RELATÓRIO. O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator Convocado):

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO. O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator Convocado):"

Transcrição

1 PROCESSO Nº: APELAÇÃO RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL RUBENS DE MENDONCA CANUTO NETO - 1º TURMA RELATÓRIO O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator Convocado): Trata-se de apelação interposta em face de sentença prolatada pela MM. Juíza Federal da 5ª Vara/PE, que reconheceu a carência de ação por falta de interesse de agir, e extinguiu, sem resolução do mérito, nos termos do art. 267, VI, 3º do CPC, ação ordinária proposta pela UNIÃO em face de JEOZADAQUES DOS SANTOS SILVA JÚNIOR objetivando a revisão do comando judicial proferido no processo nº , em trâmite na 3ª Vara Federal de Pernambuco, para declarar a extinção do direito do réu ao tratamento médico e ao pagamento de remuneração, bem como de qualquer outra obrigação decorrente de sua relação jurídica com o Comando da Aeronáutica. Nas razões do recurso, aduz a UNIÃO que promoveu a presente ação revisional visando corrigir a situação do réu que, na condição de servidor militar adido, está percebendo remuneração por motivo incapacidade, mas, na verdade, possui vínculo empregatício com o Shopping Riomar, na condição de inspetor de segurança, conforme declaração anexa. Relata que o apelado ajuizou a ação n.º na 3ª Vara Federal de Pernambuco e, em sede de antecipação de tutela deferida em 24 de agosto de 2012, obteve reintegração como soldado junto Força Aérea Brasileira, na condição de adido, além de tratamento médico-hospitalar, bem como percepção de remuneração. Tal entendimento fora mantida em sentença proferida em 11 de junho de 2013 e na apelação que tramitou no TRF da 5.ª Região, tendo a Administração cumprido todas as obrigações judiciais impostas. Alega que, conforme atesta declaração juntada aos presentes autos, desde 8 de outubro de 2012 até os dias atuais o réu possui vínculo empregatício com o Shopping Riomar, na condição de inspetor de segurança, trabalho que demanda o dia inteiro em pé, sendo um contrassenso com o quadro de saúde alegados nos autos daquele processo ( ). Em relação ao tratamento médico outrora determinado judicialmente, informa que o réu somente compareceu ao Hospital da Aeronáutica do Recife para tratamento no ano de 2012, não havendo registro nos anos de 2013, 2014 e 2015.

2 Ressalta que os autos em que foi antecipada a tutela jurisdicional encontram-se no STJ por força de Recurso Especial n.º /PE, fase processual impossível de alegação de questões de fato. Argumenta que o acolhimento da pretensão trazida pela União neste feito não implicará em ofensa à coisa julgada decorrente da sentença em que o réu teve reconhecido seu direito ao tratamento médico e a reintegração na condição de adido, com pagamento de remuneração, uma vez que a relação jurídica existente entre as partes é de nítido caráter continuativo, estando vinculada à manutenção de um determinado contexto fático. Assim, havendo modificação neste contexto, nada obsta que haja uma reapreciação judicial da matéria, nos termos da explícita previsão constante do artigo 471, I, do CPC. Requer, ao fim, que esse Egrégio Tribunal Regional Federal da 5ª Região, após regular processamento, conheça do presente recurso de apelação, dando-lhe provimento para reformar a sentença nos termos destas razões recursais. Éo relatório. PROCESSO Nº: APELAÇÃO RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL RUBENS DE MENDONCA CANUTO NETO - 1º TURMA VOTO O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator Convocado): Cinge-se a controvérsia à verificação do acerto ou desacerto da sentença que reconheceu a carência de ação por falta de interesse de agir, e extinguiu, sem resolução do mérito (art. 267, VI, 3º do CPC), ação ordinária proposta pela UNIÃO em face de JEOZADAQUES DOS SANTOS SILVA JÚNIOR objetivando a revisão do comando judicial proferido no processo nº (3ª Vara Federal/PE). Compulsando os autos, entendo que nenhum reproche merece o decisum vergastado, tendo em vista que minha compreensão sobre a matéria guarda estreita sintonia com aquela esposada pelo Juízo de Primeiro Grau.

3 Na hipótese, pretende a União a revisão da decisão exarada na ação ordinária nº , que tramitou na 3ª Vara Federal de Pernambuco, de forma que seja cancelado o direito do réu ao tratamento médico fornecido e ao pagamento da respectiva remuneração, bem como de qualquer outra obrigação jurídica da União para com o réu, decorrente de sua relação com o Comando da Aeronáutica. Segundo alega a apelante, restou constatado que o autor da referida ação ( ), ora apelado, possui vínculo empregatício desde 08/10/2012 como inspetor de segurança do Shopping Riomar, trabalho este que vai de encontro ao quadro de saúde alegado naqueles autos. Em relação ao tratamento médico outrora determinado judicialmente, informa a União que o demandado somente compareceu ao Hospital da Aeronáutica do Recife para tratamento no ano de 2012, não havendo registro nos anos seguintes. Todavia, verifica-se que referido processo ainda não transitou em julgado, porquanto pendente de apreciação recurso especial interposto perante o STJ (REsp nº /PE), estando tal decisum, pois, suscetível de reforma e, por conseguinte, de extinção das obrigações da União para com o demandado. Destarte, caberia a União noticiar ao próprio juízo no qual ocorre a execução provisória do julgado as novas circunstâncias fáticas narradas, não havendo a necessidade de instauração de demanda autônoma para tal fim. Consoante destacou a douta sentenciante a quo, o interesse de agir não se resume à necessidade de um provimento jurisdicional, devendo também ser observada a adequação do meio utilizado. Com efeito, a sentença proferida na ação nº , ratificada por este e. Tribunal, que determinou a reintegração ora recorrido como soldado junto à Força Aérea Brasileira, na condição de adido, além de tratamento médico-hospitalar, com a percepção de remuneração, traz em si, implicitamente, a cláusula rebus sic stantibus, vez que levou em consideração a situação de fato e direito existente, prevalecendo, pois, enquanto perdurar esse contexto. Assim, havendo alteração das condições que justificaram a referida decisão, a hipótese reclama simples requerimento de providências perante àquele juízo, responsável pela execução provisória da sentença enquanto pendente de apreciação o respectivo Recurso Especial, e não a propositura de nova demanda, mostrando-se escorreita a sentença que extinguiu o presente processo, sem resolução do mérito, nos termos do art. 267, inc. VI, do CPC. Com essas considerações, nego provimento à apelação. É como voto. PROCESSO Nº: APELAÇÃO RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL RUBENS DE MENDONCA CANUTO NETO -

4 1º TURMA EMENTA PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO. DECISÃO JUDICIAL QUE DETERMINOU A REINTEGRAÇÃO DE MILITAR COMO ADIDO E TRATAMENTO MÉDICO. AÇÃO AUTÔNOMA AJUIZADA PELA UNIÃO VISANDO À DESCONSTITUIÇÃO DO DIREITO. NÃO CABIMENTO. PROCESSO AINDA NÃO TRANSITADO EM JULGADO. EXTINÇÃO DO FEITO, SEM JULGAMENTO DO MÉRITO. ART. 267, VI, DO CPC. SENTENÇA CONFIRMADA. 1. Sentença que extinguiu, sem resolução do mérito (art. 267, VI, 3º do CPC), ação ordinária proposta pela União objetivando a revisão do comando judicial proferido no processo nº (3ª Vara Federal/PE), para declarar a extinção do direito do réu, reintegrado ao Comando da Aeronáutica na condição de adido, ao tratamento médico e ao pagamento de remuneração. 2. Segundo alega a União, restou constatado que o autor da referida ação ( ), ora apelado, possui vínculo empregatício desde 08/10/2012 como inspetor de segurança de shopping, trabalho este que vai de encontro ao quadro de saúde alegado naqueles autos. Em relação ao tratamento médico outrora determinado, informa que o demandado somente compareceu ao Hospital da Aeronáutica para tratamento no ano de 2012, não havendo registro nos anos seguintes. 3. Com efeito, a sentença proferida na ação nº , confirmada neste eg. Tribunal, onde se determinou a reintegração do ora recorrido como soldado junto à Força Aérea Brasileira, na condição de adido, além de tratamento médico-hospitalar, com a percepção de remuneração, traz em si, implicitamente, a cláusula rebus sic stantibus, vez que levou em consideração a situação de fato e de direito existente, prevalecendo, pois, enquanto perdurar esse contexto. 4. Ademais, verifica-se que referido processo ainda não transitou em julgado, porquanto pendente de apreciação o Recurso Especial interposto perante o STJ (REsp nº /PE), estando tal decisum, pois, suscetível de reforma e, por conseguinte, de extinção das obrigações da União para com o demandado. 5. Caberia a União noticiar ao próprio juízo no qual ocorre a execução provisória do julgado as novas circunstâncias fáticas narradas, não havendo a necessidade de instauração de demanda autônoma para tal fim, mostrando-se escorreita a sentença que extinguiu o presente processo, sem resolução do mérito, nos termos do art. 267, inc. VI, do CPC. 6. Apelação desprovida. ACÓRDÃO Vistos, etc.

5 Decide a Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, por unanimidade, negar provimento à apelação, nos termos do Relatório, Voto e notas taquigráficas constantes dos autos, que ficam fazendo parte integrante do presente julgado. Recife, 10 de dezembro de (Data de julgamento)

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL. Órgão: 3ª Turma Cível. Processo N.: Apelação Cível APC. Apelante(s): JOSÉ VIEIRA DE SÁ

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL. Órgão: 3ª Turma Cível. Processo N.: Apelação Cível APC. Apelante(s): JOSÉ VIEIRA DE SÁ TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL Órgão: 3ª Turma Cível Processo N.: Apelação Cível 20080510067475APC Apelante(s): JOSÉ VIEIRA DE SÁ Apelado(s): BRADESCO SEGUROS S/A Relator: Desembargador JOÃO MARIOSI

Leia mais

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO RELATÓRIO O DESEMBARGADOR FEDERAL GERALDO APOLIANO (RELATOR): Agravo de Instrumento manejado em face da decisão da lavra do MM. Juiz Federal da 8ª Vara da Seção Judiciária do Ceará, proferida nos autos

Leia mais

RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL CONVOCADO RUBENS DE MENDONÇA CANUTO - 1º TURMA RELATÓRIO

RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL CONVOCADO RUBENS DE MENDONÇA CANUTO - 1º TURMA RELATÓRIO RELATÓRIO Cuida-se de remessa oficial e de apelação interposta em face de sentença da lavra do MM. Juízo Federal da 2ª Vara de Pernambuco, que concedeu a segurança postulada, determinando a atualização

Leia mais

PROCESSO: RO

PROCESSO: RO A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A PLANO DE SAÚDE. DIREITO ADQUIRIDO. AUXÍLIO-DOENÇA. O cancelamento abrupto do plano de saúde caracteriza-se como violação ao direito adquirido do reclamante, que é detentor do

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2014.0000566560 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 9295174-21.2008.8.26.0000, da Comarca de Guarulhos, em que são apelantes ADRIANA PAULINO COSTA (JUSTIÇA GRATUITA),

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.511.655 - MG (2014/0298242-0) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS RECORRENTE : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RECORRIDO : BANCO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO ADVOGADO : SEM REPRESENTAÇÃO

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0145.14.044695-9/002 Númeração 0823209- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Pedro Bernardes Des.(a) Pedro Bernardes 26/05/0015 19/06/2015 EMENTA: AGRAVO

Leia mais

RELATÓRIO VOTO. 3. Contrarrazões apresentadas. 4. É o que havia de relevante para relatar.

RELATÓRIO VOTO. 3. Contrarrazões apresentadas. 4. É o que havia de relevante para relatar. PROCESSO Nº: 0807416-48.2014.4.05.8300 - APELAÇÃO RELATÓRIO 1. Trata-se apelação contra sentença que julgou improcedente o pedido de condenação do CONFEF e do CREF 12 à obrigação de cessar a prática de

Leia mais

RELATÓRIO. 3. Não foram apresentadas contrarrazões. 4. É o que havia de relevante para relatar. VOTO

RELATÓRIO. 3. Não foram apresentadas contrarrazões. 4. É o que havia de relevante para relatar. VOTO PROCESSO Nº: 0800286-13.2014.4.05.8201 - APELAÇÃO APELANTE: VICENTE SEBASTIAO DE LIMA ADVOGADO: MARCOS ANTONIO INACIO DA SILVA APELADO: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A)

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 21.205 - SP (2006/0009180-5) RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI IMPETRADO : JUIZ FEDERAL DA 13A VARA CÍVEL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE SÃO PAULO EMENTA PROCESSUAL

Leia mais

Apelação Cível n , de Videira Relator: Des. Joel Dias Figueira Júnior

Apelação Cível n , de Videira Relator: Des. Joel Dias Figueira Júnior Apelação Cível n. 2010.078282-8, de Videira Relator: Des. Joel Dias Figueira Júnior APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DE COBRANÇA SECURITÁRIA C/C COMPENSAÇÃO POR DANOS MORAIS. CONTRATO DE SEGURO DE VIDA EM GRUPO. PRESCRIÇÃO.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Paulo Roberto de Oliveira Lima

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Paulo Roberto de Oliveira Lima APTE : ANGELO OLIVEIRA DA SILVA REPTE : DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO APDO : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL ORIGEM:1ª VARA FEDERAL DE ALAGOAS RELATOR : DES. FEDERAL PAULO ROBERTO DE OLIVEIRA LIMA EMENTA PENAL.

Leia mais

2. Caso em que a família aduz não reunir condições para controlar, tratar ou submeter o filho a tratamento voluntário (fl. 2, verso).

2. Caso em que a família aduz não reunir condições para controlar, tratar ou submeter o filho a tratamento voluntário (fl. 2, verso). APELAÇÃO CÍVEL. INTERNAÇÃO COMPULSÓRIA. DIREITO CONSTITUCIONAL À SAÚDE. DESNECESSIDADE DE PRÉVIO INDEFERIMENTO ADMINISTRATIVO. DESCONSTITUIÇÃO DA SENTENÇA. ENFRENTAMENTO DO MÉRITO. IMPOSSIBILIDADE. AUSÊNCIA

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores FELIPE FERREIRA (Presidente sem voto), RENATO SARTORELLI E VIANNA COTRIM.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores FELIPE FERREIRA (Presidente sem voto), RENATO SARTORELLI E VIANNA COTRIM. 1 Registro: 2016.0000888926 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2223275-04.2016.8.26.0000, da Comarca de Santa Bárbara D Oeste, em que é agravante ELZA DOMINGOS

Leia mais

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL Nº 8785/2004 CLASSE II COMARCA DE SINOP APELANTE: BRASIL TELECOM S. A.

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL Nº 8785/2004 CLASSE II COMARCA DE SINOP APELANTE: BRASIL TELECOM S. A. APELANTE: BRASIL TELECOM S. A. APELADO: STELA MARIS SCHUTZ Número do Protocolo : 8785/2004 Data de Julgamento : 29-6-2004 EMENTA APELAÇÃO CÍVEL DECLARATÓRIA DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO TELEFÔNICO COMBINADA

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº , DA 9ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA.

APELAÇÃO CÍVEL Nº , DA 9ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA. APELAÇÃO CÍVEL Nº 1.401.899-0, DA 9ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA. APELANTE: CONDOMÍNIO RESIDENCIAL SCHOENSTATT. APELADO: LUIZ ADRIANO DE VEIGA BOABAID. RELATOR:

Leia mais

PROCESSO: RTOrd

PROCESSO: RTOrd ACÓRDÃO 9ª Turma PROCESSO: 0001049-15.2011.5.01.0042 - RTOrd COISA JULGADA. Inexiste o fenômeno da coisa julgada, uma vez que, nada obstante os pedidos e a causa de pedir sejam idênticos, as partes são

Leia mais

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA APELAÇÃO CÍVEL Nº 0014628-88.2009.8.19.0061 Ação Declaratória 2.ª Vara Cível da Comarca de Teresópolis APELANTE: VANIA DOS SANTOS APELADO: DETRAN- DEPARTAMENTO

Leia mais

EMENTA. 2. Recurso parcialmente conhecido e improvido. ACÓRDÃO

EMENTA. 2. Recurso parcialmente conhecido e improvido. ACÓRDÃO INCIDENTE DE UNIFORMIZAÇÃO JEF (PR E SC) Nº 2002.70.11.010420-0/PR RELATOR : Juiz JOÃO BATISTA LAZZARI RECORRENTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS RECORRIDO : Clovis Juarez Kemmerich : ORLANDA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.247.606 - SP (2011/0081765-9) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES : UNIÃO : JOSÉ FERREIRA DE SOUZA : CARLOS ALBERTO SILVA E OUTRO(S) RELATÓRIO

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0000.15.033552-9/000 Númeração 0335529- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Audebert Delage Des.(a) Audebert Delage 18/08/2015 28/08/2015 EMENTA: CONFLITO

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores ANDRADE NETO (Presidente) e ORLANDO PISTORESI. São Paulo, 30 de maio de 2012.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores ANDRADE NETO (Presidente) e ORLANDO PISTORESI. São Paulo, 30 de maio de 2012. Registro: 2012.0000252889 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0339919-02.2009.8.26.0100, da Comarca de, em que é apelante ALGARISMOS BRINQUEDOS LTDA sendo apelado VIAÇÃO AÉREA

Leia mais

RELATÓRIO A EXMA. SRA. DESEMBARGADORA FEDERAL LEIDE POLO:

RELATÓRIO A EXMA. SRA. DESEMBARGADORA FEDERAL LEIDE POLO: APELAÇÃO/REEXAME NECESSÁRIO Nº 2005.61.23.001640-5/SP RELATORA : Desembargadora Federal LEIDE POLO APELANTE : SEBASTIAO ANTONIO DE LIMA (= ou > de 65 anos) ADVOGADO : EVELISE SIMONE DE MELO e outro APELANTE

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.277.724 - PR (2011/0217334-1) RELATOR : MINISTRO JOÃO OTÁVIO DE NORONHA RECORRENTE : MARIA MADALENA FERREIRA VAZ E OUTRO ADVOGADO : MARCOS ANTÔNIO NUNES DA SILVA E OUTRO(S) RECORRIDO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli EMBARGOS DE DECLARAÇÃO em APELAÇÃO / REEXAME NECESSÁRIO Nº 26932-RN (0004493-44.2012.4.05.8400/01) APTE : UNIÃO APDO : CINTIA AZEVEDO ADV/PROC : CINTIA AZEVEDO e outros REMTE : JUÍZO DA 5ª VARA FEDERAL

Leia mais

O Exmº. Sr. Desembargador Federal EDILSON PEREIRA NOBRE JÚNIOR (Relator):

O Exmº. Sr. Desembargador Federal EDILSON PEREIRA NOBRE JÚNIOR (Relator): PROCESSO Nº: 0806399-92.2014.4.05.8100 - APELAÇÃO RELATÓRIO O Exmº. Sr. Desembargador Federal EDILSON PEREIRA NOBRE JÚNIOR (Relator): Trata-se de apelação interposta por FRANCISCO DAS CHAGAS MARTINS LINHARES

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 854.942 - RJ (2006/0135894-6) RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI EMENTA PROCESSUAL CIVIL. TRIBUTÁRIO. ART. 526 DO CPC. SÚMULA 07/STJ. AÇÃO DECLARATÓRIA C/C ANULATÓRIA DE DÉBITO

Leia mais

IV - APELACAO CIVEL

IV - APELACAO CIVEL RELATOR APELANTE ADVOGADO APELADO ORIGEM : DESEMBARGADOR FEDERAL PAULO BARATA : COMPANHIA DE MARCAS : DEBORAH BARRETO MENDES E OUTROS : UNIAO FEDERAL / FAZENDA NACIONAL : DÉCIMA PRIMEIRA VARA FEDERAL DO

Leia mais

QUARTA CÂMARA CÍVEL RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL Nº 23079/ CLASSE II COMARCA CAPITAL

QUARTA CÂMARA CÍVEL RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL Nº 23079/ CLASSE II COMARCA CAPITAL APELANTE: APELADAS: SUL AMÉRICA TERRESTRES MARÍTIMOS E ACIDENTES CIA. DE SEGUROS ALTINA PEREIRA DA SILVA E TRANSPORTES NOVA ERA LTDA. Número do Protocolo: 23079/2004 Data de Julgamento: 14-3-2005 EMENTA

Leia mais

R E L A T Ó R I O O EXMO. SR. DESEMBARGADOR FEDERAL LÁZARO

R E L A T Ó R I O O EXMO. SR. DESEMBARGADOR FEDERAL LÁZARO R E L A T Ó R I O GUIMARÃES (RELATOR): O EXMO. SR. DESEMBARGADOR FEDERAL LÁZARO Trata-se de agravo inominado interposto ante decisão que negou seguimento ao recurso, impugnando decisum proferido pelo MM.

Leia mais

RELATÓRIO. TRF/fls. E:\acordaos\ _ doc

RELATÓRIO. TRF/fls. E:\acordaos\ _ doc *AC 305947-AL (20028000001001-9) APTE: INSS - INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL ADV: MARIA DE FATIMA FALCÃO ALBUQUERQUE E OUTROS APDO: OTACILIA RAMOS DUARTE ADV: RAIMUNDA MOREIRA AZEVEDO E OUTROS REMTE:

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL nº /PE ( )

APELAÇÃO CÍVEL nº /PE ( ) APTE : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL APDO : SIULLE DE SÁ ROSA DE CASTRO CUNHA ORIGEM : 17ª VARA FEDERAL DE PERNAMBUCO (COMPETENTE P/ EXECUçõES PENAIS) RELATOR : DESEMBARGADOR FEDERAL PAULO GADELHA - Segunda

Leia mais

RELATÓRIO. 3. Foi atribuído o efeito suspensivo ao presente recurso. 4. Foram apresentadas contrarrazões. 5. É o que havia de relevante para relatar.

RELATÓRIO. 3. Foi atribuído o efeito suspensivo ao presente recurso. 4. Foram apresentadas contrarrazões. 5. É o que havia de relevante para relatar. PROCESSO Nº: 0804286-21.2014.4.05.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO RELATÓRIO 1. Trata-se AGTR interposto pela UNIÃO FEDERAL, contra decisão do douto Juiz Federal da 1ª Vara da SJ/RN que, nos autos da ação

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) AGDO.(A/S) : MIN. ROBERTO BARROSO :MÓVEIS SANDRIN LTDA : ALESSANDRO MAMBRINI E OUTRO(A/S) :LUCIANA FERNANDES SOARES :ROBERTO BERNARDES

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0035.12.011240-0/001 Númeração 1041280- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Pedro Bernardes Des.(a) Pedro Bernardes 30/04/2013 06/05/2013 EMENTA: AGRAVO

Leia mais

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO RELATÓRIO UNIÃO FEDERAL (Fazenda Nacional) apela da r. sentença (fls.12/13) que (a) rejeitando a alegação de excesso de execução, (b) julgou improcedentes os embargos opostos à execução que lhe move NELSON

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA DO TRABALHO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA DO TRABALHO CONSELHO SUPERIOR DA A C Ó R D Ã O Conselho Superior da Justiça do Trabalho) CSEBS/ / / PEDIDO DE ESCLARECIMENTO. DECISÃO QUE INDEFERIU MEDIDA LIMINAR E EXTINGUIU O PROCESSO SEM RESOLUÇÃO DO MÉRITO. CARÊNCIA

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 790.867 DISTRITO FEDERAL RELATORA RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. CÁRMEN LÚCIA : JOSÉ EVANGELISTA SILVA E OUTRO(A/S) : FERNANDO VIEIRA SERTÃO E OUTRO(A/S)

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo TRIBUNAL DE JUSTIÇA São Paulo fls. 2 Registro: 2015.0000679516 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0006628-41.2011.8.26.0318, da Comarca de Leme, em que é apelante FAZENDA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2012.0000111145 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 0260447-87.2011.8.26.0000, da Comarca de, em que são agravantes DENISSON MOURA DE FREITAS e MARIA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO fls. 1 ACÓRDÃO Registro: 2014.0000569257 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0043066-51.2012.8.26.0053, da Comarca de São Paulo, em que é apelante FAZENDA DO ESTADO DE SÃO PAULO,

Leia mais

EMENTA ACÓRDÃO. Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO

EMENTA ACÓRDÃO. Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 5049113-58.2015.4.04.0000/PR RELATORA : Des. Federal MARGA INGE BARTH TESSLER AGRAVANTE : GABRIEL BONATO RIFFEL : JULIANO BONATO RIFFEL AGRAVADO : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos estes autos da Apelação Cível nº , em que figuram como apelante

Vistos, relatados e discutidos estes autos da Apelação Cível nº , em que figuram como apelante QUINTA CÃMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0052359-17.1997.805.0001-0 (antigo nº 82115-7/2009) APELANTE: FAZENDA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DO SALVADOR APELADOS: BH S/A RELATOR: DES. JOSÉ CÍCERO LANDIN NETO EMENTA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL LUIZ ALBERTO GURGEL DE FARIA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL LUIZ ALBERTO GURGEL DE FARIA APELREEX Nº 25294 - SE (0001410-11.2012.4.05.8500) APELANTE: ANTONIO CARLOS DOS SANTOS ADVOGADOS: CARLOS EDUARDO REIS CLETO e outro APELADO: INSS INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL REPRESENTANTE: PROCURADORIA

Leia mais

ENERGIA E SERVICOS S A MUNICIPIO DE PETROPOLIS

ENERGIA E SERVICOS S A MUNICIPIO DE PETROPOLIS Tribunal de Justiça 12ª Câmara Cível Apelação Cível nº 0045893-97.2011.8.19.0042 Apelantes: AMPLA ENERGIA E SERVICOS S A MUNICIPIO DE PETROPOLIS Apelado: IZABEL DE AZEVEDO SILVA Relator: Desembargador

Leia mais

IV - APELACAO CIVEL

IV - APELACAO CIVEL RELATOR APELANTE ADVOGADO APELANTE ADVOGADO APELADO ORIGEM : JUIZ FEDERAL CONVOCADO JOSÉ ANTONIO LISBOA NEIVA : COOK ELECTRIC TELECOMUNICACOES S/A : MARIA DE LOURDES JORGE ESTEVES : CAIXA ECONOMICA FEDERAL

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL Agravo Interno no Agravo de Instrumento nº 0007110-60.2014.8.19.0000 Agravante: Tim Celular S/A Agravado: Miguel da Silva Virgem

Leia mais

(?YÁê0ì1S0) EMENTA ACÓRDÃO. Decide a Turma, por unanimidade, dar provimento à apelação, nos termos do voto. do Relator.

(?YÁê0ì1S0) EMENTA ACÓRDÃO. Decide a Turma, por unanimidade, dar provimento à apelação, nos termos do voto. do Relator. (?YÁê0ì1S0) PODER JUDICIÁRIO RELATOR : JUIZ FEDERAL CARLOS AUGUSTO PIRES BRANDÃO (CONV.) APELANTE : LEONARDO DE CASTRO MACEDO E OUTRO(A) ADVOGADO : FABRICIO CASTRO ALVES DE MELO E OUTRO(A) APELADO : UNIAO

Leia mais

Nº PORTO ALEGRE

Nº PORTO ALEGRE APELAÇÃO E REEXAME NECESSÁRIO. DIREITO TRIBUTÁRIO. MANDADO DE SEGURANÇA. CERTIDÃO POSITIVA COM EFEITO DE NEGATIVA. DEVE SER AUTORIZADA A EXPEDIÃO DE CERTIDÃO POSITIVA COM EFEITO DE NEGATIVA, EM RAZÃO DA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1.309.500 - RS (2012/0052859-5) RELATOR AGRAVANTE AGRAVADO : MINISTRO JOÃO OTÁVIO DE NORONHA EMENTA AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL. SEGURO DPVAT. PRESCRIÇÃO. TRIENAL.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 8a Turma RECURSO ORDINÁRIO. VIGILANTE. JUSTA CAUSA. FALTAS SUCESSIVAS. NÃO JUSTIFICADAS. A desídia, em regra, não se caracteriza por um único ato e sim por um conjunto de atos faltosos de menor

Leia mais

RECURSO EXTRAORDINÁRIO E RECURSO ESPECIAL I e II Nº

RECURSO EXTRAORDINÁRIO E RECURSO ESPECIAL I e II Nº RECURSO EXTRAORDINÁRIO N 0029634-19.2012.8.19.0001 Recorrente: ESTADO DO RIO DE JANEIRO Recorridos: FARID HABIB E OUTRO RECURSO ESPECIAL Nº 0029634-19.2012.8.19.0001 Recorrente: ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 5ª Turma RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA JUNTO AO INSS NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO O efeito suspensivo dado ao recurso administrativo contra a aplicação do nexo técnico epidemiológico, de que

Leia mais

ACÓRDÃO 3ª TURMA NULIDADE JULGAMENTO EXTRA PETITA É nula a sentença que julga pretensão diversa da formulada pelo Autor. Buffet Amanda Ltda.

ACÓRDÃO 3ª TURMA NULIDADE JULGAMENTO EXTRA PETITA É nula a sentença que julga pretensão diversa da formulada pelo Autor. Buffet Amanda Ltda. ACÓRDÃO 3ª TURMA NULIDADE JULGAMENTO EXTRA PETITA É nula a sentença que julga pretensão diversa da formulada pelo Autor. Recorrente: Buffet Amanda Ltda. Recorridos: Alex Sandro Farias de Oliveira Marina

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1.153.246 - SC (2009/0161917-3) RELATOR AGRAVANTE AGRAVADO : MINISTRO BENEDITO GONÇALVES EMENTA TRIBUTÁRIO. AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL. PIS. COFINS. ALTERAÇÃO DA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 37ª Câmara de Direito Privado

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 37ª Câmara de Direito Privado ACÓRDÃO Registro: 2016.0000683259 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2164180-43.2016.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante BANCO VOTORANTIM S/A, são

Leia mais

A C Ó R D Ã O DO AGRAVO INTERNO.

A C Ó R D Ã O DO AGRAVO INTERNO. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO DE JANEIRO 24ª CÂMARA CÍVEL AGRAVO INTERNO NO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0011012-84.2015.8.19.0000 4ª VARA EMPRESARIAL AGRAVANTE : MICROSOFT INFORMATICA LTDA AGRAVADO : MINISTÉRIO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0001290-15.2010.8.19.0028 APELANTE: AMPLA ENERGIA E SERVIÇOS S.A. APELADOS: R.S.R. DE MACAÉ EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES IMOBILIÁRIAS

Leia mais

RELATÓRIO. O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator):

RELATÓRIO. O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator): 1 de 5 22/02/2016 11:17 RELATÓRIO O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator): Cuida-se de agravo de instrumento desafiado contra decisão proferida pela MM. Juíza Federal da 3ª Vara/PB que, nos

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 831.699 DISTRITO FEDERAL RELATORA RECTE.(S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :EDVALDO BORGES DE ARAÚJO ADV.(A/S) :ANTONIO DANIEL CUNHA RODRIGUES DE SOUZA E OUTRO(A/S) RECDO.(A/S) :CELIO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça EDcl no AgRg nos EDcl no CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 88.661 - SP (2007/0188584-8) RELATOR EMBARGANTE EMBARGADO SUSCITANTE : MINISTRO FERNANDO GONÇALVES : LUIZ OTÁVIO MOREIRA DE SÁ : VIAÇÃO AÉREA SÃO PAULO

Leia mais

PROCESSO Nº:

PROCESSO Nº: ADVOGADO: SEBASTIÂO REGINALDO LOPES RELATÓRIO O Senhor DESEMBARGADOR FEDERAL MANUEL MAIA (CONVOCADO): Tem-se aqui apelação da União em face de sentença que, confirmando tutela judicial, nos autos de ação

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 730.896 SANTA CATARINA RELATORA RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :ERLON NATALINO CANTELLI : VANESSA REGIANINI SCHMITZ E OUTRO(A/S) :ESTADO DE SANTA

Leia mais

(7) Agravo de Instrumento nº

(7) Agravo de Instrumento nº TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0003412-46.2014.8.19.0000 JUÍZO DE ORIGEM: VARA ÚNICA DA COMARCA DE IGUABA GRANDE AGRAVANTE:

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( ) DE ANÁPOLIS

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( ) DE ANÁPOLIS AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 90425-67.2011.8.09.0000 (201190904250) DE ANÁPOLIS AGRAVANTE AGRAVADO CÂMARA VILMAR FERREIRA PRODUTOS ALIMENTÍCIOS ORLÂNDIA S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA DESEMBARGADOR CARLOS ESCHER

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gabinete Juiz Convocado 8 Av. Presidente Antonio Carlos, 251

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gabinete Juiz Convocado 8 Av. Presidente Antonio Carlos, 251 A C Ó R D Ã O 8ª T U R M A TESTEMUNHA CLIENTE DO ADVOGADO DO AUTOR NÃO ACOLHIMENTO DA CONTRADITA, PORÉM APRECIADA COM RESERVAS POR PRESUMIR-SE QUE FOI ORIENTADA POR DEVER DE OFÍCIO. Entendo que o fato

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0006422-98.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: DENISE GUARINO MOREIRA FOLETTO AGRAVADO 1: CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO

Leia mais

Á'Os. Poder yudiciário 'Tribunal de :Justiça do Estado da 'Paraíba Gabinete da Desembargadora Maria de Fátima Moraes BeJerra Cavalcanti

Á'Os. Poder yudiciário 'Tribunal de :Justiça do Estado da 'Paraíba Gabinete da Desembargadora Maria de Fátima Moraes BeJerra Cavalcanti IB Á'Os. Poder yudiciário 'Tribunal de :Justiça do Estado da 'Paraíba Gabinete da Desembargadora Maria de Fátima Moraes BeJerra Cavalcanti DECISÃO MONOCRÁTICA AGRAVO DE INSTRUMENTO 200.2006.018796-6/ 002

Leia mais

demandado em utilizar indevidamente tal terreno.

demandado em utilizar indevidamente tal terreno. PROCESSO Nº: 0804934-64.2015.4.05.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO AGRAVANTE: UNIÃO FEDERAL AGRAVADO: ANTONIO MARCIO BRITTO RAPOSO ADVOGADO: ANTONIO CARLOS FREITAS MELRO DE GOUVEIA RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A)

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: ACÓRDÃO fls. 4 Registro: 2016.0000488213 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 3001981-76.2013.8.26.0157, da Comarca de Cubatão, em que é apelante MARILANE GARCIA DE ARAUJO, é apelado

Leia mais

Dados Básicos. Ementa. Íntegra. Fonte: Tipo: Acórdão STJ. Data de Julgamento: 19/03/2013. Data de Aprovação Data não disponível

Dados Básicos. Ementa. Íntegra. Fonte: Tipo: Acórdão STJ. Data de Julgamento: 19/03/2013. Data de Aprovação Data não disponível Dados Básicos Fonte: 1.281.236 Tipo: Acórdão STJ Data de Julgamento: 19/03/2013 Data de Aprovação Data não disponível Data de Publicação:26/03/2013 Estado: São Paulo Cidade: Relator: Nancy Andrighi Legislação:

Leia mais

28/10/2014 PRIMEIRA TURMA : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA

28/10/2014 PRIMEIRA TURMA : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 8 28/10/2014 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 736.365 SÃO PAULO RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. DIAS

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 09/08/2016 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 971.301 SÃO PAULO RELATOR : MIN. ROBERTO BARROSO AGTE.(S) :FUNDACAO CENTRO

Leia mais

Apelação Criminal nº , oriundo do Juizado Especial Criminal da Comarca de Curitiba.

Apelação Criminal nº , oriundo do Juizado Especial Criminal da Comarca de Curitiba. Apelação Criminal nº 0027371-37.2012.8.16.0182, oriundo do Juizado Especial Criminal da Comarca de Curitiba. Apelante: Ivan Lelis Bonilha Apelado: Esmael Alves de Moraes Interessado: Ministério Público

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Vistos, relatados e discutidos estes autos de

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Vistos, relatados e discutidos estes autos de ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SAO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA d REGISTRADO(A) SOB H Vistos, relatados e discutidos estes autos de APELAÇÃO CÍVEL n 24 6.418-4/7-00, da Comarca de ITAPETININGA, em

Leia mais

5/12/2014 :: Portal da Justiça Federal da 3ª Região:: DIÁRIO ELETRÔNICO DA JUSTIÇA FEDERAL DA 3ª REGIÃO Edição nº 222/2014 - São Paulo, sexta-feira, 05 de dezembro de 2014 TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA

Leia mais

: MIN. GILMAR MENDES

: MIN. GILMAR MENDES RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 949.410 RIO DE JANEIRO RELATOR RECTE.(S) : MIN. GILMAR MENDES :JANDIRA COSTA VIEIRA :DEFENSOR PÚBLICO-GERAL FEDERAL :UNIÃO :ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO :ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

10/06/2014 SEGUNDA TURMA : MIN. GILMAR MENDES

10/06/2014 SEGUNDA TURMA : MIN. GILMAR MENDES Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) : MIN. GILMAR MENDES :SALVAR TREINAMENTOS REPRESENTAÇÕES E CONSULTORIA EM SEGURANÇA DO TRABALHO LTDA ADV.(A/S) :CARLOS GUILHERME

Leia mais

- Sentença mantida. - Recurso improvido.

- Sentença mantida. - Recurso improvido. SÉTIMA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL PROCESSO Nº 0033658-26.2011.8.19.0066 RELATOR: DES. CAETANO E. DA FONSECA COSTA LOCAÇÃO IMÓVEL RESIDENCIAL - DISSOLUÇÃO DO CONTRATO PRELI- MINAR DE NULIDADE DA SENTENÇA

Leia mais

RELATÓRIO VOTO. 3. Contrarrazões apresentadas. 4. É este o relatório.

RELATÓRIO VOTO. 3. Contrarrazões apresentadas. 4. É este o relatório. PROCESSO Nº: 0800304-73.2015.4.05.8403 - APELAÇÃO APELANTE: INSTITUTO BRAS DO MEIO AMBIEN E DOS REC NAT RENOVAVEIS - IBAMA APELADO: SAULO HENRIQUE DE SOUZA ADVOGADO: KATIA MARIA LOBO NUNES RELATOR(A):

Leia mais

EMENTA ACÓRDÃO. DESEMBARGADOR FEDERAL REYNALDO FONSECA Relator RELATÓRIO

EMENTA ACÓRDÃO. DESEMBARGADOR FEDERAL REYNALDO FONSECA Relator RELATÓRIO APELAÇÃO CÍVEL 2006.38.00.016310-4/MG Processo na Origem: 200638000163104 RELATOR(A) : DESEMBARGADOR FEDERAL REYNALDO FONSECA EMENTA PROCESSO CIVIL E TRIBUTÁRIO. EMBARGOS À EXECUÇÃO. PENHORABILIDADE DE

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.087.394 - SP (2008/0192116-9) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO AGRAVANTE : MANOEL DE ANDRADE ADVOGADO : PEDRO BANNWART COSTA E OUTRO(S) AGRAVADO : INSTITUTO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 1a Turma AGRAVO DE PETIÇÃO. CUSTAS. BASE DE CÁLCULO. TOTAL ATUALIZADO DA LIQUIDAÇÃO. Inteligência do art. 789, inciso I, da CLT, as custas são fixadas sobre o valor da condenação, na sentença,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 1a Turma PRINCÍPIO DA UNIRRECORRIBILIDADE PRECLUSÃO CONSUMATIVA. O princípio da unirrecorribilidade, preconiza que o direito da parte de se insurgir contra o julgado que lhe foi desfavorável, se

Leia mais

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Tribunal de Justiça Vigésima Primeira Câmara Cível

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Tribunal de Justiça Vigésima Primeira Câmara Cível Apelação cível nº: 0379418-52.2013.8.19.0001 Apelante: FRANCISCO DE PAULA MUNIZ FREIRE BARBOSA Apelado: RONALDO GANON Relatora: DES. MÁRCIA CUNHA SILVA ARAÚJO DE CARVALHO APELAÇÃO CÍVEL. EMBARGOS Á EXECUÇÃO.

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO CASTRO MEIRA ADVOGADO : CARLOS HENRIQUE BERNARDES CASTELLO CHIOSSI E OUTROS EMENTA ADMINISTRATIVO. FGTS. DESPEDIDA IMOTIVADA. LEVANTAMENTO DOS DEPÓSITOS. ARBITRAGEM. DIREITO TRABALHISTA.

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº /SC RELATÓRIO

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº /SC RELATÓRIO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 5013067-36.2016.4.04.0000/SC RELATOR : RICARDO TEIXEIRA DO VALLE PEREIRA AGRAVANTE : UNIÃO - ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO AGRAVADO : ADVOGADO : LUIZ CLAUDIO CASTALDELLO MPF : MINISTÉRIO

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0433.01.022186-2/001 Númeração 0221862- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Francisco Figueiredo Des.(a) Francisco Figueiredo 29/06/2006 21/07/2006

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.438.529 - MS (2013/0383808-5) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS RECORRENTE : ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL PROCURADOR : ITANEIDE CABRAL RAMOS E OUTRO(S) RECORRIDO : CIDNEY CORREA

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0194.09.096338-1/001 Númeração 0963381- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Mota e Silva Des.(a) Mota e Silva 09/06/2009 30/06/2009 EMENTA: DIREITO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO PODER JUDICIÁRIO DE SÃO PAULO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA 154 7 REGISTRADO(A) SOB N {r\ ACÓRDÃO!! 1 *03498880* Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação n 0110976-27.2007.8.26.0003,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO EMENTA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO EMENTA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO RELATORA APELANTE ADVOGADO APELADO(A) ADVOGADO No. ORIG. : : VITRIN ART MANEQUINS E ACESSORIOS LTDA : SP012737 GILBERTO BRUNO PUZZILLI e outro(a)

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO RECORRENTE : UNIÃO FEDERAL RECORRIDA : MARTINS COMERCIO E SERVIÇOS DE DISTRIBUIÇÃO S/A EMENTA: TRABALHO EXTERNO. MOTORISTAS. ART. 74, 3º, DA CLT. INAPLICABILIDADE. PERÍODO ANTERIOR À PUBLICAÇÃO DA LEI

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 1 Registro: 2012.0000438839 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0145458-59.2011.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que são apelantes ED COSTA MUSIC COMÉRCIO DE ARTIGOS

Leia mais

processo judicial eletrônico nº : SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS : william kenzo fujiy

processo judicial eletrônico nº : SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS : william kenzo fujiy processo judicial eletrônico nº 0804596-90.2015.4.05.0000 AGRTE REPTE AGRdo ADV agrdo origem RELATOR : SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS : william kenzo fujiy : cef - caixa econômica federal :

Leia mais

SEXTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº / CLASSE CNJ COMARCA DE COLÍDER RELATOR: DES. RUBENS DE OLIVEIRA SANTOS FILHO

SEXTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº / CLASSE CNJ COMARCA DE COLÍDER RELATOR: DES. RUBENS DE OLIVEIRA SANTOS FILHO APELANTE(S): GENISLEI MARTINS DE OLIVEIRA BARRETO APELADO(S): SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO - CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Número do Protocolo: 119314/2016 Data de Julgamento: 14-09-2016

Leia mais

AGRAVO REGIMENTAL NA APELAÇÃO CÍVEL Nº ( ) DE GOIÂNIA DESEMBARGADOR CARLOS ESCHER RELATÓRIO E VOTO

AGRAVO REGIMENTAL NA APELAÇÃO CÍVEL Nº ( ) DE GOIÂNIA DESEMBARGADOR CARLOS ESCHER RELATÓRIO E VOTO AGRAVO REGIMENTAL NA APELAÇÃO CÍVEL Nº 56173-45.2012.8.09.0051 (201290561737) DE GOIÂNIA AGRAVANTE AGRAVADO RELATOR CÂMARA OTAILDO LUIZ LIMA ESTADO DE GOIÁS DESEMBARGADOR CARLOS ESCHER 4ª CÍVEL RELATÓRIO

Leia mais

ACORDAM os Desembargadores que compõem a Quinta Câmara Cível do Tribunal de Justiça, por unanimidade de votos, em negar provimento ao recurso.

ACORDAM os Desembargadores que compõem a Quinta Câmara Cível do Tribunal de Justiça, por unanimidade de votos, em negar provimento ao recurso. QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0065370-67.2013.8.19.0000 6ª VARA DE FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DA CAPITAL AGRAVO INTERNO AGRAVANTE: CARLOS JOSE VICTOR DEL GUERCIO AGRAVADA:

Leia mais

PROCESSO Nº: APELAÇÃO RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL JOSE LAZARO ALFREDO GUIMARAES - 4ª TURMA

PROCESSO Nº: APELAÇÃO RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL JOSE LAZARO ALFREDO GUIMARAES - 4ª TURMA PROCESSO Nº: 0801702-44.2013.4.05.8300 - APELAÇÃO Relatório O apelante impugna sentença que julgou improcedente a demanda. Destaco da sua argumentação: "... não se está discutindo aprovação em concurso

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO AMAZONAS. RECURSO ELEITORAL N CLASSE 30 6 a ZONA ELEITORAL - MANACAPURU

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO AMAZONAS. RECURSO ELEITORAL N CLASSE 30 6 a ZONA ELEITORAL - MANACAPURU ACÓRDÃO N. /2015 RECURSO ELEITORAL N. 92-86.2013.6.04.0006 CLASSE 30 6 a ZONA ELEITORAL - MANACAPURU Autos: Recurso Eleitoral Doação acima do Limite Legal Pessoa Física. Recorrente: Ministério Público

Leia mais