Ciências Militares no Século XXI: desafios à formação e capacitação de recursos humanos em Defesa LIVIO AMARAL DAV CAPES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ciências Militares no Século XXI: desafios à formação e capacitação de recursos humanos em Defesa LIVIO AMARAL DAV CAPES"

Transcrição

1 Ciências Militares no Século XXI: desafios à formação e capacitação de recursos humanos em Defesa LIVIO AMARAL DAV CAPES

2 DADOS HISTÓRICOS 1951 Criação da Capes: Uma Fundação do MEC; 1953 Programa Universitário; Concessão de Bolsas; Contratação de professores estrangeiros; Apoio a eventos de natureza científica; Concessão de 2 bolsas; 1961 Lei 4.024/61 Primeira LDB; 1965 Parecer Newton Sucupira; 1974 Autonomia administrativa e financeira; 1976 Introdução da Avaliação da PG.

3 DADOS HISTÓRICOS Continuação 1990 Tentativa de extinção da CAPES; 1996 Lei 9.394/96 Segunda LDB; 1998 Mestrados Profissionais; 1998 Sistema Qualis de suporte à avaliação; 2000 Portal de Periódicos; 2008 Nova CAPES Apoio à Educação Básica: Formação de profissionais da educação básica Novo Prédio 2011 Programa Ciência Sem Fronteiras 2014 Plataforma Sucupira

4 CAPES e os PNPGs Uma Tradição de Planejamento PNPG I: PNPG II: PNPG III: PNPG IV: Não Concluído PNPG V: PNPG VI:

5 Sistema Nacional de Pós Graduação SNPG DAV DAV Evolução Histórica dos PPGs Matriculados por Nível Titulados por Nível

6 Produção Científica Por País Ranking País Nº Artigos Citação Impacto % Documentos no Mundo 1 EUA ,70 27,97 2 CHINA ,50 12,92 3 ALEMANHA ,47 7,38 4 INGLATERRA ,86 6,73 5 JAPÃO ,47 5,97 6 FRANÇA ,03 5,21 7 CANADA ,11 4,57 8 ITÁLIA ,82 4,33 9 ESPANHA ,23 3,87 10 INDIA ,78 3,55 11 AUSTRALIA ,62 3,52 12 COREIA DO SUL ,55 3,48 13 BRASIL ,48 2,74 14 HOLANDA ,73 2,63 15 RUSSIA ,88 2,20 16 TAIWAN ,55 2,03 17 SUÍÇA ,48 1,90 18 TURQUIA ,03 1,85 19 SUÉCIA ,89 1,69 20 POLÔNIA ,95 1,64 Fonte: InCities, Thomson Reuters (2012). Acessado em: 14/05/2014

7

8 BÔNUS EDUCACIONAL

9

10 Agendas de pesquisa Ciência Política

11 DAV portal de consulta pública contínua e em tempo real do Sistema Nacional de Pós Graduação (SNPG) instrumento para acompanhamento e formulação de planejamento institucionais acadêmicos banco de dados e informações para diagnósticos, ações, políticas públicas, etc das agências de fomento e dos mais diferentes órgãos governamentais banco de dados e informações para estudos, modelagem, dissertações e teses sobre a pósgraduação total transparência e acessibilidade, acompanhamento e prévio conhecimento pela comunidade acadêmica sobre a correção/precisão dos dados e informações utilizados em momentos avaliação quadrienal e nos seminários de acompanhamento anuais instrumento para prestação de contas e atendimentos aos organismos de controle da própria CAPES

12 USP, UFMG, UCAM, UFRGS, UNB, UNICAMP, UFPE, UERJ, UFRJ, PUC RJ, UNESP, UFF, UFG, UFSCAR, UFRGS, USP, PUC MG, UFPA, FUFPI, UFPR, UFPEL, UNIEURO, UFSC, CEBEL

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32 INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA

33

34 MINISTÉRIO DA DEFESA

35 ITA: PÓS GRADUAÇÃO Stricto Sensu ENGENHARIA AERONÁUTICA E MECÂNICA ENGENHARIA ELETRÔNICA E COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DE INFRA- ESTRUTURA AEROPORTUÁRIA FÍSICA CIËNCIAS E TECNOLOGIAS ESPACIAIS Aerodinâmica, Propulsão e Energia Mecânica dos Sólidos e Estruturas Física e Química dos Materiais Aeroespaciais Produção Sistemas Aeroespaciais e Mecatrônica Dispositivos e Sistemas Eletrônicos Informática Microondas e Optoeletrônica Sistemas e Controle Telecomunicações Infra-Estrutura de Transportes Transporte Aéreo e Aeroportos Física Atômica e Molecular Física Nuclear Física de Plasmas Física e Mat. Aplicadas Química dos Materiais, Propulsão Esp. e Hipersônica Sensores e Atuadores Espaciais Sistemas Espaciais, Ensaios e Lançamentos Fonte: pós graduação SEGURANÇA e DEFESA CAPES ago/14 (Prof Pacheco ITA)

36 PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM APLICAÇÕES OPERACIONAIS (PPGAO) PPGAO ÁREAS DE PESQUISA AO Análise Operacional C2 Comando e Controle GE Guerra Eletrônica SA Sistemas d Armas LINHAS DE PESQUISA Delin. de Experim. (DOE) Otimiz. e Estat. Simulação Apoio à Decisão Eng. de Sist. C2 Integr. de Dados Guerra Cibernética Gestão do Conhec. Sistemas Satelitais Sensores de RF Sensores IV Assinat. de Alvos (espectrometria) Fotônica em RF Integração de Sist. Embarcados Fusão de Sensores Software Embarc. Propulsão Eng. de Sistemas Fonte: pós graduação SEGURANÇA e DEFESA CAPES ago/14 (Prof Pacheco ITA)

37 MINISTÉRIO DA DEFESA

38 ... O CONCEITO DE SEGURANÇA ABRANGE OS CAMPOS POLÍTICO, MILITAR, ECONÔMICO, PSICOSSOCIAL, CIENTÍFICO- TECNOLÓGICO, AMBIENTAL E OUTROS

39 EXÉRCITO MESTRADO ACADÊMICO EM CIÊNCIAS MILITARES

40 MARINHA MESTRADO PROFISSIONAL EM ESTUDOS MARÍTIMOS

41 AERONÁUTICA MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIAS AEROESPACIAIS

42

43

44

45 LIVIO AMARAL

Instituto de Matemática - UFRGS

Instituto de Matemática - UFRGS Brazilian - German Summer School 2016 (15 à 26/2/2016) Numerical Simulations with the Finite Element Method. Mathematical Analysis and Computational Practice Instituto de Matemática - UFRGS Sumário 1.

Leia mais

A participação da PUC-Rio em avaliações externas outubro/2016

A participação da PUC-Rio em avaliações externas outubro/2016 A participação da PUC-Rio em avaliações externas outubro/2016 Modalidades de Avaliações Externas Avaliações Nacionais Avaliações Internacionais MEC Conceito CAPES CPC Conceito Preliminar de Curso Indicador

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Júlio de Mesquita Filho AÇÕES DA PROPG Gestão Júlio C. Durigan/Marilza Vieira Cunha Rudge Eduardo Kokubun PRÓ-REITOR DE PÓS GRADUAÇÃO CO 27/08/2015 PÓS-GRADUAÇÃO NO BRASIL

Leia mais

O ENSINO, A PESQUISA E A EXTENSÃO: AGENDA DE DIÁLOGO E INTEGRAÇÃO ENTRE OS FÓRUNS NACIONAIS DE GRADUAÇÃO, EXTENSÃO, PESQUISA E PÓS- GRADUAÇÃO.

O ENSINO, A PESQUISA E A EXTENSÃO: AGENDA DE DIÁLOGO E INTEGRAÇÃO ENTRE OS FÓRUNS NACIONAIS DE GRADUAÇÃO, EXTENSÃO, PESQUISA E PÓS- GRADUAÇÃO. 30º ENCONTRO DO FÓRUM NACIONAL DE PRÓ-REITORES DE GRADUAÇÃO FORGRAD O ENSINO, A PESQUISA E A EXTENSÃO: AGENDA DE DIÁLOGO E INTEGRAÇÃO ENTRE OS FÓRUNS NACIONAIS DE GRADUAÇÃO, EXTENSÃO, PESQUISA E PÓS- GRADUAÇÃO.

Leia mais

Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com

Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com 1 Luiz Roberto Liza Curi Sociólogo Doutor em Economia Conselheiro do Conselho Nacional de Educação Diretor LEYA

Leia mais

CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS UFRJ Prof. Ricardo M Naveiro. Modalidade: Graduação-Sanduíche

CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS UFRJ Prof. Ricardo M Naveiro. Modalidade: Graduação-Sanduíche CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS UFRJ Prof. Ricardo M Naveiro Modalidade: Graduação-Sanduíche Equipe Prof. Ricardo M. Naveiro Coordenador do CsF - UFRJ Rogério Nascimento Responsável Administrativo do CsF - UFRJ

Leia mais

Gerando resultados com a Inovação Aberta

Gerando resultados com a Inovação Aberta Gerando resultados com a Inovação Aberta O que é: Portal virtual (www.battleofconcepts.com.br) que promove disputas de criatividade e inovação entre estudantes e jovens a partir de demandas reais de empresas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: MEC/CAPES UF: DF ASSUNTO: Recomendações e respectivos conceitos atribuídos pelo Conselho Técnico Científico/CAPES, 2º semestre, ao Programas

Leia mais

GEOCIÊNCIAS ÁREA: TRIÊNIO DE AVALIAÇÃO 2007-2009. Coordenador: Roberto Dall Agnol Coordenador-Adjunto: Ministério da Educação

GEOCIÊNCIAS ÁREA: TRIÊNIO DE AVALIAÇÃO 2007-2009. Coordenador: Roberto Dall Agnol Coordenador-Adjunto: Ministério da Educação Ministério da Educação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Avaliação ÁREA: GEOCIÊNCIAS TRIÊNIO DE AVALIAÇÃO 2007-2009 2009 COORDENAÇÃO 2008-2010 2010 Coordenador: Roberto

Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO DA CIÊNCIA E DA PÓS-GRADUAÇÃO: AVANÇOS E DESAFIOS

INTERNACIONALIZAÇÃO DA CIÊNCIA E DA PÓS-GRADUAÇÃO: AVANÇOS E DESAFIOS ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS GRADUANDOS II SEMINÁRIO: INTERNACIONALIZAÇÃO DA CIÊNCIA BRASILEIRA INTERNACIONALIZAÇÃO DA CIÊNCIA E DA PÓS-GRADUAÇÃO: AVANÇOS E DESAFIOS Prof. Dr. Joviles Vitorio Trevisol Presidente

Leia mais

MEC/CAPES. Portal de Periódicos

MEC/CAPES. Portal de Periódicos MEC/CAPES Portal de Periódicos A CAPES e a formação de recursos de alto nível no Brasil Criada em 1951, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) é uma agência vinculada ao

Leia mais

BOLSAS DE PÓS-GRADUAÇÃO NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS

BOLSAS DE PÓS-GRADUAÇÃO NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS BOLSAS DE PÓS-GRADUAÇÃO NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS Estudo quantitativo sobre as bolsas de pós-graduação stricto sensu nas universidades federais do Brasil Levantamento feito entre junho e agosto de 2016.

Leia mais

Ranking das Universidades Brasileiras

Ranking das Universidades Brasileiras Ranking das Universidades Brasileiras Rogerio Meneghini Diretor Científico, SciELO Scientific Electronic Library Online Julho / 2016 Se o ser humano sempre procurou padrões que unem ou diferenciam tudo

Leia mais

Pós Graduação Brasileira: Impacto e Perspectivas

Pós Graduação Brasileira: Impacto e Perspectivas Pós Graduação Brasileira: Impacto e Perspectivas Milca Severino Pereira Pró-Reitora de Pós Graduação e Pesquisa PUC Goiás Isac Almeida de Medeiros Pró-Reitor de Pós-Graduação e Pesquisa Universidade Federal

Leia mais

gica Thiago Renault thiagorenault@producao.uff.br

gica Thiago Renault thiagorenault@producao.uff.br Tema: Como incorporar técnicas t modernas de apoio à comercialização e como o modelo de incubação fomenta o surgimento de empresas de base tecnológica gica Thiago Renault thiagorenault@producao.uff.br

Leia mais

LEVANTAMENTO DE INTERESSES DOS SERVIDORES DO IF FARROUPILHA EM PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO (PPG)

LEVANTAMENTO DE INTERESSES DOS SERVIDORES DO IF FARROUPILHA EM PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO (PPG) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA REITORIA DE PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO Rua Esmeralda,

Leia mais

A Evolução do Sistema de Pós- Graduação no Brasil. Sérgio O. de C. Avellar Coordenador Geral CGAS-DAV/CAPES

A Evolução do Sistema de Pós- Graduação no Brasil. Sérgio O. de C. Avellar Coordenador Geral CGAS-DAV/CAPES A Evolução do Sistema de Pós- Graduação no Brasil Sérgio O. de C. Avellar Coordenador Geral CGAS-DAV/CAPES Histórico Breve histórico Breve histórico A Campanha Nacional de Aperfeiçoamento de Pessoal de

Leia mais

PICME UFMG Projeto Integrado de Formação em Matemática

PICME UFMG Projeto Integrado de Formação em Matemática PICME UFMG Projeto Integrado de Formação em Matemática Programa de Pós Graduação em Matemática ICEx UFMG Coordenação: M J Dias Carneiro e S Oliffson Kamphorst Campinas, Novembro 200 http://www.mat.ufmg.br/picme

Leia mais

Treinamento da Plataforma Sucupira. Bergmann Morais e Demétrio Filho (DPP Diretoria)

Treinamento da Plataforma Sucupira. Bergmann Morais e Demétrio Filho (DPP Diretoria) Treinamento da Plataforma Sucupira Bergmann Morais e Demétrio Filho (DPP Diretoria) Sumário Apresentação sobre a CAPES, sua missão e os objetivos da avaliação Overview da plataforma Sucupira CAPES A Campanha

Leia mais

As universidades do Brasil mais respeitadas por empregadores Os diplomas mais valorizados pelas empresas

As universidades do Brasil mais respeitadas por empregadores Os diplomas mais valorizados pelas empresas As universidades do Brasil mais respeitadas por empregadores Os diplomas mais valorizados pelas empresas Camila Pati, de EXAME.com São Paulo - Para elaborar seus rankings de melhores universidades, a Quacquarelli

Leia mais

Ranking Mundial de Juros Reais Ago/13

Ranking Mundial de Juros Reais Ago/13 Ranking Mundial de Juros Reais Ago/13 O Ranking Mundial de Juros Reais é um comparativo entre as taxas praticadas em 40 países do mundo e os classifica conforme as taxas de juros nominais determinadas

Leia mais

Propostas de Cursos Novos

Propostas de Cursos Novos Ministério da Educação - MEC Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes Diretoria de Avaliação - DAV Coordenação Geral de Avaliação e Acompanhamento - CGAA Período 2010

Leia mais

O AMBIENTE PÚBLICO DE FORMAÇÃO DE PESQUISADORES E DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA NO BRASIL As Universidades Federais

O AMBIENTE PÚBLICO DE FORMAÇÃO DE PESQUISADORES E DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA NO BRASIL As Universidades Federais O AMBIENTE PÚBLICO DE FORMAÇÃO DE PESQUISADORES E DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA NO BRASIL As Universidades Federais EMMANUEL ZAGURY TOURINHO (UFPA) ANPEPP, Fortaleza, 17 de novembro de 2017. O Sistema Nacional

Leia mais

DEPARTAMENTO DE GENÉTICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GENÉTICA (PPG-GEN)

DEPARTAMENTO DE GENÉTICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GENÉTICA (PPG-GEN) UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE GENÉTICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GENÉTICA (PPG-GEN) Planejamento Estratégico 2012-2016 Março de 2012 2 Planejamento Estratégico

Leia mais

RELATÓRIO DA REUNIÃO DE COORDENADORES DOS PROGRAMAS DE PÓS GRADUAÇÃO DA ÁREA DE BIOTECNOLOGIA

RELATÓRIO DA REUNIÃO DE COORDENADORES DOS PROGRAMAS DE PÓS GRADUAÇÃO DA ÁREA DE BIOTECNOLOGIA Ministério da Educação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Avaliação 48.biot@capes.gov.br RELATÓRIO DA REUNIÃO DE COORDENADORES DOS PROGRAMAS DE PÓS GRADUAÇÃO DA ÁREA

Leia mais

Universidade Disciplina Caráter Período Carga Horária. Geologia Ambiental Obrigatória 9º 60h

Universidade Disciplina Caráter Período Carga Horária. Geologia Ambiental Obrigatória 9º 60h Tabela 3: Características das disciplinas e, e disciplinas correlatas, oferecidas nos Cursos de Graduação em Geologia ou Engenharia Geológica de Universidades brasileiras Universidade Disciplina Caráter

Leia mais

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR Sistema Brasileiro de Apoio à Ciência, Tecnologia e Formação de Recursos Humanos Os números indicam o ano de criação das Agências. Fonte:

Leia mais

BASE DE DADOS DE PSICOLOGIA

BASE DE DADOS DE PSICOLOGIA BASE DE DADOS DE PSICOLOGIA NACIONAIS Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações http://bdtd2.ibict.br/index.php?option=com_wrapper&itemid=40 Biblioteca Virtual de Saúde http://www.bvs-psi.org.br/

Leia mais

QUALIFICAÇÃO DA PÓS- GRADUAÇÃO NA REGIÃO SUL: AVANÇOS E DESAFIOS

QUALIFICAÇÃO DA PÓS- GRADUAÇÃO NA REGIÃO SUL: AVANÇOS E DESAFIOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - UNIOESTE QUALIFICAÇÃO DA PÓS- GRADUAÇÃO NA REGIÃO SUL: AVANÇOS E DESAFIOS Joviles Vitório Trevisol Secretário Executivo do FOPROP Joviles.trevisol@uffs.edu.br

Leia mais

8 Encontro da ABCP 01 a 04/08/2012, Gramado, RS AT04 - Ensino e Pesquisa em Ciência Política e Relações Internacionais

8 Encontro da ABCP 01 a 04/08/2012, Gramado, RS AT04 - Ensino e Pesquisa em Ciência Política e Relações Internacionais 8 Encontro da ABCP 01 a 04/08/2012, Gramado, RS AT04 - Ensino e Pesquisa em Ciência Política e Relações Internacionais A PRODUÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS E ÁREAS AFINS NO BRASIL

Leia mais

ESPAÇO O VEÍCULO LANÇADOR DE SATÉLITES

ESPAÇO O VEÍCULO LANÇADOR DE SATÉLITES ESPAÇO O VEÍCULO LANÇADOR DE SATÉLITES Adriano Gonçalves Mauro Melo Dolinsky Silvio Fazolli CENTRO TÉCNICO AEROESPACIAL Sumário IMPORTÂNCIA PARA O PAÍS PANORAMA INTERNACIONAL e NACIONAL HISTÓRICO DO DESENVOLVIMENTO

Leia mais

ENSINO SUPERIOR PÚBLICO: PRINCÍPIO DA GRATUIDADE, DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO E COLABORAÇÃO DA SOCIEDADE

ENSINO SUPERIOR PÚBLICO: PRINCÍPIO DA GRATUIDADE, DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO E COLABORAÇÃO DA SOCIEDADE ENSINO SUPERIOR PÚBLICO: PRINCÍPIO DA GRATUIDADE, DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO E COLABORAÇÃO DA SOCIEDADE Profa. Cláudia do R. Vaz Morgado, D.Sc. Ex-Coordenadora GT Lato Sensu da UFRJ (2013-2015) Ex-Presidente

Leia mais

FOPROP - Fórum Nacional de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós- Graduação das IES Brasileiras

FOPROP - Fórum Nacional de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós- Graduação das IES Brasileiras FOPROP - Fórum Nacional de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós- Graduação das IES Brasileiras Reflexões acerca dos investimentos em pesquisa e pós-graduação Professor Flávio Bortolozzi Pró-Reitor de Pesquisa

Leia mais

Gilberto Kac Professor Titular Universidade Federal do Rio de Janeiro

Gilberto Kac Professor Titular Universidade Federal do Rio de Janeiro A contribuição da CAPES e dos Programas de Pósgraduação em Nutrição na formulação e implementação da agenda estratégica em Alimentação e Nutrição para o SUS Gilberto Kac Professor Titular Universidade

Leia mais

CURSOS OFERECIDOS PELO ITA

CURSOS OFERECIDOS PELO ITA CURSOS OFERECIDOS PELO ITA Formação, Atribuições da Profissão, Áreas de Atuação Engenharia Aeronáutica É a área da engenharia que se ocupa do projeto, fabricação e manutenção de aeronaves e do gerenciamento

Leia mais

Formação de RH para o setor aeroespacial e o Programa de Pós-graduação em Ciências e Tecnologias Espaciais.

Formação de RH para o setor aeroespacial e o Programa de Pós-graduação em Ciências e Tecnologias Espaciais. Formação de RH para o setor aeroespacial e o Programa de Pós-graduação em Ciências e Tecnologias Espaciais. Nicolau A.S. Rodrigues Coordenadoria do Programa depós Graduação PG no IEAv: Histórico - Desde

Leia mais

Educação e Ensino no ITA 2003. Mestrado Profissional PG/EAM

Educação e Ensino no ITA 2003. Mestrado Profissional PG/EAM Educação e Ensino no ITA 2003 Mestrado Profissional PG/EAM Parâmetros para o Mestrado Profissional Programas Profissionais Reconhecidos CAPES Avaliação dos Cursos Profissionalizantes Mestrado Profissional

Leia mais

INDICADORES DE INTERNACIONALIZAÇÃO NO BRASIL

INDICADORES DE INTERNACIONALIZAÇÃO NO BRASIL INDICADORES DE INTERNACIONALIZAÇÃO NO BRASIL Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul 20 de outubro de 2014 Denise de Menezes Neddermeyer Diretora de Relações Internacionais Principais Tópicos

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Período de : 2004 a 2006 Etapa: Trienal 2007 Área de : 36 - GEOGRAFIA IES: 32008015 - PUC/MG - PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Programa: 32008015003P4 - INFORMAÇÃO ESPACIAL Modalidade:

Leia mais

AUIP 17set13. SISTEMA DE AVALIAÇÃO E Qualis Materiais. Carlos F.O. Graeff Materiais-CAPES

AUIP 17set13. SISTEMA DE AVALIAÇÃO E Qualis Materiais. Carlos F.O. Graeff Materiais-CAPES SISTEMA DE AVALIAÇÃO E Qualis Materiais Carlos F.O. Graeff Materiais-CAPES CAPES CTC-ES CONSELHO SUPERIOR Diretoria de Avaliação Diretoria De Gestão Presidência da CAPES Diretoria de Programas e Bolsas

Leia mais

Universidade Federal. do Acre. Universidade Federal. do Amazonas. Universidade Federal. do Amapá. Universidade Federal. do Pará. Universidade Federal

Universidade Federal. do Acre. Universidade Federal. do Amazonas. Universidade Federal. do Amapá. Universidade Federal. do Pará. Universidade Federal UF CATEGORIA ADMINISTRATIVA SIGLA IES AC FEDERAL UFAC AM FEDERAL UFAM AP FEDERAL UNIFAP PA FEDERAL UFPA PA FEDERAL UFRA RO FEDERAL UNIR RR FEDERAL UFRR TO FEDERAL UFT MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA

Leia mais

BIBLIOTECA VIRTUAL EM SAÚDE PSICOLOGIA BVS-PSI

BIBLIOTECA VIRTUAL EM SAÚDE PSICOLOGIA BVS-PSI BIBLIOTECA VIRTUAL EM SAÚDE PSICOLOGIA BVS-PSI ANÁLISE DAS REFERÊNCIAS DAS DISSERTAÇÕES E TESES APRESENTADAS AOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA Trabalho integrado da Rede Brasileira de Bibliotecas

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Ficha de Ficha de do Programa Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 35 - ANTROPOLOGIA / ARQUEOLOGIA IES: 31003010 - UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE Programa: 31003010031P7 - ANTROPOLOGIA

Leia mais

PESQUISA NO ÂMBITO DA ANTROPOSOFIA NO BRASIL: TRABALHOS ACADÊMICOS EM CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO, DE 1988 A 2011.

PESQUISA NO ÂMBITO DA ANTROPOSOFIA NO BRASIL: TRABALHOS ACADÊMICOS EM CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO, DE 1988 A 2011. PESQUISA NO ÂMBITO DA ANTROPOSOFIA NO BRASIL: TRABALHOS ACADÊMICOS EM CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO, DE 1988 A 2011. Por Francisca Cavalcanti Vivemos numa época de transição e temos, entre tantas outras, a tarefa

Leia mais

O Mestrado em Ensino de Física do IF-UFRJ

O Mestrado em Ensino de Física do IF-UFRJ O Mestrado em Ensino de Física do IF-UFRJ Um balanço dos três últimos anos Carlos Eduardo Aguiar Instituto de Física - UFRJ Março 2013 Sumário O Mestrado em Ensino de Física do IF-UFRJ Avaliações trienais

Leia mais

1º Encontro Brasileiro dos Participantes do Google Summer of Code

1º Encontro Brasileiro dos Participantes do Google Summer of Code 1º Encontro Brasileiro dos Participantes do Google Summer of Code Sandro Santos Andrade sandro.andrade@gmail.com Bruno Gola brunogola@gmail.com Eduardo Felipe eduardofelipe87@gmail.com Roteiro O que é

Leia mais

Doutores Titulados Aquém das Necessidades do Brasil

Doutores Titulados Aquém das Necessidades do Brasil 1 Doutores Titulados Aquém das Necessidades do Brasil Clóvis Pereira da Silva UFPR Neste texto abordaremos o problema que diz respeito ao número de doutores titulados anualmente em Matemática Pura, no

Leia mais

BANCO DE TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE EDUCAÇÃO EM ASTRONOMIA: IMPLANTAÇÃO, DIFICULDADES E POSSÍVEIS CONTRIBUIÇÕES

BANCO DE TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE EDUCAÇÃO EM ASTRONOMIA: IMPLANTAÇÃO, DIFICULDADES E POSSÍVEIS CONTRIBUIÇÕES I Simpósio Nacional de Educação em Astronomia Rio de Janeiro - 2011 1 BANCO DE TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE EDUCAÇÃO EM ASTRONOMIA: IMPLANTAÇÃO, DIFICULDADES E POSSÍVEIS CONTRIBUIÇÕES Paulo Sergio Bretones

Leia mais

CAPES/DPR/CDI PRODOC - RELAÇÃO DE PROJETOS ENCAMINHADOS NO EDITAL 2007 - PROJETOS RECOMENDADOS - RESULTADO FINAL

CAPES/DPR/CDI PRODOC - RELAÇÃO DE PROJETOS ENCAMINHADOS NO EDITAL 2007 - PROJETOS RECOMENDADOS - RESULTADO FINAL ADMINISTRAÇÃO UFMS ADMINISTRAÇÃO ADMINISTRAÇÃO UFSC ADMINISTRAÇÃO ANTROPOLOGIA UNB ANTROPOLOGIA ANTROPOLOGIA UNICAMP ANTROPOLOGIA SOCIAL ARTES / MÚSICA UFRGS ARTES VISUAIS ARTES / MÚSICA UDESC MÚSICA ARTES

Leia mais

Desenvolvimento Científico-Tecnológico e Soberania Nacional. Thyrso Villela Agência Espacial Brasileira - AEB MCTI

Desenvolvimento Científico-Tecnológico e Soberania Nacional. Thyrso Villela Agência Espacial Brasileira - AEB MCTI Desenvolvimento Científico-Tecnológico e Soberania Nacional Thyrso Villela Agência Espacial Brasileira - AEB MCTI Soberania refere-se à entidade que não conhece superior na ordem externa Relaciona-se a

Leia mais

Título da apresentação

Título da apresentação Ministério da Educação Título da apresentação EBSERH: estado da arte Jeanne Liliane Marlene Michel Seminário: "A Gestão da Saúde no Brasil FGV/ABRASCO São Paulo, 12 de março de 2015 Distribuição Territorial

Leia mais

Projeto VoIP4ALL. Iara Machado

Projeto VoIP4ALL. Iara Machado Projeto VoIP4ALL Iara Machado Objetivo do Projeto Visa criar os meios para que 82 instituições federais,,q que incluem universidades, centros de educação tecnológica e unidades de pesquisa, possam implantar

Leia mais

- Níveis Mestrado e Doutorado - Conceito 5

- Níveis Mestrado e Doutorado - Conceito 5 - Níveis Mestrado e Doutorado - Conceito 5 PROPOSTA DO PROGRAMA PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM LETRAS Nível Mestrado Áreas de concentração Estudos Linguísticos e Estudos Literários PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO

Leia mais

nos Programas graduação da Psicologia Social

nos Programas graduação da Psicologia Social Produção científica nos Programas de pós-graduap graduação da Psicologia Social Oswaldo H. Yamamoto CAPES/UFRN ABRAPSO Rio de Janeiro, novembro de 2007 Esquema Situação da da Pós-Graduação em Psicologia

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Período de : 2010 a 2012 Etapa: Trienal 2013 Área de : 1 - MATEMÁTICA / PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA IES: 41001010 - UFSC - UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Programa: 41001010001P6 - MATEMÁTICA PURA

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Ficha de Ficha de do Programa Período de : 2010 a 2012 Etapa: Trienal 2013 Área de : 4 - QUÍMICA IES: 42001013 - UFRGS - UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL Programa: 42001013040P0 - QUÍMICA Modalidade:

Leia mais

Avaliação e Impactos da Ciência Brasileira

Avaliação e Impactos da Ciência Brasileira Avaliação e Impactos da Ciência Brasileira 05/09/2016 Hernan Chaimovich SINOPSIS Avaliação e Impactos Avaliações de conjuntura O cenário da pesquisa no Séc. XXI O Estado atual da Ciência Brasileira Um

Leia mais

GT Graduação A ENGENHARIA DE PRODUÇÃO NO ENADE. Vanderlí Fava de Oliveira

GT Graduação A ENGENHARIA DE PRODUÇÃO NO ENADE. Vanderlí Fava de Oliveira GT Graduação A ENGENHARIA DE PRODUÇÃO NO ENADE Vanderlí Fava de Oliveira 1950 1952 1954 1956 1958 1960 1962 1964 1966 1968 1970 1972 1974 1976 1978 1980 1982 1984 1986 1988 1990 1992 1994 1996 1998 2000

Leia mais

RELATÓRIO DO SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA ÁREA DE BIOTECNOLOGIA

RELATÓRIO DO SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA ÁREA DE BIOTECNOLOGIA RELATÓRIO DO SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA ÁREA DE BIOTECNOLOGIA Dias: 05 a 07 de novembro de 2012 Local: Sede da CAPES Brasília/DF Introdução Nos dias 05 a 07 de novembro

Leia mais

XV OLIMPÍADAS ESCOLARES. JOGOS NA QUADRA 1 DIA 18/07/2016 (SEGUNDA-FEIRA):

XV OLIMPÍADAS ESCOLARES. JOGOS NA QUADRA 1 DIA 18/07/2016 (SEGUNDA-FEIRA): XV OLIMPÍADAS ESCOLARES. JOGOS NA QUADRA 1 DIA 18/07/2016 (SEGUNDA-FEIRA): 1 8h Egito 1 x México (futsal masculino) 2 8h15 México x Espanha (futsal masculino) 3 8h30 Egito 2 x México (futsal feminino)

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SÚMULA DE PARECERES (*) REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 18 DE DEZEMBRO DE 2002

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SÚMULA DE PARECERES (*) REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 18 DE DEZEMBRO DE 2002 CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SÚMULA DE PARECERES (*) REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 18 DE DEZEMBRO DE 2002 CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR PARECERES Processo: 23000.013090/2000-11 Parecer:

Leia mais

Relatório da 35ª Reunião Anual 2012

Relatório da 35ª Reunião Anual 2012 Relatório da 35ª Reunião Anual 2012 GT02 - HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Coordenador: Marcus Levy Bencostta UFPR (Paraná) Vice-Coordenadora: Ester Fraga Vilas-Bôas Carvalho do Nascimento UNIT (Sergipe) Representantes

Leia mais

Propostas de Cursos Novos 149 a Reunião CTC/ES 9 a 13 de setembro de 2013

Propostas de Cursos Novos 149 a Reunião CTC/ES 9 a 13 de setembro de 2013 Ministério da Educação - MEC Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes Diretoria de Avaliação - DAV Coordenação Geral de Avaliação e Acompanhamento - CGAA Propostas de

Leia mais

INSTITUTO DE ESTUDOS BRASIL EUROPA IBE

INSTITUTO DE ESTUDOS BRASIL EUROPA IBE INSTITUTO DE ESTUDOS BRASIL EUROPA IBE MOACYR MARTUCCI JUNIOR O Instituto de Estudos Brasil Europa IBE é uma ação subvencionada pela União Européia, instituído em dezembro de 2010. Fruto da iniciativa

Leia mais

50 melhores faculdades de Medicina em 2017, segundo o MEC

50 melhores faculdades de Medicina em 2017, segundo o MEC 50 melhores faculdades de Medicina em 2017, segundo o MEC 04 de Setembro de 2017 A partir dessa avaliação, o Inep consegue descobrir o Conceito Enade dos cursos. Nesta sexta-feira (01), o Ministério da

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Período de : 2004 a 2006 Etapa: Trienal 2007 Área de : 1 - MATEMÁTICA / PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA IES: 33002010 - USP - UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Programa: 33002010007P4 - ESTATÍSTICA Modalidade: Acadêmico

Leia mais

INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR COM MAIOR CONTRIBUIÇÃO À PÓS- GRADUAÇÃO NO BRASIL - Período entre 1995 e 2014

INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR COM MAIOR CONTRIBUIÇÃO À PÓS- GRADUAÇÃO NO BRASIL - Período entre 1995 e 2014 20 INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR COM MAIOR CONTRIBUIÇÃO À PÓS- GRADUAÇÃO NO BRASIL - Período entre 1995 e 2014 HIGHER EDUCATION INSTITUTIONS WITH GREATER CONTRIBUTION OF POSTGRADUATE IN BRAZIL - Period

Leia mais

Os Programas de C,T&Ipara o Desenvolvimento Nacional

Os Programas de C,T&Ipara o Desenvolvimento Nacional Os Programas de C,T&Ipara o Desenvolvimento Nacional Glaucius Oliva Presidente CNPq: Estado da Arte em 2010 Principais Ações 2011 Desafios e Oportunidades Principais Indicadores Orçamento Investido em

Leia mais

DE PESSOAL DE NÍVEL N. Prof. LIVIO AMARAL

DE PESSOAL DE NÍVEL N. Prof. LIVIO AMARAL Prof. LIVIO AMARAL DIRETOR DE AVALIAÇÃO CAPES Nova Capes CTC-ES CONSELHO Diretoria de Avaliação Diretoria De Gestão Presidência da CAPES Diretoria de Programas e Bolsas no País Diretoria de Relações Internacionais

Leia mais

Competitividade Brasil e países selecionados Determinantes macroeconômicos Renato da Fonseca

Competitividade Brasil e países selecionados Determinantes macroeconômicos Renato da Fonseca Competitividade Brasil e países selecionados Determinantes macroeconômicos Renato da Fonseca Seminários IBRE: Os Desafios da Competitividade Sessão 1: Determinantes macroeconômicos Rio de Janeiro, 28 de

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Período de : 2004 a 2006 Etapa: Trienal 2007 Área de : 16 - MEDICINA II IES: 33002010 - USP - UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Programa: 33002010068P3 - DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS Modalidade: Acadêmico

Leia mais

As importações de Equipamentos Industriais somaram US$ 2,7 bilhões no ano de 2009, cerca de 29% do consumo aparente desses produtos.

As importações de Equipamentos Industriais somaram US$ 2,7 bilhões no ano de 2009, cerca de 29% do consumo aparente desses produtos. 30 de junho de 2010 As importações de Equipamentos Industriais somaram US$ 2,7 bilhões no ano de 2009, cerca de 29% do consumo aparente desses produtos. Nos últimos anos o crescimento médio anual dessas

Leia mais

As profissões de geólogo e geofísico. Luiz Alberto Santos

As profissões de geólogo e geofísico. Luiz Alberto Santos As profissões de geólogo e geofísico Luiz Alberto Santos Índice Introdução O que é geociência Geologia O que é e o que faz o geólogo Universidades Geofísica O que é e o que faz o geofísico Universidades

Leia mais

RELATÓRIO DA REUNIÃO DE COORDENADORES DE PROGRAMAS DE PÓS GRADUAÇÃO DA ÁREA DE SOCIOLOGIA. Dias 17 a 19 de Novembro de 2011. Local: CAPES Brasília/DF

RELATÓRIO DA REUNIÃO DE COORDENADORES DE PROGRAMAS DE PÓS GRADUAÇÃO DA ÁREA DE SOCIOLOGIA. Dias 17 a 19 de Novembro de 2011. Local: CAPES Brasília/DF RELATÓRIO DA REUNIÃO DE COORDENADORES DE PROGRAMAS DE PÓS GRADUAÇÃO DA ÁREA DE SOCIOLOGIA Dias 17 a 19 de Novembro de 2011 Local: CAPES Brasília/DF Nos dias 17, 18 e 19 de outubro realizou se no Auditório

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 9/2016 CONSUNI/CGAE Revogada pela Resolução nº 1/2017 CONSUNI/CGAE que homologa as Portarias nº 0074/GR/UFFS/2017 e nº 0146/GR/UFFS/2017

RESOLUÇÃO Nº 9/2016 CONSUNI/CGAE Revogada pela Resolução nº 1/2017 CONSUNI/CGAE que homologa as Portarias nº 0074/GR/UFFS/2017 e nº 0146/GR/UFFS/2017 CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA DE GRADUAÇÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS RESOLUÇÃO Nº 9/2016 CONSUNI/CGAE Revogada pela Resolução nº 1/2017 CONSUNI/CGAE que homologa as Portarias nº 0074/GR/UFFS/2017 e nº 0146/GR/UFFS/2017

Leia mais

ENANPEGE PRESIDENTE PRUDENTE 2015 FÓRUM DOS COORDENADORES DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA DO BRASIL

ENANPEGE PRESIDENTE PRUDENTE 2015 FÓRUM DOS COORDENADORES DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA DO BRASIL ENANPEGE PRESIDENTE PRUDENTE 2015 FÓRUM DOS COORDENADORES DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA DO BRASIL DIA: 09 de outubro, das 14:00h às 16:00h. Anfiteatro II - FCT UNESP Presidente Prudente As catorze horas

Leia mais

REGISTRO NACIONAL DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR. N. UF INSTITUIÇÃO NOME DO PROJETO Hab. NOTA

REGISTRO NACIONAL DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR. N. UF INSTITUIÇÃO NOME DO PROJETO Hab. NOTA A Secretaria de Educação Média e Tecnológica informa o resultado da segunda fase do processo de análise dos projetos encaminhados pelas Instituições de Ensino Superior do Programa Nacional de Incentivo

Leia mais

Anderson Fernandes Borges SEMIÓTICA VISUAL NAS MÍDIAS

Anderson Fernandes Borges SEMIÓTICA VISUAL NAS MÍDIAS UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO DO SUL PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA COMISSÃO DE PESQUISAS ACADÊMICAS Anderson Fernandes Borges SEMIÓTICA VISUAL NAS MÍDIAS A produção brasileira no período

Leia mais

EXPORTAÇÃO BRASILEIRA DO CAPÍTULO 71 DA NCM. Por Principais Países de Destino. Janeiro - Dezembro. Bijuterias

EXPORTAÇÃO BRASILEIRA DO CAPÍTULO 71 DA NCM. Por Principais Países de Destino. Janeiro - Dezembro. Bijuterias Bijuterias Principais Países 2010 2011 2012 2013 2014 US$ mil 2014/ 2013 Estados Unidos 5.667 3.828 2.668 3.491 5.006 43 Colômbia 407 800 748 1.112 993-11 França 1.085 931 910 998 969-3 Argentina 2.112

Leia mais

Dia 14 e 15 de setembro de 2011. Local: CAPES Brasília/DF

Dia 14 e 15 de setembro de 2011. Local: CAPES Brasília/DF Ministério da Educação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Avaliação 09.bio3@capes.gov.br RELATÓRIO DA REUNIÃO DE COORDENADORES DA ÁREA DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS III Dia

Leia mais

gico: o papel do INPI

gico: o papel do INPI Propriedade Industrial no Contexto do Desenvolvimento Tecnológico gico: o papel do INPI Rita Pinheiro Machado Coordenação da Cooperação Nacional Diretoria de Articulação e Informação Tecnológica Instituto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE 2012 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE COORDENAÇÃO GERAL DE PLANEJAMENTO COGEPLAN COORDENAÇÃO DE PLANEJAMENTO ACADÊMICO COPAC 2 1 Aspectos gerais da avaliação O Ministério da Educação (MEC) divulgou, no

Leia mais

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO: EXPERIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO SUPERIOR

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO: EXPERIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO SUPERIOR Reunião Regional do Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Educação FNCEE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO: EXPERIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO SUPERIOR Ciência, Tecnologia e Inovação Ciência (Conhecer) Tecnologia

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE MODERNIZAÇÃO E PROGRAMAS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE MODERNIZAÇÃO E PROGRAMAS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE MODERNIZAÇÃO E PROGRAMAS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL - PET 7 INSTITUIÇÕES 370 GRUPOS REGIÃO NORTE - 8 INSTITUIÇÕES

Leia mais

Qtde. Autarquia / Fundação Pública Federal Sigla CNPJ

Qtde. Autarquia / Fundação Pública Federal Sigla CNPJ DADOS DAS AUTARQUIAS E FUNDAÇÕES PÚBLICAS FEDERAIS REPRESENTADAS PELA PGF, COMO TAMBÉM DA UNIÃO FEDERAL Qtde. Autarquia / Fundação Pública Federal Sigla CNPJ 1 Agência Espacial Brasileira AEB 86.900.545/0001-70

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 21 - EDUCAÇÃO FÍSICA IES: 33001014 - UFSCAR - UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS Programa: 33001014016P7 - FISIOTERAPIA Modalidade: Acadêmico Curso

Leia mais

Diretrizes Gerais Documento Complementar

Diretrizes Gerais Documento Complementar Diretrizes Gerais Documento Complementar Agosto 2007 Apresentação A seguir apresentamos as tabelas referentes às simulações dos recursos orçamentários previstos e das metas estabelecidas pelo Decreto nº

Leia mais

Sobre os autores ISSN: Alexandre Felipe Fiuza. Amanda Palomo Alves

Sobre os autores ISSN: Alexandre Felipe Fiuza. Amanda Palomo Alves ISSN: 2175-1803 Sobre os autores Alexandre Felipe Fiuza Doutor em História pela Universidade Estadual Paulista/Assis (UNESP) e Pós-doutor em História Contemporânea pela Universidade Autônoma de Madri/Espanha.

Leia mais

PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PFRH. Recursos Humanos Universidade Petrobras

PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PFRH. Recursos Humanos Universidade Petrobras PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PFRH Recursos Humanos Universidade Petrobras PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS - PFRH Objetivo Ampliar e fortalecer a formação de recursos

Leia mais

OS FUNDOS DO BANCO DO NORDESTE VOLTADOS À PROMOÇÃO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NAS EMPRESAS NORDESTINAS

OS FUNDOS DO BANCO DO NORDESTE VOLTADOS À PROMOÇÃO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NAS EMPRESAS NORDESTINAS OS FUNDOS DO BANCO DO NORDESTE VOLTADOS À PROMOÇÃO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NAS EMPRESAS NORDESTINAS Laércio de Matos Ferreira São Luís, novembro de 2011 A EMPRESA E O PROCESSO DE GERAÇÃO DE INOVAÇÕES A

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 29 - ARQUITETURA E URBANISMO IES: 41001010 - UFSC - UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Programa: 41001010064P8 - DESIGN E EXPRESSAO GRÁFICA Modalidade:

Leia mais

PRINCIPAIS EIXOS DE ATUAÇÃO DA

PRINCIPAIS EIXOS DE ATUAÇÃO DA PRINCIPAIS EIXOS DE ATUAÇÃO DA UNIDADE 1. Desafios do SUS 2. Ciência e Tecnologia, Saúde e Sociedade 3. Saúde, Ambiente e Sustentabilidade 4. Complexo Produtivo e Inovação em Saúde 5. Inovação na Gestão

Leia mais

1 Catálogo de Teses em CD Rom. Bireme. Ação Educativa. INEP, 1998 e 1999.

1 Catálogo de Teses em CD Rom. Bireme. Ação Educativa. INEP, 1998 e 1999. A PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE EDUCAÇÃO INFANTIL NO BRASIL NOS PROGRAMAS DE PÓS GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO ENTRE OS ANOS DE 1983 E 1998. Giandréa Reuss Strenzel Universidade Federal de Santa Catarina RESUMO: O

Leia mais

GRADUAÇÃO EM QUÍMICA

GRADUAÇÃO EM QUÍMICA GRADUAÇÃO EM QUÍMICA DEFINIÇÃO DA PROFISSÃO: O Químico estuda a matéria, sua composição e suas propriedades. Ele analisa substâncias e compostos, identifica suas características físico-químicas, como elasticidade

Leia mais

Pesquisa e Formação de Recursos Humanos em Segurança da Informação PROF. DR. RAUL CERETTA NUNES UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA

Pesquisa e Formação de Recursos Humanos em Segurança da Informação PROF. DR. RAUL CERETTA NUNES UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA Pesquisa e Formação de Recursos Humanos em Segurança da Informação PROF. DR. RAUL CERETTA NUNES UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA Sumário Formação em Nível Superior e sua Regulação Denominações de Cursos

Leia mais

RELATÓRIO DO SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA ÁREA DE ARTES/MÚSICA

RELATÓRIO DO SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA ÁREA DE ARTES/MÚSICA RELATÓRIO DO SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA ÁREA DE ARTES/MÚSICA Dias: 13 e 14 de novembro de 2012 SEDE DA CAPES- BRASÍLIA Nos dias 13 e 14 de novembro de 2012, na sede da

Leia mais

A importância do Relatório Anual de Atividades das Unidades e os Resultados Gerados a partir da Coleta do Ano Base 2011

A importância do Relatório Anual de Atividades das Unidades e os Resultados Gerados a partir da Coleta do Ano Base 2011 A importância do Relatório Anual de Atividades das Unidades e os Resultados Gerados a partir da Coleta do Ano Base 2011 II Encontro de Relatório de Gestão 17/12/2012 Agenda Parte I: Os processos que utilizam

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA N.º 3.949, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2002.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA N.º 3.949, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2002. MINISTÉRIO A EUCAÇÃO GABINETE O MINISTRO PORTARIA N.º 3.99, E 30 E EZEMBRO E 2002. O Ministro de Estado da Educação, usando da competência que lhe foi delegada pelos ecretos n.º 1.85, de 28 de março de

Leia mais

Sun Yat-sem foi um estadista e político chinês considerado, tanto na República Popular da China quanto em Taiwan como o pai da China Moderna.

Sun Yat-sem foi um estadista e político chinês considerado, tanto na República Popular da China quanto em Taiwan como o pai da China Moderna. CHINA CHINA / GUERRA DO ÓPIO 114 115 CHINA / HISTÓRIA CHINA COMUNISTA Sun Yat-sem foi um estadista e político chinês considerado, tanto na República Popular da China quanto em Taiwan como o pai da China

Leia mais

Perspectivas para 2012

Perspectivas para 2012 Abiplast Perspectivas para 2012 Antonio Delfim Netto 2 de Dezembro de 2011 São Paulo, SP 1 I.Mundo: Década de 80 e 2010 (% do PIB) 30% 23% 31% 24% 37% 22% 3,7% 3,3% 8% 7% 4,2% 4,0% 1,5% 1,2% Fonte: FMI,

Leia mais