OUVIDORIA SENAI MT GETEC Cuiabá MT, Fevereiro 2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OUVIDORIA SENAI MT GETEC Cuiabá MT, Fevereiro 2014"

Transcrição

1 OUVIDORIA SENAI MT GETEC Cuiabá MT, Fevereiro 2014

2 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS NO ESTADO DE MATO GROSSO FIEMT Jandir José Milan Presidente CONSELHO REGIONAL DO SENAI/MT Jandir José Milan Presidente SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL SENAI DEPARTAMENTO REGIONAL DE MATO GROSSO Lélia Rocha Abadio Brun Diretora Regional GERÊNCIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA -GETEC Rubens de Oliveira Gerente 2

3 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO JUSTIFICATIVA OBJETIVOS CANAIS DE ATENDIMENTO ATRIBUIÇÕES DA OUVIDORIA

4 1. INTRODUÇÃO A transparência é um dos valores que norteia as ações do SENAI MT, a comunicação clara e direta, com todos os atores que direta ou indiretamente, participam do processo de educação profissional e desenvolvimento tecnológico no Estado de Mato Grosso. Nos últimos anos, a instituição vem apresentando crescimento significativo, tanto no número de alunos atendidos, passando de pouco mais de alunos atendidos em 2010, para mais de alunos em Esse crescimento se aplica também ao atendimento à empresas, que no ano de 2013, atingiu organização, sem 67% delas indústrias. O crescimento além de numérico se dá também no espaço territorial de atuação, atingindo em 2013, 98% do município de Mato Grosso. As perspectivas para os próximos anos indicam que o crescimento no volume e na área de atuação do SENAI MT vai se ampliar. Com isso, novas ferramentas são necessárias para melhorar a comunicação e o acesso a informações e respostas, por parte da comunidade: estudantes, empresários, instrutores e parceiros. 2. JUSTIFICATIVA O SENAI Mato Grosso possui 08 (oito) Unidades Operacionais fixas, que são responsáveis pelo atendimento aos 141 municípios do estado e, em sua estratégia de atendimento e crescimento, está o estabelecimento de parcerias para a implantação de unidades remotas, que não possuem núcleos administrativos e de suporte educacional, mas executam a atividade teórica e prática de cursos de formação profissional. Essa estratégia apresenta diversos pontos positivos, como a ampliação da capacidade de atendimento, a redução dos custos operacionais, a oferta de cursos em regiões remotas e a possibilidade de sustentar o crescimento na oferta de educação profissional, em resposta às necessidades da indústria mato-grossense. Mas, nem tudo são acertos, no decorrer desse processo de expansão, foram identificados alguns pontos de atenção, principalmente no que se refere à melhoria na comunicação entre o SENAI MT e as pessoas envolvidas no processo de educação e no desenvolvimento da tecnologia: parceiros, empresas, indústrias, sindicatos, estudantes, instrutores, assessores e assistentes. Tendo em vista a melhoria continua de seus processos e a busca da excelência em suas ações justifica-se proposta de implantação da Ouvidoria SENAI MT, serviço disponibilizado para garantir a comunicação entre os diversos atores envolvidos no processo de educação e tecnologia, através da abertura de canal próprio e específico para o recebimento de sugestões, reclamações, denúncias, pedidos de informação, elogios da comunidade escolar e industrial e da sociedade em geral. Para a elaboração do Projeto Ouvidoria foram realizadas consultas e pesquisas em muitas páginas da internet de instituições públicas e privadas sobre a criação, organização, 4

5 trabalho desenvolvido pela Ouvidorias neste diferentes órgãos. A Ouvidoria auxilia o cidadão em suas reclamações, a partir de práticas de mediação, funcionando como uma crítica interna, sob a ótica do cidadão. 3. OBJETIVOS 3.1 OBJETIVOS DO PROJETO 4. Desenvolver um plano de trabalho, com objetivos, estratégias, metas, procedimentos e avaliações da OUVIDORIA. 5. Fazer uma efetiva divulgação da existência da Ouvidoria SENAI MT e seus objetivos através de cartazes, boletins informativos, material didático, reuniões para conquistar o público interno e conscientizá-los da importância de sua participação neste processo. 6. Criar canais de comunicação direta entre o usuário externo e o SENAI MT, através site do SENAI MT existente e criar uma linha gratuita para acesso externo (0800). 7. Sugere-se uma estrutura inicial com ao menos um responsável, designado pela Direção Regional, com local apropriado, telefone, materiais e ferramentas necessários ao trabalho; 8. Promover treinamento para Ouvidor, através de benchmarking em instituições que já possuem a Ouvidoria em funcionamento; 9. Promover um trabalho junto à equipe de atendimento (guardas/vigias, recepcionistas; telefonistas), pois eles são o primeiro contato da instituição. 10. Incentivar a participação dos usuários e facilitar-lhes o acesso à Direção Regional do SENAI MT; 11. Gerenciar o trabalho desenvolvido pela Ouvidoria, através de relatórios, com gráficos e números. 12. Divulgar dos resultados e ações da Ouvidoria por meio de indicadores de registros. 3.2 OBJETIVOS DA OUVIDORIA Atender, receber e apurar, de forma independente e crítica, as informações, reclamações e sugestões encaminhadas por membros das comunidades externa, através de demanda espontânea; Analisar as informações, reclamações e sugestões recebidas, encaminhando o resultado de sua análise aos setores administrativos competentes; Acompanhar as providências adotadas pelos setores competentes, garantindo o direito de resolutividade e mantendo o requerente informado do processo; 5

6 Sugerir medidas de aprimoramento das atividades administrativas em proveito da comunidade e do SENAI MT; Garantir o acesso da população de forma direta, formal e gratuita. Garantir a resposta, das áreas envolvidas, nos prazos estabelecidos para as mensagens recebidas pelos canais oficiais: o Reclamação: 05 dias úteis; o Consultas: 02 dias úteis; o Sugestão: 10 dias úteis. 4 CANAIS DE ATENDIMENTO A ouvidoria terá dois (02) canais exclusivos para atendimento: o Site: o Telefone: 0800.XXXX.XXXX 5 ATRIBUIÇÕES DA OUVIDORIA A Ouvidoria do SENAI MT deve ser uma forma acessível e direta, sem burocracia, à disposição da comunidade geral e industrial, de injustiçados e queixosos, identificando os problemas sistêmicos ou injustiças, e atuando, face aos resultados, como agente de mudanças. Ao Ouvidor cabe ouvir e registrar as reclamações, críticas, elogios e sugestões, procurando reagir como mediador das questões. facilitar e simplificar ao máximo a comunicação da comunidade interna e externa com a Instituição; atender às solicitações com presteza, de acordo com a sua viabilidade; agir com integridade, ética, transparência e imparcialidade; resguardar o sigilo das informações: não serão recepcionadas manifestações anônimas, mas é garantido o sigilo do manifestante, caso solicitado. promover a divulgação da Ouvidoria, tornando-a conhecida dos vários públicos que podem ser beneficiados pelo seu trabalho; e apresentar dados e informações para subsidiar e ou fortalecer as políticas escolares e tecnológicas. 6

7 5.1 FLUXO DE ATENDIMENTO Denúncia: A Ouvidoria recebe a demanda e despacha imediatamente com a Direção Regional, que deliberará sobre as providências a serem adotadas. Reclamação: A Ouvidoria encaminhará para a unidade/setor responsável a reclamação, para solução do problema de forma imediata. A resposta deve ser encaminhada ao reclamante em até 05 (cinco dias úteis). Sugestão: A Ouvidoria encaminhará para a unidade/setor responsável para análise da viabilidade, elaboração de proposta/projeto de melhoria caso seja viável e despacho com a Direção Regional para aprovação, respondendo ao solicitando no prazo de 10 (dez) dias úteis. Elogio/Outros assuntos: A Ouvidoria encaminhará para a Direção Regional, para deliberações. Em todos os casos, deverá haver o registro da entrada, por assunto, tratativas e resposta, para fins de acompanhamento das atividades da Ouvidoria do SENAI MT. 7

8 Direção Regional SENAI/MT Lélia Rocha Abadio Brun Gerência de Educação e Tecnologia SENAI/MT Rubens de Oliveira Coordenadora da Unidade de Desenvolvimento em Educação Técnica e Tecnológica - UNETEC Eveline Pasqualin Souza Coordenadora da Unidade de Desenvolvimento em Educação Inicial e Continuada - UEDE Silvânia Maria de Holanda Coordenadora da Unidade de Desenvolvimento Tecnológico - UETEC Valdir P. Souza Junior 8

FACULDADES INTEGRADAS DESEMBARGADOR SÁVIO BRANDÃO - FAUSB

FACULDADES INTEGRADAS DESEMBARGADOR SÁVIO BRANDÃO - FAUSB FACULDADES INTEGRADAS DESEMBARGADOR SÁVIO BRANDÃO - FAUSB PROGRAMA DE OUVIDORIA VÁRZEA GRANDE - 2015 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. O presente regulamento tem por finalidade normatizar as atividades

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA Faculdade de Alta Floresta - FAF

REGULAMENTO DA OUVIDORIA Faculdade de Alta Floresta - FAF REGULAMENTO DA OUVIDORIA Faculdade de Alta Floresta - FAF 2011 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DA OUVIDORIA... 3 CAPÍTULO II... 3 DO CARGO DE OUVIDOR E DE SUAS ATRIBUIÇÕES... 3 CAPÍTULO III... 4 DOS REQUISITOS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEEVALE REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA

UNIVERSIDADE FEEVALE REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA UNIVERSIDADE FEEVALE REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria da Universidade Feevale é um serviço que tem por finalidade garantir a efetiva comunicação e o relacionamento com

Leia mais

SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA DEPARTAMENTO REGIONAL DE MATO GROSSO REGULAMENTO DA OUVIDORIA SESI - MT

SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA DEPARTAMENTO REGIONAL DE MATO GROSSO REGULAMENTO DA OUVIDORIA SESI - MT SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA DEPARTAMENTO REGIONAL DE MATO GROSSO REGULAMENTO DA OUVIDORIA SESI - MT Art. 1º A Ouvidoria do SESI/MT é um elo de ligação entre a comunidade interna ou externa e as instâncias

Leia mais

I - Garantir a participação da comunidade na Instituição, para promover a melhoria das atividades desenvolvidas.

I - Garantir a participação da comunidade na Instituição, para promover a melhoria das atividades desenvolvidas. INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA FACULDADE SANT ANA Recredenciada pela Portaria MEC nº 1473 de 07 de Outubro de 2011. INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SANT ANA Credenciado pela Portaria MEC nº 2812

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE AIMORÉS Regulamenta o funcionamento da Ouvidoria no âmbito da Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés. Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ITUVERAVA

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ITUVERAVA OUVIDORIA Apresentação A Ouvidoria-Geral da Faculdade Dr. Francisco Maeda foi criada para garantir um canal permanente de comunicação, proporcionando maior aproximação entre a Direção e comunidade externa

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DA OUVIDORIA DA ASSOCIAÇÃO CARUARUENSE DE ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO

REGULAMENTO GERAL DA OUVIDORIA DA ASSOCIAÇÃO CARUARUENSE DE ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO REGULAMENTO GERAL DA OUVIDORIA DA ASSOCIAÇÃO CARUARUENSE DE ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO Capítulo I Da Ouvidoria Art. 1º A Ouvidoria da Associação Caruaruense de Ensino Superior e Técnico - ASCES é elo de

Leia mais

PLANO DE TRABALHO ANUAL

PLANO DE TRABALHO ANUAL PLANO DE TRABALHO 2017 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG OUVIDORIA PLANO DE TRABALHO ANUAL 2017-2018 A FURG quer lhe ouvir... Você melhorando a Universidade!

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA

REGULAMENTO DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria da Faculdade CNEC Farroupilha constitui-se em um canal de comunicação para receber as reclamações/sugestões, dúvidas, denúncias, ou

Leia mais

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA Cachoeira BA Julho de 2016 Sumário DA OUVIDORIA... 3 DA FUNÇÃO DE OUVIDOR E DE SUAS ATRIBUIÇÕES... 3 DOS REQUISITOS PARA A FUNÇÃO DE OUVIDOR... 4

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CONSELHO DIRETOR RESOLUÇÃO N 007/ CONDIR DE 29 DE DEZEMBRO DE 2016.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CONSELHO DIRETOR RESOLUÇÃO N 007/ CONDIR DE 29 DE DEZEMBRO DE 2016. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CONSELHO DIRETOR RESOLUÇÃO N 007/2016 - CONDIR DE 29 DE DEZEMBRO DE 2016. PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETOR DO INSTITUTO

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DA OUVIDORIA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI

REGULAMENTO GERAL DA OUVIDORIA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI REGULAMENTO GERAL DA OUVIDORIA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Artigo 1º Criar a Ouvidoria no âmbito dos câmpus e polos de apoio presencial da Universidade Anhembi Morumbi, como órgão de assessoramento do

Leia mais

Relatório trimestral sobre o andamento dos trabalhos da Ouvidoria

Relatório trimestral sobre o andamento dos trabalhos da Ouvidoria UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS OUVIDORIA Relatório trimestral sobre o andamento dos trabalhos da Ouvidoria Período: Junho/Julho/Agosto de 2010 LAVRAS-MG 2010 2 1 APRESENTAÇÃO A Ouvidoria da Universidade

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE DO NORTE GOIANO

REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE DO NORTE GOIANO FACULDADE DO NORTE GOIANO (FNG) 1-8 REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE DO NORTE GOIANO Porangatu/GO 2010 2-8 SUMÁRIO CAPÍTULO I - DA OUVIDORIA... 3 CAPÍTULO II - DO CARGO DE OUVIDOR E DE SUAS ATRIBUIÇÕES...

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE DE ANICUNS CAPÍTULO I DA OUVIDORIA

REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE DE ANICUNS CAPÍTULO I DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE DE ANICUNS CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º - A Ouvidoria da Faculdade de Anicuns é um elo entre a comunidade acadêmica ou externa e as instâncias administrativas da

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE FRUTAL-FAF CAPÍTULO I DA OUVIDORIA

REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE FRUTAL-FAF CAPÍTULO I DA OUVIDORIA FACULDADE FRUTAL-FAF Rua Nova Ponte, 439 Jardim Laranjeiras Frutal MG CEP:38.200-000 REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE FRUTAL-FAF CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria da Faculdade Frutal - FAF

Leia mais

Regulamento OUVIDORIA

Regulamento OUVIDORIA Regulamento OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º - A Ouvidoria da Faculdade Paulo Picanço é um elo entre a comunidade acadêmica ou externa e as instâncias administrativas da IES, visando agilizar

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA

REGULAMENTO DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria da A E s c o l a d e E n g e n h a r i a K e n n e d y é um elo de ligação entre a comunidade acadêmica ou externa e as instâncias acadêmicoadministrativas

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA. Curso de Teologia

REGULAMENTO DA OUVIDORIA. Curso de Teologia REGULAMENTO DA OUVIDORIA Curso de Teologia Associação Educacional Batista Pioneira 2011 CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º - A Ouvidoria da FACULDADE BATISTA PIONEIRA (FBP) é um elo entre a comunidade externa

Leia mais

Publicada no D.O.U. nº 26, de 10/02/2016, Seção 1, pag. 94 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 476, DE 03 DE FEVEREIRO DE 2016

Publicada no D.O.U. nº 26, de 10/02/2016, Seção 1, pag. 94 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 476, DE 03 DE FEVEREIRO DE 2016 Publicada no D.O.U. nº 26, de 10/02/2016, Seção 1, pag. 94 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 476, DE 03 DE FEVEREIRO DE 2016 Aprova o Regulamento da Ouvidoria do Conselho Federal de Administração e dá outras

Leia mais

FACULDADE DE INHUMAS REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE DE INHUMAS CAPÍTULO I DA OUVIDORIA

FACULDADE DE INHUMAS REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE DE INHUMAS CAPÍTULO I DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE DE INHUMAS CAPÍTULO I DA OUVIDORIA A ouvidoria é um serviço especial de comunicação interna e externa com identificação ou anonimamente, que tem o fim de ouvir e receber

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL DIREÇÃO ACADÊMICA

FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL DIREÇÃO ACADÊMICA FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL DIREÇÃO ACADÊMICA REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE OUVIDORIA (cursos presenciais e à distância) CACOAL 2015 CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria da Faculdade

Leia mais

FACULDADES EST REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA NATUREZA E DAS FINALIDADES DA OUVIDORIA

FACULDADES EST REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA NATUREZA E DAS FINALIDADES DA OUVIDORIA FACULDADES EST REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA NATUREZA E DAS FINALIDADES DA OUVIDORIA Art. 1º - A Ouvidoria da Faculdades EST é um canal de ligação entre a comunidade acadêmica, comunidade externa,

Leia mais

PLANO DE TRABALHO

PLANO DE TRABALHO 1 REITORIA PLANO DE TRABALHO Ouvidoria Institucional Apresentação Análise Estratégica Mapeamento Estratégico 2015-2016 São Luís MA Fevereiro 2015 2 Apresentação Neste Plano de Trabalho, estão presentes

Leia mais

Controladoria. Geral do Estado

Controladoria. Geral do Estado Controladoria Geral do Estado 1. Apresentação As ouvidorias públicas têm por objetivo buscar soluções para as demandas dos cidadãos, visando o aprimoramento da prestação do serviço, além de contribuir

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA

REGULAMENTO DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA Assis-SP 201 CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria foi instituída para ser a ligação necessária que deve existir entre a comunidade acadêmica, comunidade externa, docentes

Leia mais

UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇOS, ENSINO E PESQUISA LTDA REGULAMENTO INSTITUCIONAL

UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇOS, ENSINO E PESQUISA LTDA REGULAMENTO INSTITUCIONAL UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇOS, ENSINO E PESQUISA LTDA REGULAMENTO INSTITUCIONAL OUVIDORIA São Paulo 2010 CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria da Unidade de Ensino, é um elo entre a comunidade

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA OUVIDORIA

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA OUVIDORIA CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA Serra, 2016 Página 1 CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA Prof. Me. Eber da Cunha Mendes Serra, 2016 Página

Leia mais

PLANO ANUAL DE TRABALHO DA OUVIDORIA

PLANO ANUAL DE TRABALHO DA OUVIDORIA 2017 PLANO ANUAL DE TRABALHO DA OUVIDORIA Instituto Federal Farroupilha 10/03/2017 Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. A OUVIDORIA DO... 3 2.1. Relacionamento com a Sociedade... 3 3. OBJETIVO DO PLANO DE TRABALHO...

Leia mais

Regulamento da Ouvidoria

Regulamento da Ouvidoria Regulamento da Ouvidoria TÍTULO I DA OUVIDORIA E SUAS FINALIDADES Art. 1º. A Ouvidoria da Faculdade AGES é órgão interno vinculado à Diretoria-geral, representa um mecanismo institucionalizado de interação

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA

REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras FAFIC foi instituída para estabelecer, de forma mais efetiva, a comunicação

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA

REGULAMENTO DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA GOIÂNIA 2015 2 INSTITUTO UNIFICADO DE ENSINO SUPERIOR OBJETIVO - IUESO REGULAMENTO DA OUVIDORIA TÍTULO I DA OUVIDORIA E SUAS FINALIDADES Art. 1º. A Ouvidoria do INSTITUTO UNIFICADO

Leia mais

SUMÁRIO OBJETIVO... 4 I. COMPONENTE ORGANIZACIONAL... 4 III. FLUXO DE TRATAMENTO DAS RECLAMAÇÕES... 5 IV. DEVERES DO SERVIÇO DE OUVIDORIA...

SUMÁRIO OBJETIVO... 4 I. COMPONENTE ORGANIZACIONAL... 4 III. FLUXO DE TRATAMENTO DAS RECLAMAÇÕES... 5 IV. DEVERES DO SERVIÇO DE OUVIDORIA... MANUAL DE OUVIDORIA (v.2 dez/16) SUMÁRIO OBJETIVO... 4 I. COMPONENTE ORGANIZACIONAL... 4 III. FLUXO DE TRATAMENTO DAS RECLAMAÇÕES... 5 IV. DEVERES DO SERVIÇO DE OUVIDORIA... 6 V. CONTROLE DO SERVIÇO DE

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA

REGULAMENTO DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA 2015 Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria da Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU)

Leia mais

REGULAMENTO OUVIDORIA

REGULAMENTO OUVIDORIA Mantenedora Instituto de Ensino Dalva Campos Mantida Faculdade FASIPE-MATO GROSSO REGULAMENTO OUVIDORIA CUIABÁ / MATO GROSSO SUMÁRIO CAPÍTULO I - DA OUVIDORIA CAPÍTULO II - DA COMISSÃO CAPÍTULO III - DO

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ADVENTISTA DE SÃO PAULO UNASP. Resolução CONSU DE 29/04/2013 REGULAMENTO OUVIDORIA UNASP

CENTRO UNIVERSITÁRIO ADVENTISTA DE SÃO PAULO UNASP. Resolução CONSU DE 29/04/2013 REGULAMENTO OUVIDORIA UNASP CENTRO UNIVERSITÁRIO ADVENTISTA DE SÃO PAULO UNASP Resolução CONSU 2013-02 DE 29/04/2013 REGULAMENTO OUVIDORIA UNASP 2013 1 Texto Aprovado: 2 ÍNDICE TÍTULO I DO ÓRGÃO E SEUS FINS... 4 TÍTULO II DOS OBJETIVOS...

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I - DA OUVIDORIA

REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I - DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I - DA OUVIDORIA Art. 1º. A Ouvidoria é um elo entre as comunidades acadêmica e externa e as instâncias administrativas da Faculdade, visando

Leia mais

OUVIDORIA DO CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

OUVIDORIA DO CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS OUVIDORIA DO CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º A Ouvidoria do Conselho Federal de Enfermagem tem por objetivo colaborar para o aperfeiçoamento e

Leia mais

Relatório Estatístico

Relatório Estatístico SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE FURG Gabinete da Reitora Ouvidoria da Universidade Federal do Rio Grande FURG Relatório Estatístico Exercício 2015 e 1º

Leia mais

Ouvidoria - Geral da União. Objetivo 6. Produzir informações estratégicas para subsidiar as tomadas de decisões do Presidente da República.

Ouvidoria - Geral da União. Objetivo 6. Produzir informações estratégicas para subsidiar as tomadas de decisões do Presidente da República. Ouvidoria - Geral da União Objetivo 6. Produzir informações estratégicas para subsidiar as tomadas de decisões do Presidente da República. Produzir dados quantitativos e qualitativos acerca da satisfação

Leia mais

Relatório trimestral sobre o andamento dos trabalhos da Ouvidoria

Relatório trimestral sobre o andamento dos trabalhos da Ouvidoria UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS OUVIDORIA Relatório trimestral sobre o andamento dos trabalhos da Ouvidoria Período: Dezembro de 2010, Janeiro e Fevereiro de 2011 LAVRAS-MG 2011 2 1 APRESENTAÇÃO A Ouvidoria

Leia mais

CREA-PB O FOCO É NO CIDADÃO

CREA-PB O FOCO É NO CIDADÃO CREA-PB O FOCO É NO CIDADÃO Um dos aspectos da Democracia Participativa Luta pela Democracia Instrumento de Controle Social OUVIDORIA OUVIDORIA É... 1 É um instrumento democrático de defesa do cidadão,

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA OUVIDORIA DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UFPE

REGIMENTO INTERNO DA OUVIDORIA DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UFPE REGIMENTO INTERNO DA OUVIDORIA DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UFPE CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria do Sistema de Bibliotecas da UFPE é um canal de comunicação entre os usuários e as bibliotecas

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA

REGULAMENTO DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA Ribeirão Preto - SP 1 Sumário CAPÍTULO I... 3 Da Natureza, Objetivos e Finalidade... 3 CAPÍTULO II... 4 Da Vinculação Administrativa... 4 CAPÍTULO III... 4 Da Competência e Atribuições

Leia mais

GUIA DE PERGUNTAS E RESPOSTAS OUVIDORIA SMA SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO

GUIA DE PERGUNTAS E RESPOSTAS OUVIDORIA SMA SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO GUIA DE PERGUNTAS E RESPOSTAS OUVIDORIA SMA SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO MISSÃO Atuar como canal isento e ético na interlocução da Secretaria Municipal de Administração com a sociedade, visando

Leia mais

FACULDADE SOGIPA DE EDUCAÇÃO FÍSICA

FACULDADE SOGIPA DE EDUCAÇÃO FÍSICA REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE SOGIPA DE EDUCAÇÃO FÍSICA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º - A Ouvidoria da FACULDADE SOGIPA DE EDUCAÇÃO FÍSICA- é um canal de diálogo com a comunidade acadêmica ou

Leia mais

Relatório Estatístico Semestral Janeiro a Junho de 2010

Relatório Estatístico Semestral Janeiro a Junho de 2010 Relatório Estatístico Semestral Janeiro a Junho de 2010 Relatório Estatístico Semestral Julho a Dezembro de 2010 A Ouvidoria da FDSM, cumprindo uma de suas mais importantes atribuições e no intuito

Leia mais

Relatório da Ouvidoria

Relatório da Ouvidoria Relatório da Ouvidoria Janeiro, Fevereiro e Março de 2015 Florianópolis, abril de 2015 Relatório da Ouvidoria A Ouvidoria é um elo entre a comunidade acadêmica e as instâncias administrativas da Instituição,

Leia mais

Título MANUAL DE OUVIDORIA Data Publicação 27/04/2017

Título MANUAL DE OUVIDORIA Data Publicação 27/04/2017 29/04/2016 15/04/2017 Presidência/Compliance 1/7 MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA 1. OBJETIVO Descrever os conceitos, as regras e procedimentos relacionados à Ouvidoria, para as empresas do Grupo Didier Levy,

Leia mais

Canal de Ouvidoria Conteúdo do Documento:

Canal de Ouvidoria Conteúdo do Documento: Procedimento Data de Publicação Canal de Ouvidoria 05.07.2017 1. Conteúdo do Documento: Este documento contém os critérios operacionais da Instituição, sobre o componente organizacional de Ouvidoria, de

Leia mais

PLANO DE TRABALHO

PLANO DE TRABALHO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO REITORIA PLANO DE TRABALHO Ouvidoria Institucional- Apresentação, Análise Estratégica e Mapeamento Estratégico de sua Implantação. 2013-2014

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA

REGULAMENTO DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E DOS OBJETIVOS Este documento institui e regulamenta a ouvidoria do Iate Clube de Brasília de acordo com as regras abaixo. Art. 1º - A

Leia mais

INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO DIRETORIA ACADÊMICA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA

INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO DIRETORIA ACADÊMICA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO DIRETORIA ACADÊMICA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA RELATÓRIO OUVIDORIA SÃO LUÍS 2012 1. INTRODUÇÃO O acesso à educação é um direito reconhecido constitucionalmente. A

Leia mais

Relatório da Ouvidoria FACIT 2009/2010 2

Relatório da Ouvidoria FACIT 2009/2010 2 RELATÓRIO 2009/2010 Relatório da Ouvidoria FACIT 2009/2010 2 Coordenadora Geral e Acadêmica da FACIT Daniela Fernandes Jorge de Mello Coordenador Administrativo da FACIT Haroldo de Moraes Lopes Coordenador

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS DELIBERAÇÃO Nº 151/2014 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Plano de Trabalho da Ouvidoria UFSJ (2017)

Plano de Trabalho da Ouvidoria UFSJ (2017) Plano de Trabalho da Ouvidoria UFSJ (2017) São João del-rei/mg 2017 1. APRESENTAÇÃO A Ouvidoria UFSJ é um espaço aberto para a comunidade, que recebe e responde manifestações relacionadas às atividades

Leia mais

Operacionalização de Ouvidoria Recursos e Ferramentas de Apoio. Seminário de Atualização e Implantação de Ouvidoria do Sistema Unimed Julho/2013

Operacionalização de Ouvidoria Recursos e Ferramentas de Apoio. Seminário de Atualização e Implantação de Ouvidoria do Sistema Unimed Julho/2013 Operacionalização de Ouvidoria Recursos e Ferramentas de Apoio Seminário de Atualização e Implantação de Ouvidoria do Sistema Unimed Julho/2013 Canais de Entrada A Unimed Vitória possui como canais de

Leia mais

Relatório trimestral sobre o andamento dos trabalhos da Ouvidoria

Relatório trimestral sobre o andamento dos trabalhos da Ouvidoria Campus Universitário - Caixa Postal 3037 - CEP 37200-000 - Lavras MG - (35) - 3829-1085 - www.ouvidoria.ufla.br - falecom@ouvidoria.ufla.br Relatório trimestral sobre o andamento dos trabalhos da Ouvidoria

Leia mais

Ministério Público do Trabalho

Ministério Público do Trabalho Procurador-Geral do Trabalho Luís Antônio Camargo de Melo Ouvidora do Ministério Público do Trabalho Heloisa Maria Moraes Rego Pires Ministério Público da União Ministério Público do Trabalho Ouvidoria

Leia mais

Ouvidoria Geral. Transparência e Responsabilidade Social BALANÇO 2010

Ouvidoria Geral. Transparência e Responsabilidade Social BALANÇO 2010 Ouvidoria Geral Transparência e Responsabilidade Social BALANÇO 2010 Carta do Ouvidor Em 2010, a Ouvidoria Geral da Petrobras teve seus princípios básicos de independência e isenção fortalecidos com a

Leia mais

Relatório de Ouvidoria

Relatório de Ouvidoria Relatório de Ouvidoria 01.01.2017 a 31.06.2017 Nos termos da Resolução no 4.433/2015 do Conselho Monetário Nacional, publicamos o presente relatório, relativo à atividades da Ouvidoria no. ÍNDICE 1. Apresentação.3

Leia mais

PORTARIA N 71 DE 12 DE JANEIRO DE 2012

PORTARIA N 71 DE 12 DE JANEIRO DE 2012 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COLÉGIO PEDRO II PORTARIA N 71 DE 12 DE JANEIRO DE 2012 Redefine as atribuições dos Chefes de Departamentos Pedagógicos e dos Coordenadores Pedagógicos/ Responsáveis por Coordenação

Leia mais

RELATÓRIO ESTATÍSTICO JULHO 2015

RELATÓRIO ESTATÍSTICO JULHO 2015 RELATÓRIO ESTATÍSTICO JULHO 2015 VÁRZEA GRANDE MT 2015 1 EXPEDIENTE LUCIMAR SACRE DE CAMPOS Prefeita de Várzea Grande/MT MARCIA FRANÇOSO Controladora Geral do Município IVANILDE NOGUEIRA RAMOS VAZ Ouvidora

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ÍTALO BRASILEIRO RELATÓRIO OUVIDORIA GERAL

CENTRO UNIVERSITÁRIO ÍTALO BRASILEIRO RELATÓRIO OUVIDORIA GERAL CENTRO UNIVERSITÁRIO ÍTALO BRASILEIRO RELATÓRIO OUVIDORIA GERAL São Paulo, Agosto de 2013 REITORIA Dr. Marcos Vinicius Busoli Cascino Chanceler Prof. Dr. Marcos Antonio Gagliardi Cascino Reitor Prof. Ms.

Leia mais

RELATÓRIO DE OUVIDORIA

RELATÓRIO DE OUVIDORIA RELATÓRIO DE OUVIDORIA Equipe de Ouvidoria durante o 2º semestre de 2016: Diretor Responsável: Jorge Luiz Abibe Ouvidor: Lucas Castelucci Período de referência do relatório: De 01 de Julho a 31 de Dezembro

Leia mais

Relatório das Atividades da Ouvidoria

Relatório das Atividades da Ouvidoria Relatório das Atividades da Ouvidoria Em atendimento à Resolução 4.433/2015 do Banco Central do Brasil e seus complementos, este relatório aborda os aspectos qualitativos e quantitativos da Ouvidoria da

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 5, DE 17 DE ABRIL DE 2017

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 5, DE 17 DE ABRIL DE 2017 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL-MG Secretaria Geral UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 5, DE 17 DE ABRIL DE 2017 Aprova o Regimento

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 323, DE 3 DE ABRIL DE 2013

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 323, DE 3 DE ABRIL DE 2013 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 323, DE 3 DE ABRIL DE 2013 Dispõe sobre a instituição de unidade organizacional específica de ouvidoria pelas operadoras de planos privados de assistência saúde. [Correlações]

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU) RESOLUÇÃO N.º 924/2012

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU) RESOLUÇÃO N.º 924/2012 UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU) RESOLUÇÃO N.º 924/2012 Publicada no D.O.E. de 12-09-2012, p. 19 Aprova o Regimento Interno da Ouvidoria da UNEB. O PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

Universidade Federal Rural do Semi-Árido. Ouvidoria. Relatório Mensal de Atividades

Universidade Federal Rural do Semi-Árido. Ouvidoria. Relatório Mensal de Atividades Universidade Federal Rural do Semi-Árido Ouvidoria Relatório Mensal de Atividades JULHO / 2015 APRESENTAÇÃO A Ouvidoria da Universidade Federal Rural do Semi-Árido foi criada através da Decisão CONSUNI/UFERSA

Leia mais

Relatório Mensal de Atividades

Relatório Mensal de Atividades Relatório Mensal de Atividades Maio/2017 APRESENTAÇÃO A Ouvidoria da Universidade Federal Rural do Semi-Árido foi criada através da Decisão CONSUNI/UFERSA nº 092/2008, de 23 de Dezembro de 2008, com o

Leia mais

OUVIDORIA GERAL DO IFPE. Relatório de Atividades Ouvidora Geral - JEANE MEDEIROS

OUVIDORIA GERAL DO IFPE. Relatório de Atividades Ouvidora Geral - JEANE MEDEIROS OUVIDORIA GERAL DO IFPE Relatório de Atividades 2016 Ouvidora Geral - JEANE MEDEIROS Ouvidoria@reitoria.ifpe.edu.br OUVIDORIA GERAL Relatório de atividades 2016 A Ouvidoria Geral do IFPE mais um ano vêm

Leia mais

Política Organizacional para Desenvolvimento e Manutenção de Software e Serviços

Política Organizacional para Desenvolvimento e Manutenção de Software e Serviços A Coordenadoria de Sistemas de Informação (CSI) do Centro de Tecnologia de Informação e Comunicação (CTIC) da UFPA define neste documento sua Política Organizacional para Desenvolvimento de Software. 1

Leia mais

Relatório Mensal de Atividades

Relatório Mensal de Atividades Relatório Mensal de Atividades Março/2017 APRESENTAÇÃO A Ouvidoria da Universidade Federal Rural do Semi-Árido foi criada através da Decisão CONSUNI/UFERSA nº 092/2008, de 23 de Dezembro de 2008, com o

Leia mais

Banco Safra S.A. Política da Ouvidoria

Banco Safra S.A. Política da Ouvidoria Banco Safra S.A. Política da Ouvidoria 1/5 1. OBJETIVO A Ouvidoria tem a missão de ser um canal eficiente de comunicação entre o cliente e as sociedades componentes do Grupo Safra, buscando a mediação

Leia mais

CARTILHA DA OUVIDORIA

CARTILHA DA OUVIDORIA CARTILHA DA OUVIDORIA CARTILHA DA OUVIDORIA Diretor responsável pela Ouvidoria Gen Div Ricardo Barbalho Lamellas Vice-Presidente da FHE e da POUPEX Equipe da Ouvidoria (OUVID) Antônio Sérgio Carvalho

Leia mais

Relatório semestral Ouvidoria

Relatório semestral Ouvidoria Relatório semestral Ouvidoria Em atendimento à Resolução 4.433/2015 do Banco Central do Brasil e seus complementos, este relatório aborda os aspectos qualitativos e quantitativos da Ouvidoria da Cetelem,

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA OUVIDORIA GERAL CAPÍTULO I DA NATUREZA, OBJETO E FINALIDADE

REGIMENTO INTERNO DA OUVIDORIA GERAL CAPÍTULO I DA NATUREZA, OBJETO E FINALIDADE REGIMENTO INTERNO DA OUVIDORIA GERAL CAPÍTULO I DA NATUREZA, OBJETO E FINALIDADE Art. 1º A Ouvidoria Geral da Universidade Federal do Cariri será um órgão de promoção e defesa dos direitos de servidores

Leia mais

MARÇO Boletim Nº COMO ESTÃO O PORTAL DE TRANSPARÊNCIA E O SERVIÇO DE INFORMAÇÃO AO CIDADÃO DA CÂMARA DE VEREADORES?

MARÇO Boletim Nº COMO ESTÃO O PORTAL DE TRANSPARÊNCIA E O SERVIÇO DE INFORMAÇÃO AO CIDADÃO DA CÂMARA DE VEREADORES? Boletim Nº www.observatoriopiracicaba.org.br MARÇO 2017 COMO ESTÃO O PORTAL DE TRANSPARÊNCIA E O SERVIÇO DE INFORMAÇÃO AO CIDADÃO DA CÂMARA DE VEREADORES? A transparência é o acesso aos documentos e às

Leia mais

RELATÓRIO SEMESTRAL DE OUVIDORIA. 1º semestre de 2017

RELATÓRIO SEMESTRAL DE OUVIDORIA. 1º semestre de 2017 RELATÓRIO SEMESTRAL DE OUVIDORIA 1º semestre de 2017 APRESENTAÇÃO Em cumprimento à Resolução nº 4.433, publicada em 23 de julho de 2015 pelo Banco Central do Brasil, este relatório tem o objetivo de tornar

Leia mais

Relatório Semestral. 1 Semestre / Relatório Semestral de Ouvidoria - 1 Semestre /

Relatório Semestral. 1 Semestre / Relatório Semestral de Ouvidoria - 1 Semestre / Relatório Semestral de Ouvidoria 1 Semestre / 2016 Relatório Semestral de Ouvidoria - 1 Semestre / 2016 1 Sumário Banco pan Presença Estrutura acionária CaNais de atendimento a clientes Ouvidoria Aprimoramento

Leia mais

Relatório Semestral. 2 Semestre / Relatório Semestral de Ouvidoria - 2 Semestre /

Relatório Semestral. 2 Semestre / Relatório Semestral de Ouvidoria - 2 Semestre / Relatório Semestral de Ouvidoria 2 Semestre / 2016 Relatório Semestral de Ouvidoria - 2 Semestre / 2016 1 Sumário Banco PAN Presença Estrutura Acionária Canais de Atendimento a Clientes Ouvidoria Aprimoramento

Leia mais

identificáveis por meio de um protocolo de atendimento.

identificáveis por meio de um protocolo de atendimento. REGULAMENTO DO OMBUDSMAN DA BM&FBOVESPA 1 Definição 1.1 O Ombudsman é o canal de comunicação da BM&FBOVESPA ( Companhia ) com o público externo, como os participantes de ambientes de negociação, liquidação

Leia mais

RESOLUÇÃO ATRICON Nº 01/2013

RESOLUÇÃO ATRICON Nº 01/2013 RESOLUÇÃO ATRICON Nº 01/2013 Estabelece RECOMENDAÇÕES aos Tribunais de Contas sobre procedimentos e ações de orientação, fiscalização e julgamento da transparência dos órgãos jurisdicionados, especialmente

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho OUVIDORIA IT. 11 11 1 / 5 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para o atendimento ao profissional, empresa e leigo, bem como, à sociedade em geral que faça uso dos serviços prestados pelos profissionais

Leia mais

OUVIDORIA DO IFMS JUNHO

OUVIDORIA DO IFMS JUNHO OUVIDORIA DO IFMS JUNHO / 2015 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO DO SUL IFMS Endereço: Rua Ceará, 972 - Campo Grande - MS CEP: 79.021-000 CNPJ: 10.673.078/0001-20 IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE OUVIDORIA]

PROCEDIMENTOS DE OUVIDORIA] 2013 CONSÓRCIO UNILANCE TRIXX CONSULTING [MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS DE OUVIDORIA] De forma a atender aos procedimentos de controle e Direção, bem como agir de acordo com a legislação o Consórcio

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA

REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria do é um elo de ligação entre a comunidade acadêmica ou externa e as instâncias administrativas da Faculdade, visando agilizar a administração

Leia mais

Em atendimento aos requisitos estabelecidos pela Resolução nº do Conselho Monetário Nacional

Em atendimento aos requisitos estabelecidos pela Resolução nº do Conselho Monetário Nacional Banco CSF S.A. Em atendimento aos requisitos estabelecidos pela Resolução nº. 4.433 do Conselho Monetário Nacional Data base 30/06/2017 Sumário Apresentação Missão, Visão e Valores da Ouvidoria do Banco

Leia mais

Missão. Visão. Objetivos Estratégicos (OE)

Missão. Visão. Objetivos Estratégicos (OE) Identidade Organizacional - Acesso à informação - IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos R O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) é uma autarquia

Leia mais

CÓPIA NÃO CONTROLADA

CÓPIA NÃO CONTROLADA Página: 1 de 5 ELABORAÇÃO: MARINHO TAVARES DE VASCONCELOS NETO VERSÃO DESCRIÇÃO DATA 1 DATA DA IMPLANTAÇÃO DO DOCUMENTO NO SGQ 14/04/2008 2 ATUALIZAÇÃO DO DOCUMENTO 16/03/2010 3 FOI ATUALIZADA TODA A NORMA.

Leia mais

PLANO DE GESTÃO ESCOLAR PLEITO A 2018

PLANO DE GESTÃO ESCOLAR PLEITO A 2018 PLANO DE GESTÃO ESCOLAR PLEITO - 2016 A 2018 NOVA ANDRADINA MS SETEMBRO/2015 ABMAEL ROCHA JUNIOR ROSIMEIRE DA SILVA OLIVEIRA E. E. PROFESSORA FÁTIMA GAIOTTO SAMPAIO PROJETO GESTÃO ESCOLAR PLEITO 2016 A

Leia mais

Relatório. Atividades

Relatório. Atividades Relatório Atividades da Ouvidoria Base Primeiro Semestre 2016 1 1 Introdução A Ouvidoria é o canal de atendimento em última instância para solução de conflitos, quando estes existirem, diante do posicionamento

Leia mais

AGENDA TERRITORIAL DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DA ALFABETIZAÇÃO E EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS. Plano de Estratégico de Educação de Jovens e Adultos

AGENDA TERRITORIAL DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DA ALFABETIZAÇÃO E EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS. Plano de Estratégico de Educação de Jovens e Adultos AGENDA TERRITORIAL DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DA ALFABETIZAÇÃO E EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Plano de Estratégico de Educação de Jovens e Adultos Vitória ES Março/2010 1.Apresentação A elaboração do

Leia mais

Ouvidoria. GDO039.PT Rev. 06

Ouvidoria.  GDO039.PT Rev. 06 Ouvidoria Sumário 1 OBJETIVO... 3 2 ESCOPO... 3 3 REFERÊNCIAS NORMATIVAS... 3 4 TERMOS E DEFINIÇÕES... 3 4.1 Manifestação... 3 4.2 Ouvidoria... 3 4.3 Ouvidor... 3 5 CONDIÇÕES GERAIS... 3 7 O QUE A OUVIDORIA

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE VOUPORANGA FEV

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE VOUPORANGA FEV RELATÓRIO DE ATIVIDADES 212 FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE VOUPORANGA FEV CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VOTUPORANGA UNIFEV COLÉGIO TÉCNICO UNIFEV COLÉGIO UNIFEV FUNDAÇÃO RÁDIO EDUCACIONAL DE VOTUPORANGA - FREV PRESIDENTE

Leia mais

RELATÓRIO OUVIDORIA DO CREA-RS 2016

RELATÓRIO OUVIDORIA DO CREA-RS 2016 RELATÓRIO OUVIDORIA DO CREA-RS 216 Ana Vasconcelos Ouvidora OUVIDORIA DO CREA-RS Exercício Pleno da Cidadania Relatório Ouvidoria 216 Este Relatório da Ouvidoria apresenta dados quantitativos e qualitativos

Leia mais

Ouvidoria-Geral da União. Transparência na Gestão, Prevenção e Combate à Corrupção

Ouvidoria-Geral da União. Transparência na Gestão, Prevenção e Combate à Corrupção Ouvidoria-Geral da União Transparência na Gestão, Prevenção e Combate à Corrupção OUVIDORIA PÚBLICA CONTROLE E PARTICIPAÇÃO SOCIAL ACESSO ÀS INFORMAÇÕES PÚBLICAS Cidadão gestão controle Trabalho em 3

Leia mais

ATA DE REUNIÕES COMITÊ DE GESTÃO ANÁLISE DE DADOS CEP CONSELHO OUTROS: ASSUNTOS ABORDADOS

ATA DE REUNIÕES COMITÊ DE GESTÃO ANÁLISE DE DADOS CEP CONSELHO OUTROS: ASSUNTOS ABORDADOS 1 de 7 28/04/2014 a 30/04/2014 Horário: 08:00 as 19:00 Reunião solicitada por: Lélia Brun Facilitador/Responsável: Cibelle Leal Local: XV Seminário de Ações Estrategica Tipo de reunião: COMITÊ DE GESTÃO

Leia mais