AGROTEC TECNOLOGIA AGRÍCOLA E INDUSTRIAL LTDA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AGROTEC TECNOLOGIA AGRÍCOLA E INDUSTRIAL LTDA"

Transcrição

1 Roteiro para operação do DGPS M3 com o programa AIRTRAC - este documento NÃO substitui o Manual - A operação do programa Aitrac instalado nos equipamentos M3 é muito semelhante à do programa atual ( Airstar / M3 ). Entretanto, o sistema de menus difere bastante, já que o novo programa roda em ambiente Windows. Iniciando Uma vez instalado o Airtrac, o M3 poderá operar tanto usando o antigo programa (Airstar) como o novo (AirTrac), devendo esta escolha ser feita pelo operador, no momento da inicialização do sistema. Ao ligar o equipamento, o seguinte menu será apresentado na tela: Obs. Nos equipamentos fabricados a partir de setembro de 2009 o menu acima é ligeiramente diferente(9 opções), de forma a acomodar asnovasopçõesde uso de dispositivosde armazenamento USB(os Pen drive ) em lugar do cartão PCMCIA / Compact Flash. Escolhaaopção7paraoperaroM3comAirTrac,correçãodiferencialeDIFetelanãosensívelaotoque. Escolha outras opções 4, 5,6), se seu M3 tiver configuração diferente. Escolha a opção 1 se quiser executar o programa AirStar. Neste caso este programa deverá estar instalado no cartão. OBS.Parafazeraescolhaantesqueseesgoteotempoautomático, movaocursorparacima eparabaixocomas teclas de seta e pressione a tecla LOG (teclado do AirTrac) ou a tecla ENTER (teclado do AirStar). Após a inicialização do programa AirTrac, será apresentada uma tela que informa estar o equipamento esperando para adquirir a correção diferencial EDIF (se este estiver instalado). A aquisição da correção diferencial edif leva cerca de 6 minutos, sendo automática. Desejando prosseguir o processo de inicialização / configuração antes que o equipamento adquira a correção, pressione a tecla LOG. A tela seguinte Configuração do Serviço- será mostrada:

2 Neste ponto, e nesta tela, as opções, apresentadas na forma de botões, são, portanto : PADRÃO (de aplicação). Pressione seta para direita para apresentação das opções. Pressione a seta para cima ou para baixo para marcar e pressione ENTER para aceitar a opção selecionada: BK-BK Racetrack Quick-Racetrack Squeeze Expand REPETE PADRAO AUT. LARGURA FAIXA Reverse racetrack BK-BK SKIP (novo) Quick-racetrack-X (novo) Multi BK-BK (novo) SIM / NÃO(alternacom ateclaenter).sedeixado em Sim,apósterminado um padrão Fechado, como o Racetrack, por exemplo, um novo padrão idêntico será criado, adjacente ao primeiro. Disponível apenas para padrões fechados. Obs. Não usar até informação em contrário - esta opção nos padrões Quick Racetrack e Reverse Racetrack, nos quais há alguma inconsistência Valor digitado. Pressione seta para direita e digite o valor desejado. Pressione EXIT para aceitar o valor digitado. ESQUERDA / DIREITA (Direção da Lavoura) Alterna entre Esquerda e Direita com a tecla ENTER, ou seta p/ direita. GRAVAÇÃO (Liga/Desliga)- Mostra o estado atual da gravação (DESL = desativada; LIGA = ativada). Pressione ENTER para abrir janela com as seguintes opções: o Iniciar Novo Arquivo (ENTER para confirmar; a gravação será Ativada), ou o Desativar Gravação. Pressione ENTER sobre este botão para desativar gravação o EXIT ou CLEAR para sair e voltar ao mapa

3 o Obs.: umavez desativada a gravação, para ativá-la novamente pressione Iniciar Novo Arqui - vo CONTROLLERS/ ZERAR. Para reiniciar/ reativar o controlador de Fluxo, se instalado. Digite ENTER sobre este botão. Se o controlador já tiver sido reconhecido, este botão fica inacessível. Obs.Geral: A seleção decada botão éfeita pelas teclasdesetas, para cima epara baixo. Uma vez selecionado o botão desejado, deve ser pressionada a seta para a DIREITA ou ENTER, a qual fará abrir um sub-menu para novas escolhas (por exemplo, pressionando-se a seta para a direita sobre o botão PADRÃO, aparecerá uma lista com os 9 padrões disponíveis, listados acima, para escolha. À direita desta tela há duas informações: Pressionando a TECLA (no teclado) denominada EXIT fará o sistema sair desta tela e retornar à tela de aplicação ( Mapa ). Pressionando a tecla SETUP conduzirá a outros menus. As escolhas feitas nesta tela são as indispensáveis para executar um serviço. Outras opções são definidas pressionando-se, como dito, a TECLA SETUP, o que será visto em seções adiante. Iniciando um serviço Umavez configuradocomonatela anterior,edela saindo,ateladeserviço(oude mapas )éapresentada,naforma a seguir: Info. Fixas Data - Hora Rota Proa Distancia Info. Fixa Nome do arquivo Info. Programáveis Esquerdo - Direito Info. Programáveis Campo 1 Campo 2 Campo 3 Informações Fixas Padrão /Direção Número da faixa Largura da Faixa Velocidade Rumo Area aplicada Info. Fixas Ocupação do Cartão (log) Ocupação da Memória (Mem) Escala e Modo zoom Info. Fixas GPS Diferencial Gravação (On/Off) DOP - Idade DIF

4 Obs. O indicador de gravação, no canto inferior direito, pode assumir os seguintes estados: Gravação OFF (desativada) Gravação Ativa(gravação está ativada, mas não está sendo gravado. Por exemplo, por estar abaixo da velocidade de gravação) Gravação ON (gravação ativada e gravando) A operação passa a ser comandada pelo teclado e pelo botão de avanço de faixa colocado no manche do avião. A orientação se dá através da BARRA DE LUZES, convencional. O teclado do AirTrac é basicamente o mesmo do AirStar, diferenciando-se apenas pela membrana de identificação das teclas, as quais passam a ter funções diferentes das do AirStar. A seguir o teclado do AirTrac: As funções principais das teclas serão vistas ao longo deste texto. Aplicação funções básicas Para iniciar um serviço a partir da tela principal (estando o campo numero da faixa apresentando a mensagem ESPERA A, o piloto usa o procedimento padrão, marcando os pontos A e B sobre a primeira faixa e, se aplicável, o ponto C no ponto desejado, dependendo do padrão escolhido. A marcação dos pontos A,B,C pode ser feita pressionando o botão instalado no manche (recomendável), ou pela pressão sobre a tecla ABC. Estando sobre a lavoura, a abertura da válvula deverá comandar o interruptor de aplicação, que deverá estar instalado junto à alavanca de comando da válvula (ou, opcionalmente, pelo interruptor de pressão ( pressostato ) instalado na barra de pulverização). A situação da aplicação (aplicando / não aplicando) é indicada, simultaneamente, de três formas: Duas luzes azuis se acendem na linha central, horizontal, da barra de luzes. Obs as barras de luzes mais antigas podem não dispor destas luzes azuis. Um sublinhado aparece antes do número da faixa (Exemplo: SW:: _001 Uma mensagem Aplicação ON aparece na tela Após o final de cada faixa, o avanço para a faixa seguinte pode ser feito através do botão de avanço instalado no manche (recomendável), ou pela pressão sobre a tecla ABC. O RECUO do número de faixa pode ser feito de três maneiras alternativas: Pressionando a tecla DEC, ou:

5 Usando o comando SETSWATH nnnenter, emque nnn éonúmero da faixadesejada (máximo 999).Naturalmente este comando também pode ser usado para avançar faixas. Usando a combinação SET DECR. Após este comando, a pressão sobre o botão do manche fará DIMINUIR o número da faixa, ao invésdeaumentar. Para voltar ao normal, pressionar SET ABC :obotão do manchevoltará a AUMENTAR o numero da faixa. A rotina acima é repetida até o final da aplicação, e todo o serviço será automaticamente gravado no cartão Compact Flash inserido na CPU, desde que o indicador de gravação esteja em ON. Se o indicador de gravação estiver emoffouativaefordesejadogravaroserviço,devemserverificadososparâmetrosdegravação,oqueserámais adiante explicado e deve se certificar que o indicador de gravação esteja selecionado para ON (padrão). O nome do arquivo aparecerá no topo da tela, na borda azul da mesma, no seguinte formato (exemplo) : Log (serviço iniciado às 14 horas, 55 minutos, do dia 10 de maio). É importante anotar tal numero no relatório de bordo para facilitar sua pesquisa posteriormente. É importante lembrar que um mesmo serviço (lavoura) poderá estar contido em arquivos diferentes e isto pode ser devido a três situações: a) Um arquivo é fechado e um novo é criado sempre que o equipamento é desligado e novamente ligado; b) Um arquivo é fechado e um novo é criado sempre que é acionada a função Iniciar Novo Arquivo, ainda que no meio de um serviço; c) Um novo arquivo é criado quando usada a função Return n para voltar a um serviço interrompido. Funções úteis durante a aplicação Enquanto aplicando, algumas funções são úteis para o gerenciamento da aplicação. Abaixo listamos algumas delas: Encerrar a aplicação sobre uma área e iniciar outra: Pressionar as teclas CLEAR + PATTERN + ENTER. A indicação do numero da faixa volta para ESPERA A, estando pronto para iniciar uma nova lavoura. A Área (hectares) da lavoura ativa volta a zero (canto esquerdo, inferior), bem como também é zerado o tempo de aplicação, se selecionado para exibição. A área total, se selecionada para exibição, não é zerada com esta combinação de teclas. Obs. se desejar voltar posteriormente à lavoura anterior, antes de encerrá-la, deve ser ela marcada usando-se a função MARK a seguir descrita. Visualizar faixas não aplicadas: para verificar a qualquer momento a existência de faixas ainda não aplicadas, basta pressionar as teclas INFO e SWATH. Uma nova janela se abrirá mostrando os números das faixas não aplicadas. (OBS. Função ainda não disponível para todos os padrões, até a versão ). Uma outra forma, maistrabalhosa,épercorrerasfaixasumaaumacomasteclasabcedec,verificandoaexistênciado sublinhado antes de cada uma (_003 = faixa já aplicada) Alarme de faixa duplicada :quando éativada a aplicação sobreuma faixa já aplicada, edesdequeorumo seja o oposto da prévia aplicação, a mensagem de Aplicação Repetida aparecerá na tela e as luzes superiores e central da barra de luzes piscarão. Obs. Até a versão , a mensagem de faixa repetida pode aparecer na PRIMEIRA faixa, em alguns padrões de aplicação mesmo sem que se trate de uma repetição, devendo ser obviamente desconsiderada. Memorizando uma área para retorno posterior: Para marcar uma área prevendo-se o retorno a ela, deve-se pressionar a combinação de teclas MARK, n, em que n é um número de 1 a 9. Ou, pressionar SAVE, MARK, nn, ENTER, em que nn é um número de 01 a 99. Retornando a uma área previamente marcada: Os arquivos correspondentes às áreas efetuadas são gravados no cartão. Assim, só é possível retornar a uma área se ela tiver sido gravada e marcada ( Mark n ) no mesmo cartão em uso. Para retornar a uma área previamente marcada, deve ser usada a combinação de teclas RE- TURN, n ( n é um numero de 1 a 9, correspondente ao numero usado no comando Mark, n ). Alternativamente,paranúmerosacima de9,asequênciaserá SET, RETURN, nn, ENTER. Éaberto umnovoarquivo a cada combinação de Mark/Return.). Logo após o RETURN n, tanto a tela (canto superior esquerdo) como a barra de luzes passam inicialmente a dar orientação para navegação até o ponto n. Para entrar no modo de orientação para a faixa, deve ser pressionada, neste ponto, a tecla ENTER.

6 Importante: automaticamente, todo o serviço efetuado vai sendo também armazenado em uma memória especial ( Mark 0 ). Esta memorização se dá a cada fechamento da válvula/interrupção da aplicação. Assim, se foi esquecido de atribuir um Mark n a uma área, é ainda possível voltar a ela, usando o comando Return 0. Desde que, evidentemente, a válvula não tenha sido comandada depois de encerrada aquela área. O ponto de último fechamento da aplicação será mostrado na tela M0. Obs. Se, ao retornar ao modo guia para a faixa, como acima explicado, o piloto desejar ter, simultaneamente, informações sobre a DISTANCIA ao ponto n (caso, por exemplo, de interrupção de faixa), previamente deverá ser selecionada a informação Distância ao Mark para ser exibida em um dos campos selecionáveis da tela ou da barra de luzes. Limpar a tela : para apagar todos os traços de aplicação desenhados na tela, pressionar as teclas CLEAR + SWATH. Áreada lavoura emuso e áreatotal:ocampo fixo Área da tela (cantoinferior esquerdo) indica a áreada lavoura em aplicação. Ele é zerado após cada CLEAR PATTERN ENTER, Se desejado somar várias lavouras e obter informação desta soma, então um dos campos de informações selecionáveis da tela deverá ser configurado para exibir a informação AREA TOTAL. Este campo não é zerado com o citado comando, ao encerrar e iniciar uma nova lavoura, e segue acumulando área das lavouras anteriores e seguintes, até que ele mesmo seja zerado. Para zerar a AREA TOTAL, deve-se ir até o Menu de Controle de Fluxo e selecionar o botão ZERAR AREA. ZOOM (aproximação / afastamento / deslocamento do mapa) : Para tais operações deve ser inicialmente pressionada a tecla ZOOM. Em modo zoom, a tela terá a seguinte aparência típica: ZOOM No canto superior esquerdo a tela mostra as opções para a aproximação/ afastamento/ deslocamento do mapa. Em resumo: A tecla ABC aumenta a imagem (aproxima) A tecla DEC diminui a imagem (afasta) A tecla 5 a cada pressão centraliza cada polígono presente, depois apresenta todos os polígonos e,nasequência,centralizaaaeronave.senãohouverpolígonocriado,aaçãodatecla 5,nomodo zoom será, sempre, a de centralizar a aeronave. As teclas ao redor da 5 movimentam o mapa nas direções indicadas. (para cima, para baixo, para os lados e para as diagonais). Para sair do Modo ZOOM, pressionar a tecla EXIT. Obs. O modo acima citado é o de ZOOM manual. O mais comum é o equipamento ser selecionado, pelo piloto, para modo ZOOM automático. Neste caso, desejando continuar em modo auto-

7 mático, antes de sair da tela de ZOOM manual, deve ser pressionada a tecla ZOOM. Do contrário, a partir do uso da tela de ZOOM, ele permanecerá em modo manual, fixo. Padrões de aplicação O AirTrac pode ser configurado, na tela inicial de configuração do trabalho, para aplicação em até 9 padrões de aplicação (6 iguais ao do programa AirStar e mais 3, novos). A seguir são mostrados os diagramas de todos e uma breve explicação de cada um: Padrão aberto. O piloto define a direção (Esquerda / Direita), marca os pontos A-B e executa até 999 faixas paralelas à primeira. Pode reverter a direção e executar mais 999 faixas para o outro lado. Padrão aberto, sequencial. O piloto define a direção (Esquerda / Direita) e o numero de lavouras a serem aplicadas na seqüência (até 9). Marca os pontos A-B na primeira lavoura, C-D na segunda, D-E na terceira e assim sucessivamente. Pode voltar aplicando sobre a segunda faixa da ultima lavoura ou segunda faixa da primeira lavoura (opções half e full, respectivamente). Padrão aberto, alternado. O piloto define a direção (Esquerda / Direita). Marca os pontos A-B e executa primeiro as faixas ímpares. Após, digitando ENTER, passa a aplicar as faixas pares. Padrão fechado. O piloto define a direção (Esquerda / Direita). Marca os pontos A-B na primeira faixa e o ponto C ao final da área, ou próximo a ela. Uma vez completado o Carrossel, o sistema automaticamente muda para o padrão BK-BK. Ou, se escolhida a opção REPETE PADRAO AUT = SIM, passará a aplicar sobre um novo carrossel, idêntico. Padrão fechado, semelhante ao Racetrack. A diferença está no ponto C que é marcado de acordo com a conveniência do piloto, o mais próximo possível do centro do bloco. O piloto define a direção (Esquerda / Direita). Marca os pontos A-B na primeira faixa e o ponto C onde desejado. Uma vez completado, o sistema automaticamente muda para o padrão BK-BK. Ou, se escolhida a opção REPETE PADRAO AUT = SIM, passará a aplicar sobre um novo padrão idêntico.

8 Padrão fechado, também semelhante ao Racetrack. Porém, neste caso, os pontos A-B são marcados na linha central da área e o ponto C em uma das bordas. Marca os pontos A-B na primeira faixa e o ponto C onde desejado. Uma vez completado, o sistema automaticamente muda para o padrão EXPAND. Ou, se escolhida a opção REPETE PADRAO AUT = SIM, passará a aplicar sobre um novo padrão idêntico (obs. Função com defeito até versão ). Padrão fechado, semelhante ao QuickRacetrack. A diferença está no ponto C que é marcado em função da distância ou número de faixas em relação à linha A-B, valor este digitado pelo piloto na configuração do padrão. O piloto define a direção (Esquerda / Direita)e marca somente os pontos A-B na primeira faixa. Uma vez completado, o sistema automaticamente segue repetindo o mesmo padrão.. NT: na verdade, a distância ou número de faixas é até um ponto C virtual, já que o raio de curva será a metade daquele valor. Assim, se o piloto desejar um raio de curva de 250m, deverá digitar 500 como distância, e, não, como está na figura ao lado. Padrão fechado. O piloto define a direção (Esquerda / Direita), marca os pontos A-B na primeira faixa e o ponto C em uma das bordas. A progressão das faixas se dá sempre em direção ao centro da área ( fechando ). Uma vez completado, o sistema automaticamente muda para o padrão BK-BK. Ou, se escolhida a opção REPETE PADRAO AUT = SIM, passará a aplicar sobre um novo padrão idêntico. Padrão aberto. O inverso do Squeeze. A linha A-B é marcada no centro da área e vai progredindo em espiral para o lado selecionado. Máximo 999 faixas..

9 Configurando o AirTrac O AirTrac pode / deve ser configurado de forma a atender a conveniência do operador. Diversos menus são utilizados para a personalização da configuração. Via de regra os menus sucessivos são acessados através da pressão na tecla SETUP e, dentro de cada menu, selecionando-se as opções desejadas com as teclas de seta, mais as teclas ENTER, CLEAR e EXIT. Siga as instruções sobre as funções dos botões apresentadas nas telas. Estando na tela do Mapa, e pressionando-se duas vezes a tecla SETUP, é apresentada a tela de configuração geral. A presença da figura da tecla SETUP à direita informa que há mais menus, acessíveis a novas pressões sobre a mesma tecla. A figura da tecla EXIT também à direita, informa que ao pressioná-la, voltaremos à tela do Mapa (aplicação). A seguir mostramos a tela de Configuração Geral : Siga as instruções da direita para seguir adiante com mais menus (SETUP), ou retornar à tela anterior (CLEAR), ou para retornar à tela de aplicação (EXIT). Selecione os botões à esquerda com as teclas ABC / DECR, e ENTER, para configurar os sub-sistemas apresentados(serviço, Controle de Fluxo, Tela, Barra de Luzes, Unidades e Tempo de Reação). Cada um destes botões abrirá uma janela ( sub-menu ) para digitação ou seleção de dados. Abaixo uma lista de cada uma: Sub-menu Configuração do Serviço:

10 Nome: Selecionar (ENTER, ou SETA P/ DIREITA) para digitar um nome para o serviço (p.ex. Lavoura1 ).Opcional. Máximo 11 caracteres Piloto: Selecionar para digitar o nome do piloto. Opcional. Máximo 11 caracteres. Aeronave: digitar o prefixo da aeronave. Opcional. Máximo 11 caracteres. Intervalo de Gravação: Selecionar para digitar o intervalo de gravação, em segundos. Padrão = 2 segundos. Velocidade de Gravação: Selecionar para digitar a velocidade a partir da qual será iniciada a gravação.(0 = sempre gravando).sugere-se colocar velocidade do avião logo após a decolagem, para gravar apenas as fases de voo. Novo Arq. / Serviço: Opções SIM/NÃO (selecionar com tecla ENTER). Se deixado em SIM, toda vez que trocar o NOME do serviço, automaticamente será fechado o arquivo em uso e aberto outro. Padrão = NÃO Ver Arquivos: Permite visualizar serviços anteriormente gravados. Ao selecionar com ENTER, abrirá uma janela mostrando todos os arquivos gravados. Selecione, seguindo as instruções da tela, o arquivo desejado com a teclaenter epressioneo botão OK. Será abertaatelademapas(tela deaplicação)eexibidoomapa doserviço selecionado. Apaga Arquivos: Selecionada esta opção e pressionado ENTER, uma janela para apagar arquivos será mostrada, com as opções de SELECIONAR ARQUIVOS PARA APAGAR (ABC); APAGAR TODOS OS ARQUIVOS (DEC); RETOR- NAR AO MAPA, sem apagar (EXIT). Sub-menu Controle de Fluxo: Obs. Este menu pode também ser acessado a partir de um atalho constituído pela pressão da tecla Info, duas vezes (Info Info). Controle de Fluxo: pressionado este botão, abre um sub-menu para escolha do MODO DE CONTROLE, cujas opções são: o DESLIGADO (sem controlador). o Taxa de aplicação constante: Controla a vazão de forma a compensar as variações de velocidade do avião, mantendo constante a taxa de aplicação.

11 o Polígono com taxa constante (usado apenas com modo de desligamento automático da aplicação - opcional). Dentro dos polígonos atua na forma de taxa de aplicação constante, interrompendo a aplicação entre os polígonos. Um controlador de vazão deve estar conectado e ligado para escolha desta opção. o Só Monitor: apresenta informações, mas não controla. A válvula elétrica permanecerá na posição totalmente aberta. o Taxa Variável (somente com subscrição, para operar neste modo). Sem subscrição válida, esta opção pode nem ser mostrada ou não pode ser selecionada. Um Controlador de Vazão deve estar conectado e ligado para escolha desta opção. Ativada, permitevariaradose atravésdavariaçãodataxadeaplicação emcadatalhão.necessita Mapa de Prescrição. Modo de Controle: (opções: Líquido ou sólido): o Líquidos : controlador de líquidos acoplado. o Sólidos: controlador automático de sólidos acoplado (uso futuro). Taxa desejada: selecionar e digitar a taxa de aplicação desejada (litros/ha). Mapa de Prescrição: Opção válida somente para aplicação em taxa variável, mediante subscrição prévia. Se não houver subscrição válida, este botão não é selecionável. Se houver subscrição válida, pressionando-se este botão serão mostrados os mapas de prescrição existentes no cartão, dos quais poderá ser selecionado um de cada vez. Volume: Selecionar para digitar o volume do produto no tanque (carga de decolagem). Restaura Volume: Selecionar se desejar repetir o mesmo volume anteriormente digitado, na próxima decolagem. Zerar Área Total: Selecionar para que o valor da Área Total(campo selecionável na tela) fique em Zero. Do contrário, continuará acumulando área após cada lavoura aplicada. Modo: Tipo de controlador acoplado. Opções : Single, Dual, Auto o Single: um só controlador acoplado (normal). o Dual : Dois controladores acoplados (uso futuro). o Auto: o próprio equipamento reconhece o tipo (recomendável). Note que no lado direito aparece a informação SETUP para mais opções. Isto significa que a tela Controle de Fluxo prossegue, pressionando-se SETUP. Uma nova tela aparece, com as opções a seguir, e mais a opção SETUP, novamente, para seguir adiante:

12 Taxa variável Tempo de Avanço: Disponível apenas se subscrita a opção de Taxa Variável e selecionada a opção Taxa Variável. É o tempo de antecipação entre mudanças automáticas de Taxa de Aplicação. Calibração da Turbina: deve ser selecionado para digitação do Número de Calibração da Turbina. Este número normalmente acompanha a turbina em uma etiqueta e deve ser digitado sem qualquer conversão, independentemente do sistema de unidades empregado. Calibração da Válvula: Não aplicável Config. Param. Controlador: somente aplicável na subscrição por taxa variável. Somente para uso da Assistência Técnica. Recomendam-se não alterar os parâmetros, cujos valores padrões são os seguintes: o MIN=15 - Min PWM % for motor MAX = 100 :Max PWM % for motor PG = 2 : Proportional Gain for PID IG = 0 : Not used DG = 5 : Derivative gain for PID DB = 3: Dead band % DLY = 500 : Motor delay Tmpo avanço abre borda: É o tempo de antecipação de abertura automática da válvula antes da borda de um polígono. Válido apenas com subscrição de taxa variável. Tmpo avanço fecha borda: É o tempo de antecipação de fechamento automático da válvula antes da borda oposta de um polígono. Válido apenas com subscrição de taxa variável. Teste Válvula: Selecionar para fazer teste de funcionamento da válvula. Somente disponível se houver um controlador reconhecido. Pressionar ENTER para interromper o teste. Obs. Os sub-menus descritos acima são válidos para o Controlador de Vazão Aerial Ace. Se instalados outros tipos de controladores, como o Intelliflow, por exemplo, alguns parâmetros poderão ser diferentes. Consulte o manual correspondente ao seu Controlador de Vazão.

13 Ao pressionar SETUP novamente a partir desta última tela, prossegue-se no modo de configuração do Controle de Fluxo, abrindo-se uma nova tela: Barra automática (SIM/NÃO) : permite, ou não, o início / interrupção automáticos da aplicação. Somente mediante subscrição e controlador de fluxo compatível com este modo. Controle Hidraulico: em desenvolvimento. Somente para controlador de solidos. Desligamento da barra: define se o comando de abertura automático se dará para toda a barra, ou somente para barra esquerda ou direita. Três opções, selecionáveis pela tecla EN- TER: TODA, DIREITA, ESQUERDA. Obs. Necessita subscrição, controlador compatível e modificações no sistema agrícola (válvulas individuais em cada barra). ZeroPolyRateAdjust:Defineotempodeantecipaçãodecomandodeaplicaçãoemrelaçãoà borda de polígonos com taxa de aplicação = zero (zonas de exclusão). Tempo em milissegundos. Requer subscrição e acessórios compatíveis. Taxa de aplicação Máxima: Valor digitado. Estabelece um limite máximo para a taxa de aplicação. Fator de fechamento: Valor digitado. É o tempo que a válvula levará para abrir ou fechar totalmente (meio ciclo). Valor padrão = 1,00 segundos. Teste Barra: permite testar a abertura e fechamento da aplicação, quando no modo automático. Aplicação ON /OFF: informativo apenas: ON/OFF. Mostra o estado da aplicação. Página TELA Na página de Configuração Geral, selecionando o botão TELA, abre-se uma sequência de páginas destinadas a configurar a apresentação dos dados na Tela, conforme a necessidade / conveniência do operador. A primeira página de configuração da tela mostra as seguintes opções:

14 Modo: (Normal ou Noturno). Selecionar com Setas e ENTER para fixar no modo desejado. Mostradores: Define o que será mostrado nos cinco campos com conteúdo selecionável: o Mostrador Esquerdo (aquele situado à esquerda, no topo da tela). As opções para este campo e para todos os demais são: Nome do Arquivo: o nome será mostrado naquele campo no formato MMD- DHHMM (mês, dia, hora, minuto). Velocidade / Direção do Vento: Sem uso no momento. Não aplicável. Temperatura: Sem uso no momento. Não aplicável. Pressão Barométrica: Sem uso no momento. Não aplicável. Umidade: Sem uso no momento. Não aplicável. DOP / DF: Qualidade GPS e Idade Diferencial SV / DF: Número de Satélites em uso e Idade Diferencial Numero da Faixa / DF: Número da faixa selecionada e Idade Diferencial Hora chegada (ETA): Tempo de vôo estimado ao destino (waypoint selecionado). NT. Na verdade este campo informa a ETE (tempo estimado em rota). Rota / Waypoint : números da rota e waypoint selecionados. Distância Waypoint: função utilizável até versão Guie-se pela informação de distância mostrada no canto superior esquerdo da tela ( Dt... ) Distância ao Mark: mostra distância do avião até o Mark selecionado (após Return n ).

15 Proa: Proa Verdadeira até o destino (Waypoint, Mark, Polígono). função não utilizável até versão Guie-se pela informação de distância mostrada no canto superior esquerdo da tela ( Pro... ). Altitude: em relação ao nível médio do mar, aproximado (geóide). Vazio : sem informação no campo. Distância da faixa (Desvio). Enquanto não são marcados os pontos A,B,C, mostra, respectivamente, Espera A, Espera B, Espera C. Largura de Faixa Velocidade Tipo de Padrão e Direção (exemplo: DBK-BK = Back to Back à direita) Rumo: Rumo Verdadeiro (trajetória) do avião em relação à linha Norte-Sul Area da Lavoura: Área da lavoura em aplicação. Zera com Clear+Pattern+Enter AreaTotal:Somadaáreadetodasaslavourasdeummesmoserviço.Nãozera com Clear+Pattern+Enter. Para zerar esta área veja o menu Controle de Fluxo. DistânciadaBorda(Edge):distânciaatéabordamaispróximadeumpolígono selecionado. Obs. este campo somente começa a indicar quando o rumo do avião, projetado, intercepte uma das bordas e a distância seja igual ou inferior a 25 km. Tempo para borda: tempo até a borda mais próxima de um polígono selecionado. Obs. este campo somente começa a indicar quando o rumo do avião, projetado, intercepte uma das bordas. Distância de AB: Distância do avião até a linha A-B. Distancia de A: Distância do avião até o ponto A Distancia de B: Distância do avião até o ponto B Comprimento do Tiro : Mostra a distância entre a abertura e fechamento da válvula no ultimo tiro. Zera após abrir no tiro seguinte. Volume aplicado: volume total aplicado Volume restante: saldo no tanque Quantidade por faixa: Litros aplicados na última faixa. Quantidade por minuto: Vazão atual (litros/minuto) Taxa de aplicação: Taxa de aplicação real (atual). Com a aplicação interrompida, este campo mostra a área aplicada. Taxa de aplicação desejada: taxa de aplicação digitada Posição da Válvula / Encoder: referência de posicionamento relativo da válvula elétrica, para sistema de controle de fluxo modelo Intelliflow, apenas.

16 Hora: Data (DDMMAA) e Hora local (HH:MM:SS). Diferença de altitude: (uso futuro) Altímetro:(uso futuro) # Vértice Polígono: número do vértice do polígono (em construção até a versão ). Area Polígono : mostra a área TOTAL dos polígonos existentes no serviço atual. Dentro / Fora do polígono : mostra as palavras FORA e DENTRO, quando, respectivamente, a aeronave encontra-se nestas situações em relação a qualquer polígono. Identificação do Polígono: Mostra o número do Polígono ( Polígono x ), apenas quando DENTRO de um polígono. Identificação do serviço: Mostra o número do serviço(apenas quando gravado na forma de um Job, com SAVE, JOB, n, ENTER. Apresenta na forma, por exemplo: Serviço 1, para um trabalho gravado como Job 1. Tempo de aplicação: mostra o tempo acumulado de aplicação, na forma HH:MM:SS. Zera com CLEAR PATTERN ENTER (versão e seguintes). Rumo das faixas: mostra o rumo das faixas em ambas as direções, em relação à Linha Norte-Sul. Por exemplo: 090 / 270. Tempo de gravação restante: mostra o tempo disponível de gravação no cartão, em horas e minutos. Por exemplo: 388:52. o Mostrador Direito. (aquele situado no topo da tela, à direita) MESMAS OPÇÕES DO MOSTRADOR ESQUERDO o Campo1:oprimeiro,decimaparabaixo, dostrêscamposselecionáveisdatela,àesquerda. MESMAS OPÇÕES DOS ANTERIORES o Campo2:osegundo,decimaparabaixo, dostrêscamposselecionáveisdatela,àesquerda. MESMAS OPÇÕS DOS ANTERIORES o Campo 3 : o terceiro, de cima para baixo, dos três campos selecionáveis da tela à esquerda. MESMAS OPÇÕES DOS ANTERIORES Orientação da Tela. (o que será alinhado com a vertical da tela) o Linha A-B para cima o Trajetória sempre para cima o Norte para cima

17 Movimento da Tela. Duas opções: o Fundo parado (aeronave em movimento) o Aeronave parada (fundo em movimento) Selecionar idioma. (duas opções, até versão ) o Portugse.msg (Português) o English.msg (Inglês) Após as opções desta tela, há a possibilidade de seguir com a configuração da tela, pressionando-se o botão SETUP, à direita. Abre-se uma nova janela a última de configuração da tela: Nível de zoom: digitar a percentagem de aproximação/ afastamento desejado a cada comando de zoom. Padrão = 100% Nível panorâmica: digitar a percentagem desejada do deslocamento do mapa, quando em modo zoom (Teclas em torno da 5 ). Padrão = 50% Escala: Opções: Pré-ajustado e Automática. Padrão = automática (ajusta o mapa automaticamente para caber na tela. Recomendável). Relação de Escala: disponível para preenchimento se selecionado o modo de Escala Pré-ajustada. Define manualmente a escala da tela. Por exemplo, 5000 = 1:5000. Máximo Mostra Lat / Lon. Opções SIM / NÃO. Selecionar com ENTER. Selecionando SIM, as coordenadas e a altitude serão mostradas no topo da tela, à direita. A mensagem <SEM GPS> será mostrada na ausência de sinal. Trespasse visual: mostra faixas consecutivas trespassadas uma sobre a outra, na percentagem digitada neste campo. Padrão = 0%. Originais de fábrica: retorna os valores desta janela aos padrões originais. PÁGINA BARRA DE LUZES

18 Mostrador Esquerdo: usado para definir qual informação será mostrada no mostrador (display) esquerdo da Barra de Luzes. Opções selecionadas a partir da lista disponível ao pressionar este botão. MESMAS INFORMAÇÕES DISPONÍVEIS PARA OS CAMPOS DA TELA, ACIMA MOSTRADAS. Mostrador Direito: usado para definir que informação será mostrada no mostrador (display) direito da Barra de Luzes. Opções selecionadas a partir da lista disponível ao pressionar este botão. MESMAS INFORMAÇÕES DISPONÍVEIS PARA OS CAMPOS DA TELA, ACIMA MOSTRA- DAS. Alerta faixa Repetida: o ON-Both:alarmeligado tantonatelacomonabarradeluzes.emcasode repetição da faixa, a mensagem Faixa Repetida será mostrada na tela e as luzes inferiores e central da barra de luzes piscarão. o ON - Ligthbar warning : o alarme somente se dará na barra de luzes o ON - Screen Warning : o alarme somente aparecerá na tela o OFF alarme de faixa repetida desligado. Sensibilidade da Distancia dos LEDs : selecionado, permite personalizar a distância que cada LED representa no afastamento da faixa ou rota. Digitar a distância para cada um. O valor servirá tanto para a linha esquerda como para a direita. Originais: pressionando-se este botão os ajustes da barra de luzes voltarão aos originais de fábrica (válido apenas para os valores do intervalo dos LEDs) Alarme de Borda (de polígono). Opções: o Tipo de Alarme : DESLIGADO Distância (alarme em função da distância)

19 Tempo (alarme em função do tempo) o Início do Alarme: digitar o tempo (ou a distância) para disparar o alarme na barra de luzes (leds inferiores piscam). o Fim do alarme: digitar o tempo (ou distância) para interromper o alarme na barra de luzes (leds inferiores piscam). PÁGINA UNIDADES Fuso horário: selecionar, da lista aberta com ENTER, o fuso horário da região, para que a informação de Hora Local seja correta. Unidades Globais: o Metric (metro, km, litros) o US (pés, milha, galão) o Nautical (nós) Coordenadas: (modo de apresentação) o DDD.DDDDDDD (graus e fração de grau) o DDMM.MMMMM (graus, minutos e fração de minuto) o DDDMMSS.SSS (graus, minutos,segundos e fração de segundos) Obs. Pressionando-se SETUP, prossegue-se na configuração de Unidades, em uma tela que permite individualizar o sistema de Unidades, separadamente, para cada uma de sete variáveis:

20 Distância: o Meters (Metro) o Feet (Pés) Velocidade: o Km/h o MPH (Milhas por Hora) o Knots (Nó) Volume: o Liter / Kilogram (Litros/ Quilograma) o Gallon / Pound (Galões/ Libras) Area: o Hectares o Acres Altitude: o Feet (pés) o Meters Desvio: (da faixa, ou da rota) o Feet o Meters Temperatura: o Celsius (Centígrado) o Fahrenheit

AirTrac. O novo programa para o DGPS M3 da Hemisphere GPS (Satloc)

AirTrac. O novo programa para o DGPS M3 da Hemisphere GPS (Satloc) 1 AirTrac O novo programa para o DGPS M3 da Hemisphere GPS (Satloc) Um novo programa para os equipamentos M3, da Hemisphere GPS (Satloc), em uso há algum tempo nos Estados Unidos, está sendo finalmente

Leia mais

Instalação e operação do controlador automático de vazão Satloc Aerial ACE 1

Instalação e operação do controlador automático de vazão Satloc Aerial ACE 1 Instalação e operação do controlador automático de vazão Satloc Aerial ACE 1 1. Instalar o conjunto turbina / sensor após a válvula de controle ("by-pass"), utilizando conexões e mangueiras de boa qualidade.

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

Powered By: IMPORTANTE:

Powered By: IMPORTANTE: Powered By: IMPORTANTE: Este manual contém informações seguras de operação. Por favor, leia e siga as instruções desse manual. Falhas podem resultar em ferimentos pessoais, morte, e/ou danos no Delphi

Leia mais

Guía de Referencia Rápida

Guía de Referencia Rápida Guía de Referencia Rápida Viper Pro Iniciação Básica Presione o Botão Power para Ligar o sistema Viper Pro. 1 Viper o Que Fazer ou Não Fazer 1. Tenha o número de série e a versão do firmware do Viper Pro

Leia mais

Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Versão 3.6

Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Versão 3.6 Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro Versão 3.6 O Gerenciador é um Software para ambiente Windows que trabalha em conjunto com o Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro, através de

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO ARENA 13 CONTROL CENTER

MANUAL DO USUÁRIO ARENA 13 CONTROL CENTER 1 MANUAL DO USUÁRIO ARENA 13 CONTROL CENTER 2 TERMO DE CONFIDENCIALIDADE As informações contidas neste documento são confidenciais e se constituem em propriedade da BLOCKSAT SISTEMAS DE SEGURANÇA LTDA

Leia mais

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/35 LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS No Microsoft Office Word 2007 é possível automatizar tarefas usadas frequentemente criando

Leia mais

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica Em certa época, a planilha era um pedaço de papel que os contadores e planejadores de empresas utilizavam para colocar

Leia mais

TRBOnet Standard. Manual de Operação

TRBOnet Standard. Manual de Operação TRBOnet Standard Manual de Operação Versão 1.8 NEOCOM Ltd ÍNDICE 1. TELA DE RÁDIO 3 1.1 COMANDOS AVANÇADOS 4 1.2 BARRA DE FERRAMENTAS 5 2. TELA DE LOCALIZAÇÃO GPS 6 2.1 MAPLIB 6 2.2 GOOGLE EARTH 7 2.3

Leia mais

AirTrac Guia do Usuário

AirTrac Guia do Usuário AirTrac Guia do Usuário PN 875-8105-001 Rev. A1 Este dispositivo está de acordo com a Parte 15 das regras da FCC. A operação está sujeita às seguintes duas condições: (1) Este dispositivo não pode causar

Leia mais

Guia de consulta rápida

Guia de consulta rápida Guia de consulta rápida DigiFlash Smart Trigger 1 2 3 4 5 17 Smart Trigger 6 7 8 9 16 15 14 13 12 11 10 O DigiFlash Smart Trigger é um dispositivo para disparar flashes a partir de um evento externo. Pode

Leia mais

Modelos. Agronave 30. Agronave 31. Agronave 32. O software de salvamento de área pode ser instalado em qualquer Agronave de tela colorida.

Modelos. Agronave 30. Agronave 31. Agronave 32. O software de salvamento de área pode ser instalado em qualquer Agronave de tela colorida. Salvamento de Área Modelos O software de salvamento de área pode ser instalado em qualquer Agronave de tela colorida. Agronave 30 GPS Agronave 31 GPS Controle de Seção Agronave 32 GPS Controle de Seção

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

Gerenciador de Imóveis

Gerenciador de Imóveis Gerenciador de Imóveis O Corretor Top é o mais completo sistema de gestão de imóveis do mercado, onde corretores terão acesso à agenda, cadastro de imóveis, carteira de clientes, atendimento, dentre muitas

Leia mais

GPS TrackMaker. Principais Funções e aplicações. Departamento de Engenharia Florestal Universidade Estadual Centro-Oeste UNICENTRO - Campus de Irati

GPS TrackMaker. Principais Funções e aplicações. Departamento de Engenharia Florestal Universidade Estadual Centro-Oeste UNICENTRO - Campus de Irati GPS TrackMaker o Principais Funções e aplicações Departamento de Engenharia Florestal Universidade Estadual Centro-Oeste UNICENTRO - Campus de Irati GPS TrackMaker Software desenvolvido por Odilon Ferreira

Leia mais

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Excel 2000 Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Índice 1.0 Microsoft Excel 2000 3 1.1 Acessando o Excel 3 1.2 Como sair do Excel 3 1.3 Elementos da

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

Banco de Dados BrOffice Base

Banco de Dados BrOffice Base Banco de Dados BrOffice Base Autor: Alessandro da Silva Almeida Disponível em: www.apostilando.com 27/02/2011 CURSO TÉCNICO EM SERVIÇO PÚBLICO Apostila de Informática Aplicada - Unidade VI Índice Apresentação...

Leia mais

Microsoft Word INTRODUÇÃO

Microsoft Word INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO O Word é uma ferramenta utilizada para o processamento e editoração eletrônica de textos. O processamento de textos consiste na possibilidade de executar e criar efeitos sobre um texto qualquer,

Leia mais

Produtos DGPS SATLOC

Produtos DGPS SATLOC Produtos DGPS SATLOC Eduardo Cordeiro de Araújo www.agrotec.etc.br 53-2292903 Pelotas, RS, BR www.satloc.com (480) 348-9919 Scottsdale, AZ, USA Produtos DGPS SATLOC - fundamentos - GPS (Global Positioning

Leia mais

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho.

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho. Conceitos básicos e modos de utilização das ferramentas, aplicativos e procedimentos do Sistema Operacional Windows XP; Classificação de softwares; Principais operações no Windows Explorer: criação e organização

Leia mais

Cópia. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424

Cópia. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424 Cópia Este capítulo inclui: Cópia básica na página 3-2 Ajustando as opções de cópia na página 3-4 Configuração básica na página 3-5 Ajustes de imagem na página 3-9 Ajustes de posicionamento de imagem na

Leia mais

Controle remoto HP Media (somente em determinados modelos) Guia do Usuário

Controle remoto HP Media (somente em determinados modelos) Guia do Usuário Controle remoto HP Media (somente em determinados modelos) Guia do Usuário Copyright 2008 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows e Windows Vista são marcas comerciais ou registradas da Microsoft

Leia mais

1. EXCEL 7 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.2. CARREGAMENTO DO EXCEL 7

1. EXCEL 7 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.2. CARREGAMENTO DO EXCEL 7 1. EXCEL 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS As planilhas eletrônicas ficarão na história da computação como um dos maiores propulsores da microinformática. Elas são, por si sós, praticamente a causa da explosão

Leia mais

CERTIDÕES UNIFICADAS

CERTIDÕES UNIFICADAS CERTIDÕES UNIFICADAS Manual de operação Perfil Cartório CERTUNI Versão 1.0.0 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Departamento de Inovação Tecnológica Divisão de Tecnologia da Informação Sumário LISTA DE FIGURAS... 2

Leia mais

Guia do Wattbike Expert Software para Iniciantes

Guia do Wattbike Expert Software para Iniciantes Guia do Wattbike Expert Software para Iniciantes 1 Índice Introdução............................................... 3 Conexão do software ao Computador de Desempenho Wattbike tela padrão Polar e edição

Leia mais

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas Microsoft Power Point 2003 No Microsoft PowerPoint 2003, você cria sua apresentação usando apenas um arquivo, ele contém tudo o que você precisa uma estrutura para sua apresentação, os slides, o material

Leia mais

Apresentando o Sistema GeoOffice GPS Profissional

Apresentando o Sistema GeoOffice GPS Profissional Apresentando o Sistema GeoOffice GPS Profissional O Sistema GeoOfficeGPS é uma ferramenta de automação desenvolvida pela Solution Softwares LTDA-ME para auxiliar no armazenamento e manipulação de dados

Leia mais

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar WINDOWS XP Wagner de Oliveira ENTRANDO NO SISTEMA Quando um computador em que trabalham vários utilizadores é ligado, é necessário fazer login, mediante a escolha do nome de utilizador e a introdução da

Leia mais

1. StickerCenter... 3. 2. Menu Broadcast Stickers... 4. 3. Menu MyStickers... 9

1. StickerCenter... 3. 2. Menu Broadcast Stickers... 4. 3. Menu MyStickers... 9 1. StickerCenter... 3 1.1. O que é?... 3 1.2. O que são Stickers?... 3 1.3. Como acessar o StickerCenter?... 3 1.4. Como atualizar o StickerCenter?... 3 2. Menu Broadcast Stickers... 4 2.1. O que é?...

Leia mais

INTRODUÇÃO. Rua Andr e Adolf o Ferra ri, nº 550 - Distrit o Ind ustrial No va Era - Indai atub a - SP - C.P.208 6 - CEP:13.347-395

INTRODUÇÃO. Rua Andr e Adolf o Ferra ri, nº 550 - Distrit o Ind ustrial No va Era - Indai atub a - SP - C.P.208 6 - CEP:13.347-395 TRANSPORTADOR BART-ONE GUIA GERAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO INTRODUÇÃO Este presente manual tem por objetivo proporcionar as informações fundamentais necessárias para o uso e manutenção do equipamento.

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado.

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado. 1 Área de trabalho O Windows XP é um software da Microsoft (programa principal que faz o Computador funcionar), classificado como Sistema Operacional. Abra o Bloco de Notas para digitar e participar da

Leia mais

Versão 1.0 CARBON SYSTEM. Manual do Software Ponto Legal. Manual do PONTO LEGAL

Versão 1.0 CARBON SYSTEM. Manual do Software Ponto Legal. Manual do PONTO LEGAL Versão 1.0 CARBON SYSTEM Manual do Software Ponto Legal Manual do PONTO LEGAL S O F T W A R E P A R A E M I S S Ã O D O R E L A T Ó R I O E S P E L H O D E P O N T O Manual do Ponto Legal Versão 1.0 Carbon

Leia mais

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Informática - Básico Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Índice Apresentação...06 Quais são as características do Windows?...07 Instalando o Windows...08 Aspectos Básicos...09 O que há na tela do Windows...10

Leia mais

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Ultrassom. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13. www.robouno.com.br

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Ultrassom. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13. www.robouno.com.br R O B Ó T I C A Sensor Smart Ultrassom Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13 Sensor Smart Ultrassom 1. Introdução Os sensores de ultrassom ou ultrassônicos são sensores que detectam

Leia mais

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/36 LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS Macro Imprimir Neste exemplo será criada a macro Imprimir que, ao ser executada, deverá preparar a

Leia mais

Principais Característic

Principais Característic Principais Característic Características as Software para agendamento e controle de consultas e cadastros de pacientes. Oferece ainda, geração de etiquetas, modelos de correspondência e de cartões. Quando

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3 WORD 2007 E 2010 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 A série... 3 01 CAPTURAS DE TELA WORD 2010... 3 02 IMAGENS 2007/2010... 5 03 NOTAS DE RODAPÉ... 13 04 NUMERAÇÃO DE PÁGINAS... 15 05 CONTAR PALAVRAS...

Leia mais

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal Word 1 - Introdução O Word para Windows ou NT, é um processador de textos cuja finalidade é a de nos ajudar a trabalhar de maneira mais eficiente tanto na elaboração de documentos simples, quanto naqueles

Leia mais

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção Este procedimento corresponde ao fluxo de trabalho de Indexação de OCR com separação de código de correção no programa de treinamento do Capture Pro Software. As etapas do procedimento encontram-se na

Leia mais

Manual do usuário. Mobile Client

Manual do usuário. Mobile Client Manual do usuário Mobile Client Mobile Client Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para a sua instalação e operação e traz

Leia mais

Manual do Aplicativo NSE Mobile Control

Manual do Aplicativo NSE Mobile Control INSTALAÇÃO DO APLICATIVO Acesse www.nse.com.br/downloads-manuais e baixe os programas de acordo com o dispositivo que irá utilizar, nos links referentes ao produto número 1 - Módulo MTCP-3E4S. - Para uso

Leia mais

Produto: CL Titânio Assunto: Quais as funções que podem ser executadas no software client?

Produto: CL Titânio Assunto: Quais as funções que podem ser executadas no software client? Produto: CL Titânio Assunto: Quais as funções que podem ser executadas no software client? Assim que abrir o DVR Client, no canto superior direito há um grupo de opções denominado Login, preencha de acordo

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

Ave: Manual do usuário

Ave: Manual do usuário As iniciais no canto superior esquerdo indicam a atual lista de espécies em uso. Clique neste campo para abrir uma grade com todas Ave: Manual do usuário Introdução A Janela Inicial O botão Listas Sobre

Leia mais

Status. Barra de Título. Barra de Menu. Barra de. Ferramentas Padrão. Caixa de nomes. Barra de. Ferramentas de Formatação. Indicadores de Coluna

Status. Barra de Título. Barra de Menu. Barra de. Ferramentas Padrão. Caixa de nomes. Barra de. Ferramentas de Formatação. Indicadores de Coluna O que é uma planilha eletrônica? É um aplicativo que oferece recursos para manipular dados organizados em tabelas. A partir deles pode-se gerar gráficos facilitando a análise e interpretação dos dados

Leia mais

Procedimento para reinstalação dos aplicativos da mesa multi-toque através da imagem do sistema.

Procedimento para reinstalação dos aplicativos da mesa multi-toque através da imagem do sistema. Procedimento para reinstalação dos aplicativos da mesa multi-toque através da imagem do sistema. 1) Materiais a serem utilizados - Para realizar este procedimento deve-se estar de posse dos seguintes itens:

Leia mais

Instruções do Usuário do Saver EVO para samaritan PAD e PDU

Instruções do Usuário do Saver EVO para samaritan PAD e PDU Instruções do Usuário do Saver EVO para samaritan PAD e PDU As informações deste documento estão sujeitas a alterações sem aviso prévio e sem que quaisquer compromissos ou responsabilidades recaiam sobre

Leia mais

Attack 1.35. Software de controle e Monitoração de amplificadores

Attack 1.35. Software de controle e Monitoração de amplificadores Attack 1.35 Software de controle e Monitoração de amplificadores 1 Índice 1 Hardware necessário:... 3 1.1 Requisitos do computador:... 3 1.2 Cabos e conectores:... 3 1.3 Adaptadores RS-232 USB:... 4 1.4

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME APRESENTAÇÃO Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE WORD 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha. Programador:

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DE SOFTWARE

MANUAL DO USUÁRIO DE SOFTWARE MANUAL DO USUÁRIO DE SOFTWARE P-touch P700 O conteúdo deste manual e as especificações deste produto estão sujeitos a alterações sem prévio aviso. A Brother reserva-se o direito de fazer alterações sem

Leia mais

PAINEL DE ALARME VERSÃO 01

PAINEL DE ALARME VERSÃO 01 PAINEL DE ALARME VERSÃO 01 1. CARACTERÍSTICAS GERAIS 8 Zonas duplas programáveis, mais 1 zona por teclado; 4 Teclados endereçáveis com programações independentes; 95 usuários, 3 usuários temporários, além

Leia mais

COLETOR DE DADOS. 1. Verificar ou alterar o modo de interface para avançado COLETOR DE DADOS

COLETOR DE DADOS. 1. Verificar ou alterar o modo de interface para avançado COLETOR DE DADOS COLETOR DE DADOS Objetivo O objetivo deste material é orientar o operador das colhedoras de Cana Série A8000 de como formatar e como operacionalizar o coletor de dados. Descrição O coletor de dados das

Leia mais

Microsoft Office PowerPoint 2007

Microsoft Office PowerPoint 2007 INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007 O Microsoft Office PowerPoint 2007 é um programa destinado à criação de apresentação através de Slides. A apresentação é um conjunto de Sides que são exibidos em

Leia mais

CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8

CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8 CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8 1) No sistema operacional Microsoft Windows 8, uma forma rápida de acessar o botão liga/desliga é através do atalho: a) Windows + A. b) ALT + C. c) Windows + I. d) CTRL +

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

1. INÍCIO... 2 2. O MAPA... 4 3. PROCURANDO UM DESTINO... 7 4. PONTOS DE INTERESSE (POI)... 9 5. RADARES... 11

1. INÍCIO... 2 2. O MAPA... 4 3. PROCURANDO UM DESTINO... 7 4. PONTOS DE INTERESSE (POI)... 9 5. RADARES... 11 Conteúdo 1. INÍCIO... 2 2. O MAPA... 4 3. PROCURANDO UM DESTINO... 7 4. PONTOS DE INTERESSE (POI)... 9 5. RADARES... 11 6. MEU GPS AIRIS ATUALIZAÇÃO SEMANAL DE CONTEÚDO... 12 7. INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA...

Leia mais

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

Manual do Sistema de Navegação bluenav

Manual do Sistema de Navegação bluenav Manual do Sistema de Navegação bluenav sumário 1 Avisos e Informação de Segurança...7 2 Preparação para o uso...9 2.1 Menu Navegação... 10 2.2 Botões e outros controles na tela... 11 2.2.1 Usando teclados...

Leia mais

Manual do Usuário. TVA Digital

Manual do Usuário. TVA Digital Manual do Usuário TVA Digital AF_Manual_TV_SD_8.indd 1 AF_Manual_TV_SD_8.indd 2 Parabéns por escolher a TVA Digital! Além de optar por uma excelente programação, você terá uma série de recursos e interatividade.

Leia mais

APOSTILA BÁSICA COMO UTILIZAR A LOUSA DIGITAL E O SOFTWARE SMART NOTEBOOK

APOSTILA BÁSICA COMO UTILIZAR A LOUSA DIGITAL E O SOFTWARE SMART NOTEBOOK APOSTILA BÁSICA COMO UTILIZAR A LOUSA DIGITAL E O SOFTWARE SMART NOTEBOOK 1 SÚMARIO ASSUNTO PÁGINA Componentes da Lousa... 03 Função Básica... 04 Função Bandeja de Canetas... 05 Calibrando a Lousa... 06

Leia mais

s em Me d iç d l KlimaLogg Pro SOFTWARE

s em Me d iç d l KlimaLogg Pro SOFTWARE KlimaLogg Pro Ma n In s tr Soluç u çõ s em Me es ão d iç õe d l a u e SOFTWARE Software KlimaLogg Pro Registrador de umidade e temperatura Índice Visão geral...03 Guia Rápido...03 Configuração do dispositivo

Leia mais

CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO 2. SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO 3. COMUNICAÇÃO

CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO 2. SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO 3. COMUNICAÇÃO CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO O controlador CDE4000 é um equipamento para controle de demanda e fator de potência. Este controle é feito em sincronismo com a medição da concessionária, através dos dados

Leia mais

RM-LVR1. Comando remoto de visualização ao vivo

RM-LVR1. Comando remoto de visualização ao vivo Comando remoto de visualização ao vivo RM-LVR1 Este manual é um suplemento às instruções de operação desta unidade. Apresenta algumas funções adicionadas ou modificadas e descreve sua operação. Também

Leia mais

Instalando o Software Topcon Tools e Topcon Link:

Instalando o Software Topcon Tools e Topcon Link: Instalando o Software Topcon Tools e Topcon Link: Crie uma pasta em seu computador, em seguida faça download da Pasta TOPCON TOOLS disponibilizada no FTP da Santiago & Cintra (ftp.santiagoecintra.com.br

Leia mais

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Seguidor de Linha. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 2.0 REVISÃO 1211.19. www.robouno.com.br

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Seguidor de Linha. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 2.0 REVISÃO 1211.19. www.robouno.com.br R O B Ó T I C A Sensor Smart Seguidor de Linha Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 2.0 REVISÃO 1211.19 Sensor Smart Seguidor de Linha 1. Introdução Os sensores seguidores de linha são sensores que detectam

Leia mais

FEMA Fundação Educacional Machado de Assis INFORMÁTICA Técnico em Segurança do Trabalho P OW ERPOI NT. Escola Técnica Machado de Assis Imprensa

FEMA Fundação Educacional Machado de Assis INFORMÁTICA Técnico em Segurança do Trabalho P OW ERPOI NT. Escola Técnica Machado de Assis Imprensa P OW ERPOI NT 1 INTRODUÇÃO... 3 1. Iniciando o PowerPoint... 3 2. Assistente de AutoConteúdo... 4 3. Modelo... 5 4. Iniciar uma apresentação em branco... 6 5. Modo de Exibição... 6 6. Slide Mestre... 7

Leia mais

Aplicativo para configuração da interface de celular ITC 4000

Aplicativo para configuração da interface de celular ITC 4000 MANUAL DO USUÁRIO Aplicativo para configuração da interface de celular ITC 4000 Este aplicativo roda em plataforma Windows e comunica-se com a ITC 4000 via conexão USB. Através do ITC 4000 Manager, o usuário

Leia mais

Manual do Memo de voz

Manual do Memo de voz Manual do Memo de voz Copyright 2002 Palm, Inc. Todos os direitos reservados. HotSync, o logotipo da Palm e Palm OS são marcas registradas da Palm, Inc. O logotipo do HotSync e da Palm são marcas comerciais

Leia mais

Energia conservada em uma mola. Introdução. Materiais Necessários

Energia conservada em uma mola. Introdução. Materiais Necessários Intro 01 Introdução A energia é algo intangível e, portanto, as medidas de energia envolvem, necessariamente, processos de medidas indiretas. Em outras palavras, para medir energia, medimos outras grandezas

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO. Monitor de Monóxido de Carbono de Mesa. Modelo CO50

GUIA DO USUÁRIO. Monitor de Monóxido de Carbono de Mesa. Modelo CO50 GUIA DO USUÁRIO Monitor de Monóxido de Carbono de Mesa Modelo CO50 Introdução Obrigado por escolher o Extech Instruments Modelo CO50, Esse medidor mede o monóxido de carbono (CO), temperatura do ar e umidade.

Leia mais

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 1 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 1 Procedimentos para Download e Instalação do NVDA... 2 Iniciando

Leia mais

Aula Número 01. Sumário

Aula Número 01. Sumário Aula Número 01 Sumário Conceitos Básicos:... 3 Movendo-se numa Planilha... 4 Selecionando Múltiplas Células... 4 Abrindo e Salvando um Arquivo... 6 Salvando um arquivo... 8 Introduzindo e Editando Dados...

Leia mais

Registrador de Dados de Umidade e Temperatura

Registrador de Dados de Umidade e Temperatura Guia do Usuário Registrador de Dados de Umidade e Temperatura Modelo RHT Introdução Parabéns pela sua compra do registrador de dados de Temperatura e Umidade. Com este medidor, você pode monitorar e registrar

Leia mais

MANUAL BÁSICO PARA O USO DO TRACKMAKER. I Organizar os arquivos para uso, baixar e instalar o programa.

MANUAL BÁSICO PARA O USO DO TRACKMAKER. I Organizar os arquivos para uso, baixar e instalar o programa. MANUAL BÁSICO PARA O USO DO TRACKMAKER I Organizar os arquivos para uso, baixar e instalar o programa. 1. Entrar na site www.gpstm.com/downloads.php?lang=port, clique no Download da versão GPS TrackMaker

Leia mais

Índice. Bem Vindo!... 2 Minha Tela de Mapas... 2 Comandos Básicos... 3 Explorando a tela de menu... 3 Usando o teclado... 4 Executando uma busca...

Índice. Bem Vindo!... 2 Minha Tela de Mapas... 2 Comandos Básicos... 3 Explorando a tela de menu... 3 Usando o teclado... 4 Executando uma busca... Índice. Bem Vindo!... 2 Minha Tela de Mapas... 2 Comandos Básicos... 3 Explorando a tela de menu... 3 Usando o teclado... 4 Executando uma busca... 6 Tela de informações... 6 Como Navegar... 6 Navegando

Leia mais

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de código de barras e separação de documentos

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de código de barras e separação de documentos Este procedimento corresponde ao fluxo de trabalho de Indexação de código de barras e de separação de documentos no programa de treinamento do Capture Pro Software. As etapas do procedimento encontram-se

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Índice 1 Introdução...2 2 Acesso ao Sistema...3 3 Funcionamento Básico do Sistema...3 4 Tela Principal...4 4.1 Menu Atendimento...4 4.2 Menu Cadastros...5 4.2.1 Cadastro de Médicos...5

Leia mais

Microsoft Word 97 Básico

Microsoft Word 97 Básico Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da Terceira Região Microsoft Word 97 Básico DIMI - Divisão de Microinformática e Redes Índice: I. Executando o Word... 4 II. A tela do Word 97... 6 III. Digitando

Leia mais

Sistema Click Principais Comandos

Sistema Click Principais Comandos Sistema Click Principais Comandos Sumário Sumário... 1 1. Principais Funções:... 2 2. Inserção de Registro (F6):... 3 3. Pesquisar Registro (F7):... 4 3.1 Pesquisa por letras:... 5 3.2 Pesquisa por números:...

Leia mais

GEOMAX SÉRIE ZOOM APLICATIVO LINHA DE REFERÊNCIA. 1- Exemplo de locação usando o aplicativo Linha de referência:

GEOMAX SÉRIE ZOOM APLICATIVO LINHA DE REFERÊNCIA. 1- Exemplo de locação usando o aplicativo Linha de referência: GEOMAX SÉRIE ZOOM APLICATIVO LINHA DE REFERÊNCIA Introdução. O Objetivo deste guia é ensinar como utilizar o programa Linha de refeência das estações Totais Geomax série ZOOM 20 e 30, sem qualquer menção

Leia mais

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL Núcleo IFRS Manual do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 3 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 3 Procedimentos para Download

Leia mais

RESTAURAÇÃO NO WINDOWS 8

RESTAURAÇÃO NO WINDOWS 8 RESTAURAÇÃO NO WINDOWS 8 Este documento se aplica aos computadores HP e Compaq com Windows 8, mas a lógica de funcionamento é a mesma para os demais computadores. Este documento explica como usar e solucionar

Leia mais

1. Introdução a Microsoft Excel

1. Introdução a Microsoft Excel Introdução a Microsoft Excel 1. Introdução a Microsoft Excel 1.1. O que é Microsoft Excel Microsoft Excel é um software de planilha eletrônica produzido pela Microsoft Corporation, para o sistema operacional

Leia mais

Microsoft Power Point 2007

Microsoft Power Point 2007 Microsoft Power Point 2007 Sumário Layout e Design 4 Formatação de Textos 8 Salvando um arquivo do PowerPoint 15 Plano de Fundo 16 Marcadores 18 Réguas e grade 19 Tabelas 20 Gráficos 21 Imagens 22 Smart

Leia mais

b 1 Copyright 2008-2012 In9 Mídia Soluções Digitais Inc. All rights reserved.

b 1 Copyright 2008-2012 In9 Mídia Soluções Digitais Inc. All rights reserved. b 1 Conteúdo Capítulo 1... 3 Instalando o Neonews... 3 Neonews no Linux... 6 Capítulo 2... 7 Configurando o NeoNews... 7 Capítulo 3... 13 Teclas de Atalho do NeoNews Player... 13 2 Capítulo 1 Instalando

Leia mais

EAD Sistema CR Campeiro 7

EAD Sistema CR Campeiro 7 EAD Sistema CR Campeiro 7 Tópico 1 Interface com Sistema de Posicionamento Global 1.1 Introdução: O Sistema Campeiro, disponibiliza para emprego nas rotinas de topografia, Geoprocessamento e Agricultura

Leia mais

Microsoft Excel 2003

Microsoft Excel 2003 Associação Educacional Dom Bosco Faculdades de Engenharia de Resende Microsoft Excel 2003 Professores: Eduardo Arbex Mônica Mara Tathiana da Silva Resende 2010 INICIANDO O EXCEL Para abrir o programa Excel,

Leia mais

O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft.

O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft. WINDOWS O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft. Área de Trabalho Ligada a máquina e concluída a etapa de inicialização, aparecerá uma tela, cujo plano de fundo

Leia mais

Guia do Usuário. Higrotermômetro e Registrador de Dados. Modelo 42280

Guia do Usuário. Higrotermômetro e Registrador de Dados. Modelo 42280 Guia do Usuário Higrotermômetro e Registrador de Dados Modelo 42280 Introdução Parabéns pela sua compra do Registrador de dados de Temperatura e Umidade Relativa Extech 42280. O 42280 é um monitor da qualidade

Leia mais

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DOS AMPLIFICADORES MR 4.50D-XT MR 6.50D-XT MR 6.80-XT Rev. 2.3 de 29/01/2014

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DOS AMPLIFICADORES MR 4.50D-XT MR 6.50D-XT MR 6.80-XT Rev. 2.3 de 29/01/2014 PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DOS AMPLIFICADORES MR 4.50D-XT MR 6.50D-XT MR 6.80-XT Rev. 2.3 de 29/01/2014 Introdução: Este programa permite o gerenciamento dos amplificadores MR 4.50D-XT MR 6.50D-XT MR 6.80-XT

Leia mais

Sagômetro Digital. Manual de Instalação e Operação

Sagômetro Digital. Manual de Instalação e Operação Manual de Instalação e Operação MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO APRESENTAÇÃO: Esse instrumento foi especialmente desenvolvido para realizar medições de Ságitas em Blocos Oftálmicos onde através de software

Leia mais