Universidade do Algarve Faculdade das Ciências e Tecnologias Redes de Telecomunicações 2005/2006. Relatório técnico. Dieta para adultos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Universidade do Algarve Faculdade das Ciências e Tecnologias Redes de Telecomunicações 2005/2006. Relatório técnico. Dieta para adultos"

Transcrição

1 Universidade do Algarve Faculdade das Ciências e Tecnologias Redes de Telecomunicações 2005/2006 Relatório técnico Dieta para adultos Docente: Profª Drª Ana Isabel Leiria Discentes: Laurinda Fernandes nº Letícia Costa nº Miguel Gonçalves nº19221 Data: 03/06/2006 1

2 Índice Introdução..3 Objectivo.4 Relevância 5 Desenvolvimento 6 Janela 1 7 Janela 2 8 Janela 3 9 Aspecto a salientar 10 Conclusão 11 2

3 Introdução Neste trabalho utilizou-se os softwares Microsoft SQL Server 2005 e Microsoft Visual Basic 2005 Express. O trabalho consiste numa aplicação para indivíduos que procuram fazer dieta, tal como perder peso, manter peso e ganhar peso. Utilizou-se os conceitos técnico de nutrição, que foram adquiridos em pesquisas efectuadas na Internet. 3

4 Objectivo Criar uma aplicação segundo as regras que regem a cadeira de Interfaces Homem Máquina. Permitindo ao utilizador fazer avaliação do seu perfil e obtendo uma orientação que o ajude a escolher de melhor forma o que deve comer, de acordo com o seu perfil. 4

5 Relevância No início do desenvolvimento do projecto escolheu-se os seguintes recursos de Software: J2SE JDK ; NetBeans IDE 5.0 ; PostgreSQL ; PHP ; XML ; HTML. Com os recursos acima escolhidos, desenvolveu-se metade da aplicação utilizando a linguagem de programação JAVA. No decorrer do desenvolvimento surgiram algumas dificuldades, dos quais salienta se a conexão a base de dados. Utilizou-se o DERBY APACHE para tentar resolver o problema, mas não houve sucesso. Depois de várias tentativas de resolução do problema, e de várias pesquisas sobre assunto, viu-se o tempo a escassear e a duas semanas da data da entrega do projecto, resolveu-se mudar de software. Escolheu-se os seguintes software: Microsoft Visual Basic Express 2005 ; Microsoft SQL Server Ao longo do desenvolvimento do projecto, devido a vário problemas que foram salientados sentiu-se a necessidade de alterar o protótipo. Estas alterações foram feitas com o objectivo de melhorar a interacção com os utilizadores. 5

6 Desenvolvimento A aplicação Dieta para Adultos é constituída por cinco janelas, duas delas são destinadas a ajudas. 1ª Janela: Figura1: janela principal da aplicação Dieta para adultos. Nesta janela há uma breve descrição do que consiste a aplicação. O código desta janela está no ficheiro form1.vb. Para o criar esta janela, utilizou-se LABEL, BUTTON, PAINEL e PICTUREBOX. Label : foi utilizado na introdução de texto; PictureBox : foi utilizado na colocação da imagem; Button : o Seguinte : fecha esta janela e entra na próxima (form2.vb); o Sair : sai da aplicação. Ao pressionar é lhe enviado uma mensagem para confirmar se pretende sair ou não. 6

7 2ª Janela: Figura 2: Janela da análise do perfil do utilizador Nesta janela vai-se avaliar o perfil do utilizador. O código desta janela encontra-se no ficheiro form2.vb. Para o criar esta janela, utilizou-se Label, RadioButton, TextBox, Button e ComboBox. RadioButton, CmboBox e TextBox foram utilizados na recolha dos dados. Label : foi utilizado na introdução de texto; Button : o Avaliar : Vai fazer a avaliação do perfil do utilizador dependendo dos seus dados; o Anterior : Volta a primeira janela (form1.vb); o Seguinte : Fecha esta janela e entra na próxima (form4.vb); o Ajuda : disponibiliza algumas informações que ajudam o utilizador, caso tiver alguma dificuldade em preencher o formulário ou se quiser saber a funcionalidade de algum botão. o Sair : Sai da aplicação. Ao pressionar é lhe enviado uma mensagem para confirmar se pretende sair ou não. 7

8 3ª Janela Figura 3: Janela da escolha do menu semanal. Nesta janela escolhe o menu semanal do utilizador. O código desta janela encontra-se no ficheiro form4.vb. Para o criar esta janela, utilizou-se Label, Button e ComboBox. CmboBox foi utilizado na recolha dos alimentos que constituem o menu; Label : foi utilizado na introdução de texto; Button : o Adicionar Peq. Almoço : Vai adicionar o alimento escolhido pelo utilizador ao Pequeno-almoço. o Adicionar Almoço : Vai adicionar o alimento escolhido pelo utilizador ao Almoço; o Adicionar Lanche : Vai adicionar o alimento escolhido pelo utilizador ao Lanche; o Adicionar Jantar : Vai adicionar o alimento escolhido pelo utilizador ao Jantar. o Validar : Vai fazer a validação do menu diário escolhido pelo utilizador e escreve num ficheiro de texto; o Anterior : Volta a segunda janela (form2.vb); o Ajuda : disponibiliza algumas informações que ajudam o utilizador, caso tiver alguma dificuldade em escolher os alimentos para as refeições que constituem os menus ou se quiser saber a funcionalidade de algum botão. 8

9 o Sair : Sai da aplicação. Ao pressionar é lhe enviado uma mensagem para confirmar se pretende sair ou não. O menu semanal é constituído pelo menu diário referente a todos os dias da semana. A escolha do menu diário é feita de forma sequencial, escolhendo todos os alimentos constituintes ao pequeno-almoço, a seguir os alimentos para o almoço, lanche e finalmente o jantar. A escolha do almoço só é permitida se já estiver concluída a escolha do pequeno-almoço. A escolha do lanche só é permitida se já estiver concluída a escolha do almoço. A escolha do jantar só é permitida se já estiver concluída a escolha do lanche. A escolha da quantidade de alimentos que se pode comer por refeição depende das calorias que cada alimento de das calorias necessárias para a manutenção, calculada para cada refeição, dependendo do perfil de cada utilizador. Depois de concluir a escolha do menu semanal, antes de sair da aplicação, caso o utilizador quiser ver o seu menu semanal escolhido esta indica a localização do ficheiro onde se encontra o seu menu. 9

10 Aspecto a salientar No desenvolvimento da aplicação considerou-se que os utilizadores devem ter idade compreendida entre 18 e 50 anos, com altura entre os 1,10 e 2,10 metros. Considerou-se assim, visto que pessoas com idade inferior a 18 anos e superior a 50 anos devem ter um cuidado especial de alimentação. Partindo do princípio de que a altura máxima de um utilizador normal é de 2.10 metros e inferior de 1.10 metros. Nestes casos considera-se outros factores além dos que foram considerados. Poderia ter sido considerado o caso de pessoas com idade superior aos 50 anos e o caso de pessoas com algum problema de saúde. A visualização do menu é feita a partir do ficheiro de texto. Poderia ter sido feito a visualização na aplicação, de modo que o utilizador possa ver sem ter que ir ver no ficheiro. A aplicação tem um leque limitado de alimentos, entretanto poderia ter uma variedade considerada de alimentos de todos os tipos de grupos da roda alimentar, disponibilizado na aplicação de uma forma que seja de fácil escolha e não aborrecida! 10

11 Conclusão Concluiu-se que nem todos os objectivos pretendidos, para a realização da aplicação foram atingidos. Contudo conseguiu-se desenvolver uma aplicação de fácil utilização, prática e simples, que vai ao encontro das necessidades do utilizador. Como a aplicação foi desenvolvida em muito pouco tempo há alguns aspectos que podem ser melhorados de forma a melhorar a sua funcionalidade. Entretanto alguns dos objectivos traçados foram atingidos com sucesso. 11

Universidade do Algarve Faculdade das Ciências e Tecnologias Redes de Telecomunicações 2005/2006. Relatório não técnico. Dieta para adultos

Universidade do Algarve Faculdade das Ciências e Tecnologias Redes de Telecomunicações 2005/2006. Relatório não técnico. Dieta para adultos Universidade do Algarve Faculdade das Ciências e Tecnologias Redes de Telecomunicações 2005/2006 Relatório não técnico Dieta para adultos Docente: Profª Drª Ana Isabel Leiria Discentes: Laurinda Fernandes

Leia mais

divisão tecnológica Documentação da Plataforma Moçambique

divisão tecnológica Documentação da Plataforma Moçambique divisão tecnológica Documentação da Plataforma [@unipiaget.ac.mz] Moçambique 1 Correio Electrónico Todos os estudantes matriculados na Universidade Jean Piaget de Moçambique possuem um endereço de correio

Leia mais

Programação em C#.Net 4.0 com Mobile Apps

Programação em C#.Net 4.0 com Mobile Apps Programação em C#.Net 4.0 com Mobile Apps Programação Formato: Mentored - Online Preço: 415 ( Os valores apresentados não incluem IVA. Oferta de IVA a particulares e estudantes. ) Horário: Flexível das

Leia mais

Introdução ao ASP.NET

Introdução ao ASP.NET Introdução ao ASP.NET Pausa Vamos iniciar o Visual Studio Iremos agora mostrar as características da IDE do Microsoft Visual Studio 2010 Express Edition - para podermos iniciar algumas atividades práticas

Leia mais

Introdução Capítulo 1: Um Olhar sobre as Funcionalidades e Interface do Microsoft Excel

Introdução Capítulo 1: Um Olhar sobre as Funcionalidades e Interface do Microsoft Excel Introdução... 25 1. Que Usos para o Microsoft Excel?...25 2. Funcionalidades Disponibilizadas pelo Microsoft Excel...25 3. Tabelas e Gráficos Dinâmicos: As Ferramentas de Análise de Dados Desconhecidas...26

Leia mais

Programação em VB.Net 4.0 com Mobile Apps

Programação em VB.Net 4.0 com Mobile Apps Programação em VB.Net 4.0 com Mobile Apps Programação Formato: Mentored - Presencial Preço: 415 ( Os valores apresentados não incluem IVA. Oferta de IVA a particulares e estudantes. ) Horário: Flexível

Leia mais

Versão

Versão Versão 5.0.1 20.06.17 Índice 1. Registo de Novos Membros... 3 2. Membros» Fazer Login... 3 2.1. Dificuldades com o Login... 3 3. Funcionalidades Disponibilizadas... 4 3.1. Ver/Editar Dados Pessoais...

Leia mais

Programação Orientada a Objetos II

Programação Orientada a Objetos II Programação Orientada a Objetos II Prof. Walter Gima walter.gima@anhanguera.com 1 Plano de Ensino e Aprendizagem 2 Interface Gráfica para desktop com Java - SWING 3 Agenda Interface Gráfica utilizando

Leia mais

PAGAMENTO A FORNECEDORES E ORDENADOS

PAGAMENTO A FORNECEDORES E ORDENADOS PAGAMENTO A FORNECEDORES E ORDENADOS 1. PROCEDIMENTOS INICIAIS Opção Utilitários/Selecção de Empresas O primeiro passo a seguir é parametrizar quais as Empresas que irão utilizar o aplicativo. Note-se

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO DE CAMISETAS PERSONALIZADAS

COMÉRCIO ELETRÔNICO DE CAMISETAS PERSONALIZADAS 21 COMÉRCIO ELETRÔNICO DE CAMISETAS PERSONALIZADAS Bruno Aleksander TONI 1 Ana Paula Ambrósio ZANELATO 2 RESUMO: Este trabalho visa demonstrar o desenvolvimento de um sistema de vendas online - Comércio

Leia mais

Universidade do Algarve

Universidade do Algarve Universidade do Algarve Faculdade de Ciências e Tecnologia Interface Homem-Máquina Licenciatura em ESI Ano lectivo de 2006/2007 Projecto de Edição Electrónica Allgarve Events Alunos: João Gomes N.º: 23084

Leia mais

Guia Fornecedor Gestão de Oportunidades

Guia Fornecedor Gestão de Oportunidades Guia Fornecedor Gestão de Oportunidades Selos Temporais Configuração de Selos Temporais 1. Entre nas Configurações da Entidade 2. Clique em Adicionar fornecedor de selos temporais na secção Configuração

Leia mais

imax Concepção Centrada no Utilizador 2007/2008 Manual do Utilizador

imax Concepção Centrada no Utilizador 2007/2008 Manual do Utilizador Concepção Centrada no Utilizador 2007/2008 imax Manual do Utilizador Grupo 04: Pedro João Grácio Rodrigues 48952 Raquel Garcez Coutinho Costa 57745 Renato Filipe Robles Sousa 52368 Índice Índice... 2 Introdução...

Leia mais

Breve resumo de utilização do Animator

Breve resumo de utilização do Animator Breve resumo de utilização do Animator Nas figuras seguintes são descritas as funcionalidades de cada botão disponível em todas as interfaces apresentadas na aplicação Animator v1.0: Interface principal

Leia mais

1. APLICAÇÃO Entrada na aplicação Recuperação de dados Atualização de dados Alteração de password...

1. APLICAÇÃO Entrada na aplicação Recuperação de dados Atualização de dados Alteração de password... ÍNDICE 1. APLICAÇÃO... 3-6 Entrada na aplicação... 3 Recuperação de dados... 4-5 Atualização de dados... 5-6 Alteração de password... 6 Saída da aplicação... 6 2. FUNCIONALIDADES... 7-41 2.1 Painel...

Leia mais

Especificação Técnica Sistema de Acesso

Especificação Técnica Sistema de Acesso 1. Introdução O VW Acesso é um sistema 100% web, para controle de acesso de pessoas. O sistema possui arquitetura robusta e independente de plataforma, atendendo todos os segmentos e portes de empresa.

Leia mais

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica de Telecomunicações de Computadores Guia de utilização do Moodle (Versão 1.6.2) Vista do Professor Versão 2.0 Outubro

Leia mais

1. Estrutura do Projeto (0,2) pontos

1. Estrutura do Projeto (0,2) pontos BIMESTRE/PROVA DISCIPLINA CURSO EXAME FINAL Linguagem de Programação II Informática MATRÍCULA NOME ANO/TURMA Crie um projeto em Java com as seguintes características: 1. Estrutura do Projeto (0,2) pontos

Leia mais

Sistema de apoio a organização e gestão de conferências cientificas (CoW Conference on the Web)

Sistema de apoio a organização e gestão de conferências cientificas (CoW Conference on the Web) Sistema de apoio a organização e gestão de conferências cientificas (CoW Conference on the Web) Diogo Gomes, João Paulo Barraca e Nuno João Sénica Resumo Este artigo pretende divulgar o software de organização

Leia mais

Objetos e Estilos de Interação

Objetos e Estilos de Interação Aluno: Fábio Gomes dos Santos Curso: Interação Homem Máquina Objetos e Estilos de Interação 1- Estilos de interação Estilos de interação são as diversas formas com que o usuário pode interagir com sistemas

Leia mais

O aprendiz de investigador

O aprendiz de investigador O aprendiz de investigador Criar um filme com o Movie Maker literacia digital L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a O que é? O é um software de

Leia mais

MÓDULO 3 PÁGINAS WEB. Criação de Páginas Web

MÓDULO 3 PÁGINAS WEB. Criação de Páginas Web MÓDULO 3 PÁGINAS WEB Criação de Páginas Web TÉCNICAS DE IMPLANTAÇÃO DE PÁGINAS NA WEB Linguagens de Programação O HTML é a linguagem mais utilizada para criar páginas Web com hipertexto. Utilizando a linguagem

Leia mais

Biblioteca do Conhecimento Online b-on

Biblioteca do Conhecimento Online b-on Biblioteca do Conhecimento Online b-on Agenda Histórico da b-on Motivação Visão, missão e objectivos Estrutura administrativa Conteúdos Portal b-on Pesquisa rápida Metapesquisa Recursos Periódicos Área

Leia mais

Modulo 2 Gestão de Base

Modulo 2 Gestão de Base Didáxis - Escola Cooperativa de Vale S. Cosme Modulo 2 Gestão de Base de Dados Aula Nº 55 / 56 09-01-2008 Sumário: Programa de gestão de bases de dados. Introdução ao estudo das tabelas. 2 Gestão de Base

Leia mais

3. Usar a árvore de certificados do Windows para validar certificados no Acrobat Reader

3. Usar a árvore de certificados do Windows para validar certificados no Acrobat Reader Pontos de Orientação 1. Email da digicert para aprovar e instalar o certificado Paulo Cesar Reis Crispim Assinado de forma digital por Paulo Cesar Reis Crispim Dados: 2016.11.16 14:50:46 Z 2. Usar o certificado

Leia mais

Relatório da acessibilidade da plataforma Big Blue Button v0.81

Relatório da acessibilidade da plataforma Big Blue Button v0.81 Relatório da acessibilidade da plataforma Big Blue Button v0.81 Janeiro, 2014 UED com o apoio do iact 1 (Relatório elaborado por: Manuela Francisco, Norberto Sousa e Vitor Rodrigues) 1. Introdução No âmbito

Leia mais

Nota prévia... XXI 1. PHP, Apache Server e MySQL... 1

Nota prévia... XXI 1. PHP, Apache Server e MySQL... 1 VII Índice Geral Nota prévia... XXI 1. PHP, Apache Server e MySQL... 1 1.1. Introdução... 1 1.2. Linguagem PHP... 1 1.2.1. Suporte a diferentes sistemas operativos... 2 1.2.2. Suporte a Sistemas de Gestão

Leia mais

Gestão de Actas Escolares. Manual Utilizador. (Versão 4)

Gestão de Actas Escolares. Manual Utilizador. (Versão 4) inovar TI Gestão de Actas Escolares Manual Utilizador (Versão 4) ÍNDICE: INTRODUÇÃO... 3 FUNCIONALIDADES DO UTILACTAS... 3 1.ENTRAR NO PROGRAMA... 4 2.CONVOCAR UMA REUNIÃO... 5 2.1. CRIAR... 5 2.2. EDITAR...

Leia mais

GUIA RÁPIDO PARA A APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS A PROCEDIMENTOS AO ABRIGO DE ACORDOS QUADRO ESPAP

GUIA RÁPIDO PARA A APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS A PROCEDIMENTOS AO ABRIGO DE ACORDOS QUADRO ESPAP GUIA RÁPIDO PARA A APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS A PROCEDIMENTOS AO ABRIGO DE ACORDOS QUADRO ESPAP Plataforma VORTAL Maio 2017 VORTAL 2017 Todos os direitos reservados 1 Gestão de Oportunidades - Oportunidades

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR. Pedido de Pagamento adiantado Promoção de Vinhos em Países Terceiros FORMULÁRIOS GENÉRICOS DESMATERIALIZADOS

MANUAL DO UTILIZADOR. Pedido de Pagamento adiantado Promoção de Vinhos em Países Terceiros FORMULÁRIOS GENÉRICOS DESMATERIALIZADOS MANUAL DO UTILIZADOR Pedido de Pagamento adiantado Promoção de Vinhos em Países Terceiros FORMULÁRIOS GENÉRICOS DESMATERIALIZADOS ÍNDICE 1. Enquadramento... 3 2. Acesso à área reservada... 4 3. Acesso

Leia mais

Professor: João Macedo

Professor: João Macedo Programação Páginas Web O HTML (HyperText Markup Language) é a linguagem mais utilizada para criar páginas Web com hipertexto. Utilizando a linguagem HTML podemos criar páginas em que certos itens (palavras

Leia mais

Introdução ao Desenvolvimento de

Introdução ao Desenvolvimento de Introdução ao Desenvolvimento de Aplicações Web com JSF e PrimeFaces Marcelo Vinícius Cysneiros Aragão ICC Inatel Competence Center marcelovca90@inatel.br Santa Rita do Sapucaí, 15 de março de 2016 Conteúdo

Leia mais

CADPREV Web Módulo de Aplicativo Web. Manual do Usuário. Cadastro de Acordos de Parcelamento. CADPREV - Manual do Usuário CADPREV-Web.

CADPREV Web Módulo de Aplicativo Web. Manual do Usuário. Cadastro de Acordos de Parcelamento. CADPREV - Manual do Usuário CADPREV-Web. CADPREV Web Módulo de Aplicativo Web Manual do Usuário Cadastro de Acordos de Parcelamento 1 de 23 Índice 1 Introdução... 3 1.1 Visão Geral... 3 1.2 Considerações Iniciais... 3 2 Funcionalidades... 4 2.1

Leia mais

McAfee epolicy Orchestrator Pre-Installation Auditor 2.0.0

McAfee epolicy Orchestrator Pre-Installation Auditor 2.0.0 Notas de edição McAfee epolicy Orchestrator Pre-Installation Auditor 2.0.0 Para utilizar com o McAfee epolicy Orchestrator Conteúdo Sobre esta edição Novas funcionalidades Melhoramentos Problemas resolvidos

Leia mais

Relatório da Prova de Aptidão Profissional

Relatório da Prova de Aptidão Profissional Escola Secundária Dr. Francisco Fernandes Lopes Escola Secundária Dr. Francisco Fernandes Lopes Olhão Ano Lectivo: Relatório da Prova de Aptidão Profissional Nome: Ricardo Peleira Nº16 TGPSI, 12ºAno 3ºB

Leia mais

Manual de Utilizador. Recolha de Subsídio de Turnos DIRECÇÃO GERAL DA ADMINISTRAÇÃO DA JUSTIÇA

Manual de Utilizador. Recolha de Subsídio de Turnos DIRECÇÃO GERAL DA ADMINISTRAÇÃO DA JUSTIÇA Manual de Utilizador Recolha de Subsídio de Turnos DIRECÇÃO GERAL DA ADMINISTRAÇÃO DA JUSTIÇA Índice 1. PROCEDIMENTOS DE ACESSO...4 2. RECOLHA DE TURNOS...15 2.1 NAVEGAÇÃO NO ECRÃ...16 2.2 PESQUISAS NO

Leia mais

Índice. Página 1 de 32 :: https://fenix.iscte.pt/ C7.01 (ext )

Índice. Página 1 de 32 :: https://fenix.iscte.pt/ C7.01 (ext ) Índice 1 1. Operações de Alunos... 3 1.1. Matricular aluno... 3 1.2. Visualizar alunos... 7 1.2.1. Visualizar dados pessoais... 8 1.3. Matrículas do aluno... 9 1.3.1. Detalhes da matrícula... 9 1.3.1.1.

Leia mais

Compras Adicionar itens Tarefa 3c Concluir compra Compras Conclusão da Compra Tarefa 4a Manter janela de compras aberta e fazer

Compras Adicionar itens Tarefa 3c Concluir compra Compras Conclusão da Compra Tarefa 4a Manter janela de compras aberta e fazer Relatório da Aula 2 de Laboratório de CCU Círculo de Leitores Análise de Serviços Grupo 516A-001 45570 Ricardo Maurício, 46993 Vasco Pereira, 5490/M Vitor Fernandes 1. Identificação do Serviço TAREFA SERVIÇO

Leia mais

A c c e s s B á s i c o

A c c e s s B á s i c o A c c e s s B á s i c o (referencial): 25 horas A informação na ponta dos dedos, o programa perfeito para cadastros de clientes e fornecedores, controle de estoque, pesquisas relatórios. O Microsoft Access

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS Prof. Daniel de Souza Gomes Aula extra 26/03/2011

LISTA DE EXERCÍCIOS Prof. Daniel de Souza Gomes Aula extra 26/03/2011 Lista de Linguagem de Programação 3/22/2011 1 LISTA DE EXERCÍCIOS Prof. Daniel de Souza Gomes Aula extra 26/03/2011 1. A lista consta de cinco exercícios propostos 2. Resolva a lista em um arquivo Word

Leia mais

Manual de procedimentos

Manual de procedimentos Escola Secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira, Rio Maior Manual de procedimentos Rede - minedu Windows Vista e XP com SP3 Dezembro de 2012 Manual de configuração da rede sem fios 1 - Configuração

Leia mais

2-Introdução e Conceitos Básicos das TIC

2-Introdução e Conceitos Básicos das TIC 2-Introdução e Conceitos Básicos das TIC Procedimentos para instalar e aceder a um programa Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Windows Prof.: Alexandra Matias Sumário Conhecer os procedimentos associados

Leia mais

Escola Secundária Ferreira Dias Agualva - Sintra. Atividade 20

Escola Secundária Ferreira Dias Agualva - Sintra. Atividade 20 Atividade 20 1. Abra a base de dados Atividade 19 e guarda-a como Atividade 20. 2. Organize o painel dos objetos (à esquerda) por: Tabelas e vistas relacionadas, para que todos os objetos permaneçam junto

Leia mais

Centro de informática e Sistemas do Instituto Politécnico de Tomar

Centro de informática e Sistemas do Instituto Politécnico de Tomar MUITO IMPORTANTE Todo o processo de aprovar e instalar o certificado pessoal deve realizar-se numa máquina controlada pelo requerente e a que outros não tenham acesso. Caso a máquina usada para a aprovação

Leia mais

A instalação será feita através do link Setup Magni 2, situado no CD do Rasther.

A instalação será feita através do link Setup Magni 2, situado no CD do Rasther. Requisitos básicos do sistema - Windows 98, Millenium, XP ou 2000. - Pentium III 500 MHz (no mínimo). - 64 MB RAM. - Porta serial disponível. - 15 MB de espaço livre no HD. - Resolução de vídeo de 800X600

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE NOTIFICAÇÃO

SISTEMA NACIONAL DE NOTIFICAÇÃO SISTEMA NACIONAL DE NOTIFICAÇÃO Departamento da Qualidade na Saúde Manual do Gestor Local 2/22 Índice Introdução... 5 Acesso à Área Reservada... 6 Notificações Submetidas... 8 Notificações Validadas...

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO ADMINISTRADOR SASD Sistema de apoio a secretaria departamental

GUIA DO USUÁRIO ADMINISTRADOR SASD Sistema de apoio a secretaria departamental IBILCE UNESP 2010 GUIA DO USUÁRIO ADMINISTRADOR SASD Sistema de apoio a secretaria departamental Coordenação: Prof. Dr. Carlos Roberto Valêncio Controle do Documento Informações Gerais Título GBD Guia

Leia mais

GEP Gabinete de Estratégia e Planeamento. Rua Castilho, Nº 24 Lisboa Lisboa Homepage :

GEP Gabinete de Estratégia e Planeamento. Rua Castilho, Nº 24 Lisboa Lisboa Homepage : Versão 1.0 GEP Gabinete de Estratégia e Planeamento. Rua Castilho, Nº 24 Lisboa 1250-069 Lisboa Homepage : http://www.gep.mtss.gov.pt Índice Folha 2 ÍNDICE Folha 1 - Requisitos ------------------------------------------------------------

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE REQUISIÇÃO DE MATERIAL PARA OS LABORATÓRIOS DE ENFERMAGEM

PROCEDIMENTOS DE REQUISIÇÃO DE MATERIAL PARA OS LABORATÓRIOS DE ENFERMAGEM PROCEDIMENTOS DE REQUISIÇÃO DE MATERIAL PARA OS LABORATÓRIOS DE ENFERMAGEM I - Acesso ao Programa 1 - Ícone Para aceder ao programa clique sobre o atalho PHC_ESEUM no ambiente de trabalho, este poderá

Leia mais

Gestão Documental. Gestão Documental

Gestão Documental. Gestão Documental Alcides Marques, 2007 Actualizado por Ricardo Matos em Junho de 2009 Neste capítulo pretende-se analisar a temática da, começando por apresentar um breve resumo dos conceitos subjacentes e apresentando

Leia mais

Manual Criação de Formulário de Avaliação

Manual Criação de Formulário de Avaliação Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER) Manual Criação de Formulário de Avaliação Equipe de Apoio às Publicações Digitais Pró-Reitoria de Pós-Graduação da PUC-SP 2013 Formulário de Avaliação

Leia mais

Manual do Utilizador. Módulo de Upload de Custos Directos

Manual do Utilizador. Módulo de Upload de Custos Directos Manual do Utilizador Módulo de Upload de Custos Directos Ver. 2.0 28 Setembro 2011 Introduzindo o Mapeamento de Centros de Custos Tal como referido pela Circular-Normativa n.º 27 de 28 de Maio 2011, os

Leia mais

Principais correcções efectuadas

Principais correcções efectuadas GIAE Versão 2.1.0 15 Março de 2011 Com o objectivo de unificar a versão em todos os módulos do GIAE, incluindo o GestorGIAE, todos os módulos são actualizados para a versão 2.1.0. Muito Importante: Antes

Leia mais

Manual de Utilizador do Backoffice

Manual de Utilizador do Backoffice Manual de Utilizador do Backoffice Conteúdo Acesso ao Backoffice... 2 Actualizar Conteúdos do Website... 3 Homepage... 3 Quem Somos... 5 Serviços... 7 Outros Produtos... 8 Empresas Parceiras... 9 Contactos...

Leia mais

1. APLICAÇÃO Entrada na aplicação Recuperação de dados Saída da aplicação FUNCIONALIDADES Perfil...

1. APLICAÇÃO Entrada na aplicação Recuperação de dados Saída da aplicação FUNCIONALIDADES Perfil... ÍNDICE 1. APLICAÇÃO... 2-5 Entrada na aplicação... 2-3 Recuperação de dados... 3-4 Saída da aplicação... 4 2. FUNCIONALIDADES... 5-11 Perfil... 5-6 Editar perfil... 6-7 Histórico de candidaturas... 7-9

Leia mais

Migrar para o Outlook 2010

Migrar para o Outlook 2010 Neste Guia O aspecto do Microsoft Outlook 2010 é muito diferente do Outlook 2003, pelo que este guia foi criado para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Continue a ler para conhecer as partes essenciais

Leia mais

Manual de Utilização ZSPDA

Manual de Utilização ZSPDA Manual de Utilização ZSPDA Ao entrar no software de PDA, é mostrado o seguinte menu. (Fig. 1) 1 (Fig. 1) A data mostrada no menu, indica a data de facturação. Para alterar essa data, o utilizador deverá

Leia mais

Sistema Distríbuído de Medição de Grandezas

Sistema Distríbuído de Medição de Grandezas Engenharia Electrotécnica e Ramo Electrónica e Sistema Distribuído de Medição de Grandezas Realizado por: Nuno Camilo nº 99 216 3509 Isaac Correia nº02 216 4971 Com a orientação do: Professor António Abreu

Leia mais

Plano Director Municipal. Tecnologias de Informação Geográfica

Plano Director Municipal. Tecnologias de Informação Geográfica Plano Director Municipal Tecnologias de Informação Geográfica munwebgis Com o objectivo de difundir a utilização da informação geográfica, agilizar e simplificar os processos administrativos dentro dos

Leia mais

Dicas de VBA - Personalizar o Friso I

Dicas de VBA - Personalizar o Friso I Dicas de VBA - Personalizar o Friso I Date : 6 de Outubro de 2011 Por Jorge Paulino para o Pplware Num artigo anterior referi como executar uma macro usando uma determinada combinação de teclas. É uma

Leia mais

M I N E D U Manual Configuração Rede Sem Fios

M I N E D U Manual Configuração Rede Sem Fios M I N E D U Manual Configuração Rede Sem Fios 1. Configuração do cliente para Windows Exemplo de configuração de 802.1x com Certificados de Servidor para o Windows Vista. Antes de iniciar os passos de

Leia mais

ERP PRIMAVERA STARTER V9.15

ERP PRIMAVERA STARTER V9.15 Manual de Instalação e Inicialização ERP PRIMAVERA STARTER V9.15 Versão 1.0 Setembro de 2015 Índice Índice... 2 Introdução... 3 Métodos de Instalação... 4 Instalação através do Setup Único... 4 Pré-requisitos

Leia mais

Manual Utilizador. Aplicação específica: Sage Bayer Exporter V1.0. Professional Services

Manual Utilizador. Aplicação específica: Sage Bayer Exporter V1.0. Professional Services Manual Utilizador Aplicação específica: Sage Bayer Exporter V1.0 Professional Services Agosto 2009 Índice Introdução... 3 Componentes da aplicação... 4 Instalação... 4 Dependências... 4 Parametrização

Leia mais

Verifique problemas de Performance no Windows 7

Verifique problemas de Performance no Windows 7 Verifique problemas de Performance no Windows 7 Date : 24 de Julho de 2010 Este tempo de verão, sol e temperaturas agradáveis, é natural que apeteça andar cá por fora, ir até uma esplanada ou estar num

Leia mais

Interacção Pessoa-Máquina

Interacção Pessoa-Máquina Interacção Pessoa-Máquina Relatório da terceira fase Perfect Home Turno Prático P1 Professora Teresa Romão Realizado por: David Teixeira 42645 Pedro Martins 41976 Page 1 Conteúdo Introdução... 3 Protótipo...

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

manual de navegação [área reservada a entidades gestoras]

manual de navegação [área reservada a entidades gestoras] manual de navegação [área reservada a entidades gestoras] 2 1 1 O presente manual aborda as noções gerais de navegação na área de acesso reservado às entidades gestoras e não dispensa a consulta das instruções

Leia mais

Tarefa Orientada 3 Aplic. Manutenção de Produtos Text Box

Tarefa Orientada 3 Aplic. Manutenção de Produtos Text Box Tarefa Orientada 3 Aplic. Manutenção de Produtos Text Box Objectivos: Utilização de uma fonte de dados. Criação de controlos Text Box ligados a uma fonte de dados. Criação de classes. Se uma tabela contém

Leia mais

FORCE. João Manuel R. S. Tavares

FORCE. João Manuel R. S. Tavares FORCE Editor e Compilador de FORTRAN: Apresentação João Manuel R. S. Tavares Apresentação O FORCE é um sistema de desenvolvimento de programas em FORTRAN, de domínio público, que inclui um editor e ferramentas

Leia mais

Cadeira: Análise de Sistemas

Cadeira: Análise de Sistemas Cadeira: Análise de Sistemas Aulas 7, 8 16/03/16 Docente: Cláudia Ivete F. Jovo cjovo@up.ac.mz & cifjovo@gmail.com M.Sc. Cláudia Jovo 2016/DI 0 - Tipos de Ciclo de Vida e suas Fases * Ciclo de vida Linear

Leia mais

Sobre o Visual C++ 2010

Sobre o Visual C++ 2010 O Visual Studio é um pacote de programas da Microsoft para desenvolvimento de software, suportando diversas linguagens como C#, C++, C, Java, Visual Basic, etc. Nesta série de tutoriais vou focar apenas

Leia mais

Manual do Supervisor. Gestão dos trabalhos por DR s e. Gestão dos trabalhos por Freguesia

Manual do Supervisor. Gestão dos trabalhos por DR s e. Gestão dos trabalhos por Freguesia Manual do Supervisor Gestão dos trabalhos por DR s e Gestão dos trabalhos por Freguesia FICHA TÉCNICA Referência: V Recenseamento Geral da Agricultura Projecto: Supervisão dos trabalhos no terreno Gestor

Leia mais

Manual do utilizador

Manual do utilizador Manual do utilizador Comércio Europeu de Licenças de Emissão (CELE) - Enquadramento e Reporte - V 1.1 05 de junho de 2017 Documento Técnico Manual de Utilização: Enquadramento e Reporte de Relatório de

Leia mais

Tecnologias de Desenvolvimento de Páginas web

Tecnologias de Desenvolvimento de Páginas web Tecnologias de Desenvolvimento de Páginas web HTML DHTML CSS Javascript Visual Basic Script Java HTML Hypertext Markup Language HTML Hypertext Markup Language Linguagem com a qual se definem as páginas

Leia mais

Núcleo EAD Tutorial TUTORIAL AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZADO - AVA

Núcleo EAD Tutorial TUTORIAL AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZADO - AVA TUTORIAL AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZADO - AVA 1 1. Tutorial Ambiente Virtual EAD O tutorial do ambiente virtual tem o intuito de abordar e solucionar problemas que venham a existir sobre os seguintes

Leia mais

S I S T E M A I N T E G R A D O D E L I C E N C I A M E N T O D O A M B I E N T E

S I S T E M A I N T E G R A D O D E L I C E N C I A M E N T O D O A M B I E N T E S I S T E M A I N T E G R A D O D E L I C E N C I A M E N T O D O A M B I E N T E M A N U A L D A P L ATA F O R M A D E L I C E N C I A M E N T O O N L I N E O U T U B R O 2 0 1 2 [ EDITAR OS DADOS DE

Leia mais

FICHA TÉCNICA GESTWARE STOCKS

FICHA TÉCNICA GESTWARE STOCKS FICHA TÉCNICA GESTWARE STOCKS Todos os dados relativos aos Stocks podem ser obtidos autonomamente ou por integração automática a partir do Gestware Vendas e Compras. Destacamos aqui algumas das suas principais

Leia mais

Computação e Programação

Computação e Programação Computação e Programação MEMec, LEAN - 1º Semestre 2015-2016 Aula Teórica 10 Exemplo de desenvolvimento de Programa Modular: Máquina de venda de bilhetes D.E.M. Área Científica de Controlo Automação e

Leia mais

ESCOLA BÁSICA DOS 1º, 2º E 3º CICLOS DO BOM SUCESSO TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO. Tecnologias da Informação e Comunicação

ESCOLA BÁSICA DOS 1º, 2º E 3º CICLOS DO BOM SUCESSO TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO. Tecnologias da Informação e Comunicação Tecnologias da Informação e Comunicação Correio Eletrónico Criar e configurar Este documento vai auxiliar-te a criar e a configurar a tua conta de correio eletrónico. O correio eletrónico ou Email é um

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE SÁ DA BANDEIRA SANTARÉM

ESCOLA SECUNDÁRIA DE SÁ DA BANDEIRA SANTARÉM ESCOLA SECUNDÁRIA DE SÁ DA BANDEIRA SANTARÉM MINEDU Manual de configuração da rede sem fios 1 - Configuração do cliente para Windows Exemplo de configuração de 802.1x com Certificados de Servidor para

Leia mais

Trabalhando com MDI e Menus

Trabalhando com MDI e Menus Ambiente de Programação Visual Trabalhando com MDI e Menus Prof. Mauro Lopes 1-31 22 Objetivos Nesta aula iremos apresentar o desenvolvimento de uma aplicação padrão MDI. Este modelo de aplicação é muito

Leia mais

Procedimento de Configuração para uso do PROJUDI

Procedimento de Configuração para uso do PROJUDI Manual do Usuário Procedimento de Configuração para uso do PROJUDI Usuários Externos Template Versão 1.1 SUMÁRIO 1. Objetivo... 3 2. Configuração... 4 Mozilla... 6 Bloqueador de PopUps... 7 Java... 8 Adobe

Leia mais

Escola Superior de Enfermagem. ANEXO I Procedimentos para requisição de material

Escola Superior de Enfermagem. ANEXO I Procedimentos para requisição de material ANEXO I Procedimentos para requisição de material 7 1. Acesso ao Programa Para aceder ao programa clique sobre o atalho PHC_ESEUM, no ambiente de trabalho. Este poderá ser apresentado da seguinte forma:

Leia mais

Gestão de Base de dados Tabelas e Chaves

Gestão de Base de dados Tabelas e Chaves Gestão de Base de dados Tabelas e Chaves Ano Letivo 2014/2015 Professora: Vanda Pereira Criar tabelas Considerações importantes: Os nomes das tabelas deverão ter por base as entidades que representam.

Leia mais

MANUAL. Assunto (o que é) Objetivo (porquê) Público-Alvo (para quem) Natureza (como)

MANUAL. Assunto (o que é) Objetivo (porquê) Público-Alvo (para quem) Natureza (como) Assunto (o que é) Manual de Acesso e Cadastro para Ficha de Inscrição do Concurso Agrinho 2017. Objetivo (porquê) Auxiliar nas dúvidas no preenchimento da Ficha de Inscrição do Concurso Agrinho 2017. Público-Alvo

Leia mais

Criação de Aplicações GUI. Java JFC / Swing

Criação de Aplicações GUI. Java JFC / Swing Criação de Aplicações GUI Java JFC / Swing JFC Java Foundation Classes Inclui um conjunto de funcionalidades para desenvolver graphical user interfaces (GUIs) e adicionar funcionalidades gráficas e interativas

Leia mais

Área Restrita de Usuário

Área Restrita de Usuário Olá, desenvolvemos esse passo-a-passo para lhe orientar como utilizar a sua Área Restrita de Usuário. Nela, você poderá efetuar uma compra ou acompanhar todos os seus projetos. Para se logar em sua Área

Leia mais

Manual Requisições Sonaecom M de Outubro de 2007

Manual Requisições Sonaecom M de Outubro de 2007 Manual Requisições Sonaecom M03102008 03 de Outubro de 2007 Índice 1 Personificação do Utilizador 2 Criar Requisição 3 Criar por Upload 4 Documentos Modelo 5 6 Gerir Requisições Relatórios 2 Personificação

Leia mais

UA.DeCA.NTC

UA.DeCA.NTC 1 Protótipo de alta-fidelidade Identificação do Projeto: Criação de um site: http://terrapura.info/index.php OBJETIVOS Esta é a quinta entrega da unidade curricular que consiste no desenvolvimento de um

Leia mais

Manual do KBounce. Tomasz Boczkowski Revisão: Eugene Trounev Tradução: José Pires

Manual do KBounce. Tomasz Boczkowski Revisão: Eugene Trounev Tradução: José Pires Tomasz Boczkowski Revisão: Eugene Trounev Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 Introdução 6 2 Como Jogar 7 3 Regras do Jogo, Estratégias e Sugestões 8 3.1 Regras do Jogo........................................

Leia mais

Testes diagnóstico. Manual de Procedimentos. Universidade de Aveiro/PmatE

Testes diagnóstico. Manual de Procedimentos. Universidade de Aveiro/PmatE Testes diagnóstico Manual de Procedimentos Universidade de Aveiro/PmatE Introduçã o A transição entre ciclos de ensino revela-se frequentemente complicada quer para alunos quer para os professores. A desarticulação

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilizador Perfil Aluno V1 17/06/2015 4450-298 Matosinhos Maputo Página 1 de 20 ÍNDICE 1. Página Pessoal Aluno 4 1.1 Alterar Fotografia 4 1.2 Configuração da Página Pessoal 5 1.3 Conta Corrente

Leia mais

Documentos MS Word acessíveis

Documentos MS Word acessíveis Documentos MS Word acessíveis Este guia pretende ajudar na produção de documentos acessíveis em Microsoft Word de âmbito académico, para serem distribuidos em formato eletrónico ou impressos. As boas práticas

Leia mais

Prof Evandro Manara Miletto. parte 1

Prof Evandro Manara Miletto. parte 1 Prof Evandro Manara Miletto parte 1 Sumário Introdução Variáveis e tipos de dados Operadores O que é JavaScript? JavaScript é uma linguagem de programação criada pela Netscape para adicionar interatividade

Leia mais

O Portal do serviço de apoio a Projectos e Clientes da Generix Group Portugal

O Portal do serviço de apoio a Projectos e Clientes da Generix Group Portugal O Portal do serviço de apoio a Projectos e Clientes da Generix Group Portugal Índice Como aceder... 3 Página Inicial... 4 1. Submeter um pedido:... 4 2. Visualizar o Histórico... 5 3. Calendário... 7 4.

Leia mais

Gestão de Base de dados Formulários

Gestão de Base de dados Formulários Gestão de Base de dados Formulários Ano Letivo 2014/2015 Professora: Vanda Pereira Formulários Os Formulários constituem uma outra forma de visualizar os dados armazenados nas tabela ou disponibilizados

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Figura 1: Tela de Apresentação do FaçaCalc.

MANUAL DO USUÁRIO. Figura 1: Tela de Apresentação do FaçaCalc. Apresentação MANUAL DO USUÁRIO O FAÇACALC é um software que realiza cálculos hidráulicos, tais como: Motor Hidráulico, Trocador de Calor, Acumulador Hidráulico e Cilindro Hidráulico. Na sessão Funcionalidades

Leia mais

Manual de Utilizador

Manual de Utilizador Manual de Utilizador Introdução Este manual de utilizador tem por objectivo a introdução ao programa de gestão de um campeonato de voleibol aos seus utilizadores. Para isso, a informação será organizada

Leia mais

APLICATIVO E PAINEL DE CONTROLE. Instruções de uso e funcionalidades

APLICATIVO E PAINEL DE CONTROLE. Instruções de uso e funcionalidades APLICATIVO E PAINEL DE CONTROLE Instruções de uso e funcionalidades APLICATIVO Descrição de Funcionalidades e Utilização do Aplicativo. TELA INICIAL / LISTA. Tela inicial do app ao logar/iniciar o aplicativo.

Leia mais

Candidatura Passo a Passo

Candidatura Passo a Passo Candidatura Passo a Passo 1.1 Candidaturas on-line Este manual é um documento ilustrativo como efetuar a sua candidatura passo a passo. Para efetuar o processo de candidatura deverá aceder ao portal de

Leia mais