INDICADORES DE INTERNACIONALIZAÇÃO NO BRASIL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INDICADORES DE INTERNACIONALIZAÇÃO NO BRASIL"

Transcrição

1 INDICADORES DE INTERNACIONALIZAÇÃO NO BRASIL Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul 20 de outubro de 2014 Denise de Menezes Neddermeyer Diretora de Relações Internacionais

2 Principais Tópicos Momento atual e principais objetivos da internacionalização Definição de indicadores no contexto Brasileiro A Visão da CAPES sobre internacionalização Pós Ciência sem Fronteiras

3 Internationalization is not what it used to be.

4 As shown by its changing definitions. Dimensão Cultural: integrating an international and intercultural dimension into the teaching, research and service functions of an institution (Knight 1994) Dimensão Acadêmica: Internationalization includes the policies and practices undertaken by academic systems and institutions -and even individuals- to cope with the global academic environment (Altbach and Knight 2007) Dimensão Global: As knowledge production becomes a global rather than a national enterprise, nations have a huge stake in ensuring that their universities (and the academics in them) are active participants and leaders in this new [system] (Huang, Finkelstein, and Rostan 2014)

5 Principais objetivos To develop globally competitive and culturally competent leaders and workforce for the local community, nation, or region To enable the community, nation, or region to participate in the knowledge economy To serve the international needs and interests of community, nation, and region To contribute to nation-building and national prominence To advance national diplomacy and security To contribute to development initiatives in the global South To address problems that are global in scope To contribute to international understanding and peace-building To advance science and scholarship through international dialogue and collaboration To develop a positive and beneficial global system of higher education

6 Definição de Indicadores no contexto brasileiro Objetivos institucionais: universidade, departamentos, Cursos, Núcleos? Indicadores que demonstrem resultados alcançados ao longo do tempo: doutorandos estrangeiro x doutorandos regionais Indicadores transformativos: nº de parcerias internacionais X nº publicações indexadas Indicadores que se complementam: gestão, pesquisa, corpo docente, corpo discente, etc.

7 Definição de indicadores pressupõe Autonomia Transparência Governança Qualidade (avaliação)

8 PARA A CAPES INTERNACIONALIZAÇÃO É: Planejamento de curto, médio e longo prazo; Recursos humanos qualificados; Cooperação internacional; Produção científica com qualidade; Foco em inovação.

9 Plano Nacional de Pós-Graduação PNPG Histórico II PNPG 1982 / 1985 III PNPG 1986 / 1989 PNPG 2005 / 2010 PNPG 2011 / 2020 PNE 2014 / 2024 I PNPG 1975 / 1979

10 Desafios Expansão qualitativa e quantitativa do Sistema Nacional de Pós- Graduação (SNPG). Internacionalização do Ambiente Acadêmico Brasileiro. Indução Estratégica e Inovação. Parcerias entre a Pós-Graduação e os Setores Público e Privado. Qualidade e Equidade na Formação de Professores da Educação Básica. Expansão e Consolidação da Universidade Aberta do Brasil- UAB.

11 PROGRAMAS CAPES DE EXCELÊNCIA As notas 6 e 7 são reservadas exclusivamente para os programas com doutorado que obtiveram nota 5 e conceito Muito Bom em todos os quesitos da avaliação Proposta do Programa Corpo Docente Teses e Dissertações Excelência Produção Intelectual Inserção Social Fonte: Regulamento para a Avaliação Trienal 2013

12 Programas por Notas Ano de Programas de Excelência Fonte: Portal da Capes Atualizado em: 10/10/2014

13 PROGRAMAS - NOTA 6 Predomínio do conceito Muito Bom nos itens de todos os quesitos da ficha de avaliação, mesmo com eventual conceito Bom em alguns itens; nível de desempenho (formação de doutores e produção intelectual) diferenciado em relação aos demais programas da área; e desempenho equivalente ao dos centros internacionais de excelência na área (internacionalização e liderança).

14 Programa Nota 6 por Status Jurídico - Trienal Estadual Federal Privada

15 Estado Programa Nota 6 por Estado - Trienal 2013 Quantidade de Programas Amazonas 1 Bahia 3 Ceará 6 Distrito Federal 10 Goiás 2 Maranhão 1 Minas Gerais 35 Pará 2 Paraíba 2 Paraná 11 Pernambuco 8 Rio de Janeiro 41 Rio Grande do Norte 3 Rio Grande do Sul 37 Santa Catariana 15 São Paulo 93

16 IES Ranking da IES Nota 6 Nome IES Quantidade de Programas 1 USP UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO 47 2 UFRGS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL 19 3 UFMG UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS 18 4 UFRJ UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO 18 5 UNICAMP UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS 17 UNIVERSIDADE EST.PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA 6 UNESP FILHO 15 7 UFSC UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA 14 8 UNB UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA 10 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO 9 PUC/RS GRANDE DO SUL UFPE UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO 8 11 UFV UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA 8 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE 12 PUC-RIO JANEIRO 7 13 UFPR UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ 7 14 UNIFESP UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO 6 15 UFC UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ 5 16 UERJ UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 4 17 FIOCRUZ FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ 4

17 PROGRAMAS - NOTA 7 Conceito Muito Bom em todos os itens de todos os quesitos da ficha de avaliação; nível de desempenho (formação de doutores e produção intelectual) altamente diferenciado em relação aos demais programas da área; e desempenho equivalente ao dos centros internacionais de excelência na área (internacionalização e liderança).

18 Programa Nota 7 por Status Jurídico - Trienal Estadual Federal Privada 9

19 Programa Nota 7 por Estado - Trienal 2013 Estado Programas Bahia 1 Distrito Federal 2 Minas Gerais 18 Rio de Janeiro 27 Rio Grande do Sul 17 Santa Catariana 3 São Paulo 77

20 IES Ranking da IES Nota 7 Nome IES Quantidade de Programas 1 USP UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO 45 2 UFRJ UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO 16 3 UNICAMP UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS 16 4 UFMG UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS 13 5 UFRGS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL 13 6 UNIFESP UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO 6 7 UFSC UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA 3 8 UERJ UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 3 9 UFV UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA 3 10 UFSCAR UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS 3 11 UNESP UNIVERSIDADE EST.PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO 3 12 FGV/SP FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS/SP 2 13 UNB UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA 2 14 PUC-RIO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO 15 FIOCRUZ FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ 2 2

21 Ranking da IES Nota 7 - Continuação IES Nome IES Quantidade de Programas 16 FGV/RJ FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS/RJ 1 17 UFBA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA 1 18 CBPF CENTRO BRASILEIRO DE PESQUISAS FÍSICAS 1 19 UFF UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE 1 20 PUC/RS PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL 1 21 UFU UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA 1 22 UFPEL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS 1 23 UFLA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS 1 24 UNISINOS UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS 1 25 PUC/SP PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO 1 26 UFSM UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA 1 27 INPE INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS 1 28 IMPA ASSOCIAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE MATEMÁTICA PURA E APLICADA 1

22 BRAZILIAN UNIVERSITIES COMPARATIVE RANKINGS CAPES RANKING RUF RANKING Ranking University Ranking University 1 USP 1 USP 2 UFRJ 2 UFRJ 3 UNICAMP 3 UFMG 4 UFMG 4 UFRGS 5 UFRGS 5 UNICAMP 6 UNESP 6 UNESP 7 UFSC 7 UFSC 8 UNIFESP 8 UNB 9 UNB 9 UFPR 10 UFV 10 UFPE 11 PUC-RS 11 UNIFESP 12 PUC-RJ 12 UFSCAR 13 UFPE 13 UERJ 14 UFPR 14 UFSM 15 UERJ 15 PUC-RJ 16 UFSCAR 16 UFC 17 UFBA 17 UFBA 18 UFF 18 UFF 19 UFC 19 PUC-RS 20 UFLA 20 UFV 22 UFSM 14 UFSM 20 UFLA 31 UFLA

23

24 Bolsas Concedidas CAPES e CNPQ Por ano Total Geral Fonte: DRI/CAPES Atualizado em: 31/08/2014

25 Bolsas concedidas CAPES e CNPQ Por modalidade Modalidade Total Geral GRADUAÇÃO SANDUÍCHE DOUTORADO SANDUÍCHE PÓS-DOUTORADO DOUTORADO PESQUISADOR VISITANTE ESPECIAL (NO BRASIL) 0 JOVENS TALENTOS (NO BRASIL) MESTRADO PROFISSIONAL NO EXTERIOR Total Geral Fonte: DRI/CAPES Atualizado em: 31/08/2014

26 Bolsas Concedidas por Agência Total Geral CNPQ CAPES Fonte: DRI/CAPES Atualizado em: 31/08/2014

27

28 Inglês sem Fronteiras Ações O Programa IsF oferece três módulos de apoio à aprendizagem do inglês: 1) Curso online de inglês por meio do Portal de Periódicos da Capes. 2) Diagnóstico do nível de inglês: 500 mil testes gratuitos do TOEFL/ITP. 3) Curso presencial nas I.E.S. públicas federais.

29 Informações sobre: Capes: Ciência sem Fronteiras: Programa Inglês sem Fronteiras: isf.mec.gov.br

Resultado Minter/Dinter 2012 Propostas Recomendadas

Resultado Minter/Dinter 2012 Propostas Recomendadas Ministério da Educação - MEC Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes Diretoria de Avaliação - DAV Coordenação Geral de Avaliação e Acompanhamento - CGAA 1 Administração

Leia mais

MEC/CAPES. Portal de Periódicos

MEC/CAPES. Portal de Periódicos MEC/CAPES Portal de Periódicos A CAPES e a formação de recursos de alto nível no Brasil Criada em 1951, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) é uma agência vinculada ao

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE MODERNIZAÇÃO E PROGRAMAS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE MODERNIZAÇÃO E PROGRAMAS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE MODERNIZAÇÃO E PROGRAMAS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL - PET 7 INSTITUIÇÕES 370 GRUPOS REGIÃO NORTE - 8 INSTITUIÇÕES

Leia mais

Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com

Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com 1 Luiz Roberto Liza Curi Sociólogo Doutor em Economia Conselheiro do Conselho Nacional de Educação Diretor LEYA

Leia mais

As universidades do Brasil mais respeitadas por empregadores Os diplomas mais valorizados pelas empresas

As universidades do Brasil mais respeitadas por empregadores Os diplomas mais valorizados pelas empresas As universidades do Brasil mais respeitadas por empregadores Os diplomas mais valorizados pelas empresas Camila Pati, de EXAME.com São Paulo - Para elaborar seus rankings de melhores universidades, a Quacquarelli

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR TERMO DE REFERÊNCIA 063/2011

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR TERMO DE REFERÊNCIA 063/2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR TERMO DE REFERÊNCIA 063/2011 1 NÚMERO E TÍTULO DO PROJETO Projeto OEI/BRA/10/002 - Atualização dos Processos de Gestão e Avaliação de Políticas e

Leia mais

Enem 2011 será única forma de seleção em pelo menos 30 universidades federais; confira

Enem 2011 será única forma de seleção em pelo menos 30 universidades federais; confira 2011 será única forma de seleção em pelo menos 30 universidades federais; confira Suellen Smosinski Em São Paulo O (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2011 será a única forma de seleção para os cursos

Leia mais

ENEM X Universidades Federais em 2012 COMO FICA?

ENEM X Universidades Federais em 2012 COMO FICA? ENEM X Universidades Federais em COMO FICA? SUDESTE Enem? Ufop (Universidade Federal de Ouro Preto) UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) UFV (Universidade Federal de Viçosa) 80% das vagas serão

Leia mais

HISTÓRIA ÁREA: TRIÊNIO 2007-2010. Coordenador: Raquel Glezer. Coordenador-Adjunto: Luiz Carlos Soares. Ministério da Educação

HISTÓRIA ÁREA: TRIÊNIO 2007-2010. Coordenador: Raquel Glezer. Coordenador-Adjunto: Luiz Carlos Soares. Ministério da Educação Ministério da Educação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Avaliação ÁREA: HISTÓRIA Coordenador: Raquel Glezer TRIÊNIO 2007-2010 2010 Coordenador-Adjunto: Luiz Carlos

Leia mais

CONFIRA AS UNIVERSIDADES QUE UTILIZARÃO O ENEM 2011

CONFIRA AS UNIVERSIDADES QUE UTILIZARÃO O ENEM 2011 CONFIRA AS UNIVERSIDADES QUE UTILIZARÃO O ENEM 2011 REGIÃO SUDESTE UFU (Universidade Federal de Uberlândia): Ufes (Universidade Federal do Espírito Santo): UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais):

Leia mais

Confira as universidades da Região Sudeste do Brasil que utilizarão o Enem 2011

Confira as universidades da Região Sudeste do Brasil que utilizarão o Enem 2011 Confira as universidades da Região Sudeste do Brasil que utilizarão o Enem 2011 UFU (Universidade Federal de Uberlândia): Ufes (Universidade Federal do Espírito Santo): UFMG (Universidade Federal de Minas

Leia mais

A participação da PUC-Rio em avaliações externas outubro/2016

A participação da PUC-Rio em avaliações externas outubro/2016 A participação da PUC-Rio em avaliações externas outubro/2016 Modalidades de Avaliações Externas Avaliações Nacionais Avaliações Internacionais MEC Conceito CAPES CPC Conceito Preliminar de Curso Indicador

Leia mais

gica Thiago Renault thiagorenault@producao.uff.br

gica Thiago Renault thiagorenault@producao.uff.br Tema: Como incorporar técnicas t modernas de apoio à comercialização e como o modelo de incubação fomenta o surgimento de empresas de base tecnológica gica Thiago Renault thiagorenault@producao.uff.br

Leia mais

Panorama e planejamento de Pós-graduação visando notas 06 e 07 na UFV

Panorama e planejamento de Pós-graduação visando notas 06 e 07 na UFV Pós-Graduação da UFV em debate 2012 26-27 de Novembro de 2012 Panorama e planejamento de Pós-graduação visando notas 06 e 07 na UFV Profa. Simone EF Guimarães Pós Graduação em Genética e Melhoramento UFV

Leia mais

Área de Avaliação Programa IES IES Nome Nível FGV/SP UFRGS UFRJ

Área de Avaliação Programa IES IES Nome Nível FGV/SP UFRGS UFRJ Área de Avaliação Programa IES IES Nome Nível ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS E TURISMO ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS E TURISMO ANTROPOLOGIA / ARQUEOLOGIA ANTROPOLOGIA / ARQUEOLOGIA ANTROPOLOGIA / ARQUEOLOGIA ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Mais informações: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=k4787023h4

Mais informações: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=k4787023h4 Profª. Loussia Penha Musse Felix É Bacharel em Direito pela Universidade Católica de Petrópolis (UCP), mestre em Ciências Jurídicas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e doutora

Leia mais

Subsídios para o Plano de Reordenamento dos Recursos Humanos no âmbito do Ministério da Saúde

Subsídios para o Plano de Reordenamento dos Recursos Humanos no âmbito do Ministério da Saúde Universidade de Brasília - UnB Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares - CEAM Núcleo de Estudos de Saúde Pública - NESP Programa de Políticas de Recursos Humanos de Saúde - POLRHS Subsídios para

Leia mais

ID Proponente UF CURSO TIPO

ID Proponente UF CURSO TIPO PLANILHA DE CONTROLE - OFERTA DE CURSOS POR INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO ID Proponente UF CURSO TIPO 1 CEFET-AL ALAGOAS Hotelaria Tecnólogo 2 CEFET-CE CEARÁ Hospedagem Tecnólogo 3 CEFET-CE CEARÁ Matemática

Leia mais

Ranking das Universidades Brasileiras

Ranking das Universidades Brasileiras Ranking das Universidades Brasileiras Rogerio Meneghini Diretor Científico, SciELO Scientific Electronic Library Online Julho / 2016 Se o ser humano sempre procurou padrões que unem ou diferenciam tudo

Leia mais

Universidades Federais CA

Universidades Federais CA Universidades Federais CA Universidade Federal do Acre Universidade do Amapá Universidade do Amazonas* Universidade Federal do Pará Universidade Federal Rural da Amazônia* Universidade do Oeste do Pará*

Leia mais

PLANILHA DE CONTROLE - OFERTA DE CURSOS POR INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO

PLANILHA DE CONTROLE - OFERTA DE CURSOS POR INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO PLANILHA DE CONTROLE - OFERTA DE CURSOS POR INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO ID Proponente UF CURSO 1 CEFET-AL ALAGOAS Hotelaria 2 CEFET-CE CEARÁ Hospedagem 3 CEFET-CE CEARÁ Matemática 4 CEFET-ES ESPÍRITO

Leia mais

Edital 049/2012/CAPES/INEP Programa Observatório da Educação. Resultado preliminar

Edital 049/2012/CAPES/INEP Programa Observatório da Educação. Resultado preliminar Nº Nº do Projeto Sigla IES Sede Título do Projeto 1 12987 FEEVALE PROJETO OBEDUC 2 21097 FEEVALE PROJETO OBEDUC DIVERSIDADE, ACESSO E PERMANÊNCIA: PRÁTICAS SOCIAIS E PEDAGÓGICAS NA EDUCAÇÃO BÁSICA 3 23969

Leia mais

Universidade Federal. do Acre. Universidade Federal. do Amazonas. Universidade Federal. do Amapá. Universidade Federal. do Pará. Universidade Federal

Universidade Federal. do Acre. Universidade Federal. do Amazonas. Universidade Federal. do Amapá. Universidade Federal. do Pará. Universidade Federal UF CATEGORIA ADMINISTRATIVA SIGLA IES AC FEDERAL UFAC AM FEDERAL UFAM AP FEDERAL UNIFAP PA FEDERAL UFPA PA FEDERAL UFRA RO FEDERAL UNIR RR FEDERAL UFRR TO FEDERAL UFT MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA

Leia mais

EDITAL CAPES N o 11/2014 - PRÓ-EQUIPAMENTOS INSTITUCIONAL RESULTADO FINAL - PROPOSTAS RECOMENDADAS

EDITAL CAPES N o 11/2014 - PRÓ-EQUIPAMENTOS INSTITUCIONAL RESULTADO FINAL - PROPOSTAS RECOMENDADAS CENTRO BRASILEIRO DE PESQUISAS FÍSICAS R$ 165.000,00 CENTRO DE DESENVOLVIMENTO DA TECNOLOGIA NUCLEAR R$ 165.000,00 CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECN. CELSO SUCKOW DA FONSECA R$ 395.500,00 CENTRO FEDERAL

Leia mais

1 ADMINISTRAÇÃO / TURISMO PUC/MG PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS MG ADMINISTRAÇÃO ME 4 2 ADMINISTRAÇÃO / TURISMO UNIGRANRIO

1 ADMINISTRAÇÃO / TURISMO PUC/MG PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS MG ADMINISTRAÇÃO ME 4 2 ADMINISTRAÇÃO / TURISMO UNIGRANRIO 1 ADMINISTRAÇÃO / TURISMO PUC/MG PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS MG ADMINISTRAÇÃO ME 4 2 ADMINISTRAÇÃO / TURISMO UNIGRANRIO UNIVERSIDADE DO GRANDE RIO - PROF JOSÉ DE SOUZA HERDY RJ ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Plano de Ação 2007-2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional Recursos Humanos em C,T&I 118.000 34.000 41.000 50.000

Leia mais

V Seminário Interno do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia da UFRGS (08 de Abril de 2015) A Pós-graduação em Zootecnia Uma visão do sistema

V Seminário Interno do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia da UFRGS (08 de Abril de 2015) A Pós-graduação em Zootecnia Uma visão do sistema V Seminário Interno do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia da UFRGS (08 de Abril de 2015) A Pós-graduação em Zootecnia Uma visão do sistema Papel da CAPES na Condução da Pós-Graduação Fundação vinculada

Leia mais

MEDICINA III ÁREA: Lydia Masako Ferreira TRIÊNIO 2007-2009. Coordenador: Francisco Sampaio Coordenador-Adjunto: Ministério da Educação

MEDICINA III ÁREA: Lydia Masako Ferreira TRIÊNIO 2007-2009. Coordenador: Francisco Sampaio Coordenador-Adjunto: Ministério da Educação Ministério da Educação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Avaliação ÁREA: MEDICINA III TRIÊNIO 2007-2009 2009 Coordenador: Francisco Sampaio Coordenador-Adjunto: Lydia

Leia mais

8 Encontro da ABCP 01 a 04/08/2012, Gramado, RS AT04 - Ensino e Pesquisa em Ciência Política e Relações Internacionais

8 Encontro da ABCP 01 a 04/08/2012, Gramado, RS AT04 - Ensino e Pesquisa em Ciência Política e Relações Internacionais 8 Encontro da ABCP 01 a 04/08/2012, Gramado, RS AT04 - Ensino e Pesquisa em Ciência Política e Relações Internacionais A PRODUÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS E ÁREAS AFINS NO BRASIL

Leia mais

GEOCIÊNCIAS ÁREA: TRIÊNIO DE AVALIAÇÃO 2007-2009. Coordenador: Roberto Dall Agnol Coordenador-Adjunto: Ministério da Educação

GEOCIÊNCIAS ÁREA: TRIÊNIO DE AVALIAÇÃO 2007-2009. Coordenador: Roberto Dall Agnol Coordenador-Adjunto: Ministério da Educação Ministério da Educação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Avaliação ÁREA: GEOCIÊNCIAS TRIÊNIO DE AVALIAÇÃO 2007-2009 2009 COORDENAÇÃO 2008-2010 2010 Coordenador: Roberto

Leia mais

II Workshop de Tecnologia de Redes do POP-BA. Serviços RNP. Diretoria Adjunta de Gestão de Serviços DAGSer/RNP. Salvador BA 19/09/2011

II Workshop de Tecnologia de Redes do POP-BA. Serviços RNP. Diretoria Adjunta de Gestão de Serviços DAGSer/RNP. Salvador BA 19/09/2011 II Workshop de Tecnologia de Redes do POP-BA Serviços RNP Leandro Marcos de Oliveira Guimarães Diretoria Adjunta de Gestão de Serviços DAGSer/RNP Salvador BA 19/09/2011 Agenda Catálogo de Serviços Lançamentos

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO EAESP/FGV ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO GESTÃO E POLÍTICAS PÚBLICAS F 4

ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO EAESP/FGV ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO GESTÃO E POLÍTICAS PÚBLICAS F 4 Área de Avaliação Ministério da Educação - MEC Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES Período de Avaliação: 2007 a 2009 Etapa: Avaliação Trienal 2010 Sigla da Instituição Nome

Leia mais

Treinamento da Plataforma Sucupira. Bergmann Morais e Demétrio Filho (DPP Diretoria)

Treinamento da Plataforma Sucupira. Bergmann Morais e Demétrio Filho (DPP Diretoria) Treinamento da Plataforma Sucupira Bergmann Morais e Demétrio Filho (DPP Diretoria) Sumário Apresentação sobre a CAPES, sua missão e os objetivos da avaliação Overview da plataforma Sucupira CAPES A Campanha

Leia mais

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. XI Fórum BRAFITEC. Luís Filipe de Miranda Grochocki Curitiba, 11 de junho de 2015 Brasil

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. XI Fórum BRAFITEC. Luís Filipe de Miranda Grochocki Curitiba, 11 de junho de 2015 Brasil COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR XI Fórum BRAFITEC Luís Filipe de Miranda Grochocki Curitiba, 11 de junho de 2015 Brasil Principais tópicos CAPES; Internacionalização; Programas

Leia mais

Siglas, termos e expressões

Siglas, termos e expressões Siglas, termos e expressões Abrabe ANCEFN Andifes AUIP BAM CAp/Uerj Capes CGEE CIB Cieps CNE CNPq COFECUB Conaes CONICET Coppe/UFRJ DED DO ENBT EHESS EPGE ERC Esal ESDI/Uerj Associação Brasileira de Bebidas

Leia mais

1 of 5 04/24/2012 03:16 PM

1 of 5 04/24/2012 03:16 PM inicio países del mundo ranking mundial ranking por país ranking europeo ranking latino americano > inicio > top Latino América Datos del Ranking Top Latino América Universidades 1 a 100 de 100 Acerca

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Período de : 2004 a 2006 Etapa: Trienal 2007 Área de : 10 - ENGENHARIAS I IES: 24009016 - UFCG - UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE Programa: 24009016002P1 - ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL Modalidade:

Leia mais

Graduação em Química Universidade de São Paulo. Claudimir Lucio do Lago Julho de 2007

Graduação em Química Universidade de São Paulo. Claudimir Lucio do Lago Julho de 2007 Programa de Pós-GraduaP Graduação em Química Universidade de São Paulo Claudimir Lucio do Lago Julho de 2007 História Os cursos de mestrado e doutorado do IQ-USP foram iniciados em fevereiro de 1970 nas

Leia mais

Denise de Menezes Neddermeyer Diretora de Relações Internacionais da CAPES

Denise de Menezes Neddermeyer Diretora de Relações Internacionais da CAPES COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR FÓRUM DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Educação Superior para o Desenvolvimento Nacional Denise de Menezes Neddermeyer Diretora de Relações Internacionais

Leia mais

BIBLIOTECA VIRTUAL EM SAÚDE PSICOLOGIA BVS-PSI

BIBLIOTECA VIRTUAL EM SAÚDE PSICOLOGIA BVS-PSI BIBLIOTECA VIRTUAL EM SAÚDE PSICOLOGIA BVS-PSI ANÁLISE DAS REFERÊNCIAS DAS DISSERTAÇÕES E TESES APRESENTADAS AOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA Trabalho integrado da Rede Brasileira de Bibliotecas

Leia mais

UNICAMP: 26 ANOS DE AUTONOMIA COM VINCULAÇÃO

UNICAMP: 26 ANOS DE AUTONOMIA COM VINCULAÇÃO UNICAMP: 26 ANOS DE AUTONOMIA COM VINCULAÇÃO ORÇAMENTÁRIA JOSÉ TADEU JORGE REITOR UNICAMP 26/08/2015 - ALESP 1 PRIMEIROS ANOS -CAMPUS CAMPINAS 2 MARÇO 2014 -CAMPUS CAMPINAS 3 HOJE -CAMPUS CAMPINAS UNIVERSIDADE

Leia mais

GUIA Instituições Usuárias

GUIA Instituições Usuárias GUIA Instituições Usuárias EDIÇÕES DE 2015 FEVEREIRO Inscrição a partir de novembro de 2014 JUNHO Inscrição a partir de março de 2015 SETEMBRO Inscrição a partir de julho de 2015 Provas Raciocínio Lógico

Leia mais

A pós- graduação no Brasil: evolução do número de doutores titulados no período de 2000 a 2011

A pós- graduação no Brasil: evolução do número de doutores titulados no período de 2000 a 2011 A pós- graduação no Brasil: evolução do número de doutores titulados no período de 2000 a 2011 C. A. de Pian (1,2) (carlos.pian@gmail.com); J. Santa-Cruz (1) (joana.santacruz@gmail.com); (1) Fundação de

Leia mais

Ministério da Educação

Ministério da Educação Página 1 de 44 Marcelo Franca Alves De: "BDE online" Para: "BDE online" Enviada em: quarta-feira, 31 de agosto de 2005 00:05 Assunto: BDE on-line - Nº

Leia mais

8. Excelência no Ensino Superior

8. Excelência no Ensino Superior 8. Excelência no Ensino Superior PROGRAMA: 08 Órgão Responsável: Contextualização: Excelência no Ensino Superior Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - SETI O Programa busca,

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Ficha de Ficha de do Programa Período de : 2010 a 2012 Etapa: Trienal 2013 Área de : 38 - EDUCAÇÃO IES: 40014010 - UNICENTRO - UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE Programa: 40014010009P1 - Educação Modalidade:

Leia mais

Gabarito das Atividades Propostas

Gabarito das Atividades Propostas LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS GRAMÁTICA INTERPRETAÇÃO TEXTUAL. A. D. B. A. C. C 7. D 8. D 9. D 0. *. D. B. E. C. A. E 7. B 8. E. V, F, V, F, V. C. D. D. B. D. D 7. C 8. E 9. C 0. D. D. C. *. E.

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO EAESP/FGV ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO GESTÃO E POLÍTICAS PÚBLICAS F 4

ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO EAESP/FGV ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO GESTÃO E POLÍTICAS PÚBLICAS F 4 Etapa: Avaliação Nome da Nome do Programa Nível ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO EAESP/FGV ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO GESTÃO E POLÍTICAS PÚBLICAS F 4 ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS

Leia mais

Avaliação na Pós-Graduação Stricto Sensu: reflexões sobre a sua prática no Brasil

Avaliação na Pós-Graduação Stricto Sensu: reflexões sobre a sua prática no Brasil Avaliação na Pós-Graduação Stricto Sensu: reflexões sobre a sua prática no Brasil Resumo Maria Lucia Indjaian 1 (*) A avaliação da Pós-Graduação Stricto Sensu no Brasil é realizada de maneira sistemática

Leia mais

92ª Reunião do CTC CURSOS NOVOS 12 de julho de 2006

92ª Reunião do CTC CURSOS NOVOS 12 de julho de 2006 Ministério da Educação - C Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes Coordenação de Acompanhamento e Avaliação - CAA Capes 92ª Reunião do CTC CURSOS NOVOS 12 de julho

Leia mais

UF Universidade Turno Vagas Nota de corte em 21/1/2015, às 0h. Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp)

UF Universidade Turno Vagas Nota de corte em 21/1/2015, às 0h. Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Cursos de medicina UF Universidade Turno Vagas Nota de corte em 21/1/2015, às 0h AC ACRE (Rio Branco) 40 748,49 AL UFAL ALAGOAS (Maceió) AM UFAM AMAZONAS (Manaus) AP UNIFAP AMAPÁ (Macapá) BA UFOB OESTE

Leia mais

Assimetrias Regionais

Assimetrias Regionais Assimetrias Regionais Um olhar sobre a pós-graduação brasileira Marcelo Viana Ciência, Tecnologia e Inovação Visões da Jovem Academia Concessão de bolsas de pós-graduação no país Distribuição de discentes

Leia mais

Área de Avaliação Programa IES IES Nome EAESP/FGV FACCAMP FESP/UPE. Administração FGV/RJ FUNDAÇÃO GETÚLIO FGV/SP DE EMPRESAS FGV/SP FJP FUCAPE FUCAPE

Área de Avaliação Programa IES IES Nome EAESP/FGV FACCAMP FESP/UPE. Administração FGV/RJ FUNDAÇÃO GETÚLIO FGV/SP DE EMPRESAS FGV/SP FJP FUCAPE FUCAPE Área de Avaliação Programa IES IES Nome ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS E TURISMO ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS E TURISMO ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS E TURISMO ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS E TURISMO ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Ficha de Ficha de do Programa Período de : 2010 a 2012 Etapa: Trienal 2013 Área de : 10 - ENGENHARIAS I IES: 42002010 - UFSM - UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA Programa: 42002010020P0 - ENGENHARIA CIVIL

Leia mais

V - promover a cooperação internacional na área de ciência, tecnologia e inovação;

V - promover a cooperação internacional na área de ciência, tecnologia e inovação; DECRETO Nº 7.642, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 * Programa Ciência sem Fronteiras. * Institui o Programa Ciência sem Fronteiras. A Presidenta da República, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84,

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 4 - QUÍMICA IES: 31033016 - UENF - UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE FLUMINENSE DARCY RIBEIRO Programa: 31033016013P0 - CIÊNCIAS NATURAIS Modalidade:

Leia mais

Educação e Ensino no ITA 2003. Mestrado Profissional PG/EAM

Educação e Ensino no ITA 2003. Mestrado Profissional PG/EAM Educação e Ensino no ITA 2003 Mestrado Profissional PG/EAM Parâmetros para o Mestrado Profissional Programas Profissionais Reconhecidos CAPES Avaliação dos Cursos Profissionalizantes Mestrado Profissional

Leia mais

À Comissão Nacional da Verdade Centro Cultural Banco do Brasil Portaria 3-2º andar - SCES, Trecho 2, Lote 22. Brasilia DF 70200-002

À Comissão Nacional da Verdade Centro Cultural Banco do Brasil Portaria 3-2º andar - SCES, Trecho 2, Lote 22. Brasilia DF 70200-002 À Comissão Nacional da Verdade Centro Cultural Banco do Brasil Portaria 3-2º andar - SCES, Trecho 2, Lote 22. Brasilia DF 70200-002 Moção Comissão da Verdade da Assembleia Geral da ANPOCS destinada à Comissão

Leia mais

LISTA DAS INSTITUIÇÕES QUE FAZEM PARTE DO SISU 2014/1. * De acordo com o MEC, os dados são preliminares

LISTA DAS INSTITUIÇÕES QUE FAZEM PARTE DO SISU 2014/1. * De acordo com o MEC, os dados são preliminares LISTA DAS INSTITUIÇÕES QUE FAZEM PARTE DO SISU 2014/1 * De acordo com o MEC, os dados são preliminares ACRE IFAC - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ACRE UFAC - UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

PERFIL SOCIOECONÔMICO E CULTURAL DOS ALUNOS DE GRADUAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR

PERFIL SOCIOECONÔMICO E CULTURAL DOS ALUNOS DE GRADUAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR FÓRUM NACIONAL DE PRÓ-REITORES DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS PERFIL SOCIOECONÔMICO E CULTURAL DOS ALUNOS DE GRADUAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR RELATÓRIO SUMÁRIO FONAPRACE Do

Leia mais

Edital GCUB nº 002/2015 Programa Virtual de Formação para Professores Brasileiros de Espanhol GCUB-ICC

Edital GCUB nº 002/2015 Programa Virtual de Formação para Professores Brasileiros de Espanhol GCUB-ICC Edital GCUB nº 002/2015 Programa Virtual de Formação para Professores Brasileiros de Espanhol GCUB-ICC O Instituto Caro y Cuervo (ICC), a Embaixada da Colômbia no Brasil e o Grupo Coimbra de Universidades

Leia mais

Mauro V. G. Barros Universidade de Pernambuco Grupo de Pesquisa em Estilos de Vida e Saúde

Mauro V. G. Barros Universidade de Pernambuco Grupo de Pesquisa em Estilos de Vida e Saúde Mauro V. G. Barros Universidade de Pernambuco Grupo de Pesquisa em Estilos de Vida e Saúde Tópicos Apresentação pessoal A pós-graduação em Educação Física no Brasil (e no Nordeste) A pesquisa em Educação

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO BRASIL: REALIDADE E PERSPECTIVAS GO TANI UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO BRASIL: REALIDADE E PERSPECTIVAS GO TANI UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PÓSGRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO BRASIL: REALIDADE E PERSPECTIVAS GO TANI UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PÓSGRADUAÇÃO RH PARA DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR RH PARA DESENVOLVIMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA INDISSOCIABILIDADE

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO ESTÁGIO SANDUÍCHE E PÓS-DOUTORAL NO ENSINO DA PÓS-GRADUAÇÃO

A IMPORTÂNCIA DO ESTÁGIO SANDUÍCHE E PÓS-DOUTORAL NO ENSINO DA PÓS-GRADUAÇÃO A IMPORTÂNCIA DO ESTÁGIO SANDUÍCHE E PÓS-DOUTORAL NO ENSINO DA PÓS-GRADUAÇÃO Isabela Almeida Pordeus Novembro 2009 A Pós-Graduação em Odontologia Evolução dos Programas: Odontologia Evolução do Programas

Leia mais

Edital Nº 02/2014 PROEN

Edital Nº 02/2014 PROEN Edital Nº 02/2014 PROEN Chamada única para seleção de bolsistas de mobilidade estudantil (Bolsas SANTANDER 2014) O PRÓ-REITOR DE ENSINO da Universidade Federal do Maranhão torna público, para conhecimento

Leia mais

PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PFRH. Recursos Humanos Universidade Petrobras

PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PFRH. Recursos Humanos Universidade Petrobras PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PFRH Recursos Humanos Universidade Petrobras PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS - PFRH Objetivo Ampliar e fortalecer a formação de recursos

Leia mais

RELATÓRIO DO I SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRAMAS DE PÓS- GRADUAÇÃO DA ÁREA DE NUTRIÇÃO. 08 e 09 de março de 2012.

RELATÓRIO DO I SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRAMAS DE PÓS- GRADUAÇÃO DA ÁREA DE NUTRIÇÃO. 08 e 09 de março de 2012. RELATÓRIO DO I SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRAMAS DE PÓS- GRADUAÇÃO DA ÁREA DE NUTRIÇÃO 08 e 09 de março de 2012. Brasília DF Nos dias 08 e 09 de março de 2012, os coordenadores de pós-graduação

Leia mais

Foro Internacional sobre Modelos de Gestión de Investigación Científica para la Educación Superior

Foro Internacional sobre Modelos de Gestión de Investigación Científica para la Educación Superior Foro Internacional sobre Modelos de Gestión de Investigación Científica para la Educación Superior Primer Encuentro Internacional em América Latina de Las Redes AUIP, RECLA Y RUEPEP Manta, Ecuador, 24

Leia mais

Impressões gerais sobre o V Fórum de Internacionalização da UNESP

Impressões gerais sobre o V Fórum de Internacionalização da UNESP 1 Impressões gerais sobre o V Fórum de Internacionalização da UNESP Leandro R. Tessler IFGW, Unicamp tessler@ifi.unicamp.br Barra Bonita, 20/11/2013 2 Impressionante 370 pessoas Todos os campi presentes

Leia mais

Relação das universidades que utilizam o vestibular seriado como pelo menos um dos critérios de seleção:

Relação das universidades que utilizam o vestibular seriado como pelo menos um dos critérios de seleção: INFORMAÇÕES AO EM-2011 Vestibular Seriado Muitas universidades têm oferecido um novo sistema de Ingresso ao Ensino Superior, que consiste na realização de provas por parte do candidato desde o primeiro

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 18 - ODONTOLOGIA IES: 33003033 - UNICAMP/Pi - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS/PIRACICABA Programa: 33003033005P9 - RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA Modalidade:

Leia mais

Modelos de Gestão da Qualidade da Pós-graduação e do Doutorado: Experiências Nacionais: BRASIL

Modelos de Gestão da Qualidade da Pós-graduação e do Doutorado: Experiências Nacionais: BRASIL Modelos de Gestão da Qualidade da Pós-graduação e do Doutorado: Experiências Nacionais: BRASIL Livio Amaral Diretor de Avaliação 17set13 A AVALIAÇÃO DO SISTEMA NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO (SNPG) (SNPG) -FUNDAMENTOS

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Ficha de Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 10 - ENGENHARIAS I IES: 32020015 - CEFET/MG - CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECN. DE MINAS GERAIS Programa: 32020015004P3 - ENGENHARIA CIVIL

Leia mais

REGISTRO NACIONAL DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR. N. UF INSTITUIÇÃO NOME DO PROJETO Hab. NOTA

REGISTRO NACIONAL DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR. N. UF INSTITUIÇÃO NOME DO PROJETO Hab. NOTA A Secretaria de Educação Média e Tecnológica informa o resultado da segunda fase do processo de análise dos projetos encaminhados pelas Instituições de Ensino Superior do Programa Nacional de Incentivo

Leia mais

Plano Estratégico do Programa de Mestrado em Direito da UniBrasil PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015

Plano Estratégico do Programa de Mestrado em Direito da UniBrasil PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015 PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015 MAPA ESTRATÉGICO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIBRASIL MISSÃO Promover, desenvolver e publicar pesquisas de qualidade, com sólida base jurídica e contextualização

Leia mais

Relatório de Cursos. Página 1/6 Curso: Zootecnia. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado.

Relatório de Cursos. Página 1/6 Curso: Zootecnia. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Página 1/6 Curso: Zootecnia Emitido em: 6/3/2013 Critério de Pesquisa: Faculdade de Agronomia e Zootecnia de Uberaba Uberaba Faculdade de Ciências Agro- Ambientais Rio de Janeiro Faculdade de Ciências

Leia mais

RELATÓRIO DO SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA ÁREA DE BIOTECNOLOGIA

RELATÓRIO DO SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA ÁREA DE BIOTECNOLOGIA RELATÓRIO DO SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA ÁREA DE BIOTECNOLOGIA Dias: 05 a 07 de novembro de 2012 Local: Sede da CAPES Brasília/DF Introdução Nos dias 05 a 07 de novembro

Leia mais

GEOTÉCNICA Introdução a Geologia Física Introdução a Mecânica dos Solos. PATRICIO PIRES. D.Sc. patricio.pires@gmail.com Sala: 102 CT-I / Ramal: 2707

GEOTÉCNICA Introdução a Geologia Física Introdução a Mecânica dos Solos. PATRICIO PIRES. D.Sc. patricio.pires@gmail.com Sala: 102 CT-I / Ramal: 2707 GEOTÉCNICA Introdução a Geologia Física Introdução a Mecânica dos Solos PATRICIO PIRES. D.Sc. patricio.pires@gmail.com Sala: 102 CT-I / Ramal: 2707 Conteúdo Programático 1. Definição de Solo e Rocha 2.

Leia mais

Propostas de Cursos Novos

Propostas de Cursos Novos Ministério da Educação - MEC Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes Diretoria de Avaliação - DAV Coordenação Geral de Avaliação e Acompanhamento - CGAA Período 2010

Leia mais

EVOLUÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO NAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR. ANDIFES Outubro/2011

EVOLUÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO NAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR. ANDIFES Outubro/2011 EVOLUÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO NAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR ANDIFES Outubro/2011 Créditos Presidente: Reitor - João Luiz Martins - UFOP 1ª Vice-presidente: Reitor Álvaro Toubes Prata UFSC Suplente:

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 15 - MEDICINA I IES: 33009015 - UNIFESP - UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO Programa: 33009015045P8 - MEDICINA INTERNA E TERAPÊUTICA Modalidade: Acadêmico

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de UF: DF Nível Superior (Capes) ASSUNTO: Alterações em programas

Leia mais

Inserção social... o que é, como foi avaliada nesse triênio e, o que deverá ser feito para o próximo?

Inserção social... o que é, como foi avaliada nesse triênio e, o que deverá ser feito para o próximo? IX Fórum Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação Stricto Sensu em Fisioterapia Londrina / PR Inserção social... o que é, como foi avaliada nesse triênio e, o que deverá ser feito para o próximo? Rinaldo R

Leia mais

Seminário de Acompanhamento de Programas de Pós-Graduação em Odontologia 3 x 3

Seminário de Acompanhamento de Programas de Pós-Graduação em Odontologia 3 x 3 Seminário de Acompanhamento de Programas de Pós-Graduação em Odontologia 3 x 3 Isabela Almeida Pordeus (UFMG) Arnaldo de França Caldas Jr (UFPE) Outubro 2011 OBJETIVOS Refletir sobre trajetórias, discutir

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Ficha de Ficha de do Programa Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 16 - MEDICINA II IES: 33002029 - USP/RP - UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO/ RIBEIRÃO PRETO Programa: 33002029029P3 - MEDICINA

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Ficha de Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 13 - ENGENHARIAS III IES: 33021015 - UNITAU - UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ Programa: 33021015006P5 - ENGENHARIA MECÂNICA Modalidade: Profissional

Leia mais

Prof. Peter Bent Hansen PPGAd FACE PUCRS Junho de 2012.

Prof. Peter Bent Hansen PPGAd FACE PUCRS Junho de 2012. Prof. Peter Bent Hansen PPGAd FACE PUCRS Junho de 2012. Questões: Qual o foco das pesquisas científicas atuais? Quais as demandas atuais das organizações? Quais os temas mais relevantes hoje e nos próximos

Leia mais

PROGRAMAS DE PÓS- GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA NO BRASIL: SITUAÇÃO ATUAL E SISTEMA DE AVALIAÇÃO. GUILHERME WERNECK gwerneck@iesc.ufrj.

PROGRAMAS DE PÓS- GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA NO BRASIL: SITUAÇÃO ATUAL E SISTEMA DE AVALIAÇÃO. GUILHERME WERNECK gwerneck@iesc.ufrj. PROGRAMAS DE PÓS- GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA NO BRASIL: SITUAÇÃO ATUAL E SISTEMA DE AVALIAÇÃO GUILHERME WERNECK gwerneck@iesc.ufrj.br CONTEXTO GERAL DA ÁREA DE SAÚDE COLETIVA NO SNPG DIMENSÃO DA ÁREA

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIREÇÃO CIENTÍFICA - CBCE (Em desenvolvimento Versão 1.0 Nov/2011) GESTÃO 2011-2013

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIREÇÃO CIENTÍFICA - CBCE (Em desenvolvimento Versão 1.0 Nov/2011) GESTÃO 2011-2013 I. IDENTIDADE INSTITUCIONAL DA DO CBCE / DIREÇÃO CIENTÍFICA - DC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIREÇÃO CIENTÍFICA - CBCE (Em desenvolvimento Versão 1.0 Nov/2011) GESTÃO 2011-2013 1.1 Avaliar e divulgar a DC

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 2007 2009 TRIENAL 2010

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 2007 2009 TRIENAL 2010 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 2007 2009 TRIENAL 2010 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: ECONOMIA COORDENADOR DE ÁREA: FRANCISCO DE SOUSA RAMOS COORDENADOR ADJUNTO DE ÁREA: JOAQUIM JOSÉ MARTINS GUILHOTO I. APRESENTAÇÃO

Leia mais

Formação de líderes para a gestão e universidades de classe mundial

Formação de líderes para a gestão e universidades de classe mundial Formação de líderes para a gestão e universidades de classe mundial Fábio José Garcia dos Reis Dezembro de 2010 Philip G. Altbach organizou o livro Leadership for world-class universities. Challenges for

Leia mais

Inserção Internacional dos NITs Brasileiros

Inserção Internacional dos NITs Brasileiros Inserção Internacional dos NITs Brasileiros Denise Gregory Diretora de Cooperação para o Desenvolvimento INPI Seminário ETT/PUC-RS: Um decênio da história na gestão de PI e Transferência de Tecnologia

Leia mais

Metas Indicadores Ação para o Alcance das Metas Produto Esperado Fonte dos Dados

Metas Indicadores Ação para o Alcance das Metas Produto Esperado Fonte dos Dados PDI 20111 / 201 15 Pós-Graduação 1. Formar pessoas competentes e éticas, com alta qualificação científica, tecnológica e artística, comprometidas com o bem-estar social, adaptáveis às mudanças, capazes

Leia mais

Pós-Graduação e Ensino de Ciências e Matemática

Pós-Graduação e Ensino de Ciências e Matemática Anais do VIII ENEM Mesa Redonda 1 Pós-Graduação e Ensino de Ciências e Matemática Tânia Maria Mendonça Campos - tania@pucsp.br A Pós-Graduação é a Unidade Universitária responsável pela formação de recurso

Leia mais

INFORME DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS FACULDADE SANTO AGOSTINHO

INFORME DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS FACULDADE SANTO AGOSTINHO INFORME DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS FACULDADE SANTO AGOSTINHO O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação MCTI, o Ministério da Educação - MEC, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico

Leia mais

A EDUCAÇÃO ESPECIAL NO ÂMBITO DA PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO NO BRASIL Régis Henrique dos Reis Silva UFG e UNICAMP regishsilva@bol.com.br 1.

A EDUCAÇÃO ESPECIAL NO ÂMBITO DA PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO NO BRASIL Régis Henrique dos Reis Silva UFG e UNICAMP regishsilva@bol.com.br 1. A EDUCAÇÃO ESPECIAL NO ÂMBITO DA PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO NO BRASIL Régis Henrique dos Reis Silva UFG e UNICAMP regishsilva@bol.com.br 1. INTRODUÇÃO Este estudo tem como objeto de análise o processo de

Leia mais

Programa Ciência Sem Fronteiras (CsF) Palestra de apresentação do programa

Programa Ciência Sem Fronteiras (CsF) Palestra de apresentação do programa Programa Ciência Sem Fronteiras (CsF) Palestra de apresentação do programa D.Sc. Emílio G. F. Mercuri Departamento de Engenharia Ambiental (DEA) Curso de Graduação em Engenharia Ambiental (CGEA) Universidade

Leia mais

Cursos de Graduação a Distância

Cursos de Graduação a Distância de Graduação a Distância 427 428 7 - de Graduação a Distância 7.1 -,,, por Vestibular e Outros Processos Seletivos (*), e nos de Graduação a Distância, segundo as Instituições Brasil 2004 (continua) Instituições

Leia mais

Relatório de Cursos. Página 1/9 Curso: Engenharia Mecânica. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado.

Relatório de Cursos. Página 1/9 Curso: Engenharia Mecânica. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Bacharelado. Página 1/9 Curso: Engenharia Mecânica Emitido em: 6/3/2013 Critério de Pesquisa: Centro Universitário de Volta Redonda Volta Redonda Centro Universitário de Volta Redonda Volta Redonda Centro de Ensino

Leia mais

AVALIAÇÃO DO ENADE 2011 NOTAS DOS CURSOS DE CIÊNCIAS SOCIAIS

AVALIAÇÃO DO ENADE 2011 NOTAS DOS CURSOS DE CIÊNCIAS SOCIAIS AVALIAÇÃO DO ENADE 2011 NOTAS DOS CUOS DE Cursos com avaliação 1 ou 2 (sujeitos a encerramento/reestruturação de suas atividades) Cursos com avaliação 5 Públicas Cursos com avaliação 5 no Enade, mas com

Leia mais