PUC Rio. Assunto PUC - RIO CTC CCH CCS. 9 Departamentos. Física. Engenharia Mecânica Química Engenharia Elétrica. Matemática Engenharia Industrial

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PUC Rio. Assunto PUC - RIO CTC CCH CCS. 9 Departamentos. Física. Engenharia Mecânica Química Engenharia Elétrica. Matemática Engenharia Industrial"

Transcrição

1 PUC RIO Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Khoswow Ghavami, PhD., FASCE., Professor Titular

2 PUC RIO Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Video PUC Rio

3 PUC Rio PUC - RIO CTC CCH CCS 9 Departamentos Matemática Engenharia Industrial Física Engenharia Mecânica Química Engenharia Elétrica Ciência dos Materiais Engenharia Civil Informática

4 Departamento de Engenharia civil Engenharia Civil Estruturas Geotecnia Meio Ambiente Intedepartamentais Arquitetura e Urbanismo Engenharia Ambiental Engenharia de Produção Civil Engenharia de Petróleo Associação Brasileira de Materiais e Tecnologias Não Convencionais - ABMTENC Brazilian Association in Non Conventional Materials and Technologies BA NOCMAT

5 Departamento de Engenharia Civil Programa de Pós- Graduação Stricto Sensu Pós-Graduação Engenharia Civil Mestrado Doutorado Estruturas Geotecnia O primeiro curso de pósgraduação stricto-sensu em Engenharia Civil do Brasil PUC-Rio anos CAPES nota7

6 Histórico da Avaliação Capes ( ) Engenharia Civil Mestrado B B A- A A A A A A A A Doutorado SC SC SC SC SC curso sem conceito Mestrado A A A A A A A A 6 6 Doutorado B B B- B- B B B A (nível internacional) é a nota máxima que um curso de pós-graduação pode obter na avaliação da Capes.

7 Matrículas no Curso de Mestrado , ,

8 Matrículas no Curso de Doutorado , ,

9 Matrículas no Programa de Pós-Graduação , , Mestrado Doutorado Total

10 Titulações no Mestrado 624 (1965 a 2005) Geotecnia Estruturas Total

11 Mestrado no Período ex-alunos Estruturas: 329 ex-alunos 27-8% % 83-25% Estruturas 329 ex-alunos % Geotecnia: 269 ex-alunos % 16-6% 57-21% Geotecnia 269 ex-alunos 83-31%

12 Mestrado no Período ex-alunos Estruturas: 329 ex-alunos 27-8% % 83-25% Estruturas 329 ex-alunos % Geotecnia: 269 ex-alunos % 16-6% 57-21% Geotecnia 269 ex-alunos 83-31%

13 Mestrado na década (43 ex-alunos) 3-11% Estruturas 27 ex-alunos 24-89% Masculino Feminino 0-0% Geotecnia 16 ex-alunos % Masculino Feminino

14 Mestrado na década (140 ex-alunos) 18-22% Estruturas 83 ex-alunos 65-78% Masculino Feminino 12-21% Geotecnia 57 ex-alunos 45-79% Masculino Feminino

15 Mestrado na década (196 ex-alunos) 30-27% Estruturas 113 ex-alunos 83-73% Masculino Feminino 21-25% Geotecnia 83 ex-alunos 62-75% Masculino Feminino

16 Mestrado na década (219 ex-alunos) 34-32% Estruturas 106 ex-alunos 72-68% Masculino Feminino 39-35% Geotecnia 113 ex-alunos 74-65% Masculino Feminino

17 Titulações no Doutorado - 97 (1985 a 2005) Geotecnia Estruturas Total

18 Doutorado no período (88 ex-alunos) 16-31% 36-69% Estruturas 52 ex-alunos Masculino Feminino 12-33% Geotecnia 36 ex-alunos Masculino Feminino 24-67%

19 Titulação Anual na Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado) Mestrado Doutorado Total Redução significativa do número de bolsas de mestrado CNPq em 1998 com diminuição da titulação no curso em 2000

20 Universidade de Graduação do ex-aluno de Mestrado ( ) Estruturas: 329 ex-alunos 19-6% 31-9% 28-9% % 84-26% 33-10% 17-5% Sul Norte Nordeste Centro-Oeste Sudeste (menos RJ)Estado RJ América Latina Apenas 35% dos ex-alunos são provenientes de IES situadas no Estado do Rio de Janeiro

21 Universidade de Graduação do ex-aluno de Mestrado ( ) Geotecnia: 269 ex-alunos 37-14% 20-7% 24-9% 83-31% 51-19% 41-15% 13-5% Sul Norte Nordeste Centro-Oeste Sudeste (menos RJ) Estado RJ América Latina Apenas 31% dos ex-alunos são provenientes de IES situadas no Estado do Rio de Janeiro

22 Universidades onde atuam ex-alunos do programa Engenharia Civil FUMEC UENF IME Un.Est Joinville UFSC UFPE UFES UFF UFBA UFMG UFJF UFOP Univ.Cat Goiás FESP Unicamp UNB PUC-PR UFSE UE Ponta Grossa UEL UFCE UF Campina Grande UFPA UFPB UFRJ UNAMA USP/SC UFGO USP UFAL UFRGS UF Uberlandia UFPR UFV UNESP

23 Linhas de Pesquisa & Corpo Docente Corpo Docente Linhas de Pesquisa Materiais e Tecnologias Não-Convencionais Instabilidade e Dinâmica de Estruturas Estruturas de Concreto Armado e Protendido Estruturas Metálicas Computação Gráfica Aplicada Métodos de Elementos de Contorno Biomecânica Aplicação de Técnicas de Otimização Estruturas e Materiais Inelásticos Khosrow Ghavami, Professor Titular Imperial College, Inglaterra, 1976 João Luís Pascal Roehl, Professor Associado Rice University, EUA, 1972 Ney Augusto Dumont, Professor Associado Universitat Darmstadt, Alemanha, 1978 Raul Rosas e Silva, Professor Associado Stanford University, EUA, 1981 Djenane Cordeiro Pamplona, Professor Associado PUC-Rio, Brasil, 1988 Sebastião Arthur Lopes de Andrade, Professor Associado University of Manchester, Inglaterra, 1983 Paulo Batista Gonçalves, Professor Associado COPPE-UFRJ, Brasil, 1987 Luiz Fernando Martha, Professor Associado Cornell University, EUA, 1989 Giuseppe Barbosa Guimarães, Professor Associado Imperial College, Inglaterra, 1988 Marta de Souza Lima Velasco, Professor Assistente COPPE-UFRJ, Brasil, 1994 Deane de Mesquita Roehl, Professor Assistente Universitat Stuttgart, Alemanha, 1995

24 Área de Concentração: Estruturas

25 SENSITIVITY ANALYSIS ON ULTIMATE STRENGTH OF STIFFENED ALUMINIUM PLATES UNDER COMBINED IN-PLANE COMPRESSION AND LATERAL PRESSURE Dr. Eng. M. R. KHEDMATI Faculty of Marine Technology Amirkabir University of Tech. Tehran, Iran Prof. K. GHAVAMI Department of Civil Engineering, Pontificia Universidade Católica, Rio de Janeiro, Brazil M.R. ZAREEI Faculty of Marine Technology Amirkabir University of Tech. Tehran, Iran

26 Applications of Al-Alloys Superstructures of offshore structures

27 Área de Concentração: Estruturas Experimental set up at PUC-Rio 1978

28 Forms of Al-Alloy Elements used in Shipbuilding and Offshore Engineering Stiffened Plates as Structural Elements used in Shipbuilding and Offshore Engineering 1978

29 Importance of study of elements behaviour 1 Stress_Strain Curve σ/σ Y A prerequisite for ε/ε Y Ultimate Limit State (ULS) design of thin-walled structures under extreme load conditions Accidental Limit State (ALS) design of thin-walled structures under extreme load conditions

30 Primeiros ensaios realizados em 1979 usando bambu tratado como reforço em concreto. first tensile tests using steel code Ensaio de flexão de vigas de concreto reforçado com bambu Armadura de bambu no concreto depois de 15 anos 30

31 First works (1979) first efforts to find an alternative material for asbestos-cement: availability of coconut fibers to be used as reinforcement of cement-based composites; plates with different percentage of fibers in cement matrix 31

32 Linhas de Pesquisa & Corpo Docente Linhas de Pesquisa Geotecnia Experimental Geomecânica Computacional Mecânica das Rochas e Geologia de Engenharia Geotecnia Ambiental Geomecânica do Petróleo Corpo Docente Alberto S.F.J. Sayão, Professor Associado University of British Columbia, Canadá, 1989 Celso Romanel, Professor Associado University of Arizona, EUA, 1989 Eurípedes do Amaral Vargas Jr., Professor Associado Imperial College, Inglaterra, 1982 SIG-YYmax ( T / m2 ) +1.70E E E E E E E E E E+000 Franklin S. Antunes,, Professor Associado UFFRJ, Brasil, 1975 José Tavares Araruna Jr., Professor Assistente Nescastle University, Inglaterra, 1995 Pedricto Rocha Filho,, Professor Associado Imperial College, Inglaterra, Terremoto de Lima 1974 Sérgio A.B. Fontoura,, Professor Associado University of Alberta, Canadá, 1980 Aceleração max a = 0.26g Tempo ( s) Tácio M.P. de Campos,, Professor Associado Imperial College, Inglaterra, 1984

33 Laboratórios do DEC Laboratório de Computação

34 Laboratórios Associados Grupo de Tecnologia em Engenharia de Petróleo Departamento de Informática Departamento de Engenharia Civil Petrobrás

35 Teses e Dissertações Versão integral das teses e dissertações defendidas desde 1997 estão disponíveis no formato digital no endereço

36 Objetivos del Grupo en la Acción de Coordinación Estudo e desenvolvimento de materiais e tecnologias nao convencionais Materiais pesquisados: Bambu (Fibras longas e polpas); Fibras Vegetais (sisal,bananeira, coco, curaua e pupunha) Compositos cimenticios; Compositos polimericos e poliuretanos; Compositos vegetais (Resina de Mamona).

37 Líneas de Investigación Bambu Materiais compositos reforcados com fibras vegetais Arquitetura e construcao com terra Uso de residuos agricolas na construcao Uso de residuos industriais na construcao Uso de minerais na construcao Uso de residuos agroindustriais Gerenciamento e avaliacao

38 NOCMAT 2007 Maceió/ AL /Brasil

39 Maceió Espero encontrarmos em Maceió Alagoas 14 a 17 de outubro lc NOCMAT 2007

40 Dunas de Marapé Espero encontrarmos em Maceió Alagoas 14 a 17 de outubro lc NOCMAT 2007

41

42 IC NOCMAT 2007 International Conference on Non-Conventional Materials and Technologies: Ecological Materials and Technologies for Sustainable Buildings In Honour of Professor R.N.Swamy 14-17, october of 2007 Maceió - AL - Brasil Obrigado! Muchas Gracias! Merci!

IC NOCMAT 2007 NOCMT. Maceió Alagoas - Brasil. Non Conventional Materials and Technologies

IC NOCMAT 2007 NOCMT. Maceió Alagoas - Brasil. Non Conventional Materials and Technologies Non Conventional Materials and Technologies NOCMT IC NOCMAT 2007 Maceió Alagoas - Brasil Associação Brasileira de Materiais e Tecnologias Não Convencionais ABMTENC 1 Laboratorio de estruturas e materiais

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE MODERNIZAÇÃO E PROGRAMAS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE MODERNIZAÇÃO E PROGRAMAS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE MODERNIZAÇÃO E PROGRAMAS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL - PET 7 INSTITUIÇÕES 370 GRUPOS REGIÃO NORTE - 8 INSTITUIÇÕES

Leia mais

Universidade Federal. do Acre. Universidade Federal. do Amazonas. Universidade Federal. do Amapá. Universidade Federal. do Pará. Universidade Federal

Universidade Federal. do Acre. Universidade Federal. do Amazonas. Universidade Federal. do Amapá. Universidade Federal. do Pará. Universidade Federal UF CATEGORIA ADMINISTRATIVA SIGLA IES AC FEDERAL UFAC AM FEDERAL UFAM AP FEDERAL UNIFAP PA FEDERAL UFPA PA FEDERAL UFRA RO FEDERAL UNIR RR FEDERAL UFRR TO FEDERAL UFT MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA

Leia mais

GEOCIÊNCIAS ÁREA: TRIÊNIO DE AVALIAÇÃO 2007-2009. Coordenador: Roberto Dall Agnol Coordenador-Adjunto: Ministério da Educação

GEOCIÊNCIAS ÁREA: TRIÊNIO DE AVALIAÇÃO 2007-2009. Coordenador: Roberto Dall Agnol Coordenador-Adjunto: Ministério da Educação Ministério da Educação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Avaliação ÁREA: GEOCIÊNCIAS TRIÊNIO DE AVALIAÇÃO 2007-2009 2009 COORDENAÇÃO 2008-2010 2010 Coordenador: Roberto

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA N.º 3.949, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2002.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA N.º 3.949, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2002. MINISTÉRIO A EUCAÇÃO GABINETE O MINISTRO PORTARIA N.º 3.99, E 30 E EZEMBRO E 2002. O Ministro de Estado da Educação, usando da competência que lhe foi delegada pelos ecretos n.º 1.85, de 28 de março de

Leia mais

PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PFRH. Recursos Humanos Universidade Petrobras

PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PFRH. Recursos Humanos Universidade Petrobras PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PFRH Recursos Humanos Universidade Petrobras PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS - PFRH Objetivo Ampliar e fortalecer a formação de recursos

Leia mais

gica Thiago Renault thiagorenault@producao.uff.br

gica Thiago Renault thiagorenault@producao.uff.br Tema: Como incorporar técnicas t modernas de apoio à comercialização e como o modelo de incubação fomenta o surgimento de empresas de base tecnológica gica Thiago Renault thiagorenault@producao.uff.br

Leia mais

GEOTÉCNICA Introdução a Geologia Física Introdução a Mecânica dos Solos. PATRICIO PIRES. D.Sc. patricio.pires@gmail.com Sala: 102 CT-I / Ramal: 2707

GEOTÉCNICA Introdução a Geologia Física Introdução a Mecânica dos Solos. PATRICIO PIRES. D.Sc. patricio.pires@gmail.com Sala: 102 CT-I / Ramal: 2707 GEOTÉCNICA Introdução a Geologia Física Introdução a Mecânica dos Solos PATRICIO PIRES. D.Sc. patricio.pires@gmail.com Sala: 102 CT-I / Ramal: 2707 Conteúdo Programático 1. Definição de Solo e Rocha 2.

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Período de : 2004 a 2006 Etapa: Trienal 2007 Área de : 10 - ENGENHARIAS I IES: 24009016 - UFCG - UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE Programa: 24009016002P1 - ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL Modalidade:

Leia mais

Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com

Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com 1 Luiz Roberto Liza Curi Sociólogo Doutor em Economia Conselheiro do Conselho Nacional de Educação Diretor LEYA

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Ficha de Ficha de do Programa Período de : 2010 a 2012 Etapa: Trienal 2013 Área de : 10 - ENGENHARIAS I IES: 42002010 - UFSM - UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA Programa: 42002010020P0 - ENGENHARIA CIVIL

Leia mais

Propostas de Cursos Novos

Propostas de Cursos Novos Ministério da Educação - MEC Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes Diretoria de Avaliação - DAV Coordenação Geral de Avaliação e Acompanhamento - CGAA Período 2010

Leia mais

PLANILHA DE CONTROLE - OFERTA DE CURSOS POR INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO

PLANILHA DE CONTROLE - OFERTA DE CURSOS POR INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO PLANILHA DE CONTROLE - OFERTA DE CURSOS POR INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO ID Proponente UF CURSO 1 CEFET-AL ALAGOAS Hotelaria 2 CEFET-CE CEARÁ Hospedagem 3 CEFET-CE CEARÁ Matemática 4 CEFET-ES ESPÍRITO

Leia mais

Las oportunidades de pos graduación en Educación Física en el Brasil. Ileana Wenetz

Las oportunidades de pos graduación en Educación Física en el Brasil. Ileana Wenetz Las oportunidades de pos graduación en Educación Física en el Brasil Ileana Wenetz Niveles de Formación Graduación: ( iniciación científica); Pos graduación: (especialización, maestría,doctorado, pos doctorado);

Leia mais

ID Proponente UF CURSO TIPO

ID Proponente UF CURSO TIPO PLANILHA DE CONTROLE - OFERTA DE CURSOS POR INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO ID Proponente UF CURSO TIPO 1 CEFET-AL ALAGOAS Hotelaria Tecnólogo 2 CEFET-CE CEARÁ Hospedagem Tecnólogo 3 CEFET-CE CEARÁ Matemática

Leia mais

Diário Oficial Imprensa Nacional

Diário Oficial Imprensa Nacional Diário Oficial Imprensa Nacional.Nº 176 DOU 12/09/1 seção 1 p.28 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL BRASÍLIA - DF MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 79, DE 11 DE SETEMBRO DE 201 Reconhece

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO BRASIL: REALIDADE E PERSPECTIVAS GO TANI UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO BRASIL: REALIDADE E PERSPECTIVAS GO TANI UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PÓSGRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO BRASIL: REALIDADE E PERSPECTIVAS GO TANI UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PÓSGRADUAÇÃO RH PARA DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR RH PARA DESENVOLVIMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA INDISSOCIABILIDADE

Leia mais

UNICAMP: 26 ANOS DE AUTONOMIA COM VINCULAÇÃO

UNICAMP: 26 ANOS DE AUTONOMIA COM VINCULAÇÃO UNICAMP: 26 ANOS DE AUTONOMIA COM VINCULAÇÃO ORÇAMENTÁRIA JOSÉ TADEU JORGE REITOR UNICAMP 26/08/2015 - ALESP 1 PRIMEIROS ANOS -CAMPUS CAMPINAS 2 MARÇO 2014 -CAMPUS CAMPINAS 3 HOJE -CAMPUS CAMPINAS UNIVERSIDADE

Leia mais

INBEC INSTITUTO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA. Pós-Graduação com Futuro. ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE POÇOS DE PETRÓLEO E GÁS 420h

INBEC INSTITUTO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA. Pós-Graduação com Futuro. ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE POÇOS DE PETRÓLEO E GÁS 420h INBEC INSTITUTO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA Pós-Graduação com Futuro ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE POÇOS DE PETRÓLEO E GÁS 420h (PERFURAÇÃO, COMPLETAÇÃO E AVALIAÇÃO DE POÇOS DE PETRÓLEO E GÁS)

Leia mais

BIBLIOTECA VIRTUAL EM SAÚDE PSICOLOGIA BVS-PSI

BIBLIOTECA VIRTUAL EM SAÚDE PSICOLOGIA BVS-PSI BIBLIOTECA VIRTUAL EM SAÚDE PSICOLOGIA BVS-PSI ANÁLISE DAS REFERÊNCIAS DAS DISSERTAÇÕES E TESES APRESENTADAS AOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA Trabalho integrado da Rede Brasileira de Bibliotecas

Leia mais

92ª Reunião do CTC CURSOS NOVOS 12 de julho de 2006

92ª Reunião do CTC CURSOS NOVOS 12 de julho de 2006 Ministério da Educação - C Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes Coordenação de Acompanhamento e Avaliação - CAA Capes 92ª Reunião do CTC CURSOS NOVOS 12 de julho

Leia mais

ENEM X Universidades Federais em 2012 COMO FICA?

ENEM X Universidades Federais em 2012 COMO FICA? ENEM X Universidades Federais em COMO FICA? SUDESTE Enem? Ufop (Universidade Federal de Ouro Preto) UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) UFV (Universidade Federal de Viçosa) 80% das vagas serão

Leia mais

Pesquisa e Formação de Recursos Humanos em Segurança da Informação PROF. DR. RAUL CERETTA NUNES UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA

Pesquisa e Formação de Recursos Humanos em Segurança da Informação PROF. DR. RAUL CERETTA NUNES UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA Pesquisa e Formação de Recursos Humanos em Segurança da Informação PROF. DR. RAUL CERETTA NUNES UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA Sumário Formação em Nível Superior e sua Regulação Denominações de Cursos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: UF: MEC/Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível DF Superior ASSUNTO: Reconhecimento dos Programas de Pós-graduação

Leia mais

AVALIAÇÃO DO ENADE 2011 NOTAS DOS CURSOS DE CIÊNCIAS SOCIAIS

AVALIAÇÃO DO ENADE 2011 NOTAS DOS CURSOS DE CIÊNCIAS SOCIAIS AVALIAÇÃO DO ENADE 2011 NOTAS DOS CUOS DE Cursos com avaliação 1 ou 2 (sujeitos a encerramento/reestruturação de suas atividades) Cursos com avaliação 5 Públicas Cursos com avaliação 5 no Enade, mas com

Leia mais

Propostas de Cursos Novos 149 a Reunião CTC/ES 9 a 13 de setembro de 2013

Propostas de Cursos Novos 149 a Reunião CTC/ES 9 a 13 de setembro de 2013 Ministério da Educação - MEC Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes Diretoria de Avaliação - DAV Coordenação Geral de Avaliação e Acompanhamento - CGAA Propostas de

Leia mais

Tabela de Cursos de Mestrado e Doutorado no Brasil

Tabela de Cursos de Mestrado e Doutorado no Brasil Tabela de Cursos de Mestrado e Doutorado no Brasil Universidade 1 Universidade Federal de UFRR Norte Agronomia http://www.posagro.ufrr.br/ 0 Roraima Desenvolvimento Regional da Amazônia http://www.necar.ufrr.br/index.php?

Leia mais

Ficha de Recomendação - APCN

Ficha de Recomendação - APCN Área de Avaliação: INTERDISCIPLINAR Agenda: 10/09/2012 a 12/09/2012 Período: 2012/02 Proposta APCN: 8713 TERRITÓRIOS E EXPRESSÕES CULTURAIS NO CERRADO IES: 52012018 - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS Cidade:

Leia mais

Pós-graduação em Informática em Saúde

Pós-graduação em Informática em Saúde Universidade Federal de São Paulo Painel P#07 Sala Bariloche - 3/12/2008 Ensino em Pós-graduação em Prof. Dr. Ivan Torres Pisa ivan.pisa@unifesp.br Professor Adjunto do Departamento de, Vice-coordenador

Leia mais

A participação da PUC-Rio em avaliações externas outubro/2016

A participação da PUC-Rio em avaliações externas outubro/2016 A participação da PUC-Rio em avaliações externas outubro/2016 Modalidades de Avaliações Externas Avaliações Nacionais Avaliações Internacionais MEC Conceito CAPES CPC Conceito Preliminar de Curso Indicador

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas e Automação Departamento de Engenharia - Universidade Federal de Lavras

Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas e Automação Departamento de Engenharia - Universidade Federal de Lavras Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas e Automação Histórico Início 2007 com foco em modelagem biológica (Engenharias IV Capes) e característica multidisciplinar com professores da área de

Leia mais

Praça do Relógio Campus de São Paulo. Vista aérea parcial do Campus de São Paulo

Praça do Relógio Campus de São Paulo. Vista aérea parcial do Campus de São Paulo Universidade de São Paulo (USP) - Brasil Praça do Relógio Campus de São Paulo Vista aérea parcial do Campus de São Paulo 1 de Universidade de São Paulo (USP) - Brasil - Criada em 1934. - Reitora: Profa.

Leia mais

Diretrizes Gerais Documento Complementar

Diretrizes Gerais Documento Complementar Diretrizes Gerais Documento Complementar Agosto 2007 Apresentação A seguir apresentamos as tabelas referentes às simulações dos recursos orçamentários previstos e das metas estabelecidas pelo Decreto nº

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE ENGENHARIA E DE TECNOLOGIA

PROGRAMA NACIONAL DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE ENGENHARIA E DE TECNOLOGIA PROGRAMA NACIONAL DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE ENGENHARIA E DE TECNOLOGIA PROGRAMA NACIONAL DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE ENGENHARIA E DE TECNOLOGIA ProfEng Proposta Comissão ProfEng TÓPICOS

Leia mais

Resultado Minter/Dinter 2012 Propostas Recomendadas

Resultado Minter/Dinter 2012 Propostas Recomendadas Ministério da Educação - MEC Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes Diretoria de Avaliação - DAV Coordenação Geral de Avaliação e Acompanhamento - CGAA 1 Administração

Leia mais

Subsídios para o Plano de Reordenamento dos Recursos Humanos no âmbito do Ministério da Saúde

Subsídios para o Plano de Reordenamento dos Recursos Humanos no âmbito do Ministério da Saúde Universidade de Brasília - UnB Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares - CEAM Núcleo de Estudos de Saúde Pública - NESP Programa de Políticas de Recursos Humanos de Saúde - POLRHS Subsídios para

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CIG-PROPLAN SETEMBRO, 2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CIG-PROPLAN SETEMBRO, 2013 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CIG-PROPLAN ANÁLISE DO IGC DA UFPE 2007-2012 SETEMBRO, 2013 Apresentação Este relatório contém o resultado da análise do Índice Geral de Cursos (IGC) da UFPE durante

Leia mais

CONFIRA AS UNIVERSIDADES QUE UTILIZARÃO O ENEM 2011

CONFIRA AS UNIVERSIDADES QUE UTILIZARÃO O ENEM 2011 CONFIRA AS UNIVERSIDADES QUE UTILIZARÃO O ENEM 2011 REGIÃO SUDESTE UFU (Universidade Federal de Uberlândia): Ufes (Universidade Federal do Espírito Santo): UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais):

Leia mais

Confira as universidades da Região Sudeste do Brasil que utilizarão o Enem 2011

Confira as universidades da Região Sudeste do Brasil que utilizarão o Enem 2011 Confira as universidades da Região Sudeste do Brasil que utilizarão o Enem 2011 UFU (Universidade Federal de Uberlândia): Ufes (Universidade Federal do Espírito Santo): UFMG (Universidade Federal de Minas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 9/3/2015, Seção 1, Pág. 12. Portaria n 187, publicada no D.O.U. de 9/3/2015, Seção 1, Pág.11. Portaria n 188, publicada no D.O.U. de 9/3/2015,

Leia mais

Autorização para curso de Especialização em Informática (Redes de Computadores), a ser ministrado, fora de sede. Dalva Assumpção Soutto Mayor

Autorização para curso de Especialização em Informática (Redes de Computadores), a ser ministrado, fora de sede. Dalva Assumpção Soutto Mayor INTERESSADO/MANTENEDORA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA UF PB ASSUNTO: Autorização para curso de Especialização em Informática (Redes de Computadores), a ser ministrado, fora de sede. RELATOR. SR. CONS.

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Ficha de Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 13 - ENGENHARIAS III IES: 33021015 - UNITAU - UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ Programa: 33021015006P5 - ENGENHARIA MECÂNICA Modalidade: Profissional

Leia mais

INBEC. Instituto Brasileiro de Educação Continuada. Pós-Graduação com Futuro

INBEC. Instituto Brasileiro de Educação Continuada. Pós-Graduação com Futuro INBEC Instituto Brasileiro de Educação Continuada Pós-Graduação com Futuro ESPECIALIZAÇÃO EM INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES - RODOVIAS 480h - Turma II Porto Velho - RO - Vagas Limitadas REALIZAÇÃO: APOIO:

Leia mais

C O R P O D O C E N T E CORPO DOCENTE

C O R P O D O C E N T E CORPO DOCENTE CRP DCENTE Relação atual dos professores do Campus Rio Paranaíba da Universidade Federal de Viçosa, em ordem alfabética, incluindo dados funcionais e titulação. C R P D C E N T E 162 Corpo Docente UFV

Leia mais

PERNAMBUCO RECURSOS HUMANOS MARÇO/2012

PERNAMBUCO RECURSOS HUMANOS MARÇO/2012 PERNAMBUCO RECURSOS HUMANOS MARÇO/2012 EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO Mapeamento das Universidades da região e dos cursos existentes relacionados ao Polo Automotivo. Análise dos conteudos e alinhamento das

Leia mais

O Desafio da Pós-Graduação e Pesquisa:

O Desafio da Pós-Graduação e Pesquisa: O Desafio da Pós-Graduação e Pesquisa: A Parábola do Coelho e do Leão Anderson Rocha Instituto de Computação - Unicamp www.ic.unicamp.br/~rocha 1 Sumário! Experiência pessoal! Onde trabalhar! Planejamento

Leia mais

Propostas de Cursos Novos 149 a Reunião CTC/ES 9 a 13 de setembro de 2013

Propostas de Cursos Novos 149 a Reunião CTC/ES 9 a 13 de setembro de 2013 Ministério da Educação - MEC Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes Diretoria de Avaliação - DAV Coordenação Geral de Avaliação e Acompanhamento - CGAA Propostas de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 30/9/2011, Seção 1, Pág. 43. Portaria n 1364, publicada no D.O.U. de 30/9/2011, Seção 1, Pág.40. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

Ciências Militares no Século XXI: desafios à formação e capacitação de recursos humanos em Defesa LIVIO AMARAL DAV CAPES

Ciências Militares no Século XXI: desafios à formação e capacitação de recursos humanos em Defesa LIVIO AMARAL DAV CAPES Ciências Militares no Século XXI: desafios à formação e capacitação de recursos humanos em Defesa LIVIO AMARAL DAV CAPES DADOS HISTÓRICOS 1951 Criação da Capes: Uma Fundação do MEC; 1953 Programa Universitário;

Leia mais

Sobre os Autores ANTÔNIO CARLOS DOS SANTOS CARLOS MACHADO-SANTOS FERNANDO CÉSAR ALMADA SANTOS

Sobre os Autores ANTÔNIO CARLOS DOS SANTOS CARLOS MACHADO-SANTOS FERNANDO CÉSAR ALMADA SANTOS Sobre os Autores ANTÔNIO CARLOS DOS SANTOS É Engenheiro Agrônomo e Doutorando em Administração na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo. Professor Adjunto do

Leia mais

PESQUISA NO ÂMBITO DA ANTROPOSOFIA NO BRASIL: TRABALHOS ACADÊMICOS EM CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO, DE 1988 A 2011.

PESQUISA NO ÂMBITO DA ANTROPOSOFIA NO BRASIL: TRABALHOS ACADÊMICOS EM CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO, DE 1988 A 2011. PESQUISA NO ÂMBITO DA ANTROPOSOFIA NO BRASIL: TRABALHOS ACADÊMICOS EM CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO, DE 1988 A 2011. Por Francisca Cavalcanti Vivemos numa época de transição e temos, entre tantas outras, a tarefa

Leia mais

Rio de Janeiro, 29 de julho de 2011. Claudio Landim Coordenador

Rio de Janeiro, 29 de julho de 2011. Claudio Landim Coordenador Certifico que Ana Paula de Araújo Chaves - Universidade de Brasilia (UNB) participou do 28º Colóquio Brasileiro de Matemática, que teve lugar no Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada - IMPA,

Leia mais

Reconhecimento de graus académicos - pares instituições PT/BR - Universidade dos Açores

Reconhecimento de graus académicos - pares instituições PT/BR - Universidade dos Açores Reconhecimento de graus académicos - pares instituições PT/BR - Universidade dos Açores posterior à implementação do Universidade dos Açores Engenharia Agronómica UFMT Engenharia agrícola e ambiental Universidade

Leia mais

Professores ADILSON SIMONIS ALEXANDRE LYMBEROPOULOS ANTONIO ELIAS FABRIS BIRAJARA SOARES MACHADO CLAUDIO POSSANI

Professores ADILSON SIMONIS ALEXANDRE LYMBEROPOULOS ANTONIO ELIAS FABRIS BIRAJARA SOARES MACHADO CLAUDIO POSSANI ADILSON SIMONIS Mestre e doutor em Probabilidade pelo Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo (IME/USP), com pós-doutorado pela Universitá Tor Vergata de Roma. Atualmente, é

Leia mais

Andrea Latgé UFF - IF -MINHA APRESENTAÇÃO -O GÊNERO IMPORTA? -DESAFIOS:INTRÍNSICOS OU EXTRINSICOS? - AVALIAÇÃO

Andrea Latgé UFF - IF -MINHA APRESENTAÇÃO -O GÊNERO IMPORTA? -DESAFIOS:INTRÍNSICOS OU EXTRINSICOS? - AVALIAÇÃO Andrea Latgé UFF - IF -MINHA APRESENTAÇÃO -O GÊNERO IMPORTA? -DESAFIOS:INTRÍNSICOS OU EXTRINSICOS? - AVALIAÇÃO ESCOLHA DA CARREIRA: LETRAS OU FÍSICA? 2 VESTIBULARES: 1 O FÍSICA - UFRJ 2 O ENGENHARIA ELÉTRICA

Leia mais

8 Encontro da ABCP 01 a 04/08/2012, Gramado, RS AT04 - Ensino e Pesquisa em Ciência Política e Relações Internacionais

8 Encontro da ABCP 01 a 04/08/2012, Gramado, RS AT04 - Ensino e Pesquisa em Ciência Política e Relações Internacionais 8 Encontro da ABCP 01 a 04/08/2012, Gramado, RS AT04 - Ensino e Pesquisa em Ciência Política e Relações Internacionais A PRODUÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS E ÁREAS AFINS NO BRASIL

Leia mais

Foram concedidas 894 novas bolsas de mestrado e 659 novas bolsas de doutorado. As novas bolsas concedidas já podem ser implementadas.

Foram concedidas 894 novas bolsas de mestrado e 659 novas bolsas de doutorado. As novas bolsas concedidas já podem ser implementadas. Bolsas de Pós-Graduação no País - Doutorado Foram concedidas 894 novas bolsas de mestrado e 659 novas bolsas de doutorado. As novas bolsas concedidas já podem ser implementadas. Para concessão das bolsas,

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 2007 2009 TRIENAL 2010

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 2007 2009 TRIENAL 2010 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 2007 2009 TRIENAL 2010 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: QUÍMICA COORDENADOR DE ÁREA: Jairton Dupont COORDENADOR ADJUNTO DE ÁREA: Luiz Carlos Dias I. APRESENTAÇÃO DA AVALIAÇÃO REALIZADA

Leia mais

TABLA DE PROGRAMAS ELEGIBLES PARA BECAS OEA GCUB 2013

TABLA DE PROGRAMAS ELEGIBLES PARA BECAS OEA GCUB 2013 TABLA DE PROGRAMAS ELEGIBLES PARA BECAS OEA GCUB 2013 N.º Región Universidad Nivel Áreas Sitio web Inicio Duración 1 Norte Roraima (UFRR) Agronomia www.posagro.ufrr.br Marzo/2014 2 años Desenvolvimento

Leia mais

DOCUMENTO DE ÁREA RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DA ÁREA DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2004-2006

DOCUMENTO DE ÁREA RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DA ÁREA DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2004-2006 DOCUMENTO DE ÁREA RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DA ÁREA DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2004-2006 (I) Histórico do Processo de Avaliação A Comissão de Avaliação da CAPES que analisou os programas

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Ficha de Ficha de do Programa Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 2 - CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO IES: 24001015 - UFPB/J.P. - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA/JOÃO PESSOA Programa: 24001015047P4

Leia mais

UF Universidade Turno Vagas Nota de corte em 21/1/2015, às 0h. Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp)

UF Universidade Turno Vagas Nota de corte em 21/1/2015, às 0h. Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Cursos de medicina UF Universidade Turno Vagas Nota de corte em 21/1/2015, às 0h AC ACRE (Rio Branco) 40 748,49 AL UFAL ALAGOAS (Maceió) AM UFAM AMAZONAS (Manaus) AP UNIFAP AMAPÁ (Macapá) BA UFOB OESTE

Leia mais

5) Igor Fuser http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=k4756106u7

5) Igor Fuser http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=k4756106u7 1) Antônio Pedro Tota http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=k4789712p4 Possui graduação em História pela Universidade de São Paulo (1973), doutorado em História Social pela mesma

Leia mais

PRINCIPAIS EIXOS DE ATUAÇÃO DA

PRINCIPAIS EIXOS DE ATUAÇÃO DA PRINCIPAIS EIXOS DE ATUAÇÃO DA UNIDADE 1. Desafios do SUS 2. Ciência e Tecnologia, Saúde e Sociedade 3. Saúde, Ambiente e Sustentabilidade 4. Complexo Produtivo e Inovação em Saúde 5. Inovação na Gestão

Leia mais

Enem 2011 será única forma de seleção em pelo menos 30 universidades federais; confira

Enem 2011 será única forma de seleção em pelo menos 30 universidades federais; confira 2011 será única forma de seleção em pelo menos 30 universidades federais; confira Suellen Smosinski Em São Paulo O (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2011 será a única forma de seleção para os cursos

Leia mais

HISTÓRIA. 1946 A PUC-Rio adquiriu o status de Universidade. 1955 Mudança da Instituição para o atual Campus.

HISTÓRIA. 1946 A PUC-Rio adquiriu o status de Universidade. 1955 Mudança da Instituição para o atual Campus. HISTÓRIA PUC-Rio foi a primeira instituição privada de ensino superior fundada no país, em1940, pelo Cardial D. Sebastião Leme e pelo Padre Leonel Franca S.J. 1946 A PUC-Rio adquiriu o status de Universidade.

Leia mais

Curso de Especialização. MBA em GESTÃO AMBIENTAL SUSTENTÁVEL

Curso de Especialização. MBA em GESTÃO AMBIENTAL SUSTENTÁVEL Curso de Especialização MBA em GESTÃO AMBIENTAL SUSTENTÁVEL Disciplinas Carga Horária Professor Conceitos Básicos de Sustentabilidade 12 Prof. Dr. João Sergio Cordeiro Direito Ambiental 24 Prof. MSc Antonio

Leia mais

PERFIL SOCIOECONÔMICO E CULTURAL DOS ALUNOS DE GRADUAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR

PERFIL SOCIOECONÔMICO E CULTURAL DOS ALUNOS DE GRADUAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR FÓRUM NACIONAL DE PRÓ-REITORES DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS PERFIL SOCIOECONÔMICO E CULTURAL DOS ALUNOS DE GRADUAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR RELATÓRIO SUMÁRIO FONAPRACE Do

Leia mais

COLEGIADO: CES. 2 3 Ciências Biológicas Mestrado 1 Ciências da Saúde * Mestrado Mestrado Profissional. Mestrado. Ciências Exatas Mestrado 1

COLEGIADO: CES. 2 3 Ciências Biológicas Mestrado 1 Ciências da Saúde * Mestrado Mestrado Profissional. Mestrado. Ciências Exatas Mestrado 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: MEC/Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de UF: DF Pessoal de Nível Superior ASSUNTO: Encaminha recomendações e respectivos conceitos

Leia mais

Educação e Ensino no ITA 2003. Mestrado Profissional PG/EAM

Educação e Ensino no ITA 2003. Mestrado Profissional PG/EAM Educação e Ensino no ITA 2003 Mestrado Profissional PG/EAM Parâmetros para o Mestrado Profissional Programas Profissionais Reconhecidos CAPES Avaliação dos Cursos Profissionalizantes Mestrado Profissional

Leia mais

1 ADMINISTRAÇÃO / TURISMO PUC/MG PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS MG ADMINISTRAÇÃO ME 4 2 ADMINISTRAÇÃO / TURISMO UNIGRANRIO

1 ADMINISTRAÇÃO / TURISMO PUC/MG PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS MG ADMINISTRAÇÃO ME 4 2 ADMINISTRAÇÃO / TURISMO UNIGRANRIO 1 ADMINISTRAÇÃO / TURISMO PUC/MG PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS MG ADMINISTRAÇÃO ME 4 2 ADMINISTRAÇÃO / TURISMO UNIGRANRIO UNIVERSIDADE DO GRANDE RIO - PROF JOSÉ DE SOUZA HERDY RJ ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

As universidades do Brasil mais respeitadas por empregadores Os diplomas mais valorizados pelas empresas

As universidades do Brasil mais respeitadas por empregadores Os diplomas mais valorizados pelas empresas As universidades do Brasil mais respeitadas por empregadores Os diplomas mais valorizados pelas empresas Camila Pati, de EXAME.com São Paulo - Para elaborar seus rankings de melhores universidades, a Quacquarelli

Leia mais

INDICADORES DE INTERNACIONALIZAÇÃO NO BRASIL

INDICADORES DE INTERNACIONALIZAÇÃO NO BRASIL INDICADORES DE INTERNACIONALIZAÇÃO NO BRASIL Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul 20 de outubro de 2014 Denise de Menezes Neddermeyer Diretora de Relações Internacionais Principais Tópicos

Leia mais

Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR. Programade Pós-Graduaçãoem

Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR. Programade Pós-Graduaçãoem Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Departamento Acadêmico de Informática DAINF Programade Pós-Graduaçãoem ComputaçãoAplicada(PPGCA) Mestradoprofissional Programade Pós-Graduaçãoem ComputaçãoAplicada(PPGCA)

Leia mais

INTRODUÇÃO. Capes Relatório Anual: Avaliação Continuada 2005 - Ano Base 2004 Área de Avaliação: GEOGR AFIA

INTRODUÇÃO. Capes Relatório Anual: Avaliação Continuada 2005 - Ano Base 2004 Área de Avaliação: GEOGR AFIA Relatório Anual: Avaliação Continuada 5 - Ano Base INTRODUÇÃO. Optou-se neste relatório por manter na introdução, os dados históricos da área de Pós-graduação em Geografia, constante no relatório do triênio

Leia mais

Diagnóstico Geofísica

Diagnóstico Geofísica Diagnóstico Geofísica Conteúdo 1. Introdução 2. Resultado do Questionário Diagnostico Geofísica respondido por congressistas e sócios da SBGf 3. Tabela das Instituições de Ensino e Pesquisa em Geofísica

Leia mais

Relatório Final dos Resultados da Avaliação Trienal 2007

Relatório Final dos Resultados da Avaliação Trienal 2007 Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Superior - CAPES 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 FGV/ FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS/ 33014019001P0 ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS U UNIVERSIDADE

Leia mais

INBEC. Instituto Brasileiro de Educação Continuada. Pós-Graduação com Futuro

INBEC. Instituto Brasileiro de Educação Continuada. Pós-Graduação com Futuro INBEC Instituto Brasileiro de Educação Continuada Pós-Graduação com Futuro ESPECIALIZAÇÃO EM INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES - RODOVIAS 480h TURMA IV FORTALEZA/CE Inscrições Abertas Vagas Limitadas REALIZAÇÃO:

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 4 - QUÍMICA IES: 31033016 - UENF - UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE FLUMINENSE DARCY RIBEIRO Programa: 31033016013P0 - CIÊNCIAS NATURAIS Modalidade:

Leia mais

Centro Tecnológico Universidade Federal de Santa Catarina

Centro Tecnológico Universidade Federal de Santa Catarina ATA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DO CONSELHO DA UNIDADE CENTRO TECNOLÓGICO, REALIZADA NO DIA 12 DE ABRIL DE 2010. Aos doze dias do mês de abril do ano dois mil e dez, às quatorze horas e trinta minutos, no

Leia mais

A EDUCAÇÃO ESPECIAL NO ÂMBITO DA PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO NO BRASIL Régis Henrique dos Reis Silva UFG e UNICAMP regishsilva@bol.com.br 1.

A EDUCAÇÃO ESPECIAL NO ÂMBITO DA PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO NO BRASIL Régis Henrique dos Reis Silva UFG e UNICAMP regishsilva@bol.com.br 1. A EDUCAÇÃO ESPECIAL NO ÂMBITO DA PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO NO BRASIL Régis Henrique dos Reis Silva UFG e UNICAMP regishsilva@bol.com.br 1. INTRODUÇÃO Este estudo tem como objeto de análise o processo de

Leia mais

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia Pós-Graduação Stricto Sensu Pós-Graduação Lato Sensu Extensão Graduação Diagnósticos Tecnológicos Soluções de Problemas Empresariais

Leia mais

Cursos de Graduação a Distância

Cursos de Graduação a Distância de Graduação a Distância 427 428 7 - de Graduação a Distância 7.1 -,,, por Vestibular e Outros Processos Seletivos (*), e nos de Graduação a Distância, segundo as Instituições Brasil 2004 (continua) Instituições

Leia mais

PICME UFMG Projeto Integrado de Formação em Matemática

PICME UFMG Projeto Integrado de Formação em Matemática PICME UFMG Projeto Integrado de Formação em Matemática Programa de Pós Graduação em Matemática ICEx UFMG Coordenação: M J Dias Carneiro e S Oliffson Kamphorst Campinas, Novembro 200 http://www.mat.ufmg.br/picme

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Ficha de Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 10 - ENGENHARIAS I IES: 32020015 - CEFET/MG - CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECN. DE MINAS GERAIS Programa: 32020015004P3 - ENGENHARIA CIVIL

Leia mais

1º período. 2º período

1º período. 2º período 1º período Eixo Disciplina CH Pré-requisito Correquisito (C) 1 Cálculo I 90 9 Contexto Social e Profissional do Engenheiro Civil 30 7 Desenho Técnico 30 1 Geometria Analítica e Álgebra Vetorial 90 2 Laboratório

Leia mais

CATÁLOGO DE CURSO DA FACULDADE NETWORK CAMPUS II SUMARÉ 2016

CATÁLOGO DE CURSO DA FACULDADE NETWORK CAMPUS II SUMARÉ 2016 1 FACULDADE NETWORK CATÁLOGO DE CURSO DA FACULDADE NETWORK CAMPUS II SUMARÉ 2016 2 PRINCIPAIS DIRIGENTES Diretora Interina Prof.ª Doutoranda Tânia Cristina Bassani Cecilio Doutorado: Doutoranda em Ciências

Leia mais

PALESTRA SOBRE OS VESTIBULARES

PALESTRA SOBRE OS VESTIBULARES PALESTRA SOBRE OS VESTIBULARES 1 as, 2 as e 3 as séries Professores Clélia Mendes Helena Morita Ricardo Honda NÚMERO DE INSCRITOS NO ENEM POR ANO UNIVERSIDADES PÚBLICAS DE SÃO PAULO QUE ADOTAM O ENEM NO

Leia mais

Saiba mais em www.enem.net

Saiba mais em www.enem.net Lista de Universidades Federais que aceitam o Enem Saiba mais em www.enem.net REGIÃO CENTRO-OESTE UnB vai utilizar o Enem apenas para vagas remanescentes UFG 20% das vagas pelo SiSU; Enem 2011 também pode

Leia mais

Os equipamentos listados pela Comissão Verificadora atendem satisfatoriamente ao mínimo requerido para um Bacharelado em Ciência da Computação.

Os equipamentos listados pela Comissão Verificadora atendem satisfatoriamente ao mínimo requerido para um Bacharelado em Ciência da Computação. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR PARECER N. 078/95 CEE/SESu/MEC PROCESSO N. 23065.003376/94-34 MANTENEDORA: AUTARQUIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ALAGOAS ESTABELECIMENTO

Leia mais

Relatório de Cursos. Página 1/9 Curso: Engenharia Mecânica. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado.

Relatório de Cursos. Página 1/9 Curso: Engenharia Mecânica. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Página 1/9 Curso: Engenharia Mecânica Emitido em: 6/3/2013 Critério de Pesquisa: Centro Universitário de Volta Redonda Volta Redonda Centro Universitário de Volta Redonda Volta Redonda Centro de Ensino

Leia mais

Textos Complementares

Textos Complementares ESCOLA DE VETERINÁRIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA ANIMAL METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA Profa Maria Clorinda Soares Fioravanti Textos Complementares Pós-Graduação: Produção científica volumosa

Leia mais

PESQUISAS - 2010 SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR GERÊNCIA DE FORMAÇÃO PERMANENTE

PESQUISAS - 2010 SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR GERÊNCIA DE FORMAÇÃO PERMANENTE PESQUISAS - 00 PESQUISADORES NÍVEL GRADUAÇÃO MESTRADO DOUTORADO PÓS-DOUTORADO PESQUISADORES DA SME 5 7 PESQUISADORES EXTERNOS 30 4 TOTAL 57 EXTENSÕES - 00 PROJETOS PROJETOS DESENVOLVIDOS NA SME EM 00 PROJETOS

Leia mais

O Departamento de Informática

O Departamento de Informática Departamento de Informática Programa de Pós-Graduação em Informática Mestrado e Doutorado Áreas de Concentração Hipertexto e Multimídia Interação Humano-Computador Otimização e Raciocínio Automático Redes

Leia mais

Modelos de Gestão da Qualidade da Pós-graduação e do Doutorado: Experiências Nacionais: BRASIL

Modelos de Gestão da Qualidade da Pós-graduação e do Doutorado: Experiências Nacionais: BRASIL Modelos de Gestão da Qualidade da Pós-graduação e do Doutorado: Experiências Nacionais: BRASIL Livio Amaral Diretor de Avaliação 17set13 A AVALIAÇÃO DO SISTEMA NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO (SNPG) (SNPG) -FUNDAMENTOS

Leia mais

SIGLA CURSO HABILITACAO CAMPUS UF Obs: CEFET-PR Engenharia Industrial Elétrica Eletrônica e Curitiba PR

SIGLA CURSO HABILITACAO CAMPUS UF Obs: CEFET-PR Engenharia Industrial Elétrica Eletrônica e Curitiba PR 1 SIGLA CURSO HABILITACAO CAMPUS UF Ob: CEFET-PR Engenharia Indutria Elétrica Eletrotécnica Curitiba PR CEFET-PR Engenharia Indutrial Elétrica Eletrônica e Curitiba PR Telecomunicaçõe CEFET- Engenharia

Leia mais

ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br

ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br ENGENHARIA CIVIL COORDENADOR José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 187 Engenheiro Civil ATUAÇÃO Ao Engenheiro Civil compete o desempenho das atividades profissionais previstas

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM QUÍMICA - UFMG

PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM QUÍMICA - UFMG PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM QUÍMICA - Histórico Criado em 1967 40 anos de tradição Um dos primeiros programas do Brasil Titulou 407 Mestres e 260 Doutores em Química 2004 Auto-avaliação Características

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Programa de Pós-Graduação em Química MESTRADO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Programa de Pós-Graduação em Química MESTRADO UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Programa de Pós-Graduação em Química MESTRADO Profa. Mônica Regina Marques Palermo de Aguiar Coordenador Prof. Marcos Antonio da Silva Costa Coordenador Adjunto

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGA(*) (*) Despacho do Ministro, Publicado no Diário Oficial da União de 19/01/2007 (*) Portaria/C nº 73, publicada no Diário Oficial da União de 19/01/2007 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais