CURSO ONLINE APERFEIÇOAMENTO EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO ONLINE APERFEIÇOAMENTO EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS"

Transcrição

1 CURSO ONLINE APERFEIÇOAMENTO EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS 1 1

2 2 Aula 6 - RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS - STAY - CRÉDITOS EXCLUÍDOS - TRAVA BANCÁRIA Parte 4

3 3 Travas bancárias alienação fiduciária e penhor de recebíveis; Direitos reais de garantia x Direitos reais em garantia; Direitos reais de garantia: propriedade do bem continua com o devedor, mas recai sobre o bem um ônus real (hipoteca, penhor, anticrese); Direitos reais em garantia: propriedade resolúvel do bem é transferida ao credor (alienação fiduciária em garantia e cessão fiduciária de direitos creditórios).

4 4 Instituição financeira titular de garantia/propriedade fiduciária (direito real em garantia); Art. 49, 3o Tratando-se de credor titular da posição de proprietário fiduciário de bens móveis ou imóveis, de arrendador mercantil, de proprietário ou promitente vendedor de imóvel cujos respectivos contratos contenham cláusula de irrevogabilidade ou irretratabilidade, inclusive em incorporações imobiliárias, ou de proprietário em contrato de venda com reserva de domínio, seu crédito não se submeterá aos efeitos da recuperação judicial e prevalecerão os direitos de propriedade sobre a coisa e as condições contratuais, observada a legislação respectiva, não se permitindo, contudo, durante o prazo de suspensão a que se refere o 4o do art. 6o desta Lei, a venda ou a retirada do estabelecimento do devedor dos bens de capital essenciais a sua atividade empresarial.

5 5 Instituição financeira titular de penhor de títulos (direito real de garantia); Art. 49, 5o Tratando-se de crédito garantido por penhor sobre títulos de crédito, direitos creditórios, aplicações financeiras ou valores mobiliários, poderão ser substituídas ou renovadas as garantias liquidadas ou vencidas durante a recuperação judicial e, enquanto não renovadas ou substituídas, o valor eventualmente recebido em pagamento das garantias permanecerá em conta vinculada durante o período de suspensão de que trata o 4o do art. 6o desta Lei.

6 6 Alienação ou cessão fiduciária de bem móvel ou imóvel: a dívida e a garantia não estão sujeitas à recuperação e, portanto, há possibilidade de aplicação da trava bancária; Requisitos: bem determinado e registro (prévio à distribuição do pedido) do instrumento para que tenha eficácia contra terceiros (demais credores sujeitos ao concurso); Súmula 59 TJSP classificados como bens móveis, para os efeitos legais, os direitos de crédito podem ser objeto de cessão fiduciária; Súmula 60 TJSP a propriedade fiduciária constitui-se pelo registro do instrumetno no registro de títulos e documentos do domicílio do devedor.

7 7 Penhor de recebíveis: os créditos estão sujeitos à recuperação. As garantias podem ser substituídas ou renovadas. Se e enquanto não forem, os valores recebidos em pagamento dos títulos ficarão retidos em contas vinculadas durante o período de suspensão (stay period). Não pode aplicar trava bancária para valores que superem a garantia; Aprovado o plano em AGC a devedora levanta os valores para cumprimento do plano; Decorrido o prazo de 180 dias sem aprovação, o credor pode realizar a garantia, levantando os valores depositados.

8 8 Penhor de crédito e Conta vinculada pode ser na mesma instituição financeira? E o valor excedente? Dação em pagamento de bens alienados fiduciariamente: depois da RJ (negociação direta com o credor) antes da RJ (impossível, salvo aprovação pela AGC). Cessão fiduciária de direitos creditórios (art. 49, parágrafo 3) Decisão da 4ª Turma do STJ (2013) não está sujeito à RJ.

9 OBRIGADO!!!! 9 9

10 DANIEL CARNIO COSTA Contatos: Facebook: Daniel Carnio Costa

CURSO ONLINE APERFEIÇOAMENTO EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS

CURSO ONLINE APERFEIÇOAMENTO EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS CURSO ONLINE APERFEIÇOAMENTO EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS 1 1 Aula 5 - ASSEMBLEIA GERAL DE CREDORES E DIREITO DE VOTO PARTE 3 2 O DIREITO DE VOTO NA ASSEMBLEIA GERAL DE CREDORES 3 VOTO PONDERADO

Leia mais

CURSO ONLINE APERFEIÇOAMENTO EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS

CURSO ONLINE APERFEIÇOAMENTO EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS CURSO ONLINE APERFEIÇOAMENTO EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS 1 1 Aula 5 - ASSEMBLEIA GERAL DE CREDORES E DIREITO DE VOTO PARTE 1 2 ASSEMBLEIA GERAL DE CREDORES NA RECUPERAÇÃO JUDICIAL E NA FALÊNCIA

Leia mais

Certificados de Crédito Cooperativo (CCC)

Certificados de Crédito Cooperativo (CCC) Certificados de Crédito Cooperativo (CCC) Conceito: título de crédito nominativo, transferível e de livre negociação, que representa promessa de pagamento em dinheiro e constitui título executivo extrajudicial.

Leia mais

DIREITOS REAIS DE GARANTIA Aula 11

DIREITOS REAIS DE GARANTIA Aula 11 DIREITOS REAIS DE GARANTIA Aula 11 PREÂMBULO 1 QUADRO GERAL Titularidade Coisa própria Coisa alheia Propriedade Fruição Garantia Aquisição Penhor Hipoteca Anticrese GARANTIAS Geral Patrimônio Espécies

Leia mais

COMPETÊNCIA DO JUÍZO UNIVERSAL PARA DEFERIR ATOS EXPROPRIATÓRIOS CONTRA EMPRESA EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL

COMPETÊNCIA DO JUÍZO UNIVERSAL PARA DEFERIR ATOS EXPROPRIATÓRIOS CONTRA EMPRESA EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL COMPETÊNCIA DO JUÍZO UNIVERSAL PARA DEFERIR ATOS EXPROPRIATÓRIOS CONTRA EMPRESA EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL Mayara Roth Isfer Osna 1 Conquanto aplaudida a legislação recuperacional, um dos pontos mais criticados

Leia mais

M H Flores Advogados Associados

M H Flores Advogados Associados fls. 4346 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DR. JUIZ DE DIREITO DA VARA DE FALÊNCIAS, RECUPERAÇÕES, INSOLVÊNCIAS E CARTAS PRECATÓRIAS CÍVEIS DA COMARCA DE CAMPO GRANDE MS. Processo nº 0800427-29.2015.8.12.0001 BANCO

Leia mais

WORKSHOP ABDE 14 de maio de Aspectos Jurídicos

WORKSHOP ABDE 14 de maio de Aspectos Jurídicos WORKSHOP ABDE 14 de maio de 2015 Aspectos Jurídicos Estrutura Básica das Operações do PROCULT Garantias Utilizadas: 1) Fiança dos Sócios Controladores 2) Vinculação de recebíveis 3) Vinculação de Contratos

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.549.529 - SP (2013/0377786-3) RELATOR RECORRENTE ADVOGADOS RECORRIDO ADVOGADOS : MINISTRO MARCO AURÉLIO BELLIZZE : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL : ROBERTO SANT'ANNA LIMA - SP116470 ROBERTA

Leia mais

PROPRIEDADE FIDUCIÁRIA EM GARANTIA. MELHIM NAMEM CHALHUB

PROPRIEDADE FIDUCIÁRIA EM GARANTIA. MELHIM NAMEM CHALHUB PROPRIEDADE FIDUCIÁRIA EM GARANTIA MELHIM NAMEM CHALHUB www.melhimchalhub.com PROPRIEDADE FIDUCIÁRIA Propriedade resolúvel com características peculiares, conforme a função para a qual é constituída Administração

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO. PROJETO DE LEI N o 4.847, DE 2005

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO. PROJETO DE LEI N o 4.847, DE 2005 COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI N o 4.847, DE 2005 Altera a Lei n.º 11.101, de 9 de fevereiro de 2005, que Regula a recuperação judicial, a extrajudicial e a falência

Leia mais

DES. LUÍS AUGUSTO COELHO BRAGA (PRESIDENTE) E DES.ª ELISA CARPIM CORRÊA

DES. LUÍS AUGUSTO COELHO BRAGA (PRESIDENTE) E DES.ª ELISA CARPIM CORRÊA Agravo de instrumento. Recuperação judicial. Contrato de crédito. Hipótese em que a garantia do banco é dinheiro dos depósitos em conta corrente e aplicações financeiras na forma de penhor. Incidência

Leia mais

DISTRATOS NA CONSTRUÇÃO CIVIL

DISTRATOS NA CONSTRUÇÃO CIVIL DISTRATOS NA CONSTRUÇÃO CIVIL Arthur Rios Júnior Advogado imobiliário e da construção; Sócio da Arthur Rios Advogados Associados; Especialista em Direito Civil e Processual Civil, pela Universidade Cândido

Leia mais

ÁPICE SECURITIZADORA S.A. CNPJ/MF nº / NIRE

ÁPICE SECURITIZADORA S.A. CNPJ/MF nº / NIRE ÁPICE SECURITIZADORA S.A. CNPJ/MF nº 12.130.744/0001-00 NIRE 35.300.444.957 ATA DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DOS TITULARES DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS DA 33ª SÉRIE DA 1ª EMISSÃO DA

Leia mais

Alienação fiduciária de imóveis em operações de factoring Legalidade Precedente do Tribunal de Justiça de São Paulo

Alienação fiduciária de imóveis em operações de factoring Legalidade Precedente do Tribunal de Justiça de São Paulo Alienação fiduciária de imóveis em operações de factoring Legalidade Precedente do Tribunal de Justiça de São Paulo Marcelo Augusto de Barros 1 marcelo@fortes.adv.br Janeiro 2010 I. TEMA ANALISADO Uma

Leia mais

LACB Nº 70047063706 2012/CÍVEL

LACB Nº 70047063706 2012/CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO. TRAVA BANCÁRIA. CÉDULAS DE CRÉDITO BANCÁRIO AMPARADAS PELA GARANTIA DA CESSÃO FIDUCIÁRIA NÃO PODEM SER CLASSIFICADAS COMO CRÉDITO EXTRACONCUAL, MAS, SIM, QUIROGRAFÁRIOS, UMA VEZ

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL 1. A recuperação extrajudicial é uma modalidade prevista na Lei Nº 11.101/2005, e pode ser adotada pelo empresário em dificuldade e com

Leia mais

1. DIREITO REAL DE SUPERFÍCIE

1. DIREITO REAL DE SUPERFÍCIE 1 DIREITO CIVIL DIREITO CIVIL PONTO 1: Direito Real de Superfície PONTO 2: Direito Real de Servidão PONTO 3: Direito Real de Usufruto PONTO 4: Direito Real de Uso PONTO 5: Direito Real de Habitação PONTO

Leia mais

Capítulo 1 Teoria Geral do Direito de Empresa

Capítulo 1 Teoria Geral do Direito de Empresa SUMÁRIO Capítulo 1 Teoria Geral do Direito de Empresa... 17 1. Origens do Direito Empresarial.... 17 2. Autonomia do Direito Empresarial... 20 3. Fontes do Direito Empresarial... 21 4. Do Direito de Empresa...

Leia mais

BRITCHAM - CORPORATE DAY

BRITCHAM - CORPORATE DAY BRITCHAM - CORPORATE DAY PAINEL 4 - FINANCIAMENTO Antonio Giglio Neto 23 de março de 2016 SUMÁRIO DA APRESENTAÇÃO I O Papel do Mercado Financeiro e de Capitais na Atividade Econômica II Legislação Relevante

Leia mais

Assegurar que a parte executada em um processo realize o pagamento do valor discutido, caso venha a ser comprovado que esse é devido.

Assegurar que a parte executada em um processo realize o pagamento do valor discutido, caso venha a ser comprovado que esse é devido. GARANTIAS JUDICIAIS 1 OBJETIVO DA GARANTIA JUDICIAL Assegurar que a parte executada em um processo realize o pagamento do valor discutido, caso venha a ser comprovado que esse é devido. 2 Código de Processo

Leia mais

As travas bancárias no procedimento de recuperação judicial

As travas bancárias no procedimento de recuperação judicial As travas bancárias no procedimento de recuperação judicial Bernardo Bicalho de Alvarenga Mendes. Mestre em Direito Empresarial pela FDMC em 2012 Resumo Este artigo aborda as previsões contidas nos parágrafos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 1 Registro: 2014.0000066815 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2030746-60.2013.8.26.0000, da Comarca de Franca, em que é agravante CREDIT BRASIL FUNDO DE

Leia mais

EMENDA Nº. (à MPV 698/2015) Acrescente-se, onde couber, artigos com as seguintes redações:

EMENDA Nº. (à MPV 698/2015) Acrescente-se, onde couber, artigos com as seguintes redações: MPV 698 00004 EMENDA Nº (à MPV 698/2015) Acrescente-se, onde couber, artigos com as seguintes redações: Art. A contratação de abertura de limite de crédito por parte das instituições financeiras poderá

Leia mais

OSX CONSTRUÇÃO NAVAL S.A 1ª Emissão de Debêntures. 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª, 7ª e 8ª Séries

OSX CONSTRUÇÃO NAVAL S.A 1ª Emissão de Debêntures. 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª, 7ª e 8ª Séries OSX CONSTRUÇÃO NAVAL S.A 1ª Emissão de Debêntures 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª, 7ª e 8ª Séries Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES)

Leia mais

ANEXO 1. UPIs à Venda. Sumário

ANEXO 1. UPIs à Venda. Sumário ANEXO 1 UPIs à Venda Sumário Regras Gerais... 2 1. UPI Casa Coronel Bicaco... 3 2. UPI Palmeira das Missões... 4 3. UPI Casa Santo Ângelo... 5 4. UPI Casa Carajazinho... 6 5. UPI Casa Vitória das Missões...

Leia mais

A posse do bem no penhor está sempre com o credor. Sendo assim, a lei do domicílio do credor é que será aplicada. Vide art. 8º, 2º da LINBD.

A posse do bem no penhor está sempre com o credor. Sendo assim, a lei do domicílio do credor é que será aplicada. Vide art. 8º, 2º da LINBD. Turma e Ano: Turma Regular Master A Matéria / Aula: Direito Civil Aula 25 Professor: Rafael da Mota Mendonça Monitora: Fernanda Manso de Carvalho Silva DIREITO DAS COISAS (continuação) (IV) Direitos Reais

Leia mais

BR MALLS PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ nº / NIRE nº COMPANHIA ABERTA

BR MALLS PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ nº / NIRE nº COMPANHIA ABERTA BR MALLS PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ nº 06.977.745/0001-91 NIRE nº 33.3.0028170-3 COMPANHIA ABERTA Ata de Reunião do Conselho de Administração realizada no dia 03 de setembro de 2012 Data, Horário e Local:

Leia mais

Direito Empresarial II. Foed Saliba Smaka Jr. Curso de Direito ISEPE Guaratuba 2015/2

Direito Empresarial II. Foed Saliba Smaka Jr. Curso de Direito ISEPE Guaratuba 2015/2 Direito Empresarial II Foed Saliba Smaka Jr. Curso de Direito ISEPE Guaratuba 2015/2 Contratos Aula 18 Contratos: Teoria Geral; Classificação; Requisitos; Objetos; Elementos; Contratos em Espécie: Compra

Leia mais

Nome da Construtora Nome do Empreendimento

Nome da Construtora Nome do Empreendimento i. Quadro Resumo Instrumento Particular de Promessa de Compra e Venda de Bem Imóvel e Outras Avenças 1. : 2. Imóvel: 3. Nº de vagas 4.1. Promitente Comprador (Adquirente): 4.2. Promitente vendedor (Alienante):

Leia mais

CONTRATO DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA EM GARANTIA

CONTRATO DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA EM GARANTIA CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS - UniFMU CURSO DE DIREITO CONTRATO DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA EM GARANTIA Talita Casares Rodrigues da Cunha R.A. 456757-4 Turma 3109-B Telefone: 9656-3556

Leia mais

Direito Processual Civil

Direito Processual Civil Direito Processual Civil Das Diversas Espécies de Execução Disposições Gerais Professor Giuliano Tamagno www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Civil DAS DIVERSAS ESPÉCIES DE EXECUÇÃO DISPOSIÇÕES

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS PARA MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE

RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS PARA MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS PARA MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE Ivan Lorena Vitale Junior Advogado falencista; Mestre e Doutor em Direito Comercial pela PUC/SP; Coordenador do curso de pós-graduação

Leia mais

ALMEIDA GUILHERME Advogados Associados

ALMEIDA GUILHERME Advogados Associados OS DIREITOS REAIS SOBRE BENS MÓVEIS E IMÓVEIS NO ÂMBITO DO MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS NAS RECUPERAÇÕES JUDICIAIS. ANÁLISE DA JURISPRUDÊNCIA PÁTRIA. por LUIZ FERNANDO DO VALE DE ALMEIDA GUILHERME

Leia mais

Prof. Jorge Luiz de Oliveira da Silva

Prof. Jorge Luiz de Oliveira da Silva DA RECUPERAÇÃO JUDICIAL Prof. Jorge Luiz de Oliveira da Silva CONCEITO É um Instituto criado pela Lei nº 11.101/2005, em substituição à Concordata, que tem por objetivo implementar ações para viabilizar

Leia mais

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA 2 ª VARA JUDICIAL DA COMARCA DE SANTA ROSA/RS:

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA 2 ª VARA JUDICIAL DA COMARCA DE SANTA ROSA/RS: P ÁG. 1 EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA 2 ª VARA JUDICIAL DA COMARCA DE SANTA ROSA/RS: PROCESSO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL N o 028/1.15.0001091-6 GENIL ANDREATTA, Administrador Judicial de METALSTAR INDÚSTRIA

Leia mais

INBRANDS S.A. CNPJ/MF Nº / NIRE

INBRANDS S.A. CNPJ/MF Nº / NIRE INBRANDS S.A. CNPJ/MF Nº 09.054.385/0001-44 NIRE 35.300.362.870 Ata de Assembleia Geral de Debenturistas Realizada em 26 de junho de 2012 às 9:00 horas Data, Hora e Local: Realizada em 26 de junho de 2012,

Leia mais

A CESSÃO FIDUCIÁRIA DE DIREITOS CREDITÓRIOS EM GARANTIA NO PROCESSO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL: UMA ANÁLISE JURISPRUDENCIAL DA TRAVA BANCÁRIA*

A CESSÃO FIDUCIÁRIA DE DIREITOS CREDITÓRIOS EM GARANTIA NO PROCESSO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL: UMA ANÁLISE JURISPRUDENCIAL DA TRAVA BANCÁRIA* 1 A CESSÃO FIDUCIÁRIA DE DIREITOS CREDITÓRIOS EM GARANTIA NO PROCESSO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL: UMA ANÁLISE JURISPRUDENCIAL DA TRAVA BANCÁRIA* Felipe Martins Antunes 1 RESUMO Ao aceitar receber suas dívidas

Leia mais

PREVALÊNCIA DA ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA EM GARANTIA SOBRE O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR

PREVALÊNCIA DA ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA EM GARANTIA SOBRE O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR PREVALÊNCIA DA ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA EM GARANTIA SOBRE O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR Ultimamente tem-se discutido judicialmente, a aplicação do art. 53 do CDC, mesmo que o contrato tenha sido celebrado

Leia mais

DECISÃO. Juiz(a) de Direito: Dr(a). Marcelo Barbosa Sacramone. Vistos. Fls. 1795: Anote-se.

DECISÃO. Juiz(a) de Direito: Dr(a). Marcelo Barbosa Sacramone. Vistos. Fls. 1795: Anote-se. fls. 2761 DECISÃO Processo Digital nº: 1012521-92.2016.8.26.0100 Classe - Assunto Recuperação Judicial - Concurso de Credores Requerente: Itaim Baby Kids Comércio de Brinquedos e Artigos Infantis Ltda.

Leia mais

Melhim Namem Chalhub Jurista especializado em Direito Imobiliário. Rio de Janeiro 6 de Setembro 2015

Melhim Namem Chalhub Jurista especializado em Direito Imobiliário. Rio de Janeiro 6 de Setembro 2015 Melhim Namem Chalhub Jurista especializado em Direito Imobiliário Rio de Janeiro 6 de Setembro 2015 NOVO SISTEMA E GARANTIAS NO BRASIL Lei 9.514/1997 Propriedade fiduciária Garantia dos financiamentos

Leia mais

Conteúdo Programático para Série CA-300

Conteúdo Programático para Série CA-300 Conteúdo Programático para Série CA-300 1. Sistema Financeiro da Habitação SFN 1.1. Intermediários Financeiros 1.1.1. Conceitos e Atribuições 1.1.1.1 Bancos múltiplos, bancos comerciais, bancos de investimento,

Leia mais

Capítulo 1 Direito das coisas... 1 Capítulo 2 Posse... 15

Capítulo 1 Direito das coisas... 1 Capítulo 2 Posse... 15 Sumário Capítulo 1 Direito das coisas... 1 1. Conceito e denominação... 1 2. Distinções entre os direitos reais e os direitos pessoais... 4 2.1. Características dos direitos pessoais... 6 2.2. Características

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos estes autos de. AGRAVO DE INSTRUMENTO n /8-00, da Comarca de

Vistos, relatados e discutidos estes autos de. AGRAVO DE INSTRUMENTO n /8-00, da Comarca de TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAUL O ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRATICA REGISTRADO(A) SOB N Vistos, relatados e discutidos estes autos de AGRAVO DE INSTRUMENTO n 614.281-4/8-00,

Leia mais

III - DISCRIMINAÇÃO DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

III - DISCRIMINAÇÃO DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Plano de Ensino Disciplina: Direito Civil IV Curso:Direito Código: Série: 4 Obrigatória (x) Optativa ( ) CH Teórica: CH Prática: CH Total: 136 I - Objetivos Gerais:- Estimular a aprendizagem de forma crítica

Leia mais

Indice. Introdução... 1 PARTE I

Indice. Introdução... 1 PARTE I .. Indice Introdução... 1 PARTE I Capítulo I - Incorporação imobiliária - Caracterização geral LI. Incorporação: conceito e definição legal... 9 1.2. Incorporador: caracterização... 14 1.3. A dinâmica

Leia mais

Curso Resultado. Decreto-Lei 911, de 01 de outubro de Lei 9.514, de 20 de novembro de 1997 Não foram ressaltadas as alterações anteriores a 2016

Curso Resultado. Decreto-Lei 911, de 01 de outubro de Lei 9.514, de 20 de novembro de 1997 Não foram ressaltadas as alterações anteriores a 2016 ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA Lei 4.728, de 14 de julho de 1965 Art. 66-B. O contrato de alienação fiduciária celebrado no âmbito do mercado financeiro e de capitais, bem como em garantia de créditos fiscais e

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 576, DE 16 DE JUNHO DE 2016.

INSTRUÇÃO CVM Nº 576, DE 16 DE JUNHO DE 2016. . Altera o Informe Mensal de FIDC, Anexo A da Instrução CVM nº 489, de 14 de janeiro de 2011. O PRESIDENTE EM EXERCÍCIO DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS torna público que o Colegiado, em reunião realizada

Leia mais

Vejamos agora os artigos e 1.394, ambos do CC.

Vejamos agora os artigos e 1.394, ambos do CC. Turma e Ano: Turma Regular Master A Matéria / Aula: Direito Civil Aula 24 Professor: Rafael da Mota Mendonça Monitora: Fernanda Manso de Carvalho Silva DIREITO DAS COISAS (continuação) (IV) Direitos Reais

Leia mais

Recuperação Judicial 10 anos da Lei 11.101/2005

Recuperação Judicial 10 anos da Lei 11.101/2005 Recuperação Judicial 10 anos da Lei 11.101/2005 CENÁRIO ATUAL Declínio da macroeconomia (inflação, taxas de inadimplência, taxas de câmbio, recessão...) Lava Jato Os pedidos de recuperações de empresas

Leia mais

Curso de Direito - Direitos Reais - Prof. Ovídio Mendes - Fundação Santo André / 5

Curso de Direito - Direitos Reais - Prof. Ovídio Mendes - Fundação Santo André / 5 Curso de Direito - Direitos Reais - Prof. Ovídio Mendes - Fundação Santo André - 2016 1 / 5 Direito Patrimonial O Direito Patrimonial divide-se em Direito das Obrigações e Direitos Reais, com predomínio

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO EM DIREITO IMOBILIÁRIO.

CURSO DE EXTENSÃO EM DIREITO IMOBILIÁRIO. CURSO DE EXTENSÃO EM DIREITO IMOBILIÁRIO. Aula Ministrada pelo Prof. Durval Salge Junior 1-) Sistema Imobiliário de Habitação: a) Propriedade imobiliária: São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho,

Leia mais

QUESTÕES. 4. (Cesgranrio/Banco da Amazônia/Técnico Bancário/2015)

QUESTÕES. 4. (Cesgranrio/Banco da Amazônia/Técnico Bancário/2015) Conhecimentos Bancários Beto Fernandes QUESTÕES 1. (Cesgranrio/Banco da Amazônia/Técnico Bancário/2015) O SFN é composto por um conjunto de órgãos e instituições que regulamenta, supervisiona e realiza

Leia mais

Arrendamento Mercantil Leasing. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Arrendamento Mercantil Leasing. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Arrendamento Mercantil Leasing Instituições Financeiras Instituições financeiras são as pessoas jurídicas públicas ou privadas, que tenham como atividade principal ou acessória a coleta, intermediação

Leia mais

CNPJ/MF nº / NIRE

CNPJ/MF nº / NIRE CNPJ/MF nº 03.767.538/0001-14 NIRE 35.300.177.401 ATA DA QUARTA ASSEMBLEIA GERAL DOS TITULARES DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS DA 184ª SÉRIE DA 1ª EMISSÃO DA BRAZILIAN SECURITIES COMPANHIA DE

Leia mais

Da cessão fiduciária de crédito na recuperação judicial: análise da jurisprudência

Da cessão fiduciária de crédito na recuperação judicial: análise da jurisprudência Da cessão fiduciária de crédito na recuperação judicial: análise da jurisprudência Manoel de Queiroz Pereira Calças 1 Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo Ruth Maria Junqueira de

Leia mais

AULA 12. Produtos e Serviços Financeiros VI

AULA 12. Produtos e Serviços Financeiros VI AULA 12 Produtos e Serviços Financeiros VI Operações Acessórias e Serviços As operações acessórias e serviços são operações de caráter complementar, vinculadas ao atendimento de particulares, do governo,

Leia mais

DECRETO N.º 24/XIII. Regime aplicável ao património da Casa do Douro

DECRETO N.º 24/XIII. Regime aplicável ao património da Casa do Douro DECRETO N.º 24/XIII Regime aplicável ao património da Casa do Douro A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte: Secção I Disposições gerais Artigo

Leia mais

Usufruto e direitos reais de garantia

Usufruto e direitos reais de garantia Usufruto e direitos reais de garantia Usufruto O usufruto pode recair sobre todo o patrimônio do nu-proprietário ou sobre alguns bens, móveis ou imóveis, e abrange não apenas os bens em si mesmos, mas

Leia mais

CNEF SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL II (PROCESSO EXECUTIVO) O processo executivo será ministrado em 12 sessões de 2 horas.

CNEF SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL II (PROCESSO EXECUTIVO) O processo executivo será ministrado em 12 sessões de 2 horas. CNEF SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL II (PROCESSO EXECUTIVO) O processo executivo será ministrado em 12 sessões de 2 horas. 1ª Sessão a) conceito e fim da execução; b) formas do precesso de execução:

Leia mais

Sumário. Palavras Prévias (à guisa de apresentação da 9ª edição) Prefácio Apresentação Introdução Referências Introdução...

Sumário. Palavras Prévias (à guisa de apresentação da 9ª edição) Prefácio Apresentação Introdução Referências Introdução... Palavras Prévias (à guisa de apresentação da 9ª edição)... 17 Prefácio... 21 Apresentação... 23 Introdução... 25 Referências Introdução... 29 Capítulo I Direitos reais... 31 1. Conceito... 31 2. Características

Leia mais

RECUPERAÇÃO JUDICIAL: CRÉDITOS NÃO SUJEITOS AO PROCEDIMENTO

RECUPERAÇÃO JUDICIAL: CRÉDITOS NÃO SUJEITOS AO PROCEDIMENTO RECUPERAÇÃO JUDICIAL: CRÉDITOS NÃO SUJEITOS AO PROCEDIMENTO Amanda Alves RABELO 1 Edson Freitas de OLIVEIRA 2 RESUMO: O presente trabalho analisou de forma breve a recuperação judicial e a falência no

Leia mais

Direito Empresarial. Prof. Dr. Érico Hack

Direito Empresarial. Prof. Dr. Érico Hack Direito Empresarial Aula 7 Empresário e estabelecimento empresarial Prof. Dr. Érico Hack PUCPR Evolução - Empresa Teoria subjetiva Corporações de ofício Teoria objetiva atos de comércio lista taxativa

Leia mais

PENHOR. Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Departamento de Direito Civil Professor Doutor Antonio Carlos Morato

PENHOR. Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Departamento de Direito Civil Professor Doutor Antonio Carlos Morato PENHOR Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Departamento de Direito Civil Professor Doutor Antonio Carlos Morato Classificação Direitos de Garantia Penhor (art. 1.225, VIII do CC) Hipoteca

Leia mais

OAB XIV EXAME PROVA BRANCA. Comentário às questões de Direito Empresarial

OAB XIV EXAME PROVA BRANCA. Comentário às questões de Direito Empresarial OAB XIV EXAME PROVA BRANCA Comentário às questões de Direito Empresarial A prova, no geral, foi bem elaborada e não admite recursos. Critica-se apenas a questão 49, pela inclusão da duplicata cartularizada,

Leia mais

DECISÃO CONCLUSÃO. Em 10 de junho de 2014, faço estes autos conclusos ao MM. Juiz de Direito. Eu, Márcio Antonio de Oliveira, mat. nº

DECISÃO CONCLUSÃO. Em 10 de junho de 2014, faço estes autos conclusos ao MM. Juiz de Direito. Eu, Márcio Antonio de Oliveira, mat. nº fls. 1 DECISÃO Processo Físico nº: 0044833-46.2013.8.26.0100 Classe - Assunto Habilitação de Crédito - Assunto Principal do Processo > Requerente: Alfredo Luiz Kugelams

Leia mais

ÓLEO E GÁS PARTICIPAÇÕES S.A. EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL CNPJ/MF N.º / NIRE

ÓLEO E GÁS PARTICIPAÇÕES S.A. EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL CNPJ/MF N.º / NIRE ÓLEO E GÁS PARTICIPAÇÕES S.A. EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL CNPJ/MF N.º 07.957.093/0001-96 NIRE 33.3.0027845-1 ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 13 DE JANEIRO DE 2014 1. DATA, HORA E LOCAL:

Leia mais

O NOVO SUSBTITUTIVO À LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS (NOVA LEI DE FALÊNCIAS) * Luiz Fernando Valente de Paiva

O NOVO SUSBTITUTIVO À LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS (NOVA LEI DE FALÊNCIAS) * Luiz Fernando Valente de Paiva O NOVO SUSBTITUTIVO À LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS (NOVA LEI DE FALÊNCIAS) * Luiz Fernando Valente de Paiva Giuliano Colombo Em 13.4.2004, o Senador Ramez Tebet, Relator do PLC 71/2003, que regula a

Leia mais

Aspectos Jurídicos da Recuperação de Crédito na Recuperação Judicial

Aspectos Jurídicos da Recuperação de Crédito na Recuperação Judicial Aspectos Jurídicos da Recuperação de Crédito na Recuperação Judicial 29 de Maio Instrutora: Cláudia Ribeiro Pereira Nunes Distinção entre a propriedade fiduciária e os demais direitos reais de garantia

Leia mais

Sicredi Cheque Especial. Periodicidade de pagamento. Juros mensalmente e principal a qualquer momento ou no vencimento do limite.

Sicredi Cheque Especial. Periodicidade de pagamento. Juros mensalmente e principal a qualquer momento ou no vencimento do limite. Sicredi Cheque Especial Definição Limite de crédito Forma de Limite de crédito disponibilizado em conta corrente para utilização imediata pelo associado, quando e como desejar. do tomador e respectivo

Leia mais

SUMÁRIO. Introdução... 27

SUMÁRIO. Introdução... 27 SUMÁRIO Introdução...................................................... 27 Siglas e abreviaturas................................................ 29 1. INFORMAÇÕES GERAIS......................................

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0079.12.039931-0/001 Númeração 0364640- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Eduardo Mariné da Cunha Des.(a) Eduardo Mariné da Cunha 16/07/0015 28/07/2015

Leia mais

2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) ( ÍNDICE)

2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) ( ÍNDICE) 2.1. Crédito à habitação e contratos conexos 1. Comissão de Gestão de Processo 300,00 2. Comissão de Contrato 200,00 3. Comissão de Avaliação 250,00 Crédito Habitação - Residentes (Contratos de crédito

Leia mais

INEPAR S.A. INDÚSTRIA E CONSTRUÇÕES CNPJ/MF Nº / NIRE

INEPAR S.A. INDÚSTRIA E CONSTRUÇÕES CNPJ/MF Nº / NIRE INEPAR S.A. INDÚSTRIA E CONSTRUÇÕES CNPJ/MF Nº 76.627.504/0001-06 NIRE 35.300.354.923 ATA DA 20ª ASSEMBLEIA GERAL DE DEBENTURISTAS DA 5ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, EM SÉRIE

Leia mais

INBRANDS S.A. CNPJ/MF Nº / NIRE Ata de Assembleia Geral de Debenturistas realizada em 27 de julho de 2012

INBRANDS S.A. CNPJ/MF Nº / NIRE Ata de Assembleia Geral de Debenturistas realizada em 27 de julho de 2012 INBRANDS S.A. CNPJ/MF Nº 09.054.385/0001-44 NIRE 35.300.362.870 Ata de Assembleia Geral de Debenturistas realizada em 27 de julho de 2012 Data, Hora e Local: Realizada em 27 de julho de 2012, às 9h00 horas,

Leia mais

Direito Empresarial. Aula 20. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Direito Empresarial. Aula 20. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Direito Empresarial Aula 20 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia

Leia mais

Direitos Reais. Programa

Direitos Reais. Programa Direitos Reais Programa Pedro Caetano Nunes 2014/2015 (1) Corresponde ao Programa da disciplina de Direitos Reais, tal como definido pelo Professor Doutor Rui Pinto Duarte quando foi regente desta disciplina

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009 Altera os arts. 2º, 3º, 27, 49, 56, 64, 65, 71 e 83 e acrescenta art. 69-A à Lei n o 11.101, de 9 de fevereiro de 2005, para prever que as disposições que tratam da

Leia mais

Direito Processual Civil Executivo. Programa

Direito Processual Civil Executivo. Programa Direito Processual Civil Executivo Programa Rui Pinto Duarte 2010/2011 I Aspectos Gerais 1. Noção de acção executiva 2. O princípio do dispositivo na acção executiva (3.º, 810 e 675-A) 3. Execução individual

Leia mais

4. COMPOSIÇÃO DA MESA: Presidente: Milton Scatolini Menten; Secretário: Claudia Orenga Frizatti.

4. COMPOSIÇÃO DA MESA: Presidente: Milton Scatolini Menten; Secretário: Claudia Orenga Frizatti. ATA DE ASSEMBLEIA GERAL DE TITULARES DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS DO AGRONEGÓCIO DA 48ª e 49ª SÉRIES DA 1ª EMISSÃO DA ECO SECURITIZADORA DE DIREITOS CREDITÓRIOS DO AGRONOGÓCIO S.A. ( CRAs ) CNPJ/MF 10.753.164/0001-43

Leia mais

2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) ( ÍNDICE)

2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) ( ÍNDICE) 2.1. Crédito à habitação e contratos conexos 1. Comissão de Gestão de Processo 300,00 2. Comissão de Contrato 200,00 3. Comissão de Avaliação 250,00 Crédito Habitação - Residentes (Contratos de crédito

Leia mais

I. como emissora das debêntures objeto da Escritura de Emissão (conforme definida abaixo) ("Debêntures"):

I. como emissora das debêntures objeto da Escritura de Emissão (conforme definida abaixo) (Debêntures): SEGUNDO ADITAMENTO À ESCRITURA PARTICULAR DE EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE QUIROGRAFÁRIA, EM DUAS SÉRIES, SENDO A PRIMEIRA SÉRIE SEM GARANTIA E A SEGUNDA

Leia mais

Companhia Aberta CNPJ/MF nº /

Companhia Aberta CNPJ/MF nº / RENAR MAÇÃS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 86.550.951/0001-50 NIRE 42.300.010.456 ATA DA REUNIÃO Nº 05/13 DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 11 DE SETEMBRO DE 2013 1. DATA, HORA E LOCAL: Realizada

Leia mais

Curso Êxito e Prof. Bruno Creado

Curso Êxito e Prof. Bruno Creado Curso Êxito e Prof. Bruno Creado Questões Comentadas (Aula 3) Segue às questões da Vunesp do concurso de procurador municipal, devidamente comentada. Alteração do contrato 1. Complete a frase: A mudança

Leia mais

UNIDADE VI Tributação sobre a transmissão de bens e direitos e operações financeiras. 1.1.1. Constituição (art. 156, inciso II e parágrafo segundo)

UNIDADE VI Tributação sobre a transmissão de bens e direitos e operações financeiras. 1.1.1. Constituição (art. 156, inciso II e parágrafo segundo) UNIDADE VI Tributação sobre a transmissão de bens e direitos e operações financeiras 1. Imposto sobre a transmissão de bens imóveis 1.1. Legislação 1.1.1. Constituição (art. 156, inciso II e parágrafo

Leia mais

1º ENCONTRO REGINAL DO CORI/MG EM VARGINHA

1º ENCONTRO REGINAL DO CORI/MG EM VARGINHA 1º ENCONTRO REGINAL DO CORI/MG EM VARGINHA DAS CÉDULAS DE CRÉDITO HUMBERTO GOMES DO AMARAL RI MUZAMBINHO rimuzambinho@yahoo.com.br Telefone: 035-3571-5041 1- Cédula de Crédito Bancário Alienação Fiduciária

Leia mais

Composição da Mesa: Presidente: Giovanna Zoppi Scallet; e Fernando Nunes Luis Secretário.

Composição da Mesa: Presidente: Giovanna Zoppi Scallet; e Fernando Nunes Luis Secretário. ATA DA SEGUNDA ASSEMBLEIA GERAL DE TITULARES DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS DAS 286ª, 287ª E 288ª SÉRIES DA 1ª EMISSÃO DA BRAZILIAN SECURITIES COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO ( CRI ), REALIZADA

Leia mais

Comissão de Orçamento, Finanças e Administração Pública

Comissão de Orçamento, Finanças e Administração Pública ,,, e (pretendem alterar o ) Artigo 7.º-A Imputação do cumprimento 1 O devedor pode designar a prestação correspondente ao crédito à aquisição de habitação própria permanente, para efeitos do disposto

Leia mais

LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR

LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR ATUALIZAÇÃO 9 De 1.11.2014 a 30.11.2014 VADE MECUM LEGISLAÇÃO 2014 CÓDIGO CIVIL PÁGINA LEGISLAÇÃO ARTIGO CONTEÚDO 215 Lei 10.406/2002 Arts. 1.367 e 1.368-B Art. 1.367. A propriedade fiduciária em garantia

Leia mais

Estabelecimento Empresarial

Estabelecimento Empresarial Estabelecimento Empresarial É a base física da empresa, que consagra um conjunto de bens corpóreos e incorpóreos, constituindo uma universalidade que pode ser objeto de negócios jurídicos. É todo o complexo

Leia mais

7 - Efetuei o pagamento de uma parcela em duplicidade. Como devo proceder?

7 - Efetuei o pagamento de uma parcela em duplicidade. Como devo proceder? 1 - Quero quitar o contrato, como faço para saber o saldo devedor? Para saber o saldo devedor do contrato de financiamento, entre em contato com a nossa Central de Atendimento. Regiões Metropolitanas:

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 6.525, DE 2013 (Do Sr. Carlos Bezerra)

PROJETO DE LEI N.º 6.525, DE 2013 (Do Sr. Carlos Bezerra) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 6.525, DE 2013 (Do Sr. Carlos Bezerra) Altera a Lei nº 9.514, de 20 de novembro de 1997, que "Dispõe sobre o Sistema de Financiamento Imobiliário, institui a alienação

Leia mais

Graficamente temos o seguinte:

Graficamente temos o seguinte: DIREITOS REAIS DE GARANTIA 2- HIPOTECA - é um direito real de garantia que tem por objeto bens imóveis ou que a lei entende como hipotecáveis, pertencentes ao devedor ou a terceiro, e que, embora não entregues

Leia mais

SUPLEMENTO DA 1ª(PRIMEIRA) SÉRIE DE COTAS DO BB RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO BANCO DO BRASIL FIDC NP

SUPLEMENTO DA 1ª(PRIMEIRA) SÉRIE DE COTAS DO BB RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO BANCO DO BRASIL FIDC NP SUPLEMENTO DA 1ª(PRIMEIRA) SÉRIE DE COTAS DO BB RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO BANCO DO BRASIL FIDC NP Suplemento nº 01 referente à 1ª (primeira) Série emitida nos termos do Regulamento do BB RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO

Leia mais

CONFERÊNCIA. O Penhor Financeiro - Breves considerações

CONFERÊNCIA. O Penhor Financeiro - Breves considerações CONFERÊNCIA O Penhor Financeiro - Breves considerações SUMÁRIO 1. Introdução os contratos de garantia financeira 1.1 A abordagem comunitária 1.2 A abordagem nacional 2. A natureza financeira. Modalidades

Leia mais

f ÅâÄtwÉ W Üx àé VÉÅxÜv tä `öüv t cxä áátü

f ÅâÄtwÉ W Üx àé VÉÅxÜv tä `öüv t cxä áátü 1 QUESTÕES SOBRE TÍTULO DE CRÉDITO TOMO II 1. Como se opera a circulação das letras de câmbio? R.: Após o aceite do sacado, o beneficiário teria de, em tese, aguardar a data do vencimento para receber

Leia mais

T4F ENTRETENIMENTO S.A. COMPANHIA ABERTA CNPJ/MF n / NIRE

T4F ENTRETENIMENTO S.A. COMPANHIA ABERTA CNPJ/MF n / NIRE SP - 9201050v1 T4F ENTRETENIMENTO S.A. COMPANHIA ABERTA CNPJ/MF n 02.860.694/0001-62 NIRE 35.300.184.645 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 11 DE MARÇO DE 2015 I) DATA, HORA E LOCAL:

Leia mais

Filosofia e Direito. Filosofia e Direito

Filosofia e Direito. Filosofia e Direito 2016-2 HORÁRIO DO 1º SEMESTRE 1ª Aula Humanidades em Direito Redação e Linguagem Jurídica Filosofia e Direito Ciência Política e Teoria do Estado Introdução ao Estudo do Direito 2ª Aula Humanidades em

Leia mais

WWW.MFRA.COM.BR. Apresentação

WWW.MFRA.COM.BR. Apresentação WWW.MFRA.COM.BR Apresentação 10 de outubro de 2014 ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA ÍNDICE Conceito e Aplicação: alienação fiduciária em garantia de bens móveis e imóveis Diferença entre Propriedade Fiduciária e Propriedade

Leia mais

FORJAS TAURUS S.A. Companhia Aberta CNPJ n.º / NIRE

FORJAS TAURUS S.A. Companhia Aberta CNPJ n.º / NIRE FORJAS TAURUS S.A. Companhia Aberta CNPJ n.º 92.781.335/0001-02 NIRE 43300007391 ATA DA ASSEMBLEIA GERAL DE DEBENTURISTAS DA TERCEIRA (3ª) EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE

Leia mais

Certificado de Recebíveis Imobiliários - CRI

Certificado de Recebíveis Imobiliários - CRI Certificado de Recebíveis Imobiliários - CRI Diversos veículos podem ser utilizados para securitizar recebíveis imobiliários, entretanto o uso dos Certificados de Recebíveis Imobiliários -CRI- vem caminhando

Leia mais