17) (UECE) Para a reação: 2X + Y 3T + 2Z, foram realizados cinco experimentos cujos resultados foram:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "17) (UECE) Para a reação: 2X + Y 3T + 2Z, foram realizados cinco experimentos cujos resultados foram:"

Transcrição

1 EQUILÍBRIO QUÍMICO 1) (UNESP) Em uma das etapas da fabricação do ácido sulfúrico ocorre a reação SO 2 (g) + 1/2 O 2 (g) SO 3 (g) Sabendo-se que as constantes de equilíbrio da reação diminuem com o aumento da temperatura, e que o processo de fabricação do ácido sulfúrico ocorre em recipiente fechado. Conclui-se que a reação anterior A) é favorecida pelo aumento do volume do recipiente. B) é desfavorecida pelo aumento da pressão total exercida sobre o sistema. C) é exotérmica. D) não é afetada pelo aumento parcial de SO 3. E) tem seu rendimento aumentado quando o equilíbrio é estabelecido em presença de um catalisador. 2) (FATEC) Para o sistema em equilíbrio N 2 O 4 (g) 2NO 2 (g) (incolor) (castanho) são dados os valores de Kc a diferentes temperaturas 0ºC 50ºC 100ºC Kc 3,8 x ,0 x ,36 A) a formação de NO 2 é processo exotérmico. B) a cor castanho do NO 2 se intensifica pelo aumento de pressão. C) a cor do NO 2 se enfraquece pela elevação da temperatura. D) os valores de Kc informam que a concentração de N 2 O 4 é maior a 0 C. E) quando 0,2 mol de N 2 O 4 se transformam são produzidos 0,2mol de NO 2. 3) (FEI) O metanol, apesar de tóxico, é muito importante em laboratórios, indústrias e também como combustível. Pode ser sintetizado a partir de monóxido de carbono e gás hidrogênio através da reação de equação: CO(g) + 2 H 2 (g) CH 3 OH(g) ΔH<0 O rendimento na produção de álcool é favorecido: A) a baixas pressões B) a altas temperaturas C) pelo aumento da concentração de H 2 D) pela adição de catalisador E) pela diminuição da concentração de CO 4) (FUVEST No sistema em equilíbrio 2NO(g) + O 2 (g) 2NO 2 (g) ΔH = 27 kcal a quantidade de NO 2 aumenta com a A) adição de um catalisador. B) diminuição da concentração de O 2. C) diminuição da temperatura. D) diminuição da pressão. E) introdução de um gás inerte. 5) (FUVEST) A altas temperaturas, N 2 reage com O 2 produzindo NO, um poluente atmosférico: N 2 (g) + O 2 (g) 2NO(g) À temperatura de 2000 kelvins, a constante do equilíbrio acima é igual a 4,0 x Nesta temperatura, se as concentrações de equilíbrio de N 2 e O 2 forem, respectivamente, 4,0 x 10 3 e 1,0x10 3 mol/l, qual será a de NO? A) 1,6 x 10 9 mol/l. B) 4,0 x 10 9 mol/l. C) 1,0 x 10 5 mol/l. D) 4,0 x 10 5 mol/l. E) 1,6 x 10 4 mol/l. 1

2 6) (FUVEST) N 2 O 4 e NO 2 gases poluentes do ar, encontram-se em equilíbrio, como indicado: N 2 O 4 2NO 2 Em uma experiência, nas condições ambientes, introduziu-se 1,50 mol de N 2 O 4 em um reator de 2,0 litros. Estabelecido o equilíbrio, a concentração de NO 2 foi de 0,060 mol/l. Qual o valor da constante Kc, em termos de concentração, desse equilíbrio? A) 2,4 x 10 3 B) 4,8 x 10 3 C) 5,0 x 10 3 D) 5,2 x 10 3 E) 8,3 x ) (FUVEST) Na síntese da amônia, pelo processo Haber, podem ser empregadas pressão de 200 atm e temperatura de 750K. O gráfico a seguir mostra a porcentagem, em volume, Q, de conversão dos reagentes (N 2 e H 2 ) em produto, no equilíbrio, em função da pressão P (em atm) a 750 K. Utilizando 2,0x10 5 L de N 2 e 6,0x10 5 L de H 2, qual a massa aproximada de amônia, em kg, que pode ser obtida no equilíbrio, nas condições especificadas acima? * Os volumes são medidos a 200atm e 750K. Nessas condições o volume molar de um gás é igual a 0,30L. * A massa molar da amônia é igual a 17g/mol. A) 1,6 x 10 3 B) 3,2 x 10 3 C) 6,0 x 10 3 D) 9,0 x 10 3 E) 18 x ) (FUVEST) Em condições industrialmente apropriadas para se obter amônia, juntaram-se quantidades estequiométricas dos gases N 2 e H 2 N 2 (g) + 3H 2 (g) 2NH 3 (g) Depois de alcançado o equilíbrio químico, uma amostra da fase gasosa poderia ser representada corretamente por: 2

3 9) (FUVEST) Um recipiente fechado de 1 litro contendo inicialmente, à temperatura ambiente, 1 mol de I 2 e 1 mol de H 2 é aquecido a 300 C. Com isto estabelece-se o equilíbrio H 2 (g) + I 2 (g) 2HI(g) cuja constante é igual a 1, Qual a concentração, em mol/l, de cada uma das espécies H 2 (g), I 2 (g) e HI(g), nessas condições? A) 0, 0, 2 B) 1, 1, 10 C) 1/6, 1/6, 5/3 D) 1/6, 1/6, 5/6 E) 1/11, 1/11, 10/11 10) (FUVEST) No gráfico, estão os valores das pressões parciais de NO 2 e de N 2 O 4, para diferentes misturas desses dois gases, quando, a determinada temperatura, é atingido o equilíbrio: 2NO 2 (g) N 2 O 4 (g) Com os dados desse gráfico, pode-se calcular o valor da constante (Kp) do equilíbrio atingido, naquela temperatura. Seu valor numérico é próximo de A) 1 B) 2 C) 4 D) 8 E) 12 11) (FUVEST) No equilíbrio A B, a transformação de A em B é endotérmica. Esse equilíbrio foi estudado, realizando-se três experimentos. O gráfico ao lado da tabela mostra corretamente as concentrações de A e de B, em função do tempo, para o experimento X. Examine os gráficos I, II e III. Aqueles que mostram corretamente as concentrações de A e de B, em função do tempo, nos experimentos Y e Z são, respectivamente, A) I e II. B) I e III. C) II e I. D) II e III. E) III e I. 3

4 12) (ITA) As opções a seguir se referem a equilíbrios químicos que foram estabelecidos dentro de cilindros providos de êmbolo. Se o volume interno em cada cilindro for reduzido à metade, a temperatura permanecendo constante, em qual das opções a seguir o ponto de equilíbrio será alterado? A) H 2 (g) + l 2 (g) 2HI(g) B) CaCO 3 (s) CaO(s) + CO 2 (g) C) PbS(s) + O 2 (g) Pb(s) + SO 2 (g) D) CH 4 (g) + 2º 2 (g) CO 2 (g) + 2H 2 O(g) E) Fe 2 O 3 (s) + 3CO(g) 2Fe(s) + 3CO 2 (g) 13) (ITA) Num recipiente de volume constante igual a 1,00 litro, inicialmente evacuado, foi introduzido 1,00 mol de pentacloreto de fósforo gasoso e puro. O recipiente foi mantido a 250 C e no equilíbrio final foi verificada a existência de 0,47 mols de gás cloro. Qual das opções a seguir contém o valor aproximado da constante (K C ) do equilíbrio estabelecido dentro do cilindro e representado pela seguinte equação química: PCl 5 (g) PCl 3 (g) + Cl 2 (g)? A) 0,179. B) 0,22. C) 0,42. D) 2,38. E) 4,52. 14) (Mackenzie) Do equilíbrio C(s) + CO 2 (g) 2CO(g), ΔH = 174kJ/mol de carbono, é INCORRETO afirmar que: A) kp = (Pco) 2 / (Pco 2 ) B) a velocidade da reação direta (V 1 ) é igual à velocidade da reação inversa (V 2 ). C) a adição de catalisador não altera o equilíbrio. D) um aumento da pressão total favorece a formação do monóxido de carbono. E) a diminuição da temperatura desfavorece a formação do monóxido de carbono. 15) (Mackenzie) H 2 (g) + CO 2 (g) + 9,9kcal H 2 O(g) + CO(g) Da reação em equilíbrio representada pela equação anterior, fazem-se as afirmações: I- É uma reação endotérmica. II- Se for adicionado CO o equilíbrio desloca-se para a esquerda. III- Se a temperatura aumentar, o equilíbrio descola-se para a esquerda. IV- Se um catalisador for adicionado, o equilíbrio desloca-se para a direita. Então, são corretas somente: A) I e II. B) II e III. C) I, II e III. D) II, III e IV. E) I e IV. 16) (PUCMG) O gráfico a seguir nos mostra a influência conjunta da pressão e da temperatura na produção da amônia (NH 3 ), de acordo com a reação: N 2 (g) + 3H 2 (g) 2NH 3 (g) A partir do exposto e da análise do gráfico, é CORRETO concluir que: A) à temperatura suficientemente baixa, pode-se obter 100% de NH 3. B) a reação, na direção da produção de NH 3, é endotérmica. C) o aumento da pressão faz o equilíbrio deslocar-se na direção da produção NH 3. D) na equação química balanceada, o número total de mols dos reagentes é menor do que o dos produtos. E) a adição de um catalisador aumentaria a velocidade da reação. 17) (UECE) Para a reação: 2X + Y 3T + 2Z, foram realizados cinco experimentos cujos resultados foram: 4

5 Sabendo-se que o equilíbrio químico foi atingido em três experimentos, indique os dois que não atingiram: A) II e V B) IV e V C) II e IV D) I e III 18) (UECE) São colocados 8,0 mols de amônia num recipiente fechado de 5,0 litros de capacidade. Acima de 450 C, estabelece-se, após algum tempo, o equilíbrio: 2NH 3 (g) 3H 2 (g) + N 2 (g) Sabendo que a variação do número de mols dos participantes está registrada no gráfico, podemos afirmar que, nestas condições, a constante de equilíbrio, Kc, é igual a: A) 27,00 B) 5,40 C) 1,08 D) 2,16 19) (UFF) Considere as equações indicadas por 1 e 2 cujas constantes de equilíbrio são, respectivamente, K 1 e K 2. 1) SO 2 (g) + 1/2 O 2 (g) SO 3 (g) 2) 2 SO 3 (g) 2 SO 2 (g) + O 2 (g) Identifique a expressão que relaciona, corretamente, K 1 e K 2. A) K 2 1 = K 2 B) K 1 = K 2 C) K 1 = K 2 D) K 1 = K 2 E) K 2 1 = K 2 20) (UFF) O álcool metílico (metanol) pode ser preparado, comercialmente, por meio da reação: 5

6 Este composto é utilizado em carros da Fórmula Indy como combustível e, às vezes, por pessoas inescrupulosas, em bebidas alcoólicas. Neste último caso o efeito tóxico do metanol provoca problemas no sistema nervoso, nervos ópticos e retina. Os sintomas de intoxicação são violentos e aparecem entre nove e trinta e seis horas após sua ingestão. No organismo, o composto sofre oxidação, originando formaldeído e ácido fórmico, ambos tóxicos. O metanol tem ação cumulativa, pois é eliminado muito lentamente. Em condições de equilíbrio, à temperatura de 487,8K, tem-se [H 2 ]=0,060M, [CO]=0,020M e [CH 3 OH]=0,072M. Levando-se em conta estes dados os valores aproximados de Kc e Kp são, respectivamente: A) 1000 M 2 e 0,625 atm 2 B) 3000 M 2 e 1,875 atm 2 C) 1000 M 2 e 40 atm 2 D) 77,16 M 2 e 0,048 atm 2 E) 3000 M 2 e 0,625 atm 2 21) (UFPE) A amônia é sintetizada pelo processo Haber, que se baseia na reação N 2 (g) + 3H 2 (g) 2NH 3 (g), ΔH= 92,2 kj Qual das medidas a seguir não aumentará a quantidade de amônia presente no equilíbrio? A) Aumentar a proporção de nitrogênio na mistura B) Introduzir um catalisador apropriado C) Injetar mais hidrogênio no reator D) Diminuir a temperatura E) Aumentar o volume do reator 22) (UNESP) O equilíbrio gasoso representado pela equação N 2 + O 2 2NO ΔH = +88kJ é deslocado no sentido de formação de NO, se A) a pressão for abaixada. B) N 2 for retirado do sistema. C) a temperatura for aumentada. D) for adicionado um catalisador sólido ao sistema. E) o volume do recipiente for diminuído. 23) (UNESP) A formação de glicose envolve o equilíbrio: 6CO 2 (g) + 6H 2 O(l) C 6 H 12 O 6 (s) + 6O 2 (g) glicose À temperatura constante, a remoção de O 2 (g) provoca A) aumento da massa de glicose. B) redução da velocidade da reação direta e aumento da velocidade da reação inversa. C) aumento no valor da constante de equilíbrio da reação. D) redução do consumo de CO 2 e aumento do consumo de H 2 O. E) aumento da energia de ativação da reação. 24) (UFSCAR) Um dos produtos envolvidos no fenômeno da precipitação ácida, gerado pela queima de combustíveis fósseis, envolve o SO 2 gasoso. Ele reage com o O 2 do ar, numa reação no estado gasoso catalisada por monóxido de nitrogênio, NO. No processo, é gerado SO 3, segundo a reação global representada pela equação química balanceada 2 SO 2 + O 2 2 SO 3 No gráfico a seguir estão representadas as variações das concentrações dos componentes da reação em função do tempo de reação, quando a mesma é estudada em condições de laboratório, em recipiente fechado contendo inicialmente uma mistura de SO 2, O 2 e NO gasosos. 6

7 As curvas que representam as concentrações de SO 2, SO 3, O 2 e NO são, respectivamente: A) I, II, III, IV. B) II, I, III, IV. C) III, I, II, IV. D) III, II, I, IV. E) IV, III, II, I. 25) (UFRGS) A reação genérica A B, a 25ºC, tem por constante de velocidade, para a reação direta, 6 min 1, e, para a reação inversa, 3 min 1. O valor da constante de equilíbrio naquela temperatura é: A) (6 3) min 1. B) (6 + 3) min 1. C) 2 min 1. D) ½ min 1. E) 18 min 1. 26) (PUCSP) O gás hidrogênio é obtido industrialmente a partir da reação de hidrocarbonetos com vapor d'água a altas temperaturas. CH 4 (g) + 2H 2 O(g) CO 2 (g) + 4H 2 (g) ΔHº = +163 kj Considere um sistema fechado em que as substâncias metano, água, dióxido de carbono e hidrogênio, encontram-se em equilíbrio a 700 C e pressão de 1 bar. São propostas três modificações no sistema: I. Reduzir o volume do recipiente, elevando a pressão interna para 10 bar. II. Alterar a temperatura para 800 C. III. Adicionar um catalisador de Ni. Entre as modificações sugeridas, contribuem para um aumento da concentração de H 2, em relação ao sistema em equilíbrio, A) somente a modificação I. B) somente a modificação II. C) somente as modificações I e III. D) somente as modificações II e III. E) somente as modificações I e II. 27) (UFSM) Para acelerar o processo de evaporação na secagem de grãos, utiliza-se um jato de ar a uma temperatura mais elevada do que a do meio ambiente. Então, sobre o processo de evaporação, é possível afirmar: I. Ocorre a qualquer temperatura e é tanto mais rápido quanto mais elevada a temperatura do líquido. II. Fica mais rápido se o vapor do líquido é removido das proximidades do líquido restante. III. A quantidade de líquido evaporada por unidade de tempo independe da área da superfície livre do líquido. Está(ão) correta(s) A) apenas I. B) apenas I e II. C) apenas III. D) apenas II e III. E) I, II e IIII. 7

8 28) (UNIFESP) O monóxido de nitrogênio é um dos poluentes atmosféricos lançados no ar pelos veículos com motores mal regulados. No cilindro de um motor de explosão interna de alta compressão, a temperatura durante a combustão do combustível com excesso de ar é da ordem de 2400 K e os gases de descarga estão ao redor de 1200 K. O gráfico representa a variação da constante de equilíbrio (escala logarítmica) em função da temperatura, para a reação de formação do NO, dada por 1/2 N 2 (g) + 1/2 O 2 (g) NO(g) Considere as seguintes afirmações: I. Um catalisador adequado deslocará o equilíbrio da reação no sentido da conversão do NO em N 2 e O 2. II. O aumento da pressão favorece a formação do NO. III. A 2400 K há maior quantidade de NO do que a 1200 K. IV. A reação de formação do NO é endotérmica. São corretas as afirmações contidas somente em A) I, II e III. B) II, III e IV. C) I e III. D) II e IV. E) III e IV. 29) (UNIFOR) "A conversão da mistura de dióxido de enxofre e oxigênio em trióxido de enxofre é uma reação exotérmica que ocorre com diminuição de volume gasoso. Uma pressão _X_ deve aumentar o rendimento dessa conversão. O melhor rendimento deveria ser obtido a _Y_ temperatura, porém nesse caso, a velocidade da reação seria _Z_. Sendo assim, utiliza-se uma temperatura da ordem de 400 C junto a um catalisador." Para completar o texto acima, substitui-se X, Y e Z, respectivamente, por A) alta, baixa e muito alta. B) baixa, alta e muito alta. C) baixa, baixa e muito baixa. D) alta, baixa e muito baixa. E) alta, alta e muito baixa. 30) (UNIFOR) Na gaseificação do carvão a p e T constantes ocorre, entre outros, o equilíbrio químico representado por: C(g) + H 2 O(g) CO(g) + H 2 (g) ΔH = +4,4 x 10 4 kj/mol Esse equilíbrio será deslocado no sentido de apresentar maior rendimento em produtos, se for A) aumentada a pressão. B) acrescentado mais carvão. C) adicionado catalisador. D) aumentada a temperatura. E) condensado o vapor de água. 31) (UNICENP) O poluente dióxido de nitrogênio é um dos produtos das reações de combustão e principal responsável pela coloração castanha do ar nas regiões metropolitanas. Esse gás dimeriza-se em N 2 O 4 (incolor) estabelecendo o equilíbrio representado pela equação: 8

9 2NO 2 (g) N 2 O 4 (g) ΔH < 0 A intensidade da coloração castanha aumenta com (assinale a correta): A) o aumento da temperatura; B) o aumento da pressão; C) o resfriamento do sistema; D) a adição de um catalisador gasoso; E) a adição de um catalisador sólido. 32) (FURG) A hemoglobina (Hb) combina-se quimicamente com o oxigênio nos pulmões, formando a oxiemoglobina (Hb.O2), que, através do sistema circulatório, é responsável pelo transporte do O2 utilizado nos processos metabólicos vitais em nosso organismo. No organismo dos fumantes, o equilíbrio entre a oxiemoglobina, o monóxido de carbono e o oxigênio pode ser representado pela equação: Hb.O2(aq) + CO(g) Hb.CO(aq) + O2(g), sendo o valor da constante de equilíbrio K, em dada temperatura, igual a 210. Assim, em relação ao exposto acima, é correto afirmar que A) a maior concentração de monóxido de carbono não afeta o equilíbrio. B) o CO compete com O2, diminuindo a disponibilidade de Hb.O2 no organismo. C) um maior número de cigarros consumidos diminui a concentração de Hb.CO. D) o valor de K indica uma maior tendência do sistema em formar Hb.O2. E) nos fumantes a presença do CO é pouco relevante. 33) (FURG) A reação em fase gasosa a 700 K CO (g) + 2 H 2 (g) CH 3 OH (g) possui uma constante de equilíbrio Kp cujo valor numérico é igual a 200. A mistura em equilíbrio se compõe das seguintes pressões parciais dos gases: 2 atm de CH 3 OH, 1 atm de CO e x atm de H 2. Pode-se afirmar que, nessas condições, o valor de x será de A) 2 atm. B) 0,01 atm. C) 1 atm. D) 0,5 atm. E) 0,1 atm. 34) (PUCRS) O monóxido de dinitrogênio, quando inalado em pequenas doses, produz uma espécie de euforia, daí ser chamado de gás hilariante. Ele pode ser obtido por meio da decomposição do nitrato de amônio, conforme equação representada a seguir: NH 4 NO 3 (s) N 2 O(g) + 2H 2 O(g); ΔH = 36,03 kj.mol -1 Com relação a essa reação em equilíbrio, está correto afirmar que A) a produção de monóxido de dinitrogênio aumenta com o aumento de temperatura. B) a adição de um catalisador aumenta a formação do gás hilariante. C) o equilíbrio químico é atingido quando as concentrações dos produtos se igualam. D) um aumento na concentração de água desloca o equilíbrio químico no sentido da reação de formação do monóxido de dinitrogênio. E) uma diminuição na concentração de monóxido de dinitrogênio desloca o equilíbrio químico no sentido da reação de decomposição do nitrato de amônio. 35) (PUCRS) Tem-se 250 ml de uma solução 0,100 mol/l de hidróxido de amônio, à temperatura de 25 o C. Nesta solução ocorre o equilíbrio + NH 4 OH(aq) NH 4 (aq) + OH (aq) Kb = 1,8 x 10 5 Se esta solução for diluída a 500 ml com água pura, e a temperatura permanecer constante, a concentração, em mol/l, de íons OH, e a quantidade, em mol, de íons OH. A) diminuirá aumentará B) diminuirá diminuirá C) aumentará aumentará D) aumentará diminuirá E) ficará constante ficará constante 36) (PUCRS) O ácido sulfúrico é um dos responsáveis pela formação da chuva ácida. O equilíbrio envolvido na formação desse ácido na água da chuva é representado pela equação: 2 SO2(g) + O2(g) 2 SO3(g) 9

10 O equilíbrio foi estabelecido em determinadas condições e está representado no gráfico, no qual as concentrações estão no eixo das ordenadas, em mol/l, e o tempo está na abscissa, em segundos. Pela análise do gráfico, é correto afirmar que a constante de equilíbrio para esse sistema é A) 0,66 B) 0,75 C) 1,33 D) 1,50 E) 3,00 1-C 2-D 3-C 4-C 5-D 6-C 7-D 8-E 9-C 10-D 11-C 12-B 13-C 14-D 15-A 16-C 17-C 18-C 19-E 20-A 21-B 22-C 23-A 24-C 25-C 26-B 27-B 28-E 29-D 30-D 31-A 32-B 33-E 34-E 35-A 36-C 10

As curvas que correspondem aos experimentos I, II e III são respectivamente, A) B, A, C. B) C, A, B. C) C, B, A. D) A, B, C. E) A, C, B.

As curvas que correspondem aos experimentos I, II e III são respectivamente, A) B, A, C. B) C, A, B. C) C, B, A. D) A, B, C. E) A, C, B. CINÉTICA QUÍMICA 1) (UFMG) O gráfico a seguir representa a variação de energia potencial quando o monóxido de carbono, CO, é oxidado a CO 2 pela ação do NO 2, de acordo com a equação: CO(g) + NO 2 (g)

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa QUESTÃO 01 Num laboratório químico, havia três frascos que continham, respectivamente, um alcano, um álcool e um alqueno. Foram realizados experimentos que envolviam

Leia mais

Lista I de exercícios de estequiometria e balanceamento de equações Química Geral e Experimental I Prof. Hamilton Viana

Lista I de exercícios de estequiometria e balanceamento de equações Química Geral e Experimental I Prof. Hamilton Viana 1. O iso-octano é um combustível automotivo. A combustão desse material ocorre na fase gasosa. Dados a massa molar do iso-octano igual a 114g/mol, o volume molar de gás nas "condições ambiente" igual a

Leia mais

Introdução. Muitas reações ocorrem completamente e de forma irreversível como por exemplo a reação da queima de um papel ou palito de fósforo.

Introdução. Muitas reações ocorrem completamente e de forma irreversível como por exemplo a reação da queima de um papel ou palito de fósforo. Introdução Muitas reações ocorrem completamente e de forma irreversível como por exemplo a reação da queima de um papel ou palito de fósforo. Existem também sistemas, em que as reações direta e inversa

Leia mais

- A velocidade da reação direta (V1) é igual à velocidade da reação inversa (V2) V 1 = V 2

- A velocidade da reação direta (V1) é igual à velocidade da reação inversa (V2) V 1 = V 2 EQUILÍBRIO QUÍMICO Equilíbrio Químico - Equilíbrio químico é a parte da físico-química que estuda as reações reversíveis e as condições para o estabelecimento desta atividade equilibrada. A + B C + D -

Leia mais

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica:

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: 1. Considere que, durante esse experimento, a diminuição de massa se

Leia mais

Leis Históricas da Estequiometria

Leis Históricas da Estequiometria Estequiometria A proporção correta da mistura ar-combustível para o motor de uma carro de corrida pode ser tão importante quanto a habilidade do piloto para ganhar a corrida. As substâncias químicas, como

Leia mais

As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo.

As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo. QUÍMICA As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo. Em diversos países, o aproveitamento do lixo doméstico é quase 100%. Do lixo levado para as usinas de compostagem, após a reciclagem, obtém-se

Leia mais

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza 1) a-) Calcular a solubilidade do BaSO 4 em uma solução 0,01 M de Na 2 SO 4 Dissolução do Na 2 SO 4 : Dado: BaSO

Leia mais

QUÍMICA. 3. (FCC BA) A reação abaixo pode ser classificada como endotérmica ou exotérmica? Justifique H2(g) + ½ O2(g) H2O(g) + 242kJ

QUÍMICA. 3. (FCC BA) A reação abaixo pode ser classificada como endotérmica ou exotérmica? Justifique H2(g) + ½ O2(g) H2O(g) + 242kJ QUÍMICA Prof. Arthur LISTA DE EXERCÍCIOS - 2.8: TERMOQUÍMICA 1. (UFMG-MG) O gás natural (metano) é um combustível utilizado, em usinas termelétricas, na geração de eletricidade, a partir da energia liberada

Leia mais

Escola de Engenharia de Lorena USP - Cinética Química Capítulo 05 Reações Irreversiveis a Volume Varíavel

Escola de Engenharia de Lorena USP - Cinética Química Capítulo 05 Reações Irreversiveis a Volume Varíavel 1 - Calcule a fração de conversão volumétrica (ε A) para as condições apresentadas: Item Reação Condição da Alimentação R: (ε A ) A A 3R 5% molar de inertes 1,5 B (CH 3 ) O CH 4 + H + CO 30% em peso de

Leia mais

Exercícios sobre Termoquímica- Energia de ligação

Exercícios sobre Termoquímica- Energia de ligação Exercícios sobre Termoquímica- Energia de ligação 01. (Cesgranrio) Sendo dadas as seguintes entalpias de reação: C (s) C (g) H = + 170,9 kcal/mol 2 H 2 (g) 4H (g) H = + 208,4 kcal/mol C (s) + 2 H 2 (g)

Leia mais

QUÍMICA Prova de 2 a Etapa

QUÍMICA Prova de 2 a Etapa QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém sete questões, constituídas de itens e subitens, e é composto de dezesseis

Leia mais

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém cinco

Leia mais

Exercicios TERMOQUIMICA - 2012

Exercicios TERMOQUIMICA - 2012 Exercicios TERMOQUIMICA - 01 1- (UNESP) Diariamente podemos observar que reações químicas e fenômenos físicos implicam em variações de energia. Analise cada um dos seguintes processos, sob pressão atmosférica.

Leia mais

EQUILÍBRIO QUÍMICO 1

EQUILÍBRIO QUÍMICO 1 EQUILÍBRIO QUÍMICO 1 1- Introdução Uma reação química é composta de duas partes separadas por uma flecha, a qual indica o sentido da reação. As espécies químicas denominadas como reagentes ficam à esquerda

Leia mais

Questão 1. Questão 2. Resposta

Questão 1. Questão 2. Resposta Questão 1 Água pode ser eletrolisada com a finalidade de se demonstrar sua composição. A figura representa uma aparelhagem em que foi feita a eletrólise da água, usando eletrodos inertes de platina. a)

Leia mais

FATORES QUE AFETAM AS VELOCIDADES DAS REAÇÕES. 2. As concentrações dos reagentes. 3. A temperatura na qual a reação ocorre.

FATORES QUE AFETAM AS VELOCIDADES DAS REAÇÕES. 2. As concentrações dos reagentes. 3. A temperatura na qual a reação ocorre. CINÉTICA QUÍMICA FATORES QUE AFETAM AS VELOCIDADES DAS REAÇÕES 1. O estado físico dos reagentes. 2. As concentrações dos reagentes. 3. A temperatura na qual a reação ocorre. 4. A presença de um catalisador.

Leia mais

P2 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 20/05/06

P2 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 20/05/06 - ROVA DE QUÍMICA GERAL - 0/05/06 Nome: Nº de Matrícula: GABARITO Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão a,5 a,5 3 a,5 4 a,5 Total 0,0 Constantes: R 8,34 J mol - K - 0,08 atm L mol - K - atm L 0,35

Leia mais

A Termoquímica tem como objetivo o estudo das variações de energia que acompanham as reações químicas.

A Termoquímica tem como objetivo o estudo das variações de energia que acompanham as reações químicas. A Termoquímica tem como objetivo o estudo das variações de energia que acompanham as reações químicas. Não há reação química que ocorra sem variação de energia! A energia é conservativa. Não pode ser criada

Leia mais

Química 2. Módulo 10: Cinética Química ATIVIDADE III

Química 2. Módulo 10: Cinética Química ATIVIDADE III Química 2 Módulo 10: Cinética Química ATIVIDADE III 1. (CESGRANRIO) Um forno a gás consome 112 litros de butano, por hora, medidos nas CNTP. Nas mesmas condições, a velocidade de formação do dióxido de

Leia mais

Gabarito Química - Grupo A. 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor

Gabarito Química - Grupo A. 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor VESTIB LAR Gabarito Química - Grupo A 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor Muitos álcoois, como o butanol (C 4 H 10 O), têm importância comercial como solventes e matériasprimas na produção industrial

Leia mais

GABARITO 5 a lista de exercícios/ Data: /09/2014 // gabarito 12/09/2014

GABARITO 5 a lista de exercícios/ Data: /09/2014 // gabarito 12/09/2014 Centro Universitário Anchieta Engenharia Química Físico Química I Prof. Vanderlei I Paula GABARITO 5 a lista de exercícios/ Data: /09/014 // gabarito 1/09/014 1) Alguns fatores podem alterar a rapidez

Leia mais

UNESP- 2013- Vestibular de Inverno

UNESP- 2013- Vestibular de Inverno UNESP- 2013- Vestibular de Inverno 1-Compostos de crômio têm aplicação em muitos processos industriais, como, por exemplo, o tratamento de couro em curtumes e a fabricação de tintas e pigmentos. Os resíduos

Leia mais

Questões Resolvidas de Termoquímica

Questões Resolvidas de Termoquímica Questões Resolvidas de Termoquímica. (Uerj) Denomina-se beta-oxidação a fase inicial de oxidação mitocondrial de ácidos graxos saturados. Quando esses ácidos têm número par de átomos de carbono, a beta-oxidação

Leia mais

TC Revisão 2 Ano Termoquímica e Cinética Prof. Alexandre Lima

TC Revisão 2 Ano Termoquímica e Cinética Prof. Alexandre Lima TC Revisão 2 Ano Termoquímica e Cinética Prof. Alexandre Lima 1. Em diversos países, o aproveitamento do lixo doméstico é quase 100%. Do lixo levado para as usinas de compostagem, após a reciclagem, obtém-se

Leia mais

DURAÇÃO DA PROVA: 03 HORAS

DURAÇÃO DA PROVA: 03 HORAS INSTRUÇÕES: PRCESS SELETIV 2013/2 - CPS PRVA DISCURSIVA DE QUÍMICA CURS DE GRADUAÇÃ EM MEDICINA 1. Só abra a prova quando autorizado. 2. Veja se este caderno contém 5 (cinco) questões discursivas. Caso

Leia mais

X -2(3) X -2 x (4) X - 6 = -1 X 8 = -1 X = 5 X = 7

X -2(3) X -2 x (4) X - 6 = -1 X 8 = -1 X = 5 X = 7 2001 1. - Uma camada escura é formada sobre objetos de prata exposta a uma atmosfera poluída contendo compostos de enxofre. Esta camada pode ser removida quimicamente envolvendo os objetos em questão com

Leia mais

CINÉTICA QUÍMICA FATORES QUE ALTERAM A VELOCIDADE DAS REAÇÕES QUÍMICAS

CINÉTICA QUÍMICA FATORES QUE ALTERAM A VELOCIDADE DAS REAÇÕES QUÍMICAS CINÉTICA QUÍMICA FATORES QUE ALTERAM A VELOCIDADE DAS REAÇÕES QUÍMICAS Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (PUC-RS) Relacione os fenômenos descritos

Leia mais

Principais Tópicos Abordados

Principais Tópicos Abordados BC0307 Transfo ormaçõe es Químicas Principais Tópicos Abordados.Indústrias químicas: Processo Haber Equilíbrio químico: Lei de Ação das Massas e constante de equilíbrio. Fatores que afetam o equilíbrio

Leia mais

Química - Grupo J - Gabarito

Química - Grupo J - Gabarito - Gabarito 1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor Informe a que volume deve ser diluído com água um litro de solução de um ácido fraco HA 0.10 M, de constante de ionização extremamente pequena (K

Leia mais

, em vez de apenas em água.

, em vez de apenas em água. Questão 01 QUÍMIA Utilizada comumente para desinfecção, a água clorada é obtida por meio de borbulhamento do gás cloro em água, num processo que corresponde à reação descrita nesta equação: + - (g) ( )

Leia mais

14 COMBUSTÍVEIS E TEMPERATURA DE CHAMA

14 COMBUSTÍVEIS E TEMPERATURA DE CHAMA 14 COMBUSTÍVEIS E TEMPERATURA DE CHAMA O calor gerado pela reação de combustão é muito usado industrialmente. Entre inúmeros empregos podemos citar três aplicações mais importantes e frequentes: = Geração

Leia mais

ASSUNTO: LEIS BÁSICAS DA QUÍMICA (LAVOISIER, PROUST E DALTON) PROF. KELTON WADSON OLIMPIADA: NÍNEL II EXERCÍCIOS

ASSUNTO: LEIS BÁSICAS DA QUÍMICA (LAVOISIER, PROUST E DALTON) PROF. KELTON WADSON OLIMPIADA: NÍNEL II EXERCÍCIOS ASSUNTO: LEIS BÁSICAS DA QUÍMICA (LAVOISIER, PROUST E DALTON) PROF. KELTON WADSON OLIMPIADA: NÍNEL II EXERCÍCIOS 1. Duas amostras de carbono, C, de massas iguais, foram totalmente queimadas separadamente,

Leia mais

Entalpia (calor) de Formação e Combustão

Entalpia (calor) de Formação e Combustão Entalpia (calor) de Formação e Combustão Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (Unicamp-SP) Considere uma gasolina constituída apenas de etanol e de n-octano,

Leia mais

Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico

Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico 1. (UFF 2009) Desde a Antiguidade, diversos povos obtiveram metais, vidro, tecidos, bebidas alcoólicas, sabões, perfumes, ligas metálicas, descobriram elementos

Leia mais

MASSA ATÔMICA. 1u corresponde a 1,66.10-24 g, que equivale aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron.

MASSA ATÔMICA. 1u corresponde a 1,66.10-24 g, que equivale aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron. Cálculos Químicos MASSA ATÔMICA Na convenção da IUPAC (União Internacional de Química Pura e Aplicada) realizada em 1961, adotou-se como unidade padrão para massa atômica o equivalente a 1/12 da massa

Leia mais

Distribuição esquemática de íons de um sal dissolvido em água

Distribuição esquemática de íons de um sal dissolvido em água UNESP 2011/2 1-Soluções são misturas homogêneas de duas ou mais substâncias. A água é um solvente muito eficaz para solubilizar compostos iônicos. Quando um composto iônico se dissolve em água, a solução

Leia mais

A resposta correta deve ser a letra B.

A resposta correta deve ser a letra B. ITA - 1999 1- (ITA-99) Assinale a opção CORRETA em relação à comparação das temperaturas de ebulição dos seguintes pares de substâncias: a) Éter dimetílico > etanol; Propanona > ácido etanóico; Naftaleno

Leia mais

Questão 69 Questão 70

Questão 69 Questão 70 Questão 69 Questão 0 Alguns polímeros biodegradáveis são utilizados em fios de sutura cirúrgica, para regiões internas do corpo, pois não são tóxicos e são reabsorvidos pelo organismo. Um desses materiais

Leia mais

P3 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 16/06/12

P3 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 16/06/12 P3 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 6/06/ Nome: Nº de Matrícula: GABARITO Turma: Assinatura: Dados gerais: G = H - TS G= - n F E G = G o + RT ln Q ΔE ΔE [A] [A] 0 Questão Valor Grau Revisão kt a,5 a,5 3 a,5

Leia mais

SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA

SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA QUESTÃO 01 Em uma determinada transformação foi constatado que poderia ser representada

Leia mais

Revisão: Química inorgânica Soluções aquosas

Revisão: Química inorgânica Soluções aquosas QUÍMICA è Revisão: Química inorgânica Hidróxidos fortes família 1A e 2A (exceto Ca e Mg) Ácidos fortes nº de oxigênios nº de hidrogênios > 2, principalmente nítrico (HNO 3 ), clorídrico (HCl) e sulfúrico

Leia mais

Polaridade de moléculas

Polaridade de moléculas Polaridade de moléculas 01. (Ufscar) É molécula polar: a) C 2 H 6. b) 1,2-dicloroetano. c) CH 3 Cl. d) p-diclorobenzeno. e) ciclopropano. 02. (Mackenzie) As fórmulas eletrônicas 1, 2 e 3 a seguir, representam,

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 Questão 26 Como a questão pede a separação do sólido solúvel do líquido, o único processo recomendado é a destilação simples. Lembrando que filtração e decantação

Leia mais

CONSTANTES DEFINIÇÕES

CONSTANTES DEFINIÇÕES CONSTANTES Constante de Avogadro = 6,0 x 10 mol -1 Constante de Faraday (F) = 9,65 x 10 4 C mol -1 Volume molar de gás ideal =,4 L (CNTP) Carga elementar = 1,60 x 10-19 C Constante dos gases (R) = 8,1

Leia mais

TERMOQUÍMICA. O que é o CALOR? Energia térmica em transito

TERMOQUÍMICA. O que é o CALOR? Energia térmica em transito TERMOQUÍMICA Termoquímica PROF. Prof. DAVID David TERMOQUÍMICA O que é o CALOR? Energia térmica em transito TERMOQUÍMICA Estuda as quantidades de calor liberadas ou absorvidas durante as reações químicas

Leia mais

Regras para cálculo do nox

Regras para cálculo do nox SÉRiE Rumo ao ITA Nº 02 ENSiN PRÉ-UNIVERSITÁRI PRFESSR(a) ALuN(a) SÉRGI MATS SEDE Nº TC TuRma TuRN DaTa / / QUÍMICA Número de xidação Número de oxidação (nox) ou estado de oxidação é a real ou imaginária

Leia mais

FÍSICO-QUÍMICA - CINÉTICA QUÍMICA RUMO AO ITA PROF. ALEXANDRE VARGAS GRILLO.

FÍSICO-QUÍMICA - CINÉTICA QUÍMICA RUMO AO ITA PROF. ALEXANDRE VARGAS GRILLO. FÍSICO-QUÍMICA - CINÉTICA QUÍMICA RUMO AO ITA PROF. ALEXANDRE VARGAS GRILLO. Questão 01 (PETER ATKINS) A velocidade de formação de C na reação 2A + B 2C + 3D é de 1,0 mol/l.s. Dar a velocidade da reação

Leia mais

A = [NH3]2 / [N2]. [H2]3 1,67 10-3 = [NH3]2 / 2. (3)2 [NH3]

A = [NH3]2 / [N2]. [H2]3 1,67 10-3 = [NH3]2 / 2. (3)2 [NH3] UNESP 2009/2 1-A China, sede das Olimpíadas de 2008, foi o berço de muitas invenções e descobertas de grande impacto para a humanidade, como o papel, a bússola e a pólvora, entre outras. O uso bélico da

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS 3 PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS QUÍMICA 01 - O dispositivo de segurança que conhecemos como air-bag utiliza como principal reagente para fornecer o gás N 2 (massa molar igual a 28 g mol -1

Leia mais

Prova de Química Vestibular ITA 1996

Prova de Química Vestibular ITA 1996 Prova de Química Vestibular ITA 1996 Versão 1.0 Química ITA 1996 01) (ITA-96) Qual dos ácidos abaixo é o menos volátil? hexano. a) HCl b) HI c) H 2 SO 3 d) H 2 SO 4 e) CH 3 CH 2 COOH 02) (ITA-96) Aquecendo,

Leia mais

EQUILÍBRIO IÔNICO Solução [H+] (mol.l-1) CORRETO CORRETO III III

EQUILÍBRIO IÔNICO Solução [H+] (mol.l-1) CORRETO CORRETO III III EQUILÍBRIO IÔNICO 1- (PUCRS) Para a identificação do caráter ácido ou básico de um meio, usam-se substâncias indicadoras, como a fenolftaleína e o tornassol. Assim, um indicador ácido-base apresenta, em

Leia mais

IME 2005 Bernoulli Resolve

IME 2005 Bernoulli Resolve IME 005 Bernoulli Resolve Questão 0 Considerando os elementos químicos Be, B, F, Ca e Cs, classifiqueos em ordem crescente de acordo com as propriedades periódicas indicadas: a) raio atômico b) primeira

Leia mais

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1997 - TARDE

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1997 - TARDE QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1997 - TARDE QUESTÃO 01 Um estudante listou os seguintes processos como exemplos de fenômenos que envolvem reações químicas: I adição de álcool à gasolina. II fermentação da massa

Leia mais

b) Calcule o número de oxidação do fósforo e as cargas formais dos átomos de fósforo, oxigênio e hidrogênio na estrutura.

b) Calcule o número de oxidação do fósforo e as cargas formais dos átomos de fósforo, oxigênio e hidrogênio na estrutura. QUÍMICA 01. ácido sulfúrico, assim como o íon hidrogenossulfato, reage com bases fortes, como hidróxido de sódio, liberando calor para as vizinhanças. Dados: M (g.mol-1) H = 1,008; = 15,999; S = 32,06;

Leia mais

TIPOS DE REAÇÕES QUÍMICAS MATERIAL RETIRADO PARCIALMENTE OU NA INTEGRA DE LISTAS DE EXERCÍCIOS ENCONTRADAS NA INTERNET

TIPOS DE REAÇÕES QUÍMICAS MATERIAL RETIRADO PARCIALMENTE OU NA INTEGRA DE LISTAS DE EXERCÍCIOS ENCONTRADAS NA INTERNET TIPOS DE REAÇÕES QUÍMICAS MATERIAL RETIRADO PARCIALMENTE OU NA INTEGRA DE LISTAS DE EXERCÍCIOS ENCONTRADAS NA INTERNET 1. Unifor-CE O metal potássio reage vigorosamente com água, produzindo hidrogênio

Leia mais

DE RECUPERAÇÃO QUÍMICA

DE RECUPERAÇÃO QUÍMICA SÉRIE: º ANO LISTA DE RECUPERAÇÃO IV Bimestre Matéria Abordada: Equilíbrio Químico, Deslocamento de Equilíbrio Químico, Equilíbrio Iônico, Hidrólise Salina, ph e poh. 01 - (FUVEST SP) A uma determinada

Leia mais

Físico Química: Termoquímica

Físico Química: Termoquímica Físico Química: Termoquímica TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Leia o texto a seguir para responder à(s) questão(ões). Na digestão, os alimentos são modificados quimicamente pelo organismo, transformando-se

Leia mais

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32 QUÍMICA Questão 3 Em 9,9 g de um sal de cálcio encontra-se 0,5 mol desse elemento. Qual a massa molar do ânion trivalente que forma esse sal? Dado: Ca 40 g/mol. (A) 39 g/mol. (B) 278 g/mol. (C) 63,3 g/mol.

Leia mais

Especial Específicas UNICAMP

Especial Específicas UNICAMP Especial Específicas UNICAMP Material de Apoio para Monitoria 1. Hoje em dia, com o rádio, o computador e o telefone celular, a comunicação entre pessoas à distância é algo quase que banalizado. No entanto,

Leia mais

Termoquímica Exercícios de complementação

Termoquímica Exercícios de complementação Termoquímica Exercícios de complementação Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (UEL-PR) Uma mistura gasosa de brometo de hidrogênio e de oxigênio reage

Leia mais

IME - 2005 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

IME - 2005 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR IME - 2005 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Química Questão 01 Considerando os elementos químicos Be, B, F, Ca e Cs, classifique-os em ordem crescente de acordo com as propriedades periódicas

Leia mais

Lei de Hess EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO. C(s) + 2 H2(g) CH4(g)

Lei de Hess EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO. C(s) + 2 H2(g) CH4(g) Lei de Hess EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (FEI-SP) São dadas as seguintes variações de entalpia de combustão. C(s) + O2(g) CO2(g) H1= 94,0 kcal H2(g) + ½ O2(g) H2O(l) H2 = 68,0 kcal CH4(g) + 2 O2(g) CO2 +

Leia mais

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução Química QUESTÃO 1 Um recipiente contém 100 ml de uma solução aquosa de H SO 4 de concentração 0,1 mol/l. Duas placas de platina são inseridas na solução e conectadas a um LED (diodo emissor de luz) e a

Leia mais

Exercícios de Química Termoquímica

Exercícios de Química Termoquímica Exercícios de Química Termoquímica TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufpe) Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses a letra (V) se a afirmativa for verdadeira ou (F) se for falsa. 1. A queima de

Leia mais

Exemplo 1: As Indústrias Químicas SA tem como um de seus produtos principais o 3- vinil- 1,5- hexadieno que é processado em um tanque com agitação

Exemplo 1: As Indústrias Químicas SA tem como um de seus produtos principais o 3- vinil- 1,5- hexadieno que é processado em um tanque com agitação Exemplo 1: As Indústrias Químicas SA tem como um de seus produtos principais o 3- vinil- 1,5- hexadieno que é processado em um tanque com agitação que funciona com cargas intermitentes. Você é convidado

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO QUÍMICA APLICADA - MESTRADO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO QUÍMICA APLICADA - MESTRADO strado em Química Aplicada Seleção 2007 1/6 1 a etapa do Processo de Seleção 2007 - Parte 1 Questão 01: (A) Arranje, em ordem crescente de comprimento de onda, os seguintes tipos de fótons de radiação

Leia mais

Propriedades Físicas das Soluções

Propriedades Físicas das Soluções Propriedades Físicas das Soluções Solução (def): é uma mistura homogénea de duas ou mais substâncias. Solvente: componente da solução do mesmo estado físico, por exemplo água numa solução aquosa Soluto:

Leia mais

UNICAMP - Faculdade de Engenharia Mecânica. Tabela 1 Composição típica de alguns combustíveis

UNICAMP - Faculdade de Engenharia Mecânica. Tabela 1 Composição típica de alguns combustíveis ESTEQUIOMETRIA DAS REAÇÕES DE COMBUSTÃO Waldir A. Bizzo Caio G. Sánchez Reações de combustão são reações químicas que envolvem a oxidação completa de um combustível. Materiais ou compostos são considerados

Leia mais

2º ANO QUÍMICA 1 PROFª ELAINE CRISTINA. Educação para toda a vida. Colégio Santo Inácio. Jesuítas

2º ANO QUÍMICA 1 PROFª ELAINE CRISTINA. Educação para toda a vida. Colégio Santo Inácio. Jesuítas 2º ANO QUÍMICA 1 1 mol 6,02.10 23 partículas Massa (g)? Massa molar Cálculo do número de mols (n) Quando juntamos duas espécies químicas diferentes e, não houver reação química entre elas, isto é, não

Leia mais

MÁQUINAS TÉRMICAS AT-101

MÁQUINAS TÉRMICAS AT-101 Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Industrial Madeireira MÁQUINAS TÉRMICAS AT-101 M.Sc. Alan Sulato de Andrade alansulato@ufpr.br INTRODUÇÃO: Uma das formas mais empregadas para produção

Leia mais

Exercícios sobre Propriedades coligativas - Osmose

Exercícios sobre Propriedades coligativas - Osmose Exercícios sobre Propriedades coligativas - Osmose 01. (Pucsp) Osmose é a difusão do solvente através de uma membrana semipermeável do meio menos concentrado para o meio mais concentrado. A pressão osmótica

Leia mais

ESTEQUIOMETRIA. Prof. João Neto

ESTEQUIOMETRIA. Prof. João Neto ESTEQUIOMETRIA Prof. João Neto 1 Lei de Lavoisier Leis Ponderais Lei de Dalton Lei de Proust 2 Fórmula molecular Fórmula mínima Tipos de Fórmulas Fórmula eletrônica ou de Lewis Fórmula Centesimal Fórmula

Leia mais

Estudo dos Gases - Questões Objetivas

Estudo dos Gases - Questões Objetivas Estudo dos Gases - Questões Objetivas TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufba) Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses a soma dos itens corretos. 1. As figuras a seguir representam os sistemas A,

Leia mais

UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM)

UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM) UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM) 1-Leia o texto a seguir. Com o passar do tempo, objetos de prata escurecem e perdem seu brilho em decorrência da oxidação desse metalpelo seu contato com oxigênio e

Leia mais

Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello

Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello Níveis de dificuldade das Questões Fácil 11 questões Médio 14 questões Difícil 5 questões Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello www.quimica.net/emiliano chemelloe@yahoo.com.br

Leia mais

Professora Sonia - Química para o Vestibular Questões Resolvidas Equilíbrio Químico (com respostas e resoluções no final)

Professora Sonia - Química para o Vestibular Questões Resolvidas Equilíbrio Químico (com respostas e resoluções no final) Questões Resolvidas Equilíbrio Químico (com respostas e resoluções no final) 01. (Fuvest) A isomerização catalítica de parafinas de cadeia não ramificada, produzindo seus isômeros ramificados, é um processo

Leia mais

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO Equação do Gás Ideal EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (UFSCar-SP) Tem-se 0,8 mol de um gás ideal, ocupando o volume de 8,2 litros. Sabendo que a pressão exercida é de 5 atm, calcule em que temperatura o gás

Leia mais

Propriedades coligativas

Propriedades coligativas Química Aula de Revisão 9 3 os anos Décio ago/09 Nome: Nº: Turma: Propriedades coligativas Objetivo O objetivo dessa ficha é dar continuidade à revisão do 3º ano Química, dos assuntos mais significativos.

Leia mais

1. TERMOQUÍMICA. Cursinho Pré-Universitário Popular UFJF Professora Camila Talarico Química III

1. TERMOQUÍMICA. Cursinho Pré-Universitário Popular UFJF Professora Camila Talarico Química III 1. TERMOQUÍMICA A energia é um assunto de grande importância não apenas nos meios científicos, mas também para a sociedade em geral. Entre as fontes energéticas mais importantes estão os combustíveis,

Leia mais

Do ponto de vista da Termodinâmica, gás ideal é aquele para o qual vale, para quaisquer valores de P e T, a equação de estado de Clapeyron:

Do ponto de vista da Termodinâmica, gás ideal é aquele para o qual vale, para quaisquer valores de P e T, a equação de estado de Clapeyron: Equação de Estado de Van der Waals Do ponto de vista da Termodinâmica, gás ideal é aquele para o qual vale, para quaisquer valores de P e T, a equação de estado de Clapeyron: P i V i = nrt em que colocamos

Leia mais

Tecnologias de Produção de Hidrogênio

Tecnologias de Produção de Hidrogênio Programa de Pós-Graduação em Bioenergia Tecnologias de Produção de Hidrogênio Prof. Helton José Alves Palotina, 19/05/14 O HIDROGÊNIO - Elemento mais abundante do universo (95% em número de átomos e 75%

Leia mais

Termodinâmica Química: Lista 1: Gases. Resolução comentada de exercícios selecionados

Termodinâmica Química: Lista 1: Gases. Resolução comentada de exercícios selecionados Termodinâmica Química: Lista 1: Gases. Resolução comentada de exercícios selecionados Prof. Fabrício R. Sensato Semestre 4º Engenharia: Materiais Período: Matutino/diurno Regimes: Normal/DP Agosto, 2005

Leia mais

Resolução: 0,86ºC. x = 0,5 mol etanol/kg acetona. 0,5 mol 1000 g de acetona. 200 g de acetona. y = 0,1 mol de etanol. 1 mol de etanol (C 2 H 6 O) 46 g

Resolução: 0,86ºC. x = 0,5 mol etanol/kg acetona. 0,5 mol 1000 g de acetona. 200 g de acetona. y = 0,1 mol de etanol. 1 mol de etanol (C 2 H 6 O) 46 g (ACAFE) Foi dissolvida uma determinada massa de etanol puro em 200 g de acetona acarretando em um aumento de 0,86 C na temperatura de ebulição da acetona. Dados: H: 1 g/mol, C: 12 g/mol, O: 16 g/mol. Constante

Leia mais

Exercícios sobre Energia de Ligação, Entalpia e Lei de Hess com Gabarito

Exercícios sobre Energia de Ligação, Entalpia e Lei de Hess com Gabarito Exercícios sobre Energia de Ligação, Entalpia e Lei de Hess com Gabarito 1) (UFMG-1999) O álcool etílico e o éter dimetílico são isômeros de fórmula molecular C 2 H 6 O. Embora essas duas substâncias tenham

Leia mais

Questão 31. Questão 33. Questão 32. alternativa D. alternativa E

Questão 31. Questão 33. Questão 32. alternativa D. alternativa E Questão 31 2007 é considerado pela UNESCO como o ano Heliofísico. O Sol é responsável pelos ventos, pela formação das nuvens e pela chuva. Graças a ele, a água evapora, as plantas fazem fotossíntese, crescem

Leia mais

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 04/09/10

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 04/09/10 P - PROVA DE QUÍMICA GERAL 04/09/0 Nome: Nº Matrícula: GABARITO Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão a,5 a,5 a,5 4 a,5 Total 0,0 Dados R 0,08 atm L - K - T (K) T ( C) + 7,5 PV nrt K p K c (RT)

Leia mais

Questão 76. Questão 77

Questão 76. Questão 77 INSTRUÇÃO: o texto seguinte refere-se às questões de números 76 a 78. Terminou no dia 31 de julho deste ano o prazo para que as empresas ajustem os rótulos das embalagens de alimentos à norma da Agência

Leia mais

Leonnardo Cruvinel Furquim TERMOQUÍMICA

Leonnardo Cruvinel Furquim TERMOQUÍMICA Leonnardo Cruvinel Furquim TERMOQUÍMICA Termoquímica Energia e Trabalho Energia é a habilidade ou capacidade de produzir trabalho. Mecânica; Elétrica; Calor; Nuclear; Química. Trabalho Trabalho mecânico

Leia mais

Comportamento Físico dos Gases 3ª Parte

Comportamento Físico dos Gases 3ª Parte RECIFE Colégio Salesiano Sagrado Coração ] Aluna(o): Nº: Turma: 3º ano Recife, de de 03 Disciplina: Química Professor: Eber Barbosa Comportamento Físico dos Gases 3ª Parte 0 Energia Cinética Média dos

Leia mais

CPV seu pé direito também na medicina

CPV seu pé direito também na medicina seu pé direito também na medicina UNICAMP 2 a fase 18/Janeiro/2011 QUÍMICA 09. Uma maneira de se produzir ferro metálico de uma forma mais amigável ao meio ambiente foi desenvolvida por dois cientistas,

Leia mais

Prova 3 Química. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Química. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova 3 QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA 1. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta

Leia mais

Emissões de poluentes e gases de efeito estufa por veículos automotores e motores de combustão. Paulo Romeu Moreira Machado Panambí, RS - 2010

Emissões de poluentes e gases de efeito estufa por veículos automotores e motores de combustão. Paulo Romeu Moreira Machado Panambí, RS - 2010 3:22:03 1 Emissões de poluentes e gases de efeito estufa por veículos automotores e motores de combustão Paulo Romeu Moreira Machado Panambí, RS - 2010 Roteiro 1 Introdução 2 O motor de combustão interna

Leia mais

ENTALPIA PADRÃO DE FORMAÇÃO, ESTADO PADRÃO E ENTALPIA ZERO

ENTALPIA PADRÃO DE FORMAÇÃO, ESTADO PADRÃO E ENTALPIA ZERO UNIVERSIDADE SAGRADO CORAÇÃO ENTALPIA PADRÃO DE FORMAÇÃO, ESTADO PADRÃO E ENTALPIA ZERO Autor: Júlio C. OLIVEIRA Licenciado pela USC Site: www.quimicanet.wordpress.com e-mail: juliocesar_usc@hotamil.com

Leia mais

Equilíbrio Químico. Prof. Alex Fabiano C. Campos

Equilíbrio Químico. Prof. Alex Fabiano C. Campos 6/09/010 Equilíbrio Químico rof. Alex Fabiano C. Campos rocessos Reversíveis e Irreversíveis Algumas reações são irreversíveis, ou seja, uma vez obtios os proutos não há previsão espontânea e regeneração

Leia mais

Exercícios de ph Turma Evolução

Exercícios de ph Turma Evolução . A forma dos fios do cabelo (liso ou ondulado) se deve à forma das estruturas proteicas da queratina. Promovendo reações químicas nas ligações dissulfeto (RSSR) presentes na proteína, é possível alterar

Leia mais

Calor absorvido; gás ideal; expansão isotérmica e reversível: a energia das moléculas não varia quando T é cte

Calor absorvido; gás ideal; expansão isotérmica e reversível: a energia das moléculas não varia quando T é cte Calor absorvido; gás ideal; expansão isotérmica e reversível: a energia das moléculas não varia quando T é cte não existe atração nem repulsão no gás ideal U = 0 q = - w q rev = nrtln(v f /V i ) q rev

Leia mais

SuperPro copyright 1994-2011 Colibri Informática Ltda.

SuperPro copyright 1994-2011 Colibri Informática Ltda. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO - Algumas cadeias carbônicas nas questões de química orgânica foram desenhadas na sua forma simplificada apenas pelas ligações entre seus carbonos. Alguns átomos ficam, assim,

Leia mais

DADOS Constante dos gases: R = 0, Elemento Massa Atômica ( u.m.a.) He

DADOS Constante dos gases: R = 0, Elemento Massa Atômica ( u.m.a.) He DADOS Constante dos gases: R 0, 08L atm/ ( mol K) 1atm 760mmHg Elemento assa Atômica ( u.m.a.) He 400, Cl 3, n, O 16, 0 C 1, 0 Determine o volume do cloro obtido, a 7,0 ºC e 738 mmhg, pela ação de excesso

Leia mais