IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA"

Transcrição

1 EXMO. SR. DR. JUIZ FEDERAL DA VARA ÚNICA DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE ITUMBIARA O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelo Procurador da República que esta subscreve, vem, com fulcro nos artigos 37, 4º e 129, III da Constituição da República, no art. 5º, inc. V, b, e 6º, VII, b, da Lei Complementar 75/93 e art. 17 da Lei 8429/92, propor a presente demanda de IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA em face de JOSE GOMES DA ROCHA, brasileiro, casado, (qualificação suprimida para fins de publicação) pelos fatos que passa-se a expor: 1. INTRÓITO O ocupante do pólo passivo da lide exerceu o cargo de prefeito municipal de Itumbiara e valeu-se da posição ocupada na Administração Pública para burlar a exigência constitucional de licitação para a contratação de bens e serviços, implicando prejuízo aos cofres públicos. PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM GOIÁS Avenida Olinda, Conjunto G e H, Lote 02, Park Lozandes, Goiânia/GO CEP

2 A narrativa do fato ilícito, bem como sua imputação ao demandado, reclama um pequeno retrospecto. O município de Itumbiara firmou com a Caixa Econômica Federal o contrato de repasse nº /00, tendo por objeto a construção de 119 unidades habitacionais, no valor de R$ ,00 e nº /00 tendo por objeto a construção de 225 unidades habitacionais, no valor de R$ ,00, ambos referentes à construção de casas no conjunto habitacional Dionária Rocha. O ocupante do pólo passivo da demanda, atuando como prefeito municipal e ordenador de despesas do município de Itumbiara, contratou diversos fornecedores de material de construção para a execução do empreendimento sem que fosse realizado procedimento licitatório, dispensando licitação fora das hipóteses previstas no artigo 24 da Lei n 8.666/93, além de deixar de observar as formalidades pertinentes à dispensa de licitação. 2. DOS FATOS IMPUTADOS 2.1. TRICOLOR TINTAS LTDA No dia 03 de fevereiro de 2005 JOSE GOMES DA ROCHA, então prefeito de Itumbiara, de forma livre, consciente e voluntária, declarou dispensada a licitação para a compra de 430 litros de tinta POPCOR Acrílico Pérola e 249 galões de esmalte Anjo Marfim, no valor de R$ ,00, junto ao estabelecimento Tricolor Tintas Ltda, com suposto supedâneo em necessidade urgente da conclusão das obras do conjunto habitacional Dionária Rocha, bem como no seu caráter emergencial, fulcrado no art. 24, IV, da lei 8666/93. Inexistentes, todavia, os pressupostos invocados. As obras haviam sido iniciadas há mais de quatro anos, e sua entrega se deu somente no mês de novembro de 2005, pelo que era o caso de contratação mediante procedimento licitatório, vez que perfeitamente possível o estabelecimento de concorrência para o fornecimento dos bens, o que resta comprovado pelo rol de empresas que forneceram tinta para a 2

3 municipalidade no período compreendido entre 2005 e Na mesma ocasião, o demandado, de forma livre, consciente e voluntária, deixou de instruir o processo de dispensa com a razão da escolha do fornecedor e justificativa do preço (art. 26, II e III da Lei de Licitações), pelo que inobservou formalidade pertinente à dispensa de licitação J. LOURENÇO MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA No dia 22 de fevereiro de 2005 JOSE GOMES DA ROCHA, então prefeito de Itumbiara, de forma livre, consciente e voluntária, declarou dispensada a licitação para a compra de diversos materiais de construção, no valor de R$ ,35, junto ao estabelecimento J. LOURENÇO MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA, com suposto supedâneo em necessidade urgente da conclusão das obras do conjunto habitacional Dionária Rocha, bem como no seu caráter emergencial, fulcrado no art. 24, IV, da lei 8666/93. Inexistentes, todavia, os pressupostos invocados. As obras haviam sido iniciadas há mais de quatro anos, e sua entrega se deu somente no mês de novembro de 2005, pelo que era o caso de contratação mediante procedimento licitatório, vez que perfeitamente possível o estabelecimento de concorrência para o fornecimento dos bens, o que resta comprovado pelas notas fiscais apresentadas pelo demandado, onde notam-se itens idênticos, fornecidos por empresários diversos. Na mesma ocasião, o demandado, de forma livre, consciente e voluntária, deixou de instruir o processo de dispensa com a razão da escolha do fornecedor e justificativa do preço (art. 26, II e III da Lei de Licitações), pelo que inobservou formalidade pertinente à dispensa de licitação. Na mesma data, o demandado declarou nova dispensa de licitação, para contratação de fornecimento de materiais de construção do mesmo fornecedor, no valor de R$ ,69, com suposto supedâneo em necessidade urgente da conclusão das obras do conjunto habitacional Dionária Rocha, bem como no seu 3

4 caráter emergencial, fulcrado no art. 24, IV, da lei 8666/93. Inexistentes, todavia, os pressupostos invocados, pelo que era o caso de contratação mediante procedimento licitatório, vez que perfeitamente possível o estabelecimento de concorrência para o fornecimento dos bens, o que resta comprovado pelo demais procedimentos de dispensa de licitação, dos quais constam itens idênticos ao adquiridos junto a esse fornecedor, a evidenciar a possibilidade de aquisição mediante licitação, obtendo-se proposta que fosse mais vantajosa para a administração. Uma vez mais o demandado, de forma livre, consciente e voluntária, deixou de instruir o processo de dispensa com a razão da escolha do fornecedor e justificativa do preço (art. 26, II e III da Lei de Licitações), pelo que inobservou formalidade pertinente à dispensa de licitação. 2.3 MADEGOIAS MADEIRAS LTDA No dia 22 de fevereiro de 2005 JOSE GOMES DA ROCHA, então prefeito de Itumbiara, de forma livre, consciente e voluntária, declarou dispensada a licitação para a compra de diversos materiais de construção, no valor de R$ ,00, junto ao estabelecimento MADEGOIAS MADEIRAS LTDA, com suposto supedâneo em necessidade urgente da conclusão das obras do conjunto habitacional Dionária Rocha, bem como no seu caráter emergencial, fulcrado no art. 24, IV, da lei 8666/93. Inexistentes, todavia, os pressupostos invocados. As obras haviam sido iniciadas há mais de quatro anos, e sua entrega se deu somente no mês de novembro de 2005, pelo que era o caso de contratação mediante procedimento licitatório, vez que perfeitamente possível o estabelecimento de concorrência para o fornecimento dos bens, o que resta comprovado pelas notas fiscais apresentadas pelo demandado, onde notam-se itens idênticos, fornecidos por empresários diversos. Na mesma ocasião, o demandado, de forma livre, consciente e voluntária, deixou de instruir o processo de dispensa com a razão da escolha do 4

5 fornecedor e justificativa do preço (art. 26, II e III da Lei de Licitações), pelo que inobservou formalidade pertinente à dispensa de licitação. Na mesma data, o demandado declarou nova dispensa de licitação, para contratação de fornecimento de materiais de construção do mesmo fornecedor, no valor de R$ ,45, com suposto supedâneo em necessidade urgente da conclusão das obras do conjunto habitacional Dionária Rocha, bem como no seu caráter emergencial, fulcrado no art. 24, IV, da lei 8666/93. Inexistentes, todavia, os pressupostos invocados, pelo que era o caso de contratação mediante procedimento licitatório, vez que perfeitamente possível o estabelecimento de concorrência para o fornecimento dos bens, o que resta comprovado pelo demais procedimentos de dispensa de licitação, dos quais constam itens idênticos ao adquiridos junto a esse fornecedor, a evidenciar a possibilidade de aquisição mediante licitação, obtendo-se proposta que fosse mais vantajosa para a administração. Uma vez mais o demandado, de forma livre, consciente e voluntária, deixou de instruir o processo de dispensa com a razão da escolha do fornecedor e justificativa do preço (art. 26, II e III da Lei de Licitações), pelo que inobservou formalidade pertinente à dispensa de licitação. 2.4 IRMÃO SOARES LTDA No dia 22 de fevereiro de 2005 JOSE GOMES DA ROCHA, então prefeito de Itumbiara, de forma livre, consciente e voluntária, declarou dispensada a licitação para a compra de diversos materiais de construção, no valor de R$ ,76, junto ao estabelecimento IRMÃO SOARES LTDA, com suposto supedâneo em necessidade urgente da conclusão das obras do conjunto habitacional Dionária Rocha, bem como no seu caráter emergencial, fulcrado no art. 24, IV, da lei 8666/93. Inexistentes, todavia, os pressupostos invocados. As obras haviam sido iniciadas há mais de quatro anos, e sua entrega se deu somente no mês de novembro 5

6 de 2005, pelo que era o caso de contratação mediante procedimento licitatório, vez que perfeitamente possível o estabelecimento de concorrência para o fornecimento dos bens, o que resta comprovado pelas notas fiscais apresentadas pelo demandado, onde notam-se itens idênticos, fornecidos por empresários diversos. Na mesma ocasião, o demandado, de forma livre, consciente e voluntária, deixou de instruir o processo de dispensa com a razão da escolha do fornecedor e justificativa do preço (art. 26, II e III da Lei de Licitações), pelo que inobservou formalidade pertinente à dispensa de licitação. 2.5 CENTRAL DE ELETRIFICAÇÃO ITUMBIARA LTDA No dia 22 de fevereiro de 2005 JOSE GOMES DA ROCHA, então prefeito de Itumbiara, de forma livre, consciente e voluntária, declarou dispensada a licitação para a compra de diversos materiais de construção, no valor de R$ ,70, junto ao estabelecimento CENTRAL DE ELETRIFICAÇÃO ITUMBIARA LTDA, com suposto supedâneo em necessidade urgente da conclusão das obras do conjunto habitacional Dionária Rocha, bem como no seu caráter emergencial, fulcrado no art. 24, IV, da lei 8666/93. Inexistentes, todavia, os pressupostos invocados. As obras haviam sido iniciadas há mais de quatro anos, e sua entrega se deu somente no mês de novembro de 2005, pelo que era o caso de contratação mediante procedimento licitatório, vez que perfeitamente possível o estabelecimento de concorrência para o fornecimento dos bens, o que resta comprovado pelas notas fiscais apresentadas pelo demandado, onde notam-se itens idênticos, fornecidos por empresários diversos. Na mesma ocasião, o demandado, de forma livre, consciente e voluntária, deixou de instruir o processo de dispensa com a razão da escolha do fornecedor e justificativa do preço (art. 26, II e III da Lei de Licitações), pelo que inobservou formalidade pertinente à dispensa de licitação. 3. DO ELEMENTO SUBJETIVO 6

7 Em todos os fatos narrados a presença do animus de esquivar-se ao dever de licitar é evidenciada por elementos de prova que instruem esta peça de ingresso. O primeiro é a intenção declarada de inaugurar o empreendimento no dia 12 de abril, como constante de ofício encaminhado pelo Departamento de Habitação do município, data do aniversário do demandado, a evidenciar a conotação política do ato. Reforça a percepção de desvio de finalidade do atendimento aos fins públicos, subjacente à dispensa de licitação, o fato do conjunto habitacional que seria inaugurado na data do aniversario do réu levar o nome de sua genitora. A segunda prova a tornar evidente a intenção de deliberadamente burlar a exigência de certame público é a instituição da modalidade de licitação pregão no município de Itumbiara, mais de um ano antes dos atos imputados ao ímprobo, a permitir a celebração do contrato de compra e venda de materiais de construção em intervalo temporal bastante reduzido, atingindo o desiderato de breve entrega das obras, sem a necessidade de malbaratar o imperativo constitucional. Reforça ainda a presença do elemento subjetivo o parecer elaborado pelo controle interno do município que alertava para a necessidade de procedimento licitatório para a compra dos materiais de construção, solenemente ignorado pelo então prefeito. 7

8 4. DO PREJUÍZO Submetida a aquisição dos materiais de construção a exame técnico-pericial, constatou-se que a aquisição direta, sem licitação, trouxe considerável prejuízo ao erário. Ao comparar-se os produtos adquiridos com as referências de preços da Tabela SINAPI contemporânea aos fatos, constata-se a aquisição de produtos com diferenças de preços significativas, cujas variação em itens específicos, chegou à acréscimos de até 1.010,92%, conforme apresentado na tabela a seguir, na qual são relacionados os itens adquiridos com acréscimos superiores a 30% em relação a Tabela SINAPI: Fornecedor Descrição do item Unid. Pço. unitario da compra Pço.unit. SINA- PI (segundo a unidade da compra) Variação (%) Torn. P/ Tanque Plast. ½ Un R$ 31,55 2, ,92% Cimento Branco KG R$ 18,60 1,89 884,13% Joelho 90 Esg. 50Mm Pvc Un R$ 3,75 1,19 215,13% Cal Pintura 5Kg Un R$ 7,50 2,50 200,00% Adesivo Pvc Tigre 075 Grs Un R$ 7,90 2,73 189,38% Joelho 90 Sold. 020Mm Pvc Un R$ 0,75 0,27 177,78% Chuveiro Frio Branco Com Braço Un R$ 13,70 5,01 173,45% Irmãos Soares Ferro Reto onstrução Ca Mm BR R$ 13,24 5,43 143,78% Joelho 90 Esg. 100Mm Pvc Un R$ 9,20 3,96 132,32% Joelho 90 Sold. 020Mm Pvc Un R$ 0,60 0,27 122,22% 8

9 Tinta Esma. Sint. Gl. 3,6 Lt GL R$ 110,00 54,36 102,35% Cx. Sif. Simp. 100X50 Un R$ 15,99 8,06 98,39% Cx. Sif. Simp. 100X50 Un R$ 15,99 8,06 98,39% Lixa Para Massa 080 Un R$ 0,66 0,34 94,12% Joelho 90 Esg. 040Mm Pvc Un R$ 1,40 0,78 79,49% Adesivo Pvc Tigre 075 Grs Un R$ 4,87 2,73 78,39% Joelho 90 Esg. 50Mm Pvc Un R$ 1,93 1,19 62,18% Tubo Sold. 020Mm Pvc Ba R$ 13,48 8,64 56,02% Madegoias Madeiras Tábuas m R$ 4,65 3,02 53,97% Aco Ca Mm (¼) Un R$ 8,34 5,43 53,56% Torn. Boia 0-1/2 Un R$ 6,00 3,95 51,90% Fita Vedarosca 18X25 Mts Un R$ 4,87 3,22 51,24% Lixa Para Ferro Un R$ 2,30 1,55 48,39% Janela Base 100 X 100 S/G Un R$ 105,00 71,61 46,63% Cavalet Para Saneago Plast Un R$ 43,00 29,35 46,51% Vidro Fantasia 3Mm m² R$ 39,00 27,23 43,22% Chuveiro Frio Branco C/ Braço Un R$ 7,15 5,01 42,71% Vidro m² R$ 39,00 28,00 39,29% Irmãos Soares Tijolo Furado 20 X 25 Iub-18 CT R$ 35,32 25,50 38,51% Janela Cor 100 X 100 S/G Un R$ 105,00 76,47 37,31% Janela Correr 100X100 S/Grade Un R$ 105,00 76,47 37,31% Brita 0 M³ R$ 48,00 36,00 33,33% Te Curto Esg. 100 Xz 100Mm Pvc Un R$ 12,00 9,06 32,45% Central de Eletrificação Itumbiara Padrao Monofasico Completo 7Mts 2 Cxs Un R$ 580,00 438,94 32,14% 9

10 Cx. Desc. Est. Pc Compl. Branca Un R$ 20,34 15,59 30,47% O exame detido das próprias notas fiscais de compras apresentadas pelo demandado evidencia o prejuízo aos cofres públicos, pois percebese que entre os próprios fornecedores eleitos sem licitação pela municipalidade apresentam, para os mesmos itens adquiridos, preços que apresentam variação da ordem de 223,53%, restando incontroversa a economia que teria sido feita se todas as aquisições se dessem mediante licitação. Pior, mesmo entre aquisições feitas junto ao mesmo fornecedor encontram-se preços absolutamente díspares, sem que houvesse permeado lapso temporal relevante entre as compras. Preço Mínimo Preço Máximo Descrição do Item Pço. Unit. Fornecedor Descrição do Item Pço. Unit. Fornecedor Variação Esm Anjo Marfim Gl. R$ 9,44 Tricolor Tintas Tinta Esma. Sint. Gl. 3,6 Lt R$ 30,56 J Lourenço 223,53% Joelho 90 Esg. 100Mm Pvc R$ 4,09 J Lourenço Joelho 90 Esg. 100Mm Pvc R$ 9,20 J Lourenço 124,94% Solvente Aguarraz Luztol R$ 3,50 J Lourenço Solvente Aguarraz Gl. 5 Litros R$ 7,50 J Lourenço 114,29% Tinta Ltx Pva Lata 18 Lts R$ 2,89 J Lourenço Tinta Ltx Pérola Lata 18 Lts R$ 6,11 J Lourenço 111,54% Padrao Monofasico Completo 7Mts R$ 280,00 J Lourenço Padrao Monofasico Completo 7Mts 2 Cxs R$ 580,00 Central de Elet. Itumbiara 107,14% Joelho 90 Red. Esg. 050Mmx040Mm R$ 1,40 J Lourenço Joelho 90 Red. Esg. 050Mmx040Mm R$ 2,75 J Lourenço 96,43% Joelho 90 Esg. 50Mm Pvc R$ 1,93 J Lourenço Joelho 90 Esg. 50Mm Pvc R$ 3,75 J Lourenço 94,30% Lixa P/ Ferro R$ 1,20 J Lourenço Lixa Para Ferro R$ 2,30 J Lourenço 91,67% Chuveiro Frio Branco C/ Braço R$ 7,15 J Lourenço Chuveiro Frio Branco Com Braço R$ 13,70 J Lourenço 91,61% Prego 18 X 24 C/ Cabeça R$ 3,03 J Lourenço Pregos R$ 5,50 Madegoias Madeiras 81,52% Tubo Esg. 050 Mm Pvc R$ 2,42 J Lourenço Tubo P/ Esg. 050Mm Pvc R$ 4,33 J Lourenço 79,31% 10

11 Caixa D'Agua Cilindrica 500 Litros Empilhavel R$ 75,19 Irmãos Soares Caixa D'Agua 500 Litros R$ 126,14 J Lourenço 67,76% Adesivo Pvc Tigre 075 Grs R$ 4,87 J Lourenço Adesivo Pvc Tigre 075 Grs R$ 7,90 J Lourenço 62,22% Tubo Esg. 100Mm Pvc R$ 3,75 J Lourenço Tubo P/ Esg. 100Mm Pvc R$ 6,00 J Lourenço 60,00% Fita Vedarosca 18X25 Mts St R$ 3,05 J Lourenço Fita Vedarosca 18X25 Mts R$ 4,87 J Lourenço 59,67% Aco Ca Mm (¼) R$ 5,60 J Lourenço Ferro Reto Para Construção Ca Mm R$ 8,90 Irmãos Soares 58,75% Torn. Para Pia D.N. Plast. ½ R$ 3,00 J Lourenço Torn. P/ Pia D.M. Plas. ½ R$ 4,28 J Lourenço 42,67% Tijolo Comum R$ 80,00 J Lourenço Tijolo Comum R$ 110,00 J Lourenço 37,50% Tubo Sold. 020Mm Pvc R$ 1,71 J Lourenço Tubo Sold. 020Mm Pvc R$ 2,25 J Lourenço 31,51% Torn. Boia 0.1/2 P.M R$ 4,65 J Lourenço Torn. Boia 0-1/2 R$ 6,00 J Lourenço 29,03% Tijolo Furado R$ 0,28 J Lourenço Tijolo Furado 20 X 25 Iub-18 R$ 0,35 Irmãos Soares 26,14% Joelho 90 Sold. 020Mm Pvc R$ 0,60 J Lourenço Joelho 90 Sold. 020Mm Pvc R$ 0,75 J Lourenço 25,00% Fio Eletrico 2.5Mm R$ 0,52 J Lourenço Fio Solido Antichama 2.5 Mm2 Amarelo R$ 0,63 Central de Elet. Itumbiara 21,15% Cavalet Para Saneago Plast R$ 37,45 J Lourenço Cavalet Para Saneago Plast R$ 43,00 J Lourenço 14,82% Areia Media R$ 28,00 J Lourenço Areia Media R$ 32,00 Madegoias Madeiras 14,29% Adapt. S. Flg. Fixo 25X3/4 R$ 9,50 J Lourenço Adpt. S. Flg. Fixo 25X3/4 R$ 10,65 J Lourenço 12,11% Disj. Unipolar 020 Amperes R$ 4,40 J Lourenço Disjuntor Ge Unipolar 20- A Tqc 1220 R$ 4,80 Central de Elet. Itumbiara 9,09% Cimento Comum Cp 32 50Kg R$ 12,90 Madegoias Madeiras Cimento Comum Cp 32 50Kg R$ 14,00 J Lourenço 8,53% Torn. P/ Lavatório Pvc. ½ R$ 3,72 J Lourenço Torn. P/ Lavat. Plast. ½ R$ 4,00 J Lourenço 7,53% Joelho 90 Sold. Mis 20X1/2 Pvc R$ 1,02 J Lourenço Joelho 90 Sold. Mis 20X12 R$ 1,09 J Lourenço 6,86% Interruptor Simples R$ 3,90 Central de Elet. Inter. Int. 1 Tecla Simp. R$ 3,98 J Lourenço 2,05% 11

12 10A C/P Itumbiara D.M. Além desses aspectos, também deve ser considerado que, historicamente, observa-se a ocorrência de redução dos preços dos materiais adquiridos sob condições de ampla e efetiva concorrência, quando da realização de licitação pública. Porém, não é preciso afirmar qual seriam os valores de descontos a serem obtidos. Trabalhos realizados nesse sentido apontam percentuais de desconto bastante variáveis, assim como, também observamos diferentes patamares para os descontos provenientes de Licitações tipo Convite, tipo Concorrência, Registro de Preços, etc. Em suma, embora não seja possível estabelecer parâmetros exatos, em uma abordagem conservadora, pode-se afirmar que, ao realizar uma licitação, existe uma significativa probabilidade de que sejam obtidos preços inferiores aos praticados na praça. Assim, para fins de análise, fez-se uma simulação, na qual, por meio de realização de Licitação, utilizando-se de uma redução de 9,21% 1 sobre os preços de referência para o mês de Fevereiro/2005 da Tabela SINAPI e de 5% sobre os preços dos produtos efetivamente adquiridos, considerando-se o menor valor em relação a produtos com mais de uma aquisição. Em relação aos preços da Tabela SINAPI, cabe acrescentar que são preços compostos pela mediana dos valores encontrados durante pesquisa de mercado, logo, na própria pesquisa, constata-se a existência de preços de mercado inferiores àqueles apontados na Tabela SINAPI, com os quais formula-se a mediana de preços. Como resultado dessa simulação, constata-se itens adquiridos 1 1 Extraído de A ECONOMIA DAS COMPRAS GOVERNAMENTAIS EM DECORRÊNCIA DO PREGÃO ELETRÔ- NICO UMA ABORDAGEM ECONOMÉTRICA, fls. 34. in pls/portal/docs/ pdf. 12

13 cujas variações no valor total de sua aquisição seriam superiores a R$ 4.000,00, para um único item, conforme exemplos apresentados na tabela a seguir: Descrição do produto Unid. Vlr. Unit Valor total Pço. Unit. estimado Estimativa de valor total Variação Tinta Ltx Pérola Lata 18 Lts Lt R$ 110,00 R$ 7.150,00 R$ 42,00 R$ 2.730,00 -R$ 4.420,00 Tinta Esma. Sint. Gl. 3,6 Lt Gl R$ 110,00 R$ 5.940,00 R$ 34,00 R$ 1.836,00 -R$ 4.104,00 Tijolo Furado 20 X 25 Iub-18 Ct R$ 35,32 R$ ,80 R$ 23,15 R$ 6.713,92 -R$ 3.528,88 Caibros M R$ 2,10 R$ ,40 R$ 1,61 R$ 8.232,88 -R$ 2.485,52 Vidro Fantasia 3Mm M² R$ 39,00 R$ 6.736,08 R$ 24,72 R$ 4.270,00 -R$ 2.466,08 Padrao Monofasico Completo 7Mts 2 Cxs Un R$ 580,00 R$ 7.540,00 R$ 398,51 R$ 5.180,68 -R$ 2.359,32 Vidro M² R$ 39,00 R$ 5.421,00 R$ 25,42 R$ 3.533,55 -R$ 1.887,45 R$ ,00 Ferro Lam. 210X080 Quix Un R$ 187,00 R$ 169,78 R$ ,95 -R$ 1.860,05 Cimento Comum Cp 32 50Kg Sc R$ 12,90 R$ ,50 R$ 11,71 R$ ,02 -R$ 1.847,48 Tinta Popcor Acrílico Pérola La Lt R$ 42,00 R$ ,00 R$ 38,13 R$ ,67 -R$ 1.663,33 Tábuas M R$ 4,65 R$ 3.892,05 R$ 2,74 R$ 2.294,94 -R$ 1.597,11 Tijolo Comum Un R$ 0,11 R$ 5.467,00 R$ 0,08 R$ 3.976,00 -R$ 1.491,00 Cavalet Para Saneago Plast Un R$ 37,45 R$ 4.756,15 R$ 26,65 R$ 3.384,15 -R$ 1.372,00 Tinta Ltx Popcor Telha Lata Lt R$ 40,37 R$ ,31 R$ 36,65 R$ ,65 -R$ 1.349,66 Sifao P/ Lavat. E Pia Un R$ 5,70 R$ 4.092,60 R$ 4,14 R$ 2.972,54 -R$ 1.120,06 Janela Correr 100X100 S/Grade Un R$ 105,00 R$ ,00 R$ 95,33 R$ ,59 -R$ 1.044,41 Tubo Sold. 020Mm Pvc Ba R$ 13,48 R$ 1.091,88 R$ 1,71 R$ 138,38 -R$ 953,51 Telha Biplan Un R$ 0,40 R$ 9.200,00 R$ 0,36 R$ 8.352,68 -R$ 847,32 Tijolão 20 X 25 Un R$ 0,30 R$ 3.600,00 R$ 0,23 R$ 2.778,17 -R$ 821,83 Esm Anjo Marfim Gl. Gl R$ 34,00 R$ 8.466,00 R$ 30,87 R$ 7.686,28 -R$ 779,72 Vaso Branco Un R$ 55,96 R$ 7.666,52 R$ 50,52 R$ 6.920,63 -R$ 745,89 Tubo P/ Esg. 100Mm Pvc Ba R$ 36,00 R$ 1.800,00 R$ 22,50 R$ 1.125,00 -R$ 675,00 Cal Pintura 5Kg Un R$ 7,50 R$ 900,00 R$ 2,27 R$ 272,37 -R$ 627,63 Composto p/ Argamassa Super Filito 18 Kg Sc R$ 3,40 R$ 6.630,00 R$ 3,09 R$ 6.019,38 -R$ 610,62 Fio Solido Antichama 2.5 Mm2 Amarelo M R$ 0,63 R$ 3.402,00 R$ 0,52 R$ 2.808,00 -R$ 594,00 13

14 Tubo Sold. 020Mm Pvc Ba R$ 10,25 R$ 2.234,50 R$ 7,84 R$ 1.710,05 -R$ 524,45 Lixa Para Massa 080 Un R$ 0,66 R$ 962,28 R$ 0,31 R$ 450,06 -R$ 512,22 Tubo Esg. 100Mm Pvc Ba R$ 22,50 R$ 5.512,50 R$ 20,43 R$ 5.004,80 -R$ 507,70 Demais itens não relacionados R$ ,38 R$ ,57 -R$ ,80 TOTAL , ,91 -R$ ,04 Partindo-se desta premissa, sem levar em conta os diferenciais apresentados nas compras de itens idênticos em fornecedores diversos, como abordado no ponto anterior, pode-se, em estimativa conservadora, quantificar em R$ ,04 o prejuízo experimentado pelos cofres públicos em decorrência da contratação direta feita pelo demandado. 4. DO DIREITO Sabido que a licitação, como antecedente de contratação pelo poder público, não se trata de faculdade do Administrador, mas de dever a ele imposto pela Constituição, como atesta o art. 37, XXI, da Carta Política: XXI - ressalvados os casos especificados na legislação, as obras, serviços, compras e alienações serão contratados mediante processo de licitação pública que assegure igualdade de condições a todos os concorrentes, com cláusulas que estabeleçam obrigações de pagamento, mantidas as condições efetivas da proposta, nos termos da lei, o qual somente permitirá as exigências de qualificação técnica e econômica indispensáveis à garantia do cumprimento das obrigações. A cogência do comando encontra-se umbilicamente ligada aos caros valores que se pretendem protegidos pela oobservância dos ditames da lei 8666/96 que preconiza em seu art. 3º: Art. 3 o A licitação destina-se a garantir a observância do princípio constitucional da isonomia, a seleção da proposta mais vantajosa 14

15 para a administração e a promoção do desenvolvimento nacional sustentável e será processada e julgada em estrita conformidade com os princípios básicos da legalidade, da impessoalidade, da moralidade, da igualdade, da publicidade, da probidade administrativa, da vinculação ao instrumento convocatório, do julgamento objetivo e dos que lhes são correlatos. Todos esses bens jurídicos, aos quais se pretendia conferir máxima efetividade, foram malbaratados pela conduta do demandado ao contratar sem a realização de procedimento licitatório. Com efeito, as contratações se deram sob o pálio do regime de urgência com vistas a esquivar-se ao procedimento licitatório, invocando incidência do art. 24, IV, da lei 8666/93. Trata-se de alegação despida de conteúdo substancial, como já alertara MARÇAL JUSTEN FILHO: Na generalidade dos casos em que se dispõe a contratar, o Estado visa evitar um dano potencial a algum bem ou interesse. Uma interpretação ampla do art. 24, IV, acarretaria, por isso a dispensa de licitação como regra geral. O argumento da exceção poderia sempre ser utilizado. Ora, a ausência de licitação não constitui a regra, mas a exceção. O inc. IV deve ser interpretado à luz desse princípio. 2 Assim, a alegação que a obra encontrava-se deteriorada e sujeita à ação do tempo e de vândalos não poderia funcionar como lastro para a contratação com dispensa de licitação, mormente pelo fato que a obra se iniciara em 2001, inexistindo urgência em sua conclusão, ao menos não que não pudesse aguardar o trâmite de procedimento licitatório. Repise-se que já havia sido implementada a modalidade licitatória Pregão no município de Itumbiara, a permitir certame célere, sem necessidade de 2 In Comentários à Lei de Licitações e Contratos Administrativos. SP: Dialética, pg

16 violação aos preceitos aplicáveis à matéria. 5. CONCLUSÃO Em razão de sua conduta, encontra-se o demandado incurso no art. 10, VIII, da Lei n 8.429/92, que assim preceitua: "Art. 10. Constitui ato de improbidade administrativa que causa lesão ao erário qualquer ação ou omissão, dolosa ou culposa, que enseje perda patrimonial, desvio, apropriação, malbaratamento ou dilapidação dos bens ou haveres das entidades referidas no art. 1º desta lei, e notadamente: (...) VIII - frustrar a licitude de processo licitatório ou dispensá-lo indevidamente; (...) Ex positis, pugna o Ministério Público Federal: a) pela notificação do demandado para que ofereça manifestação por escrito, nos termos do art. 17, 7º, da Lei 8429/92; b) pela citação da União Federal, nos termos do art. 17, 3, da Lei n 8.429/92, para que, integre o pólo ativo da lide, conteste o pedido ou simplesmente abstenha-se de contestá-lo; c) pela subseqüente emissão de juízo positivo de admissibilidade, recebendo-se a petição inicial e determinando a citação do réu; d) pelo ulterior julgamento com resolução de mérito, consoante o art. 269, do Código de Processo Civil, acolhendo-se o pedido para aplicar as sanções positivadas no art. 12, II, da Lei 8429/92 ao ocupante do pólo passivo da demanda, a saber: a perda de função pública que porventura ocupem, a suspensão dos direitos políticos, 16

17 pagamento de multa, proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios creditícios e fiscais, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário. Protesta, para comprovar a veracidade de suas alegações, pela produção de prova documental e prova testemunhal. Dá-se à causa o valor de R$ ,95 Goiânia, 25 de Março de 2014 RAPHAEL PERISSÉ RODRIGUES BARBOSA Procurador da República 17

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ FEDERAL DA VARA DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE GOIÁS

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ FEDERAL DA VARA DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE GOIÁS EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ FEDERAL DA VARA DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE GOIÁS ICP nº 1.18.000.002374/2011-31 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, com fundamento no art. 17 da Lei nº 8.429/92 e com base nas

Leia mais

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009 RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009 Trata-se de procedimento licitatório, modalidade Concorrência, cujo objeto é a contratação de empresa do ramo da construção civil para execução

Leia mais

M I N I S T É R I O P Ú B L I C O

M I N I S T É R I O P Ú B L I C O MANIFESTAÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 075/2012-MP/PA PREGOEIRA: ANDRÉA MARA CICCIO EMPRESA RECORRENTE: PREMIUM SERVICE LTDA CONTRARRAZÕES: TREVO COMERCIO E SERVICO LTDA - ME OBJETO:

Leia mais

AO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL SENAI.

AO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL SENAI. Camanducaia/MG, 23 de Janeiro de 2013 AO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL SENAI. Departamento Regional / BA. Gerência de Suprimentos. Rua Edístio Pondé, n. 342, STIEP, Salvador/BA, CEP. 41.770-395.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TEOFILÂNDIA ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE TEOFILÂNDIA ESTADO DA BAHIA Processo n.º 170/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE TEOFILÂNDIA Referência: Pregão n.º 009/2015 Assunto: Impugnação aos Termos do Edital DECISÃO Trata-se de IMPUGNAÇÃO AO EDITAL interposta pela empresa PLUS

Leia mais

Planta Popular Pré Aprovada Tipo 3

Planta Popular Pré Aprovada Tipo 3 1 Aprovada Previamente pela Prefeitura Municipal de Volta Redonda através do Processo Administrativo nº 5629/98, decreto 8050, artº. 4. Esquema de Arquitetura - 1º Pavimento 2 Esquema de Ampliação 2º Pavimento

Leia mais

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N.º 07/2014 PROCESSO N.º 23368.000296.2014-17

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N.º 07/2014 PROCESSO N.º 23368.000296.2014-17 RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N.º 07/2014 PROCESSO N.º 23368.000296.2014-17 DO OBJETO Trata-se de procedimento licitatório na modalidade Concorrência, cujo objeto é a contratação de empresa

Leia mais

LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS

LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS UniCEUB Centro Universitário de Brasília FAJS Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais Curso de Direito Turno: Vespertino Disciplina: Direito Administrativo I Professor: Hédel Torres LICITAÇÕES E CONTRATOS

Leia mais

NOTA JURÍDICA Nº03/2015 COSEMS GO

NOTA JURÍDICA Nº03/2015 COSEMS GO Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado de Goiás Rua 26, nº521, Bairro Santo Antônio CEP: 74.853-070, Goiânia GO Site: http://www.cosemsgo.org.br E-mail: cosemsgoias@gmail.com Fone: (62)

Leia mais

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC Brasília, 20 de fevereiro de 2009. Ref.: Processo n

Leia mais

A ILUSTRÍSSIMA SENHORA SHEILA BATISTA DOS SANTOS PREGOEIRA DA PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO CENTRAL DE COMPRAS

A ILUSTRÍSSIMA SENHORA SHEILA BATISTA DOS SANTOS PREGOEIRA DA PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO CENTRAL DE COMPRAS A ILUSTRÍSSIMA SENHORA SHEILA BATISTA DOS SANTOS PREGOEIRA DA PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO CENTRAL DE COMPRAS C.C.P TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO ESPITIRO SANTO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS Belo Horizonte, 19 de outubro de 2015. ASSUNTO: ENCAMINHAMENTO AO PRESIDENTE: DECISÃO DA PREGOEIRA EM RELAÇÃO AO RECURSO ADMINISTRATIVO APRESENTADO

Leia mais

Novas modalidades que viabilizem as contratações públicas sustentáveis

Novas modalidades que viabilizem as contratações públicas sustentáveis Novas modalidades que viabilizem as contratações públicas sustentáveis Disseminar conhecimentos de boas práticas e reflexos das normas de sustentabilidade nos processos de contratação da Administração

Leia mais

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO:

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO: SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO: Impugnação ao Edital oferecida pela empresa QATIVE TECNOLOGIA E EVENTOS LTDA. DECISÃO DA COMISSÃO PERMANENTE

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Licitação segundo a Lei n. 8.666/93 Leila Lima da Silva* *Acadêmica do 6º período do Curso de Direito das Faculdades Integradas Curitiba - Faculdade de Direito de Curitiba terça-feira,

Leia mais

Sumário. Nota introdutória, xv

Sumário. Nota introdutória, xv Nota introdutória, xv 1 Princípios constitucionais da administração pública, 1 1.1 Conteúdo do capítulo, 1 1.2 Princípios e regras, 2 1.3 Princípi~ constitucionais, 4 IA Princípios expressos, 7 104.1 Legalidade

Leia mais

AUTORIZAÇÃO DE USO DE BEM PERMANENTE EM AMBIENTE EXTERNO A UFRB

AUTORIZAÇÃO DE USO DE BEM PERMANENTE EM AMBIENTE EXTERNO A UFRB AUTORIZAÇÃO DE USO DE BEM PERMANENTE EM AMBIENTE EXTERNO A UFRB 1 BASE LEGAL LEI Nº 8.112, DE 11 DE DEZEMBRO DE 1990 (Dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das Autarquias

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS RESOLUÇÃO N.º 702/2008 - TCE 1ª Câmara

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS RESOLUÇÃO N.º 702/2008 - TCE 1ª Câmara RESOLUÇÃO N.º 702/2008 - TCE 1ª Câmara 1. Processo n.º: TC 05821/2008 2. Classe de Assunto: 09 Processo Licitatório / 04 Inexigibilidade 3. Responsável: Sandra Cristina Gondim Secretária da Administração

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO

IMPUGNAÇÃO AO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO ILUSTRÍSSIMO SENHOR ABDIAS DA SILVA OLIVEIRA DESIGNADO PREGOEIRO PARA O PREGÃO ELETRÔNICO Nº 4/2015 DO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR PREGÃO ELETRÔNICO: 4/2015 COQUEIRO &

Leia mais

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011 DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011 Impugnação ao edital da licitação em epígrafe, proposta por NORTH SEGURANÇA LTDA, mediante protocolo nº 2011/004806, datado de 06/09/2011. 1

Leia mais

Carlos Alberto de Oliveira Paes Consultor Jurídico da OCB-SESCOOP/MT

Carlos Alberto de Oliveira Paes Consultor Jurídico da OCB-SESCOOP/MT Carlos Alberto de Oliveira Paes Consultor Jurídico da OCB-SESCOOP/MT Sociedades de Pessoas Lei 5764/1971. Art. 3º. Celebram contrato de sociedade cooperativa as pessoas que reciprocamente se obrigam a

Leia mais

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante Lote LOTE 01 Item(*) Código Especificação Unidade Marca/Modelo Unitário Valor Total 00002 00025449 CABO FLEXIVEL 10MM - METRO 300,0 00003 00025243 CABO FLEXIVEL 2,5MM - METRO 600,0 00004 00025244 CABO

Leia mais

INSTRUMENTO CONTRATUAL N. 0164/2013.

INSTRUMENTO CONTRATUAL N. 0164/2013. INSTRUMENTO CONTRATUAL N. 0164/2013. CONTRATO GLOBAL DE FORNECIMENTO DE TINTA E SERVIÇOS DE PINTURA N. 0164/2013: O MUNICÍPIO DE XAXIM, Estado de Santa Catarina, com sede a Rua Rui Barbosa, 347, inscrito

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DIREITOS HUMANOS E PARTICIPAÇÃO POPULAR VIVA CIDADÃO

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DIREITOS HUMANOS E PARTICIPAÇÃO POPULAR VIVA CIDADÃO Folha nº Processo nº Rubrica: Matrícula: Processo n.º 148030/2015 Assunto: Análise do pedido de impugnação do Edital do Pregão nº 13/2015 referente à contratação de empresa especializada na aquisição e

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA JUDICIÁRIA DE BELÉM/PA

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA JUDICIÁRIA DE BELÉM/PA EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA JUDICIÁRIA DE BELÉM/PA VARA DA SUBSEÇÃO Referência: Inquérito Civil nº 1.23.000.000854/2012-88 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, por meio do Procurador da República

Leia mais

Prefeitura Municipal de Rio Verde - Goiás Comissão Permanente de Licitação

Prefeitura Municipal de Rio Verde - Goiás Comissão Permanente de Licitação 1 PROCESSO Nº 2013004028 Prefeitura Municipal de Rio Verde - PREGÃO PRESENCIAL Nº080/2013, Aquisição de materiais elétricos e materiais para manutenção de bens móveis e imóveis, para manutenção das unidades

Leia mais

Noções Gerais das Licitações

Noções Gerais das Licitações Noções Gerais das Licitações Material didático destinado à sistematização do conteúdo da disciplina Direito Administrativo I Publicação no semestre 2014.1 do curso de Direito. Autor: Albérico Santos Fonseca

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACORDÃODECISÃO MONOCRATICA REGISTRADO(A) SOB N I mil uni mil um mi mu mu mu mi mi '03018269* Vistos, relatados e discutidos estes

Leia mais

Decisão de Pregoeiro n 0039/2009-SLC/ANEEL. Em 4 de setembro de 2009.

Decisão de Pregoeiro n 0039/2009-SLC/ANEEL. Em 4 de setembro de 2009. Decisão de Pregoeiro n 0039/2009-SLC/ANEEL Em 4 de setembro de 2009. Processo nº: 48500.000496/2009-53 Licitação: Pregão Eletrônico nº 49/2009 Assunto: Análise do recurso interposto pela Ductbusters Engenharia

Leia mais

PORTARIA N.º 016/2011-9ª PJDPP

PORTARIA N.º 016/2011-9ª PJDPP PORTARIA N.º 016/2011-9ª PJDPP GEAP nº 000746-005/2006 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO, por meio de seu agente de execução atuante na 9ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público

Leia mais

OBRAS PÚBLICAS: QUESTÕES PRÁTICAS DA LICITAÇÃO AO RECEBIMENTO

OBRAS PÚBLICAS: QUESTÕES PRÁTICAS DA LICITAÇÃO AO RECEBIMENTO FECAM Escola de Gestão Pública Municipal OBRAS PÚBLICAS: QUESTÕES PRÁTICAS DA LICITAÇÃO AO RECEBIMENTO Módulo II Chapecó, março/2012 1 Aspectos Legais da Licitação de Obras Denise Regina Struecker Auditora

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL ILMO EXCELENTISSIMO SR. ALCEU RICARDO SWAROWSKI PREFEITO MUNICIPAL DO MUNICIPIO DE RIO NEGRO DO ESTADO DO PARANÁ REFERENTE: PREGÃO PRESENCIAL Nº 117/2010 IMPUGNAÇÃO AO EDITAL A empresa STERMAX PRODUTOS

Leia mais

RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 05/2012 Licitações e Contratos

RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 05/2012 Licitações e Contratos RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 05/2012 Licitações e Contratos 1. INTRODUÇÃO Em atenção ao preceituado no item nº 11 do PAINT/2012, devidamente aprovado ad referendum pelo Reitor da UNIFAL-MG, em 28/12/2011

Leia mais

Registro na CVM não garante o sucesso do investimento: precedente judicial no Caso Boi Gordo

Registro na CVM não garante o sucesso do investimento: precedente judicial no Caso Boi Gordo Registro na CVM não garante o sucesso do investimento: precedente judicial no Caso Boi Gordo Julio Ramalho Dubeux * Procurador Federal na CVM O lançamento do site do investidor parece ser uma boa oportunidade

Leia mais

Referência: Impugnação ao Edital do Pregão Presencial nº. 17/2006

Referência: Impugnação ao Edital do Pregão Presencial nº. 17/2006 1/6 Processo: A 06/166 Interessado: Gerência Administrativa Assunto: Aquisição de Toner Referência: Impugnação ao Edital do Pregão Presencial nº. 17/2006 A empresa JDM dos Anjos Cartuchos ME, inscrita

Leia mais

REGULAMENTO DE COMPRAS

REGULAMENTO DE COMPRAS REGULAMENTO DE COMPRAS A SPDM /PAIS Associação Paulista Para O Desenvolvimento da Medicina, vem por meio deste dar publicidade ao Regulamento Próprio utilizado contendo os procedimentos que adotará para

Leia mais

CARTILHA INSTRUTIVA EM COMPRAS PÚBLICAS

CARTILHA INSTRUTIVA EM COMPRAS PÚBLICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - UNIVASF PRÓ-REITORIA DE GESTÃO E ORÇAMENTO - PROGEST Av. José de Sá Maniçoba, S/N Sala 30 Centro, Petrolina-PE - CEP. 56.304-205 Telefax: (87) 2101-6713

Leia mais

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Presencial nº. 18/2007

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Presencial nº. 18/2007 Processo: A 07/204 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços em implementação de windows server 2003 enterprise, active directory,

Leia mais

Novas Atitudes. Novos. Estado Gestor

Novas Atitudes. Novos. Estado Gestor Novas Atitudes Paradigmas 1 Procedimentos Estado G t Gestor Instrumentos 2 Sociedade Estado Necessidades Expectativas P i id d Prioridades Recebe a Recebe a pauta Deve se Deve se empenhar para atender

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

22100022.12.362.014.21747.0700000.33903000.51.0.30-4955

22100022.12.362.014.21747.0700000.33903000.51.0.30-4955 Convite N.º 003/2015 Natureza da Despesa Funcional Programática Data da Emissão 15 de Junho de 2015 Data da Licitação 22 de Junho de 2015 Horário da Licitação 08:00h Tipo de Licitação Aquisição de Material

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO fls. 5 ACÓRDÃO Registro: 2014.0000429851 Vistos, relatados e discutidos estes autos do Mandado de Segurança nº 0226204-83.2012.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é impetrante EDEMAR CID FERREIRA,

Leia mais

RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA N 05/2013

RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA N 05/2013 RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA N 05/2013 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ, pelo Promotor de Justiça que esta subscreve, no exercício das atribuições conferidas pelo inc. II do art. 129 da Constituição

Leia mais

MINISTÉRIO DOS mansportes DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE mansportes DIRETORIA GERAL ASSESSORIA DE CADASTRO E LICITAçõES

MINISTÉRIO DOS mansportes DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE mansportes DIRETORIA GERAL ASSESSORIA DE CADASTRO E LICITAçõES MINISTÉRIO DOS mansportes DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE mansportes DIRETORIA GERAL ASSESSORIA DE CADASTRO E LICITAçõES RESPOSTAIMPUGNAÇÃO EDITAL 247/2004-00/DNIT A EMPRESA G6 SISTEMA DE SERViÇOS

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO COMPRAS GOVERNAMENTAIS

SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO COMPRAS GOVERNAMENTAIS SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO COMPRAS GOVERNAMENTAIS Alice Viana Soares Monteiro Secretária de Estado de Compras Governamentais sob o aspecto da Sustentabilidade Compra Pública Sustentável ou Licitação

Leia mais

WEGH Assessoria e Logística Internacional Ltda.

WEGH Assessoria e Logística Internacional Ltda. ILMO. SR. DR. PREGOEIRO DO PREGÃO ELETRÔNICO N. 79/2012 DA FUNDAÇÃO DE APOIO A PESQUISA E A EXTENSAO - FAPEX Pregão Eletrônico nº 79/2012 WEGH ASSESSORIA E LOGISTICA INTERNACIONAL LTDA, com sede na Rua

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS 5ªP OMOTORIA D E JUST I Ç A D E T R I N D A D E

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS 5ªP OMOTORIA D E JUST I Ç A D E T R I N D A D E Autos Notícia de Fato (Registro nº 201500292358) À Sua Excelência o Senhor JÂNIO CARLOS ALVES FREIRE Prefeito Municipal de Trindade GO RECOMENDAÇÃO nº 02/2015 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS, por

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL N 07/2011-PR/PB PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 3

PREGÃO PRESENCIAL N 07/2011-PR/PB PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 3 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República na Paraíba PREGÃO PRESENCIAL N 07/2011-PR/PB PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 3 Referência: Processo n.º 1.24.000.001591/2011-14. Interessado: OMEGATI COMÉRCIO

Leia mais

À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS.

À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS. Ao PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS. Ao SR. PREGOEIRO. PROCESSO LICITATÓRIO TRT/DSAA/029/2014 PREGÃO

Leia mais

Perícia contábil em Ação Civil Pública, relativa a ato de improbidade administrativa e enriquecimento sem causa de Servidor Público.

Perícia contábil em Ação Civil Pública, relativa a ato de improbidade administrativa e enriquecimento sem causa de Servidor Público. Perícia contábil em Ação Civil Pública, relativa a ato de improbidade administrativa e enriquecimento sem causa de Servidor Público. Prof. MSc. Wilson Alberto Zappa Hoog i Resumo: Apresentamos uma breve

Leia mais

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993.

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. DECRETO N.º 7.892, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES INSPETORIA 2 DIVISÃO 5

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES INSPETORIA 2 DIVISÃO 5 TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES INSPETORIA 2 DIVISÃO 5 PROCESSO RPL 06/00331939 UNIDADE GESTORA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA - SEF INTERESSADO

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM RORAIMA RECOMENDAÇÃO Nº 58/2014 MPF/RR

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM RORAIMA RECOMENDAÇÃO Nº 58/2014 MPF/RR MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM RORAIMA RECOMENDAÇÃO Nº 58/2014 MPF/RR Referência: procedimento administrativo nº Excelentíssima Senhora Governadora eleita do Estado de Roraima,

Leia mais

Encontro Temático do NEATS PUC/SP sobre a Nova Lei Geral das Parcerias da Administração com as Organizações da Sociedade Civil Lei nº 13.

Encontro Temático do NEATS PUC/SP sobre a Nova Lei Geral das Parcerias da Administração com as Organizações da Sociedade Civil Lei nº 13. Encontro Temático do NEATS PUC/SP sobre a Nova Lei Geral das Parcerias da Administração com as Organizações da Sociedade Civil Lei nº 13.019/2014 Sanções administrativas LUIS EDUARDO PATRONE REGULES Advogado.

Leia mais

JUSTIFICATIVA PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº003/2015 DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº001/2015

JUSTIFICATIVA PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº003/2015 DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº001/2015 JUSTIFICATIVA PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº003/2015 DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº001/2015 O B J E T O: Contratação de serviços para manutenção de servidor e firewalls Linux para servidores de aplicação, controle

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL

JULGAMENTO DE RECURSO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO REITORIA PROCESSO: 23249.023345/2011-95. REFERENTE: CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 01/2011 IMPUGNANTE: LTM CONSTRUÇÕES LTDA JULGAMENTO DE RECURSO

Leia mais

RAZOES DA SOLICITAÇÃO/IMPUGNAÇÃO

RAZOES DA SOLICITAÇÃO/IMPUGNAÇÃO RAZOES DA SOLICITAÇÃO/IMPUGNAÇÃO As solicitações das Declarações e Especificações Técnicas 01 DO OBJETO (pagina 01 do Edital) Locação de impressoras multifuncionais novas (comprovadamente, com o máximo

Leia mais

Objeto: Aquisição de gêneros alimentícios para IF Sudeste MG Campus Barbacena (SAN, Laboratório de nutrição, aulas práticas e PRONATEC).

Objeto: Aquisição de gêneros alimentícios para IF Sudeste MG Campus Barbacena (SAN, Laboratório de nutrição, aulas práticas e PRONATEC). Pregão Eletrônico 07/2014 Processo: 23355.000130/2014-31 Objeto: Aquisição de gêneros alimentícios para IF Sudeste MG Campus Barbacena (SAN, Laboratório de nutrição, aulas práticas e PRONATEC). JULGAMENTO

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº. 12/2012

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº. 12/2012 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº. 12/2012 PREGÃO PRESENCIAL Nº. 20/2012 Aos vinte e cinco dias do mês de abril do ano de 2012, no Departamento de Compras, localizado no Serviço Autônomo Municipal de Água e

Leia mais

LEI N 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992

LEI N 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992 LEI N 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992 LEI DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício

Leia mais

DECRETO Nº 7.622, DE 20 DE MAIO DE 2005.

DECRETO Nº 7.622, DE 20 DE MAIO DE 2005. DECRETO Nº 7.622, DE 20 DE MAIO DE 2005. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no artigo 15, 3º da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993 e artigo 11 da Lei Federal nº 10.520, de 17 de julho

Leia mais

Ministério Público Federal Procuradoria da República em Pernambuco

Ministério Público Federal Procuradoria da República em Pernambuco Inquérito Civil Público n. º 1.26.000.002238/2010-98 Promoção de Arquivamento nº 599-2013/MPF/PRPE/AT PROMOÇÃO Cuida-se de inquérito civil público instaurado nesta Procuradoria da República, com o intuito

Leia mais

PROGRAMA DE FORTALECIMENTO DA GESTÃO MUNICIPAL FALHAS CONSTATADAS POR ÁREA DA GESTÃO

PROGRAMA DE FORTALECIMENTO DA GESTÃO MUNICIPAL FALHAS CONSTATADAS POR ÁREA DA GESTÃO PROGRAMA DE FORTALECIMENTO DA GESTÃO MUNICIPAL FALHAS CONSTATADAS POR ÁREA DA GESTÃO OBJETIVOS CONHECER AS PRINCIPAIS FALHAS POR ÁREAS DA GESTÃO PREVENIR A OCORRÊNCIA FUTURA DESSAS FALHAS APRESENTAÇÃO

Leia mais

EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial

EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO Pregão Presencial nº. 003/2008 Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial EMENTA: AUSÊNCIA DE COMPROVAÇÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA

Leia mais

Mario Luis Coutinho de Araujo Araujo Enviado em: terça-feira, 2 de agosto de 2011 16:38 Para:

Mario Luis Coutinho de Araujo Araujo <araujo.m40@gmail.com> Enviado em: terça-feira, 2 de agosto de 2011 16:38 Para: Marcelino David Bandt Da Costa De: Mario Luis Coutinho de Araujo Araujo Enviado em: terça-feira, 2 de agosto de 2011 16:38 Para: Marcelino David Bandt Da Costa Assunto: Pedido de

Leia mais

Formação dos integrantes do Conselho de Planejamento e Orçamento Participativos (CPOP)

Formação dos integrantes do Conselho de Planejamento e Orçamento Participativos (CPOP) Formação dos integrantes do Conselho de Planejamento e Orçamento Participativos (CPOP) Conceitos gerais de gestão pública: princípios e regras da administração pública, processos de licitação, contratos

Leia mais

ASSUNTO: RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO ENCAMINHADA PELA EMPRESA VIVO S/A, CNPJ 02.449.992/0121-70.

ASSUNTO: RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO ENCAMINHADA PELA EMPRESA VIVO S/A, CNPJ 02.449.992/0121-70. Panambi, 22 de agosto de 2012. ASSUNTO: RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO ENCAMINHADA PELA EMPRESA VIVO S/A, CNPJ 02.449.992/0121-70. Considerando como tempestiva a impugnação interposta pela empresa VIVO S/A o Instituto

Leia mais

Contratos. Licitações & Contratos - 3ª Edição

Contratos. Licitações & Contratos - 3ª Edição Contratos 245 Conceito A A Lei de Licitações considera contrato todo e qualquer ajuste celebrado entre órgãos ou entidades da Administração Pública e particulares, por meio do qual se estabelece acordo

Leia mais

COMPRAS / CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS FORMAS DE AQUISIÇÃO/CONTRATAÇÃO LICITAÇÃO:

COMPRAS / CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS FORMAS DE AQUISIÇÃO/CONTRATAÇÃO LICITAÇÃO: COMPRAS / CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS Quase todas as despesas das Unidades são realizadas através de compras ou contratações de serviços. Elas são classificadas de acordo com a forma de aquisição/contratação

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇO nº 001/2009

ATA DE REGISTRO DE PREÇO nº 001/2009 ATA DE REGISTRO DE PREÇO nº 001/2009 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA OS SERVIÇOS DE CONFECÇÃO DE CARIMBOS, CONFORME PROCESSO LICITATÓRIO Nº 2008.0701.000825, PREGÃO PRESENCIAL Nº052/2008. Aos 02 dias

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº.../20... PROCESSO Nº 1.00.000.003689/2013-00 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº.../20...

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº.../20... PROCESSO Nº 1.00.000.003689/2013-00 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº.../20... ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº.../20... PROCESSO Nº 1.00.000.003689/2013-00 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº.../20... Ao...do dia do mês de... do ano de 20..., na PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA PGR,

Leia mais

PROFESSOR FÁBIO BELLOTE GOMES. Graduado, Mestre e Doutor pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo USP. Professor no Curso FMB - SP

PROFESSOR FÁBIO BELLOTE GOMES. Graduado, Mestre e Doutor pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo USP. Professor no Curso FMB - SP PROFESSOR FÁBIO BELLOTE GOMES Graduado, Mestre e Doutor pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo USP Professor no Curso FMB - SP Autor do Manual Elementos de Direito Administrativo Editora

Leia mais

Planta Popular Pré Aprovada Tipo P-1

Planta Popular Pré Aprovada Tipo P-1 1 Planta Baixa A implantação da obra deverá respeitar: A existência da calçada; O afastamento frontal de 3,00m; Os afastamentos laterais de 1,50m; A garagem poderá se utilizar de 1/3 do afastamento frontal

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO RELATÓRIO DE AUDITORIA ANUAL DE CONTAS TIPO DE AUDITORIA : AUDITORIA DE GESTÃO EXERCÍCIO : 2008 PROCESSO Nº

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br O Princípio da Legalidade na Administração Pública Heletícia Oliveira* 1. INTRODUÇÃO O presente artigo tem como objeto elucidar, resumidamente, a relação do Princípio da Legalidade

Leia mais

RELAÇÃO MENSAL DAS COMPRAS

RELAÇÃO MENSAL DAS COMPRAS FUNDO MUN. DE HABITACAO E Folha: 1/10 RELAÇÃO MENSAL DAS COMPRAS De acordo com o Artigo 16 da Lei Nr. 8.666, de 21 de Junho de 1993, alterada pela Lei Nr. 8.883, de 08 de Junho de 1994, esta é a relação

Leia mais

Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema

Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema Licitação: Processo administrativo 073/13 Edital - Convite 002/13 Assunto: Resposta ao recurso apresentado contra o julgamento da habilitação. Senhor Presidente do CISMEPAR, A empresa Carvalho Projetos

Leia mais

DECISÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA 002/2013 PROCESSO 23443.000066/2012-38

DECISÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA 002/2013 PROCESSO 23443.000066/2012-38 DECISÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA 002/2013 PROCESSO 23443.000066/2012-38 Recurso Administrativo interposto pela empresa SELT INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA, qualificada nos autos, em que se questiona

Leia mais

PESQUISA DE PREÇOS DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

PESQUISA DE PREÇOS DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO PESQUISA DE PREÇOS DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO FEVEREIRO 2008 RESULTADOS DE RIO BRANCO - ACRE Outras informações: (68) 3212-4200 / 3212-4246 / 3212-4284 Ano 04 - Nº. 37 1. OBJETIVO O objetivo desta pesquisa

Leia mais

Interessados: INTERESSADA: ELESERVICE do Brasil - Componentes Eletrônicos Ltda.

Interessados: INTERESSADA: ELESERVICE do Brasil - Componentes Eletrônicos Ltda. Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0255-19/99-P Identidade do documento: Decisão 255/1999 - Plenário Ementa: Representação formulada por licitante. Possíveis irregularidades praticadas

Leia mais

INSTRUMETNO CONTRATUAL N. 0068/2013.

INSTRUMETNO CONTRATUAL N. 0068/2013. INSTRUMETNO CONTRATUAL N. 0068/2013. CONTRATO LOCAÇÃO DE SISTEMAS N.0068/2013: O MUNICÍPIO DE XAXIM, Estado de Santa Catarina, pessoa jurídica de direito público interno, com sede na Rua Rui Barbosa, 347,

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DE PREGAO Nº 25/2013

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DE PREGAO Nº 25/2013 Ao SAE-SERVIÇO AUTONOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE SOROCABA/SP Att. Pregoeiro Oficial e Equipe de Apoio Assunto: Impugnação do Edital do Processo Administrativo nº 1.497/13 Modalidade PREGAO ELETRÔNICO nº 25/2013

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO RELATOR - CONSELHEIRO ANTONIO ROQUE CITADINI 12ª SESSÃO ORDINÁRIA DA SEGUNDA CÂMARA, DIA 06/05/2014 ITENS: 35 e 36 Processo: TC-006335/026/10 Representante(s): Albatroz Segurança e Vigilância Ltda., por

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO RELATÓRIO DE AUDITORIA ANUAL DE CONTAS TIPO DE AUDITORIA : AUDITORIA DE GESTÃO EXERCÍCIO : 2009 PROCESSO N.º

Leia mais

AÇÃO CRIMINAL Nº 231-PE (89.05.03003-3) APTE: JUSTIÇA PÚBLICA APDO: ANCILON GOMES FILHO RELATOR: DESEMBARGADOR FEDERAL ÉLIO SIQUEIRA (CONVOCADO)

AÇÃO CRIMINAL Nº 231-PE (89.05.03003-3) APTE: JUSTIÇA PÚBLICA APDO: ANCILON GOMES FILHO RELATOR: DESEMBARGADOR FEDERAL ÉLIO SIQUEIRA (CONVOCADO) AÇÃO CRIMINAL Nº 231-PE (89.05.03003-3) APTE: JUSTIÇA PÚBLICA APDO: ANCILON GOMES FILHO RELATOR: DESEMBARGADOR FEDERAL ÉLIO SIQUEIRA (CONVOCADO) RELATÓRIO O EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMBARGADOR FEDERAL

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 3.931, DE 19 DE SETEMBRO DE 2001. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE GESTÃO E PLANEJAMENTO DIRETORIA DE COMPRAS E LICITAÇÕES

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE GESTÃO E PLANEJAMENTO DIRETORIA DE COMPRAS E LICITAÇÕES ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 002/2013 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 193/2012 Órgão Processo SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA 2012007522 Modalidade Nº Data Tipo PREGAO ELETRONICO 193/2012 18/07/2012 MENOR PREÇO POR

Leia mais

Cotação de Preços - Processo nº 055/2015. Item Especificação Unid Qtde. Bomba centrifuga c/ motor elétrico monofásico ½ CV bocais

Cotação de Preços - Processo nº 055/2015. Item Especificação Unid Qtde. Bomba centrifuga c/ motor elétrico monofásico ½ CV bocais Feira de Santana/BA, 30 de abril de 2015. MOC - Movimento de Organização Comunitária Cotação de Preços - Processo nº 055/2015 À Att.: O Movimento de Organização Comunitária vem através desta, convidar

Leia mais

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTAS Nº 01/03

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTAS Nº 01/03 Inquérito Civil: Compromitente: Ministério Público do Estado de Mato Grosso Promotoria da Cidadania, Defesa Comunitária e do Consumidor Compromissados: Secretaria de Estado de Saúde e Fundação de Saúde

Leia mais

PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA RELATÓRIO

PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA RELATÓRIO PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA Projeto de Lei nº 058 de 17 de abril de 2013 AUTOR: Poder Executivo PARECER: Favorável, sem apresentação de emendas EMENTA: Cria o Arquivo Público do Executivo

Leia mais

RELATOR - CONSELHEIRO ANTONIO ROQUE CITADINI 34ª SESSÃO ORDINÁRIA DO TRIBUNAL PLENO, DIA 09/12/2009 EXAME PRÉVIO MUNICIPAL VOTO

RELATOR - CONSELHEIRO ANTONIO ROQUE CITADINI 34ª SESSÃO ORDINÁRIA DO TRIBUNAL PLENO, DIA 09/12/2009 EXAME PRÉVIO MUNICIPAL VOTO RELATOR - CONSELHEIRO ANTONIO ROQUE CITADINI 34ª SESSÃO ORDINÁRIA DO TRIBUNAL PLENO, DIA 09/12/2009 EXAME PRÉVIO MUNICIPAL VOTO Processos: TC 34.895/026/09 e TC 35.380/026/09. Representantes: Cheiro Verde

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: 003 -TERRACAP PROCESSO Nº: 111.004.762/2013 Pregão Presencial Nº: 29/2013 VALIDADE: 12 meses, a partir da publicação no DODF. Aos dias do mês de

Leia mais

MODELO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR

MODELO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR MODELO CONTRATO N.º /20 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR A (Órgão/Entidade Federal, Estadual ou Municipal), pessoa jurídica de direito público ou privado, com sede à Rua, n.º,

Leia mais

FINALIDADE: Solicitação de Parecer Transporte de Resíduos da Área da Saúde

FINALIDADE: Solicitação de Parecer Transporte de Resíduos da Área da Saúde ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moisés Viana Unidade Central de Controle Interno PARECER N 100/2005 ORIGEM: Procuradoria Municipal ASSUNTO: Parecer FINALIDADE:

Leia mais

01/01/2009 em quantidade e com adequação de distribuição que assegure sua disponibilização em pelo menos uma bomba de cada um dos postos revendedores

01/01/2009 em quantidade e com adequação de distribuição que assegure sua disponibilização em pelo menos uma bomba de cada um dos postos revendedores 19ª Vara Cível Federal Autos nº 2007.61.00.034636-2 e 2008.61.00.013278-0 AÇÕES CIVIS PÚBLICAS Autores: MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, ESTADO DE SÃO PAULO, INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS

Leia mais

Gabarito 1 Gabarito 2 Gabarito 3 Gabarito 4 11 1 51 21 E E E E PARECER

Gabarito 1 Gabarito 2 Gabarito 3 Gabarito 4 11 1 51 21 E E E E PARECER 11 1 51 21 E E E E Houve interposição de recursos em que os recorrentes, resumidamente, aduziram que a questão deveria ser anulada ou ter o gabarito modificado em virtude de que haveria duas opções com

Leia mais

Ementa: Apresentação da declaração de bens e rendas. Lei 8.730/93. Lei 8.429/92. Instrução Normativa do TCU nº 65, de 20 de abril de 2011.

Ementa: Apresentação da declaração de bens e rendas. Lei 8.730/93. Lei 8.429/92. Instrução Normativa do TCU nº 65, de 20 de abril de 2011. Nota Técnica n 01/2011 Ementa: Apresentação da declaração de bens e rendas. Lei 8.730/93. Lei 8.429/92. Instrução Normativa do TCU nº 65, de 20 de abril de 2011. Obrigatoriedade. 1. No dia 03.05.2011 o

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº 081/2007 Fls.

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº 081/2007 Fls. Contrato nº 081/2007 Fls. 1 MINUTA TERMO DE CONTRATO Convite de Preços n.º 081/07 Processo n.º 11784/05 Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DESCUPINIZAÇÃO DO PREDIO E ACERVO DO

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL 051/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N.º 051/2015

PREGÃO PRESENCIAL 051/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N.º 051/2015 PREGÃO PRESENCIAL 051/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N.º 051/2015 Aos cinco dias do mês de outubro de 2015, O Município de SANTA CRUZ CABRÁLIA, pessoa jurídica de direito público interno inscrito no CNPJ

Leia mais

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL PREGÃO PRESENCIAL: 063/2015 JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL OBJETO: Aquisição de equipamentos, sistemas, serviços e outros itens necessários à implantação do gerenciamento eletrônico da freqüência dos

Leia mais