CAPÍTULO 1 Quantidades e Unidades 1. CAPÍTULO 2 Massa Atômica e Molecular; Massa Molar 16. CAPÍTULO 3 O Cálculo de Fórmulas e de Composições 26

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CAPÍTULO 1 Quantidades e Unidades 1. CAPÍTULO 2 Massa Atômica e Molecular; Massa Molar 16. CAPÍTULO 3 O Cálculo de Fórmulas e de Composições 26"

Transcrição

1 Sumário CAPÍTULO 1 Quantidades e Unidades 1 Introdução 1 Os sistemas de medida 1 O Sistema Internacional de Unidades (SI) 1 A temperatura 2 Outras escalas de temperatura 3 O uso e o mau uso das unidades 4 O método da análise dimensional 4 A estimativa de respostas numéricas 5 CAPÍTULO 2 Massa Atômica e Molecular; Massa Molar 16 Os átomos 16 Os núcleos 16 Massas atômicas relativas 16 O mol 17 Símbolos, fórmulas, massas molares 18 CAPÍTULO 3 O Cálculo de Fórmulas e de Composições 26 O cálculo de fórmulas com base na composição 26 A composição com base na fórmula 26 Os fatores não estequiométricos 27 Massas moleculares dos nuclídeos e as fórmulas químicas 28 CAPÍTULO 4 Cálculos com Base em Equações Químicas 43 Introdução 43 As relações moleculares com base em equações 43 As relações de massa com base em equações 44 O reagente limitante 44 Os tipos de reações químicas 45

2 viii SUMÁRIO CAPÍTULO 5 As Medidas de Gases 63 Os volumes dos gases 63 Pressão 63 A pressão atmosférica padrão 63 A mensuração da pressão 64 As condições normais de temperatura e pressão 64 As leis dos gases 64 A lei de Boyle temperatura constante 65 A lei de Charles pressão constante 65 A lei de Gay-Lussac volume constante 65 A lei dos gases combinada 65 A densidade de um gás ideal 65 A lei de Dalton para pressões parciais 66 A coleta de gases em um líquido 66 Os desvios de um gás em relação ao comportamento ideal 66 CAPÍTULO 6 A Lei dos Gases Ideais e a Teoria Cinética 78 A hipótese de avogadro 78 O volume molar 79 A lei dos gases ideais 79 As relações de volume com base em equações 80 A estequiometria gasosa envolvendo massa 80 As premissas elementares da teoria cinética dos gases 80 O que a teoria cinética permite prever 81 CAPÍTULO 7 A Termoquímica 95 O calor 95 A capacidade calorífica 95 A calorimetria 95 A energia e a entalpia 96 A variação de entalpia em diferentes processos 96 As regras da termoquímica 98 Uma nota sobre as reações termoquímicas 99 CAPÍTULO 8 A Estrutura Atômica e a Lei Periódica 110 A absorção e a emissão da luz 110 A interação entre a luz e a matéria 111 As partículas e as ondas 112 O princípio de Pauli e a lei periódica 114 O princípio de construção 115 As configurações do elétron 115 Os raios atômicos 116 As energias de ionização 117 A afinidade eletrônica 117 As propriedades magnéticas 118

3 SUMÁRIO ix CAPÍTULO 9 A Ligação Química e a Estrutura Molecular 127 Introdução 127 Compostos iônicos 127 A covalência 128 A representação da ligação covalente 129 A representação de orbitais moleculares 133 As ligações π e as ligações π multicentro 134 As formas das moléculas 136 Os compostos de coordenação 137 A isomeria 140 As ligações em metais 142 CAPÍTULO 10 Os Sólidos e os Líquidos 164 Introdução 164 Os cristais 164 As forças atuantes em um cristal 166 Os raios iônicos 167 As forças atuantes nos líquidos 167 CAPÍTULO 11 A Oxidação-Redução 178 As reações de oxidação-redução 178 O número de oxidação 178 Os agentes oxidantes e redutores 180 A notação iônica para reações 180 O balanceamento de equações de oxidação-redução 181 CAPÍTULO 12 A Concentração de Soluções 193 A composição de soluções 193 A concentração expressa em unidades físicas 193 As concentrações expressas em unidades químicas 193 A comparação entre as escalas de concentração 195 Resumo das unidades de concentração 196 Problemas relativos à diluição 196 CAPÍTULO 13 As Reações Envolvendo Soluções Padrão 208 As vantagens das soluções volumétricas padrão 208 A estequiometria das soluções 208 CAPÍTULO 14 As Propriedades das Soluções 218 Introdução 218 A diminuição da pressão de vapor 218 O abaixamento do ponto de congelamento, T c 219 A elevação do ponto de ebulição, T e 219 A pressão osmótica 220 Os desvios em relação às leis de soluções diluídas 220

4 x SUMÁRIO As soluções dos gases em líquidos 221 A lei de distribuição 221 CAPÍTULO 15 A Química Orgânica e a Bioquímica 231 Introdução 231 A nomenclatura de compostos orgânicos 231 A isomeria 232 Os grupos funcionais 233 As propriedades e reações dos compostos orgânicos 234 A bioquímica 237 CAPÍTULO 16 A Termodinâmica e o Equilíbrio Químico 248 A primeira lei 248 A segunda lei 248 A terceira lei 250 Os estados padrão e as tabelas de referência 250 O equilíbrio químico 252 A constante de equilíbrio 252 O princípio de Le Chatelier 254 CAPÍTULO 17 Ácidos e Bases 271 Ácidos e bases 271 A ionização da água 273 A hidrólise 274 As soluções tampão e os indicadores 275 Os ácidos polipróticos fracos 277 A titulação 277 CAPÍTULO 18 Precipitados e Íons Complexos 304 Os complexos de coordenação 304 O produto de solubilidade 305 As aplicações do produto de solubilidade na precipitação 305 CAPÍTULO 19 A Eletroquímica 319 As unidades elétricas 319 As leis de Faraday da eletrólise 319 As células voltaicas 320 Os potenciais padrão da semicélula 321 As combinações de pares 323 A energia livre, os potenciais não padrão e a direção das reações de oxidação-redução 323 CAPÍTULO 20 As Velocidades das Reações 338 A constante de velocidade e a ordem da reação 338 A energia de ativação 340 O mecanismo das reações 340

5 SUMÁRIO xi CAPÍTULO 21 Os Processos Nucleares 353 As partículas fundamentais 353 As energias de ligação 353 As equações nucleares 354 A radioquímica 355 APÊNDICE A Expoentes 365 APÊNDICE B Algarismos Significativos 367 ÍNDICE 371

6

Sumário PREFÁCIO...13

Sumário PREFÁCIO...13 Sumário PREFÁCIO...13 CAPÍTULO 1 Operações com Grandezas e Unidades de Medida...17 Objetivos...17 1.1 Notação científica...18 1.2 Exponenciais e logaritmos...19 1.3 Grandezas físicas e unidades de medida:

Leia mais

Sumário. 1 Introdução: matéria e medidas 1. 2 Átomos, moléculas e íons Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas 67

Sumário. 1 Introdução: matéria e medidas 1. 2 Átomos, moléculas e íons Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas 67 Prefácio 1 Introdução: matéria e medidas 1 1.1 O estudo da química 1 1.2 Classificações da matéria 3 1.3 Propriedades da matéria 8 1.4 Unidades de medida 12 1.5 Incerteza na medida 18 1.6 Análise dimensional

Leia mais

QUÍMICA MATÉRIA ISOLADA / TURMA +ENEM

QUÍMICA MATÉRIA ISOLADA / TURMA +ENEM QUÍMICA MATÉRIA ISOLADA / TURMA +ENEM MÓDULO 1 Atomística Tabela Periódica Cálculos Químicos: Grandezas Químicas Cálculos Químicos: Fórmulas Químicas Ligações Químicas Química Orgânica I Estudo da Matéria

Leia mais

LICENCIATURA EM QUÍMICA QUÍMICA

LICENCIATURA EM QUÍMICA QUÍMICA Programa de Disciplina Nome: Química Geral II IQ Código: IQG 120 Categoria: Carga Horária Semanal: CARACTERÍSTICAS Número de Semanas Previstas para a Disciplina: 15 Número de Créditos da Disciplina: 4

Leia mais

Curso Preparatório para o Ingresso no Ensino Superior (Pré-Vestibular)

Curso Preparatório para o Ingresso no Ensino Superior (Pré-Vestibular) Curso Preparatório para o Ingresso no Ensino Superior (Pré-Vestibular) Os conteúdos conceituais de Química estão distribuídos em 5 frentes. Química Extensivo A)Meio ambiente; estrutura atômica; Classificação

Leia mais

DISCIPLINA DE QUÍMICA OBJETIVOS: 1ª Série

DISCIPLINA DE QUÍMICA OBJETIVOS: 1ª Série DISCIPLINA DE QUÍMICA OBJETIVOS: 1ª Série Traduzir linguagens químicas em linguagens discursivas e linguagem discursiva em outras linguagens usadas em Química tais como gráficos, tabelas e relações matemáticas,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS FÍSICAS E MATEMÁTICAS DEPARTAMENTO DE QUÍMICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS FÍSICAS E MATEMÁTICAS DEPARTAMENTO DE QUÍMICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS FÍSICAS E MATEMÁTICAS DEPARTAMENTO DE QUÍMICA Campus Universitário -Trindade - 88040-900 - Florianópolis - SC - Brasil Fone: (048) 3721-6852 Disciplina:

Leia mais

DISCIPLINA DE QUÍMICA

DISCIPLINA DE QUÍMICA DISCIPLINA DE QUÍMICA OBJETIVOS: 1ª série Traduzir linguagens químicas em linguagens discursivas e linguagem discursiva em outras linguagens usadas em Química tais como gráficos, tabelas e relações matemáticas,

Leia mais

Equações-chave FUNDAMENTOS. Seção A. Seção E. Seção F. Seção G. mv 2. E c E P. mgh. Energia total energia cinética energia potencial, ou E E c.

Equações-chave FUNDAMENTOS. Seção A. Seção E. Seção F. Seção G. mv 2. E c E P. mgh. Energia total energia cinética energia potencial, ou E E c. Equações-chave FUNDAMENTOS Seção A 3 A energia cinética de uma partícula de massa m relaciona-se com sua velocidade v, por: E c mv 2 4 Um corpo de massa m que está a uma altura h da Terra tem energia potencial

Leia mais

Plano de Curso: 2009 Área: Curso Técnico: Química C. Horária: 60 Módulo/Disciplina: QUÍMICA GERAL Professor: Período: 1º Nº Aulas: 04

Plano de Curso: 2009 Área: Curso Técnico: Química C. Horária: 60 Módulo/Disciplina: QUÍMICA GERAL Professor: Período: 1º Nº Aulas: 04 Plano de Curso: 2009 Área: Curso Técnico: Química C. Horária: 0 Módulo/Disciplina: QUÍMICA GERAL Professor: Período: 1º Nº Aulas: 0 COMPETÊNCIAS HABILIDADES BASES TECNOLÓGICAS Nº aulas Introduzir uma visão

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina QUI102 Química Fundamental

Programa Analítico de Disciplina QUI102 Química Fundamental Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina QUI10 Química Fundamental Departamento de Química - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: 7 Teóricas Práticas

Leia mais

CURSO: FARMÁCIA INFORMAÇÕES BÁSICAS

CURSO: FARMÁCIA INFORMAÇÕES BÁSICAS Turno: Integral Currículo 2014 Período 1º Período Tipo Obrigatória Teórica 72 horas CURSO: FARMÁCIA INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade curricular Química Fundamental Carga Horária Prática ----- Habilitação /

Leia mais

Avaliação da Capacidade para Frequência do Ensino Superior de Candidatos Maiores de 23 anos

Avaliação da Capacidade para Frequência do Ensino Superior de Candidatos Maiores de 23 anos Avaliação da Capacidade para Frequência do Ensino Superior de Candidatos Maiores de 23 anos 2016 QUÍMICA Conteúdos Programáticos MATERIAIS - Origem - Constituição e composição dos materiais: - Constituição

Leia mais

3. Misturas, Substâncias Simples e Compostas e Processos de Separação de Misturas.

3. Misturas, Substâncias Simples e Compostas e Processos de Separação de Misturas. Conteúdo 1. Elementos, modelos atômicos e representações: modelos atômicos de Dalton, Tomson, Rutherford-Bohr. Elemento químico. Número atômico e número de massa. Prótons, elétrons e nêutrons. Distribuição

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED)

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED) PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED) DISCIPLINA: PROFESSOR (A): MAF 1293 QUÍMICA GERAL Danns Pereira Barbosa Ementa Estrutura eletrônica dos átomos, propriedades periódicas,

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED)

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED) PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED) DISCIPLINA: PROFESSOR (A): MAF 1293 QUÍMICA GERAL Danns Pereira Barbosa Ementa Estrutura eletrônica dos átomos, propriedades periódicas,

Leia mais

1 Resolução CEPE N 2615

1 Resolução CEPE N 2615 _II n Universidade Federal de Ouro Preto 1 Resolução CEPE N 2615 Aprova aplicação de prova específica no processo de transferência para o Curso de Química Industrial. O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão

Leia mais

Química. divulgação. Comparativos curriculares. Material de. A coleção Ser Protagonista Química e o currículo do Estado do Rio Grande do Sul

Química. divulgação. Comparativos curriculares. Material de. A coleção Ser Protagonista Química e o currículo do Estado do Rio Grande do Sul Comparativos curriculares SM Química Ensino médio Material de divulgação de Edições SM A coleção Ser Protagonista Química e o currículo do Estado do Rio Grande do Sul Apresentação Professor, Devido à

Leia mais

PLANO DE ENSINO ENGENHARIA DE BIOPROCESSOS INFORMAÇÕES BÁSICAS. Unidade curricular. Carga Horária Prática - Grau acadêmico / Habilitação

PLANO DE ENSINO ENGENHARIA DE BIOPROCESSOS INFORMAÇÕES BÁSICAS. Unidade curricular. Carga Horária Prática - Grau acadêmico / Habilitação PLANO DE ENSINO ENGENHARIA DE BIOPROCESSOS Turno: Integral Currículo: 2010 INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade curricular Departamento Química Geral DQBIO Período 2017/2 Teórica 54h Carga Horária Prática Total

Leia mais

Cronograma de Aulas 1º SEMESTRE. Data Frente Aula Professor 05/03 e 12/03

Cronograma de Aulas 1º SEMESTRE. Data Frente Aula Professor 05/03 e 12/03 Faculdade de Odontologia de Araçatuba Cursinho Daca Cronograma de Aulas 1º SEMESTRE Área de Conhecimento: Ciências da Natureza e Suas Tecnologias Curso: Extensivo Disciplina: Química Data Frente Aula Professor

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Controle e Processos Industriais CURSO: Técnico em Química Integrado ao Ensino Médio FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

Programa de Disciplina CARACTERÍSTICAS OBRIGATÓRIA 4 (TEÓRICA) NENHUM

Programa de Disciplina CARACTERÍSTICAS OBRIGATÓRIA 4 (TEÓRICA) NENHUM Programa de Disciplina Nome: Química Geral I Código: IQG 114 Categoria: Carga Horária Semanal: CARACTERÍSTICAS Número de Semanas Previstas para a Disciplina: 15 Número de Créditos da Disciplina: 4 OBRIGATÓRIA

Leia mais

Equações-chave 28 Resumo de fatos e conceitos 29 Palavras-chave 29 Questões e problemas 29. Átomos, moléculas e íons 38

Equações-chave 28 Resumo de fatos e conceitos 29 Palavras-chave 29 Questões e problemas 29. Átomos, moléculas e íons 38 Química: O estudo da transformação 1 1.1 Química: uma ciência para o século XXI 2 1.2 O estudo da química 2 1.3 O método científico 4 O hélio primordial e a teoria do Big Bang 6 1.4 Classificação da matéria

Leia mais

Domínios / Objetivos Conceitos/ Conteúdos Calendarização

Domínios / Objetivos Conceitos/ Conteúdos Calendarização DEPARTAMENTO DE FÍSICA-QUÍMICA DISCIPLINA: FÍSICA E QUÍMICA A - 11º ANO OBJETIVOS / CONTEÚDOS... 1º PERÍODO Domínios / Objetivos Conceitos/ Conteúdos Calendarização 1. MECÂNICA (FÍSICA) 1.1. Tempo, posição

Leia mais

Sumário. Unidade II Propriedades dos materiais 40. Introdução ao estudo da Química 14. Unidade I. Capítulo 2 Unidades de medida...

Sumário. Unidade II Propriedades dos materiais 40. Introdução ao estudo da Química 14. Unidade I. Capítulo 2 Unidades de medida... Sumário Unidade I Capítulo 1 Introdução ao estudo da Química 14 Química: objeto de estudo e aplicações... 16 1. Química: a ciência que estuda a matéria... 17 Matéria... 17 Características da matéria...

Leia mais

(Subdomínio.módulo.conteúdo)

(Subdomínio.módulo.conteúdo) Escolas João de Araújo Correia ORGANIZAÇÃO DO ANO LETIVO 16 17 GESTÃO CURRICULAR DEPARTAMENTO Matemática e Ciências Experimentais FÍSICA E QUÍMICA A 11º ANO 1º Período (Início: 15-09-2016; Fim: 16-12-2016)

Leia mais

8.1 Química Realidade e Contexto: Antônio Lembo (1999)

8.1 Química Realidade e Contexto: Antônio Lembo (1999) 8 ANEXOS Nesta seção são colocados os anexos que foram julgados pertinentes para complementar o entendimento de questões relativas à análise dos livros. A seguir apresentamos um espelho dos temas que compõem

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ QUIMICA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ QUIMICA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ QUIMICA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA EIXO-TEMÁTICO: MATÉRIA, TRASFORMAÇÕES QUÍMICAS E AMBIENTE COMPETÊNCIAS HABILIDADES CONTEÚDO Descrever as transformações químicas em linguagem

Leia mais

Domínios / Objetivos Conceitos/ Conteúdos Calendarização

Domínios / Objetivos Conceitos/ Conteúdos Calendarização DEPARTAMENTO DE FÍSICA-QUÍMICA DISCIPLINA: FÍSICA E QUÍMICA A - 11º ANO OBJETIVOS / CONTEÚDOS... 1º PERÍODO Domínios / Objetivos Conceitos/ Conteúdos Calendarização 1. MECÂNICA (FÍSICA) 1.1. Tempo, posição

Leia mais

PROGRAMAS DAS PROVAS DE AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA INGRESSO DE MAIORES DE 23 ANOS NO INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO. Ano lectivo 2017/2018

PROGRAMAS DAS PROVAS DE AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA INGRESSO DE MAIORES DE 23 ANOS NO INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO. Ano lectivo 2017/2018 S DAS PROVAS DE AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA INGRESSO DE MAIORES DE 23 ANOS NO INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Ano lectivo A avaliação da capacidade para ingresso no Instituto Superior Técnico, no ano lectivo

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Técnico em Manutenção e Suporte em informática FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

CURRÍCULOS 2016/2017

CURRÍCULOS 2016/2017 CURRÍCULOS 2016/2017 Ensino Regular Departamento: Matemática e Ciências Experimentais Disciplina: Física e Química A Ano de Escolaridade: 11º Conteúdos Programáticos: Domínio: Mecânica Subdomínio 1: Tempo,

Leia mais

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas.

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas. Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também tem a missão de ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Para isso, oferecemos recomendações personalizadas de estudo, para

Leia mais

PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA MAIORES DE 23 ANOS PROGRAMA DA PROVA ESPECÍFICA FÍSICA/QUÍMICA

PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA MAIORES DE 23 ANOS PROGRAMA DA PROVA ESPECÍFICA FÍSICA/QUÍMICA PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA MAIORES DE 23 ANOS PROGRAMA DA PROVA ESPECÍFICA FÍSICA/QUÍMICA 2012 Componente de Física 1. Mecânica da Partícula 1.1 Cinemática e dinâmica da partícula em movimento

Leia mais

QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 6ª aula /

QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 6ª aula / QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 6ª aula / 2016-2 Prof. Mauricio X. Coutrim (disponível em: http://professor.ufop.br/mcoutrim) MODELO ATÔMICO J. Dalton a matéria é formada por átomos / as inúmeras

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa de Física e Química A/ Metas Curriculares, MEC-2014 ENSINO SECUNDÁRIO 11º ANO-FQ-A

Leia mais

1. Reconhecer o átomo de hidrogénio como o Átomo mais simples.

1. Reconhecer o átomo de hidrogénio como o Átomo mais simples. PROVA DE INGRESSO ANO LECTIVO 2016/2017 QUÍMICA 1. Reconhecer o átomo de hidrogénio como o Átomo mais simples. 2. Conhecer o espectro de emissão de hidrogénio. 3. Compreender como os resultados do estudo

Leia mais

Escola Básica do 2.º e 3.ºciclos Álvaro Velho. Planeamento Curricular de Físico-Química 7.º ano ANO LETIVO 2015/2016

Escola Básica do 2.º e 3.ºciclos Álvaro Velho. Planeamento Curricular de Físico-Química 7.º ano ANO LETIVO 2015/2016 1.º Período Escola Básica do 2.º e 3.ºciclos Álvaro Velho Planeamento Curricular de Físico-Química 7.º ano I Espaço 1. Universo 2. Sistema Solar 1.1 Constituição do Universo 1.2 Observação do céu 1.3 Evolução

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL OLIMPÍADAS DE QUÍMICA OLIMPÍADA ALAGOANA DE QUÍMICA REGULAMENTO PARA 2017 CONSIDERAÇÕES GERAIS

PROGRAMA NACIONAL OLIMPÍADAS DE QUÍMICA OLIMPÍADA ALAGOANA DE QUÍMICA REGULAMENTO PARA 2017 CONSIDERAÇÕES GERAIS PROGRAMA NACIONAL OLIMPÍADAS DE QUÍMICA OLIMPÍADA ALAGOANA DE QUÍMICA REGULAMENTO PARA 2017 O regulamento aqui apresentado tem como objetivo instruir o funcionamento da Olímpiada Alagoana de Química (OALQ)

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PROCESSO SELETIVO - QUÍMICA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PROCESSO SELETIVO - QUÍMICA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PROCESSO SELETIVO - QUÍMICA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA EIXO TEMÁTICO: MATÉRIA. VIDA E AMBIENTE CONTEÚDO COMPETÊNCIAS HABILIDADES - Aplicar conhecimentos sobre a evolução dos

Leia mais

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1999 QUESTÃO 46 Um limão foi espremido num copo contendo água e as sementes ficaram no fundo do recipiente. A seguir, foi adicionado ao sistema um pouco de açúcar, que se dissolveu

Leia mais

ÁTOMO: núcleo muito pequeno composto por prótons e nêutrons, que é circundado por elétrons em movimento;

ÁTOMO: núcleo muito pequeno composto por prótons e nêutrons, que é circundado por elétrons em movimento; 1.1 CONCEITOS FUNDAMENTAIS ÁTOMO: núcleo muito pequeno composto por prótons e nêutrons, que é circundado por elétrons em movimento; Elétrons e prótons são eletricamente carregados: 1,60 x 10-19 C; Elétrons:

Leia mais

B) Defina a que forma de apresentação do alumínio corresponde cada uma das curvas. Justifique sua resposta.

B) Defina a que forma de apresentação do alumínio corresponde cada uma das curvas. Justifique sua resposta. Questão 01 PROVA DISCURSIVA QUÍMICA O gráfico abaixo representa a variação, em função do tempo, da concentração, em quantidade de matéria, do hidrogênio gasoso formado em duas reações químicas de alumínio

Leia mais

ANEXO 1 PROVA DE SELEÇÃO PARA O PPGQ-DOUTORADO UFPel 2011

ANEXO 1 PROVA DE SELEÇÃO PARA O PPGQ-DOUTORADO UFPel 2011 ANEXO 1 PROVA DE SELEÇÃO PARA O PPGQ-DOUTORADO UFPel 2011 A prova escrita consistirá de 6 (seis) questões, sendo 1 (uma) de QUÍMICA ANALÍTICA, 1 (uma) de FÍSICO-QUÍMICA, 1 (uma) de QUÍMICA ORGÂNICA, 1

Leia mais

Química. divulgação. Comparativos curriculares. Material de. A coleção Ser Protagonista Química e o currículo do Estado de São Paulo.

Química. divulgação. Comparativos curriculares. Material de. A coleção Ser Protagonista Química e o currículo do Estado de São Paulo. Comparativos curriculares SM Química Ensino médio Material de divulgação de Edições SM A coleção Ser Protagonista Química e o currículo do Estado de São Paulo Apresentação Professor, Devido à inexistência

Leia mais

TURMAS ITA/IME. Prepare-se com quem é o melhor, no Brasil, em ITA e IME MATRÍCULAS

TURMAS ITA/IME. Prepare-se com quem é o melhor, no Brasil, em ITA e IME MATRÍCULAS TURMAS ITA/IME Prepare-se com quem é o melhor, no Brasil, em ITA e IME MATRÍCULAS 2016 RUMO AO INFINITO A realização do sonho de construir sua carreira acadêmica no ITA e no IME começa aqui e agora. O

Leia mais

UDESC 2017/2 QUÍMICA. Comentário

UDESC 2017/2 QUÍMICA. Comentário QUÍMICA Sólido: volume definido; forma definida. Líquido: volume definido; forma variável. Gasoso: volume variável; forma variável. 1 e resolução SiC 4 + 2 Mg Si + 2 MgC 2 170,1 g + 48,6 g 28,1 g Massa

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO PLANO DE ENSINO SEMESTRE LETIVO 2013/2 CURSO CURSO SUPERIOR DE

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO Código Unidade 040 CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Curso Etapa Sem. / Ano 4045-1 Farmácia 2ª 2º /

Leia mais

Disciplina: Química I Unidade VI

Disciplina: Química I Unidade VI chamadas de prótons. Em 1932, Chadwick isolou o nêutron, cuja existência já era prevista por Rutherford. Portanto, o modelo atômico clássico é constituído de um núcleo, onde se encontram os prótons e nêutrons,

Leia mais

Curso anual de Química Prof. Alexandre Oliveira

Curso anual de Química Prof. Alexandre Oliveira Curso Anual de Química - Prof. Alexandre Oliveira Programação de Estudos Orientações Gerais: a) Assista em primeiro lugar aos vídeos da teoria referente à semana de estudo na qual você se encontra. Caso

Leia mais

QUÍMICA. 16. Os elementos químicos A, B e C apresentam para seu átomo, no estado fundamental, a seguinte configuração eletrônica:

QUÍMICA. 16. Os elementos químicos A, B e C apresentam para seu átomo, no estado fundamental, a seguinte configuração eletrônica: QUÍMICA 16. Os elementos químicos A, B e C apresentam para seu átomo, no estado fundamental, a seguinte configuração eletrônica: A 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5 B 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 5 C 1s 2 2s

Leia mais

Química FASCÍCULO 1 Módulo 1 Introdução à química Módulo 6 A estrutura da matéria: o átomo de Bohr Módulo 2 Propriedades da matéria FASCÍCULO 2

Química FASCÍCULO 1 Módulo 1 Introdução à química Módulo 6 A estrutura da matéria: o átomo de Bohr Módulo 2 Propriedades da matéria FASCÍCULO 2 Química FASCÍCULO 1 Módulo 1 Introdução à química Um mundo químico A química e o corpo humano A química e o futuro O que é química A alquimia A química como ciência Método científico Módulo 2 Propriedades

Leia mais

Ministério da Educação. Direção-Geral da Educação. Ensino Secundário na Modalidade de Ensino Recorrente

Ministério da Educação. Direção-Geral da Educação. Ensino Secundário na Modalidade de Ensino Recorrente Ministério da Educação Direção-Geral da Educação Ensino Secundário na Modalidade de Ensino Recorrente Curso Científico-Humanístico de Ciências e Tecnologias Modularização do Programa e Metas Curriculares

Leia mais

PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A

PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A Ano lectivo 2007/2008 PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DOS CURSOS DE LICENCIATURA NA ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA DE BRAGANÇA, DOS INDIVÍDUOS MAIORES DE 23

Leia mais

METAIS E LIGAS METÁLICAS

METAIS E LIGAS METÁLICAS DEPARTAMENTO DE C. Físico-Químicas DISCIPLINA: Química COMPETÊNCIAS/CONTEÚDOS 12º ano... Domínios / Objetivos Conceitos/ Conteúdos Calendarização (blocos) METAIS E LIGAS METÁLICAS METAIS E LIGAS METÁLICAS

Leia mais

QUÍMICA I Departamento de Química

QUÍMICA I Departamento de Química QUÍMICA I - 106201 Departamento de Química Ementa: Teoria atômica. Propriedades periódicas. Ligações químicas: iônicas, covalentes e metálicas; Reações químicas: estequiometria; equilíbrio; cinética ;

Leia mais

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake 2. Introdução: Conceitos e cálculos fundamentais (Estequiometria; Concentrações) 1 Lei das proporções definidas (Lei de Proust) Em uma substância química, os elementos estão sempre presentes em proporções

Leia mais

Observe a equação química que corresponde ao processo de obtenção descrito no texto.

Observe a equação química que corresponde ao processo de obtenção descrito no texto. Utilize o texto abaixo para responder às questões de números 01 e 02. Uma das experiências realizadas em aulas práticas de Química é a obtenção do 2-cloro 2-metil propano, usualmente denominado cloreto

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO FÍSICA E QUÍMICA DE MATERIAIS 2 SEMESTRE DE 2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO FÍSICA E QUÍMICA DE MATERIAIS 2 SEMESTRE DE 2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO FÍSICA E QUÍMICA DE MATERIAIS 2 SEMESTRE DE 2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: FÍSICA E QUÍMICA DE MATERIAIS NÍVEL:

Leia mais

Química Fascículo 01 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida

Química Fascículo 01 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida Química Fascículo 01 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida Índice Substâncias e Misturas...1 Evolução do Modelo Atômico...3 Tabela Periódica...4 Exercícios...5 Gabarito...7

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação Anual. Física e Química A 10º ano 2014 / º Período

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação Anual. Física e Química A 10º ano 2014 / º Período Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação Anual Física e Química A 10º ano 01 / 01 1º Período ( minutos) Apresentação QUÍMICA 0. MATERIAIS: DIVERSIDADE E CONSTITUIÇÃO 0.1. Materiais

Leia mais

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 FÍSICO-QUÍMICA

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 FÍSICO-QUÍMICA 7º ano Espaço Materiais Energia Atividades Práticas Compreender globalmente a constituição e a caracterização do Universo e do Sistema Solar e a posição que a Terra ocupa nesses sistemas. Saber associar

Leia mais

Propriedades da tabela periódica

Propriedades da tabela periódica Propriedades da tabela periódica Química Geral Prof. Edson Nossol Uberlândia, 30/09/2016 calcogênioos halogênios Metais alcalinos Metais alcalinos terrosos Gases nobres Metais de transição Dimitris Mendeliev

Leia mais

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Química

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Química 26. Alternativa (B) Somente os fenômenos químicos constituem uma Reação Química, portanto: I fenômeno físico. II fenômeno químico III fenômeno físico

Leia mais

QUÍMICA. UFBA 99 2ª etapa Quím. 12

QUÍMICA. UFBA 99 2ª etapa Quím. 12 QUÍMICA UFBA 99 2ª etapa Quím. 12 QUESTÕES DE 11 A 20 QUESTÕES DE 11 A 18 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. Questão

Leia mais

Aulão de Química. Química Geral Professor: Eduardo Ulisses

Aulão de Química. Química Geral Professor: Eduardo Ulisses Aulão de Química Química Geral Professor: Eduardo Ulisses Substâncias e Misturas Substância é qualquer parte da matéria que possui propriedades constantes. As substâncias podem ser classificadas como sendo

Leia mais

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake Bloco 2. Soluções. Equilíbrio químico em solução aquosa 2.1 Ácidos e bases 1 Bibliografia - Exercícios selecionados Exercícios retirados dos seguintes livros-texto: J.E. Brady, G.E. Humiston. Química Geral,

Leia mais

ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE QUÍMICA - 1 ANO-HERSCHELL-CB2014. periódicas e aperiódicas. AP. propriedade aperiódica. Propriedades periódicas

ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE QUÍMICA - 1 ANO-HERSCHELL-CB2014. periódicas e aperiódicas. AP. propriedade aperiódica. Propriedades periódicas ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE QUÍMICA - 1 ANO-HERSCHELL-CB014 P. AP. periódicas e aperiódicas A Tabela pode ser utilizada para relacionar as propriedades dos elementos com suas estruturas atômicas, podendo

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / / ENSINO: ( x ) Fundamental ( ) Médio SÉRIE: _9º TURMA: TURNO: DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR(A): EQUIPE DE QUÍMICA Queridos alunos; Senhores

Leia mais

A OQRJ será realizada anualmente em três modalidades, de acordo com a escolaridade do aluno:

A OQRJ será realizada anualmente em três modalidades, de acordo com a escolaridade do aluno: Regulamento OS PARTICIPANTES A Olimpíada de Química do Rio de Janeiro (OQRJ) é uma competição dedicada aos alunos do Estado do Rio de Janeiro, de escolas e instituições de ensino, regularmente matriculados.

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Química

Programa de Pós-Graduação em Química 1/12 Programa de Pós-Graduação em Química PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Nível: DOUTORADO Duração da Prova: 4 horas São José do Rio Preto, 16 de Março de 2015. QUESTÕES DE QUÍMICA 2/12 Código de Matrícula:

Leia mais

FÍSICA E QUÍMICA A 10º ANO

FÍSICA E QUÍMICA A 10º ANO Departamento de Matemática e Ciências Experimentais FÍSICA E QUÍMICA A 10º ANO PLANIFICAÇÃO 011 / 01 PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO Período 1º 1/09 a 1/1 º 03/01 a 3/03 3º 10/0 a 08/0 Nº Semanas Nº aulas totais

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA Centro de Educação do Planalto Norte CEPLAN. PLANO DE ENSINO Semestre 2016/2

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA Centro de Educação do Planalto Norte CEPLAN. PLANO DE ENSINO Semestre 2016/2 PLANO DE ENSINO Semestre 2016/2 DEPARTAMENTO: Tecnologia Industrial DISCIPLINA: QUÍMICA GERAL E INORGÂNICA SIGLA: 1QGI003 CARGA HORÁRIA TOTAL: 54h TEORIA: 54h PRÁTICA: 00h CURSO: Engenharia de Produção

Leia mais

Química 4 Módulo 5. Módulo 6 COMENTÁRIOS ATIVIDADES PARA SALA COMENTÁRIOS ATIVIDADES PROPOSTAS CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA CLASSIFICAÇÃO DOS ELEMENTOS

Química 4 Módulo 5. Módulo 6 COMENTÁRIOS ATIVIDADES PARA SALA COMENTÁRIOS ATIVIDADES PROPOSTAS CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA CLASSIFICAÇÃO DOS ELEMENTOS Química 4 Módulo 5 CLSSIFICÇÃO PERIÓDIC Elementos de um mesmo grupo ou família apresentam o mesmo número de elétrons na última camada Em 93, o inglês Henry G J Moseley (884-95 estabeleceu o conceito de

Leia mais

AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB

AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB CONCEITOS SOBRE O ÁTOMO Número Atômico (Z): quantidades de prótons. Z = p = e Número de Massa (A): a soma das partículas que constitui o átomo. A = Z + N REPRESENTAÇÃO

Leia mais

Sigla: QUI01121 C réditos: 6 C arga Horária: 90

Sigla: QUI01121 C réditos: 6 C arga Horária: 90 Instituto de Química Departamento de Química Inorgânica Dados de identificação Período Letivo: 2014/1 Professor Responsável: EMILENE MENDES BECKER Disciplina: QUÍMICA FUNDAMENTAL Sigla: QUI01121 C réditos:

Leia mais

01 O chumbo participa da composição de diversas ligas metálicas. No bronze arquitetônico, por

01 O chumbo participa da composição de diversas ligas metálicas. No bronze arquitetônico, por 01 O chumbo participa da composição de diversas ligas metálicas. No bronze arquitetônico, por exemplo, o teor de chumbo corresponde a 4,14% em massa da liga. Seu isótopo radioativo 210 Pb decai pela emissão

Leia mais

Configurações eletrônicas e a tabela periódica. Os grupos 1 e 2 têm elétrons nos orbitais s. Os grupos 13 ao 18 têm elétrons nos orbitais p

Configurações eletrônicas e a tabela periódica. Os grupos 1 e 2 têm elétrons nos orbitais s. Os grupos 13 ao 18 têm elétrons nos orbitais p TABELA PERIÓDICA 32 18 Configurações eletrônicas e a tabela periódica A tabela periódica pode ser utilizada como um guia para as configurações eletrônicas. O número do período é o valor de n. Os grupos

Leia mais

DATA: Nº de ordem GRAU: PROVA: TURMA MATRÍCULA: Estudo Independente

DATA: Nº de ordem GRAU: PROVA: TURMA MATRÍCULA: Estudo Independente FOLHA DE QUESTÕES CURSO: ASS.: Engenharia de Produção DISCIPLINA: NOME: Química Geral DATA: Nº de ordem GRAU: PROVA: TURMA MATRÍCULA: Estudo Independente 5PRD31A 01) O grupo de átomos que é encontrado

Leia mais

Química 04/12/2011. Caderno de prova. Instruções. Informações gerais. Boa prova!

Química 04/12/2011. Caderno de prova. Instruções. Informações gerais. Boa prova! 04/12/2011 Química Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Química. A Classificação Periódica dos Elementos está na página 13. Não abra o

Leia mais

PROPRIEDADES E COMPOSIÇÃO DA MATÉRIA Aula 1

PROPRIEDADES E COMPOSIÇÃO DA MATÉRIA Aula 1 PROPRIEDADES E COMPOSIÇÃO DA MATÉRIA Aula 1 Matéria: é qualquer coisa que tem massa e ocupa espaço. Átomo: é a menor partícula possível de um elemento químico. É formado por núcleo e eletrosfera. É constituído

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em Informática para Internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em Informática para Internet Integrado ao Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Ciências da Natureza Componente Curricular: Química Série: 2º Eixo Tecnológico:

Leia mais

Número de oxidação e balanceamento

Número de oxidação e balanceamento Número de oxidação e balanceamento Conceito de número de oxidação (N OX ) Carga do íon em compostos iônicos e carga do átomo em compostos moleculares Oxidação é a perda de elétrons. Redução é o ganho de

Leia mais

Área de Ciências da Natureza Química. Prof. Sthefen Andrade Da Ronch Área de Química ICEG - UPF 21/10/2017

Área de Ciências da Natureza Química. Prof. Sthefen Andrade Da Ronch Área de Química ICEG - UPF 21/10/2017 Área de Ciências da Natureza Química Prof. Sthefen Andrade Da Ronch Área de Química ICEG - UPF 21/10/2017 Roteiro Matriz de referência Característica da prova anterior Conceitos chave Temas atuais Resolução

Leia mais

Proposta de Resolução do Exame Nacional de Física e Química A 11.º ano, 2017, 2.ª Fase, versão 1

Proposta de Resolução do Exame Nacional de Física e Química A 11.º ano, 2017, 2.ª Fase, versão 1 Proposta de Resolução do Exame Nacional de Física e Química A, 2.ª Fase, 2017 Proposta de Resolução do Exame Nacional de Física e Química A 11.º ano, 2017, 2.ª Fase, versão 1 Exame Final Nacional do Ensino

Leia mais

ATENÇÃO: assinale ou apresente cuidadosamente as respostas e apresente TODOS os cálculos efectuados.

ATENÇÃO: assinale ou apresente cuidadosamente as respostas e apresente TODOS os cálculos efectuados. Prova de Acesso de Química Maiores de 23 Anos Candidatura 2016-2017 14 de Junho de 2017 10h00 12h30 Nome CCnº ATENÇÃO: assinale ou apresente cuidadosamente as respostas e apresente TODOS os cálculos efectuados.

Leia mais

Ligação iônica e suas propriedades

Ligação iônica e suas propriedades Ligação iônica e suas propriedades Química Geral Prof. Edson Nossol Uberlândia, 17/03/2016 Ligação química: é a força atrativa que mantém dois ou mais átomos unidos. c Cl = 3,0 c Br = 2,8 Ligação covalente:

Leia mais

QUÍMICA. Professores: Andréia, Herval, Thiago

QUÍMICA. Professores: Andréia, Herval, Thiago QUÍMICA Professores: Andréia, Herval, Thiago Comentário Geral A prova de química deste ano foi abrangente, porém, infelizmente, faltaram alguns assuntos relevantes: atomística, tabela periódica, hibridação

Leia mais

Maratona ENEM Química Prof. Geovani Barros

Maratona ENEM Química Prof. Geovani Barros Maratona ENEM 2016 Química Prof. Geovani Barros Histórico *Fonte: Revista Superinteressante Química Orgânica Classificação dos átomos de carbono Classificação dos átomos de carbono As moléculas de nanoputians

Leia mais

QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 7ª aula /

QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 7ª aula / QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 7ª aula / 2016-2 Prof. Mauricio X. Coutrim (disponível em: http://professor.ufop.br/mcoutrim) LIGAÇÃO QUÍMICA É A FORÇA QUE MANTÉM ÁTOMOS E/OU ÍONS UNIDOS NAS

Leia mais

OBJETIVOS GERAL. Específicos

OBJETIVOS GERAL. Específicos PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR NOME DO COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA Curso:Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio Série: 1º Ano Carga Horária: 120h/a (100h/r) Docente Responsável:

Leia mais

Sumário. Capítulo 3 Diluição e mistura de soluções Dispersões: coloides, suspensões e soluções... 16

Sumário. Capítulo 3 Diluição e mistura de soluções Dispersões: coloides, suspensões e soluções... 16 Sumário Unidade I Soluções 14 Capítulo 1 Dispersões: coloides, suspensões e soluções... 16 1. As dispersões... 17 Dispersões coloidais... 18 Suspensões... 19 Soluções... 19 Atividades... 20 2. As soluções...

Leia mais

Avaliação para Seleção de Mestrado em Agroquímica I. Número ou código do(a) candidato(a): INSTRUÇÕES

Avaliação para Seleção de Mestrado em Agroquímica I. Número ou código do(a) candidato(a): INSTRUÇÕES Universidade Federal de Viçosa Departamento de Química Programa de Pós-Graduação em Agroquímica Avaliação para Seleção de Mestrado em Agroquímica - 2012-I Número ou código do(a) candidato(a): INSTRUÇÕES

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO PLANO DE ENSINO SEMESTRE LETIVO 2013/2 CURSO PERÍODO BACHARELADO

Leia mais

Fundamentos de Química

Fundamentos de Química FCiências Fundamentos de Química Apontamentos Equilíbrio químico, Ácido e Bases, Cinética Química Produzido por Filipa França Divulgado e Partilhado por FCiências Equilíbrio Químico FCiências Reações em

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO PLANO DE ENSINO SEMESTRE LETIVO 2014/1 CURSO PERÍODO BACHARELADO

Leia mais

CURSO PREPARATÓRIO AVEO - 11ª EDIÇÃO PROGRAMA CURRICULAR

CURSO PREPARATÓRIO AVEO - 11ª EDIÇÃO PROGRAMA CURRICULAR CURSO PREPARATÓRIO AVEO - 11ª EDIÇÃO PROGRAMA CURRICULAR TURMA B AULA DATA DISCIPLINA TEMA PROFESSOR 1 Sexta-feira 29/09/16 Geral Apresentação Todos 2 Segunda-feira 17/10/16 Biologia Apresentação e Introdução

Leia mais

Disciplina: QUÍMICA Trimestre: 1º Professor(a): WAGNER MOREIRA / GEORGIA MONIQUE Série: 2º Turmas: 201, 202, 203 e 204

Disciplina: QUÍMICA Trimestre: 1º Professor(a): WAGNER MOREIRA / GEORGIA MONIQUE Série: 2º Turmas: 201, 202, 203 e 204 COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: QUÍMICA Trimestre:

Leia mais

MATRIZ DE CONTEÚDOS E DE PROCEDIMENTOS

MATRIZ DE CONTEÚDOS E DE PROCEDIMENTOS Elementos químicos e sua organização Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros 10º Ano Planificação Anual 201-2016 Física

Leia mais