GRUPO TECHNOS ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2016

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GRUPO TECHNOS ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2016"

Transcrição

1 RESULTADO 1T16 GRUPO TECHNOS ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2016 Rio de Janeiro, 28 de abril de As informações financeiras e operacionais a seguir são apresentadas em base consolidada, de acordo com a Legislação Societária, exceto quando indicado o contrário. DATA 28/04/2016 COTAÇÃO DE FECHAMENTO R$4,81 /ação VALOR DE MERCADO R$377,6 milhões TELECONFERÊNCIA 29/04/ :00h Brasília Telefone: Brasil: +55 (11) EUA: +1 (646) EUA Toll Free: +44 (203) Código conexão: Technos CONTATO RI Victor Bicalho - Diretor Financeiro e de RI André Rodrigues Coordenador de RI Luís Ricardo Analista de RI +55 (21) DESTAQUES DO TRIMESTRE Receita Bruta caiu 2,3% versus o 1T15, atingindo R$89,4 milhões; Crescimento de 8,6% nas vendas para lojas especializadas; Segmento Moda cresce 12,6% de receita com aumento de participação de 5,3 p.p; Segmento Esporte cresce 22,8% de receita com ganho de participação de 2,8 p.p; Sólida geração de caixa operacional em linha com o 1T15; Redução do endividamento líquido de R$36,4 milhões no 1T16. R$ milhões 1T15 1T16 % Receita Bruta 91,5 89,4-2,3% Receita Líquida 74,2 72,2-2,8% Lucro Bruto 37,7 33,7-10,5% Margem Bruta 50,7% 46,7% -4,0p.p. Lucro Líquido 1,6-12,2-882,4% Margem Líquida 2,1% -16,9% -19,0p.p. EBITDA Ajustado 8,2 0,4-95,4% Margem EBITDA Ajustada 11,0% 0,5% -10,5p.p. Volume de Relógios (mil) ,5% Preço Médio (R$/produto) ,2% EBITDA Ajustado Representa o EBITDA CVM (Lucro Líquido acrescido da depreciação e amortização, despesas financeiras, receitas financeiras, impostos correntes e diferidos) ajustado por: realização do ativo fiscal diferido gerado pelo ágio de aquisição de controle acionário da nossa controlada TASA, ajuste a valor presente sobre vendas e impostos sobre vendas, provisões para contingências não operacionais, resultados não recorrentes, recuperação Escrow de passivos gerados antes da aquisição da Dumont Saab e pelo plano de opções de ações. RESULTADO 1T16 1

2 COMENTÁRIOS DA ADMINISTRAÇÃO O primeiro trimestre de 2016 foi desafiador e observamos um ambiente comercial progressivamente mais difícil. Adotamos uma postura mais promocional em janeiro e fevereiro e encerramos este período com crescimento nas vendas sobre o ano passado. Em março observamos uma dificuldade maior nas vendas, principalmente no canal Magazines. Pela maior representatividade deste mês, encerramos o trimestre com queda de 2,3% na receita bruta. Vale ressaltar o crescimento de 8,6% nas vendas para lojas especializadas, principal canal de distribuição que representa aproximadamente 75% das vendas totais da Companhia. A desaceleração que observamos nas vendas é corroborada pelos dados de sell out de nossos clientes, onde observamos, em média, uma leitura negativa sobre o ano passado. Nossas operações de varejo tiveram um resultado positivo e cresceram versus o ano passado com o aumento da receita nas franquias, maturação de alguns pontos de venda e melhoria na gestão destes canais levando ao crescimento de vendas mesmas lojas. No trimestre perdemos 4,0 pontos percentuais de margem bruta, atingindo 46,7%, frente a 50,7% no ano anterior. A queda de margem bruta ocorreu mesmo com o repasse de preços, uma vez que, o repasse não compensou integralmente o aumento do câmbio médio do nosso estoque, e pelo efeito mix, onde tivemos um crescimento na venda de itens com margens mais baixas. Realizamos em 1º de março um novo reajuste de preços de aproximadamente 10%. No 1T16, demos continuidade à nossa estratégia de aproximação e apoio aos nossos parceiros varejistas, expandindo ações de fomento do sell out, principalmente focadas na melhoria do ponto de venda. Nesse momento de cenário adverso é ainda mais relevante termos participação ativa na ponta para fomentar as vendas ao consumidor. Reduzimos nosso endividamento líquido em R$36,4 milhões no 1T16. Dedicamos muito esforço a uma boa gestão do capital de giro e acompanhamos de perto a evolução dos estoques e das contas a receber. Em 2016, planejamos aumentar significativamente os investimentos de marketing para expandir o projeto de apoio a nossos clientes varejistas e franqueados. Procuramos agregar conhecimento técnico à operação de nossos clientes para aumentar a eficiência de giro dos seus estoques e, desta forma, aumentar a rentabilidade de suas lojas. Além do conhecimento técnico, aumentamos os investimentos em publicidade feita em parceria com estes clientes e mídia online. Acreditamos que estes investimentos serão a fundação para a retomada de um novo ciclo de crescimento. RESULTADO 1T16 2

3 RECEITA BRUTA A receita bruta atingiu R$ 89,4 milhões no 1T16, queda de 2,3% em relação ao 1T15. R$ Milhões 1T15 1T16 Var % Var R$ Venda de Produtos 89,1 87,0-2,4% -2,1 Assistência Técnica 2,4 2,4-0,7% 0,0 Receita Bruta 91,5 89,4-2,3% -2,1 VENDA DE PRODUTOS Análise Geral A receita bruta com a venda de produtos passou de R$89,1 milhões no 1T15 para R$87,0 milhões no 1T16, representando uma queda de 2,4%. O volume de produtos vendidos no trimestre totalizou 507 mil unidades, apresentando uma queda de 14,5% em relação ao 1T15. O preço médio atingiu R$172 no 1T16, aumento de 14,2% em relação ao preço médio de R$150 no 1T15. O aumento do preço médio é explicado pelos aumentos na precificação ocorridos em novembro de 2015 e em março de 2016 para contrapor à desvalorização cambial. Análise por Categoria A tabela a seguir demonstra a abertura da receita bruta de venda de produtos entre as categorias: R$ Milhões 1T15 1T16 Var % Var R$ Clássico 48,5 40,3-16,9% -8,2 Esporte 9,6 11,7 22,8% 2,2 Moda 31,1 35,0 12,6% 3,9 Total 89,1 87,0-2,4% -2,1 RESULTADO 1T16 3

4 RECEITA BRUTA O gráfico abaixo demonstra como as marcas são classificadas na divulgação de resultados: A categoria Clássico passou de uma participação de 54,4% da receita bruta no 1T15 para 46,3% no 1T16, representando uma queda de 8,1 p.p, e queda de receita de R$8,2 milhões ou 16,9%. A categoria Esporte passou de uma participação da receita bruta de 10,7% no 1T15 para 13,5% no 1T16 com crescimento de receita de R$2,2 milhões ou 22,8% em comparação com o mesmo período do ano anterior. A categoria Moda passou de uma participação de 34,8% no 1T15 para uma participação de 40,2%, representando um aumento de 5,3 p.p e um aumento de R$3,9 milhões na receita ou 12,6%. Tivemos bom desempenho na categoria Esporte com crescimentos de todas as marcas do segmento frente ao mesmo período do ano anterior. Diferentemente das categorias Esporte e Moda, a categoria Clássico demonstrou queda de receita ano contra ano, principalmente pelas vendas mais fracas do mês de março. RESULTADO 1T16 4

5 RECEITA BRUTA Análise por Canal de Distribuição A tabela a seguir demonstra a abertura da receita bruta com a venda de produtos em cada um dos canais de distribuição: R$ Milhões 1T15 1T16 Var % Var R$ Lojas Especializadas 61,3 66,6 8,6% 5,3 Magazines e Outros 27,9 20,4-26,6% -7,4 Total 89,1 87,0-2,4% -2,1 Na análise da venda de produtos por canal de distribuição, no 1T16 apresentamos crescimento de 8,6% em Lojas Especializadas e queda de 26,6% no canal Magazines e Outros, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Temos observado maiores dificuldades no canal de lojas de departamento. VAREJO E FRANQUIAS Atualmente contamos com 74 pontos de venda exclusivos, sendo 58 Touch e 16 Euro. A unificação das equipes de gestão de franquias Euro e Touch e o foco que a Companhia vem dando a este canal tem apresentando melhoras na rentabilidade. Cabe destacar também as iniciativas de varejo através de sites e outlets. Possuímos atualmente sete sites de comércio eletrônico. Seis deles são dedicados às marcas Euro, Timex, Touch, Allora, Condor e Dumont, e o outro voltado para a venda online de nossas demais marcas, o Timecenter. Possuímos atualmente oito outlets. Os outlets são parte da estratégia de gestão de estoques, servindo como um canal para venda de produtos de baixo giro fora dos canais tradicionais da companhia e tem apresentado um bom resultado de vendas. Pretendemos continuar a desenvolver este canal com novas aberturas em RESULTADO 1T16 5

6 RECEITA BRUTA ASSISTÊNCIA TÉCNICA A receita bruta com assistência técnica atingiu R$2,4 milhões no 1T16, 0,7% abaixo do mesmo período do ano anterior. Promovemos em outubro um aumento de preço das peças de reposição para repassar parte da variação cambial. RECEITA LÍQUIDA A receita líquida atingiu R$72,2 milhões no 1T16, representando queda de 2,8% em relação ao mesmo período do ano anterior. R$ Milhões 1T15 1T16 Var % Var R$ Receita Bruta 91,5 89,4-2,3% (2,1) Ajuste a Valor Presente sobre Receita (3,6) (3,9) 8,1% (0,3) Impostos sobre Vendas (14,1) (13,8) -2,0% 0,3 Ajuste a Valor Presente sobre Impostos 0,5 0,5 12,0% 0,1 Receita Líquida 74,2 72,2-2,8% (2,1) LUCRO BRUTO O lucro bruto atingiu R$33,7 milhões no 1T16, queda de 10,5% se comparado ao 1T15. A margem bruta ficou em 46,7% no 1T16, representando uma queda de 4,0 p.p. em relação ao mesmo período do ano anterior. A queda de margem obtida ocorre em função da variação do dólar frente ao mesmo período do ano anterior e também pelo fato de termos sido mais promocionais em janeiro e fevereiro de 2016 frente ao mesmo período de RESULTADO 1T16 6

7 DEPESAS COM VENDAS As despesas com vendas passaram de R$24,8 milhões no 1T15, representando 33,4% do total da receita líquida, para R$28,1 milhões no 1T16, representando 38,9% do total da receita líquida. São duas as principais variações do volume de despesas do 1T16 frente ao 1T15: (i) mudança de sazonalidade nas despesas de publicidade onde temos uma grande coleção a ser lançada no meio do ano e (ii) crescimento das despesas do varejo com expansão de lojas frente ao mesmo período do ano anterior. DESPESAS ADMINISTRATIVAS As despesas administrativas aumentaram de R$8,6 milhões no 1T15 para R$9,2 milhões no 1T16, ou 7,4%. O aumento das despesas administrativas ocorre em função de dois fatores principais: (i) honorários da diretoria, com aumento de quadro na diretoria de varejo e sucessão da diretora de marketing R$0,3 milhão e (ii) acordo coletivo R$0,2 milhão. OUTROS RESULTADOS OPERACIONAIS, LÍQUIDOS O resultado das outras contas representou uma despesa de R$5,3 milhões no 1T16 versus R$3,7 milhões no 1T15, aumento de 44,9%. No 1T16, as outras contas operacionais foram impactadas principalmente por: (i) R$0,8 milhão referente à realização de estoque da Dumont e amortização da carteira de clientes da Dumont a valor justo (ii) provisão de estoques de baixa qualidade ou baixo giro no valor de R$1,6 milhão, (iii) provisão de PLR no valor de R$1,1 milhão e (iv) plano de opções de ações de R$1,2 milhão. RESULTADO 1T16 7

8 EBITDA E EBITDA AJUSTADO O EBITDA Ajustado, de R$0,4 milhão no 1T16, foi 95,4% abaixo do 1T15. A redução do EBITDA Ajustado ocorre em função de três fatores: (i) queda nas vendas de produtos, (ii) redução de margem bruta, tanto em função da valorização do dólar como pela maior agressividade nos descontos de janeiro e fevereiro, (iii) alteração na sazonalidade das despesas de publicidade e aumento das despesas do varejo com abertura de 3 outlets e 3 sites. No 1T16 ajustamos o EBITDA pelos seguintes itens: (i) ajuste a valor presente no valor de R$3,4 milhões, (ii) despesa não caixa gerada pelo plano de opções no valor de R$1,2 milhão e (iii) provisão de imposto sobre estoque obsoleto R$0,7 milhão. R$ Milhões 1T15 1T16 (=) Lucro Líquido 1,6 (12,2) (+) Depreciação e Amortização (2,9) (3,6) (+/-) Resultado Financeiro 2,4 (4,8) (+) Impostos Correntes (1,0) (0,7) (+/-) Impostos Diferidos (0,4) 1,9 (=) EBITDA (CVM 527/12) 3,5 (5,0) (+/-) Provisão para Contingências Não Recorrentes (0,2) (0,7) (+/-) Outros Não-Recorrentes 0,5 0,0 (+) Recuperação Escrow (0,8) 0,0 (+) Realização de Valor Justo do Estoque Dumont (0,3) (0,0) (+) Outras Despesas Não Caixa (0,7) (1,2) (+) Impacto do AVP sobre o Resultado Operacional (3,2) (3,4) (=) EBITDA Ajustado 8,2 0,4 RESULTADO FINANCEIRO LÍQUIDO O resultado financeiro passou de uma receita de R$2,4 milhões no 1T15 para uma despesa de 4,5 milhões no 1T16. As despesas financeiras passaram de R$15,8 milhões no 1T15 para R$10,7 milhões no 1T16. Essa despesa financeira é impactada, principalmente, (i) pelos juros incidentes na dívida contratada para a aquisição da Dumont, que ocorreu no segundo trimestre de 2013, posteriormente substituída por uma linha 4131 com alongamento do prazo e redução do prêmio de risco, conforme divulgado no comunicado de 24 de setembro de 2015, (ii) pelo aumento médio do CDI, que incide sobre nossa dívida pós-fixada, e (iii) o impacto do câmbio nas operações de hedge. A receita financeira passou de R$18,2 milhões no 1T15 para R$6,2 milhões no 1T16. RESULTADO 1T16 8

9 FLUXO DE CAIXA R$ Milhões 1T15 1T16 Lucro antes do IR e CSLL 3,0 (13,4) (+/-) Ajustes que não afetam o caixa 14,4 (5,3) (+/-) Atividades operacionais 16,4 46,8 (+/-) Atividades de investimento (0,0) (3,4) (+/-) Atividades de financiamento 1,8 (23,8) (=) Aumento (redução) de caixa 35,4 0,9 (+) Caixa e equivalentes de caixa Inicial 32,6 20,0 (=) Caixa e equivalentes de caixa Final 68,0 20,9 ATIVIDADES OPERACIONAIS No 1T16, o caixa gerado nas atividades operacionais totalizou R$46,8 milhões. Destacam-se no 1T16 (i) aumento de R$7,6 milhões em estoques, (ii) redução de R$29,9 milhões em contas a receber, (iii) aumento de R$18,2 milhões em fornecedores. No 1T15, o caixa gerado nas atividades operacionais totalizou R$16,4 milhões. Destacam-se no 1T15 (i) redução de R$33,5 milhões em contas a receber, (ii) aumento de R$23,2 milhões em estoques, (iii) aumento de R$10,0 milhões em fornecedores e (iv) aumento de R$3,9 milhões aplicados em outras contas. Somado ao lucro e ajustado pelos itens que não afetam o caixa, geramos um caixa líquido operacional de R$33,7 milhões. ATIVIDADES DE INVESTIMENTO O caixa líquido utilizado em nossas atividades de investimento é afetado principalmente pelo nosso investimento em capital imobilizado e recebimentos decorrentes da venda de ativos permanentes. Apresentamos investimentos em ativo fixo e intangível no valor de R$2,6 milhões líquido do recebimento de venda de imobilizado no valor de R$0,6 milhão. ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO O caixa líquido gerado ou consumido nas nossas atividades de financiamento decorre principalmente da captação e pagamento de empréstimos, bem como e da distribuição de dividendos. No 1T16 amortizamos R$23,8 milhões da dívida. RESULTADO DE CAIXA As atividades resultaram em um aumento das disponibilidades de R$0,9 milhão, que somadas ao saldo inicial em caixa de R$20,0 milhões resultaram em um saldo final em caixa de R$20,9 milhões no 1T16. RESULTADO 1T16 9

10 CAPITAL DE GIRO R$ milhões 1T15 % Receita Líquida 1T16 % Receita Líquida (+) Contas a Receber 197,1 46,9% 195,9 49,6% (+) Estoques 156,1 37,1% 161,6 40,9% (-) Contas a Pagar 27,7 6,6% 17,3 4,4% (=) Capital de Giro 325,6 77,5% 340,2 86,1% O capital de giro totalizou no 1T16 R$340,2 milhões, representando 86,1% da receita líquida dos últimos 12 meses. Em igual período do ano anterior, o capital de giro somava R$325,6 milhões e representava 77,5% da receita líquida. No contas a receber, observamos um aumento de 2,7 p.p, em função do aumento da inadimplência. O ambiente macroeconômico enfraquecido tem levado alguns clientes a solicitar a prorrogação das datas de pagamento. Nos estoques, houve um aumento de 3,8 p.p, reflexo do volume de vendas mais fracas no período. O contas a pagar ficou 2,2 p.p. abaixo do 1T15, principalmente em função da redução do volume de compras na base comparativa ano contra ano. SALDO DE CAIXA O Grupo Technos encerrou o 1T16 com uma dívida líquida de R$111,1 milhões. Em relação ao 4T15, demonstramos queda de 24,7% ou R$36,4 milhões na dívida líquida. Em relação ao mesmo período de 2015 houve queda de 14,8%, ou R$19,3 milhões. Essa redução é reflexo da amortização de R$23,8 milhões comentada nas atividades de financiamento. R$ milhões 1T15 4T15 1T16 Dívida Bruta (198,3) (167,4) (132,0)¹ (-) Caixa 68,0 20,0 20,9 (=) (Dívida)/Caixa Líquido (130,3) (147,4) (111,1) ¹ Esse valor não considera o montante de R$18,7 milhões referentes a ponta passiva do Swap Cambial da dívida, conforme nota 22 do ITR. Sendo considerado este montante, teríamos 150,7 milhões de dívida bruta e R$129,8 milhões de dívida líquida. RESULTADO 1T16 10

11 DEMONSTRAÇÕES DO RESULTADO Em milhares de Reais Consolidado 1T15 1T16 Receita Líquida Custo das vendas (36.564) (38.433) Lucro bruto Despesas com vendas (24.820) (28.085) Despesas administrativas (8.578) (9.213) Outros, líquidos (3.684) (5.338) Lucro operacional 584 (8.916) Resultado financeiro, líquido (4.462) Receitas financeiras Despesas financeiras (15.848) (31.289) Lucro antes do imposto de renda e da contribuição social (13.378) Imposto de renda e contribuição social (1.403) Corrente (1.020) (684) Diferido (383) Lucro líquido (12.192) RESULTADO 1T16 11

12 BALANÇO PATRIMONIAL Em milhares de Reais 31 de março de 2015 Consolidado 31 de março de 2016 Ativo Circulante Caixa e equivalentes de caixa Contas a receber de clientes Estoques Impostos a recuperar Outros ativos Ativos mantidos para venda Não circulante Adiantamento a fornecedores Impostos a recuperar Títulos e valores mobiliários Depósitos judiciais Contas a receber de clientes 626 Outros ativos Intangível Imobilizado Total do ativo RESULTADO 1T16 12

13 BALANÇO PATRIMONIAL Em milhares de Reais Passivo 31 de março de 2015 Consolidado 31 de março de 2016 Circulante Empréstimos Fornecedores Impostos, taxas e contribuições sociais a pagar Valor a pagar por aquisição de participação de não controladores Salários e encargos sociais a pagar Dividendos a pagar Instrumentos financeiros derivativos Licenciamentos a pagar Outras contas a pagar Não circulante Empréstimos Imposto de renda e contribuição social diferidos Provisão para contingências Instrumentos financeiros derivativos Licenciamentos a pagar Valor a pagar por aquisição de participação acionária Outras contas a pagar Total do passivo Patrimônio Líquido Capital social Ações em Tesouraria (11.208) (11.208) Gastos com emissão de ações (10.870) (10.870) Reservas de capital Reservas de lucros Ajuste de avaliação patrimonial (14.112) (14.112) Lucros (prejuízos) acumulados (12.192) Total do patrimônio líquido Total do passivo e patrimônio líquido RESULTADO 1T16 13

14 FLUXO DE CAIXA Em milhares de Reais Consolidado 1T15 1T16 Lucro antes do imposto de renda e da contribuição social (13.378) Ajuste de itens que não afetam o caixa Amortização e depreciação Provisão para valor recuperável de estoques 656 (1.351) Provisão para valor recuperável de contas a receber (585) 874 Provisão (reversão) para contingências Resultado na venda de ativos permanentes (334) 123 Impairment bens de ativos permanentes (18) 165 Juros sobre empréstimos Juros outros (10.469) Prêmio de opção de ações Participação de não controladores 0 0 Outros (143) (1) Variações nos ativos e passivos Redução (aumento) de contas a receber Redução (aumento) nos estoques (23.169) (7.561) Redução (aumento) nos impostos a recuperar (1.235) (354) Redução (aumento) nos outros ativos (4.739) Aumento (redução) em fornecedores e contas a pagar Aumento (redução) em salários e encargos sociais a pagar Aumento (redução) em impostos, taxas e contribuições sociais a pagar (861) (705) Juros pagos 0 (509) Imposto de renda e contribuição social pagos 0 0 Caixa líquido (aplicado nas) gerado pelas atividades operacionais Fluxos de caixa das atividades de investimento Redução (aumento) de títulos e valores mobiliários (222) (677) Aquisição de participação societária 0 (187) Compras de imobilizado (902) (1.670) Valor recebido pela venda de imobilizado Compra de ativos intangíveis (198) (1.529) Caixa líquido (aplicado nas) gerado pelas atividades de investimento (46) (3.436) Fluxos de caixa das atividades de financiamento Valor recebido pela emissão de ações ordinárias 0 0 Integralização de capital 0 0 Aquisição de ações próprias mantidas em tesouraria (439) 0 Empréstimos Pagamento de empréstimos (315) (23.785) Dividendos pagos aos acionistas da Companhia (14.511) (60) Caixa líquido aplicado nas atividades de financiamento (23.845) Aumento (redução) de caixa e equivalentes de caixa Caixa e equivalentes de caixa no início do período Caixa e equivalentes de caixa no final do período RESULTADO 1T16 14

DESTAQUES DO TRIMESTRE

DESTAQUES DO TRIMESTRE RESULTADO 4T16 GRUPO TECHNOS ANUNCIA RESULTADO DO 4T16 Rio de Janeiro, 23 de fevereiro de 2017 - O Grupo Technos (BM&FBovespa: TECN3) anuncia os resultados do 4º trimestre de 2016 (4T16). As informações

Leia mais

GRUPO TECHNOS ANUNCIA CRESCIMENTO DE EBITDA AJUSTADO DE 7,3% EM 2014

GRUPO TECHNOS ANUNCIA CRESCIMENTO DE EBITDA AJUSTADO DE 7,3% EM 2014 RESULTADO 4T14 GRUPO TECHNOS ANUNCIA CRESCIMENTO DE EBITDA AJUSTADO DE 7,3% EM 2014 Rio de Janeiro, 26 de fevereiro de 2015 - O Grupo Technos (BM&FBovespa: TECN3) anuncia os resultados do 4º trimestre

Leia mais

Margem Bruta 64,2% 62,0% -2,1p.p. 63,4% 60,1% -3,3pp. Margem EBITDA Ajustada 32,6% 26,5% -6,1p.p. 30,0 25,8% -4,3p.p.

Margem Bruta 64,2% 62,0% -2,1p.p. 63,4% 60,1% -3,3pp. Margem EBITDA Ajustada 32,6% 26,5% -6,1p.p. 30,0 25,8% -4,3p.p. R$ milhões 4T11 4T12 % 2011 2012 % Receita Bruta 108,8 133,7 22,9% 319,9 377,1 17,9% Receita Líquida 89,4 110,3 23,4% 262,0 312,7 19,3% Lucro Bruto 57,4 68,5 19,3% 166,2 187,9 13,1% Margem Bruta 64,2%

Leia mais

Agora, gostaria de passar a palavra para o Sr. Vítor Bicalho. Por favor, Sr. Bicalho, pode prosseguir.

Agora, gostaria de passar a palavra para o Sr. Vítor Bicalho. Por favor, Sr. Bicalho, pode prosseguir. TECHNOS - PORTUGUÊS 29/04/2016 OPERADORA Senhoras e senhores, obrigada por aguardarem e sejam bem vindos ao conference call do Grupo Technos. Informamos que todos os participantes estarão apenas ouvindo

Leia mais

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A.

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A. Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo Passivo e patrimônio líquido Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa (Nota 6) 25.888 67.330 Fornecedores 4.797 8.340 Aplicações financeiras 3.341

Leia mais

GRUPO TECHNOS ANUNCIA CRESCIMENTO DE EBITDA AJUSTADO DE 66,5% NO 4T13

GRUPO TECHNOS ANUNCIA CRESCIMENTO DE EBITDA AJUSTADO DE 66,5% NO 4T13 RESULTADO 4T13 GRUPO TECHNOS ANUNCIA CRESCIMENTO DE EBITDA AJUSTADO DE 66,5% NO 4T13 Rio de Janeiro, 20 de março de 2013 - O Grupo Technos (BM&FBovespa: TECN3) anuncia os resultados do 4º trimestre de

Leia mais

GRUPO TECHNOS ANUNCIA CRESCIMENTO DE LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO DE 69,8% NO 3T11 DESTAQUES DO TRIMESTRE

GRUPO TECHNOS ANUNCIA CRESCIMENTO DE LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO DE 69,8% NO 3T11 DESTAQUES DO TRIMESTRE RESULTADO 3T11 GRUPO TECHNOS ANUNCIA CRESCIMENTO DE LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO DE 69,8% NO 3T11 Rio de Janeiro, 09 de novembro de 2011 - O Grupo Technos (BM&FBovespa: TECN3) anuncia os resultados do 3º trimestre

Leia mais

SOMOS Educação ER 1T17

SOMOS Educação ER 1T17 SOMOS Educação ER 1T17 1 São Paulo, 15 de maio de 2017 A SOMOS Educação S.A. (BM&FBOVESPA: SEDU3) divulga seus resultados do 1º trimestre de 2017 ( 1T17 ). Os comentários aqui incluídos referem-se aos

Leia mais

2T17. Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17. carros

2T17. Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17. carros 2T17 Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17 carros Divulgação de Resultados 2T17 e 1S17 Frota em 30/06/2017: 151.750 carros Destaques Operacionais Diárias - Aluguel de Carros (mil) Destaques Financeiros Receita

Leia mais

Divulgação de Resultado 4T15

Divulgação de Resultado 4T15 Divulgação de Resultado 4T15 1 Dados de mercado em 17/03/2016 Cotação: R$2,12 Valor de Mercado: R$140.103.091,68 T e l e c o n f e r ê n c i a 4T15 Teleconferência em português: 18 de março de 2016 Sexta-feira,

Leia mais

A Taxa de Ocupação dos veículos no segmento de Aluguel de Carros RAC (excluindo Franquias) foi de 77,4% no 1T14, 6,9p.p. acima da realizada no 1T13.

A Taxa de Ocupação dos veículos no segmento de Aluguel de Carros RAC (excluindo Franquias) foi de 77,4% no 1T14, 6,9p.p. acima da realizada no 1T13. São Paulo, 02 de Maio de 2014 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2014 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

Gas Brasiliano Distribuidora S.A.

Gas Brasiliano Distribuidora S.A. Balanço patrimonial em 31 de março (não auditado) Ativo 2016 2015 Passivo e patrimônio líquido 2016 2015 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 78.050 132.536 Fornecedores 23.096 19.064 Contas

Leia mais

2

2 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 Controladora Consolidado ATIVO Jun 2009 Set 2009 Jun 2009 Set 2009 Circulante Disponibilidades 23,0 37,4 56,1 92,1 Contas a receber de clientes 62,8 72,8 114,2 125,9 Estoques

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AMBEV S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AMBEV S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 8 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

2º TRIMESTRE DE 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS

2º TRIMESTRE DE 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS fg 2º TRIMESTRE DE 2016 Retomada do crescimento de vendas totais e mesmas lojas, aliada a ganho consistente de market share no mercado total a. A receita líquida totalizou R$4,3 bilhões no 2T16, com retomada

Leia mais

Dersa Desenvolvimento Rodoviário S.A. Balanços patrimoniais

Dersa Desenvolvimento Rodoviário S.A. Balanços patrimoniais Balanços patrimoniais em 31 de dezembro de 2014 e 2013 Ativo Nota 2014 2013 Passivo Nota 2014 2013 (Ajustado) (Ajustado) Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 5 48.650 835 Fornecedores 10

Leia mais

Divulgação de Resultado 1T15

Divulgação de Resultado 1T15 Divulgação de Resultado 1T15 1 Dados de mercado em 07/05/2015 Cotação: R$2,35 Valor de Mercado: R$155.302.955,40 T e l e c o n f e r ê n c i a 1T15 Teleconferência em português 08 de maio de 2015 Sexta-feira,

Leia mais

Informações Trimestrais 31/03/2016. Localiza Rent a Car S.A. CNPJ/MF: /

Informações Trimestrais 31/03/2016. Localiza Rent a Car S.A. CNPJ/MF: / Informações Trimestrais 31/03/2016 Localiza Rent a Car S.A. CNPJ/MF: 16.670.085/0001 55 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Destaques 3T16 Receita líquida - Aluguel de Carros (R$ milhões) Receita líquida - Gestão de Frotas (R$ milhões) 317,1 362,5 154,1 163,5 3T15 3T16 3T15 3T16 Evolução

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ ALPARGATAS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ ALPARGATAS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 8 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2011 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2011 (Em R$ Mil) CNPJ 47.902.648/0001-17 CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2011 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 46 Fornecedores 41.785 Aplicações Financeiras 5.541 Provisão

Leia mais

Confab Anuncia Resultados para o Segundo Trimestre de 2006

Confab Anuncia Resultados para o Segundo Trimestre de 2006 Confab Anuncia Resultados para o Segundo Trimestre de 2006 São Paulo, 03 de agosto de 2006. Confab Industrial S.A. (BOVESPA:CNFB4), uma empresa Tenaris, anunciou hoje os resultados correspondentes aos

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ EMBRAER S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ EMBRAER S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Mensagem da Administração. Prezados Acionistas,

Mensagem da Administração. Prezados Acionistas, Mensagem da Administração Prezados Acionistas, Apresentamos as demonstrações financeiras da Companhia relativas ao exercício encerrado em 31 de dezembro de 2013. Antes de tecer comentários específicos

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 4T04 3T05 4T05

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 4T04 3T05 4T05 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 09 de fevereiro de 2006. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT; BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ EMBRAER EMPR BRAS. DE AERONAUTICA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ EMBRAER EMPR BRAS. DE AERONAUTICA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

1º TRIMESTRE DE 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS. Ganhos consistentes de market share e melhora na tendência de vendas

1º TRIMESTRE DE 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS. Ganhos consistentes de market share e melhora na tendência de vendas \ Ganhos consistentes de market share e melhora na tendência de vendas A receita líquida totalizou R$4,7 bilhões no 1T16, com melhora sequencial nas vendas mesmas lojas durante o trimestre e ganho de market

Leia mais

Autometal registra um lucro líquido de R$156,2 milhões, aumento de 45,5% em relação aos 9M10. Margem líquida cresceu 3,9p.p nos 9M11 para 13,0%.

Autometal registra um lucro líquido de R$156,2 milhões, aumento de 45,5% em relação aos 9M10. Margem líquida cresceu 3,9p.p nos 9M11 para 13,0%. Autometal registra um lucro líquido de R$156,2 milhões, aumento de 45,5% em relação aos 9M10. Margem líquida cresceu 3,9p.p nos 9M11 para 13,0%. São Paulo, 27 de outubro de 2011 A Autometal S.A. [Bovespa:

Leia mais

ALPARGATAS CRESCE 31% O LUCRO LÍQUIDO DO 2T16 COM O BOM DESEMPENHO DE HAVAIANAS NO BRASIL

ALPARGATAS CRESCE 31% O LUCRO LÍQUIDO DO 2T16 COM O BOM DESEMPENHO DE HAVAIANAS NO BRASIL TELECONFERÊNCIA Data: 8/8/2016 às 17h ALPARGATAS CRESCE 31% O LUCRO LÍQUIDO DO 2T16 COM O BOM DESEMPENHO DE HAVAIANAS NO BRASIL Telefone: (55 11) 3193-1001 (55 11) 2820-4001 Senha: Alpargatas Slides: http://ri.alpargatas.com.br

Leia mais

PRINCIPAIS INDICADORES CONSOLIDADOS. DESTAQUES Financeiro. Operacional. Estratégico

PRINCIPAIS INDICADORES CONSOLIDADOS. DESTAQUES Financeiro. Operacional. Estratégico São Paulo, 15 de agosto de 2016 - A SOMOS Educação S.A. (BM&FBOVESPA: SEDU3) divulga seus resultados do 2º trimestre de 2016 (2T16) e do primeiro semestre de 2016 (1S16). Os comentários aqui incluídos

Leia mais

Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008

Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008 Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008 São Paulo, 30 de outubro de 2008. Confab Industrial S.A. (BOVESPA: CNFB4), uma empresa Tenaris, anunciou hoje os resultados correspondentes ao

Leia mais

Brasil Pharma. Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016

Brasil Pharma. Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016 Brasil Pharma Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016 2 Destaques 2T16 Destaques: Margem Bruta Margem bruta de 30,0%, com crescimento de 1,6 p.p. em relação ao 1T16 e 2,4 p.p. em relação ao

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T16. Viver Anuncia os Resultados do Primeiro Trimestre de Destaques

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T16. Viver Anuncia os Resultados do Primeiro Trimestre de Destaques DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T16 Teleconferência de Resultados Segunda-feira, 16 de maio de 2016 Português - com tradução simultânea para o inglês 10h00 (horário de Brasília) 09h00 (horário de Nova York)

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ ODONTOPREV S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ ODONTOPREV S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T de novembro de 2016

Divulgação de Resultados 3T de novembro de 2016 Divulgação de Resultados 04 de novembro de 2016 Aviso Importante Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar

Leia mais

Informações Consolidadas

Informações Consolidadas METALÚRGICA GERDAU S.A. e empresas controladas Desempenho da Gerdau no 2 o trimestre As Demonstrações Financeiras Consolidadas da Metalúrgica Gerdau S.A. são apresentadas em conformidade com as normas

Leia mais

Divulgação de resultados 4T13

Divulgação de resultados 4T13 Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre e do ano de 2013 Rio de Janeiro, 18 de março de 2013. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais) BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 ATIVO Explicativa n o 31/12/2011 31/12/2010 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Explicativa n o 31/12/2011 31/12/2010 CIRCULANTE CIRCULANTE Disponibilidades

Leia mais

TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO

TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2016 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 7.061 Fornecedores 33.947 Contas a Receber 41.832

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ CENTRAIS ELETRICAS BRASILEIRAS SA Versão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ CENTRAIS ELETRICAS BRASILEIRAS SA Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 8 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2011 (4T11)

RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2011 (4T11) 08 de fevereiro de 2012 LOJAS RENNER S.A. (Bovespa: LREN3), segunda maior rede de lojas de departamento de vestuário do Brasil, anuncia hoje seus resultados do quarto trimestre (4T11) de 2011. Os resultados

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ ODONTOPREV S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ ODONTOPREV S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ BRF - BRASIL FOODS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ BRF - BRASIL FOODS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 8 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

25 de abril de 2016 LOJAS RENNER S.A. (BM&FBOVESPA: LREN3), maior varejista de moda no Brasil, anuncia seus resultados do primeiro trimestre (1T16).

25 de abril de 2016 LOJAS RENNER S.A. (BM&FBOVESPA: LREN3), maior varejista de moda no Brasil, anuncia seus resultados do primeiro trimestre (1T16). 25 de abril de 2016 LOJAS RENNER S.A. (BM&FBOVESPA: LREN3), maior varejista de moda no Brasil, anuncia seus resultados do primeiro trimestre (1T16). COMENTÁRIOS DA ADMINISTRAÇÃO Informações Consolidadas

Leia mais

Le Lis Blanc inicia o ano com crescimento de 29,4% na receita líquida e 193,6% em Ebitda

Le Lis Blanc inicia o ano com crescimento de 29,4% na receita líquida e 193,6% em Ebitda Le Lis Blanc inicia o ano com crescimento de 29,4% na receita líquida e 193,6% em Ebitda São Paulo, Brasil, 13 de maio de 2010 - A Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. (anteriormente Le Lis Blanc

Leia mais

3º TRIMESTRE DE 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS

3º TRIMESTRE DE 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 3T16 com ganho consistente de market share a combinado com melhoria de rentabilidade A receita líquida totalizou R$4,1 bilhões no 3T16, confirmando a tendência de crescimento das vendas mesmas lojas de

Leia mais

DFC DEMONSTRAÇÃO DE FLUXO DE CAIXA

DFC DEMONSTRAÇÃO DE FLUXO DE CAIXA DFC DEMONSTRAÇÃO DE FLUXO DE CAIXA Base Legal CPC 03 e Seção 07 da NBC TG 1.000 O presente auto estudo embasará os conceitos e procedimentos técnicos contemplados no CPC 03 (IFRS Integral) e na Seção 07

Leia mais

Nivelamento de Conceitos Contábeis

Nivelamento de Conceitos Contábeis Nivelamento de Conceitos Contábeis Demonstrações Contábeis Balanço Patrimonial - BP Demonstração de Resultado do Exercício - DRE Demonstração dos Fluxos de Caixa DFC Substituiu a Demonstração das Origens

Leia mais

3º TRIMESTRE DE 2015 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS

3º TRIMESTRE DE 2015 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS Continuidade das medidas de eficiência e de otimização de custos; Intensificação de iniciativas comerciais para crescimento de vendas e ganho de market share. A receita líquida totalizou R$ 4,095 bilhões

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2T17. Viver Anuncia os Resultados do Segundo Trimestre do Ano de Destaques

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2T17. Viver Anuncia os Resultados do Segundo Trimestre do Ano de Destaques DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2T17 Teleconferência de Resultados Segunda-feira, 14 de agosto de 2017 Português - com tradução simultânea para o inglês 10h00 (horário de Brasília) 09h00 (horário de Nova York)

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T16

Teleconferência de Resultados 2T16 Teleconferência de Resultados 2T16 1 2 Destaques Receita Líquida de R$100,0 milhões no 6M16. Lucro Líquido de R$45,8 milhões no 6M16. EBITDA Ajustado de R$18,3 milhões no 6M16. Fornecimento de 1,0 milhão

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis 1º Trimestre 2016 DFS/DEGC/DIRE/DIAN ABRIL/2016 RELATÓRIO DE INFORMAÇÕES GERENCIAS DATAPREV COMPARATIVO 1T2015 X 1T2016 Responsáveis pela elaboração da apresentação: Jorge Sebastião

Leia mais

TEGMA anuncia crescimento de 19,2% da Receita Líquida em 2012

TEGMA anuncia crescimento de 19,2% da Receita Líquida em 2012 TEGMA anuncia crescimento de 19,2% da Receita Líquida em 2012 Teleconferência de Resultados do 4T12 Data: Terça Feira, 02 de abril de 2013 > Português 10:00 (Brasília) 07:00 (US-ET) Tel.: +55 (11) 2188-0155

Leia mais

Divulgação de Resultados 4T16 e 2016

Divulgação de Resultados 4T16 e 2016 Divulgação de Resultados 4T16 e 2016 Destaques 4T16 e 2016 Diárias - Aluguel de Carros (mil) Receita líquida (R$ milhões) 5.266 4.846 4.242 4.308 3.812 3.780 3.871 4.111 2015 2016 2015 2016 2015 2016 2015

Leia mais

Earnings Release 2T16 e 6M16

Earnings Release 2T16 e 6M16 Crescimento da receita líquida de 5,9% nos 6M16, totalizando R$ 232,6 milhões contra R$ 219,7 milhões nos 6M15 Lançamento de 4 novos produtos no semestre Teleconferência Relações com Investidores Português

Leia mais

Contabilidade ESTRUTURA PATRIMONIAL SITUAÇÃO LÍQUIDA (PATRIMÔNIO LÍQUIDO) FLUXO DE RECURSOS. Fluxo dos recursos SÍNTESE DO FUNCIONAMENTO DAS CONTAS

Contabilidade ESTRUTURA PATRIMONIAL SITUAÇÃO LÍQUIDA (PATRIMÔNIO LÍQUIDO) FLUXO DE RECURSOS. Fluxo dos recursos SÍNTESE DO FUNCIONAMENTO DAS CONTAS ESTRUTURA PATRIMONIAL Patrimônio = Bens + Direitos ( ) Obrigações SITUAÇÃO LÍQUIDA (PATRIMÔNIO LÍQUIDO) Ativo ( ) Passivo = Situação Líquida (Patrimônio Líquido) FLUXO DE RECURSOS ATIVO Aplicação dos Recursos

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE. Análise de Resultados. CPFL Energia (Controladora)

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE. Análise de Resultados. CPFL Energia (Controladora) COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE Análise de Resultados CPFL Energia (Controladora) Neste trimestre, o Lucro Líquido foi de R$ 229.334, sendo 20,3% (R$ 58.596) inferior ao mesmo trimestre

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ GUARARAPES CONFECÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ GUARARAPES CONFECÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

PERMANENTE

PERMANENTE BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2009 E 2008 A T I V O 30.06.2009 30.06.2008 ATIVO CIRCULANTE 62.969 46.291 DISPONIBILIDADES 46 47 APLICAÇÕES INTERFINANCEIRAS DE LIQUIDEZ 13.419 593 APLICAÇÕES EM

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 1999.

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 1999. Contatos: Walmir Urbano Kesseli Joana Dark Fonseca Serafim Telefone: (041)305-5447 Fax: (041)305-3074 E-mail: joana.serafim@telecelularsul.com.br Homepage: www.telecelularsul.com.br TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES

Leia mais

Restoque inicia o ano com crescimento de 38% na receita líquida e 38% em Ebitda

Restoque inicia o ano com crescimento de 38% na receita líquida e 38% em Ebitda Restoque inicia o ano com crescimento de 38% na receita líquida e 38% em Ebitda São Paulo, Brasil, 14 de maio de 2012 - A Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. ( Companhia ) (LLIS3), empresa de

Leia mais

LUCRO LÍQUIDO DO 3T16 CRESCE 10,6% E DOS 9M16, 19,8%

LUCRO LÍQUIDO DO 3T16 CRESCE 10,6% E DOS 9M16, 19,8% TELECONFERÊNCIA Data: 7/11/2016 às 17h LUCRO LÍQUIDO DO 3T16 CRESCE 10,6% E DOS 9M16, 19,8% Telefone: (55 11) 3193-1001 (55 11) 2820-4001 Senha: Alpargatas Slides: http://ri.alpargatas.com.br Palestrantes:

Leia mais

Earnings Release 3T13

Earnings Release 3T13 UNIPAR CARBOCLORO ANUNCIA OS RESULTADOS DO 3T13 E DOS 9M13 São Paulo, 12 de novembro de 2013 A UNIPAR CARBOCLORO S.A. (BM&FBOVESPA: UNIP3, UNIP5 e UNIP6) divulga hoje os resultados referentes ao terceiro

Leia mais

Divulgação de Resultados 4T14 e 2014

Divulgação de Resultados 4T14 e 2014 Divulgação de Resultados 4T14 e 2014 As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto quando indicado o contrário e, a partir de 2011, têm como base os números preliminares preparados

Leia mais

LUCRO LÍQUIDO CRESCEU 106,4% NO 4T16 E 36,2% EM 2016

LUCRO LÍQUIDO CRESCEU 106,4% NO 4T16 E 36,2% EM 2016 TELECONFERÊNCIA Data: 13/03/2017 às 17h LUCRO LÍQUIDO CRESCEU 106,4% NO 4T16 E 36,2% EM 2016 Telefone: (55 11) 3193-1001 (55 11) 2820-4001 Senha: Alpargatas Slides: http://ri.alpargatas.com.br Palestrantes:

Leia mais

Le Lis Blanc reporta no 3T08 crescimento de 54% na receita bruta, 38% no EBITDA Ajustado 2 e 14,9% nas vendas de lojas comparáveis

Le Lis Blanc reporta no 3T08 crescimento de 54% na receita bruta, 38% no EBITDA Ajustado 2 e 14,9% nas vendas de lojas comparáveis Le Lis Blanc reporta no 3T08 crescimento de 54% na receita bruta, 38% no EBITDA Ajustado 2 e 14,9% nas vendas de lojas comparáveis São Paulo, Brasil, 13 de novembro de 2008 - A Le Lis Blanc Deux Comércio

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 1T16

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 1T16 1) VISÃO GERAL DA COMPANHIA A Iochpe-Maxion é uma companhia global, líder mundial na produção de rodas automotivas, um dos principais produtores de componentes estruturais automotivos nas Américas e também

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ VULCABRAS AZALEIA S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ VULCABRAS AZALEIA S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

ATIVO Nota PASSIVO Nota

ATIVO Nota PASSIVO Nota Balanços patrimoniais ATIVO Nota 2016 2015 PASSIVO Nota 2016 2015 CIRCULANTE CIRCULANTE Caixa e equivalentes de caixa 165 528 Recursos a serem aplicados em projetos 7 23.836 23.413 Caixa e equivalentes

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 (Valores expressos em reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 (Valores expressos em reais) BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 ATIVO NE 31/12/2013 31/12/2012 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO NE 31/12/2013 31/12/2012 CIRCULANTE CIRCULANTE Disponibilidades 4 85.142.911 86.881.544

Leia mais

Capítulo Planejamento Orçamentário DESENVOLVIMENTO DE UM MODELO DE ORÇAMENTO. Aspectos preliminares importantes. Planejamento orçamentário

Capítulo Planejamento Orçamentário DESENVOLVIMENTO DE UM MODELO DE ORÇAMENTO. Aspectos preliminares importantes. Planejamento orçamentário Capítulo 16 DESENVOLVIMENTO DE UM MODELO DE ORÇAMENTO 16.1 Planejamento Orçamentário 16.1 Planejamento orçamentário 16.2 Elaboração de quadros orçamentários 16.3 Projeções de resultados Administração Financeira:

Leia mais

7 de fevereiro de 2017 Release de Resultados do 4T16

7 de fevereiro de 2017 Release de Resultados do 4T16 7 de fevereiro de 2017 Release de Resultados do 4T16 31 de dezembro de 2016 Cotação ROMI3 - R$3,60 por ação (em 06/02/2017) Valor de mercado R$226,3 milhões US$72,6 milhões Quantidade de ações Ordinárias:

Leia mais

EBITDA e Lucro Líquido Ajustado Pro Forma do Grupo CVC apresentaram Crescimentos de 10,8% e 18,7%, respectivamente, no 3T16. Destaques do Período*

EBITDA e Lucro Líquido Ajustado Pro Forma do Grupo CVC apresentaram Crescimentos de 10,8% e 18,7%, respectivamente, no 3T16. Destaques do Período* Santo André, 03 de novembro de 206: CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. (BM&FBOVESPA: CVCB3), maior operadora de turismo das Américas, informa aos seus acionistas e demais participantes do mercado

Leia mais

DESTAQUES. Após tornar-se efetiva a operação, a EDF Internacional remanescerá com 10% das ações da Companhia.

DESTAQUES. Após tornar-se efetiva a operação, a EDF Internacional remanescerá com 10% das ações da Companhia. Rio de Janeiro, Brasil, 25 de Julho de 2006 - A LIGHT S.A. ( LIGT3 ), controladora das empresas do GRUPO LIGHT, anuncia seu resultado relativo ao 1 Semestre de 2006. A cotação do dólar em 30/06/2006 era

Leia mais

Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. Balanço Patrimonial Consolidado em 31 de dezembro de 2014 Em milhares de reais

Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. Balanço Patrimonial Consolidado em 31 de dezembro de 2014 Em milhares de reais Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. Balanço Patrimonial Consolidado em 31 de dezembro de 2014 Em milhares de reais Ativo Passivo e Patrimônio Líquido Circulante R$ Circulante R$ Caixa e equivalentes

Leia mais

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2016

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2016 Resultados do 1º trimestre de 2016 Cataguases, 13 de maio de 2016 A Administração da ( Energisa Borborema ou Companhia ) apresenta os resultados do primeiro trimestre (1T16). As informações financeiras

Leia mais

1T15 São Paulo, Brasil, 7 de maio de A Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. ( Companhia ) (LLIS3), empresa do setor de vestuário e

1T15 São Paulo, Brasil, 7 de maio de A Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. ( Companhia ) (LLIS3), empresa do setor de vestuário e São Paulo, Brasil, 7 de maio de 2015 - A Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. ( Companhia ) (LLIS3), empresa do setor de vestuário e acessórios de alto padrão no Brasil, apresenta seus resultados

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 ATIVO CIRCULANTE

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 ATIVO CIRCULANTE BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 A T I V O 31.12.2009 31.12.2008 ATIVO CIRCULANTE 77.677 45.278 DISPONIBILIDADES 46 45 APLICAÇÕES INTERFINANCEIRAS DE LIQUIDEZ 1.641 314 APLICAÇÕES EM

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T16

Teleconferência de Resultados 1T16 Teleconferência de Resultados 1T16 1 Destaques Receita Líquida de R$67,2 milhões no 1T16. Lucro Líquido de R$44,5 milhões no 1T16. EBITDA Ajustado de R$10,4 milhões no 1T16. Estimativa de transformação

Leia mais

T4F Entretenimento S.A.

T4F Entretenimento S.A. T4F Entretenimento S.A. Resultados T4F Entretenimento S.A. BM&FBOVESPA: SHOW3 Cotação Fechamento 30/06/2016: R$6,60 Volume Médio do : 51,1 mil (0,16% do free float) Cotação 10/08/2016: R$6,39 Market Cap:

Leia mais

4. Apure o valor da depreciação acumulada em 31/12/20015, sendo dados:

4. Apure o valor da depreciação acumulada em 31/12/20015, sendo dados: 1. Classifique os itens abaixo em: bens, direitos ou obrigações item bens direito obrigação Empréstimos a receber Dinheiro em caixa Dinheiro depositado no banco veículos biblioteca Salários a pagar estoques

Leia mais

Comentário do Desempenho

Comentário do Desempenho Gerdau S.A. Comentário do Desempenho Controladora 1T16 Desempenho no 1º trimestre Controladora A Gerdau S.A. é uma sociedade anônima de capital aberto, com sede no Rio de Janeiro, capital. A Companhia

Leia mais

2T05 DESEMPENHO DA MRS LOGÍSTICA HYPERLINK 2 TRIMESTRE DE 2005

2T05 DESEMPENHO DA MRS LOGÍSTICA HYPERLINK 2 TRIMESTRE DE 2005 DESEMPENHO DA MRS LOGÍSTICA HYPERLINK 2 TRIMESTRE DE 2005 2T05 MRS BATE NOVOS RECORDES: 9,35 MILHÕES DE TONELADAS EM MAIO E ATINGE LUCRO LÍQUIDO DE MAIS DE R$199 MILHÕES NO 1 SEMESTRE A MRS Logística S.A.

Leia mais

Release de Resultados

Release de Resultados São Paulo, 14 de novembro de 2016 O Banco Sofisa S.A. (SFSA4), banco múltiplo, especializado na concessão de crédito para empresas de pequeno e médio porte, anuncia hoje seu resultado do 3º trimestre de

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 3T16

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 3T16 1) VISÃO GERAL DA COMPANHIA A Iochpe- é uma companhia global, líder mundial na produção de rodas automotivas, um dos principais produtores de componentes estruturais automotivos nas Américas e também líder

Leia mais

28 de abril de 2015 Release de Resultados do 1T15

28 de abril de 2015 Release de Resultados do 1T15 rp0000000-1 - 28 de abril de 2015 Release de Resultados do 1T15 31 de março de 2015 Cotação ROMI3 - R$2,43 por ação Valor de mercado R$167,1 milhões US$52,4 milhões Quantidade de ações Ordinárias: 68.757.647

Leia mais

ELETROBRÁS TERMONUCLEAR S.A. ELETRONUCLEAR CNPJ: / DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/09/2005

ELETROBRÁS TERMONUCLEAR S.A. ELETRONUCLEAR CNPJ: / DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/09/2005 ELETROBRÁS TERMONUCLEAR S.A. CNPJ: 42.540.2 11/000 1-6 7 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/09/2005 BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE SETEMBRO A T I V O 2005 2004 CIRCULANTE Numerário disponível 805 12.378 Aplicações

Leia mais

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE

Leia mais

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE E DO ANO DE 2007

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE E DO ANO DE 2007 232 220 211 208 213 979 1.037 1.080 1.104 1.204 André Machado Mastrobuono Diretor Presidente, Financeiro e de Relações com Investidores Ricardo Antunes Agostini Diretor Executivo de Finanças Renata Pantoja

Leia mais

ATIVO

ATIVO BALANÇO PATRIMONIAL DOS SEMESTRES FINDOS EM 30 DE JUNHO CONTROLADORA CONSOLIDADO ATIVO CIRCULANTE Numerário disponível 5.803 1.361 17.311 8.292 Aplicações no mercado aberto 1.216.028 665.948 1.216.530

Leia mais

28 de julho de 2015 Release de Resultados do 2T15

28 de julho de 2015 Release de Resultados do 2T15 rp0000000-1 - 28 de julho de 2015 Release de Resultados do 2T15 30 de junho de 2015 Cotação ROMI3 - R$2,75 por ação Valor de mercado R$189,1 milhões US$61,0 milhões Quantidade de ações Ordinárias: 68.757.647

Leia mais

Apresentação de Resultados 3T14

Apresentação de Resultados 3T14 Apresentação de Resultados 14 de Novembro de 2014 Teleconferência Português Data: 14/11/14 11:00 Brasília (08:00 NY) Tel: (11) 2188-0155 Password: Qualicorp Webcast: www.qualicorp.com.br/ri Inglês Data:

Leia mais

Renar atinge R$4,7 milhões de EBITDA no 1S14 (+R$8,3mm vs. 1S13), e Revisa Guidance 2014

Renar atinge R$4,7 milhões de EBITDA no 1S14 (+R$8,3mm vs. 1S13), e Revisa Guidance 2014 Renar atinge R$4,7 milhões de EBITDA no 1S14 (+R$8,3mm vs. 1S13), e Revisa Guidance 2014 Resultado do 1S14 é o melhor dos últimos 10 anos Fraiburgo, 13 de agosto de 2014 A Renar Maçãs (BM&FBovespa: RNAR3)

Leia mais

Destaques do 2º trimestre de 2016

Destaques do 2º trimestre de 2016 Destaques do 2º trimestre Principais Destaques Melhora do EBITDA e da margem EBITDA no 2T16 em relação ao 1T16, em todas as operações de negócio. Fluxo de caixa livre positivo de R$ 807 milhões no 2T16:

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T16. 6 de maio de Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T16. 6 de maio de Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 6 de maio de 2016 Magazine Luiza Destaques Vendas E-commerce Margem Bruta EBITDA e Lucro Líquido Capital de Giro Endividamento Luizacred Aumento da receita bruta de 3% totalizando

Leia mais

PRINCIPAIS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

PRINCIPAIS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS PRINCIPAIS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Prof. Flávio Smania Ferreira 5 termo ADMINISTRAÇÃO GERAL e-mail: flavioferreira@live.estacio.br blog: http://flaviosferreira.wordpress.com Demonstrações Contábeis: Representa

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T14

Teleconferência de Resultados 4T14 Teleconferência de Resultados DESTAQUES A Receita Operacional Líquida (ROL) atingiu R$ 3.452,2 MM em. Forte crescimento das operações Contact Center na América Latina (ex-brasil), que totalizaram uma receita

Leia mais

Springs Global: EBITDA soma R$ 55,0 milhões, com margem EBITDA de 10,7%

Springs Global: EBITDA soma R$ 55,0 milhões, com margem EBITDA de 10,7% BM&FBOVESPA: SGPS3 Springs Global: EBITDA soma R$ 55,0 milhões, com margem EBITDA de 10,7% São Paulo, 15 de maio de 2017 - A Springs Global Participações S.A. (Springs Global), líder em produtos de cama,

Leia mais

16 de fevereiro de 2016 Release de Resultados do 4T15

16 de fevereiro de 2016 Release de Resultados do 4T15 rp0000000-1 - 16 de fevereiro de 2016 Release de Resultados do 4T15 31 de dezembro de 2015 Cotação ROMI3 - R$1,73 por ação Valor de mercado R$119,0 milhões US$30,5 milhões Quantidade de ações Ordinárias:

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ UNICASA INDÚSTRIA DE MÓVEIS S.A. Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ UNICASA INDÚSTRIA DE MÓVEIS S.A. Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais