H 2 (g) + ½ O 2 (g) H 2 O(l) H 2 (g) + ½ O 2 (g) H 2 O(g) 6 NH 3 (g) + 9 O 2 (g) 2 HNO 3 (g) + 4 NO(g) + 8 H 2 O(g).

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "H 2 (g) + ½ O 2 (g) H 2 O(l) H 2 (g) + ½ O 2 (g) H 2 O(g) 6 NH 3 (g) + 9 O 2 (g) 2 HNO 3 (g) + 4 NO(g) + 8 H 2 O(g)."

Transcrição

1 Química Frente IV Físico-Química Prof. Thiago Costa (Tchê) Lista de Exercícios Lei de Hess 1. (FGV) Em um conversor catalítico, usado em veículos automotores em seu cano de escape, para reduzir a poluição atmosférica, ocorrem várias reações químicas, sendo que uma das mais importantes é: 4. (Fatec) As transformações representadas a seguir referem-se à formação da água. H (g) + ½ O (g) H O(l) H = - 86 kj/mol de H O(l) CO(g) + ½ O (g) CO (g) H (g) + ½ O (g) H O(g) H = - 4 kj/mol de H O(g) Sabendo-se que as entalpias das reações citadas a seguir são: C(grafite) + ½ O (g) CO(g) C(grafite) + O (g) CO (g) pode-se afirmar que a reação inicial é: a) exotérmica e absorve 67,7 kcal/mol. b) exotérmica e libera 1,5 kcal/mol. c) exotérmica e libera 67,7 kcal/mol. d) endotérmica e absorve 1,5 kcal/mol. e) endotérmica e absorve 67,7 kcal/mol. H = - 6,4 kcal H = - 94,1 kcal. (Unesp) A entalpia da reação (I) não pode ser medida diretamente em um calorímetro porque a reação de carbono com excesso de oxigênio produz uma mistura de monóxido de carbono e dióxido de carbono gasosos. As entalpias das reações (II) e (III), a C e 1 atmosfera, estão indicadas nas equações termoquímicas a seguir: (I) C(s) + O (g) CO(g) (II) C(s) + O (g) CO (g) H = kj.mol -1 (III) CO(g) + O (g) CO (g) H = - 83 kj.mol -1 a) Calcular a entalpia da reação (I) nas mesmas condições. b) Considerando o calor envolvido, classificar as reações (I), (II) e (III). 3. (Unesp) O peróxido de hidrogênio, H O, é um líquido incolor cujas soluções são alvejantes e antissépticas. Esta "água oxigenada" é preparada num processo cuja equação global é: H (g) + O (g) H O (l) Dadas as equações das reações: H O (l) H O(l) + ½ O (g) H = - 98, kj/mol H (g) + O (g) H O(l) H = -57, kj/mol Pergunta-se: a) Qual o H da reação do processo global? b) Esta reação é exotérmica ou endotérmica? Justifique sua resposta. Para vaporizar 18g de água são necessários: Dados: massa molar H O = 18g/mol a) 79 kj b) 58 kj c) 44 kj d) 58 kj e) 44 kj 5. (UnB - Adaptada) Cerca de 9% do ácido nítrico, principal matéria-prima dos adubos à base de nitratos, são obtidos pela reação de oxidação da amônia pelo O, em presença de catalisador-platina com 5% a 1% de paládio ou de ródio (ou de ambos) - a uma temperatura de 95 C. A reação é representada pela equação: 6 NH 3 (g) + 9 O (g) HNO 3 (g) + 4 NO(g) + 8 H O(g). Essa reação ocorre nas seguintes etapas: I 6 NH 3 (g) + 15/ O (g) 6 NO(g) + 9 H O(g) H = kj II 3 NO(g) + 3/ O (g) 3 NO (g) H = - 17 kj III 3 NO (g) + H O(g) HNO 3 (g) + NO(g) H = kj Com base nas informações relativas às três etapas envolvidas na produção de ácido nítrico, calcule, em KJ, a variação de entalpia correspondente à síntese de um mol desse ácido. 6. (Fuvest) Benzeno pode ser obtido a partir de hexano por reforma catalítica. Considere as reações da combustão: H (g) + ½ O (g) H O(l) Calor liberado = 86 kj/mol de combustível C 6 H 6 (l) + 15/ O (g) 6 CO (g) + 3 H O(l) Calor liberado = 368 kj/mol de combustível C 6 H 14 (l) + 19/ O (g) 6 CO (g) + 7 H O(l) Calor liberado = 4163 kj/mol de combustível Pode-se então afirmar que na formação de 1 mol de benzeno, a partir do hexano, há: a) liberação de 49 kj. b) absorção de 49 kj. c) liberação de 69 kj. d) absorção de 69 kj. e) liberação de 895 kj. CASD Vestibulares Química Termoquímica 1

2 7. (Fatec) O processo de obtenção industrial de H SO 4 é representado pelas equações: S(s) + O (g) SO (g) SO (g) + ½ O (g) SO 3 (g) SO 3 (g) + H O H SO 4 (l) Dados: massa molar do H SO 4 = 98 g/mol 1 tonelada = 1, x 1 6 g H = - 97kJ H = - 99kJ H = - 13kJ A quantidade de calor liberada na produção de 7 toneladas de H SO 4 é aproximadamente: a) 3,8 kj b) 536 kj c) 45 kj d) 5,4x1 8 kj e) 3,8x1 9 kj 8. (UFRN) É possível sintetizar o metano (CH 4 ) gasoso a partir da reação do carbono (C) sólido com hidrogênio (H ) gasoso. Considere os valores de variação de entalpia, nas condições normais de temperatura e pressão expressos nas seguintes equações: C (s) + O (g) CO (g) H = - 393,5 kj/mol H (g) + ½ O (g) H O (l) H = - 85,8 kj/mol CH 4 (g) + O (g) CO (g) + H O (l) H = - 89,3 kj/mol A partir dos dados acima, o tipo de reação e a variação de entalpia para a síntese do metano podem ser representados pelo gráfico: C (grafita) + H (g) CH 4 (g) a) 11,1 kj.mol -1 b) 74,8 kj.mol -1 c) 74,8 kj.mol -1 d) 136,3 kj.mol -1 e) 11,1 kj.mol (PUC-MG) Na estratosfera, os CFCs (provenientes dos propelentes de aerossol) e o gás oxigênio (O ) absorvem radiação alfa de altas energias e produzem, respectivamente, os átomos de cloro (que têm efeito catalítico para remover o ozônio) e átomos de oxigênio. Sejam dadas as seguintes equações termoquímicas (5 C, 1atm) O (g) + Cl(g) ClO(g) + O(g) O 3 (g) + Cl(g) ClO(g) + O (g) H = + 64 kcal H = - 3 kcal O valor da variação de entalpia ( H), em kcal, para a reação de remoção do ozônio, representado pela equação a seguir, é igual a: O 3 (g) + O(g) O (g) a) 94 b) 34 c) 64 d) + 34 e) (Mackenzie) Dadas as equações termoquímicas, a 1 atm e 5 C. I) C 6 H 6 (l) + 15 O (g) 1 CO (g) + 6 H O (l) H = - 8 kcal II) 4 CO (g) + H O (l) C H (g) + 5 O (g) H = + 31 kcal O calor da trimerização do acetileno, em kcal/mol, na formação de benzeno é: a) - 65 kcal / mol. b) - 45 kcal/mol. c) - 49 kcal/mol. d) +111 kcal/mol. e) - 13 kcal/mol. 1. (UFRGS) O carbeto de tungstênio, WC, é uma substância muito dura e, por essa razão, é utilizada na fabricação de vários tipos de ferramentas. A variação de entalpia da reação de formação do carbeto de tungstênio a partir dos elementos C(grafite) e W(s) é difícil de ser medida diretamente, pois a reação ocorre a 14 C. No entanto, podem-se medir com facilidade os calores de combustão dos elementos C(grafite), W(s) e do carbeto de tungstênio, WC (s): 9. (ITA) Sabe-se que a 5 C as entalpias de combustão (em kj.mol -1 ) de grafita, gás hidrogênio e gás metano são, respectivamente: 393,5; 85,9 e 89,5. Assinale a alternativa que apresenta o valor CORRETO da entalpia da seguinte reação: CASD Vestibulares Química Termoquímica

3 W (s) + 3 O (g) WO 3 (s), H 1 = - 168,6 kj C (grafite) + O (g) CO (g), H = - 393,5 kj WC (s) + 5 O (g) CO (g) + WO 3 (s), H 3 = - 391,6 kj Pode-se, então, calcular o valor da entalpia da reação abaixo e concluir se ela é endotérmica ou exotérmica: W(s) + C(grafite) WC (s), H =? A qual alternativa correspondem o valor de H (em kj) e o tipo de reação, respectivamente? a) - 878,3, exotérmica b) - 317,5, exotérmica c) - 38,, exotérmica d) 38,, endotérmica e) 317,5, endotérmica 13. (Unicamp) As variações de entalpia ( H) do oxigênio, do estanho e dos seus óxidos, a 98K e 1 bar, estão representadas no diagrama: Dados: H (g) + 1/ O (g) H O (l), H = - 9 kj C (graf) + O (g) CO (g) H = - 39 kj C 8 H 8 (g) + 1 O (g) 8 CO (g) + 4 H O(l), H = - 44 kj A partir das reações de combustão do estireno (C 8 H 8 ), do hidrogênio e do carbono nas condições padrão acima, conclui-se que a entalpia de formação do estireno (ΔH f C 8 H 8 ) é igual a a) 3.7 kj/mol b) 1 kj/mol c) kj/mol d) 5.8 kj/mol e) 8.68 kj/mol 16. (Fuvest) Pode-se calcular a entalpia molar de vaporização do etanol a partir das entalpias das reações de combustão representadas por Para isso, basta que se conheça, também, a entalpia molar de a) vaporização da água. b) sublimação do dióxido de carbono. c) formação da água líquida. d) formação do etanol líquido e) formação do dióxido de carbono gasoso. 17. (Fuvest) As reações, em fase gasosa, representadas pelas equações I, II e III, liberam, respectivamente, as quantidades de calor Q 1, Q e Q 3 (medidas em J), sendo Q 3 > Q > Q 1. Assim, a formação do SnO(s), a partir dos elementos, corresponde a uma variação de entalpia de 86 kj/mol. a) Calcule a variação de entalpia ( H) correspondente à decomposição do SnO (s) nos respectivos elementos, a 98K e 1 bar. b) Escreva a equação química e calcule a respectiva variação de entalpia ( H) da reação entre o óxido de estanho II (SnO) e o oxigênio, produzindo o óxido de estanho IV (SnO ), a 98K e 1 bar: 14. (FEI) Considerando as reações abaixo: C H (g) + 5/ O (g) CO (g) + H O(l) + 199,5 kj I. NH 3 + 5/ O NO + 3 H O, ΔH 1 = - Q 1 II. NH 3 + 7/ O NO + 3 H O, ΔH = - Q III. NH O N O H O, ΔH 3 = - Q 3 Assim sendo, a reação representada por IV. N O 5 NO + ½ O, ΔH 4 será a) exotérmica, com ΔH 4 = Q 3 Q 1. b) endotérmica, com ΔH 4 = Q Q 1. c) exotérmica, com ΔH 4 = Q Q 3. d) endotérmica, com ΔH 4 = Q 3 Q e) exotérmica, com ΔH 4 = Q 1 Q 18. (UEM) Observe o diagrama abaixo, a 5 C e 1 atm, e assinale a(s) alternativa(s) correta(s). C(graf) + O (g) CO (g) + 393,5 kj H (g) + 1/ O (g) H O(l) + 85,8 kj A entalpia molar de formação de C H (g) é: a) + 6,7 kj b) + 6, kj c) + 798,3 kj d) ,8 kj e) - 37,3 kj 15. (PUC-SP) Para determinar a entalpia de formação de algumas substâncias que não podem ser sintetizadas diretamente a partir dos seus elementos constituintes, utiliza-se, muitas vezes, o calor de combustão. 1) A entalpia de formação de 1/ mol de água líquida é 143 kj, a 5 C e 1 atm. ) A reação de formação da água é um processo endotérmico. CASD Vestibulares Química Termoquímica 3

4 4) A vaporização de mols de água, a 5 C e 1 atm, absorve 88 kj. 8) Apenas H 1 pode ser chamado de entalpia de formação. 16) Através da lei de Hess, tem-se: H = H 1 - H vaporização 3) Entalpia de vaporização é sempre positiva 19. (Unicamp) Uma das grandes novidades em comunicação é a fibra óptica. Nesta, a luz é transmitida por grandes distâncias sem sofrer distorção ou grande atenuação. Para fabricar fibra óptica de quartzo, é necessário usar sílica de alta pureza, que é preparada industrialmente usando uma sequência de reações cujas equações (não balanceadas) estão representadas a seguir: I. SiO (s) + C (s) Si (s) + CO (g) II. Si (s) + Cl (g) SiCl 4 (g) III. SiCl 4 (g) + O (g) SiO (s) + Cl (g) a) Na obtenção de um tarugo de 3 g de sílica pura, qual a quantidade de energia (em kj) envolvida? Considere a condição padrão. b) Com a sílica produzida (densidade =, g cm -3 ), foi feito um tarugo que, esticado, formou uma fibra de,6 mm de diâmetro. Calcule o comprimento da fibra esticada, em metros. Dados de entalpia padrão de formação em kj mol -1 : SiO (s) = -91; CO (g) = -394; SiCl 4 (g) = Massas molares (em g/mol): C = 1, O = 16, Cl = 35,5, Si = 8. (FUVEST 1) O besouro bombardeiro espanta seus predadores, expelindo uma solução quente. Quando ameaçado, em seu organismo ocorre a mistura de soluções aquosas de hidroquinona, peróxido de hidrogênio e enzimas, que promovem uma reação exotérmica, representada por: O calor envolvido nessa transformação pode ser calculado, considerando-se os processos: Assim sendo, o calor envolvido na reação que ocorre no organismo do besouro é a) -558 kj.mol -1 b) -4 kj.mol -1 c) +177 kj.mol -1 d) +558 kj.mol -1 e) +585 kj.mol (UFRGS) Considere as seguintes equações termoquímicas. (I) N (g) + 3 H (g) NH 3(g H = - 9, kj (II) g (g) H = + 5 kj (III) NO (g) + 1/ O (g) N (g) H = - 57, kj Com base nas informações acima, é possível determinar os valores de H para as reações representadas pelas equações termoquímicas IV, V e VI abaixo. (IV) NH 3(g) 1/ N (g) + 3/ H (g) (V) (g) 1/ O (g) (VI) NO (g) + O (g) NO (g) Assinale a alternativa que apresenta, respectivamente, esses valores, em kj. a) + 9, , b) + 46, c) + 184, d) - 46, , e) - 9, ,5. (FATEC) Considere as afirmações a seguir, segundo a Lei de Hess: I. O calor de reação ( H) depende apenas dos estados inicial e final do processo. II. As equações termoquímicas podem ser somadas como se fossem equações matemáticas. III. Podemos inverter uma equação termoquímica IV. desde que se inverta o sinal de H. Se o estado final do processo for alcançado por vários caminhos, o valor de H dependerá dos estados intermediários através dos quais o sistema pode passar. Conclui-se que: a) I e II são verdadeiras. b) II e III são verdadeiras. c) I, II e III verdadeiras. d) Todas verdadeiras. e) Todas falsas. 3. (UFMG) No processo de respiração um animal queima, completamente, durante determinado tempo, 3g de carbono. Conhecendo-se os calores das reações H CO C H O 31,4 kcal mol de CO ( g) ( g) ( s) ( g) (g) CO 1 O CO 67,6 kcal mol de CO H 1 O H O 57,8 kcal mol de H ( g ) ( g) ( g) (g) ( g) ( g) ( g) (g) Determine a quantidade de calor liberada no referido processo de combustão, admitindo que 6% do carbono sofra combustão completa e o restante incompleta. 4. (ITA) Considere as informações contidas nas seguintes equações termoquímicas, todas referentes à temperatura de 5 C e pressão de uma atmosfera: I. H O (l) H O (g) ; H 1 = 44, kj/mol II.CH 3 CH OH (l) CH 3 CH OH (g) ; H = 4,6 kj/mol III. CH 3 CH OH ( l ) + 7/ O ( g ) 3H O ( l ) + CO (g) ; H 3 = ,8 kj/mol IV. CH 3 CH OH (l) + 7/ O (g) CO (g) + 3H O ( g ) ; H 4 =? V. CH 3 CH OH (g) + 7/ O (g) CO ( g ) + 3H O (l) ; H 5 =? CASD Vestibulares Química Termoquímica 4

5 VI. CH 3 CH OH (g) + 7/ O (g) CO (g) + 3H O (g) ; H 6 =? Em relação ao exposto acima, é errado afirmar que: a) As reações representadas pelas equações 1 e são endotérmicas. b) As reações representadas pelas equações 3, 4, 5 e 6 são exotérmicas. c) H 4 = - 134,8 kj/mol d) H 5 = -134, kj/mol e) H 6 = - 177,4 kj/mol 5. (UNESP) Silício elementar, na forma sólida, pode ser obtido pela reação entre dióxido de silício pulverizado e magnésio metálico. a) Escreva a equação balanceada da reação, indicando os estados de agregação de reagentes e produtos. Utilizando as equações acima, pode-se deduzir o valor de H para a reação de formação de radicais hidroxila, segundo a reação representada pela equação abaixo. H O ( l ) O ( g) OH ( g) 3 O ( g) 3 O valor de H assim obtido é de a) +65,8 kj. b) -111,9 kj. c) +14,8 kj. d) -15,9 kj. e) +67,9 kj. 9. (UFRJ) O H SO 4 é uma substância tão importante, devido ao seu extenso uso em processos industriais, que a quantidade de ácido sulfúrico produzido anualmente por um país é um dos indicadores de seu nível de desenvolvimento. As reações que descrevem um dos processos de obtenção desse ácido e suas respectivas entalpias a 5 C são: b) Calcule a variação de entalpia deste processo químico a partir das entalpias de reação dadas a seguir: Si O SiO 91,9 kj mol ( s) ( g) ( s) 1 Mg 1 ( s) O( ) ( ) 61,8 g MgO s kj mol 6. (UFRGS) O metano, principal componente do gás natural, pode sofrer combustão incompleta segundo a reação descrita pela equação abaixo. Sabendo-se também que CH 4(g) + 3 O (g) CO (g) + 4 H O (l) Considere as seguintes equações termoquímicas. CH 4(g) + O (g) CO (g) + H O (l) ΔHº = 89, kj CO (g) + O (g) CO (g) ΔHº = 566, kj Dadas essas equações termoquímicas, é possível obter o valor de ΔHº da equação acima. Esse valor é, em kj, a) 34,. b) 67,. c) 114. d) e) Considere as seguintes reações, na temperatura de 5 C. 1 H( g) O ( g) HO( l ) H 1 1 H( g) O ( g) HO( s) H A diferença entre os efeitos térmicos, ( H) 1 -( H), é igual a) a zero. b) ao calor de vaporização da água. c) ao calor de fusão do gelo. d) ao calor de condensação do vapor de água. e) ao calor de solidificação da água. e que a entalpia de formação ( H f ) do H SO 4 a 5 C é igual a -814 kj/mol, calcule o valor de x. GABARITO 1.C.a) ΔH = 55 kj/mol; b) Todas as reações são exotérmicas (ΔH < ) 3. a) ΔH = 188 kj/mol; b) Exotérmica, pois seu ΔH é menor do que zero, o que indica que a reação libera calor. 4.E 5. ΔH = 83 kj 6. B 7.E 8. A 9. B 1. A 11.A 1.C 13. a) ΔH = 581kJ/mol; b) SnO (s) + ½ O SnO (s) c) ΔH = -95kJ/mol; 14.A 15.B 16. A 17. D 18. 1, 4 e a) H = 197 kj. Logo, são liberados 197kJ; b) m.b 1.B.C 3.16,74kcal 4.D 5. 6.C 7.C 8.B 9. x= Considere as seguintes equações termoquímicas. H ( g) O ( g) H O ( l ) H 136,3kJ 3 ( ) 3( ) 163,1 O g O g H kj 1 1 H( g) O( g) OH ( g) H 39,kJ CASD Vestibulares Química Termoquímica 5

Química Monitores: Luciana Lima e Rafael França 06, 07, 08 e 11/07/2015. Material de Apoio para Monitoria

Química Monitores: Luciana Lima e Rafael França 06, 07, 08 e 11/07/2015. Material de Apoio para Monitoria Termoquímica II 1.. (BRASÍLIA) A energia de ligação média para a ligação C H no metano CH4(g) é aproximadamente: Dados: ΔHf 0 (entalpia de formação-padrão) CH4(g) = -17,9 kcal/mol H(g) = +52,1 kcal/mol

Leia mais

COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR

COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR ASSESSORIA TÉCNICA Processo Avaliativo Recuperação - 3º Bimestre/2015 Disciplina: QUÍMICA 3ª série EM A/B Nome do aluno Nº Turma A Recuperação deve ser entregue no dia 08/09/2015.

Leia mais

02)Numa reação endotérmica, há [1] de calor, a entalpia final (produtos) é [2] que a entalpia inicial (reagentes) e a

02)Numa reação endotérmica, há [1] de calor, a entalpia final (produtos) é [2] que a entalpia inicial (reagentes) e a 01)Numa reação exotérmica, há [1] de calor, a entalpia final (produtos) é [2] que a entalpia inicial (reagentes) e a variação de entalpia é [3] que zero. Completa-se corretamente essa frase substituindo-se

Leia mais

TERMOQUÍMICA EXERCÍCIOS PARA TREINO

TERMOQUÍMICA EXERCÍCIOS PARA TREINO TERMOQUÍMICA EXERCÍCIOS PARA TREINO 1 - Considere a seguinte reação termoquímica: 2NO(g) + O 2 (g) 2NO 2 (g) H = -13,5 kcal / mol de NO e assinale a alternativa falsa. a) A reação é exotérmica. b) São

Leia mais

a) 65,2 103 b) 32,6 103 c) 24, d) 16,3 103 e) 10,9 103

a) 65,2 103 b) 32,6 103 c) 24, d) 16,3 103 e) 10,9 103 01) (FEI-SP) A queima de 46 g de álcool etílico (C 2H 6O) libera 32,6 kcal. Sabendo que a densidade do álcool é de 0,8g/cm3, o calor liberado na queima de 28,75 litros de álcool será, em kcal, a) 65,2

Leia mais

Termoquímica. Química 10/08/2015. Enem 15 Semanas. 1. Observando o diagrama a seguir, é correto afirmar que:

Termoquímica. Química 10/08/2015. Enem 15 Semanas. 1. Observando o diagrama a seguir, é correto afirmar que: Termoquímica 1. Observando o diagrama a seguir, é correto afirmar que: [Dadas as massas molares (g/mol): H=1 e O=16] a) para vaporizar 18g de água são liberados 10,5 kcal. b) o calor de reação, na síntese

Leia mais

NOME: ANO: 2º ENSINO: MÉDIO TURMA: DATA: / / PROF(ª).: Luciano Raposo Freitas EXERCÍCIOS TERMOQUÍMICA QUÍMICA II (2º BIM)

NOME: ANO: 2º ENSINO: MÉDIO TURMA: DATA: / / PROF(ª).: Luciano Raposo Freitas EXERCÍCIOS TERMOQUÍMICA QUÍMICA II (2º BIM) NOME: ANO: 2º ENSINO: MÉDIO TURMA: DATA: / / PROF(ª).: Luciano Raposo Freitas EXERCÍCIOS TERMOQUÍMICA QUÍMICA II (2º BIM) 1. Nos motores de explosão existentes hoje em dia utiliza-se uma mistura de gasolina

Leia mais

a) 0,60 M e 0,20 M b) 0,45 M e 0,15 M c) 0,51 M e 0,17 M d) 0,75 M e 0,25 M

a) 0,60 M e 0,20 M b) 0,45 M e 0,15 M c) 0,51 M e 0,17 M d) 0,75 M e 0,25 M ª série E.M. - APE 1. (Vunesp) Medicamentos, na forma de preparados injetáveis, devem ser soluções isotônicas com relação aos fluidos celulares. O soro fisiológico, por exemplo, apresenta concentração

Leia mais

01- (UNICAMP 2004) As condições oxidativas/redutoras e de ph desempenham

01- (UNICAMP 2004) As condições oxidativas/redutoras e de ph desempenham 01- (UNICAMP 2004) As condições oxidativas/redutoras e de ph desempenham importantes papéis em diversos processos naturais. Desses dois fatores dependem, por exemplo, a modificação de rochas e a presença

Leia mais

Lista de Exercícios Lei de Hess, Cinética Química e Equilíbrio Químico Prof. Benfica

Lista de Exercícios Lei de Hess, Cinética Química e Equilíbrio Químico Prof. Benfica Lista de Exercícios Lei de Hess, Cinética Química e Equilíbrio Químico Prof. Benfica 1) A entalpia da reação (I) não pode ser medida diretamente em um calorímetro porque a reação de carbono com excesso

Leia mais

2º trimestre Sala de Estudo Química Data: 29/05/17 Ensino Médio 2º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº

2º trimestre Sala de Estudo Química Data: 29/05/17 Ensino Médio 2º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº º trimestre Sala de Estudo Química Data: 9/05/17 Ensino Médio º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº Conteúdo: Termoquímica (Energia de ligação e Lei de Hess) Questão 01 - (FUVEST SP/017) Sob certas

Leia mais

Um dos componentes do GLP (gás liquefeito do petróleo) é o propano (C3H8). A sua combustão pode ser representada pela seguinte equação química:

Um dos componentes do GLP (gás liquefeito do petróleo) é o propano (C3H8). A sua combustão pode ser representada pela seguinte equação química: Atividade extra Exercício 1 Cecierj 2013 Um dos componentes do GLP (gás liquefeito do petróleo) é o propano (C3H8). A sua combustão pode ser representada pela seguinte equação química: C3H8(ℓ) + 5 O2 6

Leia mais

Os sistemas podem armazenar energia e está pode ser transferida.

Os sistemas podem armazenar energia e está pode ser transferida. AULA 13 Termoquímica A termoquímica é uma parte da físico-química que estuda as trocas de calor (entre os sistemas e o meio ambiente) que acompanha os fenômenos. Calor é uma energia em trânsito. Existem

Leia mais

Universidade Federal do Acre Engenharia Agronômica PET- Programa de Ensino Tutorial. Termoquímica

Universidade Federal do Acre Engenharia Agronômica PET- Programa de Ensino Tutorial. Termoquímica Universidade Federal do Acre Engenharia Agronômica PET- Programa de Ensino Tutorial Termoquímica Bolsista: Joyce de Q. Barbosa Tutor: Dr. José Ribamar Silva Termodinâmica Conceitos Básicos Termoquímica

Leia mais

Professor Armando J. De Azevedo

Professor Armando J. De Azevedo Professor Armando J. De Azevedo Química Professor Armando J. De Azevedo WWW.quimicarmando.com REAÇÃO DE ADIÇÃO As reações de adição são aquelas onde um átomo proveniente de uma substância orgânica ou inorgânica

Leia mais

TAREFA DA SEMANA DE 24 a 28 DE FEVEREIRO

TAREFA DA SEMANA DE 24 a 28 DE FEVEREIRO TAREFA DA SEMANA DE 4 a 8 DE FEVEREIRO QUÍMICA 3ª SÉRIE. (Upe) Um dos contaminantes do petróleo e do gás natural brutos é o H S. O gás sulfídrico é originário de processos geológicos, baseados em diversos

Leia mais

- Exotérmico: ocorre com liberação de calor - Endotérmico: ocorre com absorção de calor

- Exotérmico: ocorre com liberação de calor - Endotérmico: ocorre com absorção de calor Fala gás nobre! Tudo bem? Hoje vamos para mais um assunto de química: A termoquímica. Você sabia que as reações químicas absorvem ou liberam calor, e desta forma, ocorre uma troca de energia? Pois é, a

Leia mais

Revisão Específicas. Química Monitores: Luciana Lima e Rafael França 16-21/11/2015. Material de Apoio para Monitoria

Revisão Específicas. Química Monitores: Luciana Lima e Rafael França 16-21/11/2015. Material de Apoio para Monitoria Revisão Específicas 1. (Ufpr) Considere as soluções I, II e III, descritas a seguir. I - Solução obtida pela adição de 9,80 g de H2SO4 (massa molar = 98,0 g) em água suficiente para completar o volume

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba Lista de Exercícios Termodinâmica Curso: Data: / / Nome: Turma: Disciplina: Química (QB70D) - Profª Loraine 1. Defina:

Leia mais

TERMOQUÍMICA- 3C13. As transformações físicas também são acompanhadas de calor, como ocorre na mudanda de estados físicos da matéria.

TERMOQUÍMICA- 3C13. As transformações físicas também são acompanhadas de calor, como ocorre na mudanda de estados físicos da matéria. TERMOQUÍMICA- 3C13 As transformações físicas e as reações químicas quase sempre estão envolvidas em perda ou ganho de calor. O calor é uma das formas de energia mais comum que se conhece. A Termoquimica

Leia mais

Apostila de Química 02 Termoquímica

Apostila de Química 02 Termoquímica Apostila de Química 02 Termoquímica 1.0 Introdução A Termoquímica tem como objetivo o estudo das variações de energia que acompanham as reações químicas; Não há reação química que ocorra sem variação de

Leia mais

Variação de entalpia em reações químicas

Variação de entalpia em reações químicas Disciplina: Química Prof.: Ivo Turma: TR 14/10/2016 Tema da aula: Termoquímica II Entalpia de reação, Lei de Hess, Estado-Padrão Variação de entalpia em reações químicas A maior utilidade do conceito de

Leia mais

a) C 3 H 8 (g) 3C graf. + 4 H 2(g) C 3 H 8(g) b) C 2 H 6 O(l) 2C graf. + 3 H 2(g) + 1/2 O 2(g) C 2 H 6 O (l) c) Na 2 SO 4 (s)

a) C 3 H 8 (g) 3C graf. + 4 H 2(g) C 3 H 8(g) b) C 2 H 6 O(l) 2C graf. + 3 H 2(g) + 1/2 O 2(g) C 2 H 6 O (l) c) Na 2 SO 4 (s) setor 30 300408 Aula 3 TERMOQUÍMICA. ENTALPIA DE FORMAÇÃO Estado Padrão = Estado físico e alotrópico mais estáveis em condição ambiente (5 C, atm). Substâncias Simples no Estado Padrão H FORM H FORM =

Leia mais

TERMOQUÍMICA Folha 3.2 Prof.: João Roberto Mazzei 01- (ufrs-2004) Considere as seguintes reações, na temperatura de 25 C.

TERMOQUÍMICA Folha 3.2 Prof.: João Roberto Mazzei 01- (ufrs-2004) Considere as seguintes reações, na temperatura de 25 C. 01- (ufrs-2004) Considere as seguintes reações, na temperatura de 25 C. H (g) + 1/2 O (g) ë H O(Ø) (ÐH) H (g) + 1/2 O (g) ë H O(s) (ÐH) A diferença entre os efeitos térmicos, (ÐH) - (ÐH), é igual a) a

Leia mais

PROFª. KAÍZA CAVALCANTI

PROFª. KAÍZA CAVALCANTI Processos Químicos Quando ocorre uma alteração qualitativa do sistema, dos tipos de substâncias presentes ou de suas proporções. Processos Físicos Quando ocorre uma alteração qualitativa do sistema, dos

Leia mais

Fotossíntese das plantas, o sol fornece energia

Fotossíntese das plantas, o sol fornece energia Unidade 6 - Conteúdo 13 - Termoquímica As transformações físicas e as reações químicas quase sempre estão envolvidas em perda ou ganho de calor. O calor é uma das formas de energia mais comum que se conhece.

Leia mais

Estudos de Calor Nas Reações Químicas

Estudos de Calor Nas Reações Químicas studos de Calor Nas Reações s 1. Leia as informações a seguir: Uma árvore, em um ambiente natural a 0 C, apresentando 10 5 folhas com área média de 0,5 dm por folha, está perdendo água para a atmosfera

Leia mais

(I) 2 C(s) + O2(g) 2 CO(g) (II) C(s) + O2(g) CO2(g) H = - 394 kj.mol -1. (III) 2 CO(g) + O2(g) 2 CO2 (g) H = - 283 kj.mol -1

(I) 2 C(s) + O2(g) 2 CO(g) (II) C(s) + O2(g) CO2(g) H = - 394 kj.mol -1. (III) 2 CO(g) + O2(g) 2 CO2 (g) H = - 283 kj.mol -1 Química Frente IV Físico-química Prof. Vitor Terra Lista 05 Termoquímica Lei de Hess e Entalpia de Formação Lei de Hess RESUMO Lembre-se de que essa soma leva em conta as quantidades de reagentes/produtos,

Leia mais

COLÉGIO EUCARÍSTICO Fixando o Conteúdo

COLÉGIO EUCARÍSTICO Fixando o Conteúdo COLÉGIO EUCARÍSTICO Fixando o Conteúdo 1. Considere as informações: I) A + B C + D Hº = - 10,0 kcal II) C + D E Hº = +15,0 kcal 2 Bimestre Calcule o H para cada uma das reações a seguir: a) C + D A + B

Leia mais

Aluno(a): nº: Turma: Data: / /2016. Matéria: Química Valor: 15,0

Aluno(a): nº: Turma: Data: / /2016. Matéria: Química Valor: 15,0 Aluno(a): nº: Turma: Nota Ano: 2º Ano EM Data: / /2016 Trabalho Recuperação Professor(a): Willian Novato Matéria: Química Valor: 15,0 PARA TODAS AS QUESTÕES, AS RESPOSTAS DEVERÃO CONSTAR DE RACIOCÍNIO

Leia mais

2º trimestre Sala de Estudo Química Data: 08/05/17 Ensino Médio 2º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº

2º trimestre Sala de Estudo Química Data: 08/05/17 Ensino Médio 2º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº 2º trimestre Sala de Estudo Química Data: 08/05/17 Ensino Médio 2º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº Conteúdo: Termoquímica (entalpia padrão de formação) Questão 01 - (PUC RS/2017) O metano é uma

Leia mais

Exercícios sobre Termoquímica- lei de hess

Exercícios sobre Termoquímica- lei de hess Exercícios sobre Termoquímica- lei de hess 01. (Unesp - adaptada) Definir, ou conceituar, e discutir, usando exemplos quando julgar conveniente: a) entalpia molar padrão de formação de uma substância;

Leia mais

Termoquímica Entalpia e Lei de Hess

Termoquímica Entalpia e Lei de Hess Química Geral e Inorgânica QGI0001 Eng a. de Produção e Sistemas Prof a. Dr a. Carla Dalmolin Termoquímica Entalpia e Lei de Hess Sistemas a Pressão Constante Quando o volume do sistema não é constante,

Leia mais

Colégio Estadual Professor Ernesto Faria. Subprojeto Pibid - Química UERJ. Termoquímica

Colégio Estadual Professor Ernesto Faria. Subprojeto Pibid - Química UERJ. Termoquímica Colégio Estadual Professor Ernesto Faria Subprojeto Pibid - Química UERJ Termoquímica REAÇÕES ENDOTÉRMICAS E EXOTÉRMICAS Processo Exotérmico Libera calor para ambiente (vizinhança) Transmite sensação de

Leia mais

Cinética e Eq. Químico Folha 10 João Roberto Fortes Mazzei

Cinética e Eq. Químico Folha 10 João Roberto Fortes Mazzei 01. Em um recipiente de 500 ml, encontram-se, em condições de equilíbrio, 10 mol/l de H 2 (g) e 0,01 mol/l de I 2 (g). Qual é a concentração do HI(g), sabendo-se que, nas condições do experimento, a constante

Leia mais

Semana 09. A queima do carvão é representada pela equação química:

Semana 09. A queima do carvão é representada pela equação química: . (Enem 6) O benzeno, um importante solvente para a indústria química, é obtido industrialmente pela destilação do petróleo. Contudo, também pode ser sintetizado pela trimerização do acetileno catalisada

Leia mais

Termoquímica: calor e os processos químicos. Profa. Claudia

Termoquímica: calor e os processos químicos. Profa. Claudia Termoquímica: calor e os processos químicos Profa. Claudia Termoquímica: 1)calor e unidades para expressá-lo 2)Entalpia e variação de entalpia 3)A lei de Hess 4)Estado-padrão 5)Entalpia padrão de combustão

Leia mais

Com base nesses dados, calcule: a) Concentração em g/l. b) Título em massa.

Com base nesses dados, calcule: a) Concentração em g/l. b) Título em massa. ALUNO(a): Nº: SÉRIE: ª TURMA: UNIDADE: VV JC JP PC DATA: / /06 Obs.: Esta lista deve ser entregue apenas ao professor no dia da aula de Recuperação Valor: 5,0. Uma solução contendo 4 g de cloreto de sódio

Leia mais

Lista de Termoquímica Prof. Paulo Carollo

Lista de Termoquímica Prof. Paulo Carollo 1. (UFRGS) Considerando a reação representada bromo ao alceno, representada pela equação. pela equação termoquímica N (g) + 3H (g) ë 2NHƒ (g) ÐH= -22kcal são feitas as seguintes afirmações. I - A quantidade

Leia mais

Exercícios de Termoquímica

Exercícios de Termoquímica Exercícios de Termoquímica 1. Quando se adiciona cal viva (CaO) à água, há uma liberação de calor devida à seguinte reação química: CaO + H2O Ca (OH)2 + X kcal/mol Sabendo-se que as entalpias de formação

Leia mais

Quase toda reação química é acompanhada de liberação ou absorção de calor (queima da gasolina, queima do etanol,

Quase toda reação química é acompanhada de liberação ou absorção de calor (queima da gasolina, queima do etanol, TERMOQUÍMICA TERMOQUÍMICA Quase toda reação química é acompanhada de liberação ou absorção de calor (queima da gasolina, queima do etanol, queima do GLP). A termoquímica estuda as quantidades de calor

Leia mais

química química na abordagem do cotidiano

química química na abordagem do cotidiano Capítulo Lei de Hess e entalpias-padrão Respostas dos exercícios essenciais H C H 35 kj H total 60 kj B H 5 kj A H X H 3 0 kj Y H 4 40 kj H total 60 kj Z 3 H T H 6 30 kj U H 5 60 kj H total 30 kj S 5 a)

Leia mais

Um dos grandes problemas mundiais é constante necessidade de geração de energia.

Um dos grandes problemas mundiais é constante necessidade de geração de energia. Termoquímica 1 2 Introdução Um dos grandes problemas mundiais é constante necessidade de geração de energia. A Termoquímica possibilita uma solução viável (econômica e ecológica) para esta crescente demanda.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO (UNIRIO) INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS DEP. BIOLOGIA / LIC

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO (UNIRIO) INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS DEP. BIOLOGIA / LIC UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO (UNIRIO) INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS DEP. DE CIÊNCIAS NATURAIS DISCIPLINA: QUÍMICA GERAL 2/2016 CURSOS: BIOMEDICINA / BACH. BIOLOGIA / LIC. BIOLOGIA LISTA

Leia mais

ANO: CURSO APS ( X ) DATA: 07/03/ , é correto afirmar que sua fórmula molecular é. a) CH 4. b) C 2H 4. c) C 2H 6. d) C 3H 6. e) C 3H 8.

ANO: CURSO APS ( X ) DATA: 07/03/ , é correto afirmar que sua fórmula molecular é. a) CH 4. b) C 2H 4. c) C 2H 6. d) C 3H 6. e) C 3H 8. DISCIPLINA: QUÍMICA ANO: CURSO APS ( X ) COLÉGIO DELTA 35 ANOS APAIXONADO PELA EDUCAÇÃO Prof.: SECÃO DATA: 07/03/07 Nome: 0 - (UNESP SP) Foram queimados 4,00 g de carvão até CO em um calorímetro. A temperatura

Leia mais

Transformações da Matéria

Transformações da Matéria APOSTILA TERMOQUÍMICA TERMOQUÍMICA: é o estudo das energias envolvidas às transformações da matéria. Transformações da Matéria Químicas (reações químicas) Físicas (mudanças de estado físico) Conceitos

Leia mais

Deve-se esperar uma redução na velocidade de rotação do hidrômetro em dias frios.

Deve-se esperar uma redução na velocidade de rotação do hidrômetro em dias frios. 01. Considere que dez litros de cada um dos seguintes gases estão nas mesmas condições de pressão e temperatura: PH 3, C 2 H 6 O, H 2, NH 3, Ne, Cl 2 e SO 2. A alternativa que apresenta corretamente os

Leia mais

Química C Extensivo V. 4

Química C Extensivo V. 4 Química C Extensivo V 4 Exercícios 01) C 02) D I Errada degelo de um freezer (fusão do gelo) é um processo que absorve energia (endotérmico) II Errada A sublimação ocorre com absorção de energia (endotérmico)

Leia mais

TERMOQUÍMICA. Prof. Neif Nagib.

TERMOQUÍMICA. Prof. Neif Nagib. TERMOQUÍMICA Prof. Neif Nagib neifnagib@yahoo.com.br Os princípios fundamentais do calor e do trabalho se aplicam no estudo de uma reação química e nas mudanças do estado físico de uma substância. Nesses

Leia mais

Processo exotérmico: Ocorre com liberação de calor

Processo exotérmico: Ocorre com liberação de calor Disciplina: Química (Turmas T e R); Data: 10/10/16 Aula: Termoquímica 1: Reações exotérmicas e endotérmicas Professora Ana (anaflaviasuzana@yahoo.com.br) A Termoquímica é parte de uma ciência determinada

Leia mais

PAGQuímica 2011/1 Exercícios de Termodinâmica

PAGQuímica 2011/1 Exercícios de Termodinâmica PAGQuímica 2011/1 Exercícios de Termodinâmica 1. Escolha o termo melhor associado com cada exemplo, símbolo ou relação. (A) endotérmico (1) S (B) calor de formação (2) H < 0 (C) estado padrão (3) H para

Leia mais

Estado Físico Características Macroscópicas Características Microscópicas

Estado Físico Características Macroscópicas Características Microscópicas Sistemas materiais Estados de agregação Estado Físico Características Macroscópicas Características Microscópicas Sólido forma e volume constantes. partículas com arranjo característico; formam estruturas

Leia mais

11ª LISTA - EXERCÍCIOS DE PROVAS Energia Livre

11ª LISTA - EXERCÍCIOS DE PROVAS Energia Livre Pg. 1/5 1ª. Questão Considere o processo de sublimação (eq. 1) e a reação de dissociação (eq. 2) do iodo e responda o que se pede. Sublimação do iodo: I 2 (s) I 2 (g) eq. 1 Reação de dissociação do iodo:

Leia mais

2. (Unicamp) Quantidades diferentes de entalpia são envolvidas na combustão do etanol, C H OH, e etileno, C H, como mostram as equações I e II:

2. (Unicamp) Quantidades diferentes de entalpia são envolvidas na combustão do etanol, C H OH, e etileno, C H, como mostram as equações I e II: Coordenação do 9º E.F ao 3º Ano E.M TERMOQUIMICA 1. (Unicamp) Um botijão de gás de cozinha, contendo butano, foi utilizado em um fogão durante um certo tempo, apresentando uma diminuição de massa de 1,0kg.

Leia mais

EXERCÍCIOS DE ENTROPIA E ENERGIA LIVRE

EXERCÍCIOS DE ENTROPIA E ENERGIA LIVRE QUÍMICA Prof. Jorginho EXERCÍCIOS DE ENTROPIA E ENERGIA LIVRE 1. (Uespi) A sacarose, C 1 H O 11, também conhecida como açúcar de mesa ou açúcar comum comercial, é encontrada na cana de açúcar e na beterraba.

Leia mais

ENSINO MÉDIO QUÍMICA

ENSINO MÉDIO QUÍMICA ENSINO MÉDIO QUÍMICA TERMOQUÍMICA TERMOQUÍMICA Termoquímica é a parte da química que estuda o calor associado a uma reação química. A unidade usada para medir a energia liberada ou absorvida por um sistema

Leia mais

Programa de Retomada de Conteúdo 2º bimestre 2º ano Química

Programa de Retomada de Conteúdo 2º bimestre 2º ano Química Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Regular, Rua Cantagalo, 339 Tatuapé Fones: 2293-9393 e 2293-9166 Diretoria de Ensino Região LESTE 5 Programa de Retomada de Conteúdo 2º bimestre 2º

Leia mais

Resoluções. Termoquímica

Resoluções. Termoquímica Segmento: EM/Pré-vestibular Coleção: Alfa, Beta e Gama Disciplina: Química Volume: 1 Série: 10 Resoluções Termoquímica 1. E I. Correta: O cloreto de cálcio é utilizado em compressas quentes devido ao fato

Leia mais

SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA.

SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA. SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA. QUESTÕES LISTA DE EXERCÍCIOS Cinética Química. 1) A tabela abaixo mostra a variação da massa de peróxido de hidrogênio que ocorre na reação de decomposição

Leia mais

IX OSEQUIM - Olimpíada Sergipana de Química 2ª Etapa - Modalidade B

IX OSEQUIM - Olimpíada Sergipana de Química 2ª Etapa - Modalidade B Bom dia aluno! Está é a prova da segunda etapa da IX OSEQUIM, Olimpíada Sergipana de Química, modalidade B, para alunos que se encontram cursando o 2º. Ano do ensino médio em 2015. Confira se a sua prova

Leia mais

www.professormazzei.com Assunto: TERMOQUÍMICA Folha 3.1 Prof.: João R. Mazzei

www.professormazzei.com Assunto: TERMOQUÍMICA Folha 3.1 Prof.: João R. Mazzei 01- (FUVEST-1994) Considere a reação de fotossíntese (ocorrendo em presença de luz e clorofila) e a reação de combustão da glicose representadas a seguir: 6CO (g) + 6H O(l) ë C H O (s) + 6O (g) C H O (s)

Leia mais

Prof. Rodrigo Bandeira. Termoquímica. Rodrigo. Química

Prof. Rodrigo Bandeira. Termoquímica. Rodrigo. Química Prof. Bandeira Termoquímica Termoquímica Chamamos de Termoquímica é a parte da Termodinâmica que estuda as quantidades de calor envolvidas durante as reações químicas e mudanças de estado físico. Conceitos

Leia mais

Meu Deus, ajude me a passar na prova de Química. Amém. a) 0,9. b) 1,3. c) 2,8. d) 5,7. e) 15.

Meu Deus, ajude me a passar na prova de Química. Amém. a) 0,9. b) 1,3. c) 2,8. d) 5,7. e) 15. Meu Deus, ajude me a passar na prova de Química. Amém LISTA DE EXERCÍCIOS DE QUÍMICA - 2 ANO 01. A concentração de íons fluoreto em uma água de uso doméstico é de 5,0 10 5 mol/litro. Se uma pessoa tomar

Leia mais

AULA 10 ESTEQUIOMETRIA

AULA 10 ESTEQUIOMETRIA AULA 10 ESTEQUIOMETRIA Cálculo estequiométrico ou estequiometria é o cálculo de quantidades de substâncias que interagem, pode ser do reagente consumido ou do produto formado. Baseia-se nas proporções

Leia mais

2º trimestre Sala de Estudo Química Data: 29/05/17 Ensino Médio 2º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº

2º trimestre Sala de Estudo Química Data: 29/05/17 Ensino Médio 2º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº 2º trimestre Sala de Estudo Química Data: 29/05/17 Ensino Médio 2º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº Conteúdo: Termoquímica (Revisão: calor de formação, energia de ligação e lei de Hess) Questão

Leia mais

QUÍMICA. A distribuição eletrônica para o mercúrio elementar é. a) [Kr] 4d 10 5p 6. b) [Ar] 3d 10 4p 4. c) [Rn] 5f 14 6d 6. d) [Xe] 6s 2 4f 14 5d 10.

QUÍMICA. A distribuição eletrônica para o mercúrio elementar é. a) [Kr] 4d 10 5p 6. b) [Ar] 3d 10 4p 4. c) [Rn] 5f 14 6d 6. d) [Xe] 6s 2 4f 14 5d 10. QUÍMICA 01 A toxicidade do mercúrio (Hg) já é conhecida de longa data, e não se tem notícia de que ele seja essencial ao organismo humano. Devido ao elevado teor desse metal em lâmpadas fluorescentes,

Leia mais

Lista de Exercício Para a Prova Trimestral Setor A. a) Quantas calorias, de acordo com a tabela nutricional, foram ingeridas?

Lista de Exercício Para a Prova Trimestral Setor A. a) Quantas calorias, de acordo com a tabela nutricional, foram ingeridas? Professor: Cassio Pacheco Disciplina: Química II Trimestre 2ºAno Lista de Exercício Para a Prova Trimestral Setor A 1- Depois do cinema, um grupo de amigos foi comer aquele sandubão no Mc Donald s. O pedido

Leia mais

TERMODINÂMICA TERMOQUÍMICA

TERMODINÂMICA TERMOQUÍMICA TERMODINÂMICA TERMOQUÍMICA Termodinâmica é a ciência que estuda as transformações de energia nas quais as variações de temperatura são importantes. A maioria das transformações químicas resulta em alterações

Leia mais

Fuvest 2009 (Questão 1 a 8)

Fuvest 2009 (Questão 1 a 8) (Questão 1 a 8) 1. Água pode ser eletrolisada com a finalidade de se demonstrar sua composição. A figura representa uma aparelhagem em que foi feita a eletrólise da água, usando eletrodos inertes de platina.

Leia mais

TERMODINÂMICA TERMOQUÍMICA

TERMODINÂMICA TERMOQUÍMICA Termodinâmica é a ciência que estuda as transformações de energia nas quais as variações de temperatura são importantes. A maioria das transformações químicas resulta em alterações nas temperaturas e,

Leia mais

TERMODINÂMICA TERMOQUÍMICA

TERMODINÂMICA TERMOQUÍMICA TERMODINÂMICA TERMOQUÍMICA Termodinâmica é a ciência que estuda as transformações de energia nas quais as variações de temperatura são importantes. A maioria das transformações químicas resulta em alterações

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. ALUNO(a): Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. ALUNO(a): Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSORA: Núbia de Andrade DISCIPLINA:QUÌMICA SÉRIE: 3º ALUNO(a): Entrega dia 16/09/2016 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes

Leia mais

TERMOQUÍMICA. EXOTÉRMICAS: São aquelas reações que ocorrem liberando calor para o meio ambiente.

TERMOQUÍMICA. EXOTÉRMICAS: São aquelas reações que ocorrem liberando calor para o meio ambiente. TERMOQUÍMICA As transformações sofridas pela matéria são, quase sempre, acompanhadas por absorção ou liberação de energia. Esta energia é estudada pela TERMOQUÍMICA. As reações químicas, quanto ao calor

Leia mais

2 - Lista de exercícios H, E e Capacidade Calorífica

2 - Lista de exercícios H, E e Capacidade Calorífica 2 - Lista de exercícios H, E e Capacidade Calorífica 1) Sob certas circunstâncias, como em locais sem acesso a outras técnicas de soldagem, pode-se utilizar a reação entre alumínio (Al) pulverizado e óxido

Leia mais

Determinaçao Indireta do Calor De Reaçao

Determinaçao Indireta do Calor De Reaçao Box 6 Determinaçao Indireta do Calor De Reaçao Vimos anteriormente que a variação de entalpia de uma reação é determinada experimentalmente no calorímetro. Existem, no entanto, maneiras indiretas de determinação

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO P/ Avaliação 01/06

EXERCÍCIOS DE REVISÃO P/ Avaliação 01/06 Tema do Ano: Eu e o outro construindo um mundo mais solidário Projeto Interdisciplinar da 2 a Série do Ensino Médio: Segunda metade do século XX e início do século XXI: movimentos, conflitos e desenvolvimento.

Leia mais

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 12 TURMA ANUAL

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 12 TURMA ANUAL RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 12 TURMA ANUAL 01. Item B Teremos em 100 g de água: mxilitol = 60,8 g msolução = 100,0 g+ 60,8 g= 160,8 g 160,8 g (solução) 60,8 g (xilitol) 8,04 g (solução) mxilitol

Leia mais

Entalpia. O trabalho realizado por esta reação é denominado trabalho de pressão-volume (trabalho PV)

Entalpia. O trabalho realizado por esta reação é denominado trabalho de pressão-volume (trabalho PV) Entalpia As reações químicas podem absorver ou liberar calor e também podem provocar a realização de trabalho. Quando um gás é produzido, ele pode ser utilizado para empurrar um pistão: Zn(s) + 2H + (aq)

Leia mais

3ª Série / Vestibular. As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar que, na reação:

3ª Série / Vestibular. As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar que, na reação: 3ª Série / Vestibular 01. I _ 2SO 2(g) + O 2(g) 2SO 3(g) II _ SO 3(g) + H 2O(l) H 2SO 4(ag) As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar

Leia mais

OSASCO-COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR

OSASCO-COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR OSASCO-COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR ASSESSORIA TÉCNICA Processo Avaliativo 1º Bimestre/2015 Disciplinas: Química 2ª série EM Nome do aluno Nº Turma A lista de exercícios abaixo, consta de 33 questões diversas,

Leia mais

MÓDULOS 37 E 38 QUÍMICA. Termodinâmica I e II. Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. 1. Trabalho de expansão à pressão constante

MÓDULOS 37 E 38 QUÍMICA. Termodinâmica I e II. Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. 1. Trabalho de expansão à pressão constante Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias QUÍMICA MÓDULOS 37 E 38 Termodinâmica I e II 1. Trabalho de expansão à pressão constante Vamos considerar um gás aprisionado em um cilindro com pistão

Leia mais

O calor envolvido nessa transformação pode ser calculado, considerando-se os processos:

O calor envolvido nessa transformação pode ser calculado, considerando-se os processos: Específica: FUVEST 1. (FUVEST) As figuras a seguir representam, de maneira simplificada, as soluções aquosas de três ácidos, HA, HB e HC, de mesmas concentrações. As moléculas de água não estão representadas.

Leia mais

Qui. Allan Rodrigues Xandão (Gabriel Pereira)

Qui. Allan Rodrigues Xandão (Gabriel Pereira) Semana 15 Allan Rodrigues Xandão (Gabriel Pereira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. 23

Leia mais

Termoquímica. Trabalho, calor e energia interna. Leis da Termodinâmica. Entalpia. Lei de Hess. Entropia. Energia livre

Termoquímica. Trabalho, calor e energia interna. Leis da Termodinâmica. Entalpia. Lei de Hess. Entropia. Energia livre Termoquímica IV Trabalho, calor e energia interna Leis da Termodinâmica Entalpia Lei de Hess Entropia Energia livre Trabalho, calor e energia interna Cada reação química obedece a duas leis fundamentais:

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 3ª Etapa 2014 Disciplina: QUÍMICA Série: 2ª Professora: MARIA LUIZA Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

A B EQUILÍBRIO QUÍMICO. H 2 + 2ICl I 2 + 2HCl. % Ach

A B EQUILÍBRIO QUÍMICO. H 2 + 2ICl I 2 + 2HCl. % Ach A B EQUILÍBRIO QUÍMICO H 2 + 2ICl I 2 + 2HCl!. % % Ach. Ac 1 Equilíbrio Químico - Reversibilidade de reações químicas A B Exemplo: N 2 (g) + 3H 2 (g) 2NH 3 (g) equilíbrio dinâmico aa + bb yy + zz Constante

Leia mais

01 - (FAMERP SP/2015) Analise o esquema, que representa o processo de fotossíntese.

01 - (FAMERP SP/2015) Analise o esquema, que representa o processo de fotossíntese. Professor: Alfênio 01 - (FAMERP SP/2015) Analise o esquema, que representa o processo de fotossíntese. (http://portaldoprofessor.mec.gov.br) É correto afirmar que a fotossíntese é uma reação a) endotérmica,

Leia mais

EB: QUÍMICA GERAL/ EQB: QUÍMICA GERAL I

EB: QUÍMICA GERAL/ EQB: QUÍMICA GERAL I EB: QUÍMICA GERAL/ EQB: QUÍMICA GERAL I Capítulo 6. Termoquímica Ficha de exercícios 1. Uma amostra de azoto gasoso expande-se do seu volume inicial de 1.6 L para 5.4 L, a temperatura constante. Calcule

Leia mais

10ª LISTA - EXERCÍCIOS DE PROVAS 2ª. Lei da Termodinâmica

10ª LISTA - EXERCÍCIOS DE PROVAS 2ª. Lei da Termodinâmica Pg. 1/5 1 a Questão A massa de 1,80 g de água pura, em um recipiente hermeticamente fechado, foi aquecida até a fervura, ao nível do mar. A equação abaixo representa a vaporização da água. H 2 O(l) H 2

Leia mais

Especial Específicas (UNIFESP, UNESP, UEPG)

Especial Específicas (UNIFESP, UNESP, UEPG) Especial Específicas (UNIFESP, UNESP, UEPG) 1. (UNIFESP) Os polímeros fazem parte do nosso cotidiano e suas propriedades, como temperatura de fusão, massa molar, densidade, reatividade química, dentre

Leia mais

9ª LISTA - EXERCÍCIOS DE PROVAS 1 a. Lei da Termodinâmica

9ª LISTA - EXERCÍCIOS DE PROVAS 1 a. Lei da Termodinâmica Pg. 1/5 1 a Questão Na combustão completa de 1,00 L de gás natural, a 25,0 C e pressão constante de 1,00 atm, houve liberação de 43,6 kj de calor. Sabendo que este gás é uma mistura contendo metano, CH

Leia mais

Centro Educacional Colúmbia 2000

Centro Educacional Colúmbia 2000 Discente: Centro Educacional Colúmbia 2000 Tri. 1º/2017 Dependência Docente: Marcos Vinicius Machado Rio, / / Ens. Médio Turma: 2º ano Disciplina: QUÍMICA Nº 1) O gráfico representa as curvas de solubilidade

Leia mais

Professora Sonia Exercícios sobre Entropia - Termoquímica

Professora Sonia Exercícios sobre Entropia - Termoquímica Exercícios sobre Entropia - Termoquímica 01. (Ufrn) Num teste químico simples, pode-se identificar a presença de uréia nos fertilizantes. A uréia sólida reage a quente com o hidróxido de sódio, liberando

Leia mais

QUÍMICA. Prof. Daniel Pires TERMOQUÍMICA

QUÍMICA. Prof. Daniel Pires TERMOQUÍMICA QUÍMICA Prof. Daniel Pires TERMOQUÍMICA 1 QUESTÕES 1. (Uerj 13) A equação química abaixo representa a reação da produção industrial de gás hidrogênio. H O g C s CO g H g Na determinação da variação de

Leia mais

FÍSICO-QUÍMICA Prof. Jackson Alves

FÍSICO-QUÍMICA Prof. Jackson Alves FÍSICO-QUÍMICA Prof. Jackson Alves TERMOQUÍMICA Parte II Entalpia e H Processos exotérmicos e endotérmicos Equações Alotropia Entalpia (H) e Variação de entalpia ( H) Entalpia: É a energia total em um

Leia mais

REVISIONAL DE QUÍMICA 1º ANO PROF. RICARDO

REVISIONAL DE QUÍMICA 1º ANO PROF. RICARDO REVISIONAL DE QUÍMICA 1º ANO PROF. RICARDO 1- Um aluno de química, ao investigar as propriedades de gases, colocou uma garrafa plástica (PET), contendo ar e devidamente fechada, em um freezer e observou

Leia mais

Lista de exercícios - Bloco 2 - Aula 25 a 28 - Equilíbrio Químico - Conceitos gerais e cálculo (Kc e Kp) 1. (Unicid - Medicina 2017) Considere os equilíbrios: 1. 2 SO 2 (g) + O 2 (g) 2 SO 3 (g) 25 Kc =

Leia mais

LABORATÓRIO DE QUÍMICA QUI126 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS

LABORATÓRIO DE QUÍMICA QUI126 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS Exercício 1. (UFMG, Adapt.) O rótulo de uma garrafa de vinagre indica que a concentração de ácido acético (CH3COOH) é 42g/L. A fim de verificar se a concentração da solução ácida corresponde à indicada

Leia mais

Pb 2e Pb E 0,13 v. Ag 2e Ag E +0,80 v. Zn 2e Zn E 0,76 v. Al 3e Al E 1,06 v. Mg 2e Mg E 2,4 v. Cu 2e Cu E +0,34 v

Pb 2e Pb E 0,13 v. Ag 2e Ag E +0,80 v. Zn 2e Zn E 0,76 v. Al 3e Al E 1,06 v. Mg 2e Mg E 2,4 v. Cu 2e Cu E +0,34 v QUÍMICA 1ª QUESTÃO Umas das reações possíveis para obtenção do anidrido sulfúrico é a oxidação do anidrido sulfuroso por um agente oxidante forte em meio aquoso ácido, como segue a reação. Anidrido sulfuroso

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Conteúdo: Isomeria óptica Isomeria plana Termoquímica Recuperação do 3 Bimestre disciplina Química 3ºano Lista de exercícios 1- (VUNESP) Em uma cozinha, estão ocorrendo

Leia mais