Atualização na candidíase de repetição Existem novas propostas de tratamento? Vera Fonseca

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Atualização na candidíase de repetição Existem novas propostas de tratamento? Vera Fonseca"

Transcrição

1 TROCANDO IDÉIAS XX 16 e 17 de junho de 2016 Windsor Flórida Hotel - Rio de Janeiro - RJ Atualização na candidíase de repetição Existem novas propostas de tratamento? Vera Fonseca Conselheira do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (CREMERJ) Chefe do Setor de Patologia do Trato Genital Inferior do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho Universidade Federal do Rio de Janeiro (HUCFF-UFRJ) Professora do Curso de Medicina da Universidade Estácio de Sá

2 D efinição Processo descamativo e transudativo, que acomete o epitélio vulvovaginal causado pela presença de Candida albicans, associado invariavelmente a quadro inflamatório local de maior ou menor intensidade. MARTINS, 2014

3 IMPORTÂNCIA DO TEMA Sintomas desagradáveis Automedicação Diagnóstico inadequado pelo próprio ginecologista Processo inflamatório intenso

4 CANDIDÍASE VULVOVAGINAL 2ª causa de vulvovaginites 1/3 dos casos Não é considerada doença oportunista Não é DST

5 PREVALÊNCIA 10% a 20% idade reprodutiva 6% a 7% menopausa 3% a 6% pré-púberes SOBEL, 2016

6 PREVALÊNCIA 75% pelo menos um episódio 40 a 50% apresentarão novo surto 5% a 10% episódios de recorrência MARTINS, 2014

7 MICROBIOLOGIA 80 a 92%: Candida albicans 2º maior incidência: Candida glabrata Outras: Candida tropicalis Candida krusei Candida parapsilopsis Candida guilliermondi SOBEL, 2016

8 CANDIDÍASE DE REPETIÇÃO Definida como quatro ou mais episódios de infecção sintomática dentro de 1 ano. CDC, 2015

9 FATORES DE RISCO Diabetes mellitus Uso prévio de antibiótico Aumento dos níveis de estrogênio Dispositivos contraceptivos Fatores comportamentais

10 FATORES DE RISCO E AINDA: Deficiências específicas na imunidade local Mulheres alérgicas podem apresentar maior tendência a candidíase recorrente

11 APRESENTAÇÃO CLÍNICA Prurido vulvar/vaginal Disúria Dispareunia 1 semana antes da menstruação

12 AGINOSE CITOLÍTICA Prurido vulvar Dispareunia Disúria Corrimento vaginal branco Citologia a fresco Número exagerado de lactobacilos Núcleos celulares desnudos Lise de células epiteliais vaginais ph 3,5 e 4,5

13 EXAME FÍSICO Eritema em vulva/vagina Edema vulvar Escoriações Conteúdo vaginal branco, espesso e aderente

14 CLASSIFICAÇÃO CANDIDÍASE COMPLICADA NÃO COMPLICADA

15 C lassificação Não complicada: Mulheres sadias Sintomas esporádicos e infrequentes Terapia antifúngica e convencional Candida albicans 90% de cura Complicada: Sinais e sintomas graves 3 episódios ou mais por ano Pacientes imunossuprimidas Candida glabrata ou outras não albicans Tratamento mais prolongado Uso de anti-inflamatórios Tratamento profilático

16 MUNOSSUPRESSÃO Pacientes imunossuprimidas são aquelas em que os mecanismos normais de defesa contra infecção estão comprometidos. TRANSPLANTADAS QUEIMADAS PORTADORAS DE HIV TERAPIA IMUNOSSUPRESSORA

17 DIAGNÓSTICO ph vaginal <4,5 Wiff teste negativo EXAME A FRESCO: LEVEDURAS OU PSEUDO-HIFAS (40 A 60% DE SENSIBILIDADE) Esfregaço gram: leveduras ou pseudo-hifas (> 65% de sensibilidade) Cultura vaginal positiva para espécies Candida sp. Se possível, devem ser distinguidas se albicans ou não-albicans.

18 CANDIDA GLABRATA Observada em 10 a 20% das mulheres com candidíase de repetição Agentes terapêuticos azólicos têm eficácia diminuída Maior incidência em mulheres HIV-positivas Microscopia: não forma hifas ou pseudohifas. Somente esporos são visualizados.

19 T ratamento Controlar fatores predisponentes Não interrompe o tratamento durante o fluxo menstrual Evitar prescrever associações medicamentosas

20 T ipos de Anti-fúngicos Poliênicos: nistatina Azólicos: miconazol, clortrimazol, econazol e cetoconazol Triazóis: fluconazol, ifraconazol e terconazol Outras opções: violeta genciana, ácido bórico

21 TRATAMENTO CANDIDÍASE NÃO COMPLICADA CDC, 2015

22 TRATAMENTO ORAL FLUCONAZOL 150 MG DOSE ÚNICA TRATAMENTO INTRAVAGINAL CLOTRIMAZOL CREME VAGINAL 1% (7 DIAS) ou 2% (3 DIAS) MICONAZOL CREME VAGINAL 2% (7 DIAS) ou 4% (3 DIAS) TIOCONAZOL 6,5% 5g DOSE ÚNICA BUTOCONAZOL 2% 5g DOSE ÚNICA TERCONAZOL 0,4% (7 DIAS) ou 0,8% (3 DIAS) CDC, 2015

23 TRATAMENTO CANDIDÍASE COMPLICADA CANDIDÍASE DE REPETIÇÃO

24 TRATAMENTO ORAL TRATAMENTO INICIAL FLUCONAZOL 150 MG A CADA 3 DIAS. TOTAL 3 TOMADAS (DIAS 1,4 E 7 ) TERAPÊUTICA ANTIFÚNGICA TÓPICA 7-14 DIAS TRATAMENTO MANUTENÇÃO FLUCONAZOL 150 MG 1 VEZ POR SEMANA DURANTE 6 MESES AGENTES IMIDAZÓLICOS TÓPICOS DE USO INTERMIDENTE CDC, 2015

25 CONSIDERAÇÕES TTO profilático com fluconazol : > 93% de resolução nos primeiros 6 meses 40 a 50% das pacientes terão nova recidiva

26 TRATAMENTO CANDIDÍASE COMPLICADA CANDIDÍASE SEVERA CDC, 2015

27 TRATAMENTO ORAL FLUCONAZOL 150 MG TOMADA ÚNICA E REPETIR APÓS 3 DIAS (DIAS 1 E 4) TERAPÊUTICA ANTIFÚNGICA TÓPICA 7-14 DIAS CDC, 2015

28 TRATAMENTO CANDIDÍASE COMPLICADA CANDIDÍASE NÃO ALBICANS TERAPIA DE LONGA DURAÇÃO COM IMIDAZÓLICOS ÁCIDO BÓRICO 600 MG, DIÁRIO, 14 DIAS CDC, 2015

29 CONSIDERAÇÕES ESPECIAIS Tratamento do parceiro sexual: balanite Gestação: somente agentes tópicos imidazólicos por 7 dias Tratamento das pacientes HIV positivas não difere

30 OBRIGADA!

Caraterização das Infeções Vaginais incidência e prevalência

Caraterização das Infeções Vaginais incidência e prevalência Caraterização das Infeções Vaginais incidência e prevalência CANDIDÍASE VULVO-VAGINAL INFEÇÕES VAGINAIS - Enquadramento Sintomatologia do trato genital inferior Modificações patológicas ou mesmo fisiológicas

Leia mais

Atualização em Farmacoterapia. Clotrimazol

Atualização em Farmacoterapia. Clotrimazol Atualização em Farmacoterapia 1 Clotrimazol Terapia associada intravaginal e tópica apresenta eficácia e alternativa bem tolerada no tratamento de micoses vulvovaginais 1. Associação de Metronidazol +

Leia mais

Abordagem. Tamara Paz (R1) Orientadora: Dra. Juraci

Abordagem. Tamara Paz (R1) Orientadora: Dra. Juraci Abordagem sindrômica das DSTs Tamara Paz (R1) Orientadora: Dra. Juraci DST - conceito Doença infecciosa adquirida por meio do contato sexual, que pode ser causada por vírus, bactéria ou protozoário. Glossário

Leia mais

Perfil das mulheres que realizaram a coleta de citologia oncótica no 1ºsem na Clínica da Unaerp.

Perfil das mulheres que realizaram a coleta de citologia oncótica no 1ºsem na Clínica da Unaerp. SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ Perfil das mulheres que realizaram a coleta de citologia oncótica no 1ºsem. 2011 na Clínica da Unaerp. Kelly Cristina do Nascimento

Leia mais

PRINCIPAIS PATÓGENOS OPORTUNISTAS DECORRENTES NO CLIMATÉRIO

PRINCIPAIS PATÓGENOS OPORTUNISTAS DECORRENTES NO CLIMATÉRIO PRINCIPAIS PATÓGENOS OPORTUNISTAS DECORRENTES NO CLIMATÉRIO Ericka Garcia Leite¹; Tiago Ferreira da Silva Araújo² ( 1 Graduada em Biomedicina pela Faculdade Maurício de Nassau-CG, email: erickacg7@hotmail.com;

Leia mais

PREVENÇÃO E TRANSMISSÃO DA INFECÇÃO POR HPV. UNITAU-SP SETOR DE GENITOSCOPIA Prof. Dr André Luis F Santos

PREVENÇÃO E TRANSMISSÃO DA INFECÇÃO POR HPV. UNITAU-SP SETOR DE GENITOSCOPIA Prof. Dr André Luis F Santos PREVENÇÃO E TRANSMISSÃO DA INFECÇÃO POR HPV UNITAU-SP SETOR DE GENITOSCOPIA Prof. Dr André Luis F Santos 2010 DÚVIDAS MAIS FREQUENTES A transmissão pelo HPV é só sexual? Peguei do meu parceiro? Quando?

Leia mais

Prevalência de Cândida na Flora Vaginal de Mulheres Atendidas num Serviço de Planejamento Familiar

Prevalência de Cândida na Flora Vaginal de Mulheres Atendidas num Serviço de Planejamento Familiar RBGO (8): -, Trabalhos Originais Prevalência de Cândida na Flora Vaginal de Mulheres Atendidas num Serviço de Planejamento Familiar Prevalence of Candida in the Vagina of Women Attended at a Family Planning

Leia mais

TROCANDO IDÉIAS XX 16 e 17 de junho de 2016 Windsor Flórida Hotel - Rio de Janeiro - RJ

TROCANDO IDÉIAS XX 16 e 17 de junho de 2016 Windsor Flórida Hotel - Rio de Janeiro - RJ TROCANDO IDÉIAS XX 16 e 17 de junho de 2016 Windsor Flórida Hotel - Rio de Janeiro - RJ Susana Aidé Profª Adjunto de Ginecologia Universidade Federal Fluminense Hospital Universitário Antônio Pedro Carta

Leia mais

Gino-Canesten comprimidos vaginais contém a substância ativa clotrimazol pertencente a um grupo de substâncias conhecido como "antifúngicos".

Gino-Canesten comprimidos vaginais contém a substância ativa clotrimazol pertencente a um grupo de substâncias conhecido como antifúngicos. Folheto Informativo: Informação para o doente Gino-Canesten 100 mg comprimidos Vaginais Clotrimazol Leia com atenção todo este folheto antes de começar a utilizar este medicamento, pois contém informação

Leia mais

clotrimazol Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Creme vaginal 10 mg/g

clotrimazol Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Creme vaginal 10 mg/g clotrimazol Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Creme vaginal 10 mg/g clotrimazol Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÃO Creme vaginal de 10 mg/g: embalagem com 35 g + 6 aplicadores descartáveis.

Leia mais

Tratamento das principais doenças por HPV na Vulva

Tratamento das principais doenças por HPV na Vulva Tratamento das principais doenças por HPV na Vulva Clique para editar o estilo do subtítulo mestre Isabel do Val * Profª Adjunta Ginecologia * Pat. Trato Genital Inferior e Colposcopia HUAP * Presidente

Leia mais

INFECÇÕES DO TRATO URINÁRIO

INFECÇÕES DO TRATO URINÁRIO INFECÇÕES DO TRATO URINÁRIO Arlindo Schiesari Júnior Médico infectologista Curso de Medicina Faculdades Integradas Padre Albino Catanduva-SP arlindo107@terra.com.br Potenciais Conflitos de Interesses MSD,

Leia mais

EXAMES LABORATORIAIS NA GINECOLOGIA DA CRIANÇA E DARCI BONETTO

EXAMES LABORATORIAIS NA GINECOLOGIA DA CRIANÇA E DARCI BONETTO EXAMES LABORATORIAIS NA GINECOLOGIA DA CRIANÇA E ADOLESCENTES DARCI BONETTO Flora vaginal Lactobacilos, Difteróides, Gardnerella vaginalis, estafilococos coagulase-negativos, Staphylococcus aureus, Steptococcus

Leia mais

Gynazole-1 EMS SIGMA PHARMA LTDA. Creme vaginal. 20 mg/ g

Gynazole-1 EMS SIGMA PHARMA LTDA. Creme vaginal. 20 mg/ g Gynazole-1 EMS SIGMA PHARMA LTDA Creme vaginal 20 mg/ g IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Gynazole- 1 nitrato de butoconazol Gynazole- 1 nitrato de butoconazol APRESENTAÇÃO Creme vaginal 20 mg/g Embalagem contendo

Leia mais

Herpes genital. O QUE É? Dois vírus distintos podem causar herpes genita

Herpes genital. O QUE É? Dois vírus distintos podem causar herpes genita Herpes genital. O QUE É? Dois vírus distintos podem causar herpes genita Matéria publicada em 27 de Novembro de 2015 O herpes genital é uma doença sexualmente transmissível (DST) transmitida por vírus

Leia mais

CARTRAX tioconazol, tinidazol. APRESENTAÇÕES Cartrax creme vaginal em embalagem contendo 1 bisnaga de 35 g, acompanhada de 7 aplicadores descartáveis.

CARTRAX tioconazol, tinidazol. APRESENTAÇÕES Cartrax creme vaginal em embalagem contendo 1 bisnaga de 35 g, acompanhada de 7 aplicadores descartáveis. CARTRAX tioconazol, tinidazol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: Nome comercial: Cartrax Nome genérico: tioconazol e tinidazol. APRESENTAÇÕES Cartrax creme vaginal em embalagem contendo 1 bisnaga de 35

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Nalbix 10 mg/g creme Clotrimazol Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode ser adquirido sem receita

Leia mais

Nitrato de miconazol. Prati-Donaduzzi Creme vaginal 20 mg/g. Nitrato de miconazol_bula_profissional

Nitrato de miconazol. Prati-Donaduzzi Creme vaginal 20 mg/g. Nitrato de miconazol_bula_profissional Nitrato de miconazol Prati-Donaduzzi Creme vaginal 20 mg/g Nitrato de miconazol_bula_profissional INFORMAÇÕES TÉCNICAS AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE nitrato de miconazol Medicamento genérico Lei n 9.787,

Leia mais

NEWS artigos CETRUS Ano 2 - Edição 16 - Dezembro/2010

NEWS artigos CETRUS Ano 2 - Edição 16 - Dezembro/2010 NEWS artigos CETRUS Ano 2 - Edição 16 - Dezembro/2010 Atualização em Patologia do Trato Genital Inferior e Colposcopia - Capítulo II - Infecção por HPV e Lesões HHV-Induzidas Prof. Dr. Flávio Zucchi -

Leia mais

Gino - Canesten 1. Bayer S.A. Comprimido vaginal 500 mg

Gino - Canesten 1. Bayer S.A. Comprimido vaginal 500 mg Gino - Canesten 1 Bayer S.A. Comprimido vaginal 500 mg Gino-Canesten 1 clotrimazol APRESENTAÇÕES Comprimido vaginal contendo 500 mg de clotrimazol. Embalagem contendo 1 comprimido vaginal e 1 aplicador.

Leia mais

Sylvia Cavalcanti. Dispareunia e vaginismo:qual a diferença e como fazer este diagnóstico?

Sylvia Cavalcanti. Dispareunia e vaginismo:qual a diferença e como fazer este diagnóstico? Sylvia Cavalcanti Dispareunia e vaginismo:qual a diferença e como fazer este diagnóstico? PRINCÍPIOS DA ESPÉCIE HUMANA ROGER X BUSCA DO PRAZER FUGA DA DOR Disfunções sexuais Disfunção do desejo Estímulo

Leia mais

1. O QUE É GINO-CANESTEN CREME VAGINAL E PARA QUE É UTILIZADO

1. O QUE É GINO-CANESTEN CREME VAGINAL E PARA QUE É UTILIZADO FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Gino-Canesten 10 mg/g Creme Vaginal Clotimazol Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode ser adquirido

Leia mais

INFECÇÃO URINÁRIA. BIBLIOGRAFIA: EXAME DE URINA E PATOLOGIAS ASSOCIADAS Nadilson Cunha

INFECÇÃO URINÁRIA. BIBLIOGRAFIA: EXAME DE URINA E PATOLOGIAS ASSOCIADAS Nadilson Cunha INFECÇÃO URINÁRIA BIBLIOGRAFIA: EXAME DE URINA E PATOLOGIAS ASSOCIADAS ÍNDICE Epidemiologia Sintomatologia Etiologia Diagnóstico Diagnóstico diferencial Fatores facilitadores Refluxo Vésico Uretral (RVU)

Leia mais

GYNOMAX. Farmoquímica S/A Creme Vaginal 100 mg mg. .com.br. Wikibula: Consulta de medicamentos e bulas de remédios.

GYNOMAX. Farmoquímica S/A Creme Vaginal 100 mg mg. .com.br. Wikibula: Consulta de medicamentos e bulas de remédios. GYNOMAX Farmoquímica S/A Creme Vaginal 100 mg + 150 mg BULA PROFISSIONAL DE SAÚDE GYNOMAX tioconazol + tinidazol APRESENTAÇÃO: Creme vaginal tioconazol 100 mg/5 g + tinidazol 150 mg/5g - embalagem contendo

Leia mais

Anexo A ALBISTIN. nistatina CAZI QUIMICA FARMACÊUTICA IND. E COM. LTDA. Suspensão oral UI/mL

Anexo A ALBISTIN. nistatina CAZI QUIMICA FARMACÊUTICA IND. E COM. LTDA. Suspensão oral UI/mL Anexo A ALBISTIN nistatina CAZI QUIMICA FARMACÊUTICA IND. E COM. LTDA Suspensão oral 100.000 UI/mL 1 Albistin nistatina suspensão oral - 100.000 UI/mL I IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: ALBISTIN nistatina

Leia mais

nistatina NOVA QUÍMICA FARMACÊUTICA LTDA. Suspensão oral UI/mL

nistatina NOVA QUÍMICA FARMACÊUTICA LTDA. Suspensão oral UI/mL nistatina NOVA QUÍMICA FARMACÊUTICA LTDA. Suspensão oral 100.000 UI/mL I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO nistatina Medicamento genérico Lei n 9.787, de 1999 APRESENTAÇÕES Suspensão oral de 100.000 UI/mL

Leia mais

Cartrax Laboratórios Pfizer Ltda. Creme vaginal 100 mg/5 g mg/5 g

Cartrax Laboratórios Pfizer Ltda. Creme vaginal 100 mg/5 g mg/5 g Cartrax Laboratórios Pfizer Ltda. Creme vaginal 100 mg/5 g + 150 mg/5 g Cartrax tioconazol, tinidazol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Cartrax Nome genérico: tioconazol e tinidazol APRESENTAÇÃO

Leia mais

MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA.

MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA. I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Gynben tioconazol tinidazol MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA. FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO GYNBEN : embalagem contendo 1 bisnaga com 35

Leia mais

TIOTRAX EMS S/A. Creme vaginal. 150mg/5g + 100mg/5g

TIOTRAX EMS S/A. Creme vaginal. 150mg/5g + 100mg/5g TIOTRAX EMS S/A Creme vaginal 150mg/5g + 100mg/5g 1-IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: Tiotrax tinidazol + tioconazol MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA APRESENTAÇÃO Tiotrax creme

Leia mais

clotrimazol Medley Farmacêutica Ltda. Creme dermatológico 10 mg/g

clotrimazol Medley Farmacêutica Ltda. Creme dermatológico 10 mg/g clotrimazol Medley Farmacêutica Ltda. Creme dermatológico 10 mg/g clotrimazol Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÃO Creme dermatológico de. USO DERMATOLÓGICO USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Leia mais

Informação é a melhor proteção. AIDS

Informação é a melhor proteção. AIDS Informação é a melhor proteção. AIDS AIDS A AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) atinge indiscriminadamente homens e mulheres e tem assumido proporções assustadoras desde a notificação dos primeiros

Leia mais

ROSIANE MATTAR DEPARTAMENTO DE OBSTETRÍCIA EPM UNIFESP

ROSIANE MATTAR DEPARTAMENTO DE OBSTETRÍCIA EPM UNIFESP ROSIANE MATTAR DEPARTAMENTO DE OBSTETRÍCIA EPM UNIFESP DILEMAS EM OBSTETRÍCIA. DIRETO AO PONTO. DEVEMOS USAR PROGESTERONA PARA GESTANTES ASSINTOMÁTICAS COM COLO CURTO? PREMATURIDADE Nascimentos antes 37

Leia mais

Tralen 28% tioconazol. Tralen 28% solução para unhas em embalagem contendo 1 frasco com 12 ml.

Tralen 28% tioconazol. Tralen 28% solução para unhas em embalagem contendo 1 frasco com 12 ml. Tralen 28% tioconazol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Tralen Nome genérico: tioconazol APRESENTAÇÕES Tralen 28% solução para unhas em embalagem contendo 1 frasco com 12 ml. VIA DE ADMINISTRAÇÃO:

Leia mais

TININ. tioconazol + tinidazol. Geolab Indústria Farmacêutica S/A creme vaginal 20mg/g + 30mg/g

TININ. tioconazol + tinidazol. Geolab Indústria Farmacêutica S/A creme vaginal 20mg/g + 30mg/g TININ tioconazol + tinidazol Geolab Indústria Farmacêutica S/A creme vaginal 20mg/g + 30mg/g MODELO DE BULA PARA O PROFISSIONAL DA SAÚDE Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura

Leia mais

nistatina Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Creme Vaginal UI/G

nistatina Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Creme Vaginal UI/G nistatina Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Creme Vaginal 25.000 UI/G nistatina Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÃO Creme vaginal de 25.000 UI/g: embalagem com 60 g + aplicador.

Leia mais

INCIDÊNCIA DE GARDNERELLA VAGINALIS NAS AMOSTRAS DE SECREÇÃO VAGINAL EM MULHERES ATENDIDAS PELO LABORATÓRIO MUNICIPAL DE FRAIBURGO - SC

INCIDÊNCIA DE GARDNERELLA VAGINALIS NAS AMOSTRAS DE SECREÇÃO VAGINAL EM MULHERES ATENDIDAS PELO LABORATÓRIO MUNICIPAL DE FRAIBURGO - SC INCIDÊNCIA DE GARDNERELLA VAGINALIS NAS AMOSTRAS DE SECREÇÃO VAGINAL EM MULHERES ATENDIDAS PELO LABORATÓRIO MUNICIPAL DE FRAIBURGO - SC Ângela Domingos do Amaral * Mônica Frighetto** Nei Carlos Santin***

Leia mais

TIOCONAZOL + TINIDAZOL. Legrand Pharma Indústria Farmacêutica Ltda. Creme vaginal. 100mg + 150mg

TIOCONAZOL + TINIDAZOL. Legrand Pharma Indústria Farmacêutica Ltda. Creme vaginal. 100mg + 150mg TIOCONAZOL + TINIDAZOL Legrand Pharma Indústria Farmacêutica Ltda. Creme vaginal 100mg + 150mg 1-IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: Tioconazol + tinidazol Medicamento genérico Lei n 9.787, de 1999 APRESENTAÇÕES

Leia mais

acetato de clostebol + sulfato de neomicina

acetato de clostebol + sulfato de neomicina acetato de clostebol + sulfato de neomicina Medley Farmacêutica Ltda. Creme dermatológico 5 mg/g + 5 mg/g acetato de clostebol + sulfato de neomicina Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÃO

Leia mais

GYNOMAX. Farmoquímica S/A Creme Vaginal 100 mg mg. Gynomax_AR030613_Bula Paciente

GYNOMAX. Farmoquímica S/A Creme Vaginal 100 mg mg. Gynomax_AR030613_Bula Paciente GYNOMAX Farmoquímica S/A Creme Vaginal 100 mg + 150 mg BULA PACIENTE GYNOMAX tioconazol + tinidazol APRESENTAÇÃO: Creme vaginal tioconazol 100 mg/5 g + tinidazol 150 mg/5g - embalagem contendo 1 bisnaga

Leia mais

Mylene Martins Lavado. Declaração de conflito de interesse

Mylene Martins Lavado. Declaração de conflito de interesse Mylene Martins Lavado Declaração de conflito de interesse Não recebi qualquer forma de pagamento ou auxílio financeiro de entidade pública ou privada para pesquisa ou desenvolvimento de método diagnóstico

Leia mais

12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS ALERGISTA. Com relação à corticoterapia sistêmica na dermatite atópica grave, assinale a resposta CORRETA:

12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS ALERGISTA. Com relação à corticoterapia sistêmica na dermatite atópica grave, assinale a resposta CORRETA: 12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS ALERGISTA QUESTÃO 21 Com relação à corticoterapia sistêmica na dermatite atópica grave, assinale a resposta CORRETA: a) não há estudos sistematizados que avaliem a

Leia mais

Bárbara Ximenes Braz

Bárbara Ximenes Braz Bárbara Ximenes Braz Identificação Sexo masculino 26 anos Universitário Americano Queixa principal Dor abdominal há 1 semana. HDA O paciente apresentou queixa de dor latejante, constante há uma semana,

Leia mais

NEO MISTATIN. (nistatina)

NEO MISTATIN. (nistatina) NEO MISTATIN (nistatina) Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Creme vaginal 25.000UI/g I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: NEO MISTATIN nistatina APRESENTAÇÃO Creme vaginal 25.000UI/g Embalagem

Leia mais

Farmácia Clínica e uso racional de antimicrobianos

Farmácia Clínica e uso racional de antimicrobianos Farmácia Clínica e uso racional de antimicrobianos Portaria MS 2.616 / 98 regulamenta as ações de controle de infecção hospitalar no país Estabelece o serviço de farmácia como membro consultor da Comissão

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO comprimidos revestidos

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO comprimidos revestidos BULA RDC 47/09 BULA DO PACIENTE IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO comprimidos revestidos Nomenclatura botânica oficial: Glycine max (L.) Merr. Nome popular: Soja Família: Leguminosae Parte da planta utilizada:

Leia mais

SBP - Calendário ideal para a Criança SBP lança Calendário de Vacinação 2008

SBP - Calendário ideal para a Criança SBP lança Calendário de Vacinação 2008 SBP - Calendário ideal para a Criança 2008 SBP lança Calendário de Vacinação 2008 Nota s: 1. A vacina contra hepatite B deve ser aplicada nas primeiras 12 horas de vida. A segunda dose pode ser feita com

Leia mais

Cervicites: facilitando o diagnóstico

Cervicites: facilitando o diagnóstico TROCANDO IDÉIAS XIV DESAFIOS EM PATOLOGIA DO TRATO GENITAL INFERIOR Cervicites: facilitando o diagnóstico PROF. RENATO DE SOUZA BRAVO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTÔNIO PEDRO

Leia mais

Contra indicações de Pratiprazol Estemedicamentoécontraindicadoempacientescomhipersensibilidadeaoomeprazolouaqualquer componente da fórmula.

Contra indicações de Pratiprazol Estemedicamentoécontraindicadoempacientescomhipersensibilidadeaoomeprazolouaqualquer componente da fórmula. Laboratório Prati, Donaduzzi Apresentação de Pratiprazol 10 mg em embalagem com 14, 30, 60, 90 ou 300 cápsulas. 20 mg em embalagem com 7, 14, 28, 30, 60, 90, 280, 300, 320, 350 ou 1400 cápsulas. 40 mg

Leia mais

Resumo. Abstract. Candidíase vulvovaginal na gravidez ATUALIZAÇÃO. Vulvovaginal candidiasis in pregnancy

Resumo. Abstract. Candidíase vulvovaginal na gravidez ATUALIZAÇÃO. Vulvovaginal candidiasis in pregnancy Vulvovaginal candidiasis in pregnancy ATUALIZAÇÃO Resumo A candidíase vulvovaginal (CVV) é a segunda causa entre as vulvovaginites, podendo ser ainda mais freqüente durante a gravidez. O objetivo deste

Leia mais

Cartrax Laboratórios Pfizer Ltda. Creme vaginal 100 mg/5 g mg/5 g

Cartrax Laboratórios Pfizer Ltda. Creme vaginal 100 mg/5 g mg/5 g Cartrax Laboratórios Pfizer Ltda. Creme vaginal 100 mg/5 g + 150 mg/5 g Cartrax tioconazol, tinidazol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Cartrax Nome genérico: tioconazol e tinidazol APRESENTAÇÃO

Leia mais

DIABETES: ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR (NOV 2016) - PORTO

DIABETES: ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR (NOV 2016) - PORTO DIABETES: ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR (NOV 2016) - PORTO A Diabetes Mellitus é uma doença crónica, cujos índices de incidência e prevalência aumentam a cada ano. Para poderem prestar cuidados de saúde globais

Leia mais

Principais sintomas: - Poliúria (urinar muitas vezes ao dia e em grandes quantidades); - Polidipsia (sede exagerada); - Polifagia (comer muito);

Principais sintomas: - Poliúria (urinar muitas vezes ao dia e em grandes quantidades); - Polidipsia (sede exagerada); - Polifagia (comer muito); O diabetes mellitus é uma doença crônica que se caracteriza por uma elevada taxa de glicose (açúcar) no sangue. Essa elevação ocorre, na maioria das vezes, por uma deficiência do organismo em produzir

Leia mais

Clotrimazol GERMED FARMACÊUTICA LTDA. Creme dermatológico. 10 mg/ g

Clotrimazol GERMED FARMACÊUTICA LTDA. Creme dermatológico. 10 mg/ g Clotrimazol GERMED FARMACÊUTICA LTDA Creme dermatológico 10 mg/ g Clotrimazol medicamento genérico Lei n 9.787, de 1999 APRESENTAÇÕES Creme dermatológico. Caixa com bisnaga contendo 20 g. Caixa com 25

Leia mais

MICOLOGIA - Estudo sobre Fungos

MICOLOGIA - Estudo sobre Fungos MICOLOGIA - Estudo sobre Fungos Champignon Amanita (alucinógeno) Orelha de pau os fungos Amanita (alucinógeno) Queijo gorgonzola Tuber (trufas) Levedura Aspergilus INTRODUÇÃO FUNGOS: Filamentosos + Leveduras

Leia mais

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS A asma é uma doença inflamatória crônica caracterizada por hiper-responsividade das vias aéreas inferiores e por limitação variável ao fluxo aéreo, reversível espontaneamente ou com

Leia mais

Dispositivo Intrauterino com Cobre (DIU TCU)

Dispositivo Intrauterino com Cobre (DIU TCU) Dispositivo Intrauterino com Cobre (DIU TCU) Ação: Provoca uma alteração química que danifica o esperma e o óvulo antes que eles se encontrem. Assincronia no desenvolvimento endometrial por alterações

Leia mais

ABC Kley Hertz S/A Indústria e Comércio Creme dermatológico clotrimazol 10mg/g

ABC Kley Hertz S/A Indústria e Comércio Creme dermatológico clotrimazol 10mg/g ABC Kley Hertz S/A Indústria e Comércio Creme dermatológico clotrimazol 10mg/g IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ABC clotrimazol APRESENTAÇÃO Creme dermatológico contendo 10 mg de clotrimazol em cada grama

Leia mais

RESULTADO DE AVALIAÇÕES DAS REUNIÕES PLENÁRIAS DO CEP - CESUMAR ATÉ O DIA 14/12/2012

RESULTADO DE AVALIAÇÕES DAS REUNIÕES PLENÁRIAS DO CEP - CESUMAR ATÉ O DIA 14/12/2012 RESULTADO DE AVALIAÇÕES DAS REUNIÕES PLENÁRIAS DO CEP - CESUMAR ATÉ O DIA 14/12/2012 NÃO ACEITO Nº CAAE TÍTULO DO PROJETO SITUAÇÃO 01 07303612.0.0000.5539 PADRONIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS E DA ATIVIDADE ELETROMIOGRÁFICA

Leia mais

Manejo clínico da ascite

Manejo clínico da ascite Manejo clínico da ascite Prof. Henrique Sérgio Moraes Coelho XX Workshop Internacional de Hepatites Virais Recife Pernambuco 2011 ASCITE PARACENTESE DIAGNÓSTICA INDICAÇÕES: ascite sem etiologia definida

Leia mais

Gino-Pletil tinidazol, nitrato de miconazol

Gino-Pletil tinidazol, nitrato de miconazol Gino-Pletil tinidazol, nitrato de miconazol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: Nome comercial: Gino-Pletil Nome genérico: tinidazol e nitrato de miconazol APRESENTAÇÕES Gino-Pletil creme vaginal de 30 mg/g

Leia mais

TROMBOPROFILAXIA DURANTE A GRAVIDEZ, PARTO E PUERPÉRIO

TROMBOPROFILAXIA DURANTE A GRAVIDEZ, PARTO E PUERPÉRIO TROMBOPROFILAXIA DURANTE A GRAVIDEZ, PARTO E PUERPÉRIO FRANCISCO EDSON DE LUCENA FEITOSA IDENTIFICAÇÃO DE FATORES DE RISCO A gestação é fator de risco para tromboembolismo venoso (TEV) e está associada

Leia mais

Prof. Ms. Elton Pallone de Oliveira. Exames laboratoriais: definição, tipos, indicação, cuidados pré e pós exame. Urinálise

Prof. Ms. Elton Pallone de Oliveira. Exames laboratoriais: definição, tipos, indicação, cuidados pré e pós exame. Urinálise Exames laboratoriais: definição, tipos, indicação, cuidados pré e pós exame. Urinálise Objetivos Saber a definição, tipos, indicações e principais cuidados pré e pós exame de urinálise e parasitológico.

Leia mais

TRINIZOL-M UCI-FARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA. CREME VAGINAL 30 MG/G + 20 MG/G

TRINIZOL-M UCI-FARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA. CREME VAGINAL 30 MG/G + 20 MG/G TRINIZOL-M UCI-FARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA. CREME VAGINAL 30 MG/G + 20 MG/G Trinizol-M tinidazol nitrato de miconazol FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÕES TRINIZOL-M CREME VAGINAL: cartucho contendo

Leia mais

Aciclovir + Hidrocortisona em Veículo Especial

Aciclovir + Hidrocortisona em Veículo Especial Aciclovir + Hidrocortisona em Veículo Especial Maior eficácia na redução da recorrência das lesões ulcerativas e não ulcerativas ocasionadas pelo HSV, com superioridade à monoterapia com Aciclovir. Postgrad

Leia mais

Terramicina com sulfato de polimixina B. cloridrato de oxitetraciclina, sulfato de polimixina B. Pomada Tópica

Terramicina com sulfato de polimixina B. cloridrato de oxitetraciclina, sulfato de polimixina B. Pomada Tópica Terramicina com sulfato de polimixina B cloridrato de oxitetraciclina, sulfato de polimixina B Pomada Tópica PARTE I IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome: Terramicina com sulfato de polimixina B - pomada tópica.

Leia mais

UTROGESTAN progesterona

UTROGESTAN progesterona UTROGESTAN progesterona USO ADULTO -COMPOSIÇÃO: Cada cápsula contém: Progesterona... 200mg Excipientes: Lecitina de soja, Óleo de amendoim... q.s.p. 1 cápsula. *Componentes da casca da cápsula: gelatina,

Leia mais

Disciplina de Ginecologia Departamento de Ginecologia e Obstetrícia Faculdade de Medicina de Botucatu UNESP

Disciplina de Ginecologia Departamento de Ginecologia e Obstetrícia Faculdade de Medicina de Botucatu UNESP Disciplina de Ginecologia Departamento de Ginecologia e Obstetrícia Faculdade de Medicina de Botucatu UNESP ANATOMIA E FISIOLOGIA Bexiga epitélio submucosa fibras parassimpáticas musculatura músculo detrusor

Leia mais

A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor;

A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor; RESOLUÇÃO SMS N 002 DE 2013. APROVA O ANEXO III DA RELAÇÃO MUNICIPAL DE MEDICAMENTOS COMO INSTRUMENTO TÉCNICO-NORMATIVO QUE REÚNE O ELENCO DE MEDICAMENTOS PADRONIZADOS UTILIZADOS PELA SMS NAS AÇÕES EM

Leia mais

cetoconazol Medley Indústria Farmacêutica Ltda. shampoo 20 mg/g

cetoconazol Medley Indústria Farmacêutica Ltda. shampoo 20 mg/g cetoconazol Medley Indústria Farmacêutica Ltda. shampoo 20 mg/g cetoconazol Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÃO Shampoo de 20 mg/g: embalagem com 110 ml. USO TÓPICO USO ADULTO COMPOSIÇÃO

Leia mais

PARA EVITAR O USO IMPRÓPRIO DO MEDICAMENTO, LEIA ESTA BULA COM ATENÇÃO. Gynazole-1. nitrato de butoconazol

PARA EVITAR O USO IMPRÓPRIO DO MEDICAMENTO, LEIA ESTA BULA COM ATENÇÃO. Gynazole-1. nitrato de butoconazol BULA PARA PACIENTES PARA EVITAR O USO IMPRÓPRIO DO MEDICAMENTO, LEIA ESTA BULA COM ATENÇÃO. Gynazole-1 nitrato de butoconazol Formas farmacêuticas, vias de administração e apresentações comercializadas:

Leia mais

Atendimento ginecológico de mulheres submetidas a transplante de células tronco hematopoéticas

Atendimento ginecológico de mulheres submetidas a transplante de células tronco hematopoéticas Atendimento ginecológico de mulheres submetidas a transplante de células tronco hematopoéticas INTRODUÇÃO O transplante de células tronco hematopoéticas (TCTH) é indicado para tratamento de doenças hematológicas

Leia mais

Urinálise Sedimentoscopia Identificação

Urinálise Sedimentoscopia Identificação Caso Clínico Item EAS04 Paciente feminino, 8 anos foi levada pela mãe ao hospital com evidente edema nas pernas. Foram solicitados exames de rotina para avaliação do quadro da paciente entre estes o Exame

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. DENOMINAÇÂO DO MEDICAMENTO Procto-Glyvenol 50 mg/g + 20 mg/g Creme rectal 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada grama de Procto-Glyvenol creme rectal

Leia mais

Drepanocitose em Debate. Drepanocitose. Carlos Canhota

Drepanocitose em Debate. Drepanocitose. Carlos Canhota Drepanocitose Carlos Canhota Objectivos Drepanocitose Enquadramento da questão Circular Normativa da DGS - PREVENÇÃO DAS FORMAS GRAVES DE HEMOGLOBINOPATIA Nº: 18/DSMIA 07/09/04 Experiência de Macau ACES

Leia mais

Novaderm acetato de clostebol e sulfato de neomicina. APRESENTAÇÃO Creme dermatológico em embalagem contendo 1 bisnaga de 30 g.

Novaderm acetato de clostebol e sulfato de neomicina. APRESENTAÇÃO Creme dermatológico em embalagem contendo 1 bisnaga de 30 g. I. IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Novaderm acetato de clostebol e sulfato de neomicina APRESENTAÇÃO Creme dermatológico em embalagem contendo 1 bisnaga de 30 g. USO TÓPICO USO ADULTO Composição: Cada grama

Leia mais

Proviron. Bayer S.A. Comprimidos 25 mg mesterolona

Proviron. Bayer S.A. Comprimidos 25 mg mesterolona Proviron Bayer S.A. Comprimidos 25 mg mesterolona 1 Proviron mesterolona APRESENTAÇÃO: Proviron é apresentado na forma de comprimido simples, com 25 mg de mesterolona, em embalagens contendo 2 blísteres

Leia mais

USO RACIONAL DE ANTIBIÓTICOS EM GERMES MULTIRRESISTENTES

USO RACIONAL DE ANTIBIÓTICOS EM GERMES MULTIRRESISTENTES USO RACIONAL DE ANTIBIÓTICOS EM GERMES MULTIRRESISTENTES Francisco Eugênio Deusdará de Alexandria Infectologista e Mestre em Genética e Toxicologia Aplicada 14/04/2015 13:19 1 O QUE É USO RACIONAL DE ANTIBIÓTICOS?

Leia mais

GIARDÍASE. Profª Drª Iana Rafaela F. Sales

GIARDÍASE. Profª Drª Iana Rafaela F. Sales GIARDÍASE Profª Drª Iana Rafaela F. Sales ianarafaela@gmail.com INTRODUÇÃO PRIMEIRO PROTOZOÁRIO INTESTINAL HUMANO A SER CONHECIDO Animalúnculos móveis em suas próprias fezes (1681) INTRODUÇÃO MORFOLOGIA

Leia mais

clotrimazol Medley Farmacêutica Ltda. Creme vaginal 10 mg/g

clotrimazol Medley Farmacêutica Ltda. Creme vaginal 10 mg/g clotrimazol Medley Farmacêutica Ltda. Creme vaginal 10 mg/g clotrimazol Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÃO Creme vaginal de 10 mg/g: embalagem com 35 g + 6 aplicadores descartáveis.

Leia mais

Alterações no Trato Urinário

Alterações no Trato Urinário Alterações no Trato Urinário PPCSA Profª Daniele C D Zimon Profª Adriana Cecel Guedes Aparelho Urinário Rim Infecções do Trato Urinário As infecções do trato urinário (ITUs) são causadas por micoorganismos

Leia mais

ASMA. FACIMED Curso de Medicina. Disciplina Medicina de Família e Comunidade. Prof. Ms. Alex Miranda Rodrigues

ASMA. FACIMED Curso de Medicina. Disciplina Medicina de Família e Comunidade. Prof. Ms. Alex Miranda Rodrigues ASMA FACIMED Curso de Medicina Disciplina Medicina de Família e Comunidade Prof. Ms. Alex Miranda Rodrigues Disciplina Medicina de Família e Comunidade 5º Período Objetivos Ao final desta aula o aluno

Leia mais

tinidazol + nitrato de miconazol Medicamento Genérico, Lei nº , de 1999

tinidazol + nitrato de miconazol Medicamento Genérico, Lei nº , de 1999 tinidazol + nitrato de miconazol Medicamento Genérico, Lei nº. 9.787, de 1999 Cristália Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda. Creme Vaginal 30 mg/g + 20 mg/g Modelo de Bula para Paciente IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Urinálise Sedimentoscopia Identificação

Urinálise Sedimentoscopia Identificação Caso Clínico Item EAS04 Paciente masculino, 58 anos, procurou o serviço de emergência do hospital com queixa de dor na altura dos rins. Foram solicitados exames de rotina para avaliação do quadro do paciente,

Leia mais

MANEJO DOS CASOS SUSPEITOS E CONFIRMADOS DE INFLUENZA NO HIAE E UNIDADES

MANEJO DOS CASOS SUSPEITOS E CONFIRMADOS DE INFLUENZA NO HIAE E UNIDADES MANEJO DOS CASOS SUSPEITOS E CONFIRMADOS DE INFLUENZA NO HIAE E UNIDADES AVANÇADAS Maio de 2013 Serviço de Controle de Infecção Hospitalar Conteúdo Definições atualmente utilizadas Diagnóstico Tratamento

Leia mais

ENURESE MAPA DE REVISÕES PROTOCOLO CLINICO. Destinatários. Data Palavras-Chave: ENURESE

ENURESE MAPA DE REVISÕES PROTOCOLO CLINICO. Destinatários. Data Palavras-Chave: ENURESE Palavras-Chave: Destinatários Médicos dos ACES da Unidade Coordenadora Funcional (UCF) de Leiria Elaboração Dr.ª Carla Loureiro, Dr.ª Carmen Costa, Dr.ª Teresa Rezende Aprovação Diretor do Serviço Dr.

Leia mais

MATERFOLIC. Farmoquímica S/A Comprimido 5 mg. MaterFolic_AR030714_Bula Paciente

MATERFOLIC. Farmoquímica S/A Comprimido 5 mg. MaterFolic_AR030714_Bula Paciente MATERFOLIC Farmoquímica S/A Comprimido 5 mg BULA PACIENTE MATERFOLIC ácido fólico APRESENTAÇÃO: Comprimidos ácido fólico 5 mg - embalagem contendo blíster com 30 comprimidos. VIA ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO:

Leia mais

ARCOLAN cetoconazol 20 mg/g shampoo. Galderma Brasil Ltda.

ARCOLAN cetoconazol 20 mg/g shampoo. Galderma Brasil Ltda. ARCOLAN cetoconazol 20 mg/g shampoo Galderma Brasil Ltda. Arcolan cetoconazol APRESENTAÇÕES: ARCOLAN shampoo (cetoconazol 20 mg/g). Embalagem contendo frasco com 100 ml. USO TÓPICO USO ADULTO COMPOSIÇÃO

Leia mais

Exame Bacteriológico Indicação e Interpretação

Exame Bacteriológico Indicação e Interpretação Exame Bacteriológico Indicação e Interpretação Clínica Augusto Cezar Montelli 2009 Clínica Médica Departamento de Clínica Médica M Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP Unesp Diagnóstico Microbiológico

Leia mais

FÁBIO PEREIRA DE CARVALHO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

FÁBIO PEREIRA DE CARVALHO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO FÁBIO PEREIRA DE CARVALHO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Avaliação in vitro e in vivo do potencial probiótico de linhagens de Lactobacillus provenientes do canal vaginal de mulheres saudáveis, contra Candida

Leia mais

Doença de Addison DOENÇA DE ADDISON

Doença de Addison DOENÇA DE ADDISON Enfermagem em Clínica Médica Doença de Addison Enfermeiro: Elton Chaves email: eltonchaves76@hotmail.com DOENÇA DE ADDISON A insuficiência adrenal (IA) primária, também denominada doença de Addison, geralmente

Leia mais

Diverticulite Aguda. Tratamento antimicrobiano X cirurgia Quando operar após um episódio agudo. Tiago C S Basseres

Diverticulite Aguda. Tratamento antimicrobiano X cirurgia Quando operar após um episódio agudo. Tiago C S Basseres Diverticulite Aguda Tratamento antimicrobiano X cirurgia Quando operar após um episódio agudo Tiago C S Basseres Cirurgia Geral - Centro Hospitalar do Porto Cirurgia HPB - Southampton University Hospital

Leia mais

Tralen 28% tioconazol

Tralen 28% tioconazol Tralen 28% tioconazol PARTE I IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Tralen Nome genérico: tioconazol Forma farmacêutica: solução para unhas Via de administração: TÓPICA Apresentação comercializada:

Leia mais

INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO EM MULHERES NA CIDADE DE UBERLÂNDIA

INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO EM MULHERES NA CIDADE DE UBERLÂNDIA 1 INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO EM MULHERES NA CIDADE DE UBERLÂNDIA OLIVEIRA, Fernanda Aparecida (Curso de Farmácia do Centro Universitário do Triângulo - Unitri, fernanda32k@hotmail.com) GOUVEIA, Isabela

Leia mais