Química C Semiextensivo V. 4

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Química C Semiextensivo V. 4"

Transcrição

1 Química C Semiextensivo V. Exercícios 01) E 02) B 0) D 0) C 05) B Quanto maior a constante ácida, maior a força do ácido (acidez). Assim, HF <HCl < HBr < HI Ordem crescente de acidez (mais fraco para o mais forte) a) Errada. É o HI (ácido mais forte); b) Errada. O valor da constante maior que 1 representa maior número de espécies ionizadas; c) Errada. A ordem crescente é: HF < HCl < HBr < HI; d) Errada. O ácido iodídrico é mais forte; e) Certa. Possui o menor valor da constante ácida. O ácido mais fraco é o que possui menor constante ácida: IV., ; O ácido mais forte é o que possui maior valor da constante: I. 6,7.10. Quanto maior o valor de Kb, mais forte é a base, pois mais dissociada está. a) Errada. É mais forte pois sua constante básica (1, ) é maior que a do hidróxido de zinco (1, ); b) Errada. A anilina é a base mais fraca (menor valor da constante básica); c) Errada. A força básica da amônia é maior (maior constante básica); d) Certa. Possui a maior constante básica; e) Errada. A anilina é menos básica que a piridina, pois sua constante básica é menor. I. Errada. Quanto mais ionizado estiver o ácido, maior será a concentração de íons H +. Assim, a acidez é maior em ácidos de maior constante de ionização; II. Certa. Quanto maior a concentração de H +, maior a acidez; III. Certa. Quanto menor o ph, maior a acidez (ácidos possuem phs menores que 7 na escala de ph). Quanto maior a constante ácida, maior a força do ácido (acidez). Assim, II (6, ) < V (, ) < I (1, ) < IV (1, ) < III (1,1.10 ) Ordem crescente de acidez (mais fraco para o mais forte) 06) 0 07) C 08) B 09) A Conforme o enunciado, considerando a constante de ionização da água a 6 C = 10 1 : 01. Certa. [H + ]. [OH ] = 10 1, logo, ph + poh = 1; 02. Certa. Metade da escala: 1/2 = 6,5; 0. Errada. Esta condição ocorre com a água a 25 C, em que ; 08. Errada. Sendo o meio da escala 6,5, o valor de 6,7 é maior e assim a solução é básica; 16. Errada. Essa condição ocorre com a água a 25 C, em que. a) Certa. b) Certa. c) Errada. O ph é determinado a partir da concentração de íons H +. A partir dos íons OH se determina o poh; d) Certa a) Errada. [H + ]. [OH ] = 10 1, ; b) Certa. Kw = [H + ]. [OH ] = 10 1 ; c) Errada. Em meio ácido, [H + ] é maior que 10 7 ; d) Errada. Em, [H + ] é menor que 10 7 ; e) Errada. Em, [H + ] = Diminuir o ph significa tornar a solução mais ácida. Isso ocorre com a adição de uma substância de característica ácida: suco de limão. Química C 1

2 10) C Soluções ácidas Soluções básicas 11) E 12) B 1) C Soluções neutras a) Errada. Cafezinho possui característica ácida (ph menor que 7,0); b) Errada. Cafezinho e leite possuem características ácidas (ph menor que 7,0); c) Certa. água sanitária possui ph maior que 7,0 característica básica; d) Errada. água sanitária possui característica básica (ph maior que 7,0); e) Errada. Cafezinho e leite também possuem características ácidas (ph menor que 7,0). a) Errada. O sangue é levemente alcalino (básico ph maior que 7,0); b) Errada. É levemente alcalino; c) Errada. Com a adição de base, o ph aumenta; d) Errada. O sangue possui ph maior que o da água neutra e por isso é mais alcalino; e) Certa. Por ser levemente alcalino, o sangue possui maior concentração de íons OH do que de íons H +. a) Errada. O ph da urina (5,0) é maior que o do suco gástrico (2,0). Logo, suco gástrico é mais ácido; b) Certa. Bicarbonato: ph = 8. Logo, poh = 6(). Assim, [OH ] = 10 6 ; c) Errada. Possui ph 10,0 alcalino; d) Errada. A urina é ácida ph = 5,0; e) Errada. A solução de bicarbonato é alcalina ph = 8,0. a) Errada. A chuva (ph =,0) é mais ácida que o tomate (ph =,); b) Errada. O suco de limão é mais ácido (ph = 2,2); c) Certa. [H + ] = 0,001 mol/l = 10 mol/l. = log10 = ( ) = + d) Errada. No limão a concentração é maior, pois ele é mais ácido que o tomate; e) Errada. O leite é básico (ph maior que 7,0). 1) B a) Errada. O vinagre é menos ácido que o suco gástrico; b) Certa. Cada unidade de ph representa 10 vezes na concentração de H +. Assim: + vinagre: ph [ H ] = / = 0 = 10 = saliva: ph 8[ H ] = 10 15) C 16) C 17) B c) Errada. Água do mar é mais alcalina que a saliva (possui maior ph) e também mais alcalina (menos ácida) que o vinagre; d) Errada. O limpa-forno é a substância mais alcalina e, portanto, a que possui maior número de mols de hidroxila; e) Errada. Com ph = 1,0, o suco gástrico é um sistema fortemente ácido. Reapresentando a correta tabela do exercício: Indústria I II III Concentração no efluente (mol/l) [H ] = 10 5 [OH ] = 10 8 [OH ] = 10 I. Não pode jogar os efluentes: [H + ] = 10, ph =,0 (menor que 5,0); II. Não pode jogar os efluentes: [OH ] = 10 5, poh = 5,0, ph = 9,0 (maior que 8,0); III. Pode jogar os efluentes: [OH ] = 10 8, poh = 8,0, ph = 6,0 (entre 5,0 e 8,0). a) Errada. A menor variação ocorre nos rios de águas brancas; b) Errada. Os rios de águas pretas possuem menor ph e assim, maior quantidade de íons H + ; c) Certa. Os rios de águas pretas possuem menor ph e assim maior quantidade de íons H + ; d) Errada. Nas águas pretas há acidez acentuada, enquanto que nas águas claras o ph varia de ácido a levemente alcalino. A mistura provavelmente terá ph ácido; e) Errada. O ph nos rios de águas pretas é o mais ácido, com menor quantidade de íons OH. I. Errada. A solução é ácida pequena quantidade de íons OH ; II. Certa. A solução é básica grande quantidade de íons OH ; III. Errada. KCl é um sal de ácido forte e base forte forma solução neutra; IV. Errada. A solução é ácida pequena quantidade de íons OH. 2 Química C

3 18) B 19) E 22) B [H + ] = 10 5 mol/l ph = log10 5 ph = ( 5) ph = +5 [OH ] = 0,01 mol/l [OH ] = 10 2 mol/l poh = log10 2 poh = ( 2) poh = +2 20) B 21) D ph = 2 [H + ] = 10 2 mol/l [H + ] = 0,01 mol/l Log 5 = 0,7 [H + ] = 0,005 mol/l [H + ] = 5.10 mol/l ph = log5.10 ph = log5 log10 ph = 0,7 ( ) ph = 0,7 + ph = 2, Solução A: [OH ] = 0,0001 mol/l [OH ] = 10 mol/l poh = log10 poh = ( ) poh = ph + = 1 ph = 1 ph = 10 ph + 2 = 1 ph = 1 2 ph = 12 Solução B: [H + ] = 0,01 mol/l [H + ] = 10 2 mol/l ph = log10 2 ph = ( 2) ph = poh = 1 poh = 1 2 poh = 12 2) B [H + ] = 1.10 mol/l ph = log10 ph = ( ) ph = ácido 2) D [OH ] = 5.10 mol/l poh = log5.10 poh = log5 log10 poh = 0,7 ( ) poh = 0,7 + poh =, 25) B ph +, = 1 ph = 1, ph = 10,7 [OH ] = M.α [OH ] = 0,25.0,00 (0,/100 = 0,%) [OH ] = 0,001 mol/l [OH ] = 10 mol/l poh = log10 poh = ( ) poh = 26) C ph + = 1 ph = 1 ph = 11 [OH ] = M.α [OH ] = 0,25.0,0 (/100 = %) [OH ] = 0,01 mol/l [OH ] = 10 2 mol/l poh = log10 2 poh = ( 2) poh = 2 ph + 2 = 1 ph = 1 2 ph = 12 Química C

4 27) E Ka = α 2. M 1, = α 2. 0,1 α 2 = , α 2 = α 2 = α 2 = 10 α = 10 α = 10 2 = 0,01 = 1% [H + ] = M.α [H + ] = 0,1.0,01 [H + ] = 0,001 mol/l [H + ] = 10 mol/l ph = log10 ph = ( ) ph = 0) E Antes: ph = 2 [H + ] = 10 2 mol/l [H + ] = 0,01 mol/l Depois: [H + ] = 0,01 mol 100 ml (evaporou 900 ml) X mol 1000 ml (1L) X = 0,1 mol/l 28) E Ka = α 2.M 1,0.10 = α 2.0,01 α 2 = , α 2 = α 2 = α 2 = 10 2 α = 10 2 α = 10 1 = 0,1 = 10% 29) D [H + ] = M.α [H + ] = 0,01.0,1 [H + ] = 0,001 mol/l [H + ] = 10 mol/l ph = log10 ph = ( ) ph = a) Errada. A [H + ] = 0,001 mol/l; b) Errada. O poh é 11 (ph = ); c) Errada. O ph é ; d) Errada. [H + ] = 10 e [OH ] = mol/l; e) Certa 1) D 2) A ) C ) D * É preciso fazer correção no item E para 0,1 Como, em que [H + ] é dada como 10 x, cada número de ph equivale a 10 vezes (10 1 ). Assim, a chuva ácida de ph,5 é 10 vezes mais ácida que a chuva natural de ph 5,5. ph = 11 [H + ] = mol 1 L X 100 L (aumento de 100 vezes no volume) = 10 9, ou seja, ph = 9 Sendo um ácido forte, monoácido, e uma base forte, monobásica, de mesmo volume e mesma concentração molar, a mistura dos dois fornecerá a mesma quantidade de íons H + e OH. Assim, o ph será neutro = 7,0. Kb = α 2.M 8, = α 2.0,2 α 2 = , α 2 = α 2 = α 2 =.10 α = 10. α = = 0,02 = 2% [OH ] = M.α [OH ] = 0,2.0,02 [OH ] = 0,00 mol/l [OH ] =.10 mol/l poh = log.10 poh = log log10 poh = 0,6 ( ) poh = 0,6 + poh = 2, ph + 2, = 1 ph = 1 2, ph = 11,6 H 2 : 1 mol 98 g X mol 1,176 g X = 0,012 mol [H + ] = 0,012 mol/l [H + ] = 1, mol/l ph = log1, ph = log1,2 log10 2 ph = 0,08 ( 2) ph = 0, ph = 1,92 Química C

5 5) 06 6) C 7) D 01. Errada. No ponto de equivalência, a concentração de íons H + não é igual à de Na +, pois os íons H + se unirão a íons OH para formar água. Alguns íons se manterão na forma iônica para manter o NaCl dissolvido; 02. Certa. Considerando que ácido forte e base forte possuem grau de ionização igual a 1, ou seja, ficam totalmente ionizados; 0. Certa. Na equivalência, os íons Na + e Cl ficam dissociados na água, em concentrações iguais; 08. Errada. No ponto de equivalência, a concentração de íons H + não é igual à de Cl, pois os íons H + se unirão a íons OH para formar água; 16. Errada. Considerando o grau de ionização igual a 1, o Ka será igual à molaridade ou à concentração de H + consumido. M 1.V 1 = M 2.V 2 0,10.25 = 0,10.X X = 25 ml de ácido. Por serem ácido forte e base forte, o ponto de equivalência será obtido com a adição de 25 ml de ácido clorídrico. a) Errada. Com 10 ml de ácido o meio será neutro, e o extrato de repolho-roxo manterá sua cor inicial (roxa); b) Errada. Com 1 ml do ácido, a solução ainda estará básica, mantendo a cor verde-amarelada; c) Certa. A solução inicial é básica. Somente será neutra com adição de 10 ml. Com 5 ml de ácido adicionado, a solução ainda terá ph maior que 7,0, ou seja, ainda será alcalina; d) Errada. No ponto de equivalência as concentrações são iguais; e) Errada. O ph é igual a 7,0, entretanto, a coloração é roxa (neutro). a) Errada. O amarelo-pálido é obtido em soluções neutras. O suco de limão é ácido; b) Errada. A cor rósea é obtida em soluções básicas. O suco de limão é ácido; c) Errada. A cor resultante será o amarelo-pálido, pois a solução final será neutra; d) Certa. A solução será neutra; e) Errada. A solução será mais próxima de rósea, pois será levemente alcalina. 8) B 9) A a) Errada. Fica rosa-claro, pois a água da fonte B tem característica básica (ph = 9,0); b) Certa. Possui característica ácida (ph = 5,5); c) Errada. A solução fica amarela, pois a água da fonte A tem características ácidas (ph = 5,5); d) Errada. Fica amarela, pois a água da fonte B tem característica básica (ph = 9,0); e) Errada. A solução fica alaranjada, pois a água da fonte A tem características ácidas (ph = 5,5). [H + ] = mol/l ph = log10 12 ph = ( 12) ph = 12 Utilizando a escala apresentada, observa se que ph 12 está na região da cor verde poh = 1 poh = 1 12 poh = 2 poh < 7 0) B 1) B 2) E a) Errada. ph 1 e ph tornam o repolho-roxo vermelho; b) Certa. ph 5 torna o repolho-roxo rosa e ph 8 mantém o repolho-roxo na cor roxa; c) Errada. ph 7 e ph 8 mantém o repolho-roxo na cor roxa; d) Errada. ph 10 e ph 11 tornam o repolho-roxo azul; e) Errada. ph 1 e ph 1 tornam o repolho-roxo amarelo. a) Errada. O ph pode sofrer pequenas alterações; b) Certa. Definição mais apropriada; c) Errada. O ph pode sofrer pequenas alterações, quando ocorre adição de ácido ou base. Um sistema-tampão é formado por um ácido fraco e seu respectivo sal ou base fraca e seu respectivo sal. a) Errada. O cloreto de sódio não é sal derivado do ácido acético; b) Errada. O ácido clorídrico é ácido forte; c) Errada. O nitrato de sódio não é sal derivado do ácido fosfórico; d) Errada. É uma base forte com seu sal; e) Certa. ácido carbônico (ácido fraco) e bicarbonato de sódio (sal derivado do ácido carbônico). Química C 5

6 ) 19 ) D 5) D 6) C 01 Certa. Essa é a função da solução-tampão: manter o ph mediante adição de pequena quantidade de ácido ou base; 02. Certa. Se o ph for mantido constante, o poh também será; 0. Errada. O ph depende da relação entre lactato de sódio e ácido lático; 08. Errada. O ph depende da relação entre lactato de sódio e ácido lático; 16. Certa. A relação entre lactato de sódio e ácido lático determina o equilíbrio químico, em que poderá haver mais ou menos hidrogênio ionizado, determinando assim o ph. Um sistema-tampão é formado por um ácido fraco e seu respectivo sal ou base fraca e seu respectivo sal. I. Errada. HCl é ácido forte; II. Certa. H 2 é ácido fraco e H é o ânion do sal derivado do ácido carbônico; III. Certa. NH OH é base fraca e NH Cl é sal derivado dessa base; IV. Errada. H 2 é ácido fraco, NaCl não é derivado desse ácido, e H 2 é ácido forte; V. Errada. Apresenta dois ácidos fracos; VI. Certa. CH COOH (ácido acético ácido fraco) e CH COONa (acetato de sódio sal derivado do ácido acético). Um sistema-tampão é formado por um ácido fraco e seu respectivo sal ou base fraca e seu respectivo sal. a) Errada. ácido forte e base forte; b) Errada. Base forte e seu respectivo sal; c) Errada. O sal não é derivado do ácido apresentado; d) Certa. NH OH é base fraca e NH Cl é sal derivado dessa base; e) Errada. O sal não é derivado do ácido apresentado. Para a análise das situações de hidrólise salina, pode-se seguir o esquema: Tipo de sal Exemplo Caráter ph Sal de ácido forte e base fraca NH Br Ácido Menor 7 Sal de ácido fraco e base forte NaCN Básico Maior 7 Sal de ácido fraco e base fraca NH CN Ácido Neutro Básico Menor Igual Maior 7 Sal de ácido forte e base forte NaBr Neutro Igual 7 A CHCOONa CHCOOH + Na + OH CHCOOH NaOH ácido fraco base forte ph>7 6 Química C

7 7) B HO B NaCl 2 Na + + OH + H + Cl C NaOH HCl ph=7 NH Cl NH OH + H + Cl NHOH HCl base fraca ácido forte meio ácido ph<7 HO NaCl 2 Na + + OH + H + Cl NaOH HCl ph=7 NH Cl NH OH + H + Cl NHOH HCl base fraca ácido forte NaOH base forte meio ácido ph<7 NaF Na + + OH + HF HF ácido fraco ph>7 CHCOONa CHCOOH + Na + OH CHCOOH NaOH ácido fraco base forte NaCN Na + + OH + HCN NaOH HCN ph>7 NaNO Na OH + H + NO NaOH HNO LiOH base forte ph=7 ph>7 Li2SO 2Li H + 2H + SO HSO 2 ácido forte ph=7 2 8) C 9) A 50) B a) Errada. ph = 7, ph > 7, ph > 7; b) Certa. ph > 7, ph = 7, ph < 7; c) Errada. ph = 7, ph > 7, ph = 7; d) Errada. ph = 7, ph < 7, ph = 7; e) Errada. ph > 7, ph > 7, ph > 7 I. HO 2 + H2O HO + OH neutro II. HCN + H 2 O HO + CH base fraca ácido III. CO IV. NH 2 + NaOH base forte Fe(OH) base fraca + H2O HCO + OH ácido fraco básico + H2O HO + NH base fraca ácido NaH Na + + OH + HCO HCO 2 ácido fraco + 2 H 2 O FeCl Fe(OH) + H + + Cl HCl ácido forte meio ácido KNO K OH + H + NO KOH HNO Carbonato de lítio: Li 2 LiOH base forte Li2CO 2Li + + 2OH + HCO HCO 2 ácido fraco 2 Química C 7

8 51) 05 52) A 01. Certa. NaCN: deriva de base forte (NaOH) e ácido fraco (HCN). Meio básico. Na 2 : deriva de base forte (NaOH) e ácido forte (H 2 ). Meio neutro. NH Cl: deriva de base fraca (NH OH) e ácido forte (HCl). Meio ácido; 02. Errada. O NaH deriva de base forte (NaOH) e ácido fraco (H 2 ). Assim, forma solução básica. O BF é base de Lewis, pois o flúor tem elétrons disponíveis; 0. Certa. Na 2 S: deriva de base forte (NaOH) e ácido fraco (H 2 S). Meio básico; 08. Errada. K 2 : deriva de base forte (KOH) e ácido fraco (H 2 ). Meio básico; 16. Errada. Sais de ferro e alumínio são derivados de bases fracas. Assim, ao sofrerem hidrólise, originam, em geral, ph ácido. Análise das informações: ]I. ph 5,6 representa solo levemente ácido flores azuis; II. Adição de nitrato de sódio (NaNO ). Sal derivado de base forte (NaOH) e ácido forte (HNO ). A solução aquosa possui ph neutro. Assim, não altera a coloração das flores; 5) C III. Adição de calcário moído (Ca ). Sal derivado de base forte (Ca(OH) 2 ) e ácido fraco (H 2 ). A solução aquosa possui ph básico. Assim, altera a coloração das flores para rosa. a) Certa. As flores adquirem coloração azul em solos ácidos (ph < 7); b) Errada. NaCl é sal derivado de base forte e ácido forte, não altera o ph; c) Errada. NaH é derivado de base forte e ácido fraco. Assim, torna o ph mais básico (predomínio da coloração rosa); d) Errada. Em ph menor que 7, as flores permanecem azuis; e) Errada. Al(NO ) é derivado de base fraca e ácido forte. Assim, o ph torna-se ácido e as flores permanecem azuis. Vaso 1: Ca : derivado de base forte (Ca(OH) 2 ) e ácido fraco (H 2 ) ; Vaso 2: Al 2 ( ) : derivado de base fraca (Al(OH) ) e ácido forte (H 2 ) meio ácido; Vaso : KNO : derivado de base forte (KOH) e ácido forte (HNO ). A cor rosa predomina em ph básico. Assim, terão coloração rosa as flores do vaso 1. 8 Química C

1- Reação de auto-ionização da água

1- Reação de auto-ionização da água Equilíbrio Iônico 1- Reação de auto-ionização da água A auto- ionização da água pura produz concentração muito baixa de íons H 3 O + ou H + e OH -. H 2 O H + (aq) + OH - (aq) (I) ou H 2 O + H 2 O H 3 O

Leia mais

1. FAMECA-SP) Qual o valor de Ka para o HCN, sabendo-se que o ácido em solução 0,10 mol/l encontra-se 0,006% ionizado?

1. FAMECA-SP) Qual o valor de Ka para o HCN, sabendo-se que o ácido em solução 0,10 mol/l encontra-se 0,006% ionizado? 1. FAMECA-SP) Qual o valor de Ka para o HCN, sabendo-se que o ácido em solução 0,10 mol/l encontra-se 0,006% ionizado? a) 3,6 x 10 10 b) 3,6 x 10 8 c) 3,6 x 10 5 d) 6,0 x 10 5 e) 1,2 x 10 4 2. (Ufes) No

Leia mais

A Água e Suas Relações. Funções Inorgânicas Ácidos, Bases e Sais

A Água e Suas Relações. Funções Inorgânicas Ácidos, Bases e Sais A Água e Suas Relações Funções Inorgânicas Ácidos, Bases e Sais Introdução: É constituída por 2 gases: Hidrogênio Oxigênio Água Na proporção 2:1, ou seja 2 átomos de hidrogênio e 1 átomo de oxigênio Sua

Leia mais

FCAV/ UNESP EQUILÍBRIO ÁCIDO-BASE

FCAV/ UNESP EQUILÍBRIO ÁCIDO-BASE FCAV/ UNESP EQUILÍBRIO ÁCIDO-BASE Prof a. Dr a. Luciana M. Saran 1 Tópicos da Aula: Substâncias que interferem no equilíbrio químico da água; Equilíbrio ácido-base; Soluções ácidas, neutras e alcalinas;

Leia mais

QUÍMICA 3 - APOSTILA 4. Prof. Msc João Neto

QUÍMICA 3 - APOSTILA 4. Prof. Msc João Neto QUÍMICA - APOSTILA Prof. Msc João Neto A (g) B (g) C (g) D (g) Em um sistema fechado, o equilíbrio é atingido quando: as propriedades macroscópicas ficam inalteradas; no estado final, coexistem reagentes

Leia mais

Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran

Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran FCAV/ UNESP Jaboticabal Disciplina: Química Geral Assunto: Sais e Hidrólise Salina Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran 1. OBJETIVOS Discutir as propriedades ácido-base dos sais em soluções aquosas;

Leia mais

FUNÇÕES INORGÂNICAS. As substâncias são agrupadas de acordo com as suas propriedades. ÁCIDO BASE SAL ÓXIDO

FUNÇÕES INORGÂNICAS. As substâncias são agrupadas de acordo com as suas propriedades. ÁCIDO BASE SAL ÓXIDO FUNÇÕES INORGÂNICAS As substâncias são agrupadas de acordo com as suas propriedades. ÁCIDO BASE SAL ÓXIDO ÁCIDOS e BASES de ARRHENIUS Acidos são substâncias que em solução aquosa liberam H +. Ex. HCl +

Leia mais

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake Soluções. Equilíbrio químico em solução aquosa Equilíbrio químico: ácidos e bases 1 ácidos e bases cf. Arrhenius Exemplo: Preparo de uma solução de HCl em água HCl (aq) + H 2 O H 3 O + (aq) + Cl (aq) íon

Leia mais

Reações ácido-base. Ácidos. Ácido = substâncias que se ionizam para formar H + em solução (por exemplo, HCl, HNO 3, CH 3 CO 2 H - vinagre).

Reações ácido-base. Ácidos. Ácido = substâncias que se ionizam para formar H + em solução (por exemplo, HCl, HNO 3, CH 3 CO 2 H - vinagre). Ácidos Ácido = substâncias que se ionizam para formar H + em solução (por exemplo, HCl, HNO 3, CH 3 CO 2 H - vinagre). H + é conhecido como próton Ácidos com um próton ácido são chamados monopróticos (por

Leia mais

Ácidos e Bases. Capítulo 15

Ácidos e Bases. Capítulo 15 Capítulo 15 Ácidos e Bases Ácidos e Bases de Brønsted Propriedades Ácido-Base da Água ph Uma Medida de Acidez Força de Ácidos e de Bases Ácidos Fracos e Constantes de Ionização Ácida Bases Fracas e Constantes

Leia mais

AULA 17- ph e poh. Equilíbrio Iônico da Água. K w = [H + ].[OH - ] Tipos de Soluções (a 25 C)

AULA 17- ph e poh. Equilíbrio Iônico da Água. K w = [H + ].[OH - ] Tipos de Soluções (a 25 C) AULA 17- ph e poh Hoje iremos falar sobre um caso particular de equilíbrio iônico, o equilíbrio iônico da água. A água sofre uma auto-ionização, só que a água é um eletrólito muito fraco, portanto, ela

Leia mais

Ocorrência de reações

Ocorrência de reações Ocorrência de reações Dados: Força de ácidos e bases Classificação dos hidrácidos mais conhecidos: Regra prática para a classificação dos oxiácidos Determine a diferença (D) entre a quantidade de átomos

Leia mais

Equilíbrio Ácido-base

Equilíbrio Ácido-base Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina Química das Soluções QUI084 II semestre 2016 AULA 03 Equilíbrio Ácido-base Hidrólise de Sais Profa.

Leia mais

TITULAÇÃO BASE FRACA COM ÁCIDO FORTE

TITULAÇÃO BASE FRACA COM ÁCIDO FORTE TITULAÇÃO BASE FRACA COM ÁCIDO FORTE TITULAÇÃO BASE FRACA COM ÁCIDO FORTE 1 ETAPA Antes de iniciar a titulação A solução contém apenas base fraca e água - solução aquosa de uma base fraca. O ph da solução

Leia mais

Professora Sonia - Química para o Vestibular Questões Resolvidas Hidrólise Salina (com respostas e resoluções no final)

Professora Sonia - Química para o Vestibular Questões Resolvidas Hidrólise Salina (com respostas e resoluções no final) Questões Resolvidas Hidrólise Salina (com respostas e resoluções no final) 01. (Uftm) Em soluções aquosas de acetato de sódio, o íon acetato sofre hidrólise: 3 l 3 CH COO (aq) + H O( ) CH COOH (aq) + OH

Leia mais

O CONCEITO DE ARRHENIUS PARA ÁCIDOS E BASES

O CONCEITO DE ARRHENIUS PARA ÁCIDOS E BASES ÁCIDOS E BASES O CONCEITO DE ARRHENIUS PARA ÁCIDOS E BASES Apresentado pelo químico, físico e matemático sueco Svante August Arrhenius (18591927) em 1887. Ácidos são substâncias que, quando dissolvidas

Leia mais

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 19 EQUILÍBRIO IÔNICO - PARTE 1

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 19 EQUILÍBRIO IÔNICO - PARTE 1 QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 19 EQUILÍBRIO IÔNICO - PARTE 1 H O 2 + H + 2 - H - 2 O + 2 - H + - H O 2 2 + H + - Como pode cair no enem (PUC) A tabela abaixo se refere a dados de forças relativas de ácidos

Leia mais

Experimentalmente, definimos a FAIXA DE TAMPONAMENTO de um tampão, sendo o intervalo de 1 unidade acima e 1 unidade abaixo do pka:

Experimentalmente, definimos a FAIXA DE TAMPONAMENTO de um tampão, sendo o intervalo de 1 unidade acima e 1 unidade abaixo do pka: 3a LISTA DE EXERCÍCIOS DE TRANSFORMAÇÕES BIOQUÍMICAS PROF. Ana Paula de Mattos Arêas Dau 22/02/2010 03. Defina faixa de tamponamento e poder tamponante. Do que depende cada um? Estes tampões diferem entre

Leia mais

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake. Equilíbrio químico em solução aquosa. Soluções-tampão. Soluções tampão

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake. Equilíbrio químico em solução aquosa. Soluções-tampão. Soluções tampão Equilíbrio químico em solução aquosa Soluções-tampão 1 Soluções tampão Definição: soluções que podem resistir a variações significativas de ph. (se adicionamos quantidades pequenas de ácidos fortes ou

Leia mais

Aula Teórica 3 Cálculo de ph de Ácidos Fracos e Bases Fracas

Aula Teórica 3 Cálculo de ph de Ácidos Fracos e Bases Fracas Aula Teórica 3 Cálculo de ph de Ácidos Fracos e Bases Fracas JRM Como calcular o ph de soluções de ácidos e bases fracas? Considere um ácido fraco (monoácido), HA H 2 O H OH - ------ Keq ~ 10-14 HA H A

Leia mais

Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran

Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran FCAV/ UNESP Jaboticabal Disciplina: Química Geral Assunto: Solução Tampão Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran 1 1. INTRODUÇÃO Por que a adição de 0,01 mol de HCl à 1L de sangue humano, altera o ph

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Recuperação do 4 Bimestre disciplina:química Conteúdo: Diversidade das substâncias: Funções químicas ( Capitulo 7) Lista de exercícios 01. Qual das substâncias abaixo

Leia mais

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE Introdução a Analise Química - II sem/2012 Profa Ma Auxiliadora - 1 Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina QUIO94 - Introdução à Análise Química

Leia mais

Ácidos e Bases. Funções Inorgânicas

Ácidos e Bases. Funções Inorgânicas Ácidos e Bases Funções Inorgânicas Funções Inorgânicas As substâncias podem ser classificadas em duas classes: Substâncias orgânicas: aquelas que contém carbono. Substâncias inorgânicas: aquelas formadas

Leia mais

3ª Série / Vestibular. As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar que, na reação:

3ª Série / Vestibular. As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar que, na reação: 3ª Série / Vestibular 01. I _ 2SO 2(g) + O 2(g) 2SO 3(g) II _ SO 3(g) + H 2O(l) H 2SO 4(ag) As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar

Leia mais

CURSO ABSOLUTO VESTIBULARES - ISOLADO DE QUÍMICA EQUILÍBRIO IÔNICO Prof.: Mazzei

CURSO ABSOLUTO VESTIBULARES - ISOLADO DE QUÍMICA EQUILÍBRIO IÔNICO Prof.: Mazzei 01. O ácido cianídrico tem ampla aplicação industrial, sendo matéria-prima para a fabricação de vários bens de consumo. Entretanto, ao trabalhar-se com essa substância deve-se tomar o devido cuidado. Esse

Leia mais

2. O equilíbrio iônico da água pura pode ser representado de maneira simplificada por: + OH. H + aq ( )

2. O equilíbrio iônico da água pura pode ser representado de maneira simplificada por: + OH. H + aq ( ) Equilíbrio Iônico 1. Uma substância química é considerada ácida devido a sua tendência em doar íons H + em solução aquosa. A constante de ionização Ka é a grandeza utilizada para avaliar essa tendência.

Leia mais

REVISÃO: FUNÇÕES INORGÂNICAS. Prof. Guilherme F. Martins

REVISÃO: FUNÇÕES INORGÂNICAS. Prof. Guilherme F. Martins REVISÃO: FUNÇÕES INORGÂNICAS Prof. Guilherme F. Martins ÁCIDOS Segundo Arrhenius é toda substância que em meio aquoso libera por ionização, como única espécie de carga positiva, o íon H + (próton). Obs.

Leia mais

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE Introdução a Analise Química II sem/2015 Profa Ma Auxiliadora Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina QUIO94 - Introdução à Análise Química

Leia mais

Funções inorgânicas ácidos de Arrhenius

Funções inorgânicas ácidos de Arrhenius Funções inorgânicas ácidos de Arrhenius Ácidos são substâncias que, em solução aquosa, sofrem ionização, liberando como cátion somente H +. Ex:. HNO 3 H + + NO 3 Se colocarmos a água como reagente podemos

Leia mais

Exercícios Equilíbrio Iônico

Exercícios Equilíbrio Iônico Exercícios Equilíbrio Iônico 1. O ph tem uma importância significativa nos processos de laboratório, da indústria e dos organismos vivos. Ele pode ser avaliado de forma simples, usando-se substâncias chamadas

Leia mais

Reações em Soluções Aquosas

Reações em Soluções Aquosas Reações em Soluções Aquosas Classificação Reações sem transferência de elétrons: Reações de precipitação; Reações de neutralização. Reações com transferência de elétrons: Reações de oxirredução. Reações

Leia mais

Plano da Intervenção

Plano da Intervenção Ácidos e Bases Mayra Carvalho Plano da Intervenção CONTEXTUALIZAÇÃO Na química inorgânica foram descobertos milhares de compostos que se combinam entre si por suas propriedades. Essa junção foi denominada

Leia mais

ph SISTEMAS TAMPÕES Faculdade de Medicina PUC-Campinas Profa. Dra. Celene Fernandes Bernardes

ph SISTEMAS TAMPÕES Faculdade de Medicina PUC-Campinas Profa. Dra. Celene Fernandes Bernardes ph SISTEMAS TAMPÕES Faculdade de Medicina PUC-Campinas Profa. Dra. Celene Fernandes Bernardes ph = potencial hidrogeniônico ph = -log [H + ] Sorenson 1909 A escala de ph é logarítma; portanto, quando duas

Leia mais

n dissociados n inicial

n dissociados n inicial I. EQUILÍBRIO IÔNICO GERAL É o caso particular dos equilíbrios químicos em que aparecem íons. CA + H 2 O C + (aq) + Aˉ(aq) Nos equilíbrios iônicos, também serão definidos: Um grau de equilíbrio ( ), neste

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA 2 o BIMESTRE DE 2012 PROF. MARCOS

PROVA DE QUÍMICA 2 o BIMESTRE DE 2012 PROF. MARCOS PROVA DE QUÍMICA 2 o BIMESTRE DE 2012 PROF. MARCOS Boa Prova NOME N o 1 a SÉRIE A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul

Leia mais

Funções Químicas: Ácidos, bases, sais e óxidos

Funções Químicas: Ácidos, bases, sais e óxidos Funções Químicas: Ácidos, bases, sais e óxidos Funções Químicas Grupo de substâncias compostas que possuem propriedades químicas semelhantes; As funções químicas são divididas de acordo com a divisão clássica

Leia mais

Equilíbrio Ácido-base

Equilíbrio Ácido-base Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina Química das Soluções QUI084 II semestre 2016 AULA 01 Equilíbrio Ácido-base Profa. Maria Auxiliadora

Leia mais

Professor: José Tiago Pereira Barbosa

Professor: José Tiago Pereira Barbosa Professor: José Tiago Pereira Barbosa Química Orgânica Inorgânica Compostos que possuem átomos de Carbono Compostos que não possuem átomos de Carbono* *Alguns compostos contendo carbono são estudados

Leia mais

COMPOSTOS INORGÂNICOS Profº Jaison Mattei

COMPOSTOS INORGÂNICOS Profº Jaison Mattei COMPOSTOS INORGÂNICOS Profº Jaison Mattei Ácidos (teoria de Arrhenius) Ácidos são substâncias moleculares que, ao serem dissolvidas em água se dissociam, originando o íon hidrônio (H 3 O + ). Exemplos:

Leia mais

ROTEIRO PRÁTICO DE QUÍMICA GERAL

ROTEIRO PRÁTICO DE QUÍMICA GERAL ROTEIRO PRÁTICO DE QUÍMICA GERAL 1- Objetivo 1. Estimar o ph de água destilada e de soluções aquosas usando indicadores ácidobase. 2. Diferenciar o comportamento de uma solução tampão. 2 Introdução Eletrólitos

Leia mais

Disciplina de Química Geral Profa. Marcia Margarete Meier

Disciplina de Química Geral Profa. Marcia Margarete Meier Soluções 1 Propriedades gerais das soluções Os materiais são feitos geralmente de misturas de substâncias mais simples. Ex.: ar, sangue, água do mar, ligas metálicas, perfumes, etc As composições precisam

Leia mais

PAGQuímica 2011/1 Exercícios de Equilíbrio Ácido-Base Parte III

PAGQuímica 2011/1 Exercícios de Equilíbrio Ácido-Base Parte III PAGQuímica 2011/1 Exercícios de Equilíbrio Ácido-Base Parte III Kw = [H + ][OH - ] = 1,0x10-14 (a 25 o C) Sólido Fórmula Kps Carbonato de Bário BaCO 3 4,9x10-9 Carbonato de Cádmio CdCO 3 2,5 x 10-14 Carbonato

Leia mais

As substâncias químicas podem ser agrupadas de acordo com suas PROPRIEDADES COMUNS. Estas propriedades comuns são chamadas de PROPRIEDADES FUNCIONAIS

As substâncias químicas podem ser agrupadas de acordo com suas PROPRIEDADES COMUNS. Estas propriedades comuns são chamadas de PROPRIEDADES FUNCIONAIS As substâncias químicas podem ser agrupadas de acordo com suas PROPRIEDADES COMUNS Estas propriedades comuns são chamadas de PROPRIEDADES FUNCIONAIS Em função dessas propriedades podemos agrupar as substâncias

Leia mais

Ácidos & Bases 1) Qual das alternativas não representa um par ácido-base conjugado?

Ácidos & Bases 1) Qual das alternativas não representa um par ácido-base conjugado? Ácidos & Bases 1) Qual das alternativas não representa um par ácido-base conjugado? A) B) C) HSO-4, H 2SO 4 D) -OH, O2- E) NO3-, NO2-2) A espécie que aceita prótons está definindo um A) Ácido de Arrenhius

Leia mais

QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS PROF. SAUL SANTANA

QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS PROF. SAUL SANTANA QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS PROF. SAUL SANTANA Ligação Química O conceito de configuração eletrônica e o desenvolvimento da Tabela Periódica permitiu aos químicos uma base lógica para explicar a formação

Leia mais

Experimento 11 - Equilíbrio químico e sistema tampão

Experimento 11 - Equilíbrio químico e sistema tampão 1 Experimento 11 - Equilíbrio químico e sistema tampão 1. INTRODUÇÃO 1.1. EQUILÍBRIO QUÍMICO As reações estudadas em química não resultam de uma conversão completa de reagentes em produtos, pois todas

Leia mais

Gabaritos Resolvidos Energia Química Semiextensivo V3 Frente B

Gabaritos Resolvidos Energia Química Semiextensivo V3 Frente B 01) E a) Certa para Brönsted-Lowry, ácido é a espécie que doa próton e base á a que recebe próton; b) Certa quando uma espécie perde o próton, outra recebe. Assim, haverá um ácido e uma base de cada lado

Leia mais

CAPÍTULO 3 SISTEMA TAMPÃO

CAPÍTULO 3 SISTEMA TAMPÃO 17 CAPÍTULO 3 SISTEMA TAMPÃO Introdução: As reações químicas no organismo estão sujeitas a certas limitações como faixas estreitas de ph e temperatura, devido à necessidade de se preservar o ambiente fisiológico.

Leia mais

Disciplina: Química Geral Docente Responsável: Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran. Assunto: Ácidos e Bases de Lewis/ Óxidos/ Sais: classificação

Disciplina: Química Geral Docente Responsável: Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran. Assunto: Ácidos e Bases de Lewis/ Óxidos/ Sais: classificação Disciplina: Química Geral Docente Responsável: Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran 1 Assunto: Ácidos e Bases de Lewis/ Óxidos/ Sais: classificação 1. Ácidos e Bases: conceito de Lewis O modelo de Lewis baseia-se

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: QUÍMICA Ano: 1º Professora: Maria Luiza ENSINO MÉDIO Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Universidade Federal de Rondônia Campus Ji-Paraná ÁCIDOS, BASES E SAIS

Universidade Federal de Rondônia Campus Ji-Paraná ÁCIDOS, BASES E SAIS Universidade Federal de Rondônia Campus Ji-Paraná ÁCIDOS, BASES E SAIS Primeiros estudos químicos sobre substâncias Ácido: substância que têm sabor azedo; Base: substância que têm gosto de sabão; -1884:

Leia mais

SAIS E ÓXIDOS FUNÇÕES INORGÂNICAS

SAIS E ÓXIDOS FUNÇÕES INORGÂNICAS SAIS E ÓXIDOS FUNÇÕES INORGÂNICAS SAIS Os sais são comuns em nosso cotidiano: SAIS São compostos iônicos que possuem, pelo menos um cátion diferente do H + e um ânion diferente do OH -. Exemplos: NaCl

Leia mais

FUNÇÕES E REAÇÕES INORGÂNICAS

FUNÇÕES E REAÇÕES INORGÂNICAS FUNÇÕES E REAÇÕES INORGÂNICAS 1-A Chuva ácida: SO 3 + H 2 O H 2 SO 4 2-B Neutralização: 2 H 3 PO 4 + 3 Ba(OH) 2 Ba 3 (PO 4 ) 2 + 6 H 2 O 3-E O NOX do enxofre no Na 2 SO 3 é +4, sendo o sulfito de sódio.

Leia mais

Ionização Ácido é toda substância que em solução aquosa libera íon H +

Ionização Ácido é toda substância que em solução aquosa libera íon H + Ácidos Ionização Ácido é toda substância que em solução aquosa libera íon H + Equação de Ionização de ácidos: HCl H + + Cl - H 2 SO 4 2H + + SO 4-2 H 3 PO 4 3H + + PO 4-3 Classificação a)quanto ao número

Leia mais

Gabarito de Química Frente 2

Gabarito de Química Frente 2 Gabarito de Química Frente 2 Módulo 05 01. E Calculo do nox: 1) HNO 3 1 + X + 3 x (- 2) = 0 X= + 5 +1 2 X 2) HNO 2 1 + Y + 2 x (- 2) = 0 Y= + 3 +1 Y 2 3) NH 3 Z + 3 x (+1) = 0 Z = - 3 Z 02.A +1 Para calcular

Leia mais

Guia de Estudo n o 2: Ácidos e Bases

Guia de Estudo n o 2: Ácidos e Bases Guia de Estudo n o 2: Ácidos e Bases Conteúdo: Ácidos e bases: definições de Arrhenius, Brønsted-Lowry e Lewis, Ácidos e bases fortes e fracos, Principais ácidos e bases, Óxidos ácidos e básicos, Reações

Leia mais

Apostila de Química 19 Funções Inorgânicas

Apostila de Química 19 Funções Inorgânicas 1.0 Dissociação Apostila de Química 19 Funções Inorgânicas Teoria da dissociação (Arrhenius, 1903) Determinadas substâncias, quando dissolvidas em água, são capazes de originar cátions e ânions (íons livres).

Leia mais

TITULAÇÃO EM QUÍMICA ANALÍTICA

TITULAÇÃO EM QUÍMICA ANALÍTICA TITULAÇÃO EM QUÍMICA ANALÍTICA Titulação Procedimento analítico, no qual a quantidade desconhecida de um composto é determinada através da reação deste com um reagente padrão ou padronizado. Titulante

Leia mais

Química 2ª série Ensino Médio v. 3

Química 2ª série Ensino Médio v. 3 Química ª série Ensino Médio v. Exercícios 01) E 0) B 0) D Ao se atingir um equilíbrio químico, as concentrações dos participantes podem ser diferentes. O que caracteriza o equilíbrio é o fato de as velocidades

Leia mais

Funções Inorgânicas Ácidos e Sais

Funções Inorgânicas Ácidos e Sais Funções Inorgânicas Ácidos e Sais Aula ao Vivo Ácidos Todo ácido de Arrhenius provém de um composto molecular que, na presença de água, sofre ionização, liberando unicamente, na forma de cátions, o íon

Leia mais

Fundamentos de Química Q101 Aulas Téorico-Práticas Ano letivo 2011/12 Licenciaturas em Química e Bioquímica

Fundamentos de Química Q101 Aulas Téorico-Práticas Ano letivo 2011/12 Licenciaturas em Química e Bioquímica DEPARTAMENTO DE QUÍMICA E BIOQUÍMICA Fundamentos de Química Q101 Aulas Téorico-Práticas Ano letivo 2011/12 Licenciaturas em Química e Bioquímica Equilíbrio ácido-base (10.32) Calcule o ph e o poh de cada

Leia mais

PAGQuímica Equilíbrio Ácido-Base

PAGQuímica Equilíbrio Ácido-Base 1. a) defina ácidos e bases de Arrhenius, de Brønsted-Lowry e de Lewis. b) como se tem noção da força de um ácido ou de uma base? c) o quê significa na concentração de ácido em uma solução o aumento de

Leia mais

TITULAÇÃO DE ÁCIDO-BASE

TITULAÇÃO DE ÁCIDO-BASE Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Introdução a Analise Química - II sem/2012 Profa Ma Auxiliadora - 1 Disciplina QUIO94 - Introdução à Análise Química

Leia mais

A Água e Suas Relações. Funções Inorgânicas Ácidos, Bases e Sais

A Água e Suas Relações. Funções Inorgânicas Ácidos, Bases e Sais A Água e Suas Relações Funções Inorgânicas Ácidos, Bases e Sais Introdução: É constituída por 2 gases: Hidrogênio Oxigênio Água Na proporção 2:1, ou seja 2 átomos de hidrogênio e 1 átomo de oxigênio Sua

Leia mais

Gabarito: Química Frente IV Físico-Química Prof. Thiago Costa (Tchê) GABARITO Lista 3 Equilíbrio Químico Equilíbrio Iônico I

Gabarito: Química Frente IV Físico-Química Prof. Thiago Costa (Tchê) GABARITO Lista 3 Equilíbrio Químico Equilíbrio Iônico I Química Frente IV Físico-Química Prof. Thiago Costa (Tchê) GABARITO Lista Equilíbrio Químico Equilíbrio Iônico I Gabarito: 1: [D] I. Incorreta. Nessas amostras, não se verifica correlação entre a concentração

Leia mais

Número atômico de A = número atômico de B = 18

Número atômico de A = número atômico de B = 18 61 e QUÍMICA O elemento químico B possui 20 nêutrons, é isótopo do elemento químico A, que possui 18 prótons, e isóbaro do elemento químico C, que tem 16 nêutrons Com base nessas informações, pode-se afirmar

Leia mais

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE Introdução a Analise Química - II sem/2013 Profa Ma Auxiliadora - 1 Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina QUIO94 - Introdução à Análise Química

Leia mais

QUI219 QUÍMICA ANALÍTICA (Farmácia) Prof. Mauricio X. Coutrim

QUI219 QUÍMICA ANALÍTICA (Farmácia) Prof. Mauricio X. Coutrim QUI219 QUÍMICA ANALÍTICA (Farmácia) Prof. Mauricio X. Coutrim (mcoutrim@iceb.ufop.br) SOLUÇÃO TAMPÃO Tampão Ácido Qual o ph de uma solução de ácido fórmico 1,00.10-1 mol.l -1 e formiato de sódio 1,00 mol.l

Leia mais

20 Não se fazem mais nobres como antigamente pelo menos na Química. (Folha de S. Paulo, ). As descobertas de compostos como o XePtF 6

20 Não se fazem mais nobres como antigamente pelo menos na Química. (Folha de S. Paulo, ). As descobertas de compostos como o XePtF 6 20 Não se fazem mais nobres como antigamente pelo menos na Química. (Folha de S. Paulo, 17.08.2000). As descobertas de compostos como o XePtF 6, em 1962, e o HArF, recentemente obtido, contrariam a crença

Leia mais

Capítulo 8. Equilíbrios Iônicos. O) presentes numa solução 0,1 mol/l de H 2

Capítulo 8. Equilíbrios Iônicos. O) presentes numa solução 0,1 mol/l de H 2 Capítulo 8 Equilíbrios Iônicos 1. Calcule as concetrações em mol/l de todas as espécies (menos H 2 O) presentes numa solução 0,1 mol/l de H 2. Dadas as constantes de ionização do H 2 K 1 = muito elevado

Leia mais

EQUILÍBRIO IÔNICO Solução [H+] (mol.l-1) CORRETO CORRETO III III

EQUILÍBRIO IÔNICO Solução [H+] (mol.l-1) CORRETO CORRETO III III EQUILÍBRIO IÔNICO 1- (PUCRS) Para a identificação do caráter ácido ou básico de um meio, usam-se substâncias indicadoras, como a fenolftaleína e o tornassol. Assim, um indicador ácido-base apresenta, em

Leia mais

Lista de Exercício. Professor: Cassio Pacheco Disciplina: Química 2 Ano Data de entrega: 04/03/2016. Concentração Comum

Lista de Exercício. Professor: Cassio Pacheco Disciplina: Química 2 Ano Data de entrega: 04/03/2016. Concentração Comum Professor: Cassio Pacheco Disciplina: Química 2 Ano Data de entrega: 04/03/2016 Lista de Exercício Concentração Comum 1- Num balão volumétrico de 250 ml adicionam-se 2,0g de sulfato de amônio sólido; o

Leia mais

2 NH 3 (g) + CO 2 (g)

2 NH 3 (g) + CO 2 (g) PROCESSO SELETIVO 2007 1 O DIA GABARITO 4 7 QUÍMICA QUESTÕES DE 16 A 30 16. O equilíbrio de ionização da água pura é dado pela equação abaixo, cuja constante do produto iônico é 2,5x10-14, a 37 o C. H

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014. 3ª Série Turma: FG

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014. 3ª Série Turma: FG COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: QUÍMICA Professora: Maria Luiza 3ª Série Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

A variação de energia térmica em um processo químico éamesmaseoprocesso se realiza em um ou em diversos estágios, pois a variação de energia de pende

A variação de energia térmica em um processo químico éamesmaseoprocesso se realiza em um ou em diversos estágios, pois a variação de energia de pende Prof. Msc João Neto Lei de Hess ou da aditividade dos calores de reação Prof. Msc João Neto Lei de Hess A variação de energia térmica em um processo químico éamesmaseoprocesso se realiza em um ou em diversos

Leia mais

REAÇÕES DE NEUTRALIZAÇÃO PARCIAL

REAÇÕES DE NEUTRALIZAÇÃO PARCIAL REAÇÕES DE NEUTRALIZAÇÃO PARCIAL Reação de salificação com neutralização parcial do ácido Nessa reação, forma-se um hidrogênio sal (sal ácido), cujo ânion contém H ionizável. Reação de salificação com

Leia mais

Produto Iônico da Água. - Equilíbrio Químico -Auto ionização da água -Balanços de carga e massa -Tratamento Sistemático 5/7/2012.

Produto Iônico da Água. - Equilíbrio Químico -Auto ionização da água -Balanços de carga e massa -Tratamento Sistemático 5/7/2012. Próximas Aulas -Ácidos e Bases -Forçados Ácidos -Soluções Tamponantes e Hidrólise - Volumetria Ácido-Base 1 Ácidos e Bases - Equilíbrio Químico -Auto ionização da água -Balanços de carga e massa -Tratamento

Leia mais

Equilíbrio Ácido-base

Equilíbrio Ácido-base Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina Química das Soluções QUI084 I semestre 2017 AULA 01 Equilíbrio Ácido-base Profa. Maria Auxiliadora Costa

Leia mais

1) Estabeleça a ligação entre magnésio, Mg (12), e oxigênio, O (8).

1) Estabeleça a ligação entre magnésio, Mg (12), e oxigênio, O (8). Lista de exercícios Parte 3 REVISÃO 1 Ligações Químicas 1) Estabeleça a ligação entre magnésio, Mg (12), e oxigênio, O (8). 2) Estabeleça a ligação através de pares eletrônicos entre: a) carbono e hidrogênio:

Leia mais

Em meio aquoso sofrem dissociação liberando íons na água, o que torna o meio condutor de corrente elétrica.

Em meio aquoso sofrem dissociação liberando íons na água, o que torna o meio condutor de corrente elétrica. Aula 7 Funções Inorgânicas (sais e óxidos) Sal Os sais são compostos que possuem um cátion qualquer (só não pode ser exclusivamente o H +, senão será um ácido) e um ânion qualquer(só não pode ser exclusivamente

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS # 05 QUÍMICA ANALÍTICA PROF. Wendell

LISTA DE EXERCÍCIOS # 05 QUÍMICA ANALÍTICA PROF. Wendell LISTA DE EXERCÍCIOS # 05 QUÍMICA ANALÍTICA PROF. Wendell 1. Considere uma solução aquosa de NH 3, preparada na concentração de 0,100 mol L -1. Calcule o ph desta solução. Use K b = 1,8 10-5. 2. Uma alíquota

Leia mais

QUÍMICA. Qual a fórmula molecular do menor alcadieno halênico com carbono quiral?

QUÍMICA. Qual a fórmula molecular do menor alcadieno halênico com carbono quiral? QUÍMICA Qual a fórmula molecular do menor alcadieno halênico com carbono quiral? C 6 H 10 ; C 7 H 10 ; C 7 H 12 ; C 6 H 8. C 6 H 12 ; O mirceno, composto responsável pelo gosto amargo da cerveja, possui

Leia mais

DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES. É o processo que consiste em adicionar solvente puro a uma solução, com o objetivo de diminuir sua concentração SOLVENTE PURO

DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES. É o processo que consiste em adicionar solvente puro a uma solução, com o objetivo de diminuir sua concentração SOLVENTE PURO DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES É o processo que consiste em adicionar solvente puro a uma solução, com o objetivo de diminuir sua concentração SOLVENTE PURO SOLUÇÃO INICIAL SOLUÇÃO FINAL SOLVENTE PURO VA V V C C

Leia mais

1) Faça o balanceamento das equações abaixo:

1) Faça o balanceamento das equações abaixo: PROFESSORA: GIOVANA CARABALLO MELATTI DATA: / /2015 COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA LISTA DE EXERCÍCIOS DE SALA ALUNO: LISTA DE EXERCÍCIOS REVISÃO 1) Faça o balanceamento das equações abaixo: a) C 2 H 6

Leia mais

A Água e Suas Relações. Funções Inorgânicas Ácidos, Bases e Sais

A Água e Suas Relações. Funções Inorgânicas Ácidos, Bases e Sais A Água e Suas Relações Funções Inorgânicas Ácidos, Bases e Sais Introdução: É constituída por 2 gases: Hidrogênio Oxigênio Água Na proporção 2:1, ou seja 2 átomos de hidrogênio e 1 átomo de oxigênio Sua

Leia mais

1º Questão: Escreva a distribuição eletrônica dos elementos abaixo e determine o número de valência de cada elemento: a) Fe (26):.

1º Questão: Escreva a distribuição eletrônica dos elementos abaixo e determine o número de valência de cada elemento: a) Fe (26):. FOLHA DE EXERCÍCIOS CURSO: Otimizado ASS.: Exercícios de Conteúdo DISCIPLINA: Fundamentos de Química e Bioquímica NOME: TURMA: 1SAU 1º Questão: Escreva a distribuição eletrônica dos elementos abaixo e

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA - QUÍMICA - Grupo J

PADRÃO DE RESPOSTA - QUÍMICA - Grupo J PADRÃO DE RESPOSTA - QUÍMICA - Grupo J 1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor Num recipiente de 3,0 L de capacidade, as seguintes pressões parciais foram medidas: N 2 = 0,500 atm; H 2 = 0,400 atm;

Leia mais

Equilíbrio Ácido-base. Controle de ph por meio de soluções tampão

Equilíbrio Ácido-base. Controle de ph por meio de soluções tampão Equilíbrio Ácido-base Controle de ph por meio de soluções tampão Conceitos Soluções tampão = são sistemas aquosos que tendem a resistir a mudanças no seu ph quando pequenas quantidades de ácido ( H + )

Leia mais

06) Considere a aparelhagem desenhada a seguir, empregada para testes de condutividade elétrica. O teste deu positivo com qual dos líquidos?

06) Considere a aparelhagem desenhada a seguir, empregada para testes de condutividade elétrica. O teste deu positivo com qual dos líquidos? TEORIA DE ARRHENIUS 01) (Puc-SP) Dados os compostos A: CH 3 COONa (Sal: acetato de sódio) B: CH 3 COOH (ácido acético) C: CH 3 CH 2 OH (álcool etílico) D: C 6 H 12 O 6 (glicose) Pede-se: a) Quais os que

Leia mais

Exercícios sobre Hidrólise Salina

Exercícios sobre Hidrólise Salina Exercícios sobre Hidrólise Salina 01. (Cesgranrio) Dadas as substâncias NaHCO 3, H 3C-COOH, BF 3; HClO e Cu, é correto afirmar que: a) NaHCO 3 é um sal de solução básica. b) H 3C-COOH é uma base de Arrhenius,

Leia mais

Experimento 1: Efeito do íon comum equilíbrio de ionização da amônia

Experimento 1: Efeito do íon comum equilíbrio de ionização da amônia Experimento Deslocamento de equilíbrios químicos (Princípio de Le Chatelier) Objetivo: Estudar e compreender alguns fatores que deslocam equilíbrios químicos. Experimento 1: Efeito do íon comum equilíbrio

Leia mais

REAÇÕES EM SOLUÇÕES AQUOSAS E ESTEQUIOMETRIA. Prof. Dr. Cristiano Torres Miranda Disciplina: Química Geral QM81A Turmas Q13 e Q14

REAÇÕES EM SOLUÇÕES AQUOSAS E ESTEQUIOMETRIA. Prof. Dr. Cristiano Torres Miranda Disciplina: Química Geral QM81A Turmas Q13 e Q14 REAÇÕES EM SOLUÇÕES AQUOSAS E ESTEQUIOMETRIA Prof. Dr. Cristiano Torres Miranda Disciplina: Química Geral QM81A Turmas Q13 e Q14 CLASSIFICAÇÃO DAS REAÇÕES EM SOLUÇÕES AQUOSAS Reações em soluções aquosas

Leia mais

Reações Químicas. Profº André Montillo

Reações Químicas. Profº André Montillo Reações Químicas Profº André Montillo www.montillo.com.br Definição: É o processo no qual 1 ou mais substâncias (regentes) se transformam em 1 ou mais substâncias novas (produtos). Estão presentes em todos

Leia mais

QUÍMICA Exercícios de revisão resolvidos

QUÍMICA Exercícios de revisão resolvidos 9. (ENEM 2013) A produção de aço envolve o aquecimento do minério de ferro, junto com carvão (carbono) e ar atmosférico em uma série de reações de oxirredução. O produto é chamado de ferro-gusa e contém

Leia mais

TEORIA DA REPULSÃO DOS PARES DE ELÉTRONS DA CAMADA DE VALÊNCIA (TEORIA RPECV)

TEORIA DA REPULSÃO DOS PARES DE ELÉTRONS DA CAMADA DE VALÊNCIA (TEORIA RPECV) GEOMETRIA MOLECULAR TEORIA DA REPULSÃO DOS PARES DE ELÉTRONS DA CAMADA DE VALÊNCIA (TEORIA RPECV) A teoria da repulsão dos pares de elétrons da camada de valência afirma que o arranjo geométrico dos átomos

Leia mais

2005 by Pearson Education. Capítulo 04

2005 by Pearson Education. Capítulo 04 QUÍMICA A Ciência Central 9ª Edição Capítulo 4 Reações em soluções aquosas e estequiometria de soluções David P. White Propriedades gerais das soluções aquosas Propriedades eletrolíticas As soluções aquosas

Leia mais

Coleção NEM 2ª Série Volume 3 Química. Química 1. Aula 45. Série A

Coleção NEM 2ª Série Volume 3 Química. Química 1. Aula 45. Série A Química 1 Aula 5 Ordem crescente de acidez: NaF (solução II) < NaC (solução I) < NH C (solução III) A solução II é básica pois apresenta o ânion fluoreto (F ), de ácido fraco, que sofre hidrólise produzindo

Leia mais

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! CIÊNCIAS - UNIDADE 4 REAÇÕES E FUNÇÕES QUÍMICAS

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! CIÊNCIAS - UNIDADE 4 REAÇÕES E FUNÇÕES QUÍMICAS Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! Use canetas coloridas ou escreva palavras destacadas, para facilitar na hora de estudar. E capriche! Não se esqueça

Leia mais

QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 4ª aula /

QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 4ª aula / QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 4ª aula / 2016-2 Prof. Mauricio X. Coutrim (disponível em: http://professor.ufop.br/mcoutrim) REAÇÃO EM SOLUÇÃO AQUOSA São reações envolvendo compostos iônicos

Leia mais