PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO"

Transcrição

1 Acórdão 10a Turma INDENIZAÇÃO DECORRENTE DE DANO MORAL. ACIDENTE DO TRABALHO. CULPA DO EMPREGADOR. O pagamento de indenização decorrente de danos morais, em geral, exige que estejam comprovados o prejuízo causado ao demandante, a conduta culposa e o nexo causal entre ambos. Adotase, portanto, a teoria da culpa subjetiva, cabendo à obreira demonstrar que o empregador concorreu com culpa para a ocorrência do acidente. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos de recurso ordinário nº TRT-RO , em que são partes: DAIANE DA SILVA DE ASSUMPÇÃO, como recorrente e SHOULDER INDÚSTRIA E COMÉRCIO E CONFECÇÕES LTDA. como recorrido. VOTO: I - R E L A T Ó R I O Trata-se de Recurso Ordinário interposto, pela obreira às folhas 140/143, em face da r. decisão proferida, às folhas 136/138, pelo MM. Juiz do Trabalho Francisco Antônio de Abreu Magalhães, da 70ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, que julgou o pedido improcedente. Emenda à inicial às folhas 90/91 Contestação às folhas 112/

2 Realizadas audiências, conforme atas de folhas 89, 107/108 e Decisão indeferindo a antecipação de tutela à folha Sustenta a recorrente que não obstante a prova testemunhal produzida pela recorrente não tenha sido contundente, ratificou os fatos narrados na inicial, requerendo a reforma da decisão de primeira instância para que a ação seja julgada procedente. Contra-razões às folhas 149/156. Sem preparo, ante a gratuidade de justiça deferida à obreira à folha 138. Os autos não foram remetidos à Douta Procuradoria do Trabalho por não ser hipótese de intervenção legal (Lei Complementar no. 75/1993) e/ou das situações arroladas no Ofício PRT/1ª Reg. nº 27/08-GAB., de É o relatório. II - F U N D A M E N T A Ç Ã O 1. CONHECIMENTO Conheço do recurso, por presentes os pressupostos de admissibilidade. 2. NO MÉRITO 2.2. DA INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS E MATERIAIS Sustenta a recorrente que embora a prova testemunhal produzida pela recorrente não tenha sido contundente, foram ratificados os fatos adunados na inicial, quais sejam, o fato da obreira ter se acidentado carregando roupas e que não havia proteção suficiente na escada. Aduz que

3 a responsabilidade da recorrida decorre da inobservância das normas de segurança dos funcionários, devendo haver a reparação dos danos morais e materiais sofridos. O Juízo de primeiro grau, à folha 137, indeferiu o pedido de pagamento de indenização pelo acidente sofrido pela empregada, por entender que a prova testemunhal produzida não comprovou a culpa da reclamada pelo acidente que vitimou a reclamante, sendo que as fotografias de folhas 82/83 comprovam que a escada onde ocorreu o acidente possui corrimão e é emborrachada, não sendo, portanto, a empresa negligente com a segurança de seus empregados. Diante da ausência de culpa, julgou improcedente o pedido para pagamento de indenização por danos morais e materiais. Na inicial (folha 05), a recorrente aduz que aos 11 de março de 2008 sofreu uma queda na escada da empresa reclamada. Sustentou que o acidente ocorreu pela ausência de antiderrapantes, e porque carregava uma grande quantidade de peças de roupas, não tendo tempo de se segurar no corrimão, sendo que escorregou do oitavo degrau até o chão da loja. Relata que sucederam diversas irregularidades no atendimento médico, e que teria chegado no Hospital Lourenço Jorge as 18:30h. Na emenda de folhas 90/91, relata outros gastos despendidos com o tratamento, e também que teria sido considerada apta para o trabalho pelo INSS. Junta as fotografias da escada da recorrida às folhas 92/93. A recorrida sustentou em defesa, em síntese, que suas escadas possuem anti aderentes, e que a obreira não estava carregando peças de roupa enquanto descia as escadas, tendo o feito para tomar medicação por estar se sentindo mal, sendo que, ainda que tivesse carregando excessivo volume de roupas, o acidente seria por sua culpa exclusiva, por não ter tomado as precauções devidas, além do que esta conduta jamais lhe fora imposta pela empregadora. O dano moral representa uma violação à dignidade do indivíduo, a qual engloba os direitos à honra, ao nome, à

4 intimidade, à privacidade e à liberdade. Não necessariamente será observada a dor, humilhação, ou qualquer reação psíquica. A ofensa à dignidade do indivíduo deve ser tal que justifique a concessão de alguma reparação. O Código Civil adotou dois sistemas de responsabilidade civil para reparação do dano, quais sejam, a responsabilidade civil subjetiva e a responsabilidade civil objetiva. O sistema geral, previsto no caput do artigo 927 do Código Civil, é o da responsabilidade civil subjetiva, que se funda na teoria da culpa, ou seja, para que seja gerada a obrigação de indenizar é necessário o preenchimento concomitante dos seguintes requisitos: existência do dano, o nexo de causalidade entre o fato e o dano e a culpa do agente. Já a responsabilidade civil objetiva, que se funda na teoria do risco, afasta a conduta culposa no agente, o que gera a obrigação de indenizar se ficar comprovado o dano e o nexo causal (artigo 827, parágrafo único, do Código Civil). O pagamento de indenização por danos morais, em geral, exige que estejam comprovados o prejuízo causado à demandante, a conduta culposa e o nexo causal entre ambos. As testemunhas do juízo prestaram informações totalmente divergentes entre si no que se refere à forma e motivo ao qual a obreira descia as escadas. A testemunha do juízo, à folha 133, presta os seguintes esclarecimentos: que não se recorda exatamente a hora, mas acha que a reclamante caiu da escada por volta das 20:00 horas; que a reclamante caiu quando descia com várias peças de roupa para a loja; que a escada tem piso emborrachado e corrimão; que há uma proteção de alumínio no degrau, que não estava bem presa, que, na verdade, apenas nos primeiros degraus de cima para baixo essa proteção não estava bem presa; que ouviu o barulho e correu para ver o que ocorrera e encontrou a reclamante já caída; que não tem como dizer em qual degrau a reclamante tropeçou; ( ) que não sabe ao certo quantas peças a reclamante carregava no momento da queda, mas

5 eram muitas; que já presenciou outras pessoas caírem da escada, mas a queda não teve as proporções daquela vivenciada pela reclamante; ( ) que a loja comercializa roupas e acessórios femininos; que roupas são transportadas pelas vendedoras já desembrulhadas nas mãos. Já a segunda testemunha ouvida, cujo depoimento encontra-se transcrito à folha 134 relata que todas as proteções de alumínio dos degraus estavam persas; que não tem notícia que algum outro empregado tenha caído da escada; que à época dos fatos a depoente era vendedora e estava na loja no momento da queda da reclamante; ( ) que a reclamante trabalhava no estoque; que não era atribuição da reclamante subir e descer escada transportando roupa para a loja; que esse trabalho era das vendedoras; que a reclamante trabalhava repondo roupas no estoque; que a reclamante não estava com nenhuma peça de roupa no momento da queda; ( ) que a loja não tem um movimento muito grande; que a reclamante comentou com a depoente que estava descendo a escada para tomar um remédio; ( ) que o caminhão chegava as 8h00 e a reclamante trabalhava à tarde, de sorte que ela não ajudava no transporte das mercadorias. A valoração da prova é regida pelo princípio do livre convencimento motivado. O ordenamento processual concede ao órgão jurisdicional a possibilidade de livre apreciação da prova desde que explicite os motivos que o levaram às suas conclusões. É o disposto no artigo 131 do CPC. Por conseguinte, ninguém melhor do que o juiz que colheu a prova oral para aferir a sua credibilidade. No presente caso, a própria recorrente admite em suas razões recursais que o depoimento de sua testemunha não foi contundente, além do que, admite na parte final que o papel de transportar as roupas é das vendedoras, e não da estoquista, em consonância com o informado em Defesa e confirmado pela segunda testemunha do juízo. As fotografias juntadas pela obreira às folhas 82/83 comprovam que a escada em que ocorreu o acidente era

6 emborrachada, com corrimões e revestidas nos cantos por alumínio, sem qualquer indício de que o alumínio estaria deteriorado, até porque, não foi esta a tese explicitada na inicial. Outrossim, a obreira relata na inicial que estava descendo a escada, e se acidentou no 8º degrau. A fotografia de folha 82 atesta que a escadaria possuía cerca de 14 degraus, e portanto a recorrente estaria no meio da escada, e não nos degraus iniciais ou finais. Como bem salientado pelo r. juízo a quo, a obreira não comprovou a culpa da recorrida no acidente de trabalho ocorrido, devendo ser mantida a sentença recorrida. Pelo exposto, nego provimento ao recurso. III - D I S P O S I T I V O ACORDAM os Desembargadores que compõem a 10ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, por unanimidade, em conhecer do recurso e, no mérito, por unanimidade, nega-lhe provimento, nos termos do voto do Exmo. Sr. Desembargador Relator. Rio de Janeiro, 29 de setembro de Marcos Cavalcante Desembargador Relator

7 MC/bp

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 6a Turma JORNADA DE TRABALHO. CARTÕES DE PONTO. INIDONEIDADE. O controle de frequência é o meio ordinário de se comprovar a jornada trabalhada, conforme o disposto no artigo 74 da CLT, que contém

Leia mais

VOTO: I - R E L A T Ó R I O

VOTO: I - R E L A T Ó R I O Acórdão 10a Turma FÉRIAS NÃO GOZADAS. DOBRA. TERÇO CONSTITUCIONAL. Conforme artigo 137 da CLT, as férias concedidas fora do prazo concessivo previsto no artigo 134 da CLT serão pagas em dobro. O mesmo

Leia mais

Contestação às folhas 70/80. Atas de audiência às folhas 541 e 555.

Contestação às folhas 70/80. Atas de audiência às folhas 541 e 555. Acórdão 6a Turma FALTAS. ACOMPANHAMENTO DE IDOSO. DIREITO. ABONO. A Lei nº 10.741/2003, Estatuto do Idoso, dispõe em seu artigo 16 que o idoso internado para tratamento médico e hospitalar tem direito

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 5ª Turma RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA JUNTO AO INSS NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO O efeito suspensivo dado ao recurso administrativo contra a aplicação do nexo técnico epidemiológico, de que

Leia mais

Acórdão 6a Turma RELAÇÃO DE EMPREGO. VENDEDOR AUTÔNOMO. A diferenciação central entre o vendedorempregado

Acórdão 6a Turma RELAÇÃO DE EMPREGO. VENDEDOR AUTÔNOMO. A diferenciação central entre o vendedorempregado Acórdão 6a Turma RELAÇÃO DE EMPREGO. VENDEDOR AUTÔNOMO. A diferenciação central entre o vendedorempregado e o vendedor autônomo situa-se na subordinação. Não demonstrada a subordinação, não pode ser reconhecido

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 10a Turma TEMPO DE ESPERA DE ÔNIBUS EM TRÂNSITO. CÔMPUTO NA JORNADA DE TRABALHO. HORAS EXTRAS. O tempo que o empregado permanece à disposição do empregador, trabalhando ou não, entra no cômputo

Leia mais

I RELATÓRIO Trata-se de recurso ordinário interposto pela Ré, às fls , em face da respeitável sentença da MM. 50ª Vara do

I RELATÓRIO Trata-se de recurso ordinário interposto pela Ré, às fls , em face da respeitável sentença da MM. 50ª Vara do Acórdão 1a Turma PODER JUDICIÁRIO FEDERAL RECURSO ORDINÁRIO. DANO MORAL. ACIDENTE DE TRÂNSITO. DESVIO DE FUNÇÃO. Considerando que a ré transferiu o autor da função de motociclista, para motorista de carro

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 8a Turma RECURSO ORDINÁRIO. INDENIZAÇÃO SUBSTITUTIVA DA ENTREGA DAS GUIAS DO SEGURO DESEMPREGO. A substituição da entrega das guias do seguro desemprego, quando já ultrapassado o prazo de percepção

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 6a Turma MULTA PELO ATRASO NO PAGAMENTO DE ACORDO JUDICIAL. RAZOABILIDADE. Não obstante a existência de cláusula penal, a multa decorrente do atraso no pagamento dos acordos judiciais devem observar

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 8a Turma RECURSO ORDINÁRIO. VIGILANTE. JUSTA CAUSA. FALTAS SUCESSIVAS. NÃO JUSTIFICADAS. A desídia, em regra, não se caracteriza por um único ato e sim por um conjunto de atos faltosos de menor

Leia mais

Reunida a RT 0069000-68.2009.5.01.0471, por conexão, conforme ata de folha 334, encontrando-se os autos apensados ao 2º volume do processo.

Reunida a RT 0069000-68.2009.5.01.0471, por conexão, conforme ata de folha 334, encontrando-se os autos apensados ao 2º volume do processo. Acórdão 10a Turma INDENIZAÇÃO POR DANOS MATERIAIS. JUROS CONTRAÍDOS POR EMPRÉSTIMOS REALIZADOS PELO EMPREGADO DECORRENTES DA MORA SALARIAL. É devida a indenização por danos materiais sofridos pela empregada

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gabinete Juiz Convocado 8 Av. Presidente Antonio Carlos, 251

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gabinete Juiz Convocado 8 Av. Presidente Antonio Carlos, 251 A C Ó R D Ã O 8ª T U R M A TESTEMUNHA CLIENTE DO ADVOGADO DO AUTOR NÃO ACOLHIMENTO DA CONTRADITA, PORÉM APRECIADA COM RESERVAS POR PRESUMIR-SE QUE FOI ORIENTADA POR DEVER DE OFÍCIO. Entendo que o fato

Leia mais

PROCESSO: RO

PROCESSO: RO A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A PLANO DE SAÚDE. DIREITO ADQUIRIDO. AUXÍLIO-DOENÇA. O cancelamento abrupto do plano de saúde caracteriza-se como violação ao direito adquirido do reclamante, que é detentor do

Leia mais

PROCESSO: RTOrd. Acórdão 10a Turma

PROCESSO: RTOrd. Acórdão 10a Turma PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Flávio Ernesto Rodrigues Silva Av. Presidente Antonio Carlos,251 11º Andar - Gab.06 Castelo Rio de Janeiro

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 5a Turma ESTABILIDADE ACIDENTÁRIA ENTENDIMENTO DA SÚMULA 378, II, DO TST. Entendo que a condição para aquisição da estabilidade é o gozo do auxílio doença acidentário, não cabendo nesta demanada

Leia mais

Gratuidade de Justiça deferida na sentença.

Gratuidade de Justiça deferida na sentença. PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Alexandre Teixeira de Freitas B. Cunha Av. Presidente Antonio Carlos,251 10º Andar - Gab.22 Castelo RIO DE

Leia mais

PROCESSO: RTOrd

PROCESSO: RTOrd ACÓRDÃO 9ª Turma PROCESSO: 0001049-15.2011.5.01.0042 - RTOrd COISA JULGADA. Inexiste o fenômeno da coisa julgada, uma vez que, nada obstante os pedidos e a causa de pedir sejam idênticos, as partes são

Leia mais

Poder Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região

Poder Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região Decima Turma Publicacao: 30/08/2016 Ass. Digital em 25/08/2016 por ROSEMARY DE OLIVEIRA PIRES Relator: ROP Revisor: AWMA 2 RECORRENTE(S): RECORRIDO(S): ROMPBRASIL COMÉRCIO E IMPORTAÇÃO DE PEÇAS E MÁQUINAS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO RECORRENTE : UNIÃO FEDERAL RECORRIDA : MARTINS COMERCIO E SERVIÇOS DE DISTRIBUIÇÃO S/A EMENTA: TRABALHO EXTERNO. MOTORISTAS. ART. 74, 3º, DA CLT. INAPLICABILIDADE. PERÍODO ANTERIOR À PUBLICAÇÃO DA LEI

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 7ª Turma DCABP/abp/cgel

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 7ª Turma DCABP/abp/cgel A C Ó R D Ã O 7ª Turma DCABP/abp/cgel I - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO. RECONHECIMENTO DA RELAÇÃO DE EMPREGO. EXCLUSÃO DO NOME DO RECLAMANTE DO QUADRO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 7ª TURMA DATAPREV. PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS. ENQUADRAMENTO. Comprovado nos autos que o Autor cumpria, à época da implantação do Plano, todos os requisitos (formação profissional, experiência

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO RECORRENTE(S): RECORRIDO(S): FABIANO REIS VENTURA ANDERSON DOS REIS EMENTA: VÍNCULO DE EMPREGO. INEXISTÊNCIA. Admitida a prestação de serviços, é do réu o ônus da prova dos fatos impeditivos, demonstrando

Leia mais

A Ré, às fls. 70/78, argui preliminar de nulidade por julgamento extra petita e, no mérito, insurge se em relação a declaração de sucessão e quanto a

A Ré, às fls. 70/78, argui preliminar de nulidade por julgamento extra petita e, no mérito, insurge se em relação a declaração de sucessão e quanto a ACÓRDÃO 6a Turma SUCESSÃO. DROGARIA DESCONTÃO E DROGARIA PACHECO. Os elementos que definem a sucessão, no processo do trabalho, são a continuidade da atividade empresarial e a passagem de uma unidade produtiva

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO A C Ó R D Ã O 8ª T U R M A Cinto de segurança é EPI que deve proteger o empregado, proteção esta que deve ocorrer, inclusive, quando realiza movimentos inesperados, já que se utiliza cinto quando o equilíbrio

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 9ª Turma PROCESSO: 0000317-92.2012.5.01.0076 - RTOrd POLICIAL MILITAR REFORMADO. VÍNCULO EMPREGATÍCIO. Não hã qualquer impedimento à formação de vínculo de emprego com o policial militar reformado.

Leia mais

Processo originário da 4ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro.

Processo originário da 4ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro. ACÓRDÃO 8ª TURMA CONTRATO DE EXPERIÊNCIA. PRORROGAÇÃO. AUSÊNCIA DE NULIDADE. É lícita a prorrogação do contrato de experiência inicialmente firmado por trinta dias, para mais sessenta. Recorrente: DAIANA

Leia mais

ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DESEMB - ANNIBAL DE REZENDE LIMA 5 de novembro de 2013

ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DESEMB - ANNIBAL DE REZENDE LIMA 5 de novembro de 2013 ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DESEMB - ANNIBAL DE REZENDE LIMA 5 de novembro de 2013 APELAÇÃO Nº 0012952-92.2009.8.08.0035 (035090129525) - VILA VELHA - 1ª VARA CÍVEL

Leia mais

Embargos de declaração opostos por BIZARELLO DE MARECHAL HERMES CONFECÇÃO E COMÉRCIO DE ROUPAS LTDA. (folhas 46/48), rejeitados (folhas 49).

Embargos de declaração opostos por BIZARELLO DE MARECHAL HERMES CONFECÇÃO E COMÉRCIO DE ROUPAS LTDA. (folhas 46/48), rejeitados (folhas 49). PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Gloria Regina Ferreira Mello Av. Presidente Antonio Carlos, 251 11º andar - Gab. 5 Castelo Rio de Janeiro

Leia mais

PROCESSO nº (RO) RECORRENTE: MOACIR MOREIRA DA ROCHA RELATORA: ANGELA FIORENCIO SOARES DA CUNHA

PROCESSO nº (RO) RECORRENTE: MOACIR MOREIRA DA ROCHA RELATORA: ANGELA FIORENCIO SOARES DA CUNHA PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Identificação PROCESSO nº 0010300-14.2015.5.01.0302 (RO) RECORRENTE: MOACIR MOREIRA DA ROCHA RECORRIDO: THIAGO CARDOSO, LORENA

Leia mais

Custas processuais à fl Contrarrazões às fls. 177/181.

Custas processuais à fl Contrarrazões às fls. 177/181. PROCESSO: 0000958-75.2012.5.01.0013 - RTSum ACÓRDÃO 9ªTurma CONTRIBUIÇÃO SINDICAL. AÇÃO DE COBRANÇA. REPRESENTATIVIDADE SINDICAL. DEPÓSITO JUDICIAL. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos de

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO RECORRENTES: CLÁUDIA MÁRCIA VARGAS DA COSTA (1) BANCO CITIBANK S/A (2) RECORRIDOS : OS MESMOS EMENTA: DEVOLUÇÃO TARDIA DOS AUTOS. NÃO CONHECIMENTO DA IMPUGNAÇÃO À DEFESA. CERCEAMENTO DE DEFESA. CONFIGURAÇÃO.

Leia mais

A C Ó R D Ã O R E L A T Ó R I O Nº (Nº CNJ: ) COMARCA DE PORTO ALEGRE RECORRENTE

A C Ó R D Ã O R E L A T Ó R I O Nº (Nº CNJ: ) COMARCA DE PORTO ALEGRE RECORRENTE RECURSO INOMINADO. AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE FAZER C/C INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS. COMPRA DE PRODUTO PELA INTERNET. NÃO ENTREGA NA DATA AVENÇADA. DETERMINAÇÃO PARA ENTREGA DO BEM. DANO MORAL INEXISTENTE.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 4a Turma Ônus da prova. Fato constitutivo. Não tendo a autora se desincumbido do ônus da prova, não merece reforma a decisão de 1º grau, nos termos do art. 818, da CLT c/c art. 333, I, do CPC.

Leia mais

PROCESSO: AP

PROCESSO: AP ACÓRDÃO 1ª TURMA PODER JUDICIÁRIO FEDERAL AGRAVO DE PETIÇÃO. TAXA DE JUROS SELIC. PREVISÃO EM ACORDO HOMOLOGADO. INCIDÊNCIA. Deve ser aplicada a taxa de juros SELIC, quando há previsão de sua incidência

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ PROPOSTA 22 João utiliza todos os dias, para retornar do trabalho para sua casa, no Rio de Janeiro, o ônibus da linha A, operado por Ômega Transportes Rodoviários Ltda. Certo dia, o ônibus em que João

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 7ª TURMA INCORREÇÃO DO NÚMERO DO PIS. RESPONSABILIDADE DO EMPREGADOR. Responde o empregador pela correção dos dados cadastrais de seus empregados junto ao INSS. Exegese do Decreto nº 3.048/99,

Leia mais

PROCESSO: RTOrd Acórdão - 7a Turma

PROCESSO: RTOrd Acórdão - 7a Turma PROCESSO: 0000071-42.2010.5.01.0052 - RTOrd Acórdão - 7a Turma PRINCÍPIO DA IMEDIATIDADE - PROVA ORAL - VALORAÇÃO Em nosso sistema processual pátrio prevalece o princípio da livre convicção do Juízo frente

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 6a Turma SEGURO-DESEMPREGO. NÃO RECEBIMENTO. CULPA DO EMPREGADOR. O empregador que envia informação equivocada ao Ministério do Trabalho, impedindo, assim, o trabalhador de receber o segurodesemprego,

Leia mais

A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A

A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A ENQUADRAMENTO SINDICAL. CURSO LIVRE DE IDIOMAS. NÃO VINCULAÇÃO A CATEGORIA PROFISSIONAL DOS PROFESSORES. VALIDADE DAS NORMAS COLETIVAS FIRMADAS ENTRE SINDELIVRE E O SENALBA.

Leia mais

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL Nº 8785/2004 CLASSE II COMARCA DE SINOP APELANTE: BRASIL TELECOM S. A.

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL Nº 8785/2004 CLASSE II COMARCA DE SINOP APELANTE: BRASIL TELECOM S. A. APELANTE: BRASIL TELECOM S. A. APELADO: STELA MARIS SCHUTZ Número do Protocolo : 8785/2004 Data de Julgamento : 29-6-2004 EMENTA APELAÇÃO CÍVEL DECLARATÓRIA DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO TELEFÔNICO COMBINADA

Leia mais

Com a Constituição Federal de 1988, houve uma mudança na natureza da responsabilidade do empregador em casos de acidente de trabalho.

Com a Constituição Federal de 1988, houve uma mudança na natureza da responsabilidade do empregador em casos de acidente de trabalho. APLICAÇÃO DO ART. 7º, INCISO XXVIII, DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL X ART. 927, PARÁGRAFO ÚNICO, DO CÓDIGO CIVIL. Com a Constituição Federal de 1988, houve uma mudança na natureza da responsabilidade do empregador

Leia mais

Adoto o relatório da r. sentença de fs. 142/145, que julgou a ação improcedente. Embargos de declaração (fs. 149), julgou improcedente.

Adoto o relatório da r. sentença de fs. 142/145, que julgou a ação improcedente. Embargos de declaração (fs. 149), julgou improcedente. PROCESSO TRT/SP Nº 00558.2006.084.02.00-1 9ª Turma RECURSO ORDINÁRIO ORIGEM: 84ª Vara do Trabalho de São Paulo RECORRENTE: RENATA AMARAL FERNANDES DAS SILVA RECORRIDO: ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA REITORIA

Leia mais

ACÓRDÃO RO Fl. 1. DESEMBARGADOR ANDRÉ REVERBEL FERNANDES Órgão Julgador: 4ª Turma

ACÓRDÃO RO Fl. 1. DESEMBARGADOR ANDRÉ REVERBEL FERNANDES Órgão Julgador: 4ª Turma 0000439-49.2014.5.04.0821 RO Fl. 1 DESEMBARGADOR ANDRÉ REVERBEL FERNANDES Órgão Julgador: 4ª Turma Recorrente: Recorrido: Origem: Prolator da Sentença: CLEBER AIRTON DA SILVA SOARES - Adv. Livio Antonio

Leia mais

DANO MORAL PRÁTICA ABUSIVA DE SUSPENSÃO E DESCONTO SALARIAL SEM A COMPROVAÇÃO DA CULPA

DANO MORAL PRÁTICA ABUSIVA DE SUSPENSÃO E DESCONTO SALARIAL SEM A COMPROVAÇÃO DA CULPA Acórdão 5ª Turma DANO MORAL PRÁTICA ABUSIVA DE SUSPENSÃO E DESCONTO SALARIAL SEM A COMPROVAÇÃO DA CULPA A Ré não reconheceu que a autora tenha furtado o dinheiro, porque não conseguiu comprovar, mas por

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL. Órgão: 3ª Turma Cível. Processo N.: Apelação Cível APC. Apelante(s): JOSÉ VIEIRA DE SÁ

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL. Órgão: 3ª Turma Cível. Processo N.: Apelação Cível APC. Apelante(s): JOSÉ VIEIRA DE SÁ TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL Órgão: 3ª Turma Cível Processo N.: Apelação Cível 20080510067475APC Apelante(s): JOSÉ VIEIRA DE SÁ Apelado(s): BRADESCO SEGUROS S/A Relator: Desembargador JOÃO MARIOSI

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO A C Ó R D Ã O 3ª Turma ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. PERÍCIA TÉCNICA. É desnecessária a prova pericial na hipótese em que há norma coletiva prevendo o direito ao recebimento do adicional de insalubridade

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO PROCESSO nº 0010453-15.2015.5.01.0248 (RO) RECORRENTES: HEBER DOS SANTOS SERRANO, SUBSEA7 DO BRASIL SERVIÇOS LTDA. RECORRIDO:

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO TRT/RO RTOrd

RECURSO ORDINÁRIO TRT/RO RTOrd DIVISOR DO SALÁRIO-HORA. JORNADA DE TRABALHO DE 30 HORAS. DIVISOR 150. Para as jornadas de 30 horas semanais de trabalho aplica-se o divisor 150 sobre o valor do salário-hora do empregado. Entendimento

Leia mais

I - R E L A T Ó R I O

I - R E L A T Ó R I O Acórdão 2a Turma INTEGRAÇÃO DAS HORAS EXTRAS AO 13º SALÁRIO. A Lei nº 4090/62, em seu artigo 1º, 1º, dispõe que a gratificação natalina corresponderá a 1/12 da remuneração devida em dezembro, multiplicada

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Roque Lucarelli Dattoli Av. Presidente Antonio Carlos, 251 11o andar - Gab.10 Castelo Rio de Janeiro 20020-010

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO Identificação PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO PROCESSO nº 0001876-26.2014.5.11.0015 (AIRO) AGRAVANTE: SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS URBANAS

Leia mais

LFF Nº /CÍVEL

LFF Nº /CÍVEL AÇÃO DE REPARAÇÃO DE DANOS. CONSUMIDOR. AQUISIÇÃO DE BICICLETA ELÉTRICA. RÉ QUE INFORMA AO AUTOR SER DESNECESSÁRIA HABILITAÇÃO E REGISTRO. VIOLAÇÃO DO DEVER DE INFORMAR. DESFAZIMENTO DO NEGÓCIO. 1. A norma

Leia mais

ACÓRDÃO 7ª TURMA EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. Acolhidos, para corrigir os vícios verificados.

ACÓRDÃO 7ª TURMA EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. Acolhidos, para corrigir os vícios verificados. ACÓRDÃO 7ª TURMA EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. Acolhidos, para corrigir os vícios verificados. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos de Recurso Ordinário nº TRT-RO-0090200-06.2008.5.01.0039, nos

Leia mais

PROCESSO: (RO)

PROCESSO: (RO) A C Ó R D ÃO TERCEIRA T U R M A I- INOVAÇÃO À LIDE. As matérias discutidas em grau recursal devem estar restritas aos limites em que fixada a lide, sendo vedado às partes aduzirem novas questões não alegadas

Leia mais

PROCESSO: RTOrd

PROCESSO: RTOrd Acórdão 10a Turma TESTEMUNHA. SUSPEIÇÃO. INFORMANTE. Mesmo constatada a amizade (ou a inimizade) da testemunha com uma das partes, deve o Juiz ouvi-la como INFORMANTE, caso assim requeira a parte interessada.

Leia mais

pode ficar de fora. O plano de carreira está aí. Não perca esta oportunidade ; que, em razão

pode ficar de fora. O plano de carreira está aí. Não perca esta oportunidade ; que, em razão A C Ó R D Ã O 1ª TURMA Não se vislumbrando qualquer nexo de causalidade entre o procedimento dos reclamados e a invalidação do diploma do autor, descabe falar em dano material e moral, até porque não há

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 4ª TURMA GDCCAS/CVS/NC/iap

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 4ª TURMA GDCCAS/CVS/NC/iap A C Ó R D Ã O 4ª TURMA GDCCAS/CVS/NC/iap RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO PELA UNIÃO (PGF), EM FACE DE DECISÃO PUBLICADA ANTES DA VIGÊNCIA DA LEI Nº 13.015/2014. PROCEDIMENTO SUMARÍSSIMO. ACORDO HOMOLOGADO

Leia mais

PROCESSO: RTOrd

PROCESSO: RTOrd ACÓRDÃO 9ª Turma PROCESSO: 0022300-36.2009.5.01.0341 - RTOrd ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. BASE DE CÁLCULO. O STF há muito, repudia a adoção do salário mínimo como base de cálculo para qualquer outra relação

Leia mais

ACÓRDÃO 3ª TURMA NULIDADE JULGAMENTO EXTRA PETITA É nula a sentença que julga pretensão diversa da formulada pelo Autor. Buffet Amanda Ltda.

ACÓRDÃO 3ª TURMA NULIDADE JULGAMENTO EXTRA PETITA É nula a sentença que julga pretensão diversa da formulada pelo Autor. Buffet Amanda Ltda. ACÓRDÃO 3ª TURMA NULIDADE JULGAMENTO EXTRA PETITA É nula a sentença que julga pretensão diversa da formulada pelo Autor. Recorrente: Buffet Amanda Ltda. Recorridos: Alex Sandro Farias de Oliveira Marina

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMMHM/dl/nt

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMMHM/dl/nt A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMMHM/dl/nt AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO ANTES DA LEI 13.015/2014. NULIDADE POR CERCEAMENTO DE DEFESA. PROVA TESTEMUNHAL. Ante a possível violação ao art.

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores FELIPE FERREIRA (Presidente sem voto), RENATO SARTORELLI E VIANNA COTRIM.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores FELIPE FERREIRA (Presidente sem voto), RENATO SARTORELLI E VIANNA COTRIM. 1 Registro: 2016.0000888926 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2223275-04.2016.8.26.0000, da Comarca de Santa Bárbara D Oeste, em que é agravante ELZA DOMINGOS

Leia mais

RELATÓRIO. O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator Convocado):

RELATÓRIO. O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator Convocado): PROCESSO Nº: 0805042-25.2015.4.05.8300 - APELAÇÃO RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL RUBENS DE MENDONCA CANUTO NETO - 1º TURMA RELATÓRIO O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator Convocado):

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 7a TURMA REEXAME NECESSÁRIO EM DUPLO GRAU DE JURISDIÇÃO. ECT. NÃO CONHECIMENTO. A sentença proferida contra a ECT não está sujeita ao duplo grau de jurisdição, porquanto referida empresa não integra

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO RECURSO ORDINÁRIO DA 80ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO RECORRENTE: LEANDRO JOSÉ DA SILVA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO RECURSO ORDINÁRIO DA 80ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO RECORRENTE: LEANDRO JOSÉ DA SILVA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO PROCESSO Nº 0000901-18.2015.5.02.0080-4 a TURMA RECURSO ORDINÁRIO DA 80ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO RECORRENTE: LEANDRO JOSÉ DA SILVA RECORRIDOS:

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO Nº

RECURSO ORDINÁRIO Nº PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Jose Geraldo da Fonseca Av. Presidente Antonio Carlos,251 11o andar - Gab.13 Castelo Rio de Janeiro 20020-010

Leia mais

VOTO: I - R E L A T Ó R I O

VOTO: I - R E L A T Ó R I O Acórdão 10a Turma OBRIGAÇÃO DE FAZER. EMISSÃO DE PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO PPP. PRESCRIÇÃO. A pretensão do trabalhador relativa à emissão e entrega, pelo empregador, do documento PPP Perfil

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 1a Turma PRINCÍPIO DA UNIRRECORRIBILIDADE PRECLUSÃO CONSUMATIVA. O princípio da unirrecorribilidade, preconiza que o direito da parte de se insurgir contra o julgado que lhe foi desfavorável, se

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Gloria R F Mello Av. Presidente Antonio Carlos,251 7o andar - Gab.34 Castelo Rio de Janeiro 20020-010 RJ

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A AUXÍLIO DOENÇA. SUSPENSÃO DO CONTRATO DE TRABALHO. MANUTENÇÃO DE BENEFÍCIO ADQUIRIDO PELO OBREIRO DURANTE A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. A suspensão do contrato de trabalho interrompe

Leia mais

PROCESSO: RTOrd Embargos de Declaração

PROCESSO: RTOrd Embargos de Declaração Acórdão 5a Turma EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. Vício inexistente. Embargos de declaração somente são cabíveis nas hipóteses previstas nos artigos 897-A da CLT e 1.022 do CPC de 2015 (art. 535 do CPC de 1973),

Leia mais

PROCESSO Nº TST-AIRR A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMDMA/MCL

PROCESSO Nº TST-AIRR A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMDMA/MCL A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMDMA/MCL AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA DA RECLAMADA. DESERÇÃO DO RECURSO ORDINÁRIO. PESSOA FÍSICA. EMPREGADOR DOMÉSTICO. BENEFÍCIO DA JUSTIÇA GRATUITA. DEPÓSITO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2013.0000163433 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0010036-39.2011.8.26.0189, da Comarca de Fernandópolis, em que é apelante CIRCULO DOS TRABALHADORES CRISTAOS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO A C Ó R D Ã O 6ª TURMA DANO MORAL. A doutrina e a jurisprudência têm entendido que o dano moral decorre de ofensa aos chamados direitos da personalidade, que são os direitos subjetivos absolutos, incorpóreos

Leia mais

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator RECURSO DE APELAÇÃO nº 2006.0003066-4/0, DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL DA COMARCA DE FAXINAL Recorrente...: VILSON RODRIGUES Recorrido...: MINISTÉRIO PÚBLICO Relator...: J. S. FAGUNDES CUNHA RECURSO DE

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: ACÓRDÃO fls. 1 ACÓRDÃO Registro: 2013.0000766146 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0000053-70.2012.8.26.0483, da Comarca de Presidente Venceslau, em que é apelante BILLY JHON PINEDA DE

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 10a Turma ENQUADRAMENTO SINDICAL. ATIVIDADE PREPONDERANTE DO EMPREGADOR. No sistema sindical pátrio, o enquadramento se faz por categorias econômicas e profissionais. Em se tratando de categoria

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3ª REGIÃO PROCESSO nº 0010575-39.2016.5.03.0021 (ROPS) RECORRENTE: PRTS DISTRIBUIDORA DE PEÇAS LTDA RECORRIDO: MARCUS VINÍCIUS GONÇALVES

Leia mais

PROCESSO: RTOrd Acórdão - 7a Turma

PROCESSO: RTOrd Acórdão - 7a Turma PROCESSO: 0093800-53.2008.5.01.0033 - RTOrd Acórdão - 7a Turma RECLAMAÇÃO TRABALHISTA CONTRA EMPREGADOR PARA O QUAL O RECLAMANTE JAMAIS PRESTOU SERVIÇOS. IMPROCEDÊNCIA DOS PEDIDOS Não é o nome fantasia

Leia mais

JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em substituição ao Desembargador Federal PAULO ESPIRITO SANTO

JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em substituição ao Desembargador Federal PAULO ESPIRITO SANTO Apelação Cível - Turma Especialidade I - Penal, Previdenciário e Propriedade Industrial Nº CNJ : 0101807-06.2014.4.02.5101 (2014.51.01.101807-8) RELATOR JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 3ª Turma GMAAB/pc/ct/dao

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 3ª Turma GMAAB/pc/ct/dao A C Ó R D Ã O 3ª Turma GMAAB/pc/ct/dao RECURSO DE REVISTA. VÍNCULO DE EMPREGO. FAXINEIRA. DUAS VEZES POR SEMANA. ÂMBITO COMERCIAL. Deve ser mantido o vínculo de emprego, nos termos do art. 3º da CLT. Embora

Leia mais

PRELIMINAR DE AUSÊNCIA DE DIALETICIDADE RECURSAL

PRELIMINAR DE AUSÊNCIA DE DIALETICIDADE RECURSAL PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3ª REGIÃO Décima Turma PROCESSO nº 0010262-50.2015.5.03.0171 (RO) RECORRENTE: MAURO DA CONCEICAO SILVA RECORRIDO: NIPLAN ENGENHARIA

Leia mais

PROCESSO: RO

PROCESSO: RO A C Ó R D Ã O 7ª T U R M A INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS/MATERIAIS. PERDA DE UMA CHANCE. FRUSTRAÇÃO DA CONTRATAÇÃO PELO EMPREGADOR. Ao dar início a um processo seletivo para vaga de emprego, o empregador,

Leia mais

<CABBCBBCCADACABACBBCAADCBADAADDCBAAAA DDADAAAD> A C Ó R D Ã O

<CABBCBBCCADACABACBBCAADCBADAADDCBAAAA DDADAAAD> A C Ó R D Ã O APELAÇÃO CÍVEL. AÇAO DE COBRANÇA. INTERPOSIÇÃO DO RECURSO DE APELAÇÃO. - No Processo Civil a petição de interposição da apelação, bem como suas razões,

Leia mais

Acórdão-6ªC RO

Acórdão-6ªC RO Acórdão-6ªC RO 03277-2009-038-12-00-8 TROCA DE UNIFORME. TEMPO À DISPOSIÇÃO DO EMPREGADOR. Os minutos despendidos pelo empregado para troca de uniforme, por se destinarem ao preparo para a execução dos

Leia mais

Ação Indenizatória em virtude de Acidente de Trânsito. Rito. sumário. Sentença que julgou procedente o pedido,

Ação Indenizatória em virtude de Acidente de Trânsito. Rito. sumário. Sentença que julgou procedente o pedido, Apelação Cível nº: 0007807-80.2007.8.19.0209 Apelante: Bradesco Auto/RE Companhia de Seguros Apelada 1: Camila Silva Ferreira Apelado 2: Assad Esteves Administradora de Imóveis Ltda. Relator: Desembargador

Leia mais

Leonardo Saraiva Pagio Editora Ática S.A. Editora Ática S.A. Leonardo Saraiva Pagio. Giselle Bondim Lopes Ribeiro

Leonardo Saraiva Pagio Editora Ática S.A. Editora Ática S.A. Leonardo Saraiva Pagio. Giselle Bondim Lopes Ribeiro ACÓRDÃO 7ª TURMA LESÃO PRETÉRITA. ACIDENTE DE TRABALHO. CONCAUSA. Diante dos elementos probatórios dos autos, conclui se que o acidente de trabalho sofrido pelo Autor atuou como concausa para agravamento

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 4a Turma INEXISTÊNCIA DE VÍNCULO DE EMPREGO RELAÇÃO DE TRABALHO RURAL E SOB A ORIENTAÇÃO DE PREFEITURA. Verifica-se por meio do conjunto probatório que não ficou comprovado que a autora estava

Leia mais

José, já qualificado vem, respeitosamente, por meio de seu advogado interpor com fundamento nos arts. 893, II e art. 895, I da CLT Recurso Ordinário

José, já qualificado vem, respeitosamente, por meio de seu advogado interpor com fundamento nos arts. 893, II e art. 895, I da CLT Recurso Ordinário EXCELENTÍSSIMO DR. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE Processo número José, já qualificado, vem, respeitosamente, por meio de seu advogado, interpor, com fundamento nos arts. 893, II e art. 895, I

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0145.14.044695-9/002 Númeração 0823209- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Pedro Bernardes Des.(a) Pedro Bernardes 26/05/0015 19/06/2015 EMENTA: AGRAVO

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0035.12.011240-0/001 Númeração 1041280- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Pedro Bernardes Des.(a) Pedro Bernardes 30/04/2013 06/05/2013 EMENTA: AGRAVO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO 1 PROCESSO TRT/SP Nº 0000557-13.2010.5.02.0371 RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTE: HOSPITAL E MATERNIDADE MOGI-D OR LTDA. 1º RECORRIDO: MARY HELLEN APARECIDA LUNARDI 2º RECORRIDO: S.I. SERVIÇOS RADIOLÓGICOS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Jorge Fernando Gonçalves da Fonte Avenida Presidente Antonio Carlos 251 10o andar - Gabinete 17 Castelo RIO

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO TRT/RO RTOrd A C Ó R D Ã O 7ª Turma

RECURSO ORDINÁRIO TRT/RO RTOrd A C Ó R D Ã O 7ª Turma COMPETÊNCIA DA. IGREJA. PASTOR. RELAÇÃO DE TRABALHO. DANOS MORAIS. ART. 114, I E VI, DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA. Ainda que não haja pedido de vínculo empregatício, o dano moral requerido pelo Pastor

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 22ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 22ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO fls. 2 Registro: 2015.0000452217 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0127798-86.2010.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante BANCO SANTANDER BRASIL S/A, é apelado

Leia mais

PROCESSO: RTOrd

PROCESSO: RTOrd PROCESSO: 00329-2008-343-01-00-3 RTOrd ACÓRDÃO 9ª Turma DIREITO DO TRABALHO E DIREITO ADMINISTRATIVO. CONTRATAÇÃO SEM PRÉVIO CONCURSO PÚBLICO. SÚMULA 363 DO TST. FGTS DEVIDO A PARTIR DA PUBLICAÇÃO DA MEDIDA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A VÍNCULO DE EMPREGO. ATIVIDADE-FIM. RECONHECIMENTO. A atividade-fim de uma empresa só pode ser exercida por meio de empregados seus, contratados na forma da Consolidação das Leis

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA APELAÇÃO COM REVISÃO N º 610.442-0/4 TUPÃ Apelante: Paulo César Canavecchio Magalhães Apelada : José Nunes Magalhães - ME ACIDENTE DO TRABALHO. RESPONSABILIDADE CIVIL. AÇÃO DE REPARAÇÃO DE DANOS. DESCRIÇÃO

Leia mais

Dados Básicos. Ementa

Dados Básicos. Ementa Dados Básicos Fonte: 20110110696808 Tipo: Acórdão TJDFT Data de Julgamento: 07/12/2011 Data de Aprovação Data não disponível Data de Publicação:16/12/2011 Estado: Distrito Federal Cidade: Relator: Lécio

Leia mais

A C Ó R D Ã O COMARCA DE CANOAS Nº (N CNJ: ) RECORRIDO NOVA PONTOCOM COMERCIO ELETRONICO S.A.

A C Ó R D Ã O COMARCA DE CANOAS Nº (N CNJ: ) RECORRIDO NOVA PONTOCOM COMERCIO ELETRONICO S.A. RECURSO INOMINADO. CONSUMIDOR. COMPRA PELA INTERNET. APARELHO CELULAR. PRODUTO NÃO ENTREGUE DENTRO DO PRAZO ESTIPULADO E NEM MESMO DEPOIS DE TRANSCORRIDO ESSE PRAZO. DEVER DE PROCEDER À ENTREGA DA MERCADORIA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 10a Turma RECURSO ORDINÁRIO. INTERVALO INTRAJORNADA. CONCESSAO PARCIAL. O intervalo intrajornada tem como finalidade a segurança e a saúde do trabalhador. Depois de diversos estudos, chegou-se

Leia mais