Periodicidade Como é feita a contagem de tempo...33 Diferentes periodicidades no mesmo ativo...34 Hierarquia...34 Prazos operacionais...

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Periodicidade... 32 Como é feita a contagem de tempo...33 Diferentes periodicidades no mesmo ativo...34 Hierarquia...34 Prazos operacionais..."

Transcrição

1

2

3 Índice APRESENTAÇÃO...9 INTRODUÇÃO A atração e a armadilha do mercado O ciclo evolutivo de um trader...12 Orientando-se por dicas Orientando-se por notícias A transição assumindo dogmas...15 O dogma Investir em bolsa é para o longo prazo...15 A verdade absoluta timing...17 CAPÍTULO 1 - O CONTEXTO DO TRADING A análise fundamentalista e a grafista Análise fundamentalista Críticas...20 Análise técnica ou gráfica...20 Críticas Sinergias e incompatibilidades Aspectos importantes sobre trading...22 Não existe almoço grátis...22 A curva de aprendizado...22 Preservar capital...23 O canto da sereia...23 Quanto esperar de rentabilidade O pulo do gato Foque-se no seu desempenho...25 A recompensa não-financeira...25 CAPÍTULO 2 INTRODUÇÃO À ANÁLISE TÉCNICA...26 Iniciando a compreensão do gráfico...26 As informações que compõem um gráfico...26 O gráfico de barras...27 O gráfico de candlesticks...27 Ênfase no fechamento...28 Candles de alta e candles de baixa Escala Volume...30 Liquidez Análise técnica precisa de liquidez... 32

4 Periodicidade Como é feita a contagem de tempo...33 Diferentes periodicidades no mesmo ativo...34 Hierarquia...34 Prazos operacionais...34 Daytrade...34 Swingtrade...34 Position...35 Volatilidade...35 Sinais básicos dos candles...36 Amplitude...36 Convicção ou dúvida Sombras...38 Por que o mercado faz topos e fundos Topos Exaustão lenta Exaustão rápida (clímax) Quebra do movimento...40 Fundos...40 Exaustão lenta...40 Exaustão rápida (clímax)...40 Quebra do movimento...41 Suportes e resistências...41 Formação...42 Suportes e resistências não-gráficos...43 Como traçar suportes e resistências...43 A força dos suportes e resistências...44 Rompimentos...45 Rompimentos falsos...46 A regra da bipolaridade...46 Pullbacks...47 Aplicando os conhecimentos prática Tendências...53 Tendência de alta...53 Tendência de baixa...53 Tendência lateral...54 Tendência indefinida...55 Busque tendências claras Opere a favor da tendência Aplicando os conhecimentos prática Pivots quando as tendências direcionais surgem Pivot de alta Pivot de baixa...64

5 Acionamento do pivot...67 Posicionamento e stop...67 Rompimento do calcanhar do pivot...68 A cabeça do pivot Aplicando os conhecimentos prática Linhas de tendência...71 Linha de tendência de alta (LTA)...72 Quais pontos utilizar para traçar...72 Indicação de final de movimento Ajuste de LTA Linha de tendência de baixa (LTB) Quais pontos utilizar para traçar Indicação de final de movimento...75 Ajuste de LTB...75 Canais...75 Aplicando os conhecimentos prática Graduações de tendência Terceiro grau: tendência terciária Segundo grau: tendência secundária...80 Primeiro grau: a tendência primária...80 Aumentando a complexidade...80 Reversão das tendências...81 Interação entre as tendências...81 Aplicando os conhecimentos prática Volume...82 O padrão normal de volume...83 Divergências de volume...84 Alto volume indica topos ou fundos...85 O sinal de volume mais importante...86 Concentrações de volume...86 Aplicando os conhecimentos prática CAPÍTULO 3 PADRÕES GRÁFICOS...88 Padrões de candles...88 Características de cenário para padrões de candles...89 Movimento prévio...89 Qualidade do movimento prévio...89 Ocorrência de alto volume...90 Ocorrerem onde são esperados...90 Os padrões precisam ser acionados...90 Tempo de acionamento e stop...91 Objetivo...91 Os padrões...91 Martelo (Hammer)...92

6 Estrela cadente (shooting star)...94 Enforcado (hanging man)...95 Martelo invertido (inverted hammer)...97 Doji (doji)...98 Estrela (star)...99 Engolfo (engulfing) Harami (harami) Nuvem negra (dark cloud) Padrão penetrante (piercing pattern) Aplicando os conhecimentos prática Padrões complexos Triângulo simétrico Triângulo altista Triângulo baixista Retângulo Cunha altista (descendente) Cunha baixista (ascendente) Mastro e bandeira Ombro cabeça ombro (OCO) Ombro cabeça ombro invertido (OCO invertido) Topo duplo (topo em M) Fundo duplo (fundo em W) Gaps Tipos de gaps Gap de área Gap de fuga Gap de medida Gap de exaustão Ilha de reversão CAPÍTULO 4 INDICADORES E FIBONACCI Médias móveis Cálculo da média móvel Periodicidade Indicadores de graduação de tendência Médias como indicadores de caro ou barato Médias indicando a qualidade da tendência Médias como suportes ou resistências Cruzamentos Mercado lateral Aplicando os conhecimentos prática Índice de força relativa (IFR) Cálculo do IFR Ajustando o IFR

7 IFR como indicador de trade contra a MM (21) Aplicando os conhecimentos prática Bandas de Bollinger Cálculo das bandas de Bollinger Compreensão da ferramenta Aplicação 1 estreitamento Aplicação 2 fechou fora, fechou dentro (FFFD) Aplicação 3 candle de reversão fora das bandas Aplicando os conhecimentos prática Outros indicadores On balance volume (OBV) Moving average convergence-divergence (MACD) Moving average convergence-divergence histogram (MACD histogram) Stochastics (estocástico) Divergências Indicadores de stop Indicadores de stop stop and reverse (SAR) Indicadores de stop high - low activator (HiLo) Aplicando os conhecimentos prática Fibonacci A sequência de Fibonacci A sequência de Fibonacci e a proporção áurea Aplicação das proporções de Fibonacci Retrações de Fibonacci Extensões de Fibonacci Aplicando os conhecimentos prática CAPÍTULO 5 STOPS E MANEJOS DE RISCO Stops Por que utilizar stops Onde colocar os stops Como encarar o stop e o fato de ser estopado Como programar um stop Stop de compra Stop de venda Manejo de risco Regra Regra Quando o limite de 6% é alcançado Atualização dos valores de manejo de risco Outras regras sugeridas CAPÍTULO 6 PLANO DE TRADE Registros Plano de trade/diário de operações...204

8 Exemplo de plano de trade Planilha de registros Conclusão CAPÍTULO 7 ESTRATÉGIA E APLICAÇÃO Estratégias básicas Cenário lateral ou indefinido Operando dentro de uma congestão Operando o rompimento de uma congestão Cenário de tendência de alta Cenário de tendência de baixa Análise em camadas Primeira camada Segunda camada Terceira camada Quarta camada Exemplo real Exemplo real plano de trade Exemplo real execução do plano CAPÍTULO 8 - COMO COMEÇAR Primeiro passo: teste o que lhe foi ensinado Segundo passo: simule Terceiro passo: comece a operar Quanto dinheiro colocar no mercado? Qual periodicidade eu escolho? Quantos e quais papéis devo acompanhar? Quando eu devo colocar mais dinheiro na conta? Qual corretora é mais adequada para mim? Qual o software de análise técnica eu devo utilizar? CONCLUSÃO...238

9 Apresentação Investir na bolsa de valores no Brasil, um país cuja economia conseguiu firmar-se perante os olhos do mundo apenas nas últimas décadas, ainda é considerada uma opção recente. Hoje, o mercado acionário é não apenas uma escolha, mas configurou-se também como a melhor alternativa para o crescimento do capital. Além disso, a cada dia mais pessoas fazem dessa atividade sua ocupação principal e, por conta disso, há hoje, no país, uma ampla comunidade de investidores profissionais. A Leandro & Stormer surgiu da iniciativa de dois experientes traders, Leandro Ruschel e Alexandre Wolwacz (Stormer), com o intuito de difundir a análise técnica. O principal objetivo era formar uma comunidade online que permitisse aos traders de todo o país a troca de conhecimentos e informações sobre o mercado em tempo real. Hoje, com mais de pessoas acompanhando o mercado e interagindo diariamente, a Leandro & Stormer é a maior comunidade de traders do Brasil. A Leandro & Stormer mantém uma escola de traders em São Paulo e possui equipe de especialistas em análise técnica que ministra cursos em todo o país. Após participar dos cursos, nossos alunos contam com um espaço ideal para a continuação do aprendizado, podendo acessar fórum de discussões, artigos, palestras virtuais e apresentações exclusivas. A Leandro & Stormer tem uma escola de traders em São Paulo e mais de 15 mil alunos em 40 cidades do país. Utilizando sua experiência em análise técnica, a Leandro & Stormer publica livros e oferece seminários com técnicas inovadoras, que são referência no Brasil. Pelo site da L&S, você pode ter acesso às publicações e à coleção completa com todos os seminários lançados até o momento.

10 Mercado de Ações Análise Gráfica e Estratégias São guias de estudos e DVDs, contendo apresentações de variados temas, desde o nível iniciante até o avançado, com destaque para diversos prazos operacionais. A Leandro & Stormer desenvolve e disponibiliza conhecimento sobre análise técnica em livros e seminários que são referência no Brasil. 10

11 Introdução Ao iniciar o presente curso Mercado de ações Análise gráfica e estratégias, é importante que você tenha absorvido o conteúdo de Fundamentos do mercado de ações, desenvolvido pela L&S especialmente para seus clientes. Lá, está contido um conhecimento importante e detalhado sobre como funcionam os mercados, além dos aspectos operacionais da atividade de investimento em bolsas. Temos certeza de que mesmo aqueles que já possuem algum tempo de experiência prática de mercado ficarão surpresos com aspectos sobre o mercado que desconhecem. Por isso, esse material é considerado pré-requisito para o bom entendimento deste curso, tornando a leitura das próximas páginas realmente proveitosa. Considerando que você absorveu os conhecimentos disponibilizados nesse módulo anterior, cremos que você esteja pronto para dar o próximo passo. O conhecimento acumulado até agora não fez mais do que prepará-lo em relações às regras da atividade de trading. As regras são importantes para que se possa jogar, mas ninguém ganha só por saber as regras. O conhecimento que você irá adquirir agora é que irá realmente fazer com que você possa se destacar e lucrar dentro desse monstruoso e competitivo jogo que é o mercado. Mas antes de partirmos para o conhecimento técnico de avaliação de mercado, vamos assentar algumas noções importantes sobre essa atividade que você está se propondo a exercer: a atividade de trading. Algumas dessas noções, se bem compreendidas, terão tanto ou mais valor do que as próprias distinções de avaliação de mercado que aprenderemos mais tarde. A atração e a armadilha do mercado No mundo inteiro, centenas de milhares de pessoas são atraídas todos os anos aos mercados de renda variável. Essa capacidade de atração do mercado é fruto de duas características principais. A primeira é que o mercado é um ambiente extremamente democrático. Qualquer pessoa que possua capital e disposição para arriscá-lo será bem-vinda aos mercados de bolsa e terá um

12 Mercado de Ações Análise Gráfica e Estratégias tratamento igual ao dispensado a qualquer outro trader. Não há beneficiamentos nem protegidos. Todos estarão competindo, em essência, de igual para igual. A segunda característica é que os mercados de renda variável oferecem a possibilidade de auferir grandes ganhos praticamente do nada. A mágica da rentabilidade composta pode realmente transformar algumas centenas de reais em algumas centenas de milhares em algum tempo. Essa possibilidade nos fascina a todos, mas o horizonte dessa possibilidade costuma ficar mais longe do que os passos da maioria conseguem alcançar. Curiosamente, a sorte costuma estar do lado dos novatos que tentam. A sorte de principiante é mais presente nas experiências de investimento em bolsa do que em qualquer outra atividade. Isso se explica pelo fato das pessoas serem atraídas ao mercado nos momentos de grande euforia, quando os preços das ações sobem rápido e sem muita distinção. Esses momentos não costumam perdurar. É questão de tempo para que o mercado vire e, em pouco tempo, todo aquele lucro rápido e fácil que se ganhou vai embora ainda mais rápido que entrou. São esses momentos que distinguem os profissionais dos amadores. O mercado é um dos poucos ambientes onde um amador pode superar um profissional experiente, pois sorte é um dos componentes da atividade de trading. O desconhecimento dos riscos possibilita ao novato uma coragem fantástica que permite, com sorte, grandes ganhos. Mas coragem no mercado não é exatamente uma virtude, e a sorte sempre é efêmera. Um trader não pode depender da sorte. E quando o novato percebe isso é porque já devolveu tudo e mais um pouco do que ganhou. Esse é um momento importante, um divisor de águas. Alguns realmente perceberão que brincaram com fogo e buscarão melhorar sua atuação para que não sofram novas queimaduras. Mas, para outros, o estrago terá sido pior. Apesar do resultado final negativo que obtiveram, ficarão obcecados por aquele curto período de tempo, quando chegaram a ganhar muito dinheiro, e tentarão a todo custo repetir a proeza. Para isso, como viciados, irão se permitir as piores posturas. O ciclo evolutivo de um trader É normal que o trader novato seja cheio de boas intenções e carregue consigo uma boa dose de ingenuidade. Não é nada incomum que um novato, antes mesmo de seus primeiros trades, já conte com os resultados que acha que irá conseguir atuando nos mercados. Talvez essa seja uma lembrança comum dos primeiros passos entre muitos traders, hoje experientes e menos ingênuos. A grande maioria chega ao mercado depois de serem longamente tentados por um ciclo de alta, onde as notícias positivas sobre os investimentos em bolsa não cessam. Depois de quebrada a resistência inicial, esses investidores tomam posições visando o longo prazo e, na onda da euforia do mercado, logo veem excelentes resultados. Mas em seguida a euforia passa, e o mercado cobra a conta com juros. Muitos não aguentam o prejuízo e encerram seus investimentos. Os que não se 12

13 Introdução afastam de vez dos mercados passam a buscar incessantemente a repetição daqueles bons momentos. Atribuem o mau resultado que obtiveram ao despreparo e passam a buscar uma melhor forma de atuação, geralmente de maneira mais ativa, comprando e vendendo com maior frequência. Os outros atalham e já chegam ao mercado para atuar de forma mais ativa. Observam o constante sobe e desce do mercado, como o da ilustração abaixo, e imaginam que não deve ser muito difícil lucrar algum dinheiro disso. Raciocinam que é viável pesquisar entre os mais experientes um papel bem recomendado, esperar por uma correção nos preços e, então, comprar. Feita a compra, basta esperar que a operação ofereça um bom lucro e, daí, se desfazer da operação. Mas, no momento que esse trader tenta pôr em prática seu plano, ele percebe que toda entrada e toda saída do mercado representam um grande dilema. E esse dilema é compartilhado entre os traders que trilham ambos os caminhos e todos os demais. Esse dilema surge do desconhecimento do que irá ocorrer no futuro, algo que não ficava tão evidente quando se olhava para o passado estático do gráfico. Quando não temos o lado direito do gráfico, é inevitável que surja a dúvida: segurar ou liquidar? Se a posição mostrou lucro, a dúvida não será menor: o que é um bom lucro? Se liquidarmos a operação agora, talvez percamos o restante do movimento que ainda está por vir. Mas se não liquidarmos, talvez deixemos de assegurar um lucro para ver o papel virar e nos colocar num grande prejuízo. E se já estamos no prejuízo, será que já não caiu demais e o próximo rali não está a instantes de ocorrer? Mas e se não for o caso e o fundo ainda estiver mais embaixo? Um turbilhão de dúvidas irá aflorar na mente preocupada desse trader. Em pouco tempo, ele estará convencido de que precisa de embasamento para conseguir tomar uma decisão mais precisa. Provavelmente, ele buscará amparo nas dicas de outros traders ou no julgamento do seu bom senso em relação às notícias que, dia após dia, movimentam os mercados. Aí, começam os problemas. 13

14 Mercado de Ações Análise Gráfica e Estratégias Orientando-se por dicas Sem dúvida, é importante que todo trader possua algum trader mais experiente para orientálo e dar conselhos. Mas não para lhe ditar trades. Primeiro, porque a dependência do conhecimento alheio não nos permitirá ir a lugar algum com nossos próprios pés. E segundo, porque seguir dicas geralmente é um rápido meio para perder bastante dinheiro. O mercado está cheio de pessoas dispostas a dar dicas e dizer qual papel vai bombar. Essa é uma característica comum daqueles que, nervosos e comprometidos com suas posições, tentam arregimentar novos traders para suas próprias apostas numa tentativa desesperada, mesmo que inconsciente, de fazer com que deem certo. Outros o farão por ego, buscando autoafirmação. Um trader experiente já passou dessa fase. Sua postura é dedicada e silenciosa. Portanto, evite dicas. Se não o convencemos ainda, lembre-se de que os trades se tornam vitoriosos ou perdedores na hora de encerrá-los. Observe melhor. Todos estão dispostos a dizer quando e/ou o que comprar, mas poucos completam a informação com quando e como vender. Orientando-se por notícias O noticiário da mídia especializada costuma ser fonte de grande frustração. Os novatos tendem a tomar posicionamentos baseados em cima dos julgamentos que fazem em cima dessas notícias. Eles entendem que as notícias movimentam o mercado e tentam, a todo custo, estar bem-informados. Sim, é verdade que as notícias possuem um impacto no mercado. Mas existem alguns fatos importantes sobre isso. Primeiro e mais importante: não é a notícia que movimenta o mercado, mas a reação das pessoas à notícia. E a reação é algo muito mais complexo de antever. O mercado não segue uma lógica linear, e isso é algo que um trader que não for muito teimoso vai logo perceber. Um fato que julgamos positivo pode resultar numa forte queda dos preços, enquanto algo que julgamos negativo pode resultar numa forte alta nos preços. Ficamos confusos e buscando uma explicação para a falta de nexo entre causa e efeito no mercado. A explicação é simples: não há nexo. O segundo fato é que as notícias que realmente importam, enquanto importam, ficam distantes do público. Isso explica em parte por que o mercado não segue uma lógica linear de causa e efeito. O mercado responde e precifica uma série de informações que ainda são desconhecidas da maioria do público, mas não de todo o público. Isso faz com que os movimentos pareçam sem sentido, pois não correspondem ao conhecimento aceito e atual sobre os fatos. O que parece sem sentido agora pode ser explicado por uma informação que está ainda para chegar ao nosso conhecimento. Mas, quando ela se torna conhecida, provavelmente já estejamos tão envolvidos com o novo cenário que está sendo precificado que se torna difícil estabelecer uma correspondência. 14

15 Introdução O gráfico acima é um bom exemplo disso. As ações PN da Petrobrás apresentaram uma fortíssima alta de setembro a novembro. Quando, em novembro, foram anunciados ao público os dados precisos sobre a descoberta do grande reservatório de petróleo e gás de Tupi, os preços fizeram topo. Quem se posicionou nesse ativo pelo bom senso de julgar que uma descoberta dessas impactaria positivamente os preços, passou os meses seguintes vendo seu investimento oscilar entre empate e forte prejuízo. Não se engane. Tupi provavelmente impactou os preços. Só é difícil precisar quando e quanto. Provavelmente, esse fato tenha sido o grande responsável pela forte alta entre setembro e novembro, mas podemos apenas supor. Infelizmente, nessa época, não tínhamos nem ideia do que estava acontecendo. Acostume-se com a ideia: dificilmente, teremos ideia do que está acontecendo. A transição assumindo dogmas Depois de algum tempo tentando lucrar à base de notícias, lógica, bom senso e algumas dicas, é inevitável que esse trader se sinta frustrado. A sensação é de impotência. Frente à inconsistência dos resultados, o trader se convencerá de que o mercado não pode ser batido no curto prazo. E ele irá querer acreditar nisso, pois essa é a crença que minimiza a dor de suas perdas. Por isso, ele assumirá um pressuposto comum que o reconforta, repetido à exaustão entre aqueles que não podem afirmar diferente: Investir na bolsa é para o longo prazo. E, assim, nasce mais um pretenso investidor de longo prazo. O dogma Investir em bolsa é para o longo prazo Investir em bolsa é para o longo prazo. Essa máxima de mercado de cara já apresenta um problema conceitual. O que é longo prazo? O que é médio e curto prazo? Talvez nossos conceitos 15

16 Mercado de Ações Análise Gráfica e Estratégias em relação a essas palavras não sejam nem de perto parecidos. Mas o problema morre aqui. Porque, de fato, isso não importa. Os investimentos nos mercados de bolsa não são especificamente para nenhum desses prazos indeterminados de tempo. A verdade é que os mercados de bolsa são ambientes ricos em oportunidades, independentemente do prazo de investimento. Teremos excelentes oportunidades de trade, que poderão levar para sua conclusão alguns minutos, outros que levarão horas, dias, semanas ou meses. Pouco importa o nome que damos a esses prazos. O que importa é que eles ocorrem e estão lá para serem aproveitados. No entanto, seu aproveitamento depende de conhecimento. Não existe o prazo certo. Existem os motivos certos. Temos que fazer uma distinção entre jogar e investir ou especular. O jogador é um apostador, alguém de comportamento inconstante, que faz suas apostas no calor do momento. O investidor ou especulador é como um enxadrista, que pensa cuidadosamente as suas jogadas. Ele possui uma estratégia e não se abala ao perder algumas peças, pois sabe que é inevitável. Ele aceita as perdas, mas as sofre de forma controlada, pois sabe que, dessa forma, chegará ao ponto de dar o xeque-mate. Essa é a figura do trader. No final das contas, chegamos à conclusão de que a única diferença entre especular no curto prazo e no longo prazo (investir) é o tempo. A verdade dolorosa é que, se não temos embasamento técnico para saber por que entrar e por que sair, independentemente do prazo em que estivermos atuando, estaremos agindo como meros jogadores numa casa de apostas! Aqueles que esbravejam que os investimentos em bolsa são para o longo prazo nada mais fazem do que adiar indefinidamente a decisão e o dilema de sair do mercado, evitando, assim, a realização de prejuízos. Dizem-se investidores de longo prazo, mas continuam fazendo as mesmas apostas de quando jogavam no curto prazo. Observe o exemplo abaixo: Esse gráfico mostra a evolução do Ibovespa do final de 1996 até o final de Temos prati- 16

17 Introdução camente sete anos de histórico nesse gráfico. Imagine alguém que tenha investido por volta do topo de Esse seria um ponto provável para que algum novato investisse no mercado? Sem dúvida! Esse ano foi marcado por um forte mercado de alta, quando o otimismo exacerbado e a euforia cegavam para os riscos e parecia ser seguro ao amador investir. Pois, se não fosse, por que todos estavam investindo? O investimento em pouco tempo teria se transformado numa dor de cabeça. Mas resoluto de que bolsa é para longo prazo, esse jogador manteve-se firme durante dois anos de perdas, chegando a perder mais de 65% do seu capital inicial. Felizmente, dias melhores vieram e, por volta do terceiro ano, o mercado havia retornado e superado o patamar inicial de investimento. Já se via um lucro nominal de quase 40%. O que esse jogador deveria fazer? Realizar o lucro? Ou apenas seguir no seu investimento de longo prazo? Provavelmente, na falta de motivos para fazer diferente, esse jogador ficaria firme. Para o seu azar, o mercado iniciou um novo ciclo de baixa, que durou mais dois anos e meio, fazendo-o, em 2002, ter acumulado um prejuízo nominal próximo de 36%. Mantendo-se fiel, em 2003, o lucro foi novamente alcançado para a posição. Mas, e agora? Realizar o lucro ou manter-se no investimento? Eis o dilema eterno do mercado. É importante ressaltarmos o fato de termos nos referido às rentabilidades sempre com o termo nominal. Fizemos isso porque existem dois custos que alteram a realidade desses valores nominais: o custo de oportunidade e a corrosão inflacionária. O custo de oportunidade implica o juro que deixamos de ganhar aplicando o capital numa renda fixa. E a corrosão inflacionária vem da perda de valor do dinheiro no tempo. Ou seja, na verdade, nesse período de quase seis anos, o investimento nunca saiu do prejuízo real. Se observássemos esse mesmo gráfico indexado ao dólar como forma de descontar os custos mencionados, iríamos nos surpreender ao perceber que o investimento só retornou para o empate em julho de Portanto, pense melhor sobre o longo prazo. A verdade absoluta timing A conclusão a que chegamos é que, para se ter sucesso nos investimentos em renda variável, tudo depende de uma só coisa: timing. No período do exemplo anterior, entre 1996 e 2003, a bolsa ofereceu excelentes oportunidades para quem soube aproveitá-las. Mas, para aqueles que não tinham capacidade de julgar por que era momento de investir e por que era momento de pular fora; para aqueles que assumiram um comportamento passivo na expectativa de que o desenrolar dos eventos os levaram ao lucro; para essas pessoas, foi um período jogado no lixo. Por mais que os mercados tendam a uma racionalidade, esta fica comprometida na medida em que as pessoas são suscetíveis a contaminar suas decisões com aspectos emocionais. Ao mesmo tempo, as informações que realmente importam no prazo em que ainda podem gerar alguma vantagem no mercado, como vimos, ficam escondidas do grande público. No 17

18 Mercado de Ações Análise Gráfica e Estratégias fim das contas, o movimento dos preços é fruto de um emaranhado extremamente complexo de participantes, que reagem de formas diferentes aos mesmos eventos e que também são influenciados pelos próprios movimentos dos preços, criando-se um sistema caótico que se autoalimenta. Por isso, é importante não ser passivo no mercado e utilizar-se de um método. É o método que nos possibilita ter noção de timing. Caso contrário, estaremos cegos, reféns de nossas emoções num ambiente que é notório por levar as pessoas aos extremos da euforia e do pessimismo. Se, nessa etapa do ciclo evolutivo, o trader ainda não se convenceu disso, estará se relegando à condição de um trader erectus, de ferramentas e concepções primitivas e fadado à extinção; em vez de se tornar um trader sapiens, mais sofisticado e que se perpetua. 18

19 Capítulo 1 O contexto do trading A análise fundamentalista e a grafista Existem basicamente duas grandes escolas de análise para atuar nos mercados de renda variável: a escola fundamentalista (clássica) e a escola técnica (grafista). Análise fundamentalista Sua lógica é que os preços praticados no mercado devem refletir o desempenho da empresa em questão. Portanto, é mais importante estudar os aspectos fundamentais da empresa, como sua saúde financeira, indicadores, variáveis diversas, etc., do que tentar prever os comportamentos dos preços. O analista fundamentalista entende que o mercado é de comportamento caótico, mas que não pode fugir por muito tempo dos fundamentos que, em tese, reflete. Portanto, apesar dos altos e baixos do mercado, frutos de euforia ou pânico, o mercado tende a buscar um valor que reflita o real valor do ativo em questão. Por isso que os investidores se preocupam menos com os preços e mais com os fundamentos. Esses investidores buscam bons fundamentos. Eventualmente, os preços seguirão. É importante ressaltar a diferença entre preço e valor. Preço é o que é praticado no mercado e é amplamente divulgado. Todos sabem o preço de um ativo. O preço é a cotação. O valor já é uma noção mais subjetiva e, muitas vezes, distante do preço. O valor representa a real representação de riqueza de um ativo, enquanto que o preço é simplesmente o reflexo monetário da disposição momentânea dos participantes em negociar esse ativo. Conseguir auferir o valor (preço justo) de um ativo é uma tremenda vantagem competitiva, pois permite ao investidor um referencial de preço para saber se algo está caro ou está barato. Esse método é dito de fora para dentro, porque primeiro se busca a mensuração do que seria o preço justo para o ativo e depois se vai até o mercado para ver o preço em que esse ativo está sendo negociado. Daí que surgem as oportunidades de comprar abaixo do preço justo e vender acima ou no preço justo.

20 Mercado de Ações Análise Gráfica e Estratégias As ferramentas para fazer essa mensuração de preço justo são várias, e elas não vão deixar de ser também bastante subjetivas, pois dependem de uma série de suposições sobre o futuro da empresa e da economia. Esse investidor tentará reduzir seu risco através da diversificação, pois é um tanto contraditório comprar uma ação por achá-la barata e vendê-la porque seu preço caiu ainda mais. Críticas A análise de fundamentos é de extremo valor, principalmente quando o horizonte de tempo do investimento é longo ou quando o ativo em questão possui baixa liquidez. Ativos de baixa liquidez só podem ser avaliados por fundamentos. A principal fragilidade desse tipo de análise é o fato de que não existe segurança de que temos todas as informações que importam sobre um ativo para poder analisá-lo, nem de que as informações que temos são precisas. Recentemente, tivemos diversas empresas brasileiras com perdas bilionárias em seus balanços advindas de operações alavancadas com câmbio. Em nenhum momento, os acionistas foram informados sobre tais operações nem sobre o risco que representavam. Análise técnica ou gráfica A análise técnica, ao contrário, é uma abordagem restrita ao que acontece aos preços, prestando nenhuma atenção ao que acontece fora dos pregões. A análise técnica está focada em captar as alterações de oferta e demanda, pois, se timing resume o mercado, são as alterações de oferta e demanda que criam o timing! A análise técnica se sustenta nos seguintes entendimentos: 1. Os gráficos descontam tudo O analista gráfico capta alterações no mercado através de um único instrumento: o gráfico. Ele sabe que, individualmente, ele nunca saberá todas as informações relevantes para a precificação de um ativo, mas ele entende que todas essas informações estão disponíveis no próprio mercado, dispersas entre todos os participantes. O preço é a síntese da opinião e do conhecimento de todos e, portanto, deve refletir o melhor julgamento sobre o real valor de um ativo dadas as circunstâncias do momento, incluídos aí, também, os aspectos emocionais. Para o grafista, não há preço justo. Através das alterações de preço, consegue-se identificar situações de maior demanda ou de maior oferta, além de sinais de mudança nesse equilíbrio. 2. O passado pode sim ajudar a antecipar o futuro Levados por motivos vários, um ativo marcará topos e fundos através de suas oscilações. Cada um desses patamares de virada de preço tocará a memória dos que participaram desse momento tanto na memória das que conseguiram interpretar o movimento corretamente e ganharam dinheiro como também daqueles que erraram na interpretação e que, certamente, não estão dispostos a repetir o erro. Por isso, quando o mercado retorna para esses patamares, 20

Joseilton S. Correia

Joseilton S. Correia O P E R A N D O N A Bolsa de Valores U T I L I Z A N D O ANÁLISE TÉCNICA Aprenda a identificar o melhor momento para comprar e vender ações Joseilton S. Correia Novatec Sumário Agradecimentos... 13 Sobre

Leia mais

Sumário. Agradecimentos...11 Sobre o autor...12 Aviso importante...13 Prefácio...14 Introdução...16. Capítulo 1 Definições básicas...

Sumário. Agradecimentos...11 Sobre o autor...12 Aviso importante...13 Prefácio...14 Introdução...16. Capítulo 1 Definições básicas... Marcos Abe Novatec Sumário Agradecimentos...11 Sobre o autor...12 Aviso importante...13 Prefácio...14 Introdução...16 Capítulo 1 Definições básicas...17 Métodos de análise...17 Os agentes do mercado...

Leia mais

DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA

DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA GUIA PARA A ESCOLHA DO PERFIL DE INVESTIMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA Caro Participante: Preparamos para você um guia contendo conceitos básicos sobre investimentos, feito para ajudá-lo a escolher

Leia mais

CANDLESTICK. Carlos Alberto Debastiani. Um método para ampliar lucros na Bolsa de Valores. Novatec

CANDLESTICK. Carlos Alberto Debastiani. Um método para ampliar lucros na Bolsa de Valores. Novatec CANDLESTICK Um método para ampliar lucros na Bolsa de Valores Carlos Alberto Debastiani Novatec Fundamentos Capítulo 1 A formação dos elementos do gráfico: os candles Ao analisar o mercado, podemos utilizar

Leia mais

Análise de Investimentos pela Escola Técnica

Análise de Investimentos pela Escola Técnica Análise de Investimentos pela Escola Técnica Eduardo Werneck Diretor de Sustentabilidade da Apimec Apimec - Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais LEANDRO MARTINS

Leia mais

CURSO DE ANÁLISE TÉCNICA APLICAÇÃO DE: FIBONACCI/CANDLESTICKS

CURSO DE ANÁLISE TÉCNICA APLICAÇÃO DE: FIBONACCI/CANDLESTICKS CURSO DE ANÁLISE TÉCNICA APLICAÇÃO DE: FIBONACCI/CANDLESTICKS Grafista de Bsb CURSO DE ANÁLISE TÉCNICA APLICAÇAO DE FIBONACCI E CANDLESTICK CONTEÚDO 1 - DEFINIÇÃO DE ANÁLISE TÉCNICA 2 A TÉCNICA 3 - OS

Leia mais

Os 10 ERROS MAIS COMUNS QUE OS

Os 10 ERROS MAIS COMUNS QUE OS Os 10 ERROS MAIS COMUNS QUE OS (E Como Evitá-los) W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados, utilizando-os

Leia mais

Leonardo Cavalcante Daniel Santos Costa

Leonardo Cavalcante Daniel Santos Costa Leonardo Cavalcante Daniel Santos Costa Novatec capítulo 1 INTRODUÇÃO Provavelmente você, leitor, perderá dinheiro com o mercado financeiro. Isso mesmo. Repito: provavelmente perderá dinheiro com o mercado

Leia mais

Apostila de Análise Gráfica

Apostila de Análise Gráfica Apostila de Análise Gráfica Contatos Bradesco Corretora E-mail: faq@bradescobbi.com.br Cliente Varejo: 11 2178-5757 Cliente Prime: 11 2178-5722 www.bradescocorretora.com.br APOSTILA DE ANÁLISE GRÁFICA

Leia mais

4 Estratégias para Implementação de Agentes

4 Estratégias para Implementação de Agentes Estratégias para Implementação de Agentes 40 4 Estratégias para Implementação de Agentes As principais dúvidas do investidor humano nos dias de hoje são: quando comprar ações, quando vendê-las, quanto

Leia mais

www.contratofuturo.com

www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com O que é o Índice Futuro Para falar de índice futuro, primeiro precisamos falar do ÍNDICE no presente, que é o Ibovespa. O famoso índice que serve para medir

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 PASSOS PARA INVESTIR EM AÇÕES SEM SER UM ESPECIALISTA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados,

Leia mais

MINICURSO SEMAT. Análise Técnica para Investimentos em Bolsa de Valores, Índices e Commodities. Lucas Guilherme Rigo Canevazzi

MINICURSO SEMAT. Análise Técnica para Investimentos em Bolsa de Valores, Índices e Commodities. Lucas Guilherme Rigo Canevazzi MINICURSO SEMAT Análise Técnica para Investimentos em Bolsa de Valores, Índices e Commodities Lucas Guilherme Rigo Canevazzi Matheus Furtado de Souza Popp Prof. Dr. Geraldo Nunes Silva Prof. Dr. Maurílio

Leia mais

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO Por que ler este livro? Você já escutou histórias de pessoas que ganharam muito dinheiro investindo, seja em imóveis ou na Bolsa de Valores? Após ter escutado todas essas

Leia mais

4 VÍDEOS ENSINAM MAIS SOBRE TRADER ESPORTIVO, CONFIRA EM: HTTP://WWW.VIVERDEFUTEBOL.COM/

4 VÍDEOS ENSINAM MAIS SOBRE TRADER ESPORTIVO, CONFIRA EM: HTTP://WWW.VIVERDEFUTEBOL.COM/ 1 2 ÍNDICE 1- NOTA LEGAL... 3 2- SOBRE AUTOR... 3 3- SEMELHANÇA COM O MERCADO FINANCEIRO... 4 4- EXEMPLO DO MERCADO DE AUTOMÓVEIS USADOS... 4 5- CONHECENDO O BÁSICO DAS APOSTAS... 7 6- O QUE É UMA ODD?...

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 DICAS ESSENCIAIS PARA ESCOLHER SUA CORRETORA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados, utilizando-os

Leia mais

Material complementar à série de videoaulas de Opções.

Material complementar à série de videoaulas de Opções. Apostila de Opções Contatos Bradesco Corretora E-mail: faq@bradescobbi.com.br Cliente Varejo: 11 2178-5757 Cliente Prime: 11 2178-5722 www.bradescocorretora.com.br APOSTILA DE OPÇÕES Material complementar

Leia mais

Análises: Análise Fundamentalista Análise Técnica

Análises: Análise Fundamentalista Análise Técnica Análises: Análise Fundamentalista Análise Técnica Análise Fundamentalista Origem remonta do final do século XIX e princípio do século XX, quando as corretoras de bolsa tinham seus departamentos de análise

Leia mais

CURSO PRÁTICO MINI CONTRATO XP Interfloat Ago/ 2014

CURSO PRÁTICO MINI CONTRATO XP Interfloat Ago/ 2014 CURSO PRÁTICO MINI CONTRATO XP Interfloat Ago/ 2014 A História da BM&F Uma história de Sucesso criada em Junho de 1985. Constituída sob a forma de sociedade por ações. Desenvolver, organizar e operacionalizar

Leia mais

Um exemplo prático. Como exemplo, suponha que você é um recémcontratado

Um exemplo prático. Como exemplo, suponha que você é um recémcontratado pessoas do grupo. Não basta simplesmente analisar cada interpretação possível, é preciso analisar quais as conseqüências de nossas possíveis respostas, e é isso que proponho que façamos de forma racional.

Leia mais

Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento

Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento Introdução Planejamento Divulgando sua loja Como fechar as vendas Nota Fiscal

Leia mais

Talvez, todos já saibam o que tenho a dizer aqui e não seja novidade, mas dizem que a Chave do Aprendizado é a Repetição."

Talvez, todos já saibam o que tenho a dizer aqui e não seja novidade, mas dizem que a Chave do Aprendizado é a Repetição. OPERAÇÕES INTRADAY: UMA ABORDAGEM SIMPLIFICADA. A motivação para escrever esse texto veio justamente para que pudesse padronizar todos os conceitos utilizados na metodologia empregada por mim, durante

Leia mais

Escolha o seu e comece a construir o futuro que você quer ter

Escolha o seu e comece a construir o futuro que você quer ter Escolha o seu e comece a construir o futuro que você quer ter Valia Fix, Valia Mix 20, Valia Mix 35 e Valia Ativo Mix 40 Quatro perfis de investimento. Um futuro cheio de escolhas. Para que seu plano de

Leia mais

Como Eu Começo meu A3?

Como Eu Começo meu A3? Como Eu Começo meu A3? David Verble O pensamento A3 é um pensamento lento. Você está tendo problemas para começar seu A3? Quando ministro treinamentos sobre o pensamento, criação e uso do A3, este assunto

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Os 10 HÁBITOS DE SUCESSO D O S I N V E S T I D O R E S E M VA L O R W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos,

Leia mais

21 sacadas para levar o seu negócio para o próximo nível

21 sacadas para levar o seu negócio para o próximo nível Para quem é este livro? Este livro é para todas aquelas pessoas que fazem o que amam em seu trabalho mas não estão tendo o retorno que gostariam. Este mini guia com 21 sacadas é um resumo dos atendimentos

Leia mais

CARTILHA PERFIS DE INVESTIMENTO VALIA FAÇA A SUA ESCOLHA. VALIA FIX VALIA MIX 20 VALIA MIX 35

CARTILHA PERFIS DE INVESTIMENTO VALIA FAÇA A SUA ESCOLHA. VALIA FIX VALIA MIX 20 VALIA MIX 35 CARTILHA PERFIS DE INVESTIMENTO VALIA VALIA FIX VALIA MIX 20 VALIA MIX 35 O melhor perfi l de investimento é o que mais se parece com você. FAÇA A SUA ESCOLHA. A Valia está disponibilizando três perfis

Leia mais

Iniciando. Bolsa de Valores. O que é uma ação?

Iniciando. Bolsa de Valores. O que é uma ação? O que é uma ação? Por definição é uma fração de uma empresa. Por isso, quem detém ações de uma companhia é dono de uma parte dela, ou melhor, é um dos seus sócios e por conseguinte passa a ganhar dinheiro

Leia mais

Curso de Inteligência Financeira

Curso de Inteligência Financeira Curso de Inteligência Financeira 1.1- Porque planejar-se financeiramente? 1.2- O que é Inteligência Financeira? 1.3- Guia da Academia Financeira Ajudando você a conquistar sua independência financeira

Leia mais

Perfil de investimentos

Perfil de investimentos Perfil de investimentos O Fundo de Pensão OABPrev-SP é uma entidade comprometida com a satisfação dos participantes, respeitando seus direitos e sempre buscando soluções que atendam aos seus interesses.

Leia mais

LOTOFACIL MAIS FÁCIL

LOTOFACIL MAIS FÁCIL INDICE 1. INTRODUÇÃO 2. ESTATÍSTICAS E CRITÉRIOS (10 REGRAS PARA O JOGO PERFEITO) 2.1. Números Pares e Impares 2.2. Números Primos e Compostos 2.3. Moldura e Miolo 2.4. Fibonacci 2.5. Dezenas repetidas

Leia mais

1 USE SUA RAZÃO E DEIXE AS EMOÇÕES POR ÚLTIMO

1 USE SUA RAZÃO E DEIXE AS EMOÇÕES POR ÚLTIMO BEM VINDO AO GUIA DE 10 PASSOS DE COMO MELHORAR MUITO A SUA VIDA FINANCEIRA! APROVEITE! 1 USE SUA RAZÃO E DEIXE AS EMOÇÕES POR ÚLTIMO Quando se trata do nosso dinheiro, a emoção sempre tende a ser um problema.

Leia mais

O que é uma corretora de valores

O que é uma corretora de valores A maioria dos home-broker disponibilizados palas corretoras gratuitamente são bem parecidos. Por essa razão, este material traz uma abordagem genérica, onde o investidor terá uma visão geral do funcionamento

Leia mais

[CONFIDENCIAL] Aprenda com o SAGAZ. Primeiros passos para investir na Bolsa.

[CONFIDENCIAL] Aprenda com o SAGAZ. Primeiros passos para investir na Bolsa. 1 Aprenda com o SAGAZ Primeiros passos para investir na Bolsa. Está pensando em investir em ações e não sabe por onde começar? Fique tranqüilo, você está no lugar certo. Aqui você terá a melhor orientação

Leia mais

E-book de Fundos de Investimento

E-book de Fundos de Investimento E-book de Fundos de Investimento O QUE SÃO FUNDOS DE INVESTIMENTO? Fundo de investimento é uma aplicação financeira que funciona como se fosse um condomínio, onde as pessoas somam recursos para investir

Leia mais

Diagnosticando os problemas da sua empresa

Diagnosticando os problemas da sua empresa Diagnosticando os problemas da sua empresa O artigo que você vai começar a ler agora é a continuação da matéria de capa da edição de agosto de 2014 da revista VendaMais. O acesso é restrito a assinantes

Leia mais

Indicadores de desempenho de processos de negócio

Indicadores de desempenho de processos de negócio Indicadores de desempenho de processos de negócio 14:30, a sala de reunião de uma empresa. De um lado da mesa estão o gerente de um produto, um usuário-chave representante do cliente, do outro se encontram

Leia mais

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce Você é do tipo que quer arrancar os cabelos toda vez que um concorrente diminui o preço? Então você precisa ler este guia rápido agora mesmo. Aqui

Leia mais

O que são CFDs? CFDS Uma abordagem prática

O que são CFDs? CFDS Uma abordagem prática O que são CFDs? Um CFD (Contract for difference) é um instrumento financeiro negociado fora de mercados regulamentados que proporciona, aos investidores, uma forma mais eficiente de negociação em acções.

Leia mais

ANÁLISE TÉCNICA MÉTODO EQUIPE AÇÕES POR OPÇÕES

ANÁLISE TÉCNICA MÉTODO EQUIPE AÇÕES POR OPÇÕES Página 1 de 8 ANÁLISE TÉCNICA MÉTODO EQUIPE AÇÕES POR OPÇÕES Olá, apresentaremos um método prático de análise técnica visando o fácil entendimento e a facilidade nas operações. Recomendamos que o leitor

Leia mais

Educação Financeira Responsável. Escola de Operadores

Educação Financeira Responsável. Escola de Operadores Escola de Operadores Escola de Operadores Treinamentos e Ltda. São Paulo, SP, Brasil Telefone: (5511) 3022-4528 (5511) 99103-9827 www.escoladeoperadores.com.br Contato@escoladeoperadores.com.br http://twitter.com/operadoresbr

Leia mais

MANUAL DE SWING TRADING

MANUAL DE SWING TRADING MANUAL DE SWING TRADING LIÇÕES PRÁTICAS DE UM FLOOR TRADER 1ª Edição Rio de Janeiro Antônio Charbel José Zaib 2013 Z25 Zaib, Charbel Manual de Swing Trading: Lições Práticas de um Floor Trader / Charbel

Leia mais

Este documento provê informação atualizada, e simples de entender, para o empreendedor que precisa iniciar ou avaliar suas operações online.

Este documento provê informação atualizada, e simples de entender, para o empreendedor que precisa iniciar ou avaliar suas operações online. Os segredos dos negócios online A Internet comercial está no Brasil há menos de 14 anos. É muito pouco tempo. Nesses poucos anos ela já mudou nossas vidas de muitas maneiras. Do programa de televisão que

Leia mais

ATENDIMENTO AO CLIENTE

ATENDIMENTO AO CLIENTE ATENDIMENTO AO CLIENTE Tópicos a serem apresentados: O que é? Para que serve? Objetivos do Curso. Conteúdo Programático. Empresa As Pessoas O Produto O serviço Atendimento Competitividade Tipos de Clientes

Leia mais

Aula 3. ANÁLISES - Nível Básico Técnica e Fundamentalista Iniciantes

Aula 3. ANÁLISES - Nível Básico Técnica e Fundamentalista Iniciantes Aula 3 ANÁLISES - Nível Básico Técnica e Fundamentalista Iniciantes Introdução Para auxiliá-los na tomada de decisões, os investidores contam com dois tipos de análises: Análise Fundamentalista que baseia-se

Leia mais

Motivar a sua equipe: O grande desafio da Liderança

Motivar a sua equipe: O grande desafio da Liderança Motivar a sua equipe: O grande desafio da Liderança Existem diversos textos sobre Gestão sendo publicados diariamente, e dentre eles, muitos tratam do tema liderança, que certamente é um dos assuntos mais

Leia mais

O Guia do Relacionamento para o corretor moderno

O Guia do Relacionamento para o corretor moderno O Guia do Relacionamento para o corretor moderno Introdução 3 O que é marketing de relacionamento 6 Como montar uma estratégia de relacionamento 9 Crie canais de relacionamento com o cliente 16 A importância

Leia mais

Perguntas Freqüentes Operações em Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F)

Perguntas Freqüentes Operações em Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) 1. O que é contrato futuro? É um acordo entre duas partes, que obriga uma a vender e outra, a comprar a quantidade e o tipo estipulados de determinada commodity, pelo preço acordado, com liquidação do

Leia mais

FILOSOFIA DE INVESTIMENTO. Retorno esperado de um lançamento 80% 100% + 20% 100% ( ) = 60% ( 1 20% ) 20 =1,15%

FILOSOFIA DE INVESTIMENTO. Retorno esperado de um lançamento 80% 100% + 20% 100% ( ) = 60% ( 1 20% ) 20 =1,15% Através da CARTA TRIMESTRAL ATMOS esperamos ter uma comunicação simples e transparente com o objetivo de explicar, ao longo do tempo, como tomamos decisões de investimento. Nesta primeira carta vamos abordar

Leia mais

Instituto Tecnológico de Aeronáutica Engenharia de Infra-Estrutura Aeronáutica. Relatório de Estágio Curricular. Sérgio Henrique Cunha de Albuquerque

Instituto Tecnológico de Aeronáutica Engenharia de Infra-Estrutura Aeronáutica. Relatório de Estágio Curricular. Sérgio Henrique Cunha de Albuquerque Instituto Tecnológico de Aeronáutica Engenharia de Infra-Estrutura Aeronáutica Relatório de Estágio Curricular Sérgio Henrique Cunha de Albuquerque São José dos Campos Novembro/2005 Relatório de estágio

Leia mais

PASSOS PARA INVESTIR ATRAVÉS DE ROBÔS COM APENAS R$ 1.000 ALEXANDRE WANDERER

PASSOS PARA INVESTIR ATRAVÉS DE ROBÔS COM APENAS R$ 1.000 ALEXANDRE WANDERER PASSOS PARA INVESTIR ATRAVÉS DE ROBÔS COM APENAS R$ 1.000 ALEXANDRE WANDERER A máquina pode substituir 100 pessoas comuns. Mas, nenhuma máquina pode substituir uma pessoa criativa. Elbert Hubbard Sobre

Leia mais

12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso

12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso Novo Negócio 12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso Vinícius Gonçalves Equipe Novo Negócio Espero sinceramente que você leia este PDF até o final, pois aqui tem informações muito importantes e que

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Rafael Marques Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Minha idéia inicial de coaching era a de uma pessoa que me ajudaria a me organizar e me trazer idéias novas,

Leia mais

introdução Olá, eu chamo-me Paulo Rebelo e sou apostador profissional.

introdução Olá, eu chamo-me Paulo Rebelo e sou apostador profissional. introdução Olá, eu chamo-me Paulo Rebelo e sou apostador profissional. O ensino é uma das minhas paixões, pois é muito gratificante poder transmitir aos meus alunos a experiência que adquiri ao longo de

Leia mais

Lição 5. Instrução Programada

Lição 5. Instrução Programada Instrução Programada Lição 5 Na lição anterior, estudamos a medida da intensidade de urna corrente e verificamos que existem materiais que se comportam de modo diferente em relação à eletricidade: os condutores

Leia mais

Manifeste Seus Sonhos

Manifeste Seus Sonhos Manifeste Seus Sonhos Índice Introdução... 2 Isso Funciona?... 3 A Força do Pensamento Positivo... 4 A Lei da Atração... 7 Elimine a Negatividade... 11 Afirmações... 13 Manifeste Seus Sonhos Pág. 1 Introdução

Leia mais

Nova York segue dentro do atual canal lateral. Margem de ganho mensal supera 8%

Nova York segue dentro do atual canal lateral. Margem de ganho mensal supera 8% Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 519 Ano XVI 05/maio/2014 Nova York segue dentro do atual canal lateral. Margem de ganho mensal supera 8% Nos mercados futuros internacionais, a última semana

Leia mais

Apostila da Oficina. Aprenda a Investir na Bolsa de Valores

Apostila da Oficina. Aprenda a Investir na Bolsa de Valores Apostila da Oficina Aprenda a Investir na Bolsa de Valores O objetivo da Oficina é ensinar como começar a investir no mercado acionário. Então vamos iniciar recapitulando os passos básicos. A primeira

Leia mais

A Lição de Lynch. O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros

A Lição de Lynch. O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros A Lição de Lynch O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros Por Laura Somoggi, de Marblehead (EUA) É muito provável que o nome Peter Lynch não lhe seja familiar. Ele

Leia mais

Curso ISO 9001:2008 Qualidade em Serviços

Curso ISO 9001:2008 Qualidade em Serviços Curso ISO 9001:2008 Qualidade em Serviços Guia Fundamental para Gestão de Qualidade em Serviços Objetivo Capacitar os participantes a interpretarem os requisitos da Norma ISO 9001:2008, relacionados aos

Leia mais

Segredo 11 Como investir em ações para construir riqueza

Segredo 11 Como investir em ações para construir riqueza Segredo 11 Como investir em ações para construir riqueza Um tempo atrás, escrevi um ensaio curto sobre como Warren Buffett havia enriquecido tanto, mas não mencionei o quão rico ele havia se tornado. Com

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Cristina Soares Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Quando decidi realizar meu processo de coaching, eu estava passando por um momento de busca na minha vida.

Leia mais

CARTA AOS ACIONISTAS JULHO 2012

CARTA AOS ACIONISTAS JULHO 2012 CARTA AOS ACIONISTAS JULHO 2012 (Esta página foi intencionalmente deixada em branco) Este material tem o único propósito de divulgar informações e dar transparência à gestão executada pela Nebraska Capital,

Leia mais

www.contratofuturo.com

www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com História Antes do dólar a moeda de referência internacional era a Libra Esterlina, pois a Inglaterra era a grande economia mundial. Somente após a segunda

Leia mais

Uma trufa e... 1000 lojas depois!

Uma trufa e... 1000 lojas depois! Uma trufa e... 1000 lojas depois! Autor: Alexandre Tadeu da Costa. Aluna: Lays Roberta Caçandro. Turma: 1º Ciências Contábeis. Venda Nova do Imigrante, Maio de 2012. Qual o principal assunto do livro.

Leia mais

4 Tentativas de se Modelar Alterações no Prêmio de Risco

4 Tentativas de se Modelar Alterações no Prêmio de Risco 4 Tentativas de se Modelar Alterações no Prêmio de Risco Antes de partirmos para considerações sobre as diversas tentativas já realizadas de se modelar alterações no prêmio de risco, existe um ponto conceitual

Leia mais

SOU UMA STARTUP, E AGORA? Descubra algumas respostas para o futuro da sua Startup baseado nas lições do Empreendedorismo

SOU UMA STARTUP, E AGORA? Descubra algumas respostas para o futuro da sua Startup baseado nas lições do Empreendedorismo SOU UMA STARTUP, E AGORA? Descubra algumas respostas para o futuro da sua Startup baseado nas lições do Empreendedorismo Empreendedor Empresas Micro e Pequenas Empreender Empreendedorismo Cultural Ação

Leia mais

César Frade Finanças Aula 02

César Frade Finanças Aula 02 César Frade Finanças Aula 02 Olá Pessoal. Estamos nós aqui mais uma vez para tentar entender essa matéria. Concordo que a sua compreensão não é das mais fáceis, mas vocês terão que concordar comigo que

Leia mais

- GUIA DO EMPRESÁRIO - Lucros Bons e Lucros Ruins

- GUIA DO EMPRESÁRIO - Lucros Bons e Lucros Ruins - GUIA DO EMPRESÁRIO - Lucros Bons e Lucros Ruins Planeta Contábil 2008 Todos os Direitos Reservados (www.planetacontabil.com.br) 1/5 Lucros Bons e Lucros Ruins Podemos pensar que lucrar é sempre bom,

Leia mais

Permanecer calmo quando o mercado enlouquece

Permanecer calmo quando o mercado enlouquece Estratégias de investimento da MFS Celeste italic 11/14 Permanecer calmo quando o mercado enlouquece MANAGING I N V E S T O R I N S I G H T S E R I E S Hoje pode ser um dos melhores dias da história do

Leia mais

ERP SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL. Guia Prático de Compra O QUE SABER E COMO FAZER PARA ADQUIRIR CERTO. Edição de julho.2014

ERP SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL. Guia Prático de Compra O QUE SABER E COMO FAZER PARA ADQUIRIR CERTO. Edição de julho.2014 ERP SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL Guia Prático de Compra Edição de julho.2014 O QUE SABER E COMO FAZER PARA ADQUIRIR CERTO Í n d i c e 6 perguntas antes de adquirir um sistema 4 6 dúvidas de quem vai adquirir

Leia mais

Capítulo 1. Avaliando Empresas Uma Introdução

Capítulo 1. Avaliando Empresas Uma Introdução Capítulo 1 Avaliando Empresas Uma Introdução A expressão avaliação de empresas é a tradução para a língua portuguesa do termo valuation, sendo sinônimo de valoração de empresas. A recente onda de fusões

Leia mais

Mercados nervosos, investidores tensos. O que pensar?

Mercados nervosos, investidores tensos. O que pensar? 16/07/2008 Mercados nervosos, investidores tensos. O que pensar? Paulo Ângelo Carvalho de Souza Presidente Bolsas em queda; juros em alta; rentabilidade em queda; inflação em alta; preço do petróleo fora

Leia mais

INVESTINDO COM A TENDÊNCIA STOCKS ETF S FUTURES CURRENCIES MUTUALFUNDS

INVESTINDO COM A TENDÊNCIA STOCKS ETF S FUTURES CURRENCIES MUTUALFUNDS Ibovtrend THE MARKET TIMING AND TRADE DECISION SYSTEM FOR EVERY MAJOR GLOBAL MARKET INVESTINDO COM A TENDÊNCIA STOCKS ETF S FUTURES CURRENCIES MUTUALFUNDS A TENDÊNCIA É SUA AMIGA O Ibovtrend se baseia

Leia mais

DICAS DE BURACO ONLINE

DICAS DE BURACO ONLINE DICAS DE BURACO ONLINE Link: http://www.jogatina.com/dicas-jogar-buraco-online.html Às vezes, conhecemos todas as regras de um jogo, mas na hora de passar da teoria para a prática, as coisas não funcionam

Leia mais

Autor: Marcelo Maia http://infoempreendedorismo.com

Autor: Marcelo Maia http://infoempreendedorismo.com Nesse ebook você irá aprender como gerar uma renda mesmo que do zero rapidamente na internet, se você já tem um produto irá aprender como aumentar suas vendas agora mesmo de forma garantida. Crie um sistema

Leia mais

A seguir demonstraremos os passos a serem seguidos para uma seleção adequada e que atenda as expectativas dos investidores:

A seguir demonstraremos os passos a serem seguidos para uma seleção adequada e que atenda as expectativas dos investidores: Como escolher um Fundo de Investimento (Suitability) Tão importante quanto conhecer os Fundos de Investimento oferecidos é conhecer o seu perfil de investimento. Feito isso, você poderá selecionar corretamente

Leia mais

MATERIAL DE APOIO PARA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO COLABORADOR www.simplessolucoes.com.br

MATERIAL DE APOIO PARA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO COLABORADOR www.simplessolucoes.com.br Folha 1 de 6 O que é uma avaliação de desempenho? Avaliação de desempenho é um processo contínuo de análise da atuação do colaborador frente às tarefas, responsabilidades e comportamentos da função, contribuindo

Leia mais

www.convexity.net.br http://www.convexity.net.br/treinamentos/in stituto-educacional-bmfbovespa-fazendo-adiferenca/

www.convexity.net.br http://www.convexity.net.br/treinamentos/in stituto-educacional-bmfbovespa-fazendo-adiferenca/ www.convexity.net.br A Convexity possui uma parceria com o Instituto Educacional BM&FBOVESPA. A parceria abrange os seguintes aspectos: - Os treinamentos Convexity são certificados pelo Instituto Educacional.

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

30 DIAS POR UMA RENDA QUE DURE A VIDA TODA!

30 DIAS POR UMA RENDA QUE DURE A VIDA TODA! 30 DIAS POR UMA RENDA QUE DURE A VIDA TODA! INTRODUÇÃO: Obrigado por pedir uma cópia deste relatório. O que você vai ler é um Extraordinário Novo Método de Criação De Renda Permanente E Ilimitada, para

Leia mais

O guia do profissional de Recursos Humanos. Como melhorar o desenvolvimento da equipe

O guia do profissional de Recursos Humanos. Como melhorar o desenvolvimento da equipe O guia do profissional de Recursos Humanos Como melhorar o desenvolvimento da equipe 1 Introdução 03 Conhecendo as dores do seu time 05 Investir nos colaboradores! 08 Estabelecendo metas 11 A meditação

Leia mais

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática 1 Sumário Introdução...04 O segredo Revelado...04 Outra maneira de estudar Inglês...05 Parte 1...06 Parte 2...07 Parte 3...08 Por que NÃO estudar Gramática...09 Aprender Gramática Aprender Inglês...09

Leia mais

NEGOCIAÇÃO DE CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE

NEGOCIAÇÃO DE CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE 2 NEGOCIAÇÃO DE CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE Quando uma empresa vai pra internet e investe em marketing digital, essas são as 3 coisas que precisam ser feitas: 1- GERAR LEADS 2- TRANSFORMAR LEADS EM CLIENTES

Leia mais

Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul

Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul O segredo do sucesso da sua empresa é conhecer e entender o que entra e o que sai do caixa durante um dia, um mês ou um ano. 1 Fluxo de caixa: organize

Leia mais

Danilo Nascimento Fundador do Segredos de Concurso www.segredosdeconcurso.com.br

Danilo Nascimento Fundador do Segredos de Concurso www.segredosdeconcurso.com.br Olá, concurseiro! É um grande prazer poder lhe dar algumas dicas básicas a respeito da sua preparação para um Concurso Público. Sei que esse é um grande sonho, e ter a oportunidade de colaborar com a construção

Leia mais

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo II

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo II Capítulo II Mark Ford 11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo Dois Como uma nota de $10 me deixou mais rico do que todos os meus amigos Das centenas de estratégias de construção de riqueza que

Leia mais

100 FRASES para um dia mais feliz. de Ana Flávia Miziara

100 FRASES para um dia mais feliz. de Ana Flávia Miziara 100 FRASES para um dia mais feliz de Ana Flávia Miziara Você está alegre? A vida está sorrindo para você? Você se lembrou de sorrir hoje? Lembre-se que a alegria é a fartura da vida e da mente. A vida

Leia mais

Índice. - Introdução... 3. - Economize em Gastos... 7 com Supérfluos. - Controle Seus Sentimentos... 11

Índice. - Introdução... 3. - Economize em Gastos... 7 com Supérfluos. - Controle Seus Sentimentos... 11 1 Índice - Introdução... 3 - Economize em Gastos... 7 com Supérfluos - Controle Seus Sentimentos... 11 - Quite suas Dívidas, mesmo... 14 que Seja Necessário Fazer um Empréstimo - Não Siga a Massa, Existem...

Leia mais

FÓRMULA V.E.N.D.A. Ferramentas de Vendas Marcelo Ortega. www.marceloortega.com.br

FÓRMULA V.E.N.D.A. Ferramentas de Vendas Marcelo Ortega. www.marceloortega.com.br FÓRMULA V.E.N.D.A. Depois de validar diferentes métodos de venda em empresas de diferentes mercados: venda direta, venda varejo, venda consultiva, venda B2B (de empresa para empresa), venda de impacto

Leia mais

3 Dicas Poderosas Para Investir Em Ações. "A única maneira de fazer um grande trabalho é. amar o que você faz." Steve Jobs. Por Viva e Aprenda 2

3 Dicas Poderosas Para Investir Em Ações. A única maneira de fazer um grande trabalho é. amar o que você faz. Steve Jobs. Por Viva e Aprenda 2 "A única maneira de fazer um grande trabalho é amar o que você faz." Steve Jobs Por Viva e Aprenda 2 Por Viva e Aprenda Declaração De Ganhos Com O Uso De Nossos Produtos A empresa O Segredo Das Ações"

Leia mais

USE A LEI DA ATRAÇÃO PARA TER UMA VIDA FÁCIL. Facilitando a Vida. Este exercício foi desenhado para ajuda-lo a atingir seus objetivos na vida.

USE A LEI DA ATRAÇÃO PARA TER UMA VIDA FÁCIL. Facilitando a Vida. Este exercício foi desenhado para ajuda-lo a atingir seus objetivos na vida. 1 USE A LEI DA ATRAÇÃO PARA TER UMA VIDA FÁCIL Facilitando a Vida Este exercício foi desenhado para ajuda-lo a atingir seus objetivos na vida. É um exercício muito simples e uma poderosa ferramenta para

Leia mais

com níveis ótimos de Brand Equity, os interesses organizacionais são compatíveis com as expectativas dos consumidores.

com níveis ótimos de Brand Equity, os interesses organizacionais são compatíveis com as expectativas dos consumidores. Brand Equity O conceito de Brand Equity surgiu na década de 1980. Este conceito contribuiu muito para o aumento da importância da marca na estratégia de marketing das empresas, embora devemos ressaltar

Leia mais

Bolsa de Mercadorias & Futuros

Bolsa de Mercadorias & Futuros OPERAÇÕES EX-PIT Bolsa de Mercadorias & Futuros Apresentação Este folheto tem por objetivo apresentar aspectos técnicos e operacionais ligados aos negócios ex-pit. O que é a operação ex-pit, para que

Leia mais

Apresentação. Olá! O meu nome é Paulo Rebelo e sou apostador profissional.

Apresentação. Olá! O meu nome é Paulo Rebelo e sou apostador profissional. Apresentação Olá! O meu nome é Paulo Rebelo e sou apostador profissional. Ao longo dos últimos anos, tem aumentado o interesse em redor das apostas. A imprensa tem-se interessado pelo meu trabalho pelo

Leia mais

Palestra tudo O QUE VOCE. precisa entender. Abundância & Poder Pessoal. sobre EXERCICIOS: DESCUBRA SEUS BLOQUEIOS

Palestra tudo O QUE VOCE. precisa entender. Abundância & Poder Pessoal. sobre EXERCICIOS: DESCUBRA SEUS BLOQUEIOS Palestra tudo O QUE VOCE sobre precisa entender Abundância & Poder Pessoal EXERCICIOS: DESCUBRA SEUS BLOQUEIOS Como aprendemos hoje na palestra: a Lei da Atração, na verdade é a Lei da Vibracao. A frequência

Leia mais

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento.

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento. 10 Maneiras de se Casar com a Pessoa Errada O amor cego não é uma forma de escolher um parceiro. Veja algumas ferramentas práticas para manter os seus olhos bem abertos. por Rabino Dov Heller, Mestre em

Leia mais

Desculpe, Sérgio, eu não sei se eu falei saúde, a minha pergunta é sobre automóveis.

Desculpe, Sérgio, eu não sei se eu falei saúde, a minha pergunta é sobre automóveis. Iago Whately, Banco Fator: Eu tenho duas perguntas. A primeira é a respeito da sinistralidade no seguro de saúde. A sinistralidade da SulAmérica no 1T ficou bem abaixo da média do mercado segurador. Eu

Leia mais

FAQ ironguides INSTRUÇÕES DE TREINO : BUILDING ROUTINE

FAQ ironguides INSTRUÇÕES DE TREINO : BUILDING ROUTINE FAQ ironguides INSTRUÇÕES DE TREINO : BUILDING ROUTINE 1 ESTRUTURA DA PLANILHA ESTRUTURA DA PLANILHA Dia da Semana: Procure seguir a ordem da planilha. Descrição detalhada do seu PRIMEIRO TREINO: Aqui

Leia mais

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching,

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, 5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, Consultoria, Terapias Holísticas e Para Encher Seus Cursos e Workshops. Parte 01 Como Se Posicionar e Escolher os Clientes dos Seus Sonhos 1 Cinco Etapas Para

Leia mais