Manual Educativo de PaciEntEs E FaMiliarEs

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual Educativo de PaciEntEs E FaMiliarEs"

Transcrição

1 Manual Educativo de Pacientes e Familiares 1

2

3 ÍNDICE MANUAL EDUCATIVO DE PACIENTES E FAMILIARES O MANUAL O QUE É CÂNCER? SINAIS DE ALERTA PARA O CÂNCER RECOMENDAÇÕES PARA EVITAR O CÂNCER principais TIPOS DE CÂNCER Câncer de Mama Câncer de Próstata Câncer de Pulmão Câncer de Colo de Útero Câncer de Estômago Câncer de Cólon e Reto Câncer de Boca e Garganta Câncer de Esôfago TRATAMENTOS DO CÂNCER Quimioterapia Radioterapia Cirurgia... 38

4 O MANUAL Neste manual de orientação, você vai encontrar informações importantes sobre o câncer: definição da doença, sinais de alerta, tipos de câncer, formas de prevenção e tratamento. Estamos à sua disposição para tirar qualquer dúvida ou encaminhar suas solicitações. 4

5 1. O QUE É CÂNCER? O câncer é uma doença que ocorre quando células de determinado órgão passam a crescer de forma desordenada e sem controle. Como consequência acontece a formação de uma massa de tecido que chamamos de tumor. Tumores podem ser benignos ou malignos. Os tumores benignos não são considerados câncer. Geralmente podem ser removidos através de uma cirurgia e na maioria das vezes não voltam a crescer. Esses tumores raramente colocam em risco a vida das pessoas. Tumores malignos são considerados câncer. As células desses tumores têm a capacidade de se disseminar para outros locais do organismo. Elas fazem isso se soltando do tumor primário, atingindo outros órgãos através da circulação do sangue, do sistema linfático ou até avançando nos tecidos vizinhos. Ao chegar a outros órgãos essas células geram novos tumores que chamamos de metástases. 5

6 Existem mais de 100 tipos diferentes de câncer. Eles são nomeados de acordo com o órgão de origem do tumor. Cada tipo de câncer apresenta um comportamento particular. Por isso, é muito importante que o diagnóstico e o tratamento de cada paciente seja individualizado, de acordo com as características do seu caso específico. Para o diagnóstico de um câncer é necessária a obtenção de uma biópsia que é a retirada de um pequeno fragmento de tecido para ser examinado no microscópio por um patologista. Após a confirmação do diagnóstico do tipo de câncer são realizados alguns exames num processo que chamamos de estagiamento. Esses exames servem para determinar se o tumor está localizado ou se já disseminou para outros órgãos (isto é, se já gerou metástases). Uma vez definida a extensão do tumor, o médico define junto com o paciente o melhor tratamento para seu caso particular. A comunicação entre o médico e o paciente é muito importante. Existem várias formas de tratamento para os diferentes tipos de câncer. As mais frequentemente utilizadas são: a cirurgia onde se retira o tumor; a radioterapia onde se aplica radiação para matar as células do tumor e a quimioterapia 6

7 onde se aplicam medicações com a intenção de matar as células tumorais. Com frequência essas formas de tratamento são combinadas para o tratamento de alguns tumores. A escolha do melhor tratamento depende do tipo do câncer e da extensão da doença no momento em que ela é detectada. Ao contrário da crença popular, câncer é curável, especialmente quando diagnosticado precocemente. As chances de cura diminuem quando a doença se encontra em fases mais avançadas. Algumas doenças mesmo disseminadas são curáveis pela medicina atual com a quimioterapia. Existem recomendações de exames de rotina para detectar tumores precocemente. É importante que qualquer pessoa, mesmo as que não apresentam sintomas, conheça e realize esses exames de forma rotineira. Também é muito importante que qualquer pessoa com sintomas que possam estar relacionados a um câncer procure atendimento médico o quanto antes, para definir a causa do problema. Muitos progressos têm acontecido no tratamento do câncer. Aliado ao diagnóstico cada vez mais precoce, o uso de novas drogas pode contribuir para uma perspectiva cada vez melhor no tratamento dessa doença. 7

8 8

9 9

10 2. SINAIS DE ALERTA PARA O CÂNCER Se você está preocupado(a) com o câncer, você não deve estar sozinho(a). Procure o seu médico para discutir suas preocupações e qualquer anormalidade que lhe chame a atenção. Mas lembre-se, não existem manifestações que sejam exclusivas do câncer. Vários sintomas ou achados podem estar relacionados a outros problemas. Esta lista de sinais deve ser usada para você detectar algo que pode ser sério. É muito importante que seu médico seja consultado para esclarecer a origem de cada sintoma. Procure seu médico em caso de: Perda de peso sem explicação, especialmente se comendo normalmente; Perda persistente do apetite, especialmente se estiver perdendo peso; Suor ou transpiração abundante, fora do habitual e diferente dos que o cercam; Crescimento de caroços ou nódulos, persistentes, onde não existiam; Ínguas não dolorosas, persistentes; Surgimento ou mudança de tamanho ou cor de sinais de pele; Qualquer tipo de perda de sangue, fezes negras e pastosas; Caroços ou nódulos nos seios das mulheres, secreção pelo bico do seio; Sangramento vaginal em mulheres idosas fora da época menstrual; Dificuldade para engolir ou dor ao engolir; Feridas na boca e garganta que não cicatrizam; Tosse persistente ou alteração do padrão de tosse de fumantes ou escarro 10

11 com sangue. Caso algum desses sinais esteja presente, discuta-o com seu médico para que esse possa orientar uma avaliação cuidadosa. 3. RECOMENDAÇÕES PARA EVITAR O CÂNCER Não fume. Se for fumante, deixe de fumar o mais rápido possível. Não fume próximo a outras pessoas, especialmente crianças. Se ingerir bebidas alcoólicas, faça-o com moderação; Aumente seu consumo diário de frutas e vegetais frescos; Coma frequentemente cereais ricos em fibras; Evite o excesso de peso, aumente sua atividade física e consuma poucos alimentos ricos em gorduras; Evite a exposição excessiva ao sol e as queimaduras solares, especialmente nas crianças. Não deixe de usar protetor solar; Siga com rigor as regras destinadas a evitar a exposição a substâncias conhecidas como causadoras de câncer. Siga as instruções de saúde e segurança, sobretudo no seu local de trabalho, principalmente em relação a substâncias que possam causar câncer; Consulte seu médico se detectar um caroço no corpo, uma ferida que não cicatriza (inclusive na boca), um sinal de pele que muda de forma, tamanho ou cor, ou qualquer perda anormal de sangue; 11

12 12 Procure seu médico se tiver problemas de saúde que não melhoram, como tosse ou rouquidão persistentes, problemas ao urinar, perda de peso sem explicação ou alterações do comportamento do intestino, como diarreia ou prisão de ventre sem explicação; As mulheres devem fazer com regularidade um exame ginecológico e coletar um raspado vaginal (chamado teste de papanicolau), que é o exame preventivo do câncer de colo de útero; As mulheres devem aprender a fazer o autoexame dos seios com regularidade. A partir dos 50 anos é recomendado que seja feita uma mamografia anualmente. Em casos especiais pode ser recomendada uma mamografia anual a partir dos 40 anos; Os homens com mais de 50 anos devem realizar o exame da próstata pelo médico. Se houver algum sintoma urinário esse exame deve ser feito com qualquer idade. O exame de sangue PSA não substitui o exame médico, mas auxilia no diagnóstico precoce do câncer de próstata; Mudanças na regularidade do funcionamento do intestino e da urina, se persistentes, devem ser avaliadas em tempo.

13 4. principais TIPOS DE CÂNCER 4.1. Câncer de Mama O câncer de mama é muito frequente no Brasil. A maior parte dos casos ocorre em mulheres entre 50 e 60 anos. Mulheres com casos de câncer de mama na família têm maior risco de desenvolver a doença. Geralmente a primeira manifestação de um câncer de mama é um nódulo ou caroço no seio, na maioria das vezes, indolor. Outras alterações que devem chamar a atenção da paciente são: saída de secreção ou sangue pelo bico do seio, endurecimento ou alteração na forma da mama. Toda mulher deve procurar o seu médico caso apresente um desses sintomas. Na maior parte das vezes, tais manifestações não correspondem a um câncer, mas é importante a avaliação médica para descartar a doença. A investigação inicial para um caroço no seio é feita com uma mamografia. Algumas mulheres também necessitam fazer uma ecografia da mama. Após isso, pode ser recomendada uma biópsia, que pode ser realizada no consultório com uma agulha e anestesia local. Em alguns casos, é necessária a obtenção de uma biópsia cirúrgica, 13

14 onde se retira um pedaço do nódulo que está sendo investigado. O material obtido é enviado para exame por um patologista que determina o diagnóstico. Após a confirmação de um câncer de mama, são solicitados exames para definir se a doença está localizada ou se já aconteceram metástases (isso é, se já disseminou para outros locais do corpo). Conhecer a extensão da doença é muito importante para definir o melhor tratamento. A cirurgia é o tratamento inicial mais frequentemente utilizado. Em alguns casos pode ser feita a retirada do nódulo com um pouco de tecido mamário em volta, de forma a permitir a conservação da mama. Em outros é necessária a retirada de toda a mama. No momento da cirurgia, também são retirados os gânglios que estão debaixo do braço do mesmo lado em que foi realizada a cirurgia, que devem ser examinados junto com o tecido mamário para determinar se foram comprometidos pelo tumor. Após o tratamento inicial, deverá ser discutido se há necessidade de um tratamento complementar como radioterapia, quimioterapia ou hormonioterapia. Esses tratamentos têm o objetivo de diminuir as chances de a doença voltar a se manifestar, tanto no seu local de origem quanto em qualquer outro órgão. A maioria 14

15 das mulheres tratadas nas fases iniciais da doença são curadas. Uma vez concluído o tratamento inicial, a paciente deverá combinar com o seu médico uma rotina de acompanhamento em intervalos regulares Câncer de Próstata O câncer de próstata é um tumor muito frequente em homens. O risco de desenvolver esse tipo de tumor é maior naquelas pessoas que têm familiares com o mesmo diagnóstico. As manifestações mais comuns de um câncer de próstata são: dificuldade para urinar, alteração do jato da urina, urgência urinária ou frequência urinária aumentada. Esses sintomas também acontecem quando a próstata aumenta de tamanho com a idade, por isso é importante que o médico seja consultado para realizar uma avaliação. Quanto mais precoce o diagnóstico maiores as chances de cura da doença. Todo homem a partir dos 50 anos deve ser examinado anualmente com um toque retal. O exame com ecografia e o exame de sangue conhecido como PSA são complementares ao exame médico. Em caso de alguma alteração, a retirada de fragmentos de próstata deverá ser feita para confirmar o diagnóstico. 15

16 16

17 17

18 Após o diagnóstico de um câncer de próstata é importante que seja definida a extensão da doença com exames adicionais, como tomografia computadorizada e cintilografia óssea. Nos casos de câncer de próstata inicial, os tratamentos existentes são a cirurgia ou a radioterapia. Ambos podem ter efeitos colaterais como: incontinência urinária e impotência ou redução da capacidade sexual. É fundamental que esses problemas potenciais sejam discutidos com o seu médico antes de definir o melhor tratamento para cada caso. O câncer de próstata avançado ou disseminado geralmente compromete os ossos e com frequência causa dor. O tratamento dessa situação baseia-se em terapias hormonais ou radioterapia nos locais comprometidos. Os tumores de próstata dependem do estímulo do hormônio masculino chamado testosterona. A retirada dos testículos, que elimina a produção de testosterona é uma alternativa muito eficaz. Existem outras medicações que podem ser usadas para combater os efeitos da testosterona. O uso dessas medicações compromete a função sexual dos pacientes. O melhor tratamento depende das características 18

19 de cada caso e deverá ser discutido entre o médico e o paciente. Em alguns casos, os pacientes também podem ser tratados com quimioterapia após o tratamento hormonal inicial Câncer de Pulmão O câncer de pulmão é um dos tumores mais frequentes tanto em homens como em mulheres. O cigarro é o fator de risco mais importante. Existem substâncias no tabaco que causam danos diretos nas células do pulmão que com o tempo podem transformar-se em câncer. O risco de câncer aumenta se a pessoa começa a fumar quando jovem, fuma por muitos anos ou fuma em grande quantidade. O abandono do cigarro reduz progressivamente o risco de desenvolver o câncer. Os principais sintomas ou sinais de alerta para o câncer de pulmão são: Rouquidão; Tosse, que não desaparece e piora com o tempo; Dor constante no tórax; Sangue no escarro; Surgimento de falta de ar ou chiado no peito; Pneumonias de repetição; Perda de apetite ou perda de peso; Cansaço persistente. 19

20 20 Esses sintomas podem estar relacionados ao câncer de pulmão ou a outros problemas, e devem ser relatados ao seu médico. Após entrevistar e examinar o paciente, o médico poderá solicitar exames. Os exames iniciais geralmente incluem uma radiografia do tórax e exame do escarro. Para a confirmação do diagnóstico é necessária uma biópsia, que é a retirada de um fragmento do tumor, que deverá ser examinado para definir o diagnóstico. Existem diversos tipos de câncer de pulmão e esse conhecimento é importante na escolha do tratamento. Após a confirmação do diagnóstico, o médico deverá determinar a extensão da doença. Nessa fase, diversos exames serão realizados para determinar se a doença está localizada ou não. A escolha do tratamento depende de diversos fatores que incluem o tipo, tamanho e localização do tumor, e a extensão da doença. Nos casos mais iniciais, o tratamento visa à cura definitiva da doença. Nos casos mais avançados, o tratamento se preocupa principalmente em controlar os sintomas e melhorar a qualidade de vida da pessoa. Se o tumor não puder ser operado, ou se houver extensão da doença para outros órgãos, outras modalidades de tratamento podem

21 ser necessárias. Elas são a quimioterapia e a radioterapia. Em alguns casos, a cirurgia, a radioterapia e a quimioterapia podem ser associadas para obtermos melhores resultados. Muitos progressos têm sido feitos no tratamento do câncer de pulmão. Em especial, drogas mais eficazes foram desenvolvidas nos últimos anos, aumentando a expectativa de vida e melhorando a qualidade de vida das pessoas atingidas por essa doença Câncer de Colo de Útero O câncer de colo uterino é uma doença muito comum em nosso meio. A doença pode atingir a qualquer mulher. Antes do câncer se estabelecer ocorrem alterações que o precedem e podem ser identificadas sendo importantes para o diagnóstico precoce. Quando é feito o diagnóstico numa etapa precoce, o câncer de colo de útero é curável em 100% dos casos. O exame citopatológico ou papanicolau é um teste muito simples que coleta amostras do colo uterino para exame no microscópio. Todas as mulheres devem fazer exame ginecológico e teste preventivo pelo menos a cada 3 anos a partir dos 18 anos de idade. 21

22 22

23 No caso de diagnóstico de câncer de colo uterino, o tratamento e o prognóstico dependem da extensão da doença. O exame ginecológico realizado no consultório do médico é o elemento mais importante dessa avaliação. O câncer de colo de útero pode ser curado na grande maioria dos casos iniciais. A cirurgia, a radioterapia e a quimioterapia são as formas mais comuns de tratamento. A combinação desses tratamentos tem sido empregada com sucesso. Em alguns casos de mulheres jovens com câncer de colo de útero em estágios iniciais, é importante discutir com o médico aspectos de planejamento familiar e o desejo de engravidar posteriormente, o que tem influência na definição do tratamento a ser feito Câncer de Estômago As manifestações iniciais do câncer de estômago são inespecíficas, já que frequentemente podem estar associadas a outras doenças. Indigestão, distensão do estômago após a alimentação, náuseas e vômitos, azia, perda de apetite, presença de sangue nas fezes, perda de peso e dor no estômago podem representar um câncer. Geralmente elas estão relacionadas a outros problemas, mas se forem persistentes é importante que sejam avaliadas por um médico. 23

24 Para a investigação inicial é feita uma radiografia com ingestão de um líquido de contraste, assim como uma endoscopia. Essa permite, em casos de visualização de qualquer anormalidade, a retirada de pequenos fragmentos que serão posteriormente examinados para confirmação da presença ou não do tumor. Uma vez confirmado o diagnóstico de câncer no estômago, a chance de recuperação depende da extensão da doença, que pode estar localizada ou espalhada em outros órgãos. O tratamento inicial do câncer de estômago é cirúrgico, uma operação que remove o estômago ou parte dele junto com o tumor. O tipo de cirurgia dependerá da extensão da doença no momento da operação. Aplicações de radioterapia e quimioterapia após a cirurgia podem ser indicadas em alguns casos com a intenção de prevenir a recorrência da doença. Caso o tumor não possa ser removido pela cirurgia, a aplicação de radioterapia em combinação com quimioterapia poderá resultar em controle da doença e dos sintomas com grande benefício para o paciente. Se o câncer atinge órgãos distantes do estômago ou reaparece após o tratamento inicial, o emprego da quimioterapia pode resultar num controle apropriado dos sintomas da doença. 24

25 4.6. Câncer de Cólon e Reto O câncer do intestino grosso pode acontecer no cólon ou no reto e é muito frequente no nosso meio. O risco de desenvolver esse tipo de câncer é maior em pessoas que têm familiares com o mesmo diagnóstico no passado. Os sintomas mais comuns, que podem indicar a presença de um câncer do intestino grosso são: dor abdominal, mudança do hábito intestinal (isso é, alternância de diarreia e prisão de ventre) e sangramento intestinal. Entretanto, esses sintomas não são específicos e podem estar presentes em muitas outras doenças ou em pessoas sem nenhuma doença. É importante que quando eles aconteçam o médico seja consultado para uma avaliação. O câncer de cólon e reto em geral não produz sinais ou sintomas nas suas fases iniciais, daí a importância de realizar periodicamente exames de detecção precoce. Esses exames incluem: pesquisa de sangue oculto nas fezes, toque retal e o exame endoscópico do intestino grosso chamado de colonoscopia. Durante a consulta, também é importante que seja feito o toque retal, que é o exame de toque do reto, feito pelo médico, para verificar se há alguma anormalidade. 25

26 O tipo de tratamento a ser indicado depende da extensão da doença e das condições gerais de saúde do paciente. Após o diagnóstico inicial, vários testes e exames devem ser realizados para se verificar a extensão e auxiliar o médico na decisão de qual o melhor tratamento. Geralmente utilizamos três tipos de tratamento para o câncer de cólon e reto: a cirurgia, a quimioterapia e a radioterapia. A cirurgia retira a parte do intestino grosso que inclui a área do tumor, e é essencial no tratamento mesmo em casos mais avançados. Após a cirurgia, o paciente deve ser avaliado para definir a necessidade de tratamento complementar com quimioterapia. Esse tratamento complementar é muito eficaz e visa diminuir os riscos de que a doença retorne no futuro. Geralmente, a quimioterapia é feita por um período de 6 meses e é bem tolerada. Quando o tumor se localiza no reto, que é a porção terminal do intestino grosso, o tratamento complementar, caso necessário, pode também incluir a radioterapia. Em algumas situações particulares a quimioterapia e a radioterapia podem ser realizadas antes de uma cirurgia para facilitar o trabalho do cirurgião. 26

27 27

28 4.7. Câncer de Boca e Garganta Os tumores da boca e da garganta se manifestam pelo aparecimento de feridas ou aumento dos gânglios ou ínguas no pescoço. Dor de garganta contínua, dificuldade para engolir, alteração na voz ou dor no ouvido são sintomas que devem ser imediatamente avaliados por um médico. Isso pode permitir um diagnóstico mais precoce da doença. Lesões pré-cancerosas da boca também podem ser identificadas em visitas regulares ao dentista e o seu tratamento muitas vezes pode evitar o desenvolvimento de um câncer. Para confirmar o diagnóstico de câncer o médico deve realizar uma biópsia. O câncer da boca e da garganta podem ser tratados por cirurgia, radioterapia ou quimioterapia. Frequentemente, duas ou três formas de tratamento são combinadas. Isso ajuda a melhorar os resultados do tratamento e às vezes permite preservar os órgãos atingidos. Na maior parte dos casos, quando a lesão é inicial, a cirurgia é considerada como tratamento capaz de curar. A radioterapia é uma alternativa que igualmente resulta em altas taxas de cura em tumores iniciais. Casos mais avançados são geralmente tratados pela combinação de radioterapia e cirurgia. Em algumas 28

29 situações, a adição da quimioterapia também é indicada. Tumores da laringe podem ser tratados com radioterapia e quimioterapia com a intenção de preservar a voz. Depois do tratamento inicial, muitos pacientes necessitam de programas de reabilitação que ajudam na sua recuperação Câncer de Esôfago As manifestações mais frequentes do câncer de esôfago são: dificuldade ou dor para engolir e emagrecimento. Quando esses sinais e sintomas estão presentes o médico deverá iniciar uma investigação com exames que incluem um raio x do esôfago ou uma endoscopia digestiva. Na endoscopia pode-se retirar uma amostra de tecido, que é examinada por um patologista para confirmar o diagnóstico. No câncer de esôfago, a chance de cura depende da extensão da doença e das condições de saúde do paciente, que serão determinados pelo seu médico. A escolha do melhor tratamento deverá ser feita considerando a extensão do câncer e as condições de saúde do paciente. Existem três tipos de tratamento que podem ser utilizados individualmente ou em combinação: a cirurgia, a radioterapia e a quimioterapia. 29

30 Uma atenção muito especial deve ser dada à condição de nutrição do paciente. Para os pacientes com dificuldades para engolir a cirurgia e a radioterapia ajudam a minorar o problema, assim como o uso de uma sonda para alimentação temporária. 5. TRATAMENTOS DO CÂNCER Existem muitos motivos para sermos otimistas com relação ao câncer. Na atualidade o médico tem várias opções na luta contra os diferentes tumores. É sempre importante lembrar que, quanto antes for diagnosticado, maior será a chance de cura para qualquer tumor. Em geral, cirurgia, radioterapia e quimioterapia são as principais formas de tratamento que utilizamos no combate ao câncer. As descrições a seguir procuram esclarecer conceitos básicos relacionados a esses tratamentos. É muito importante que o paciente tenha uma clara noção da natureza de sua doença e das características do seu tratamento, dessa forma poderá colaborar com o médico contribuindo para o melhor resultado. 30

31 5.1. Quimioterapia A quimioterapia é uma forma de tratamento na qual o paciente recebe substâncias químicas que são chamadas de quimioterápicos. Eles podem ser administrados de diferentes formas: alguns são líquidos e são administrados diretamente na veia do paciente, outros são ingeridos pela boca na forma de comprimidos. Uma vez administrados ou ingeridos, a corrente sanguínea distribui a medicação por todo o corpo. A ação e o efeito dos quimioterápicos acontecem em todo o organismo. Dessa forma, esses remédios podem atacar células que tenham se separado do tumor inicial formando metástases em algum outro órgão distante. Existem dezenas de agentes quimioterápicos. A escolha de qual deles deve ser utilizado depende de cada caso. O médico leva em consideração o tipo de tumor, a extensão da doença e as condições de cada paciente para fazer a escolha mais adequada. Cada medicamento tem suas características particulares. Muitas vezes são administrados vários medicamentos em combinação para tratar alguns tumores. Isso faz com que o tratamento seja mais eficaz. 31

32 32

33 33

34 Normalmente, os quimioterápicos são administrados em intervalos que variam de três a quatro semanas. Também existem tratamentos semanais e até mesmo diários. Os quimioterápicos tratam o tumor interferindo com a função das suas células. Mas ao mesmo tempo em que matam as células cancerosas, eles também podem interferir no funcionamento de células normais. Alguns tecidos ou órgãos são mais sensíveis aos efeitos dos quimioterápicos como o tecido que faz o sangue, o tubo digestivo e o couro cabeludo. Os efeitos que resultam da ação dos quimioterápicos nos tecidos normais, dão origem aos chamados efeitos colaterais. Cada droga quimioterápica tem suas características, funciona de uma forma determinada e causa efeitos colaterais também particulares. Os efeitos mais conhecidos são: náuseas e vômitos, queda do cabelo e diminuição das defesas sanguíneas. Esses efeitos secundários são temporários e desaparecem com a recuperação dos tecidos normais o que pode levar de dias a semanas. Antes de iniciar qualquer tipo de tratamento oncológico seu médico deverá explicar as características dos medicamentos que serão administrados, a frequência das administrações ou sessões, quais os efeitos colaterais esperados e o que 34

35 deve ser feito no caso de surgir qualquer problema. Muitos efeitos colaterais podem ser previstos, controlados ou eliminados com medicamentos complementares específicos. A quimioterapia pode ser utilizada em vários momentos durante o tratamento do câncer. Existem situações em que ela é administrada antes de uma cirurgia para diminuir o tamanho do tumor e possibilitar uma cirurgia de menores proporções, preservando determinados órgãos. Com frequência é administrada depois da retirada do tumor com o objetivo de prevenir uma eventual recorrência da doença. Também pode ser usada quando a doença já gerou metástases em outros órgãos. Normalmente, durante o tratamento, o paciente é acompanhado a intervalos regulares antes de cada aplicação. Nesses encontros, o médico avalia como o paciente está respondendo ao tratamento e sua tolerância ao mesmo. Ajustes de dose e de combinações são frequentemente realizados dependendo dessa avaliação. 35

36 5.2. Radioterapia A radioterapia é frequentemente utilizada contra o câncer. Consiste na aplicação de radiação, numa área determinada do corpo, onde está localizado o tumor. Essa radiação ataca as células cancerosas impedindo que se dividam e provocando a morte das mesmas. Ao contrário da quimioterapia, que funciona em todo o organismo, a ação da radioterapia está restrita à área onde ela é aplicada. Existem efeitos colaterais que resultam da irradiação de tecidos normais na vizinhança da área tratada e incluem entre outros: irritação, queimaduras superficiais, inflamação de mucosas e eventualmente diminuição das contagens de células no sangue. Queda de cabelo acontece somente na área que recebe a radioterapia. Esses efeitos colaterais são temporários e em geral são facilmente controlados. A radioterapia é realizada sob a supervisão de um médico especialista na área: o radioterapeuta. Antes de iniciar um tratamento é necessário que a região do corpo que será irradiada seja precisamente demarcada. Essa fase inicial é conhecida com planejamento e é muito importante para o sucesso do tratamento. Uma vez definida com precisão a área 36

37 que será irradiada, a mesma é marcada na pele do paciente para garantir que receba a radiação durante todo o tratamento. A radioterapia é administrada em sessões ou aplicações diárias de segunda a sexta-feira. Essas aplicações duram apenas alguns minutos e são repetidas por algumas semanas. A duração do tratamento depende da dose total que desejamos administrar, isso varia conforme o tipo do tumor. Ocasionalmente, a radioterapia pode ser administrada ao mesmo tempo que a quimioterapia, procurando somar efeitos benéficos e melhorar os resultados do tratamento. Pode também ser combinada com a cirurgia em alguns casos. O regime mais adequado para cada situação deve ser discutido com cada paciente pelo oncologista, o cirurgião e pelo radioterapeuta antes de ser iniciado. A radioterapia é um dos tratamentos mais eficazes de que dispomos para tratar a dor em pacientes que apresentam comprometimento dos ossos pelo seu tumor. Também na radioterapia o paciente é acompanhado em intervalos regulares para que o médico avalie como o paciente está respondendo ao tratamento e sua tolerância ao mesmo. Ajustes são feitos e eventualmente o tratamento pode ser temporariamente interrompido para permitir 37

38 a recuperação de efeitos colaterais. Durante o tratamento não existe nenhum perigo do paciente tornar-se radioativo e transmitir radiação para outras pessoas Cirurgia A cirurgia é a mais antiga forma de tratamento dos tumores e é a principal modalidade de tratamento dos tumores sólidos. Ela consiste em extirpação do tumor benigno ou maligno, tanto como tratamento como para diagnóstico. A principal ideia frente a qualquer câncer é a sua eliminação por completo e a cirurgia sempre tentará remover os tumores para alcançar as melhores chances de cura. O cirurgião oncológico é o especialista preparado para a realização dos procedimentos cirúrgicos oncológicos de diagnóstico e tratamento. Cada vez mais, temos a necessidade de tratar câncer em centros especializados onde o cirurgião esteja preparado para saber qual é o momento em que a cirurgia possa estar atuando. Algumas vezes o tratamento pode iniciar por outras modalidades, como quimioterapia ou radioterapia, para que a cirurgia seja mais fácil e para que se obtenha 38

39 melhores resultados. A integração com os demais profissionais e a experiência de um tratamento realizado por uma equipe multidisciplinar farão toda a diferença na busca pelo melhor resultado. O cirurgião deve ser parte fundamental do tratamento dos tumores, pois o maior impacto no prognóstico dos pacientes com câncer sempre é dado pelo resultado obtido na cirurgia. Muitas vezes a cirurgia é indicada para remoção de partes dos tumores para biópsia ou diminuição na quantidade de tumores para que a quimioterapia e a radioterapia tenham efeito mais adequado. A cirurgia também se destina à colocação de sondas para alimentação diretamente no trato gastrointestinal como jejunostomias e gastrostomias. Com a inclusão de novas tecnologias pode-se realizar procedimentos minimamente invasivos por videolaparoscopia e videotoracoscopia. A cirurgia videolaparoscópica vem sendo cada vez mais utilizada no diagnóstico e tratamento de tumores. Os resultados oncológicos das cirurgias realizadas por vídeo têm se mostrado semelhantes ou até superiores aos convencionais. Vale ressaltar que esses resultados 39

Câncer de Pulmão. Prof. Dr. Luis Carlos Losso Medicina Torácica Cremesp 18.186

Câncer de Pulmão. Prof. Dr. Luis Carlos Losso Medicina Torácica Cremesp 18.186 Câncer de Pulmão Todos os tipos de câncer podem se desenvolver em nossas células, as unidades básicas da vida. E para entender o câncer, precisamos saber como as células normais tornam-se cancerosas. O

Leia mais

Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS:

Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS: Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS: As mamas (ou seios) são glândulas e sua função principal é a produção de leite. Elas são compostas de lobos que se dividem em porções menores, os lóbulos, e ductos, que

Leia mais

PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO

PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO SENADO FEDERAL PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Previna o câncer do colo do útero apresentação O câncer do colo do útero continua matando muitas mulheres. Especialmente no Brasil,

Leia mais

é a vez dos homens câncer.

é a vez dos homens câncer. Agora é a vez dos homens falarem sobre câncer. Agora é a vez dos homens falarem sobre câncer Uma publicação do SIEMACO Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Prestação de Serviços de Asseio e Conservação

Leia mais

Cancro da Mama. Estrutura normal das mamas. O que é o Cancro da Mama

Cancro da Mama. Estrutura normal das mamas. O que é o Cancro da Mama Cancro da Mama O Cancro da Mama é um tumor maligno que se desenvolve nas células do tecido mamário. Um tumor maligno consiste num grupo de células alteradas (neoplásicas) que pode invadir os tecidos vizinhos

Leia mais

Diagnóstico do câncer

Diagnóstico do câncer UNESC FACULDADES ENFERMAGEM - ONCOLOGIA FLÁVIA NUNES Diagnóstico do câncer Evidenciado: Investigação diagnóstica por suspeita de câncer e as intervenções de enfermagem no cuidado ao cliente _ investigação

Leia mais

CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO

CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO OS TIPOS DE CANCER DE MAMA O câncer de mama ocorre quando as células deste órgão passam a se dividir e se reproduzir muito rápido e de forma

Leia mais

O Câncer de Próstata. O que é a Próstata

O Câncer de Próstata. O que é a Próstata O Câncer de Próstata O câncer de próstata é o segundo tumor mais comum no sexo masculino, acometendo um em cada seis homens. Se descoberto no início, as chances de cura são de 95%. O que é a Próstata A

Leia mais

Câncer de Próstata. Fernando Magioni Enfermeiro do Trabalho

Câncer de Próstata. Fernando Magioni Enfermeiro do Trabalho Câncer de Próstata Fernando Magioni Enfermeiro do Trabalho O que é próstata? A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. Ela é um órgão muito pequeno, tem

Leia mais

CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO

CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE COLO DE UTERO O câncer de colo uterino é o câncer mais comum entre as mulheres no Brasil, correspondendo a, aproximadamente,

Leia mais

Principais formas de cancro na idade adulta

Principais formas de cancro na idade adulta Rastreio do cancro na idade adulta Principais formas de cancro na idade adulta Cancro do colo do útero Cancro da mama Cancro do cólon Cancro testicular Cancro da próstata SINAIS DE ALERTA O aparecimento

Leia mais

Componente Curricular: Patologia e Profilaxia Módulo I Profª Mônica I. Wingert Turma 101E TUMORES

Componente Curricular: Patologia e Profilaxia Módulo I Profª Mônica I. Wingert Turma 101E TUMORES TUMORES Tumores, também chamados de neoplasmas, ou neoplasias, são alterações celulares que provocam o aumento anormal dos tecidos corporais envolvidos. BENIGNO: são considerados benignos quando são bem

Leia mais

TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS CIRURGIA QUIMIOTERAPIA SISTÊMICA

TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS CIRURGIA QUIMIOTERAPIA SISTÊMICA TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS Prof a Dra. Nise H. Yamaguchi Prof a Dra Enf a Lucia Marta Giunta da Silva Profª. Dra. Enf a Maria Tereza C. Laganá A abordagem moderna do tratamento oncológico busca mobilizar

Leia mais

Arimide. Informações para pacientes com câncer de mama. Anastrozol

Arimide. Informações para pacientes com câncer de mama. Anastrozol Informações para pacientes com câncer de mama. AstraZeneca do Brasil Ltda. Rod. Raposo Tavares, km 26,9 CEP 06707-000 Cotia SP ACCESS net/sac 0800 14 55 78 www.astrazeneca.com.br AXL.02.M.314(1612991)

Leia mais

UNILAB no Outubro Rosa Essa luta também é nossa. CUIDAR DA SAÚDE É UM GESTO DE AMOR À VIDA. cosbem COORDENAÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR www.unilab.edu.

UNILAB no Outubro Rosa Essa luta também é nossa. CUIDAR DA SAÚDE É UM GESTO DE AMOR À VIDA. cosbem COORDENAÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR www.unilab.edu. UNILAB no Outubro Rosa Essa luta também é nossa. CUIDAR DA SAÚDE É UM GESTO DE AMOR À VIDA. cosbem COORDENAÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR www.unilab.edu.br CUIDAR DA SUA SAÚDE É UM GESTO DE AMOR À VIDA. As mamas

Leia mais

DIAGNÓSTICO MÉDICO DADOS EPIDEMIOLÓGICOS FATORES DE RISCO FATORES DE RISCO 01/05/2015

DIAGNÓSTICO MÉDICO DADOS EPIDEMIOLÓGICOS FATORES DE RISCO FATORES DE RISCO 01/05/2015 01/05/2015 CÂNCER UTERINO É o câncer que se forma no colo do útero. Nessa parte, há células que podem CÂNCER CERVICAL se modificar produzindo um câncer. Em geral, é um câncer de crescimento lento, e pode

Leia mais

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva 2014 Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva/ Ministério da Saúde. Esta

Leia mais

O que é câncer de mama?

O que é câncer de mama? Câncer de Mama O que é câncer de mama? O câncer de mama é a doença em que as células normais da mama começam a se modificar, multiplicando-se sem controle e deixando de morrer, formando uma massa de células

Leia mais

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva 2014 Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva/ Ministério da Saúde. Esta

Leia mais

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva Cartilha_Outubro Rosa_Mitos_26-09-2014.indd 1 08/10/2014 14:24:37 2014 Instituto Nacional

Leia mais

Saúde da Próstata. XXX Ciclo de Debate Município Saudável Envelhecimento Ativo. Claudio B. Murta

Saúde da Próstata. XXX Ciclo de Debate Município Saudável Envelhecimento Ativo. Claudio B. Murta Divisão de Clínica Urológica Saúde da Próstata XXX Ciclo de Debate Município Saudável Envelhecimento Ativo Claudio B. Murta Médico Urologista Coordenador do Centro de Referência do Homem Hospital de Transplantes

Leia mais

Descobrindo o valor da

Descobrindo o valor da Descobrindo o valor da Ocâncer de mama, segundo em maior ocorrência no mundo, é um tumor maligno que se desenvolve devido a alterações genéticas nas células mamárias, que sofrem um crescimento anormal.

Leia mais

CPMG- SGT NADER ALVES DOS SANTOS CÂNCER DE PRÓSTATA PROF.WEBER

CPMG- SGT NADER ALVES DOS SANTOS CÂNCER DE PRÓSTATA PROF.WEBER CPMG- SGT NADER ALVES DOS SANTOS CÂNCER DE PRÓSTATA PROF.WEBER Próstata Sobre o Câncer Sintomas Diagnóstico e exame Tratamento Recomendações O QUE É A PRÓSTATA? A próstata é uma glândula que tem o tamanho

Leia mais

O que é câncer de estômago?

O que é câncer de estômago? Câncer de Estômago O que é câncer de estômago? O câncer de estômago, também denominado câncer gástrico, pode ter início em qualquer parte do estômago e se disseminar para os linfonodos da região e outras

Leia mais

Apesar de ser um tumor maligno, é uma doença curável se descoberta a tempo, o que nem sempre é possível, pois o medo do diagnóstico é muito grande,

Apesar de ser um tumor maligno, é uma doença curável se descoberta a tempo, o que nem sempre é possível, pois o medo do diagnóstico é muito grande, Cancêr de Mama: É a causa mais frequente de morte por câncer na mulher, embora existam meios de detecção precoce que apresentam boa eficiência (exame clínico e auto-exame, mamografia e ultrassonografia).

Leia mais

Qual é a função dos pulmões?

Qual é a função dos pulmões? Câncer de Pulmão Qual é a função dos pulmões? Os pulmões são constituídos por cinco lobos, três no pulmão direito e dois no esquerdo. Quando a pessoa inala o ar, os pulmões absorvem o oxigênio, que é levado

Leia mais

Câncer de Tireóide. O segredo da cura é a eterna vigilância

Câncer de Tireóide. O segredo da cura é a eterna vigilância Câncer de Tireóide Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira O câncer de tireóide é um tumor maligno de crescimento localizado dentro da glândula

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PARA O TRABALHO EM SAÚDE PET / SVS MS NOVEMBRO AZUL

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PARA O TRABALHO EM SAÚDE PET / SVS MS NOVEMBRO AZUL Universidade Federal do Acre Centro de Ciências da Saúde e do Desporto PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PARA O TRABALHO EM SAÚDE PET / SVS MS PROF. DR. CRESO MACHADO LOPES Tutor NOVEMBRO AZUL CAMPANHA DE

Leia mais

Porque se cuidar é coisa de homem. Saúde do homem

Porque se cuidar é coisa de homem. Saúde do homem Porque se cuidar é coisa de homem. Saúde do homem SAÚDE DO HOMEM Por preconceito, muitos homens ainda resistem em procurar orientação médica ou submeter-se a exames preventivos, principalmente os de

Leia mais

DOENÇAS DA PRÓSTATA. Prof. João Batista de Cerqueira Adjunto DSAU - UEFS

DOENÇAS DA PRÓSTATA. Prof. João Batista de Cerqueira Adjunto DSAU - UEFS DOENÇAS DA PRÓSTATA Prof. João Batista de Cerqueira Adjunto DSAU - UEFS O QUE É A PRÓSTATA? A próstata é uma glândula que tem o tamanho de uma noz, e se localiza abaixo da bexiga, envolvendo a uretra masculina.

Leia mais

Entenda o que é o câncer de mama e os métodos de prevenção. Fonte: Instituto Nacional de Câncer (Inca)

Entenda o que é o câncer de mama e os métodos de prevenção. Fonte: Instituto Nacional de Câncer (Inca) Entenda o que é o câncer de mama e os métodos de prevenção Fonte: Instituto Nacional de Câncer (Inca) O que é? É o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não

Leia mais

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE Este relatório é uma versão resumida do relatório técnico

Leia mais

Informações ao Paciente

Informações ao Paciente Informações ao Paciente Introdução 2 Você foi diagnosticado com melanoma avançado e lhe foi prescrito ipilimumabe. Este livreto lhe fornecerá informações acerca deste medicamento, o motivo pelo qual ele

Leia mais

III EGEPUB/COPPE/UFRJ

III EGEPUB/COPPE/UFRJ Luiz Otávio Zahar III EGEPUB/COPPE/UFRJ 27/11/2014 O que é a próstata? A próstata é uma glândula pequena que fica abaixo da bexiga e envolve o tubo (chamado uretra) pelo qual passam a urina e o sêmen.

Leia mais

OUTUBRO ROSA UMA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DA SOFIS TECNOLOGIA

OUTUBRO ROSA UMA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DA SOFIS TECNOLOGIA C A R T I L H A OUTUBRO ROSA UMA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DA SOFIS TECNOLOGIA OOUTUBRO ROSA é um movimento mundial pela prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. Com suas ações especialmente

Leia mais

Arquivo criado por RH VIDA. Entendendo ser importante, solicitamos e conseguimos autorização para sua divulgação.

Arquivo criado por RH VIDA. Entendendo ser importante, solicitamos e conseguimos autorização para sua divulgação. Arquivo criado por RH VIDA. Entendendo ser importante, solicitamos e conseguimos autorização para sua divulgação. Academia Snooker Clube Sorocaba - SP Paulo Dirceu Dias www.snookerclube.com.br paulodias@pdias.com.br

Leia mais

Pâncreas. Pancreatite aguda. Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes.

Pâncreas. Pancreatite aguda. Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes. Pâncreas Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes. Pancreatite aguda Pancreatite crônica Cistos pancreáticos Câncer de Pancrêas Pancreatite aguda O pâncreas é um órgão com duas funções básicas:

Leia mais

Câncer. Como se Prevenir e Ter uma Vida Saudável. Pele Colo de Útero Próstata Boca Mama

Câncer. Como se Prevenir e Ter uma Vida Saudável. Pele Colo de Útero Próstata Boca Mama Câncer Como se Prevenir e Ter uma Vida Saudável Pele Colo de Útero Próstata Boca Mama A prevenção e a única maneira fácil, segura e acessível de combater ao câncer Apoio: Liga Bahiana Contra o Câncer -

Leia mais

Vamos falar sobre câncer?

Vamos falar sobre câncer? Vamos falar sobre câncer? O SIEMACO sempre está ao lado dos trabalhadores, seja na luta por melhores condições de trabalho, lazer e educação ou na manutenção da saúde, visando a promoção e ascensão social.

Leia mais

Meus amigos... A saúde tem pressa! da sua amiga, Flávia Morais

Meus amigos... A saúde tem pressa! da sua amiga, Flávia Morais 4ª Edição Meus amigos... Quando surgiu a ideia de criar o programa Saúde em Movimento, em parceria com o Lions Club e a LBV, acreditávamos que conseguiríamos reduzir em parte a distância que separa as

Leia mais

O que é o câncer de mama?

O que é o câncer de mama? O que é o câncer de mama? As células do corpo normalmente se dividem de forma controlada. Novas células são formadas para substituir células velhas ou que sofreram danos. No entanto, às vezes, quando células

Leia mais

DOENÇAS DA PRÓSTATA. P/ Edison Flávio Martins

DOENÇAS DA PRÓSTATA. P/ Edison Flávio Martins DOENÇAS DA PRÓSTATA P/ Edison Flávio Martins PRÓSTATA NORMAL Peso: 15 a 20 gr Localização: Abaixo da bexiga Atravessada pela uretra Função: Reprodutiva DOENÇAS DA PRÓSTATA Infecção: Prostatite aguda e

Leia mais

A RADIOTERAPIA NA CURA DE CÂNCERES

A RADIOTERAPIA NA CURA DE CÂNCERES A RADIOTERAPIA NA CURA DE CÂNCERES INTRODUÇÃO Elder Alves Moreira dos Santos UNESC* Julho César Soares da Silva UNESC** Karinn de Araújo Soares UNESC*** Ronald Gerard Silva - UNESC **** A radioterapia

Leia mais

Cancro Gástrico. Prevenção, Diagnóstico e Tratamento. Cancro Digestivo. 30 de Setembro 2006. Organização. Sponsor. Apoio.

Cancro Gástrico. Prevenção, Diagnóstico e Tratamento. Cancro Digestivo. 30 de Setembro 2006. Organização. Sponsor. Apoio. Organização Sponsor Cancro Gástrico Prevenção, Diagnóstico e Tratamento Apoio Secretariado Central Park R. Alexandre Herculano, Edf. 1-4º C 2795-240 Linda-a-Velha Telefones: 21 430 77 40/1/2/3/4 Fax: 21

Leia mais

Reabilitação Pós câncer de mama Assistência às mulheres mastectomizadas

Reabilitação Pós câncer de mama Assistência às mulheres mastectomizadas Reabilitação Pós câncer de mama Assistência às mulheres mastectomizadas Profª Drª Fabiana Flores Sperandio O que é câncer de mama? É uma doença que surge quando células da mama sofrem uma mutação e se

Leia mais

O que é Câncer? Estágio de Iniciação

O que é Câncer? Estágio de Iniciação O que é Câncer? O câncer é definido como um tumor maligno, mas não é uma doença única e sim um conjunto de mais de 200 patologias, caracterizado pelo crescimento descontrolado de células anormais (malignas)

Leia mais

PATOLOGIAS DA PRÓSTATA. Prostata

PATOLOGIAS DA PRÓSTATA. Prostata AULA PREPARADA POR: PATOLOGIAS DA PRÓSTATA Prostata A próstata é um órgão interno que só o homem possui; tem a forma de uma maçã muito pequena, e fica logo abaixo da bexiga. ANATOMIA Tem o tamanho aproximado

Leia mais

Prótese de silicone tem prazo de validade; veja respostas sobre implante

Prótese de silicone tem prazo de validade; veja respostas sobre implante Página 1 de 6 22/10/2009-11h42 Prótese de silicone tem prazo de validade; veja respostas sobre implante GABRIELA CUPANI da Folha de S.Paulo Nenhuma prótese de mama dura para sempre. Embora os especialistas

Leia mais

CAPÍTULO 2 CÂNCER DE MAMA: AVALIAÇÃO INICIAL E ACOMPANHAMENTO. Ana Flavia Damasceno Luiz Gonzaga Porto. Introdução

CAPÍTULO 2 CÂNCER DE MAMA: AVALIAÇÃO INICIAL E ACOMPANHAMENTO. Ana Flavia Damasceno Luiz Gonzaga Porto. Introdução CAPÍTULO 2 CÂNCER DE MAMA: AVALIAÇÃO INICIAL E ACOMPANHAMENTO Ana Flavia Damasceno Luiz Gonzaga Porto Introdução É realizada a avaliação de um grupo de pacientes com relação a sua doença. E através dele

Leia mais

E R R E C B N Â C SOR FALAS O VAM

E R R E C B N Â C SOR FALAS O VAM VAMOS FALAR SOBRE CÂNCER Câncer O que é? O câncer tem como principal característica o crescimento desordenado das células do corpo. O que diferencia os tipos de câncer, entre maligno e benigno, é a velocidade

Leia mais

PREVENÇÃO DE DOENÇAS

PREVENÇÃO DE DOENÇAS Page 1 of 7 PREVENÇÃO DE DOENÇAS (Adaptação baseada nas condutas propostas pela Academia Norte-Americana de Médicos de Família/Clínica Mayo, USA) O que a medicina atual preconiza em termos de prevenção

Leia mais

Nutrição & cuidados no tratamento do câncer. Valéria Bordin Nutricionista CRN3-4336

Nutrição & cuidados no tratamento do câncer. Valéria Bordin Nutricionista CRN3-4336 04/10/2014 Nutrição & cuidados no tratamento do câncer Valéria Bordin Nutricionista CRN3-4336 Nutrição & cuidados no tratamento do câncer O Câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que

Leia mais

Você sabe os fatores que interferem na sua saúde?

Você sabe os fatores que interferem na sua saúde? DICAS DE SAÚDE 2 Promova a sua saúde. Você sabe os fatores que interferem na sua saúde? Veja o gráfico : 53% ao estilo de vida 17% a fatores hereditários 20% a condições ambientais 10% à assistência médica

Leia mais

MEDICINA PREVENTIVA SAÚDE DO HOMEM

MEDICINA PREVENTIVA SAÚDE DO HOMEM MEDICINA PREVENTIVA SAÚDE DO HOMEM SAÚDE DO HOMEM Por preconceito, muitos homens ainda resistem em procurar orientação médica ou submeter-se a exames preventivos, principalmente os de revenção do câncer

Leia mais

O QUE É? O TUMOR DE WILMS

O QUE É? O TUMOR DE WILMS O QUE É? O TUMOR DE WILMS Rim O TUMOR DE WILMS O QUE SIGNIFICA ESTADIO? O QUE É O TUMOR DE WILMS? O tumor de Wilms é o tipo de tumor renal mais frequente na criança. Desenvolve-se quando células imaturas

Leia mais

www.rhvida.com.br Copyright RHVIDA S/C Ltda.

www.rhvida.com.br Copyright RHVIDA S/C Ltda. A próstata é uma glândula que só existe no homem. Tem como função produzir substâncias que vão ajudar a tornar o sêmen mais fluido, facilitando a viagem dos espermatozóides. Quando nos alimentamos, o que

Leia mais

Prof.: Luiz Fernando Alves de Castro

Prof.: Luiz Fernando Alves de Castro Prof.: Luiz Fernando Alves de Castro Dia Nacional de Combate ao Câncer O Dia 27 de Novembro, Dia Nacional de Combate ao Câncer, é uma data que deve ser lembrada não para comemorarmos e, sim, para alertarmos

Leia mais

Tratamento do câncer no SUS

Tratamento do câncer no SUS 94 Tratamento do câncer no SUS A abordagem integrada das modalidades terapêuticas aumenta a possibilidade de cura e a de preservação dos órgãos. O passo fundamental para o tratamento adequado do câncer

Leia mais

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Orientação para pacientes com Doença do Refluxo Gastroesofágico. O Que é Doença do Refluxo? Nas pessoas normais, o conteúdo do estômago (comida ou acido clorídrico)

Leia mais

GUIA DO PACIENTE DE QUIMIOTERAPIA

GUIA DO PACIENTE DE QUIMIOTERAPIA GUIA DO PACIENTE DE QUIMIOTERAPIA Você está iniciando o seu tratamento e acompanhamento conosco. Com o objetivo de esclarecer algumas dúvidas, elaboramos este guia com as informações sobre a rotina de

Leia mais

NOVEMBRO. NAO SE ESCONDA ATRaS DOS SEUS PRECONCEITOS CUIDAR DA SAUDE TAMBEM e COISA DE HOMEM

NOVEMBRO. NAO SE ESCONDA ATRaS DOS SEUS PRECONCEITOS CUIDAR DA SAUDE TAMBEM e COISA DE HOMEM NOVEMBRO AZUL NAO SE ESCONDA ATRaS DOS SEUS PRECONCEITOS CUIDAR DA SAUDE TAMBEM e COISA DE HOMEM O movimento internacional, conhecido como Novembro Azul, é comemorado em todo o mundo, quando teve início

Leia mais

podem desenvolver-se até atingirem um tamanho considerável antes dos sintomas se manifestarem. Por outro lado, em outras partes do cérebro, mesmo um

podem desenvolver-se até atingirem um tamanho considerável antes dos sintomas se manifestarem. Por outro lado, em outras partes do cérebro, mesmo um Um tumor é uma massa anormal em qualquer parte do corpo. Ainda que tecnicamente ele possa ser um foco de infecção (um abcesso) ou de inflamação; o termo habitualmente significa um novo crescimento anormal

Leia mais

Oi, pai! Nós, da RHVIDA, queremos congratular você pelo seu dia. www.rhvida.com.br. Copyright RHVIDA S/C Ltda.

Oi, pai! Nós, da RHVIDA, queremos congratular você pelo seu dia. www.rhvida.com.br. Copyright RHVIDA S/C Ltda. Oi, pai! Nós, da RHVIDA, queremos congratular você pelo seu dia. Se você não é pai com certeza é filho, e então vamos parabenizar você e seu pai. Você sabe que existem muitas coisas a fazer pelo seu filho.

Leia mais

EXAMES MÉDICOS / ESPECIAL SAÚDE

EXAMES MÉDICOS / ESPECIAL SAÚDE EXAMES MÉDICOS / ESPECIAL SAÚDE Tomografia Axial Computorizada A Tomografia Axial Computorizada (TAC) define com nitidez os contornos dos órgãos, a sua densidade e a sua vascularização. Permite o diagnóstico

Leia mais

atitudeé prevenir-se Moradores da Mooca:

atitudeé prevenir-se Moradores da Mooca: atitudeé prevenir-se Moradores da Mooca: Nós temos atitude, e você? O Câncer do Intestino pode ser prevenido com um teste simples e indolor que pode ser realizado em sua casa. O teste é GRATUITO oferecido

Leia mais

Viva Bem! Cuide da Sua Saúde!

Viva Bem! Cuide da Sua Saúde! Viva Bem! Cuide da Sua Saúde! O Serviço Social da Construção Alimentação Saudável Quanto mais colorida for a sua alimentação, maior a presença de nutrientes no seu corpo e melhor será a sua saúde. 50%

Leia mais

Câncer é possível prevenir

Câncer é possível prevenir Câncer é possível prevenir O que é câncer? mitos e verdades Prevenção O que é? O câncer é um conjunto de mais de 100 doenças que tem como principal característica o crescimento desordenado das células

Leia mais

Informativo Mensal da Faculdade de Medicina do ABC Ano I - Nº 5 - novembro de 2015

Informativo Mensal da Faculdade de Medicina do ABC Ano I - Nº 5 - novembro de 2015 Informativo Mensal da Faculdade de Medicina do ABC Ano I - Nº 5 - novembro de 2015 O mês de novembro é azul! E por essa razão, a Revista MedABC preparou capa especial, que tem por objetivo chamar a atenção

Leia mais

DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis. Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani.

DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis. Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani. DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani. O que são DSTS? São as doenças sexualmente transmissíveis (DST), são transmitidas, principalmente, por contato

Leia mais

OUTUBRO. um mes PARA RELEMBRAR A IMPORTANCIA DA. prevencao. COMPARTILHE ESSA IDEIA.

OUTUBRO. um mes PARA RELEMBRAR A IMPORTANCIA DA. prevencao. COMPARTILHE ESSA IDEIA. OUTUBRO ROSA ^ um mes PARA RELEMBRAR A IMPORTANCIA DA ~ prevencao. COMPARTILHE ESSA IDEIA. ~ ^ O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete

Leia mais

Rastreio Cancro Colo-rectal

Rastreio Cancro Colo-rectal O que é o cancro colo-rectal? O cancro colo-rectal é um tumor maligno que se localiza no cólon (também conhecido por intestino grosso) ou no recto. Mata 9 a 10 pessoas por dia em Portugal Cólon e Recto

Leia mais

DIA MUNDIAL DO CÂNCER 08 DE ABRIL

DIA MUNDIAL DO CÂNCER 08 DE ABRIL DIA MUNDIAL DO CÂNCER 08 DE ABRIL Enviado por LINK COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL 04-Abr-2016 PQN - O Portal da Comunicação LINK COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL - 04/04/2016 Que tal aproveitar o Dia Mundial do Câncer

Leia mais

Conhecer COLECÇÃO APRENDER. sobre o cancro. volume 1

Conhecer COLECÇÃO APRENDER. sobre o cancro. volume 1 COLECÇÃO Conhecer para Vencer APRENDER sobre o cancro volume 1 AGRADECIMENTOS Agradecemos aos elementos da Direcção da Sociedade Portuguesa de Oncologia pela dedicação prestada na realização deste manual

Leia mais

PREVINA O CÂNCER DE PRÓSTATA

PREVINA O CÂNCER DE PRÓSTATA SENADO FEDERAL PREVINA O CÂNCER DE PRÓSTATA SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Previna o câncer de próstata apresentação O câncer de próstata tem sido um dos mais frequentes a ser diagnosticado no sexo masculino.

Leia mais

CÂNCER DE MAMA. O controle das mamas de seis em seis meses, com exames clínicos, é também muito importante.

CÂNCER DE MAMA. O controle das mamas de seis em seis meses, com exames clínicos, é também muito importante. CÂNCER DE MAMA Dr. José Bél Mastologista/Ginecologista - CRM 1558 Associação Médico Espírita de Santa Catarina AME/SC QUANDO PEDIR EXAMES DE PREVENÇÃO Anualmente, a mulher, após ter atingindo os 35 ou

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO:

INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO: INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO: 1) Esta prova é composta por 20 (vinte) questões de múltipla escolha, cada uma valendo 0,5 (meio) ponto. 2) Cada questão apresenta apenas uma resposta correta. Questões rasuradas

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO:

INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO: INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO: 1) Esta prova é composta por 20 (vinte) questões de múltipla escolha, cada uma valendo 0,5 (meio) ponto. 2) Cada questão apresenta apenas uma resposta correta. Questões rasuradas

Leia mais

Tipos de Câncer. Saber identifi car sinais é essencial.

Tipos de Câncer. Saber identifi car sinais é essencial. Tipos de Câncer Saber identifi car sinais é essencial. O QUE É CÂNCER É uma doença cuja característica principal é o crescimento acelerado e desordenado das células, as quais têm grande potencial para

Leia mais

Células-tronco podem ser futuro para salvar pacientes que necessitam de reconstrução óssea

Células-tronco podem ser futuro para salvar pacientes que necessitam de reconstrução óssea Ano V Edição nº 45 Dezembro de 2015 AVANÇOS Células-tronco podem ser futuro para salvar pacientes que necessitam de reconstrução óssea Estudo de brasileira já apresenta bons resultados para tratar lábio

Leia mais

Azul. Novembro. cosbem. Mergulhe nessa onda! A cor da coragem é azul. Mês de Conscientização, Preveção e Combate ao Câncer De Próstata.

Azul. Novembro. cosbem. Mergulhe nessa onda! A cor da coragem é azul. Mês de Conscientização, Preveção e Combate ao Câncer De Próstata. cosbem COORDENAÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR Novembro Azul Mês de Conscientização, Preveção e Combate ao Câncer De Próstata. Mergulhe nessa onda! A cor da coragem é azul. NOVEMBRO AZUL Mês de Conscientização,

Leia mais

DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS Doenças Sexualmente Transmissíveis são aquelas que são mais comumente transmitidas através da relação sexual. PRINCIPAIS DOENÇAS SEXUALMENTE

Leia mais

Respire aliviado! Tuberculose tem cura

Respire aliviado! Tuberculose tem cura Respire aliviado! Tuberculose tem cura O que é tuberculose? A tuberculose é uma doença infecciosa causada por um micróbio visível apenas ao microscópio, chamado Bacilo de Koch (Mycobacterium tuberculosis).

Leia mais

-Os Papiloma Vírus Humanos (HPV) são vírus da família Papovaviridae.

-Os Papiloma Vírus Humanos (HPV) são vírus da família Papovaviridae. -Os Papiloma Vírus Humanos (HPV) são vírus da família Papovaviridae. -Chamado de HPV, aparece na forma de doenças como condiloma acuminado, verruga genital ou crista de galo. -Há mais de 200 subtipos do

Leia mais

Tuberculose, o que é?

Tuberculose, o que é? Tuberculose, o que é? P Á T R I A E D U C A D O R A O que é tuberculose? A tuberculose é uma doença infecciosa causada por um micróbio visível apenas ao microscópio chamado bacilo de Koch. Uma doença causada

Leia mais

CÂnCER DE EnDOMéTRIO. Estados anovulatórios (ex: Síndrome dos ovários policísticos) Hiperadrenocortisolismo

CÂnCER DE EnDOMéTRIO. Estados anovulatórios (ex: Síndrome dos ovários policísticos) Hiperadrenocortisolismo CAPÍTULO 3 CÂnCER DE EnDOMéTRIO O Câncer de endométrio, nos Estados Unidos, é o câncer pélvico feminino mais comum. No Brasil, o câncer de corpo de útero perde em número de casos apenas para o câncer de

Leia mais

Doutor, é câncer? DoutorECancer_5a.prova.indd 7 14/4/2010 10:18:01

Doutor, é câncer? DoutorECancer_5a.prova.indd 7 14/4/2010 10:18:01 1 Doutor, é câncer? A história de Marília Doutor, é câncer? Dez dias antes desta pergunta, Marília percebeu um caroço no seio esquerdo. Além do medo terrível do que poderia ser, sentiu na mesma hora um

Leia mais

O GUIA COMPLETO TIRE TODAS SUAS DÚVIDAS SOBRE ANDROPAUSA

O GUIA COMPLETO TIRE TODAS SUAS DÚVIDAS SOBRE ANDROPAUSA O GUIA COMPLETO TIRE TODAS SUAS DÚVIDAS SOBRE ANDROPAUSA O QUE É ANDROPAUSA? Problemas hormonais surgidos em função da idade avançada não são exclusivos das mulheres. Embora a menopausa seja um termo conhecido

Leia mais

AJUSTE DO MODELO DE COX A DADOS DE CÂNCER DE MAMA

AJUSTE DO MODELO DE COX A DADOS DE CÂNCER DE MAMA AJUSTE DO MODELO DE COX A DADOS DE CÂNCER DE MAMA Luciene Resende Gonçalves 1, Verônica kataoka 2, Mário Javier Ferrua Vivanco 3, Thelma Sáfadi 4 INTRODUÇÃO O câncer de mama é o tipo de câncer que se manifesta

Leia mais

Doença do Refluxo Gastroesofágico o que significa?

Doença do Refluxo Gastroesofágico o que significa? Hérnia de Hiato e Refluxo Gastroesofágico. Atualmente cresce o número de pessoas que estão apresentando sintomas relativas ao aparelho digestivo, como má digestão ou sensação de queimação no estômago entre

Leia mais

Centro Médico. Plínio de Mattos Pessoa

Centro Médico. Plínio de Mattos Pessoa Centro Médico O seu médico recomendou uma cirurgia para tratar doença do refluxo gastroesofágico. Mas o que isso realmente significa? Seu diafragma é um músculo que separa o tórax de seu abdômen e o ajuda

Leia mais

Câncer. Claudia witzel

Câncer. Claudia witzel Câncer Claudia witzel Célula Tecido O que é câncer? Agente cancerígeno Órgão Célula cancerosa Tecido infiltrado Ozana de Campos 3 ESTÁGIOS de evolução da célula até chegar ao tumor 1 Célula 2 Tecido alterado

Leia mais

EXPOSIÇÃO. Cancro: Conhecê-lo é curá-lo! 4 a 15 de Fevereiro de 2009. Exposição elaborada pela Unidade de Oncologia, em colaboração com os Serviços de

EXPOSIÇÃO. Cancro: Conhecê-lo é curá-lo! 4 a 15 de Fevereiro de 2009. Exposição elaborada pela Unidade de Oncologia, em colaboração com os Serviços de D O R O S Á R I O, E. P.E. EXPOSIÇÃO Cancro: Conhecê-lo é curá-lo! 4 a 15 de Fevereiro de 2009 Exposição elaborada pela Unidade de Oncologia, em colaboração com os Serviços de Radioterapia, Pneumologia,

Leia mais

EFEITOS COLATERAIS NA RADIOTERAPIA

EFEITOS COLATERAIS NA RADIOTERAPIA EFEITOS COLATERAIS NA RADIOTERAPIA ANA PAULA DOS SANTOS OLIVEIRA Discente do Curso de Radiologia das Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS MARCELO HENRIQUE VENTURELLI Discente do Curso de Radiologia

Leia mais

Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib)

Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib) Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib) Este guia destina-se a doentes a quem tenha sido receitado

Leia mais

Saúde da Mulher. Ana Cristina Pinheiro. Saúde da Mulher

Saúde da Mulher. Ana Cristina Pinheiro. Saúde da Mulher Saúde da Mulher Realizado por: Ana Cristina Pinheiro (Maio de 2007) Saúde da Mulher Uma família equilibrada não pode ser produto do acaso ou da ignorância. O nascimento de uma criança deve ser o resultado

Leia mais

A QUIMIOTERAPIA Guia prático

A QUIMIOTERAPIA Guia prático A QUIMIOTERAPIA Guia prático Com este manual pretendemos prestar informações e esclarecimentos ao doente oncológico, referenciado ao Serviço de Oncologia Médica. Abordamos também conceitos básicos sobre

Leia mais

Laços de Esperança 2010 Participe!

Laços de Esperança 2010 Participe! Laços de Esperança 2010 Participe! INTRODUÇÃO O câncer do intestino, apesar de ser o terceiro tipo de câncer mais frequente no Brasil, é uma doença ainda desconhecida pela maioria das pessoas. Apesar de

Leia mais

Apresentação. Essa é a nossa contribuição! Renato Fortuna Campos Presidente do Conselho de Administração. Filiado à Febrac

Apresentação. Essa é a nossa contribuição! Renato Fortuna Campos Presidente do Conselho de Administração. Filiado à Febrac Apresentação A informação é o primeiro passo para a prevenção de qualquer tipo de doença, mas procure sempre fontes seguras, de preferência de instituições médicas, inclusive se for pesquisar o tema pela

Leia mais

GUIA PARA PACIENTES. Anotações

GUIA PARA PACIENTES. Anotações Anotações ENTENDENDO DO OS MIOMAS MAS UTERINOS GUIA PARA PACIENTES 1620641 - Produzido em maio/2010 AstraZeneca do Brasil Ltda. Rodovia Raposo Tavares, km 26,9 CEP 06707-000 - Cotia/SP ACCESS net/sac 0800

Leia mais