Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas."

Transcrição

1

2 Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também tem a missão de ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Para isso, oferecemos recomendações personalizadas de estudo, para que eles possam acompanhar e aproveitar ainda mais o aprendizado da sala de aula. Autores das aulas Geekie Os autores Geekie combinam sólida formação acadêmica e muita experiência didática. Todos estão em atividade, lecionando na Educação Básica. São também autores de materiais didáticos para grandes editoras do país. Como ajudar seus alunos a estudarem com a Geekie? Você pode indicar conteúdos da Geekie com diferentes abordagens pedagógicas, para que o aluno melhore seu desempenho na escola, no Enem e nos vestibulares. Veja só: Antes da aula Antecipe os assuntos que você irá abordar. Seus alunos já chegarão preparados para a aula. Durante Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas. Depois da aula Recomende aulas da plataforma como tarefa, revisão e reforço. Como conhecer o conteúdo Geekie? Nas próximas páginas, você encontrará o Guia de Geekie, em que poderá ver a lista completa dos conteúdos de sua disciplina. Para encontrar essa aula na plataforma Geekie faça uma busca pelo nome da aula indicado abaixo. Como recomendar aulas aos alunos?. Identifique a aula a ser recomendada, consultando o Guia de Geekie;. Na sala de aula, avise para seus alunos qual o nome da Aula Geekie que você quer que eles acessem; 3. Oriente seus alunos a entrar na plataforma e buscar pela Aula Geekie no menu "Outras "; 4. Você poderá acompanhar o desempenho dos seus alunos na área do professor, na plataforma Geekie. Aproveite este recurso da Geekie e ajude seus alunos a melhorar seu desempenho. Para acessar a plataforma como professor: https://educadores.geekielab.com.br/login/ Importante: Caso encontre alguma dificuldade, contate o responsável técnico de sua escola. Dúvidas? Acesse a Central de Treinamento e encontre Materiais de Apoio e Agenda de Treinamentos: Fale Conosco:

3 Ácido e base: Classificação, nomenclatura e reações Ácido e base: Conceitos Ametais e ligação covalente Átomo: conceitos Átomo: modelos atômicos A nomenclatura e aplicação de alguns ácidos e bases do cotidiano A nomenclatura dos ânions derivados de alguns ácidos A força de alguns ácidos e bases Reação de neutralização e sais O comportamento microscópico e macroscópico dos ácidos e das bases Regra do octeto (também algumas exceções) e a construção de fórmulas eletrônicas e estruturais Geometria molecular Conceito de elemento químico Constituição dos íons, os isótopos, isóbaros e isótonos Linguagem química: representação das substâncias por meio de fórmulas Importância e limitações dos modelos científicos Estudo dos modelos atômicos de Dalton e de Thomson O experimento de Rutherford e o modelo do átomo nucleado O modelo de Bohr e a distribuição eletrônica Balanceamento de equações químicas Balanceamento de reações por Nox Cálculos estequiométricos Classificação de sistemas e separação de misturas Cálculos estequiométricos envolvendo uma única reação e reações consecutivas Cálculos estequiométricos envolvendo reagentes limitantes Cálculos estequiométricos envolvendo pureza de reagente Cálculos estequiométricos envolvendo rendimento de reações Classificação e identificação das substâncias puras e misturas (curvas de mudança de estado físico) Classificação dos sistemas como homogêneos ou heterogêneos Principais métodos de separação de misturas heterogêneas e homogêneas

4 Conceitos gerais de compostos orgânicos Concentração e diluição Eletrólise Energia térmica Entalpia Equilíbrio químico Estado físico da matéria Características gerais e constituição dos compostos orgânicos Classificação das cadeias carbônicas e determinação de fórmulas moleculares e estruturais Concentração em g/l e porcentagem em massa Concentração em mol/l Concentração em ppm Adição e retirada de solvente de uma solução Eletrólise ígnea Estudo das eletrólises em solução aquosa Lei de Faraday Estequiometria envolvendo variação de entalpia Classificação inicial das reações como endotérmicas ou exotérmicas Conceituação de variação de entalpia e entalpia de formação Determinação da variação de entalpia por meio da entalpia de formação e energia de ligação Definição de Equilíbrio químico Constantes de equilíbrio Kc e Kp O princípio de Le Chatelier: deslocamento de equilíbrio Propriedades dos estados sólido, líquido e gasoso e a análise dessas propriedades a partir da constituição microscópica da matéria 3 4 Fatores que alteram a velocidade de reação Nome das mudanças de estado físico e seu modelos microscópicos O modelo da teoria das colisões nas reações químicas Fatores que alteram a velocidade das reações químicas Fórmulas químicas Fómula mínima, porcentual e molecular

5 Funções orgânicas contendo oxigênio ou nitrogênio Hidrocarbonetos Interações intermoleculares Íons e ligação iônica Isomeria Lei de Hess Nomenclatura de alcoóis, fenois, aldeídos e cetonas Nomenclatura de ácidos carboxílicos, ésteres e éteres Nomenclatura das aminas e apresentação das amidas nitrilas, nitrocompostos, haletos e ácidos sulfônicos Acidez e basicidade em orgânica Nomenclatura dos hidrocarbonetos Classificação dos hidrocarbonetos e fórmulas gerais Apresentação dos principais modelos de interações intermoleculares As ligações intermoleculares do tipo dipolo-dipolo; dipolo induzido e ligação de hidrogênio Teoria do Octeto, determinação da fórmula de um composto iônico Propriedades dos compostos iônicos e modelos microscópicos A isomeria plana de função, cadeia, posição e metameria A isomeria espacial geométrica cis e trans A isomeria espacial óptica: isômeros d, l e misturas racêmicas Determinação da entalpia de uma reação a partir das etapas de uma reação 3 Lei dos gases ideais Equação do estado do gás ideal Ligações interatômicas: propriedades gerais Massa atômica, molecular e mol Metais e ligação metálica Comparação entre as propriedades de compostos formados pelos diferentes tipos de ligação Conceituação de massa atômica e massa molecular Definição de mol e massa molar Problemas gerais envolvendo massa e quantidade de matéria Estudo do modelo da ligação metálica, abordando o modelo do mar de elétrons Como o modelo das ligações metálicas explica as propriedades macroscópicas dos metais

6 Misturas gasosas Conceituação de pressão parcial e volume parcial dos gases Densidade dos gases Oxirredução Determinação do número de oxidação dos elementos nas substâncias químicas Identificação das reações de oxirredução Potencial de redução Previsão de reações de oxirredução usando a tabela de potenciais de redução Reações espontâneas e não espontâneas Período de meia-vida e radioisótopos Petróleo e combustão ph Pilha Polarização molecular Propriedades coligativas Propriedades da matéria Radioatividade e partículas radioativas Conceito de meia-vida nas transformações nucleares Petróleo: formação, extração, refino, composição e utilização. Tipos de combustão: completa e incompleta e questões ambientais e energéticas associadas a essas reações O equilíbrio iônico da água Determinação de acidez e da basicidade de uma solução aquosa a partir do seu ph e poh Hidrólise de sais Descrição e montagem dos geradores químicos Definição do conceito de polaridade e determinação dessa característica em moléculas simples Estudo de propriedades relacionadas à polaridade, como solubilidade Aspectos qualitativos das propriedades coligativas das soluções Efeitos ebulioscópicos, crioscópicos, tonoscópicos e pressão osmótica Temperatura de fusão e ebulição, densidade e outras propriedades específicas Introdução às transformações nucleares Fissão e fusão nuclear Principais partículas envolvidas nos fenômenos nucleares

7 Reações envolvendo alcoóis: desidratação, oxidação e esterificação Reações envolvendo lipídios: saponificação e transesterificação Reações orgânicas: hidrocarbonetos Reações orgânicas: polimerização Reações químicas: Análise ou Decomposição; Síntese ou Adição; Simples Troca ou Deslocamento; Dupla Troca Reações químicas: conceitos gerais Reações químicas: Leis Ponderais (Lavoisier, Proust e Dalton) e Leis Volumétricas (Gay-Lussac e Avogadro) Sais e óxidos Reações de desidratação intra e intermolecular, esterificação e reações de oxidação de alcoóis Importância biológica dos lipídeos e a descrição de alguns compostos orgânicos, como ácidos graxos, ceras, óleos e gorduras Reações de saponificação Transesterificação a questão do biodiesel Principais reações de substituição em alcanos de cadeia aberta e aromáticos Principais reações de adição em alcenos e alcinos Reações de oxidação branda, ozonólise e oxidação enérgica em alquenos Polimerização por adição Polimerização por condensação Polímeros naturais: carboidratos e proteínas Reconhecimento dos tipos de reação e previsão das reações de deslocamento e dupla-troca Aspectos macroscópicos: evidencias visuais e mudança de propriedades Modelos microscópicos das reações químicas Repesentação das reações quimicas: a equação química Discussão dos ideais de Lavoisier sobre conservação de massa nas transformações Discussão microscópica (Dalton) e de proporção (Proust) Lei volumétrica Descritiva de sais e nomenclatura de óxidos Apresentação da classe dos óxidos, utilizando a contextualização da atmosfera terrestre Apresentação do caráter ácido, básico ou neutro dos óxidos, utilizando a poluição atmosférica e a chuva ácida Efeito estufa e aquecimento global 3

8 Solubilidade Tabela Periódica Transformações gasosas Velocidade de reação Curvas de solubilidade Constante de solubilidade Aspectos gerais da organização da tabela periódica As principais propriedades dos metais e não metais e as características das famílias da tabela periódica As principais propriedades periódicas dos elementos Apresentação de variáveis P, V e T para sistemas gasosos Estudo das transformações isocóricas, isobáricas e isotérmicas Equação geral dos gases Cálculo da velocidade média de consumo/formação de substâncias

Curso Preparatório para o Ingresso no Ensino Superior (Pré-Vestibular)

Curso Preparatório para o Ingresso no Ensino Superior (Pré-Vestibular) Curso Preparatório para o Ingresso no Ensino Superior (Pré-Vestibular) Os conteúdos conceituais de Química estão distribuídos em 5 frentes. Química Extensivo A)Meio ambiente; estrutura atômica; Classificação

Leia mais

Cronograma de Aulas 1º SEMESTRE. Data Frente Aula Professor 05/03 e 12/03

Cronograma de Aulas 1º SEMESTRE. Data Frente Aula Professor 05/03 e 12/03 Faculdade de Odontologia de Araçatuba Cursinho Daca Cronograma de Aulas 1º SEMESTRE Área de Conhecimento: Ciências da Natureza e Suas Tecnologias Curso: Extensivo Disciplina: Química Data Frente Aula Professor

Leia mais

DISCIPLINA DE QUÍMICA OBJETIVOS: 1ª Série

DISCIPLINA DE QUÍMICA OBJETIVOS: 1ª Série DISCIPLINA DE QUÍMICA OBJETIVOS: 1ª Série Traduzir linguagens químicas em linguagens discursivas e linguagem discursiva em outras linguagens usadas em Química tais como gráficos, tabelas e relações matemáticas,

Leia mais

DISCIPLINA DE QUÍMICA

DISCIPLINA DE QUÍMICA DISCIPLINA DE QUÍMICA OBJETIVOS: 1ª série Traduzir linguagens químicas em linguagens discursivas e linguagem discursiva em outras linguagens usadas em Química tais como gráficos, tabelas e relações matemáticas,

Leia mais

3. Misturas, Substâncias Simples e Compostas e Processos de Separação de Misturas.

3. Misturas, Substâncias Simples e Compostas e Processos de Separação de Misturas. Conteúdo 1. Elementos, modelos atômicos e representações: modelos atômicos de Dalton, Tomson, Rutherford-Bohr. Elemento químico. Número atômico e número de massa. Prótons, elétrons e nêutrons. Distribuição

Leia mais

Química FASCÍCULO 1 Módulo 1 Introdução à química Módulo 6 A estrutura da matéria: o átomo de Bohr Módulo 2 Propriedades da matéria FASCÍCULO 2

Química FASCÍCULO 1 Módulo 1 Introdução à química Módulo 6 A estrutura da matéria: o átomo de Bohr Módulo 2 Propriedades da matéria FASCÍCULO 2 Química FASCÍCULO 1 Módulo 1 Introdução à química Um mundo químico A química e o corpo humano A química e o futuro O que é química A alquimia A química como ciência Método científico Módulo 2 Propriedades

Leia mais

Química. divulgação. Comparativos curriculares. Material de. A coleção Ser Protagonista Química e o currículo do Estado de São Paulo.

Química. divulgação. Comparativos curriculares. Material de. A coleção Ser Protagonista Química e o currículo do Estado de São Paulo. Comparativos curriculares SM Química Ensino médio Material de divulgação de Edições SM A coleção Ser Protagonista Química e o currículo do Estado de São Paulo Apresentação Professor, Devido à inexistência

Leia mais

QUÍMICA MATÉRIA ISOLADA / TURMA +ENEM

QUÍMICA MATÉRIA ISOLADA / TURMA +ENEM QUÍMICA MATÉRIA ISOLADA / TURMA +ENEM MÓDULO 1 Atomística Tabela Periódica Cálculos Químicos: Grandezas Químicas Cálculos Químicos: Fórmulas Químicas Ligações Químicas Química Orgânica I Estudo da Matéria

Leia mais

Sumário. 1 Introdução: matéria e medidas 1. 2 Átomos, moléculas e íons Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas 67

Sumário. 1 Introdução: matéria e medidas 1. 2 Átomos, moléculas e íons Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas 67 Prefácio 1 Introdução: matéria e medidas 1 1.1 O estudo da química 1 1.2 Classificações da matéria 3 1.3 Propriedades da matéria 8 1.4 Unidades de medida 12 1.5 Incerteza na medida 18 1.6 Análise dimensional

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ QUIMICA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ QUIMICA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ QUIMICA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA EIXO-TEMÁTICO: MATÉRIA, TRASFORMAÇÕES QUÍMICAS E AMBIENTE COMPETÊNCIAS HABILIDADES CONTEÚDO Descrever as transformações químicas em linguagem

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PROCESSO SELETIVO - QUÍMICA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PROCESSO SELETIVO - QUÍMICA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PROCESSO SELETIVO - QUÍMICA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA EIXO TEMÁTICO: MATÉRIA. VIDA E AMBIENTE CONTEÚDO COMPETÊNCIAS HABILIDADES - Aplicar conhecimentos sobre a evolução dos

Leia mais

Química. divulgação. Comparativos curriculares. Material de. A coleção Ser Protagonista Química e o currículo do Estado do Rio Grande do Sul

Química. divulgação. Comparativos curriculares. Material de. A coleção Ser Protagonista Química e o currículo do Estado do Rio Grande do Sul Comparativos curriculares SM Química Ensino médio Material de divulgação de Edições SM A coleção Ser Protagonista Química e o currículo do Estado do Rio Grande do Sul Apresentação Professor, Devido à

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / / ENSINO: ( x ) Fundamental ( ) Médio SÉRIE: _9º TURMA: TURNO: DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR(A): EQUIPE DE QUÍMICA Queridos alunos; Senhores

Leia mais

Sumário. Unidade II Propriedades dos materiais 40. Introdução ao estudo da Química 14. Unidade I. Capítulo 2 Unidades de medida...

Sumário. Unidade II Propriedades dos materiais 40. Introdução ao estudo da Química 14. Unidade I. Capítulo 2 Unidades de medida... Sumário Unidade I Capítulo 1 Introdução ao estudo da Química 14 Química: objeto de estudo e aplicações... 16 1. Química: a ciência que estuda a matéria... 17 Matéria... 17 Características da matéria...

Leia mais

CAPÍTULO 1 Quantidades e Unidades 1. CAPÍTULO 2 Massa Atômica e Molecular; Massa Molar 16. CAPÍTULO 3 O Cálculo de Fórmulas e de Composições 26

CAPÍTULO 1 Quantidades e Unidades 1. CAPÍTULO 2 Massa Atômica e Molecular; Massa Molar 16. CAPÍTULO 3 O Cálculo de Fórmulas e de Composições 26 Sumário CAPÍTULO 1 Quantidades e Unidades 1 Introdução 1 Os sistemas de medida 1 O Sistema Internacional de Unidades (SI) 1 A temperatura 2 Outras escalas de temperatura 3 O uso e o mau uso das unidades

Leia mais

ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA FRANCISCO MAZZOLA NOVA TRENTO SC PLANO DE ENSINO DE QUÍMICA

ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA FRANCISCO MAZZOLA NOVA TRENTO SC PLANO DE ENSINO DE QUÍMICA ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA FRANCISCO MAZZOLA NOVA TRENTO SC PLANO DE ENSINO DE QUÍMICA ª e 3ª TÉCNICO EM HOSPEDAGEM ª SÉRIE,, 3, 4, 5. ª SÉRIE,, 3, 4. 3ª SÉRIE,, 3, 4. PROFESSOR ÉDIO MAZERA ANO 06 PROF.

Leia mais

METAIS E LIGAS METÁLICAS

METAIS E LIGAS METÁLICAS DEPARTAMENTO DE C. Físico-Químicas DISCIPLINA: Química COMPETÊNCIAS/CONTEÚDOS 12º ano... Domínios / Objetivos Conceitos/ Conteúdos Calendarização (blocos) METAIS E LIGAS METÁLICAS METAIS E LIGAS METÁLICAS

Leia mais

Maratona ENEM Química Prof. Geovani Barros

Maratona ENEM Química Prof. Geovani Barros Maratona ENEM 2016 Química Prof. Geovani Barros Histórico *Fonte: Revista Superinteressante Química Orgânica Classificação dos átomos de carbono Classificação dos átomos de carbono As moléculas de nanoputians

Leia mais

REVALIDAÇÃO DE ESTUDOS PLANO DE ESTUDOS. 1 Conteúdos Estruturantes e Específicos conforme Proposta Curricular:

REVALIDAÇÃO DE ESTUDOS PLANO DE ESTUDOS. 1 Conteúdos Estruturantes e Específicos conforme Proposta Curricular: INSTITUTO DE EDUCAÇÃO ESTADUAL DE MARINGÁ Ensino Fundamental, Médio, Normal e Profissional Resolução 3455/81 Rua Martim Afonso, n. 50 Fone: (044) 3226-4346 www.ieem.com.br REVALIDAÇÃO DE ESTUDOS PLANO

Leia mais

Sumário PREFÁCIO...13

Sumário PREFÁCIO...13 Sumário PREFÁCIO...13 CAPÍTULO 1 Operações com Grandezas e Unidades de Medida...17 Objetivos...17 1.1 Notação científica...18 1.2 Exponenciais e logaritmos...19 1.3 Grandezas físicas e unidades de medida:

Leia mais

A OQRJ será realizada anualmente em três modalidades, de acordo com a escolaridade do aluno:

A OQRJ será realizada anualmente em três modalidades, de acordo com a escolaridade do aluno: Regulamento OS PARTICIPANTES A Olimpíada de Química do Rio de Janeiro (OQRJ) é uma competição dedicada aos alunos do Estado do Rio de Janeiro, de escolas e instituições de ensino, regularmente matriculados.

Leia mais

P L A N O D E E N S I N O A N O D E ÁREA / DISCIPLINA:

P L A N O D E E N S I N O A N O D E ÁREA / DISCIPLINA: P L A N O D E E N S I N O A N O D E 2 0 1 3 ÁREA / DISCIPLINA: Ciências da Natureza / Química Professora: Jânia Mara ANO: Nº DE HORAS/AULA SEMANAL: TOTAL DE HORAS/AULA/ANO: 1º 2 80 COMPETÊNCIA GERAL: Reconhecer,

Leia mais

Metais e ligas metálicas Estrutura e propriedades dos metais

Metais e ligas metálicas Estrutura e propriedades dos metais AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa de Química / Metas Curriculares ENSINO SECUNDÁRIO 12º ANO-QUÍMICA DOMÍNIO/SUBDOMÍNIO

Leia mais

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas.

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas. Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também tem a missão de ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Para isso, oferecemos recomendações personalizadas de estudo, para

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA DE TECNOLOGIA DE ALIMENTOS CAMPUS POMBAL - PB

CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA DE TECNOLOGIA DE ALIMENTOS CAMPUS POMBAL - PB CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA DE TECNOLOGIA DE ALIMENTOS CAMPUS POMBAL - PB DISCIPLINA: Química Orgânica PRÉ-REQUISITO: Química Geral CRÉDITOS: 04 CARGA HORÁRIA: 60 horas

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Norte de Minas Gerais 1º VESTIBULAR DE 2016 DO IFNMG

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Norte de Minas Gerais 1º VESTIBULAR DE 2016 DO IFNMG Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Norte de Minas Gerais 1º VESTIBULAR DE 2016 DO IFNMG EDITAL Nº 289 DE 19 DE NOVEMBRO DE 2015 RETIFIÇÃO EDITAL

Leia mais

PSVS/UFES 2014 MATEMÁTICA 1ª QUESTÃO. O valor do limite 2ª QUESTÃO. O domínio da função real definida por 3ª QUESTÃO

PSVS/UFES 2014 MATEMÁTICA 1ª QUESTÃO. O valor do limite 2ª QUESTÃO. O domínio da função real definida por 3ª QUESTÃO MATEMÁTICA 1ª QUESTÃO O valor do limite 3 x 8 lim é x 2 x 2 2ª QUESTÃO O domínio da função real definida por é 3ª QUESTÃO A imagem da função real definida por, para todo, é GRUPO 2 PROVA DE MATEMÁTICA

Leia mais

Exercíciosde Funções Orgânicas 1) Identifique as funções químicas presentes em cada uma das estruturas seguintes. Faça um círculo e dê o nome da

Exercíciosde Funções Orgânicas 1) Identifique as funções químicas presentes em cada uma das estruturas seguintes. Faça um círculo e dê o nome da Exercíciosde Funções Orgânicas 1) Identifique as funções químicas presentes em cada uma das estruturas seguintes. Faça um círculo e dê o nome da função. REVISÃO DE ISOMERIA PLANA E GEOMETRICA 1) Indique

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina QUI102 Química Fundamental

Programa Analítico de Disciplina QUI102 Química Fundamental Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina QUI10 Química Fundamental Departamento de Química - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: 7 Teóricas Práticas

Leia mais

8.1 Química Realidade e Contexto: Antônio Lembo (1999)

8.1 Química Realidade e Contexto: Antônio Lembo (1999) 8 ANEXOS Nesta seção são colocados os anexos que foram julgados pertinentes para complementar o entendimento de questões relativas à análise dos livros. A seguir apresentamos um espelho dos temas que compõem

Leia mais

QUÍMICA. a) linha horizontal. b) órbita. c) família. d) série. e) camada de valência.

QUÍMICA. a) linha horizontal. b) órbita. c) família. d) série. e) camada de valência. 13 QUÍMICA A posição dos elementos na Tabela Periódica permite prever as fórmulas das substâncias que contêm esses elementos e os tipos de ligação apropriados a essas substâncias. Na Tabela Periódica atual,

Leia mais

Universidade Federal do Pará Processo Seletivo Seriado Conteúdo de Química

Universidade Federal do Pará Processo Seletivo Seriado Conteúdo de Química Conteúdo de Química A LDB/96 propõe diretrizes curriculares nacionais que visam nortear as várias áreas de conhecimento abordadas no ensino médio (na realidade a última etapa da educação básica). Enfatiza

Leia mais

Programa Anual QUÍMICA

Programa Anual QUÍMICA Programa Anual QUÍMICA A proposta A proposta, para ser elaborada, buscou um panorama que explicitasse os rumos e objetivos do ensino de Química na escola. Sendo assim, priorizou um trabalho que integra

Leia mais

OBJETIVOS GERAL. Específicos

OBJETIVOS GERAL. Específicos PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR NOME DO COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA Curso:Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio Série: 1º Ano Carga Horária: 120h/a (100h/r) Docente Responsável:

Leia mais

UFSC. Química (Amarela) , temos 10 mol de Mg, ou seja, 243 g de Mg. Resposta: = 98. Comentário

UFSC. Química (Amarela) , temos 10 mol de Mg, ou seja, 243 g de Mg. Resposta: = 98. Comentário Resposta: 02 + 32 + 64 = 98 01. Incorreta. carbonato de magnésio é um sal insolúvel em H 2, logo não dissocia-se em Mg 2+ e (aq) C2. 3(aq) 02. Correta. 12 Mg 2+ = 1s 2 2s 2 2p 6 K L 04. Incorreta. É um

Leia mais

Luis Eduardo C. Aleotti. Química. Aula 61 - Propriedades Físicas dos Compostos Orgânicos

Luis Eduardo C. Aleotti. Química. Aula 61 - Propriedades Físicas dos Compostos Orgânicos Luis Eduardo C. Aleotti Química Aula 61 - Propriedades Físicas dos Compostos Orgânicos PROPRIEDADES FÍSICAS O que é? - Características da matéria, determinadas de forma experimental. - Não são alteradas,

Leia mais

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake 2. Introdução: Conceitos e cálculos fundamentais (Estequiometria; Concentrações) 1 Lei das proporções definidas (Lei de Proust) Em uma substância química, os elementos estão sempre presentes em proporções

Leia mais

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR QUÍMICA

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR QUÍMICA 124 PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR NOME DO COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA Curso:Técnico em Agroindústria Integrado ao Ensino Médio Série: 1 º Ano Carga Horária: 120h/a (100/hr) Docente

Leia mais

1. Reconhecer o átomo de hidrogénio como o Átomo mais simples.

1. Reconhecer o átomo de hidrogénio como o Átomo mais simples. PROVA DE INGRESSO ANO LECTIVO 2016/2017 QUÍMICA 1. Reconhecer o átomo de hidrogénio como o Átomo mais simples. 2. Conhecer o espectro de emissão de hidrogénio. 3. Compreender como os resultados do estudo

Leia mais

Disciplina: QUÍMICA Trimestre: 1º Professor(a): WAGNER MOREIRA / GEORGIA MONIQUE Série: 2º Turmas: 201, 202, 203 e 204

Disciplina: QUÍMICA Trimestre: 1º Professor(a): WAGNER MOREIRA / GEORGIA MONIQUE Série: 2º Turmas: 201, 202, 203 e 204 COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: QUÍMICA Trimestre:

Leia mais

Curso anual de Química Prof. Alexandre Oliveira

Curso anual de Química Prof. Alexandre Oliveira Curso Anual de Química - Prof. Alexandre Oliveira Programação de Estudos Orientações Gerais: a) Assista em primeiro lugar aos vídeos da teoria referente à semana de estudo na qual você se encontra. Caso

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO. Planos de Ensino Química 2017

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO. Planos de Ensino Química 2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO Planos de Ensino Química 2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE

Leia mais

UFSC. Resposta: = 40. Comentário

UFSC. Resposta: = 40. Comentário Resposta: 08 + 32 = 40 01. Incorreta. O butano não possui isomeria óptica, pois não possui carbono assimétrico. 02. Incorreta. Ao serem liberados para a atmosfera os gases sofrem expansão de volume. 04.

Leia mais

1.1.Diferenciar as substâncias que constituem o Universo e suas formas de agregação e mudanças na entidade da matéria;

1.1.Diferenciar as substâncias que constituem o Universo e suas formas de agregação e mudanças na entidade da matéria; PLANO DE TRABALHO DOCENTE (PTD) 2013 Estabelecimento: CEEBJA Professor(a): SUZANA ORZECHOWSKI Disciplina: QUÍMICA Ensino: Médio ( ) sede ( X ) Aped 12 CONTEÚDO ESTRUTURANTE CONTEÚDO BÁSICO CONTEÚDOS ESPECÍFICOS

Leia mais

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Química

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Química 26. Alternativa (B) Somente os fenômenos químicos constituem uma Reação Química, portanto: I fenômeno físico. II fenômeno químico III fenômeno físico

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS FÍSICAS E MATEMÁTICAS DEPARTAMENTO DE QUÍMICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS FÍSICAS E MATEMÁTICAS DEPARTAMENTO DE QUÍMICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS FÍSICAS E MATEMÁTICAS DEPARTAMENTO DE QUÍMICA Campus Universitário -Trindade - 88040-900 - Florianópolis - SC - Brasil Fone: (048) 3721-6852 Disciplina:

Leia mais

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1999 QUESTÃO 46 Um limão foi espremido num copo contendo água e as sementes ficaram no fundo do recipiente. A seguir, foi adicionado ao sistema um pouco de açúcar, que se dissolveu

Leia mais

Observe a equação química que corresponde ao processo de obtenção descrito no texto.

Observe a equação química que corresponde ao processo de obtenção descrito no texto. Utilize o texto abaixo para responder às questões de números 01 e 02. Uma das experiências realizadas em aulas práticas de Química é a obtenção do 2-cloro 2-metil propano, usualmente denominado cloreto

Leia mais

1) A tabela seguinte contém os pontos de ebulição (P.E.), a 1 atm, medidos em C, de diversos alcanos.

1) A tabela seguinte contém os pontos de ebulição (P.E.), a 1 atm, medidos em C, de diversos alcanos. Sem limite para crescer Colégio: Nome: nº Professor: CHARLES 3ª SÉRIE E.M. Data: / /2013 TURMA: EXERCÍCIOS QUÍMICA 2º trimestre 1) A tabela seguinte contém os pontos de ebulição (P.E.), a 1 atm, medidos

Leia mais

Resposta: D Resolução comentada: Ci x Vi = Cf x Vf Ci = 0,5 mol/l Cf = 0,15 mol/l Vf = 250 ml Vi = 0,5 x Vi = 0,15 x 250 Vi = 75 ml.

Resposta: D Resolução comentada: Ci x Vi = Cf x Vf Ci = 0,5 mol/l Cf = 0,15 mol/l Vf = 250 ml Vi = 0,5 x Vi = 0,15 x 250 Vi = 75 ml. Unesp 1-Em 2013 comemora-se o centenário do modelo atômico proposto pelo físico dinamarquês Niels Bohr para o átomo de hidrogênio, o qual incorporou o conceito de quantização da energia, possibilitando

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Biomedicina Disciplina: Química Geral e Orgânica Professor: Ricardo Marques Nogueira Filho e-mail: ricardo.filho@fasete.edu.br Código: Carga

Leia mais

Avaliação da Capacidade para Frequência do Ensino Superior de Candidatos Maiores de 23 anos

Avaliação da Capacidade para Frequência do Ensino Superior de Candidatos Maiores de 23 anos Avaliação da Capacidade para Frequência do Ensino Superior de Candidatos Maiores de 23 anos 2016 QUÍMICA Conteúdos Programáticos MATERIAIS - Origem - Constituição e composição dos materiais: - Constituição

Leia mais

UDESC 2017/2 QUÍMICA. Comentário

UDESC 2017/2 QUÍMICA. Comentário QUÍMICA Sólido: volume definido; forma definida. Líquido: volume definido; forma variável. Gasoso: volume variável; forma variável. 1 e resolução SiC 4 + 2 Mg Si + 2 MgC 2 170,1 g + 48,6 g 28,1 g Massa

Leia mais

LICENCIATURA EM QUÍMICA QUÍMICA

LICENCIATURA EM QUÍMICA QUÍMICA Programa de Disciplina Nome: Química Geral II IQ Código: IQG 120 Categoria: Carga Horária Semanal: CARACTERÍSTICAS Número de Semanas Previstas para a Disciplina: 15 Número de Créditos da Disciplina: 4

Leia mais

EDITAL N o 01/2016. XIX Maratona Cearense de Química

EDITAL N o 01/2016. XIX Maratona Cearense de Química ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE QUÍMICA REGIONAL DO CEARÁ Rua Floriano Peixoto, 2020 Bairro: José Bonifácio 60025-131 Fortaleza Ceará Brasil Fone/FAX: (85) 3226-4958 ramal 34 E-mail: abqce@ufc.br EDITAL N o 01/2016

Leia mais

QUÍMICA. Afirmação 2: A partir da reação de regeneração (reação inversa), o íon ferro +2 (ferrocianeto) sofre oxidação a íon ferro +3 (ferricianeto).

QUÍMICA. Afirmação 2: A partir da reação de regeneração (reação inversa), o íon ferro +2 (ferrocianeto) sofre oxidação a íon ferro +3 (ferricianeto). QUÍMICA Comentário Geral A prova de química deste ano foi atípica, abordando questões de forma não convencional. Infelizmente, faltaram alguns assuntos importantes, tais como: atomística, tabela periódica,

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em Informática para Internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em Informática para Internet Integrado ao Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Ciências da Natureza Componente Curricular: Química Série: 1º Eixo Tecnológico:

Leia mais

COVEST/UFPE ª ETAPA

COVEST/UFPE ª ETAPA COVEST/UFPE 2004 2ª ETAPA 81. Ao longo da história, diversos modelos atômicos foram propostos até chegarmos ao modelo atual. Com relação ao modelo atômico de Rutherford, podemos afirmar que: 0 0 foi baseado

Leia mais

UDESC 2014/2 QUÍMICA. 15) Resposta: B. Comentário

UDESC 2014/2 QUÍMICA. 15) Resposta: B. Comentário QUÍMICA 15) Resposta: B a) Correta. b) Incorreta. O modelo atômico constituído por núcleo positivo e eletrosfera de carga negativa é de autoria de Rutherford. c) Correta. d) Correta. e) Correta. 16) Resposta:

Leia mais

Química Geral I. Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks

Química Geral I. Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks Química Geral I Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks Conteúdo 19/05/2017 Contextualização Química Química Inorgânica Química Orgânica Físico Química Química Analítica Funções Químicas Funções

Leia mais

PRÉ VESTIBULAR UFU Prof.Lourival/COLÉGIO INTEGRAÇÃO/ ANGLO

PRÉ VESTIBULAR UFU Prof.Lourival/COLÉGIO INTEGRAÇÃO/ ANGLO PRÉ VESTIBULAR UFU 2015 Prof.Lourival/COLÉGIO INTEGRAÇÃO/ ANGLO 1. QUÍMICA DOS COMPOSTOS DE CARBONO DEFINIÇÃO: 2 HIDROCARBONETOS - OBTENÇÃO (DESTILAÇÃO FRACIONADA DO PETRÓLEO) - ESTRUTURA - NOMENCLATURA

Leia mais

Matriz de Referencia do ENEM INEP/MEC Ciências da Natureza Química

Matriz de Referencia do ENEM INEP/MEC Ciências da Natureza Química Matriz de Referencia do ENEM INEP/MEC Ciências da Natureza Química Prof. Me Diego Rodrigues Mestre em Ressonância Magnética Nuclear pela UFG, membro da Equipe de Ciências da Natureza, da Coordenação de

Leia mais

Fuvest 2009 (Questão 1 a 8)

Fuvest 2009 (Questão 1 a 8) (Questão 1 a 8) 1. Água pode ser eletrolisada com a finalidade de se demonstrar sua composição. A figura representa uma aparelhagem em que foi feita a eletrólise da água, usando eletrodos inertes de platina.

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Controle e Processos Industriais CURSO: Técnico em Química Integrado ao Ensino Médio FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

XII Olimpíada Baiana de Química Exame 2017

XII Olimpíada Baiana de Química Exame 2017 Questão 01 (Peso 1) Questões objetivas (QUESTÕES DE 01 A 30) A fórmula estrutural condensada, CH 3 CH 2 CH 2 COOCH 3, representa: A) um éster B) uma amida C) um aldeído D) um anidrido E) um ácido carboxílico

Leia mais

HIDROCARBONETOS FUNÇÕES ORGÂNICAS

HIDROCARBONETOS FUNÇÕES ORGÂNICAS HIDROCARBONETOS FUNÇÕES ORGÂNICAS FUNÇÕES ORGÂNICAS O átomo de carbono: Apresenta capacidade singular de compartilhar elétrons com outros átomos de carbono formando ligações carbono-carbono estáveis. Permite

Leia mais

Química 04/12/2011. Caderno de prova. Instruções. Informações gerais. Boa prova!

Química 04/12/2011. Caderno de prova. Instruções. Informações gerais. Boa prova! 04/12/2011 Química Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Química. A Classificação Periódica dos Elementos está na página 13. Não abra o

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED)

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED) PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED) DISCIPLINA: PROFESSOR (A): MAF 1293 QUÍMICA GERAL Danns Pereira Barbosa Ementa Estrutura eletrônica dos átomos, propriedades periódicas,

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED)

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED) PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED) DISCIPLINA: PROFESSOR (A): MAF 1293 QUÍMICA GERAL Danns Pereira Barbosa Ementa Estrutura eletrônica dos átomos, propriedades periódicas,

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Técnico em Manutenção e suporte em Informática FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 1º BIMESTRE

APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 1º BIMESTRE Nome: nº: Bimestre: 1º Ano/série: 3ª série Ensino: Médio Componente Curricular: Química Professor: Ricardo Honda Data: / / APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 1º BIMESTRE TEORIA 16 ISOMERIA GEOMÉTRICA (CIS-TRANS)

Leia mais

Prova 3 Química QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE QUÍMICA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 1

Prova 3 Química QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE QUÍMICA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 1 Prova 3 QUESTÕES OBJETIVAS QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE QUÍMICA. UEM Comissão Central do Vestibular Unificado QUÍMICA 01 Em um recipiente fechado sob pressão

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em Informática para Internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em Informática para Internet Integrado ao Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Ciências da Natureza Componente Curricular: Química Série: 2º Eixo Tecnológico:

Leia mais

Gabarito-R Profº Jaqueline Química. a) Dados: Solubilidade do KOH em etanol a 25 C

Gabarito-R Profº Jaqueline Química. a) Dados: Solubilidade do KOH em etanol a 25 C 1: a) Dados: Solubilidade do KOH em etanol a 25 C 40 g em 100 ml. Adicionou-se 1,5 g de KOH a 35 ml de etanol, agitando-se continuamente a mistura. 100 ml (etanol) 40 g (KOH) 35 ml (etanol) mkoh mkoh 14

Leia mais

R4 - GABARITO Profº Almir Química. 126 mg 0,126g 126 mg/ dl 0,126 g/ 0,10L 1,26 g/l 1dL 0,10 L Em 1L : 1 mol (glicos e) n.

R4 - GABARITO Profº Almir Química. 126 mg 0,126g 126 mg/ dl 0,126 g/ 0,10L 1,26 g/l 1dL 0,10 L Em 1L : 1 mol (glicos e) n. Gabarito: Resposta da questão 1: [Resposta do ponto de vista da disciplina de Biologia] a) As células β das ilhotas pancreáticas produzem e secretam o hormônio insulina. Esse hormônio determina a redução

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL OLIMPÍADAS DE QUÍMICA OLIMPÍADA ALAGOANA DE QUÍMICA REGULAMENTO PARA 2017 CONSIDERAÇÕES GERAIS

PROGRAMA NACIONAL OLIMPÍADAS DE QUÍMICA OLIMPÍADA ALAGOANA DE QUÍMICA REGULAMENTO PARA 2017 CONSIDERAÇÕES GERAIS PROGRAMA NACIONAL OLIMPÍADAS DE QUÍMICA OLIMPÍADA ALAGOANA DE QUÍMICA REGULAMENTO PARA 2017 O regulamento aqui apresentado tem como objetivo instruir o funcionamento da Olímpiada Alagoana de Química (OALQ)

Leia mais

a) Escreva os nomes das substâncias presentes nos frascos A, B e C. A B C

a) Escreva os nomes das substâncias presentes nos frascos A, B e C. A B C PROVA DE QUÍMICA 2ª ETAPA do VESTIBULAR 2006 (cada questão desta prova vale até cinco pontos) Questão 01 Foram encontrados, em um laboratório, três frascos A, B e C, contendo soluções incolores e sem rótulos.

Leia mais

Princípios fisico-químicos laboratoriais. Aula 08 Profº Ricardo Dalla Zanna

Princípios fisico-químicos laboratoriais. Aula 08 Profº Ricardo Dalla Zanna Princípios fisico-químicos laboratoriais Aula 08 Profº Ricardo Dalla Zanna Conteúdo Programático Unidade 3 Química orgânica o Seção 3.1 Ligação e estrutura molecular o Seção 3.2 Funções orgânicas - Hidrocarbonetos

Leia mais

EDITAL N o 01/2011. XIV Maratona Cearense de Química ANO INTERNACIONAL DA QUÍMICA

EDITAL N o 01/2011. XIV Maratona Cearense de Química ANO INTERNACIONAL DA QUÍMICA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE QUÍMICA REGIONAL DO CEARÁ Rua Floriano Peixoto, 2020 Bairro: José Bonifácio 60025-131 Fortaleza Ceará Brasil Fone/FAX: (85) 3226-4958 ramal 27 E-mail: abqce@ufc.br EDITAL N o 01/2011

Leia mais

SIMULADO EXTENSIVO QUÍMICA

SIMULADO EXTENSIVO QUÍMICA P R É - V E S T I B U L A R 04.09 QUÍMICA QUESTÃ 49 jornal Folha de São Paulo publicou, em 19/06/07, matéria sobre empresas norte-americanas que estavam falsificando suco de laranja. produto, vendido como

Leia mais

COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD PISM III- TRIÊNIO PROVA DE QUÍMICA

COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD PISM III- TRIÊNIO PROVA DE QUÍMICA Questão 1: O butano é um gás usado, por exemplo, como combustível em isqueiros, onde, sob pressão, é armazenado como líquido. Na presença de catalisador, o equilíbrio é estabelecido entre os isômeros butano

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Técnico em Manutenção e Suporte em informática FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

Sumário. Capítulo 3 Diluição e mistura de soluções Dispersões: coloides, suspensões e soluções... 16

Sumário. Capítulo 3 Diluição e mistura de soluções Dispersões: coloides, suspensões e soluções... 16 Sumário Unidade I Soluções 14 Capítulo 1 Dispersões: coloides, suspensões e soluções... 16 1. As dispersões... 17 Dispersões coloidais... 18 Suspensões... 19 Soluções... 19 Atividades... 20 2. As soluções...

Leia mais

QUÍMICA. 16. Os elementos químicos A, B e C apresentam para seu átomo, no estado fundamental, a seguinte configuração eletrônica:

QUÍMICA. 16. Os elementos químicos A, B e C apresentam para seu átomo, no estado fundamental, a seguinte configuração eletrônica: QUÍMICA 16. Os elementos químicos A, B e C apresentam para seu átomo, no estado fundamental, a seguinte configuração eletrônica: A 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5 B 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 5 C 1s 2 2s

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO CAMPUS CUIABÁ-BELA VISTA DEPARTAMENTO DE ENSINO PLANO DE ENSINO SEMESTRE LETIVO 2013/2 CURSO PERÍODO BACHARELADO

Leia mais

11/04/2013 TRABALHO 5. Trabalho desenvolvido durante a aula do dia. GPECEA Grupo de Pesquisa em Ensino de Ciências e Educação Ambiental da USP

11/04/2013 TRABALHO 5. Trabalho desenvolvido durante a aula do dia. GPECEA Grupo de Pesquisa em Ensino de Ciências e Educação Ambiental da USP Prof. Dr. Mauricio dos Santos Matos TRABALHO 5 Trabalho desenvolvido durante a aula do dia 11/04/2013 GPECEA Grupo de Pesquisa em Ensino de Ciências e Educação Ambiental da USP Laboratório Interdisciplinar

Leia mais

QUÍMICA. Questão 01. Questão 02

QUÍMICA. Questão 01. Questão 02 Questão 01 QUÍMICA A fenil-etil-amina é considerada um componente responsável pela sensação do bem-estar decorrente da ingestão do chocolate, que contém, também, substâncias inorgânicas. Na tabela a seguir

Leia mais

Propriedades Físicas e Químicas dos Compostos Orgânicos

Propriedades Físicas e Químicas dos Compostos Orgânicos Aumenta Propriedades das Moléculas Orgânicas Propriedades Físicas e Químicas dos Compostos Orgânicos A partir das ligações químicas que unem os átomos de suas moléculas, e das forças que agem entre elas

Leia mais

PROVA K. Questão 81. Resolução

PROVA K. Questão 81. Resolução RES_17_10_ALICE 29/09/10 14:01 Página 32 - Questão 81 Considere o fluxograma abaixo, relativo à separação dos componentes de uma mistura constituída de biodiesel e de frutose totalmente dissolvida em água.

Leia mais

VII Olimpíada Catarinense de Química Etapa I - Colégios

VII Olimpíada Catarinense de Química Etapa I - Colégios VII Olimpíada Catarinense de Química 2011 Etapa I - Colégios Fonte: Chemistryland Terceira Série Conselho Regional de Química CRQ III 1 01 200 ml de uma solução de hidróxido de alumínio são diluídos em

Leia mais

O aluno deverá elaborar resumos teóricos dos textos do livro e de outras fontes sobre os tópicos do conteúdo.

O aluno deverá elaborar resumos teóricos dos textos do livro e de outras fontes sobre os tópicos do conteúdo. Disciplina QUÍMICA Curso ENSINO MÉDIO Professor GUILHERME Série 1ª SÉRIE ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 1º SEMESTRE / 2012 Aluno (a): Número: 1 - Conteúdo: Ácidos e bases propriedades, conceito

Leia mais

QUESTÃO 46 QUESTÃO 47 QUESTÃO 48 QUESTÃO 49 PROVA DE QUÍMICA I

QUESTÃO 46 QUESTÃO 47 QUESTÃO 48 QUESTÃO 49 PROVA DE QUÍMICA I 17 PROVA DE QUÍMICA I QUESTÃO 46 O alumínio metálico, obtido na indústria à alta temperatura na forma líquida, reage com vapor d`água da atmosfera, produzindo óxido de alumínio e gás hidrogênio, conforme

Leia mais

NORMAL: RAMIFICADA: H H H C C

NORMAL: RAMIFICADA: H H H C C C4 OBS.: C Carbono primário: Se o átomo de carbono estiver ligado a um átomo de carbono. Carbono secundário: se um átomo de carbono estiver ligado a dois átomos de carbono. Carbono terciário: se estiver

Leia mais

UFSC. Resposta: 76. Comentário. 01. Incorreta. É formado pela reação de neutralização entre o hidróxido de potássio e ácido carbônico.

UFSC. Resposta: 76. Comentário. 01. Incorreta. É formado pela reação de neutralização entre o hidróxido de potássio e ácido carbônico. Resposta: 76 01. Incorreta. É formado pela reação de neutralização entre o hidróxido de potássio e ácido carbônico. H 2 CO 3 + KOH = K 2 CO 3 + H 2 0 02. Incorreta. O nox do carbono é +4. 04. Correta.

Leia mais

PROVA 3 conhecimentos específicos

PROVA 3 conhecimentos específicos PROVA 3 conhecimentos específicos Química QUESTÕES OBJETIVAS QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE química. UEM Comissão Central do Vestibular Unificado GABARITO

Leia mais

Plano de Curso: 2009 Área: Curso Técnico: Química C. Horária: 60 Módulo/Disciplina: QUÍMICA GERAL Professor: Período: 1º Nº Aulas: 04

Plano de Curso: 2009 Área: Curso Técnico: Química C. Horária: 60 Módulo/Disciplina: QUÍMICA GERAL Professor: Período: 1º Nº Aulas: 04 Plano de Curso: 2009 Área: Curso Técnico: Química C. Horária: 0 Módulo/Disciplina: QUÍMICA GERAL Professor: Período: 1º Nº Aulas: 0 COMPETÊNCIAS HABILIDADES BASES TECNOLÓGICAS Nº aulas Introduzir uma visão

Leia mais

B) Defina a que forma de apresentação do alumínio corresponde cada uma das curvas. Justifique sua resposta.

B) Defina a que forma de apresentação do alumínio corresponde cada uma das curvas. Justifique sua resposta. Questão 01 PROVA DISCURSIVA QUÍMICA O gráfico abaixo representa a variação, em função do tempo, da concentração, em quantidade de matéria, do hidrogênio gasoso formado em duas reações químicas de alumínio

Leia mais

Especial Específicas (UNIFESP, UNESP, UEPG)

Especial Específicas (UNIFESP, UNESP, UEPG) Especial Específicas (UNIFESP, UNESP, UEPG) 1. (UNIFESP) Os polímeros fazem parte do nosso cotidiano e suas propriedades, como temperatura de fusão, massa molar, densidade, reatividade química, dentre

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS 3º Teste sumativo de FQA 27. janeiro. 2016 Versão 1 10º Ano Turma A Professora: Maria do Anjo Albuquerque Duração da prova: 90 minutos. Este teste é constituído por 8 páginas

Leia mais

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas.

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas. Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também tem a missão de ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Para isso, oferecemos recomendações personalizadas de estudo, para

Leia mais