaborado por: GT Política de Comunicação da Previnorte Aprovado por: DEX/RD nº 052/17 de 26/06/2017 Página 1 de 7 Aprovado por: DEX/RD nº 052/17 de 26/06/2017 Página 1 de 7 1. Objetivos Orientar, coordenar e desenvolver as ações de comunicação organizacional da Previnorte, alinhadas aos planos e políticas institucionais,

Leia mais

Humberto de Sá Garay

Humberto de Sá Garay Humberto de Sá Garay Representantes Brasília- DF 15 Empresas Aproximadamente 100 consultores Planejamento e Gestão Estratégica Prospectiva Estratégica Inteligência Estratégica Projetos Internacionais Análise

Leia mais

Princípios da Administração Pública

Princípios da Administração Pública Princípios da Administração Pública PRINCÍPIO DA LEGALIDADE Conceito: Ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei (art. 5º, II da CF). O Princípio da legalidade

Leia mais

Resultados Ouvidoria Unimed Fortaleza

Resultados Ouvidoria Unimed Fortaleza Resultados Ouvidoria Unimed Fortaleza Organograma Institucional Diretoria da Presidência Ouvidoria Auditoria Interna Superintendência de Planejamento e Gestão Empresarial Assessoria Jurídica Assessoria

Leia mais

Regulamento Interno da Ouvidoria da Faculdade Católica Santa Teresinha. (Aprovado pela Resolução 002/2011-DG/FCST, 20/11/2011)

Regulamento Interno da Ouvidoria da Faculdade Católica Santa Teresinha. (Aprovado pela Resolução 002/2011-DG/FCST, 20/11/2011) 0 Regulamento Interno da Ouvidoria da Faculdade Católica Santa Teresinha (Aprovado pela Resolução 002/2011-DG/FCST, 20/11/2011) CAICÓ-RN 2010 1 SUMÁRIO CAPÍTULO I: DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES, DOS OBJETIVOS

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL DIREÇÃO ACADÊMICA

FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL DIREÇÃO ACADÊMICA FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL DIREÇÃO ACADÊMICA REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE OUVIDORIA (cursos presenciais e à distância) CACOAL 2015 CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria da Faculdade

Leia mais

Relatório de Ouvidoria Banrisul S.A.

Relatório de Ouvidoria Banrisul S.A. Relatório de Ouvidoria Banrisul S.A. 2º Semestre 2017 Mensagem da Ouvidora No conglomerado Banrisul temos como cultura organizacional a valorização do indivíduo, mantendo um relacionamento estreito com

Leia mais

O que é a Ouvidoria? O que faz a Ouvidoria?

O que é a Ouvidoria? O que faz a Ouvidoria? OUVIDORIA O que é a Ouvidoria? A Ouvidoria é um canal de 2ª instância de comunicação da BB Tecnologia e Serviços com clientes, funcionários, fornecedores e a sociedade em geral, permitindo-lhes buscar

Leia mais

Ouvidoria FSLF 2011/1

Ouvidoria FSLF 2011/1 Ouvidoria FSLF 2011/1 A principal atribuição da Ouvidoria é receber, examinar e encaminhar às áreas competentes as manifestações do cidadão sobre o atendimento prestado pela FSLF e responder de modo simples

Leia mais

POLÍTICA DE OUVIDORIA

POLÍTICA DE OUVIDORIA SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. PARTES INTERESSADAS... 3 3. PRINCÍPIOS GERAIS... 3 4. PRAZOS DE ATENDIMENTO... 4 5. DAS OBRIGAÇÕES DO OUVIDOR... 4 6. CANAIS DE OUVIDORIA... 4 7. RELATÓRIOS PERIÓDICOS...

Leia mais

PLANO DE TRABALHO

PLANO DE TRABALHO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO REITORIA PLANO DE TRABALHO Ouvidoria Institucional- Apresentação, Análise Estratégica e Mapeamento Estratégico de sua Implantação. 2013-2014

Leia mais

DECRETO Nº , DE 17 DE FEVEREIRO DE 2012.

DECRETO Nº , DE 17 DE FEVEREIRO DE 2012. DECRETO Nº 17.663, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2012. Altera a estrutura organizacional da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o inc. XII do art. 2º do Decreto nº 9.391, de 17 de fevereiro de 1989 que consolida

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA

REGULAMENTO DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA Ribeirão Preto - SP 1 Sumário CAPÍTULO I... 3 Da Natureza, Objetivos e Finalidade... 3 CAPÍTULO II... 4 Da Vinculação Administrativa... 4 CAPÍTULO III... 4 Da Competência e Atribuições

Leia mais

IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO S/A - IMESP. Política de Divulgação de Informações e de Porta-Vozes

IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO S/A - IMESP. Política de Divulgação de Informações e de Porta-Vozes IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO S/A - IMESP Política de Divulgação de Informações e de Porta-Vozes Aprovada na 266ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração em 14 de dezembro de 2018 POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO

Leia mais

Código de Ética da CASSI

Código de Ética da CASSI Código de Ética da CASSI APRESENTAÇÃO O Código de Ética da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (CASSI) reflete a identidade cultural da Instituição e os compromissos a serem assumidos

Leia mais

SOLIDEZ E SEGURANÇA. MISSÃO Oferecer assistência médica de qualidade com atendimento humanizado e ético.

SOLIDEZ E SEGURANÇA. MISSÃO Oferecer assistência médica de qualidade com atendimento humanizado e ético. SOLIDEZ E SEGURANÇA Fundado em 2001, a partir do hospital Bom Clima, o HBC Saúde pertence a um grupo sólido que oferece planos de assistência médica com excelente relação custo x benefício. Particulares

Leia mais

O ICOM constrói pontes entre pessoas e organizações para promover desenvolvimento, sempre trazendo inovação

O ICOM constrói pontes entre pessoas e organizações para promover desenvolvimento, sempre trazendo inovação O ICOM constrói pontes entre pessoas e organizações para promover desenvolvimento, sempre trazendo inovação Maristela Truppel Conselho Comunitário Ponte do Imaruim Marco Regulatório das OSCs: como a transparência

Leia mais

RELATÓRIO ESTATÍSTICO JULHO 2015

RELATÓRIO ESTATÍSTICO JULHO 2015 RELATÓRIO ESTATÍSTICO JULHO 2015 VÁRZEA GRANDE MT 2015 1 EXPEDIENTE LUCIMAR SACRE DE CAMPOS Prefeita de Várzea Grande/MT MARCIA FRANÇOSO Controladora Geral do Município IVANILDE NOGUEIRA RAMOS VAZ Ouvidora

Leia mais

Relatório de Atividade. Ouvidoria FioSaúde. Ano 2015

Relatório de Atividade. Ouvidoria FioSaúde. Ano 2015 Relatório de Atividade Ouvidoria FioSaúde Ano 2015 Sheila Albi Vieira Fev/2016 A ouvidoria consiste em um instrumento estratégico de gestão cada vez mais valioso. Representa um termômetro da atuação institucional.

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE AIMORÉS Regulamenta o funcionamento da Ouvidoria no âmbito da Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés. Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

Conglomerado Financeiro. Relatório de Atividades da Ouvidoria 2º Semestre de 2016

Conglomerado Financeiro. Relatório de Atividades da Ouvidoria 2º Semestre de 2016 Conglomerado Financeiro Relatório de Atividades da Ouvidoria 2º Semestre de 2016 2º Semestre/2016 SUMÁRIO SUMÁRIO... 2 1. INTRODUÇÃO... 3 2. A OUVIDORIA NO CONGLOMERADO FINANCEIRO FINAXIS... 3 2.1. MISSÃO...

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE CRISTO REI FACCREI

REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE CRISTO REI FACCREI CORNÉLIO PROCÓPIO 2018 SUMÁRIO CAPÍTULO I DA OUVIDORIA... 2 CAPÍTULO II DO CARGO DE OUVIDOR E DE SUAS ATRIBUIÇÕES... 2 CAPÍTULO III DOS REQUISITOS PARA O CARGO DE OUVIDOR... 4 CAPÍTULO IV DO ATENDIMENTO...

Leia mais

ABECS Código de Ética e Auto-Regulação

ABECS Código de Ética e Auto-Regulação ABECS Código de Ética e Auto-Regulação 3º CMEP - 14 e 15 de Outubro de 2008 Premissas do Código de Ética e Auto-Regulação Capaz de direcionar as causas de reclamações mais freqüentes (portadores, Ministério

Leia mais